Page 1

Notícias

Abr. 16

da Escola

Ano 12| Número 4 E-mail: jornal.ebsis@gmail.com

Agrupamento de Escolas de Viana do Alentejo Sumário - Editorial

2

- CPCJVA

2

- I Concurso de Talentos da Associação de Estudantes

3

- Dia Eco-Escolas

4

- II Semana do Agrupamento

5-9

- Atividades do Pré-Escolar Aguiar-Alcáçovas-Viana

10–12

- Visita de Estudo a Lisboa : Ler+Mar

13

- Visita de Estudo ao Jardim Zoológico e Textos de Autor

14

- Biblioteca Escolar

15

- Cáritas, 112 e Dádiva de Sangue

16

- Autarquia e Educação

17

- Gabinete de Saúde: alergias da primavera

18

- Desporto Escolar

19

- Correio sentimental

20

Concurso Saber Fazer Há 500 anos

II SEMANA DO AGRUPAMENTO págs. 5 a 9

Pág. 8


2

EDITORIAL Sendo o nosso Agrupamento um pólo dinamizador de atividades e de criatividade a todos os níveis, tornou-se corrente e habitual a nossa colaboração em eventos do concelho. Desta maneira, e mais uma vez, a compor as rotundas da entrada da vila, estiveram os trabalhos artísticos, realizados em anos anteriores pelos alunos do Agrupamento, alusivos à Romaria a Cavalo. Funcionando como cartão de boasvindas aos que nos visitaram, quer no contexto da Romaria, quer como simples visitantes, tornaram mais atrativo o acolhimento e o acontecimento. Estando, este ano, a comemorar-se os 500 anos dos Forais Manuelinos, atribuídos a Viana e a Aguiar, foi-nos solicitada a participação nestas comemorações. Prontamente respondemos e esta colaboração já foi visível no tema trabalhado pelas equipas que participaram no Concurso Saber Fazer — ”Há 500 anos”. O Agrupamento participará ainda na Feira Quinhentista, em julho; alunos e comunidade educativa estarão envolvidos com desfiles, dramatizações e declamações de poemas, de modo a animar a festa. Assim se vê como a “Escola” e os saberes aqui produzidos podem ser geradores de ações enriquecedoras da vida cultural de toda a comunidade. Profª Gertrudes Pinto

Nove anos a promover o “direito a ser feliz”

Em abril a CPCJ comemora mais um aniversário, são já nove, os anos em que a Comissão promove a defesa e a promoção dos direitos das crianças e dos jovens, no concelho de Viana do Alentejo. Abril é também o mês escolhido pela Comissão Nacional para a Prevenção dos Maus Tratos na Infância e, a partir do corrente ano, o mês que acolhe a (XIª) Semana de Prevenção dos Maus Tratos Infantis (de 26 a 30), promovida, como habitualmente, pela Associação Chão dos Meninos, de Évora. Assim sendo, não faltam motivos para justificar a realização de um volume acrescido de atividades destinadas a assinalar todas essas efemérides. Com esse intuito, a CPCJ preparou um conjunto de eventos vocacionados preferencialmente para a população escolar, com particular incidência nos níveis de ensino que acolhem os mais novos – o préescolar e o 1º ciclo, e com a colabora-

Notícias da Escola com o apoio de: Câmara Municipal de Viana do Alentejo

Agrupamento de

Escolas de

Viana do Alentejo

ção da Associação Terra Mãe, percorreu as salas de aula do nosso concelho, para explorar o tema “Direito a ser Feliz”. Para os mais alunos mais crescidos estão a ser preparadas também atividades em torno de temas como “Boas práticas de cuidados com os animais” (2º Ciclo), com a colaboração do Departamento de Veterinária da Universidade de Évora, e “Tráfico de Seres Humanos” (Ensino Secundário), ação dinamizada pela Associação para o Planeamento Familiar / Alentejo. A comunidade local também será alvo de uma ação de sensibilização e prevenção para o tema dos maus tratos na infância.

Siga-nos em: www.facebook.com/cpcjviana


3

Associação de Estudantes I Concurso de Talentos da EBSIS Olá a todos! No dia 14 de abril de 2016, a Associação de Estudantes realizou o I Concurso de Talentos da EBSIS. Após semanas de trabalho para a realização deste evento, ficamos extremamente satisfeitos e orgulhosos pelo sucesso do concurso e pela envolvência de toda a comunidade escolar. Queremos agradecer aos professores que fizeram parte da mesa de júri pela sua disponibilidade, à Câmara Municipal de Viana do Alentejo pelo empréstimo de equipamento sonoro, à Direção do Agrupamento por ter incluído o concurso na Semana do Agrupamento e a todos os alunos que assistiram e apoiaram os participantes. Por último, fazemos um agradecimento muito especial a todos os participantes pois sem eles o Concurso de Talentos não podia ser realizado. A todos vocês, um muito obrigado! Para concluir, afirmamos que continuaremos a trabalhar para a realização de eventos que promovam o bem-estar, a alegria e a harmonia da comunidade escolar. Bons estudos e cumprimentos de todos os membros da Associação de Estudantes. O Presidente da Associação, João Manzoupo


