Issuu on Google+

Jor nal da Campanha Terça-feira, 5 de outubro de 2010 ornal

Ano I

Terça-Feira, 5 de outubro de 2010

1

Nº 052

R$ 1,50

Prefeito de Caçapava é notificado por Comissão Processante

Dezir: o esportivo elétrico O documento foi feito na sexta-feira, 1º de outubro, e Zauri Tiaraju de Castro da Renault. deverá ser ouvido no dia 8 de outubro, sexta-feira, pelos vereadores. O Prefeito de Caçapava do Sul, Zauri Tiaraju de Castro foi notificado pela Comissão Processante da Câmara de

Ve r e a d o r e s que visa investigar atos do Executivo. A primeira reunião aberta da Comissão Processante será

Alunos limpam a sujeira dos políticos

realizada hoje à tarde e terá como presidente a vereadora Rosilda Freitas. A relatora será a vereadora Rosane

pág. 16

Coradini Abdala e o membro da CP será o vereador Antônio Celço Rodrigues (Toninho do PT).

Campeão brasileiro é recebido com carreata pág. 19,20

pág. 12

Veja os resultados das eleições em São Gabriel e Caçapava.pág. 13 Turistas são resgatados na Pedra do Segredo. pág. 14

págs. 10 e 11

Ação foi de professores e alunos do EENSA.

Anderson conquistou o título na categoria juvenil.

Confira a programação da Feira do Livro de São Gabriel. pág. 8

Carreta com soja tomba em Santana da Boa Vista logo pela manhã Uma carreta de soja tombou por volta das 7h15 da manhã de quinta-feira (30), deixando uma pessoa presa nas ferragens. Segundo informações dos Policiais Rodoviários Federais Vieira e Mazuin, o motorista Flaviano Dutra provavelmente trafegava rumo a Rio Grande

O vereador Peter Linhares agradece aos eleitores que acreditaram nas propostas do seu Deputado Estadual Marcio Biolchi e colaboraram com a sua eleição com 1.269 votos (o segundo mais votado de Caçapava). E também aos eleitores que votaram no candidato a Deputado Federal Zachia.

quando aconteceu o acidente. Ele foi retirado e encaminhado ao Hospital de Canguçu, com lesões leves. O acidente ocorreu no quilômetro 198 da BR-392 em Santana da Boa Vista. O motorista ficou mais de quatro horas preso as ferragens.


2 Opinião

Jor nal da Campanha ornal

Terça-feira, 5 de outubro de 2010

André Luis Silva da Silva**

Contabilidade vive um momento de grande transformação

Eraldo Vasconscelos de Souza*

Estamos vivendo no LIMITE A cada dia sentimos e vivenciamos as pressões do cotidiano, seja no trabalho, em casa com a família ou com amigos. A sociedade moderna advinda de um mundo globalizado nos faz disputar uma corrida contra o tempo diariamente. Levantamos sob a pressão do relógio e dos compromissos que a nossa agenda nos impõe, nos alimentamos mal e sempre correndo para que possamos cumprir com nossos afazeres, nos relacionamos mais com nossos clientes do que com nossas familiais, somos literalmente máquinas de produzir resultados a qualquer custo, somos cobrados a todo instante por aquilo que ainda não conseguimos fazer, enquanto isso, acumula-se em nossas mesas de trabalho mais obrigações, metas sempre cada vez mais audaciosas e quase impossíveis de serem realizadas. Quando voltamos aos nossos lares, mais pressão vinda de filhos e cônjuges para que outros compromissos financeiros ou sociais sejam satisfeitos, e assim vamos literalmente nos flagelando para tentar cumprir tudo aquilo que nos é dado como tarefa. Nesse ritmo acabamos nos tornando competidores vorazes e sem piedade, pois precisamos defender o nosso pão de cada dia e muitas vezes somos forçados a fazer coisas que não nos agrada. Como viver sob pressão boa parte de nossas vidas sem reagir ou ferir os sentimentos dos outros? Segundo alguns psicólogos, muitos absorvem a pressão do trabalho no próprio organismo. São aquelas pessoas que apresentam constantes dores de cabeça, dores nas costas, mau humor etc. A pressão muitas vezes pode levar a pessoa a doenças irreversíveis, em boa parte das pessoas o físico cobra, reagindo a estes estímulos externos apresentando quadros clínicos danosos à saúde. A indagação é como minimizar os efeitos danosos desses tempos modernos em nossos organismos? Para alguns especialistas o segredo é viver um dia a cada vez, deixando o passado para trás e o futuro por vir. Esta é uma das maneiras de melhorar a qualidade de vida. Existem outros métodos que poderão nos ajudar como aprender a conviver com as cobranças do dia a dia usufruindo o que de melhor a vida nos oferece. Mas sem dúvida nenhuma, o ritmo de vida atual tem levado as pessoas a alto nível de estresse, aumentando a ansiedade e insatisfação do ser humano. Estamos vivendo no limite, como se fossemos uma bomba relógio, pronta para explodir a cada momento, ou internamente pelas doenças ou externamente pela agressão verbal ou física a outras pessoas. O pior de tudo isso que não vejo no horizonte nada que venha a mudar essa realidade em0 curto prazo. *Eraldo Vasconcelos de Souza Economista/professor universitário Consultor em Gestão Empresarial

Estamos vivenciando na atividade da contabilidade uma grande mudança em função do crescimento econômico que vivemos nos últimos tempos e da globalização dos mercados. A comunidade internacional está exigindo que o Brasil harmonize as suas normas contábeis de acordo com a contabilidade européia e norte-americana. A idéia é que nós tenhamos um sistema contábil que seja uma linguagem universal e que tenha validade tanto aqui em Caçapava do Sul como nos Estados Unidos, Europa ou Japão. Que esse capital que migra de investidor de um país para outro consiga ser tratado e compreendido da mesma forma em todos esses lugares. Essa exigência, que até o ano passado era limitada a empresas cujo ativo fosse maior que R$ 240 milhões, ou receita bruta anual superior a R$ 300 milhões, foi alterada e desde o dia 1° de janeiro de 2010 essa exigência é geral para toda empresa, não importando se ela é pequena ou grande, cujo faturamento seja maior que R$ 36 mil/ano. A exceção fica por conta dos microempreendedores individuais. O ideal é que cada empresário procure o profissional de contabilidade para que ele possa orientar quais são as vantagens e desvantagens desse procedimento e se de fato está enquadrado nessa exigência. A principal mudança faz com que nós tenhamos padrões e critérios únicos, principalmente de avaliação de ativo e de passivo. É um princípio que está norteando toda equação dentro da contabilidade, que é a prevalência da essência sobre a forma. Devemos compreender o objetivo que se quer de cada item do patrimônio daquela empresa, o que compõe o ativo e o passivo, qual a utilidade que ele vai trazer, qual o benefício e, em cima disso,

a contabilidade atribui um valor para esse bem. Seria uma tentativa de se afastar a subjetividade no sentido de cada vez mais produzir números confiáveis, que realmente refletissem a situação daquela empresa ou daquele empreendimento naquele momento, sem que isso contemplasse subterfúgios ou alguns outros meios, inclusive legais, de se produzir demonstrações contábeis. A contabilidade deve refletir o patrimônio e é importante por demonstrar o ativo e o passivo para a comunidade. A contabilidade é a principal ferramenta de subsídio de informação para as pessoas que interagem com a empresa: fornecedores, clientes, bancos, trabalhadores e sindicatos. Essa harmonização prepara as empresas a se tornarem aptas a receber investimentos. Já temos empresas que começaram regionais e hoje são de capital estrangeiro, de propriedade de fundos de pensão americanos, japoneses, etc. Isso não quer dizer que todas precisam seguir por este caminho, apenas quer dizer que hoje já existe uma legislação específica no Brasil que obriga que se faça a contabilidade adequada às normas internacionais. O reflexo imediato disso nas pequenas empresas é que precisamos trazer todos os bens do ativo e os valores que estão lançados no passivo ao valor presente, fazendo uma avaliação ou um teste de valor de recuperação para saber se os valores que foram lançados na contabilidade refletem realmente o valor de mercado. Ou seja, se ela vai receber o valor que foi declarado na contabilidade se ela vender esse bem. Essa avaliação é uma atividade que os profissionais de contabilidade, os contadores, estão aptos a desenvolver. Nós, aqui da

Caçapava do Sul

Diretora

Diagramador

Jéssica Pazinato,

Iloiva Ismério

Cléber de Oliveira

Santana da Boa

Editor

Consultor Ortográfico

Vista:

Cleber Ismério

Oldemar Santos

Zenilda

MTb/SP 24.635

Administrativo

São Gabriel:

Reportagens

Rogéria de Miranda

Jojô

Vítor Ogawa

Assinaturas

Marcelo Ribeiro

MTb/PR 4.656

Katiucha Fernandes

Lavras do Sul:

Esporte

Diretor Comercial

Ana Cristina Munhos

Marcel Junqueira

Oldemar Santos

Repórter Fotográfico Executivas de Contas Luiz Henriques

Ingrid Trindade,

Emprecon Assessoria Contábil e Consultoria Administrativa, estamos preparados e buscando subsídios para oferecer isso à comunidade, a todas as empresas que tiverem essa necessidade de um trabalho de perícia, de reavaliação desses ativos e o teste de recuperação. Estivemos nos dias 9 e 10 em Canela, participando de um evento do Conselho Regional de Contabilidade e nos foi repassado com muita ênfase que temos de adequar as peças contábeis produzidas e já neste ano devem constar estas alterações. Temos um regime de transição, mas as empresas que não conseguirem produzir essas demonstrações contábeis com essas alterações não teriam condições, por exemplo, de acessar crédito, financiamento de médio e longo prazo em instituições como o BNDES e BRDE, que exigem uma fonte de dados capaz de subsidiar a tomada de decisão. Também é o caso de empresas que participam de licitação, pois uma das exigências legais são as demonstrações contábeis. Elas devem estar adequadas à nova sistemática, senão estariam, em tese, com suas demonstrações contábeis viciadas de erros e não teriam validade para participar de processo licitatório. É uma grande mudança em nossa área. Talvez uma das que tem sofrido o maior impacto e maior exigência de adaptação de volume de informações e de atualização nos últimos anos. Embora seja uma profissão milenar, está sofrendo uma grande transformação. *André Luis Silva da Silva - Contador da Emprecon Assessoria Contábil e Consultoria Administrativa, Perito Contador, Professor Universitário, Mestre em Integração e Cooperação Internacional e Coordenador do Curso de Ciências Contábeis da Urcamp, Campus de Caçapava do Sul.

Circulação semanal: Caçapava do Sul, Lavras do Sul, Santana da Boa Vista, Santa Margarida do Sul, São Gabriel e Vila Nova do Sul Tiragem: 2.000 exemplares - Jornal da Campanha Ltda. CNPJ: 11.305.361/0001-62 Fone: (55) 3281-3247

E-mail: redacao@jornaldacampanha.com.br Os textos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não expressando necessariamente a opinião do jornal.

www.jornaldacampanha.webnode.com.br


Jor nal da Campanha Terça-feira, 5 de outubro de 2010 ornal

Opinião 3

Espaço Empreendedor Espaço Empreendedor - Mercearia do Peão (Santa Margarida do Sul) Uma mercearia que fica à beira de uma rodovia e que remete aos bons tempos do atendimento intimista que os empórios de secos e molhados proporcionavam aos clientes. A Mercearia do Peão foi fundada por José Itajara Silveira Machado há 14 anos, em Santa Margarida do Sul. A iniciativa do comerciante surgiu depois que Machado deixou Porto Alegre, que já não proporcionava tantas oportunidades a ele devido à idade. “Saí de Porto Alegre e quando cheguei aqui resolvi montar o mercado”, conta o comerciante. Machado relembra o início difícil devido à inadimplência que teve de enfrentar. “Todo começo é ruim, mas a gente vai quebrando o galho e, até agora, o Mercado está dando um pouquinho de rendimento e agora está estável”, conta. Ele diz que agora a clientela está muito boa, constituída principalmente por moradores da própria cidade. “Hoje eu estimo que 40% dos clientes sejam de Santa Margarida, 5% sejam de São Gabriel, mas de vez em quando tem motoristas que passam pela rodovia BR290 e param por aqui para fazer as suas compras”, conta. Machado diz que oferece de tudo um pouco no setor de secos e molhados. “Vendemos arroz, açúcar, feijão, bebidas, salgadinhos, calçados, chinelos, além de vender materiais de limpeza em geral”, conta. No setor

Sérgio da Silva Almeida*

Você nasceu original, não morra cópia.

de carnes, Machado diz que o local oferece carne de gado, galinha e lingüiça com qualidade assegurada. Na parte de utensílios para a cozinha, a Mercearia do Peão possui uma linha diversificada de panelas dos mais diversos tamanhos. Machado diz orgulhoso que o ponto forte de seu mercado é o atendimento ao cliente. “O que satisfaz o cliente é o atendimento e isso eu proporciono a ele”, comenta. Ele diz que no dia-a-dia se depara com muitas pessoas e que tem vários deles que são

“gente boa” e que valem a pena conversar com eles. “Os clientes que eu tenho hoje são bons, pois tive de fazer uma seleção no começo devido àqueles que quiseram passar a perna em mim”, conta. Ele diz que hoje criou um vínculo de amizade com os seus clientes. A Mercearia do Peão realiza entregas em domicílio de gás e de outras mercadorias adquiridas na loja ou via telefone. A Mercearia do Peão fica na rodovia BR 290, Km 392 e o telefone para contato é o (55) 9172-5012.

