Page 1


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

INTERNET

Pรกgina 2 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Pรกgina 3


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Pรกgina 4 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

6

18

Quem entende Lideranças reconhecem importância da CDL e do Sindilojas

União de forças Novos negócios começam a trazer o desenvolvimento

Entrevista Ela é a primeira mulher a comandar a CDL em 40 anos

Tradição Comércios mais antigos de Gaspar

8

10

21 32

Anos 50 e 90 Comércio se expande pelos bairros e ganha mais representatividade

Sindilojas Presidente fala sobre os planos da entidade para os próximos anos

12 16

34

Associados Gestor fala das ações das entidades

Município Comércio representa cerca de 30% da arrecadação do município

Começo Surgem os primeiros grandes comércios da cidade

Clientes Lojistas dos bairros atendem às necessidades da comunidade

35

38

Crescimento O setor varejista para o desenvolvimento da cidade

40

História Empresários decidem unir forças pelo crescimento do comércio

47

Atualidade CDL permanece como entidade forte e atuante em favor dos interesses dos empresários

EXPEDIENTE

Diretoria CDL Gaspar 2017 - 2019

Diretoria Sindilojas 2017 - 2019

Presidente Katiani Zimmermann de Oliveira

Presidente Francisco Hostins Junior

Vice Presidente Ivan Carlos da Silva

Secretário José Rovere Passos

Diretor Sceretário Zaira Pais Spengler

Tesoureiro Edmar João Campos

Diretor Financeiro Marcos Francisco Scheidt

Diretores Lorival Valim Gilberto Schmitt Remir Alvim Pereira

Diretor de SPC Sayonara Hostins Anhaia Diretor de Relações Públicas Luiz Hamilton Krauss Conselheiros Fiscais Titulares José Rovere Passos Francisco Hostins Junior Edmar João Campos

Conselheiros Fiscais Titulares Katiani Zimmermann de Oliveira Ivan Carlos da Silva Zaira Pais Spengler

Conselheiros Fiscais Suplentes Lorival Valim Gilberto Schmitt Remir Alvim Pereira

Conselheiros Fiscais Suplentes Marcos Francisco Scheidt Sayonara Hostins Anhaia Luiz Hamilton Krauss

Gestor Executivo Jefferson Schramm

Gestor Executivo Jefferson Schramm

Revista produzida por Jornal Cruzeiro do Vale Diretor Gilberto Schmitt

Reportagens Fernanda Pereira (Reg.: 2541 - MTB-SC)

Comercial Maurício Rodrigues

Anúncios João Guilherme Simon

Diagramação Indianara Schmitt

Impressão Gráfica ZF

Força e união Uma cidade sem comércio é como uma casa sem paredes. Assim como é impossível que alguém esteja protegido e seguro em uma moradia sustentada somente por pilares, também é impossível que um município se torne grandioso e influente sem um comércio forte e organizado. O crescimento econômico de um município depende, e muito, do bom desempenho do comércio e da indústria. Afinal, eles geram empregos, movimentam a economia, fornecem as mercadorias necessárias para o bem estar social dos moradores e, ainda, arrecadam impostos para o governo local. Por isso, o sucesso de uma cidade caminha lado a lado com o sucesso de seus comerciantes. E o sucesso dos comerciantes depende de um trabalho sério em favor do fortalecimento da classe varejista. Há quatro décadas os comerciantes de Gaspar perceberam que unidos poderiam ser mais fortes, alcançar melhores resultados e atrair ainda mais clientes para as lojas da cidade. Foi então que nasceu o Clube de Dirigentes Lojistas de Gaspar – CDL. Hoje, 40 anos depois, o clube se tornou a Câmara de Dirigentes Lojistas, e, além de lojas, também agrega empresas de todos os ramos

de atividades. São quase 300 associados que usufruem dos benefícios de fazer parte de uma entidade organizada para lutar por seus direitos, promover orientação e capacitação para seus colaboradores e contribuir com o seu crescimento. A trajetória de sucesso da CDL de Gaspar ganhou ainda mais força com a criação do Sindicato do Comércio Varejista de Gaspar, o Sindilojas, que neste ano completa 25 anos de representatividade para os empresários do setor de comércio de bens, serviços e turismo de Gaspar. Juntos, CDL e Sindilojas representam a força e a união dos empreendedores de Gaspar. E é a história da criação destas duas importantes entidades que você vai conferir nessa edição especial comemorativa aos 40 anos da CDL e 25 anos do Sindilojas de Gaspar. Nas próximas páginas, você vai saber um pouco mais sobre a história do comércio de Gaspar, vai conhecer as lojas mais antigas em atuação na cidade, vai descobrir como aconteceu a criação da CDL e aprender o que a CDL e o Sindilojas fazem para contribuir com o fortalecimento e a união da classe varejista e atacadista de Gaspar. Uma excelente leitura!

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Página 5


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Quem entende

Lideranças reconhecem a importância da CDL e do Sindilojas para Gaspar O associativismo é uma das formas mais eficientes de colocar em prática a cidadania, reunir pessoas com interesses comuns em favor de um mesmo objetivo e unir forças para reivindicar as necessidades da classe empresarial. Gaspar é um município com fortes entidades de classe, atuantes e preocupadas em garantir os direitos de seus associados e promover o progresso da cidade. Com criatividade e empreendedorismo, estas entidades contribuem para tornar a classe empresarial

de Gaspar cada vez mais expressiva e influente em todo o Vale do Itajaí. A Câmara de Dirigentes Lojistas e o Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Gaspar representam um importante elo de ligação não apenas entre as empresas do ramo varejista e atacadista de Gaspar, mas também entre estes profissionais e a comunidade. Além de trabalhar em defesa dos interesses de seus associados, estas entidades de classe ainda promovem ações para a construção

“A Câmara de Dirigentes Lojistas é protagonista no papel do desenvolvimento do comércio gasparense por toda a sua história e trabalho de abnegados, que através do seu voluntariado e coletividade buscam um único objetivo: o melhor para Gaspar. Parabéns, CDL Douglas Waltrick, presidente da Associação e Sindilojas, pela dedicação e trabalho em favor da classe de Micro e Pequenas varejista de Gaspar”. Empresas de Gaspar

Página 6 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas

de uma sociedade com melhor qualidade de vida. Afinal, elas trabalham para fortalecer o comércio. E um comércio forte gera empregos e arrecada bons impostos, contribuindo assim para o crescimento do município como um todo. Confira a opinião das lideranças políticas e dos representantes das demais entidades de classe de Gaspar sobre a importância da CDL e do Sindilojas para o desenvolvimento econômico e social do município.

Meri Terezinha Zibetti, presidente OAB da 38ª Subseção de Gaspar

“Comércio forte, Gaspar pujante! Resultado da organização e foco implementados por ambas as entidades ao longo de sua história! Parabéns, CDL, pelo 40 anos, e Sindilojas, pelos 25 anos”.


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Nelson Mário Küstner, presidente da Associação Empresarial de Gaspar “A Câmara de Dirigentes Lojistas de Gaspar e o Sindilojas representam uma entidade de classe que atua na promoção e desenvolvimento do comércio local, seja em treinamento, segurança no crediário, desenvolvimento de campanhas de incentivo aos consumidores, embelezamento da cidade, refletindo o melhor retorno para toda população de Gaspar. Parabéns pela história de sucesso - 40 anos CDL e 25 anos Sindilojas. Desejamos que continuem construindo sempre mais e mais”.

“Tanto o Sindilojas como a CDL são suportes para os comerciantes e lojistas gasparenses. Através de orientações e direcionamentos, essas entidades trabalham com dedicação para manter o comércio da cidade em franco desenvolvimento. Hoje, comerciantes e lojistas precisam cada vez mais se unir para fortalecer o comércio local. Gaspar tem uma proximidade de grandes centros comerciais e, para atrair o gasparense a comprar aqui, precisamos de instruções, promoções e eventos, os quais essas entidades vêm fazendo com notoriedade”.

Kleber Wan-Dall, prefeito de Gaspar

Ciro André Quintino, presidente da Câmara de Vereadores de Gaspar

“A CDL e o Sindilojas são entidades de fundamental importância para Gaspar, pois defendem os interesses dos comerciantes e empresários da nossa cidade. As ações, eventos e projetos que a CDL e o Sindilojas promovem e divulgam são importantes para movimentar a economia da cidade. Muitas delas aumentam a autoestima da população e fazem o município mais forte econômica e socialmente. A prefeitura é parceira da CDL e do Sindilojas e parabeniza pelo aniversário, com desejos de mais anos de consolidação e sucesso”.

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Página 7


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Entrevista

Ela é a primeira mulher a comandar a CDL em 40 anos de história

“É a existência dos lojistas que nos faz querer aperfeiçoar a qualidade dos serviços prestados pelo CDL, sempre buscando o melhor” Nestes seis meses em que você está à frente da CDL, quais foram as maiores conquistas alcançadas? E quais são hoje os maiores desafios? A confiança em mim depositada me estimula a enfrentar um dos maiores desafios profissionais que me deparei. Estar à frente desta entidade traz uma imensa responsabilidade, que assumi com compromisso, com-

Página 8 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas

Katiani Zimmermann de Oliveira é uma empreendedora visionária, que acredita no potencial do comércio gasparense. Prova disso é que está à frente de três comércios da cidade: Cacau Show, Tim-Tcnoka e Love Brands. As três empresas exigem muito do seu tempo, mas, mesmo assim, há seis meses aceitou o desafio de ser a primeira mulher a assumir o cargo de presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Gaspar e vem se dedicando ao máximo para fazer uma grande diferença na entidade durante a sua gestão. Para ela, a confiança dos demais lojistas da cidade e o desafio de ser a primeira mulher no comando da entidade é o que estimulam a fazer o seu melhor. Estar à frente de uma entidade de tanto destaque como a CDL é uma imensa responsabilidade e nesta entrevista Katiani fala um pouco mais sobre seus desafios e suas expectativas para a sua gestão. Confira!

petência e lealdade. Com a responsabilidade de buscar uma renovação para a CDL, tenho como objetivo constante o desenvolvimento do comércio local. Este é um dos maiores desafios da entidade: aquecer nosso comércio local e dar apoio e criar estratégias para os lojistas nesse momento de economia difícil em que o país se encontra.


