Page 1

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 6 || June 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 1

Hexa é sonho para “reinar” até 2026!

CADERNO DA COPA Suplemento do Jornal B&B

||

Vol 20

||

Num 6 || June 2014


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 6 || June 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 2

Aqui, a COPA tem mais sabor! Durante a Copa do Mundo, o Camila’s Restaurante será o lugar ideal para você assistir os jogos com a família e amigos. Além da tradicional Feijoada Brasileira, da melhor comida caseira, o Camila’s será o lar da torcida brasileira. Você entra com a vibração, o Camila’s entra com o tempero.

Orlando: 5458 International Drive Orlando, Flórida 32819 Segunda - Domingo: 11h até meia noite

Miami: 129 SE 1st Avenue - Tel.: 305.375.0992 Miami, Flórida 33131 Segunda - Sábado: 11h - 22h Dom: 11h - 16h

Jornal B&B

Faça a sua reserva*: 407.354.2507

(*) Durante os jogos da Copa do Mundo, o Camila’s Restaurante vai cobrar consumação mínima por pessoa, que inclui buffet e refrigerante à vontade. Consulte preço!


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 6 || June 2014

||

www.JornalBB.com

Hexa garante +12 anos de

Reinado!

Desde a conquista de seu primeiro título mundial, em 1958, na Suécia, a seleção brasileira se tornou a referência mais forte do futebol em todo o planeta.

Brasil esteve com dois títulos de vantagem sobre os demais, no caso a Itália. Quando o Brasil se tornou tricampeão, em 70, Itália e Uruguai eram bicampeões.

Isso, indiscutivelmente, pela soma das habilidades individuais de seus craques, e também pelos cinco títulos conquistados, nenhum deles “dentro de casa”, fato que também é inédito, já que todos os campeões mundiais ganharam pelo menos uma Copa disputada em seus territórios.

Quando conquistamos o tetra, nos Estados Unidos, em 1994, a Alemanha já tinha se tornado tri-campeã, quatro anos antes, em 1990. Veio o penta-campeonato em 2002, e ficamos dois títulos “à frente” de alemães e italianos que, coincidentemente, fizeram a final de 2006 e com isso a Itália “encostou” no Brasil.

No fechadíssimo “Clube dos Campeões de Copa”, o Brasil reina absoluto desde quando se tornou tri-campeão, em 1970. Quando já éramos penta, a Itália se aproximou, conquistando o tetra na Alemanha em 2006. Esta é mais uma razão pela qual o hexacampeonato é tão importante para o futebol brasileiro. Se vencer pela sexta vez, abrirá novamente dois títulos de vantagem sobre os italianos e três sobre a Alemanha. Isso significa que, ganhando a Copa de 2014, o Brasil somente poderá ser ultrapassado pela Itália, na Copa de 2026, que nem se sabe ainda onde será realizada. Mesmo que os italianos ganhem as Copas de 2018 (Rússia) e 2022 (Qatar), no máximo “empatariam” com o Brasil em seis títulos. Deixando os italianos de fora, se forem os alemães a nos perseguir, somente em 2030 poderiam ter essa chance. Mesmo assim, se ganhassem, seguidamente os três próximos mundiais, tarefa das mais

Da parte dos italianos, se ganharem a Copa de 2014, estarão igualando o Brasil como penta-campeões e ambos estarão isolados dois títulos à frente da Alemanha. Outra estatística que o time de Felipão persegue é manter o Brasil no topo do ranking técnico de todas as copas.

improváveis. E qual a importância de manter essa hegemonia no “ranking” dos títulos mundiais? Toda! Porque é esse fator que acrescenta enormemente valor à Seleção Brasileira e ao futebol brasileiro como um todo, fazendo com que os “cachês” pagos à nossa seleção sejam os maiores do mundo, e valorizando ainda mais nossos jogadores. Tornar-se hexacampeão, na verdade, recolocaria o Brasil num patamar inédito na história do futebol mundial. Apenas entre 2002 e 2006, o

Os cinco títulos nos garantem estar lá, mas uma vitória da Alemanha, mesmo com um título a menos, os colocará em nossa frente por terem mais segundos e terceiros lugares. Os alemães estiveram mais presentes entre os quatro finalistas do que qualquer outra seleção. Argentinos e uruguaios buscam seu terceiro título. Franceses, espanhóis e ingleses, o segundo. E assim se fecha o clube de campeões de copas. Clubes que têm apenas oito “sócios”, embora seja disputado por - teóricamente - 226 “pretendentes”, que são as nações filiadas à FIFA e que competem desde as eliminatórias.

|| Caderno da Copa

|| Page 3


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 6 || June 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 4

O domínio da “Legião Estrangeira”

65% dos jogadores que vão jogar na Copa atuam fora de seus países de origem

Luis Suarez (Uruguai)

Cristiano Ronaldo (Portugal)

Há quem diga que a seleção brasileira perdeu identificação com o torcedor porque a maior parte dos jogadores não joga no país. Às vésperas da Copa do Mundo, se a tese for verdadeira, outras equipes sofrerão do mesmo mal. De todos os já convocados para o Mundial, dois terços dos atletas são “estrangeiros” em suas terras natais.

coloca as duas seleções como modelo a ser seguido, já que nenhuma das duas é vista como favorita ao título mundial. Confira abaixo, cada seleção: Brasil - 4 locais / 19 “estrangeiros” Croácia - 5 / 25 México - 16 / 7 Camarões - 2 / 26 Espanha - 17 / 13 Holanda - 16 / 14 Chile - 9 / 21 Austrália - 10 / 20 Colômbia - 3 / 27 Grécia - 15 / 14 Costa do Marfim - 2 /26 Japão - 11 / 12 Uruguai - 1 / 24 Costa Rica - 10 / 13 Inglaterra - 22 / 1 Itália - 27 / 3 Suíça - 7 / 16 França - 8 / 15 Equador - 13 / 11 Honduras - 8 / 15 Argentina - 5 / 30 Bósnia e Herzegovina - 1 / 23 Irã - 18 / 10 Nigéria - 4 / 26 Alemanha - 20 / 7 Portugal - 12 / 18 Gana - 1 / 25 Estados Unidos - 15 / 15 Bélgica - 3 / 21 Argélia - 5 / 25 Rússia - 29 / 1 Coreia do Sul - 6 / 17

Até aqui, considerando as listas finais já divulgadas e as pré-listas das 32 seleções que estarão na Copa, são 865 jogadores chamados para defender seus respectivos países. Desses, apenas 325 jogam em equipes domésticas, ou seja, 37,6% do total. Já os “forasteiros”, atuando no exterior, representam 62,4%, ou 540 atletas. Entre as 32 seleções, apenas dez têm a maioria de seus convocados jogando em “casa”, nenhuma, porém, é 100% doméstica - em contrapartida, nenhuma é toda composta por “estrangeiros”. Uruguai, Gana e Bósnia, com apenas um atleta local em suas convocações, são as três seleções mais dependentes do exterior na Copa. No outro extremo, Inglaterra e Rússia são quem aproveitaram melhor o que têm à disposição em seu próprio campeonato, convocando apenas um jogador de fora do país cada. É verdade, porém, que a solução “caseira” não

Call us Today! 407.249.1234

• • • • • • • • •

Wellness Visits Immunizations ADHD Asthma Allergy Weight Control Same Day Appointments Accepting New Patients Accepting Most Insurances

FIRE DEPT

S. HIAWASSEE RD.

FIRST CHOICE PEDIATRICS

Kirman RD.

Pediatric Specialists

RALEIGH ST.

