Page 1

Ano VIII - 441

Mulher negra é a que mais sofre com o feminicídio e corpo negro com a hipersexualização

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

www.bsbcapital.com.br

MICHAEL ABOYA

Sinpro - Página 5

Brasília, 30 de novembro a 6 de dezembro de 2019

Bancários não vão mais trabalhar aos sábados

Chineses ficam de fora da privatização do Metrô de Brasília

Ônibus volta a circular na plataforma superior da Rodoviária

Você não é mais a pessoa que foi e não é ainda quem deseja ser

Página 4

Chico Sant’Anna - Página 8 e 9

Via Satélites - Página 10

José Matos - Página 11

FOTOS: DIVULGAÇÃO

DF vai ganhar 1 milhão de árvores em um dia Voluntários farão mutirão no domingo, 8 de dezembro, em todas as cidades do Distrito Federal. Objetivo é recuperar áreas degradadas e plantar espécies nativas do Cerrado Páginas 6 e 7

Iniciativa do Movimento Tempo de Plantar e do Projeto Reflorir envolve pessoas de todas as faixas etárias: Uma árvore para cada ano de vida


Brasília Capital n Opinião n 2 n Brasília, 30 de novembro a 6 de dezembro de 2019 - bsbcapital.com.br

E

x p e d i e n t e

Diretor de Redação Orlando Pontes ojpontes@gmail.com Diretor Comercial Júlio Pontes comercial.bsbcapital@gmail.com Pedro Fernandes (61) 98406-7869 Diagramação / Arte final Giza Dairell (61) 9 8451-7565 Diretor de Arte Gabriel Pontes redação.bsbcapital@gmail.com

Tiragem 10.000 exemplares. Distribuição: Plano Piloto (sede dos poderes Legislativo e Executivo, empresas estatais e privadas), Cruzeiro, Sudoeste, Octogonal, Taguatinga, Ceilândia, Samambaia, Riacho Fundo, Vicente Pires, Águas Claras, Sobradinho, SIA, Núcleo Bandeirante, Candangolândia, Lago Oeste, Colorado/Taquari, Gama, Santa Maria, Alexânia / Olhos D’Água (GO), Abadiânia (GO), Águas lindas (GO), Valparaíso (GO), Jardim Ingá (GO), Luziânia (GO), Itajubá (MG), Piranguinho (MG), Piranguçu (MG), Wenceslau Braz (MG), Delfim Moreira (MG), Marmelópolis (MG), Pedralva (MG), São José do Alegre, Brazópolis (MG), Maria da Fé (MG) e Pouso Alegre (MG).

C-8 LOTE 27 SALA 4B TAGUATINGA/DF - CEP 72010-080 TEL: (61) 3961-7550 BSBCAPITAL50@GMAIL.COM WWW.BSBCAPITAL.COM.BR

Os textos assinados são de responsabilidade dos autores

Siga o Brasília Capital no facebook.com/jornal.brasiliacapital

Revalida: aguardamos um veto presidencial

F

oram aprovados esta semana pelo Congresso Nacional o projeto que institui o Programa Médicos pelo Brasil e o que regulamenta o Revalida, exame de revalidação de diplomas médicos obtidos no exterior. Os dois temas são bastante sensíveis para o exercício da Medicina no Brasil e para a qualidade da assistência prestada à população. O Médicos pelo Brasil veio para corrigir falhas graves que havia no Mais Médicos. Não criou a carreira médica de Estado defendida pelas entidades médicas brasileiras, mas é um avanço no que diz respeito à relação de trabalho, com contrato celetista. Deformações introduzidas no texto original da Medida Provisória do Médicos pelo Brasil chegaram a fazer crer que ela fosse perder a validade. No último momento foram rejeitadas emendas como a que permitia aos entes federativos criar programas nos moldes do Mais Médicos. Houve também avanços, inclusive ao se aprovar o reenquadramento da gratificação dos médicos federais, inferior à de todas as carreiras superiores do serviço público federal.

Dr. Gutemberg Fialho Médico e advogado Presidente da Federação Nacional dos Médicos e do Sindicato dos Médicos do Distrito Federal

Mas criou-se uma situação temerária ao se aprovar a participação de instituições de ensino superior privadas no Revalida, mesmo que tenham conceito 4 e 5 no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) do Ministério da Educação. Constam na base de dados do Sinaes 33 instituições particulares que conseguiram conceitos aci-

ma de três – o que já indica problemas em boa parte dos cursos de Medicina no Brasil. Entre elas figura a Universidade Brasil, cujo dono e reitor foi preso pela Polícia Federal, na Operação Vagatomia, acusado de comandar um esquema transnacional de fraudes na concessão do financiamento estudantil, nas bolsas do Programa Universidade para Todos e na revalidação de diplomas médicos obtidos no exterior. Esse mesmo acusado foi fundador e reitor de um grupo educacional presente em 10 estados brasileiros e mais de 70 municípios. Resta saber quais dessas têm curso de Medicina ou pleiteiam a autorização do Ministério da Educação para abrir um – e o ministro da Pasta já sinalizou que pretende suspender a moratória na abertura de novos cursos. O custo de um diploma em Medicina está sendo medido pelo interesse econômico, mas ele pode ter o custo de vidas humanas. Aguardamos um veto presidencial.

