Issuu on Google+

Indicadores / Câmbio

Atualidade

Compra

Ministério da Fazenda vai abrir concurso para 463 novos servidores

Venda %

Dolar Comercial

2,036

2,038

0,69

Dólar turismo

1,960

2,170

0,93

57.240,92

1,22

ibovespa

►PÁGINA 2 Fechamento: 30 de julho de 2012

Ano 4 ● nº 119 www.jornalcapital.jor.br

MERCADO & NEGÓCIOS R$1

Capital EMpRESa JORNalÍStiCa ltDa ● ►31 DE JULHO A 06 DE AGOSTO DE 2012

Prejuízos no Porto do Rio Tânia Rego/ABr

Grupo japonês promete investir US$ 300 milhões no Brasil O

grupo japonês Hitachi anunciou o investimento de US$ 300 milhões nos setores de infraestrutura e tecnologia de transportes no Brasil, até 2015. O presidente mundial Hiroaki Nakanishi foi recebido em audiência pelo vice-presidente no exercício da Presidência da República, Michel Temer, para falar sobre o assunto. “Temos uma intenção muito forte de expandir nossos negócios no Brasil e queremos investir em vários tipos de atividades”, disse o executivo.

om a greve dos servidores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), as condições sanitárias das embarcações não são verificadsa, bem como desembarque de alimentos e remédios. ►PÁGINA 3

C

Operadora TIM culpa Facebook crescimento por atraso registra na infraestrutura prejuízos

Comissão da Alerj realizará novas vistorias em bancos ►PÁGINA 4

Dilma cobra de empresários manutenção de empregos Wilson Dias-ABr

José Cruz/ABr

A

A

afirmação é do presidente da Telecom Itália, controladora da operadora de telefonia TIM, Franco Bernabè (foto). Os dirigentes minimizaram os prejuízos com a medida da Anatel, que suspendeu a venda de chips da empresa. ►PÁGINA 7

companhia teve prejuízo líquido de US$ 157 milhões no período, ou US$ 0,08 por ação no trimestre finalizado em 30 de junho, segundo informou a empresa. No mesmo período do ano passado, ela havia registrado lucro líquido de US$ 240 milhões. Somente no segundo trimestre do ano, o prejuízo foi de US$ 743 milhões comparado a um lucro operacional de US$ 407 milhões em igual período do ano passado. ►PÁGINA 2

A

cobrança se deu pela decisão do governo de reduzir o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para os automóveis e a desoneração do tributo para os eletrodomésticos da linha branca e móveis. ►PÁGINA 7

Governo prepara medida para reduzir custo da energia elétrica Fábio Rodrigues Pozzebom-ABr

A

informação foi antecipada pelo ministro de Minas e Energia, Edison Lobão (foto). Segundo ele, é mais uma das medidas de incentivo à economia que estão sendo estudadas pelo governo federal. ►PÁGINA 3

Analistas esperam inlação mais elevada este ano

A

projeção subiu pela terceira semana seguida. Desta vez, passou de 4,92% para 4,98%, segundo o boletim Focus,

publicação semanal elaborada pelo Banco Central (BC), com base nas estimativas do mercado inanceiro. ►PÁGINA 5

Crescimento poderá ser de 3% este ano

►PÁGINA 5


2

MERCADO & NEGÓCIOS

►31 de Julho a 06 de Agoto de 2012

Facebook tem prejuízo de US$ 157 milhões no trimestre

O

Facebook anunciou quinta-feira (26) os resultados inanceiros para o trimestre inalizado em 30 de junho. A companhia teve prejuízo líquido de US$ 157 milhões no período, ou US$ 0,08 por ação. No mesmo período do ano passado, a empresa havia registrado lucro líquido de US$ 240 milhões. Em relação aos resultados operacionais, que estão relacionados à atividade principal da empresa, o Facebook registrou prejuízo de US$ 743 milhões no segundo trimestre deste ano comparado a um lucro operacional de US$ 407 milhões em igual período do ano passado A receita anunciada foi

de US$ 1,18 bilhão, um aumento em relação aos US$ 895 milhões registrados no mesmo período do ano passado. Do total de receita informado, US$ 992 milhões vieram de publicidade --84% do total. A rede social informou que encerrou o mês de junho com 955 milhões de usuários ativos --um aumento de 29% em relação ao ano passado. O número dos que acessam o Facebook por meio de dispositivos móveis cresceu 67% ao longo de um ano e atingiu 543 milhões no mês passado. Em seu comunicado sobre os resultados inanceiros, o Facebook ressaltou os produtos criados

pela rede social no último trimestre, incluindo um aplicativo para celulares focado em fotos e as mudanças feitas no programa da rede social para aparelhos com Android. Também foi no trimestre inalizado em junho que o Facebook fez a aquisição do aplicativo de fotos Instagram, por US$ 1 bilhão. Durante o período, a rede social também fez um acordo com o Yahoo, para inalizar o processo sobre patentes envolvendo as duas companhias. “Nosso objetivo é ajudar cada pessoa a continuar conectada e que cada produto seja uma ótima experiência social”, disse Mark Zuckerberg,

Coluna do Moreira cofundador e CEO da rede social, segundo comunicado divulgado. “É por isso que estamos focados em investir no mercado móvel, em plataforma e em anúncios sociais.” Após a divulgação do balanço iscal, as ações do Facebook iniciaram uma trajetória de queda. Por volta das 17h20 as ações da empresa recuavam em torno de 8%. É a primeira vez que o Facebook anuncia seus resultados inanceiros desde que se tornou uma empresa pública, em 18 de maio. O Facebook foi fundado em 2004 e airma ter a missão de tornar o mundo mais aberto e conectado.

Ponto de Observação O Brasil a caminho do Partido Único alberto marques

A

pesar de o País contar com cerca de 30 partidos políticos organizados e autorizados a disputar eleições para todos os níveis – de vereador e prefeito a presidente da república – caminhamos celeremente para o regime do partido único, repetindo o “Estado Novo” de Getúlio Vargas, que durou de 1937 a 1945, fenômeno que se repetiu na Ditadura de 1964, em que o Governo, no melhor estilo das republiquetas latinoamericanas, instituiu dois partidos: a ARENA, de sustentação do regime, e o MDB, um simulacro de oposição. Por conta dessa visão medieval do Poder, onde prevalece o absolutismo e o autoritarismo, não mereceu a devida repercussão um levantamento do TSE revelando que, no próximo dia 7 de outubro, os eleitores de 106 municípios brasileiros terão apenas uma opção de candidato na disputa

para a prefeitura. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral, o número corresponde a 1,9% dos 5.568 municípios em que haverá eleição neste ano. Nos 106 municípios, o eleitor terá três opções de voto: no candidato único, nulo ou branco. Pelas regras do nosso arcaico Código Eleitoral, nessas 106 cidades, para sair vitorioso, o candidato precisará de apenas um voto. O único risco que ele corre é, empolgado pela falta de adversário, decidir comemorar a vitória sem antes passar pela seção eleitoral. A legislação estabelece que, para ser eleito, o candidato precisa ter metade mais um dos votos válidos. E os votos nulos e em branco não são considerados válidos. Isso quer dizer que, se o candidato obtiver o único voto válido do pleito, que forçosamente será o seu, esse voto não poderá ser dividido pela metade. Assim, ele terá recebido "todos" os votos válidos. No caso de municípios com mais de 200 mil habitantes,

em que há possibilidade de segundo turno, a situação se torna mais bizarra, pois se houver apenas um candidato e ele receber um voto, terá vencido o primeiro turno e irá para o segundo com a necessidade de receber, novamente, APENAS um voto válido para ser eleito. Essa situação inacreditável nunca foi motivo de observação nem dos maiores humoristas e,muito menos, de nossos maiores cronistas. - Os votos nulos e em branco não produzem efeito. O voto nulo é uma forma de protesto. O eleitor está dizendo que nenhum candidato serve. Com o branco, o eleitor passa a mensagem de que tanto faz - disse à Agência Brasil, agência de notícias do Governo que distribuiu essa notícia, o secretário-geral do TSE, juiz Carlos Henrique Braga. Para o juiz, apesar de legal, o pleito em que há apenas um candidato é ruim para a democracia. “A falta do debate, da disputa, é prejudicial à democracia, enfraquece o pleito.”

