Page 1

NOTÍCIAS

Cultura é força transformadora Diretor: Isaías A. dos Santos Filho ( Jairzinho )

Ano 3 - Edição 69

Dezembro de 2011

R$ 1,00

Dr. Jorge cumpre promessa e entrega notebooks a alunos da rede municipal

O prefeito deu início ao projeto de entrega dos notebooks na EMEF Antônio Bernadino Correa. Cerca de 18 mil alunos deverá ser contemplado até o fim do primeiro trimestre de 2012. O investimento é realizado por meio dos cofres da Prefeitura, que gastou R$ 400 por aparelho, totalizando quase R$ 6 milhões. O prefeito ressaltou que entre os municípios do Estado, Ferraz é o terceiro a entregar os aparelhos. Página 6

Em defesa da mulher

Nota fiscal ferrazense Cenário

Lançada oficialmente há pouco mais de 60 dias, a Frete Parlamentar em Defesa da Saúde da Mulher realizou uma grande ação nesta semana, em Ferraz de Vasconcelos. Trata-se do 1º

Fórum Nacional em Defesa da Saúde da Mulher, cuja anfitriã foi Dra. Elaine Abissamra, que é deputada federal e preside a Frente. Aproximadamente 600 pessoas participaram. Página 3

Procurando baixar, ou até mesmo eliminar, sonegações de impostos, a Prefeitura de Ferraz lançou o programa Nota Fi scal Eletrônica (NSFe). Sua funcionalidade terá muitos pontos em co-

Educação de Ferraz Coluna realiza solenidade Chupa Essa Em comemoração aos bons frutos que este ano letivo rendeu à educação municipal de Ferraz, os professores da rede participaram de um evento especial de encerramento do período escolar de 2011, no Núcleo de Educação Intensiva e Formação Pedagógica, o Núcleo Ediforp. Quem conduziu todo o even-

to foi a secretária de Educação, Roseli Morilla Baptista, acompanhada pelo prefeito Dr. Jorge Abissamra. Além de ser uma oportunidade de enfatizar os pontos positivos, a solenidade serviu para agradecer e ressaltar a importância que aqueles educadores têm para o futuro da cidade. Página 4

Câmara homenageia vencedores de concursos De autoria do presidente, Edson Cury, a Câmara de Ferraz aprovou moção de aplauso para a aluna Ananda da Hora Marques por ter conquistado o primeiro lugar nas modalidades crônicas III e contos III, no concurso feito pelo Instituto Thadeu José de Moraes (ITJM). O plenário também votou mais três moções de

aplauso ressaltando as duas segundas colocadas no mesmo concurso, Adriana Aparecida Jacinto e Deise Ribeiro dos Santos. Ambas estudam na Escola Estadual Jardim São Paulo II. Por fim, o Edson Cury homenageou o terceiro lugar na modalidade crônica II alcançada pela estudante Marjori Patrícia da Silva. Página 4

Coleta de lixo Cenário

Manga homenageia Wallace Da Silva Lima

Página 2

Fraudes INSS vai reformular perícia médica para evitar fraudes Página 6

Internet Obaminha revela o que é Cyberbullying e como se proteger. Página 2

mum com a Nota Fiscal Paulista e com a Nota Fiscal Paulista. Ela será obrigatória a todos os prestadores de serviços que obtiveram receita bruta igual ou superior a R$ 10 mil. Página 6 Acima de 50 anos

25% da população masculina sofre com andropausa A chamada Deficiência Androgênica do Envelhecimento Masculino, popularmente chamada de “andropausa”, é a queda na produção de testosterona, principal hormônio masculino, e atinge 25% da população masculina, a partir dos 50 anos. Fadiga, alterações no sono e no humor, redução de massa muscular e óssea, além de diminuição da libido são os sintomas. Página 3

Cenário

Durante uma audiência pública extraordinária na Câmara de Ferraz, membros do Executivo realizaram uma sessão de prestação de contas sobre a coleta de lixo na cidade. Os secretários

explicaram os problemas gerados com a explosão do aterro sanitário de Itaquá, utilizado pela Prefeitura, e garantiram que o serviço será normalizado nos próximos dias. Página 5

Esportes Corinthians

Santos

Timão faz proposta de R$ 18 mi por Montillo.

Santos precisa melhorar para vencer o Barcelona.

Palmeiras

São Paulo

Diretoria alviverde quer segurar o volante Pierre.

Fabrício, exCruzeiro, já fala como novo reforço.

Em 2010

Brasil reciclou 17 bilhões de latinhas de alumínio O Brasil reciclou 97,6% das latas de alumínio produzidas para embalagens de bebidas em 2010, um total de 239 mil toneladas de sucata, o equivalente a mais de 17 bilhões de unidades de latas. De acordo com a Associação Brasileira do Alumínio (Abal) e a Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alta Reciclabilidade (Abralatas), os números de 2010 mostram crescimento de 20,3% . Página 4

Página 7

Página 7

Página 7

Página 7


P2

CENÁRIO NOTÍCIAS

P2 Diretor Responsável: Isaías A . dos Santos Colaboradores: Clayton Cassiano Projeto Gráfico: José Carlos Manoel da Silva www.grupocenario.com.br email: redacao@grupocenario.com.br Redação: 4674 - 2593

Tiragem: 5000 Impresso na Gráfica do Diário Circulação: Ferraz de Vsconcelos e Poá

Editoriais email: redacao@grupocenario.com.br

I

Educação em Ferraz na contramão do Brasil

nvestir em educação provoca uma espécie de efeito dominó às avessas. Em vez de derrubar, alavanca uma série de setores, como o consumo, a saúde, a habitação, a segurança e por aí vai. Pessoas mais bem instruídas têm empregos melhores, salários maiores e, consequentemente, um poder de compra maior. Uma população com mais anos de estudo tende a cuidar melhor da saúde e a cometer menos crimes. Muitos especialistas em educação alertam que a relação entre a evolução na qualidade de ensino e a melhora nos índices sociais e econômicos não é tão direta e previsível, mas certamente é consenso entre economistas e educadores que educação de qualidade para todos é condição essencial para o desenvolvimento de um país. E o governo municipal de Ferraz de Vasconcelos, diferentemente do que acontece no Brasil de forma geral, sabe da importância de se investir na educação. O resultado é a instalação de uma nova unidade do Sesi, prêmios para alunas da rede municipal de ensino e a promessa de instalação de uma universidade federal, como o Cenário Notícias mostrou na edição da semana passada. Além da entrega de notebooks. Prova que a política de investimentos na Educação em Ferraz está na contramão do que ocorre no país de forma geral pode ser comprovada no livro “A Ignorância Custa um Mundo”, vencedor do Prêmio Jabuti, de 2005. O economista Gustavo Ioschpe debruçou-se durante dois anos sobre números e estatísticas para concluir: deficiente nessa área, o país, com rara exceções entre elas podemos incluir Ferraz, está perdendo o bonde da história. Nas nações desenvolvidas, em média 60 de cada cem 100 chegam à universidade. Nos Estados Unidos a taxa de matrícula no ensino superior é ainda maior, de 90%. O índice brasileiro (20%) equivale à metade dos índices de Chile, Venezuela e Uruguai. Ou seja: se antes estávamos em desvantagem em relação aos países mais ricos,