4

Eco-Escolas Dia Eco-Escolas Comemorou-se na Semana do Agrupamento o Dia Eco-Escolas. Uma vez que o problema dos resíduos continua a ser uma realidade na nossa escola e uma preocupação de todos os que estão envolvidos no Projeto Eco-Escolas, procurámos dar um enfoque especial a este tema, através da realização de atividades várias neste dia. Contámos com a participação de alunos de vários níveis de escolaridade, que connosco quiseram realçar a importância de diminuir a quantidade de resíduos produzida na nossa escola, bem como a sua correta triagem. Dinamizou-se uma Oficina de Origami, que contou com a participação da BECRE, na qual se fez a reutilização de papel, um Concurso e Desfile de Eco-Chapéus, cujo objetivo era serem elaborados chapéus, apenas, com materiais reutilizáveis e, ainda, uma exposição de aparelhos vulcânicos, na qual os alunos envolvidos tiveram oportunidade de aplicar os conhecimentos adquiridos nas aulas e demonstrar que os resíduos não são obrigatoriamente lixo e que podem ter um fim pedagógico. Demos também lugar a uma outra preocupação do Projeto que é a prática frequente de utilização de

venenos para eliminar algumas espécies animais. No sentido de sensibilizar para os perigos desta

prática indevida, contámos com a presença do Dr. Carlos Cruz da SPEA – Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves, que dinamizou a sessão de sensibilização: Programa Antídoto Portugal. A todos os que colaboraram connosco, o nosso obrigado. A Equipa Eco-Escolas

Notícias da Escola com o apoio de: Junta de Freguesia de Aguiar Viana do Alentejo


5

II Semana do Agrupamento Departamento de Línguas

Durante a II Semana do Agrupamento, os professores do Departamento de Línguas levaram a cabo, nas duas escolas do Agrupamento, um conjunto de atividades que envolveram as respetivas comunidades escolares. As atividades, que decorreram entre 14 e 18 de março, incluíram a “Árvore da Poesia” (exposição de poemas para comemoração do Dia da Árvore e do Dia da Poesia), “Poesia à Solta” (leitura e declamação de poemas pelo espaço escolar e outros), “Feira dos Sabores” (homenagem à gastronomia inglesa, francesa e espanhola) e “Gincana das Línguas” (concurso de línguas, cultura e jogos).

Na EBA, os alunos das turmas dos 5º e 6º anos quiseram dar o seu testemunho: “Decorámos a Árvore da Poesia com os nossos poemas originais (acrósticos, quadras…) que pendurámos como frutos de várias cores e formatos. Na Feira dos Sabores,

Notícias da Escola com o apoio de: Junta de Freguesia de Viana do Alentejo

revelámos a nossa veia artística ao confecionar crepes e waffles que vendemos para delícia de todos”. Cristiano Santos e Miguel Serra, Carolina e Sofia, João e André, 6ºA Alcáçovas


6

II Semana do Agrupamento Departamento de Matemática e Ciências Experimentais "Mais uma vez, durante a última semana de atividades letivas do 2.º período, todo o Agrupamento de Escolas se mobilizou para a Semana do Agrupamento; os docentes do Departamento de Matemática e Ciências Experimentais não foram exceção e, com a ajuda preciosa dos nossos alunos, realizámos uma série de atividades desde palestras e jogos matemáticos até às experiências da Física, da Química e das Ciências Naturais passando pela, já habitual e sempre concorrida, Feira dos Minerais. Este ano pela primeira vez levámos as "Ciências" à Praça.

Conviver com as Ciências

Todas as atividades decorreram de forma muito satisfatória." A Coordenadora do Departamento, Profª Mª Augusta Lizardo

Ciências na Praça

Exposição e Feira dos Minerais

LanParty

Competir com a Matemática


7

II Semana do Agrupamento Departamento de Expressões No passado dia 16 de março, durante a Semana do Agrupamento, os alunos do nono ano do nosso agrupamento visitaram a Universidade de Évora - pólo dos Leões, escola das artes. A iniciativa da Universidade de abrir as suas portas a alunos do ensino básico proporcionou aos visitantes deste agrupamento um maior e melhor esclarecimento sobre o que se faz e quais os objetivos de cada um dos cursos deste departamento. Houve várias iniciativas nas quais puderam participar: aula aberta de teatro, visita aos ateliers de arquitectura, oficinas de gravu-

ra e multimédia, experimentação numa oficina de escultura e exposição de design. Foi um dia cheio com os alunos muito entusiasmados e donde pu-

deram trazer alguns dos trabalhos que fizeram. P'ró ano há mais!

Notícias da Escola com o apoio de:

A Coordenadora de Departamento

Profª Helena Costa


8

II Semana do Agrupamento Departamento das Ciências Humanas e Sociais Na última semana de aulas do segundo período, em que decorreu a Semana do Agrupamento, professores e alunos participaram com a exposição " Reis e Castelos Medievais", promovida pelos alunos de História e Geografia de Portugal da professora Antónia Albardeiro. No mesmo período, o professor Vítor Agostinho e os alunos de História da escola de Alcáçovas, organizaram e apresentaram uma exposição de cartazes alusivos às guerra do século XX. Decorreram também atividades âmbito do Geoclube, com os docentes e alunos de Geografia. O professor e alunos de Educação Moral e Religiosa Católica realizaram mensagens de Páscoa, no contexto de várias turmas e envolvendo diferentes níveis de ensino.

O Geoclube plantou uma árvore

Concurso Saber Fazer 2016 - Há 500 Anos No dia 8 de abril, decorreu mais uma sessão do já célebre concurso Saber Fazer, no Cineteatro Vienense. Este ano, o tema está relacionado com as comemorações dos quinhentos anos dos forais quinhentistas de Viana do Alentejo e Aguiar, assim como também da Santa Casa da Misericórdia de Viana do Alentejo. O engenho e acriatividade de alunos e professores facilitou a participação de quatro equipas, uma de sexto ano e três do ensino secundário. Assim, assistimos à apresentação de várias provas, desde a dramatização,

prova literária e coreografia. Os elementos das várias equipas conseguiram de forma divertida e original articular o presente com o passado, destacando o reinado de D. Manuel I. Desta forma, todos os intervenientes da comunidade educativa presentes, assim como as entidades colaborantes proporcionaram novamente um exemplo de descontração, articulação de saberes e divertimento.

pamento de Escolas de Viana do Alentejo. As críticas e comentários foram bastante positivos. Pensamos que o trabalho que tivemos foi re-

compensado com o resultado conseguido e pela admiração que teve quem visitou a exposição.

