Issuu on Google+

30 de Agosto a 5 de Setembro de 2011

CAPITAL Rio terá

1

fábrica da Rolls-Royce PÁG. 2

www.jornalcapital.jor.br | ANO 3 - N° 71 | CAPITAL EMPRESA JORNALÍSTICA LTDA | DE 30 DE AGOSTO A 5 DE SETEMBRO DE 2011 | NAS BANCAS - RS 1,00

Empresas querem ampliar prazo para recolher impostos PESQUISA feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) apontou que os empresários querem a ampliação do prazo para pagamento dos impostos e contribuições de modo a coincidir com o recebimento das vendas. Eles alegam que, na maioria das vezes, o recebimento vem depois

do recolhimento tributário. A pesquisa foi feita com 594 empresas, de 20 a 28 de junho. A consulta empresarial veriicou que 41,1% das indústrias consultadas têm luxo de caixa afetado por pagamentos de impostos antes do recebimento das vendas. PÁGINA 8

Governo pretende quadruplicar beneiciados pelo microcrédito ABR/ FABIO RODRIGUES POZZEBOM

Parlamentares não poderão gastar sem previsão de receitas PÁGINA 2

Mercado já aposta em corte de juros para esta semana decisões do Copom, começaram a apostar na hipótese de uma queda na taxa de juros já nos proximos dias. Há argumentos fortes tanto para a manutenção da taxa básica de juros para uma pequena redução. A reunião do Copom será o tema da semana.

A REUNIÃO do Copom promete ser uma das mais emocionantes dos últimos anos. Diante do anúncio de um novo aperto iscal, o mercado abriu a segundafeira (29) dividido. Pelo menos dois grandes bancos, que têm um histórico importante de acertos de

A PRESIDENTA Dilma Rousseff o ministro da Fazenda, Guido Mantega, estabeleceram como meta para os bancos públicos quadruplicar, em um ano e meio, o número de pequenos empreendedores beneiciados pelo microcrédito produtivo. O governo também estabeleceu metas para o volume de recursos destinados a empréstimos desse tipo. Quatro bancos oiciais terão de emprestar R$ 654 milhões até o inal do ano. PÁGINA 3

Trabalho reconhecido nas Nações Unidas

DIVULGAÇÃO

DOZE BRASILEIRAS estão com suas histórias de vida publicadas no site da campanha “End Poverty”, realizada pela ONU Mulher. Entre elas igura a deputada estadual Claise Maria Zito (PSDB), que exerce o primeiro mandato na Assembléia Legislativa. Acabar com a pobreza até 2015. Esta é a promessa histórica que mais de 150 líderes mundiais assumiram durante Encontro do Milênio das Nações Unidas em 2000. PÁGINA 4

Câmbio* Dolar Comercial Dólar Paralelo Dólar Turismo

Compra (R$) 1,590 1,590 1,530

Venda (R$) 1,592 1,730 1,700

Variação % 0,80 0,00 1,16

Coroa Dinamarca Dólar Austrália Dólar Canadá Euro Franco Suíça Iene Japão Libra Esterlina Inglaterra Peso Chile Peso Colômbia Peso Livre Argentina Peso MÉXICO Peso Uruguai

(U$) 5,132 1,065 00,976 1,451 0,815 76,840 1,640 464,850 1.786,000 4,175 12,462 18,500

(U$) 5,135 1,066 0,977 1,451 0,815 76,870 1,641 465,250 1.788,000 4,215 12,472 18,700

% 0,08 0,79 0,44 0,08 1,15 0,27 0,23 0,16 0,39 0,12 0,04 0,00

Índice

Indicadores*

MOEDAS COTADAS EM DOLAR (USA)

Moeda

54.860,73 18.329,26 11.539,25 2.562,11 2.943,25

Variação % 2,83 2,67 2,26 3,32 2,06

01/09 29/08 29/08

0,708 0,633 0,120

ao ano

12,50

Valor

Ibovespa IBX Dow Jones Nasdaq Merval Poupança Poupança p/ 1 Mês TR Juros Selic meta Salário Mínimo (Federal) Salário Mínimo (RJ)

R$ 545,00 R$ 581,88

(*) FECHAMENTO: 29 DE AGOSTO DE 2011

Lucro elevado, calote e sonegação

Governo eleva superavit para enfrentar a crise internacional O GOVERNO brasileiro anunciou oicialmente que vai aumentar o superávit primário em 0,2 ou 0,3 pontos percentuais do Produto Interno Bruto (conjunto de bens e serviços produzidos no país) previsto para este ano. Com isso, a meta de

economia para pagar juros chega a 3,2% ou 3,3% do PIB, segundo o ministro da Fazenda, Guido Mantega. Isso deve implicar um esforço extra de R$ 10 bilhões em economia para pagar juros. PÁGINA 2

ANP quer transição de dez anos para divisão de royalties O PRESIDENTE da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Haroldo Lima, defendeu a proposta de transição de dez anos para a nova divisão dos royalties do petróleo entre todos os estados brasileiros. Ele recebeu uma comissão de deputados federais luminenses e explicou que o objetivo é dar tempo para que todos se adaptem às novas

BANCO DE IMAGENS

AO MESMO tempo que obtiveram elevado lucro no primeiro semestre, os bancos estão declarando inadimplência maior do que a realmente veriicada em suas carteiras de crédito como forma de pagar menos impostos, segundo apuração da Receita Federal. O total das autuações somam quase R$ 200 milhões até julho deste ano. O valor já supera em 20% o total de notificações de todo o ano passado. PÁGINA 5

realidades orçamentárias. Lima disse que retirar os recursos de forma súbita dos estados e municípios produtores, como deseja boa parte dos deputados e senadores, poderia causar prejuízos e desequilíbrios ao Rio de Janeiro, Espírito Santo e São Paulo, onde estão concentrados os maiores campos petrolíferos do país.

Atualidade

Atleta trás para Duque de Caxias mais uma medalha Pais

INSS envia correspondência sobre revisão de proventos Internacional

Mulher e ilhos de Khadai vão para a Argélia www.jornalcapital.jor.br

Anvisa discute probição de remédios para emagrecer


2

30 de Agosto a 5 de Setembro de 2011

CAPITAL

Parlamentares não poderão gastar sem previsão de receitas EM REUNIãO COM líderes de partidos da base aliada do governo no Congresso Nacional, a presidenta Dilma Rousseff pediu aos parlamentares que apoiem o governo no enfrentamento à crise econômica evitando criar gastos que não tenham fontes previstas de receita. A informação é do líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP). “A presidenta pediu ao Congresso Nacional contribui-

ção para essa caminhada do Brasil de enfrentar a crise internacional. Nesse processo, você aumentar o superávit primário não vai ter nenhum comprometimento de investimentos, mas não poderão ser criados gastos excedentes sem deinir qual a fonte”, destacou o líder. Um dos itens que está para votação no Congresso Nacional e que preocupa o governo é a Emenda 29 que ixa percentuais mínimos a

serem investidos em saúde pela União. Segundo o líder do PDt, Giovanni Queiroz (PA), a presidenta Dilma quer medidas mais abrangentes do que o previsto na emenda para garantir saúde gratuita de qualidade. “A partir de setembro, outubro, ela quer lançar ações por uma saúde de mais qualidade. Ela quer uma proposta maior do que a Emenda 29. Quer que a emenda ique aguardando por algo

maior”, disse Queiroz, após deixar a reunião. Sobre a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 300, que estabelece um piso nacional para bombeiros e policiais, e também geraria gastos, o líder Cândido Vaccarezza disse que não vê clima no Congresso para votação e que discussão sobre segurança no país deve ser feita num conjunto de ações, não se restringindo a questão salarial.

