Page 1

www.jornalcidademg.com.br • Lagoa da Prata, S. A. do Monte, Moema e Japaraíba • 12/Jul/2018 - Ano 6 - Edição Nº 121 • JORNAL DE DISTRIBUIÇÃO GRATUITA - VENDA PROIBIDA

PÁG 08 E 09

FOTOS: ARQUIVO I9 LIFE

Prova do concurso já tem data marcada A Prefeitura de Lagoa da Prata modificou o edital do certame, conforme as recomendações do Tribunal de Contas. PÁG 06

PÁG 10

i9 Life chega a Lagoa da Prata e oferece oportunidade de trabalho e renda para a população A Fashion Cosméticos (Martins Guimarães) ampliou sua fábrica e, em parceria com Márcio Bento, da Patrimonium Contabilidade, instalou em Lagoa da Prata um centro logístico para atender a demanda da i9 Life

Cooperativas de crédito se PÁG 07 unem para o ‘Dia C’ Moto Sunset cumpre o prometido e leva mais de 10 mil pessoas para a Praça de Eventos

O Sicoob Crediprata e o Sicoob Lagoacred Gerais realizaram várias ações para o Dia de Cooperar

Téo assume pasta de Governo Administração e deve R$ Governo na Prefeitura 7,6 milhões Antônio Juarez de Castro se afastou do cargo por motivos de saúde, mas permanece como assessor. PÁG 12 para a Saúde de Biosev e trabalhadores assinam LP. PÁG 13 acordo coletivo. PÁG 14


2

EDITORIAL

Leia mais notícias em

www.jornalcidademg.com.br

BEATRIZ VASCONCELOS

12.07.2018

Errata

Imposto de Caros leitores, Renda Solidário beatriz@jornalcidademg.com.br

A contadora Eliana de Jesus explica:

Na semana passada manifestei no editorial, em parte, sobre a grave situação da dívida do Estado para com os municípios mineiros, e pairou uma grande dúvida em relação aos repasses para Lagoa da Prata. As informações não oficiais davam conta de que a administração municipal estava em pleno controle da situação. Entretanto, uma entrevista pedida pela reportagem do Jornal Cidade com o secretário de Saúde, Geraldo de Almeida, e a secretária de Fazenda, Nívia Melo (matéria na página 13), mostra que a situação não é tão tranquila assim. Nívia diz que o município está conseguindo controlar os déficits com recursos próprios do município para que muitos dos serviços públicos não parem. Como sabemos que as coisas não podem caminhar assim por tanto tempo, é bom mesmo ficar-

Desde 1996

mos em alerta. O secretário de Saúde manifesta bastante preocupação com o número negativo nos repasses: Mais de 7,6 milhões de reais faltosos somente na Saúde. Para aumentar ainda mais o alerta, é importante lembrar, como o Geraldo mesmo ponderou, que grande parte dos serviços da saúde é feita em sistema de rede, integrado com outros municípios. Como o governo também deve para a maioria deles, muitos pacientes que dependem desses tratamentos intermunicipais ficam duplamente prejudicados. A máxima agora é o bom e velho conselho dos hábitos saudáveis, e que o melhor é prevenir para não precisar remediar.

Paz e bem a todos!

Adesivos Brindes Blocos Cartões MENOR PREÇO, Calendários QUALIDADE E Convites ENTREGA RÁPIDA Caixas

DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br

Na última edição do Jornal Cidade, (nr. 120 de 28/06/18) incorreu erro na redação da matéria com o título Imposto de Renda Solidário, publicada na página 8. Para correção, a contadora Eliana de Jesus fez suas considerações em relação aos três últimos parágrafos daquela matéria então divulgada, conforme a seguir: De acordo com a contadora, todas as pessoas físicas e jurídicas podem fazer as doações nas áreas sociais. “Porém, os incentivos fiscais são permitidos às pessoas físicas que optarem pelo modelo completo da Declaração e as empresas tributadas pelo Lucro Real. A pessoa física poderá doar até o limite de 6% do imposto apurado. Para facilitar o cálculo de quanto poderá doar, existem aplicativos e sites que permitem simulação, um deles é I.R do bem. As doações podem ser feitas até o último dia de dezembro do ano calendário da Declaração. Outra opção é fazer a doação por meio do próprio

Carimbos Capa dura Folhinhas Guardanapos Ímãs Panfletos Sacolas

programa gerador da declaração, o limite de dedução do imposto devido é de 3%. De ambas as formas a doação é descontada do montante que seria pago à Receita”, explicou. Eliana ainda complementou sobre a doação feita por pessoa jurídica: “A pessoa jurídica tributada pelo Lucro Real trimestral ou anual poderão deduzir do imposto devido no trimestre ou no mês e no ano as doações efetuadas aos Fundos dos Direitos da Criança e do Adolescente, nacional, distrital, estaduais ou municipais, devidamente comprovadas. A dedução limitada a 1% do imposto devido em cada período de apuração será considerada isoladamente, não se submetendo a limite em conjunto com outras deduções do imposto”. Observados os limites e prazos fixados na legislação vigente, a empresa tributada pelo lucro real poderá deduzir os seguintes incentivos fiscais: Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT); Operações de caráter cultu-

ral e artístico; Produção de obras e projetos audiovisuais; Aquisição de quotas do Funcines; Projetos desportivos e paradesportivos; Valor da remuneração da prorrogação da licença maternidade; Fundos Nacional, Estaduais ou Municipais do Idoso; Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon); e Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência (Pronas/PCD). Eliana de Jesus de Araújo Oliveira é contadora com registro CRC/MG 72.154 – Escritório no Lagoa Shopping, sala 109 – tel. 9-88391506 – eliana.ativarsc@ gmail.com

Ag do E ráfica dinh o

Rua Bom Despacho, 56 grafica-lider@oi.com.br


12.07.2018

Curta no Facebook

fb.com/jornalcidademg

COOPERATIVISMO

3


4

PERFIL

Leia mais notícias em

www.jornalcidademg.com.br

12.07.2018

Márcio Duarte Bento Empresário ARQUIVO PESSOAL

Se você já abriu alguma rede social e deu de cara com  o Márcio Bento falando, você sa-

be que não dá para ignorar este jovem empresário assim tão fácil. Desde que fundou a Patrimonium Contabilidade em 2011, Márcio se tornou um símbolo de crescimento e força. Juntamente com sua equipe, em sete anos, fez a Patrimonium sair de um escritório que começou em seu apartamento para tornar-se a segunda maior contabilidade de Minas Gerais e ganhar influência a ponto de auxiliar o Governo do Estado em operações de compras importantes. Ele vem de origens humildes; nasceu no distrito de Esteios em Luz-MG, casou-se logo cedo e trabalhou muito. Foi açougueiro, office-boy e passou por grandes empresas como a Embaré e o Grupo Lagoa (LM), nesta última como diretor contábil. É um empresário com visão estratégica de negócio. Os amigos mais próximos dizem que ele se parece com o Rei Midas, da mitologia grega, conhecido por transformar em ouro tudo que toca. Se já não fosse o bastante, além de anunciar a construção da nova sede da Patrimonium (um complexo operacional de

7 andares projetado pelo renomado arquiteto Gustavo Penna), Márcio tornou-se em sócio e diretor geral da segunda maior empresa do Brasil de cosméticos e marketing multinível, a i9 Life. A i9 é uma gigante. Além do Brasil, possui operações no Peru, Colômbia, Estados Unidos e se prepara para atuar em mais 17 países. Desde que assumiu a direção da i9 Life, Márcio Bento trouxe para Lagoa da Prata diversas operações da empresa. Anunciou um novo parque industrial, um novo centro de logística e um novo centro de distribuição, gerando mais de 300 empregos diretos. Segundo ele, o crescimento incentiva “Nada me satisfaz mais do que ver as coisas acontecerem. Saber que há sete anos a Patrimonium não existia e hoje é o que é, me dá muito orgulho e me motiva a trabalhar ainda mais. É a mesma coisa com a i9 Life. As histórias são parecidas. Estar à frente de duas empresas tão jovens e bem sucedidas só me dá mais gás de correr atrás e ir pra cima.” Márcio, que tem como princípio nunca parar de inovar, segue crescendo, sem dar sinais de que vai parar tão cedo.


