Issuu on Google+

Jornal da Cidade - 23 de novembro de 2013

Apoio Cultural

Lagoa da Prata, 23 de novembro de 2013 - Ano I - Nº 16

VEREADORES PODEM PROIBIR CARROS DE PROPAGANDA

Proposta que tramita na Câmara prevê a proibição da veiculação de propagandas comerciais em carros de som aos finais de semana e feriados. Página 4

Xandinha é medalha de ouro e recordista em campeonato Página 6

Projeto de lei limita o horário permitido para a prestação do serviço de 8h às 18h, de segunda a sexta-feira. Aos sábados, até o meio-dia.


Jornal da Cidade - 23 de novembro de 2013

2


3

Jornal da Cidade - 23 de novembro de 2013

Câmara Municipal de Lagoa da Prata sofre ação civil movida pelo Ministério Público

Promotor de Justiça, Dr. Luís Augusto de Rezende Pena O Promotor de Justiça, Dr. Luís Augusto de Rezende Pena, ajuizou ação civil pública contra a Câmara Municipal de Lagoa da Prata, com pedido de declaração incidental de inconstitucionalida-

de da lei que assegurou assessoria jurídica para ex-vereadores. Apesar de ter sido vetado o projeto de lei em questão, os vereadores, por maioria, derrubaram o veto emitido pelo Prefeito

Municipal e, no último dia 06 de novembro, a Câmara Municipal promulgou a Lei Complementar n.º 134/2013, garantindo a prestação de assistência jurídica a ex-vereadores. Na ação, o Promotor de Justiça pede, liminarmente, que a Câmara Municipal se abstenha de prestar assistência jurídica a ex-Vereadores, sob pena de multa de R$ 10 mil para cada procedimento, administrativo ou judicial, em que for assegurada a Assessoria Jurídica do Poder Legislativo Municipal em benefício de ex-Vereadores. A ação tramita na 2ª Vara da Comarca de Lagoa da Prata e está sob o cuidados do Juiz de Direito, Dr. Islon César Damasceno, que, ao despachar a petição inicial, irá apreciar a pretensão liminar formulada pelo MinistérioPúblico.

Rapaz armado assaltada casa lotérica no centro de Lagoa da Prata

A lotérica fica Rua Modesto Gomes Uma casa lotérica de Lagoa da Prata foi vítima da ação de bandidos. Um rapaz armado assaltou um funcionário e roubou o dinheiro que estava no caixa. Ele fugiu junto com um comparsa que o aguardava em uma motocicleta. Os dois não foram localizados. De acordo com informações da Polícia Militar de Lagoa da Prata, o assalto aconteceu na quinta-feira (21), por volta das 14h. O funcionário da

lotérica contou que um rapaz de estatura baixa, magro, trajando calça jeans e com capacete na cabeça entrou no local e de posse de uma arma de fogo anunciou o assalto. O funcionário entregou o dinheiro que estava no caixa e em seguida o assaltante fugiu. Eles fugiram pela Rua Acácio Mendes tomando rumo ignorado. A PM informou que toda a ação dos bandidos foi gravada pela câmara de segurança. A Polícia

Civil está analisando as imagens para tentar identificar os dois elementos. ASSALTOS CONTINUAM No dia 08 de agosto de 2013 a Polícia Miliar prendeu três elementos suspeitos de participarem de uma série de assaltos a comércio em Lagoa da Prata, no entanto, mesmo após a prisão dos elementos, os crimes continuaram a acontecer.


4

Jornal da Cidade - 23 de novembro de 2013

CARTA AO LEITOR PARADISO/SANTA EUGĂŠNIA II

Propaganda em carros de som aos finais de semana e feriados poderå ser proibida Estå em discussão na Câmara Municipal de Lagoa da Prata um projeto de lei que visa regulamentar os dias e horårios permitidos para as propagandas comerciais feitas por meio de carros de som. O volume alto, na maioria das vezes excessivamente alto, gera desconforto e causa transtorno a muitas pessoas. É uma publicidade invasiva que tira o direito do cidadão de querer ou não receber a informação. O assunto, inclusive, jå gerou inúmeros protestos em redes sociais. Os vereadores Edmar Nunes/PDT e Adriano Moraes/PV apresentaram um projeto de lei que proíbe as propagandas aos domingos, feriados e aos såbados após o meio-dia. As publicidades sonorizadas serão permitidas, caso seja aprovado o projeto, de segunda a sexta-feira, de 8h às 18h. O som não poderå exceder a sessenta decibÊis. O projeto foi discutido na última reunião legislativa na segunda-feira (18/11), mas foi retirado da pauta devido a um artigo que gerou dupla interpretação. Alguns vereadores, dentre eles Di-Gianne Nunes/PPS, entenderam que o texto original poderia prejudicar os serviços de utilidade pública feitos pelos carros de propaganda, como as notas de falecimento, campanhas de vacinação, perda de animais etc. Um novo texto estå sendo redigido e o projeto deverå entrar na pauta legislativa nos próximos dias. O artigo 2º do projeto de lei prevê que a exploração do serviço serå permitida somente a profissionais autônomos e empresas previamente cadastradas no