1601 Park Center Drive, Suite 6 Orlando, Florida 32835 Hours: Monday - Friday 8:15 am - 5:00 pm

Daniel Messi (Argentina)

Brasileiras & Brasileiros, Inc. Fundado em 1994 • 5534 Hansel Avenue Orlando, FL 32809 USA Fone: (407) 855-9541 Fax (407) 855-6135 www.jornalbb.com info@jornalbb.com

Advertising Guidelines Deadlines - Advertising and publicity deadlines are posted on Balcão Pages. It is the advertiser’s responsibility to submit fresh advertising materials each month if desired. Send Us Your News - Jornal B&B welcomes story ideas and Press Releases along with photographs of interest to the Brazilian Community living in the United States. Deadline to editorial is the 20th of every month.

Publisher: Eraldo Manes Junior V.P. Operations Maida Belíssimo Manes Editor-In-Chief: Carlos Borges

Distribution - The Brasileiras & Brasileiros is a Direct Mail publication targeting the Brazilian Community living in the US. More than 9,000 families receive by mail this publication free of charge. It is an audience of more than 40.000 readers a month. If you want to be added to this list, please find a subscription form inside this edition and submit to us. Wait for one month to start receiving your free copy.

Contributors: Carlos Wesley Maria Fulfaro Antônio Gomes (SP) Isabella Mello (BA) Renata Monteiro (RJ)

Additional Copies - Brasileiras & Brasileiros can be found in restricted commercial areas in Central Florida, such as Brazilian Restaurants, Supermarkets, Churches etc.Please Call us 407.855.9541 to know where it is available.

Design: Plus Media International Correspondent: Edinelson Alves Contributing Writers: Fabio Lobo, Claudemir Oliveira, Peter Roman, Amaury Jr., Nilson Dizeu, Adalberto Piotto, Peter Ho Peng, Robson Franca, Edinelson Alves, Luciana Bistane, Roberta Detti e Marcio da Cruz Alves. Sales Managers: Paulo F. Martins (in memorian) Sandro Coutinho: (407) 219-6092 Cecilia Weissberg: (954) 589.7201

JornalB&B

P E D I A T R I C S

www.fcpediatrics.com

PARK CENT RAL D R.

FIRST CHOICE

Daniel Subásic (Croácia)

Distribution: CC Distributors

Duplicates - If you receive more than one copy both in your name or the same address, please call us at 407.855.9541 to cancel one copy. Thus we will give the opportunity to other new reader start receiving this free publication. Responsibility - Products, services, information and/or opinions featured in ads content offered to readers are not an endorsement by the publisher Brasileiras & Brasileiros, Inc. Publisher assumes no responsibility for errors, gimmicks or hassles, in any customer-approved advertising copy for this publication. No part of this publication may be reproduced without written permission from the publisher. Brasileiras & Brasileiros, Inc. reserves the right to refuse advertising spaces at the publisher’s discretion. Copyright 1994-2014. All rights reserved.

WINNER

Brazilian International Press Awards √ Outstanding Work - 2013 √ Best Community Article - 2012 √ Women Community Leadership - 2011 √ Golden Award (Over 10 Years of Service) √ Editor of the Year - 2008 √ Newspaper Layout - 2008 Hispanic Corporate Achievers √ Hispanic 100 Media - 1997

Neymar Jr. (Brasil)

Circulação Certificada

Periodical # 018-834 Jornal B&B USPS # 018-834 IS PUBLISHED MONTHLY by Brasileiras & Brasileiros, Inc. - 5534 HANSELAVENUE, ORLANDO, FL 32809. POSTMASTER: SEND ADDRESS CHANGES TO: Brasileiras & Brasileiros, Inc. 5534 HANSEL AVENUE - ORLANDO, FL 32809. PERIODICALS POSTAGE PAID AT ORLANDO, FL 32809 Member:


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 6 || June 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 5

O Melhor de Orlando!

Churrasco Rodízio 11am - 4pm

Almoço $23.95 e Jantar $27.95 Buffet Completo de Salada e Pratos Quentes. Picanha e mais 8 tipos de Carnes.

Reservas: 407.354.0260

Boi Brazil Churrascaria

- Fraldinha - Alcatra - Lombo - Frango com Bacon - Picanha com Alho

5600 International Drive - Orlando, Fl 32819

Aqui o seu dia começa e termina bem Café da Manhã - $9.00

Buffet Completo no Estilo Brasileiro

Almoço - $12.50 - Jantar - $13.95 Buffet Completo no Estilo Brasileiro

11am - 10pm

321.732.3120 - Boi Brazil EXPRESS - 5648 International Drive - Orlando, Fl 32819 Dois estilos de restaurantes para você escolher: Boi Brazil Express e Boi Brazil Churrascaria NOVOS ENDERÇOS: Espaço amplo e confortável para receber mais 300 pessoas. Venha Conhecer www.boibrazil.com

boi brazil


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 6 || June 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 6

Testemunha do “Maracanazo” afirma: Jornalista residente em Orlando estava no Maracanã na final da Copa de 1950 O jornalista Roberto de Souza, carioca residente em Orlando e que publica há mais de duas décadas o BD News, como todo brasileiro que gosta de futebol, vive emoções intensas nesta Copa do Mundo de 2014. As emoções de Roberto, entretanto, têm um “tempêro” único, que poucos podem sentir. Afinal, ele estava lá, no Estádio do Maracanã, na fatídica tarde em que o Uruguai roubou da seleção brasileira o sonho de seu primeiro título mundial. Roberto Souza relata em suas próprias palavras: “No dia 16 de junho de l950 fui assistir ao jogo final entre Brasil x Uruguai na decisão da Copa do Mundo, que estava sendo realizada no Rio de Janeiro. O estádio do Maracanã, foi construído especialmente para sediar o evento. E não era de se perder, o Brasil estava classificado para o jogo final pois havia derrotado na semi-final a Espanha por 6 x 1 numa das mais delirantes partidas de futebol que eu presenciei - a Espanha, denominada “A Fúria”, fama destroçada pela maravilhosa exibição dos craques brasileiros como o mestre Zizinho, Ademir, Jair, Chico, Danilo e outros. O Maracanã estava com quase 200 mil pessoas e o Brasil passeava em campo derrotando a Espanha por 6 x 1 dando oportunidade de se apreciar um espetáculo sem precedente. Era um espetáculo coletivo, a torcida acenando os lenços brancos gritando ‘olé’

a cada jogada dos craques brasileiros e ainda cantando a música “Touradas em Madrid”, sucesso do carnaval carioca de autoria do compositor Braguinha, que estava na arquibancada e chorava como uma criança. Não era para menos: quase 200 mil pessoas cantavam a música de sua autoria, num fato inusitado e de alegria total. O jogo final Brasil x Uruguai, no qual todos esperavam e confiavam numa vitória brasileira em razão da bela campanha que a nossa seleção realizava desde o início da Copa. A partida estava marcada para as 3 horas da tarde e o Maracanã teve os portões abertos ao meio-dia e nesta hora foi impressionante o movimento das pessoas se acomodando nas arquibancadas, cadeiras especiais, geral e um cenário curioso foi o preenchimento dos lugares vazios, fato ocorrido em poucos minutos. Rapidamente todo o estádio ficou completamente ocupado - era meio-dia e cinco minutos e o jogo começaria às 3 horas. No campo, só o gramado e algumas pessoas. A partida foi bastante nervosa no seu começo e o Brasil fez o 1 x 0 num gol de Friaça e dava entender que seria o campeão pois precisava apenas de um empate. Mas, futebol é um esporte cheio de surpresa e o Uruguai empatou através de Schiaffino e Gighia, foi o demolidor ao fazer o segundo gol da celeste. A “QUASE” TRAGÉDIA... Drama: ninguém podia acreditar