A Coordenadora de Departamento, Profª Maria Fernanda Carrageta

Os castelos de Portugal A turma do 5ºA aceitou o desafio da professora de História e Geografia de Portugal e fizemos trabalhos, alusivos à época da reconquista cristã, em grupo de pares. Pesquisámos sobre os castelos mais significativos da Reconquista Cristã em Portugal, depois em casa e na biblioteca da escola, selecionámos um castelo a partir do qual incidiu o nosso trabalho. Foi preciosa a colaboração de alguns familiares, sem os quais não poderíamos construir com tal rigor e diversidade de materiais as maquetes dos castelos. Estas estiveram expostas no polivalente na nossa escola durante a Semana do Agru-

Alunos do 5ºA, EBSIS


9

II Semana do Agrupamento Departamento de Educação Especial O Departamento de Educação Especial desenvolveu, em colaboração com os professores e alunos das diferentes turmas, atividades de sensibilização para a deficiência. Estas atividades foram realizadas na Escola Básica de Alcáçovas, Escola Básica de Viana e Escola Básica e Secundária Dr. Isidoro de Sousa. Foram efetuados Jogos de comunicação e relação interpessoal, sendo desenvolvidos, simultaneamente nas várias turmas, designadamente: “Sentido e Orientação” - entre dois alunos - um deles percorria um percurso desenhado em quadrículas e reproduzidas no chão, do tamanho médio de uma passada, com vendas nos olhos sob a orientação de outro colega;

“Cheiros” - com vendas nos olhos os alunos identificavam vários cheiros (ervas aromáticas, plantas, produtos comestíveis, frutos …)

Estes jogos tinham como objetivo sensibilizar os alunos e/ou a comu-

“Caixa dos Sentidos” - que fez muito sucesso, participando várias turmas. À vez, os alunos, com vendas nos olhos, identificavam, dentro de uma caixa, vários objetos com as mãos. No final descobriam se tinham acertado.

nidade escolar para os problemas e as dificuldades que uma pessoa com deficiência possa sentir, face a um problema desta natureza. Para além destes jogos foram efetuados marcadores e elaborados fantoches enquadrados na dramatização de uma história trabalhada numa aula de português. Estes fantoches e marcadores fizeram parte da exposição de trabalhos elaborados pelos alunos nos vários locais de exposição das diferentes escolas. A Coordenadora de Departamento,

Profª Manuela Matos


10

Atividades do Jardim de Infância de Aguiar Germinação No início deste mês de abril, demos início ao estudo da germinação. Colocámos sementes de feijão em diferentes copos de plástico e sujeitos a diferentes condições. Nos copos com o n.º1, colocámos as sementes em terra com água e à luz do sol; nos copos com o n.º 2, colocámos as sementes em algodão com água e à luz do sol, repetimos a experiência em outros copinhos mas não foram expostos à luz do sol. Registámos todos estes factos num cartaz e formulámos algumas hipóteses. Nos dias que se seguiram fomos observando o que se ia passando!

fortes e, para as proteger.

Experiências partilhadas com o 1ª Ciclo História sobre os Dinossauros

Espero que gostem de ver e aprender connosco mais coisas sobre as plantas e a germinação. Nós gostámos muito e vamos continuar a ser amigos das plantas, a tratar delas e assim, ajudar o Nosso Planeta TERRA.

Como foi o seu desaparecimento? À procura de fósseis ...

Projeto PNL Pretende estimular nas crianças o prazer da leitura, intensificando o contado com o livro, designadamente na sala de atividades, na biblioteca e na família.

Encontrámos alguns.

Germinação – 2ª parte Após a nossa sementeira, todos estavam ansiosos com o que iria acontecer. As perguntas surgiram: – E agora? Não acontece nada? – Será que não vão germinar?

– Mas o que é germinar? Os dias foram passando e nós fomos tomando conta das nossas sementes. Colocando um pouco de água nos copinhos e observando com muita atenção, se as sementes germinavam, nas diferentes condições. Vamos ver se o sol é muito importante para as plantas se desenvolverem e terem cor verde. Quando crescerem vamos todos plantar as novas plantas na nossa horta, para assim crescerem mais

Promover a articulação entre as bibliotecas, o Jardim de Infância e as famílias.

AGRADECEMOS OS LIVROS QUE NOS OFERECERAM PARA A NOSSA BIBLIOTECA

Elaboração do dente de Dinossauro

Os dentes que elaborámos a secarem


11

Atividade de Articulação Jardim de Infância e 1º Ciclo de Viana

Dia do Pai No dia 16 de março os nossos pais vieram à escola para comemorar o “Dia do Pai” connosco. Recebemos os nossos pais com uma canção que se chamava “O Meu Pai” de Gonçalo Pratas e Inês Pupo. Depois ajudámos os pais a fazer moinhos de papel. Ficaram lindos e giravam muito bem!

Em seguida passámos a uma surpresa que tínhamos preparado para oferecer aos Pais: bonés com mensagens. Ainda houve tempo para um lanchinho e depois fomos até à Quinta da Joana brincar com os nossos moinhos.