Cléber Ismério de Oliveira*

Um show de democracia e um lixo de propaganda No último domingo, 3 de outubro, mais de 90 mil eleitores foram as urnas na região de cobertura do Jornal da Campanha. Desde cedo jovens, idosos, mulheres acompanhadas por crianças e bebês foram cumprir o seu dever cívico de votar. Quando as urnas abriram, às 8h da manhã, iniciou o processo. Esse foi o ponto positivo da eleição. Mas no lado de fora das zonas eleitorais e pelas principais ruas da cidade panfletos e mais panfletos atirados no chão. Cada lufada de

vento levantava aquele mar de santinhos para todo o lado. Ainda durante a noite do dia 2 de outubro, sábado, cabos eleitorais despejaram os santinhos na frente dos lugares de votação. Um ato pouco eficiente em matéria de campanha eleitoral. Desafio alguém a dizer que mudou o voto porque encontrou um santinho no chão! Os santinhos foram feitos para serem entregues na mão dos eleitores e não para serem jogados no chão com a vã esperança de que sejam colhidos

por algum eleitor indeciso. Vamos acordar e respeitar mais o cidadão. Toneladas de papel foram simplesmente jogadas no chão. Uma clara demonstração de descaso com a nossa terra e com a nossa gente. Temos que mudar alguma coisa! As punições para quem faz isso deveriam ser mais severas como a impugnação da candidatura. Parabéns aos eleitores e pedimos mais respeito dos candidatos no próximo pleito. * Jornalista diplomado e sócio fundador do Jornal da Camanha

Telefone do plantão do Jornal da Campanha (55) 9615 2780 - disponível 24h ou pelo e-mail:redacao@jornaldacampanha.com.br

Seguidamente recebo e-mails sobre propósito: Para tudo Deus tem um propósito? Qual é o meu propósito? O negócio é despropositar a vida? Para um criacionista como eu, que se baseia na crença de que o universo e os seres vivos foram criados por Deus, a maior tragédia na vida não é a morte, mas perambular por ela sem propósito. Se eu existo é porque Deus me criou, então só faz sentido viver uma vida com sentido e não uma vida que “parece” ter sentido. Isso significa que nós planejamos coisas, mas só seremos eficazes e felizes quando estivermos dentro do propósito para o qual fomos criados. Pensar que o Criador é indiferente ao seu futuro é habituar-se a uma existência sem graça e vazia! Para saber se isso é verdade basta pensar em todas as vezes que você quis estar em outro lugar ou fazer outra coisa. Viu? Viver despropositadamente é como ter uma pedrinha no sapato: chega uma hora que não se consegue mais andar. Eu sei que talvez pense que primeiro Deus te criou para depois coçar a cabeça, e Se perguntar: “E agora? O que faço com este cara?”. Nada disso. Quando Ele te criou, já tinha em mente um plano de sucesso para sua vida. Você foi predestinado para vencer. O problema é que ao nascer o homem é absolutamente único no mundo, porém, ao crescer, acaba se adaptando ao meio, tornando-se cópia. Por isso descubra os ingredientes em você que Deus vai usar para cumprir o seu propósito. Um exemplo é a história de Emy, uma garotinha que morava em frente ao mar. Todos em sua casa tinham olhos azuis. Todos... menos ela!!! E o sonho de Emy era ter olhos azuis. Um dia ela ouviu alguém dizer: "Deus responde as orações!”. À noite, antes de dormir, ela orou: – Deus, quando eu acordar amanhã quero ter olhos azuis como o mar. Ela teve fé, e ao acordar, correu para o espelho. Olhou... e qual era a cor de seus olhos?... Continuavam castanhos. Anos depois, Emy foi ser missionária na Índia. Ela "comprava crianças" (crianças eram vendidas por famílias que passavam fome para serem prostitutas ou trabalhar como escravas, e ela as comprava para libertá-las). E para não ser reconhecida como estrangeira passava pó de café na pele, cobria os cabelos e se vestia como uma indiana. Deus lhe deu olhos escuros, pois sabia que isso seria essencial para o propósito que tinha para a vida de Emy. E você tem vivido os “diferenciais” que Deus te deu? Você nasceu original, não morra cópia. www.contramaodomundo.com.br www.twitter.com/sjcalmeida


4 Turismo

Terça-feira, 5 de outubro de 2010

Jor nal da Campanha ornal

Museu da Baronesa remete ao apogeu do charque em Pelotas Vitor Ogawa Direto de Pelotas

Viajar a Pelotas pode ser uma grande possibilidade para se conhecer um pouco da história do Rio Grande do Sul. E um dos locais mais bem preservados é o Museu Municipal Parque da Baronesa, que foi inaugurado em 1982, e que possui um acervo de mais de mil peças, com destaque para uma coleção de móveis e acessórios pertencentes à família Antunes Maciel e uma coleção pertencente ao artista plástico Adail Bento Costa, com móveis, leques, porcelanas, pratarias, armários, paramentos, vestes, fardas militares e imagens de madeira. O Museu fica em um antigo Solar, construído em 1863, no mesmo período em que Pelotas viveu o apogeu das charqueadas. Detalhes da arquitetura do Solar revelam um estilo luso-brasileiro típico do século 19 vigente no Rio Grande do Sul. Nessa época a cidade era uma importante

força da economia do Rio Grande do Sul, cujo motor era a indústria do charque, fundamentada no trabalho escravo e que se desenvolveu às margens do Arroio Pelotas e do Canal São Gonçalo. Nessa época as famílias dos senhores do charque viviam em luxuosos casarões e investiam na modernização da cidade com os recursos que a indústria do charque proporcionou. A primeira das três gerações a habitar a casa foi composta pelo casal Annibal e Amélia Hartley Antunes Maciel, conhecidos como os Barões dos Três Serros. Eles se estabeleceram na Chácara da Baronesa logo após seu casamento, em 1864. O Barão era um pecuarista e recebeu seu título do Imperador Dom Pedro II, em reconhecimento à sua participação no ato que emancipou os escravos de Pelotas em 1884. A Baronesa era carioca e costumava passar os invernos com sua família no Rio de Janeiro, para onde todos os

membros se transferiram aos poucos após a morte do Barão. Amélia Annibal Hartley Antunes Maciel, filha dos barões, chamada carinhosamente de

"Sinhá Amelinha", tornou-se conhecida da comunidade pelotense por sua grande bondade e espírito filantrópico. Ela permaneceu na casa com sua família. A última moradora do solar foi sua filha Déa Antunes Maciel, neta dos barões. Em 1979, a casa foi entregue pela família à cidade de Pelotas.

O local foi tombado pelo Conselho Municipal do Patrimônio Histórico e Cultural, em quatro de junho de 1985. O Museu Municipal Parque da Baronesa é uma instituição cultural da Fundapel (Fundação Municipal de Cultura, Lazer e Turismo de Pelotas). Serviço: Av. Domingos de Almeida, 1490, Bairro Areal, Pelotas/RS, 96085-470 O Museu está aberto ao público de terça à sexta das 13h30 às 18h, sábados, domingos das 14h às 18h. O ingresso é R$2,00 por pessoa: crianças com idade até 12 anos não pagam, estudantes e pessoas acima dos 60 anos pagam meia-entrada, R$1,00. Escolas públicas não pagam e são guiadas por monitores da equipe do museu, devendo fazer agendamento com antecedência. Grupos com mais de 10 pessoas também devem agendar pelo telefone abaixo. Contato: (53) 3228-4606

e-mail: museu.baronesa@pelotas.com.br www.museudabaronesa.com.br/ Dicas de agendamento - O Museu oferece visitas guiadas para grupos agendados com antecedência de três dias, ou de acordo com a disponibilidade dos monitores. - O Museu procura atender 20 pessoas de cada vez, para melhor conhecer o museu e para a segurança do acervo têxtil do museu, visando evitar transtornos durante visitação. A visita completa, de cada grupo, pode durar de 20 a 30 minutos. - Fotografias – é possível usar a máquina fotográfica “sem flash”, pois seu uso danifica o acervo. Também solicitamos o respeito aos cordões de isolamento, não sentar nem tocar em móveis e objetos. - Feriado 12 de Outubro - O museu abrirá sábado (dia 9), domingo (dia 10) e terça-feira (dia 12), das 14h às 18h.


Jor nal da Campanha Terรงa-feira, 5 de outubro de 2010 ornal

Guia de Compras 5


6 Geral

Terça-feira, 5 de outubro de 2010

Jor nal da Campanha ornal

Uma diretora que faz a diferença Maria de Lourdes trabalhou duro pedindo votos na Consulta Popular em Lavras do Sul em 2010. Ivanói Brito

Bueno Gauchada! Bueno Gauchada, a partir desta edição, estou participando do Jornal da Campanha com esta coluna, que tem o propósito de trazer notícias e comentários sobre música gaúcha, nativismo e eventos de nosso tradicionalismo na região. Este espaço estará em consonância direta com meu programa semanal, que vai ao ar aos sábados das 10h00min as 13h00min, pela Portal FM: 87.9. Quero convidar aos amigos e entidades ligadas ao nativismo/ tradicionalismo, para que enviem as notícias de seus eventos para meu E-mail: ivanoibrito@yahoo.com.br, ou liguem (55) 9966 9943, que dentro das possibilidades estaremos divulgando ou comentando. Semana Farroupilha 2010 Grandes bailes ocorreram nas entidades de Caçapava do Sul nesta semana farroupilha, destaque para o Grupo Minuano, Alma Campeira e Candieiro no CTG Sentinela dos Cerros. Toque de Gaita, Bacudo e Mateadores no Família Nativista. Associação de Trovadores A Associação de Trovadores Rui Freitas, mais uma vez realizou grandes eventos, galpão sempre lotado, com os jantares tradicionais, muita trova e cantoria. Já se destaca como uma das principais opções da Semana Farroupilha Caçapavana. Ronda Macanuda A Confraria da Quarta, grupo de amigos ligados a Escola Técnica Rubens da Rosa Guedes, realizou sua ronda deste ano no CTG Família Nativista, e mais uma vez reuniu grande público, entre amigos da escola, alunos, professores, funcionários e pais, somaram-se mais de trezentas pessoas no jantar do dia 17 de outubro. Homenagens aos parceiros da escola, exposição de desenhos tradicionalistas feitos pelos alunos, trovas e comida campeira de primeira linha foram os destaques. CD e DVD da 2ª Casereada Já estão disponíveis o CD e DVD da 2ª edição da Casereada da Canção Nativa, evento promovido pela Associação de Trovadores Rui Freitas que oportuniza aos compositores locais a mostra de seus trabalhos. Há trabalhos bastante ecléticos, que viajam da poesia urbana ao mais puro camperismo. Vale a pena conferir! Show de Talentos no 1º CONATI Dia 09 de setembro, aconteceu no CTG Sentinela dos Cerros, o 1º CONATI – Concurso Artístico Nativista, uma promoção do DTG “Unidos Pela tradição” da Escola Nossa Senhora das Graças, onde alunos de várias escolas do município participaram do concurso, que ocorreu em várias modalidades artístico-culturais, tais como: Interpretação Vocal, Poesia, Trabalhos Manuais, Desenho, Danças Tradicionais e Danças de Salão, e foram divididas nas categorias mirim, juvenil e adulto. Sempre enaltecendo a história e a cultura Rio-Grandense, vários talentos desfilaram pelo palco do CONATI, demonstrando o potencial desses jovens na arte e, a importância do culto a tradição. O evento teve início pela manhã e estendeu-se até a noite, com participação expressiva de público e foi dirigido por Beatriz Bicca, auxiliada pela patronagem do DTG e Direção da Escola, ainda contando com a Comissão Avaliadora formada por Beny Nascimento, Marzele Amanda Silva Lopes, Rafaela Fagundes e Ivanói da Fontoura Brito. No encerramento Shows da Escola de Arte do Chimangos e da Intérprete Renata Bairros. Empresas interessadas em apoiar esta coluna entrem em contato: ivanoibrito@yahoo.com.br, ou fone 99669943

Assumir a direção de uma escola sem laboratórios, com uma estrutura precária e que há 50 anos não recebia uma reforma geral pode ser uma tarefa desanimadora. Mas não para a diretora Maria de Lourdes Moreira Marques, da Escola Estadual de Ensino Fundamental Desembargador José Bernardo de Medeiros, de Lavras do Sul. Ela bem que poderia desanimar em um primeiro momento diante do quadro desolador que encontrou, mas a perseverança e a persistência a fizeram uma diretora exemplar perante seus pares. A Escola recebeu três grandes investimentos em melhorias em menos de dois anos. Em 2009 os recursos foram na ordem de R$ 68 mil reais para a construção de duas novas salas de aula e mais R$ 20 mil reais para implantação de uma sala completa de multimeios. Os computadores já chegaram e estão disponíveis para os alunos. Além disso, neste ano serão investidos R$100 mil em reformas. “Eu consegui isto com bastante trabalho, pois a gente precisa fazer isso para conseguir as coisas”, conta. Segundo relatos de mães de alunos, ela recrutava as pessoas no dia da votação da Consulta Popular para que votassem a favor da aprovação de recursos para a escola.É pela Consulta Popular que são decididas as prioridades do orçamento do Estado para cada ano. “As duas salas de aula conseguimos graças à Consulta Popular de 2005, cujos recursos foram liberados em 2009 e a sala de multimeios conquistamos na Consulta Popular de 2008”, conta. Já o dinheiro para a reforma geral ela diz que foi obtido por intermédio de muita negociação. “Como a escola tinha 50 anos e nunca havia sido reformada de maneira geral a gente veio batalhando e

pedindo recursos até que conseguimos”, conta. Ela diz que com os recursos obtidos conseguiu reformar toda a escola. “Nós concretamos 155 m², pintamos todas as salas de aula por dentro, por fora pintamos toda a escola, trocamos todas as aberturas e os forros foram todos lixados”, conta. Ela diz ainda que todos os telhados danificados foram substituídos e que foi feita até uma rampa para dar acessibilidade para os cadeirantes. “O banheiro também foi todo reformado para poder receber esses alunos cadeirantes”, conta. Além disso, a escola hoje oferece aulas de Libras (Linguagem Brasileira de Sinais) para que alunos possam

conversar com colegas com deficiência auditiva. A Escola Estadual de Ensino Fundamental Desembargador José Bernardo de Medeiros possui pouco mais de 100 alunos, funciona desde 1957 e pretende ampliar as turmas para oferecer o Ensino Fundamental completo. “Parte dessas reformas foi para atender as exigências para que a Escola se tornasse apta a receber o Ensino Fundamental completo”, conta. Se a solução para o desenvolvimento do País está na melhoria da educação, pessoas como a diretora Maria de Lourdes são um exemplo a ser seguido, pela sua conduta e sua persistência.