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Quais os principais planos da sua gestão? Assumi uma instituição fundada há 40 anos, com 280 associados e com uma imagem respeitada perante o poder público e a sociedade. Temos nessa gestão um plano para captação de novos lojistas e queremos estreitar nosso relacionamento com os associados, criando um sistema de gestão participativa, ouvindo o empresário. É fortalecendo nossas bases que vamos fortificar o nosso setor. Reforço aqui a necessidade extrema de receber o apoio de cada um dos nossos associados. Estamos buscando estratégias para que o povo gasparense valorize e compre na nossa cidade. Nossa entidade é um instrumento fundamental para novas conquistas. Daremos continuidade aos eventos já realizados pela CDL, como as campanhas promocionais. Promoveremos ações sociais e manteremos todos os serviços já existentes, buscando ampliá-los na medida do possível. Traremos mais cursos, treinamentos e palestras para melhoria da gestão das empresas e de seus colaboradores, pois entendemos que quando qualificamos empresários e colaboradores, as empresas crescem e, assim, promovemos o crescimento e desenvolvimento de nossa cidade. Como tem sido a parceria da CDL com o Poder Público Municipal? Nessa gestão, estamos estabelecendo uma forte relação com os pode-

res Executivo e Legislativo Municipal, estreitando essas relações na busca de apoio logístico e estrutural para a execução das campanhas e eventos. Acreditamos que um comércio forte aumenta a geração de empregos e gera renda para o município.

“Um dos maiores desafios da CDL é aquecer o comércio local e dar apoio e criar estratégias para os lojistas nesse momento de economia difícil em que o país se encontra” Quais são hoje as principais ações e os principais serviços que a CDL oferece em favor dos lojistas e empresários da cidade? Como entidade, estamos buscando campanhas e cursos para apoiar os lojistas, como o Liquida CDL, em março; decoração de Páscoa da Praça da Prefeitura; Campanha de Dia de Mães; concurso e curso de vitrinismo, com Patrícia Konrad; Workshop

de Mídias Digitais, com Claúdia Boaventura; e o Workshop Os 10 mandamentos do Crediário e da Cobrança Eficaz, com Valdemir Manoel da Silva. Também prestamos serviços como consulta do SPC e Serasa; registro de inadimplência; protesto em cartório; emissão de nota promissória e carnê; e sistema integrado para o lojista consultar e registrar o certificado digital. Temos também um portfólio de benefícios, com 27 benefícios/descontos para os associados. Quais as principais ações, ao seu ver, que a CDL já realizou na cidade nestes 40 anos de atuação? Ao longo desses 40 anos de atuação, a CDL viveu gestões que sempre defenderam os interesses dos seus associados. Todas trouxeram grandes benefícios para a cidade e para os lojistas. Podemos citar a implantação da Área Azul, o Bazar da Moda e o portfólio de benefícios. Qual a importância do apoio dos associados para que a CDL seja uma entidade cada dia mais forte e mais atuante? Nós caminhamos e queremos crescer junto com os nossos associados. Desejamos que os desafios que aparecerem se transformem em oportunidades de crescimento e realizações. É a existência dos lojistas que nos faz querer aperfeiçoar a qualidade dos serviços prestados pela CDL, sempre buscando o melhor.

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Página 9


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Sindilojas

Presidente fala sobre os planos da entidade para os próximos anos Francisco Hostins Junior é advogado com especialização em Gestão Empresarial. Apesar de atualmente estar em uma área que não está diretamente ligada ao comércio, sua família tem loja na cidade há muitos anos e ele sempre teve vínculos com as entidades do ramo varejista, pois trabalha com direito do trabalho há quase duas décadas. Eleito presidente do Sindilojas na gestão 2017/2018, Junior, como é conhecido em Gaspar, acredita na importância de unir todos os empreendedores da cidade para a construção de uma sociedade melhor e mais promissora para todos. Este é o seu segundo mandato como presidente no Sindilojas. Entre 2013 e 2014 também esteve à frente da entidade de classe. E em vários outros mandatos também fez parte da diretoria, ao lado de outros empresários da cidade. Confira abaixo um pouco desta trajetória de Francisco Hostins Junior junto ao Sindilojas e quais as suas expectativas e planos de ação para a entidade nos próximos anos.

“Temos uma diretoria atuante, disposta a fomentar ações em busca do desenvolvimento econômico local” Neste período em que você está como presidente do Sindilojas, quais foram as maiores conquistas alcançadas? E quais são hoje os maiores desafios? O Sindilojas tem como papel fundamental as negociações coletivas com o Sindicato dos Empregados, que são realizadas anualmente. Além, é claro, defender e representar as empresas da categoria econômica em outras discussões e solicitações junto aos órgãos sindicais e governamentais. Fomentamos ações que valorizam o comércio e o desenvolvimento econômico e que defendem a classe de ilegalidades e abusividades. Nosso maior desafio é difundir a entidade e ser reconhecidos como seu legítimo representante. Página 10 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas

Por que você aceitou o desafio de presidir esta importante entidade? Como você avalia o trabalho desempenhado pela diretoria do Sindilojas em favor dos lojistas e empresários da cidade? Trabalho com empresas e direito do trabalho e sindical há quase 20 anos. Além disso, minha família tem uma loja na cidade também há muitos anos. Essas razões me fizeram colaborar com o trabalho junto ao Sindilojas. Temos uma diretoria bem coesa, disposta a fomentar ações em busca do desenvolvimento econômico local, sempre em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas de Gaspar e outras entidades da cidade.


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

E como você avalia a atuação dos lojistas e empresários junto ao Sindicato? Eles são participativos? Contribuem com ideias e ações? Como disse na resposta anterior, nosso maior desafio é difundir a entidade e ser reconhecidos pelos empresários como seu legítimo representante. Mas, este trabalho depende também das ações da entidade. E claro que o fortalecimento da participação dos empresários é fundamental para o sucesso do nosso trabalho. Como você avalia o cenário econômico brasileiro estadual e municipal? O Brasil vai voltar a crescer. Estamos em um ritmo lento ainda devido à crise política atual. As reformas estruturais (Trabalhista, Previdenciária,

Tributária e Política) precisam ser aprovadas com urgência. Em Gaspar, estamos criando, junto com o Governo Municipal e o Legislativo, além das demais entidades e clubes de serviço, um Programa de Desenvolvimento, que com certeza trará planejamento e crescimento para nosso município. Como você acredita que o Sindilojas pode contribuir para que os seus sindicalizados superem as barreiras da crise econômica atual e alcancem sucesso e crescimento? Fomentando ações como já fazemos, que divulgam o comércio de forma institucionalizada. Mas ainda pretendemos, junto com a CDL, investir ainda mais em capacitações para nossos empresá-

rios e seus colaboradores. Qual mensagem você gostaria de deixar para os lojistas e empresários de Gaspar? Primeiro, gostaria de parabenizar todos os ex-presidentes e ex-diretores do Sindicato, que nesses 25 anos se dedicaram a fazer esta entidade crescer em nossa cidade. Agradecer à CDL, que sempre foi uma grande parceira do Sindilojas. E aos nossos representados (empresas e profissionais liberais do comércio de bens, serviços e turismo) de Gaspar, desejo que possam sempre contar com nossa entidade, para que juntos possamos construir uma cidade pujante, gerando emprego e renda para, assim, vivermos felizes e em harmonia com nossos colaboradores e com nossas famílias.

“Queremos, junto com a CDL, investir em ainda mais capacitações para nossos empresários e para seus colaboradores”

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Página 11


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Em favor dos associados

Gestor fala das ações das entidades Há dois anos, Jefferson Schramm aceitou o desafio de se tonar o Gestor Executivo da CDL e do Sindilojas de Gaspar. Formado em direito, o jovem tem um vasto conhecimento sobre as leis que regem o setor varejista e, sempre que necessário, coloca em prática seus conhecimentos. É ele quem tem contato direto com os associados das duas entidades e atua no dia a dia coordenando os departamentos executivo, financeiro e de recursos humanos. Para Jefferson, o maior desafio da CDL e do Sindilojas nos último tempos vem sendo a crise econômica, que provoca as piores quedas nas vendas, gera desempregos e faz com que as lojas fechem suas portas. Para enfrentar esta dura realidade, as duas entidades vem trabalhando de forma mais agressiva junto com o comércio, criando novos mecanismos para fortalecer seus associados. Confira na entrevista abaixo um pouco da atuação do gestor junto às duas entidades.

“O perfil dos nossos associados é bem diversificado. Hoje temos, além dos lojistas, segmentos como indústrias, confecções, restaurantes, imobiliárias e farmácias” Como Gestor Executivo da CDL e do Sindilojas, é você quem tem contato direto com os associados. Fale um pouco sobre o perfil dos associados das duas entidades. Tenho contato direto com os nossos associados, desde uma simples dúvida sobre o sistema SISPC da CDL até conversas longas, buscando solucionar problemas administrativos, operacionais e financeiros das empresas associadas. O perfil dos nossos associados é bem diversificado. Antigamente, a entidade só podia aceitar lojistas como associados. Porém, isso mudou e hoje podemos associar qualquer tipo de empresa. Até então tínhamos um perfil mais conservador: lojas instaladas em Gaspar há bastante tempo. Hoje temos, além dos lojistas, vários outros segmentos, como indústrias, confecções, restaurantes, imobiliárias, farmácias e outros. Cada um com um propósito bem diferente do outro. Como você avalia a participação destes associados nas ações e promoções da CDL e do Sindilojas? De que forma eles podem ser ainda mais atuantes? A atuação dos associados é boa. Sabemos das dificuldades que todos possuem para participar de treinamentos, palestras e workshops, porém essa busca de conhecimento serve para contribuir e fomentar cada vez mais vendas. Outro ponto são Página 12 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas

as campanhas com sorteios, promovidas pela CDL, como o Dia das Mães, Dia dos Pais e Natal. Essas campanhas são muito comentadas pelos consumidores, que buscam fazer suas compras nas lojas participantes. Porém, não são todos os associados que participam do fundo promocional, e, desta forma, eles deixam de aumentar suas vendas nesse período. Neste tempo em que você está no cargo de Gestor Executivo, quais foram os maiores desafios enfrentados pela CDL em favor do comércio da cidade? Sem sombra de dúvidas, podemos falar do cenário econômico nacional, que reflete diretamente em todos os municípios. Neste últimos dois anos, o comércio teve uma de suas piores quedas nas vendas, com desempregos e lojas fechando suas portas. Tendo em vista todas estas dificuldades, a CDL teve que trabalhar de uma forma mais agressiva junto ao comércio. Uma destas ações foi o Bazar da Moda, onde, junto com o SEBRAE, conseguimos promover um grande evento na Arena Multiuso de Gaspar. Nesta primeira edição, participaram 44 lojas associadas, que movimentaram quase R$400 mil em três dias, atendendo cerca de 15 mil pessoas. Depois dessa ação vieram muitas outras, sempre com o mesmo intuito: o fortalecimento do comércio.