Notícias da Escola com o apoio de:

Zona Industrial

7090-222 Viana do Alentejo

OBRIGADO PAIS POR ESTE MOMENTO TÃO ESPECIAL!... Os meninos do Jardim de Infância e do 2.º Ano B de Viana do Alentejo


12

Atividades do Jardim de Infância de Alcáçovas Notícias da Horta do Sol Um Mistério na Nossa Horta…

Aconteceu um mistério na nossa horta, as nossas alfaces estavam a ficar sem folhas. Pensámos que eram as lagartas ou as lesmas que estavam a comê-las. Mas não era.

O pai do Pedro veio cá à escola e esteve a observar as alfaces e descobriu o mistério. Afinal eram os

passarinhos!… Então o pai do Pedro espetou uns ferros no chão para nós podermos estender um fio e pendurar lá umas bruxas muito assustadoras (porque se fossem fadinhas eles não se assustavam), para eles terem muito medo. Resultou, e agora os passarinhos deixaram as nossas alfaces em paz. E elas estão boas, a ficar grandes. Os passarinhos pensam que as bruxas saem dos plásticos e ganham vida e depois fogem.

Compostagem Fomos à sala dos meninos do 8.º ano, que é um laboratório e é uma sala onde se aprende a fazer experiências (Gabriel). O que levámos : - um garrafão de água vazio que era o compostor (Diana); - um saco com cascas de banana (Gabriel); - palha (Pedro); - terra (Laura); - folhas castanhas que tinham lá dentro uma aranha (Diana); - folhas verdes que eram ervas (Miguel); Depois pusemos em camadinhas dentro do garrafão que era o compostor (Diana). No fim regámos e remexemos para a terra ficar fofinha e boa para as plantas poderem crescer (Constança).

Reciclar papel

Para ajudarmos o nosso planeta a ter muito oxigénio reciclámos papel

(Laura). O oxigénio vem das folhas verdes que estão nas árvores (Diana). Reciclar papel é muito importante para não ser preciso cortar as árvores (Margarida). Ficarmos sem oxigénio era muito mau (Diana), podíamos morrer todos (Ricardo). Por isso, vamos ensinar outras pessoas a reciclar papel. Como fizemos:

- rasgámos papel de jornal (Laura); - pusemos-lhe água (Miguel); - passámos tudo com a varinha mágica (Margarida) e ficou uma papa de papel (Miguel); - misturámos brilhantes e tinta para ficar muito lindo (Laura) e cola (Pedro); - pusemos numa rede (Constança) com feitio de retângulo (Gabriel); - pusemos a secar no secador das pinturas (Margarida) e também lá fora no quintal, mas alguém tinha que ficar a vigiar para ninguém estragar (Pedro). Notícia elaborada pelos meninos do jardim de infância de Alcáçovas


13

Ler + Mar: Visita de Estudo a Lisboa A Madalena, do 5º A, mostrounos a sua versão dos acontecimentos, num texto pessoal:

“Quando chegámos lá fomos divididos em vários grupos. Cada grupo tinha como responsável um aluno de 12º ano. Entrámos primeiro na Torre de Belém e os professores explicaram que esta construção foi feita para a defesa da cidade no caso de se aproximarem embarcações indesejadas ou inimigas. Foi mandada construir por D. Manuel I e toda a sua decoração está ligada aos descobrimentos de Portugal. Gostei de andar nas guaridas que estavam no terraço. Almoçámos no jardim que estava próximo e fomos comprar os célebres pastéis de Belém. De se-

No dia 25 de fevereiro de 2016 teve lugar a Visita de estudo a Lisboa no âmbito do Projeto Ler + Mar. Nesta visita participaram todas as turmas de 5º ano e alguns alunos do 12º ano, do Agrupamento de Escolas de Viana do Alentejo. Fomos acompanhados pelos professores: Rosa Barros, Esmeralda Batanete, Luisa Correia, Maria João Marques e Jorge Neves. Durante a manhã visitámos a Torre de Belém, onde pudemos apreciar este monumento de estilo manuelino com os seus canhões como defesa. Na subida ao cimo da torre algumas pessoas tiveram vertigens e sentiram-se um pouco indispostas, pois subimos cerca de 90 degraus muito estreitos e em caracol! No entanto, chegados lá acima, valeu a pena o esforço, pois apreciámos uma vista espetacular sobre Lisboa à beira do Tejo! Depois deste esforço todo seguiuse o almoço, pois era necessário recarregar baterias. Almoçámos nos jardins de Belém, sempre acompanhados das nossas “amigas gaivotas”! É claro que não pôde faltar uma

ida aos Pastéis de Belém! De seguida visitámos o Mosteiro dos Jerónimos. Que espetáculo de monumento! Vimos a igreja, a sala do refeitório, os claustros, a sala do capítulo e o Coro-Alto que era um espaço muito

importante para as orações dos monges. Ainda fomos à loja das recordações onde fizemos algumas compras. Chegou a hora de regressarmos, não sem antes fazermos um breve lanchinho. Chegámos por volta das 19.00 mas vínhamos satisfeitos, pois foi um passeio inesquecível! A turma do 5ºA, Alcáçovas

guida fomos visitar o mosteiro dos Jerónimos, também ele mandado construir por D. Manuel. Visitámos os vários espaços deste mosteiro. Gostei muito do claustro, do coro alto e de ver a cozinha do mosteiro. Alguns de nós foram tocar na pata de um leão decorativo que estava numa fonte porque há a crença de que este gesto permitia a realização de um desejo. Achei esta visita muito interessante porque fiquei a saber muita coisa sobre a época de navegações Portuguesas. Foi também um dia bem passado porque pudemos conviver com todos os colegas do 5º ano das escolas do Agrupamento.” Madalena Figueiredo, 5º A, EBSIS