Duque de Caxias, como toda cidade, tem problemas crônicos como o abastecimento de água, a canalização e tratamento de esgotos, a preservação do meio ambiente, a geração de renda, o remanejamento da população que vive em área de risco ou em favelas incadas no leito ou nas margens dos rios. Sem um debate aberto e sem restrições – o que só é possível através de comícios realizados em praças públicas – o eleitor acaba sendo levado para a seção eleitoral na mesma condição do boi que vai para o matadouro, sem atalhos ou saídas em que ele, OELEITOR, possa manifestar a sua vontade sem a máscara de ferro das três opções hoje oferecidas pelo Código Eleitoral: votar num dos candidatos legalmente aceitas, ou votar em branco e até anular o seu voto, o que é a negação do que chamamos Democracia.

moreira Franco é ministro chefe da Secretaria de assuntos estratégicos da Presidência da república

Rigor na telefonia á vai longe a época em que vivíamos sem tanta dependência, ou quase nenhuma, da telefonia móvel. Antes, as urgências eram outras. Hoje, o celular passou a ser fundamental para a vida social, pessoal ou proissional de qualquer pessoa. As empresas, a sociedade, ninguém vive mais sem dispor do serviço. É difícil imaginar o nosso dia a dia sem o telefone móvel. O controle sobre o espaço e o tempo em nossas vidas mudou consideravelmente depois dessa conquista. Aos poucos, fomos deixando de usar o celular apenas para falar e passamos a utilizá-lo também para enviar SMS (mensagens curtas de texto) e nos conectarmos com os diversos serviços disponíveis na internet, entre outras facilidades. O telefone celular é, sem dúvida, um bem de necessidade estratégica na vida do cidadão. Por isso as telefônicas devem ser controladas com rigor pela Anatel, como a Agência fez, recentemente, ao exigir mudanças nos planos de ação das empresas. A qualidade dos serviços oferecidos pelas telefônicas tem sido deplorável. Elas precisam investir, melhorar suas bases tecnológicas, respeitar os clientes. Quando avaliamos as reclamações que chegam aos sistemas de atendimento ao consumidor vemos que os serviços de telefonia e bancários são os mais criticados. O fato é que as telefônicas prestam um serviço ruim e ainda reclamam do rigor da regulamentação do sistema, como no caso da instalação de suas antenas. Podemos até examinar se existe um excesso de exigências, mas é preciso haver regulamentação sim. As empresas de telefonia não podem instalar antenas em qualquer lugar, sem estarem de acordo com o uso do solo. Mas isso não é tudo, quando discutimos os problemas do sistema de telefonia do Brasil. O que se cobra de ICMS sobre os serviços telefônicos em muitos estados é imoral e inadmissível. Da mesma maneira que as empresas, os governos estaduais também não respeitam o cidadão ao cobrarem o imposto com taxas que podem chegar até 30%, custo transferido ao consumidor, transformando um serviço, que já é uma necessidade básica, em um dos mais caros do mundo.

J

Cambio 18:45h

(*) Fechamento: 30 de julho de 2012

Moeda

Compra (R$)

Dolar Comercial

2,036

Venda (R$)

1,960

Dólar turismo Moeda

Compra (U$)

Variação %

2,038

0,69

2,170 Venda (U$)

0,93 Variação %

Coroa Dinamarca

6,065

6,066

0,51

Dólar Austrália

1,050

1,050

0,20

Dólar Canadá

1,001

1,001

0,19

Euro

1,226

1,226

0,50

0,979

0,979

0,43

78,160

78,210

0,34

Franco Suíça Iene Japão Libra Esterlina Inglaterra Peso Chile Peso Colômbia

1,570

1,571

0,25

482,300

483,200

0,05

1,789,900

1.791,900

0,01

4,550

4,600

0,11

Peso Livre Argentina peso México

13,269

13,279

0,27

Peso Uruguai

21,250

21,550

0,00

Bolsa 19:00h Valor

Variação %

ibovespa

57.240,92

1,22

iBX

20.799,22

0,93

Dow Jones

13.073,01

0,02

2.945,84

0,41

2.420,41

0,64

Nasdaq Merval Commodities 19:13h Unidade Petróleo - Brent

Compra US$

barril

Venda US$

Variação %

107,290

107,310

0,23

Ouro

onça troy

1.621,690

1.622,910

0,07

Prata

onça troy

28,190

28,290

0,25

Platina

onça troy

1.410,500

1.420,500

0,00

Paládio

onça troy

588,000

593,000

0,43

01/08

0,514

30/07

0,000

ao ano

8,00

Indicadores Poupança tR Juros Selic meta Salário Mínimo (Federal)

R$ 622,00

MERCADO & NEGÓCIOS Na internet:

www.jornalcapital.jor.br

Filiado À ADJORI - Associação de Jornais do Interior Capital Empresa Jornalística Ltda CNPJ 11.244.751/0001-70 Av. Governador Leonel Brizola (antiga Presidente Kennedy), 1995 - Sala 804 Edifício Sul América - Centro, CEP 25.020-002 - Duque de Caxias, Rio de Janeiro Telefax: (21) 2671-6611 Endereços eletrônicos: comercial@jornalcapital.jor.br comercial.capitalmercado@gmail.com contato@jornalcapital.jor.br contato.capitalmercado@gmail.com redacao@jornalcapital.jor.br redacao.capitalmercado@gmail.com TIRAGEM: 10.000 exemplares (assine o Capital: 21 2671-6611) IMPRESSÃO: ARETÉ EDITORIAL S/A CNPJ 00.355.188/0001-90 Departamento Comercial: (21) 2671-6611 / 8400-0441 / 7854-7256 ID 8*21653 Diretor Geral: Marcelo Cunha Diretor de Redação: Josué Cardoso (josuejornalista@gmail.com) Colaboradores: Alberto Marques, Arthur Salomão, Carlos Erbs, Dilma Rousseff, Geiza Rocha, Moreira Franco, Priscilla Ricarte,Roberto Daiub e Rodrigo de Castro. Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores.


