Page 1

Ano X - Edição 532 - Osório, 23 de novembro de 2017

Banca:

R$ 2,00

Capa - Silvania Brum, 26 anos, estudante, trabalha na Câmara de Vereadores de Osório, diretora de departamento pessoal. Coordenadora do movimento Empoderese, que aborda temas como feminismo negro, preconceito, cultura, autoestima da mulher negra, ancestralidade e empoderamento. Especial nas páginas centrais.

fotos: antão sampaio

20 DE NOVEMBRO - Dia da Consciência Negra

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA NA REDE DALPIAZ DE SUPERMERCADOS

A força da comunidade negra em Osório Páginas Centrais

REVENDEDORA OFICIAL

SUSPENSÃO GEOMETRIA 3D PNEUS AUTOMÓVEL E SUV NOVOS BALANCEAMENTO COMPUTADORIZADO A CADA R$ 100,00 EM COMPRAS NESTE ESTABELECIMENTO, VOCÊ GANHA UM CUPOM PARA CONCORRER O SORTEIO DE UM CARRO 0KM E DUAS MOTOS 0KM. PARTICIPE!


2 Osório, 23 de novembro de 2017

Editorial

Quem entrará no Reino de Cristo? Neste domingo, solenidade de Jesus Cristo, Rei do Universo, a igreja do Brasil abre o Ano Nacional do Laicato, com o tema: “Cristãos leigos e leigas, sujeitos na ‘Igreja em saída’, a serviço do Reino”. E o lema: “Sal da Terra e luz do Mundo”. Durante o ano teremos oportunidade de aprofundar esse tema. Hoje, limito-me a evidenciar o que o Evangelho nos diz sobre o acesso à realeza de Cristo. Mt 25, 31-46 deixa bem claro que terá sim um juízo final, feito pelo rei-pastor e o lugar será dado a quem viveu as obras de misericórdia em favor dos menos favorecidos: “tive fome e me deste de comer, tive sede e me deste de beber, estava nu e me vestiste, encarcerado e viestes me visitar... entre no gozo do teu Senhor”. No domingo passado, por instituição do Papa Francisco como conclusão do Ano da Misericórdia, celebramos o primeiro Dia Mundial dos Pobres, com o lema “Não amemos com palavras, mas com obras”, extraído da 1ª Carta de São João: “Meus filhinhos, não amemos com palavras nem com a boca, mas com obras e com verdade” (1 Jo 3, 18). E o Papa explica: “Estas palavras do apóstolo exprimem um imperativo de que nenhum cristão pode prescindir. A importância do mandamento de Jesus aparece ainda mais acentuada ao contrapor as palavras vazias, que frequentemente se encontram na nossa boca, às obras concretas, as únicas capazes de medir verdadeiramente o que valemos”. “Possuímos um grande testemunho já nas primeiras páginas dos Atos dos Apóstolos, quando Pedro pede para se escolher sete homens ‘cheios do Espírito e de sabedoria’ (6, 3), que assumam o serviço de assistência aos pobres. Este é um dos primeiros sinais com que a comunidade cristã se apresentou no palco do mundo: o serviço aos mais pobres”. “Convido a Igreja inteira, os homens e mulheres de boa vontade a fixar o olhar, em todos aqueles que estendem suas mãos invocando ajuda e pedindo nossa solidariedade. O convite é dirigido a todos, independentemente da pertença religiosa, para que se abram à partilha com os pobres como sinal concreto de fraternidade”. A parábola é claríssima: “aos justos – os solidários com os necessitados - a vida eterna e aos ímpios – os indiferentes com as situações dos seus irmãos – o castigo eterno”. O que nos permite participar do reino de Cristo é a caridade feita de gestos concretos. Por isso: “Senhor, dai pão a quem tem fome e fome de justiça a quem tem pão!” Para refletir: 1) Quais são meus sentimentos e atitudes diante dos pobres e necessitados que batem à minha porta? 2) Sou uma pessoa sensível e capaz de partilhar com quem passa necessidade? Sugestão de leituras: Mt 25, 31-46; 1ª Jo 3,18 e Tg 2, 14-22

Onofre não precisava de dinheiro

Nestes tempos de tanta variedade, de ofertas abundantes, de buscas incessantes e de produção ininterrupta, não há orçamento que chegue. Quem tem precisa mais porque todos os dias surgem coisas novas, produtos atualizados que vão tornando outros obsoletos da noite para o dia. Quem não tem assiste a tudo e se contenta. Ou não! A sociedade atual é baseada na informação. E a geração de conteúdo não para. Ninguém dorme. Aliás, dorme sim. Mas, sempre haverá alguém em algum lugar do planeta produzindo informações que precisarão ser jogadas na rede para atualizar os sistemas. Aplicativos, sistema de segurança, notícias, vídeos, filmes, imagens, comentários, informações falsas e uma infinidade de coisas que atravessam o mundo num piscar de olhos. Como a informação se renova numa velocidade descabida, tudo o mais também tem necessidade de renovação. O novo fica velho rapidinho. A mudança é permanente. Assim, para o antenado, dormir já é um desperdício porque o mundo não dorme. Quem acha que está fora de tudo isso, engana-se. Esse movimento incessante de algum modo vai exigir atualizações de todo o mundo, podendo mesmo chegar à produção do veículo, da geladeira, do barbeador, do macarrão e de tudo o que há para ser vendido. E os custos vão sendo repassados, porque as grandes corporações não estão aí para fazer caridade. Então, quem acha que não está nem aí, acaba também pagando a conta. Em alguns lugares do mundo, o minimalismo vem sendo adotado. Normalmente, por jovens ultraespertos que estão cansados de gastar muito por coisas sem sentido. Desejam um mundo sem tantas coisas, com mais simplicidade, possibilitando assim maior mobilidade. Há até quem carregue sua casa dentro de uma mala. Dormem em hotéis, almoçam em restaurantes e andam pelo mundo afora. Vivem com pouco, muito pouco. O precursor do minimalismo foi Onofre, do Egito. Mas, era radical o antigo monge. Segundo consta, Onofre viveu durante quase 70 anos como eremita no deserto. Certa vez, um abade, chamado Pafúncio, aventurou-se pelo deserto para ver como seria sua vida se optasse por um longo retiro. Na jornada, encontrou um velho de longos cabelos e barbas brancas, usando como roupas tão somente um trançado de folhas. Encantou-se Pafúcio. Entre as lendas, conta-se que Onofre comia tão somente aquilo que lhe chegava às mãos após a realização de um pedido a Deus. Um anjo trazia o alimento para matar sua fome. Nestes tempos, onde a corrupção é regra, até Onofre vem sendo corrompido. Logo ele, que era pouco levado aos anseios materiais, aparece na internet como um santo capaz de fazer brotar dinheiro (vejam só) nas mãos dos desesperados. Sendo bem sincero, não creio que isso trará algum resultado prático, mas se algum desesperado acreditar, que faça bom uso das palavras que seguem: “Glorioso Santo Onofre/quando pelas montanhas andaste/Jesus cristo encontraste/três pedidos lhe fizeste:/dinheiro para o meu bolso/ pão para a minha boca/ roupa para o meu corpo (repetir três vezes). Mas, atenção, tem que ter fé. Muita fé!