14

Visita de Estudo ao Jardim Zoológico de Lisboa No dia 4 de março, nós, alunos das turmas do 2º/ 3ºC e 3ºD, realizámos uma visita de estudo ao Jardim Zoológico de Lisboa. Logo que chegámos fomos ver o espetáculo dos golfinhos e leõesmarinhos. Quando o espetáculo terminou fomos visitar a Quintinha Pedagógica, onde pudemos observar uma pequena horta, gansos, porcos, póneis, cabras, ovelhas, coelhos e galinhas. De seguida, fomos almoçar, mas entretanto, no caminho até ao parque das merendas, vimos as zebras, os bongos, os macacos e os pavões. Quando acabámos de almoçar, fomos comer um gelado, para a seguir assistirmos ao espetáculo << Aves em voo livre.>> Quando nos dirigíamos para o local onde iria iniciar-se a visita guiada, observámos a zona dos elefantes e o templo dos primatas. Durante a visita guiada, o Wilson, que era o nosso guia, explicounos muitas coisas. Uma delas foi que as aves têm três tipos de penas: umas para aquecer o corpo, outras para voar e as terceiras servem para proteger do frio e da chu-

va. Ainda durante a visita guiada, fomos ao reptilário onde vimos o dragão-de-Komodo, o monstro-degila e muitos outros répteis… Para terminar a nossa visita de estudo, fomos comprar umas lembranças e regressámos a Viana do Alentejo. Composição coletiva, alunos da turma 3ºD, Prof. Carlos Piló Carvalho

Os Descobrimentos e a Internet (Texto de opinião, a partir de uma citação de H. Cotter) Os Descobrimentos foram de extrema importância para o conceito de globalização que hoje conhecemos e vivemos. Como diz Holland Cotter “uma versão da Internet foi inventada em Portugal há 500 anos por um grupo de marinheiros com nomes como Pedro, Vasco e Bartolomeu.” Estes marinheiros, percorreram mares, desafiaram o desconhecido, para alargar o conhecimento do mundo e a cultura portuguesa. Hoje em dia, com a Internet podemos conhecer e explorar o mundo sem sair do conforto da nossa casa. Estas descobertas permitiram a interação com novas culturas, novas raças, novas línguas e novas formas de ver o mundo, funcionando como uma versão rudimentar de um mundo que ainda não tinha sido descoberto, a Internet, interligando continentes de uma ponta do mundo à outra, interligando costumes e maneiras de pensar, globalizando e formando o mundo que temos hoje. Um “link”, correntemente, consegue levar-nos a qualquer parte do Globo. Num segundo, podemos estar na Muralha da China e, no outro, na Floresta Amazónica. Os “links instáveis” que Cotter refere tinham a mesma capacidade de nos transportar, não no espaço de um segundo ou dois, mas no espaço de um ano ou mais. Eram instáveis, pois era difícil de prever o que iria acontecer. Fenómenos desconhecidos, como o Fogo-de-santelmo, a Tromba Marítima, a Tempestade, dificultavam as viagens, pois eram incógnitas que os marinheiros não conseguiam, muitas vezes, combater. Muitos foram os que ficaram pelo caminho. Basta ler “A História Trágico-Marítima”. Hoje temos oportunidade de viajar apenas com um “click” no rato e com a máxima segurança, conhecendo e entendendo mundos diferentes do nosso. A isto chama-se Globalização. Sofia Soldado e Teresa Lagarto, 9ºA, EBSIS

Pequenos Poetas (Estrofes feitas a partir da lenda da serra da Estrela) Na serra da Estrela Estava um pastor Que como estava muito frio Só desejava calor Gonçalo O pastor ficou espantado Ao ver o que aconteceu O seu cão ficou no mesmo estado E o cavalo apareceu Geninha Os lobos a uivar O pássaro a ouvir O pastor a dormir E as ovelhas a balir

Daniel

Os lobos a uivar Lá fora a nevar O pastor a brincar E o cão a descansar

Raquel

O cavalo voando Parou para andar E para pensar… -Vou desejos realizar!

Mariana

Apareceu um cavalo Na noite seguinte… Alguém o vai desejar Alguém vai ver o luar

Manuel

O cavalo cor de mel Conversou com o pastor A conversa tornou-se infindável E com ela surgiu… Uma linda história de amor João A estrela cadente apareceu O pastor acordou O Sol brilhou no céu E tudo se iluminou Miguel Já era primavera As ovelhas a acordar O pastor a sonhar E o cão a ladrar

Gang

Quando a manhã nasceu Houve uma magia: O cavalo desapareceu e mudou a forma como a serra se revestia… Gustavo

Alunos do 4º ano - C Escola Básica de Alcáçovas


15

Biblioteca Escolar Concurso Mar de Pão já tem vencedores! Durante o 2.º período deste ano letivo, decorreu a 2ª edição do Concurso "Mar de Pão", integrado no Projeto Ler+Mar. Teve como público alvo todos os alunos do 1.º CEB do Agrupamento. Depois de ouvir uma história sobre o mar, este ano foi O Voo do Golfinho, de Ondjaki e Danuta Wojciechovska, os alunos dos 1.º e 2.º anos realizaram um trabalho de ilustração da história, enquanto que os alunos dos 3.º e 4.º anos escreveram um texto criativo a partir da história que escutaram. São estes os vencedores: EB. de Aguiar 1º ano - Soraia Algarvio 2º ano - Matilde Engenheiro 3º ano - Guilherme Rato 4º ano - Matilde Cravosa EB. de Alcáçovas 1º ano - Isabel Fura 2º ano - Ana Zhu 3º ano - Laura Fitas EB. de Viana 1º ano - Luana da Silva 2º ano - Tomás Calvário 3º ano - Lara Pinto 4º ano - Gabriel Leitão A todos os vencedores, entregar-se-á um prémio, um livro, com ilustrações da mesma ilustradora. Parabéns a todos, professores e alunos, pelas empenhadas participações!.................... Luísa Bagão, Coordenadora das BE do 1º CEB

