Page 1

Fev. 14 Ano 10| Número 3 E-mail: jornal.ebsis@gmail.com

Notícias da Escola

Jornal do Agrupamento do Concelho de Viana do Alentejo

Medalhadas da EBSIS no Corta-Mato Distrital CPCJVA

Pág. 2

10 anos a acertar o passo

Carta aberta aos Pais e Encarregados de Educação

Pág. 3

Comissão de Finalistas Pág. 4

Pág. 5

- Hastear da Bandeira Verde - Galardão Eco-Escolas

Pág. 6 a 10

Atividades e Visitas de Estudo Biblioteca Escolar:

Pág. 11

Pág. 15

Pág. 3

Cuidar de mim, de ti, de todos!

Pág. 13

Dr. Augusto de Brito

Autarquia e Educação

Pág. 9

Desporto Escolar

Pág. Pág. 1511


2

EDITORIAL Queremos a nossa escola recuperada! Esta é uma vontade ou um desejo de todos: alunos, pais e encarregados de educação, professores, funcionários da escola e comunidade educativa, em geral. Não é só uma vontade de agora, como alguns vêm dizendo; é um desejo que vem de longe, desde o momento em que o amianto (substância usada nos telhados da nossa escola) foi considerado perigoso para a saúde dos que estão em permanente contacto com ele, como tal, objeto de remoção (ano de 2003). Sabemos que os tempos são de crise e de dinheiro curto, contudo há que distinguir o necessário do supérfluo. Se tantas escolas, por esse país fora foram contempladas com remodelações milionárias, achamos que merecermos alguma consideração por parte de quem manda, para que repare um problema que poderá ter consequências dramáticas da nossa comunidade.

10 ANOS A ACERTAR O PASSO Nos dias 20 e 21 de janeiro, uma delegação da CPCJ de Viana do Alentejo deslocou-se a Lisboa a fim de participar no Encontro “10 anos a acertar o passo”, promovido pela “Passo a Passo – Associação de Ajuda Psicossocial”, em parceria com a Comissão Nacional de Proteção de Crianças e Jovens em Risco. O Auditório da Fundação Calouste Gulbenkian foi o local escolhido para acolher algumas centenas de participantes oriundos de todo o país. No evento, foram abordadas e debatidas novas formas de intervir e repensar intervenções psicossociais na área das crianças e das famílias. “Quando o passo está desacertado”; Há passos difíceis de dar”; “A responsabilidade de acertar o passo”; “Quando os maus tratos trocam os

Temos conhecimento de algumas iniciativas levadas a cabo por diversos grupos e o “Notícias da Escola” está, naturalmente, solidário com eles. Profª Gertrudes Pinto

Notícias da Escola com o apoio de: Câmara Municipal de Viana do Alentejo

passos”; e “Caminhos de futuro…”, foram alguns dos grandes temas abordados sob a forma de conferência, mesa redonda ou debate.

O encerramento do Encontro esteve a carga do Coro Infantil “Mundo da Criança”. Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Viana do Alentejo


3 Caros pais e encarregados de educação, além de vos darmos a conhecer a nossa ação na tentativa de ver o AMIANTO retirado da “nossa escola”, queremos também informar-vos das ações realizadas durante este ano letivo, tais como: - Parceria com o projeto “AGUIAR CRESCENDOS”, de iniciativa da Rosália Dias; este projeto foi criado com o objetivo de acolher crianças do 1º ciclo, em Aguiar, em horário pós letivo e durante o período de férias; - Parceria com o Centro de Saúde, no “rastreio visual e auditivo”, que já ocorreu no passado mês, com o apoio da Câmara Municipal e Junta de Freguesia de Viana; - Parceria com a Oficina Aberta; - Parceria com o projeto de “Distribuição de Fruta Escolar” aos alunos do 1º ciclo, no qual a Associação tem um papel fundamental; - Vários encontros com a CAP e

Câmara Municipal, na tentativa de resolução de situações que têm corrido menos bem durante este ano letivo; - Representação em vários órgãos da nossa comunidade, tais como Conselho Geral da Escola, Conselho Municipal de Educação, CPCJ, etc; - Tentativa de encontrar uma solução para a nossa sede, que é um edifício em muito mau estado e que necessita de várias intervenções, as quais estão muito além das nossas capacidades económicas. Brevemente iremos organizar um ação de sensibilização para os perigos na Internet, dirigida a todos os

pais, encarregados de educação e população interessada. Esta ação vai ser da iniciativa da GNR local. É nossa intenção organizar um concurso dirigido aos alunos do 1º, 2º e 3º ciclo, no qual os alunos terão que organizar um vídeo promocional do nosso Concelho. Apelamos à vossa participação nas nossas reuniões mensais, sozinhas não possuímos nenhuma fórmula mágica de resolução dos problemas existentes na nossa comunidade educativa. Só com o empenho de todos conseguiremos uma “escola melhor” para todos.