setor de Tributação, Fiscalização e Cadastro da Prefeitura de Lagoa da Prata. Um dos autores do projeto, o vereador Adriano Moraes disse que jĂĄ existe uma lei municipal que regulamenta o volume mĂĄximo permitido, mas a lei nĂŁo ĂŠ cumprida pelo municĂ­pio que, segundo ele, justificou que nĂŁo dispĂľe de aparelho para auferir os decibĂŠis. “EntĂŁo temos que partir para outra linha de atuação, que ĂŠ delimitar horĂĄrio para que o povo tenha sossego, sua paz garantidaâ€?, explica o vereador. O parlamentar Edmar Nunes, tambĂŠm autor do projeto, sugeriu que a população ajude na fiscalização ao denunciar os veĂ­culos com volume excessivamente alto. “Este projeto ĂŠ para fins comerciais, nĂŁo restringe as informaçþes de utilidade pĂşblica. Foi sugestionado pelo Wender (empresĂĄrio do ramo) que os carros fossem plotados com o nome da empresa que estĂĄ fazendo divulgação, para que a população possa ver o veĂ­culo que estĂĄ incomodando. Quando ĂŠ serviço de utilidade pĂşblica, nĂŁo tem a restriçãoâ€?, defende. O OUTRO LADO O Jornal da Cidade ouviu, informalmente, dois profissionais que trabalham com propaganda em carros de som. Eles sĂŁo favorĂĄveis Ă s mudanças, desde que venham beneficiar os moradores da cidade. A ressalva ficou por conta do horĂĄrio permitido estabelecido no projeto e tambĂŠm sobre os veĂ­culos que circulam de forma irregular e sem a

documentação necessĂĄria. Wender Silva, radialista e empresĂĄrio do ramo de publicidade volante, diz que concorda com a mudança, no entanto, o horĂĄrio permitido deveria ser maior. “Deveria ser de 8h Ă s 19h, pois entre 18h e 19h ĂŠ interessantĂ­ssimo para o cliente que quer atingir pessoas que estĂŁo saindo do trabalho. A fiscalização de decibĂŠis deverĂĄ ser feita rigorosamente, com todos. Penso tambĂŠm que deva ser feita uma fiscalização em todas as empresas, para que ninguĂŠm exerça a profissĂŁo de forma ilegal. Eu pago meus impostos, gero emprego formal e tenho alvarĂĄ de funcionamento. NĂŁo seria justo que outros trabalhem no mesmo ramo sem gerar arrecadaçþes para nossa cidadeâ€?, explicou Wender Silva. OPINIĂƒO No domingo retrasado, entre 8h e 8h30, tive a “satisfaçãoâ€? de ter sido acordado por um “bendidoâ€? anĂşncio berrante de propaganda. No espaço de trinta minutos, trĂŞs carros diferentes passaram em frente Ă  minha residĂŞncia. PaciĂŞncia! Falta bom senso e profissionalismo a muitas empresas que prestam este serviço, que ĂŠ muito importante para o comĂŠrcio e para a comunidade. Falta bom senso porque, regulamentado ou nĂŁo, ĂŠ uma propaganda invasiva que fere o direito de o cidadĂŁo escolher se quer ou nĂŁo receber aquela informação, daquela forma. E profissionalismo porque, ao abrir o volume das caixas de som ao mĂĄximo e incomodar o

Juliano Rossi - Editor cidadĂŁo, criam uma rejeição enorme Ă  empresa que contratou o serviço. JĂĄ li em redes sociais que determinada pessoa afirmou que jamais iria comprar um produto na empresa “Xâ€? porque se sentiu ofendida com a forma que a propaganda foi feita. Existem tambĂŠm excelentes profissionais, como o Carlinhos, filho do Adelmo Lopes, e o prĂłprio Wender Silva, que zelam pela qualidade do som do veĂ­culo e tambĂŠm pelo volume. Mas ele faz parte de uma minoria. Quantas vezes vocĂŞ, que trabalha no comĂŠrcio, jĂĄ teve que interromper uma ligação com um cliente porque um carro de propaganda impedia a conversa? É uma cena comum. E a administração nĂŁo conseguir criar mecanismos para fiscalizar os decibĂŠis, segundo o vereador Adriano Moraes, ĂŠ uma piada de mau gosto, nĂŠ?! Um decibelĂ­metro custa cerca de 90 reais. A prefeitura tem agentes fiscais e a Guarda Municipal, que podem fazer a fiscalização com presteza. Quem quer sempre arruma um jeito. Quem nĂŁo quer, inventa uma desculpa. A realidade ĂŠ essa. O projeto serĂĄ votado pelos vereadores nas prĂłximas semanas e eles nĂŁo podem se omitir. Esta ĂŠ uma questĂŁo de poluição sonora e qualidade de vida.

Lagoa Colchoes Especializada

(37)3261-1079

JORNAL DA

CIDADE PROPRIEDADE     CNPJ  INSCRIĂ‡ĂƒO ESTADUAL  INSCRIĂ‡ĂƒO MUNICIPAL 

DIRETOR PRESIDENTE

Toldos,placas, sombreadores adesivos e banner’s toldosclassic@hotmail.com

COMERCIAL

! "# $  $% &'( ) "*+%," ,

"2 

"

"3 +3 ," , "0,#

") #"+%," ,

DIRETOR EXECUTIVO

DISTRIBUIĂ‡ĂƒO

" #'  " #* +3 ," ,

CHEFE DE REDAĂ‡ĂƒO

 # -#   # ?"% +3 ," ,

(5 ">   %5 "&  ? +3 ," ,

FALE CONOSCO

) #"".+%," , @ A

IMPRESSĂƒO

-,. /  0!1 ,2 #  #4   #4# . 5"6  7 #  . #5"  .*     !8$09:99/2 ,. 5" 7   5 . #5"  ($;8:99/9/8';0:<=8