Dia da Consciência Negra

O Dia da Consciência Negra, 20 de novembro, data que institui um significativo capítulo de nossa história, torna Zumbi dos Palmares um herói nacional vinculado diretamente à resistência do povo negro. Essa data serve como um momento de conscientização e reflexão sobre a importância da cultura e do povo africano na formação da cultura brasileira. Os negros africanos colaboraram muito, durante nossa história, nos aspectos políticos, sociais, gastronômicos e religiosos de nosso país. Trabalhar contra a discriminação racial no Brasil é uma tarefa árdua que exige a colaboração de forma transversal de um conjunto de instituições de governo e da sociedade civil organizada para desconstruir o processo de formação e desenvolvimento social, político e econômico do povo brasileiro, contraditoriamente, marcado pela negação e alienação da presença e contribuição de homens e mulheres negras. É um dia que devemos comemorar, pois temos a valorização de um líder negro em nossa história e, esperamos que em breve outros personagens históricos de origem africana sejam valorizados por nosso povo e nossa história. Passos importantes estão sendo tomados, pois nas escolas brasileiras já é obrigatória (Lei 10.639/2013) a inclusão de disciplinas e conteúdos que abordam a história da África e a cultura afro-brasileira. Ideias e práticas prepotentes de racismo que ainda permeiam a mente e corações de alguns certamente estão sendo abaladas e eliminadas e as mudanças de atitudes sendo concretizadas graças à luta do movimento negro.

Expediente O jornal que faz a diferença

CMYK

DOM JAIME PEDRO KOHL domjaimep@terra.com.br

www.jornalbonsventos.com.br jbonsventos@gmail.com CNPJ 06.071.836/0001-63 Rua Mario Santo Dani, 921 Centro - Osório/RS Fone: 3663.9511 Jornalista responsável: Antão Sampaio RMT 5514 Diagramação e arte: Fernanda Ferreira Projeto Gráfico: Renan Sampaio Redação: Vanessa Puls Assinaturas/Publicidade: Sandra Moraes Administrativo: Laurine Sampaio Impressão: Soller Indústria Gráfica Assinatura Anual - R$ 150,00 Oficio de Registro Civil das Pessoas Jurídicas, Livro B-1, fls. 03 a 04, sob n° 9, em 25/4/2007


3 Osório, 23 de novembro de 2017

GASTANÇA Brasil Luiz Linhares

PTG Bocal de Prata é o Grupo MAIS POPULAR do Estado 40 dançarinos levou como temática “ Somos personagens do tempo , numa tempestade chama dança, mostrando a influência dos quatro elementos, água, terra, fogo e ar, na formação e construção do grupo e de nossas vidas. O grupo que se formou no ano de 2013 tem se destacado a cada ano, representando Osório e agradece a todos os apoiadores, familiares e Prefeitura de Osório que acreditam no trabalho e na valorização da cultura

Dois mundos distintos: MUNICIPAL E FEDERAL Certamente o Brasil mudará iniciando pelos pequenos municípios. Políticos locais e trabalho voluntário é a solução. No Brasil, 90% dos 5570 municípios são pequenos. Erramos ao votar e ir para casa, permitir tudo passivamente é o grande erro. O estado político quer fazer tudo, trabalhamos cinco meses no ano para patrocinar o que aí está. Estado quebrado e serviços ineficientes. Político local tem alto grau de comprometimento, honestidade, dedicação e confiança. O momento pede PERCEPÇÃO, SENSIBILIDADE. Mudar modelo é vital, estamos pagando muito caro por gestão política eleitoreira. Basta de pagarmos por ações que tiram recursos das áreas de saúde, educação, segurança e estrutura. A própria sociedade faz o esporte, turismo, desenvolvimento, cultura. Racionalizando custos, deixando as empresas, as entidades, os clubes fazerem sua parte, sobrará recursos para áreas vitais, sem onerar mais o contribuinte. Ao contrário do modelo atual, sempre tivemos muitas pessoas trabalhando voluntariamente. Modelo tudo por dinheiro se reflete nos políticos em Brasília, a peso de ouro algozes egocêntricos buscam somente poder e enriquecimento próprio. Mudanças óbvias não necessitam sabedoria, basta ter sensibilidade e seguir a inteligência popular. Atitude raivosa somente aumentará o sofrimento de alguns políticos resistentes. Comunidade fazendo sua parte, menos interferência política, cidadãos menos dependentes, estado mais eficiente.