Governo eleva superávit para enfrentar a crise internacional O GOVERNO brasileiro anunciou oicialmente segunda-feira (29) que vai aumentar o superávit primário em 0,2 ou 0,3 pontos percentuais do Produto Interno Bruto (conjunto de bens e serviços produzidos no país) previsto para este ano. Com isso, a meta de economia para pagar juros chega a 3,2% ou 3,3% do PIB, segundo o ministro da Fazenda, Guido Mantega. Isso deve implicar um esforço extra de R$ 10 bilhões em economia para pagar juros, passando de R$ 81,8 bilhões para cerca de R$ 91 bilhões este ano. De acordo com o ministro, o governo vai enviar um projeto de lei

para ser votado no Congresso que altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2011 e impõe a nova meta de superávit anunciada: R$ 127,9 bilhões. O anúncio foi feito em entrevista coletiva no Ministério da Fazenda, após a reunião do Conselho Político, realizada no Palácio do Planalto. No encontro, as mudanças foram apresentados aos líderes de partidos da base aliada do governo no Congresso Nacional. Mantega destacou que o ajuste não se dará à custa de cortes adicionais. Ameta anterior era economizar R$ 117,9 bilhões. “Estamos nos precavendo quanto ao

possível agravamento desse cenário [de crise] para impedir que o Brasil tenha o mesmo destino dos países afetados”, justificou Mantega ao anunciar a nova meta de economia. “Não tem nada a ver com o Copom. Queremos que o Brasil continue na sua trajetória de desenvolvimento com o mínimo de desgaste em função da crise internacional” disse o ministro, para deixar claro que o Banco Central (BC) mantém sua independência para decidir sobre os juros. Mas objetivo do governo é aumentar o esforço fiscal e, assim, abrir espaço para que o BC reduzir a taxa Selic. A decisão de aumentar o superávit foi tomada às

vésperas da reunião do do Comitê de Política Monetária (Copom), que acontece nesta terça e quarta-feira (30 e 31), para decidir sobre os juros. A elevação da meta de superávit é possível graças ao desempenho recorde da arrecadação de tributos federais até julho. Nos sete primeiros meses do ano, o governo atingiu 78% da meta de R$ 117,9 bilhões para o ano todo. Em julho foram economizados R$ 13,8 bilhões, maior resultado para o mês desde 2001, quando começou a série histórica.Segundo Paulinho, a economia extra do governo federal em 2011 será de cerca de R$ 14 bilhões.

Ponto de Observação ALBERTO MARQUES

Se aborrecer? Por quê? NEStA SEMANA foram comemoradas duas datas importantes na vida política do País: o suicídio de Getúlio Vargas (1954) e a renúncia de Jânio Quadros (1961). No primeiro caso, o suicídio foi o trágico desfecho para uma crise política derivada de atos criminosos oriundos dos porões do Palácio do Catete, sede do Governo Federal no Rio de Janeiro como Capital da República. No caso da renúncia, foi o resultado de uma tentativa de golpe por parte do presidente renunciante. Uma das mais brilhantes cabeças pensantes do país, o jornalista Carlos Lacerda desenvolvia uma campanha de denúncias sobre o comportamento do Governo Federal, focado no apoio dado pelo Banco do Brasil ao jornalista Samuel Wainer, fundador do jornal “Ultima Hora”, uma tentativa do Governo de criar uma imprensa a favor. Ligada aos sindicatos e ao PtB, a “Última Hora” era um jornal chapa branca, a serviço do Governo. E Lacerda aproveitou da situação de dependência de Samuel Wainer do patrocínio oicial para atacar o Governo. No rastro dessa campanha, surge um personagem que vivia nas

sombras do Catete: o tenente Gregório Fortunato, chefe da guarda pessoal de Getúlio. Sob pressão da Aeronáutica, a Polícia Civil descobriu que fora Gregório quem decidira eliminar isicamente Carlos Lacerda. Para isso ele determinou ao inspetor de polícia Climério Eurides de Almeida que contratasse um grupo de pistoleiros, os quais deveriam matar o jornalista. No atentado, praticado na Rua toneleros, em Copacabana, morreu o major aviador Rubens Vaz, amigo pessoal de Lacerda e que enfrentara os pistoleiros. Lacerda acabou ferido com um tiro no pé. A partir daí, a pressão para a renúncia de Vargas só aumentou, chegando ao ápice na manhã do dia 24 de agosto de 1954, quando o presidente se matou com um tiro no peito, deixando uma carta em que airmava que “deixava a vida para entrar na História”. Na carta, Getúlio Vargas, em momento algum, comentou à atuação de sua guarda pessoal na organização do atentado contra Carlos Lacerda, limitando-se a enumerar seus inimigos como adversários da criação da Petrobrás (em 1953) e da futura Eletrobrás, dando um viés nacionalista ao seu governo.

No caso da renúncia de Jânio Quadros, o “homem da vassoura’, em 25 de agosto de 1961, o que houve foi uma canhestra tentativa de golpe de estado, em que o ex-governador de São Paulo acreditava que, deixando o Governo e acusando as forças ocultas que manobravam por trás e contra o Governo, o povo sairia às ruas, exigindo a sua volta triunfal ao Palácio do Planalto. Como a renuncia não causou a comoção esperada, Jânio pode tranqüilamente se refugiar em S. Paulo, onde era professor de português, sem qualquer manifestação popular. Tanto no suicídio de Vargas, quanto na renúncia de Jânio, as chamadas forças vivas da não se mantiveram caladas diante dos acontecimentos. No caso do “Mar de Lama” que jorraria do Catete, como airmava em seus artigos o raivoso Carlos Lacerda, nem a ABI, muito menos a OAB, deram o ar de sua presença. Hoje, quando, ao contrário do piscinão de Ramos, onde cada mergulho era um las, no atual Governo a cada dia surge um novo escândalo, nem a ABI - depositária do ideário

da Liberdade de Expressão quando a OAB – tão atacada durante a Ditadura de 64, nada fazem. Quanto à UNE, que teve papel decisivo na entrada do Brasil na II Guerra Mundial, na derrubada do Estado Novo, em 1945 e na campanha das “Diretas Já”, ela foi devidamente seduzida pelo tesouro, estando a serviço do Governo na desmobilização da juventude como força política importante numa campanha pela punição dos corruptos. Foi assim no caso do ‘mensalão’, da quebra do sigilo bancário de um modesto faxineiro de Brasília, dos panetones do ex-governador Arruda, como agora na crise nos ministérios do Governo Dilma Rousseff. Pelo visto, as principais instituições da chamada sociedade civil desistiram de enfrentar a corrupção, preferindo o bem-bom de uma viagem a Brasília em avião da FAB, ou uma sinecura numa autarquia qualquer ou mesmo uma modesta fundação. Parece que ABI, OAB e UNE estão apostando no slogan de uma seguradora: se aborrecer (com a corrupção) por quê?

Coluna do Moreira MOREIRA FRANCO é Ministro Chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República

O bom combate

PEÇO LICENÇA para fazer um convite a você leitor, aos seus familiares e amigos: participem da formulação de novas políticas para garantir que o Brasil siga no rumo do desenvolvimento e os brasileiros continuem melhorando de vida. Na Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República (SAE) criamos a “Chamada para Debate”. Trata-se de um espaço no portal www.sae.gov.br. Esse endereço é a porta onde você pode entregar sugestões para novos programas sociais adequados à manutenção do desenvolvimento do Brasil e da ascensão dos brasileiros. No sítio da SAE na internet, já está disponível o documento “Portas de saída, inclusão produtiva e erradicação da extrema pobreza no Brasil”, que trata de trata do desaio de erradicar a miséria e garantir acesso dos mais pobres às oportunidades de emprego e melhoria social geradas nos últimos tempos. A partir da proposta inicial da equipe da SAE, todos podem contribuir para a formulação de programas conectados com seus sonhos e necessidades. Você é trabalhador? Está desempregado? Diga o que o governo pode fazer para ajudá-lo a crescer no trabalho, ou a se qualiicar para aproveitar as oportunidades de emprego. É empresário - pequeno, médio, grande? Mande sugestões para melhorar o seu empreendimento. Você é professor e desenvolveu um novo método para cuidar de seus alunos e mobilizar os país? Junte-se à equipe da SAE. Tem uma boa ideia para ajudar moradores de favelas? tem proposta para ajudar na organização de catadores de lixo? Conhece uma boa maneira de ajudar mães e crianças pobres na primeira infância? Participe dessa nossa Chamada para Debate. Nestes tempos em que o mundo vê a internet usada para juntar multidões reivindicando direitos, protestado e até derrubado ditaduras, o Brasil pode dar um exemplo de utilização da rede mundial para a promoção do progresso do país e da sua população. Você é a energia para esse bom combate.