Carta à DGESTE

ladas podem alojar-se nos pulmões e ai permanecerem durante anos, o organismo humano ao reconhecer estes corpos estranhos liberta determinadas substâncias com o objetivo de os destruir. Estas substâncias são incapazes de eliminar as fibras de amianto, mas podem causar graves danos aos pulmões, inclusive o cancro do pulmão. Daí a nossa grande preocupação e a nossa questão, para quando a remoção dessa substância da cobertura da nossa escola? Até quando os nossos educandos estarão sujeitos a respirar num ambiente que seguramente não é o mais saudável. Na resolução da Assembleia da República n.0 24/2003, nos termos do n.0 5 do artigo 166.0 da Constituição, foi recomendado ao governo que procedesse, no prazo máximo de um ano, à inventariação de todos os edificios públicos que contenham na sua construção amianto, em conformidade com a Diretiva n. o 1999/77/CE e que posteriormente elaborasse uma listagem desses edificios; fixa-se um plano de ação hierarquizado e calendarizado com vista à remoção desse amianto e à sua substituição por outros materiais, sempre que o estado de conservação ou risco para a saúde o justifiquem e que assegurasse a remoção de acordo com os procedimentos de segurança ambiental recomendados internacionalmente.( ...) Segundo esta resolução que data de há 1O anos a situação que agora

reportamos, não deveria ter sido já resolvida? Para além desta que consideramos a mais urgente das medidas a serem tomadas, para quando uma intervenção que vise melhorar este espaço, que como provam as fotografias que enviamos em anexo, está muito longe de ser adequado, seguro e confortável. Pelo conjunto de factos que enumeramos, apelamos ao vosso bom senso e à vossa compreensão, uma vez que sois vós que tendes a capacidade e o dever de melhorar e de promover a melhoria dos espaços escolares. Acalentamos o sonho de uma escola viva, uma escola segura, dinâmica, uma escola adequada, uma escola que muito prezamos e pela qual temos o dever de zelar. Fazemos o que está ao nosso alcance, mas nem tudo podemos fazer, daí a nossa luta e o nosso apelo junto de vós, que tem o poder e os meios de possibilitar aos nossos educandos um futuro melhor, num espaço onde se formam, onde aprendem, onde crescem, e onde tenham o direito de o fazer de uma forma plena, saudável, adequada e segura. Certos de que este assunto será alvo da vossa melhor atenção, subscrevemo-nos, com os melhores cumprimentos.

Viana do Alentejo, aos 2 de Janeiro de 2014

Exma. Srª Delegada Regional de Educação da Região Alentejo Drª Maria Reina Martin Na qualidade de representantes da Associação de Pais e encarregados de educação dos alunos das escolas de Viana do Alentejo e Aguiar, vimos por este meio manifestar o nosso desagrado e sobretudo a nossa preocupação em relação à degradação dos espaços e materiais que o edifício sede do nosso agrupamento se encontra. É uma escola com alguns anos, que não tem sido alvo de intervenções que visem reformar e melhorar este espaço e que por este motivo esta degradação se toma cada vez mais evidente. A escola é um espaço onde os nossos educandos passam parte significante dos seus dias, que, para além de ser um espaço privilegiado de encontros, de troca de saberes e de afetos, é um espaço que deve refletir o conforto, o bem-estar e a segurança de todos aqueles que dele usufruem. Consideramos que a nossa escola necessita de uma intervenção urgente e prioritária, os nossos educandos frequentam uma escola onde está presente o amianto, substância esta que é prejudicial para a saúde, uma vez que as suas fibras ao serem ina-

Associação de Pais e Encarregados de Educação de Viana do Alentejo e Aguiar


4

Internet Segura

No dia 11 de fevereiro de 2014, comemorou-se o dia Internacional da Internet Segura. O Comando Territorial de Évora, através da Secção de Programas Especiais realizou ações de sensibilização nas escolas do Distrito de Évora. No concelho de Viana do Alentejo, foram efetuadas várias ações aos alunos do 3.º ciclo e secundário das respetivas escolas. Na escola Dr. Isidoro de Sousa – Viana do Alentejo, foram realizadas ações a todas as turmas do 3.º ciclo e secundário, num total de 220 alunos. Na escola Básica Integrada/Jardim-de-infância – Alcáçovas, foram realizadas ações a todas as turmas do 3.º ciclo, num total de 54 alunos. Nas escolas do concelho de Viana do Alentejo, as referidas ações abrangeram um total geral de 274 alunos. Importa referir que todos os alunos mostraram interesse e foram muito participativos, bem como os professores presentes nas ações.