no que estava acontecendo e, na minha opinião se o Brasil empatasse - e quase conseguiu, através do atacante Chico no final da partida poderia acontecer uma tremenda tragédia pois as arquibancadas lotadas estavam sofrendo empurrões da massa de torcedores e não se pode calcular o que poderia acontecer, caso o Brasil fizesse o gol de empate. Acredito que, realmente Deus é brasileiro pois um outro resultado poderia provocar um dano maior do que a derrota para a equipe uruguaia. Estima-se que cerca de 200 mil pessoas assistiram o jogo da final no Maracanã. Provavelmente, o maior público de um jogo de futebol de todos os tempos. Com a derrota do Brasil, o clima no estádio ficou extremamente triste. Eram milhares de torcedores chorando no estádio e, logo depois, nas ruas do Rio de Janeiro e por todo o país. Como naquele ano ainda não havia transmissão televisiva no Brasil, quem não compareceu aos estádios,

acompanhou os jogos através do rádio, principal meio de comunicação na década de 50. Foi somente a partir da Copa do Mundo de 50 que os jogadores passaram a usar camisas numeradas. O número na camisa de cada jogador facilitou a identificação de cada jogador por parte do árbitro, imprensa e torcida”.

Roberto de Souza nasceu em Macuco, Estado do Rio de Janeiro, em 3 de novembro de 1932. Casado com Vera de Souza, o casal tem cinco filhos: Christian, Brian, Roberto, Denise, e Liliane; 8 netos e dois bisnetos. Roberto veio para os Estados Unidos em 1981 e se tornou cidadão norte-americano, 20 anos depois. Trabalhou no jornal O Globo onde criou o Caderno de Turismo que hoje é o Caderno Viagem. Comandou programas de TV e editorias de turismo nas redes Globo e Tupi e nos jornais Diário Carioca e Jornal do Brasil. Foi também jurado do programa de Abelardo “Chacrinha” Barbosa. Já nos Estados Unidos, criou o jornal “Florida Travel News” que circulou de1981 a 1984 em Miami. e em Orlando, o informativo “Brazilian Daily News” via fax e que atualmente é um veículo com circulação contínua, todas quintas-feiras, em Orlando.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 6 || June 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 7

“A derrota para o Uruguai em 1950 evitou uma tragédia ainda maior do que a do gramado”

Para Roberto de Souza, a final “sonhada” é contra argentinos B&B - Corremos o risco de um novo “Maracanazo” em 2014? Roberto de Souza - Acredito que não. O futebol uruguaio de 1950 não evoluiu e nem acompanhou o crescimento do futebol brasileiro. Desde 1958 até agora o Brasil conquistou 5 títulos mundiais, o que não acontece com o futebol do Uruguai. Temos adversários muito mais fortes que o Uruguai. Com estes sim, precisamos ter muito cuidado. B&B - Foi uma decisão certa realizar esta Copa no Brasil? RS - Esportivamente, sim. O país poderá chegar ao Hexacampeonato e, dessa forma, será difícil ser igualado por um bom período de tempo. B&B - O comercialismo excessivo está matando o futebol? RS - É um aspecto necessário pois

o futebol cresce em proporção avassaladora no mundo e a competição segue esse crescimento. B&B - Como torcedor, qual a sua perspectiva para a Copa de 2014? RS - A maior e a mais rica competição do futebol mundial que é a Liga dos Campeões da Europa reúne as mais fortes equipes do mundo e delas participam 28 jogadores brasileiros (a maioria integrantes da nossa seleção). O que não acontece com outras seleções. Daí se acreditar que a seleção brasileira é a mais cotada a levar o título, salvo fatores alheios à competição ... B&B - Que time O Sr. sonharia que o Brasil enfrentasse na final? RS - Sem a menor dúvida, a Argentina. Acho que eu não sou o único que sonha com essa final.

✤✤DENTISTA ✤

As fotos mostram como o Maracanã recebia um público muito superior à sua capacidade, que era, nominalmente, de 185.000 espectadores. Os dados “oficiais” registram 203 mil presentes à final de 50.

Acima: imprensa brasileira foi impiedosa com a seleção. A “lição” do “Maracanazo” só foi aprendida, de fato, oito anos depois, com a conquista do primeiro título, na Suécia. Aí, ninguém mais parou a seleção!

FALAMOS PORTUGUÊS

Carlos J. Gurreonero, D.M.D., P.A.

Exames para Pacientes NOVOS

$

49.99

Inclui: (DO150) - Exame inicial, Raio X digital completo (D0210), Raio X Panorâmico (DO330).

CLAREAMENTO

ZOOM! $

375

.00

Preço Regular $500

Válido para pacientes sem periodontites

PROMOÇÃO

para crianças até 14 anos

$

69.99

Inclui: Exame inical, radiografias, limpeza e aplicação de fluor

Os cupons não podem ser usados com Planos de Saúde e nenhuma outra oferta

Jornal B&B

Agora fazemos aplicações de BOTOX

Consultório equipado com a mais moderna tecnologia. Tratamento com sedativos disponível para adultos e crianças.

407.219.5931 8865 Commodity Circle, Suite 6 Orlando, FL 32819 (Esquina com John Young Pkwy e Sand Lake Rd em frente ao 7-Eleven)

PERIODONTISTA BRASILEIRO

Carlos A S Pires, DMD, MSD.

Horário de Funcionamento: 2a, 3a e 5a das 7AM - 4PM 4a das 10AM - 7PM | 6a das 8AM - 1PM | Sábado das 9AM - 2PM Aceitamos Cartão de Crédito e Diversos Planos de Saúde

Especialista em Tratamento de Gengiva a Laser (LANAP) e Implantes.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 6 || June 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 8

Copa na TV, sem transmissão em Português Torcedor brasileiro terá que optar entre Univision, ABC, ESPN e ESPN2, que transmitirão os jogos em espanhol e inglês. Globo, PFC e Record prometem show de cobertura jornalística

Podem reclamar de Galvão Bueno como quiserem e bem entenderem, mas o fato é que o torcedor brasileiro queria mesmo era assistir à Copa do Mundo no canal brasileiro. Como aconteceu na Copa de 2006, quando a Globo e o extinto canal RBTi transmitiram os jogos. A partir de 2010, os canais que compram os direitos da Copa para os Estados Unidos, exigem da FIFA total exclusividade, impossibilitando que os canais étnicos transmitam o mundial para suas comunidades. Fernando Fiori (acima) é nome garantido no time da Univision, assim como Pablo Ramirez (abaixo). O canal hispânico vai mostrar todos os 64 jogos. Nas fotos abaixo à esquerda, o “grande ausente” do Mundial, Andrés Cantor, da Telemundo. Ao lado dele, o nome mais conhecido dos brasileiros no time da ESPNABC: Alex Lalas, ex-craque da seleção dos EUA e já comentarista experiente.