Rolls-Royce já tem terreno para construir fábrica no Rio A COMPANHIA de Desenvolvimento Industrial (Codin) e a Rolls-Royce assinaram o contrato de aquisição do terreno onde será construída a nova fábrica de turbogeradores da empresa. A área de 103 mil metros quadrados ica em Santa Cruz. A empresa investirá US$ 60 milhões no projeto. As obras começam no im de setembro e a previsão é de que sejam concluídas em um ano. De acordo com a presidente da Codin, Conceição Ribeiro, a companhia administra os distritos industriais do estado, atualmente 10, para gerar desenvolvimento às regiões. A Codin é vinculada à Secretaria de Desenvolvi-

mento Econômico, Energia, Indústria e Serviços. - A gente não comercializa terras, mas as oferece, com um custo, a empresários que queiram investir no estado gerando receita, através do ICMS, emprego e desenvolvimento para estas regiões. A Rolls-Royce ajudará muito Santa Cruz e adjacências a qualiicar e ocupar seus trabalhadores. Estas pessoas não vão precisar se deslocar para trabalhar longe - explicou. A nova planta terá uma localização estratégica, próximo ao porto de Itaguaí, por onde parte da produção de geradores deverá ser escoada, e às bacias de Campos e de Santos, onde há descobertas de petróleo no pré-sal.

Na internet: www.jornalcapital.jor.br Filiado À ADJORI - Associação de Jornais do Interior Capital Empresa Jornalística Ltda - CNPJ 11.244.751/0001-70 Av. Governador Leonel Brizola (antiga Presidente Kennedy) nº 1995, Sala 804 - Edifício Sul América - Centro, CEP 25.020-002 Duque de Caxias, Rio de Janeiro: Telefax: (21) 2671-6611 Endereços eletrônicos: comercial@jornalcapital.jor.br comercial.capitalmercado@gmail.com contato@jornalcapital.jor.br contato.capitalmercado@gmail.com redacao@jornalcapital.jor.br redacao.capitalmercado@gmail.com TIRAGEM: 10.000 exemplares (assine o Capital: 21 2671-6611) IMPRESSÃO: NEWS TECHNOLOGY GRÁFICA EDITORA LTDA CNPJ 07.253.882/0002-27 Departamento Comercial: (21) 2671-6611 / 8400-0441 / 7854-7256 ID 8*21653 Diretor Geral: Marcelo Cunha Diretor de Redação: Josué Cardoso (josuejornalista@gmail.com) Paginação e Arte: Alberto Ellobo (21 9320-1379) Colaboradores: Alberto Marques, Arthur Salomão, Dilma Rousseff, Geiza Rocha, Luiz Linhares, Moreira Franco, Priscilla Ricarte, Roberto Daiub, Rodrigo de Castro, e Thais H. Linhares


30 de Agosto a 5 de Setembro de 2011

CAPITAL

Governo quer quadruplicar beneiciados pelo microcrédito

AGENCIA BRASIL

A PRESIDENTA Dilma Rousseff e o ministro da Fazenda, Guido Mantega, estabeleceram como meta para os bancos públicos quadruplicar, em um ano e meio, o número de pequenos empreendedores beneiciados pelo microcrédito produtivo. O governo também estabeleceu metas para o volume de recursos destinados a empréstimos desse tipo. Até o im do ano, Banco da Amazônia, Banco do Nordeste, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal terão de emprestar R$ 654 milhões nas linhas de inanciamento do Programa Crescer e atender a 734 mil clientes. Para 2012, as metas sobem para R$ 1,73 bilhão e 2,24 milhões de pessoas atendidas e, em 2013, para R$ 3 bilhões e 3,46 milhões de beneiciários. Dilma Rousseff airmou que a concessão de crédito para pequenos empreendedores não pode ser um peso, mas uma alavanca que impulsione os negócios. Segundo Dilma, o Crescer foi criado para profissionais como costureiras, pipoqueiros e artesãos. Cada um pode

ter acesso a até R$ 15 mil. “É um crédito para quem precisa de um empurrãozinho”, disse. Para assegurar taxas de juros de 8% ao ano para os autônomos e microempresários atendidos pelo programa, o tesouro Nacional repassará recursos às instituições inanceiras. Na equalização, nome que se dá ao subsídio para bancar taxas de juros inferiores ao custo de captação do dinheiro, o Tesouro Nacional gastará R$ 50 milhões em 2011; R$ 310 milhões em 2012; e R$ 483 milhões em 2013.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, avaliou que o custo para o tesouro Nacional será compensado pela redução das despesas dos programas sociais, à medida que os beneiciários montam os próprios negócios. “Vale a pena sim [usar dinheiro do tesouro para subsidiar as taxas de juros]. Signiica que gente vai deixar de depender do Bolsa Família e de outros programas subsidiados. Portanto, gasta-se numa ponta, mas deixa-se de gastar em outra - justificou. Para estimular os

bancos privados a também oferecer empréstimos com juros baixos, o Conselho Monetário Nacional (CMN) determinará que as instituições inanceiras destinem parte dos 2% dos depósitos à vista que são obrigadas a destinar ao microcrédito para as linhas do Programa Crescer. De acordo com o governo, esse percentual será atingido de forma escalonada: 10% a partir de 1º de janeiro de 2012; 40% em 1º de julho de 2012; 60% em 1º de janeiro de 2013; e 80% em 1º de julho de 2013.

Objetivo é estimular a criação de microempresas O CRESCER-Programa Nacional de Microcrédito, que tem o objetivo de fornecer crédito a juros mais baixos para microempreendedores individuais e microempresas, foi lançado pela presidenta Dilma Rousseff dia 24, no Palácio do Planalto. O programa terá juros de 8% ao ano que, segundo o governo, estão bem abaixo das

taxas atualmente praticadas no mercado, que chegam até 60% ao ano. Além dos juros mais baixos, o governo também anunciou a redução da taxa de adesão ao crédito dos atuais 3% para 1%. “O objetivo desse programa é estimular a população mais pobre [a criar microempresas] e gerar emprego nessa faixa de renda”, explicou

o ministro da Fazenda, Guido Mantega. Para garantir a redução do juro, o governo decidiu subsidiar com recursos do Tesouro Nacional até R$ 500 milhões por ano. Para obter uma das linhas de inanciamento do Crescer, as empresas devem ter um faturamento de até R$ 120 ao ano. O valor de cada operação de crédito destinado a capital

de giro ou investimento poderá chegar a R$ 15 mil. “A grande novidade é que o tomador de empréstimo não vai precisar apresentar garantias”, destacou Mantega. Para que as operações comecem a ser contratadas, o governo vai promulgar uma medida provisória autorizando a União a conceder subvenção econômica.

