Page 1

Ano X - Edição 564 - Osório, 12 de julho de 2018 | DISTRIBUIÇÃO GRATUITA NA REDE DALPIAZ DE SUPERMERCADOS

ACIO promove e o “Vem pra mesa” com o prefeito Eduardo Abrahão O Prefeito Eduardo Abrahão, participou do 1º “Vem pra mesa com ACIO”, encontro realizado, dia 10, às 12h na Pizzaria À Lenha. Na ocasião, Abrahão falou sobre o tema: Perspectivas para o desenvolvimento de Osório, apresentando levantamentos na área financeira e também destacando o crescimento e o trabalho que vem sendo realizado, nas diferentes áreas como, educação, saúde, desenvolvimento econômico e infraestrutura. O prefeito destacou na sua palestra o esforço do poder executivo em tempos de crise e a diminuição da receita de 2012 até hoje, por falta dos royalties da Petrobrás. Abrahão confia na retomada do índice de impostos a partir do ano que vem, diante do grande número de empesas que se estabeleceram no município. “Depois da tempestade vem a bonança” e nós acreditamos que a pior fase já passou disse o prefeito de Osório. O encontro voltado aos empresários da cidade teve também a participação de secretários municipais, vice-prefeito e imprensa local. O empresário Ugo Dalpiaz será o próximo palestrante dia 14 de agosto.

Banca:

R$ 2,00

POSTER

Campeões do municipal de campo de Osório Bons Ventos Páginas Centrais

Os guris do Rap Bons Ventos Página 7

Focos Informática completa 15 anos em Osório Revisão CAPA

Prefeito Eduardo Abrahão

REVENDEDORA OFICIAL

SUSPENSÃO GEOMETRIA 3D PNEUS AUTOMÓVEL E SUV NOVOS BALANCEAMENTO COMPUTADORIZADO

PNEU POR APENAS

195/65R15 EFFICIENTGRIP PERFORMANCE 91H

R$ 299,00

EM ATE 5x C/C


2 Bárbara Pereira da Luz (Cirurgiã dentista/CRO 23123)

A FALTA DE DENTES PODE CAUSAR PROBLEMAS!

Evangelizar é missão de todo cristão

No evangelho deste domingo lemos que: “Jesus chamou os doze e começou a enviá-los dois a dois, dando-lhes poder sobre os espíritos impuros. Eles foram e pregaram que todos se convertessem”. Podemos dizer que este foi um ensaio da missão que receberiam depois da ressurreição como encontramos em Mc 16, 15-20: “Ide pelo mundo inteiro e anunciai a Boa Nova a toda criatura!...”. O ser enviado dois a dois, indica o jeito comunitário da missão. E o fato de não levar nada para o caminho e a recomendação de parar nas casas que oferecerem hospedagem, indica a urgência da missão que não admite parada, e, quando não forem acolhidos, devem sacudir até o pó das sandálias e partir para outros lugares, assim como Jesus fez várias vezes. O tema da missão é um dos mais recorrentes na igreja hoje, especialmente, a partir de Aparecida, também nos documentos e falas do papa Francisco. Nesta semana, de 9 a 14 de julho, acontece o 5º Congresso Missionário Americano (CAM 5), em Santa Cruz dela Sierra – Bolívia. O tema é “A alegria do Evangelho para uma Igreja em saída”. Como veem, reflete o convite constante do Papa a sair ao encontro das pessoas, lá onde elas se encontram, para levar a elas uma mensagem de esperança e vida que lhes possibilite um encontro com Jesus caminho, verdade e vida. O numero 157 do texto de preparação para o 4º Congresso Missionário Nacional, realizado em setembro de 2017 no Recife, para prevenir-nos sobre a falsa justificativa que ‘tudo o que fazemos é missão’, depois de esclarecer o que não é missão, define o que entende por saída missionária: “A saída missionária exige purificação, atitude penitencial e uma profunda conversão. Trata-se de sair de nossa consciência isolada e de nos lançarmos, com ousadia e confiança, à missão de toda a Igreja, abandonar as estruturas caducas, transformando as pessoas, assumindo relações de comunhão, adotando práticas pastorais missionárias, projetando-se além-fronteiras”. No 158 especifica que: “Essa mudança consiste em passar da visão de missão como ‘expansão’ à missão como ‘encontro’. Missão, portanto, não é apenas fazer coisas para as pessoas. É, em primeiro lugar, ser companheiro dos pobres e hóspedes na casa dos outros”. O subsídio conclui que o objetivo do nosso Congresso era “aprofundar e assumir esse ‘paradigma da saída’ e nele reencontrar a mais genuína vocação da Igreja de ser próxima e solidária com as pessoas, ad gentes, até os confins da terra” (160). Portanto, somos todos convidados sairmos em missão. Para refletir: 1) Estou eu disposto a sair ao encontro dos afastados? A acolher os que chegam na comunidade? A me aproximar dos que não tiveram a graça de conhecer Jesus, para partilhar com eles a graça de ter encontrado o Senhor? 2) Quanto está presente na minha reflexão e oração a realidade da missão Ad Gentes? Será que essa preocupação não deve ser também minha? 3) Estou dispo a alguma conversão para viver minha vocação cristã? Texto Bíblico: Jo 20, 19-23; Mt 28, 16-20; 1Cor 9, 16-23.