12.07.2018

Curta no Facebook

fb.com/jornalcidademg

PERFIL

5


6

COTIDIANO

Leia mais notícias em

www.jornalcidademg.com.br

12.07.2018

Prova do concurso já tem data marcada

Notas Rápidas

A Prefeitura de Lagoa da Prata modificou o edital do certame, conforme as recomendações do Tribunal de Contas DIVULGAÇÃO

DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br

Depois que o Ministério Público (MP) pediu a alteração no número de vagas de cadastro reserva do concurso público 01/2018, realizado pela Prefeitura de Lagoa da Prata, a administração tomou as providências e a alteração do edital já foi feita. Já se sabe, inclusive, a data da prova, mas as informações não foram passadas porque o edital ainda não havia sido publicado até o fechamento desta edição. Contudo, é bem provável que o exame será mesmo no início de setembro, e também, por conta da alteração, candidatos inscritos que não concordarem com as mudanças poderão solicitar reembolso da taxa. O edital de retificação está para ser divulgado nestes próximos dias, portanto, o candidato deve ficar atento às novas postagens no endereço www.gestaoconcurso.com.br, ou www.lagoadaprata.mg.gov.br , ou ainda no hall de entrada da Prefeitura. Em coletiva realizada no dia 3, membros da procuradoria explicaram toda a situação envolvendo o

MP, as mudanças no edital e a prefeitura. O prefeito, Paulo César Teodoro (PDT), também se pronunciou sobre o assunto. De acordo com a promotoria, houve um atraso pelo Tribunal de Contas na devolução do projeto do concurso. A prefeitura teria enviado o relatório no dia 2 de abril e só teria recebido novamente para fazer as alterações no dia 16 de junho, mas as inscrições já haviam sido encerradas no dia 7. Ainda conforme explica, a correção das recomendações feitas pelo tribunal de contas estavam a cargo do município, que aceitou e providenciou as mudanças. A promotoria explicou que, existia uma liminar para a suspensão do edital, mas que a denúncia ainda não tinha sido acatada pelo juiz Islon César Damasceno. Entretanto, se tivesse acontecido o adiamento da prova, isso poderia acarretar prejuízos para o serviço público. “É o que nós passamos para o assessor do juiz, e que vamos colocar nas nossas manifestações escritas. O concurso foi feito com previsão de cargos de reserva e com va-

gas disponíveis. Foram feitas análises prévias pelo secretário de administração, até então Juarez, de quais os cargos precisariam de nomeação imediata, quais precisariam aguardar, e o porquê de aguardar. Quando fizemos a análise, o município havia sido notificado com a folha de pagamento, o limite de gastos, por isso alguns cargos foram disponibilizados e outros ficaram como cadastro de reserva”, esclarece a servidora. O promotor, Luís Augusto Pena, acredita que houve improbidade administrativa pelo prefeito Paulo Teodoro e pelo ex-secretário de Administração e Governo Juarez de Castro durante a elaboração do certame. A denúncia feita pela autoridade ressalta que o número de vagas para cadastro reserva (45) está muito elevado considerando o número

Polícia Militar abre edital de concurso Das 1.560 vagas, 60 são para o Batalhão de Bom Despacho DIVULGAÇÃO

RHAIANE CARVALHO

A Polícia Militar de divulgou edital para inscrições do concurso público para formação de soldados. Serão oferecidas 60 vagas, 54 para homens e 6 para mulheres, para o 7º Batalhão de Bom Despacho, que atende Lagoa da Prata, Moema, Santo Antônio do Monte, Japaraíba e região. Para os demais batalhões, serão ofertadas 1.500 vagas. A pro-

va acontecerá em setembro, e a data de início do curso para os aprovados está programada para fevereiro de 2019. O candidato deverá ter curso superior, estar em dia com as obrigações eleitorais e militares, ter entre 18 e 30 anos, dentre outros requisitos dispostos no edital. As inscrições deverão ser feitas até 30 de junho via internet, através do site:

Entre os dias 14 e 30 de julho os alunos da rede municipal de Lagoa da Prata estarão de férias. O comunicado foi feito através da assessoria de comunicação da prefeitura.

www.policiamilitar.mg. gov.br/crs, e o valor da taxa é de R$122,95, que deverá ser quitado até o dia 31 de julho. O concurso consistirá em duas fases, sendo a primeira uma prova objetiva de conhecimentos e a segunda contendo avaliações psicológicas, avaliação física militar, exames de saúde (preliminares e complementares) e exame toxicológico.

de vagas para provimento imediato (24). Para o promotor, seria uma forma de gerar falsa expectativa e arrecadar mais recursos com as inscrições: “Essas mesmas circunstâncias indicam, ainda, terem agido em DESVIO DE FINALIDADE os requeridos Paulo César Teodoro e Antônio Juarez de Castro, quando da elaboração do Edital 01/2018, porquanto se valeram de número exagerado de empregos públicos voltados à formação de cadastro de reserva como artifício catalisador de candidatos a se inscreverem no Concurso Público, aumentando, com isso, a FORÇA ARRECADATÓRIA ESPÚRIA DO CERTAME, violando, por isso mesmo, os princípios da TRANSPARÊNCIA, da PUBLICIDADE, da BOA FÉ e da segurança jurídica, todos regentes da atuação administrativa”, diz o documento.

Lagoa da Prata está entre as cidades do Centro Oeste Mineiro que tiveram redução em números de casos de dengue. Segundo o boletim da Secretaria de Estado de Saúde (SES), a redução foi de 680 para 597, entre os dias 25 de junho a 3 de julho deste ano.

A primeira morte de 2018 no Centro-Oeste de Minas por complicações do vírus da gripe foi notificada em Santo Antônio do Monte. O paciente, que não teve o sexo e a idade informados, não resistiu à Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) causada por Influenza A (H1N1).

Lagoa da Prata se destacou em um estudo realizado pelo Instituto Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM). A pesquisa acompanha anualmente o desenvolvimento socioeconômico dos municípios. A cidade foi a melhor avaliada da região, alcançando a 5ª posição no ranking no estado.


12.07.2018

Curta no Facebook

fb.com/jornalcidademg

COTIDIANO

7

Moto Sunset cumpre o prometido e leva mais de 10 mil pessoas para a Praça de Eventos O Sexto Encontro Nacional de Motociclistas contou com a presença de diversas bandas da região, tocando sucessos do rock nacional e internacional para o público FOTOS: PATRÍCIO GONTIJO

PUBLIEDITORIAL

A Praça de Eventos foi palco no último fim de semana da 6º edição do Moto Sunset. Quem esteve no local pôde curtir boa música, comida e se divertir de graça com o evento promovido pelo Motoclube Rodas de Prata em parceria com a Prefeitura de Lagoa da Prata. Com dois dias inteiros dedicados aos amantes do motociclismo e bom rock, o público estimado de 10 mil pessoas, segundo os organizadores, teve a oportunidade de apreciar uma grade de shows extensa, sempre valorizando a cultura regional. O palco principal recebeu as bandas Stallions, Seu Madruga – AC/DC Cover, Tupibikini’s, Cabal Tribal e Banda VHS. Houve também atrações no palco alternativo, com Carol Shineider e Bell, Hangover, Seek Whiskey e Green Grass.