Por isso, como ocorreu antes de 2006 e em 2010, os mais de 1 milhão de brasileiros que residem nos Estados Unidos (um terço deles, na Flórida), terão que optar entre o estilo “exagerado” das transmissões da Univision ou o “frio” da cobertura da ABC-ESPN. Há quem até prefira esses estilos, mas são minoria. Tanto que será, mais uma vez, muito comum para brasileiros sintonizar as imagens da copa numa dessas redes e ter, ao lado, o áudio sintonizado numa rádio ou web site brasileiro. Portanto, é melhor ficar atento desde já para as alternativas da Copa no “big screen”, já que alguns seguirão preferindo acompanhar no computador, onde, certamente, haverá algumas alternativas “não oficiais” de acompanhar os jogos do mundial com narração em nosso velho e bom idioma Português. Como em junho/ julho o horário na Costa Leste dos EUA é apenas uma hora a menos que o Brasil, não haverá tanto transtorno para os fãs mais fanáticos, que pretendem assistir a maioria, se não todos os jogos. A maratona começa dia 12 de junho. ESPN e Univision transmitem os jogos do Brasil contra a Croácia (dia 12 de junho às 4 PM) e México (dia 17 de junho às 3 PM). O jogo contra Camarões (dia 23 de junho, 4 PM) será mostrado pela ESPN2 e Univision. Se a seleção de Felipão passar para as oitavas, ABC, ESPN ou ESPN2 se alternarão nas transmissões em inglês, mostrando todos os jogos desta

fase, o mesmo que fará a Univision. Se for primeiro do grupo A, o Brasil jogará no sábado, dia 28, contra o segundo do grupo B, ao meio dia. Este jogo será transmitido ao vivo pela ABC e Univision e não pela ESPN. Se for segundo do Grupo A, o Brasil joga domingo, dia 29, contra o primeiro do Grupo B, também ao meio dia. Nesse caso as transmissões são pela ESPN e Univision. Nas quartas-de-final a ABC volta somente para transmitir um dos

jogos, o que está previsto para sábado, dia 5 de julho, em Brasília, ao meio dia. Os outros três jogos serão mostrados por ESPN2, ESPN e Univision. Semifinais serão território exclusivo da ESPN e Univision, o mesmo acontecendo com a decisão de terceiro lugar. A ABC retorna para o “filet mignon”, que é a final no Maracanã, dia 13 de julho. Como sempre, a Univision estará presente em todos os jogos.

Cobertura nos canais brasileiros Os canais internacionais brasileiros prometem uma extensiva cobertura do Mundial, tanto antes quanto nos intervalos e depois dos jogos. E existe uma razão muito forte para que os brasileiros sintonizem Globo, Canal PFC e Record, porque somente nestes canais serão feitas reportagens específicas e completas sobre a seleção brasileira, os estádios, os torcedores, enfim, tudo o que estiver girando em torno da Copa no Brasil. Tradicionalmente, ABC, ESPN e Univision limitam bastante sua cobertura fora dos jogos em sí e mesmo a Univision que tem um tradicional show de “espera” dos jogos, foca mais no seu mercado principal, que é o público hispânico.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 6 || June 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 9

Carlos Wesley Prá frente Brasil!

Já estamos em clima de Copa do Mundo. Gostando ou não dos nomes que vestirão a “amarelinha” no Mundial, é esse o time que vai lutar pelo hexacampeonato. Chegou a hora de deixar o clubismo de lado e vibrar com a Seleção.

Engana-se quem pensa que a presença de jogadores brasileiros na Copa está limitada aos 23 convocados por Felipe Scolari. Há conterrâneos espalhados por outras Seleções. O caso mais famoso é o do artilheiro “espanhol” Diego Costa (foto acima), que abriu mão da nacionalidade brasileira há poucas semanas. Pepe, zagueiro de Portugal, nasceu em Alagoas, e além deles há pelo menos outros oito atletas na mesma situação.

Antipatriotismo?

Diante das polêmicas quanto ao superfaturamento na construção dos estádios e outros escândalos na CBF e na política, o número de brasileiros torcendo contra Felipão, Neymar e companhia promete ser recorde. Uma enquete realizada pela revista Veja mostrou que este percentual está em torno de 35%. Mesmo respeitando a opinião destas pessoas, não consigo me imaginar vibrando com os gols dos adversários. Até porque a resposta aos problemas do País tem que ser dada nas urnas em outubro.

O que eles falam por aí.... “Chegou a hora não só de representar a minha família, mas representar o Brasil inteiro” (Neymar, esperança do Brasil na Copa)

carlos.wesley @yahoo.com

Música

Muito legal o CD com as músicas oficiais da Copa. O carrochefe, claro, é o hit “We Are One (Ole Ola)”, com Claudia Leitte, Jennifer Lopez e Pitbull. Mas a faixa que eu gostei mais foi “The World is Ours”, que tem a participação do Monobloco: tem o ritmo e o astral tipicamente brasileiros.

Gosto duvidoso

Sou fã de futebol e acho que os craques são a alma do esporte. Mas o que fez um cara da cidadezinha de Mocajuba, no Pará, merecia castigo. Ele simplesmente batizou os filhos usando nomes de cinco feras do futebol mundial: Riquelme Saviola e Ribery Messi Levandovisk. Por sorte, os nomes das filhas do casal foram escolhidos pela mulher do “cabra da peste”.

Técnicos

Este Mundial, ao contrário do que vem acontecendo nas últimas edições, não terá um técnico brasileiro em equipes estrangeiras. A lista dos que já viveram esta situação é extensa e inclui o próprio Felipão, que dirigiu Portugal em 2006, e Carlos Alberto Parreira, que já esteve à frente de outras quatro Seleções. Mas ninguém teve a experiência de Zico (Japão, foto acima) e Alexandre Guimarães (Costa Rica), que enfrentaram o time Canarinho, respectivamente em 2006 e 2002.

Figurinha difícil...

Preocupação

Iniciamos a Copa Libertadores com seis representantes (Cruzeiro, Grêmio, Atlético Mineiro, Flamengo, Botafogo e Atlético Paranaense). Seis equipes fortes, apontadas como favoritas, especialmente num ano em que a concorrência no torneio intercontinental era fraca. Mas ficamos pelo caminho... será que isso é motivo de preocupação para o Mundial ou uma competição não tem nada a ver com a outra? Mande sua opinião para o e-mail carlos.wesley@yahoo.com.

A Seleção está concentrada na Granja Comary e teremos, antes da estreia no Mundial, no dia 12 de junho, dois amistosos (contra Panamá e Sérvia). As vibrações vindas do maior evento do futebol no mundo já chegam aqui ao Sul da Flórida, mas ainda faltam algumas figurinhas para que a minha filha complete o álbum da Copa. Por acaso alguém tem repetido o cromo do Joel Campbell (número 296), da Costa Rica? Esse é aquele jogador que comprou mais de 100 pacotes e não encontrou sua própria foto.

ESCRITÓRIOS MOBILIADOS PARA ALUGAR

Escritórios iados Mobil de a partir

U$

450

Escritórios Privativos inclui: - Sala de Reunião - Lounge - Recepcionista - Cozinha Equipada - Internet - Estacionamento

Escritório Virtual inclui: Endereço comercial, recebimento e envio de correspondências.

- Aluguel por Dia, Mês ou Ano - Localização Privilegiada - Wireless de Alta Velocidade - Serviço de Concierge - Caixa Postal Particular - Agendamento Online

- Atendimento Personalizado (Português/Inglês/Espanhol)

Escritório Virtual a partir de

U$

49

ALUGUE AGORA E RECEBA UM MÊS GRÁTIS 7901 Kingspointe Parkway, Suite 19 Orlando, FL 32819 Horário: Segunda a Sexta, das 9am - 5pm