PM mata médico na Asa Sul DIVUGAÇÃO

O médico Luiz Augusto Rodrigues, de 45 anos, foi morto por um policial militar ao sair de um bar, quarta-feira (27) à noite, na entrequadra 314/315, na Asa Sul. A PM alegou que o amigo que estava com o médico, um sargento PM da reserva, teria sacado um revolver e apontado para os militares. A 1ª DP investiga o caso. O SindMédico divulgou a seguinte nota de pesar: “A diretoria do Sindicato

dos Médicos do Distrito Federal (SindMédico-DF) registra o pesar de toda a comunidade médica do DF e se solidariza com a esposa e os familiares do médico Luiz Augusto Rodrigues, morto na noite desta quarta-feira em circunstância trágica. O SindMédico-DF espera que o ocorrido seja investigado pelas autoridades policiais, com celeridade e rigor, para a devida elucidação dos fatos e apuração de responsabilidade”.

Doutor Luiz Augusto Rodrigues: Morto por dois tiros disparados por um Policial Militar


Brasília Capital n Política n 3 n Brasília, 30 de novembro a 6 de dezembro de 2019 - bsbcapital.com.br

WILSON DIAS/AGÊNCIA BRASIL

Bolsonarista mata esquerdista Fábio Leandro Schwindlein, de 44 anos, matou Antônio Carlos Rodrigues Furtado, de 61, com socos e pontapés, por discussão sobre política. Rodrigues seria esquerdista e Fábio Leandro bolsonarista, como demonstram publicações em suas redes sociais. O crime ocorreu, quarta-feira (27), em Balneário Camboriú (SC). Segundo a polícia, Fábio estava “muito alterado e proferindo palavras impróprias, de cunho ofensivo”, quando começou a agredir o idoso. A agressão começou na calçada. Quando a vítima caiu no chão, o ataque continuou. O idoso levantou-se e pediu para cessar com a agressão. Caiu novamente já desacordado. Sofreu uma parada cardíaca e morreu no local.

Compartilhamento de dados bancários O STF decidiu, por 9 votos a 2, pelo o partilhamento de dados bancários e fiscais, sem autorização judicial, com o Ministério Público e a Polícia Federal. Os dados de investigados poderão ser obtidos da Receita Federal e de órgãos de investigação, inclusive do antigo Coaf (atual Unidade de Inteligência Financeira - UIF). Com isso, as investigações do senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ), na suposta prática de rachadinha, podem ser retomadas.

“APOIO DO PT JÁ ESTÁ DADO” – O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL) confirmou, quarta-feira (27), o apoio do ex-presidente Lula à sua candidatura à Prefeitura do Rio. “Já está dado, estamos fazendo reunião de coordenação. A aliança com o PT e o PV está certa. Mas vamos tentar trazer a Rede, o PCdoB e quem mais for do campo progressista”.

Bolsonaro quer aprovar GLO O presidente Bolsonaro disse, segunda-feira (25), que enviará ao Congresso Projeto de Lei que autoriza uso da Garantia da Lei e da Ordem (GLO) na reintegração de posse. A medida é vista como “licença para matar” no campo, onde é grande o número de crimes cometidos por grileiros e latifundiários. REINTEGRAÇÃO – As GLO são operações de segurança que podem durar meses e incluem as Forças Armadas

ANTONIO CRUZ/ AGÊNCIA BRASIL

Bolsonaro na porta do Alvorada: “GLO servirá para chegar e tirar o cara”

e a PF. Bolsonaro alegou que os governadores desobedecem ou retardam o cumprimento das decisões judiciais de reintegração de posse.

PACTO – Especialistas dizem que pregar violência no campo viola o pacto federativo e desrespeita a autonomia dos estados.

O Movimento Sem Terra afirma que a GLO “é uma explícita ameaça aos movimentos sociais”. EXCLUDENTE – Na semana anterior, ele enviou PL que garante o “excludente de ilicitude” a agentes de segurança em GLO, que anula as penas para policiais que cometem excessos. O dispositivo fazia parte do projeto anticrime do ministro da Justiça, Sérgio Moro, e gerou críticas no Parlamento.

TRF 4 aumenta pena de Lula O desembargador João Pedro Gebran Neto, do TRF4, negou as preliminares dos advogados do ex-presidente Lula no caso do sítio de Atibaia. Ampliou a pena de 12 para 17 anos. A defesa vai recorrer.

SUSPEIÇÃO – Neto negou os pedidos de suspeição do ex-juiz Sérgio Moro e a existência de irregularidade na sentença da juíza Gabriela Hardt por ser cópia da de Moro no caso triplex do Guarujá. Negou,

também, irregularidades nas intenções do MPF sobre multa paga pela Petrobras à Justiça americana e a preliminar sobre anulação da condenação de Lula com base no novo entendimento do STF.

49 anos do Sindivarejista O Sindicato do Comércio Varejista (Sindivarejista) do DF comemorou seus 49 anos de fundação com uma festa para 300 convidados, quinta-feira (28). A confraternização, no Dúnia Hall (QI 15 do Lago Sul), reuniu autoridades do GDF, parlamentares, associados e lideranças empresariais. SAUDAÇÕES - O vice-go-

vernador Paco Britto estava acompanhado do secretário de Governo, José Humberto Pires e outros integrantes do Palácio do Buriti. O presidente do Sindivarejista, Édson de Castro, saudou as deputadas federais Paula Belmonte (Cidadania) – acompanhada do marido, Luiz Felipe Belmonte (suplente do senador Izalci Lucas) – e Celina Leão (PP).