MERCADO & NEGÓCIOS

►31 de Julho a 06 de Agoto de 2012

Greve prejudica a atracação de navios no porto do Rio A

s medidas anunciadas dia 26 pelo governo federal para destravar os portos que sofrem com a greve da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ainda não surtiram efeito. No Porto do Rio de Janeiro, a descarga dos navios está atrasada em um dia, de acordo com a operadora Terminal Libra, e as empresas reclamam de prejuízos com a lentidão. A atuação da Anvisa é necessária na liberação de navios que vão atracar. Os iscais são a primeira autoridade a checar as condições sanitárias das embarcações, de saúde dos tripulantes e avaliar mercadorias como alimentos e remédios. Outra responsabilidade é veriicar se o navio não vem de áreas com doenças altamente transmissíveis, como ocorreu com a inluenza A (H1N1) - gripe suína . A greve dos iscais, que começou no dia 16, provocou transtornos e atrasos acentuados no porto do Rio na semana passada, quando oito navios não conseguiram atracar. O problema ainda se relete nas operações desta sema-

Tânia Rego-ABr

na, segundo o Sindicato das Agências de Navegação Marítima do Estado do Rio, que conseguiu na Justiça a manutenção de dois iscais no porto. "A greve causa lentidão, atraso e gera prejuízo, principalmente se [o navio] estiver carregado", disse o diretor do sindicato, Luiz Antonio Carvalho. O problema é que muitos navios são fretados e pagam diárias entre U$ 35 mil e U$ 60 mil, sem contar os custos com combustível, com manutenção e com a tripulação. Por

isso, qualquer mudança no cronograma signiica mais gastos. A Companhia Docas (autarquia federal que administra o Porto do Rio de Janeiro), entretanto, disse que a decisão judicial da última sexta-feira (20) obrigando a Anvisa a manter iscais no porto do Rio minimizou o impacto da greve. Pela manhã, a empresa informou que não havia ilas de navios para atracar. Mas, ao longo do dia, disse que só a Secretaria dos Portos, em Brasília,

que não se pronunciou, poderia conirmar a normalidade das operações. Para destravar os portos, o governo federal autorizou ontem (25) parcerias com órgãos de vigilância sanitária estadual. Também liberou que a licença para atracar (certiicado de livre prática) fosse expedido pela Anvisa de Brasília e não apenas a Anvisa nos estados, além de permitir aos importadores retirarem a mercadoria e levá-la para galpões, onde serão futuramente inspecionadas.

Sindicato denunciará substituição de grevistas à OIT

A

substituição de servidores federais em greve poderá ser discutida pela Organização Internacional do Trabalho (OIT). O Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindiisco Nacional) denunciará o governo brasi-

leiro ao organismo internacional pelo decreto editado na última quarta-feira (25), que permite a funcionários estaduais e municipais assumir a função dos agentes em greve. O sindicato também denunciará as autoridades brasileiras em relação

à portaria publicada dia 27, no Diário Oicial da União, que permite, em alguns casos, a retirada de mercadorias importadas não inspecionadas nas alfândegas brasileiras. Nesse caso, a denúncia será protocolada ainda na Organização Mun-

dial das Aduanas. O Sindiisco também pretende entrar na Justiça contra as duas medidas. Na avaliação do sindicato, tanto o decreto como a portaria são inconstitucionais porque ferem os direitos trabalhistas e estimulam o contrabando.

Governo prepara medida para reduzir custo da energia elétrica O

custo da energia elétrica poderá baixar em pelo menos 10% para consumidores e indústria com a extinção de alguns encargos setoriais, por meio de medida provisória em preparação pelo governo para sair no início de agosto. A iniciativa, cuja informação foi antecipada dia 26 pelo ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, é mais uma das medidas de incentivo à economia que estão sendo estudadas pelo governo federal. “Estamos trabalhando intensamente em uma medida provisória de alteração das concessões, prorrogando por mais uma vez as concessões de energia elétrica, mas tudo isso com o princípio mantido da modicidade tarifária, que será intenso. Os encar-

Banco de Imagens

gos setoriais serão extintos. Este é o caminho para realmente fazer cair o preço da energia”, disse Lobão, após participar do quarto balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2. - A energia na origem e na geração é barata. Mas, ao longo do caminho, vai encarecendo. O que nós es-

tamos fazendo, basicamente, é retirar os obstáculos do meio do caminho, para que ela chegue na ponta por um preço mais barato - argumentou o ministro. Segundo ele, as medidas poderão reduzir em pelo menos 10% o custo da energia para consumidores e para a indústria. “A redução que nós estamos prevendo e

que está sendo examinada, avaliada e calculada pela Aneel [Agência Nacional de Energia Elétrica] poderá ser de 10% ou um pouco mais”, completou o ministro. Entre os encargos a serem extintos, Lobão destacou as contas de Consumo de Combustíveis (CCC) e de Desenvolvimento Energético (CDE), além da Reserva Global de Reversão (RGR). “Deveremos mexer também no Proinfa [Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia Elétrica]”, acrescentou. Lobão disse que programas inanciados por esses encargos, como o Luz para Todos, não serão prejudicados, devendo passar a ser custeados pelo Tesouro.

Mantenha-se informado também pelo www.jornalcapital.jor.br

Consumidor iscaliza preços e monitora juros Soja: Cálculos apontam para expansão da produção + conteúdo no site

3

Conversa com a Presidenta encaminhe perguntas para a Presidenta dilma rouSSeFF: redacao@jornalcapital.jor.br ou redacao.capitalmercado@gmail.com

FRANCISCO NEVES, 40 anos, servidor público em Brasília (DF) - A política de habitação do governo federal por meio do Minha Casa Minha Vida é legítima, mas o que tem sido feito para levar saneamento básico para as regiões em que as casas já existem? Presidenta Dilma - Francisco, para diminuir as carências de saneamento em nossas cidades estamos investindo fortemente por meio do Programa de Aceleração do Crescimento, o PAC. Até junho de 2012, foram selecionados R$ 47,5 bilhões para obras de abastecimento de água, esgotamento sanitário, resíduos sólidos e saneamento integrado, que são executadas em parceria com Estados e municípios. São 11.833 empreendimentos, dos quais 9.766 estão contratados em todo o País. Desde o início do PAC, já foram inalizadas 2.014 obras de saneamento básico em todos os estados brasileiros, sendo 748 desde 2011. No Distrito Federal, já contratamos 29 empreendimentos, totalizando R$ 538,3 milhões, dos quais 16 estão em obras. A ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Brasília já tem 59% das obras realizadas. Mas ainda há muito a ser feito, Francisco, porque durante muitos anos os investimentos nesta área foram muito baixos. Por isso, no Programa Minha Casa, Minha Vida, também no âmbito do PAC, garantimos a infraestrutura de saneamento. Com o PAC, as duas ações se complementam, Francisco, e elas estão permitindo melhorar as condições de vida em todo o Brasil. JORGE MACEDO, 56 anos, proprietário rural em Montalvânia (MG) - Sou proprietário rural. Não tenho conseguido convencer um trabalhador rural, que tem esposa e sete ilhos, a irmar contrato de trabalho (carteira assinada – salário mínimo), pois a família teme perder o benefício do Bolsa Família. Como posso argumentar, para que ele entenda que a carteira assinada não prejudicará sua família? Presidenta Dilma – Jorge, explique ao trabalhador que toda família com renda mensal por pessoa abaixo de R$ 140 tem direito ao benefício, mesmo que alguém na família trabalhe com carteira assinada. Milhões de beneiciários que recebem o Bolsa Família trabalham com carteira assinada, e estimulamos essa formalização. Nessa família com pai, mãe e sete ilhos, em que apenas um trabalha e recebe o salário mínimo, a renda familiar por pessoa é de apenas R$ 69,11. Mesmo que o salário fosse o dobro, a renda por pessoa seria de R$ 138,22, ainda abaixo do teto e com direito ao Bolsa Família. Além disso, nós criamos o chamado retorno garantido: quem sair do Bolsa Família voluntariamente poderá voltar a receber o benefício, caso a renda volte a icar abaixo dos R$ 140 por pessoa. Queremos que cada vez mais beneiciários consigam sua autossuiciência, mas com a segurança de que, se necessário, poderão voltar a contar com a proteção do Bolsa Família. O que as famílias não podem esquecer, Jorge, é que, para continuar recebendo o benefício, os ilhos devem estar na escola e com frequência de, no mínimo, 85% da carga horária mensal do ano letivo. E o calendário de vacinação das crianças deve estar em dia. ANDREIA DA CRUZ SANTOS, 36 anos, consultora de vendas em Vitória (ES) - O que a presidenta vai fazer para acabar com a guerra do tráico? Nós nos sentimos presos por causa dos traicantes. No meu bairro tem tiroteio toda semana. Presidenta Dilma – Andreia, estamos trabalhando, em parceria com os governos estaduais, com duas ações principais de combate ao tráico: o programa Crack, é possível vencer; e o Plano Estratégico de Fronteiras. No primeiro, estamos investindo R$ 4 bilhões em todo o país em ações de saúde, assistência social e segurança pública, inclusive com câmeras de videomonitoramento em áreas selecionadas. O Espírito Santo já aderiu ao programa e receberá R$ 9,8 milhões. Com o Plano Estratégico de Fronteiras, colocamos em ação conjunta as Forças Armadas, a Polícia Federal, a Policia Rodoviária Federal, a Força Nacional e as polícias estaduais, para impedir a entrada das drogas vendidas em nossas cidades. Como resultado dessa integração, somente no primeiro ano, o programa já levou à apreensão de 170 toneladas de drogas, sendo 146 toneladas de maconha e 24 de cocaína. Além disso, desarticulamos 42 quadrilhas transnacionais e realizamos 7,5 mil prisões em lagrante. Enfrentar o tráico não é uma tarefa simples e não é exclusiva da área de segurança pública. Por isso, estamos também investindo nas políticas sociais, na geração de emprego e na educação. O Brasil que consegue enfrentar o tráico é também o Brasil que melhora a vida dos brasileiros.