Jornal da da Cidade Cidade -- 23 23 de de novembro novembro de de 2013 2013 Jornal

Diretora do Colégio Águia de Prata fala sobre as propostas e inovações em 2014 O Colégio Águia de Prata iniciou o ano 2013 em parceria com o UNO Internacional. Em janeiro os professores participaram de um Congreso, em Brasília, juntamente com mais sete países ibero-americanos, que adotaram a tecnologia digital em parceria com a Apple para que seus alunos desenvolvam as habilidades e competências exigidas no mundo atual. O Colégio Águia de Prata sai à frente com o perfil educacional do século XXI. O mundo mudou. O modo como as pessoas aprendem pesquisam e interagem é totalmente diferente do que era há cinco anos. Não podemos preparar nossas crianças para um mundo que ainda não foi inventado, mas podemos oferecer competências para que elas participem da criação desse futuro.

A proposta do UNO Internacional é justamente integrar inteligências múltiplas, diferentes estilos de aprendizagem e habilidades de pensamento crítico. Inspirar e educar alunos para que, guiados por valores fundamentais, tornem-se líderes bem sucedidos, competentes e responsáveis. Para ter conhecimento sobre a participação do Colégio nesse Congresso, vamos entrevistar nossa diretora, Maria Inês.

Quais foram os objetivos desse congresso no exterior?

Maria Inês: O UNOi nos deu oportunidade de vivenciar as diferentes realidades educacionais existentes no mundo e perceber o que uma parceria bem estruturada é capaz de fazer para interligar e direcionar mudanças.

E que mudanças serão efetivadas no processo educacional a curto prazo?

MI: Todos os programas e processos do UNO estão

prática escolar?

Maria Inês, diretora do Colégio Águia de Prata articulados para que os objetivos sejam alcançados. Para isso, são metas essenciais a participação, o bilinguismo e a cultura digital. A meta é levar os alunos a abraçarem os cinco pilares da educação definidos pela UNESCO, o que hoje é um desafio para o educador do mundo inteiro. O UNO realmente inseriu esses pilares como a base de sua prática pedagógica, sendo eles: saber, fazer, viver juntos, ser e transformar. E é essa proposta que estamos levando aos pais de nossos alunos.

E em longo prazo, o que vai mudar?

MI: Nossa responsabilidade é levar os alunos a terem competência para resolver problemas, desempenhar papéis com autonomia e responsabilizar-se pelos resultados alcançados, além de saber comunicar-se, participar e trabalhar em equipe. Por isso investimos em eventos onde os alunos são empreendedores, planejam e realizam seus próprios projetos. Também iremos vivenciar realidades diferentes, através da troca de experiências e intercâmbio de alunos para os países que são parceiros do UNO.

O que mudou na

MI: O ambiente digital é o suporte no qual esses valores e competências se desdobram, transcendendo as aulas e as fronteiras das escolas e dos países. Esse suporte está presente na escola e é o cenário onde as redes se sustentam. Com a tecnologia nas mãos, tanto o professor quanto o aluno estão passando naturalmente para o processo de transformação a que o mundo está se submetendo através dos avanços e descobertas da ciência e da tecnologia. E não há ambiente mais apropriado para essa transformação do que o ambiente escolar.

Onde o uso do meio digital reflete na prática escolar?

MI: O uso do meio digital implica numa clara ruptura com os padrões antigos, onde o universo multimídia capta a atenção dos alunos e o insere nas atividades virtuais. Ele passa de espectador passivo do conhecimento para um sujeito ativo de um processo inovador, onde as atividades

INFORME PUBLICITÁRIO

Conectados à nova realidade tecnológica, alunos terão Ipads, tablets da Apple em sala de aula

55

de repente se concentram em instrumentos de desejo, de manuseio muitas vezes proibido na escola, como é o caso dos aparelhos virtuais. Dessa forma, as atividades tornam-se mais atrativas, mais produtivas e significativas, já que esse ambiente lá fora já fazia parte de seu universo. Cabe ao professor mediar as inovações com as práticas tradicionais, responsáveis pela continuidade do conhecimento através dos tempos.

Houve resistência às mudanças?

MI: Todo processo novo gera resistência. Mas é justamente aí que as forças encontradas em luta permanente fazem o equilíbrio e a mudança. O que estamos buscando é uma educação criativa na área digital e já estamos vivenciando os resultados, mesmo porque não compramos um projeto de educação interativa com equipamentos virtuais. O projeto se baseia em dar subsídio para que o aluno possa vir a se tornar a mudança que ele deseja imprimir no mundo.