O Piquete de Tradições Gaúchas Bocal de Prata, participou no último final de semana da Final do ENART 2017 – Encontro de Arte e Tradição, na cidade de Santa Cruz do Sul representando Osório e a 23ªRT, sendo premiado como o Grupo mais popular do Estado. Participaram 40 grupos na categoria danças tradicionais Força A, onde o Bocal de Prata ficou entre os 15 melhores grupos de dança do Estado. O grupo adulto formado por aproximadamente

INFORME PUBLICITÁRIO

No período de março a dezembro você que tem a idade a partir dos 60 anos, aposentado, que ganham até 2 salários mínimos que tenha somente um imóvel em seu nome, aposentado por invalidez, viúvo (a) mediante apresentação do atestado de óbito faça sua isenção. Documentação exigida: Xerox da identidade, Xerox CPF e comprovante de renda do INSS. Maiores informações procurem o setor da prefeitura para tirar suas dúvidas e buscar orientações. O direito do cidadão em primeiro lugar. Você que tem direito não espere vá buscá-lo. Não deixe para última hora, pois você pode perder seu direito.

DIVULGAÇÃO

Vereadora Belinha alerta para não esquecer do período para a isenção do IPTU

Maria Basilisa Ibáñez Solaz da Silva(apodo Marisa) Pedagoga, professora de Filosofia, Psicologia, Didática e Língua Espanhola . Inspetora de Ensino 1º e 2º graus aprovada em Concurso Público. Especialista em Educação-R egistro no MEC. Escritora e Poetisa .

Apellido...

Hola, mira que interesante lo que escribo aquí. En la cultura española cuando escribimos nuestro nombre por completo, el apellido del padre viene antes del apellido de la madre, es distinto de Brasil, que el apellido de la madre viene antes del padre. Así lo es: nombre+apellido del padre+apellido de la madre. Ejemplo: Maria Basilisa Ibáñez Solaz(nombre de soltera). Después de casada se añade el apellido del marido o sea María Basilisa Ibáñez Solaz da Silva. ?Se quedó claro? Que bueno, entonces no te olvides: nombre + apellido del padre + apellido de la madre.

Adiós. Hasta la semana que viene.

Qualidade no transporte de passageiros FONE: 51 3663.2789 - transflor@terra.com.br Rod. RS 030, 421 - Km 80 - Laranjeiras - Osório RS


4 Osório, 23 de novembro de 2017

NOSSAS LOJAS

O Natal está chegando...

PANETONES!

Rua Marechal Floriano, n° 1139 51 3663.6691

Rua Costa Gama, nº 770 51 3663.1961

Rua Júlio de Castilhos, nº 804

51 3663.1552

Rua João Sarmento, nº 1037

Eles são macios, saborosos e possuem o inconfundível sabor do Natal. Os panetones chegaram em nossas lojas para unir as famílias neste final de ano. Afinal, quem não gosta de degustar estas delícias que derretem na boca! Recheados, tradicionais, linha zero e integral, também são perfeitos para presentear quem você ama. Passa no Dalpiaz!

51 3601.0304

CENTRO DE ADMINISTRAÇÃO Av. Ângelo Gabriel Boff Guasselli, nº 1.400, Bairro Parque do Sol

CMYK

51 3663.2122

www.superdalpiaz.com.br

www.facebook.com/superdalpiaz

superdalpiaz

O SUPERMERCADO DALPIAZ PARTICIPA DA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL, INDUSTRIAL E DE SERVIÇOS DE OSÓRIO


5 Osório, 23 de novembro de 2017

Dia 23/11, leve dois, pague um . *

Frango Defumado com Cream Cheese

*Promoção não válida para o Irresistível do Dia e ingredientes extras. Na compra de um Sub, você ganha outro do mesmo tamanho e sabor.

Frango Defumado com Cream Cheese

Restaurante Subway® Osório Av. Jorge Dariva, 995 - Osório - RS Tel.: (51) 3601-1408 PROMOÇÃO NÃO VÁLIDA PARA IRRESISTÍVEL DO DIA E INGREDIENTES EXTRAS.

Válida somente no dia 23/11/2017 até o horário de fechamento ou meia-noite para lojas 24 horas. Consulte o restaurante antes da compra para confirmar a participação. Promoção válida na compra de sanduíches de 15 cm ou 30 cm. Limite de 5 Subs por compra, resultando em 5 Subs grátis. O sanduíche grátis será do mesmo tamanho e sabor do sanduíche comprado. Sem permissão de substituições. O valor dos ingredientes adicionais será cobrado integralmente para ambos os sanduíches. Custo adicional aplica-se para acompanhamentos e bebidas. Em caso de compra de Combo, a promoção será válida apenas para o sanduíche, os valores adicionais referentes ao Combo serão cobrados normalmente. Promoção não cumulativa com outras ofertas/descontos. Não válida para entrega/delivery. Imagens meramente ilustrativas. Subway® é uma marca comercial registrada de Subway IP Inc. ©2017 Subway IP Inc.

af_FRA_8041_17_anuncio_BogoDay_26x17,5cm.indd 1

11/17/17 11:00 AM


Osรณrio, 23 de novembro de 2017

CMYK

6


7 Osório, 23 de novembro de 2017

Spaço Cida Santos realiza caminhada no Morro da Borússia O Spaço Cida Santos realizou uma grande aventura com a parceria de 25 alunas. A turma saiu as por volta das 08:00h e chegando as 10:30h no morro a após o intervalo retornaram com o encerramento as 13:55 da tarde. Foram 22km percorridos caminhando. Ao todo, foram 13: 22km percorridos caminhando.“É uma superação e motivação para cada vez mais superarem seus limites”, conta a professora Cida Santos.


8

CMYK

Osรณrio, 23 de novembro de 2017


Osório, 23 de novembro de 2017

9

Cafezinho com

Colorados

Eduarda Pires

Consulado do Inter de Osório realizou uma grande festa no dia 17 no Salão Zé da Cachaça. Estão de parabéns a gurizada do Inter de Osório, que em breve terão até uma sede própria graças a união de todos.