Santana da Boa Vista inaugura albergue municipal A Prefeitura de Santana da Boa Vista inaugurou no dia 15 de setembro o seu albergue municipal. Trata-se de um local que serve como pousada para pessoas que chegam com a saúde debilitada do interior do município para realizar tratamentos de saúde no hospital da cidade. “Muitas vezes as pessoas chegam já cansadas, realizam a consulta e já precisam voltar para o interior por não terem onde ficar”, conta a prefeita Aline Torres de Freitas. Ela diz que a construção do albergue municipal vem justamente para suprir essa demanda por um espaço para oferecer certo conforto para essas pessoas. “Sei que essa rotina de viagens e exames é cansativa, pois essas pessoas já estão com

problemas de saúde, por isso esse local foi criado para que eles possam vir um dia antes para descansar e viajar de volta para o interior no outro dia”, conta a prefeita. Ela diz que esses pacientes, quando chegam, agora têm onde parar. “É um local onde eles podem descansar, fazer sua comidinha para o pessoal que está em tratamento...”, explica Aline. O Albergue possui um quarto reservado só para mulheres e outro

só para os homens. Cada um deles possui camas, banheiro, chuveiro, tudo separado. A capacidade total do local é para nove pessoas.


Jor nal da Campanha Terça-feira, 5 de outubro de 2010 ornal

“Ginásio das Minas do Camaquã encontra-se em condições precárias”, afirma professora Da Redação

está mal. “As tábuas da quadra estão todas saindo e o telhado mesmo, quando chove, enche a quadra de água e a gente acaba caindo no chão”, conta. Ele diz que é preciso arrumar tudo, botar umas tábuas novas, arrumar o telhado, as luzes... “Eu já machuquei a perna quando caí no meio de uma tábua solta e a perna ficou toda roxa e não pude jogar bola durante uma semana”, revela. O aluno Alexandre Ferreira Garcia também passou por situação semelhante. “Esses dias estava de goleiro e a tábua se levantou e bati o meu joelho e ele ficou todo roxo”, conta. Já os alunos Wesley Nóbrega Oliveira, 10 anos, e Edílson Lopes Camargo, 11 anos, comentaram sobre o risco que é jogar bola sobre um piso nessas condições. “A gente pode cair, tropicar em uma tábua dessas e se machucar”, comenta Wesley. Já Edílson menciona que

já viu gente jogando e tropeçar na tábua solta. “A gente mesmo já tropeçou bastante aqui”, conta. O vereador Pedro Gaspar lembrou na sessão realizada no dia 27 que o vereador Antônio Celço (Toninho) fez um pronunciamento há quase um ano atrás dizendo que havia conseguido R$ 250 mil para a reforma do ginásio de esportes das Minas do Camaquã, mas conta que até agora a reforma não aconteceu. “Vereador Antônio Celço, acho que o seu dinheiro já foi embora”, insinuou o vereador. Vale ressaltar que o Ginásio de Esportes e Cultura Dr. Cyro Carlos de Melo (Melão) em Caçapava do Sul foi interditado por não oferecer condições de segurança para seus frequentadores. Resta saber o porquê do Ginásio das Minas do Camaquã, que está em condições muito piores que o Melão, não ter sido interditado também, colocando em risco a segurança dos alunos.

Presídio despeja esgoto a céu aberto em Caçapava O Presídio de Caçapava do Sul continua despejando esgoto a céu aberto e o mau cheiro revolta moradores. A constatação foi feita pela nossa reportagem, que visitou o local e viu o encanamento atrás do prédio despejando os dejetos na Rua Tiradentes e provocando um mau cheiro que se espalha por todo o bairro. “No calor isso daqui piora ainda mais”, diz um morador da região. O morador Irineu Núbias diz que passou outro dia pelo local e não agüentou o fedor. “Está podre mesmo. Eu passei bem cedo e não agüentei o cheiro de m...”, se revolta. Nos dias de chuva, a valeta no qual o esgoto é despejado transborda e o problema agrava ainda mais, pois os rejeitos invadem a pista da Rua Tiradentes e escorrem para as casas que ficam em locais mais baixos.

7

Boca do P ovo Po Luiz Fernando Torres (Boca)*

Vitor Ogawa

O Ginásio de Esportes Otomar Vivian, localizado na Vila Minas do Camaquã, encontra-se em condições precárias. A afirmação é de uma professora, que não quis se identificar, mas que está perplexa com as condições que os alunos encontram para realizar suas práticas esportivas. A nossa reportagem esteve no local acompanhada por ela e encontrou um ginásio com janelas quebradas, banheiros sem a caixa de descarga, instalações elétricas mal conservadas, placas de zinco em péssimo estado de conservação, redes das goleiras arrebentadas, furos nos telhados, lâmpadas queimadas ou inexistentes, vazamento de água, infiltrações nas paredes, salas que se tornaram depósitos de entulhos, pintura do piso desgastada e as tábuas das quadras soltas ou inexistentes. Segundo o comerciante Leonardo Francisco Caetano de Souza, de um tempo para cá, devido à falta de manutenção, o ginásio foi se deteriorando. “Na minha opinião, houve desleixo e a rapaziada precisa disto, haja vista que o esporte hoje é uma forma de sair de tantos descaminhos aos quais os adolescentes estão à mercê”, afirma. Ele diz que o esporte consegue fazer isto pelas crianças, mas para isso precisaria de estrutura, que deveria ser fornecida pelo município. “Aí, com certeza, teríamos uma outra ótica sobre o futuro dos jovens”, conta. Segundo o aluno Gabriel da Rosa Rocha, 12 anos, o ginásio

Cidades

A finalidade da minha coluna era abrir espaço para a população, mas quarta-feira, dia 29 de setembro, aconteceu um incidente em uma janta da APAC que não posso deixar em branco. Diga-se de passagem que foi uma janta excelente, oferecida por gente trabalhadora e honesta. Era um momento para celebrar o trabalho daquela comunidade que, com muito esforço, conseguiu várias conquistas. Era uma confraternização, uma festa. Até o momento que sua presidente a senhora Margarete chamou para discursar o nosso prefeito. Como é normal ele fez o que sempre faz ao abrir a boca: cag... Ofendeu todo mundo. Não poupou nem o nosso ex-ministro Alcides Saldanha, nosso ex-deputado Otomar Vivian, os vereadores de oposição e os vereadores de seu próprio partido, Inclusive me chamou de vereador que estava se aliando aos seus adversários, e seus atuais vereadores de covarde. Em primeiro lugar: quero dizer que quem se “misturou” inicialmente, foi ele mesmo ao se aliar ao senhor Elton Vivian. Em segundo lugar: Será que ele representará nosso município tanto quanto o Dr. Saldanha e o Otomar? Será ciúmes ou falta de capacidade? Quanto a mim, quero dizer que ele me tirou de vereador para botar alguém que o defende. Vou repetir o que disse pessoalmente para ele: ninguém defende o indefensável, nem um advogado. No máximo arruma-se um acordo. E mais! Não sou covarde. Por isso votei a favor da CPI. E para que eu mudasse de idéia, me ofereceu uma secretaria. Agradeci e recusei. Então senhor prefeito, pelo fato do senhor ainda estar no cargo, e ser autoridade, aprenda a respeitar as pessoas. Principalmente aqueles que o ajudaram por acreditarem em um sonho! Sem cobrar juros... apenas confiaram no senhor. Tenha a postura de uma autoridade! E quanto as 50 casas que o senhor está assinando convênio para a construção, eu dou os parabéns! Só espero que não aconteça igual as 50 casas do governo do Estado, do Programa Emancipar, que perdemos no ano passado por causa da vaidade de apenas um secretário que queria ser o pai da criança.

E mais, quando for falar de alguém não o faça sem que este possa usar da palavra para responder. Isto sim é covardia. Outra grande besteira que ele falou foi afirmar que todo mundo tem rabo preso em Caçapava. Está certo que ele esteve fora muito tempo, mas no mínimo deveria se informar. Nossa terra tem alguns sem vergonha e outros que vem de fora. Mas a maioria é gente séria que trabalha honestamente, gerando empregos, se esforçando na legalidade, para transformar nossa cidade num lugar melhor para se viver. Nem todo mundo trabalha dois dias e ganha R$ 14 mil. A maioria “sua” para sobreviver. Aceite um conselho senhor prefeito: quando não tiver o que dizer fique DE BOCA CALADA! Senhores pequenos agricultores, atenção! Em minha opinião os senhores estão enganados em dizer que a secretaria municipal de Agropecuária não está trabalhando. Podem não ter dinheiro para arrumar os tratores, terem gasto os R$ 47 mil que tinham em caixa, não fazerem as terras para auxiliar os pequenos produtores, mas eles não estão parados! Analisem as fotos: Este fato aconteceu no dia 30 de setembro, quinta-feira, às 11 horas, na rua Coronel Coriolano Castro com a rua 15 de Novembro, ou seja, dois dias antes das eleições. Tirem as suas próprias conclusões. O sr. prefeito está tão confuso que tentou até votar pela mãe. Teve até um assessor do dito cujo que foi buscar uma lei que permitiria a referida senhora votar acompanhada. Conversa vaí, conversa vem e a justiça eleitoral decidiu que se ela desejasse mesmo votar teria que ser sozinha. Ele, contrariado foi para a frente do Estadual esperar ela terminar. Nova piada popular: além das cortinas desaparecerem também a cuba completa de água gelada do arquivo da prefeitura. Se tiverem notícia comuniquem!!! * Professor de Biologia, suplente de vereador do PT em Caçapava do Sul


8 Geral

Terça-feira, 5 de outubro de 2010

Jor nal da Campanha ornal

Feira Municipal do Livro de São Gabriel tem programação definida Evento terá palestras, apresentações artísticas e sessões de autógrafos Marcelo Ribeiro Especial para o Jornal da Campanha

O novo filme busca um ângulo inédito para as aventuras do herói mítico Inglês. Filme com direção de “Ridley Scott” e “Russell Crowe” como protagonista, dupla que fez muito sucesso junto em filmes como o Gladiador com certeza vai agradar você nesta aventura. Já disponível em DVD

Robin Hood Ganhador do Oscar, Russell Crowe estrela como a figura lendária, conhecida por gerações como Robin Hood, cujas proezas permanecem na mitologia popular despertaram a imaginação daqueles que compartilham seu espírito de aventura e de justiça. Na Inglaterra do século XIII, Robin e seu bando de saqueadores confrontam a corrupção em um vilarejo local e lideram uma revolta contra a coroa, a qual irá alterar para sempre o equilíbrio do poder mundial. E, sendo herói ou bandido, um homem de origem humilde se tornará um símbolo eterno de liberdade para seu povo. Oferecimento: Universal Vídeos Rua Benjamin Constant,509 Caçapava do Sul - RS Fone: (55) 3281 4274

A Prefeitura de São Gabriel anunciou a programação oficial da 4ª Feira Municipal do Livro, que acontecerá de 21 a 24 de outubro, na Praça Dr. Fernando Abbott. O evento, realizado pelas Secretarias de Educação e Turismo, tem uma vasta programação cultural para a comunidade conferir durante os quatro dias de realização. A Feira, que tem como patrono o escritor gabrielense João Alfredo Reverbel Bento Pereira, terá atividades como palestras, mostras de arte e pedagógicas, sessões de autógrafos e painéis temáticos. Um dos destaques será a participação do poeta gaúcho e brincadeiro (que cria brincadeiras, nos moldes antigos) Mário Pirata, na quintafeira (21). Nas sessões de autógrafos, oito autores estarão apresentando suas obras – o patrono João Alfredo, Clair Alves, Milene Teixeira, Áurea Teixeira, Elody Menezes, Myrta Dias Rieth, Nelsi Pereira de Matos e Tarso Teixeira, nos quatro dias. As inscrições para o evento estão na última semana, devendo ser realizadas até a próxima quinta (30), maiores informações no site da Prefeitura, www.saogabriel.rs.gov.br. Confira a programação oficial do evento: 21/10 – Quinta-feira 7h30 – Credenciamento 9h – Abertura dos estandes - Exposição de Artes Plásticas com o Grupo THECER, na Câmara de Vereadores - Participação da Casa do Artesão - Escolinha de Trânsito (manhã e tarde), na Praça Dr. Fernando Abbott 9h30 – Cerimônia de Abertura Oficial da 4ª Feira Municipal do Livro