Jornal da Cidade - 23 de novembro de 2013

Atleta Xandinha é medalha de ouro e recordista em campeonato Mais uma vez a atleta lagopratense Alexandra Maria Pimenta da Silva, a Xandinha, elevou o nome de Lagoa da Prata em campeonatos disputados por ela e por sua equipe treinada pelo professor Abel Mendes. Xandinha participou do JAME (Jogos Abertos de Minas), campeonato que foi disputado na cidade de Ipatinga por atletas com mais de 16 anos de idade. Ela disputou as modalidades lançamento de dardos e arremesso de pesos. No arremesso de pesos, Xandinha alcançou a marca de 11 metros e 95 centímetros, quebrando o recorde estabelecido há 15 anos, que era de 11 metros e 82 centímetros. Ela também foi ouro no lançamento de dardos. O recorde atual era de 42 metros e Xandinha conseguiu a marca de 44 metros. O campeonato reuniu diversos atletas de vários municípios de Minas Gerais que já contam com pro-

jetos de atletismo. Nove atletas de Lagoa da Prata disputaram os jogos em Ipatinga. Durante todo o ano, os atletas que participam do Projeto Correndo para o Futuro, coordenado pelo professor Abel, participam de vários campeonatos. Apesar dos resultados obtidos por vários atletas até em competições internacionais, a equipe ainda enfrenta dificuldades estruturais e até logísticas, como falta de apoio para deslocamento a outras cidades e estados. Para a atleta Xandinha, um dos principais problemas ainda é o local de treinamento. “Nós precisamos principalmente de um local adequado e apropriado para treinar. Hoje nós usamos a Praça de Esportes, mas aqui pode ser muito perigoso. Crianças e adolescentes, que não são do projeto, mas que fazem parte do clube, frequentam aqui diariamente e isso pode

ocasionar algum tipo de acidente enquanto treinamos. Fico com medo até quando vou lançar algum dardo ou arremessar um peso. E se acerta alguma criança?”, questiona a atleta. Xandinha e sua equipe agora se preparam para o Campeonato Mundial Gymnasiade, considerado a maior competição escolar do mundo. Os jogos são para atletas de 14 a 16 anos e será disputado em Brasília, no Distrito Federal, entre os dias 29 de novembro e 04 de dezembro. O campeonato irá reunir mais de 40 países. Na seletiva, que também aconteceu em Brasília, Xandinha conseguiu a medalha de ouro no lançamento de dardo e medalha de prata no arremesso de peso. “É um dos campeonatos mais esperados por ser realizado somente de dois em dois anos. É um campeonato grande. Cerca de dez atletas de Minas Gerais participarão da disputa.

Eu irei com uma garota aqui de Lagoa da Prata e Japaraíba será representada por outra atleta”, contou Xandinha. A atleta ainda falou sobre a importância do projeto Bolsa Atleta, que ajudaria no incentivo aos atletas que fazem parte do projeto Correndo Para o Futuro. Segundo ela muitos atletas passaram pelo projeto, mas tiveram que abandonar o sonho para trabalhar. “Muitas das vezes o atleta começa a treinar, se destaca, mas as condições financeiras o impedem de continuar. Principalmente os garotos que tem por natureza a vontade de comprar suas próprias coisas ou até mesmo ajudar nas despesas de casa. Eu acho que o projeto Bolsa Atleta tem que virar realidade porque nós estamos perdendo muito atletas por falta de apoio e de incentivo. E isso não é positivo para o cenário de nossa juventude”, completou Xandinha.

Instituto Federal de Minas Gerais é inaugurado em Lagoa da Prata. Aulas começam neste mês Depois de muita espera por parte de alunos e professores inscritos no programa, o IFMG (Instituto Federal de Minas Gerais) foi inaugurado em Lagoa da Prata. A solenidade aconteceu na noite da segunda-feira (18), às 19h, na Escola Municipal Dr. Jacinto Campos. Em seu discurso, o prefeito Paulo César Teodoro disse que muitas pessoas não acreditaram na instalação do instituto na cidade. De acordo com ele, muitos projetos que foram apresentados durante a campanha pareciam impossíveis aos olhos das pessoas. “Lembro que fui muito questionado sobre nosso plano de governo. Dentre eles o próprio SAMU, UPA, CEFET. E hoje, graças a Deus, onze meses de governo, com todas as dificuldades que enfrentamos, contanto com uma equipe técnica qualificada e dedicada, toda a população de Lagoa da Prata acre-

O prefeito Paulo César Teodoro disse que irá disponibilizar o terreno para construção da futura sede ditando, hoje o Instituto Federal de Minas Gerais é uma realidade para nós”, disse o prefeito. A princípio o IFMG seria instalado na Escola Estadual Virgílio Perilo, mas, de acordo com o prefeito, foram encontradas diversas dificuldades, o que impossibilitou que os cursos fossem para aquela escola. Segundo o vice-prefeito Ismar Roberto,

várias outras conquistas serão alcançadas pela atual administração, e ainda dentro da área de educação, uma escola moderna será inaugurada em breve no Bairro Gomes. Os alunos que se inscreveram no PRONATEC terão inicialmente quatro cursos técnicos subsequentes em Lagoa da Prata, que são direcionados aos alunos que

já concluíram o ensino médio. Já estão abertas as vagas para os cursos técnicos concomitantes, direcionados aos alunos que estão cursando o ensino médio. No uso da palavra, o deputado federal Reginaldo Lopes falou da importância do investimento na educação do ensino médio. Segundo ele, hoje, o jovem que se forma no terceiro ano do ensino médio não está preparado para ingressar no mercado de trabalho formal e profissional, e isso faz com que uma grande maioria desiste dos estudos ainda no ensino fundamental. “É evidente que tem um problema, do ponto de vista pedagógico, isso por que há uma demanda acima da média e há também uma evasão enorme em relação a essa etapa educacional, tanto que o governo federal criou o PRONATEC, esse programa de formação técnica e de

acesso ao mundo de trabalho. Nós temos hoje no Brasil o emprego, a demanda por mão de obra qualificada, o indicador é pequeno, e nós temos aí pessoas desempregadas e vagas de trabalho”, explicou o deputado. De acordo com a Secretaria de Educação, as aulas terão início ainda no mês de novembro e os interessados em ingressar nos cursos concomi-

6

tantes já podem procurar a escola para se matricularem. Serão, inicialmente, quatro turmas nos cursos de “Técnico em Açúcar e Álcool”, “Técnico em Alimentos”, “Técnico em Eletromecânica” e “Técnico em Produção de Moda”. A Prefeitura Municipal disponibilizou um terreno, que foi desapropriado, para que futuramente seja construída a sede do Instituto.