Rodinei, o marqueteiro

Antão Sampaio

Joel

Joel Dadda , presidente do Sindilojas realizou uma assembléia onde fez prestação de contas. Com boa saúde financeira o sindicato também comemorou a entrada de novos sócios fortalecendo ainda mais a entidade.

Rossano

Direto do Facebook, a bela Eduarda Pires para ilustrar nossa página.

Fabrício Cunha

O vendedor mais marqueteiro de Osório, Rodinei Isoppo, gremista doente, não teve dúvidas de vestir a camisa do Inter atendendo o pedido do cliente Dr. Harlan, que levou o seu carro Zero Km para sua garagem.

Dr. Fabricio Cunha foi o primeiro cliente do RS que adquiriu o seu Polo TSI, entregue pelo vendedor Rodinei Isoppo.

Rossano Teixeira com a missão de fazer o maior Rodeio Crioulo Internacional de Osório com pouquíssimo dinheiro. Vai perder o resto dos cabelos nesta empreitada. Mas vamos lá tchê! Parceria que não vai faltar.

Estamos em novo endereço,

Marechal Floriano, 1100 no Centro de Osório Venha nos fazer uma visita.

Loja Dual Service Osório - Marechal Floriano 1100 - Centro de Osório Loja Dual Service Taquara - Rua Guilherme Lan 1258 - Sala 04 - Centro de Taquara

Ligue para nós

(51) 3601 0639 (51) 9 9931.2331


10

Osรณrio, 23 de novembro de 2017

caputi@terra.com.br (51) 99974.9975

Grenal no Gesb

CMYK

fotos: ARQUIVO PESSOAL

Feras do futebol de campo, que competiram os campeonatos de Osรณrio e litoral dos anos 80 e 90, fizeram um grenal comemorativo no dia 11 de novembro no GESB. Deu Inter 3x2, mas o mais importante foi o reencontro de grandes amigos. Este foi o sexto evento realizado por realizado por Neimar Pacheco e Lucimar Santos. O homenageado do ano foi o jogador Melancia.


11 Osório, 23 de novembro de 2017

Magic de Oz estreou em Estância Velha

fotos: ARQUIVO PESSOAL

Master 35+”, o campeonato estadual da categoria. Tanto o Magic de Oz quanto o Osório Master jogarão suas derradeiras partidas na competição, pois ambas não possuem mais chances de classificação. No sábado, o Magic joga contra o San Luis Spartans, de Canoas, às 11h30min e o Osório Master joga contra o Mauá, de Santa Cruz do Sul, às 15h. No domingo, o último jogo da rodada marca o confronto inédito entre as duas equipes da cidade. Esperasse um jogo muito disputado e ginásio cheio. As partidas serão disputadas no ginásio A do Centro Olímpico David José Fleck.

Da esq. para a dir. - em pé: Tales, Leonardo, Anderson, Douglas e Cléber. Agachados: Luciano, Thiago, Carlos e Mário

Último minuto * Com Corinthians já campeão, resta ao Grêmio ficar no segundo lugar para receber um prêmio ($$$) maior. * E começa a final da Libertadores! * Inter precisa secar o América e fazer o tema de casa para sair com o título da série B. Difícil, mas não impossível! * Final de semana de basquete no Centro Olímpico. Os Masters jogam a última rodada buscando a classificação. Dos 9 jogos, 7 são decisivos para a tabela.

provas de 100m rasos e salto em distância estão na grade olímpica. Além de satisfeitos com os resultados dos alunos, funcionários e professores ficam felizes por ver a superação do grupo, mostrando que neste momento as deficiências são esquecidas e todos se sentem verdadeiros atletas olímpicos! O JOMEEX é a penúltima competição que os alunos/atletas da APAE/ Osório irão participar. Para 7 deles, este foi o aquecimento da Olimpíada Estadual das APAEs, que será disputada entre os dias 4 e 8 de dezembro, na ULBRA, em Canoas. A preparação está “à mil” na escola e a expectativa é de conquistarem mais pódios para a nossa cidade.

No sábado que passou, dia 18, a APAE/ Osório foi até Porto Alegre, para disputar os Jogos Municipais das Escolas Excepcionais, os JOMEEX, evento organizado pela Prefeitura Municipal de Porto Alegre. Os 16 alunos/atletas, que se prepararam o ano todo para esta competição, obtiveram um ótimo desempenho e trouxeram muitas medalhas na bagagem. Foram 6 ouros, 1 prata e 6 bronzes conquistados! Nos JOMEEX, as provas são semelhantes às provas olímpicas, porém algumas são adaptadas para as deficiências dos atletas. Pro exemplo, nas Olimpíadas não existem as provas de caminhada cadeirante de 25m, corrida 50m para PC (Paralisados Cerebrais), estafeta 5x20m, arremesso de pelota e corrida 50m rasos. Porém as

fotos: Débora Reis

A equipe adulta de basquete masculino do Magic de Oz, que pertence ao projeto “Esporte e Lazer no Rumo Certo”, estreou na Copa Estância Velha, neste domingo. De cara, os osorienses pegaram o Ressaca, atual campeão da série A de Porto Alegre. O jogo foi equilibrado até o início do 2º tempo, porém os porto alegrenses impuseram seu jogo rápido e de muitos arremessos, e fecharam a partida em 45x24. Já na segunda partida, o Magic enfrentou uma equipe em construção, O DNA Spartans, de Canoas, composta por atletas de até 18 anos e com pouca experiência. Os osorienses dominaram o jogo todo, sem dificuldades, e fecharam a partida em 55x20. Agora o Magic de Oz volta a Estância Velha no dia 3 de dezembro, para jogar as outras duas partidas da fase classificatória, precisando vencêlas para ir para a próxima fase. Os adversários serão o Foguete, de Novo Hamburgo e o Santa Cruz. Falando ainda em Magic de Oz, mas na categoria master, no final de semana que se aproxima, será disputada a última rodada da “Copa RS ‘Nei Breitman’ de Basquetebol

APAE se destaca na Capital


12

Osório, 23 de novembro de 2017

VESTIBULAR de verão

2018

do valor

INSCRIÇÕES ABERTAS

no que você acredita?