O Militar SPE Albertino Meneses Cabo Infª n.º 740

ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES

Passados 11 anos (ou mais uns quantos) somos finalistas! Estar no 12º ano levanta algumas questões: ‘’o que vou fazer quando terminar o Ensino Secundário? Vou para a Universidade? Tenho as notas que preciso? Vou trabalhar?’’. As respostas a estas perguntas e os sentimentos com que chegamos ao 12º ano divergem de pessoa para pessoa. Uns sentem-se aliviados, outros preocupados e ainda há quem não saiba muito bem como se sente! Mas não pensem que são só os nossos sentimentos que divergem! Nada disso! Depois de formarmos a Comissão de Finalistas a primeira questão que surgiu foi: ‘’Onde vai ser a nossa viagem de finalistas?’’. E como as opiniões relativas a este assunto também são divergentes resolvemos não ir todos para o mesmo destino. Há assim um grupo que vai para Paris e outro grupo que vai para Calpe. Temos assim dois destinos mas

Notícias da Escola com o apoio de: Junta de Freguesia de Aguiar Viana do Alentejo

um só objetivo: angariar dinheiro para a referida viagem! E para angariar dinheiro há que “pôr as mãos na massa”…! Vendemos rifas, bolos e crepes (certamente que já estão habituados a ver-nos no polivalente sempre prontos para vos aconchegar o estômago) e marcámos presença na XIV Mostra de Doçaria de Alcáçovas. Estamos também a organizar o Baile de Finalistas no dia 8 de março, na discoteca Zona T, em Viana do Alentejo, para o qual convidamos toda a comunidade educativa a estar presente. Podem contar com muita música e com muita animação! Para terminar não podemos deixar de fazer um apelo aos nossos colegas mais novos: lutem pelos vossos objetivos, não deixem que o estudo vos desanime, Só vocês podem construir o vosso futuro! A comissão de finalistas


5

Hastear da Bandeira VerdeVEZ – Galardão UMA ESCOLA CADA MAISEco-Escolas ECO

No passado dia 16 de dezembro de 2013, foi hasteada a Bandeira Verde, atribuída à nossa escola como reconhecimento de todo o trabalho desenvolvido, no ano letivo 2012/2013, na melhoria do seu desempenho ambiental. Simultaneamente, com o hastear da bandeira, foram lidas, pelo aluno Francisco Figueira do 6ºA,

sentes várias exposições, todas alusivas à reciclagem de materiais. Peças de joalharia feitas à mão pela artista Anabela Mar-

Plano de Ação

ques a partir de plástico PET e de edições antigas de revistas de Arte; Animais e veículos feitos a

palavras de agradecimento pelo trabalho desenvolvido pela comunidade e de incentivo à continuação do mesmo. Como forma de assinalar este dia, estiveram, também, pre-

partir de embalagens de plástico e Tetra Pak pelo professor Manuel Rafael; Origamis vários, elaborados a partir de folhetos publicitários, pelos alunos do 10ºB.

A equipa do ProjetoEco-Escolas desenvolveu, durante o primeiro período a auditoria ambiental, onde identificou os problemas ambientais existentes e a melhorar na escola e está a elaborar o plano de ação para implementar neste ano letivo. Prepara-te! Pois em breve precisaremos das tuas ideias e da tua participação para, em conjunto, transformarmos a nossa escola numa mais ecológica, verde e agradável! A Equipa do Eco-Escolas


6

5ºA marcou presença na festa de Natal da nossa escola

Dia de S. Valentim “ Coisas do Amor”

Rosáceas e frisos Matemáticos

Os alunos da turma A, do quinto ano participaram na festa de Natal no passado dia dezassete

Como de costume o Dia de S. Valentim não passou em branco, a turma do 6ºC fez uma pesquisa

Nós, alunos do 6ºB da EBI/JI de Alcáçovas, na disciplina de matemática estudámos as “Isometrias”, que são transformações geométricas que mantém as figuras invariantes, isto é, geometricamente iguais. Numa aula de apoio ao estudo, construímos frisos e rosáceas utilizando a dobragem e o recorte de papel. Seguidamente analisámos as suas simetrias.

de Dezembro no Cineteatro Vianense. Atempadamente os alunos, na aula de Português, pesquisaram sobre frases alusivas à época, tendo feito algumas adaptações e construído outras da sua autoria para depois, aquando no palco manifestarem os seus desejos para toda a comunidade educativa. Assim foi e para além das mensagens que proferiram, contribuíram para a alegria e cor que reinaram no palco. Foi uma participação modesta mas feita com gosto e empenho a pensar em todos.

sobre casais lendários que ficaram na história do romance através da relação que tiveram e que foi caracterizada por paixão, ódio e alguma fatalidade.

Os trabalhos elaborados foram expostos na entrada da escola para poderem ser apreciados por todos, mas principalmente para mostrar

Foram duplas que emocionaram aqueles que viveram no seu tempo ou que o cinema e a literatura imortalizaram. Assim foram expostos os trabalhos resultantes da nossa pesquisa que teve com objectivo comemorar também este dia, não só com ilustrações como dando a conhecer algumas cartas de amor do século passado. Desejamos que o amor bata à vossa porta.

A directora de turma Profª Antónia Albardeiro

Notícias da Escola com o apoio de:

Maria Brito da Silva e Sofia Garcia, 6.ºC

como se pode aprender e utilizar a matemática de forma divertida. Os alunos do 6ºB de Alcáçovas


7 A CIÊNCIA DO SABOR

Adivinanzas

Exposição de Cartazes 1. Tiene corona y no es rey. Tiene ojos y no puede ver. Tiene escamas y no es pez.