Firjan cria comissão empresarial para atender Magé e Guapimirim A FEDERAÇÃO das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), através de sua Representação Regional na Baixada Fluminense área II, localizada em Duque de Caxias, vai inaugurar quarta-feira (31), a “Comissão Intermunicipal Firjan/Cirj de Magé e Guapimirim” para atender as demandas das indústrias dos municípios, buscando

solução para os gargalos que os afetam. Entre as empresas que participarão da comissão estão Floc textil, Essencis, Holcim, Kablin, a universidade Unigranrio e Refrigerantes Pakera. De acordo com Roberto Leverone, diretor da Floc têxtil que irá presidir a comissão, a implantação do Conselho Intermunicipal Magé-Guapimirim possibili-

tará a união entre os empresários e as autoridades locais para que a expansão econômica prevista para a região ocorra. “Uma das prioridades da comissão será o levantamento da demanda de mão de obra da indústria local. Desta maneira poderão ser implantados cursos de qualiicação do Senai. E em conseqüência disto, novos empregos serão gerados

em Magé e Guapimirim”, afirmou o presidente da comissão. A solenidade de inauguração acontecerá na Unigranrio de Magé, que será o local de reuniões da comissão, às 15h e contará com a presença de autoridades dos municípios. O Campus da universidade ica na Avenida João Valério nº 654, no centro.

General Electric anuncia patrocínio ao COI até 2020 A DIREçãO MUNDIAL da General Electric (GE) escolheu o Rio de Janeiro para fazer o anúncio da prorrogação do contrato de patrocínio com o Comitê Olímpico Internacional (COI) de 2013, quando se expiraria o atual, até 2020, o que inclui as Olimpíadas de 2016. O evento aconteceu na manhã desta sexta-feira (26), em um hotel da Zona Sul, com a presença da secretária de Esporte e Lazer,

Marcia Lins, representando o Governo do Estado. “Nossos Jogos Olímpicos, com todo o seu charme, conseguiram conquistar o anúncio da GE. A empresa já trabalha em parceria com o Governo do Estado e com a própria cidade há muitos anos e, sendo agora também um dos nossos patrocinadores olímpicos até 2016, nos dá a garantia de que desenvolveremos a bom termo tudo que precisaremos fazer

nesta área de infraestrutura para as Olimpíadas”, ressaltou Marcia Lins. Pelo novo acordo, a multinacional manterá, depois de Londres, em 2012, o posto de fornecedor de produtos e serviços ligados às suas especialidades (iluminação, geração e distribuição de energia, transporte e tratamento de água, entre outras atividades) nas Olimpíadas de 2016 e nas de 2020, cujo local ainda não foi esco-

lhido. A GE é fornecedora exclusiva de uma ampla gama de produtos e serviços inovadores que são essenciais para a realização bemsucedida de uma Olimpíada. A multinacional trabalha em estreita colaboração com países, cidades-sede e comitês organizadores para oferecer soluções de água e infraestrutura para instalações olímpicas, incluindo energia, iluminação, tratamento de água e transporte.

3

Conversa com a Presidenta Encaminhe perguntas para a Presidenta: redacao@jornalcapital.jor.br ou redacao.capitalmercado@gmail.com

KátIA CILENE DE ALBUQUERQUE, 52 anos, dona de casa de Petrópolis (RJ) – A senhora acha que a lei Maria da Penha é eiciente? Presidenta Dilma - Sim, a Lei Maria da Penha tem cumprido o seu papel de prevenir a violência doméstica, punir os agressores e mudar o comportamento da sociedade frente ao problema. É crescente o número de mulheres que se valem da Lei para garantir seu direito à integridade física, sexual, psíquica e moral. Os números são expressivos. De setembro de 2006, quando a Lei entrou em vigor, até março deste ano, 332 mil processos foram abertos, houve 110 mil agressores sentenciados, foram realizadas 1.577 prisões preventivas e 9.715 prisões em lagrante. Os juízes expediram também 93.194 medidas de proteção. A Lei encorajou a denúncia, garantindo a integridade física e a vida de milhares de mulheres. O Ligue 180, da Secretaria de Políticas para as Mulheres, da Presidência, já recebeu, desde a sua criação, em 2006, quase 2 milhões de ligações. Deste total, 435 mil tinham relação com a Lei Maria da Penha. Mesmo assim, é preciso um esforço para estender o alcance da lei, que ainda não chega a todas as brasileiras. Por isso, Kátia, estamos ampliando e aperfeiçoando a rede de atendimento e fortalecendo o Pacto Nacional de Enfrentamento da Violência Contra as Mulheres, que agora conta com a participação de todos os estados. BRENDA ALVES SOUSA, 15 anos, estudante de Fortaleza (CE) – O governo federal não deveria tomar providências imediatas em relação aos atrasos nas obras da Copa? Presidenta Dilma - Brenda, estamos monitorando a execução das obras, para que façamos a melhor Copa de todos os tempos. A reforma e a construção de estádios estão em ritmo adequado. Das 12 arenas que receberão os jogos, 10 estão em obras, sendo que a conclusão de 9 delas está prevista para dezembro de 2012, bem antes do início da Copa. Os obstáculos à construção do Itaquerão, em São Paulo, já foram superados e estão sendo criadas as condições para o início das obras na Arena das Dunas, em Natal. Em 6 aeroportos das cidades-sedes, as obras já começaram e, em 5 outros, a licitação já está em andamento. Quatro aeroportos serão concedidos à iniciativa privada: Brasília, Guarulhos, Viracopos e Natal. O leilão de concessão do aeroporto de Natal foi realizado com sucesso. Ainda este ano, vamos começar as obras nos portos, que deverão ser concluídas até 2013. Outro grande avanço foi a aprovação, pelo Congresso, do Regime Diferenciado de Contratações (RDC), que simpliica as licitações sem abrandar o controle e a iscalização. Criamos ainda a Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos, no âmbito do Ministério da Justiça, com a missão de coordenar e integrar todas as forças de segurança. O governo federal, em parceria com governos estaduais e municipais (das cidades-sedes) trabalha, portanto, para o cumprimento de todos os compromissos assumidos. SURIAN FERNANDA DE ALMEIDA, 16 anos, estudante de Ponta Grossa (PR) – O desemprego caiu. Muito bom! Mas o que a senhora pretende fazer para esse número cair mais? Presidenta Dilma - A taxa de desemprego nas regiões metropolitanas foi de 6% em julho, o menor patamar para este mês, desde 2002. Mesmo assim, Surian, não estamos acomodados. Lançamos recentemente o Plano Brasil Maior, para fortalecer a indústria, aumentando sua competitividade, o que deve resultar na criação de mais postos de trabalho. Também anunciamos novas regras para as micro e pequenas empresas, para incentivar um setor que é grande gerador de empregos. As mudanças incluem a renúncia iscal de R$ 4,8 bilhões apenas em tributos federais. Para estimular os empreendedores informais e individuais e as microempresas, gerando mais renda e mais oportunidades de trabalho, ampliamos o programa de microcrédito, que agora se chama Crescer – Programa Nacional de Microcrédito. A principal mudança é a redução da taxa de juros, que vai cair de até 60% ao ano para 8% ao ano. Para a capacitação de jovens e trabalhadores, vamos construir 208 escolas técnicas, 4 universidades e abrir 47 campi universitários. Com o Pronatec, vamos oferecer vagas no ensino técnico e em cursos de qualiicação para 8 milhões de jovens e trabalhadores brasileiros até 2014. E com o Ciência sem Fronteiras vamos fornecer bolsas para 75 mil jovens estudarem nas melhores universidades do mundo. Tudo isso, Surian, vai ajudar a criar ainda mais empregos e garantir que as pessoas estejam capacitadas para ocupar as vagas.


4

30 de Agosto a 5 de Setembro de 2011

CAPITAL

Atuação de Claise Maria Zito é reconhecida pela ONU Mulher DIVULGAÇÃO

DOZE BRASILEIRAS estão com suas histórias de vida publicadas no site da campanha “End Poverty”, realizada pela ONU Mulher. Acabar com a pobreza até 2015. Esta é a promessa histórica de 189 líderes mundiais assumidos no Encontro do Milênio das Nações Unidas em 2000, quando eles assinaram a Declaração do Milênio que concordou em cumprir as Metas de Desenvolvimento do Milénio (ODM). Os ODM são um roteiro de oito pontos com metas mensuráveis e prazos claros para melhorar a vida das pessoas mais pobres do mundo. Os líderes mundiais concordaram em alcançar os ODM até 2015. A campanha é uma forma de difundir compromissos para melhorar a vida das pessoas mais pobres do mundo e valorizar e divulgar novas iniciativas em diferentes segmentos da sociedade.