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas Por que as empresas de Gaspar devem fazer parte da CDL e do Sindilojas? As empresas que se associam a CDL e ao Sindilojas são representadas e defendidas pelas duas entidades, que não medem esforços para promo ver o bem estar de cada associado. Além disso, os associados têm muitos benefícios, como um portfólio de descontos em saúde, educação e serviços. Outro ponto muito importante são as consultas no sistema SISPC, onde, antes de fazer uma venda, o empresário tem acesso ao histórico do seu cliente através do banco de dados do SPC, SERASA e CARTÓRIO. Como você avalia o comércio gasparense? Existe algo que precisa ser melhorado? Se sim, o que é e de que forma a CDL pode ajudar a garantir esta melhoria? Sempre existirá algo para melhorar. Nunca chegaremos a dizer que tudo está ótimo e que não precisamos fazer mais nada. O comércio em geral, bem como o nosso país, está em constantes mudanças. Sempre surgem novidades e diferentes formas de vendas, que ultrapassam todos os tipos de barreiras existentes e mostram que o antigo está dentro do presente e o futuro está logo aí perto, nada

distante. A CDL e o Sindilojas estão sempre buscando aperfeiçoar e mostrar estas novidades para os associados, como, por exemplo, realizando workshop de Vitrinismo e palestra sobre mídias digitais. Esses treinamentos trouxeram muitas ideias e novidades com relação a métodos alternativos de vendas. Qual a sua dica para os empresários conseguirem superar as dificuldades enfrentadas devido à crise econômica? Primeiramente, não devíamos falar em crise, mas sim em um cenário econômico conturbado, confuso e desequilibrado. Devemos tomar cuidado com a mídia a nível nacional, que trabalha com foco na realidade das grandes metrópoles e, às vezes, repassa informações que não coincidem com a realidade dos pequenos municípios. As dificuldades sempre existiram, porém não podemos entrar nesse barco sem rumo. Precisamos reagir e pensar no futuro próximo. Mudar as estratégias de capitação de clientes, buscar treinamentos, cursos, palestras e workshops. É preciso se atualizar, recriar, inovar e reduzir gastos desnecessários, porém sem deixar de investir em marketing, porque uma empresa ‘apagada’ jamais será vista.

“O comércio em geral, bem como o nosso país, está em constantes mudanças. Sempre surgem novidades e diferentes formas de vendas”

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Página 13


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Status Modas é referência para quem tem bom gosto

Localizada em um moderno espaço na Avenida das Comundiades, Status Modas está há 36 anos na história da CDL de Gaspar Quem tem bom gosto e gosta de peças com qualidade e bom preço tem lugar certo para comprar suas roupas, calçados e acessórios: a Status Modas. Localizada na Avenida das Comunidades, no Centro de Gaspar, a loja possui uma ampla e moderna estrutura e uma equipe treinada e qualificada para satisfazer as necessidades de todos os clientes.

Fundada há 36 anos por Luiz Melquides dos Santos e Elza dos Santos, a Status Modas possui o que há de mais moderno no mercado da moda e veste a família inteira. A loja conta com roupas para bebês, crianças, mulheres e homens com os mais variados gostos e possui peças de todos os tamanhos.

A participação da Status na história de Gaspar não se restringe apenas à venda de roupas para o dia a dia. Ocasiões especiais pedem um traje diferenciado e a Status Noivas tem o que a comunidade precisa. Com 18 anos de história, a loja de aluguéis conta com ternos; vestidos sociais dos mais variados modelos e tamanhos; vestidos de primeira comunhão; vestidos de daminha e roupas para pajens. Além disso, a loja possui lindos vestidos de noiva, que transformam o esperado dia em um momento ainda mais especial.

Página 14 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas

Proprietários da Status: Elza e Luiz dos Santos


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Como tudo começou

Negociações às margens do rio Itajaí-Açu

Antes da criação de Gaspar, no período pré-colonial, rio Itajaí-Açu era o único acesso às terras que hoje pertencema a cidade Muito antes da rua Coronel Aristiliano Ramos ser criada, lá na época do período pré-colonial, a principal forma de acesso às terras que hoje pertencem a Gaspar era através do rio Itajaí-Açu. Pelas águas que banhavam estas terras navegavam grandes embarcações, que traziam mercadorias de outras regiões

e levavam para fora a produção local de madeira, gordura de animais silvestres, grãos e também o ouro e a prata que aqui eram explorados. Neste período, que vai até 1835, as mercadorias ficavam alojadas em barracões, também conhecidos como armazéns, que podem ser identificados como

os primeiros comércios da cidade. Leda Maria Baptista, educadora especializada na história do município e autora do livro ‘Simplesmente Gaspar’, afirma que, segundo suas pesquisas, haviam cerca de 20 destes barracões às margens do rio Itajaí-Açu no território gasparense.

Centro da cidade começa a ganhar forma Depois de 1835, quando iniciou o período colonial, que vai até 1860, foram criados os Arraiais do Pocinho e do Belchior. Estes Arraiais funcionavam como se fossem o centro da colônia de Gaspar e nestas duas regiões começaram a se concentrar novos comércios. Segundo a pesquisadora Leda Maria Baptista, por volta de 1857 o atual Centro de Gaspar foi adquirido por doutor Blumenau para que aqui se estabelecesse o porto de exportação para a sua colônia. “Seu interesse ocorreu porque o rio Itajaí -Açu era bem navegável somente até o Arraial do Belchior. Acima dali existiam duas correntezas bai-

xas e rápidas, que dificultavam a navegação”, conta Leda. Então, as terras que hoje fazem parte do Centro de Gaspar foram loteadas por Dr. Blumenau. E ele deu forma urbana a estas terras, com localização de igreja, escola e outros serviços para a população. Por isso concentrou-se nesta área o centro da cidade. Dr. Blumenau sabia que precisaria transportar as mercadorias descarregadas em Gaspar por terra até sua colônia, e então preparou-se para abrir a estrada ligando sua colônia às terras de Gaspar. Foi então que a rua Coronel Aristiliano Ramos começou a ganhar a forma. 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Página 15


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Como tudo começou

Surgem os primeiros grandes comércios da cidade de Gaspar Segundo Leda Maria Baptista, Alvin Schrader foi o proprietário de um destes primeiros comércios que se tem conhecimento. Ele abriu seu negócio na região do Belchior Baixo, na foz do ribeirão Belchior, perto de onde hoje fica a Capela Santa Catarina. Schrader atendia aos colonos do Belchior e da recém fundada colônia do Dr. Blumenau. Mais tarde, ele mudou-se para a rua Itajaí, em Blumenau, na região onde hoje está localizado o Hospital Santo Antônio.

Página 16 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas Do lado direito, terreno onde está localizada a Sociedade Alvorada. Aos fundos, usina de açúcar

Bem no Centro Vindo de São Pedro de Alcântara (próximo à Florianópolis), o alemão Carlos Procópio Hoschl estabeleceu seu comércio no atual Centro da Cidade de Gaspar, um pouco acima da foz do ribeirão Gaspar Mirim. Ali, segundo as pesquisas realizadas pela educadora Leda Maria Baptista, um movimentado porto de rio recebia a mercadoria vinda de fora e exportava a produção local. Este comércio de Carlos Procópio Hos-

chl ganhou um significativo destaque na região e a nível de Santa Catarina. “Em 1873, o Vapor São Lourenço deu vida nova ao comércio de Hoschl. Este vapor transportava pessoas e mercadorias. Muitos passageiros precisavam esperar alguns dias para seguirem viagem, hospedando-se ali. A casa comercial então prosperou muito. Chamava-se ‘Casa Carlos Procópio Hoschl Importação e Exportação’”, lembra Leda.

Com a morte de Hoschl, em 1900, assumiu seus negócios de importação e exportação sua filha, Maria Cândida Hoschl, também conhecida como Mimi Hoschl. Em sociedade com o senhor José Spengler, Mimi tocou os negócios até sua morte, em 1943, quando o comércio gasparense já era bem estruturado. A casa foi então leiloada, pois ela era a única herdeira de Carlos Procópio.

No Gaspar Grande Outro importante comércio desta época colonial foi o da família Altenburg, na foz do ribeirão Gaspar Grande. A família instalou ali um porto armazém e comércio, que atendia a todas as necessidades dos gaspaenses. Alguns anos depois, Altenburg mudou-se para Blumenau e seu comércio foi transformado em uma cooperativa.