4

MERCADO & NEGÓCIOS

►31 de Julho a 06 de Agoto de 2012

Comissão da Alerj anuncia novas vistorias em bancos A

s vistorias para averiguar a qualidade de atendimento oferecido aos idosos pelas agências bancárias pautaram o primeiro semestre da Comissão de Assuntos da Criança, do Adolescente e do Idoso da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Autora da lei, a presidente do colegiado, deputada Claise Maria Zito (PSD), adianta que a ouvidoria da comissão e o Disk Idoso da Alerj continuam a receber denúncias de desrespeito tanto a Lei Estadual, quanto aos itens previstos no Estatuto do Idoso e garante que nos próximos seis meses as blitz serão retomada “com força total” e que as agências já visitadas que reincidirem nos descumprimento das normas serão multadas. - É preciso darmos continuidade a este trabalho de iscalização que também é papel dos deputados. Devemos criar as Leis no âmbito do nosso estado, mas é preciso que estejamos atentos para que estas sejam cumpridas. Vamos agir para que os bancos tomem conhecimento sobre

U

om placas, galhardetes, carros de som e candidatos nas ruas, o nosso voto no dia 07 de outubro é fundamental para o futuro da nossa cidade. Isso todos nós já estamos cansados de ouvir. Mas qual a importância do nosso voto neste momento para o futuro do nosso estado e do nosso país? Porque prováveis candidatos ao governo do Rio e até mesmo, a Presidência da República se aproveitam das eleições municipais para colocar o pé no acelerador com o objetivo de largar na frente na corrida para 2014? Garotinho, Pezão, Lindbergh, Dilma, Lula, Crivella e Sérgio Cabral entre outros, não estão se candidatando a ocupar o cargo de prefeito em nenhuma cidade do estado. No entanto, além de emprestar suas imagens ao maior número de aliados políticos, sempre que possível estão presentes de carne e osso, pedindo o voto do eleitorado. Alguns adotaram a vida de andarilho. Num mesmo dia, vão a várias cidades de uma mesma região. Além disso, aparecem na fotograia que estampa os santinhos de aspirantes de seus partidos e estarão nos programas de rádio e TV de todos eles. Já os políticos com mandato, vão comendo pelas beiradas e não aparecem tanto nas campanhas, salvo em carreatas e caminhadas. Preferem inaugurar obras do que bater perna em campanhas e assim, estão igualmente ixando sua imagem na mente do eleitor. Existem ainda os que gostam de “aparecer um pouco mais” e, além de gastar sola de sapato para pedir votos, aportam generosos valores inanceiros em campanhas, apostando nas alianças algo muito mais valioso que sua imagem. Apostam seu futuro político em cidades onde o número de eleitores vale o investimento. A consequência desta disputa antecipada atinge diretamente o eleitor na hora da escolha do candidato e atinge ainda o cidadão, que ao escolher o prefeito de sua preferência poderá futuramente ver a administração de sua cidade atrelada a interesses, acordos e comprometimentos pessoais, assumidos durante a campanha. Tomemos como exemplo a nossa Duque de Caxias. Washington Reis se anuncia como o candidato do Sérgio Cabral. Já Samuquinha, é o escolhido do Garotinho e Dica, de Wagner Montes. Alexandre Cardoso é o prefeito do Lindbergh, do Lula e da Dilma... e ainal, quem é o seu Prefeito?

C

A deputada Claise Maria Zito é autora da Lei Estadual em defesa dos idosos o nosso trabalho de iscalização e possam se adequar a tempo e as agências nas quais constatarmos a reincidência, vamos aplicar as multas previstas em Lei – anunciou a deputada. Durante o primeiro semestre, a comissão fez uma série de vistorias em agências bancárias do município do Rio e cidades da Baixada Fluminense para conferir a qualidade de atendimento prestado aos

idosos, sendo constatadas várias identiicou irregularidades em agências da Caixa, do Santander e do Itaú, em especial no calçadão de Bangu. “Durante toda a vistoria, a Caixa manteve desativado seu único guichê preferencial, destinado ao atendimento ao idoso, gestantes e pessoas com deiciência. Faltavam também cadeiras identiicadas para esses clientes e também não houve respeito ao

prazo de espera de 20 minutos para as pessoas com mais de 65 anos. Todas essas irregularidades ferem a Lei 4.223/03, que obriga os bancos a disponibilizarem um caixa exclusivo para esses clientes, o atendimento por senha, e o número mínimo de 15 assentos ergonômicos. Nós estamos iscalizando e vamos buscar ações que possam minimizar essa situação”, explicou a parlamentar.

Divulgação

Orquestra Polonesa faz recital na Biblioteca Leonel Brizola

D

Na foto Amelia Magalhães e Paulo César, ambos do Sindi Hotéis Baixada, e Carlos Castilho e Tomás Pombo. vidades e ações do Governo na Baixada e elogiou o ELFO por suas iniciativas, divulgação e mobilização para a inclusão de um evento itinerante de turismo na região. O representante da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação, Tomás Pombo, falou da importância dos even-

tos para o desenvolvimento dos municípios e do setor. O evento ELFO é organizado pelo Sindicato de Hotéis e Restaurantes da Baixada e Sul Fluminense, junto com o Site de Divulgação (sitededivulgacao.com). A entidade já realizou 13 edições do encontro, tendo sempre um

tema voltado à preparação e capacitação de todos para inclusão da Baixada na rota dos mega eventos de Turismo, em especial Copa do Mundo e Olimpíadas. São João de Meriti foi representado pela Associação Comercial (ACEME) e SINCOVAME Comercio Varejista.