fomos ultrapassados também pelas nações menos desenvolvidas. Investir, no caso dos países que têm a educação como meta, não é apenas uma questão de volume de dinheiro, mas principalmente de foco na qualidade do ensino, sua fiscalização e divulgação como valor. Em 2000, por exemplo, o mau desempenho da Alemanha na prova do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa), aplicada em 32 países, foi tratada como um escândalo pela imprensa do país. A Alemanha ficou em último lugar no teste, ao lado do Brasil. Enquanto nós não tomamos nenhuma providência, os germânicos reagiram e assinaram programas de intercâmbio de seus professores com a Finlândia - que ficou em primeiro lugar. Resultado: Na edição do Pisa seguinte, a Alemanha aparecia na 20ª posição numa lista de 41 nações. O reflexo da falta de formação da população já se faz sentir nas empresas. Há cerca de dois anos o país vem crescendo a um ritmo mais acelerado - passou de 2,5% ao ano para cerca de 4% -, mas o desemprego, que deveria ter diminuído, em alguns setores se agravou, entre eles o da construção civil. A explicação é simples. Embora novos postos de trabalho tenham surgido, não há profissionais suficientemente qualificados para ocupá-los. Considerando-se os avanços tecnológicos cada vez mais acelerados, o cenário futuro deverá ser ainda mais exigente. “Numa comparação com o futebol, dá para dizer que o Brasil, ao acertar seus índices macroeconômicos, conseguiu botar o campo e as travas em ordem”, diz o economista Ioschpe. “Mas seus jogadores são muito fracos, despreparados. Então de quê adianta?” E aqui podemos fazer outro questionamento. Como alterar este cenário? Seguindo os exemplos de administrações públicas voltadas a educação, como ocorre em de Ferraz de Vasconcelos, que por meio de parcerias consegue apoio para instalar equipamentos de alta qualidade, como um Sesi e uma universidade federal.

Homenagem Nesta edição usarei este espaço para homenagear uma pessoa que partiu e deixará saudades em nosso meio

Wallace Da Silva Lima Não tive o prazer de ter sido mais próximo a ti, porem conhecemos o caráter de alguém pelo número de pessoas que falam desta pessoa. No seu caso tenho certeza que eras um rapaz de bem e rodeado de amigos que o admiravam. Por isso só falavam bem de você. As poucas vezes que nos encontramos por acaso, pude sentir em seu olhar a serenidade de alguém que andava de cabeça erguida sem medo de ser julgado, pois sabia que seu caminhar era de alguém honesto.Se tivéssemos o dom de prever o futuro, naquele ultimo dia que nos vimos, você estava saindo do bando e eu entrando, nos cumprimentamos com um olhar. Eu iria parar conversar com você, e com certeza iríamos se tornar grandes amigos. Descanse em paz

Tendências e Debates

Fala

email: redacao@grupocenário.com.br

7 bilhões

Leonardo Boff Já somos 7 bilhões de habitantes. Haverá alimentos suficientes para todos? Há várias respostas. Escolhemos uma do grupo Agrimonde (veja Développement et civilizations, setembro 2011), de base francesa, que estudou a situação alimentar de seis regiões críticas do planeta. O grupo de cientistas é otimista, mesmo para quando seremos 9 bilhões de habitantes em 2050. Propõe dois caminhos: o aprofundamento da conhecida revolução verde dos anos 60 do século passado e a assim chamada dupla revolução verde.. A revolução verde teve o mérito de refutar a tese de Malthus, segundo o qual ocorreria um descompasso entre o crescimento populacional, de proporções geométricas e o crescimento alimentar de proporções ariméticas, produzindo um colapso na humanidade. Comprovou que com as novas tecnologias e uma melhor utilização das areas agricultáveis e maciça aplicação de tóxicos, antes destinados à guerra e agora à agricultura, se podia produzir muito mais do que a população demandava. Tal previsão se mostrou acertada pois houve um salto significativo na oferta de alimentos. Vale observar que esse crescimento alimentar cobrou um custo ecológico extremamente alto: enveneraram-se os solos, contaminaram-se as águas, empobreceu-se a biodiversidade além de provocar erosão e desertificação em muitas regiões do mundo, especialmene na África. Tudo se agravou quando os alimentos se tornaram mercadoria como outra qualquer e não como meios de vida que, por sua natureza, jamais deveriam estar sujeitos à especulação dos mercados. A mesa está posta com suficiente comida para todos mas os pobres não tem acesso a ela pela falta de recursos monetários. O sistema neoliberal imperante aposta ainda neste modelo, pois não precisa mudar de lógica, tolerando conviver, cinicamente, com milhões de famintos Esta solução é míope senão falsa, além de ser cruel e sem piedade.

Os que ainda a defendem não tomam a sério o fato de que a Terra está, inegavelmente, à deriva e que o aquecimento global produz grande erosão de solos, destruição de safras e milhões de emigrados climáticos. Para eles, a Terra não passa de mero meio de produção e não a Casa Comum, Gaia, que deve ser cuidada. Na verdade, quem entende de alimentos são os agricultores. Eles produzem 70% de tudo o que a humanidade consome. Por isso, devem ser ouvidos e inseridos. Dada a superpopulação humana, cada pedaço de solo deve ser aproveitado mas dentro do alcance e dos limites de seu ecossistema; devem-se utilizar ou reciclar, o mais possível todos os dejetos orgânicos, economizar ao máximo energia, desenvolvendo as alternativas, favorecer a agricultura familiar, as pequenas e médias cooperativas. Por fim, tender a uma democracia alimentar na qual produtores e consumidores tomam consciência das respectivas responsabilidades, com conhecimentos e informações acerca da real situação da suportabilidade do planeta, consumindo de forma diferente, solidária, frugal e sem desperdício. Tomando em conta tais dados, a Agrimonde propõe uma dupla revolução verde no seguinte sentido: aceita prolongar a primeria revolução verde com suas contradições ecológicas mas simultaneamente propõe uma segunda revolução verde. Esta supõe que os consumidores incorporem hábitos cotidianos diferentes dos atuais, mais conscientes dos impactos ambientais e abertos à solidariedade internacional para que o alimento seja de fato um direito acessível a todos. Sendo otimistas, podemos dizer que esta última proposta é razoavelmente sustentável. Está sendo implementada, seminalmente, em todas as partes do mundo, através da agricultura orgânica, familiar, de pequenas e médias empresas, pela agroecologia. Ela é viável e talvez tenha que ser o caminho obrigatório para a humandade futura. Leonardo Boff é teólogo e filósofo

Parábola

email: redacao@grupocenário.com.br

O Avô

Um frágil e velho homem foi viver com seu filho, nora, e o seu neto mais velho de quatro anos. As mãos do velho homem tremiam, e a vista era embaralhada, e o seu passo era hesitante. A família comeu junto à mesa. Mas as mãos trêmulas do avô ancião e sua visão falhando, tornou difícil o ato de comer. Ervilhas rolaram da colher dele sobre o chão. Quando ele pegou seu copo, o leite derramou na toalha da mesa. A bagunça irritou fortemente seu filho e nora: “Nós temos que fazer algo sobre o Vovô”, disse o filho. “Já tivemos bastante do seu leite derramado, ouvindo-o comer ruidosamente, e muita de sua comida no chão “. Assim o marido e esposa prepararam uma mesa pequena no canto da sala. Lá vovô comia sozinho enquanto o resto da família desfrutava do jantar. Desde que o Avô tinha quebrado um ou dois pratos, a comida dele foi servida em uma tigela de madeira. Quando a família olhava de relance na direção do vovô, às vezes percebiam nele uma lágrima em seu olho por estar só. Ainda assim, as únicas palavras que o casal tinha para ele eram ad-

vertências acentuadas quando ele derrubava um garfo ou derramava comida. O neto mais velho de quatro anos assistiu tudo em silêncio. Uma noite antes da ceia, o pai notou que seu filho estava brincando no chão com sucatas de madeira. Ele perguntou docemente para a criança, “O que você está fazendo?” Da mesma maneira dócil, o menino respondeu “Oh, eu estou fabricando uma pequena tigela para você e Mamãe comerem sua comida quando eu crescer.” O neto mais velho de quatro anos sorriu e voltou a trabalhar. As palavras do menino golpearam os pais que ficaram mudos. Então lágrimas começaram a fluir em seus rostos. Entretanto nenhuma palavra foi falada, ambos souberam o que devia ser feito. Aquela noite o marido pegou a mão do Vovô e com suavidade o conduziu atrás da mesa familiar. Para o resto de seus dias de vida ele comeu sempre com a família. E por alguma razão, nem marido nem esposa pareciam se preocupar mais quando um garfo era derrubado, ou leite derramado, ou que a toalha da mesa tivesse sujado.