Fone: 407-545-6418 - www.upperoffices.com

EXECUTIVE SUITES & BUSINESS CENTER

Jornal B&B

Brasileiros no Mundial

Carlos Wesley, carioca, é jornalista e produtor de vídeos.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 6 || June 2014

||

www.JornalBB.com

World Cup Grupo

A

BRASIL CROÁCIA MÉXICO CAMARÕES

Grupo

B

ESPANHA HOLANDA CHILE AUSTRÁLIA

12/06 17:00 São Paulo

13/06 16:00 Salvador

Brasil___x___Croácia

Espanha ___x___Holanda

13/06 13:00 Natal

13/06 18:00 Cuiabá

México___x___Camarões

Chile ___x___Austrália

17/06 16:00 Fortaleza

18/06 3:00 Porto Alegre

Brasil___x___México

Holanda ___x___Austrália

Camarões___x___Croácia

Espanha ___x___Chile

18/06 18:00 Manaus 23/06 17:00 Brasília

Brasil___x___Camarões 23/06 17:00 Recife

Croácia___x___México

Grupo

E

FRANÇA SUÍÇA EQUADOR HONDURAS

GRÉCIA JAPÃO COLÔMBIA COSTA DO MARFIM

14/06 16:00 Fortaleza

Uruguai___x___Costa Rica

14/06 22:00 Recife

14/06 18:00 Manaus

Inglaterra___x___Itália

19/06 13:00 Brasília

19/06 16:00 São Paulo

Colômbia___x___C. do Marfim

Uruguai___x___Inglaterra

19/06 19:00 Natal

20/06 18:00 Recife

Grécia___x___Japão

Itália___x___Costa Rica

24/06 16:00 Cuiabá

24/06 13:00 Natal

Japão___x___Colômbia

Itália___x___Uruguai

24/06 17:00 Fortaleza

24/06 13:00 B. Horizonte

C. do Marfim___x___Grécia

Costa Rica___x___Inglaterra

ARGENTINA NIGÉRIA BÓSNIA IRÃ

5/06 13:00 Brasília

15/06 19:00 Rio de Janeiro

Argentina___x___Bósnia

15/06 16:00 Porto Alegre

16/06 16:00 Curitiba

França___x___Honduras

Irã___x___Nigéria

20/06 16:00 Salvador

21/06 13:00 B. Horizonte

França___x___Suíça

Argentina___x___Irã

20/06 19:00 Curitiba

21/06 18:00 Cuiabá

Honduras___x___Equador

Nigéria___x___Bósnia

25/06 16:00 Manaus

25/06 13:00 Porto Alegre

Suíça___x___Honduras

Nigéria___x___Argentina

25/06 17:00 Rio de Janeiro

23/06 13:00 Salvador

Equador___x___França

Bósnia___x___Irã

GANA PORTUGAL ALEMANHA EUA

Grupo

G

RÚSSIA BÉLGICA ARGÉLIA CORÉIA DO SUL

Jornal B&B

H

16/06 13:00 Salvador

17/06 13:00 B. Horizonte

Bélgica___x___Argélia

16/06 19:00 Natal

17/06 18:00 Cuiabá

EUA___x___Gana

Rússia___x___Coréia do Sul

21/06 16:00 Fortaleza

22/06 13:00 Rio de Janeiro

Gana___x___Alemanha

Bélgica___x___Rússia

22/06 18:00 Manaus

22/06 16:00 Porto Alegre

Portugal___x___EUA

Argélia___x___Coréia do Sul

26/06 13:00 Recife

26/06 17:00 São Paulo

Alemanha___x___EUA

Coréia do Sul___x___Bélgica

26/06 13:00 Brasília

26/06 17:00 Curitiba

Portugal___x___Gana

Rússia___x___Argélia

- Café da manhã - Almoço - Sopas - Salgados - Sanduíches - Salgadinhos - Doces - Sucos - Vitaminas...e muito mais!

- Feijoada aos Sábados - Costela e Picanha Assadas Horários: De 2a a 6a - das 8 am - 9 pm Sábado - das 8 am - 8 pm Domingo - das 8 am - 4 pm

Grupo

Alemanha___x___Portugal

Supermercado e Restaurante TUDO EM UM SÓ LUGAR - Padaria - Mercado - Produtos do Brasil - Feijão Tropeiro - Tapioca - Frutas - Verduras - Açougue Completo

D

14/06 13:00 B. Horizonte

23/06 13:00 São Paulo

Suíça___x___Equador

C

Grupo

Japão___x___C. do Marfim

Austrália ___x___Espanha

F

INGLATERRA COSTA RICA URUGUAI ITÁLIA

Grupo

Colômbia___x___Grécia

23/06 13:00 Curitiba

Grupo

|| Page 10

FIFA 2014

18/06 16:00 Rio de Janeiro

Holanda ___x___Chile

|| Caderno da Copa

2500 South Kirkman Road - Suite 118 Orlando, Florida 32811 - No Mall do Wal-Mart Amplo Espaço e Atendimento Personalizado

407.615.3000


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

Oitavas

||

Vol 20

||

Num 6 || June 2014

||

www.JornalBB.com

Quartas

Jogo 10 do Grupo A 49 28/06 13:00 BHZ 20 do Grupo B

Jogo Vencedor do Jogo 49 57 04/07 13:00 FOR Vencedor do Jogo 50

Jogo 10 do Grupo C 50 28/06 17:00 RIO 20 do Grupo D

Jogo Vencedor do Jogo 51 58 04/07 17:00 RIO Vencedeor do Jogo 52

Jogo 10 do Grupo B 51 30/06 13:00 BRA 20 do Grupo A

Jogo Vencedor do Jogo 53 59 05/07 17:00 SAL Vencedor do Jogo 54

|| Caderno da Copa

30 Lugar 12/07 17:00 Brasília

- Jogo 63

Perdedor Jogo 61

X Perdedor Jogo 62

Final 13/07 16:00 Rio de Janeiro - Jogo 64 Vencedor Jogo 61

Jogo 10 do Grupo D 52 30/06 13:00 POA 20 do Grupo C

Jogo Vencedeor do Jogo 55 60 05/07 13:00 BRA Vencedor do Jogo 56

Jogo 10 do Grupo E 53 29/06 13:00 FOR 20 do Grupo F Jogo 10 do Grupo G 54 29/06 17:00 REC 20 do Grupo H

Jogo 10 do Grupo F 55 01/07 13:00 SPA 20 do Grupo E Jogo 10 do Grupo H 56 01/07 17:00 SAL 20 do Grupo G

X Vencedor Jogo 62

Semifinais Jogo Vencedor do Jogo 57 61 08/07 13:00 BHZ Vencedor do Jogo 58

Jogo Vencedeor do Jogo 59 62 09/07 17:00 SPA Vencedor do Jogo 60

Classificação CAMPEÃO

VICE-CAMPEÃO

TERCEIRO LUGAR

QUARTO LUGAR

|| Page 11


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 6 || June 2014

|||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 12

Antes da bola rolar, entram em cena videntes, místicos, bruxos e cartomantes. Durante a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, não mais que de repente, as atenções se deslocaram dos gramados para um aquário em Londres, onde reinou absoluto o maior “vidente” de toda a história das Copas: o polvo “Paul”. Dia após dia, jogo após jogo, o molusco colocou-se pacificamente sobre uma das duas bandeiras de países que se enfrentavam na Copa e acertou nada menos do que 8 dos 10 jogos em que foi “consultado”, inclusive os resultados das semifinais e final. Coincidência? Polvo malandro? Ação divina? Molusco ET? Como toda a competição que desperta interesse mundial, a Copa é um “prato feito” para quem diz ter a capacidade de prever o futuro, no caso específico, os resultados dos jogos. Não é uma atividade “inocente”. Afinal, bilhões de dólares estão em jogo no lucrativo e volátil universos das casas de apostas. E foi por conta desses bilhões que “Paul”, o polvo-vidente, virou sensação. Casos como o do polvo advinhão ilustram um histórico de muito mais charlatanismo do que acertos. Até mesmo videntes respeitadíssimas como a brasileira Mãe Dinah - que previu

com precisão absoluta o dia, hora e circunstâncias da própria morte, além de centenas de outras previões acuradas - se deram mal em Copas do Mundo. Em 2010, ela previu que a Sérvia seria campeã do mundo. Não chegou nem perto.... Embora existam casos em que esses “advinhadores” realmente tenham previstos resultados, o fato é que, 9 de cada 10 dessas previsões resultam em fiasco. Isso não significa que não existam casos excepcionais e que realmente desafiam os incrédulos. Na Copa de 1966, o vidente alemão Martin Thumper previu, um ano antes, que o Brasil seria “eliminado precocemente” e que a final seria um jogo polêmico para o resto da história. Também, previu que uma seleção “desconhecida e sem tradição”, abalaria o futebol. Acertou tudo. O Brasil foi eliminado ainda na fase de grupos por Portugal e Hungria, a final entre Inglaterra e Alemanha foi decidida por um gol inglês em que a bola não entrou e a polêmica persiste até hoje, e a seleção da Coréia do Norte derrotou a Itália e avançou até às quartas-de-final, algo impensável naqueles tempos.