Esteve patente ao público, entre os dias 7 e 28 de fevereiro, no Polivalente da Escola Dr. Isidoro de Sousa, a exposição de cartazes intitulada “A Ciência do Sabor”, no âmbito do projeto Exposição na Escola a que o nosso Agrupamento aderiu. Nesta exposição podemos ver e aprender como se deve fazer

2. Todos me patean, pero al mismo tiempo se divierten conmigo y mi mejor amigo es el partido.

Pensar Matemática O Departamento de Matemática e Ciências Experimentais iniciou a atividade do "Problema do mês" com a publicação do 1º desafio para o mês de fevereiro, envolvendo os alunos dos 5º e 6º anos do agrupamento. Todos os alunos interessados podem consultar este desafio assim como o regulamento da atividade no site da escola. Diverte-te!

Problema do Mês 3. Soy un palito, bien derechito, y encima de mi cabeza me ponen un sombrerito.

5º e 6º anos

4. Gira y gira siempre mirando al sol.

5. Te lo digo y no lo entiendes no tengo boca pero si tengo dientes. ¿Qué es?

6. Chiquito redondo, barrilito sin fondo. ¿Qué es?

uma alimentação saudável e equilibrada. Aprendemos também quais os pratos representativos de vários países e vimos as discrepâncias entre as necessidades e disponibilidades alimentares nos vários Continentes da Terra. Seguidamente esta exposição é exibida na Escola EBI/JI de Alcáçovas.

7. En medio del mar estoy, sin mi no hay bonanza, soy primera en el amor y final en la esperanza.

Soluciones: 1.La piña 2.La pelota 3.La letra i 4.El girasol 5.El peine 6.El anillo 7.La letra

Prof. José Gabriel Sabino

A Olívia Palito tem dois apaixonados, o Popeye e o Brutus. Ambos são marinheiros e por causa dessa paixão andam sempre à luta e a Olívia aflita. Ela só descansa quando os dois estão em alto mar, mas por vezes encontram-se! Amanhã vão sair os dois nos seus barcos. O Popeye vem de 10 em 10 dias enquanto que o Brutus vem apenas de 15 em 15 dias. Quantos dias vai estar a Olívia descansada? Explica como obtiveste a tua resposta. Podes fazê-lo usando cálculos, palavras ou esquemas.


8

Visita de Estudo: Parque das Nações - representação da peça “ As Aventuras de Ulisses” e Lisboa Oitocentista

No passado dia 28 de janeiro os alunos do 6º ano foram assistir à representação da peça de teatro “Aventuras de Ulisses”. Os professores de Português e de História e Geografia de Portugal organizaram esta visita de estudo no âmbito dos

conteúdos curriculares destas disciplinas visando ainda proporcionar aos alunos vivências enriquecedoras e atenuantes do verbalismo das aulas. Apesar das adversidades atmosféricas, foi cumprida a calendarização das atividades previstas havendo ainda momentos de convívio. Após os alunos assistirem à representação da peça de teatro, seguiu-se o almoço nos espaços próximos do Ocenário. Na parte da tarde, os alunos percorreram a baixa pombalina e puderam também dar um salto à modernidade visitando a estação do Rossio. O passeio pedestre teve o seu términus na praça do Município lisboeta. As opiniões recolhidas dos alunos foram de agrado e de demonstração de interesse.

Os professores do grupo 200

O nosso passeio cultural a Lisboa

No dia 28 de janeiro de 2014, eu e os meus colegas do 6º ano fomos a Lisboa acompanhados pelos professores Fernando Sintra, José Reis, Esmeralda Batanete e Antónia Albardeiro. Fomos ver a peça “Ulisses”, no Auditório Pedro Arrupe, no Parque das Nações. Não foi exatamente igual à obra que lemos de Maria Alberta Menéres, mas no geral aproximou-se. Vimos o Polifemo com as suas ovelhas, as sereias, a ilha dos Infernos, o rei Eolo e o saco dos ventos, o reencontro entre o pai, Ulisses, e seu filho, Telémaco, bem como o reencontro com a sua mulher, Penélope. Esta última parte foi muito romântica! Eu gostei muito e acho que os meus colegas também gostaram. Depois fomos para a baixa Pombalina onde vimos a estátua de Pedro lV e também vimos a estação de comboios do Rossio, o teatro D. Maria ll a Praça do Município e a Praça do Comércio.

Sérgio Pão-Mole, 6ºB


9

Visita de estudo a Lisboa

“As reações redox”

No dia 14 de janeiro de 2014, as três turmas do oitavo ano da EBSIS, realizaram uma visita de estudo à cidade de Lisboa. As disciplinas envolvidas foram Educação Tecnológica, História e Geografia. Os professores destas disciplinas, organizaram a vista, tendo passado pela visualização, na Fundação Calouste Gulbenkian, da exposição “O brilho das cidades. A rota do azulejo”, de seguida, a visita ao Mosteiro dos Jerónimos, testemunho monumental da riqueza dos Descobrimentos portugueses e, da parte da tarde, os alunos visitaram também a Escola Superior Náutica – Infante D. Henrique, uma experiência em técnicas de gestão dos transportes e logística.