O “United Nations Millennium Campaign” apoia e inspira as pessoas de todo o mundo a tomarem medidas de apoio as Metas de Desenvolvimento do Milênio. Junte-se à Campanha do Milênio da ONU e ser parte da geração que põe im à pobreza. A deputada Claise Maria Zito é uma das 12 brasileiras que inspiram mudanças positivas e tem sua história

de vida publicada no site. Nascida há 38 anos em São João de Meriti em 1972, ela conviveu com as diiculdades sociais. Rompeu barreiras e se formou professora em Duque de Caxias, onde promoveu atividades sociais com um grupo de mulheres. Em 2009 foi escolhida para ocupar o cargo de Secretária de Assistência Social e Direitos Humanos,

implementando a Política Nacional de Assistência Social, inaugurando vários Centros de Referência de Assistência Social-CRAS e melhorando os serviços de atendimento e assistência social. Uma das maiores conquistas na vida de Claise Maria Zito foi a criação da Casa da Mulher Caxiense Ruth Cardoso. No ano seguinte a Secretaria foi agraciada com o prêmio Integracion Latino Americano, que reúne representações de 12 países, proporcionando visibilidade internacional para a cidade de Duque de Caxias e para todo o Brasil. Pelo seu histórico de luta pelos direitos das mulheres, foi eleita deputada estadual, ocupando na Alerj uma cadeira na Comissão dos Direitos da Mulher, onde vem desenvolvendo um trabalho de grande importância voltado para a assistência social, em favor das mulheres, de jovens e idosos.

Tomógrafo móvel vai fazer atendimento em Piabetá OS MORADORES DE Magé contarão com o serviço de uma unidade móvel de tomograia computadorizada entre os dias 30 de agosto e 10 de setembro. O caminhão com o aparelho icará estacionado na praça Sete de Setembro, em Piabetá. A unidade, segundo o Subecretário Municipal de Saúde, Roberto Daiub, receberá entre 70 e 80 pessoas por dia, todas agenda- Braga, em Piabetá. Os re- para serem divulgados e das previamente através do sultados do exame devem todos deverão ser retirados Hospital Municipal Hugo demorar cerca de 20 dias na Secretaria Municipal de BANCO DE IMAGENS

Saúde. O serviço, segundo o Dr. Daiub, é uma parceria entre a Prefeitura e o governo do Estado. A partir do dia 23 de setembro serão oferecidos, no mesmo sistema, exames de ressonância magnética. “Tratam-se de exames muito caros. Fizemos essa parceria com o governo estadual que, além dessa ajuda, contribuirá bastante para que possamos melhorar o atendimento médico em nosso município”, disse o prefeito Nestor Vidal.

Magé abre inscrições para o 2º Prêmio Empreendedor O JÁ ESTÃO ABERTAS as inscrições para o 2° Prêmio Empreendedor Barão de Mauá de Qualidade no Atendimento ao Consumidor de Magé, que tem como objetivo estimular a excelência no atendimento ao cliente. As inscrições serão recebidas

até o dia 23 de setembro, na Câmara de Dirigentes Lojistas de Magé-CDL (Rua João Valério n° 220, sala, Centro), ou na Associação Comercial, Empresarial, Industrial e Agrícola de Magé-ACIAMA (Rua João Valério n° 530, centro).

Poderão concorrer as empresas enquadradas nas atividades de comércio e prestação de serviços e com o mínimo de um ano e seis meses de funcionamento no município e devidamente inscritas na Secretaria Municipal de Fazenda. Ao todo,

o prêmio é direcionado a 48 categorias, cujos estabelecimentos inscritos serão visitados previamente por consultores selecionados pela Comissão Organizadora, sendo conferidas notas em onze quesitos. A entrega dos prêmios será dia 29 de novembro.

Pilares do Poder LUIZ LINHARES (cientista político e jornalista) e THAIS H. LINHARES (jornalista)

PROCONS NOS AEROPORTOS - A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou, em caráter conclusivo, o Projeto de Lei 1508/07, do deputado Felipe Bornier (PHS-RJ), que torna obrigatória a instalação de uma unidade do Serviço de Proteção e Defesa ao Consumidor (Procon) em cada aeroporto brasileiro. A proposta será enviada diretamente ao Senado, a não ser que haja recurso para ser analisada no Plenário da Câmara. Para evitar conlito com as legislações estaduais, o projeto determina que a instalação das unidades do Procon (que é um órgão estadual), seja feita por meio de convênio de cooperação com o Sistema Nacional de Defesa do Consumidor (SNDC, do qual o Procon faz parte), conforme prevê o Código de Defesa do Consumidor (Lei 8.078/90). SEGURANÇAS NAS ESCOLAS - Projeto do deputado Fernando Jordão (PMDB-RJ) torna obrigatório cursos de capacitação para os proissionais da área de educação que trabalhem no controle de entrada e saída das unidades de ensino. “Se já existisse este tipo de trabalho, com certeza as vítimas do atirador de Realengo, Zona Oeste do Rio de Janeiro, estariam vivas até hoje, airma Jordão, referindo-se ao massacre das 12 crianças numa escola municipal”. INCENTIVO AO ESPORTE - O ex jogador do Fluminense e atual deputado federal, Deley (PSC-RJ), apresentou um projeto que cria o Vale-Esporte para o trabalhador que perceba até cinco salários mínimos para acesso a eventos esportivos, sendo que o valor do benefício não integrará o salário de contribuição, icando isento do imposto de renda. Altera as Leis nºs 8.212, de 1991 e 7.713, de 1988 e o Decreto-lei nº 5.452, de 1943. Deley acredita que este incentivo posso reintegrar as crianças e os adolescentes à sociedade, pois a esporte é a única saída para tirar as crianças das ruas e da marginalidade.

Bastidores da ALERJ RODRIGO DE CASTRO é jornalista e pós-graduado em Marketing e Comunicação Empresarial pela Universidade Federal de Juiz de Fora (MG)

Mais lenha na fogueira de Cabral APÓS AS TURBULÊNCIAS geradas pelas crises com os bombeiros e com os proissionais da educação, um polêmico Projeto de Lei enviado pelo executivo que foi discutido e “barrado” pelos deputados, na semana passada, tornou pública mais uma rebelião no governo Sérgio Cabral. Não se trata de nenhum novo movimento grevista, mas de um ato de rebeldia provocado pelas bancadas dos partidos aliados que votaram contrário ao projeto que permite a administração de unidades de saúde por Organizações Sociais e entidades sem ins lucrativos. Deputados do PT e do PCdoB votaram contra a orientação de Cabral em pareceres sobre o projeto examinados em cinco comissões da Alerj. O Pt comanda duas secretarias estaduais (Meio Ambiente e Assistência Social) e o PCdoB comanda a Fundação Ceperj, responsável pela formação dos servidores do estado. Integrantes de outras bancadas aliadas, em especial os parlamentares do PMDB, icaram irados com a atitude dos membros dos dois partidos e pediram alguma punição. O desconforto é tamanho que Cabral estuda a possibilidade de obrigar os deputados licenciados, Carlos Minc e Rodrigo Neves, ambos do Pt e que ocupam as secretarias mencionadas, a deixarem seus cargos para votar a favor do projeto e, se tudo der certo, retornar ao governo. A ameaça à maioria governista na assembleia também ocorre em outras bancadas. O PDt, que comanda duas secretarias estaduais, possui 11 deputados, sendo que dois deles votam contrário e outros três se omitem na “hora H”. PSB e PSC, que administram uma secretaria cada, somam sete deputados, mas quase sempre garantem apenas três votos para o governo. O Presidente Paulo Melo convocou ás pressas uma reunião fechada com alguns deputados aliados, que acontece no inal da tarde de hoje. Será ele o bombeiro a apagar mais este incêndio?