Obaminha O que é Cyberbullying Ismael Ambrósio O bullying é um termo em inglês que define um padrão repetitivo de comportamentos agressivos, que visam prejudicar uma pessoa ou um grupo. Pode acontecer em qualquer lugar: na escola, no playground do condomínio, na torcida do futebol etc. Ameaças, agressões físicas ou verbais, intimidações e humilhações são exemplos de bullying. Em geral, são alvos do bullying aquelas pessoas (crianças ou não) que se destacam por algum motivo - estão acima ou abaixo do peso, têm alguma deficiência física, são muito tímidas, muito inteligentes, “nerds” etc. O agressor pode agredir por vários motivos. Pode não ter a capacidade da empatia, pode ser alguém querendo se destacar em seu grupo, ou até alguém que se sente incomodado por uma característica em particular da vítima. É importante ressaltar que a vítima de hoje pode ser o agressor de amanhã e vice-versa. Não há regras, mas o bullying acontece com mais frequência entre crianças e adolescentes. Na internet, o problema é intensificado pela rapidez com que as agressões se espalham através da rede por meio de e-mails, redes sociais, blogs, vídeos e mensagens via celular. O bullying praticado pela web é chamado cyberbullying. Na web, a minoridade penal e o suposto anonimato (com o uso de perfis falsos) contribuem para a sensação de impunidade do agressor e podem fazê-lo ser ainda mais cruel do que no bullying, onde agressor e vítima estão frente à frente. Tanto o bullying quanto o cyberbullying são problemas muito sérios e não devem ser ignorados. A agressão pela web pode surgir de qualquer lado, a qualquer hora. Uma vez na internet, o conteúdo ganha vida própria e pode nunca mais desaparecer por completo. Um caso famoso de cyberbullying foi o da jovem americana Megan Meier, de 13 anos, que cometeu suicídio em 2006 depois de receber uma série de mensagens cruéis em sua página no MySpace.

Como evitar

Apesar de todos os perigos a que crianças e adolescentes estão expostos na internet, proibir o seu uso não é a solução. A internet é parte do mundo contemporâneo. A web é acessada nas lan houses, nas escolas, em casa, pelo smartphone e até pela TV. Ela é um importante meio de informação, de aprendizado e de relacionamento. Além disso, estudiosos vêm observando que a internet é uma importante ferramenta para a construção da identidade e da auto-estima dos jovens.A melhor maneira de diminuir os riscos, em casa ou na escola, é acompanhar os jovens de perto. Esteja atento à vida digital de seu filho. Estabeleça limites de tempo na utilização da web e oriente-o sobre conduta e procedimentos adequados. Leia os itens Perigos na Internet e Boas Maneiras na Rede. Assista com as crianças o video “Cyberbullying é fria!”, criado pelo Movimento Criança Mais Segura na Internet. Fique atento a mudanças de comportamento, como desinteresse pelos estudos, queda no rendimento escolar, depressão e isolamento. Esses podem ser sinais de alerta. Encoraje os alunos a contarem aos professores, caso achem que sabem de algum caso de bullying ou cyberbullying. Desse modo, o problema - se realmente existir - poderá ser rapidamente resolvido.Em caso de ataque, é importante mostrar à vítima que ela tem o apoio.


CIDADE

EM FERRAZ

Fórum que debateu a saúde da mulher reúne 600 pessoas Frete Parlamentar em Defesa da Saúde da Mulher realizou o 1º Fórum Nacional em Defesa da Saúde da Mulher, nesta semana, em Ferraz de Vasconcelos. a anfitriã foi a deputada federal Dra. Elaine Abissamra Lançada oficialmente há pouco mais de 60 dias, a Frete Parlamentar em Defesa da Saúde da Mulher realizou uma grande ação nesta semana, em Ferraz de Vasconcelos. Trata-se do 1º Fórum Nacional em Defesa da Saúde da Mulher, cuja anfitriã foi Dr. Elaine Abissamra, que é deputada federal e presidenta da Frente. Aproximadamente 600 pessoas participaram do evento. Na plateia estavam presentes autoridades da cidade e de toda a região, como o vereador suzanense Nardinho, as secretárias poaenses de Saúde, Cláudia de Deus, e da Mulher, Simone Massa, além de uma série de pessoas da sociedade civil e da área médica do Alto Tietê. Os municípios de Jaboticabal e Santa Isabel trouxeram comissões de suas prefeituras. Compondo a bancada estavam o prefeito ferrazense em exercício, Flávio Batista de Souza – o Inha, e o prefeito licenciado Dr. Jorge Abissamra, acompanhados por todos os secretários municipais. Representando as mulheres de todo o país, estava lá Veena Ticuria, presidenta da Associação Brasileira das Mulheres Indígenas e membros do projeto ferrazense Mulheres da Paz. Este fórum é a primeira ação da frente parlamentar fora da Câmara dos Deputados, em Brasília. E, segundo a própria Dra. Elaine, é um evento que tem atenção redobrada, pois é no município onde ela exerce a

Dra. Elaine: “Com a ajuda de vocês conseguiremos tornar o quadro público da saúde feminina ainda melhor”, discursou

medicina há quase três décadas. Voltadas inteiramente à saúde e aos direitos femininos, foram ministradas quatro palestras durante o fórum. A primeira delas foi de Suzi Ribachi Cabral, que falou sobre prevenção nas escolas técnicas. Em seguida o médico ginecologista José Abissamra palestrou sobre o tema “Câncer Diagnosticado é câncer tratado”. Após isto o advogado Guilherme Madi, que falou sobre os direitos fundamentais das mulheres. Fechando o ciclo, o casal Vera Golik e Hugo Lenzi falou sobre seu projeto fotográfico envolvendo mulheres em situação de pós-tratamento, chamado “De peito Aberto”. Segundo Dra. Elaine, no

ano de 1960, a quantidade de mulheres na faculdade de medicina era de apenas 6%. Atualmente este número está na casa dos 50%. Além disso a deputada ressaltou que, entre as doenças crônicas existentes, as que mais matam as mulheres são o tabagismo, a Aids e as doenças femininas. “A quantidade de mulheres médicas aumentou, isso ressalta o enfoque e a importância à saúde feminina”, disse. Foi constatado que, por uma série de fatores, as mulheres tratam primeiro da saúde de seus familiares para depois voltar as atenções para si próprias. Para isso é preciso que elas fiquem cientes de suas condições e de seus direitos, e se conscientizem dos métodos

COMBATE AO CRACK

Ministério da Saúde vai investir R$ 500 mi O Ministério da Saúde vai liberar para o estado de São Paulo R$ 500 milhões, até 2014, a fim de combater o uso de crack. Os recursos virão dos R$ 4 bilhões destinados ao programa lançado pelo governo federal para diminuir o consumo da droga em todo o país. Segundo o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, por causa da gravidade do problema em São Paulo, o estado é visto como “grande prioridade”.