Companhias abertas projetam aumento do PIB maior que 2,3%

esquisa divulgada dia 26, no Rio de Janeiro, pela Associação Brasileira das Companhias Abertas (Abrasca), conirma a expectativa de alta do Produto Interno Bruto (PIB), este ano, já sinalizada em sondagem feita no inal do ano passado. O percentual esperado, entretanto, é menor que a faixa entre 3% a 3,5%, projetada em dezembro de

rodriGo de caStro é jornalista e pós-graduado em marketing e comunicação empresarial pela universidade Federal de juiz de Fora (mG)

Ainal, quem será o seu Prefeito?

Evento ELFO reúne lideranças no seu terceiro aniversário

m encontro realizado no auditório da Secretaria de Governo do Estado - Subsecretaria da Baixada em Duque de Caxias, reuniu convidados - empreendedores, lideranças sociais e políticas, formadores de opiniões de diversos segmentos econômicos e sociais - para apresentar a proposta da 1ª Feira de Turismo e Negócios da Baixada. A iniciativa é do ELFO Empreendedores, Líderes & Formadores de Opinião Várias autoridades usaram da palavra. Daniel Eugênio, superintendente de Turismo da Secretaria de Cultura e Turismo de Duque de Caxias, falou do portal www.visitecaxias. com.br, que dispõe de inúmeros atrativos e anunciou para este mês de agosto um grande evento do turismo local. O subsecretario de Governo da Baixada, Carlos Castilho falou das ati-

P

Divulgação

Bastidores da ALERJ

2011. A pesquisa constatou que quase 63% das companhias consultadas apostam que o aumento do PIB em 2012 será maior que 2,3%. Essa era a previsão feita pelo Banco Central em junho passado, quando o levantamento foi feito. Já no último boletim Focus, divulgado esta semana, os analistas do mercado diminuíram para 1,9% a estimativa de cresci-

mento do PIB no ano. A pesquisa mostra um otimismo moderado, “em um cenário pior do que 3%”, destacou o presidente da Abrasca, Antonio Castro, e leva em conta que o primeiro semestre foi fraco. Observou, por outro lado, que essa é a visão de uma “elite de empresas”, que têm grande peso na economia. Entre elas, estão a Petrobras,

Vale, Gerdau, Souza Cruz e os principais bancos brasileiros. Atualmente, 191 empresas são associadas à Abrasca. Elas representam 85% do valor de mercado das empresas listadas na Bolsa de Valores (Bovespa), o que equivale a US$ 1,1 trilhão. Responderam à pesquisa 53 que concentram 50% do valor de mercado das ações negociadas na Bovespa.

uque de Caxias vai receber nesta quintafeira (2) a Orquestra de Câmara Polonesa Capella Bydgostiensis, que fará recital único na Biblioteca Pública Governador Leonel Brizola, a parir da 19h, com entrada franca. A iniciativa é uma realização do Ministério da Cultura, através da série Concertos Internacionais do Rio de Janeiro, e tem apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo em parceria com a Academia Duquecaxiense de Letras e Artes (ADLA) e produção da Arte Invest. Ainda no mês de agosto, haverá apresentação do Conjunto de Choros “Chorando à Toa”, no dia 19, a partir das 11h, no Teatro Municipal Raul Cortez, também com entrada franca. A Orquestra de Câmara Polonesa Capella Bydgos-

tiensis, que é um dos grupos estáveis da Filarmônica Pomeriana, de Varsóvia, está entre as melhores e mais importantes orquestras de câmara da Polônia. Seu diretor artístico atual é José Maria Florêncio, um brasileiro de Fortaleza e naturalizado polonês desde 1985, quando fez o curso de mestrado na Academia de Música Frédéric Chopin, com bolsa de estudos do governo. Ele é também diretor artístico e musical da Ópera Báltica de Gdansk. A Capella Bydgostiensi tem se apresentado em algumas das mais importantes salas da Europa e sua discograia inclui gravações para selos da Polônia, Holanda e Espanha. Seu CD mais recente, lançado este ano pelo selo polonês Dux, é "Classical Music from Brazil". Divulgação/SMCT


MERCADO & NEGÓCIOS

►31 de Julho a 06 de Agoto de 2012

Supersimples, em cinco anos, atinge 6,5 milhões de adesões A

presidenta Dilma Rousseff disse nesta segunda-feira (30) que o sistema simpliicado de tributação conhecido como Supersimples, ao completar cinco anos, atingiu a marca de 6,5 milhões de adesões de micro e pequenas empresas e de microempreendedores individuais. No programa semanal “Café com a Presidenta”, ela lembrou que a adesão ao Supersimples permite acesso a um regime tributário diferenciado, simpli-

icado e com impostos reduzidos. Segundo Dilma, apenas as micro e pequenas empresas que aderiram ao sistema são responsáveis por um em cada quatro empregos com carteira assinada no Brasil. - Como o próprio nome já diz, o Supersimples simpliica a burocracia e diminui a carga de impostos, reduzindo custos e facilitando a formalização. Isso é importante porque essas empresas são grandes geradoras de oportunidades de

trabalho, renda e riqueza em todo o país – destacou a presidenta. Segundo ela, o número de microempreendedores individuais também vem crescendo e passou de 1 milhão no ano passado para 2,2 milhões em 2012. Dilma ressaltou que proissionais como cabeleireiros, doceiros e mecânicos podem se cadastrar por meio do site www.portaldoempreendedor.gov.br. Em seguida, o trabalhador emite um carnê para pagar

a contribuição ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que representa 5% do salário. - É preciso pagar essa contribuição todos os meses para que eles tenham os seus direitos assegurados – direitos como a licença maternidade, a aposentadoria por idade e o auxílio doença. E, é claro, o direito de emitir nota iscal, de ter acesso ao crédito mais barato e de ter seu negócio totalmente legalizado - destacou Dilma.

Comerciantes do varejo usam recurso próprio para abrir negócio U

m levantamento apontou que 77% dos empresários de pequeno e médio porte do varejo usaram recursos próprios para abrir o negócio. Do restante, 9% pediram dinheiro emprestado a parentes, 7% recorreram a inanciamentos bancários e 7% disseram ter utilizado recursos de terceiros, empréstimos inanceiros e outros. Os dados, divulgados dia 25, fazem parte da pesquisa inédita Retrato do Empreendedor do Varejo, encomendada pelo Serviço de Proteção

ao Crédito (SPC). O varejo consiste na venda de produtos ou serviços em pequenas quantidades direto ao consumidor. De acordo com a consulta, 53% dos entrevistados pretendem investir no negócio, como ampliação na loja, compra de equipamentos ou contratação de pessoal. A aplicação de recursos leva em conta que 57% dos empresários descartam aumento da inadimplência no setor. A pesquisa constatou que 40% dos donos de negócios já trabalhavam no

setor do varejo antes. Apenas 34% nunca haviam atuado no ramo e os 26% restantes deram continuidade aos negócios de família. De acordo com o presidente do Comércio Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), Roque Pellizzaro, o levantamento é para conhecer o peril do empresário varejista. “Ainda não temos políticas públicas direcionadas para o desenvolvimento do varejo, muito porque não conhecemos esse peril”, disse. Segundo o estudo, o per-

il do varejista é “homem de 42 anos, com ensino médio, que já trabalhou no varejo, tem faturamento bruto médio de R$ 60 mil por mês, empresa familiar e não usou inanciamento bancário na hora de abrir o próprio negócio”. Os supermercados e alimentícios são os destaques - respondem por 21% do ramo de atividades. Tecidos, vestuários, calçados e armarinhos correspondem a 17% e artigos diversos aparecem com 13%. Os setores de farmacêuticos e veículos correspondem a 11%.