CURSOS ADMINISTRAÇÃO BIOMEDICINA licenciatura ciências biológicas CIÊNCIAS CONTÁBEIS direito licenciatura e bacharelado educação física ENFERMAGEM

inscrições ATÉ

FISIOTERAPIA informática licenciatura letras matemática pedagogia licenciatura PSICOLOGIA curso técnico enfermagem radiologia curso técnico

PROVA - Às 9h

30 nov03 dez inscreva-se já! vestibular.cnec.br

r$ 35 ATÉ DIA 24/11, APÓS r$ 50 ATÉ DIA 30/11

(51) 2161 0200 unicnec

CMYK

50 FINANCIE


8 2 S

O AN

Ano XXVII Edição 1472. Osório, 23 de novembro de 2017

Espetáculo Diário de um Louco recebe premiação em festival internacional Poucas semanas após a pré-estréia, em Osório, a Companhia Teatral Yesplim já foi reconhecida fora da cidade

foto: Fermamda ferreira e divulgação

Melhor Sonoplastia - João Tondo Prêmios: Melhor Espetáculo Diário de um louco Melhor Ator - Eraldo Júnior Melhor Direção - João Tondo Melhor Iluminação - João Tondo e Dionathan Rosa Melhor Maquiagem - Grupo Cansados, mas com sensação de dever cumprido, o grupo conta que o foco

agora é trabalhar e crescer com esse espetáculo, levando a mensagem da peça o nome de Osório para novos lugares. Para quem quiser conhecer esse trabalho, o grupo vai se apresentar mais uma vez em Osório, desta vez em parceria com o Rotaract Osório. O evento será dia 25 de novembro, às 19h na Câmara de Vereadores, a entrada será a doação de um livro para o projeto RotaLivros.

O espetáculo já recebeu cartas e mensagens do público que se identificou com a história Fernanda Ferreira

Desde sua pré-estreia em Osório, dia 15 de outubro, o espetáculo Diário de um Louco, apresentado pela Companhia Teatral Yesplim, tem se destacado na cena cultural da cidade e fora dela. Em pouco mais de um mês, a companhia teve este trabalho reconhecido através de prêmios e indicações em festivais do Estado. O espetáculo é um monólogo, adaptado e interpretado pelo ator Eraldo Júnior, que conta a história de Aksenti Ivanovich, um funcionário público que, perdido de amores pela filha do seu chefe, literalmente enlouquece e acaba contando sua frustrante história de vida através dos textos

que escrevia em seu diário. O texto tem o objetivo de quebrar estereótipos sobre a loucura, tratando este tema com naturalidade e fazendo as pessoas se identificarem e se emocionarem junto com o personagem. Depois de nove meses de ensaio e preparação, o ator e o diretor da peça, Eraldo Júnior e João Felipe Tondo, contam que se sentiram preparados para mostrar este trabalho para o público. “Decidimos arriscar, independente do resultado”, conta Eraldo. No fim de outubro o grupo teve sua estreia oficial no Festival Internacional de Teatro Rosário em Cena, no qual receberam indicações aos prêmios de Melhor Ator, Melhor Figurino e Melhor Iluminação. Uma semana depois, eles

partiram para Santo Ângelo, onde participaram do 2º Festival Internacional de Teatro Cidade dos Anjos, onde foi possível uma grande troca de experiência com grupos brasileiros e de países vizinhos. Já no início de novembro, foi a vez de levar o nome de Osório para o Festival Internacional de Teatro de Uruguaiana, no qual foram o grande destaque, levando cinco troféus pra casa, além da classificação para o Festival dos Festivais, em Porto Alegre – evento que reúne todos os campeões do ano. Em Uruguaiana, a Companhia Yesplim, recebeu as seguintes indicações e prêmios: Indicações: Melhor Figurino - Grupo Melhor Texto Adaptado - Eraldo Júnior

João e Eraldo pretendem levar o espetáculo para fora do RS

Expediente

Diretora: Neli Nunes dos Santos Sampaio Administrativo: Laurine Sampaio Diagramação: Fernanda Ferreira Redação: Vanessa Puls

Impressão Fundado em 19/10/1988 Soller Indústria Gráfica Ltda. Neli Nunes dos Santos Sampaio CGC: 14.118.747/0001-53 Filiado ADJORI Rua Mario Santo Dani, 921 - Osório-RS E-mail: revisaojornal@gmail.com Fone: (51) 3663.9511


2

Osório, 23 de novembro de 2017

Bragé e Grassi Casa de Carnes

Grelhados - Espetinhos - Carne Assada - Buffet de Carnes - Buffet de Saladas - Sorvetes

Cartões:

CMYK

Faça sua encomenda pelos fones: 3663.6603 e 3663.6436

Rua Santos Dumont, 565 em frente à Praça das Carretas - Osório/RS


3 Osรณrio, 23 de novembro de 2017


4 Osório, 23 de novembro de 2017

SAÚDE BUCAL Bárbara Pereira

Mitos e verdades sobre implantes dentários O implante dentário era uma realidade longínqua na vida dos brasileiros, tanto pelo custo quanto pelo medo. Hoje, com as novas tecnologias e o custo mais acessível, o número de implantes no Brasil deu um salto de 10 mil cirurgias anuais para 200 mil, segundo dados do setor. Esse crescimento se deve à segurança e conforto que um implante oferece em relação à prótese dentária removível, a dentadura. Ainda existem muitos mitos com relação aos implantes, mas os pacientes estão sendo mais bem instruídos para conscientização dos benefícios de se optar por essa prática. Conheça alguns desses mitos e verdades que envolvem os implantes dentários: Apenas idosos podem realizar uma reabilitação por implante dentário?

Mito – A idade mínima para a reabilitação com implantes dentários depende do final do crescimento do indivíduo, que ocorre em média aos 17 anos de idade.

Quem já usa dentadura não pode mais se submeter ao tratamento com implante?