- Garotada Maluka (brinquedos infláveis) 10h30 – Mário Pirata – Roda de Poesia 14h – Mário Pirata – Roda de Poesia 15h – Tarde de autógrafos: João Alfredo, Clair Alves, Milene Teixeira, Áurea Teixeira, Elody Menezes, Myrta Dias Rieth, Nelsi Pereira de Matos e Tarso Teixeira 17h – Apresentações Artísticas 18h – Homenagem na Câmara de Vereadores ao Patrono da Feira João Alfredo Reverbel Bento Pereira 22/10 – Sexta-feira 9h – Abertura dos estandes - Exposição de Artes Plásticas com o Grupo THECER, na Câmara de Vereadores - Participação da Casa do Artesão - Escolinha de Trânsito (manhã e tarde), na Praça Dr. Fernando Abbott 10h – “Hora do Conto”, com a Profª Nádia Vargas, na Praça Dr. Fernando Abbott - Garotada Maluka (brinquedos infláveis) 15h – Tarde de autógrafos: João Alfredo, Clair Alves, Milene Teixeira, Áurea Teixeira, Elody Menezes, Myrta Dias Rieth, Nelsi Pereira de Matos e Tarso Teixeira 17h – Apresentações Artísticas 20h – “Encontro com a História Local”, com os painelistas, Prof° Carlos Alberto Xavier Garcia e José Fernando dos Santos, na Escola Ginásio São Gabriel 23/10 – Sábado 9h – Abertura dos estandes - Exposição de Artes Plásticas com o Grupo THECER, na Câmara de Vereadores - Participação da Casa do Artesão

9h – “Desenvolvendo potencial afetivo para conquistar vitórias”, palestra de Milene Teixeira. Local: Escola Estadual XV de Novembro 10h – “Educar para a vida na Pedagogia do Amor...”, palestra de Juan da Rosa. Local: Escola Estadual XV de Novembro - Garotada Maluka (Brinquedos Infláveis) 15h – Tarde de autógrafos: João Alfredo, Clair Alves, Milene Teixeira, Áurea Teixeira, Elody Menezes, Myrta Dias Rieth, Nelsi Pereira de Matos e Tarso Teixeira 16h – Exposição dos trabalhos das Tecelãs e Desfile de Modas, na Praça Dr. Fernando Abbott 19h – Camerata de Violões - Apresentações das bandas Herdeiros do Rock e 5° Elemento 24/10 – Domingo 9h – Abertura dos estandes - Exposição de Artes Plásticas com o Grupo THECER, na Câmara de Vereadores - Participação da Casa do Artesão - Garotada Maluka (brinquedos infláveis) 15h – Tarde de autógrafos: João Alfredo, Clair Alves, Milene Teixeira, Áurea Teixeira, Elody Menezes, Myrta Dias Rieth, Nelsi Pereira de Matos e Tarso Teixeira 17h – Mateada Cultural, na Praça Dr. Fernando Abbott 18h – “Sarau de Poesias”, com os poetas Rossyr Berny, Clair Alves, Ítalo Zailu e José Antônio Macedo (Dr. Poeta) 19h – Show com a Banda “Improviso”, na Praça Dr. Fernando Abbott 20h – Encerramento Oficial da Feira do Livro

Escolhidos os homenageados dos troféus Quinquim e Persona de São Gabriel Claudio Moreira Especial para o Jornal da Campanha

Durante a 76ª ExposiçãoFeira Agropecuária de São Gabriel, o Sindicato Rural irá prestar sua tradicional homenagem de reconhecimento a produtores rurais cuja biografia representa a defesa dos valores do agronegócio. Nesta semana, o presidente do Sindicato Rural e vicepresidente da Farsul, Tarso Teixeira, anunciou o nome dos agraciados com as homenagens, cabendo o troféu Persona ao produtor Délio de Assis Brasil, e o troféu Quinquim à produtora rural Clarice Bento Pereira de Assis

Brasil. A laureada do troféu Quinquim é esposa de Jaime Dácio de Assis Brasil, através de quem possui laços de parentesco com a patronesse do troféu, Joaquina (Quinquim) de Assis Brasil. O homenageado com o troféu Persona, Délio de Assis Brasil, foi presidente do Sindicato Rural e é um destacado produtor, além de ser renomado como pesquisador histórico. No ano passado, durante a III Feira do Livro de São Gabriel, Délio de Assis Brasil lançou sua primeira obra literária, “O Gaúcho – Formação e

Hábitos”. Tarso Teixeira ressaltou a importância dos homenageados. “Tanto Délio quanto Clarice representam com galhardia os mais caros valores da produção primária, e são sem dúvida alguma merecedores deste reconhecimento”. Além destes prêmios, recebem também homenagens especiais o empresário rosariense Pedro Paulo Gonçalves, a presidente do Movimento de Produtoras Rurais da Farsul Zênia Aranha, o médico Paulo Zimmermann Teixeira e o Chefe da Carteira Agrícola do Banco do Brasil, Charles Zock.


Jor nal da Campanha Terça-feira, 5 de outubro de 2010 ornal

9

Reforma da Igreja Matriz segue em ritmo acelerado A reforma da Igreja Matriz de Caçapava do Sul segue em ritmo acelerado. Segundo o operário Paulo Calderón, da Joesma Construções e Gerenciamento, em primeiro lugar foi feita a limpeza das paredes para tirar o reboco que já estava muito ruim. “Estava muito ruim, se soltando todo”, conta Calderón. Ele explica que na época em que foi edificada, não se utilizava a técnica do salpico, que consiste em aplicar grosseiramente uma camada de cimento e areia antes de se revestir com o reboco para dar liga. Ele conta que depois de tirar o reboco, foi feita uma lavagem para tirar o pó das paredes para salpicar as paredes. “No total foram retiradas quatro caçambas de entulho nesse processo de limpeza”, conta o operário. Calderón diz que o material antigo estava em péssimas condições. “Estava soltando tudo, e lá nas molduras estava caindo tudo”, conta Calderón. Depois de feita a limpeza, Calerón se admirou com a parede de pedras e a estrutura feita. Ele diz que seria até interessante só lavar as paredes e deixar as pedras à mostra, pois só assim seria possível que as pessoas pudessem ver os desenhos dos arcos feitos com as pedras. “Essa estrutura feita de pedra é bem diferente da

Lindos casos de Chico Xavier Seremos uma estrela de cinco raios

técnica utilizada nos dias de hoje”, conta. O operário compara a parede da Igreja Matriz com as paredes do forte. “Parece a mesma coisa, pois utilizam somente pedras e a largura das paredes possui mais de um metro”, compara. Ele diz que esse tipo de edificação já não existe em lugar algum. “Olha, já

andei em um monte de lugar e não vejo mais isso. Olha a altura dessa parede e feita só com pedras!”, se admira. Ele diz que a aplicação do reboco será um pouco demorada porque a parede foi feita fora do prumo. “A parede está bastante torta”, revela. Além do novo reboco, os funcionários trabalham na nova pintura da Igreja.

Esgoto provoca impasse entre vizinhos em Caçapava Há alguns anos um acordo entre vizinhos nas proximidades da Rua Modesto Cândido Garcia e da Rua Benjamin Constant viabilizou a implantação de um encanamento de esgoto que atendesse dez casas da região, que foi feito com recursos dos próprios moradores. Pelo acordo, os esgotos dessas casas foram todos canalizados em um único duto que passava dentro da propriedade de alguns deles, a um metro do muro. No entanto, segundo um morador do local que não quis se identificar, uma das pessoas quebrou o pacto por orientação do arquiteto Pacífico Vargas, que trabalha na Prefeitura de Caçapava do Sul. Segundo o denunciante, Pacífico teria orientado um dos moradores que tinham autorizado a colocar o encanamento do esgoto a implantar um sumidouro em sua casa e a fechar a saída do encanamento que passava por dentro de sua propriedade. O problema é que, ao se fechar a

saída desse esgoto, os dejetos não tinham por onde saírem e isso resultou no rompimento do cano. A casa vizinha começou a sofrer com o vazamento de esgoto e a solução encontrada por esse outro morador também foi fechar a saída do esgoto e instalar outro sumidouro. Isso só transferiu o problema para o outro vizinho que, se adotar medida semelhante, vai causar o mesmo problema para o outro vizinho. “Havia um acordo de cavalheiros que foi rompido e ele não tinha o direito de fazer isso, pois não se quebra um pacto quando a pessoa bem quiser”, queixa-se o denunciante que acredita que os moradores deveriam ter encontrado uma solução de consenso antes da medida radical. Não é a primeira vez que os moradores daquele local enfrentam impasses com o esgoto. Em administrações anteriores, boa parte do esgoto do Centro da cidade desembocava em uma sanga nas proximidades dessas

residências. “É um impasse que já dura mais de 16 anos”, diz o denunciante. Logo a tubulação que caía nessa sanga se deteriorou e uma segunda tubulação paralela a essa foi instalada no local. “O problema é que ela desembocava em uma propriedade pertencente a um empresário supermercadista, que não ficou contente, e com razão, com a idéia de ver o esgoto sendo despejado em sua propriedade”, conta o morador. O empresário fechou a saída do esgoto e tudo passou a desembocar a céu aberto, provocando a ira dos moradores da região devido ao mau cheiro, principalmente no verão. A prefeitura, na época, optou por fazer uma terceira tentativa, que foi a construção de um canal de concreto. “Mas a obra foi embargada na justiça pelos proprietários do terreno onde o canal foi construído, porque diziam que a prefeitura não tinha a autorização para fazer aquela obra”, diz o morador.

Quando psicografava o maravilhoso livro Paulo e Estevão, do Espírito Emmanuel, o Chico, via, ao seu lado, um sapo feio, gorduchão, que o amedrontava muito... No princípio, distava-lhe alguns metros. Depois, à proporção que a grande obra chegava ao fim, o sapo estava quase aos pés do médium. Isto lhe dava um mal estar intraduzível. Emmanuel, observando-lhe o receio, diz-lhe: - O sapo é um animal inofensivo, um abnegado jardineiro, que limpa os jardins dos insetos perniciosos. Não compreendo, pois, sua antipatia pelo pobre batráquio... Procure observá-lo mais de perto, com simpatia, e acabará sentindo-lhe estima. Após ponderação justa de seu Guia, o Chico começou a ter simpatia pelo sapo, e achar-lhe até certa beleza, particular utilidade, um verdadeiro servidor. Terminou a recepção do formoso livro e Emmanuel, completando o asserto, pondera-lhe, bondoso: - O homem, Chico, será um dia, uma Estrela de Cinco Raios, quando possuir os pés, as mãos, e a cabeça alevantados, liberados. Já possui três raios: as mãos e a cabeça, faltando-lhes os dois pés,os quais serão libertados quando perder a atração da Terra. Existem, no entanto, germens, animais, seres outros, com os cinco raios voltados para baixo, para a Terra, sugando-lhe o seio, vivendo de sua vida. Assim é o sapo, coitado, que luta intensamente para levantar um raio, pelo menos a cabeça. O boi já possui a cabeça alevantada, já que progrediu um pouco. É preciso, pois, que o Homem sinta a graça que já guarda e lute, através dos três raios já suspensos, à aquisição dos outros dois. Que saiba sofrer, amar, perdoar, renunciar, até libertar-se do erro, dos vícios, das paixões, e, desta forma, terá livres os pés para transformar-se numa Estrela de Cinco Raios e participar da vida de outras Constelações, em meio das quais brilha uma Estrela Maior, que é Jesus. Fonte: Chico Xavier na intimidade - Ramiro Gama Jesus Sempre Conosco. Contato: recanto.de.maria@hotmail.com Perguntas, Dúvidas, Comentários. S. E. Amor e Caridade Reuniões Públicas: Terça-feira: 15h/ Sexta-feira: 20h Rua General Neto, 520 Caçapava do Sul / RS

Programa Visão Espírita Segunda-feira: 20h Rádio Portal FM 87,9 visaoespirita@yahoo.com.br

Convênio para você, assinante do Jornal da Campanha, que traz benefícios diretos : - Superauto (Descontos exclusivos na aquisição de veículos por intermédio do executivo de contas Flávio Maurício pelos telefones: (55) 3220 7900 ou (55) 9607 1261 ou pelo e-mail flaviomauricio@fordsuperauto.com.br.


10 Social Social por Cléder Nascimento

Aniversário de

Jor nal da Campanha ornal Lenir Margarete Garcia Luiz Terça-feira, 5 de outubro de 2010


Jor nal da Campanha Terça-feira, 5 de outubro de 2010 ornal

Especial Criança 11

O desafio de se educar crianças especiais no século 21 Toda criança necessita de certos cuidados em sua formação, mas o desafio de se educar crianças com necessidades especiais talvez seja ainda maior. A professora Eroína Pereira, da Escola Municipal Nossa Senhora das Graças, de São Gabriel, possui essa missão de formar crianças com essas características. Ela diz que no século 21 os professores em si estão preparados com os cursos que frequentam, mas afirma que na questão material, tudo está carente. “Os espaços não são acessíveis e faltam materiais para se trabalhar adequadamente o aluno”, conta. Ela diz que a educação em si deve tirar a criança daquele marasmo que eles vivem, por isso os educadores devem procurar inovar com o que tem, com o que eles podem oferecer com a doação e com o carinho. Ela diz que também trabalhou em escolas regulares com alunos especiais e diz que nessa condição fica muito difícil realizar um trabalho. “É muito bonito falar em inclusão dos alunos com necessidades especiais com os alunos regulares, mas a dificuldade é maior ainda, porque a responsabilidade recai sobre o professor. “Aqui são alunos especiais, mas eles são preparados de acordo com os níveis, que vão sendo superados conforme vão evoluindo”, conta. A professora regente da

instituição, Diolina Rodrigues Ramos conta que o nível 1 é o nível pré-escolar, que são preparados na área social, porque nesse nível eles não possuem socialização. “Então trabalhamos mais a socialização do que a parte pedagógica propriamente dita”, conta. Nessa fase ela conta que os alunos amassam, rasgam e é trabalhada a parte da coordenação motora mais ampla, não tão fina. Diolina explica que no nível dois a criança já pode pegar o lápis para pintar, sem estabelecimento de limite, só para se fazer garatujas em papéis e todas as áreas de esquema corporal, organização espacial, organização temporal, motricidade fina, percepção visual e percepção auditiva. “Todas as percepções são trabalhadas pontualmente ainda com pouca coisa pedagógica”, conta. Já no nível três as crianças trabalham com lápis e caderno. Nessa fase os professores trabalham todas as áreas e tentam sanar todas as áreas defasadas e mais a parte de pré-alfabetização, como vogais e números de um a dez. Aí eles vão tentar pelo menos copiar alguma letra é o início da préalfabetização. No nível quatro, diz Diolina, a alfabetização é trabalhada de maneira mais detalhada. “A partir desse nível eles estarão praticamente preparados para entrar

para a escola regular, na primeira série. Todos os anos nós encaminhamos em média oito a doze alunos para uma escola regular. “No ano passado a gente teve sorte e eles entraram na escola

regular no segundo ano e todos eles estão conseguindo acompanhar as aulas. A Escola Municipal Nossa Senhora das Graças possui 40 alunos divididos em dois turnos de 4 horas.