CLÁSSICOS DO ROCK Produtora cultural, Carol Shineider, que já foi atração do Moto Sunset em outras edições, este ano veio com um projeto diferente. Quem conhece o som da banda “Bicho Mecânico de Asas” se surpreendeu com o projeto “Carol Shineider e Bell”, que trouxe ao público releituras de músicas nacionais e inter-

Carol Shineider, produtora musical

nacionais. “Foi bem interessante, devido ao formato do show que se baseia em violão, guitarra e bateria. Fizemos metade da apresentação acústica e a outra metade elétrica, o que casou bem com o horário da nossa apresentação, que foi durante o almoço”, revelou a cantora. Para Carol, a festa é, sem dúvida, um dos maiores eventos da cidade por possuir dois palcos e trazer um repertório com espaço para as vertentes do rock. “Possuímos muitas bandas, e desde o primeiro Moto Sunset, ao menos uma ou duas bandas locais estavam no line, seja no palco principal ou alternativo. Só acredito que há muito espaço para as bandas covers e pouco para bandas autorais”, finalizou.

O evento movimentou a cultura e o comércio de Lagoa da Prata

NOVAS AMIZADES A motociclista Renata Menezes não perde uma edição da festa. Hoje vice-presidente do Motoclube Rota da Fênix, em Belo Horizonte, ela não esconde o carinho que tem pelo evento. “Gostei muito do evento deste ano. Tirando o frio (risos), como sempre, estava muito bem organizado. Todas as bandas foram ótimas. Acompanho desde o primeiro Moto Sunset, e está sendo um dos melhores eventos abertos de Minas Gerais”, revela, e diz que é através de eventos como este que ela conhece histórias e amigos que leva para a vida toda. “Conheci pessoas que hoje fazem parte da minha vida. Mais que amigos, irmãos mesmo! E sempre é uma troca de experiências, sempre aprendo nos eventos. Ouvimos muitas histórias de motociclistas mais antigos, até os mais novos, que estão entrando para o meio agora”, festeja.

GANHOS PARA A ECONOMIA Quem caminhou pela Praia Municipal encontrou uma bela exposição de carros antigos, feita pelo Clube do Antigomobilismo de Lagoa da Prata. Na Praça de Eventos, expositores com vendas de peças, vestuário e acessórios, e a praça de alimentação movimentaram a economia da cidade. Além disso, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur) informou que houve um aumento considerável no turismo da cidade durante os dias do evento. Empresários do ramo de hotelaria confirmaram que as reservas

foram quase 100% esgotadas pelos motociclistas. Os restaurantes também se surpreenderam com as vendas, notando um aumento de 200 a 300%, se comparado com finais de semana normais. Com o grande fluxo de motocicletas e carros de visitantes, os postos de combustíveis também sentiram a alteração nas vendas. A comerciante Drieylhe Tanara também comemorou os resultados. Ela e o marido que são donos de um bar, conseguiram um bom lucro com a tenda que montaram em frente ao terminal turístico: “Tivemos bons resultados. O Moto Sun-

set é um atrativo muito importante para Lagoa da Prata. Sempre gerando renda. Tem uma excelente organização e segurança. No ano que vem, com certeza estaremos aqui novamente”, pontuou.

Drieylhe Tanara, empresária


8

EMPREENDEDORISMO

Leia mais notícias em

www.jornalcidademg.com.br

12.07.2018

i9 Life chega a Lagoa da Prata e oferece oportunidade de trabalho e renda para a população A Fashion Cosméticos (Martins Guimarães) ampliou sua fábrica e, em parceria com Márcio Bento, da Patrimonium Contabilidade, instalou em Lagoa da Prata um centro logístico para atender a demanda da i9 Life FOTOS: ARQUIVO I9 LIFE

PUBLIEDITORIAL

Está chegando a Lagoa da Prata uma das maiores empresas brasileiras do segmento de cosméticos, vendas diretas e marketing de relacionamento, conhecido popularmente como marketing multinível. A i9 Life já está gerando oportunidade de renda a dezenas de pessoas e a possibilidade de fazerem carreira nessa indústria e mudarem suas vidas através de um Plano de Negócio transparente, justo, sem pegadinha, sem letrinha miúda, que premia os distribuidores da i9 Life com valores em dinheiro, viagens internacionais e carros zero quilômetros, 100% quitados. Com sede em Sorocaba (SP), a i9 Life é brasileira, tem filiais espalhadas por todo o Brasil com mais de 350 mil distribuidores, e possui uma atuação global que abrange países como o Peru, Colômbia e Estados Unidos. A empresa está investindo fortemente em Minas Gerais, e hoje os empresários Márcio Bento (Patrimonium Contabilidade), juntamente com João Henrique Silva Bessa e Ozamar Túlio dos Santos (Fashion Cosméticos), estão trazendo para a população lagopratense e das demais cidades vizinhas uma oportunidade de renda através da revenda de produtos que pode impulsionar o desenvolvimento econômico da região. A indústria Fashion Cosméticos ampliou a sua fábrica, que está localizada em Martins Guimarães numa uma área de 25 mil metros quadrados verticalizados e, em parceria com Márcio Bento, montou um Centro Logístico, próximo à zona industrial de Lagoa da Prata, para atender às demandas do novo negócio. Ao todo, foram investidos cerca de 15 milhões de reais, um capital que promete aumentar também toda a circulação de produtos que sairão daqui da nossa cidade para serem consumidos até mesmo em outros países. A i9 Life é a primeira empresa

Fábrica da i9 Life está localizada em Martins Guimarães

brasileira de venda direta e marketing de relacionamento que conseguiu autorização para trabalhar nos Estados Unidos com os mesmos produtos e plano de negócio oferecidos no Brasil. Márcio Bento, diretor geral da i9 Life, diz que a empresa está crescendo muito rápido em Lagoa da Prata, proporcionando fonte de renda para diversas famílias: “Aqui em Lagoa da Prata a rede foi aberta há quatro meses e hoje temos o maior volume de concentração de distribuidores da região. Daqui vão crescer lideranças que irão abastecer a região como um todo”, afirma. A empresa trabalha na área de nutrição, bem-estar, maquiagem, perfumaria com essências importadas da França, e uma linha de produtos de extrema qualidade para tratamento capilar, tendo como carro-chefe o Intense Liss, um xampu desenvolvido e fabricado em Lagoa da Prata, sendo o único no Brasil patenteado com comprovação que alisa sem formol. A empresa é uma gigante brasileira de vendas diretas, assim como a Natura, Boticário e Jequiti, ou seja, o produto sai da fábrica e vai direto para o consumidor. Além de se tornar um empreendedor, o consultor que se filia à i9 Life passa a seguir um plano de carreira, de forma que suas vendas sejam cada vez mais bonificadas, e os estímulos mais eficazes para gerar prosperidade financeira. A i9 Life é afiliada à Associação

Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD), que existe desde 1980, e fiscaliza e organiza todos os

Centro Logístico está localizado no trevo secundário de Lagoa da Prata

cronogramas e processos de todas as empresas desse segmento. O sistema de vendas da i9 Life é seguro e

CONHEÇA ALGUNS DOS PRODUTOS DA i9 LIFE:

•Imprint Black: Fragrância Woody Oriental Notas olfativas: Mandarina verde, bergamota, tagete, noz moscada, jasmim, muguet, tonka, sândalo, caramelo e âmbar •Intense Liss: Desenvolvida para quem deseja um liso perfeito, a linha Intense Liss é composta por shampoo antirresíduos, shampoo liso absoluto e creme selante termoativado para garantir um cabelo livre resíduos e brilhosos.

