Page 15

2˚ edição de Setembro 2012

Desenhista brasileiro encontra crianças da Oficina de Português do CAIS

Além de ensinar da sua arte, Jô Oliveira doou livros para o local José Francisco Schuster

F

oi um dia de festa para a Oficina de Língua West, em uma sala cedida pelo Centro Espírita Portuguesa do Centro de Apoio e Integração Joanna de Ângelis ao CAIS. Como os demais Social Brasil-Canadá (CAIS) a visita, em 22 de serviços do CAIS, a Oficina é desenvolvida por setembro, do desenhista de histórias em quadrivoluntários. Com o crescimento da comunidade nhos e ilustrador Jô Oliveira. O pernambucano veio brasileira em Toronto e a carência de uma maior a Toronto a convite do Consulado-Geral do Brasil. estrutura, no momento há lista de espera para Cerca de 30 crianças e também 15 pais – um novas crianças participarem da Oficina. Para público recorde para a Oficina – entrar na lista, escreva para deslumbraram-se com o carisma “Conhecido no Brasil por oficina@caisbrasil.org. de Jô, que ainda passou um vídeo ter ilustrado diversos de um desenho seu e doou livros selos dos Correios, além para a Oficina. O CAIS, contudo, continua de livros didáticos e recebendo, todas as sextas-feiras, às 18h, em sua roda infanto-juvenis” Mais conhecido no Brasil por de convívio, brasileiros em ter ilustrado diversos selos dos Correios, além busca de informações diversas sobre a vida no de livros didáticos e infanto-juvenis, Jô começou Canadá – algo que interessa em especial aos instigando as crianças perguntando (em porturecém-chegados, que têm dúvidas sobre os serguês): “Quem sabe desenhar?” “Eu”, responderam as viços públicos, imigração, procura de trabalho e crianças em coro. moradia, entre outros, independente da situação legal que se encontram, e gratuitamente. O CAIS também quer reunir, entretanto, brasileiros O desenhista, então, passou a construir uma figura há mais tempo no Canadá, para que se tornem com formas geométricas, que as crianças copiavam. também voluntários e os serviços possam ser Aos poucos, foi surgindo uma onça pintada, primeiampliados. A roda de convívio ocorre na St. ro de uma série de desenhos que ele ensinou aos Christopher House (Casa São Cristóvão), localipequenos, que todos os sábados pela manhã têm a zada no 248 Ossington Avenue, esquina Dundas oportunidade de aprender e desenvolver a língua West. Mais detalhes no site www.caisbrasil.org e conhecer a cultura do país de onde vieram ainda ou pelo e-mail info@caisbrasil.org. pequenas ou onde nasceram seus pais. A Oficina funciona no 1357 B da Dundas Street

15

Jornal da Gente  

2nd September 2012