Dr. Maurício Bock Capelani Santos

Mito – O paciente desdentado total pode sim ser reabilitado com implantes, porém depende da avaliação clínica e radiográfica do implantodontista para saber se a quantidade de osso remanescente é suficiente para a instalação dos implantes.

Bisol e Bolzan Advogados completa 5 anos no Litoral Norte! O Escritório de Advocacia Bisol e Bolzan, conduzidos pelos sócios Lucas Bolzan e José Olavo Bisol completa em 2017, 5 anos de atividades com muitos motivos para comemorar. Com uma metodologia arrojada e um atendimento diferenciado a empresa já conta com uma equipe de 6 colaboradores e muitos processos já passaram por suas mãos nesse período. Tanto Lucas Bolzan, quanto José Olavo Bisol possuem grande experiência nas suas áreas de atuação. Lucas é Mestre em Direito Constitucional pela Universidade de Lisboa - Portugal. Pósgraduado em Direito Público pela Faculdade Escola Superior do Ministério Público do Rio Grande do Sul - FMP/RS. Publicou o livro Restrições de Direitos Sociais

na União Européia pela editora Lumen Iuris e artigos em revistas especializadas. E José Olavo Bisol é Pós-Graduado em Direito Civil e Processo Civil pela Faculdade Cenecista de Osório – FACOS. Atualmente localizado em Tramandaí, atende todo o litoral norte e região metropolitana do nosso Estado com foco em Direito Imobiliário, Trabalhista, Civil, Administrativo e agora também em Direito Previdenciário. Nossa missão é entregar aos nossos clientes os mais sofisticados e especializados serviços em cada área de atuação. Investimos em uma comunicação diferenciada, inclusive nas redes sociais, buscando desmistificar a linguagem jurídica, nos aproximando dos usuários e tornando a justiça algo realmente mais simples, afirmam os sócios.

Caso não seja, existe a necessidade da realização de enxerto ósseo prévio. Não existe rejeição do organismo ao implante?

Verdade – Os implantes dentários são confeccionados em titânio, que é um metal biocompatível, ou seja, um material que o organismo não rejeita. Nos casos de perda de implantes (3% dos casos), não ocorreu uma cicatrização óssea adequada.

A instalação dos implantes dentários deve ser feita o mais rápido possível para evitar a reabsorção óssea?

Verdade – Os implantes devem ser instalados o mais breve possível após a perda dentária, pois o osso alveolar sofre um processo de reabsorção fisiológica que pode prejudicar ou até mesmo inviabilizar a sua instalação. Fumar atrapalha no tratamento por implante?

Verdade - Artigos científicos demonstram que os pacientes fumantes apresentam um índice de insucesso de 11% na ósseo integração dos implantes, comparado aos 3% dos pacientes não fumantes. Doenças na gengiva devem ser ratadas antes de realizar o implante?

Verdade – Os pacientes devem estar com a saúde bucal em dia para instalação dos implantes. Existe apenas um tipo de prótese dentária?

Mito – Para cada tipo de reabilitação existem vários tipos de próteses (unitárias, múltiplas, overdentures, protocolo).

Todas as próteses são muito saudáveis. Fazer um implante dentário ainda é muito caro?

Mito – Com a evolução e propagação dos tratamentos com implantes dentários, o custo hoje é bem acessível aos pacientes.

Em alguns casos, é possível instalar a prótese sobre o implante em até 48 horas?

Verdade – esse tratamento é denominado “carga imediata”. Segundo o dentista do CCO, para a utilização dessa técnica, o implantodontista deve fazer um planejamento bem detalhado, pois ela não é aplicável a todos os casos.

Dra. Bárbara Pereira da Luz CRO-RS 23123

Atende no Consultório Espaço Odonto - Osório End. Rua Joao Sarmento n. 987 – Sala 01 | Fone – 36632663 / 997966970 (Cel e Whatsaap)

CMYK

Dr. Maurício Bock Capelani Santos Cirurgião Dentista - IMPLANTODONTISTA CRO-RS n° 18040 *Atende no Consultório Odontológico Espaço Odonto na Rua João Sarmento n°987 - sl 01. Telefones 3663 2663 / 997966970 (cel e Whatsapp).


PERSONA CADERNO

20 de novembro - Dia da Conciência Negra

Edição n°18 Osório

Litoral Norte/RS

23/11/2017

Caderno Especial encartado na edição n° 532

Jornal Bons Ventos

Luta de Zumbi não foi em vão

Losvaldyr Carvalho Bittencourt Junior O dia 20 de novembro, é a data significativa que assinala o assassinato de Zumbi – o líder guerreiro do Quilombo dos Palmares, em 1695, atualmente considerado um dia especial e de reverência, para a população dos afro-brasileiros. O quilombo de Palmares surgiu em fins do século 16, no Sul da então capitania de Pernambuco, junto à serra da barriga, região conhecida genericamente como “os Palmares”, um pedaço da Mata Atlântica, coberto por palmeiras, encravado no meio do sertão e, hoje, pertencente ao território de Alagoas. Tudo indica que estes africanos, que lutaram pela liberdade e contra a escravidão, eram de origem das regiões de Angola e do Congo, no continente africano. Tanto que denominavam seu reduto principal de Angola Janga, isto é “Angola Pequena”, sendo a maior parte de habitantes originados do grupo linguístico e cultural Banto, estes conhecedores da agricultura, da criação de animais e do uso do ferro. Documentos coloniais estimam que o quilombo tinha população de