5

Polícia investiga imagens de assalto a posto bancário na Câmara de Caxias Josué Cardoso

A

Polícia Civil divulgou na quarta-feira (25), imagens das câmeras de segurança da Câmara Municipal de Duque de Caxias, que registraram a entrada dos criminosos que assaltaram uma pequena agência dentro do prédio que abriga o legislativo, na manhã do dia anterior (24). As imagens foram cedidas pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF). De acordo com a Câmara, cinco homens fortemente armados - sendo que quatro deles usando coletes da Polícia Federal - assaltaram o posto do Banco do Brasil. A quantia roubada totaliza cerca de R$ 350 mil, segundo informou a assessoria de imprensa da Câmara. As imagens das câmeras de segurança do Legislativo,

estão sendo analisadas. Segundo a polícia, os criminosos renderam um vigilante pela porta lateral do prédio, utilizada pelos vereadores, onde se identiicaram como agentes da Polícia federal a cargo de uma investigação. Quando entraram na agência, o grupo rendeu os funcionários e levou celulares de quem estava dentro do banco. Policiais do 15º BPM (Duque de Caxias) informaram que os criminosos levaram todos os malotes que tinham acabado de chegar de um carro forte. Ainda de acordo com os funcionários da agência, ao inal da ação, os assaltantes trancaram as vítimas, levaram a chave e fugiram pela porta lateral. Policiais do 15º BPM e da DRF izeram perícia no local.

Governo acredita em Comissão do Senado deve discutir situação de crescimento de 3% este ano operadoras de telefonia A Paulo Bernado (Comunicações); do presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), João Rezende e do presidente da Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil). Para os senadores, os serviços das operadores de telefonia prestam serviços cada vez piores ao Brasil. “Não podem as operadoras atribuir a queda na qualidade ao setor público, sendo

imperioso que tomem as suas providências cotidianamente para garantir um padrão razoável de serviço”, airmaram os senadores no requerimento. Após diversas reclamações de usuários, a Anatel suspendeu temporariamente as operadoras TIM, Claro e Oi de venderem e habilitarem novos chips e modems em vários estados e exige que as empresas melhorem o serviço prestado. Valor da publicidade R$ 600,00

A

Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) do Senado vai votar nesta quarta-feira (1º) o pedido de realização de audiência pública sobre a qualidade dos serviços das operadoras de telefonia móvel. O requerimento foi feito pelos senadores Eduardo Braga (PMDBAM) e Walter Pinheiro (PT-BA), que esperam a participação do ministro

ministra do Planejamento, Miriam Belchior, anunciou que o governo continuará adotando medidas sempre que considerar necessário para aquecer a atividade econômica e que conia em uma retomada da economia capaz de levar o país a crescer 3% este ano. “Nós estamos coniando em uma retomada no segundo semestre que seja capaz de nos levar a esse patamar”, disse. Miriam Belchior também destacou que o governo tem adotado uma série de medidas para enfrentar a crise internacional e continuará

com novas iniciativas se for necessário porque essa é “uma preocupação especial da presidenta Dilma, a proteção da economia.” Segundo a ministra, a previsão dos economistas aponta para um crescimento menor este ano, mas o índice, mesmo assim, será maior do que o observado em outros países. Para Miriam Belchior, isso é um relexo importante e que mostra a forma como a economia brasileira vem sendo conduzida tanto pelo setor público como pelo setor privado. A ministra não quis comentar se haverá

mudança na meta de superávit primário, a economia para pagar os juros da dívida, mesmo com a queda no Produto Interno Bruto (PIB). Miriam Belchior participou nesta quinta do quarto balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2 . De acordo com os números, até junho deste ano, 29,8% das ações previstas para conclusão até 2014 foram inalizadas. O valor executado corresponde a R$ 211 bilhões, resultado 84% superior ao registrado no mesmo período de 2011.

Analistas esperam inlação mais elevada este ano e PIB menor em 2013

A

projeção de analistas de instituições inanceiras para a inlação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), em 2012, subiu pela terceira semana seguida. Desta vez, passou de 4,92% para 4,98%, segundo o boletim Focus, publicação semanal elaborada pelo Banco Central (BC), com base nas estimativas do mercado inanceiro. Para o próximo ano, a estimativa para o IPCA permanece em 5,5%, há cinco semanas consecutivas. As previsões

estão acima do centro da meta de 4,5%, mas abaixo do limite superior de 6,5%. Cabe ao BC manter a inlação sob controle. Um dos instrumentos que a instituição usa para controlar a inlação e o nível de atividade é a taxa básica de juros, a Selic. Como considera que os riscos para a inlação são reduzidos e o ritmo da atividade econômica está mais lento, o BC tem cortado a taxa Selic desde agosto do ano passado. Por isso, os analistas mantêm

a expectativa de que em agosto, quando ocorrerá a próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do BC, a Selic seja reduzida dos atuais 8% para 7,5% ao ano. Para 2013, quando a economia estará em ritmo mais forte, a expectativa é que a Selic suba e cheque ao inal do período em 8,5% ao ano. Com a economia mais aquecida no próximo ano, os analistas acreditam que será necessário subir a Selic para que a inlação não saia do controle.


6

MERCADO & NEGÓCIOS

Atualidade Ministério da Fazenda abre 463 novas vagas

O

Ministério da Fazenda vai selecionar 463 novos servidores de nível médio para o cargo de Assistente Técnico Administrativo, com salário de até R$ 2.800,00. O concurso é regido pelo Edital ESAF n° 28, de 25/07/2012. As vagas são para o Distrito Federal (322 vagas) e em São Paulo (141), lembrando que, deste total, 25 vagas estão reservadas para portadores de necessidades especiais. Os Assistentes Técnicos realizam atividades técnicas, ad-

ministrativas, logísticas e de atendimento relativas ao exercício das competências inerentes ao Ministério da Fazenda. As inscrições serão realizadas exclusivamente pela internet no site da Escola de Administração Fazendária (www.esaf. fazenda.gov.br). Elas começam dia 13 de agosto e se encerram no dia 26. A taxa é R$ 62,00. Os interessados em fazer o concurso e não possuir acesso a internet terão a sua disposição computadores nas Diretorias Regionais da ESAF, em Brasília e São Paulo.

País

►31 de Julho a 06 de Agoto de 2012

Secretaria de Cultura e Colégio de Caxias são premiados no Congresso Nacional

A

Secretaria de Cultura e Turismo de Duque de Caxias foi agraciada com o Prêmio Top Qualidade Brasil - Selo Ouro 2012. A solenidade foi realizada no último dia 26, no Auditório Petrônio Portela, no Palácio do Congresso Nacional, onde a honraria foi entregue ao Secretário Gutemberg Cardoso dos Santos. A iniciativa é da Academia Brasileira de Honrarias ao Mérito, vinculada ao Centro de Integração Cultural e Empresarial de são Paulo (Cicesp). O Prêmio foi concedido à Secretaria por seu “empreendedorismo, especialmente ao ter realizado acordo cultural com outro País”, segundo o Comendador Regino Barros, presidente do

A

cusada de tentar subornar um juiz federal, Andressa Mendonça, mulher do contraventor goiano Carlos Augusto de Almeida Ramos, conhecido como Carlinhos Cachoeira, foi levada nesta segunda-feira (30) para prestar esclarecimento à Polícia Federal, em Goiânia. De acordo com a PF, ela teria oferecido dinheiro ao juiz Alderico Rocha Santos, responsável pelas investigações sobre a organização criminosa supostamente lidera-

da por Cachoeira. De acordo com nota divulgada pela corporação, Andressa teria incorrido no Artigo 333 do Código Penal, que trata do crime de corrupção ativa. O suborno, de acordo com a PF, seria para obter do magistrado uma decisão favorável ao marido, que está preso desde o dia 29 de fevereiro. Além da condução dela, a Polícia Federal também cumpriu mandado de busca e apreensão na casa dela. Foram recolhidos dois computadores, documentos e dois tablets.