Encontro com a poeta Arlinda Mártires

Foi na cozinha do salão da Antiga Cooperativa de Aguiar , passado dia 4 de março que o serão foi animado com a presença da nossa poeta/escritora, Professora Arlinda Mártires Nunes. Com organização da Junta de Freguesia de Aguiar e Biblioteca Escolar do Agrupamento, juntaram-se à volta do tradicional lume de chão, gente de todas as idades que ouviram falar de poesia, de livros, de histórias de viagens que inspiraram a autora. Antigos alunos, futuros alunos puderam conhecer outra faceta desta professora, que fora da sala de aula pratica a poesia e escreve e publica livros. Partilharam-se leituras, em que pessoas de todas as idades contribuíram para que a poesia de Arlinda Mártires se fizesse ouvir. Assim, foram lidos poemas das obras Além- Rio, Guynea e Impressões do Real, que mostram a alma da poeta, ilustram as suas vivências, revelam a sua sensibilidade.

A noite foi curta para as histórias e para os poemas, acompanhados por deliciosos petiscos alentejanos, porque, de barriga cheia, a poesia sabe melhor. Foi uma noite memorável, vivida na freguesia de Aguiar, em que a poesia transpôs muros de escolas e materializou-se neste convívio.

A Profª Bibliotecária, Rosa Barros

Encontro com o escritor Carlos Canhoto Serei uma Plantinha Daninha? foi o livro que o escritor Carlos Canhoto apresentou às crianças dos Jardins de Infância do Agrupamento, no passado dia 12 de abril. Esta obra, ilustrada por Danuta Wojciechovska, conta a história de uma pequena semente, que ao crescer, confrontase com a ideia de poder ser uma planta daninha e, como tal, não ter viabilidade. Ora, o modo como o solo deve ser cuidado, como as sementes devem ser regadas, a importância de pequenos animais no desenvolvimento de toda a flo-

ra são os temas que este livrinho a flora, sensibilizando para a necessidade de se proteger o planeta Terra e todos os seus habitantes. Mais uma vez, as crianças interagiram com o escritor, tendo apreciado muito a história e os bonecos que o acompanharam. Ora, como não podia deixar de ser, no final, quiseram mais. O escritor atendeu ao seu pedido e contou-lhes outra a história de uma piranha chamada Pirá, que habita no Fluviário de Mora. Este livro é menos recente, mas continua a fazer grande sucesso entre os mais pequenos.


16

Dia Mundial do 112

Agradecimento A Caritas Arquidiocesana de Évora e a Caritas Paroquial de Viana do Alentejo, vem desta forma agradecer pelos bens alimentares doados pelos alunos do Agrupamento de Escolas de Viana do Alentejo, pela altura do Natal. Os alimentos recolhidos pelos alunos do referido Agrupamento, foram entregues a famílias carenciadas do Concelho de Viana do Alentejo, que em conjunto com outros bens recolhidos por outras entidades e por alguns voluntários também residentes no concelho, conseguiram apoiar 15 famílias. Reafirmamos desta forma a importância da ajuda prestada por todos aqueles que se queiram associar a causas sociais de grande relevância, ajudando a minimizar os problemas e as carências que algumas famílias sofrem na atualidade. Eu, Joaquim Oliveira, Assistente Social na Caritas Paroquial de Viana do Alentejo e na Caritas Arquidiocesana de Évora, quero deixar o meu agradecimento pessoal, realçando a importância do ato para as famílias que acompanho neste concelho. O meu muito obrigado a todos! Joaquim Oliveira Assistente Social

Este número é o NÚMERO EUROPEU DE EMERGÊNCIA. Deve ser utilizado em situações de acidente ou doença súbita, assalto, incêndios e outras situações com gravidade. As chamadas são atendidas em primeira linha por uma Central da PSP que depois as encaminha para o INEM e para a PSP ou bombeiros. Se tiveres necessidade de ligar para o 112, deves informar de uma forma sim-

DÁDIVA DE SANGUE

Não faças chamadas desnecessárias porque pões em perigo de vida aqueles que realmente precisam de socorro imediato.

Como já vem sendo hábito na nossa escola, no dia 27 de fevereiro e pelo oitavo ano consecutivo, decorreu no nosso Agrupamento mais uma dádiva de sangue. Depois de alguma sensibilização a toda a comunidade educativa, através de cartazes e folhetos, responderam ao apelo, professores, funcionários, encarregados de educação, alunos e outros elementos exteriores à escola mas que quiseram deixar a sua contribuição. O principal objetivo desta iniciativa foi contribuir para aumentar as reservas deste bem tão essencial à vida que é o sangue. Ao mesmo tempo pretendemos e acreditamos que conseguimos, despertar o espírito de solidariedade e voluntariado nos nossos alunos, e mais uma vez, abrir as portas da nossa escola à comunidade. Cremos que os objetivos foram atingidos. Embora nestes últimos anos se tenha notado uma menor afluência de dadores de sangue. A todos os que contribuíram, o nosso muito obrigada. Aproveitamos também para agradecer àqueles que quiseram efetuar a sua dádiva mas, por alguma razão não o puderam fazer.