Os cursos serão realizados na Escola Municipal Dr. Jacinto Campos, no centro


7

Jornal da Cidade - 23 de novembro de 2013

Revista Valor Econômico confirma Embaré entre as maiores do Brasil A exemplo da revista Exame, a Valor Econômico, por intermédio da sua publicação anual Valor 1000, também classifica a Embaré entre as 1.000 maiores empresas do Brasil, em todos os ramos de atividade. A importância da classificação da Embaré nas duas publicações se prende ao fato da diferença de conceitos de avaliação que, naturalmente, deve existir entre as duas revistas. E a Embaré se enquadra em todos, o que demonstra não só a sua importância financeira no cenário econômico no país como também a modernidade de sua estrutura. E no setor de alimentos, em particular, a Valor 1000 classifica a Embaré em 8º lugar em “rentabilidade” e em 2º em “crescimento sustentável”,

dois dos conceitos classificatórios da publicação. A presença da Embaré – na Exame em 625º, e na Valor 1000 em 565º lugar – no ranking das 1.000 melhores, efetuados por revistas especializadas em economia e negócios, atesta o excelente desempenho de todos os setores da força de trabalho da empresa, que já apresenta, em 2013, no acumulado até agosto, um crescimento de 44,5% na tonelagem vendida em relação ao mesmo período de 2012, o que por certo vai influenciar a posição da Embaré no ranking das 1.000 maiores deste ano.

so de modernização das embalagens. A primeira embalagem a receber a nova apresentação foi a do leite em pó integral Camponesa 400g. Aos poucos, as antigas embalagens estão dando lugar às novas nas gôndolas dos supermercados. Também as embalagens Tetra Pak do Leite Longa Vida Camponesa passaram a contar com uma nova tampa, mais fácil de manusear e que possui uma abertura 30% maior, facilitando o ato de servir. A nova disposição do lacre de segurança é outra inovação que irá facilitar ao consumidor verificar se a embalagem foi violada.

Produtos da Embaré estão de cara nova A linha de produtos de laticínios Camponesa está passando por um proces-

Fonte: tivo vembro

Transportadora Pontual é bicampeã da Copa Lagoacred Card A Transportadora Pontual, de São Gotardo, conquistou pela segunda vez consecutiva a Copa Lagoacred Card de Futsal. A Final da copa, que aconteceu na sexta-feira (8), no Poliesportivo Leopoldo Bessone, contou com a participação de um público bastante expressivo. Os jogos aconteceram de forma tranquila, sem confusões, com torcedores divididos entre crianças, jovens e adultos, e a segurança feita com a parceria da Polícia Militar, Guarda Civil Municipal e seguranças contratados pela organização. No jogo preliminar, a equipe de Campos Altos venceu, em um jogo muito disputado, a Farmel , de Lagoa da Prata, por 4 a 3, conquistando o terceiro lugar na competição. A Farmel fez uma bonita campanha, mas terminou em quarto lugar na copa. No jogo principal da noite, a quadra foi o palco do duelo entre as finalistas Transportadora Pontual e Samonte. Belíssimas jogadas, grandes defesas, arbitragem

atenta, torcida eufórica e muitos gols. A equipe de Samonte perdeu a partida por 5 a 4. A transportadora Pontual sagrou-se bicampeã da Copa Lagoacred Card de Futsal. Segundo o diretor presidente da Lagoacred, Nilson Antônio Bessas, o resultado foi muito positivo, principalmente pela tranquilidade e organização. Nilson disse que o foco principal da realização da copa é o trabalho social. “A copa e os outros eventos desenvolvidos pela Lagoacred têm como preocupação contribuir e enriquecer o esporte, a cultura, o lazer e o bem estar social, ajudando pessoas carentes do município”,

afirma o presidente. Nilson disse que as quatro edições da Copa Lagoacred Card arrecadaram mais de quinze toneladas de alimentos não perecíveis. Cinco entidades de Lagoa da Prata e duas de Santo Antônio do Monte poderão ser beneficiadas com as doações arrecadas neste ano.