Internacional

judoca Sarah Menezes ainda não conseguiu dormir depois das vitórias de sábado (28) em Londres. Aos 22 anos de idade, foi a primeira brasileira a conquistar uma medalha de ouro dessa modalidade em Jogos Olímpicos. Além disso, quebrou um jejum de 20 anos desde a última vez que o judô nacional subiu ao lugar mais alto do pódio olímpico, o que aconteceu nas Olimpíadas de Barcelona, em 1992, com Rogério Sampaio. A emoção que impediu o sono da grande campeã olímpica, de 1,54 metro e 48 quilos, nascida em Teresina, tem motivos além da medalha. Ela disse que falou apenas rapidamente

A

economia da Espanha encolheu 0,4% no segundo trimestre deste ano, agravando ainda mais a recessão do país. No primeiro trimestre do ano, a economia do país já havia encolhido 0,3%. Na semana passada, o custo dos empréstimos espanhóis de dez anos havia alcançado o valor mais alto já registrado, de 7,5%, gerando novos temores sobre a capacidade do país de

honrar suas dívidas. O presidente do Eurogrupo, que reúne os ministros das Finanças dos países da zona do euro, Jean-Claude Juncker, pediu ao Banco Central Europeu para intervir no custo da dívida espanhola. Na próxima quinta-feira (2), o banco deve anunciar medidas sobre a taxa de juros e se especula que ele possa anunciar também a reimplementação de um programa de compra de títulos.

oferecido pela Embaixada do Panamá. O Acordo Internacional de Intercâmbio Cultural e Turístico foi assinado com a cidade de Rio Grande, Província de Tierra del Fuego, na Patagonia Argentina, em 13 de outubro do ano passado, na Biblioteca Pública Municipal

Governador Leonel Brizola. O projeto teve origem em uma iniciativa do Colégio Carlos Gomes, da rede particular de ensino de Duque de Caxias, que acontece há vários anos, interagindo com países latinos, em especial argentinos.

com os pais por telefone, depois da última luta, mas prevê que o feito “vai mudar completamente” sua vida e a de sua família. Sarah Menezes quer incentivar os mais jovens a praticar o esporte na capital piauiense. “Pretendo, depois dessa medalha, montar um projeto social para que apareçam novos talentos. Penso em ajudar as pessoas que estavam ao meu redor, no momento que mais precisei”. A judoca também fez um agradecimento especial ao seu técnico, Expedito Falcão, um dos principais motivos para não ter deixado o Piauí pra treinar em outro centro. “Quem sempre acreditou em mim foi meu treinador, Expedito. Então, nunca saí de

Teresina porque sempre foi ele quem mais acreditou nesse sonho, e eu acabei sonhando com ele”. Ela também destacou o trabalho psicológico feito desde os Jogos Olímpicos de Pequim, quando foi derrotada na primeira luta, com apenas 17 anos de idade. “O que mais é preciso trabalhar nos atletas é a parte mental mesmo”, disse. Para os próximos meses, a estudante de Educação Física, que teve que trancar a faculdade por conta

Divulgação/Alaor Filho/COB

dos treinamentos para os jogos, disse que não pensa em treinos e lutas. “Não quero saber de judô agora, não. Quero estudar, voltar pra faculdade e estudar inglês. É muito ruim viajar o mundo e não conseguir conversar”.

Venezuela vai cadastrar empresas para incentivar exportações a países do Mercosul

O

Economia espanhola encolhe e agrava recessão

Divulgação/SMCT

Judoca medalha de ouro pretende montar projeto social em Teresina para revelar talentos

A

Mulher de Cachoeira é detida pela PF em Goiânia

Cicesp. A Secretaria destacou-se ainda por estar sempre na frente de projetos inovadores e ousados, com a assinatura de Oscar Niemeyer em obras públicas na área cultural, projeto de criação da banda sinfônica, entre outras iniciativas. Ainda de Duque de Caixas, o Colégio Carlos Gomes e Centro Educacional CCG também foi agraciado com o Prêmio, por ser o único estabelecimento de ensino da Baixada Fluminense que oferece intercâmbio internacional, proporcionando diversidade de conhecimento. Ele esteve representado por seu diretor representado por Fernando Barbosa de Oliveira. Após a cerimônia, os homenageados participaram de um jantar

presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse dia 25 que o governo venezuelano vai abrir um cadastro público às empresas do país que queiram investir em exportações para os países do Mercosul. É uma das primeiras ações de Chávez antes da cerimônia que vai oicializar a incorporação da Venezuela no bloco, no próximo dia 31, em Brasília. A ideia, segundo ele, é exportar uma relação com mais de 230 itens da Venezuela para o Brasil, pelo menos. A solenidade que marcará a entrada da Venezuela no Mercosul ocorrerá no dia 31, em Brasília. "Vamos elevar a economia venezuelana a um novo

nível para incrementar nossa participação no mercado comum da região [Mercosul]", disse Chávez. O presidente acrescentou ainda que a adesão ao bloco não impõe à Venezuela orientações sobre sua política interna. Chávez se reuniu ontem, na sede do governo da Venezuela, em Caracas, com os representantes do Brasil, o subsecretário-geral de América do Sul do Ministério das Relações Exteriores, Antonio Simões, e o assessor para Assuntos

Banco de Imagens

Internacionais da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia. "Temos total liberdade para continuar com o controle cambial com Cadivi e mecanismos tais como a Aladi [Associação Latino-Americana de Integração] e muitos outros instrumentos”, ressaltou mecanismos", disse o presidente venezuelano.

Em tom emocionado, Chávez lembrou que a ideologia que move o Mercosul é a mesma que guiou o militar brasileiro José Inácio Abreu e Lima, que lutou na independência das colônias espanholas na América ao lado de Simón Bolívar. "É a democracia como um projeto, como uma ideia que tem a ideologia como objetivo de concretização de uma proposta. Todos esses projetos têm o foco ideológico no quadro SulSul da integração e do desenvolvimento social", ressaltou Chávez.


MERCADO & NEGÓCIOS

►31 de Julho a 06 de Agoto de 2012

Dilma cobra de empresários manutenção de empregos A

presidenta Dilma Rousseff cobrou dia 27 dos empresários contrapartida, como a garantia de empregos, em resposta à decisão do governo de reduzir o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para os automóveis e a desoneração do tributo para os eletrodomésticos da linha branca e móveis. A presidenta disse ainda que o governo faz estudos para promover uma série de desonerações. Mas não detalhou informações sobre o levantamento. “Damos incentivos iscais e inanceiros e queremos retorno”, destacou Dilma, antes de almoçar com atletas brasileiros, em Londres. “Não [queremos retorno] para nós, mas para o país inteiro, que é a manutenção do

emprego. Damos incentivo para garantir emprego. Eles têm de saber que é por esse único motivo”, ressaltou. A cobrança de Dilma ocorre no momento em que o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos (SP) pede a interferência do governo para evitar demissões na montadora General Motors (GM). No inal de maio, o governo federal reduziu o IPI para os carros - os de motor 1.0 - até 31 de agosto. Mas condicionou a medida à manutenção do nível de empregos no setor. Porém, na semana passada, a GM anunciou o plano de demissões na montadora em São José dos Campos (SP). A direção da montadora foi chamada a dar explicações no Ministério da Fazenda.