O dinheiro será usado, de acordo com o ministro, principalmente na contratação de profissionais e para a construção de equipamentos de apoio aos dependentes químicos. Padilha disse ainda que os recursos também vão reforçar as ações que já são feitas pela prefeitura. “A capital [paulista] já colocou os seus agentes na rua, é nós vamos reforçar essa ação. O fundamental é termos agentes, profissionais de saúde, que façam a busca ativa na

rua e que trabalhem, inclusive, em horários alternativos”, disse antes de detalhar o plano do governo na Assembleia Legislativa. O ministro destacou ainda que já foram repassados para o município recursos para a instalação de dez unidades de acolhimento. “Vamos reforçar as enfermarias especializadas em álcool e drogas. Buscar qualificar o Samu a fim de que esteja preparado para o atendimento”, deestcou.

de prevenção e tratamento das doenças que as instituições lhes têm a oferecer. “Quero agradecer especialmente a todos vocês. Não por terem simplesmente comparecido ao evento, mas sim, por apoiarem a causa das mulheres. Com a ajuda de vocês conseguiremos tornar o quadro público da saúde feminina ainda melhor”, concluiu. O prefeito Dr. Jorge Abissamra disse que “há um ditado de Santo Agostinho que dizia: se você salvou uma vida, você salvou um universo. Portanto, você que sairá agora, tem a missão de fazer o autoexame. Se você já o fez, convença uma pessoa próxima a você a também fazê-lo. Assim você poderá salvar um universo”.

P3

SAÚDE

25% da população masculina a partir dos 50 anos sofre com andropausa “Me sinto cansado, mal humorado e minha potência sexual não é mais a mesma”. Este depoimento é relatado por um em cada quatro homens com mais de 50 anos atendidos por urologistas no Centro de Referência em Saúde do Homem, órgão da Secretaria da Saúde, na zona sul da capital paulista. A chamada Deficiência Androgênica do Envelhecimento Masculino, popularmente chamada de “andropausa”, é a queda na produção de testosterona, principal hormônio masculino, e atinge 25% da população masculina, a partir dos 50 anos. Fadiga, alterações no sono e no humor, redução de massa muscular e óssea, além de diminuição da libido (desejo sexual) são os sintomas apresentados pelo distúrbio - e relatados pelos pacientes. “Para o corpo da mulher, a menopausa representa a interrupção total da produção de hormônios. No homem as taxas são reduzidas a cada ano, mas quando esta queda é mais acelerada o corpo responde com os sintomas de descompasso”, explica o

médico responsável pelo serviço de urologia, Cláudio Murta. Os homens que apresentam a deficiência podem desenvolver osteoporose, problemas cardiovasculares e disfunção erétil. O tratamento baseado em reposição hormonal oferece qualidade de vida e bem estar aos pacientes. Entretanto, o uso indiscriminado de hormônios como a testosterona traz danos graves à saúde. “É importante ressaltar que somente um especialista pode indicar esta reposição. Tomar hormônios de forma errada causa apneia, alterações na micção e doenças no fígado”, destaca o coordenador do Centro de Referência em Saúde do Homem, Joaquim Claro. A alimentação saudável, aliada à prática de exercícios físicos, pode ajudar a combater o distúrbio. Os homens devem restringir refeições ricas em colesterol e açúcar e optar pelos pratos ricos em vitaminas, fibras e antioxidantes, como hortaliças, peixes e frutas oleaginosas (castanhas e nozes, por exemplo).

Fadiga, alterações no sono e no humor, e diminuição da libido são os sintomas


cidades P4

Cenário

ANO BRILHANTE

Educação de Ferraz realiza solenidade para encerramento do ano letivo Além de ser uma oportunidade de enfatizar os pontos positivos que aconteceram neste ano, a solenidade serviu para que o poder público pudesse agradecer e ressaltar a importância dos educadores Em comemoração aos bons frutos que este ano letivo rendeu à educação municipal de Ferraz de Vasconcelos, os professores da rede participaram de um evento especial de encerramento do período escolar de 2011, que aconteceu no Núcleo de Educação Intensiva e Formação Pedagógica, o Núcleo Ediforp. Quem conduziu todo o evento foi a secretária de Educação, Roseli Morilla Baptista, acompanhada pelo prefeito Dr. Jorge Abissamra. Na plateia estavam quase 200 professores que conduzem as escolas ferrazenses. Também compareceram o prefeito em exercício, Flávio Batista de Souza – o Inha, o secretário de Comunicação, Jorge Campos, e os vereadores Willians do Gás e Anália Schiavinatti. Além de ser uma oportunidade de enfatizar os pontos positivos que aconteceram no decorrer deste ano, a solenidade serviu para que o poder público pudesse agradecer e ressaltar a importância que aqueles educadores têm para o futuro da cidade. “Amar o que se faz e, neste caso, amar a quem se faz, é fundamental. Vocês estão ajudando na construção de uma nação. E esta nação, que está sendo consolidada graças ao trabalho e ao amor de vocês, chama-se Ferraz de Vasconcelos”, declarou o prefeito. Um vídeo-documentário foi exibido com um pouco de cada

Renan Odorizi

Quem conduziu todo o evento foi a secretária de Educação, Roseli Morilla Baptista, acompanhada pelo prefeito Dr. Jorge

uma das ações que a secretaria de Educação realizou ao longo de 2011. A professora doutora em educação infantil Emília Cipriano, que acompanha a ensino municipal de Ferraz desde meados de 2010, também estava presente ao evento e ressaltou que na cidade o setor educacional está sempre em relação coletiva. “Houve uma transformação qualitativa e quantitativa. De tudo que observei, pude perceber que talvez o grande diferencial seja a cooperação nas ações, pois todo o processo e todas as decisões são tomadas

Um vídeo foi exibido com as ações que a Secretaria realizou em grupo”, ressaltou Emília. “Quero agradecer de coração a todos vocês. Sem vocês, nada do que planejamos teria sido executado. Muito obrigada mesmo, vocês são parte fundamental de tudo que acontece na educação ferrazense”, disse Roseli Morilla. Antes do encerramento,

que foi realizado por Emília Cipriano, os educadores foram ao piso térreo do Ediforp para verem a mostra chamada de “Desafios e conquistas das escolas Municipais de Ferraz de Vasconcelos”. Eram quatro salas de exposição, uma delas falando sobre ‘Implementação da educação infantil de qualidade’, a segunda tratava do tema ‘O que foi realizado nos últimos anos?’, a sala três tinha a temática ‘O que o plano contempla e quais os desafios para os próximos anos’ e, por final, a sala quatro falava sobre as ‘Transformações ocorridas na sala de aula’.