De acordo com estudos recentes, foi comprovado que a pessoa que não possui uma engrenagem bucal correta (superior e inferior) e que não realiza funções básicas, como: mastigar, falar e sorrir, pode desenvolver: - Dores de cabeça; - Problemas nutricionais; - Traumas dos músculos faciais; - Problemas psicológicos. - Problemas na articulação temporomandibular. - Movimento dos dentes remanescentes para ocupar o espaço dos dentes perdidos. Com o passar dos anos a pessoa poderá acostumar a mastigar menos, ingerir alimentos pouco triturados e essa atitude irá dificultar o processo do aparelho digestivo. No futuro a pessoa poderá apresentar problemas nutricionais tendo que recorrer a tratamento não só dentários, mas também médicos.

PORQUE É IMPORTANTE TER TODOS OS DENTES. Quando a mandíbula não está bem posicionada, apenas uma parte da musculatura é usada durante a mastigação. Com a falta de uso, os músculos perdem o tônus e ficam precocemente flácidos, comprometendo a estética dentária e a saúde bucal. O músculo facial mais frouxo diminui a distância entre a base do nariz e a ponta do queixo, acentuando os sulcos ao redor da boca. Com a falta dos dentes, os músculos do rosto tornam-se ainda mais flácidos, fazendo com que a pele perca sustentação e se acumule na região do pescoço. O implante dentário faz parte da reabilitação oral, assim como próteses fixas, removíveis, totais ou parciais solucionando o problema e a pessoa fica com a aparência rejuvenescida. Além disso, o ser humano precisa desenvolver as funções básicas para se alimentar. Uma pessoa precisa da arcada dentária completa para triturar os alimentos antes que ele chegue no aparelho digestivo. Caso contrário a pessoa pode não digerir os alimentos corretamente deixando de absorver as vitaminas e nutrientes necessários. Dra. Bárbara Pereira da Luz CRO-RS 23123 Proprietária e atende no Consultório Espaço Odonto - Osório End. Rua Joao Sarmento n. 987 – Sala 01 Fone – 36632663 | 997966970 (Cel e Whatsaap)

Maria Basilisa Ibáñez Solaz da Silva (apodo Marisa)

Pedagoga, professora de Filosofia, Psicologia, Didática e Língua Espanhola . Inspetora de Ensino 1º e 2º graus aprovada em C oncurso Público. Especialista em E ducação -R egistro no MEC. E scritora e P oetisa .

Extrañar... Hay muchas palabras que se escriben igualito al idioma portugués, pero tienen sentido totalmente distinto; hoy os doy este ejemplo: “extrañar” cuando digo te extraño mucho, quiero decir que siento tu falta, en realidad extrañar significa sentir falta de la presencia de otra persona, aquien valoramos o

queremos de corazón. Cada idioma tiene sus falsos cognatos “heterosemánticos”. Así que, tenemos que tener mucho cuidadito en la comunicación con nativos de la lengua española. Aprender no ocupa espacio y además fortalece nuestra autoestima, logramos conocimiento y más cultura.

Adiós. Hasta la semana que viene.