VAZA JATO – Sobre a inclusão da Vaza Jato (série de reportagens do The Intercept), Gebran disse que o material foi colhido ilegalmente, “como é sabido até pelas pedras".

DIVULGAÇÃO

Paco Britto, Édson de Castro, Francisco Maia e a deputada Paula Belmonte

PRESENÇAS - Os presidentes da Fibra e da Fecomércio, Jamal Bittar e Francisco Maia, também marcaram presença, as-

sim como o conselheiro do Tribunal de Contas do DF, Renato Rainha, e o presidente do Sebrae-DF, Valdir Oliveira.


Brasília Capital n Política n 4 n Brasília, 30 de novembro a 6 de dezembro de 2019 - bsbcapital.com.br

Bancários não vão mais trabalhar nos sábados Sindicatos e Fenae denunciam que MP 905/19 aprofunda a reforma trabalhista do governo Temer Pollyana Villarreal Após 10 horas de negociação, a Federação Nacional dos Bancos (Febraban) atendeu ao pleito do Comando Nacional dos Bancários e anulou os efeitos da Medida Provisória (MP) 905/2019 sobre a ampliação da jornada de trabalho para os fins de semana. A decisão vale até a finalização do acordo. Ou seja, até que o aditivo seja assinado, os efeitos da MP continuam suspensos. Com a negociação, as lideranças sindicais garantiram a manutenção da jornada de segunda a sexta-feira, que não haverá aumento de jornada e que a PLR (Participação nos Lucros e Resultaodos) continuará sendo negociada com os sindicatos. Atualmente, o trabalho aos sá-

bados somente será permitido se houver negociação com o movimento sindical. ACORDO – Os bancários dizem que a MP aprofunda a reforma trabalhista do governo Michel Temer e amplia a jornada de trabalho da categoria para mais de 5 dias na semana. A MP 905/2019 promove uma nova reforma trabalhista e extingue os outros direitos ainda contidos na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), como a alteração na jornada de trabalho dos bancários e professores e extingue a profissão de jornalista”. “Apresentamos uma proposta de aditivo a nossa Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) que garante os direitos, a jornada e impede a redução salarial dos bancários. Os bancos

propuseram mudanças que mantêm o que diz a MP 905 e contrariam o que está em nossa convenção. Deixamos claro que não poderíamos fazer este acordo, pois seria reabrir as negociações de termos já negociados e definidos em acordo coletivo”, explicou a presidenta da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), Juvandia Moreira. “Aceitar as mudanças seria desconsiderar o valor de nossa mesa de negociações. Negociamos uma Convenção Coletiva e os bancos vão no governo e pedem uma medida provisória? Deve haver respeito à Mesa de Negociação por ambos os lados”, disse Juvandia. “O que queremos é manter o que firmamos em nosso acordo de 2 anos”, completou.

Efeitos da MP estão suspensos Com essa decisão, a negociação sobre o texto do aditivo avançou, garantindo a jornada e a negociação da PLR apenas pelos sindicatos. Outros pontos da pauta serão negociados em outras rodadas nos próximos dias. O presidente da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa (Fenae), Jair Pedro Ferreira, vê a MP 905/2019 como mais um ataque aos direitos dos bancários, conquistados ao longo de muitos anos. “A Fenae não concorda com essa medida e vai atuar em to-

dos os meios possíveis para assegurar nossos direitos e conquistas”, ressaltou. O presidente da Fenae diz que a única saída para impedir esses ataques é a mobilização da classe trabalhadora para derrubar a MP no Congresso e em outros espaços institucionais. “É fundamental explicar à categoria o que significa esse instrumento e os impactos que causa na jornada de trabalho, na remuneração e em diversos outros direitos conquistados”, finaliza.

DIVULGAÇÃO

Jair Ferreira: MP ataca direitos conquistados ao longo dos anos


Brasília Capital n Cidades n 5 n Brasília, 30 de novembro a 6 de dezembro de 2019 - bsbcapital.com.br MICHAEL ABOYA

A foto Songs of Freedom, de Michael Aboya, recebe o Agora Awards, maior prêmio de fotografia do mundo. No Brasil, deputado do PSL desrespeita o Dia da Consciência Negra

Mito da democracia racial mantém o Brasil racista e violento Enquanto houver esse obscurantismo, a mulher negra continuará sendo a que mais sofre com o feminicídio e o corpo negro o que mais sofre com a hipersexualização O mito da democracia racial impede o Brasil de conhecer e reconhecer seus heróis negros e dificulta a detecção e a cura de um racismo que mantém o País com os maiores índices de violência contra a população negra do mundo. Uma das provas disso foi a atitude do deputado federal Coronel Tadeu (PSL-SP) de destruir o painel do cartunista Carlos Latuff que estava na exposição sobre o Mês da Consciência Negra na Câmara dos Deputados. Sete dias após esse episódio, o Instituto de Segurança Pública, (ISP) revelou, em estudo inédito, que nos primeiros 8 meses de 2019 o número de mortes por policias no Rio de Janeiro, bateu o recorde de todos os tempos: foram 1.546. O Atlas da Violência, lançado este ano pelo Ipea e pelo Fórum Bra-