CRÔNICAS E CONTOS

Cury homenageia alunos vencedores de concursos De autoria do seu presidente, vereador Edson Elias Khouri (PSB), o Edson Cury, a Câmara de Ferraz de Vasconcelos aprovou em única discussão e, por unanimidade, moção de aplauso para com a aluna Ananda da Hora Marques por ter conquistado o primeiro lugar nas modalidades crônicas III e contos III, no concurso feito pelo Instituto Thadeu José de Moraes (ITJM), patrono do jornal Diário de Suzano. A v e n c e d o ra An a n d a Marques estuda na Escola Estadual Olzanetti Gomes, na Vila Andeyara. A homenagem faz parte do programa desenvolvido pelo ITJM denominado de Ler e Aprender. Na prática, a iniciativa incentiva o hábito da leitura e, ao mesmo tempo, permite aos alunos aumentarem o seu conhecimento e, com isso, ficarem aptos para novas aptidões profissionais. O plenário também votou mais três moções de aplauso ressaltando a vitória das duas segundas colocadas no mesmo

concurso, Adriana Aparecida Jacinto e Deise Ribeiro dos Santos. Ambas estudam na Escola Estadual Jardim São Paulo II, na Vila São Paulo. Por fim, o Edson Cury homenageou o terceiro lugar na

O Legislativo ferrazense sentese honrado em fazer esse justo reconhecimento modalidade crônica II alcançada pela estudante Marjori Patrícia da Silva, da mesma escola. Para o presidente que inclusive já ministrou aulas na rede pública, o Poder Legislativo ferrazense sente-se honrado em fazer esse justo reconhecimento ao talento literário dos quatro estudantes premiados “Estão de parabéns não somente os estudantes, assim como, a direção das escolas, conclui. Divulgação

Presidente da Câmara de Ferraz homenageou alunos vencedores de concursos


cidades P5

Cenário SOLUÇÕES E PROBLEMAS

Secretário garante que coleta de lixo será normalizada nos próximos dias Membros do Executivo realizaram uma sessão de prestação de contas sobre a coleta do lixo na cidade; explosão do aterro sanitário prejudicou serviço Renan Odorizi

Durante uma audiência pública extraordinária na Câmara de Ferraz de Vasconcelos, que aconteceu na tarde da última terça-feira, membros do poder Executivo municipal realizaram uma sessão de prestação de contas sobre a coleta do lixo na cidade. Representando a prefeitura nos esclarecimentos e explicações, estava o secretário de Governo, Miguel Calderaro Giacomini, o secretário de Serviços Urbanos, Josias Alves Genuíno, o secretário de Agricultura e Abastecimento, Maurício Martins – que é responsável pela coleta, e o secretário de Comunicação, Jorge Campos. Por parte da Câmara Municipal, a comissão de Obras e Serviços Públicos foi presidida pelo vereador Silas Faria. O intermédio da sessão foi feito pelo presidente da Casa, Edson Elias Cury.

Pajoan

Alguns meses atrás, o aterro sanitário da empresa Pajoan, que situa-se em Itaquaquecetuba, sofreu uma explosão, o que impossibilitou que as prefeituras da região encaminhassem seus dejetos para lá. Imediatamente, como medida emergencial, o lixo de Ferraz de Vasconcelos passou

útil dos caminhões já é curta, conseguindo atuar por no máximo três anos, além do chorume que corrói todo o metal da estrutura do veículo. Se ficarmos excedendo a capacidade dos coletores, eles vão durar ainda menos, o que causará ainda mais danos”, ressaltou o secretário municipal de Agricultura e Abastecimento Maurício Martins.

Prefeitura

Secretários municipais detalharam os problemas causados com a explosão do aterro a ser levado para o aterro da CDR, na região de Tremembé. A questão é que até o aterro Pajoan, o trajeto de ida e volta era de aproximadamente 40 km e levada cerca de 1h30 de percurso. Já na CDR esta distância

aumentou para 110 km, o que leva 4h30 para que o caminhão vá e retorne para Ferraz. Isso faz com que os caminhões fiquem mais tempo na estrada e menos tempo coletando nos bairros. Entretanto, na ses-

O LOCAL IDEAL

são foi ressaltado que em momento algum a coleta de lixo foi paralisada. “Quando os caminhões estão cheios não podemos sobrecarregá-los, por isso imediatamente eles vão descarregar no aterro. A vida

A coleta de lixo ferrazense é feita inteiramente pela própria prefeitura, que utiliza oito caminhões, sem empresas terceirizadas fazendo este serviço. Para reforçá-la, o secretário Miguel Calderaro garantiu que até o final desta semana o Executivo comprará ou alugará quatro veículos. O secretário Josias Genuíno afirmou que a previsão da administração municipal é que de novembro a janeiro seja realizada a coleta diária de 160 toneladas de lixo, quantidade que, devido às festas de final de ano, é cerca de 25% maior que nos outros meses do ano. Segundo o secretário Calderaro, ficou programado que, até o final da próxima semana, a prefeitura realizará o transbordo do lixo em uma área na região do Cambirí que já está

sendo preparada e com a documentação regularizada, restando apenas pequenos trabalhos para sua conclusão. Com os transbordos os caminhões coletores não sairão mais da cidade, pois serão carretas que farão o trajeto até o aterro. Jorge Campos ressaltou ainda que a secretaria de Comunicação possui o canal da ouvidoria municipal, pelo qual todas as solicitações que os munícipes fizeram com relação a este problema foram encaminhadas para o departamento competente.

Exaltados

Com os ânimos exaltados, alguns vereadores, por vezes, esqueceram-se do foco principal que a sessão tinha. Pontos que saíram nos meios de comunicação regionais, como o protesto que incentiva os moradores a juntarem seus lixos e jogarem nas principais avenidas da cidade, organizado pelo vereador Antonio Alves Correia, o Tonho, e o debate entre legisladores de oposição e situação acabaram sendo mais pautados pelos próprios vereadores do que a questão do lixo em si, motivo pelo qual foi convocada a prestação de contas da coleta de lixo na cidade.

SUCATA

Chácara Vitória garante o sucesso do Brasil reciclou 17 bilhões de seu evento com muita estrutura latinhas de alumínio em 2010 A Chácara Vitória localizada no Bairro Cambiri, em Ferraz de Vasconcelos, garante a estrutura necessária para o seu evento. São duas piscinas, salão para Festas para 400 pessoas, estacionamento interno, playground, cozinha industrial e uma linda área verde. Um casamento aconchegante; um aniversário alegre ; um corporativo espaçoso; um batizado abençoado; ou um dia tranquilo pra você passar com parentes e amigos. Tudo isso você pode encontrar na Chácara Vitória. Fernanda Murray e Jeanne Murray administram recentemente a Chácara dando total atenção e dedicação para o seu dia ser inesquecível. Fernanda Murray também oferece seu trabalho de fotografia e filmagem dentro da Chácara. “A Chácara Vitória é muito antiga e conhecida, o que des-

Divulgação

Chácara Vitória está localizada no Bairro Cambiri, em Ferraz de Vasconcelos

pertou a curiosidade e vontade de atribuir o trabalho de fotografia e filmagem juntamente a administração do espaço”, disse Fernanda.

“Convidamos a todos para uma visita, pois estamos com grandes promoções de férias. Sejam bem vindos”, destaca a proprietária.

O Brasil reciclou 97,6% das latas de alumínio produzidas para embalagens de bebidas em 2010, um total de 239 mil toneladas de sucata, o equivalente a mais de 17 bilhões de unidades de latas. De acordo com a Associação Brasileira do Alumínio (Abal) e a Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alta Reciclabilidade (Abralatas), que divulgaram os resultados, os números de 2010 mostram crescimento de 20,3% na reciclagem e de 21% na produção, na comparação com 2009. O índice mantém o Brasil na liderança da reciclagem de latas de alumínio para bebidas. No mesmo período, o Japão reciclou 92,6% da produção e a Argentina, 91,1%. Nos Estados Unidos, o índice foi 58,1%, mas o volume de produção é muito maior, cerca de 100 bilhões de latas por ano.