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Página 17


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Como tudo começou

Novos modelos de negócio começam a trazer o desenvolvimento

À esquerda, abrigo para transformador elétrico e antigo Hotel Silva. No meio da rua, procissão de Corpus Christi Por volta de 1920, a família de Bruno Wehmuth já tocava diversos negócios em Gaspar, como hotel, bar, restaurante, salão de jogos e diversão, ferrovia e até aluguel de carruagens para as famílias poderem se locomover. Era a modernidade trazendo desenvolvimento e crescimento para o município. Neste mesmo período, segundo a pesquisadora Leda Maria Baptista, a família de Nicolau Freitas da Silva inaugurou o moderno Hotel Silva, um empreendimento que colocou a cidade de Gaspar em destaque na região do Vale do Itajaí. Página 18 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas

O hotel foi instalado no prédio onde atualmente funciona, no térreo, a Loja Julio Schramm, e no primeiro andar o Jornal Cruzeiro do Vale. Venâncio da Silva, filho de Nicolau, herdou o hotel da família e manteve em funcionamento por muitos anos. Ele casou-se com Lucia Schmalz Schramm, que era mãe de Júlio Schramm, que mais tarde, em 1930, decidiu transformar o espaço do hotel em uma loja – a Casa Júlio Schramm. Na década de 1930, época em que Gaspar foi emancipada e tornou-se um município independente, a região onde atualmente é o Centro

da cidade já contava com os serviços bem diversificados. Já era possível ver farmácias, dentistas, bares, cafés, restaurantes, hotéis, ferrarias, tornearias, clubes de bolão e caça e tiro, marcenarias e salões de bailes. Até um cinema foi criado na cidade nesta época e o local era o ponto de encontro dos jovens e dos enamorados. Todos os serviços essenciais para o bem estar da população já eram oferecidos na cidade. Porém, ainda se concentravam na região central, onde o desenvolvimento chegou para trazer uma vida mais confortável para a comunidade daquela época.


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Agropecuária e Aviário Trinca Ferro é referência Há 11 anos, Gaspar conta com uma ampla e completa agropecuária. Administrada por Valcir do Nascimento, a Agropecuária e Aviário Trinca Ferro iniciou sua trajetória na rua Arnoldo Schramm, às margens da Avenida das Comunidades, no Centro de Gaspar, local em que hoje encontra-se sua loja matriz; e expandiu seus atendimentos no início deste ano para um novo endereço: a rua Barão do Rio Branco, ao lado da Lotérica Zimmermann. O reconhecimento atribuído à

agropecuária é proveniente da variedade de produtos que está à disposição dos clientes. Entre as mercadorias das mais variadas marcas e modelos estão rações, medicamentos, acessórios para animais, ferramentas e equipamentos agrícolas. Além disso, o local conta com assistência veterinária e comercialização de animais, como aves exóticas e de criação, mini coelhos, peixes, cães e gatos. De acordo com Diego do Nascimento, filho e parceiro de Valcir nos negócios, a Agropecuária e Trinca

Atendimento na loja matriz (acima) dacontece de segunda a sexta, das 7h30 às 19h, e aos sábados, das 7h30 às 12h. Já na filial, os clientes podem fazer suas compras de segunda a sexta, das 7h30 às 12h e das 13h30 às 18h30, e aos sábados, das 7h30 às 12h.

Ferro se destaca por se transformar ao longo dos anos. “Fomos crescendo e nos adaptando conforme as mudanças do mercado. Inicialmente trabalhávamos com coisas mais básicas e tínhamos um número menor de clientes. Agora, nossa estrutura aumentou, inclusive abrimos uma filial para conseguir atender toda a demanda”, conta. Hoje, a agropecuária conta com duas lojas em Gaspar e ambas possuem uma equipe de atendimento preparada para atender os desejos dos clientes.

Valcir do Nascimento administra as duas agropecuárias ao lado da esposa Rosangela e dos filhos, Leonardo e Diego.

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Página 19


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Pรกgina 20 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Comércios tradicionais

Loja Julio Schramm A Casa Julio Schramm iniciou suas atividades no ano de 1930. Julio Schramm, filho de Lucia Schmalz Schramm, comprou a herança do Hotel Silva de todos os irmãos e da mãe e decidiu transformar o local em um comércio que atenderia todas as necessidades dos moradores de Gaspar. No início, o local era uma loja de secos e molhados, armarinhos, ferragens, máquinas domésticas, louças, construções, calçados,

tecidos e outros utensílios que atendiam a todas as necessidades de Gaspar. Mais tarde, passou a vender também bicicletas, rádios, máquinas de costura, máquinas agrícolas, e até arma de fogo. Era o comércio de maior destaque e o mais forte da cidade. No período áureo, a Casa Júlio Schramm chegou a ter 34 funcionários e ocupava uma quadra inteira do Centro de Gaspar, deste o prédio

onde funciona a loja ainda hoje até o prédio onde atualmente está a loja Schumann. Em 1981, por motivos de saúde, seu Julio deixou o comércio aos cuidados do genro, Alfredo Penzlien, e da neta Maike, que até 1988 tocaram o empreendimento juntos. Em 1988, Maike e sua irmã, Méri, decidiram assumir a parte de vestuário, cama, mesa e banho, e o tio delas, Alfredo, ficou com o comércio de eletro, decorações e ferragens. Por um tempo, Alfredo ainda manteve o comércio aberto. Mas, logo depois, fechou as portas. As netas de Julio Schramm, Méri e Maike, continuaram com a Loja Julio Schramm e se especializaram em vestuário feminino e masculino, com uma loja de alto padrão. Em março de 2016 elas revenderam a loja, com a condição de os novos proprietários manterem o nome do avô. “Para nós é um grande orgulho ver o que nosso avô conquistou. Ainda hoje as pessoas falam que vão comprar na ‘loja do seu Julio’. Temos muito orgulho de ver o nome dele sendo lembrado na cidade”, afirma Méri Lúcia Rosa Higashi. Na primeira foto, prédio em 1950. Na segunda, em junho de 2017. Térreo continua abrigando a Loja Julio Schramm e primeiro andar é ocupado pelo Jornal Cruzeiro do Vale.

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Página 21


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Comércios tradicionais

Cine Foto Mary A experiência no ramo da fotografia fez com que, em 1973, Ivo Carlos Duarte tivesse seu próprio negócio. Quando funcionário do antigo Foto Cleusa, Ivo comprou a loja em que trabalhava e, no início, manteve o nome original da compra. Passado algum tempo, porém, o carinho pela cunhada Mary Angela Debortoli fez com que o estúdio fotográfi-

co se transformasse em Cine Foto Mary. Localizado na rua Coronel Aristiliano Ramos, bem no Centro da cidade, o Cine Foto Mary vem se adaptando às modernidades do mundo da fotografia e, hoje, trabalha com fotos sociais, de estúdio, filmagens e impressões personalizadas em canecas, camisetas e relógios.

Experiência de Ivo Carlos Duarte fez com que ele fundasse o Cine Foto Mary em Gaspar

Localizado no Centro de Gaspar, Cine Foto Mary vem se atualizando às modernidades do mundo da fotografia

Página 22 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Comércios tradicionais

Xodó Som Instalada no Centro de Gaspar, a loja Xodó Som é uma das mais antigas da cidade. O estabelecimento comercial ficou conhecido quando o atual proprietário, Francisco Pedro Marquetti, assumiu os negócios no ano de 1977, vendendo revistas e discos de vinil. Com o tempo, o lugar simples se tornou uma ampla e completa loja, oferecendo CDs, DVDs, livros, revistas, instrumentos musicais, camisetas temáticas, acessório, sons automotivos e outras opções de produtos culturais, de entretenimento e informação.

Xodó Som ficou conhecido quando passou a ser administrado por Chico

Há 40 anos, Chico administra o Xodó Som e hoje trabalha ao lado da filha Bruna e da irmã, Lurdes.

Em 2017, o Xodó Som completa 40 anos sob a administração de Chico, que lembra ter comprado a loja do casal Lilo e Lala. “Tudo começou com a minha vontade de ter um negócio próprio e hoje é uma grande realização. São quatro décadas de dedicação e também

companheirismo por parte dos clientes”. Hoje, a união da família é o que mantém o negócio. Chico trabalha ao lado da filha Bruna Marquetti e da irmã, Lurdes Maria Marquetti. “É uma união. Foi e será um trabalho em equipe”.

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Página 23


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Comércios tradicionais

Estofados Marquetti A fabricação e as vendas de estofados em Gaspar tiveram início em 1980, quando Vitório Marquetti inovou ao registrar a primeira empresa do setor na cidade: a Estofados e Móveis Marquetti. O pioneirismo se deu por conta do comprometimento e da experiência do gasparense, que segue até hoje no ramo. “Eu tra-

balhei nessa área por muito tempo em Blumenau. Comecei por volta de 1969. Daí eu fui fazendo uns trabalhos extras, fora do expediente, em Gaspar, já que não existiam esses serviços aqui”, conta Vitório. Inicialmente, o atendimento era feito no bairro Sete de Setembro, região atingida pelas enchentes de

Há 37 anos, Vitório Marquetti (direita) trabalha ao lado da equipe para atender os desejos dos clientes

Página 24 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas

1983. Diante do problema, no ano seguinte, Vitório resolveu comprar um terreno mais amplo no bairro Coloninha, onde poderia expandir os negócios. A estrutura da loja ficou pronta em 1989 e a clientela já conquistada passou a frequentar a rua 31 de julho para adquirir os seus serviços. A qualidade na elaboração dos estofados sempre foi o diferencial da empresa. Com o tempo, a experiência fez com que Vitório aperfeiçoasse suas técnicas e aumentasse a gama de serviços oferecidos. Hoje, a loja Estofados Marquetti conta com móveis de escritório, cadeiras giratórias e fixas, móveis de aço, estofados sob medida, poltronas reclináveis, reforma de estofados e consertos de cadeiras em geral. O segredo para se manter firme nesses 56 anos de profissão e 47 de mercado em Gaspar é a fidelidade e confiança. “Meus maiores patrimônios não são materiais, mas sim a minha família, funcionários e clientes. Todos foram essenciais nessa caminhada. É por meio deles que me inspiro e ganho força para a qualidade alto padrão reconhecida por todo o Vale”.