30 mil quilombolas, entre africanos e descendentes, cuja economia local era composta por uma mistura de caça, coleta e agricultura, em que se plantavam gêneros como mandioca, batata-doce e feijão. Para capturar fugitivos acolhidos pelo quilombo de Palmares e destruir seus mocambos, nas últimas décadas do século XVI, entre 1585 e 1740, dezenas de expedições haviam sido enviadas. Por mais de 350 anos, desde quando a colonização iniciada no Brasil (Terra de Santa Cruz), por Portugal entre 1530 e 1534, os escravos negros tornaramse “as mãos e os pés” da nossa terra e, também, de vizinhas terras americanas. Cujo regime escravocrata persistiu, mesmo após ter sido abolida oficialmente o tráfico negreiro no país, sendo que o Brasil recebera cerca de 3,7 milhões de negros escravizados, o corres a 35 por cento do total trazido para as Américas e Ilhas do caribe, nos mesmos séculos. Agravado, ainda, pelo fato de o Brasil ter sido a última nação do mundo a suprimir o regime escravista. Por isso, o país é considerado como a região que, fora da África, concentra a maior população negra e conserva suas tradições culturais milenares. A importância de Zumbi dos Palmares passou a ser reivindicada pelo Grupo Palmares, criado pelo escritor e poeta Oliveira Silveira, que viria a propor uma data que para exaltar o líder palmarino e sua luta pela liberdade, dia 20 de Novembro, data de sua morte, e rejeitando a data de 13 de maio de 1888, uma vez que o negro ficou à margem da sociedade no pósabolição. O primeiro ato evocativo deu-se no dia 20 de novembro de 1971, no clube negro Marcílio Dias, em Porto Alegre, cuja data foi adotada pelo movimento negro, em 1978. Em 2003, o ex-presidente da República do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, ao aprovar a lei 10.639/03, tornando obrigatório o ensino de História e Cultura

Afro-Brasileira nas redes escolares de ensino, também incorporou no calendário escolar o dia 20 de novembro como “Dia Nacional da Consciência Negra. De um modo geral, a cultura negra avança esse consolida com as escolas de samba, capoeira, clubes negros, cultos afro-religiosos, quicumbis e maçambique, entidades culturais, saraus e literatura negra, quilombos e demais manifestações. Em Osório, temos a força e representaividade do clube negro José do Patrocínio; do Maçambique de Osório; as casas de cultos afro-brasileiros; da biblioteca Oliveira Silveira e do feminismo negro Empoderamento Crespo. Nos últimos anos, com a constituição de 1988, ocorreu a ampliação dos direitos civis, políticos, sociais e econômicos, devido ao protagonismo de diferentes atores vinculados aos movimentos sociais negros. Avanços, nesse sentido, foi a criação da Fundação Cultural Palmares, em 1988; a Marcha Zumbi dos Palmares – contra o racismo, pela cidadania e vida, em 1995; no Fernando Henrique Cardoso, foi

criado o Grupo interministerial para a Valorização da população negra, em 1996; a participação do Brasil na III conferência mundial da ONU contra o racismo, discriminação Racial, Xenofobia e Intolerância Correlatas de Durban, em 2001; foi aprovada a Lei Federal nº 12.288/2010, mais conhecida como e Estatuto da Igualdade Racial, proposta pelo senador Paim; a criação da Seppir (Secretaria Especial de promoção da Igualdade Racial, no governo Luiz Inácio Lula da Silva, em 2003; na constituição Federal de 1988, em seu Título VII, capitulo II, artigo 2016, é previsto o tombamento de todos os documentos e sítios detentores de reminiscências históricas dos quilombos; o sistema de cotas, enquanto ações afirmativas vem sendo implementadas gradativamente nas universidades públicas brasileiras, desde 2003, como meio de redução das desigualdades sociais e econômicas entre negros e brancos. Por tudo isto, é preciso dizer; valeu Zumbi, no dia 20 de Novembro, dia nacional da Consciência Negra.

Maçambique é referência da cultura africana em Osório

Endereço: Rua Lateral BR 101, 2800 Fone: (51) 3663-5454


Dia da consciência negra podia ser Dia da Estela BONS VENTOS PERSONA

O Dia Nacional da Consciência Negra é celebrado, no Brasil, em 20 de novembro. Foi criado em 2003 como efeméride incluída no calendário escolar — até ser oficialmente instituído em âmbito nacional mediante a lei nº 12.519, de 10 de novembro de 2011, sendo feriado em cerca de mil cidades em todo o país e nos estados de Alagoas, Amazonas, Amapá, Mato Grosso e Rio de Janeiro através de decretos estaduais. Em Estados que não aderiram à lei a responsabilidade é de cada câmara de vereadores, que decide se haverá o feriado no município. A ocasião é dedicada à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. A data foi escolhida por coincidir com o dia atribuído à morte de Zumbi dos Palmares, em 1695. Em Osório a professora Estela

Maris é conhecida pelo trabalho que desenvolve nas escolas municipais. Adora a moda afro e a luta contra o racismo é tema diário do seu trabalho com as crianças. Sempre presente na comunidade é uma apaixonada pela educação. O racismo ela enfrenta no seu dia a dia, e prefere não destacar episódios que passaram pela sua vida por causa da cor da sua pele. Tem na educação a base dos seus conceitos sobre raça, e muito orgulho da pele negra. Em todos os momentos que sua profissão dá oportunidade, ela passa os seus conceitos de vida, lembrando sempre que a educação é a forma de vencer os obstáculos da vida. Sempre com um sorriso aberto mostra a sua negritude com ações e ensinamentos as crianças. Por tudo isso o Dia da Consciência Negra poderia ser intitulado o dia da Estela na cidade de Osório.