12 Eleições 2010

Alunos limpam a sujeira dos políticos

A professora Viviane Correia Vargas, da Escola Estadual de Ensino Médio Nossa Senhora da Assunção organizou um mutirão de limpeza entre os alunos da turma 63 da sexta série em frente à escola. O objetivo foi retirar mais de quatro sacos de lixo de santinhos que foram jogados no local. A professora se queixa da sujeira e diz que os políticos deveriam ser obrigados a limpar a sujeira e, caso não o fizessem, deveriam receber uma multa. “Nós tivemos que usar material do colégio, como sacos plásticos, vassouras e pás, e isso tira recursos do colégio, que já

não é muito”, reclama a professora. A aluna Fernanda Moraes da Rosa, 14 anos, diz que são os alunos que vão dar o exemplo para eles, mas deveria ser o contrário. “Foi preciso chamar todo mundo para limpar o colégio para deixá-lo bonito”, conta. Ela acha que esse dinheiro que os políticos gastaram deveria ser utilizado para ajudar a arrumar o colégio em vez de ser jogado no chão. A aluna Gerusa Sena Russo, 14 anos, disse que esses papéis poderiam entupir os bueiros. “E a gente está fazendo um trabalho no colégio para

deixá-lo mais limpo e vêm esses políticos e deixam a sujeira por aí”, diz indignada.

Borba diz que resultado das urnas revela potencial de ala do PT local

Giordano Borba, um dos coordenadores gerais da campanha do Deputado Federal Paulo Pimenta no estado, afirma que o resultado da eleição para deputado Federal em Caçapava do sul revelou o potencial eleitoral das lideranças locais do PT, que não fazem parte do grupo político do Prefeito Zauri Tiaraju. Segundo ele, Paulo Pimenta (PT/ RS) obteve mais de quatro mil votos no município e essa votação pode ser atribuída ao trabalho por ele desenvolvido por meio de recursos colocados no município e pelo seu empenho pela criação da UNIPAMPA. “Mas o que chama atenção é que sua campanha foi coordenada por dois ex-secretários do governo municipal que discordam da linha política de governo adotada pelo prefeito”, diz Giordano, se referindo a Luís Fernando Torres, o Boca (Ex-Secretário Geral) e a ele mesmo, Giordano Borba (exsecretário do Planejamento). Ele

explica que Luís Fernando, que também ocupou a câmara de vereadores, coordenou a campanha de Pimenta no Município e Giordano Borba foi um dos coordenadores gerais da campanha de Pimenta no estado. “Pela avaliação política de lideranças locais, os dois saem fortalecidos do processo eleitoral como lideranças políticas do PT alternativas ao grupo do Prefeito, representando o chamado PT autêntico da cidade”, afirma. Paulo Pimenta foi o deputado mais votado do PT no Rio Grande do Sul, com mais de cento e cinqüenta e três mil votos. Grande parte da sua votação foi obtida nas regiões Central, Campanha e Fronteira. ‘’O povo Caçapavano demonstrou que aprendeu a votar, escolheu quem realmente fez alguma coisa por Caçapava e não votou em pára-quedistas que aparecem de quatro em quatro anos e também não aceitou votar

a cabresto’’ afirma Boca, se referindo ao trabalho desenvolvido por Paulo Pimenta em Caçapava do Sul. Para Giordano Borba, os números da votação de Pimenta revelam o vínculo do parlamentar criado com a comunidade em mais de dez anos de trabalho dedicados ao município “Ficamos muito felizes com a votação e o reconhecimento de Caçapava com o nosso trabalho e só queremos agradecer a todos’’. O Deputado Pimenta foi ouvido ainda na noite da eleição e declarou que a votação em Caçapava foi “surpreendente e gratificante, uma das maiores votações recebidas no estado, isto dignifica nosso trabalho e nos entusiasma para trabalhar mais ainda por Caçapava”. Segundo os coordenadores da campanha de Pimenta, o deputado reeleito pretende vir em breve a Caçapava para agradecer os votos recebidos.

Saiba quais foram os candidatos famosos mais e menos votados Netinho, Tiririca e Wagner Montes estão entre os líderes de voto.Tati Quebra Barraco e Mulher Melão aparecem na lanterna da lista. Com 99,95% dos votos a p u r a d o s p e l o Tr i b u n a l Superior Eleitoral por volta das 2h10 deste domingo (3), vários candidatos famosos já apareciam entre os eleitos, como o deputado estadual Wagner Montes (PDT), que é o deputado estadual mais votado no Rio de Janeiro, e Tiririca (PR), que superou o 1,3 milhão de votos e será o candidato a deputado federal mais votado do Brasil.

MAIS VOTADOS Candidato Netinho Tiririca (eleito) Waguinho Wagner Montes (eleito) Moacyr Franco Danrlei Goleiro (eleito) Marques (eleito) Romário (eleito) Stepan Nercessian (eleito) Marcelinho Carioca Leandro do KLB Popó Kiko do KLB Jean Wyllis (eleito) Renner Miryan Rios (eleita) Bebeto Tetra (eleito) Agnaldo Timóteo Reginaldo Rossi Batoré Vampeta Gaúcho da Fronteira Juca Chaves MENOS VOTADOS Candidato Tati Quebra Barraco Mulher Melão Simony Maguila Mulher Pêra* Andréia Schwartz Dhomini*

Jor nal da Campanha ornal Cartazes pregam o voto nulo em Caçapava

Terça-feira, 5 de outubro de 2010

Cargo Partido Senador PC do B Deputado federal Senador PT do B Deputado estadual Senador PSL Deputado federal Deputado estadual Deputado federal Deputado federal Deputado federal Deputado estadual Deputado Federal Deputado federal Deputado federal Senador Deputado estadual Deputado estadual Deputado federal Deputado estadual Deputado federal Deputado federal Deputado estadual Deputado estadual

Estado SP PR RJ PDT PTB PTB PSB PPS PSB DEM PRB DEM PSOL PP PDT PDT PR PDT PP PTB PTB PR

Nº de votos 7.772.927 (21,14%) SP 1.353.367 (6,35%) 1.295.946 (8,81%) RJ 528.628 (6,38%) SP 411.642 (1,12%) RS 173.787 (3,14%) MG 153.225 (1,67%) RJ 146.859 (1,84%) RJ 84.006 (1,05%) SP 62.395 (0,29%) SP 62.398 (0,29%) BA 60.235 (0,90%) SP 38.069 (0,18%) RJ 13.018 (0,16%) GO 76.410 (1,56%) RJ 22.169 (0,27%) RJ 28.328 (0,34%) SP 25.172 (0,12%) PE 14.934 (0,33%) SP 23.042 (0,11%) SP 15.300 (0,07%) RS 13.667 (0,22% SP 13.217 (0,06%)

Posição 3º 1º 5º 1º 6º 4º 2º 6º 21º 93º 96º 41º 121º 46º 112º 64º 62º 156º 93º 161º 185º 131º 200º

Cargo que disputou Deputado federal Deputada estadual Deputado estadual Deputado estadual Deputado federal Deputado estadual Deputado estadual

Partido PDT PHS PP PTN PTN PRP PR

Estado RJ RJ SP SP SP ES GO

Posição 405º 438º 360 º 372º 1168º 234º 562º

Nº de votos 1.052 (0,01%) 1.631 (0,02%) 6.993 (0,03%) 2.951 (0,01%) 0 476 (0,03%) 0

Caçapava do Sul recebeu uma série de cartazes colados pregando o voto nulo. Assinados por um grupo que se autodenominou Força Anarco Caçapavana (FAC), os cartazes conclamam as pessoas a começar “a mudança que você quer ver no Brasil”. Um deles diz: “Não estamos aqui de brincadeira. Acreditamos naquilo que pregamos! Lute também por o que vale realmente a pena. Não seja mais um conformado marionete do sistema sustentando esses parasitas”. Em outro cartaz do grupo estão

grafadas palavras c o m o : miséria, f o m e , desvio de dinheiro público, s u p e r faturamento, peculato, impunidade, corrupção, má distribuição, desemprego e miséria. No centro do cartaz estão os seguintes dizeres: “Você é o responsável. Não eleja corruptos! Vote direito!”.

Executivo protocola na Câmara a LDO 2011 estimada em mais de R$ 50 milhões Lorenzo Stefani Especial para o Jornal da Campanha

Na tarde desta quinta-feira, dia 30, foi protocolado na Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul pela Secretaria da Fazenda do Município, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que define valores e metas da Administração Municipal para 2011. O Projeto de Lei da LDO foi recebida pelo Diretor Geral da Casa, Eriton Talarico, que deve neste sextafeira, dia 01, fazer a distribuição do projeto para todos os vereadores. A LDO deve entrar em discussão na sessão da Câmara desta segunda-feira, dia 04, mas só será votada após o parecer favorável das Comissões de Constituição e Justiça e Finanças e Orçamento. O Projeto está estimado em mais de R$ 50 milhões, divididos em 10 Secretaria de Governo. As metas contempladas terão que ser executadas no próximo ano. Após a aprovação da LDO pela Câmara, o executivo deve enviar ao Legislativo o Orçamento do Município para o ano que vem. Confira abaixo os valores distribuídos por Secretarias e

setores da Administração: Gabinete do Prefeito R$ 1.013.123,78 Secretaria Geral R$ 342.528,35 Secretaria do Planejamento – R$ 555.529,21 Secretaria de Administração R$ 5.667.828,53 Secretaria da Fazenda – R$ 1.082.561,52 Secretaria de Turismo, Indústria e Comércio R$ 448.011,27 Secretaria de Obras – R$ 4.500.106,33 Secretaria de Educação e Cultura – R$ 15.034.491,89 Secretaria da Saúde – R$ 9.069.488,93 Secretaria de Ação Social – R$ 1.061.215,47 Secretaria de Agropecuária – R$ 938.544,80 Encargos gerais do município – R$ 900.000,00 Reserva de contingência – R$ 49.152,08 Fundo de Aposentadoria e Pensão dos servidores – R$ 5.770.120,38 Fundo de Assistência médica dos servidores – R$ 2.061.773,06 Total da LDO – R$ 50.691.864,41

Três urnas apresentaram problemas em Caçapava do Sul Em Caçapava do Sul três urnas apresentaram problemas no início da votação. Dois equipamentos tiveram os cartões substituídos na Escola Estadual Cônego Ortiz, que reúne o maior número de eleitores no município.

A urna que teve de ser substituída foi da Escola Estadual Santa Barbinha, no interior do município. A troca demorou quase uma hora porque o acesso ao local é difícil devido às más condições das estradas.


Jor nal da Campanha Terça-feira, 5 de outubro de 2010 ornal

Eleições 2010 13

Confira o desempenho dos candidatos em São Gabriel e Caçapava do Sul*

*Na próxima edição o desempenho dos candidatos em Lavras do Sul, Santa Margarida, Santana da Boa Vista e Vila Nova do Sul.


14 Geral

Terça-feira, 5 de outubro de 2010

Jor nal da Campanha ornal

Turistas são resgatados na Pedra do Segredo

Regiane T.K. Dalmazo*

Água – Poderosa Aliada da Beleza

Farmácia Vitalfarma - em Caçapava do Sul e Santana da Boa Vista Farmacêutica responsável: Regiane T. K. Dalmazo.

pedindo por socorro. No mesmo horário as pessoas ligaram para os Bombeiros pedindo socorro. Às 18h20, André Seixas e Césare Cardoso, da ONG ITA foram resgatar os turistas e às 19h30 eles já haviam retornado à base com os turistas a salvo. Os bombeiros foram ao local às 19h15, mas a operação de

resgate organizada pela ONG ITA já estava em curso e eles apenas perguntaram como estava a situação. Segundo André Seixas, esta é a segunda vez que eles realizam uma operação de resgate na Pedra do Segredo. Ele lembra que a visita com guia custa R$ 5, apenas R$2 acima da visita sem guia, que custa R$ 3.