Editorial A importância da avaliação do MEC na Educação Infantil

A primeira etapa da Educação Básica, que compreende o atendimento escolar de crianças de zero a cinco anos de idade, é fundamental para o desenvolvimento integral dos pequenos, visto que é o momento de adaptação à rotina pedagógica, em que eles aprendem conceitos básicos necessários para as séries iniciais do Ensino Fundamental. Partindo dessa premissa, o MEC pretende implementar – em parceria com o INEP, que realiza avaliações educacionais em variados níveis de ensino – a Avaliação Nacional da Educação Infantil (ANEI), a fim de monitorar o nível da Educação Infantil no país. A ANEI surgiu da necessidade de se ter informações sobre a qualidade da Educação Infantil, visando oferecer às crianças uma escolarização de qualidade desde os primeiros anos na escola. A avaliação deve ser realizada a cada dois anos, por meio de questionários baseados em parâmetros nacionais de qualidade da Educação Infantil publicados pelo MEC, que deverão ser preenchidos pelos gestores e profissionais de instituições e sistemas de Educação Infantil (creches e pré-escolas), buscando aferir os recursos pedagógicos,, bem como outros indicadores relevantes. A interpretação dos resultados da avaliação poderá contribuir para a melhoria da qualidade educacional em pontos importantes como o processo de formação contínua dos profissionais, a busca da igualdade de oportunidades em meio as diversidades e desigualdades sociais, e a objetividade na construção do currículo.

Expediente CMYK

SAÚDE BUCAL

DOM JAIME PEDRO KOHL domjaimep@terra.com.br

Osório, 12 de julho de 2018

O jornal que faz a diferença www.jornalbonsventos.com.br jbonsventos@gmail.com CNPJ 06.071.836/0001-63 Rua Mario Santo Dani, 921 Centro - Osório/RS Fone: 3663.9511 Jornalista responsável: Antão Sampaio RMT 5514 Edição: Anelize Sampaio Diagramação e arte: Fernanda Ferreira Projeto Gráfico: Renan Sampaio Administrativo: Laurine Sampaio Impressão: Soller Indústria Gráfica Assinatura Anual - R$ 150,00 Oficio de Registro Civil das Pessoas Jurídicas, Livro B-1, fls. 03 a 04, sob n° 9, em 25/4/2007


3 Osório, 12 de julho de 2018

GASTANÇABrasil Luiz Linhares

Mais dinheiro para o hospital... O estado avançou e a comunidade foi as casas. Estado muito “rico” paga tudo, provê tudo. Formar cidadãos forjados no trabalho voluntário nem pensar. Consciência comunitária, espírito de união acabou, o estado “provê” tudo. As empresas? Sobrevivem as que se juntam ao estado, fundopem, desoneração , incentivos, refis... Promovem políticos sistematicamente. O esporte? É só ir e jogar, basta somente aturar os discursos dos políticos nas aberturas dos eventos e jogar. A cultura e turismo? É mais uma empresa de eventos, especialistas em contratar e pagar. Quando Osório estáva rico, as quatro atividades custavam ao contribuinte R$ 10 milhões ao ano. Essa fortuna pode ser economizada e investida no hospital. Simples. Proponho: Turismo ser administrado pela comunidade junto com segmentos que empreendem nessa área. Esporte: escolas, clubes, pessoas, entidades. Desenvolvimento: ACIO, entidades, empresários, pessoas. Cultura: escolas, entidades, pessoas. Proponho a saída do domínio das mesmas do poder público.

Ganhar ou perder

Em alguns casos é importante saber quem foi o responsável pelo afundamento do barco. No mundo jurídico isso geraria uma série de consequências cíveis e criminais. Alguém haveria de pagar pelo prejuízo causado. Como? Onde? Quais as causas? Quem executou ou deixou de executar a manobra? Quem falhou? Nestes dias que se seguem à desclassificação da seleção Canarinho Pistola (mau gosto desde sempre), é o que a mídia, os torcedores e os secadores mais têm feito. Se Daniel Alves não tivesse se machucado, se o volante Arthur, hoje no Barcelona, estivesse no elenco, se no lugar do Taisson estivesse alguém mais qualificado, se Gabriel de Jesus deixasse de ser operário e se tornasse um fazedor de gols, se o treinador não ficasse apreciando suas ovelhinhas naquela grama sempre bem cuidada dos estádios russos etc etc etc. Quem foi o responsável pelo desastre? Como nessa panela todo o mundo (com conhecimento de causa ou não) bota a colher, também ouso mexer neste angu. Creio que todos os adversários olham o Brasil com algum respeito. E não é para menos. É muito currículo. Muita vitória. Muita força. Corrijo a tempo: é muto currículo, é muita vitória e era muita força. Afinal de contas, o que menos se viu neste mundial foi força brasileira. Pariram-se algumas bigornas para chegar até o enfrentamento com os Belgas. Os adversários, canários legítimos, ignoraram solenemente a força brasileira chegando à soberba de garantir o jogo no primeiro tempo. Do outro lado, um time que parecia amarrado, sem brilho, sem reação. Um treinador nervoso, apavorado. Visivelmente surpreendido. E assim foi. Já faz uma semana dos acontecimentos. A ficha já caiu. Lula foi ameaçado de soltura. No fim, permaneceu preso. Pelo menos é o que acontece