sileiro de Segurança Pública dá conta de que as vítimas da violência social são homens jovens, solteiros, negros, com até 7 anos de estudo, que estejam na rua nos meses mais quentes do ano entre 18h e 22h. Mostra que 75,4% das vítimas das polícias eram negras. Para isso investigou 7.952 registros de intervenções policiais com morte em 2017 e 2018. O contraste é imenso no Brasil. Enquanto um deputado vandaliza um quadro de uma exposição que denuncia essa realidade, do outro lado do mundo, o nigeriano Michael Aboya recebe o maior prêmio mundial de fotografia do ano do Agora Awards pela foto intitulada “Songs of Freedom”, inspirada na canção “Redemption Song”, do jamaicano Bob Marley.

Empobrecido e embrutecido, o Brasil alimenta vivo o mito da democracia racial para manter os privilégios de um grupo de oportunistas poderosos com alegações de que o país é miscigenado e que “não existe o dia da consciência branca”. Enquanto houver esse obscurantismo, a mulher negra, por exemplo, continuará sendo a que mais sofre com o feminicídio, e o corpo negro, o que mais sofre com a hipersexualizaçao. O dia 20 de novembro, data do assassinato de Zumbi dos Palmares e Dia da Consciência Negra, é um bom momento de se começar a refletir sobre tudo isso.


Brasília Capital n Cidades n 6 n Brasília, 30 de novembro a 6 de dezembro de 2019 - bsbcapital.com.br

DF vai ganhar 1 milhão de árvores em um dia Movimento Tempo de Plantar e Projeto Reflorir se unem para recuperar áreas degradadas e encher a capital do País de espécies nativas do Cerrado Pollyana Villarreal Os parques ecológicos do Distrito Federal vão receber, no dia 8 de dezembro, mais de um milhão de mudas de árvores. O Movimento Tempo de Plantar lançou a Gincana Verde, que aproveita o tempo das águas para reflorestar os parques e qualquer lugar da cidade que caiba uma árvore. “O Tempo de Plantar é o tempo das chuvas, que varia muito, mas pode começar em setembro e ir até março, quando as águas de março vêm fechar o verão. Mas temos uma data para fazer esse grande mutirão, simultaneamente, em todas as cidades que aderirem à causa. No Bioma Cerrado, o dia ideal é 8 de dezembro, quando, concomitantemente, centenas de pessoas vão sair de casa para plantar uma árvore”, informa o líder do movimento Tempo de Plantar, Paulo César Araújo da Silva. “Qualquer pessoa pode plantar uma árvore, quem sentir o chamado da Mãe Terra é convidado a participar”, diz ele. O movimento é aberto para quem quiser ser voluntário e preconiza a ideia de que qualquer lugar merece ter uma sombra. UMA ÁRVORE POR ANO - Os idealizadores dizem que os espaços degradados, sem vida,

sem verde são merecedores de uma árvore. “Plantar árvores é mais do que um direito. É uma necessidade humana. É nossa conexão com a Mãe Terra”, afirma Paulo César. O Movimento Tempo de Plantar e o Projeto Reflorir informam que,

este ano, a maior parte dos plantios será nos parques das cidades. “Estamos orientando os cidadãos a plantarem em parques, mas, se eles se sentirem livres para plantar em outros lugares, encorajamos que o façam. Estamos encorajando que todo ser humano tenha como propósito de vida deixar como legado uma árvore para cada ano de sua vida. Se todo ser humano fizer isso, a extinção da espécie humana e da vida estará contida”, assegura Paulo César.

Plantar espécies nativas do Cerrado Os idealizadores do mutirão sugerem plantar árvores nativas do Cerrado, não só apenas de uma única espécie, como ipês amarelos, por exemplo. “Não queremos uma monocultura de árvores. Queremos diversidade. O cerrado tem milhares de espécies de árvores, plantas, algumas ainda não catalogadas pela ciência. Ao plantar árvores, não pensamos apenas nos seres humanos, mas também em

todas as outras espécies”. COMITÊS - Os comitês estão organizados em quase todas as Regiões Administrativas do DF. Uma única RA pode ter vários comitês. Um grupo de cinco, sete pessoas já pode formar um comitê. “Para plantarmos um milhão de árvores em um dia, todos os anos, vamos precisar de todo mundo”, afirma. Paulo César assegura que plantar árvores é a

ação mais eficiente para mitigar a crise climática. Segundo ele, recentemente, a Organização das Nações Unidas (ONU) declarou esta como a década do reflorestamento . “Isso por si só já é um motivo para plantar árvores. Mas o motivo maior é que plantar uma árvore é um gesto de gratidão, de reconexão com a Mãe Terra. É retribuir a ela o amor incondicional que tem por todos nós”, diz.


Brasília Capital n Cidades n 7 n Brasília, 30 de novembro a 6 de dezembro de 2019 - bsbcapital.com.br FOTOS: DIVULGAÇÃO

Ousadia e desafio João Bruno, do Projeto Reflorir, diz que achou a meta de plantar um milhão de árvores num único dia um projeto ousado. “Adoro desafios e sendo Paulo César facilitador da técnica organizacional Dragon Dream – um sistema integrado e um método completo para a realização de projetos criativos, colaborativos e sustentáveis –, após diversas reuniões, até mesmo com oficina gratuita de Dragon Dream, senti confiaça e acreditei no projeto”, afirma João Bruno Vidal Moreira, proprietário e idealizador do Projeto Reflorir.