Deputado Marco Maia encaminha o seguinte documento: Nota de esclarecimento Em virtude de matéria publicada no Jornal da Campanha, de Caçapava do Sul, no dia 28 de setembro, na qual vereadores da cidade me acusam de emitir uma declaração falsa esclareço: A matéria em questão distorce os fatos e abandona o foco da sindicância instalada na Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul contra o Vereador Paulo Sérgio: que é averiguar as circunstâncias em que este encontrava-se em agenda na Região Metropolitana. A matéria parte para o ataque gratuito e desmedido contra a minha pessoa, afirmando que teríamos usado um subterfúgio no documento repassado ao vereador. Recebo várias lideranças todos os dias em meu gabinete, em Canoas, assim como em Brasília. No dia em questão, 2 de julho, estive no escritório em Canoas, recebi o vereador e depois fui para as demais agendas do dia na região do Vale do Rio Pardo. Sou parceiro da cidade de Caçapava do Sul, tenho conseguido um volume de recursos e projetos que beneficiam a comunidade e a população mais carente da cidade. Vou continuar nesta caminhada, mesmo que existam lideranças contrariadas em seus interesses particulares. Agradeço o grande apoio de todos moradores de Caçapava do Sul na certeza de que, acima das divergências políticas e das disputas locais, prevaleça a verdade e o interesse coletivo. Deputado Federal Marco Maia - PT/RS

Nota do editor (Cléber Ismério): É importante deixar claro que não há perseguição e nem interesses pessoais na questão. Nossa equipe de reportagem recebeu a informação de que o Vereador Paulo Pereira havia sofrido um acidente depois de participar de um encontro na cidade de Canoas. Em entrevista o vereador informou que encontrou com o Deputado Federal Marco Maia, no escritório de Canoas, às 16h30 do dia 2 de julho. Pois com um pequeno esforço de reportagem constatamos que o referido deputado estava cumprindo uma agenda no Vale do Rio Pardo. Como o próprio Deputado e a sua assessoria atestaram ele chegou na região por volta das 15h. Questionamos a assessoria do Deputado Federal (reeleito com 122.132 votos no Rio Grande do Sul destes 1.040 em Caçapava do Sul) sobre o horário que ele encontrou com o parlamentar de Caçapva do Sul. Pois a resposta que recebemos foi a seguinte: “Boa Tarde! São diversas agendas e não teria como especificar o horário. Att. Adriana Rodrigues”. Ficamos preocupados quando um parlamentar apontado como um dos 100 mais influentes do país não consegue informar o horário que cumpre a agenda com um vereador de um município que tem um prefeito eleito com o apoio do deputado. Informamos a população e ao senhor deputado que continuaremos verificando as informações. Não podemos esquecer que nessa viagem foi utilizado um veículo que pertence ao município e adquirido com função específica. A função do Jornal da Campanha é servir a comunidade. É isto que fazemos e continuaremos fazendo. Não importa que tenhamos que checar informações de vereadores, prefeitos, deputados ou presidente de República. Relatório de ocorrências atendidas pela Brigada Militar Furto simples - Na manhã de estabelecimento comercial - Na mercadorias e dinheiro. qualificado em segunda-feira (27/09), a guarnição madrugada de quarta-feira (29/09), Furto da Brigada Militar, fez contato com a guarnição da Brigada Militar residência - Na tarde de quartaa Sra. I.G.S.L. que relatou deixar sua registrou ocorrência de furto feira (29/09), a guarnição da Brigada bicicleta Caloi, rosa em frente a loja qualificado no Bar Esquinão. Militar, registrou ocorrência de furto da Claro e quando retornou par Conforme o proprietário Sr. P.V.S.da qualificado na residência do Sr. V. pega-la a mesma não estava mais R. foi furtado 08 pacotes de cigarro, de A. da S. Conforme relato do 12 garrafas de cerveja. Na manhã mesmo ao chegar em casa constatou no local. Ameaça - Na noite de segunda-feira de quarta-feira (29/09), registrou que a porta dos fundos estava aberta (27/09), a guarnição da Brigada ocorrência de furto no e a casa toda revirada. Foram Minuano furtados 02 botijões de gás, jóias, Militar, fez contato com o Sr. C. G. estabelecimento M. R. que teve sua residência conforme o proprietário o Sr. T. ao 01cabo de internet, 01 torradeira e danificada e foi ameaçado na frente chegar ao estabelecimento gêneros alimentícios. Teresa Cristina L. dos Santos – Sd constatou que o teto estava de seu filho pelo Sr. G. S. da S. Comunicação Social Furto qualificado em danificado e que foi furtado

A pedido

No verão, o corpo fica em evidência e a preocupação com a beleza se acentua. Mas o que muita gente não sabe, é que a grande aliada da beleza e saúde do corpo está mais perto do que se imagina - a água. Especialistas em nutrição afirmam que os brasileiros não tem o bom hábito de consumir tanta água quanto o organismo necessita. Mesmo com o nosso clima tropical, em média, são ingeridos menos de um litro de água por dia – o que é considerado muito pouco, já que o recomendável é, no mínimo, dois litros. Eles defendem a idéia de que tudo depende do hábito; e aconselham que se dose a água em garrafas de meio litro, para ingerir gradativamente ao longo do dia – 4 garrafas. Em pouco tempo, o organismo vai “reclamar” essa quantidade e a ingestão passará a ser natural. A água é fundamental para manter a hidratação do corpo e do organismo, melhorando o funcionamento dos órgãos, que dependem da saúde das células. Um dos benefícios principais, é que a água auxilia no bom funcionamento dos intestinos e ajuda a combater a celulite. Nosso organismo depende dela para praticamente todas as funções. Sem a água, não sobreviveríamos. Tomar água antes das refeições ajuda a manter a sensação de saciedade e ainda auxilia no processo de digestão. O líquido tão comum – mas precioso – também diminui a absorção de moléculas de gordura pelo intestino e ainda melhora a prisão de ventre – motivo comum das barriguinhas salientes. Ela é ainda responsável pela “limpeza do organismo”, permitindo que os rins trabalhem melhor e eliminem as toxinas. A ingestão de pouca água acaba tornado escassa a matériaprima para o rim que, impossibilitado de tirar água do organismo para filtrar as toxinas e os sais minerais, aumenta o risco de formar cálculos renais e ainda retém a uréia. Viu só? É possível melhorar nossa qualidade de vida apenas ingerindo o líquido mais comum e indispensável ao ser vivo – a água. Pense nisso. Seu organismo vai sentir a diferença. A Farmácia Vitalfarma também oferece uma “ajudinha extra” para garantir a manutenção de sua saúde. Os suplementos nutricionais Vitalfarma podem atuar aprimorando o funcionamento do seu organismo, seja para perca de peso, eliminação de gorduras, funcionamento do intestino, e o que mais você precisar. Os mais variados ativos vão trabalhar exatamente onde seu organismo necessita, equilibrando as funções vitais e melhorando sua saúde. Consulte seu médico e informe-se sobre o tratamento alternativo com fitoterápicos. Estes medicamentos vem recebendo cada vez mais a atenção farmacêutica, por agirem com eficácia e sem os indesejáveis efeitos colaterais dos medicamentos éticos. Claro que a orientação do profissional de saúde é fundamental. E você ainda tem a vantagem de comprar, à vista, com desconto toda terça e quintafeira. Venha conferir! Alimente-se bem, durma bem... Viva bem com a Farmácia Vitalfarma. Em Caçapava do Sul e Santana da Boa Vista. Farmacêutica responsável Rejiane. T. K. Dalmazo. Competência e responsabilidade com a sua saúde.

Quatro turistas foram resgatados na Pedra do Segredo por integrantes da Ong Interação de Trabalhos Ambientais (ITA), que é a responsável pela administração do local. Os turistas fizeram a opção de visita da Pedra do Segredo sem guia, mas por volta das 18h eles ficaram perdidos e começaram a gritar


Jor nal da Campanha Terça-feira, 5 de outubro de 2010 ornal

15

VASCONCELOS IMÓVEIS Creci 15.407 / 32.820 Rua Benjamin Constant, 735. (55) 3281-2438

Venda Se você quiser fazer um financiamento ou um consórcio imobiliário e não tem tempo de ir até a Caixa e não quer enfrentar fila, venha até a Vasconcelos Imóveis. Vasconcelos Imóveis é Correspondente Caixa. Você não precisa ir até a Caixa para saber o que ela tem para você. Encaminhamos financiamentos de imóveis, consórcios imobiliários, abertura de contas e outros serviços. Prestamos esses serviços gratuitos e não geram custos para os clientes. Estamos a sua disposição para esclarecer todas as duvidas e encaminhar um financiamento, flexibilizando datas e horários para você. Venha fazer um simulado e tirar suas duvidas conosco ou faça um simulado em nosso site www.imobiliariavasconcelosrs.com.br.

Apartamento-R. Benjamim Constant, diagonal a Sicredi, no centro da cidade , c/7 salas e banheiro. Confira Prédio Comercial - Av. Cel.Coriolano Castro, B. Central, terreno c/994m², c/ 3 residências. R$ 170.000,00. Casa - R. General Neto, B. Central, c/72m², c/ 3dormitórios, sala, cozinha, área de serviço, banheiro e garagem. R$ 135.000,00. Casa - R. General Neto, B. Central, c/117m², terreno c/ 173m², c/2 dormitórios (1 suíte), sala, lareira, cozinha, banheiro social, lavanderia, dependência de empregada c/banheiro, área c/ churrasqueira, garagem e pátio. R$ 130.000,00.

Confira algumas ofertas de imóveis:

IMÓVEIS PARA LOCAÇÃO L O C A Ç Õ E S COMERCIAIS 1- SALAS COMERCIAIS – (duas) – esq. das ruas Gal. Osório e Cel. Coriolano Castro. VALOR - A COMBINAR . 2- SALA COMERCIAL – Rua XV de Novembro, medindo 36,84m². VALOR – R$ 350,00. 3 - SALA COMERCIAL – Avenida Pinheiro Machado. VALOR – R$ 350,00. 4- SALAS COMERCIAIS – Rua XV de Novembro, acima da Galeria Oberto. VALOR – A COMBINAR

Casa Apta a Financiamento - R. Aristides de Macedo, B. Central,c/138m², terreno c/ 188m², c/3 dormitórios (01 suíte), varanda, sala c/ lareira, cozinha, banheiro social, garagem p/2 carros c/portão eletrônico, ,jardim na frente, pátio murado c/ piso e churrasqueira. Toda casa c/ pintura nova. Impecável. R$ 129.000,00. Casa - R. Sete de Setembro esquina R. Baltazar de Bem, B. Central, c/139m², c/5 dormitórios, sala, cozinha, 2 banheiros, varanda e garagem p/2 carros. R$ 110.000,00. Casa - R. Rua Mario Medeiros esquina com as Ruas Piauí e Av. Waldemar Seixas, B. São Judas Tadeu, c/ 159m², terreno c/252m², c/2 casas. 1ª Casa: 3 dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e

7- SALA COMERCIAL – Rua XV de Novembro, própria para loja, com vitrine. R$ 1.650,00

garagem com churrasqueira. 2ª Casa: 2 dormitórios, sala, cozinha, banheiro e área de serviço. Possui no fundo porão c/ 3 peças e banheiro. Cada imóvel com pátio independente. R$ 65.000,00.

Terreno/venda Terreno - Av. Presidente Kennedy, c/ 1.274m² , asfaltado, luz e água na frente, ponto comercial e plano. R$ 80.000,00. Terreno - Diversos terrenos localizados R. Arcos Íris, B. Henriques, água e luz próximo. R$ 5.000,00/ cada.

Rural

Rural - 23ha em Pontas do Santa Bárbara, c/peça de alvenaria, cercas boas, sanga, campo de coxilha, parte c/mato nativo. R$ 2.000,00/ha. CONFIRA OUTRAS OFERTAS NA VASCONCELOS IMÓVEIS Estamos a sua espera. Nossos horários de atendimento: 8h30 às 12h/ 13h30 às 18h15 Sábados: 8h30 às 12h00

Vasconcelos Imóveis

Rural - 11.420m² localizada ao lado da Unipampa, semi plano, terra c/planagem, frente p/estrada c/60 m² e terra macia. R$ Valor a Combinar.

há 14 anos em Caçapava do Sul ajudando você a fazer bons negócios

Anuncie até 10 palavras por R$ 5,00 a edição. Ligue: (55) 3281 3247 Vende-se chácara 3 hectares, casa c/ 5 peças, galpão, açude, e demais

L O C A Ç Õ E S RESIDENCIAIS 1- APARTAMENTO – Sala de estar, sala de jantar com lareira, suíte, dois dormitórios, banheiro social, cozinha, lavanderia e abrigo para carro. Rua Borges de Medeiros. VALOR – R$ 650,00 2- APARTAMENTO – Sala de estar com varanda e sacada, dois dormitórios, suíte, banheiro social, copa/ cozinha, varanda, escritório, área de serviços e despensa. Rua XV de Novembro. VALOR – R$ 650,00

5- SALA COMERCIAL – Rua 7 de Setembro, própria para loja, com vitrine. R$ 850,00

3- APARTAMENTO – Sala de estar, dormitório com sacada, cozinha, banheiro e área de serviços. Rua Gal. Osório. VALOR – R$ 310,00

6- SALA COMERCIALRua Gal. Osório, esquina Rua Benjamin Constant, própria para escritório e ou consultório. R$ 400,00

4- APARTAMENTO – Sala de estar com lareira, dormitório, cozinha, banheiro, escritório e área de serviços. Rua Julio de Castilhos.

benfeitorias. Rincão dos Seixas. Aceita-se carro. Contato: (55) 9191 0293/9164 0260 Vende-se bercinho para viagem Em perfeito estado e serve como trocador, chiqueirinho e berço.

VALOR – R$ 350,00 5- APARTAMENTO – Sala de estar e jantar com lareira e sacada, suíte, dormitório com sacada, banheiro social, cozinha, área de serviços, garagem, interfone; prédio com salão de festas e elevador. Rua Tiradentes. VALOR – R$ 850,00 6- APARTAMENTO – Sala de estar com lareira, dormitório, cozinha, banheiro, área de serviços, box garagem e terraço. Rua Lúcio Jaime. VALOR – R$ 250,00.