nesta segunda-feira, enquanto esta crônica vem sendo escrita. Do jeito que coisa anda, vai que a situação mude. Assim pensei durante o jogo contra a Bélgica: o Brasil deu uma melhorada. Fez um gol. Deu uma sacudida. Parecia que iria reagir. Mas, era o canto da morte. Tal qual um doente que luta a tempos contra uma enfermidade: a melhora foi ilusória. Não foi suficiente para levantar o doente do leito. Nosso futebol está doente. Meninos saem do país para desfilar na Europa ainda na puberdade. Dão três ou quatro passes qualificados, fazem três ou quatro jogos por seus times e tornam-se astros nas terras dos outros. Desta forma: o que para nós pode parecer um desastre para alguns deles, que mal conhecem a realidade, é mais uma postagem no Instagram. “Estou me sentindo muito mal. Não deu dessa vez. 2022 nos espera”. Sei não. Olhando tudo isso, cada vez mais admiro a Celeste Olímpica. Sabidamente o Uruguai não tem todas opções que o Brasil tem. Mas ao menos empenho, suor e dedicação não faltam. Quem foi o culpado pelo naufrágio? Não saberia apontar um só. Creio que a Seleção Brasileira tornou-se refém como refém é o Brasil. Políticas nem sempre justas, nem sempre limpas, nem sempre privilegiando a maioria. O jogador que foi mal, o atleta que nem deveria estar lá, o treinador que não foi bem são alguns dos responsáveis. Mas, o negócio é bem maior. Talvez maior do que nós, que estamos aqui na província sem conhecer muito as engrenagens e os mecanismos da complexa fábrica que é a seleção nacional. De qualquer modo: talvez por ignorar os meandros deste sistema, continuo torcendo para que a seleção ganhe a Copa América e outras competições. Afinal, como diria aquele pretenso filósofo das coisas rasas: futebol é futebol.

INFORME PUBLICITÁRIO

Vereadora Belinha parabeniza equipe da Rádio Osório como sempre tivemos. Os gabinetes na Câmara ficaram a disposição dos moradores para votar e com esta votação atingirmos a meta proposta para ganhar o recurso. O meu gabinete ficou empenhado nesta campanha para orientar e fazer com as pessoas tivessem acesso á votação. A Rádio Osório como sempre fazendo um grande trabalho parabéns pela dedicação e a todos da equipe que fizeram um excelente trabalho, pois este

meio de comunicação em nosso município faz diferença assim teremos sempre um grande parceiro para lutar e buscar objetivos que fazem diferença em nosso município.

Qualidade no transporte de passageiros FONE: 51 3663.2789 - transflor@terra.com.br Rod. RS 030, 421 - Km 80 - Laranjeiras - Osório RS

DIVULGAÇÃO

Quero parabenizar através do Gerente Elias Silveira a equipe da Rádio Osório pela incansável divulgação sobre a Consulta Popular. Através desta divulgação do nobre amigo Elias e sua equipe ficamos contente em alcançar a meta que gostaríamos para ajudar a saúde em Osório sendo que com certeza o recurso atingido deva ser dedicados sem dúvida ao nosso hospital para que continue atendendo nossos munícipes com dedicação e bom atendimento


4 Osรณrio, 12 de julho de 2018

Feira de Salgados Dias 12, 13 e 14 de JULHO

CMYK

EM TODAS AS LOJAS SUPERMERCADOS DALPIAZ


5 Osรณrio, 12 de julho de 2018


6 Osório, 12 de julho de 2018

caputi@terra.com.br (51) 99974.9975

Prefeito agiu de forma correta Fotos: DIVULGAÇão

Fiquei pensando sobre o fato. Como o prefeito é a autoridade máxima

na competição e ele presenciou a confusão, o senhor Eduardo poderia

Tá facil pra ninguém

Foto: divulgação

na segunda feira CR$ 100,00 (cem reais). Esse sai do copo e espera até que o último seja pago. E recomeça o sorteio. Esses dias o Cristiano Pulga da Disco Mania me ligou reclamando que eu não ia lá na loja dele pagar minha continha. Falei para ele: Cristiano, mais uma ligação tua e você sai do copo Só que a crise também me pegou com as namoradas, e eu tive que fazer o mesmo. Coloquei o nome de todas elas no copo. A contemplada, levo para passear no final de semana. Sexta passada a Nicole de