Em 2010, a reciclagem de latas no país movimentou cerca de R$ 1,8 bilhão. Desse total, R$ 555 milhões foram injetados diretamente na coleta. De acordo com o empresariado, o volume de latas de alumínio coletado em 2010 equivale à geração de pelo menos 251 mil empregos no setor. As entidades também apresentaram os resultados da Greendex 2010, pesquisa feita anualmente pela National Geographic desde 2008 sobre consumo ambientalmente sustentável no mundo. O Brasil ficou em segundo lugar entre 17 nações, atrás apenas da Índia. Segundo o diretor executivo da Abralatas, Renault Castro, deve-se comemorar o resultado, mas com ressalvas. “Comemoramos porque a base do nosso consumo é mais sustentável do que a de muitos países, mas alguns índices são

reflexo do estágio de desenvolvimento econômico do país”, disse Castro, referindo-se a dados da pesquisa como o que mostra que os brasileiros se locomovem mais do que a média mundial por meio de transportes públicos e considerando que essa tendência pode se inverter caso não sejam feitos investimentos governamentais nesse tipo de locomoção. Para avaliar o consumo sustentável das populações dos 17 países – entre eles a Argentina, Austrália, os Estados Unidos, a China, o México, a Inglaterra, Rússia, o Japão, Suécia e Alemanha – a pesquisa entrevistou 17 mil pessoas sobre itens como moradia, transporte, alimentação, energia e atitudes. No quesito moradia, os brasileiros conquistaram o primeiro lugar, que considera o número de quartos nas casas.


cidades P6

Cenário INVESTIMENTO EM EDUCAÇÃO

Dr. Jorge entrega notebooks aos alunos da rede municipal O prefeito deu início ao projeto de entregar os notebooks na escola EMEF Antônio Bernadino Correa. Cerca de 18 mil alunos deverão ser contemplados até o fim do primeiro trimestre de 2012 Eduardo Lyra

Há pouco mais de dois anos o prefeito de Jorge Abissamra (PSB) revelou um de seus sonhos: entregar um notebook para cada aluno ferrazense e na sexta-feira, dia 16, o processo de entrega dos aparelhos foi iniciado. O primeiro ato ocorreu na escola EMEF Antônio Bernadino Correa. Cerca de 18 mil alunos, entre 7 e 11 anos deverão ser contemplados até o fim do primeiro trimestre de 2012. O investimento saiu dos cofres da prefeitura, que gastou R$ 400 por aparelho, totalizando quase R$ 6 milhões. O prefeito ressaltou que entre os municípios do Estado, Ferraz é o terceiro a entregar os aparelhos. A distribuição já poderia ter sido iniciada, porém, a briga de empresas na Justiça para garantir a vitória na licitação ocasionou retardamento de 6 meses. Em detrimento do volumoso in-

Dr. Jorge mostra notebooks que serão utilizados pelos alunos da rede municipal de ensino; 18 mil alunos serão beneficiados

vestimento nos notebooks, o prefeito teve de fazer uma escolha: sacrificar a entrega do kit escolar. Porém, Abissamra adiantou que em 2012 serão

FACILIDADE

entregues também o kit escolar. Somando Kit e notebook, cada aluno custará R$ 600 ao município. Numa sala repleta de pais, Abissamra lembrou da

dificuldade em concretizar o projeto. “Diante de municípios grandes, ainda somos pequenos, porém, investimos o dinheiro com habilidade”, disse.

SEM DÍVIDAS

INOVAÇÃO

Prefeitura de Ferraz lança Nota Fiscal Eletrônica Procurando baixar, ou até mesmo eliminar, sonegações de impostos, a prefeitura de Ferraz de Vasconcelos, por meio da secretaria de Fazenda, lançou o programa Nota Fiscal Eletrônica (NSFe). Sua funcionalidade terá muitos pontos em comum com a Nota Fiscal Paulista e com a Nota Fiscal Paulistana, do governo estadual e do governo municipal de São Paulo, respectivamente. A NSFe é o documento emitido e armazenado eletronicamente num sistema próprio da prefeitura e tem o objetivo de registrar as operações relativas às prestações de serviços. A nova nota entrará em vigor a partir do dia 1º de janeiro de 2012. A nota fiscal eletrônica ferrazense será obrigatória a todos os prestadores de serviços, pessoas jurídicas e físicas do município, que no ano de 2010 obtiveram receita bruta igual ou superior a R$ 10.000,00. Mesmo estando fora desta obrigatoriedade, os profissionais liberais e autônomos e sociedades de profissionais enquadrados no regime de apuração e anual podem emitir a nota. Os estabelecimentos

comerciais precisarão baixar o programa no próprio site da prefeitura. Os benefícios que a NFSe poderá trazer é a redução de custos de impressão, armazenagem e logística de documentos, sua emissão poderá ser feita pela internet, onde também será gerada automaticamente sua guia de recolhimento. Além disso, será possível enviar a nota fiscal por e-mail, o que proverá maior eficiência no controle gerencial das emissões. Segundo o secretário de Fazenda, Robinson Guedes, com a utilização da Nota Fiscal Eletrônica, a previsão é de que a arrecadação do Imposto Sobre Serviço (ISS) suba, em 2012, cerca de 50%. Atualmente esta quantia está por volta de R$ 3 milhões anuais, e no ano seguinte este montante deverá subir para um valor em torno de R$ 4,5 milhões. O lançamento da Nota Fiscal Eletrônica ferrazense acontecerá na próxima quinta-feira, 15 de dezembro, no salão de festas Montreal Eventos, a partir das 9h, iniciando com café da manhã e terminando com um almoço.

CONTRA FRAUDES

Receita permitirá parcelamento Novo sistema de crédito vai INSS reformulará perícia das contribuições pela Internet beneficiar bons pagadores médica para evitar distorções A Receita Federal irá permitir o parcelamento das contribuições previdenciárias pela internet a partir de 2012. A medida evitará a necessidade do atendimento presencial. Ao acessar o serviço, o contribuinte formalizará o parcelamento e o sistema fornecerá o cálculo da parcela mínima que será permitida. O parcelamento poderá ser feito pelo contribuinte ou por uma pessoa legalmente habilitada por ele com certificação digital. Para delegar a função a terceiros, já existe

na Receita Federal, o serviço de procuração eletrônica A Receita Federal divulgou outra novidade para 2012. Os ressarcimentos, como no caso de um pagamento maior por parte de uma empresa, serão feitos diretamente na conta-corrente do contribuinte. A medida irá agilizar o tempo de tramitação dos processos. A expectativa é que dessa forma aumentem a eficiência da administração tributária e a satisfação do contribuinte.

O Banco Central (BC) terá mais informações para fiscalizar o risco das operações de crédito e as instituições financeiras vão conhecer melhor o perfil dos clientes com as mudanças anunciadas no Sistema de Informações de Crédito (SCR). A avaliação é do diretor de Fiscalização do BC, Anthero Meirelles, que explicou os detalhes da ampliação da base de dados do sistema. Uma das vantagens apontadas pelo diretor é que o bom pagador poderá ter acesso a taxas de

juros mais baixas. A partir de 30 de abril, haverá a mudança mais significativa: o SCR terá a identificação dos clientes com operações totais acima de R$ 1 mil por instituição financeira. Atualmente, essas informações são fornecidas para operações iguais ou superiores a R$ 5 mil. De acordo com Meirelles, as mudanças ajudam também a monitorar o segmento específico de cooperativas de crédito, financeiras e sociedades de arrendamento mercantil.