2- Avenida Presidente Kennedy, medindo 15,21m x 76,33m, totalizando área de 1.160m². VALOR – R$ 55.000,00 3- Estrada do CRES, medindo 26,17m x 207,29m, totalizando área de 5.424,77m². VALOR – R$ 70.000,00 4- Rua Riachuelo Medindo frente 20,63 com a, 64,16 metros frente a fundos por um lado e 64,00 por outro lado e 25,00 metros de frente com a Rua Cel. Romão. VALOR – R$80.000,00

TERRENOS À VENDA 1- Avenida Presidente Kennedy, medindo 12,50m x 60,00m, totalizando 750,00m². VALOR – R$ 75.000,00

5- Avenida Santos Dumont, medindo 13,00 m x 29,00 metros. VALOR – R$ 8.900,00

Contato: (55) 96514114


16

Terça-feira, 5 de outubro de 2010

Jor nal da Campanha ornal

Carro-conceito Dezir é a visão da Renault para transformar desejo em realidade

O carro-conceito Renault DeZir reafirma o compromisso da marca com o desenvolvimento de modelos cujo desenho externo e interno sejam inspirados em três palavras-chave: “simples”, “sensual”, “caloroso”. Dep. de Relação com a Imprensa Especial para o Jornal da Campanha

Com linhas sensuais e sua cor vermelho vivo, o DeZir traduz a paixão pelo automóvel. Equipado com um motor elétrico, este cupê esportivo combina respeito ao meio ambiente com elegância automobilística. Com a orientação de Laurens van den Acker e guiada pela nova assinatura da Marca – “Mude a Direção” –, a equipe de Design se inspirou nos conceitos da identidade da marca Renault (Próxima, Confiável e Calorosa) para criar um design mais emocional. Atrás do “objeto de desejo”, um carro elétrico Enquanto o Z de seu nome é uma referência direta à assinatura Z.E. (Zero Emission), elementos de estilo conferem a ele tecnicidade e leveza, atributos naturais do automóvel elétrico. Para dar ritmo ao conjunto, sua superfície fluida e lisa contrasta com detalhes confeccionados em material áspero, como os painéis laterais em alumínio, a parte superior do teto e as “pálpebras” dos faróis dianteiros. A frente do Renault DeZir é atravessada por uma entrada de ar desenhada ao redor de um losango ampliado e verticalizado, para indicar com orgulho o seu DNA Renault. O tratamento escuro da grade da entrada de ar destaca o losango através de um contraste, conferindo a ele ainda mais visibilidade. Os faróis são concebidos sob a forma de prismas retroiluminados,

proporcionando um visual bastante gráfico. O desenho dessa frente nos dá pistas sobre a nova identidade dos futuros carros da Renault. As lanternas traseiras tomam a forma de uma faixa luminosa suspensa sobre toda a largura do carro. Realçado pela retroiluminação da grade traseira, o logo da Renault parece flutuar no meio dessa superfície. O design interno tem um ar de leveza. Suas formas são suaves e leves. A cor dominante é o branco, pontuada do mesmo vermelho paixão encontrado do lado de fora. Os materiais são preciosos, como os sentimentos que o inspiram: couro branco para os bancos, o painel e o piso, laca vermelha para o console e os acessórios. Os assentos formam um verdadeiro casulo. O banco é montado a partir de uma superposição de elementos em couro branco, em capitonê do lado do passageiro e liso do lado do motorista, como se quisesse traduzir

o movimento de atração de um pelo outro. Inspirado na ideia do encontro amoroso, o design interno brinca com a associação de “oposições”: O posto de condução do tipo cockpit contrasta com a leveza do painel e com o espírito de “sala íntima” do banco, em couro branco. O banco branco é suspenso sobre um fundo luminoso avermelhado, que simboliza a paixão. Essa iluminação é ritmada por pulsações regulares,

que remetem aos batimentos do coração. O painel de instrumentos destaca visualmente as sensações de pilotagem, através da visualização gráfica das informações colhidas através do acelerômetro e dos sensores de velocidade. A tela central é tátil e integra uma navegação inteligente, que sincroniza os dados do trajeto com a agenda do motorista, para sugerir uma otimização dos compromissos com os percursos. Um software integrado no painel de instrumentos informa o motorista sobre suas performances dinâmicas

de gestão da energia, através de uma interface lúdica e uma visualização gráfica semelhante aos de videogames. Uma “beldade” elétrica O Renault DeZir é motivo por um motor elétrico localizado em posição central traseira, conferindo um equilíbrio ideal às massas. Com uma capacidade de 24 kWh, a bateria de íon lítio fica localizada em posição vertical, atrás do banco. Ela permite uma autonomia de 160 km. Ainda que a base do motor seja a mesma dos veículos elétricos produzidos em série, uma evolução permite atingir uma potência de 110 kW (150 cv) e um torque de 226 Nm. Com o objetivo de melhorar a autonomia e as performances dinâmicas, as equipes técnicas do Design da Renault trabalharam na redução do peso do veículo. Assim, a estrutura da carroceria do DeZir é feita de Kevlar® e o chassi tubular em aço é do mesmo tipo que o do Mégane Trophy. O Renault DeZir dispõe igualmente de elementos de suspensão do Mégane Trophy – com triângulos duplos –

proporcionando alto nível de precisão na condução. A aerodinâmica também recebeu cuidados, com uma estrutura inferior da carroceria carenada e a adoção de um difusor na traseira. Desse modo, o coeficiente de resistência aerodinâmica (Cx) obtido é de 0,25. Isso permite apresentar performances bastante interessantes, como acelerar de 0 a 50 km/h em apenas 2 segundos. O reaproveitamento da energia da frenagem também faz parte do carro-conceito DeZir, com um dispositivo baseado no funcionamento do KERS (Sistema de Regeneração da Energia Cinética), utilizado na Fórmula 1. Durante a desaceleração, a energia cinética é retida e armazenada na bateria. Através de um comando no volante do Renault DeZir, o motorista pode proporcionar um complemento pontual de potência, da mesma forma que um KERS utilizado na Fórmula 1. O DeZir foi desenvolvido em parceria com o G. Studio (carroceria), DuPont (estrutura da carroceria em Kevlar®), Michelin (pneus) e o IRCAM – Instituto de Pesquisa e Coordenação de Música e Acústica (som). Características técnicas do Renault DeZir. Rodas (polegadas) 21 Comprimento (mm) 4.225 Largura (mm) 1.968 Altura (mm) 1.163 Largura com portas abertas (mm)2.682 Distância do solo com carga (mm)110 Distância entre eixos (mm) 2.582 Bitola dianteira (mm) 1.600 Bitola traseira (mm) 1.705 Massa do veículo vazio (kg) 830 Pneus245/35 R 21 Motor Elétrico Tipo de bateria Íon lítio Autonomia (km) 160 Chassi Tubular em aço Aerodinâmica SCx 0,25 Velocidade máxima (km/h) 180 Aceleração de 0 a 100 km/h em 5s Aceleração de 0 a 50 km/h em 2s


Jor nal da Campanha Terรงa-feira, 5 de outubro de 2010 ornal

Guia de Compras 17


18

Torneio de Bocha Trio no Clube União

Está sendo realizado no Clube Pampa e Querência, CTG equipes estão distribuídas em União Caçapavana de segunda a Familia Nativista, CTG Sentinela duas chaves de cinco e sexta, o Torneio de Bocha Trio, dos Cerros e Clube União. classificam-se os dois primeiros organizado pelo Departamento As partidas são disputadas a de chave para as semifinais. de Esportes da entidade, partir das 19h e 30 min, uma por Confira a ordem dos jogos da envolvendo as entidades do CTG noite, na cancha da entidade. As primeira fase: Chave “A”: Chave “B”: 1- Querência 1 – CTG Pampa e Querência 1- Querência 2 – CTG Pampa e Querência 2- Pica Pau – CTG Pampa e Querência 2- Unidos do Pampa – CTG Pampa e Querência 3- Sentinela A – CTG Sentinela Cerros 3- Sentinela B – CTG Sentinela dos Cerros 4- Pioneiros – CTG Familia Nativista 4- União – Clube União Caçapavana 5- Independente – CTG Familia Nativista 5- Unidos – CTG Familia Nativista Jogo 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

Jor nal da Campanha ornal

Terça-feira, 5 de outubro de 2010

Data 05/10 – Terça 06/10 – Quarta 07/10 – Quinta 08/10 – Sexta 13/10 – Quarta 14/10 – Quinta 15/10 – Sexta 18/10 – Segunda 19/10 – Terça 20/10 – Quarta 21/10 – Quinta 22/10 – Sexta 26/10 –Terça 27/10 – Quarta 28/10 - Quinta

Horário 19h 30min 19h 30min 19h 30min 19h 30min 19h 30min 19h 30min 19h 30min 19h 30min 19h 30min 19h 30min 19h 30min 19h 30min 19h 30min 19h 30min 19h 30min

Chave A B A B A B A B A B A B A B A

Equipes Querência 1 x Unidos x Pica Pau x União x Independente x Unidos x Pioneiros x Sentinela B x Sentinela A x União x Independente x Unidos do Pampa x Pica Pau x Sentinela B x Sentinela A x

Pioneiros Sentinela B Sentinela A Unidos do Pampa Querência 1 Querência 2 Pica Pau Querência 2 Querência 1 Unidos Sentinela A Unidos Independente União Pioneiros

São Gabriel: Juliana Chaves ficou em 2º lugar no Jergs A Escola Municipal João Goulart, que tem tido sucesso nos Jogos Escolares do Rio Grande do Sul - JERGS 2010, se destacou mais uma vez, a aluna da Escola, Juliana Chaves, ficou em 2º lugar na Final Estadual dos Jogos Escolares do Rio Grande do Sul - Jergs, na modalidade de atletismo, categoria Infantil Feminino, prova de 250m rasos. Ela ainda conquistou a 4ª colocação na prova dos 75 metros da competição, realizada em PoA.

A competição que teve seu início no mês de junho com a Fase Municipal, passando pela Fase de Coordenadoria em Julho, Fase Regional em Agosto e culminou com a Grande Final Estadual, onde reuniram-se os oito melhores atletas em cada prova. A pista de atletismo do SESC na Capital do Estado teve a participação de mais de 300 alunos, considerados promessas para o atletismo Estadual e Nacional.

Os Limites do Esporte

Na Mira dos Esportes • Cross Country – no próximo dia 10 de outubro, será realizada a 9ª etapa do Campeonato Zona Sul de Cross Country na Pista do Alto da Meia Légua, em Caçpava do Sul. São esperados aproximadamente 80 pilotos de toda a região, distribuídos em 5 categorias ( estreante”A”, estreante”B”, máster nacional, nacional e força livre). A competição esta chegando ao final e a disputa pelas primeiras colocações está forte em 4 categorias, na categoria estreante “A” o piloto Fabiano Freitas "Urso" de Santana da Boa Vista, é o 1º Campeão em 2010 com duas provas de Antecipação.

• Atenção torcida colorada em Novembro a taça do Bi da América em Caçapava – segundo o cônsul colorado Manuel Oliveira no dia 30 de novembro será realizado um jantar em comemoração ao Bi Campeonato da América e na ocasião estará presente a Taça da competição e mais algumas novidades que serão divulgadas nos próximos dias.

Caçapavanos participaram da Final Estadual de Atletismo

Darlei Comin Especial para o Jornal da Campanha

A discussão sobre até que ponto o esporte traz benefícios para o ser humano volta a ser discutido pelos meios de comunicação, isso porque as lesões entre os atletas profissionais vêm aumentando. Para começar a debater alguns pontos, faz-se necessário a separação entre esporte de rendimento e esporte visando à saúde. O esporte que tem como objetivo uma melhor qualidade de vida é aquele orientado, onde não há um esforço máximo e muito menos uma sobrecarga no exercício realizado. Mesmo as pessoas que realizam atividades visando o prazer e, principalmente os esportistas de finais de semana, devem passar por uma avaliação para ter conhecimento de suas condições físicas. O esporte de alto nível ocasiona lesões que prejudicam o ser humano para o resto da sua vida. Atualmente o esporte competitivo vem exigindo níveis mais elevados na preparação física e no esforço máximo dos atletas, mas até que ponto isso é favorável ou prejudicial? Médicos citam que crianças com 11, 12 anos que são ligadas ao rendimento já possuem problemas no joelho devido à fase de crescimento que se encontram. Exemplos de lesões e limitações não faltam: O Nadador Australiano Yan Thorpe, campeão olímpico, se aposentou aos 24 anos porque as lesões não o deixavam mais treinar. O jogador de futebol Ronaldo já passou por 8 cirurgias. Jogadores de voleibol acumulam problemas crônicos, tanto no ombro quanto no tornozelo devido ao esforço repetitivo. A vida no esporte de alto nível de um atleta é cada vez mais curta, pois o mesmo passa por momentos de sobrecarga no treinamento e está sempre buscando superar seus limites. No futebol, por exemplo, um jogador aos 30 anos já está sendo considerado velho, pois não consegue acompanhar fisicamente os atletas mais novos. Nos esportes coletivos como o futebol e o voleibol há a possibilidade de se afastar por um período para tratamento e recuperação de lesão e alguém irá ficar no seu lugar na equipe, já em esportes individuais, esse tempo acaba sendo menor porque não há um substituto que vai correr, nadar ou jogar tênis pelo atleta lesionado. Mesmo levando em conta que o sonho de se tornar um campeão motiva a pessoa a superar a dor, devemos refletir, qual a responsabilidade dos pais e dos profissionais e do próprio atleta na sua relação com a lesão?

Delegação de Caçapava do Sul.