Tramandai mandou um whatts. “Karlo, querido faz tempo que não saímos”. Falei: “ Amada, você está no copo e tem que esperar a vez.” Daí lembrei a última vez passeamos. Levei a lindinha de 25 anos na Zara para comprar umas roupas, depois na Carmin para calçados, depois jantamos no Koh Pee Pee e por último no Motel Camelot. Tomando um whisky importado 12 anos ela me pergunta: “Karlo meu amor, você me acha cara?” Respondi: Amadinha, na idade que estou não tem jeito. É cara ou coroa.

terceiro jogo em campo neutro, o do GAO por exemplo. Ficaria bom para

os dois lados. Nem o Gesb e nem a torcida, queriam ser campeões dessa

Precisamos orientar as famílias para não colocar bronze nas lápides.

A gatunagem fez um rapa no cemitério, levaram o que deu de bronze. Túmulos

ficaram sem total identificação. Temos que fazer com madeira ou plástico.

ALERTA

Foto: divulgação

Atualmente a crise está pegando por todos os lados, ninguém escapou, nem nós que somos do ramo do entretenimento. Sonorizar casamentos, formaturas e aniversários ficou escasso. Com a falta do dinheiro tive que achar uma forma de pagar meus fornecedores. A solução foi criar o sorteio do copo. Coloco o nome das empresas a qual devo, num cartão 2x4 cm e jogo dentro do copo. Todos os domingos, meu filho Kim pega um dos cartões. O sortudo do final de semana recebe

ter anulado as cobranças de pênaltis e decretado a marcação de

CMYK

A final do campeonato municipal de campo deste ano entre Brasil e Gesb no campo da Borrússia, foi decidida nos pênaltis. Muita confusão em uma das cobranças. A pressão sobre o juiz, fez ele dar o campeonato por encerrado com o Gesb sagrando-se campeão. Na premiação, o prefeito Eduardo Abraão falou corretamente que a prefeitura organiza e faz de tudo para ser um ótimo campeonato. Mas que não pode interferir em erros de arbitragem, se é que aconteceram.


7

Osório terra do Rap de qualidade Osório, 12 de julho de 2018

de-cerimônias) é o responsável pela integração entre a mixagem e a letra em forma de poesia e protesto. É considerado o marco inicial do movimento rap norte-americano, o lançamento do disco Rapper’s Delight, do grupo Sugarhill Gang.

Entendendo o Rap

Geralmente, o rap é cantado e tocado por uma dupla composta por um DJ (disc-jóquei), que fica responsável pelos efeitos sonoros e mixagens, e por MCs que se responsabilizam pela letra cantada. Quando o rap possui uma melodia, ganha o nome de hip hop. Um efeito sonoro muito típico do rap é o scratch (som provocado pelo atrito da agulha do toca-discos no disco de vinil). Foi o rapper Graand MasterFlash que lançou o scratch e depois deles, vários scratchings começaram a utilizar o recurso: Ice Cube, Ice T, Run DMC, Public Enemy, Beastie Boys, Tupac Shakur, Salt’N’Pepa, Queen Latifah, Eminem, Notorious entre outros.

Anos 80: auge do rap e mudanças

Na década de 1980, o rap sofreu uma mistura com outros estilos musicais, dando origem a novos gêneros, tais como: o acid jazz, o raggamufin (mistura com o reggae) e o dance rap. Com

letras marcadas pela violência das ruas e dos guetos, surge o gangsta rap, representado por Snoop Doggy Dogg, LL Cool J, Sean Puffy Combs, Cypress Hill, Coolio entre outros. Nas letras do Public Enemy, encontramos mensagens de cunho político e social, denunciando as injustiças e as dificuldades das populações menos favorecidas da sociedade norte-americana. É a música servindo de protesto social e falando a voz do povo mais pobre.