O trabalho da perícia médica do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) será reformulado a partir do ano que vem, para melhorar o atendimento aos beneficiários e dar mais segurança ao processo de concessão das licenças. A mudança foi anunciada pelo presidente do órgão, Mauro Hauschild, em reunião do Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS). O objetivo é reduzir o número de idas dos segurados a uma agência da Previdência

para a avaliação do tempo da licença médica. Além disso, o INSS quer filtrar os pedidos de auxílio-doença e até mesmo as concessões para avaliar se há distorções na concessão de benefícios. De acordo com Hauschild, as estatísticas vêm mostrando que há uma tendência de pessoas desempregadas usarem o auxílio-doença como uma espécie de auxílio-desemprego, “o que seria uma concessão inadequada e uma distorção”.


ESPORTE

EM BUSCA DO TRI

NOVELA

não vai Para Muricy, Santos tem que Corinthians aumentar proposta melhorar para jogar a final Para o comandante, a defesa santista também não teve uma boa atuação na partida. Segundo Muricy, o zagueiro Durval, que jogou improvisado na lateral esquerda, teve dificuldades na marcação Apesar da vitória por 3 a 1 do Santos sobre o Kashiwa Reysol, o técnico santista Muricy Ramalho acredita que a equipe precisa melhorar, para a final do Mundial contra o Barcelona, neste domingo. “A nossa posse de bola não foi boa. Apesar de que posse de bola não determina resultado, com certeza vamos ter que melhorar um pouquinho”, disse. Para o comandante, a defesa santista também não teve uma boa atuação na partida. Segundo Muricy, o zagueiro Durval, que jogou improvisado na lateral esquerda, teve dificuldades na marcação. “Tivemos dificuldades que não estamos acostumados a ter, porque a gente marca bem com o Durval, mas não marcou bem hoje. A dificuldade do próximo jogo é bem maior porque a qualidade individual do Barcelona é superior. Não devemos marcar do jeito que marcamos”. E minutos depois de o Santos ter batido o Kashiwa Reysol , Muricy Ramalho demonstrou certa irritação sobre os constantes questionamentos a respeito do sistema defensivo do Peixe. Apesar do placar elástico, o Alvinegro foi pressionado até os últimos minutos do jogo pelos japoneses. “No Brasil é assim: se dá importância ao

P7

Divulgação

Muricy: “Tivemos dificuldades que não estamos acostumados, porque a gente marca bem com o Durval, mas não marcou”

sistema defensivo, criticam o ataque. Se vai para o ataque, dizem que tem de defender. Então, temos de fazer o que achamos melhor”, afirmou o treinador, incomodado. Por fim, o treinador santista ainda se incomodou com uma pergunta sobre a sorte que o Santos teve na disputa com os japoneses. Além do gol sofrido, o time teve de suportar a pressão até o fim da partida e se assustou com uma bola na

trave de Sawa. “Não é sorte, é competência e fomos bem nas finalizações. Futebol é assim, competência. Nos outros dois jogos o Kashiwa já tinha mostrado que é um time de qualidade e organizado. Não teve surpresa nenhuma”, afirmou. E a esperança de Neymar e Muricy Ramalho antes do Mundial era de que o camisa 11 fosse menos caçado em campo durante a competição que acontece no Japão. Após

SÃO PAULO

a estreia do Santos e a vitória, tal desejo claramente não foi confirmado. Assim como ocorre no Brasileirão, a Joia sofreu inúmeras faltas. A Nike anunciou nesta semana acordo com Bahia, Coritiba, Internacional e Santos para fornecimento de material. Os contratos valem até o fim de 2015. No dia 1 de fevereiro de 2012 a empresa norte-americana apresentará os uniformes novos.

O Corinthians não vai aumentar um centavo na proposta que fez ao Cruzeiro por Montillo. “São oito milhões (de euros, cerca de R$ 19 milhões) e ponto. Não pagamos mais do que isso e estou confiante num acerto”, afirma o ex-presidente Andrés Sanchez, que deixou o cargo nesta semana. Os mineiros estão irredutíveis na pedida de R$ 36 milhões - quase o dobro da oferta corintiana - e fazem leilão com o interesse de São Paulo e Flamengo. Montillo já tem as bases salariais acertadas com o Alvinegro. Receberia cerca de R$ 300 mil e disputaria novamente a Libertadores, competição que o seduz. O argentino seria o “cara” para 2012, o diferencial que faltou na atual temporada. E aceitou assumir o papel de protagonista. Para isso, ele tem um missão nada ingrata. Convencer os mineiros de que sua negociação seria boa para ambos os lados. “Quando um jogador não quer ficar num clube, não tem quem o segure”, revela Andrés, que não se preocupa com a alta pedida dos mineiros. “Isso faz parte das negociações. De quem não quer vender. Não pretendo liberar o Paulinho e, se chegar uma proposta oficial, vou dizer que só o libero por 25 milhões (R$ 100 milhões). É assim que funciona.” Diferentemente de outras posições, o Corinthians focou apenas em Montillo para a meia-direita. E a tática ado-

Divulgação

Timão ofereceu R$ 18 milhões

tada pela direção corintiana será a da espera. Com Kleber não deu certo, já que o jogador não abriu mão das altas cifras oferecidas pelo Grêmio. Agora, com salário acertado com Montillo, os corintianos confiam num final feliz. Oferecido à diretoria alvinegra, o zagueiro Gil, ex-Cruzeiro e atualmente no Valenciennes (FRA), vai receber ajuda do Corinthians para retornar ao Brasil. O Alvinegro aceitou oferecer 200 mil euros (R$ 486 mil) para tê-lo por empréstimo de um ano. Ele já tem acordo salarial com o Timão. Seu clube, porém, ainda é reticente em relação à negociação. Os franceses manifestaram o desejo apenas de vendê-lo. Em agosto deste ano, Gil deixou o Cruzeiro e assinou contrato por quatro anos e meio com o Valenciennes, que desembolsou cerca de 3 milhões de euros (cerca de R$ 7 milhões).

PALMEIRAS

Diretoria não quer liberar Volante Fabrício já fala como reforço do Tricolor novamente Pierre ao Atlético

Divulgação

O volante Fabrício garantiu que não vai renovar seu contrato com o Cruzeiro e isso o deixou mais perto de um acerto com o São Paulo. O jogador deu como certa sua saída de Belo Horizonte e falou abertamente do interesse do Tricolor em seu futebol. “É certo que não vou ficar no Cruzeiro. Os caras me ofereceram dois anos de contrato e o São Paulo me ofereceu três. Para mim, a essa altura, um ano faz muita diferença”, disse o jogador ao site do Estado de Minas. Fabrício, que está em Santa Catarina descansando com a família, disse que o anúncio oficial de sua chegada ao São Paulo deve acontecer em breve. Sua contratação depende da realização de exames médicos, além de alguns detalhes do contrato. “A gente deve definir tudo esta semana. Faltam pequenos detalhes. Estou em Santa Catarina com a família, voltarei a Belo Horizonte nos próximos