Foi realizada no último dia 30 de setembro, em Porto Alegre, as provas da Final Estadual de Atletismo, válidas pelos Jogos Escolares do Rio

Equipe revezamento 4x100m

Grande do Sul – JERGS. Caçapava esteve representada por uma delegação de 16 alunos, de 4 escolas e 5 professores de Educação Física das respectivas

Prova Categoria 600m rasos Mirim Feminino 4X50m rasos Mirim Masculino

Escola ETERRG Eliana

Col. 3º 3º

250m rasos Infantil Masculino ArremessoPesoInfantil Feminino 100m rasos Juvenil Feminino 200m rasos Juvenil Feminino 400m rasos Juvenil Feminino 800m rasos Juvenil Feminino 4X100m rasos Juvenil Feminino

ETERRG Assunção ETERRG ETERRG Cônego Cônego ETERRG

6º 6º 4º 3º 3º 8º 3º

representantes. Estes alunos para se classificarem para a final venceram as fases Municipal, de Coordenadoria e Regional do JERGS. A grande reclamação dos participantes da competição Aluno(a) foi as condições que a pista Carla Gomes Matheus - Idalino apresentava, era uma pista de Gustavo - Dierri carvão, com poucas condições Isaker de Lima para disputa de uma final Bruna Seixas Estadual de JERGS. Licimar Santos Confira a classificação e os Licimar Santos Paola Saraiva representantes de nossa Andréia Perdomo cidade, no Sesc em Porto Andriele - Daniele Alegre na tabela ao lado. Jessica - Licimar


Jor nal da Campanha Terça-feira, 5 de outubro de 2010 ornal

19

“O Anderson não representa mais apenas a ETERRG, mas Caçapava” A afirmação partiu do diretor da ETERRG, Sílvio Edmilson Tolfo Tondo. “É a maior satisfação ter um ex-aluno da escola com esse título, porque isso transcendeu o nome da escola”, comenta. “Nós lutamos por isso, mas ele lutou muito mais”, conta. Ele diz que foi o caráter dele que permitiu que ele crescesse. “Quando chegava o inverno e a gente ia treinar, o pessoal tirava sarro, dizendo que eu estava perdendo tempo treinando ele. Eu dizia para não dar bola para essas coisas porque no fundo eles queriam estar no lugar dele. “Assim que os resultados começaram a aparecer, as pessoas começaram

a incentivar”, conta. Tondo conta que o início foi duro e que às vezes até dava uma oscilada. “Quando você olhava o tempo dele e não queria acreditar que o tempo estava bom, eu forçava e forçava a ponto de chegar no outro dia cansado”, conta. “Até os profissionais dão uma oscilada e nós tremíamos também com as nossas dúvidas”, revela. Entre as questões que o afligiam estava se eles conseguiriam fazer com que o Anderson conquistasse os resultados que ele estava esperando. “Quantas vezes eu me perguntei isso?”, revela. Ele diz que mesmo diante de tantas

dúvidas na cabeça, apostou em não desistir. “Aí no outro dia ele baixava o tempo dele em um segundo”, conta o diretor. “Eu torço do fundo de meu coração que ele consiga colher os frutos desse trabalho”, diz Tondo. “A experiência de vida dele vai ser muito maior do que a minha, muito maior que a do professor Paulo”, conta. Ele diz que esse intercâmbio com atletas e técnicos da elite do esporte nacional e até internacional vai proporcionar uma experiência muito maior do que a que ele teve. “Quando ele chegar à minha idade ele vai ter um conhecimento dez vezes maior que o meu”, prevê o diretor.

Premiações da ETERRG nas últimas edições do JESCA.

“Fui três vezes à casa dele para convencê-lo a treinar conosco” O professor Paulo Roberto de Oliveira Benites procurava um atleta para compor a equipe de revezamento 4x100 m quando soube por seu colega Valter de que havia um garoto que tinha muito potencial. Ele se referia a Anderson Henriques, que se tornou campeão brasileiro no último dia 26. “É gratificante saber que o Anderson estava aqui como aluno no ano passado e hoje é campeão brasileiro”, diz Benites. Para que ele passasse a treinar, Benites teve de ir três vezes para a casa de Anderson. “Primeiro fui falar com o pai dele, que foi meu colega de escola. Depois fui falar com o

Paulo Roberto, Anderson e Silvio

próprio Anderson e na terceira vez fui convencer a mãe dele”, relembra. Na época ele brincou que o cavalo não passaria encilhado duas vezes. “Mas eu disse aquilo só de brincadeira, pois eu nunca imaginei que o

“Eu estou triste, mas fiquei bem feliz”

A frase é da mãe de Anderson Henriques, Ida Narcisa Freitas Henriques, que demonstra a contradição de estar triste pelo fato do filho estar morando longe de Caçapava do Sul, mas ao mesmo tempo está feliz pelo fato do filho ter se tornado campeão brasileiro. “Fiquei contente e orgulhosa dele, então os títulos compensam um pouco a ausência dele”, conta. Ida se tornou uma fã de carteirinha, guardando todos os recortes de jornal. Ela revela que tem todas as medalhas dele guardadas e deixa tudo separado e bem guardado. Ida diz que hoje mata a saudade do filho pelo telefone. “Eu falo com ele em um dia e no outro já estou ligando novamente”, conta. Ela diz

Anderson chegaria Ele conta que onde está hoje”, os apoios decisiconta. vos para o desenvolvimento do Ele diz que Anderson sempre foi atleta foi das Lojas Obino, referência tanto em comportamento como Casa do Esporte, em disciplina, incluFarmácias Nicola Associadas e o sive disciplina tática. “O Anderson corria apoio da Academia Kainágua, de 3,5 mil a 4 mil metros três vezes por Aluno no Jesca 2007 que disponibisemana. A partir do lizou a academia condicionamento orgânico foi para que ele fizesse esse feito o condicionamento condicionamento físico. “A elástico, sincronizando os partir daí ele passou a colher movimentos dos braços e das bons desempenhos”, revela. Ele pernas para depois realizar o diz que também foi feito um trabalho no bloco de partida e trabalho com a cinta elástica, de arranque. que é o que dá força e

velocidade. Ele conta que a maior dificuldade do atleta eram nos últimos 20 m. “Ele se desconcentrava e a passada saía do padrão, mas a partir do momento em que ele se concentrou no movimento orgânico, deslanchou”, conta. Benites elogia o movimento de braço do atleta e sua pisada. “A gente chamava ele de Pantera porque a pisada dele era bonita, não se ouvia o barulho, pois ele absorvia todo o impacto e isso servia como uma alavanca para o impulso. “Ele é um atleta nato que a gente descobriu e foi lapidado em Porto Alegre”, conta.

“Eu achava que era só um hobby”

que muitas vezes só O pai de liga para escutar a voz Anderson do filho. “Por mim eu Henriques, ligava todos os dias, José Éder mas ele que fala para O s ó r i o eu não ligar a toda Henriques, hora”, conta. Ela diz revela que no que coração de mãe começo não fica preocupado com dava muita a saúde do filho, pois bola para o quando estava em casa fato de fazia um chá e oferecia Anderson uma “alimentação participar de melhorzinha”. provas de Pais do campeão brasileiro. Ela diz que espera atletismo. ver o seu filho realizado nas “Achava que era só um hobby, um Olimpíadas . “Eu não imaginava esporte que não dava muito futuro, que ele podia chegar tão longe, porque no fundo eu queria que ele agora ele é um campeão brasileiro”, fosse para o futebol”, comenta. “O conta. “É um sonho realizado!”, se destino está traçando outro caminho orgulha a mãe do atleta. para ele, então a gente tem que

Afonsinho, Adair e Ernesto

deixar ele correr”, conta José. Ele diz que o filho se aventurou a praticar outro esporte: o skate. Ele conta que assim que começou a correr, desistiu do skate e foi orientado pelos professores a não praticá-lo por causa das lesões. José revela que a mãe do atleta sofreu muito depois que Anderson se mudou para Porto Alegre, mas que agora assimilou o baque. “Filho a gente cria para o mundo, então a gente tem que deixar seguir a carreira dele”, conforma-se José. Ele diz que está muito contente com a conquista do filho e está torcendo para que muitos outros sigam este mesmo caminho. Ele diz que muitas vezes viu o seu filho cansado, mas dizia para que ele seguisse em frente. Um

momento crucial foi quando foram à Santa Cruz fazer um teste com o técnico Jorge Peçanha, um dos melhores do Brasil, e perguntou se ele tinha potencial. Ele conta que Peçanha elogiou o biotipo do atleta e afirmou que ele tinha tudo para ser um campeão. Durante a entrevista José veio às lágrimas. “Me sinto emocionado, pois eu não acreditava que ele ia fazer todo esse sucesso, mas Graças a Deus ele conseguiu”, conta. “É muito bonito ver um filho crescer, pois às vezes a gente teve de puxar as rédeas dele, mas sempre fiz isso porque quis puxar ele para o caminho certo”, conta. Ele diz que se não tiver pulso firme a pessoa pode se estragar, pois a pessoa tem que ser honesta e trabalhadora.


20

Terça-feira, 5 de outubro de 2010

Jor nal da Campanha ornal

Terça-feira, 5 de outubro de 2010

Caçapava do Sul recebe Anderson Henriques com carreata O atleta conquistou o campeonato brasileiro interclubes de atletismo na prova dos 400 m rasos no Rio de Janeiro. disputar competições era convidado para ir à emprestada do Colégio. A Unisc e à Sogipa. “Optei O atleta Anderson Henriques segunda sapatilha foi adquirida pela Sogipa e estou até (Sogipa) foi recebido com uma por seu tio Gaspar, que a hoje lá”, conta. carreata na sexta-feira (dia 1) em Pouca comprou homenagem à sua conquista da g e n t e em Porto primeira colocação na prova dos sabe, mas Alegre e a 400 m rasos no Campeonato os Jogos deu de Brasileiro Caixa Inter-clubes Olímpicos presente. Atletas da Sogipa em Porto Alegre. Juvenil, no Rio de Janeiro, d a Mas no obtido com o tempo de 47s29, antiguidade, que nobres do atletismo. A primeiro seguido por Anderson Machado, eram disputados esperança é que ele possa campeonato que marcou 47s68 e por Daniel na Grécia, defender o Brasil na Olimpíada. juvenil que Duarte, com 48s64. É a primeira começaram com “A gente treina para isso, mas disputou a vez que um caçapavano chega uma única ainda está um pouco longe”, sapatilha já ao lugar mais alto de um pódio corrida com afirma. Ele diz que ainda não e s t a v a Prova no troféu Brasil adulto. em uma competição desse nível, abrindo e assim que cerca de 192 metros em 776 conversou com o seu treinador, constando no ranking da chegou à Sogipa, um a.C. Em 724 a C. CBAT.Anderson diz que tem diretor de uma introduziu-se uma consciência de que conquistou empresa e um modalidade semealgo que nunca havia sido vereador ajudaram a lhante aos atuais 400 conquistado por um caçapavano fornecer novos metros rasos. Passanantes. “Essa conquista foi calçados para que ele do para os dias atuais, importante para divulgar cada pudesse disputar as as duas provas seriam vez mais o atletismo, que é o o equivalente aos provas. esporte que a gente pratica e é Ele revela que neste 200m rasos e os pouco divulgado”, conta. Ele diz ano ainda vai disputar 400m rasos, provas Prova no Interclubes Juvenil no RJ. que espera que essa conquista Ele afirma que procura correr, os Jogos Universitários (JUPS) em que o caçapavano Anderson com o seu ex-professor da ETERRG. incentive cada vez mais a treinar bastante, para que na hora Ordem e no anodos queJogos vem ele vai se Anderson vêm se garotada nova a praticar o possa fazer o que fez no treino e preparar para a prova mais destacando no cenário nacional, mas sabe que há uma esporte. o que fez na temporada para se importante que será realizada ou seja, Anderson representa possibilidade de que isso preparar para correr. nos Jogos Pan-americanos. Caçapava nas provas que deram aconteça. “É só seguir Ele agradeceu seus Aliás, serão dois pan- origem aos Jogos Olímpicos e treinando direitinho para dar pais pelo incentivo em americanos, um juvenil e outro que são umas das provas mais tudo certo”, conta. sua carreira. “Quero será o adulto. Ele diz que no agradecer bastante meus adulto ainda não sabe se vai pais por todo o incentivo disputar, mas na categoria e por toda a ajuda que juvenil será a que ele vai mais eles me deram”, trabalhar. enaltece o atleta. Ele diz Ele diz que começou no que seus pais sempre atletismo quando o professor ajudaram em suas Paulo Roberto de Oliveira viagens, seja Benites o levou para treinar na patrocinando a ETERRG. O vice-diretor da passagem ou mesmo instituição começou a realizar adquirindo tênis e o treinamento mais para a prova roupas para participar de revezamento 4 x 100m. das competições. Posteriormente passou a treinar Anderson se recorda para a prova de 200m, que a primeira sapatilha conseguiu ir bem e foi aos que ele usou para Jogos Escolares. Lá foi Anderson e Fabiana Murer na Olimpíada Escolar 2009. Anderson competindo na Sogipa. Vítor Ogawa Da Redação

Segundo o atleta, a prova em que obteve a medalha de ouro “foi legal”. “Não foi tão forte porque o primeiro do ranking não foi”, conta. Ele diz que treinou umas duas vezes, treinos básicos e leves, de saída de bloco.Anderson conta que foi a inauguração da pista do Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN), da Marinha. “É lá que vai ser realizado o treinamento de velocidade no Brasil”, revela. É uma pista boa, bastante rápida, de alta velocidade”, comenta.


Jornal da Campanha Edição 52