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Comércios tradicionais

Casa J. Passos

Casa J. Passos foi inaugurada em 30 de abril de 1955, por José Pereira Passos Logo depois que o pai se aposentou, no final da década de 80, os irmãos assumiram a loja e pararam de vender artigos de vestuário e se especializaram na venda de tecidos, cama, mesa, banho e decoração. Eles trabalharam em sociedade até 2016, quando Rovere

inaugurou sua loja própria, a Rovere Tecidos, e por isso a Casa J. Passos deixou de vender tecidos e hoje tornou-se uma loja especializada em artigos de decoração, cama, mesa e banho. A loja ainda funciona no mesmo prédio onde foi inaugurada, na rua Co-

A Casa J. Passos foi fundada por José Pereira Passos no dia 30 de abril de 1955. Filho de comerciantes da cidade de Itapema, seu José se casou com a gasparense Hilda Krauss e, por isso, veio morar em Gaspar, onde decidiu abrir seu próprio negócio. No início, a loja vendia artigos para vestuário, calçados, tecidos, cama, mesa e banho, e pouco a pouco foi ganhando destaque no comércio da cidade. Seu José administrou o negócio até se aposentar e preparou os filhos, Rovere e Renato, para continuarem à frente dos negócios da família.

ronel Aristiliano Ramos. “Para nós, é uma vitória ainda estarmos abertos e ainda manter o negócio em nossa família. Já estamos preparando nossos filhos para assumirem os negócios. Ou seja, estamos indo para a terceira geração”, comemora Rovere.

Em 2016, Rovere Passos inaugurou a Rovere Tecidos e, desde então, administração da Casa J. Passos ficou sob responsabilidade de Renato Passos.

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Página 25


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Comércios tradicionais

Bazar União

Bazar União iniciou as atividades no prédio da esquerda e, hoje, atende no prédio da direita.

Página 26 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas

Fundado por Rolandt Schönfelder, o atual Bazar União era um bar e café que funcionava na principal rua de Gaspar na década de 50. Seu Rolandt, que era natural de Indaial, se casou com a gasparense Laura e recebeu incentivos do sogro para comprar o estabelecimento comercial, em 1952, e o chamou de Bar e Café União. Assim o casal iniciou a vida de empresários do comércio em Gaspar. No início, o local servia apenas lanches e refeições, mas, visionário que era, aos poucos seu Rolandt percebeu que a presença dos turistas traria ainda mais resultados se vendesse também ali algumas lembranças da cidade e logo o bar e café se transformou em um bazar. Durante vários anos o empreendimento funcionou como bar e café junto com a venda de lembranças. Até que, aos poucos, as vendas de lembranças foram ficando mais fortes e a família deixou de vender alimentos e focou suas vendas em artigos de decoração, brinquedos e outros presentes. Hoje, o Bazar União é administrado por Arlete Schönfelder, uma das três filhas do casal. Arlete conta que cresceu em meio às prateleiras da loja e por isso ama tanto o que faz. “É uma alegria ver o negócio da família prosperando durante tantos anos. Eu não tenho filhos, mas já estou ensinando aos sobrinhos como cuidar bem do negócio, pois espero que este comércio permaneça por muitos anos ainda em nossa família”, conta a lojista.


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Pรกgina 27


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Comércios tradicionais

Imobiliária, Lanchonete e Calçados Tomio É impossível falar dos comércios mais tradicionais de Gaspar sem lembrar da família Tomio. Há quase três décadas, os filhos de Lídia Tomio investem e acreditam no potencial da cidade. O primeiro passo na construção dos empreendimentos da família foi

dado há quase 30 anos, quando Vicente e Janete Tomio abriram a primeira Lanchonete Tomio, que ficava no estacionamento do Banco Bradesco, em uma sala de Ilca Wehmuth. Com o passar dos anos e com a grande aceitação da comunidade, a lanchonete foi transferida para a rua

Além da confiança no potencial de Gaspar, Elói Tomio afirma que o segredo do sucesso é a união da família. Ele e os irmãos Vicente, Gervásio e Os-

Página 28 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas

Coronel Aristiliano Ramos, onde está até hoje; e uma nova Lanchonete Tomio foi aberta, na rua São José. Em 1995, a família deu outro importante passo e abriu a Calçados Tomio. E em 2005, Gaspar ganhou a Tomio Imóveis, que atua com compra, venda e locação de imóveis.

marina trabalham unidos e, junto de toda a família, tem na matriarca Lídia Tomio o alicerce para todos os momentos.


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Comércios tradicionais

Casalinda Fundada em 20 de setembro de 1995 por Leonice Ternus, a Casalinda Enxovais faz parte da história de Gaspar e da CDL há 22 anos. Em seu primeiro ano de funcionamento, a Casalinda estava localizada no bairro Gasparinho, onde existia a fábrica e uma loja para atender os clientes. Com a consolidação no mercado, a loja mudou para a rua Vereador Augusto Beduschi, no Centro da cidade, onde funciona até os dias de hoje. A Casalinda Enxovais conta com artigos de cama, mesa e banho, pijamas, lingeries, decorações, tapetes cortinas e itens para presentes.

Comercial Loromar Inaugurado no mês de janeiro do ano de 1988 por Lorival Valim, o Comercial Loromar funciona até hoje no mesmo endereço da sua fundação: rua Anfilóquio Nunes Pires, número 133, no bairro Coloninha. A loja atende a comunidade com materiais der eletricidade, construção e pintura. Desde a sua fundação, a Loromar é associada à CDL. E por acreditar no potencial e na credibilidade da entidade, o proprietário, Lovival Valim, chegou a ser presidente da CDL em 2010 e 2011 e faz parte da diretoria da entidade há cerca de 10 anos.

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Página 29


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Comércios tradicionais

Fabi Modas As campanhas e ações realizadas pela CDL de Gaspar fazem com que a Fabi Modas faça parte da lista de associados da entidade. Fundada em 14 de setembro de 1991 por Fabiana Reinert Schwinden e sua mãe, Ana Catarina dos Santos Reinert, a loja iniciou suas atividades no conhecido ‘prédios dos Krauss’, onde funciona a Padaria 7 de Setembro. Após seis anos, a loja mudou para seu novo endereço, onde permanece há 20 anos.

Página 30 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas

Tery Modas Há anos, os moradores do bairro Bela Vista têm como opção de compra a Tery Modas. Localizada na rua João José Schmitz desde a sua fundação, a loja oferece aos clientes roupas masculinas, femininas e infantis, acessórios e calçados. Sob direção de Teresinha Maria Salete Eduardo, a Tery Modas vem se adaptando aos gostos dos clientes. Inicialmente, a loja oferecia itens de cama, mesa e banho e peças decorativas. Com o passar do tempo, a procura do público por peças de roupas cresceu e a loja de especializou ainda mais no segmento.


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Pรกgina 31


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Entre os anos 50 e 90

Comércio se expande pelos bairros e ganha mais representatividade Foi na década de 1950 que o comércio de Gaspar ganhou força e começou a se expandir. Nesta época, as principais lojas estavam concentradas na região central do município e todos os moradores precisavam ir para o ‘Centro’ comprar tudo o que necessitavam: desde roupas até alimentos e utensílios domésticos.

Venda de secos e molhados. Atual estacionamento ao lado da Loja Berlanda, em frente à Lotética Zimmermann.

Com o desenvolvimento agroindustrial, fortaleceu-se a produção do arroz irrigado, cana para a produção de açúcar e álcool, tecelagens, fábrica de conservas e olarias. Foi então que o comércio ampliou-se significativamente, com lojas de motores, máquinas, bicicletas e vendas com prestações mensais. “Pode-se dizer que foi o

boom do comércio em Gaspar”, afirma a pesquisadora Leda Maria Baptista. Aos poucos, novos visionários empreendedores começaram a ver a necessidade de ter também nos bairros alguns comércios para atender às demandas dos moradores das localidades mais distantes. E assim o comércio ganhou ainda mais força.

Frente do prédio onde funciona hoje o Banco Itaú; no fundo, antigo Banco Inco, atual Bradesco; e, ao lado, antiga Padaria Dona Oldina Wehmuth década de 1960.

Segundo Leda Maria Baptista, nesta época de 1950 e 1960 os empreendimentos abertos nos bairros eram praticamente lojas de secos e molhados e ferragens, que vendiam as necessidades básicas da população. Os produtos eram comercializados à granel, onde cada morador comprava a quantidade que necessitava. O produto era pesado pelo comerciante e colocado em sacos para ser levado para casa.

Página 32 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Entre os anos 50 e 90

Novos produtos começam a ser comercializados no interior

Residência da família Schwartz e Armarinhos dos Irmãos Libaneses, atual prédio do Cine Foto Mary.

Na década de 1970, o comércio dos bairros começou a se diversificar ainda mais. Se antes as mercearias e lojas vendiam apenas secos e molhados, a partir desta época iniciam também as vendas de roupas, calçados, lingeries, enxovais e vários outros artigos de cama, mesa e banho nos comércios dos bairros. Segundo Leda Maria Baptista, essa diversificação se deu, principalmente, pois as filhas e noras dos comerciantes começaram a buscar produtos para atender as necessidades das demais mulheres e donas de casa da vizinhança. “Eram as conhecidas ‘sacoleiras’.

Elas começaram a buscar os produtos no Centro da cidade e revender nas casas das amigas e vizinhas e também nos pontos comerciais de suas famílias, trazendo assim ainda mais facilidade para os moradores dos bairros de Gaspar, que agora podiam comprar quase tudo o que precisavam sem sair do bairro”, conta Leda. Apesar das mudanças na forma de fazer negócios nos bairros, foi somente na década de 1990 que cada bairro da cidade começou a ter autossuficiência, com farmácias, bancos, salões de beleeza, oficinas e outros serviços essenciais para o bem estar da população.