“Se reza e macumba ganhassem jogo, o campeonato baiano terminaria empatado”

Na Bahia, o clássico Ba-Vi é cercado de misticismo, rezas, “despachos” e extrema rivalidade, há 70 anos. A frase é atribuída a um antigo treinador de futebol baiano, Sotéro Monteiro. Evidentemente que ele não acreditava nem um pouco nos efeitos das “rezas” e “despachos” para ajudar os times no campeonato baiano. Figura folclórica do futebol local, Sotéro (assim mesmo, com acento agudo no é) não se cansava de repetir: “Se reza e macumba ganhasse jogo, o Campeonato Baiano

TRABALHE COM AS MELHORES NO RAMO IMOBILIÁRIO DA FLÓRIDA

só terminaria empatado”. A frase virou folclore, mas nem por isso impediu que o futebol baiano seguisse totalmente cercado de crendices religiosas, a ponto de isso fazer parte da rotina de todos: dirigentes, jogadores, torcedores, cronistas esportivos, etc. E “ai de quem” desafiar essas tradições. Cai na boca maldita dos torcedores e vai ser “culpado” por ter “arruinado a corrente de proteção” que o time tenha com as entida-

des, sejam afro-baianas, católicas, ou de quaisquer denominações religiosas. Como maior paixão popular do Brasil, não é surpresa nenhuma que o futebol esteja cercado de crendices. A torcida do Flamengo, por muitos considerada a maior do Brasil é famosa por manter rígido alinhamento do clube com a Umbanda carioca e leva aos estádios essa conexão.

Vem aí...

Oferecemos assessoria completa: • Compra e venda de imóveis residenciais e comerciais • Pré-construção e revenda • Locação e administração • Financiamento Com profissionalismo e dedicação Penha e Liliam estarão com você durante todo o processo de tramitação do seu imóvel. Ligue hoje mesmo. Será um prazer atendê-lo!

Liliam Silveira Scollo

Penha Bersan Licensed Real Estate Sales Professional

Celular: (305) 495-8117 PenhaBersan@keyes.com www.keyes.com/penhabersan

Licensed Real Estate Sales Professional

Celular: (786) 290-6568 Lsilveirarealtor@gmail.com www.LiliamSilveira.keyes.com

OS RESULTADOS FALAM POR SI SÓ!

Info.lfbf@yahoo.com

LFBF


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 6 || June 2014

||

www.JornalBB.com

|| Page 13

Hall da Fama

Leônidas

Lato

Puskas

Mazzola

Leônidas da Silva, o “Pérola Negra”, mestre absoluto nas artes dos gols de falta e de bicicleta, inventor da cobrança “folha sêca”, que “matava” os goleiros adversários, foi o primeiro grande nome internacional do futebol brasileiro, brilhando na seleção e na Copa de 1938, na França.

Enquanto a Polônia surpreendia o mundo com seu futebol vistoso e compacto, chegando ao terceiro lugar na Copa de 1974 - derrotando o Brasil na decisão de terceiro e quarto lugares - o brilho maior era mesmo do volante Joseph Lato, considerado um dos mais brilhantes da história das Copas.

Ferenc Puskas é reconhecido como o maior jogador húngaro de todos os tempos e foi o grande nome da Copa de 1954, quando, apesar de ter o melhor time, a Hungria foi batida na final pela Alemanha. A Fifa criou o Troféu Puskas para premiar jogadores destemidos.

Altafini Mazzola escreveu uma página curiosa e inédita, ao atuar por duas nações diferentes em Copas. Fez parte do time do Brasil, campeão em 1958 e, quatro anos depois, era titular da equipe da Itália, na Copa de 1962. Em ambos os times foi um grande destaque.

CAR POINT of Orlando

“Vendendo Carros, Fazendo Amigos”

• Compra e Venda de Automóveis, Vans e Pick-Ups • Financiamento Próprio e Bancos • Sem Crédito, sem Social Security, com Driver License do Brasil • Veículos Revisados com Garantia • Auxiliamos na compra do seu carro ZERO na concessionária • Encontraremos o Carro dos Seus Sonhos no Leilão

Qualidade e Cortesia

cristiane@carpointoforlando.com 4847 South Orange Blossom Trail - Orlando, Florida, 32839

www.carpointoforlando.com

Conroy Rd Millenia Mall

Americana Blvd

S. Orange Blossom Trail

John Young Pkwy

407.240.0300

S. Texas Ave

Holden Ave

Sand Lake Rd Florida Mall

Jornal B&B

Craques que entraram para a História


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 6 || June 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 14

“Nenhuma camisa pesa tanto quanto a camisa do Brasil” Felipão, técnico que pilota o sonho do “hexa” O gaúcho Luiz Felipe Scolari está diante de outro grande desafio. Idêntico ao que enfrentou - e venceu - quando conquistou o penta-campeonato mundial para o Brasil, em 2002. Agora a meta é o “hexa”, uma marca quase mítica, que colocaria o futebol brasileiro insuperável nos próximos 12 anos.

um grau de confiança que raras vezes os treinadores têm condição ou coragem para exibir:

Um alvo sedutor, uma tarefa gigantesca. E com o ingrediente dubiamente intenso: jogar dentro ‘de casa” e eclipsar a maior tragédia do esporte brasileiro em todos os tempos, a derrota no Maracanã, para o Uruguai, na final da Copa de 1950.

“Confio demais nesse time. São guerreiros com altíssima qualidade técnica. Podem até não vencer o mundial, mas será uma grande surpresa para mim”, diz, com olhar meio cansado, meio sonolento, de quem acaba de sair de quatro horas de uma reunião com a comissão técnica avaliando e supervisionando detalhes ínfimos, como o teor calórico das sobremesas que serão servidas ao time brasileiro. Faz brincadeira e compara com a Fórmula 1:

Felipão aparenta muita tranquilidade em seus recentes encontros com a imprensa. Pode ser uma “calma administrada” ou simplesmente

“Tudo é importante e pode contribuir para o time estar melhor em campo. Na Fórmula 1 se briga por um milésimo de segundo

para te dar vantagem na largada. Numa Copa, o físico e o emocional de cada jogador precisa estar no seu ápice para que ele renda o que pode. Buscamos isso e temos uma comissão extraordinária. Não creio que haja melhor no mundo. pode ter igual, mas não melhor”, afirma o técnico do Brasil. Muito além do otimismo e da autoconfiança, Felipão sabe que uma Copa se ganha com um time unido e focado. E a julgar pelas declarações de alguns de seus principais jogadores, ele está mais uma vez conseguindo unir uma equipe formada por grandes estrelas internacionais e uns poucos que ainda estão construindo esse caminho, mas já provaram seus talentos por onde atuam.