Gincana Verde será realizada no dia 8/12 em todas as cidades do Distrito Federal e nos municípios do Brasil que tenham comitês e voluntários. Qualquer pessoa pode participar. Os contatos estão no www.facebook.com/tempodeplantar

O Projeto Reflorir está com vários programas em andamento, como os de Restauração Ecológica; Arborização Urbana; Reflorir nas Escolas; Reflorir nos Parques; Adote Uma Muda; Florestas Urbanas; Programa Tétis – Água Pura. “Em parceria com o Movimento Tempo de Plantar, o Reflorir está diretamente envolvido, em 2019, no plantio de mudas de espécies nativas nos Parques da Asa Sul e Olhos D’Água, tendo previsão de plantar quinhentas mudas em cada um desses parques em caráter de restauração ecológica, com o apoio de voluntários que integram o Comitê Regional de Plantio do Plano Piloto”. MUDAS – O Projeto Reflorir colabora também, voluntariamente, na produção de mudas nos Viveiros Comunitários do Lago Norte e do Park Way. “A iniciativa é uma forma de combater a alarmante degradação ambiental que ocorre no DF e que vem aumentando cada vez mais. Áreas de Preservação Permanente são alvos de ocupação degradante. As leis que as tutelam vêm sendo descumpridas até pelo governo. A orla da Ponte JK , no Setor de Clubes Esportivos Sul, não tem mais a mata ciliar nem os 30 metros de APP que é exigido por lei. Um absurdo”, denuncia. Bruno diz que é preciso mudar o padrão de urbanização de modo a convencer a população de que as árvores são também infraestrutura. “Integrar essas ‘infraestruturas verdes’ nas áreas urbanas é mais do que necessário: É vital”


Brasília Capital n Cidades n 8 n Brasília, 30 de novembro a 6 de dezembro de 2019 - bsbcapital.com.br

Brasília Por Chico Sant’Anna

Chineses não comparecem na privatização do Metrô

T

erminou dia 19 o prazo para que os 11 grupos previamente habilitados apresentassem os projetos para “modelagem técnica, operacional, econômico-financeira e jurídica referentes à concessão de gestão, operação, manutenção e eventual expansão dos serviços de transporte metroviário”. É mais um passo para a privatização do Metrô de Brasília. O GDF optou por essa forma alegando falta de recursos para tocar os projetos de mobilidade urbana. Sete consórcios apresentaram propostas. O consórcio do qual fazia parte a empresa China Railway no 10 Engineering do Brasil Ltda. não entregou trabalho. A presença chinesa era uma grande expectativa. Em junho, o governador Ibaneis Rocha se reuniu com representantes do consórcio chinês interessado no projeto de concessão da Companhia do Metropolitano (Metrô-DF). A China Railway no 10 Engineering do Brasil Ltda. é subsidiária da China Railway Engineering Corporation (Crecg), estatal vinculada ao Ministério das Ferrovias do governo chinês. Para participar do edital, ela se associou à Toller Serviços de Engenharia Ltda. (que participou do Conselho de Administração da Linha 4 do Metrô do Rio e já disputou a administração na Ponte Rio-Niterói), e à CRRC Brasil Equipamentos Ferroviários Ltda. é a empresa especializada em estudos e projetos de engenharia rodoviária e de vias urbanas; de engenharia aeroportuária; de saneamento básico, Planex S/A.

FOTO RENATO ALVES/AGÊNCIA BRASÍLIA

Ibaneis tinha expectativa da presença dos chineses na licitação, mas eles não participaram ANDRE BORGES/AGÊNCIA BRASÍLIA

Há 10 anos se discute a ampliação do Metrô de Brasília, até mesmo com horários noturnos

GESTÃO E AMPLIAÇÃO – Os projetos apresentados agora devem elaborar o que os técnicos chamam de “modelo de negócio” e incluir dois focos: A gestão da malha existente e uma potencial ampliação. Há mais de 10 anos, está previsto o alongamento das linhas para o Setor O da Ceilândia, para a Expansão de Samambaia e rumo à Asa Norte. Nos projetos originários, na década de 1990, havia a previsão de uma linha Gama-Plano Piloto e a Intersatélites (Ceilândia-Taguatinga-Samambaia-Recanto das Emas-Riacho Fundo II-Santa Maria). Mas as empresas participantes podem

apresentar outras propostas de ampliação da malha. Entre os cinco outros participantes que apresentaram propostas, destacam- se a CCR S.A, que, além de ser gestora de rodovias privatizadas no Brasil, é a principal acionista na Parceria Público Privada (PPP) do VLT do Rio de Janeiro e gestora do Metrô de Salvador, a Benvenuto Engenharia S/A Ltda, que atua na área de transporte, coleta de lixo e saneamento, a RNGD – Consultoria de Negócios, associada à Magna Engenharia Ltda -, que também tem interesses na privatização do Autódromo de Brasília; o consórcio formado