30 de Agosto a 5 de Setembro de 2011

CAPITAL

Bancos lucram R$ 25 bilhões e lideram ganhos no 1º semestre ARTE: ALBERTO ELLOBO

5

Saúde Roberto Daiub Alexandre é médico cardiologista concursado da Prefeitura de Duque de Caxias, médico-chefe do Centro de Terapia Intensiva do Hospital de Clínicas de Teresópolis (Unifeso) e médico plantonista da emergência do Hospital das Clínicas Mario Lioni, em Duque de Caxias

Terapia intensiva

SEGUNDO levantamento da Economatica, os bancos foram os que mais lucravam no primeiro semestre do ano entre emrpesas com ações na Bolsa de Valores. Seu lucro líquido chegou a R$ 24,9 bilhões, um aumento de 19% em relação ao mesmo período do ano passado, quando atingiu a R$ 21 bi. Os ganhos dos bancos são quase cinco vezes maior do que o de todas as empresas do setor de telecomunicações e quase dez vezes o do setor de construção. As empresas do setor de petróleo e gás, com ganhos de R$ 21,9 bi, icaram na segunda colocação. Apenas a Petrobras responde por

mais de 90% do lucro total deste setor (R$ 21,5 bi). As empresas de mineração icaram logo a seguir, com lucro de R$ 21,8 bilhões. Apenas o lucro da Vale foi de R$ 21,5 bi no primeiro semestre. Dos 24 setores listados pela Economatica, somente o de eletroeletrônicos teve prejuízo no período. As perdas chegaram a R$ 289 milhões. O lucro das 335 empresas brasileiras com ações na Bolsa de Valores foi de R$ 108,9 bilhões no primeiro semestre. O valor é 29,8% superior ao do mesmo período do ano passado (quando o lucro foi de R$ 83,9 bi).

CALOTE E SONEGAÇÃO Os bancos estão declarando dos impostos que deixaram de inadimplência maior do que a ser recolhidos, multas e juros) realmente veriicada em suas cheguem a R$ 600 milhões carteiras de crédito como for- neste ano. Os bancos negam ma de pagar menos impostos, que haja irregularidades e segundo apuração da Recei- dizem que a Receita Federal ta Federal. A informação é vem mudando o entendimento de Lorenna Rodrigues, em do que pode ou não pode ser reportagem da Folha de S. feito na contabilidade. Paulo de segunda-feira (29). O diretor da Comissão TriAs autuações a instituições butária da Febraban (Fedeinanceiras por terem infor- ração Brasileira de Bancos), mado calote maior do que o Carlos Pelá, airma desconheobservado pelo isco somam cer as razões pelas quais a Requase R$ 200 milhões até ceita Federal vem autuando julho deste ano - o valor já os bancos no caso de perdas supera em 20% o total de por causa da inadimplência notiicações de todo o ano dos clientes. Ele acredita que passado. essa deve ser uma questão A expectativa é que as notii- pontual, que não foi discutida cações (que incluem os valores no âmbito da federação.

Deputado pede à Supervia reforma geral da Estação do Gramacho

Anuncie! Ligue:

O DEPUTADO estadual Jorge theodoro, o Dica, em entrevista ao Capital, anunciou para breve a reforma geral da Estação do Gramacho, a ser realizada pela concessionária Supervia. O início das obras deverá ser comunicado nos próximos dias, segundo o parlamentar. “Essa nossa indicação visa melhorar a qualidade no atendimento aos milhares de usuários que por ali passam diariamente, assinalou Dica. A Estação foi inaugurada em 1888 com o nome de Sarapuí, adotando o nome de Gramacho a partir da década de 40, passando a ser ponto inal da tração elétrica dos trens metropolitanos a partir de 1970. Por muitos anos, os trens seguiram dali puxados por tração diesel até Vila Inhomirim e Guapimirim, por outra linha. Posteriormente, houve a eletriicação da linha até Saracuruna e a reconstrução das estações de Campos Elísios, Jardim Primavera e Saracuruna. Esta passou a ser o novo ponto inal dos trens da antiga Leopoldina. Porém, Gramacho ainda funciona como ponto inal dos trens elétricos em horários fora do pico nos dias úteis.

21

ALBERTO ELLOBO

NOVA ESTAÇÃO – Outra grande notícia para os passageiros, revelada pelo deputado: a Supervia, a seu pedido, está fazendo estudos populacional e de peril dos usuários para viabilizar a construção de uma nova estação entre o centro de Duque de Caxias e o bairro Gramacho. “Muitos passageiros são obrigados a andar longo trecho até chegar às suas casas, pois a distância entre os dois pontos é de cerca de cinco quilômetros”, esclareceu Dica. Par ele, ísso é um grande sacrifício para os moradores que moram

em bairros como o Corte Oito e a Vila Leopoldina. “Se saltar no centro, anda muito. Se deixar para saltar no Gramacho, também terá longo caminho de volta. Se pegar um ônibus, cuja passagem básica custa R$ 2,50, é mais uma despesa para o bolso dos trabalhadores”, se queixou Dica. “Esperamos que a Supervia examine a reivindicação com a atenção que o problema merece, de modo a minimizar esse problema para milhares de passageiros”, concluiu o deputado.

2671-6611

A UTI NASCEU DA NECESSIDADE de oferecer suporte avançado de vida a pacientes agudamente doentes que porventura possuam chances de sobreviver, e destina-se a internação de pacientes com instabilidade clínica e com potencial de gravidade. É um ambiente de alta complexidade, reservado e único, inserido no ambiente hospitalar, já que se propõe estabelecer monitorização completa e vigilância 24 horas. As doenças são inúmeras o que torna muito difícil a compreensão de todas elas. Porém, os mecanismos de morte são poucos e comuns a todas as doenças. É atuando diretamente nos ditos mecanismos de morte que o médico intensivista tira o paciente de um estado crítico de saúde com perigo iminente de morte, pondo o mesmo em uma condição que possibilite a continuidade do tratamento da doença que o levou a tal estado (doença de base). Os proissionais que atuam nestas unidades complexas são designados intensivistas. A equipe de atendimento é multiproissional e interdisciplinar, constituída por diversos proissionais de saúde tais como: médicos enfermeiros, técnicos de enfermagem, isioterapeutas,nutricionistas, psicológos e assistentes sociais. A partir do inal da década de trinta, as unidades de terapia intensiva transformaram o prognóstico de pacientes graves, reduzindo os óbitos em até 70%. Hoje todas especialidades médicas utilizam-se das unidades intensivas, principalmente no controle de pós-operatório de risco. É muito importante tanto para o paciente como para família compreender a UTI como etapa fundamental para superação da doença, porém tão importante é aliviar o sofrimento e proporcionar conforto independente do prognóstico. A equipe de terapia intensiva está orientada no respeito a dignidade de cada paciente,estabelecendo e divulgando a humanização nos seus trabalhos, buscando amenizar os momentos vivenciados através do paciente e da família. A UTI é sem dúvida muito importante para o avanço terapêutico, porém impõe uma nova rotina ao paciente onde há separação do convívio familiar e dos amigos, que pode ser amenizada através das visitas diárias. Outro aspecto importante é a interação família-paciente com a equipe, apoiando e participando das decisões médicas.