No final da tarde, os participantes regressaram a Viana do Alentejo. O balanço foi bastante satisfatório, todos participaram de forma entusiástica e solidária.

Prof. Filipe Santos

No dia 14 de janeiro, o professor Jorge Teixeira, do departamento de Química da Universidade de Évora, esteve na nossa Escola para falar sobre “reações redox”, aos alunos dos 10.º e 11.º anos do curso de Ciências e Tecnologias. “Reações redox” é o termo abreviado que designa um tipo de reações químicas – as reações de oxidação – redução; deste tipo de reações químicas fazem parte processos, aparentemente tão diversos, como a corrosão dos metais (vulgarmente conhecida como formação de ferrugem), a extração dos metais a partir dos seus minérios, as combustões, a obtenção de energia a partir de uma pilha, o transporte de oxigénio pela hemoglobina ou a fotossíntese; o poder descolorante, ou branqueador, e germicida da lixívia é devido à pre-

sença do hipoclorito de sódio, uma substância oxidante – provoca a oxidação de outras substâncias e ela sofre redução. Algumas reações de oxidação – redução podem ser usadas em análise química como, por exemplo, a reação de oxidação – redução entre o dicromato de potássio e o álcool para determinação da percentagem de álcool presente no sangue de um automobilista. O professor Jorge Teixeira depois de explicar a importância que as “reações redox” têm na nossa vida realizou algumas atividades laboratoriais envolvendo reações de oxidação – redução e não só. Na opinião da quase totalidade dos alunos presentes este foi o momento da palestra que eles mais gostaram. Profª Maria Augusta Lizardo


10

A Grande Muralha da China

A minha mudança de escola

Texto coletivo dos alunos do 3ºano E

A Muralha da China, está localizada no Norte da China e tem 2400 km de extensão. A Muralha foi mandada construir pelo imperador Shih Huangti, no ano 200 a.C.. Esta construção tinha como objetivo defender o império dos seus inimigos. Ao longo da Muralha havia várias guaritas onde viviam os soldados. Em caso de perigo, os soldados comunicavam entre si através de sinais de fumo, fogo e sons de instrumentos. A Muralha também servia como via de comunicação (rodovia) para pessoas e mercadorias. Durante a construção da muralha morreram muitos trabalhadores, que foram enterrados nela. Desde 1987, a Grande Muralha da China foi classificada como Património Mundial da Humanidade, mostrando assim a sua importância.

Bem, a minha mudança de escola do Teixoso, distrito de Castelo Branco, para a escola de Viana do Alentejo, distrito de Évora, foi muito de repente, porque o meu pai veio passar uma semana a Évora e depois regressou à Covilhã com duas propostas de trabalho. A primeira proposta de repente ficou indisponível e a segunda o meu pai adorou e por isso, eu vim morar para Alcáçovas. Não gostei nada de vir morar para Alcáçovas porque eu ia perder todos os meus amigos da escola da turma, os meus amigos da escola do Canhoso, de não os ver mais durante muito tempo, e tudo o resto! Dois dias depois…. No meu primeiro dia de aulas fiquei muito envergonhado e de estar a dizer coisas que eu não gostei, mas depois vi que estava a fazer novos amigos e a dar-me bem com eles.

PASSATEMPO:

Notícias da Escola com o apoio de:

A minha opinião sobre a nova escola é mais ou menos porque ao início começaram a chamar-me nomes e tinha saudades dos meus amigos, mas depois comecei a fazer muitos mais amigos e a conhecer novas pessoas. Também conheci muitos outros lugares e até agora até estou a gostar muito da minha nova escola e dos professores que tenho conhecido. Samuel Teves Cordeiro, 6º B

Diverte-te nesta sopa de letras em espanhol


11

BIBLIOTECA ESCOLAR: Profª Bibliotecária Rosa Barros Leituras à Lareira em Viana

Desta feita, dia 19 de fevereiro, foi a vez de Leituras à Lareira em Viana do Alentejo. Acorreram as pessoas que, desde o início, têm acompanhado e partilhado as suas leituras e/ou os seus próprios textos. Foi o caso da presença do poeta vianense JoséAugusto de Carvalho. Foi lançado um repto à assistência: para que seja possível a publicação de um livro de poemas inéditos de José-Augusto de Carvalho, a editar por uma pequena editora independente, ter-se-á de realizar uma pré- venda, pela módica quantia de 7 euros o exemplar. A biblioteca escolar associa-se a esta iniciativa, divulgando a iniciativa e tornando-se guardiã das encomendas e do pré-pagamento, de quem quiser adquirir o livro, possibilitando a sua publicação. Sejam amigos da cultura, sejam amigos de Viana do Alentejo, sejam amigos de quem é vosso amigo: adiram a este projeto! Profª Bibliotecária Rosa Barros