pela Siscon Engenharia e Consultoria Ltda.; a Serviços Técnicos de Engenharia S.A e a América Assessoria Empresarial Ltda.. Agora, os técnicos da Semob e do Metrô irão selecionar o melhor estudo e o projeto escolhido será submetido à audiência pública e ao TCDF. Após essas etapas, o GDF lançará os editais. PORTUGUESES - Sem os chineses, os portugueses se fizeram presentes por meio da ATP Engenharia LTDA - pertencente ao grupo Future, que atua em 27 países, em especial na à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). O Future já atua em São Paulo com a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Em Brasília, se apresenta associado à Headwayx Engenharia Ltda, que opera nas linhas 3, 15 e 17 do Metrô paulistano. Quem se mantém firme no processo é a empresa goiana Urbi Mobilidade Urbana, concessionária de transporte coletivo do DF. Ela está associada à Companhia do Metropolitano de São Paulo – Metrô-SP. Empresas do transporte coletivo brasiliense querem atuar também no transporte sobre trilhos. Em processo semelhante, referente à implantação do VLT, a Piracicabana, do grupo Constantino – da Gol e da Pioneira – foi a única a apresentar propostas. Ela participou como integrante do consórcio que engloba a BF Capital Assessoria em Operações Financeiras, a Serveng Civilsan, Empresas Associadas de Engenharia e a Trans Sistemas de Transportes. VLT - Em relação ao VLT, o próximo passo - informa a Semob-DF - é a realização de uma audiência pública, ainda sem data marcada, para que futuros usuários e potenciais licitantes tenham conhecimento do projeto e seus custos.


Brasília Capital n Cidades n 9 n Brasília, 30 de novembro a 6 de dezembro de 2019 - bsbcapital.com.br

A Tecnologia da Informação – gestão e razão (Parte II)

Acompanhe também na internet o blog Brasília, por Chico Sant’Anna, em https://chicosantanna.wordpress.com Contatos: blogdochicosantanna@gmail.com

Oligopólio paulista A Empresa Brasileira de Turismo festeja o crescimento dos voos europeus para o Brasil. Mas o crescimento é muito tímido, apenas 1,93%. De outubro de 2018 ao mesmo mês deste ano, o País passou de 1.086 para 1.107 voos. Os dados demonstram que a abertura total ao capital estrangeiro do controle acionário de companhias aéreas brasileiras, ao contrário do prometido, não causou o crescimento esperado. Tampouco as medidas de cobrança de bagagens. No acumulado de janeiro a outubro de 2019, o Brasil registrou aumento no número de voos dos continentes africano, em 1,88%, e, asiático, em 8,81%. GUARULHOS – O dado mais grave que os números da Embratur revelam é a grande concentração de voos internacionais, quase um oligopólio, dos aeroportos paulistas de Guarulhos e Viracopos. Dos 954 voos internacionais diretos que as cidades brasileiras receberam em outubro deste ano, São Paulo se destaca com 632. Ou seja, 66,2% das frequências. Como o aeroporto de Campinas opera, basicamente, aviões de carga, o movimento fica mesmo é em Cumbica. A cidade Maravilhosa, outrora polo maior de atração turística do Brasil, aparece em segundo lugar com tímidas 194 chegadas (20%). Porto Alegre e Brasília são os destinos de apenas 4%, cada um, das aeronaves internacionais.

Ricardo Ferrer (*)

VIVIANE DONÁ SOL

Brasília tem o melhor aeroporto do País e posição geográfica estratégica, mas ICMS alto

Fortaleza, que passou a sediar o hub (base de conexões) da Air France/KLM já é o quinto portão de entrada internacional do Brasil. Recebeu 28 voos (2,9%). Recife, 23 (2.4%). Até março de 2020, estão previstos mais 118 novos voos internacionais e frequências adicionais tendo como destino o Brasil. A maioria desses novos voos vai se concentrar nos portões já tradicionais. Não há uma regionalização. EQUIDADE – O turismo é um importante fator de desenvolvimento econômico e, como tal, deveria ser distribuído com maior equidade pelas diversas regiões do Brasil. Chama a atenção a ausência de Manaus, dentre os aeroportos com maior afluxo do turismo internacional, e, Brasília, que, além da sua posição geográfica estratégica, foi considerada, em 2017, o melhor

do País em pesquisa realizada pelo Ministério dos Transportes. BRASÍLIA X GOIÂNIA – O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), resolveu comprar briga contra a política de Brasília de atração de voos e turistas. Desde o início do ano, vigora no DF a redução para 12% da alíquota de ICMS sobre o querosene de aviação. Agora, o governo de Goiás baixou seu ICMS de 15% para 7%. É a menor alíquota do País. Como combustível representa 30% dos custos aéreos, a medida visa a atrair mais voos para o Aeroporto Santa Genoveva, localizado a 200 quilômetros da capital federal. Caiado aposta em um “considerável” aumento do número de voos partindo de Goiânia para várias regiões do País. A medida morde os calos do GDF e do aeroporto de Brasília, em especial no que diz respeito às linhas domésticas.