ANUNCIE AQUI: 9938-6310

InformaEmbaré/node 2013


Jornal da Cidade - 23 de novembro de 2013

8


Jornal da Cidade - 23 de novembro de 2013

9


10

Jornal da Cidade - 23 de novembro de 2013

INFORMATIVO PARLAMENTAR

Asssembleia Legislativa comemora o Dia do Barroco Mineiro Foto: Ráila Melo

A Lei 20.470, de 2012, determina que, anualmente, em 18 de novembro, sejam realizadas atividades para preservar e valorizar o patrimônio vinculado ao Barroco Mineiro. A norma também institui 2014 como o Ano de Comemoração do Bicentenário de Aleijadinho, o maior expoente da arte colonial no Brasil. A Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) comemorou pela primeira vez, em Reunião Especial de Plenário, no dia 18de novembro, o Dia do Barroco Mineiro. A data foi instituída pela Lei 20.470 de 2012 que determina a realização, anualmente, de atividades culturais com o objetivo de preservar, valorizar e divulgar o patrimônio histórico vinculado a essa expressão artística e aos expoentes do estilo, sobretudo à obra de Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho. “A redescoberta e a difusão deste período áureo na vida de Minas Gerais, a partir da comemoração do Dia do Barroco Mineiro, fará justiça às diversas formas de expressão fundamentais para a constituição de nossa identidade”. Com essas

Reunião Especial para celebrar o Dia do Barroco Mineiro no Palácio da Inconfidência - ALMG

considerações, o presidente da Assembleia, deputado Dinis Pinheiro (PP), autor de um Projeto de Lei que deu origem à lei, pontuou a solenidade, que resgatou a memória da obra e do falecimento de Aleijadinho, em 18 de novembro de 1814. O parlamentar ressaltou também que, devido à relevância do artista, além do Dia do Barroco, buscou estabelecer, na legislação, o ano de 2014 como o Ano de Comemoração do Bicentenário da Morte de Aleijadinho. Dinis Pinheiro afirmou que a intenção da homenagem é dar ao escultor o reconhecimento que ele já alcançou entre acadêmicos e artistas. “O Aleijadinho, arquiteto de inegável singularidade, chamou a atenção de inúmeros inte-

lectuais. A partir de hoje, vamos levá-lo para mais perto do cidadão mineiro”, salientou o deputado. O governador Antonio Anastasia, em seu pronunciamento, afirmou que as obras de Aleijadinho se destacam no cenário cultural do Brasil e que o artista só não alcançou a mesma repercussão dos escultores renascentistas por não ter vivido na Europa. “Vamos apresentar Minas ao mundo. Em função da Copa de 2014, teremos aqui grande número de turistas. Quando eles visitarem nossas cidades barrocas, perceberão o esplendor de uma civilização e o reconhecimento da grandeza de nossa terra”, destacou. Para Anastasia, as comemorações do próximo ano propiciarão maior

reflexão sobre o patrimônio inestimável de Antônio Francisco Lisboa, “acervo peculiar que permitirá o resgate da memória, da educação e da cultura mineira”. O deputado Tia-

Obra de Aleijadinho

go Ulisses, que é membro da Comissão de Cultura da Assembleia Legislativa, por sua vez, destacou a importância da comemoração da data. “Homenagear

Aleijadinho é homenagear o povo mineiro com sua religiosidade. O barroco mineiro desenvolveuse principalmente pela forte influência religiosa de nosso povo. As mais notáveis manifestações do estilo são as construções religiosas, como igrejas, imagens”. O Deputado ressalta ainda que a vida cultural de Minas Gerais desenvolveu-se principalmente em torno das Igrejas e confrarias.”Isso contribuiu para deixar em nosso Estado importantes registros do barroco brasileiro na arquitetura, na escultura sacra e na música”.


11

Jornal da Cidade - 23 de novembro de 2013

Como ensinar o bebê a pegar no sono sozinho? Duas coisas são essenciais: horário regular para ir para a cama e um ritual para a hora de dormir. Se seu filho for para a cama todo dia à mesma hora, o relógio biológico dele vai se ajustar e ele ficará naturalmente sonolento numa hora previsível.

O ritual do sono deve terminar no lugar em que o bebê vai dormir, e o ideal é que envolva três ou quatro atividades calmas (como banho, história e um momento de chamego). A rotina da hora de dormir tem de ser igual todo dia, e ter sempre a mesma duração. Quando ela acabar, coloque o bebê no berço, ainda acordado. É bem capaz que ele a surpreenda e adormeça sem reclamar muito. Alguns bebês, especialmente se tiverem sido acostumados a dormir mamando ou sendo ninados no colo, podem dar mais trabalho. Uma opção é fazer o

treinamento de uma vez só, um belo dia, explicando ao bebê exatamente o que vai mudar. Depois do ritual e de dizer boa noite, deixe-o no berço e volte periodicamente, com a frequência que você quiser, para ver como ele está e tranquilizá-lo, mas sem tirá-lo da cama (mesmo que ele chore). Outra alternativa é fazer a mudança gradativamente. Você pode começar só mudando o fato de colocá-lo acordado no berço, depois de um pe-

ríodo de colo, em vez de deitá-lo somente quando já estiver dormindo. Fique perto do berço até ele adormecer, mas avise-o de que vai ficar em silêncio. Aos poucos, a cada noite, vá aumentando a distância em que espera, na direção da porta do quarto. Depois passe a ficar embaixo do batente da porta, em seguida um pouco do lado de fora e assim por diante. Fonte brasil. b a b y c e n t e r. c o m -