Comerciantes decidem se unir O vigor do comércio, com bancos, lojas, indústrias e o aumento do consumo, ajudou no desenvolvimento de Gaspar e fez com que a cidade expandisse muito a partir dos anos 70. Nesta época, as vendas do comércio da área central começaram a ser feitas na caderneta. As pessoas compravam os produtos e deixavam o valor devedor anotado no caderinho. O pagamen-

to era feito apenas quando recebiam seus salários ou quando recebiam a venda das safras, no caso dos agricultores. Logo esta prática também começou a ser adotada no comércio dos bairros e, em alguns comércios, é mantida até os dias de hoje. Com o desenvolvimento do comércio em toda a cidade, surgiu a necessidade de congregar os comer-

ciantes, para formar em Gaspar um comércio unido, com a criação de eventos, ações e instrumentos que garantissem ao comércio local a fidedignidade da população, que aos poucos migrava para o comércio de Blumenau, Brusque, Itajaí, e praias. Foi então que surgiu o CDL – Clube de Dirigentes Lojistas de Gaspar, fundado em julho de 1977.

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Página 33


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

O comércio hoje

Comércio representa cerca de 30% da arrecadação do município

Desde o final da década de 1970, quando foi criado o Clube de Dirigentes Lojistas, até os dias atuais, muitas transformações ocorreram no comércio de Gaspar. Além de se expandir para os bairros, o setor varejista também se pluralizou com a instalação de grandes redes na cidade, como as lojas Salfer (hoje Ricardo Eletro), Berlanda, Millium e muitos

outros estabelecimentos comerciais de redes conhecidas estadual e nacionalmente. Este crescimento trouxe maior desenvolvimento para a cidade, garantiu a geração de novos empregos e contribuiu para o aumento da arrecadação de impostos para o Governo Municipal. Hoje, o setor varejista representa cerca de 30% da arrecadação do mu-

nicípio, número considerado excelente pelo secretário de Desenvolvimento Econômico e Renda, Celso de Oliveira. “Neste percentual estamos incluindo as lojas de fábrica, que geram uma excelente arrecadação junto às fábricas da indústria têxtil. Consideramos este um percentual muito bom para o desenvolvimento econômico da cidade”, revela o secretário.

Rota da Moda E é justamente o setor do vestuário o principal ramo do comércio em Gaspar nos dias atuais. Entre os associados da CDL, a maior parte também é do ramo da moda. Segundo o secretário Celso de Oliveira, estas lojas se concentram na área central, mas também têm muita força em al-

Página 34 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas

guns bairros, como o Bateias e Barracão, por exemplo. “A rodovia Ivo Silveira também concentra muitas lojas, principalmente lojas de fábrica. E, exatamente por isso, estamos planejando criar ali a Rota da Moda”, afirma Oliveira. O projeto ainda está sendo ela-

borado e teve início por indicação dos próprios comerciantes daquela região. A ideia é divulgar a rodovia Ivo Silveira como a ‘Rota da Moda’ de Gaspar e, assim, incentivar a instalação de muitas novas fábricas e lojas de fábricas nesta importante via de acesso da cidade.


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

O comércio hoje

Lojistas dos bairros atendem às necessidades da comunidade Gaspar é um dos maiores municípios do Vale do Itajaí em extensão territorial. Com 386,35 quilômetros quadrados, o município é formado por 25 bairros, dos quais muitos estão situados em região bem distante da área central, como por exemplo os bairros Belchior, Bela Vista e Barracão. Para os moradores destes bairros, até poucos anos atrás era necessário se deslocar ao Centro da cidade ou aos municípios vizinhos para comprar suas necessidades básicas como alimentos, roupas, calçados, acessórios e presentes. Hoje,

praticamente todos os bairros da cidade possuem um comércio forte, diversificado e que atende a todas as necessidades de seus moradores. Este crescimento e pluralização trouxe desenvolvimento e muito mais qualidade de vida para a comunidade dos bairros, que tornou-se consumidora fiel dos lojistas das suas localidades. “Nós da CDL entendemos que é muito importante fortalecer o comércio em todas as regiões da cidade, por isso trabalhamos para apoiar, capacitar e dar oportunidades aos comerciantes de todos os bairros”, afirma Katiani

Zimmermann de Oliveira, presidente da CDL de Gaspar. Além da facilidade de ter tudo o que precisa perto de casa, a comunidade também encontra no comércio dos bairros um atendimento diferenciado, pois os clientes são quase todos conhecidos dos lojistas; facilidades de pagamento, muitas vezes com crediário próprio; e ainda agilidade, pois nas lojas dos bairros raramente existe fila para o atendimento. Ou seja, com um comércio fortalecido nos bairros, todos saem ganhando: o cliente, o comerciante, e o próprio município.

Para os moradores dos bairros mais distantes da área central, ter um comércio fortalecido é a saída para atender às necessidades do dia a dia da comunidade

㈀ 㘀

䄀一伀匀

嘀䤀嘀䔀一䐀伀   䌀伀䴀  䄀吀䤀吀唀䐀䔀

䄀䜀刀䄀䐀䔀䌀䔀䴀伀匀 䄀 吀伀䐀伀匀 倀伀刀 䌀伀䴀倀䄀刀吀䤀䰀䠀䄀刀  䔀匀匀䔀匀 ㈀㘀 䄀一伀匀 䌀伀一伀匀䌀伀 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Página 35


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

O comércio hoje Belchior No bairro Belchior o comércio é bastante diversificado, com lojas, supermercado, farmácia, padaria e cervejaria, que atrai turistas de toda a região. Para Airton dos Santos, proprietário do Barulho Auto Center, no bairro Belchior, o crescimento do comércio nos bairros é extremamente positivo. “Para a sociedade crescer é preciso que muitos se ajudem, sem exploração, com contribuição de todos, um comprando do outro. E vemos isso no comércio dos bairros. Um ajuda o outro: cliente e comerciante. O crescimento do comércio facilitou muito a rotina da comunidade”, opina Airton, que há 32 anos possui seu negócio no bairro Belchior.

Bateias A proximidade com o município de Brusque fez do Bateias um bairro com forte comércio de vestuário. Além das lojas, o local também possui outros estabelecimentos como padaria, farmácia, mercados, salões de beleza e muitas outras opções para o bem estar da comunidade. Olimar Sandro Roncaglio, da loja La Martin Modas, no bairro Bateias, afirma que quanto maior for a fidelidade dos clientes dos bairros, maiores serão os benefícios para toda a comunidade. “A expansão do comércio nos bairros é muito importante, pois favorece o crescimento do bairro, da cidade e da comunidade em geral. Bairros com um comércio forte oferecem muito mais praticidade para seus moradores, pois eles não precisam se deslocar até o Centro para comprar o que precisam”.

Página 36 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

O comércio hoje Bela Vista O bairro Bela Vista é um dos mais desenvolvidos do município. Sua proximidade com Blumenau contribuiu para uma evolução rápida e o bairro possui comércios grandes e diversificados. Teresinha Maria Salete Eduardo, proprietária da Tery Modas, no bairro Bela Vista, afirma que cada dia mais o comércio do bairro tem se fortalecido e se aprimorado para atender às necessidades dos clientes da sua localidade. “Em nosso dia a dia percebemos que a fidelização se dá pela conforto da proximidade, atendimento personalizado, facilidade de pagamento, tranquilidade quanto ao enfrentamento de filas, segurança e principalmente vínculo de relacionamento. A grande vantagem da loja de bairro normalmente é a diversidade de produtos, pois procuram atender a uma demanda variada, o que leva a ter um maior sortimento para a manutenção de seus clientes”, opina a empresária.

Poço Grande O comércio do bairro Poço Grande vem crescendo muito nos últimos anos e se destaca como um comércio diferente daquele encontrado em outros bairros da cidade. O bairro possui loja de vestuário, cama, mesa e banho, mercado e outros pontos comerciais, mas se diferencia pelas muitas opções de pontos alimentícios, como quiosques de pastel e caldo de cana, e também pelas lojas de móveis. Para o empresário José Alberto Schmitt, proprietário da Pinoco´s Cana, empresa do bairro Poço Grande e um dos mais antigos associados do CDL naquele bairro, são produtos diferentes que o bairro oferece para seus moradores e para os turistas que passam pelo local em direção ao litoral. “Estes pontos fortalecem o nosso bairro. Além disso, claro, temos quase todos s demais serviços aqui, e tudo isso é fruto do trabalho dos empresários do bairro, com o apoio do CDL”, afirma.

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Página 37


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

O comércio hoje

A importância do setor varejista para o desenvolvimento da cidade Dados levantados pela equipe da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Renda revelam a força do comércio gasparense nos dias atuais. Das 2.216 empresas regularmente instaladas na cidade, 617 são empresas do comércio. “Neste cálculo não contabilizamos os Micro Empreendedores Individuais, MEIs, que são prestadores de serviços que muitas vezes se encaixam no setor varejista. Se contabilizarmos

estes MEIs, os números serão ainda mais relevantes”, explica o secretário municipal Celso de Oliveira. Um dos principais pontos comerciais da cidade, segundo o secretário municipal, é o Centro Comercial Atitude, que trouxe modernidade e inovação para as lojas e demais empresas de Gaspar. Um edifício totalmente comercial, com instalações modernas, bem no centro da cidade.

O setor varejista emprega hoje em Gaspar mais de 3.220 profissionais, de um total de 20.618 pessoas empregadas no momento em que os dados foram levantados pela equipe da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Renda. A média salarial destes trabalhadores, segundo a pes-

Página 38 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas

“O comércio é um dos setores mais importantes da cidade e os números mostram essa força. Acreditamos que todo este sucesso é resultado de um trabalho forte da CDL”

quisa, é de R$1.683,90 e o setor foi um dos que teve o saldo mais positivo na geração de empregos em 2016. “O comércio é um dos setores mais importantes da cidade e os números mostram essa força. A cada dia temos novas lojas e comércios se instalando na cidade, principalmente no setor ali-

Empregos mentício, com supermercados modernos. Acreditamos que todo este sucesso é resultado de um trabalho forte da CDL da cidade, e também da atuação dos próprios comerciantes, no incentivo para que a população compre cada vez mais na cidade”, opina o secretário Celso de Oliveira.


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas O município possui 20.618 profissionais com carteira assinada.

O comércio hoje Destas empresas, 617 são do setor do comércio. Gaspar possui 2.216 empresas.