Felipão é famoso por saber unir e motivar. Fez isso em (quase) todas as equipes onde passou, com destaque para o próprio Brasil em 2002 e Portugal, na Eurocopa de 2004, quando levou o time luso à final, perdendo o título para a Grécia numa das maiores “zebras” da história do futebol mundial. A derrota foi, nesse caso, um “detalhe fatídico” Mesmo assim, nunca se viu um time de Portugal tão unido, coeso e focado. O treinador brasileiro fica ainda mais sério, quando perguntado se uma derrota do Brasil poderia ser o “detalhe fatídico”, em 2014... “São outros tempos e outra mentalidade. Claro que as derrotas fazem parte do futebol tanto quanto as vitórias; e numa Copa

do Mundo, os orgulhos nacionais e a competitividade está num grau elevadíssimo. Mas nós teremos a tranquilidade de termos, em campo, um dos melhores times do mundo, jogando em casa, com total apoio da torcida e com a equipe unida e solidária no gramado. São fatores muito fortes. Temos tudo para sermos hexacampeões. E mais: nenhuma camisa pesa tanto quanto a do Brasil. Assusta os adversários! Posso estar errado? Sim, posso, mas eu acredito nesse título mais do que nunca”. Saberemos se Felipão estava certo ou errado ao final do Mundial. Mas não há a menor dúvida, que ninguém encara melhor do que ele o otimismo dos torcedores brasileiros com relação ao hexa que parece tão próximo.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 6 || June 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 15

“O grupo é muito unido e isso vai fazer grande diferença”” Fred, que aposta num futebol de solidariedade” Com raras exceções, a seleção brasileira que estará disputando a Copa do Mundo “dentro de casa”, a partir do dia 12 de junho, é um time de jogadores ricos, famosos e consagrados. Nada menos do que 19 deles (76%) atuam fora do Brasil, nos mais ricos times do mundo, nas ligas mais famosas. Apenas quatro atuam no Brasil onde são, também, grandes ídolos em seus clubes. É claro que nem todos têm o salário, a fama e a tietagem que, por exemplo, cercam o ainda “garoto’ Neymar. Mas entre esses 24 atletas que defenderam a mais vencedora e icônica seleção de futebol do planeta, têm do que se queixar na

vida. São profissionais do mais alto nível, alguns no auge de suas carreiras, outros experimentando agora o gosto da fama e do reconhecimento. Entretanto, não é uma seleção de “celebridades”, como já foram as seleções brasileiras em outras Copas. E isso é bom. Muito bom para ajudar o Brasil a encontrar um fator que, quando não esteve presente em nossas equipes, foi determinante para o fracasso. E, na situação oposta, foi fator determinante para nossos cinco títulos anteriores. “O time é muito unido. Pode parecer que é discurso ensaiado, mas não é. Tem muito respeito lá dentro, uns pelos outros, e uma camaradagem que não é para

aparecer na TV, é de verdade”, diz Fred, atacante do Fluminense do Rio e um dos quatro “locais” na seleção de Felipão. Quem faz coro a essa declaração de Fred é um dos mais “veteranos” na seleção, o goleiro Júlio César: “Este time é diferente não apenas na cabeça feita. O Felipão entende a psicologia do jogador e sabe atuar tanto profissional quanto pessoalmente. É mais um do grupo, que tem a responsabilidade de escalar e definir, mas não coloca a autoridade acima do que é real e necessário. Isso cria um clima muito positivo, de confiança em suas decisões e foco no objetivo comum, que é jogar bem e vencer”.

Outro que elogia a camaradagem e bom clima entre os atletas é Marcelo, jogador que já foi considerado “cabeça quente” e que, sob a orientação de Felipão tem se tornado um dos ídolos do torcedor brasileiro, porque é sinônimo de garra e determinação: “Dou como exemplo o Neymar. Ainda é muito jovem, tinha todo o direito de estar um pouco mascarado, chamando a bola só prá ele. Mas essa cara tem uma maturidade incrível. É o primeiro a partir pro sacrifício e atuar de qualquer forma que o time esteja precisando naquele momento. Todos no time aplaudem isso”. Neymar já vem dizendo há muito tempo que sob o comando de Felipão ele acha que todos rendem

muito mais porque “o professor sabe liderar e motivar. Ninguém aqui é menino e sabe das responsabilidades de vestir essa camisa. A expectativa e a cobrança serão enormes, portanto é melhor estar com a cabeça tranquila e passar isso aos companheiros dentro de campo”. Hulk, a quem Felipão deu uma segunda chance e soube aproveitar, completa: “Não há inimizades nem estrelismos e mesmo nos encontrando poucas vezes, o entrosamento entre os jogadores eu diria que é excelente” Quem completa a análise, numa única palavra, de como é o clima da seleção brasileira para o mundial, e o volante Ramirez: “A palavra é solidariedade!”.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 6 || June 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 16

Expo “12 Cidades, 12 Estádios” mantém Copa “viva” em Miami, até setembro.

Flórida terá liga de futebol brasileiro e já tem inscrições abertas Sem medo de cair no lugarcomum, não há como negar que o futebol é, de fato, a maior paixão dos brasileiros – e, mesmo distante do nosso país de origem, essa relação arrebatadora está longe de ser platônica. De olho nessa grande parcela da comunidade brasileira que pratica o futebol, foi criada a Liga de Futebol Brasileiro da Flórida, cujo objetivo é promover e coordenar atividades em torno de uma prática saudável e identificada com a nossa cultura.

A mais moderna arquitetura esportiva, a preocupação com a sustentabilidade dos estádios e a diversidade cultural do Brasil são o foco central da Exposição “12 Stadiums, 12 Cities: Brazil 2014, World Soccer Destination”, que estará aberta em Coral Gables, Flórida, de 6 de junho a 28 de setembro.

sede da Copa do Mundo de 2014, um dos maiores acontecimentos esportivos do planeta, reforçando a identidade do CCBU como organização que divulga e promove cultura brasileira e do Museu de Coral Gables como uma plataforma de apresentação de arquitetura, planejamento urbano e sustentabilidade”.

Organizada pelo Centro Cultural Brasil-USA da Flórida e Museu de Coral Gables (285 Aragon Ave, Coral Gables, FL 33134) a exposição apresenta as doze cidades-sede e os estádios da Copa do Mundo 2014.

Durante o período da exposição, o CCBU e o Museu de Coral Gables apresentarão um programa paralelo que inclui transmissão dos jogos da Copa na praça externa do Museu, em eventos gratuitos.

Segundo a presidente do Centro Cultural Brasil-USA, Adriana Sabino, a exposição “aproveita o interesse mundial no Brasil como

Haverão palestras com arquitetos que projetaram alguns dos estádios, filmes, palestras sobre cultura brasileira, música, futebol, oficina de arte e cultura brasileira

O pontapé inicial da Liga foi dado no Focus Brasil 2014, durante o painel patrocinado pelo Canal PFC. Na ocasião, a ideia que nasceu da vontade de unir os brasileiros, sem distinção, em torno do futebol foi apresentada a amantes e praticantes do esporte, que apostaram no sucesso da Liga e garantiram apoio à empreitada.

Adriana Sabino

para crianças e outras atividades. Adriana ressalta ainda que “o programa paralelo permitirá aos interessados, aprofundar o seu conhecimento sobre o país. A exposição será uma extraordinária oportunidade para divulgar o Brasil e a dar visibilidade à comunidade brasileira do Sul da Flórida”.