Turbo é recomendado só em carros originais

Por Canarinho Terra - Press

O turbocompressor é uma das medidas adotadas pelas fabricantes de automóveis para construir motores pequenos e potentes. Funciona bem nos carros que saem de fábrica com essa tecnologia. Mas a adaptação não é recomendada pelas montadoras, apesar de ser uma prática permitida por lei. Com a necessidade cada vez maior de diminuir o tamanho dos motores para reduzir emissão de poluentes, as montadoras vêm adotando o uso de turbocompressores em motores de litragem menor para alcançar potências compatíveis com os maiores e mais poluentes. O turbo funciona aumentando o volume de ar injetado na câmara de combustão, com as vantagens de não ocupar menos espaço e ser mais leve. Com grande quanti-

dade de ar na câmara, o carro pode queimar mais combustível e, por consequência, mais potência o motor irá produzir. A pressão do turbo varia, quanto maior a pressão, mais ar é injetado e mais potência é gerada. Este acerto é definido pelos engenheiros da marca no processo de criação do motor. Dentro da turbina existem dois rotores, que repassam o ar, por meio de tubulações especiais, ao cilindro. Uma na parte quente da turbina, que trabalha com os gases providos da exaustão do próprio motor e outra da parte fria, que faz a admissão do ar atmosférico. As duas trabalham juntas para aumentar a capacidade de combustão do motor. A parte quente usa o próprio gás do escapamento para rodar, enquanto a outra pega o ar que entra no motor

através do filtro de ar. Adaptação não é recomendada Qualquer motor pode ser turbinado, bastando apenas utilizar um kit compatível com o modelo. A adaptação, porém, não é recomendada pelas montadoras, pois com o uso do turbo, o motor é usado quase sempre em sua máxima capacidade, podendo afetar sua durabilidade. Existem uma série de alterações que devem ser feitas antes de instalar o kit. Segundo informações da SPA Turbos, empresa que atua no segmento de componentes para alta performance automotiva, o turbo pode ser legalizado junto ao Detran desde que utilize o combustível original e atenda às leis de emissões de poluentes e de segurança. Porém, são necessárias as notas fiscais de instalação e as notas fiscais do kit turbo.

3261-2255


12

Jornal da Cidade - 23 de novembro de 2013

Lançamento do livro “Amor que Exige” é sucesso de público Aconteceu na noite de terça-feira (19), na Câmara Municipal de Lagoa da Prata, o lançamento do mais recente livro do escritor, sociólogo e vereador Adriano Moraes, intitulado “Amor que Exige”, com textos de palestras utilizadas nas terapias do Amor Exigente. A solenidade contou com a participação de membros do Amor Exigente de Lagoa da Prata e de Santo Antônio do Monte, do vice-prefeito Ismar Roberto, secretários do governo, vereadores, o Delegado da Polícia Civil de Lagoa da Prata, Dr. Leonardo Dias Borges Mota, o vereador da cidade de Formiga Cabo Cunha, Padre Adelzire Moraes – irmão de Adriano Moraes, dentre outras várias pessoas e autoridades da cidade. A cerimônia de lançamento foi organizada pela Secretaria Municipal de Cultura. Para o secretário Cultura, Ricardo Costa, “Amor que Exige” é o

melhor livro de autoria do escritor Moraes. “O conteúdo da obra é excelente. O conteúdo das palestras podem e devem ser utilizados no dia a dia de qualquer família. O acabamento do livro e as informações bibliográficas estão dentro dos critérios que se espera de publicações de grandes editoras”, afirma Costa. O evento teve início com a apresentação do Coral da Fundação Embaré, que apresentou clássicos da música erudita e encantou o público. Dois palestrantes deram seus testemunhos. Rui Faria Campos, coordenador da casa de recuperação Casa Dias, da cidade de Divinópolis, falou sobre história de vida, como conheceu as drogas, se afastou da família para viver nas ruas e como foi levado a São Paulo pelo pai para se recuperar. Emocionado e emocionando as pessoas no plenário, Rui falou de sua

O evento recebeu a presença de membros do grupo Amor Exigente de Lagoa da Prata e Santo Antônio do Monte, autoridades políticas, religiosas e sociais clínica e da importância do amor da família no tratamento de um dependente químico. “Quando meu pai me levava de carona para São Paulo eu pedi a ele perdão por tudo. Ele olhou para mim e disse que eu não precisava de seu perdão e sim de sua benção. Isso mudou minha vida naquele momento”, contou Campos. O palestrante Silvério dos Santos, coordenador

da Comunidade Terapêutica São Francisco de Assis, de Santo Antônio do Monte e Pará de Minas, também contou aos presentes como foi difícil sua vida durante o vício e como foi libertado com a ajuda da família, amigos e de clínicas de recuperação. Ele falou da importância da reciclagem familiar enquanto um dependente está se recuperando. “A família tem

que saber que a mudança tem que ser geral. A vida de um ex-recuperando depende muito da vida que sua família vai lhe oferecer quando ele voltar para casa”, explicou Silvério dos Santos. Os dois palestrantes foram homenageados com cestas de produtos da Embaré. Em seu pronunciamento, o escritor Adriano Moraes agradeceu a presença de todos, elogiou a

Secretaria Municipal de Cultura e Lazer pela organização da solenidade e falou sobre a alegria de ver seu mais novo livro ser recebido de forma tão positiva e social pelas inúmeras pessoas que compareceram em seu lançamento. Ele ressaltou a importância das raízes familiares na formação ou recuperação de uma pessoa. “Eu não escrevi esse livro. Tenho certeza que Deus me usou para isso. E isso é fruto principalmente do que meus pais me ensinaram a vida toda. Eles sentiram por mim o amor exigente, o amor que exige, por que o amor que não exige é muito fácil, o que exige nos amadurece. O verdadeiro amor é exigente, implacável, e, ao mesmo tempo, infinitamente delicado”, completou o escritor. Ao final da cerimônia Adriano Moraes autografou dezenas de livros que foram distribuídos ao público presente.