Destes profissionais, 3.220 são contratados pelo comércio. O setor varejista contribui com 30% da arrecadação municipal.

A média salarial dos trabalhadores do comércio em Gaspar é de R$1.683,90.

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Página 39


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

História CDL

Empresários decidem unir forças pelo crescimento do comércio Grandes comércios já funcionavam em Gaspar em 1977 quando um grupo de lojistas foi convidado a participar de uma reunião do Clube de Dirigentes Lojistas de Blumenau. O encontro fortaleceu nestes empreendedores a ideia de que Gaspar precisava de uma organização semelhante, para unificar os lojistas e promover ações que incentivassem a população a comprar na cidade. Isso porque, segundo a pesquisadora Leda Maria Baptista, neste período as famílias com melhores recursos começaram a comprar nas cidades vizinhas e no litoral. Além disso, neste período começaram a surgir comércios concorrentes na cidade, e era necessário mostrar que juntos todos seriam mais fortes. Flávio Bento da Silva, o Sombrinha,

foi um destes empresários que participou da reunião em Blumenau. “Fomos convidados para esta reunião e eles nos mostraram todos os benefícios de termos uma CDL aqui em Gaspar. Então, reunimos mais empresários e criamos o Clube de Dirigentes Lojistas. Éramos uns seis interessados em fundar a CDL, mas logo tínhamos 14 associados e assim fundamos o CDL, em junho de 1977”, recorda Sombrinha, que na época era proprietário da Livraria e Bazar Silva. No início, o CDL se chamava Clube de Dirigentes Lojistas. Somente alguns anos depois é que o nome mudou para Câmara de Dirigentes Lojistas, marca utilizado até os dias atuais. Naquela época, grupo funcionava como um

clube, onde todas as semanas os associados se reuniam para um almoço, onde discutiam formas de fortalecer o comércio da cidade. O CDL também começou a organizar eventos que transformaram a vida social da comunidade gasparense. Segundo Leda Maria Baptista, 3 ou 4 vezes ao ano o CDL realizava um evento especial na Sociedade Alvorada, onde as esposas dos empresários também participavam dos encontros. “Vinham palestrantes falar sobre o comércio e assim esses eventos começaram a agitar a vida social de Gaspar. As mulheres tinham uma roupa especial para ir ao evento do CDL. Iam ao salão e se embelezavam para participar dos encontros”, lembra Leda.

Primeiros associados do Clube de Dirigentes Lojistas de Gaspar Drogaria Catarinense Alfaiataria e Loja Gasparense Foto Mary Instaladora Gasparense Casa J. Passos Instaladora Osmar Casa Julio Schramm Impressora Graficart Supermercado Gaertner Cherie Modas Bazar União Açougue Erasmo Schramm Itilar Supermercado Costa

Página 40 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

História CDL

Ações começam a organizar o comércio Depois de um ano da sua criação, o CDL já tinha um espaço físico. A sede ficava em uma pequena sala emprestada por um dos sócios, bem no centro da cidade, e também já tinha um secretário executivo: Carlos Fernando Pamplona, o Calinho, que permaneceu no cargo até 2004, quando veio a falecer. Calinho visitava os lojistas da cidade e a cada mês conquistava novos associados. Além dos almoços semanais, o CDL já prestava serviços para os lojistas, como a consulta ao SPC. “Naquela época, ir para o SPC era igual a ir para a cadeia. O Calinho era muito conhecido na cidade, então, muitas vezes, quando um lojista pedia que ele protestasse um cliente, antes de protestar ele ligava para o cliente e avisava para ir até a loja pagar, se não seria protestado”, conta Rovere Passos,

lojista que participou da diretoria do CDL por muitos anos. Flávio Bento da Silva lembra que quando os lojistas começaram a utilizar o serviço de consulta ao SPC, muitos clientes achavam estranho. “Eles estavam acostumados a comprar e anotar na caderneta. Quando consultávamos o SPC eles achavam que estávamos desconfiando deles. Demorou um tempo até os clientes entenderem que era um procedimento comum e importante para a segurança do lojista”, recorda Sombrinha. O Clube também começou a promover campanhas para incentivar as compras nas datas comemorativas, como Natal e Dia das Mães. Estas promoções são realizadas até os dias de hoje e são tradicionais na cidade, com o sorteio de prêmios para quem compra no comércio local.

Carlos Fernando Pamplona ficou conhecido como ‘Calinho da CDL’ devido aos anos de dedicação à entidade gasparense

Primeira diretoria relembra como foi a criação do CDL De todos os integrantes da primeira diretoria do Clube de Dirigentes Lojistas de Gaspar, apenas três ainda estão vivos e lembram com saudades dos almoços e demais eventos realizados para fortalecer o comércio da cidade. “Eu fui convidado para participar da primeira diretoria pois já tinha participado do CDL de Blumenau. Por muitos anos trabalhei na Flamingo e representava a loja no CDL, então os lojistas de Gaspar me convidaram. Foram meses de muito trabalho, mas todos queríamos fazer o melhor pelo nosso comércio”,

relembra Delírio Dagnoni, que era o proprietário de uma loja de artigos turísticos no bairro Bela Vista quando foi fundado o CDL de Gaspar. Alfredo Penzlien, hoje aposentado, era o representante da Casa Julio Schramm na diretoria da CDL. Casado com uma das filhas de seu Julio, ele trabalhou na loja por muitos anos e sempre participou de forma ativa no CDL. “No início, recebemos forte apoio do CDL de Blumenau. Depois começamos a caminhar sozinhos e, aos poucos, fomos fortalecendo o comércio da nossa cidade. Foram

tempos muito bons. Todos queríamos uma única coisa: o crescimento da cidade”. O outro integrante da primeira diretoria que relembra com saudades do início das atividades do CDL é seu José Egon. O aposentado de 68 anos era gerente do Banco Bradesco e representava o banco na diretoria do CDL. “Havia pouco comércio na cidade e precisávamos unir todos pelo bem comum da cidade. O comércio cresceu muito depois que criamos o CDL. Foram anos de muito trabalho e de excelentes resultados”, recorda.

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Página 41


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

História CDL

Momentos marcantes da entidade Passeio Ciclístico Fotos do Passeio Ciclístico realizado no Dia das Crianças. A primeira edição ocorreu em 1983 e nos anos seguintes reuniu ainda mais ciclistas. Tornou-se um evento tradicional e foi realizado todos os anos, até 2012. Um dos objetivos da atual diretoria é voltar a organizar o evento.

Página 42 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas

Capacitação Seminário Técnico de atualização e conscientização sobre a importância do Serviço de proteção ao Crédito – SPC. Evento realizado em Gaspar, em agosto de 1985.


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Segunda sede

Sorteio de Natal Momento do sorteio dos premiados da Campanha Especial de Natal. Promoção é uma das maiores do comércio até os dias de hoje e, a cada ano, sorteia prêmios para quem compra no comércio da cidade. Imagem de dezembro de 1995. Na foto, Calinho (de blusa listrada) revela o ganhador de um dos prêmios através de transmissão ao vivo pela rádio.

Foto do ano de 2000 mostra como era a segunda sede do CDL. Colaboradores trabalharam no local até 2012, quando a entidade mudou-se para o novo endereço, onde funciona até hoje.

Campanhas No final de 1980, CDL começava a colocar faixas e outdoors em homenagem aos comerciantes e em incentivo às compras no comércio da cidade, principalmente nas datas comemorativas.

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Página 43


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

História CDL

Galeria dos presidentes da CDL Diversos empresários de Gaspar deram e ainda deixam sua contribuição para que a CDL chegasse ao patamar de reconhecimento em que se encontra hoje. Mesmo com a correria do dia a dia e os afazeres de seus empreendimentos, essas pessoas destinam seu tempo para o bem comum, com um único objetivo: ver e fazer com que o comércio de Gaspar se desenvolva. Veja a seguir a galeria de imagens de todos os presidentes da Câmara de Dirigentes Lojistas de Gaspar e o ano em que cada um atuou frente à entidade.

Walter Guido Wehmuth 1978-1979

Página 44 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas

Primeiro presidente da CDL de Gaspar: Vidal Pamplona 1977-1978

Nereu de Souza 1979-1980

Alfredo Penzlin 1980-1981

Flávio Bento da Silva 1981-1983 / 1989-1990


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Luiz Eduardo Schramm 1983-1984 / 1992-1993

Fábio Marcelino de Souza 1984-1985 / 1987-1988

José Aldo Pereira 1985-1986

Álvaro Pedro Ferreira 1986-1987

Agenor Antônio Bolomini 1988-1989

Edmar João Campos 1990-1991

Eduardo Osmar Hostert 1991-1992

Roy Veloso Schmalz 1993-1994

Alfredo Soares 1995-1997

Luiz M. dos Santos 1997-1998

Luciano B. dos Santos 1998-1999

Hélio de Oliveira 2000-2001 / 2001-2002 / 2004-2005 / 2005-2006 / 2006-2008

Hamilton Artur Krauss 200-2003

Lorival Valim 2010-2011

José Rovere Passos 2003-2004 / 2012-2013 / 2016-2017

Katiani Z. de Oliveira 2017-2018

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Página 45


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Pรกgina 46 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Atualidade

CDL permanece como entidade forte e atuante em favor dos empresários Com uma sede ampla e moderna, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Gaspar é hoje uma das entidades mais fortes e atuantes da cidade. Além de promover ações que incentivam o fortalecimento do comércio, também garante o treinamento e capacitação de seus associados e presta vários serviços que facilitam a rotina das empresas. Ao todo, quase 300 empresas fazem parte da CDL de Gaspar. Segundo Jefferson Schramm, Gestor Executivo da CDL, esse número vem aumentando consideravelmente desde 2012, quando a CDL deixou de ser uma entidade exclusiva de lojistas e tornou-se uma organização aberta, que pode ter a participação de qualquer empresa que esteja em atuação na cidade, inclusive de Micro Empreendedores Individuais, MEIs.