DIVULGAÇÃO

Vistas as necessidades humanas, vamos ver como a Tecnologia da Informação, ferramenta de altíssimo nível, pode atuar para facilitar governos e empresas privadas a atingir o ideal da Pirâmide de Maslow. Chegamos, pois, ao mote deste artigo. Com tamanha tecnologia, máquina (computador) e comunicação (Tecnologia da Informação) envolvidas de forma dinâmica, permitindo o gerenciamento a distância em todos os sentidos, que o usuário pode estar em qualquer lugar, atuando, remotamente, sem perda do controle de suas ações por parte da gestão. Pergunta-se: Por que não aderir à tecnologia e mudar radicalmente a forma de gestão? Para tentar resolver o problema de trânsito, o gestor público abre ruas, duplica estradas, constrói viadutos, implanta controles, olhando sempre os grandes centros que recebem milhares de trabalhadores todos os dias. Resolve? Digamos que minimiza, mas, não resolve, pois todo o tráfego converge para os grandes centros. Então, assistimos, todas as manhãs, os telejornais e as emissoras de rádio informar sobre o trânsito. Congestionado aqui, mais ainda ali, acidente provoca grande congestionamento acolá. E tudo se repete no fim da tarde, início da noite, com a volta para casa. (*) Engenheiro aposentado e escritor (*) Continua na próxima edição


Brasília Capital n Cidades n 10 n Brasília, 30 de novembro a 6 de dezembro de 2019 - bsbcapital.com.br

VIA

Satélites

{TAGUATINGA

Túnel vai sair do papel O vice-governador Paco Britto (Avante) e o secretário de Obras, Izídio Santos, anunciaram, segunda-feira (25), durante vistoria às obras do viaduto no centro de Taguatinga, que a construção do túnel ligando a EPTG à Avenida Elmo Serejo deve ser iniciada no próximo ano. Paco reforçou que o GDF só aguarda o aval do TCDF para começar o trabalho. Se a obra não for retomada até o fim de dezembro, o GDF perderá o financiamento da União. O túnel está orçado em R$ 200 milhões.

Por Lorrane Oliveira

{DISTRITO

R$ 30 milhões a Cartão Material Escolar – A rede pública de ensino vai receber incentivo de R$ 30 milhões ao programa Cartão Material Escolar. O reforço orçamentário é para a compra de materiais pedagógicos, como cadernos, borrachas, canetas, lápis, mochilas e até jogos educativos. O recurso está 60% acima do que foi destinado este ano. Além dos alunos do Fundamental e Médio, o benefício será estendido à Educação Infantil. O Ensino Especial terá material específico. Ao todo, serão contemplados 70 mil alunos de famílias atendidas pelo Bolsa Família.

FEDERAL

{PLANO

Hospital de Transição O Distrito Federal vai ganhar o primeiro Hospital de Transição. Na quarta-feira (27), o governador Ibaneis Rocha (MDB) e a Rede Humana Magna estabeleceram uma parceria que irá investir R$ 30 milhões em um centro hospitalar com capacidade de 100 leitos. A inauguração está prevista para o início de 2022. A unidade vai gerar 250 empregos diretos e 400 indiretos e vai atender a população nos cuidados de desospitalização. Trata-se do processo de saída de um paciente de um hospital, que, muitas vezes, ainda necessita de atenção após receber alta, seja para reabilitação por inca-

RENATO ALVES / AGÊNCIA BRASÍLIA

Governador Ibaneis e o CEO da Humana Magna, Arthur Hutzler: Hospital com padrão europeu

pacidade temporária ou definitiva, longa permanência ou finitude. Esse é um tipo de hospital bem difundido na Europa e nos Estados Unidos.

{GAMA AGÊNCIA BRASÍLIA/CARLOS MARCOS

Mutirão do Sebrae O Sebrae e o GDF realizaram, de terça (26) a sexta-feira (29), o Mutirão da Simplificação 2019, com o objetivo de atender a empreendedores e potenciais empresários com orientações sobre registro e licenciamento de empresas e promover capacitações em gestão empresarial. “A burocracia faz com que diversos obstáculos sejam criados para as empresas. Com o Mutirão, o Sebrae e o GDF mostram que desejam estimular o empreendedorismo e o desenvolvimento dos pequenos negócios, contribuindo para o desenvolvimento do País”, analisou o superintendente do Sebrae-DF, Valdir Oliveira.

PILOTO

Ônibus voltam à Plataforma Superior Após 5 meses interditados, os Eixos superiores que cruzam pela Plataforma Superior da Rodoviária voltaram a ser liberados para ônibus na sexta-feira (28), com autorização da Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob). Os veículos pesados estavam proibidos de passar pelas vias superiores do complexo rodoviário desde o fim de junho, quando os Eixos L e W foram interditados para as obras de recuperação das vigas de sustentação da Plataforma.

Metrô-DF lança aplicativo para Smartphones

CED 7 vence Festival de Curtas O Centro de Ensino Médio (CED) 7 do Gama(foto) venceu, nesta semana, o segundo dia de curtas no 5º Festival de Curtas das Escolas Públicas do DF. O colégio garantiu o prêmio de melhor filme, com A Reunião, em duas categorias: Júri popular e comissão julgadora. "A Reunião" foi produzido por 10 estudantes e

mostra o que deveria ser uma organização empenhada no ensino dos estudantes. “Nossa mensagem é para que os professores não percam o foco na escola que queremos. Um lugar onde todos participam, com motivação e empenho, uma educação melhor”, afirmou a atriz Ketlyn Fidélis, estudante do 9º ano.