Movimento Rap no Brasil

O rap surgiu no Brasil em 1986, na cidade de São Paulo. Os primeiros shows de rap eram apresentados no Teatro Mambembe pelo DJ Theo Werneck. Na década de 80, as pessoas não aceitavam o rap, pois consideravam este estilo musical como sendo algo violento e tipicamente de periferia. Na década de 1990, o rap ganha as rádios e a indústria fonográfica começa a dar mais atenção ao estilo. Os primeiros rappers a fazerem sucesso foram Thayde e DJ Hum. Logo a seguir começam a surgir novas caras no rap nacional: Racionais MCs, Pavilhão 9, Detentos do Rap, Câmbio Negro, Xis & Dentinho, Planet Hemp e Gabriel, O Pensador. O rap começava então a ser utilizado e misturado por

Foto: divulgação

A termo RAP significa rhythm and poetry (ritmo e poesia). O RAP surgiu na Jamaica na década de 1960. Este gênero musical foi levado pelos jamaicanos para os Estados Unidos, mais especificamente para os bairros pobres de Nova Iorque, no começo da década de 1970. Jovens de origens negra e espanhola, em busca de uma sonoridade nova, deram um significativo impulso ao RAP. O Rap tem uma batida rápida e acelerada e a letra vem em forma de discurso, muita informação e pouca melodia. Geralmente as letras falam das dificuldades da vida dos habitantes de bairros pobres das grandes cidades. As gírias das gangues destes bairros são muito comuns nas letras de música rap. O cenário rap é acrescido de danças com movimentos rápidos e malabarismos corporais. O break, por exemplo, é um tipo de dança relacionada ao rap. O cenário urbano do rap é formado ainda por um visual repleto de grafites nas paredes das grandes cidades. No começo da década de 1980, muitos jovens norteamericanos, cansados da disco music, começaram a mixar músicas, e criar sobre elas, arranjos específicos. As músicas de James Brown, por exemplo, já serviram de base para muitas músicas de rap. O MC (mestre-

outros gêneros musicais. O movimento mangue beat, por exemplo, presente na música de Chico Science & Nação Zumbi fez muito bem esta mistura. Nos dias de hoje o rap está incorporado no cenário musical brasileiro. Venceu os preconceitos e saiu da periferia para ganhar o grande público. Dezenas de cds de rap são lançados anualmente, porém o rap não perdeu sua essência de denunciar as injustiças, vividas pela pobre das periferias das grandes cidades.

Em Osório o Rap de alto nível

Em Osório o grupo de Rap comemora 15 anos de existência num projeto que está dando níveis surpreendentes de acessos no canal You Tube. Agora foi criado a produtora Vinizóio que faz um trabalho criativo, de qualidade e inovador, com gravações de alto nível

inclusive no cemitério da cidade com letras marcantes de cunho social e político projeto Litoral tem como objetivo mostra o RAP que está sendo criado na região. Até agora já foram várias gravações num total de 7 episódios que pretende revelar ao mundo pela Internet 32 artistas. E na liderança desta ideia estão Douglas da Rosa Oliveira, o Boca, Leonardo Luiz Rosa Oliveira, o GDL, Adriano Colombo Pies, o VP r Cristiano Colombo Pires o Seco Malto. Empolgados pelo sucesso dos episódios apresentados, o gruo vai levando o nome de Osório em todas suas gravações. Eles agradecem o apoio que vem recebendo da comunidade e principalmente daqueles que estão curtindo e compartilhando os seus trabalhos.

Equipe Ferreira Behring Jiu Jitsu no Campeonato Brasileiro no Rio de Janeiro representantes: Gustavo Negreiros(sumô), que já vem trazendo muitas alegrias a mais de 7 anos competindo, levando o título brasileiro no peso e o vicecampeonato no absoluto( todos os pesos juntos)na faixa marrom master. O outro atleta é Vinícius Oliveira, vicecampeão brasileiro juvenil faixa branca. Osório agradece por estar sendo sempre representada por esses guerreiros de luta. Parabéns pela dedicação. Como diz o nosso amigo sumô: Sorte é quando a oportunidade cruza o caminho da competência!

FotoS: divulgação

Ferreira Behring, equipe que conta com uma filial em Osório, levou 18 atletas para o Campeonato Brasileiro de Jiujitsu CBJJ(Confederação Brasileira de Jiujitsu) e voltou com 11 medalhas, sendo 4 de ouro, 6 de prata e 1 bronze. Também tivemos um atleta da equipe representando o nosso estado em uma super luta, o faixa preta Willian Duarte. A equipe liderada pelos professores Douglas Ferreira, Cássio Ferreira e Diego Chaves tiveram um excelente resultado, fruto de muito planejamento estratégico de treinos. Nossa cidade teve na equipe 2


8

CMYK

Osรณrio, 12 de julho de 2018


Osório, 12 de julho de 2018

Cafezinho com

Renascença

Joice

Padaria Nova Renascença completando 60 anos de história. Parabéns a grande equipe de trabalho.