Diretor Geral Márcio Bento e Renato Mattos, Presidente da i9 Life.

está de acordo com as diretrizes da legislação do Brasil, Colômbia, Peru e Estados Unidos.

•Nutritional Shake Mix: Saborosos e com nutrientes balanceados, esse substituto parcial de refeições é um aliado de quem quer perder, manter ou ganhar peso de forma saudável. Um suplemento alimentar com alto teor de proteínas e baixo teor de sódio es-

pecialmente formulado para melhorar a sua nutrição •Maquiagem: Com uma linha vasta e completa de maquiagem, os produtos são de extrema qualidade e durabilidade. No catálogo da i9 Life você encontra batons bala e batons líquidos de efeito cremoso e líquido, delineadores, sombras, bronzeadores, iluminadores, blush, pó compacto, bases de alta cobertura, corretivos, primer, máscaras de cílios para diversos efeitos, lenços de limpeza facial, dentre outros produtos. •Hidratantes femininos e masculinos: A linha de hidratantes oferece um perfume duaradouro e proporciona uma pele aveludada, todos através de fragrâncias importadas da França.


12.07.2018

Curta no Facebook

fb.com/jornalcidademg

EMPREENDEDORISMO

9

Loja Conceito da i9 Life em LP é referência no país 

Os consultores da i9 Life agora podem fazer a retirada dos seus pedidos diretamente na Loja Conceito que foi inaugurada em Lagoa da Prata no último dia 5. O local já está atendendo prontamente a demanda com todos os itens do catálogo de vendas e foi criado para dar mais comodidade aos vendedores, rapidez na entrega dos produtos aos clientes, e, claro, economia de transporte. Além disso, a loja possui uma sala equipada com multimídia para que os representantes i9 possam utilizar em reuniões diversas e treinamentos. A estrutura montada em Lagoa da Prata é uma das maiores e mais planejadas do Brasil dentro do sistema i9 Life. Os empresários Rogério Borges e Francisco Emílio Lopes, sócios-proprietários da Indústria de Ração Bioquima, são os empresários que estão à frente da Loja Conceito. Durante a inauguração, Francisco falou que a loja irá facilitar e dinamizar todo o trabalho dos vendedores: “O objetivo é atender os consultores da rede i9 Life em Lagoa da Prata e região, distribuindo os produtos comercializados pela empresa. Antes era preciso que eles fizessem suas retiradas no centro de distribuição mais próximo, em Belo Horizonte, ou solicitassem a entrega via Correios, diretamente da central da empresa em Sorocaba. Mas agora poderão retirar seus produtos aqui mesmo na cidade, tudo muito facilitado, sem demora, até porque existe um centro logístico da i9 também dentro de Lagoa da Prata”, explicou Francisco. Para Rogério, todo o investimento que a i9 Life está fazendo na cidade e região significa que a economia já começa a alavancar em Lagoa da Prata: “Esta é uma oportunidade de negócio, é interessante, moderno e uma nova forma de trabalhar. Estamos investindo porque sabemos que a i9 Life irá revolucionar o mercado e trazer renda para as pessoas”, diz. Em relação ao período difícil que as pessoas atravessam com a economia brasileira, o em-

presário se diz otimista: A melhor alternativa para solucionar problema financeiro é o trabalho. Eu não acredito em crise, eu acredito em trabalho, e é esta a proposta que a i9 vem trazer: mais oportunidades e geração de empregos”. O empresário Márcio Bento, que é uma referência no Brasil no setor contábil, se tornou um dos sócios e hoje é o Diretor Geral da i9 Life. Ele conta que o número de vendas em Lagoa da Prata é crescente e diz que a maior prova disso é a confiança dos demais parceiros investidores da nova empresa e agora Loja Conceito. “A Fashion Cosméticos adaptou sua fábrica para atender a i9 com os produtos de alta qualidade, uma aposta muito positiva”, diz, e avalia os impactos dos investimentos para a cidade: “Tributariamente falando, estamos trazendo o faturamento da segunda maior empresa de cosméticos do país para Lagoa da Prata, e isso vai favorecer muito o desenvolvimento econômico da cidade. São cerca de 300 postos de trabalho a mais com mão de obra direta, que vieram com o centro Logístico instalado aqui, e a Fashion cosméticos que dobrou a capacidade de produção e colocou mais 200 funcionários lá. Somando esses números ao dos consultores que estão fazendo as vendas de forma independente e adquirindo suas rendas, são muitas famílias sendo beneficiadas”, comemora. O diretor de relações internacionais da i9 Life, Márcio Stalschimidit, participou da inauguração da Loja Conceito, junto com o palestrante Derivane Alves, graduado no nível ‘Red Diamond’ da empresa. De acordo com Stalschimidit, dentro de três meses a i9, que já atua também nos países Colômbia, Peru, Estados Unidos, irá expandir sua operação para mais 17 países, inclusive na Europa. Ele disse que existe um grande diferencial no foco da empresa: “Nosso foco é diferente porque ele está nas pessoas. Esta é uma empresa humana, que tem a sua missão na mudança de vida das pessoas”, afirma.

Derivane Alves (Red Diamond da i9 Life), Márcio Bento (Diretor Geral), Francisco Emílio Lopes (Sócio da Loja Conceito) e João Henrique Bessas (Sócio da i9 Life e Fashion Cosméticos).

O plano de negócios da i9 Life já está mudando a realidade de muitas pessoas em Lagoa da Prata e região. Conheça essa oportunidade através de algum distribuidor autorizado.

A Loja Conceito está localizada na Rua Modesto Gomes, 650, no centro de Lagoa da Prata e já conta com todos os produtos do catálogo da i9 Life.


10 COTIDIANO

Leia mais notícias em

www.jornalcidademg.com.br

12.07.2018

Cooperativas de crédito se unem para o ‘Dia C’ O Sicoob Crediprata e o Sicoob Lagoacred Gerais reaizaram várias ações para o Dia de Cooperar LINDOMAR FOTÓGRAFO

LINDOMAR FOTÓGRAFO

RHAIANE CARVALHO

O Dia de Cooperar, uma iniciativa das cooperativas Sicoob Crediprata e Sicoob Lagoacred Gerais, teve sua 4ª edição encerrada no último dia 30, com uma palestra do Tio Flávio, retrospectiva das ações e homenagens às escolas participantes. O encontro aconteceu no Centro de Eventos São Carlos Borromeu, e contou com a presença de dezenas de pessoas. Anualmente, o “Dia C” é comemorado com ações que acontecem em duas fases: a primeira, envolvendo as escolas, que organizam ações voltadas para a realidade local, e a segunda fase em que os colaboradores das duas cooperativas realizam uma ação para contribuir com a cidade. Então, as cooperativas, em parceria com a secretaria de Educação de Lagoa da Prata, promoveram junto às escolas municipais, estaduais e particulares diversas ações sobre a conscientização ambiental. Também foi revitalizada no dia 23 de junho a Praça Aristóteles Luiz de Oliveira conhecida como “Praça do Novidade”, com apoio da Secretaria do Meio Ambiente e da Polícia Ambiental. Segundo o palestrante, a atitude é o que nos move a fazer a diferença, e o empreendedorismo é a mudança de mentalidade. “Quando falamos em cooperar, o próprio prefixo já está dizendo que não dá para fazer sozinho. Temos que unir forças para conseguir fazer as coisas acontecerem. Estamos falando de cooperativas que se unem para esse evento, e de pessoas que se dedicaram para fazer uma cidade melhor, transformando a realidade da educação e da sociedade. Esse é o conceito, por isso falamos de cooperativismo cidadão, que faz a pessoa ser protagonista numa cidade”. Antônio Claret, diretor do Sicoob Crediprata, disse que a efetivação do projeto é uma satisfação