dias e, depois, vou a São Paulo assinar o contrato.” O empresário do jogador, Reinaldo Pitta, está cuidando dos últimos entraves da negociação com a diretoria são-paulina. Fabrício disse que não falaria muito sobre seu novo clube porque ainda não assinou o contrato. “Tenho primeiro que assinar, aí vou falar com mais propriedade disso”, afirmou. A diretoria do São Paulo admitiu na semana passada que conversou com Reinaldo Pitta e estava só esperando a definição do atleta com o Cruzeiro. Com o desligamento de Fabrício, o caminho para o São Paulo ficou livre. O interesse do clube no volante começou com o fim do Campeonato Brasileiro. Para a diretoria, ele se enquadra em um perfil de jogador que está em falta no clube: o de líder. Fabrício é visto como um jogador que vibra muito dentro de campo, que contesta a

arbitragem e que não desiste nunca das jogadas. A expectativa é que ele seja um atleta para ajudar no crescimento dos jovens volantes do São Paulo, como Wellington, Casemiro e Rodrigo Caio. Além de Fabricio, a diretoria do Tricolor pretende contratar mais três jogadores “de peso”. Esse é o número de atletas que a diretoria do São Paulo planeja gastar a maior parte do seu dinheiro destinado às contratações para a próxima temporada. Esses três jogadores viriam para ocupar a vaga de titular na equipe. E dois atletas que estão na mira do clube tricolor foram oferecidos ao Palmeiras, mas ambos foram recusados pela diretoria do time alviverde. O São Paulo terminou a temporada de 2011 sem conquistar título e sem a sonhada vaga para a Taça Libertadores. No Campeonato Brasileiro, ficou na sexta colocação, com 59 pontos. Divulgação

Fabrício é visto como um jogador que vibra muito dentro de campo, que contesta a arbitragem e que não desiste nunca

O volante tem seu contrato de empréstimo se encerrando no fim do ano e está nos planos dos dois clubes para 2012

O presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone, afirmou nesta semana que o clube paulista não tem nenhum interesse em realizar troca de jogadores com o Atlético-MG para que o volante Pierre siga jogando em Belo Horizonte na próxima temporada. O volante tem seu contrato de empréstimo se encerrando no fim do ano e está nos planos dos dois clubes para 2012. O dirigente alviverde negou as especulações de que o Palmeiras poderia aceitar um acordo que envolveria a chegada do lateral-direito Rafael Cruz a São Paulo e a prorrogação do empréstimo do atacante Ricardo Bueno. “O Palmeiras, nesse primeiro momento, não tem interesse em liberar o Pierre. Não houve conversa envolvendo Ricardo Bueno ou Rafael Cruz. O empréstimo do Pierre vence agora e vamos conversar com

o jogador. O Bueno tem contrato até o fim do Paulistão e também vamos analisar com calma”, revelou Tirone. Questionado se havia interesse em algum jogador do Atlético, Tirone esboçou um riso e listou as duas principais revelações da base atleticana: “Tem o Bernard, o Fillipe Soutto, mas não é o caso de trocar pelo Pierre”. Pierre acertou sua transferência para o Atlético durante o Brasileirão por estar sem espaço no Palmeiras. Depois de ter feito uma boa competição pela equipe mineira, ele volta a fazer parte dos planos alviverde. “O jogador ainda não encerrou seu ciclo no Palmeiras, ainda pode dar muito ao nosso clube”, disse Tirone. Mas o volante já afirmou que pretende ficar em Belo Horizonte. O presidente do Palmeiras entende o desejo do jogador, mas quer ele de vol-

ta. “Não ouvi isso da boca do Pierre. Belo Horizonte é uma cidade simpática, o Atlético é um time grande, mas se a gente puder contar com ele vai ser muito bom”, afirmou. O presidente do Palmeiras também falou sobre o interesse na contratação do zagueiro Edson Silva, que defendeu o Figueirense no Brasileirão. “Tem alguns jogadores que são interessantes e esse é um bom nome. Tem uma boa presença, uma estabilidade boa, mas não quer dizer que o Palmeiras vai contratar esse jogador”, despistou. E o primeiro reforço do Palmeiras para 2012, o lateral-esquerdo Juninho ainda nem assinou contrato, mas já diz estar preparado para aguentar a pressão sobre o time que vive jejum de grandes títulos. “O torcedor pode confiar que no ano que vem vamos inverter essa situação”, disse.


SH OCIAL S

social@grupocenario.com.br

IGH OCIETY

A Revista Femme lança sua 24 ª Edição Especial de Final de Ano, com Mayra Cardi.

Acontece Vem Pagandaia !!!!!!

Vem com a gente “pagandaia”, o mais novo portal de baladas do Alto Tietê www.pagandaia.com.br, o pagandaia é um guia completo de festas, bares, restaurantes, motéis e shows. Venha com a gente pagandaia!!!!!

Réveillon Ilhabela 2012.

Depois do Sucesso do ano passado o Réveillon Ilhabela está de volta, prometendo mais uma virada de anos inesquecível, rodeados de amigos com muito diversão e conforto! Open Bar atendimento de primeiro mundo ao Som dos Tops DJs D- Nox and Beckers è diversão garantida! Local: Mansão Praia da Feiticeira, Av.: Riachuelo, 4500 – Ilhabela. Anote!

Banda Helix Na TV.

Depois de estar ao vivo na rádio Metropolitana no último dia 10/12, estaremos gravando nesta segunda para o programa de Tv “ Funnykito” da Patricia Eroles, assim que tivermos a data de exibição repassaremos a vocês. Espero que assistam e nos ajudem a divulgar nosso trabalho. Abraço a todos! www.bandahelixeventos.blogspot.com.

Mayra Cardi.

Rogers Sports

Rogers Sports há mais de trinta anos o grupo da Rogers Sports trabalha com produtos de Qualidade e 100% originais, com diversos artigos esportivos e com isso vem crescendo e atendendo a necessidade de todos os seus clientes.

Uunidas Rent a Car Carlos e Ivo Filho.

Mayra Cardi e Carlos.

Unidas aluguel de carros, É rápido, É fácil, É pra você! Conheça a nossa tarifa executiva e o exclusivo pacote de fim de semana, na medida certa para o seu boldo. Maiores informações (11)4723-1335.

RH Veículos

Venha conhecer nossa loja em Suzano, as melhores marcas de veículos nacionais e importados, Tradição e Qualidade. Compre com quem mais entende do assunto. Faça-nos uma visita!!!

S. Stein Joalheiros Mayra Cardi e Eduardo.

Mayra Cardi e Roberto Najar.

S.Stein Joalheiros em Ferraz, dê uma linda jóia, o presente que conquista sempre! .

Riviera Restaurante

Nada melhor do que comemorar um dia especial, em um belo restaurante, O Riviera Restaurante de Suzano preparou um cardápio especial para um dia especial. Ligue-nos e faça a sua reserva (11) 4744-6471 que a Lina terá o maior prazer em atendê-los.

Esquina da Fé

Apollo Chen, Wanderlei Bahamas e Carlos.

Carlos e Marcela Warzee.

Precisou de remédio em casa? Ligue e faça seu pedido de remédios e perfumaria que a Drogaria Esquina da Fé Entrega! Telefones 4678-2135 ou 4676-4233

PENSE NISSO...

“Julgue um homem pelas suas perguntas, não pelas suas respostas.” (Voltaire) Thiago Oraki e Jaqueline.

Aniversariantes da semana Celeste Xavier Gomes. Valéria Campolino. Robert Oliveira. Sandra Canno Simões. Wagner Trinca e Samira Borges.

Imagens meramente ilustrativas. Consulte o regulamento. Cert. Aut./SEAE/MF nº. 06/0391/2011. SAC (11) 3636-7000.

Carlos e Ralph Griebel.

Edição 69  

Dr. Jorge Abissamra cumpre promessa e entrega notebooks a alunos da rede municipal.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you