6

30 de Agosto a 5 de Setembro de 2011

CAPITAL

Atualidade Atleta de Caxias conquista mais uma medalha no Juvenil Estadual A AT L E TA D E D U QUE de Caxias, Juliana Guedes Oliveira, de 17 anos, conquistou no final de semana mais uma medalha para sua coleção. Ela disputou sábado o primeiro lugar nos 1.500 metros com outras cinco atletas e sagrou-se campeã, nos Campeonatos Estaduais Caixa de Atletismo Juvenis do Rio de Janeiro, realizado no Estádio Célio de Barros. Juliana começou a carreira em provas escolares, em 2008. Moradora no bairro Vila Leopoldina, Juliana treina no Célio de Barros cinco vezes na semana. “Treino entre uma hora e uma hora e meia por dia. Ainda não é o ideal mas tenho que conciliar o tempo com os estudos”, diz a atleta, aluna de curso técnico do Colégio Casimiro de Abreu, o Coca. Juliana treinava no ano passado no Centro de Educação

ALBERTO ELLOBO

Juliana Guedes vem batendo o próprio recorde

Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN), da Marinha e, antes utilizava a Vila Olímpica do município. Juliana explicou que tem ajuda da Locanty para despesas de passagens durante seus deslocamentos para os treinos, além de bolsa integral no Coca. Porém,

precisa de ajuda maior. “Material esportivo de qualidade é caro, assim como acompanhamento nutricional, entre outras necessidades”, explica a atleta, que é federada através do clube Descoberta de Talentos Rio e tem como treinador Augusto Cesar. “Ele me dá toda a atenção e me

ajuda bastante”, revela a atleta. Bater recorde parece estar virando uma especialidade para Juliana, apesar do pouco tempo que atua. Bi-campeã dos jogos estudantis, terceira colocada na competição de São Paulo e a quinta melhor atleta amadora do Brasil, no ranking de 2011 da Confederação Brasileira de Atletismo, ela detém a oitava posição, com a marca de 05:00.3 nos 1.500m. Ainda este ano, durante a 42ª edição dos Jogos Estudantis de Duque de Caxias, ela bateu o próprio recorde, atingindo a marca de 4.10 contra os 4.17 do ano anterior, nos 1.200m. Seu sonho maior?. “Quero treinar mais e ficar bem preparada para participar das Olimpíadas de 2016”, conclui a atleta, que mede 1,70 de altura e pesa 54 quilos.

Exonerado subsecretário que atropelou 6 pessoas em NIterói A SECRETARIA Estadual de Governo informou que exonerou o subsecretário Estaual de Governo da Região Metropolitana, Alexandre Felipe Vieira Mendes, na

segunda-feira (29). A nota informa que foi exonerada também Eloisa Helena Souza da Silva, coordenadora de uma das equipes de iscalização da Operação Lei

Seca que autorizou a ida de um reboque da operação ao local do acidente em que o subsecretário se envolveu, na noite do dia 25. Alexandre, segundo a Polícia Civil,

será indiciado por homicídio culposo, sem intenção de matar. Uma das vítimas, o ciclista Hermínio Cosme Pereira, teve morte cerebral diagnosticada no sábado.

Festival de Teatro vai ter início dia 9 no Raul Cortez

QUEM GOStA de teatro não pode perder o 8º Festival Nacional que vai acontecer de 9 a 25 de setembro no Teatro Municipal Raul Cortez, em Duque de Caxias. Serão apresentadas 15 peças infantis e 20 para o público adulto, todas com entrada franca. O Festival, promovido pelo Centro de Pesquisas Teatrais-CPT em parceria com a Secretaria de Cultura e turismo, vai acontecer até o dia 24 de setembro. São duas categorias - adulto e

infantil - e haverá premiação em dinheiro no valor de R$ 5.000,00, R$ 2.500,00 e R$ 1.500,00 respectivamente para os primeiro, segundo e terceiro lugares em ambas as categorias. Os grupos classificados também receberão troféus, assim como acontecerá com o Melhor Ator, Melhor Atriz, Melhor Ator. Além do Rio de Janeiro, estão participando grupos do Espírito Santo, São Paulo e Minas Gerais.

Instituto Histórico lança o projeto “Tarde com História” A CâMARA de Duque de Caxias, através do Instituto Histórico Vereador thomé Siqueira Barreto, lançou na tarde do último dia 22 no Plenário Vilson Campos Macedo, a primeira edição do projeto “Tarde com História”, que visa a resgatar um pouco da história da cidade através de personalidades, intelectuais e políticos, para o acervo do Instituto Histórico do Legislativo. O entrevistado foi o ex-vereador Luiz Braz de Luna, que exerceu sete mandatos conse-

cutivos entre os anos 50 e 80 e que presidiu o Legislativo por três vezes. entre os anos 50 e 80. Entre os entrevistadores estavam os vereadores Mazinho e Fatinha, a historiadora tânia Amaro, os jornalistas Alberto Marques, a colunista Dina Guerra, o blogueiro Fernando Caldas e os professores de históri a Ro g é ri o to rre s, Fabio Ker e Leonardo Palhares. O próximo entrevistado, em data a ser anunciada, deverá ser o comerciante Getúlio Gonçalves da Silva.


30 de Agosto a 5 de Setembro de 2011

CAPITAL

País Revisão: INSS envia correspondência O INSTITUTO Nacional do Seguro Social (INSS) inicia, nesta semana, o envio de correspondência a 126 mil segurados que se aposentaram ou tiveram ixadas pensões, entre 1991 e 2003, e foram beneiciados com decisão do Supremo Tribunal Federal (StF) que reviu os valores pagos. Além de informar o valor antigo e o atualizado do benefício, as cartas

trarão os valores retroativos devidos e a data em que o pagamento será efetuado. Segundo o Ministério da Previdência, 107 mil beneiciários terão a mensalidade reajustada a partir da folha de agosto, paga em setembro. Onze mil processos ainda estão em análise para veriicar se o beneficiário tem direito à correção dos valores.

O INSS vai informar os segurados, por carta, sobre a liberação dos valores à medida que os processos forem conirmados. Só terão direito ao reajuste os segurados que tiveram o valor do benefício limitado ao teto na data da concessão. O pagamento dos atrasados será feito em quatro lotes distintos. O primeiro, em 31 de outubro para quem tem direito a receber até

R$ 6 mil; o segundo, em 31 de maio de 2012 para quem receberá de R$ 6 mil a R$ 15 mil; o terceiro, em 30 de novembro de 2012 para os valores entre R$ 15 mil e R$ 19 mil; e 31 de janeiro de 2013 para créditos de R$ 19 mil. Segundo o INSS, o valor médio dos atrasados é R$ 11.568 e a despesa total para a União icará em R$ 1,693 bilhão.

Sudeste emprega mais trabalhadores no setor de Serviços A REGIÃO SUDESTE emprega seis em cada dez trabalhadores do setor de serviços no país. Segundo dados da Pesquisa Anual de Serviços (PAS) referente a 2009, divulgada segunda-feira (26) pelo Instituto Brasileiro de Geograia e Estatística (IBGE), os quatro estados que compõem a região respondem por 5,9 milhões de trabalhadores ocupados no setor, excluídos os da área de serviços inanceiros. Em todo o país, os proissionais que atuam na prestação de serviços totalizam 9,7 milhões de pessoas.

É também a Região Sudeste que concentra o maior número de empresas do setor (60,2%) e foi responsável pela maior movimentação inanceira, tendo gerado R$ 555 milhões em receita bruta (66,4%). Os estados de São Paulo, do Rio de Janeiro, de Minas Gerais e do Espírito Santo, juntos, também lideraram o ranking de pagamento de massa salarial, com 67,2% do total. Em 2009, os serviços nesses locais geraram R$ 96,3 bilhões em salários, retiradas e outras remunerações.

As empresas prestadoras de serviços da Região Sul, segunda colocada em número de pessoal ocupado, empregaram 15,5% dos trabalhadores do setor (1,5 milhão de pessoas). Esses negócios, que representam 21,6% do total no país, pagaram 13,6% dos salários, retiradas e outras remunerações. A Região Nordeste teve participação menor: 9,8% da receita bruta de prestação de serviços; 13,8% do pessoal ocupado; 10,2% dos salários, retiradas e outras remunerações pagos; e 10,2% do número de empresas do setor.