Tóio

Antão Sampaio

Moreno

Treinador do Tróia / GESB , o Moreno, um dos destaques do campeonato Municipal de Futebol de Campo de Osório. A bela Joice Rabello direto do Instagram para a nossa página.

Júlio

Após o jogo do dirigente Tóio, do Brasil da Borussia, pediu para junto com o prefeito entregar a taça de campeão ao Tóia / GESB. Uma atitude de alto nível que merece o nosso destaque.

9

Reitor da Unicnec, Júlio Lindmann deixa o cargo em Osório e assume função na Universidade Católica de Brasília. Vai deixar um grande trabalho em Osório. Valeu professor.

ACIO

Sucesso a primeira reunião do “Vem pra mesa” da Associação Comercial e Industrial de Osório. O presidente Isaac Colombo considerou o evento altamente positivo. O prefeito Eduardo Abrahão foi o palestrante. Próximo encontro será dia 14 de agosto com o empresário Ugo Dalpiaz.


10

Osório, 12 de julho de 2018

Real se despede da segundona A equipe litorânea que disputava o “Campeonato Gaúcho de Futebol - Segunda Divisão”, deu adeus para a competição neste na fase de quartas de finais. Após empatar em 1x1 fora de casa na quinta-feira, o Real Sport Club empatou novamente (agora em 2x2) no estádio onde manda seus jogos, o Módulo Esportivo, de Tramandaí, no domingo. O Leão do Litoral foi eliminado por causa dos gols feitos na casa do adversário, o conhecido “saldo qualificado”, usado como critério de desempate (dois do São Borja, contra um

gol seu). Assim, quem vai para as semifinais é a Associação Esportiva São Borja. O Real sai da competição, mas faz um bom levantamento do que foi a sua primeira participação. Nos 2 meses e meio que disputou a Segundona, fez 12 jogos, conquistando 5 vitórias, 6 empates e apenas 1 derrota. Marcou 15 e levou 8 gols, ficando com saldo positivo de 7. A direção, comissão técnica e jogadores estão de parabéns pela ótima primeira campanha que realizaram, levando o nome do nosso litoral norte para todos os cantos do estado.

Magic de Oz cai nas oitavas A equipe de basquete masculino do Magic de Oz jogou mais uma partida pelo “Campeonato Municipal de Basquete de Porto Alegre - 2018” e não obteve um bom resultado. O time osoriense perdeu para a equipe do United, de Porto Alegre, e acabou sendo eliminada da competição. Os portoalegrenses foram rebaixados da Série A do ano passado. Este ano, após vencerem

Estadual Master em Cruz Alta Neste final de semana teve rodada da “Copa RS Nei Breitman de Basquetebol Master 2018”, desta vez em Cruz Alta. A única representante da cidade foi o Osório Master, que infelizmente trouxe duas derrotas na bagagem. O primeiro jogo, no sábado, foi contra os donos da casa, o Arranca, uma derrota por 67x43. No domingo, o adversário foi ninguém menos que

A equipe caponense sai da competição com apenas uma derrota em 12 jogos

1º Torneio de Integração Escola de Basquete Crossover Esportes e Lazer da PMO), e alunos do 6º e 7º ano do Colégio Cenecista Marquês de Herval, além dos alunos da Escola de Basquete Crossover, de Tramandaí, os donos da casa. A manhã foi de muito basquete e muitas risadas, pois muitos dos

atletas se conheciam e jogavam por mais de uma equipe. Jogos muito parelhos foram disputados, dando mais emoção ao torneio. Por fim, todos saíram felizes com suas medalhas e satisfeitos pelas partidas. Em agosto tem mais!

a SOGIPA, atual líder da competição. A derrota, desta vez, foi por 79x57. Assim, o Osório Master cai uma colocação na tabela de classificação e termina esta rodada em 12º lugar, sendo ultrapassado exatamente pelo Arranca. Porém, mesmo sem jogar, o Magic de Oz, a outra equipe da cidade na competição, sobe uma posição e volta a ocupar a 6ª colocação, devido aos resultados paralelos.