Alunos 5ºA, EBSIS

Equipa da Saúde Escola

ples e clara sobre o tipo de ocorrência, local exato, sexo, idade, das pessoas que necessitam de socorro. Deves ainda dizer as queixas que as pessoas têm. Os Centros de Orientação de Doentes Urgentes farão recomendações e poderão enviar meios de socorro adequados exemplo: ambulância do INEM. Só deves desligar o telefone quando quem atende o indicar.

Notícias da Escola com o apoio de:


17

Autarquia e Educação CONCELHO DE VIANA DO ALENTEJO ASSINALOU SEMANA DO DIA MUNDIAL DA ÁRVORE E DA ÁGUA 2016 No âmbito do Projeto Oficina do Ambiente decorreu de 4 a 8 de abril, a Semana do Dia Mundial da Árvore e da Água 2016, com atividades destinadas aos alunos do pré-escolar e 1º ciclo do concelho de Viana do Alentejo. Durante a semana, os 214 alunos do 1º ciclo participaram na Oficina de Árvores 3D, que con-

sistiu na construção por cada estabelecimento escolar de uma árvore em três dimensões com

materiais reutilizáveis e recicláveis. Já as 145 crianças de cada sala do pré-escolar desenvolveram Oficinas de construção de uma Paisagem Portátil com a utilização de materiais reutilizáveis e recicláveis.

Todos os alunos do concelho tiveram ainda a oportunidade de visitar o recinto do projeto, sito na antiga lixeira de Viana do Alentejo, através de uma imagem aérea na qual visualizaram que das 185 árvores autóctones que plantaram no ano 2014 – sobreiro, azinheira e carvalho português – provenientes da candidatura efetuada no âmbito do projeto Floresta Comum da Quercus, estão todas vivas e que cresceram. Observaram ainda que o recinto da Oficina do Ambiente se mantém definido pela plantação

das suas árvores em forma de coração (83), que na altura tiveram como finalidade de dar um conteúdo mais simbólico de paz, afeto e harmonia com a paisagem envolvente. A iniciativa, da responsabilidade do Município de Viana do Alentejo, contou como parceiros locais a Fraternidade de Nuno Álvares – Associação dos Antigos Filiados no Corpo Nacional de Escutas de Alcáçovas, o Agrupamento de Escolas de Viana do Alentejo e o Banco Local de Voluntariado.


18

Alergias da primavera A Primavera traz-nos dias mais compridos e solarengos, roupa mais leve e fresca, um ar saudável e feliz… mas também olhos, nariz e gargantas irritadas, espirros incessantes, e uma tosse incomodativa. Graças ao pólen que anda no ar, surgem as alergias primaveris, de que resultam olhos vermelhos e lacrimejantes, vias respiratórias entupidas, nariz a pingar e comichões generalizadas. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), daqui a 20 anos metade da população mundial sofre de qualquer tipo de alergia. Neste momento já é a sexta doença mais frequente no mundo e estima-se que afete 12% da população. Em Portugal, um terço da população sofre de alergias, segundo a Socie-

dade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC), e ficam casos por diagnosticar, porque não se dá importância aos sintomas ou se confunde com uma constipação. Segundo a mesma fonte, as pessoas com alergia produzem um anticorpo especial (imunoglobulina E - IgE) para se defenderem dos alergénios (pólenes de plantas, componentes do pó da casa, alimentos como o leite ou os ovos). Sintomatologia que caracteriza as doenças alérgicas mais comuns: Rinite alérgica - Nariz tapado, comichão, espirros e pingo no nariz, logo que o alergénio entra no nariz. Conjuntivite alérgica - Inchaço,

vermelhidão e comichão em ambos os olhos, num determinado ambiente, local ou época do ano. Asma - Tosse, falta de ar, chiadeira no peito, que surge subitamente, em determinados locais, após constipações, com o exercício ou no local de trabalho. Dermatite atópica - Também chamada eczema, surge com vermelhidão, comichão, descamação da pele, por exemplo na face, dobras dos cotovelos ou joelhos. Diagnóstico Exames cutâneos - Estes testes podem ser realizados em todos os grupos etários, e efetuam-se através da introdução de alergénios na pele, permitindo identificar as sensibilizações.

Análise ao sangue - É um método de rastreio que permite, com apenas uma única gota de sangue e em apenas 20 minutos, identificar a existência de anticorpos específicos contra alergénios comuns. Determinação de óxido nítrico Para diagnosticar e avaliar a asma, sopra-se através de um dispositivo muito sensível que determina a presença do gás no ar expirado, indicando o grau de inflamação dos brônquios, relacionado com a ativi-

dade da doença e com a resposta ao tratamento. Rinomanometria nasal - Para diagnosticar e avaliar a rinite, aplica-se um aparelho sobre o nariz do paciente que determina se a sua via nasal está obstruída, de que forma o ar passa, nomeadamente após a inalação de alergénios, e como responde à medicação. Como prevenir e/ou controlar? - Educar o doente e a sua família e evitar fatores de agravamento, como a redução da exposição aos alergénios ou a limitação da exposição a poluentes, como o fumo do tabaco. - Usar óculos de sol para proteger os olhos dos irritantes pólenes, evitando uma vista lacrimejante e irritada. - Manter as janelas e portas de casa fechadas, principalmente a concentração de pólenes é mais elevada. - Tratar os episódios agudos com fármacos que aliviam os sintomas, (broncodilatadores ou antihistamínicos não sedativos). - Prevenir, ou seja, usar uma vacina antialérgica para tomar antes do início da Primavera.