Concurso Top Leitores Mais uma vez, decorreu a entrega de prémios do concurso Top Leitores, que visa a promoção da leitura. Quem mais fichas de leitura entregar, ganha este prémio. Temos de salientar que o concurso destina-se, prioritariamente às crianças do 1.º Ciclo das escolas do Agrupamento. Até agora, não tem possível a participação da EB1 de Viana, este ano letivo, porque a BE

BE em tempos de chuva Em Invernos chuvosos, a biblioteca é o local mais acolhedor para crianças e jovens. Assim, chuva é amiga dos livros, das letras, das leitura, das letras, da leitura em ecrãs, da pesquisa, da procura, da

informação do conhecimento! A BE fica cheia de pessoas, quando o tempo está mau! Viva a chuva, via o Inverno! Viva a leitura! Profª Bibliotecária Rosa Barros

Exposição: Livros que fizeram história Decorreu, de 8 a 16 de janeiro de 2014, a exposição “LIVROS QUE FIZERAM HISTÓRIA” disponibilizada pela editora Santillana e organizada pela Biblioteca Escolar. Esta exposição itinerante é composta por 16 painéis que apresentam livros universalmente reconhecidos pelo seu significado e pelo modo como influenciaram a cultura e a ciência do tempo moderno. Esta atividade foi aberta a todos tem estado desativada. Prevê-se que, brevemente, será possível a reabertura da BE. Deste modo, as

os alunos, professores e funcionários do Agrupamento, assim como à população em geral, tendo sido enviados convites às Associações de Pais, a Associações de carácter cultural e às edilidades do concelho. Profª Luísa Bagão

crianças terão, de novo a sua biblioteca e os seus livros. Profª Luísa Bagão


12

Cuidar de mim, de ti, de todos! prestada atenção ao que acontece no resto do sistema. A razão ética assenta no facto de uma preocupação ética focalizada não fazer sentido – se realmente nos preocupamos com as pessoas e as outras espécies deveremos dar atenção ao seu bem estar que depende de todos os aspectos do sistema em que vivemos – a esfera ambiental, social e económica. Uma comunidade educativa que:

As abordagens tradicionais à educação ambiental aceitaram a necessidade dos estudantes aprenderem a apreciar e respeitar o ambiente através de experiências ambientalmente positivas. Mas cedo foi reconhecido que esta chamada de atenção e as experiências na natureza, por si só, não eram suficientes para orientar os estudantes no caminho do desenvolvimento sustentável. Assim a escola passou a ser vista não apenas como um “campo de treino” para a gestão ambiental mas como um setting ideal para o desenvolvimento de boas práticas comunitárias em educação ambiental. Este movimento, combinado com as reflexões produzidas na Cimeira da Terra (1992), os trabalhos da Agenda 21 e as conclusões da Cimeira Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (2002) pro-

moveu a necessidade de reorientar o papel da educação na agenda da sustentabilidade. Como fruto desta mudança foi reconhecido ser necessário educar para a sustentabilidade em vez de educar acerca do ambiente. Esta abordagem procura levar as pessoas a uma reflexão crítica dos estilos de vida tornando-as capazes de fazer escolhas informadas e, assim, serem o motor da mudança para um mundo mais sustentável. Tem-se tornado evidente que a abordagem da sustentabilidade não se pode limitar ao ambiente físico mas deve estender-se ao ambiente social e económico. Para esta abordagem holística há duas razões distintas, uma pragmática e outra ética. A pragmática sustenta que, como vivemos num mundo complexo e articulado, os resultados numa dada área de interesse não podem ser obtidos se não for

– é inclusiva nas suas práticas reconhecendo a diversidade cultural e social da população com quem trabalha, respeitando e valorizando as diferenças religiosas, étnicas, sociais, económicas, políticas, de orientação sexual, culturais e de género; – promove a participação de todos os integrantes da comunidade escolar; – promove a integração nos instrumentos de gestão, e na gestão curricular, dos fundamentos da educação para a sustentabilidade, – promove estilos de vida saudáveis, – se relaciona com o meio envolvente, reconhecendo os factores de risco assim como os factores protectores e estabelecendo parcerias com as instituições da comunidade que permitam melhorar a formação da comunidade escolar e a gestão ambiental da escola, – faz a gestão ambiental da escola através da implementação de práticas de uso eficiente dos recursos, é uma comunidade educativa sustentável. É para isto que todos nós temos de trabalhar. (Se não, estamos lixados…)

Dr. Augusto Santana de Brito


13

Autarquia e Educação Colóquio “Europa de Porta Aberta” No âmbito do encerramento do programa Serviço Voluntário Europeu que trouxe até ao nosso Concelho 4 voluntários de outros países (Estónia, Grécia, Áustria e República Checa), decorre dia 5 de março, no Cineteatro Vianense, o colóquio “Europa de Porta Aberta” que visa divulgar as boas práticas resultantes de projetos destinados a jovens. As inscrições são gratuitas e podem ser efetuadas até dia 28 de fevereiro, através do telefone 266 930 010 ou para o correio eletrónico voluntariado@cmvianadoalentejo.pt