Antônio Claret e Nilsa Rezende do Sicoob Crediprata, e Philip Rubens do Sicoob Lagoacred Gerais fazem a troca de troféus

O palestrante Tio Flávio falou para o público presente sobre a importância de se ter atitude para alcançar propósitos. FOTOS: BEATRIZ VASCONCELOS

para a cooperativa: “O Dia de Cooperar é um registro de ações que a gente faz no dia a dia. Essa é uma celebração de um conteúdo de atitudes, uma questão de disseminarmos o cooperativismo através das escolas, que se encaixam muito bem dentro do nosso princípio. Enquanto cooperativas, além de soluções financeiras e oferecer produtos, nós trabalhamos com o desenvolvimento social, o que, com certeza é o maior legado”, afirma. Para o coordenador de projetos do Sicoob Lagoacred, Philip Rubens, ter duas cooperativas unidas juntamente com a sociedade e com as escolas para promover uma ação dessa magnitude é uma exceção. “O

Dia C é comemorado em todo o país, mas essa união das duas cooperativas faz com que esse movimento cresça em importância. Enquanto cooperativa, que celebramos esses momentos e levantamos essa bandeira junto à comunidade nas ações que a gente desenvolve é com toda verdade e sinceridade do mundo, que não achamos que fazemos deve ser exaltado e aplaudido, enxergamos isso como a nossa obrigação e quando a gente encontra pessoas que compartilham das mesmas ideias temos um movimento muito mais forte, pois aí o cooperativismo não fica só no discurso e vai para a prática, e assim traz resultados”. De acordo com Aline Oliveira

Duarte, coordenadora pedagógica representando a Secretaria municipal de Educação, o resultado da parceria entre as cooperativas com as escolas da cidade é um sucesso. “A união entre as cooperativas, e a ideia de trazer para as professoras que são formadoras de opinião essa mensagem de que pequenas atitudes movem o mundo, funciona como multiplicador desse maravilhoso evento. Este ano, especialmente com o tema “Combate à dengue”, representou ações concretas, como passeata, panfletagem, trabalhos em sala de aula e pesquisas. A partir do trabalho nas escolas o tema pôde ser multiplicado, a consciência de cidadão sendo formada des-

de criança”. Edmilson Lage, da Polícia de Meio Ambiente, ressaltou o Programa de Educação Ambiental (Progea) realizado pela Polícia Militar de Meio Ambiente com o apoio das cooperativas, e outras empresas do município, bem como a secretaria de Meio Ambiente. “O principal objetivo é conscientizar a criança a preservar o meio ambiente. O adulto já tem a conscientização formada, mas insiste em causar danos ambientais. Se a gente pega uma criança, que está na idade escolar, no futuro ela vai lembrar-se dessas atitudes, preparando-se assim para a sustentabilidade e o que está na legislação”.


12.07.2018

Curta no Facebook

fb.com/jornalcidademg

COTIDIANO

11


12 COTIDIANO

Leia mais notícias em

www.jornalcidademg.com.br

12.07.2018

Desvio de função de estagiários nas escolas municipais é investigado pelo Ministério Público em Lagoa da Prata

IMAGEM ILUSTRATIVA

Denúncia foi encaminhada ao promotor em 2015, e os réus no processo negam acusações DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) abriu uma ação civil pública para investigar atos de improbidade administrativa no governo de Lagoa da Prata. O prefeito Paulo César Teodoro (PDT) e a secretária de Educação, Paulene Márcia Andrade e Silva, são réus no processo. Conforme o documento do MP, em 22 de outubro de 2015 foi instaurado um inquérito visando à apuração de irregularidades nas atividades de estágio desenvolvidas nas escolas municipais. Uma denúncia anônima apresentada ao promotor, Luís Augusto Rezende Pena, revelou que os estudantes dos cursos de pedagogia estavam realizando atividades que não eram condizentes com a função, e exercendo o papel de profissionais já formados. Durante as investigações, foi recolhida declaração de uma testemunha que foi até o MP noticiar a ausência de professor apoio para a filha, que é portadora de autism, e vinha sendo acompanhada por uma

monitora que ainda estava cursando o magistério e não por um professor apoio. As declarações apontaram então um uso irregular de mão de obra de estudantes e estagiários pela Secretaria Municipal de Educação.

PROVAS Ainda conforme o inquérito, a comprovação dos fatos envolvendo o desvio de função dos estagiários veio após o realto de estagiárias. “A declarante informa que estava atuando como monitora, no período vespertino, ficando sozinha em sala de aula com 10 a 12 crianças (...). A declarante informa que, no período em que trabalhou como estagiaria, estava cursando o 4º período do curso de pedagogia e que hoje está formada”, informa o documento.

O QUE DIZEM Procurada pela a reportagem do Jornal Cidade, a secretária de Educação, Paulene Márcia Andrade e Silva, confirmou que recebeu uma notificação do oficial de justiça e ne-

gou que as escolas estejam usando estagiários com desvio de função. Ela revelou que, eventualmente e em caso de faltas de profissionais, que os estagiários são colocados em sala de aula, mas nunca sozinhos, sempre com monitoramento de um profissional formado. A secretária disse ainda que duas situações devem ser avaliadas no caso: “A denúncia fala de colocar estagiários como os professores de alunos com deficiência. Nós não colocamos estagiários como professor de alunos com deficiência. Ele não é professor. Ele é uma pessoa que está em processo de formação. Colocamos, sim, estagiários, mas um para cada aluno com deficiência, inclusive para aqueles alunos que não têm laudo fechado, aqueles que ainda estão sendo avaliados por médico. A maioria desses alunos precisa de um auxiliar para se locomover, se alimentar, principalmente para se socializar, o que é o nosso grande objetivo. Mas esse estagiário não é em nenhum momento professor”, afirmou.

Já o segundo ponto colocado pela secretária, é com relação à informação de que os estagiários estariam atuando como professores em creches. Ela explica que a dinâmica na educação infantil é diferente, pois no turno da manhã é feita a parte didática e à tarde eles atuam como cuidadores das crianças. “Isso ocorre de forma esporádica e eventualmente, só em casos de emergência, porque eu não posso mandar um aluno embora para a casa. Muitas das vezes acontece de faltar cinco ou mais, dentro de uma escola, e nesses casos temos que agir, a diretora vai para sala, a especialista, e se necessário até a secretária vai, porque voltar para casa o aluno não pode”, justificou.

QUADRO Hoje com 200 professores e 16 moni-

tores na rede municipal, Paulene diz que os estagiários são apenas auxiliares na condução no processo, e revela que o grande problema são faltas e licenças retiradas pelos profissionais. “Nós temos muitos problemas com faltas e atestados, é um índice é altíssimo, sem controle”, desabafa. Para a secretária, se a administração adotasse o regime jurídico, as faltas e licenças dos profissionais não seriam algo tão rotineiro. Traçar um plano de carreira, com avaliação de desempenho iria ajudar a controlar os professores. “Apesar de pagar o piso, de oferecer ótimas condições de trabalho, a gente não tem plano de carreira. Se tivéssemos poderíamos colocar avaliação de desempenho e avaliar desempenho dos profissionais, gratificando o bom e penalizando o ruim. Aí, sim, teríamos uma melhora”, finalizou.