Bibliografia Enfermeira Celeste Gomes http://lifestyle.sapo.pt/saude/especia is/alergias-de-prima UCC de Viana do Alentejo


19

O Coordenador do Desporto Escolar: Prof. João Horta

Andebol na EBSIS

No dia 17 de março de 2016 realizou-se na Escola Básica e Secundária Dr. Isidoro de Sousa, o Torneio Interturmas de Andebol.. Este torneio teve a participação de 91 alunos, de ambos os géneros. Os alunos do ensino Secundário e do 3º Ciclo, participaram nesta atividade durante a parte da manhã, enquanto para os alunos do 2º Ciclo, decorreu da parte da tarde.

Andebol na EBA

Realizou-se, no dia 14 de março, o torneio de Andebol na Escola Básica de Alcáçovas. A atividade decorreu de acordo com o previsto, durante o período da manhã, no Pavilhão Municipal de Alcáçovas. Existiu uma boa adesão dos alunos, com 71 participantes das várias turmas. Sem quaisquer acidentes a registar, os vários jogos foram decorrendo, tendo a turma do 7ºA vencido a competição entre turmas do 5ºano ao 7ºano, e a equipa do 9ºA venceu a competição entre as turmas do 8º e 9º anos. Prof. Vítor Farinha

Mega Sprint Distrital 2015-2016 Realizou-se no passado dia 3 de março mais uma edição do Mega Sprint Distrital, que decorreu no Estádio Municipal de Vendas Novas. Num ótimo dia de sol e temperatura agradável, a comitiva do Agrupamento de Escolas de Viana do Alentejo deslocou-se à referida atividade com 32 alunos, de vários níveis de ensino e idades. As várias provas decorreram bem, independentemente da classificação final, sendo a maior vitória a sua participação com empenho e dedicação ao seu Agrupamento. Ainda

assim, merecem destaque os alunos Rafael Fortes e Íris Afonso, conquistando cada um deles uma medalha, respetivamente, na prova do Km e do Salto em Comprimento. Por fim, agradecemos mais uma vez a importante colaboração das funcionárias do bar das Escolas do Agrupamento pelo reforço alimentar que prepararam a todos os participantes.

Futsal

amantes da modalidade as aprendizagens elementares para a sua prática, bem como jogos com outras escolas, onde o convívio e a boa disposição são notas dominantes. O núcleo de Iniciados Femininos, realizou um jogo, com a Escola de Sousel. O grupo de Infantis Masculinos, realizou jogos com as Escolas de Portel, Alcáçovas e Malagueira. Todos os encontros decorreram de forma bastante satisfatória.

Ao longo deste 2º período, os treinos dos núcleos de Infantis Masculinos e Iniciados Femininos têm decorrido de forma bastante satisfatória. A assiduidade por parte dos alunos inscritos tem sido bastante positiva. Ambos os núcleos propiciam aos

O Grupo de Educação Física

Prof. João Horta


20

Correio sentimental e espiritual Dr.ª Lizette Conselheira sentimental

Jovem avantajada Estou desconcertada com a forma como sou tratada, aqui, na escola, devido à minha condição física. Sei que estou um pouco avantajada, mas a culpa não é minha, é das hormonas. Por ter um bocadinho de peso a mais, todos olham para mim de lado e fazem observações e comentários desagradáveis, riem e gozam. Sempre que como um bolinho, um geladinho ou um chocolatinho,

olham para mim como se estivesse a comer um boi; mas eu só como três ou quatro diferentes, por dia, nada mais do que isso. São os colegas, os professores e até os funcionários, todos se metem na minha vida e me maltratam. Desconfio que ficariam mais felizes se eu passasse fome, coisa que acontece com frequência, pois muitas vezes não tomo o pequeno almoço nem almoço e há dias em que nem janto. Mesmo assim, não consigo emagrecer. A minha avó diz que é a água que me engorda. Ajude-me a enfrentar estes monstros que não me deixam em paz. Anónima em desespero Querida amiga, gostaria de te dizer que, de facto, essa gente toda

é má e te maltrata e que tu és desgraçada, incompreendida e vítima dos que te rodeiam. Mas não! Não é verdade, pois a verdade é que és uma inconsciente, porque inconsciente é aquela pessoa que se enche de guloseimas e diz que passa fome, que não come o que deve e devora o que não deve, que é gorda e doente e acha que os outros é que são maus. Precisas de ajuda médica (talvez de psiquiatra!) e não dos meus conselhos sentimentais ou espirituais. Já agora, fica sabendo que as hormonas não têm culpa e que a água não engorda! Para já, não recomendo a banda gástrica. Aguarda que chegue o verão. Lizette de Vasconcellos e Sá

Clube de Artes na Romaria a Cavalo

On-line http://www.aevianadoalentejo.edu.pt/

Escola Básica e Secundária Dr. Isidoro de Sousa Viana do Alentejo Estrada da Quinta de Santa Maria 7090 Viana do Alentejo Tel.: +351 266 930 070 E-mail: jornal.ebsis@gmail.com Coordenação das professoras Gertrudes Pinto e Florentina Catalão, produção gráfica do professor Francisco Fadista e impressão na EBSIS. Tiragem: 220 exemplares

Profile for Notícias da Escola

Notícias da Escola - Edição abril 2016  

Jornal do Agrupamento de Escola de Viana do Alentejo

Notícias da Escola - Edição abril 2016  

Jornal do Agrupamento de Escola de Viana do Alentejo

Advertisement