Câmara de Viana atribui 41 bolsas de estudo a alunos do ensino superior Desde o ano letivo 2011/2012, com a introdução do presente Regulamento Municipal de Atribuição de Bolsas de Estudo, que a Autarquia tem vindo a apoiar os jovens do concelho no seu percurso educativo. Com a atribuição destas Bolsas de Estudo a Autarquia, além de reduzir as desigualdades sociais e promover a inclusão social, por via da mitigação de dificuldades económicas sentidas por alguns agregados familiares do concelho, as quais representam sérios obstáculos ao prosseguimento dos estudos, por parte dos seus filhos, visa também, numa ação de médio-longo prazo, o desenvolvimento social e humano do concelho, ao possibilitar a estes jovens,

do acesso à educação, uma vida profissional mais promissora, contribuindo, igualmente, para o desenvolvimento educacional e para a elevação cultural do Município. A atribuição das Bolsas de Estudo visa contribuir para custear despesas de alojamento, alimentação, transporte, material escolar e/ou propinas, no caso do Ensino Superior. Este ano letivo 2013/2014, no seguimento do apoio social escolar, foram aprovadas 41 bolsas de Estudo para alunos do Ensino Superior Público, a frequentar cursos que conferem o grau de licenciatura, mestrado integrado ou mestrado, representando um apoio, por aluno bolseiro, de 800€, valor integralmente suportado pela Câmara Municipal.

Dia Mundial da Árvore marca o arranque da Oficina do Ambiente em Viana do Alentejo No próximo dia 21 de março assinala-se o Dia Mundial da Árvore. Com vista a comemorar a data, dias 21 e 24 de março, entre as 9h00 e as 13h00, o Município de Viana do Alentejo vai proceder à plantação de 83 árvores autoctones, que o projeto “Floresta Comum” tem disponível gratuita-

mente para Viana do Alentejo. A ação de arborização tem lugar na antiga lixeira de Viana do Alentejo, constituindo uma boa prática de recuperação de uma paisagem degradada a nível nacional. Para tal, vai contar com a colaboração de cerca de 133 crianças do pré-escolar e 217 alunos do 1º ciclo

das escolas do concelho. A iniciativa marca também o arranque da “Oficina do Ambiente” onde, através de uma abordagem sistémica e continuada, será desenvolvido um conjunto de ações que sensibilizem para questões ecológicas regionais e globais, privilegiando sempre a partilha de saberes e perspetivas intergeracionais. A iniciativa conta com o patrocínio de MC Trapilho e Projeto Floresta Comum da Quercus e o apoio dos Bombeiros Voluntários de Viana do Alentejo, Escola Segura da GNR – Secção das Forças Especiais, Santa Casa da Misericórdia de Viana do Alentejo, Fraternidade de Nuno Álvares – Associação dos Antigos Filiados no Corpo Nacional de Escutas – Escuteiros Católicos Portugueses (Alcáçovas) e ainda Terra.Corpo.


14

E B S I S

e m

M o v i m e n t o | O Coordenador do Desporto Escolar: Prof. João Horta

FUTSAL NA EBSIS

Equipa de Futsal Infantis Masculinos

DIA DO ATLETISMO Na manhã do dia 22 de janeiro, decorreu na nossa Escola o Dia do Atletismo. A atividade decorreu como estava previamente delineada e contou com a participação de 74 alunos que cumpriram as três provas que constituíam o programa: (MegaSalto, Mega-Kilometro e MegaSprint). Estes foram os desafios que se colocaram aos alunos numa manhã em que o frio e alguma chuva,

foram o maior obstáculo quer para alunos quer para os Professores. Os docentes envolvidos nesta atividade agradecem desde já ao

aluno Matheus Silva do 8ºA, que em virtude de um pequeno erro na contagem do número de voltas na sua prova do Mega Km, terminou em 1º lugar, por engano. O aluno percebeu o erro dos juízes da prova e com enorme humildade e FairPlay, assumiu a segunda posição na classificação final, vencendo assim a corrida o aluno Francisco Piseiro .

O grupo de Educação Física deixa aqui um agradecimento especial a todos os alunos que estiveram presentes, pois com o seu empenho e dedicação proporcionaram uma excelente manhã desportiva… Os Professores de Educação Física: Carla, Joana, Vítor e João

Notícias da Escola com o apoio de:

Zona Industrial

7090-222 Viana do Alentejo

O Futsal na EBSIS, é uma modalidade com tradição no Desporto Escolar. A sua prática, os jogos com outras escolas, o convívio e a boa disposição são notas dominantes. No decorrer do 2º período, o grupo equipa de Infantis Masculinos, realizou jogos com as escolas de Arraiolos, Malagueira e Conde Vilalva, o grupo de Iniciadas Femininas, realizou os jogos previamente calendarizados, com as escolas de Mourão e Vila Viçosa, tendo ambos os grupos obtido boas prestações desportivas.