Téo assume pasta de Administração Notas Rápidas e Governo na Prefeitura Antônio Juarez de Castro se afastou do cargo por motivos de saúde, mas permanece como assessor ASCOM/PREFEITURA DE LAGOA DA PRATA

DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br

A Prefeitura Municipal de Lagoa da Prata anunciou na semana passada o novo secretário de administração do governo. A mudança ocorreu após o até então secretário Antônio Juarez de Castro se afastar da função por problemas na saúde. José Teodoro, com ampla experiência política e administrativa, assume o cargo com o objetivo de auxiliar o prefeito e o vice na gestão da cidade. A apresentação ocorreu durante uma coletiva de imprensa realizada na sede da prefeitura. Lá, ele falou sobre o modelo de administração adotado pelo município e o convite do prefeito para assumir a pasta. No currículo, o novo secretário soma experiências, entre elas, a de vice-prefeito em 1993 e candidato nas eleições de 1996. José também já foi funcionário da Embaré, e esteve nos últimos anos atuando no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Além disso, é peça importante na fundação do Partido dos Trabalhadores (PT). Segundo Téo, como é conhecido, Lagoa da Prata se destaca em diversos setores da administração pública, entretanto, não tem como deixar de fora o modelo progressista adotado, que

trabalha para a melhoria constante do município. “Esta é uma cidade empreendedora e essa é uma característica da administração, que tem muito a ver comigo”, disse.

ESCOLHA Presente na coletiva, o prefeito Paulo Teodoro, revelou que o convite foi rápido e a resposta de José Teodoro também. “O Téo tem uma experiência muito grande, é um técnico político e uma pessoa que já enfrentou as urnas. Tem todo esse equilíbrio que precisamos. Tem uma política profissional e emocional muito grande. É a pessoa indicada para abrir as portas e o diálogo com toda a sociedade”, expôs Paulinho, e acrescentou: “Ele tem toda essa ferramenta e liberdade para trabalhar focado no desenvolvimento do nosso povo”.

EX-SECRETÁRIO EXPLICA SAÍDA Em meio a polêmicas envolvendo o concurso público e a investigação do MP, o até então secretário de Administração, Juarez Castro afirmou que sua exoneração não tem nada relacionado a isso, e reafirmou que a saída da pasta foi uma decisão pessoal. “Ausentei-me da secretaria,

Téo foi apresentado em meio as polêmicas envolvendo o concurso público

primeiramente, por motivos de saúde, isso é uma questão pessoal e já vinha conversando com prefeito que eu precisava me afastar por este motivo. Agora, estou dando a oportunidade para o novo secretário e espero que ele seja bem sucedido”, garantiu. Para ele, sua saída é uma coincidência com a atual situação vivida pela a pasta em relação a ação movida pelo Ministério Público e o adiamento do concurso.“É um processo natural que ocorre e que poderia acontecer comigo ou com qualquer outra pessoa. Esse é um fato totalmente diferente e não tem nada

a ver com o caso”, revelou. Juarez entrou na prefeitura com cargo comissionado há 14 anos, no mandato do Divininho e permanece. Mesmo não atuando mais como secretário de Administração, cargo que assumiu em 2017, o ex-secretário continuará trabalhando na administração pública como assessor de governo, auxiliando tanto o novo secretário, quanto o prefeito. “Vou auxiliar o secretário e cuidar dos convênios que já estávamos trabalhando atualmente. Pretendo continuar como assessor até o fim do mandato, se tudo der certo e minha saúde me ajudar”, finalizou.

Durante reunião ordinária da Câmara Municipal de Lagoa da Prata realizada no dia 2 de julho, a vereador Joanes Bosco apresentou um requerimento nº 93/2018, que tem como objetivo proibir os proprietários de cães das raças violentas de andarem sem focinheira em vias públicas devido a recentes ataques aos munícipes. Já existe uma lei municipal, mas não existe uma fiscalização.

Na mesma reunião, o vereador Adriano Moreira apresentou o requerimento nº94/2018, para que seja enviado um ofício para o Executivo Municipal. O requerimento solicita informações sobre o andamento do processo para a pavimentação asfáltica da estrada que liga a MG 429 ao distrito Martins Guimarães. Segundo o vereador, esse já é um pedido de anos dos moradores da comunidade e de quem visita o local, além de indústrias que precisam desta para o escoamento de produção.


12.07.2018

COTIDIANO 13

Curta no Facebook

fb.com/jornalcidademg

Governo deve R$ 7,6 milhões para a Saúde de LP ARQUIVO

DA REDAÇÃO contato@jornalcidademg.com.br

do o Estado não estar fazendo repasses e não ter um programa de cirurgias eletivas efetivado. Começa também a faltar medicamentos de alto custo, que também são de responsabilidade do Estado. O Governo já pagou algumas parcelas, mas tem coisa em atraso para a manutenção da farmácia. Nesse caso, o município coloca recursos próprios”.

Municípios mineiros estão enfrentando dificuldades para manter as contas em dia por causa de atrasos em repasses do Governo do Estado. A dívida total para com eles chega à assustadora cifra de R$ 6,8 bilhões, incluindo atrasos também na Saúde, Assistência Social, transporte escolar, multas de trânsito, juros e correções de atrasos de ICMS e IPVA de 2017, entre outros. O impacto da dívida chegou a Lagoa da Prata, mas, de acordo com a secretária municipal de Fazenda, Nívia Melo, foi feito um ajuste para que os trabalhos não fossem comprometidos. “Nós temos um diferencial, estamos com todas as contas e pagamentos em dia, mas isso vem de uma estratégia nossa de vários anos que começamos no governo. Começamos a trabalhar com reserva de recursos, planejamos para que todos os pagamentos de fornecedores e de pessoal aconteçam em dia. Sempre colocamos nossos recursos em aplicações financeiras, ou seja, trabalhamos sempre com recursos para suprir quando o Estado deixa de fazer os pagamentos. Contudo, o secretário Geraldo de Almeida alerta para o desfalque na

Geraldo de Almeida, secretário municipal de Saúde

área da Saúde: “Hoje, só com a Secretaria Municipal de Saúde e com prestadoras de serviços de saúde do município, a dívida do governo do estado ultrapassa os 7,6 milhões de reais, isso apurado até o mês de maio de 2018. Agora, esse impacto não é só na dívida, pois a saúde funciona em rede. Então, além de serviços que deixam de ser prestados dentro de Lagoa da Prata, a falta de pagamento do Estado a outros serviços de saúde de outros municípios, como os municípios de referência de cirurgia eletivas e de referência de outros procedimentos, impacta no nosso atendimento”. Como exemplo no comprometimento do atendimento na saúde, Geraldo citou a queda no Centro de

Especialidades Médicas de Santo Antônio do Monte, que gera amplo impacto em Lagoa da Prata: “O número de atendimentos lá foi reduzido em 50% por não terem recebido o recurso do Governo do Estado, então, além dos 7 milhões e 600 reais que ficamos sem receber, os nossos pacientes que eram atendidos lá e são portadores de hipertensão e diabetes, principalmente, deixam de ter o agendamento feito em Santo Antônio do Monte”. O secretário ainda falou que as cirurgias eletivas programadas pelo Estado estão suspensas. “A gente não consegue marcar. Temos pacientes para cirurgias de média e, principalmente, alta complexidade, que estão esperando há mais de dois anos devi-

Recuperandos da Apac terão novas turmas para curso de Padeiro Serão 25 vagas, e as aulas estão previstas para começar em setembro ARQUIVO APAC

RAFAEL CAMARGOS

Um dos trabalhos desenvolvidos pelo Governo de Minas Gerais é a capacitação de seus detentos, para que quando terminarem de cumprir suas penas consigam uma colocação no mercado de trabalho. Pensando nisso, uma nova etapa se inicia, e uma parceria entre o Ministério da Educação e Secretaria de Estado de Administração Prisional (SEAP), por meio da Diretoria de Ensino e Profissionalização de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes), conseguiram 2.831 vagas em 26 cursos profissionalizantes do Pronatec. As aulas serão realizadas em 148 unidades prisionais do Estado que demonstraram interesse nas

capacitações. Lagoa da Prata demonstrou interesse e é uma das cidades que irão receber os cursos. Ao Jornal Cidade, a Seap informou que irá ofertar no segundo semes-

tre deste ano o curso de Padeiro para recuperandos da Associação de Assistência ao Condenado (Apac). Será uma turma com 25 vagas, e as aulas estão previstas para começarem em setembro.