Curtinhas da Copa

* Brasil sai da Copa numa derrota bem aceita para a Bélgica. * Renato Augusto poderia ser o novo ídolo da torcida brasileira se tivesse feito aquele gol que errou na “cara” do goleiro. * Saímos da Copa sem nenhum ídolo brasileiro. * Mas tem gente que só “queimou o filme” nessa Copa, virou piada mundial, mas prometi não falar mais dele. Porém, se ele queria ser o melhor do mundo, conseguiu, só errou na categoria...

A maioria dos atletas jogou o seu primeiro torneio e se sentiram como se estivessem numa “Copa do Mundo”

Último minuto * Inter e Grêmio iniciam amistosos preparatórios para o retorno ao Brasileirão. * Você lembra como eles estão na tabela da competição? Nem eu! * Acabaram as desculpas para sair mais cedo do trabalho ou da escola. Bora trabalhar e fazer esse país melhorar!

CMYK

Neste sábado que passou, foi realizado o “1º Torneio de Integração Escola de Basquete Crossover”, no JR Centro Esportivo, em Tramandaí. O torneio, que teve caráter participativo, contou com 30 atletas divididos em duas categorias (6 à 10 anos e 11 à 15 anos). Três equipes participaram do evento: os osorienses do Incríveis Basquete (time que pertence ao projeto “Esporte e Lazer no Rumo Certo”, da Assessoria de

o Magic, venceram o seu 2º jogo do dia e estão nas semifinais da competição, juntamente com Geraldo Santana, Gigantes e Jamallers (equipe esta que eliminou o OBB, também osoriense). Lembrando que as equipes do Magic de Oz e OBB fazem parte do projeto “Esporte e Lazer no Rumo Certo”, que pertence a Assessoria de Esportes e Lazer, da PMO.


Ano XXVII Edição 1504. Osório, 12 de julho de 2018

Focos Informática completa 15 anos em Osório A empresa em si somos todos nós, clientes, amigos, colaboradores e por isso desejo que a união que nos apoia e nos faz crescer seja cada vez maior, fazendo com que cada vez mais pareçamos essa grande família! Com o passar dos anos, atingimos uma vasta clientela que se estende a todo Litoral Norte, priorizando o respeito e compromisso com o cliente, por isso estamos sempre nos atualizando na área, pois o nosso foco é a qualidade. A melhor propaganda é feita por clientes satisfeitos”, destaca o casal. O endereço fica na Rua Marechal Floriano, 745 – Centro Osório. Fones (51) 99945-8512 (51) 3663 – 9364.

foto: divulgação

A Focos Informática está completando 15 anos, neste mês de julho. A empresa familiar sob comando do casal José Carlos da Silveira e Joseane Moretto da Silveira ganhou credibilidade no mercado de soluções em impressões e recargas de cartuchos com o atendimento no município e região. “Com o passar dos anos, atingimos uma vasta clientela que se estende a todo Litoral Norte, priorizando o respeito e compromisso com o cliente. Ser parte de uma empresa é como ter mais uma família;uma segunda casa, nos preocupamos com ela, cuidamos, e queremos vê-la melhorar cada vez mais.

Serviços: * Assistência Técnica de Computadores, notebooks, impressoras matriciais e jato de tinta. * Venda de periféricos para computadores notebooks, impressoras e celulares, venda de toners compatíveis HP de ótima qualidade e cartuchos jato de tinta originais HP. * Recarga de cartuchos jato de tinta HP (carregamos o seu, não levando outro na troca). Não cobramos orçamento!

Expediente

3663.1164

Diretora: Neli Nunes dos Santos Sampaio Administrativo: Laurine Sampaio Diagramação: Fernanda Ferreira

Impressão Fundado em 19/10/1988 Soller Indústria Gráfica Ltda. Neli Nunes dos Santos Sampaio CGC: 14.118.747/0001-53 Filiado ADJORI Rua Mario Santo Dani, 921 - Osório-RS E-mail: revisaojornal@gmail.com Fone: (51) 3663.9511


2

CMYK

Osรณrio, 12 de julho de 2018


3 Osรณrio, 12 de julho de 2018


4 Osório, 12 de julho de 2018

Bragé e Grassi Casa de Carnes

Grelhados - Espetinhos - Carne Assada - Buffet de Carnes - Buffet de Saladas - Sorvetes Faça sua encomenda pelos fones: 3663.6603 e 3663.6436

Cartões:

CMYK

Rua Santos Dumont, 565 em frente à Praça das Carretas - Osório/RS

Jornal Bons Ventos  

Edição 12/07

Jornal Bons Ventos  

Edição 12/07

Advertisement