Wilson Dias-ABr

De acordo com a GM, o compromisso era com a manutenção do nível de emprego, o que vem ocorrendo em São Caetano (SP) e em Gravataí (RS), e vale-

rá para a futura fábrica de motores de Joinville (SC). A montadora também informou ter contratado cerca de 2 mil pessoas no ano passado.

Inadimplência das empresas aumenta no primeiro semestre A

inadimplência das pessoas jurídicas cresceu 16,5% no primeiro semestre de 2012 em comparação com igual período do ano anterior, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (30) pela empresa de consultoria Serasa Experian. É a maior alta para os seis primeiros meses do ano desde 2009, quando houve elevação de 35,8%, de acordo com o Indicador Serasa Experian de Inadimplência das Empresas. “A economia está praticamente parada e ica uma situação mais difícil para as empresas até quando [elas conseguirem] ven-

der [seus produtos], e pagar seus compromissos. [É] uma situação complicada que deve se reverter, sobretudo, no im do terceiro e início do quarto trimestre”, disse o economista da Serasa, Carlos Henrique de Almeida. As dívidas não pagas aos bancos foram as que mais aumentaram no primeiro semestre de 2012: 23,9% comparadas ao resultado do mesmo período de 2011. Os protestos e as dívidas não bancárias também tiveram forte crescimento: 19% e de 18,9%, respectivamente, ante os primeiros seis meses de

2011. Já o volume de cheques devolvidos por falta de fundos aumentou 3,7% no primeiro semestre de 2012. De acordo com o economista da Serasa, o resultado das empresas, além do baixo crescimento da atividade econômica no país, pode ser explicado pela inadimplência das pessoas físicas, que afeta as contas a receber, e pelo aumento do dólar. As dívidas não bancárias (com fornecedores, cartões de crédito, inanceiras, e prestadoras de serviços como telefonia, energia elétrica e água) tiveram valor mé-

dio de R$ 775,08, 4,3% a mais do que o resultado de igual período de 2011. As dívidas com os bancos tiveram, de janeiro a junho, valor médio de R$ 5.293,25,13, montante 5,5% acima do registrado em igual período de 2011. O valor médio dos títulos protestados no primeiro semestre foi R$ 1.932,23, elevação de 10,9% sobre o do período de janeiro a junho do ano anterior. Os cheques sem fundos tiveram valor médio de R$ 2.203,03, aumento de 6,7% quando comparado ao do acumulado dos primeiros seis meses de 2011.

7

Catadores ganham área para polos de reciclagem em Caxias

M

ais um passo importante foi dado pela prefeitura de Duque de Caxias para ajudar os catadores que, durante mais de 30 anos, trabalharam no aterro sanitário recentemente fechado da Comlurb, no Jardim Gramacho. Durante reunião com representantes do Instituto Estadual do Ambiente (INEA), Secretaria Estadual de Ambiente (SEA) e catadores, realizada dia 25, foi entregue a licença ambiental que vai beneiciar as quatro cooperativas do bairro. O documento autoriza a terraplanagem de uma área de quatro hectares para construção de polos de reciclagem. A área que será limpa para construção dos galpões ica entre a Rodovia Washington Luiz e as ruas Imperatriz e Francisco Glicério. No local passarão a funcionar as quatro cooperativas de catadores de Jar-

dim Gramacho. Nas obras serão investidos mais de R$ 3,5 milhões. O secretário de Meio Ambiente, Agricultura e Abastecimento, Samuel Maia airmou que a prefeitura continuará trabalhando para que mais conquistas sejam obtidas por eles, como a indenização de todos os catadores cadastrados pela Associação dos Catadores do Aterro Metropolitano de Jardim Gramacho (ACAMJG). Durante a reunião foi discutida ainda a elaboração de um roteiro para ampliar a coleta seletiva nos distritos do município feita por quatro caminhões comprados com recursos do Fundo Municipal de Meio Ambiente. Esta nova logística será deinida na próxima reunião dos catadores marcada para 30 de julho, às 10h, na Escola Estadual Guadalajara, no bairro Olavo Bilac.


8

MERCADO & NEGÓCIOS

►31 de Julho a 06 de Agoto de 2012

CMN autoriza operação de câmbio em máquinas de autoatendimento A

s empresas prestadoras de serviço vão poder, em breve, trocar moedas em máquinas de autoatendimento, em operações de até US$ 3 mil, de acordo com decisão do Conselho Monetário Nacional (CMN) anunciada pelo secretário executivo do Banco Central, Geraldo Magela Siqueira. A medida foi autorizada em reunião eletrônica que o CMN realizou hoje (26), mas sua efetivação depende de resolução para disciplinar o câmbio manual, que vai permitir também a igura do correspondente

José Cruz-ABr

cambial. Segundo Siqueira, a operação será de total responsabilidade da empresa contratante. O objetivo é simpliicar

as operações cambiais de pequeno valor e oferecer mais alternativas de acesso para troca de moedas, tanto por turistas estrangeiros

quanto por brasileiros que vão viajar para fora do país e, hoje, dispõem de número limitado de agências bancárias para fazer o câmbio. As operações terão que ser feitas mediante a identiicação do cliente. Segundo Siqueira, com a medida, o CMN quer permitir a criação de uma rede cambial compatível com os centros turísticos e ainda fazer com que o país ofereça facilidades de atendimento também ao público esperado nos grandes eventos esportivos que o país sediará nos próximos anos.

Operadora TIM culpa crescimento por atraso na infraestrutura O

presidente da Telecom Itália, empresa controladora da operadora de telefonia TIM, Franco Bernabè, disse que o crescimento do mercado e o sucesso das ofertas da operadora no Brasil podem ter gerado atrasos na infraestrutura para acompanhar esse crescimento. “Mas nosso compromisso é total em garantir melhoria e crescimento da qualidade para os nossos usuários”, garantiu ele, em entrevista dia 26. Desde o dia 23, a TIM está

proibida de vender novas linhas de celulares e internet em 18 estados e no Distrito Federal. A operadora foi a que teve o maior número de proibições impostas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Bernabè acredita que a liberação das vendas será em um “brevíssimo tempo”, possivelmente na próxima semana. Para ele, a demora na liberação das vendas poderá prejudicar a competição no setor. Os dirigentes da TIM

minimizaram os prejuízos da empresa com a medida da Anatel. Segundo eles, as duas maiores preocupações são com os impactos no mercado e na opinião pública. “O impacto é muito sério em temos midiáticos, mas se a situação se normalizar em 15 dias, como estimado pelo governo, isso vai permitir uma retomada rápida sem impactos materiais”, disse Bernabè. O presidente da TIM no Brasil, Andrea Mangoni, garantiu que o planejamen-

to de rede da empresa está relacionado à demanda, mas admitiu que o crescimento da demanda e do tráfego podem ter gerado atrasos no crescimento da infraestrutura. Segundo ele, os indicadores da empresa não veriicaram problemas tão graves em 19 estados para sustentar medida de paralisação das vendas. “Mas isso é passado, agora temos que trabalhar para fechar com a agência [Anatel] para que a crise se torne uma oportunidade.”

Anuncie!

Ligue: 21 2671-6611


Edição Nº 119