Equipa de Futsal Iniciadas Femininas

Prof. João Horta


15

E B S I S e m M o v i m e n t o | O Coordenador do Desporto Escolar: Prof. João Horta E B S I S e m M o v i m e n t o | O Coordenador do Desporto Escolar: Prof. João Horta

CORTA-MATO DISTRITAL NA VILA DE PORTEL

Torneio de Futsal O grupo de Educação Física organizou na última semana do 1º período o já tradicional Torneio de Futsal. Esta atividade mais uma vez registou grande aderência por parte dos alunos, tendo o evento decorrido durante o dia 10 de dezembro.

No passado dia 13 de fevereiro de 2014 (quinta-feira), realizou-se na bonita vila de Portel, durante a manhã, o Corta-mato Distrital (Alentejo Central). A nossa escola levou uma representação considerável (43 alunos), e tivemos representação em todas as provas. Apesar da chuva que teimou em não nos abandonar e da lama existente no terreno foi um dia bastante agradável, onde predominou o espírito de camaradagem entre todos os intervenientes. Os nossos alunos tiveram uma participação honrosa, na medida que todos concluíram a prova em que estavam destinados a participar. Salientamos o 2º lugar por equipas das alunas Infantis B Femininas (Teresa Lagarto, Íris Afonso, Inês Ludovino e Sofia Santos), igualmente o 2º lugar individual em juvenis femininos da aluna

Cristina Reis e do 2º lugar da aluna Nina Roothans em Juniores Femininos. Estas duas alunas em função

das suas classificações, estão automaticamente apuradas para a fase nacional que se realizará em Portalegre nos dias 14 e 15 de março de 2014. Gostaríamos de deixar um agradecimento especial às funcionárias do bar, pela preparação das refeições que foram oferecidas a todos os presentes neste evento.

Notícias da Escola com o apoio de: Junta de Freguesia

Junta de Freguesia de Viana

de Viana

do Alentejo

Gostaríamos de registar a grande quantidade de público presente nas bancadas do pavilhão o que demonstra o gosto e o carinho que os nossos alunos nutrem por esta modalidade. Todos os jogos decorreram com enorme Fair-Play, o que nos deixa a todos bastante satisfeitos.

Prof. João Horta O grupo de Educação Física


16

Correio sentimental e espiritual Dr.ª Lizette Conselheira sentimental

Triângulo amoroso Tenho por hábito ser bom rapaz e pacato; sou também dado a paixões extremas e exijo o mesmo das miúdas a quem me entrego, isto é, exclusividade. Então, não é que um destes dias, um desgraçado de um estafermo resolveu “atirar-se” à minha miúda, tentando descaradamente roubar-ma, como se eu deixasse. Resolvi pedir-lhe explicações e dei-lhe, logo ali um soco no estôma-

go, o que o deixou completamente “abananado”. Mesmo assim, o desgraçado ainda teve a capacidade de reação de me espetar um murro nas “trombas”, apanhando-me de surpresa. Fiquei capaz de o “desmanchar” todo, como é natural, mas não o fiz, porque, como disse, não sou nada dado a agressões. Acha a Drª. Lizette que devo vingar-me e dar-lhe a resposta que ele merece? Eu, ela e o outro.

Se tens por hábito seres bom rapaz e pacato, não deves pensar em vingança; a vingança é feia e não dá bons resultados.

ga a ti, louca de paixão, como tu a ela, não tenhas receio, não precisas de atacar possíveis rivais, porque o amor é cego. É só ter confiança nela, de olhos fechados, ou não!? Se o outro gosta dela, nada poderás fazer. Se ela gosta do outro e de ti, ao mesmo tempo, então, estamos perante um caso de triângulo amoroso, duro e cruel, capaz de desencadear dor, mágoa e muito, muito, muito sofrimento… Meu amigo, para, observa e pensa (se fores capaz), caso contrário viverás em permanente tortura, com um grande peso na cabeça e, desta forma, nunca serás feliz.

Lizette de Vasconcellos e Sá Se a tal miúda te ama, e se entre-

On-line http://www.aevianadoalentejo.edu.pt/

Escola Básica e Secundária Dr. Isidoro de Sousa Viana do Alentejo Estrada da Quinta de Santa Maria 7090 Viana do Alentejo Tel.: +351 266 930 070 E-mail: jornal.ebsis@gmail.com Publicação da responsabilidade da Professora Gertrudes Pinto, produção gráfica do Professor Francisco Fadista e impressão na EBSIS. Tiragem: 220 exemplares

Queremos a nossa escola recuperada! Os telhados de amianto destoam do aspeto harmonioso que caracteriza a nossa escola. Sabemos que, para além da cobertura, outros problemas deverão ser acautelados numa eventual remodelação, visto que o edifício já tem uns longos anos.

Jornal Notícias da Escola fevereiro 2014  

Jornal do Agrupamento de Escolas do Concelho de Viana do Alentejo

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you