Atual diretoria da CDL de Gaspar Presidente Katiani Z. de Oliveira

Conselheiro Fiscal Jose Rovere Passos

Vice Presidente Ivan Carlos da Silva

Conselheiro Fiscal Francisco Hostins Junior

Secretária Zaira Pais Spengler

Conselheiro Fiscal Edmar João Campos

Diretor Financeiro Marcos F. Scheidt

Suplente Lorival Valim

Diretor de SPC Sayonara H. Anhaia

Suplente Gilberto Schmitt

Diretor de Eventos Luiz Hamilton Krauss

Suplente Remir Alvim

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Página 47


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Hoje

Serviços oferecidos aos associados A CDL oferece diversos serviços que contribuem com a rotina de trabalho e dão segurança para as empresas associadas. Para os empresários que ainda não fazem parte da CDL mas desejam se

associar, basta ir na sede da CDL, se cadastrar através do site ou ainda agendar uma visita do vendedor. Confira alguns dos serviços oferecidos pela CDL aos seus associados.

Taxa reduzida

Sistema exclusivo de protesto em cartório com preço reduzido, por R$9,90, com um diferencial exclusivo: o devedor é quem paga as custas quando for fazer o acerto no cartório, e não o empresário.

Calculadora Lojista Com a calculadora lojista, é possível calcular juros, parcelas e amortizações e, ainda, emitir etiquetas de acordo com o Código de Defesa do Consumidor.

Portifólio de Benefícios A CDL possui um catálogo com quase 30 empresas de serviços como dentistas, academias, clínicas médicas e restaurantes onde os associados e seus colaboradores têm descontos exclusivos e especiais.

Consultas Serviço disponível para consultas de CPF e CNPJ com base de dados no SPC, Serasa e Cartório.

Emissor de Nota Promissória Com o emissor de Nota Promissória, o lojista garante o correto preenchimento das notas promissórias, evitando futuros problemas ou erros.

Página 48 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas

Localizador de devedores Sistema localiza devedores em todo o estado de Santa Catarina. A procura é feita sem custo. Se o devedor for encontrado, será cobrada uma taxa de R$ 2,50.

Palestras, Treinamentos e Workshops Todos os meses a CDL promove uma palestra ou workshop para capacitar e treinar seus associados. Os temas são sugeridos pelos próprios empresários e os eventos acontecem no auditório da CDL.


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Hoje

Campanhas aumentam as vendas e promovem o bem estar dos clientes Amparar, defender, orientar e representar os interesses dos associados é a missão da CDL. Mas a entidade não atua apenas focada na classe empresarial. Ela entende que precisa estar focada no bem estar da comunidade e, assim, contribuir com o desenvolvimento do município. Por isso, a CDL promove ações de conscientização ambiental, ações sociais e outras campanhas que contribuem para a construção de uma sociedade mais justa e

igualitária. “Temos várias campanhas que incentivam a comunidade a fazer o bem, como a arrecadação de roupas para a Campanha do Agasalho”, explica Jefferson. Este ano a diretoria da CDL inovou e criou o ‘Cabide solidário’, um cabide instalado na principal praça da cidade, com roupas e calçados que estão à disposição das famílias mais carentes, para que todos possam se aquecer nos dias frios.

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Página 49


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Hoje

Campanhas ambientais Há cinco anos a CDL promove o ‘Recicla CDL’ , uma campanha da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina, que promove um concurso entre os estudantes das redes municipal e estadual. “A campanha é realizada em parceria com a Secretaria de Educação e escolas e inicia em junho, mês do meio ambiente. Cada estudante produz um desenho ou redação sobre reciclagem e sustentabilidade. O melhor desenho e a melhor reda-

ção da cidade recebem um prêmio e passam a concorrer na segunda fase, com todas as escolas do estado. O vencedor estadual ganha um tablete e a escola campeã ganha um computador”, explica o gestor executivo da CDL. A CDL também recolhe o lixo eletrônico da comunidade. Qualquer pessoa pode depositar o item na sede da CDL, que dá o destino correto aos materiais, evitando assim a contaminação do meio ambiente.

Página 50 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Hoje

Ações para impulsionar o comércio Para incentivar a comunidade a comprar no comércio local, a CDL promove campanhas promocionais nas principais datas comemorativas, como Natal, Dia das Mães, Dia dos Namorados, Dia das Crianças e Dia dos Pais. A entidade também organiza, em parceria com o Poder Público Municipal, o Sábado na Praça, um evento aberto para a comunidade, que acontece sempre no penúltimo sábado do mês, e que disponibiliza lazer e orientação para a comunidade, incentivando as pessoas a circularem no comércio central. Outra ação promovida pela CDL é o ‘Sábado Especial’, onde, no se-

gundo sábado do mês, as lojas ficam aberta até as 16h sem fechar para almoço. Neste ano, a nova diretoria também criou o ‘Liquida Gaspar’, um evento que fechou a rua Coronel Aristiliano Ramos e incentivou os lojistas a venderem com descontos de no mínimo 30%. Muitos lojistas colocaram seus produtos para fora das lojas e chamaram a atenção da comunidade. A primeira edição aconteceu em março e uma nova edição deve ser realizada em setembro. Além disso, foi criada a ‘Operação Inverno’, que deve acontecer todos os anos, sempre em julho.

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Página 51


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Sindilojas

Sindicato representa as empresas de bens, serviços e turismo Unir, orientar, defender e representar as 1.400 empresas de bens, serviços e turismo da cidade. Este é o principal objetivo do Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Gaspar. Fundado em 1992, o sindicato atua de forma eficiente na defesa não apenas de seus quase 300 associados, mas de todas as empresas que estão ligadas ao seu ramo de atuação. “Todos os anos fazemos as negociações coletivas com o sindicato dos empregados e sempre buscamos garantir as melhores negociações para a nossa categoria”, explica Francisco Hostins Junior, presidente do Sindilojas de Gaspar. Além das negociações coletivas, o

Sindilojas também atua nos interesses individuais de cada um de seus associados, sempre que precisam de negociações específicas com o sindicato dos empregados. O Sindilojas também tem se manifestado sobre as mais variadas questões que afetam diretamente o cotidiano da comunidade, cumprindo assim uma função extra no contexto social. Todas as atividades da entidade têm como objetivo principal qualificar e facilitar o trabalho e o crescimento da área comercial, através de ações, parcerias, serviços, produtos e da harmonização entre todos. O Sindicato é o representante das empresas junto à

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio) de Santa Catarina. Atualmente, o comércio de bens, serviços e turismo é responsável por 59% do PIB catarinense, por 72% da arrecadação fiscal do estado e gera mais de 1,1 milhão de empregos no estado. Um setor forte, que tem na Fecomércio e no Sindilojas o apoio necessário para crescer ainda mais. “Sempre atuamos em parceria com a CDL em Gaspar. Nossas ações são promovidas de forma conjunta, sempre pensando no melhor para os empresários do setor varejista e na busca do desenvolvimento sustentável” afirma Junior Hostins.

Atual diretoria do Sindilojas de Gaspar Presidente Francisco Hostins Junior

Conselheiro Fiscal Ivan Carlos da Silva

Vice Presidente Jose Rovere Passos

Conselheiro Fiscal Katiani Z. de Oliveira

Secretário Remir Alvim

Conselheiro Fiscal Zaira Pais Spengler

Diretor Edmar João Campos

Suplente Marcos F. Scheidt

Diretor Gilberto Schmitt

Suplente Luiz Hamilton Krauss

Diretor Lorival Valim

Suplente Sayonara H. Anhaia

Página 52 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Sindilojas

Garantia de negociações salariais dentro da realidade cria Sindicato O comércio de Gaspar já estava fortalecido e a cada ano surgiam novas lojas na área central e nos bairros quando o Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Gaspar foi fundado, no ano de 1992. Aniceto Deretti, proprietário da Ki -Loja, foi o primeiro presidente da entidade. Ele lembra que, antes de ter seu próprio sindicato, Gaspar pertencia ao Sindicato Varejista de Blumenau. “Todas as negociações coletivas eram realizadas entre o sindicato patronal e o sindicato dos empregados de Blumenau e nós não tínhamos força para mostrar que Blumenau e Gaspar eram cidades com realidades econômicas muito diferentes. O nosso comércio ainda não se comparava ao de Blumenau. Estávamos de 15 a 20% abaixo da cidade vizinha, mas sempre tínhamos que aceitar os valores salariais impostos por eles. Estava difícil para os lojistas. Por isso, decidimos nos unir e criar nosso próprio sindicado”, revela o empresário.

E da união dos empresários surgiu o Sindilojas Gaspar, um sindicato forte e atuante, que há 25 anos garante que as negociações salariais com o sindicato dos empregados sejam realizadas de acordo com a realidade econômica do município. “Hoje as negociações salariais são muito mais fáceis e com números que estão de acordo com a nossa realidade. Todo o nosso trabalho para criar o Sindilojas teve total apoio do CDL e o então secretário executivo, Calinho Pamplona, foi quem mais trabalhou para conseguirmos fundar o Sindilojas em Gaspar”, afirma Deretti. O empresário esteve como presidente do Sindilojas durante dez anos e, neste período, viu o comércio de Gaspar crescer e se fortalecer, sempre apoiado pelas ações da CDL e do Sindilojas. “É muito gratificante ver que nosso trabalho vem trazendo bons resultados para os empresários e para a economia da nossa cidade até os dias de hoje”, finaliza.

“O nosso comércio ainda não se comparava ao de Blumenau, estávamos de 15 a 20% abaixo de Blumenau, mas sempre tínhamos que aceitar os valores salariais impostos por eles. Estava difícil para os lojistas, por isso decidimos nos unir e criar nosso próprio sindicado” Aniceto Deretti, primeiro presidente do Sindilojas

Valores do Sindilojas • • • •

Ética Empreendedorismo Comprometimento Transparência

• • •

Inovação Sustentabilidade Pro-atividade

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Página 53


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

Pรกgina 54 | 40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas


40 anos CDL Gaspar I 25 anos Sindilojas

40 anos CDL Gaspar e 25 anos Sindilojas | Pรกgina 55


Revista CDL 40 Anos  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you