As regiões Centro-Oeste e Norte foram as que empregaram menos trabalhadores no setor de serviços, com 7% e 3% respectivamente. O Centro-Oeste concentrava 6,5% do número de empresas prestadoras de serviços e pagou 6,6% dos salários e outras remunerações. A região foi responsável pela geração de 6,9% de toda a receita bruta do setor, em 2009. Já no Norte, estava localizado apenas 1,5% de todas as empresas de serviços. Elas pagaram 2,4% da massa de salários e outras remunerações e geraram 2,8% da receita bruta do setor.

Internacional Mulher e ilhos de Khadai vão para a Argélia

O MINIStÉRIO DOS Negócios Estrangeiros da Argélia confirmou segunda-feira (29) que a mulher e três filhos do presidente da Líbia, Muammar Khadafi, estão no país. Segundo as autoridades argelinas, a família de Khadai entrou no país na manhã de hoje

passando pela fronteira entre aos dois países. O comunicado, emitido pelo ministério, informa que Saia, mulher de Khadai, a ilha Aisha, e os ilhos Hannibal e Mohammed estão em território argelino. No documento, não há referência ao paradeiro de Khadai.

Há mais de uma semana a oposição líbia intensiicou as buscas por Khadai no país. Na semana passada, ele e a família deixaram o quartel-general e o complexo residencial em trípoli, onde permaneciam desde que eclodiram as manifestações contra o governo há seis meses. Para os rebel-

des líbios, Khadai e sua família conseguiram escapar do cerco por meio dos túneis existentes nas principais áreas de trípoli. A oposição, que busca Khadai no Sul do país, onde ele nasceu, chegou a anunciar até o pagamento de recompensa no valor de US$ 1,7 milhão pela captura do líder – vivo ou morto.

Chávez diz que está pronto para quimioterapia HOSPITALIZADO HÁ dois dias, o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse segunda-feira (29) que seus exames médicos demonstraram que ele está

bem. Segundo o presidente, os resultados dos exames mostram que o coração, os rins e o peril do sangue glóbulos brancos e vermelhos e plaquetas - estão per-

feitos. Ele se diz apto para se submeter à terceira etapa da quimioterapia. Chávez se manifestou por meio da rede social Twitter. “Olá. Ontem [28] foi um dia de

exames. O peril do sangue está muito bom - glóbulos brancos e vermelhos, assim como plaquetas - os rins e o coração estão perfeitos”, disse ele.

Operação apreende drogas nas fronteiras DURANTE OS DOIS primeiros meses da Operação Sentinela, foram apreendidas 33,7 toneladas de maconha e cocaína nas fronteiras do país. De acordo com o Ministério da Justiça, o volume de apreensões no âmbito da operação, conjunta com a Polícia Rodoviária Federal e a Força Nacional, supera em mais de três vezes o total apreendido apenas pela Polícia Federal nos últimos cinco meses em todo o país. A Operação Sentinela faz parte do Plano Estratégico de Fronteiras, lançado no início de junho. No mês seguinte,

foram apreendidas 23,5 toneladas de drogas, 53 mil aparelhos eletrônicos e 427 mil pacotes de cigarros falsiicados ou contrabandeados. Além disso, 786 pessoas foram presas em lagrante e 70 menores apreendidos. Segundo o Ministério da Justiça, as apreensões de drogas cresceram cerca de 130% em comparação a junho de 2011. A quantidade de maconha apreendida passou de 9,6 toneladas para 22,16 toneladas, enquanto as apreensões de cocaína aumentaram de 589 quilos para 1,34 tonelada no mês.

Lei regulamenta taxistas O DIÁRIO OFICIAL da União publicou na edição de segunda-feira (29) a lei que regulamenta a proissão de taxista. Ele passa a ser obrigado a ter habilitação para conduzir veículo automotor nas categorias B, C, D

ou E, além de cursos de relações humanas, direção defensiva, primeiros socorros, mecânica e elétrica básica de veículos. Entre os direitos que o proissional passa a ter estão piso salarial, ajustado entre os sindicatos da categoria.

7


8

30 de Agosto a 5 de Setembro de 2011

CAPITAL

Pagar impostos antes de receber pelas vendas prejudica empresas PESQUISA FEITA PELA Confederação Nacional da Indústria (CNI) apontou que os empresários querem a ampliação do prazo para pagamento dos impostos e contribuições de modo a coincidir com o recebimento das vendas. Eles alegam que, na maioria das vezes, o recebimento vem depois do recolhimento tributário. A pesquisa foi feita com 594 empresas, de 20 a 28 de junho. Divulgada segundafeira (29), a consulta empresarial veriicou que 41,1% das indústrias consultadas têm luxo de caixa afetado por pagamentos de impos-

tos antes do recebimento das vendas. Enquanto as contribuições previdenciárias e a do inanciamento do seguro social (Coins) e o Programa de Integração Social (PIS) têm prazo máximo de 40 dias para recolhimento, o recebimento das vendas é superior a 45 dias. A pesquisa da CNI revela que só 22,4% das empresas recebem pela vendas em até 30 dias, e 33,5% delas informaram receber entre 31 e 45 dias. Além disso, 60,3% dos empresários disseram que os impostos consomem mais de 20% do faturamento. De acordo com o econo-

mista Mário Sérgio Carraro, da CNI, esse peso inanceiro reforça a necessidade de os governos adaptarem o recolhimento dos impostos, no mínimo, ao mesmo prazo que as indústrias recebem pelas vendas. Para 53,1% dos entrevistados, a tributação que mais afeta o luxo de caixa é o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), cobrado pelos estados e pelo Distrito Federal, que tem prazo menor para recolhimento e é o de maior peso na carga tributária. Os últimos dados da Receita Federal do Brasil (RFB), de

2009, mostram que a arrecadação do ICMS representou 7,13% do Produto Interno Bruto (PIB) daquele ano e correspondeu a 21% da arrecadação total do país. Segundo Carraro, os prazos de pagamento dos impostos afetam, de forma diferente, empresas de todos os portes, mas as mais prejudicadas são as de pequeno e médio porte. “No caso das grandes empresas, apesar do percentual maior das que recebem pelas vendas após 45 dias, elas tendem a ter inanciamento mais barato e fácil do que as médias e pequenas”, acrescentou.

Inscrição em prêmio de competitividade termina na quarta ATÉ ESTA quarta-feira (dia 31) pode ser feita a inscrição, gratuita, para a etapa estadual do MPE Brasil 2011 - mais importante prêmio de competitividade para micro e pequenas empresas, além de cooperativas e associações produtivas. Os vencedores estaduais participarão do evento de reconhecimento nacional, além da disputa da etapa nacional, em Brasília, no primeiro trimestre do ano que vem. O Prêmio MPE

Brasil 2011 é promovido nos 27 estados e visa promover aumento da qualidade e da competitividade das empresas. A etapa luminense da premiação é uma realização da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços, Firjan, Gerdau-Cosigua e Sebrae-RJ. O Sebrae-RJ, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, está disponibilizando técnicos para auxiliar, gra-

tuitamente, gestores de empresas no município do Rio no preenchimento do questionário de avaliação exigido na disputa do prêmio MPE Brasil RJ 2011. Ao entregar o questionário preenchido, a empresa recebe depois, também gratuitamente, uma análise que equivale a uma consultoria. No interior, o auxílio no preenchimento é prestado nos pontos de atendimento do Sebrae-RJ As categorias do MPE Bra-

sil são as seguintes: comércio, indústria, serviços, serviços de turismo, serviços de tI, serviços de saúde, serviços de educação, agronegócio, destaque em responsabilidade social e destaque de inovação. As candidatas têm que ter receita bruta anual de até R$ 2,4 milhões e completado pelo menos um ano iscal. As inscrições podem ser feitas no site www.premiompe.sebrae. com.br ou nos pontos de atendimento do Sebrae-RJ.


Edição Nº 71