23 de novembro de 2017

2

foto: antão sampaio

Antão Sampaio

20 de novembro - Dia da Conciência Negra

O negro do tambor Maçambiqueiro Paulo Diniz disse: “ enfim nasceu um novo ritmo na música gaúcha”. Hoje, Marião faz parte do grupo tribo Maçambiqueira e sempre quando pode está conversando com os negros mais velhos em busca de histórias. “No Morro Alto sempre tem uma história nova” diz ele. Sobre o Racismo ele diz que sempre existiu, e luta no dia a dia para que não aconteça. “Temos que começar na educação das nossas crianças. Na nossa faixa etária as pessoas ainda dizem que isso é “coisa de negrão”. Isso tem que terminar. Não pode ser dito nem de brincadeira. São cosias do nosso dia a dia, mas que é racismo mesmo que seja dito de brincadeira”. Sobre os planos de futuro Marião quer continuar pesquisando a cultura negra do município de Osório, em especial, os Maçambiques, fortalecendo cada vez mais a imagem de Osório dentro da cultura do Estado, tornando o toque do tambor maçambiqueiro como parte da música gaúcha.

foto: antão sampaio

Mário Luiz Rosa dos Santos, ou Mário Duleodato, 59 anos, funcionário público aposentado. Nos meios artísticos o Marião Maçambiqueiro, com diversos prêmios nos festivais do Estado tocando o tambor Maçambiqueiro. A história na cultura negra de Osório vem desde pequeno quando acompanhava o pai nos rituais dos Maçambiques. Teve um bom convívio com a Rainha Maria Tereza Joaquina de Oliveira. Aprendeu a tocar o tambor com Pedro Serafim. “Eu o admirava e sempre acompanhava ele prestando atenção naquele toque do tambor. Um dia ele me passou o tambor e eu saí tocando igual ele fazia”, diz Marião. Marião conta a origem do nome Maçambique é um molusco da praia. A própria origem do nome da cidade de Capão da Canoa nasceu com o Capão da Negrada, e o Capão do Mato onde os negros escondiam suas canoas, e depois fizeram o Quilombo

do Morro Alto, onde ficavam de vigia, nos tempos dos escravos. Marião cita o historiador Marcio Menger, que conta estes episódios da origem dos negros do litoral, e que ainda hoje é encontrado vestígios de restos de barcos dos negros de antigamente. Sobre a musicalidade que levou o ritmo dos Maçambiques ele acompanhou desde o início. “Eu lembro que uma vez acompanhava os Maçambiqueiros quando vi uma pessoa debaixo da figueira da praça prestando atenção. Era Carlos Catuípe, que depois com Ivo Ladislau começou a ganhar os festivais do Estado com o ritmo tirados dos Maçambiques , um novo ritmo essencialmente gaúchos dos negros do litoral. Ganhamos dois Musicantos e a 3° Tafona de Osório e mostramos ao Estado este novo ritmo da música gaúcha. Foi o Catuípe que me convidou para tocar o tambor e ganhamos o Festival com a música “Ventre Livre”. Ele mudou a minha vida, me deu um novo rumo” diz. Marião conta que o radialista

CMYK

Antão Sampaio

Estela Maris

Marião faz parte do grupo tribo Maçambiqueira e já ganhou premiações musicais


“Precisamos valorizar mais a comunidade negra de Osório” BONS VENTOS PERSONA

Ela é a Rainha Ginga. Francisca Dias, líder do grupo Maçambique de Osório considerado como único culto da comunidade negra como folclore puro, desde os tempos dos escravos. Atendendo o convite, ela visitou a redação do Jornal Bons Ventos e conversou com nossa reportagem. O Maçambique de Osório é uma congada gaúcha responsável pela realização de um ritual religioso afro-católico, com o qual a comunidade negra presta as suas homenagens aos santos de devoção católica negra, tais como Nossa Senhora do Rosário e São Benedito. A expressão dessa devoção ocorre por meio da unidade entre os ritos eclesiais da Igreja Católica e os rituais maçambiqueiros, estes mais por meio da percussão dos tambores, dos cânticos e das danças de matriz africana. E liderando o grupo a Rainha Ginga, hoje representada por Francisca Dias, a Preta, que assumiu o reinado dia 08 de outubro deste

ano, com a morte da sua mãe Severina Maria Francisca Dias. Segundo Francisca, ser Rainha ginga é um orgulho muito grande, principalmente por dar sequência aos reinados de Maria Tereza, Tomazia e Francisca, a sua própria mãe. “Convivi com as três últimas rainhas, que foi um aprendizado enorme para a minha vida. Jamais imaginaria que a coroa iria passar para mim, da forma como foi, no leito de morte dela me passou a coroa para dar seguimento ao reinado”. Preta destaca que já nasceu Maçambiqueira, pois toda a família faz parte do grupo e das comemorações. Teve época que eram oito dias de celebração. Quando tinha 10 anos, foi na primeira festa com meu pai. Na época morava em Morro Alto. A Rainha ginga destaca que hoje o Maçambique está renovado e forte. Foi muito triste a perda dos líderes, mas a renovação é importante para o grupo e hoje existe mais diálogo em torno da mesma causa de preservação do culto religioso que coloca a

cidade de Osório em destaque no país. Sobre o dia da consciência Negra, a rainha é de opinião que deveria ser feriado nacional, pois a sociedade ainda é racista. “Já melhorou muito, mas está inserido na sociedade, pois o negro precisa ser mais respeitado”, conta. Ainda sobre os Maçambique a rainha explica que antes a comemoração acontecia junto com os Quicumbis, de Mostardas, que ao longo do tempo foi separado. Agora, ele pretende que sejam unidos de novo para preservar a história dos negros. Sobre a fé em Nossa Senhora do Rosário, a Rainha Ginga conta que a santa atende muitos pedidos dos negros e isso é comprovado com as vistas que recebe na sua casa e os próprios pedidos na igreja junto a imagem da santa. “A gente vê as graças alcançadas e não é somente das pessoas negras. A fé que a gente tem nela é enorme e está presente no nosso dia a dia. Ela atende os nossos pedidos”. A rainha é de opinião que a cidade

23 de novembro de 2017

3

foto: antão sampaio

Antão Sampaio

20 de novembro - Dia da Conciência Negra

Rainha Ginga lidera os Maçambiques de Osório de Osório tem que dar mais valor aos Maçambiques. Temos que ter mais apoio e projetos sociais, mas

hoje em dia tudo é mais difícil. Precisamos de mais valorização da comunidade negra de Osório” finaliza.


23 de novembro de 2017

CMYK

BONS VENTOS PERSONA

4

Jornal 22/11  

Jornal Bons Ventos Edição online

Advertisement