O Metrô-DF lançou na sexta-feira (29), o novo aplicativo da companhia. Desenvolvido por meio da Assessoria de Tratamento da Informação (ATI) e sem custos para o erário público pela Diretoria de Administração, a ferramenta já está disponível para download nas lojas Apple (AppleStore) e Google (GooglePlay). O acesso a informações em tempo real sobre o Sistema Metroviário está entre as funcionalidades.


Brasília Capital n Geral n 11 n Brasília, 30 de novembro a 6 de dezembro de 2019 - bsbcapital.com.br

ESPÍRITA

José Matos Líderes espirituais doentes Você não é mais a pessoa que foi e não é ainda a pessoa que deseja ser Há uma epidemia de líderes espirituais, emocionalmente, doentes e até casos de suicídio. Isso indica que há uma má preparação desses líderes, notadamente, no meio evangélico, em que, só no início deste ano, tivemos oito casos de suicídios de pastores no Distrito Federal. Qualquer que seja a denominação, é preciso uma boa formação em psicologia e, espe-

cialmente, em aconselhamento psicológico. Pastores e padres precisam ser analisados antes de começarem suas atividades espirituais. Achar que só se deve estudar a Bíblia é um equívoco. Vi Padre “F...” chorando na televisão, comportando-se como uma criança assustada. Pensei: Será que o Padre “F...” fez análise para se conhecer?

A prática de ouvir e aconselhar os carentes precisa vir acompanhada de uma boa formação espiritual e psicológica. Sem o conhecimento das etapas do desenvolvimento espiritual é difícil entender e aconselhar sem se deprimir. Apóstolo Paulo comentou sobre as dificuldades da caminhada: (“... Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero, esse faço...” - Romanos 7: 14/25). Ele, no entanto, não detalhou os procedimentos de superação dos conflitos. OS MESTRES OSHO – Nos excelentes livros “Antes que você morra”, “A semente de mostarda”, “A divina melodia” e “Raízes e asas” – e Huberto Hoden em “Assim dizia o mestre” e “Iniciados profanos” foram os que mais detalharam e enumeraram os procedimentos para conhecimento e superação das crises vividas pelos buscadores da verdade.

Quem cresce espiritualmente, atravessa crises, simbolicamente chamadas desertos. O Apóstolo Paulo denominou essa batalha contra si mesmo de “bom combate”. Mestre Buda dizia que “a vitória contra si mesmo é a maior de todas as vitórias”. Entenda: Você não é mais a pessoa que foi e não é ainda a pessoa que deseja ser. Essa é a gênese do conflito. Não deixe que desânimo, desespero e revolta lhe dominem. Em vez de disso, muna-se de disposição, dedicação e superação, conhecendo as histórias dos vencedores. “Não chore, meu filho. Não chore que a vida é uma luta, é árdua, mas é assim que você chega ao topo”.

José Matos Professor e palestrante

NUTRIÇÃO

Caroline Romeiro Black Friday de consultas? Fique de olho... Se você foi a um nutricionista que “liquidou” seu trabalho, muito cuidado! A dieta pode vir pela metade Há muitos anos, acontece, nos Estados Unidos, a Black Friday na última sexta feira do mês de novembro, data muito esperada pelo comércio e, principalmente, pelos consumidores. No Brasil, a data tem

TV Comunitária lIGADA EM BRASÍLIA

se fortalecido, inclusive com o que não deveria! Vejo nas redes sociais e recebo por e-mail diversas propagandas referentes a produtos e serviços. Vi vários posts sobre promoção de consultas nutricionais e paco-

tes promocionais que envolvem a consulta com um nutricionista. De acordo com o Código de Ética e Conduta do Nutricionista, esse tipo de promoção não deve acontecer, visto que uma consulta nutricional e o plano alimentar, que será prescrito posteriormente, não devem ser vistos como mercadoria. Mais uma vez, quem faz isso dá um tiro no pé da própria ca-

tegoria, pois banaliza e diminui a importância desse momento com o paciente, reduzindo todos os anos de estudo e dedicação a uma oportunidade promocional. Se você foi a um nutricionista que não valoriza seu conhecimento e liquidou seu trabalho na Black Friday, muito cuidado, provavelmente, sua dieta também virá pela metade! Fique de olho!

Caroline Romeiro Nutriocionista e professora na Universidade Católica de Brasília (UCB)

CANAL 12 NA NET WWW.TVCOMUNITARIADF.COM @TVComDF

TV Comunitária de Brasília DF


Secretaria de Saúde

Um único mosquito é capaz de infectar 300 pessoas com dengue. Só vamos vencer a luta contra a dengue se agirmos juntos. Combatendo o mosquito faça chuva ou faça sol. O ano todo. Junte-se ao governo nessa luta e vamos acabar de vez com o Aedes. Porque o descuido de um ameaça a vida de todos. ELIMINE OS FOCOS DE DENGUE, CHIKUNGUNYA E ZIKA. EM CASO DE SINTOMAS PROCURE A UBS MAIS PRÓXIMA.

brasiliacontraoaedes.saude.df.gov.br

Profile for Jornal Brasília Capital

Jornal Brasília Capital 441  

Jornal Brasília Capital 441  

Advertisement