PAGAMENTO DOS SERVIDORES ESTADUAIS O Governador de Minas Gerais já anunciou na última semana que vai continuar parcelando os salários dos servidores estaduais neste mês, mas ainda não definiu quando fará os pagamentos. Fato que tem acontecido desde fevereiro de 2016. Com isso, o governo vem alegando instabilidade no fluxo de caixa estadual e baixa arrecadação de impostos e receitas para justificar o parcelamento. Uma auditoria do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MG) revelou que a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE) deixou de repassar em torno de R$1,5 Bilhão às escolas estaduais entre 2014 e 2016, o que hoje pode estar muito maior devido o tempo.

Notas Rápidas

A Prefeitura de Japaraíba abriu edital para contratação de profissionais para diversos setores. Os interessados deverão fazer a inscrição pessoalmente ou mediante procuração entre os dias 11 e 20 de julho. Mais informações em www.jornalcidademg.com.br.

Dois adolescentes de 17 anos foram apreendidos por suspeita de cometer um crime em Lagoa da Prata no domingo (8), no bairro Chico Miranda. A vítima, conhecida como “Coringa”, foi encontrada morta com sangramentos na cabeça e no braço esquerdo. Foram pelo menos cinco tiros em várias partes do corpo. A Polícia Militar foi acionada no local e o caso será investigado pela Polícia Civil.

A Polícia Militar segue procurando dois criminosos invadiram uma casa no centro de Lagoa da Prata e roubaram R$ 50 mil em cheques na última quinta-feira (5). A vítima, de 58 anos, foi rendida, agredida e obrigada a abrir o cofre onde estavam os cheques. O homem, que mora sozinho, disse que foi surpreendido pelos ladrões que arrombaram o portão e entraram na casa.


14 COTIDIANO

Leia mais notícias em

www.jornalcidademg.com.br

12.07.2018

Biosev e trabalhadores assinam acordo coletivo DIVULGAÇÃO

RAFAEL CAMARGOS

Depois de tantas discussões entre Biosev e Sindicato de Classe sobre as mudanças nas contratações dos funcionários, a empresa e os trabalhadores firmaram nesta semana um acordo. Para entender o andamento das negociações, a redação do Jornal Cidade teve acesso a uma entrevista cedida pelo presidente do Sindicato Rural dos Trabalhadores de Lagoa da Prata, Nelso Rufino, na Rádio Veredas FM, no dia 29 do mês passado. Durante a entrevista, Nelso disse que os trabalhadores estavam tendo perdas devido a uma mudança feita pelo Governo Federal, ocorrida em novembro do ano passado, e, por isso, a empresa havia feito cortes nos salários dos empregados, um valor que, segundo ele, beira 22%. “Ela (a Biosev) não é a primeira a fazer isso, e veio apresentar para a gente que não ia mais pagar. Com a força do trabalhador, conseguimos manter esse corte de 22% como uma variável em cima do vale alimentação”, explicou o sindicalista.

SALÁRIOS MANTIDOS Nelso também disse que as vagas de emprego e os salários foram mantidos. “Conseguimos manter as vagas de emprego também, que é uma proposta da empresa, para manter a mão de obra da cidade, e temos uma variável, vários empregados vão pegar vale alimentação. Com isso, conseguimos ser o maior valor da região, começando com R$ 581 chegando até a 1180, para quem tem salários maiores. Tem gente questionando porque quem ganha mais fica com mais: Porque quem ganha mais vai ficar com mais. Porque o que estávamos perdendo era à hora de transporte, que foi revertida para o vale alimentação”, continuou. Conforme explica o presidente, ao invés de continuar pagando como hora de transporte, com reflexo nas férias e no décimo terceiro, o sindicato em parceria com a Usina resolveu deixar o mesmo valor que

eles ganhavam, mas em cima do vale alimentação. “Conseguimos manter o plano de saúde, o vale alimentação, e a empresa vai manter a homologação no sindicato e também a questão da jornada de trabalho. Essa hora de transporte é aquela que o governo federal falou que não precisa mais pagar. Ela ficou como variável” argumentou.

DIFERENÇAS SALARIAIS Um ponto importante durante a entrevista foi em relação à diferença salarial dos colaboradores, mas segundo o sindicalista, esse assunto não poderia ser discutido devido às mudanças feitas pelo Governo Federal na legislação. Com a reforma trabalhista, o Governo liberou as empresas a dispensar os funcionários e recontratar no ano seguinte. “Isso aconteceu esse ano”, lamentou Nelson, e disse que muitas pessoas têm perguntado a ele se existe a obrigação de ser com o mesmo salário de antes. “Não tem mais aquela obrigação, tem que entender que quando tem uma lei federal que estipula que não é mais preciso pagar seu funcionário o valor que você paga, não vai pagar porque a lei está do lado, diz.

EMPREGABILIDADE Sobre o número de vagas de empregos atualmente na usina, Rufino disse que nos últimos anos todas as empresas estão encolhendo a mão de obra. “A usina vai manter os empregos, inclusive, já temos propostas de emprego. Mas pensar que teremos quatro mil empregados dentro da Biosev isso é impossível”, comentou. Nelso termina a entrevista com uma notícia não tão boa para os trabalhadores. Para ele, a dispensa no final da safra é um fato sem discussão. “Todo ano tem essa redução, não tem jeito é o ritmo do corte de cana. Não tem como a usina ficar hoje com 1.040 funcionários se não tiver necessidade”, terminou. Em contra partida, a Biosev disse que com a Reforma Trabalhista, as horas in itinere deixaram de ser de-

Negociações entre o sindicato e a empresa ocorrem há algum tempo

vidas a todos os trabalhadores de todos os setores de negócio, desde novembro de 2017. Entretanto, mesmo após o término da vigência dos acordos coletivos com os Sindicatos Rurais de Japaraíba e Lagoa da Prata em fevereiro de 2018, que ainda estava em negociação entre as partes, a Biosev de forma espontânea, em março de 2018, realizou o pagamento de indenização compensatória aos colaboradores elegíveis desses municípios – trabalhadores com contratos maiores que um ano, conforme a Lei Trabalhista. Ainda conforme a companhia, para minimizar os impactos decorrentes da Reforma Trabalhista, a empresa ainda ofereceu aos Sindicatos envolvidos, uma contrapartida de fazer Vale-Alimentação Suplementar, obedecendo às respectivas faixas salariais, pelo período de um ano, para os empregados que efetivamente tiveram a perda. A empresa finalizou a nota reforçando que mantém o espírito de diálogo aberto e transparência que sempre norteou as suas relações com partes interessadas e continua disponível para as negociações, conforme descrito na nota.