13

Jornal da Cidade - 23 de novembro de 2013

Quem deram um salto em suas vidas neste sábado passado dia 23, mergulhados em muita emoção, foram Romulo e Tamara ,que se uniram na Igreja Assembléia de Deus às 20:30. Felicidades

Marcos Lessa, escolhido por Carlinhos Brown para duelar com Aila Menezes no THE VOICE BRAZIL 2013 esteve presente na semana passada no CHALÉ DA PIZZA com vários amigos. Quem soprou velinhas no dia 20 foi a minha querida irmã Cleide (secretária do Dr. Márcio). Desejo a você toda felicidade do mundo. Rangel e Miguel se orgulham muito de você.


Jornal da Cidade - 23 de novembro de 2013

Presidente da APAE participa de congresso estadual Foi realizado pela Federação das APAEs do Estado de Minas Gerais, o II Fórum Mineiro de Auto gestão, Autodefesa e Família e o XII Congresso da rede mineira das APAEs. Representantes da APAE de Lagoa da Prata participaram do XII Congresso das APAEs de Minas Gerais e do II Fórum Mineiro de Auto gestão, Auto defesa e Família. Entre os representantes destacaram-se a Presidente a APAE, senhora Isamim Couto Gonçalves Coelho, a auto defensora Bárbara Rodrigues, representantes de pais e profissionais. A professora Eunice Pereira participou da mesa redonda apresentando trabalho com o tema: Tecnologias assistivas facilitadoras da aprendizagem da

Isamim com a Secretária de Educação do Estado de Minas Gerais Ana Lúcia Gazzola pessoa com autismo. As tecnologias assistivas desviam o olhar da deficiência para os apoios necessários ao desenvolvimento da funcionalidade da pessoa com deficiência. O II Fórum Mineiro de Auto gestão, Autodefesa e Família abordou o tema: “Protagonismo da Mulher/Mãe de Pessoa

com Deficiência”, para os familiares e pessoas com deficiência. O décimo primeiro Congresso da Rede Mineira das APAEs abordou o tema: “Tecnologia Assistiva, Promovendo o Desenvolvimento de Pessoas com Deficiência Intelectual” para os profissionais da rede APAE. O evento contou

com a presença de autoridades na cerimônia de abertura. Entre essas autoridades estiveram presentes o governador do Estado Antônio Anastasia e a secretária de Educação do Estado de Minas Gerais, professora Ana Lúcia Gazzola. Durante a cerimônia de abertura, o pre-

sidente da Federação das APAEs do Estado de Minas Gerais, deputado Eduardo Barbosa, prestou homenagem ao governador e concedeu-lhe o título de “Sócio Benemérito” por defender a continuidade e a necessidade da existência das escolas especiais das APAEs do estado de Minas Gerais. O governador Antônio Anastasia garantiu que o estado de Minas Gerais não irá retroceder nas questões relativas às escolas especiais, Disse ainda que as APAEs são exemplos de combate ao preconceito e que a tecnologia assistiva é a ciência à disposição da humanidade. Na solenidade de abertura do Congresso e do Fórum aconteceu a premiação dos trabalhos do II Prêmio Esta-

14

dual Eduardo Barbosa. O prêmio foi instituído com o objetivo de avançar na produção do conhecimento sobre temas referentes à deficiência intelectual, constituindo um incentivo à documentação, sistematização, produção e divulgação de textos acadêmicos e científicos de projetos e experiências inovadoras no âmbito do movimento ‘apaeano’ mineiro e da comunidade cientifica. O encerramento do evento contou com a presença do ator Breno Viola que falou um pouco sobre seu trabalho com ator do filme “Colegas”. Breno Viola é auto defensor do movimento DOWN, Com espontaneidade e bom humor ressaltou a importância da inclusão social.

Saúde & Qualidade de Vida

A saúde do coração Seu coração é incrível: ele está trabalhando fortemente a cada segundo de cada dia. Seu coração é o centro de tudo o que você é e quando ele está funcionando bem, bombeia sangue pelas artérias, entregando oxigênio e nutrientes essenciais para o corpo inteiro. Quanto mais forte estiver seu coração, mais lentamente ele precisará trabalhar para bombear sangue eficientemente pelo seu corpo. Isso coloca menos estresse nele, levando a um sistema cardiovascular mais saudável e mais relaxado. O que é doença do coração? Doença do coração ou doença cardiovascular (DCV) é um termo geral que descreve diferentes

problemas do coração. O tipo mais comum é a doença arterial coronariana, uma condição na qual as artérias que levam sangue ao coração se tornam obstruídas por placas. Isso pode levar ao ataque cardíaco.

A doença cardiovascular (DCV) é a causa número um de mortes no mundo. Mas ao fazer pequenas mudanças na sua dieta e estilo de vida, você pode melhorar a saúde do seu coração e sua qualidade de vida.

Rua Cirilo Maciel,16 - Centro

Lagoa da Prata

3261-5602


Jornal da Cidade - 23 de novembro de 2013

15


Jornal da Cidade - 23 de novembro de 2013

16


Jornal Cidade - Ano I - Nº 16