12.07.2018

Curta no Facebook

fb.com/jornalcidademg

COTIDIANO 15

S.O.S. completa 50 anos

FOTOS: ARQUIVO SOS

Para festejar Bodas de Ouro, a entidade programou várias atividades a partir do dia 14 RHAIANE CARVALHO

No dia 30 de julho o Serviço de Obras Sociais (S.O.S) de Lagoa da Prata irá celebrar Bodas de Ouro. A história do S.O.S teve início com os trabalhos da missionária holandesa Maria Tereza Winters, em abril de 1968, quando ela veio para descansar em Lagoa da Prata depois de tantos anos de serviços prestados em diversas cidades. Seu repouso era interrompido a todo instante pela campainha da casa, pois sempre alguém estava pedindo alguma coisa. Incomodada com a situação dos carentes, ela resolveu fundar a casa, que hoje atende 83 idosos. Naquela época, a missionária disse ter ficado impressionada com tantos pedintes e começou a questionar o que ela poderia fazer pelo povo. Conquistou vários amigos e amigas e contou-lhes sobre seu projeto, e todos se prontificaram em ajudar. Depois de várias reuniões, foi criado o S.O.S e escolhida a primeira presidente, a senhora Alda de Castro. Com a diretoria formada, começaram a trabalhar arrecadando cobertores, roupas e alimentos para distribuir a quem necessi-

tasse.

O INÍCIO A diretoria procurou o prefeito da época, Fausto Rezende, que ouviu e deu o seu apoio e buscaram ajuda também com o Sr. Otaviano e sua esposa Isabel de Castro, e o casal doou o terreno para a construção de um ambulatório. Começaram a surgir as doações e também mais voluntários para ajudar nas obras. Maria Tereza tinha experiência, era dinâmica, tinha formação em enfermagem, e, apesar da idade avançada, era incansável. Otaviano liderava a construção e o galpão ficou pronto, simples e bem repartido para ambulatório médico, distribuição de alimentos, palestras educativas para pessoas que recebiam os alimentos e para as mães que tinham filhos menores. Exigente, Winters cobrava de todos o cartão de vacinas em dia e ajudou a combater a desnutrição das crianças, acompanhando o peso e a higiene. Nesta época, chegaram mais amigas holandesas para ajudar com os clubes de mães, clubinhos de crianças nos bairros, onde incentivava o plantio de hortas

e trabalhos manuais para gerar renda.

CRIAÇÃO DO “NOSSO LAR” A construção crescia, e a equipe de sindicância em suas visitas notava a falta de um local para abrigar os idosos acamados, pois seus familiares saiam para o trabalho e não tinham ninguém para lhes dar

um copo de água. Em 1973, surgiu o “Nosso Lar”, abrigando idosos e pessoas que precisavam de cuidados. Com a ajuda do voluntariado, o S.O.S foi crescendo, ministrou cursos para gestantes, eletricistas, bombeiros, corte e costura, bordados, pintura, tricô, crochê e culinária, onde a promoção humana era o alvo principal. Quando o setor de Assistência Social da prefeitura pas-

Diocese de Luz celebra seu centenário

sou a oferecer os mesmos serviços, o S.O.S então priorizou o atendimento aos idosos. Maria Teresa Winters registrou, de próprio punho, todos os fatos que culminaram com a criação do S.O.S, e o Jornal Cidade teve acesso a esses documentos. A visualização está disponível no site www.jornalcidademg.com.br junto com a matéria.

Notas Rápidas

RHAIANE CARVALHO

No dia 8 de julho foi comemorado o Centenário da Diocese de Luz com uma solenidade na Catedral Diocesana. O evento reuniu mais de 8 mil pessoas, entre elas, padres das paróquias sediadas na diocese, autoridades locais e da região, comunidade católica de Luz e pessoas de várias cidades. A festividade contou com apresentação teatral e da banda do 7º Batalhão da Polícia Militar de Bom Despacho, acolhidas de Congadas e Folias de Reis, Encontro de Bandas e Liras, Missa de Confraternização, show com o trio “Ir ao povo”, Noite Cultural e encerramento com a bênção de envio. A programação do centenário terminará no dia 8 de dezembro e, até lá, serão realizadas missas, lançamento do selo comemorativo, encontros com lideranças políticas, judiciárias, militares e comunidade escolar e diversos encontros, atividades e programações que podem ser acompanhadas no site da diocese. Em seu discurso, o padre e coordenador do evento, Patriky Samuel Batista, a festividade foi preparada com muito carinho para receber a todos: “Vivemos um momento histórico, dias de alegrias e muitas festividades. Celebramos as conquistas,

os desafios, as tristezas e também as alegrias nestes cem anos de história”. Para o Bispo Dom José Aristeu Vieira, são cem anos de evangelização, cem anos caminhando pela estrada de Jesus, e todos fazem parte dessa história. “Disfarçando as emoções, quero dar os parabéns a todos por esses cem anos de nossa Diocese. De coração plenificado de alegria, louvor e gratidão de Deus, estamos celebrando esse momento histórico tão esperado. Agradecemos nosso Deus e nosso Pai festejando o centenário jubilar da igreja de Luz celebrando graça sobre graça, e hoje aqui estamos ofertando nossas vidas para outro centenário começar”, co-

memora. O Núncio Dom Giovanni D’Aniello, representante do Papa no Brasil, esteve em Luz para as comemorações. Ele foi acolhido no aeroporto em Bom Despacho por uma comitiva de bispos e padres. Em Luz, a população, juntamente com autoridades, diáconos e seminaristas o aguardavam chegar em frente ao Palácio Episcopal, onde foi recebido com fogos e aplausos.

A DIOCESE A Diocese de Luz foi criada a partir do desejo da Igreja em se fazer presente, de modo eficaz, dinâmico e permanente no território do cen-

tro-oeste mineiro, até então, pertencente à Mariana, primeira Diocese das Minas Gerais. Segundo o histórico da Diocese, em 8 de julho de 1918 se acendeu a pequena fagulha da Igreja Particular, que neste ano comemora o seu centenário. Para Dom Aristeu, celebra-se neste tempo um centenário de luz, abrindo-nos em busca de outro. “Desafiados pelos ventos tempestuosos do ‘mar da vida e da história’, estamos na pequenina barca que é a Igreja, ‘santa e pecadora’, mas que é sacramento do Reino. Cada um dos batizados e todos nós, em nossas comunidades cristãs, somos esta chama de esperança, alimentada pelo sopro do Espírito Santo. Espalhemos a ‘centelha da fé, quais raios luminosos que acendam brasas de humanidade sob as cinzas destes tempos desumanos, para que o mundo creia!’”, finaliza o bispo.

No dia 1º de julho foram realizadas no Estádio Municipal de Lagoa da Prata as finais da Taça Gol de Futebol de Base 2018. A competição contou com a participação das equipes Lanos de Lagoa da Prata, Associação de Arcos, Vila América de Arcos, Pimenta e América de Bambuí, nas categorias 2003, 2005 e 2007. Na categoria 2007, a Escolinha Lanos foi a grande campeã. Após empatar em 2×2 no tempo normal venceu a equipe da Associação nos pênaltis por 3×2.

No último sábado (7), aconteceu o encerramento do Projeto de Ação Social “Vamos em frente que a Dona Luzia vem com a gente”, promovido pela Pharlab. O projeto visa o bem estar dos funcionários para beneficiar alguém ou um grupo de fora da empresa.


16 COOPERATIVISMO

Leia mais notĂ­cias em

www.jornalcidademg.com.br

12.07.2018

Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018  

http://www.jornalcidademg.com.br | Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018

Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018  

http://www.jornalcidademg.com.br | Jornal Cidade - Lagoa da Prata e região - Nº 121 - 12/07/2018

Advertisement