“Sempre sonhamos com isso, mas nunca houve condições para a criação de uma entidade independente que pudesse congregar os peladeiros”, disse Gilsimar Soares, da Igreja New Life, que mantém um time disputando vários torneios amadores. Trata-se de uma questão do nosso DNA. De acordo com uma pesquisa informal feita no sul da Flórida, há pelo menos 100 “peladas” organizadas por brasileiros, entre os condados de Miami-Dade,

Broward e Palm Beach, com jogos de segunda a segunda. Orlando, Tampa, Fort Myers e Port St. Lucie, entre outras cidades, também estão cheias de peladeiros. “Mesmo para aqueles que só praticam nos fins de semana ou em raras oportunidades, as peladas são sagradas, pois representam uma chance de combinar confraternização, lazer e vida saudável”, afirmou Carlos Wesley, que vai presidir a Liga. “Temos muitos brasileiros que praticam futebol regularmente aqui na Flórida, inclusive ex-jogadores profissionais, como vimos no painel. Com certeza, a iniciativa receberá apoio maciço da comunidade”, acrescentou Fred Martins, CEO da Zezoo. Em maio, os integrantes da Liga se reuniram para organizar o estatuto e traçar as metas da entidade. O primeiro passo é divulgar a ideia para os brasileiros, não apenas entre os peladeiros, mas junto a patrocinadores em potencial. De acordo com os integrantes, o objetivo é reunir times para a realização de um torneio num futuro bem próximo. A próxima etapa será a de inscrições dos times. A Liga já está no Facebook: para saber as novidades, procure por LFBF na rede social ou mande um e-mail para info.lfbf@yahoo. com. Participe desta iniciativa.

IMIGRAÇÃO

Alexandre Law Firm

JornalB&B

- Asilo - Reforma - Cidadania - Residência - Deportação

- Vistos de Família - Vistos de Trabalho - Mudança de Status Imigratório - Crimigração

Consulta: (407) 370-6996 Atendimento: - Português - Espanhol - Chinês - Crioulo - Inglês Edison Samways of Counsel

7031 Grand National Drive - Suite 109 - Orlando, Fl 32819 www.alexandrelaw.com info@alexandrelaw.com

Felipe Alexandre NY State Bar


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

|||

Num 6 || June 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 17

Valcke insiste em que “legado será imenso”

Estádio de Brasília: o mais caro do mundo, em todos os tempos.

FBI e polícias de Los Angeles e Chicago ajudam a treinar policiais brasileiros para o Mundial Agentes e Treinadores do FBI, Polícia de Los Angeles e Polícia de Chicago estão treinando policiais do Rio de Janeiro a atuar em caso de distúrbios e protestos durante a Copa. O treinamento foi feito, entre outras unidades, com policiais civis, guardas municipais e bombeiros do Rio de Janeiro, e depois repetido em São Paulo e Brasília. O treinamento é composto por aulas sobre gestão e controle de multidões, distúrbios civis, estratégias de planejamento, tomada de decisão, uso da força e de inteligência para identificar atos e autores de vandalismo. Segundo o comandante do Batalhão de Choque da PM do Rio, André Luiz Araújo Vidal, a ideia não é, a poucos dias da Copa, fazer grandes mudanças na maneira da corporação atuar. “A gente não vai, em cima da Copa, mudar a maneira de atuar no terreno. A ideia não é mudar práticas de ação de controle de distúrbio e sim aprimorar alguns detalhes. O bom profissional se

faz no detalhe. A gente aperfeiçoa um detalhe ou outro, mas em sua maioria, a gente está pronto para a Copa”, disse o comandante durante entrevista com os jornalistas que acompanharam as atividades no Rio.

Unidos a legislação é diferente da brasileira e, quando sofrem agressões por parte de manifestantes, os policiais lá costumam usar armas letais. Isso, segundo ele, não acontece no Brasil, pois os policiais usam armamento não letal.

Na realidade, cursos como esse já vinham sendo realizados desde 2011, em convênio com as Embaixadas dos Estados Unidos e da Espanha. Um total de 4.520 profissionais, em sua maioria PMs, já foram capacitados.

No treinamento, os policiais da Polícia Técnica Científica aprenderam técnicas de como identificar fraudes em documentos, para agir em caso de suspeita de ingressos dos jogos da Copa falsificados. Policiais civis tiveram aulas de técnicas investigativas e bombeiros sobre resgate de pessoas feridas.

Segundo o comandante do Batalhão de Choque, o objetivo é “conduzir sem lesionar, tirando a agressividade dos manifestantes”. Questionado sobre a possibilidade de aconteceram manifestações durante os jogos, o comandante disse que atos ilegais serão coibidos. “Nosso povo é ordeiro. Quem produz esses atos são exceções são um grupo que estatisticamente não é significativo. Quem produzir algum ato ilegal vai ser preso”, afirmou o comandante. Ele lembrou que nos Estados

De acordo com a secretária de Educação, Valorização, e Prevenção da Secretaria de Segurança Pública do Rio, Juliana Barrosos, o objetivo é dar mais condições aos policiais, não apenas na Copa, mas também em outros eventos. “Nem tudo que eles fazem em outros países dá para ser usado. Mas vamos ver o que pode ser usado em comum por nossas três forças”, afirmou.

Dando a impressão aos jornalistas de que estaria “louco” para que a Copa acabe para que ele possa dizer o que realmente pensa da organização brasileira do Mundial, o secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke (foto à direita) segue, às vésperas da abertura da Copa, fazendo um discurso curioso. Elogia obras que não foram realizadas, supervaloriza a construção de estádios como se isso foi algo prioritário para o país e adota uma frase tipicamente brasileira: “no final, vai dar tudo certo, não é mesmo?” Não precisa ser “bom entendedor” para captar a ironia nas declarações do secretário que, ao longo de seis anos de intensos contatos com as autoridades brasileiras, entrou em ‘rota de colisão” com Brasília. Agora, nas vésperas do evento, seu texto é meticulosamente pensado: “O Brasil é uma grande nação e as pessoas amam o futebol mais que em qualquer lugar do mundo. Os novos estádios vão dar um novo impulso ao futebol brasileiro. As obras de mobilidade vão melhorar e muito a vida de milhões de pessoas, enfim, o legado

da Copa de 2014 será sentido por muitos anos”, disse em entrevista coletiva no Rio de Janeiro. Parece mesmo que Valcke decidiu “tapar o sol com a peneira” e torcer para que a Copa aconteça sem maiores sobressaltos, o que muitos duvidam.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 6 || June 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 18

Fala Celebridade! O Jornal B&B pesquisou o que grandes celebridades andam dizendo sobre a Copa do Mundo de 2014

Hélio Castroneves “Estou torcendo muito pela seleção brasileira e acho que o povo também quer muito essa vitória. Eu acho que todos têm o direito de protestar, mas durante a Copa seria bom se pudéssemos viver um clima de paz e mostrar aquelas características que fazem o brasileiro conhecido e querido no mundo inteiro, que é o calor humano, a alegria, o sorriso, a festa. Espero que seja assim”.

Elton John “Estou desconfiando que o English Team vai surpreender. Se não for campeão, será o europeu mais bem colocado. Não estão falando muito da gente e isso é bom. Desta vez nós seremos os “azarões”. Todos sabem que eu sou fanático por futebol e até já fui dono de um time na Inglaterra, mas eu gosto mesmo é de estar na torcida e vibrar. Gostaria de estar no Brasil, um país que eu adoro e onde vejo pessoas sempre muito felizes. Não vou ficar chateado se o Brasil ganhar, seu povo merece isso. Embora nós, ingleses, mereçamos também”.

Gisele Bundchen “Brasil, Brasil, Brasil! Vou acompanhar tudo daqui de casa e torcer muito. Queremos essa copa jogando em casa, desde que tomamos aquele banho de água fria em 1950, não é mesmo? E já pensou se essa final é novamente contra o Uruguai, no mesmo Maracanã, 64 anos depois? Nem quero pensar...”. Jean Dujardin “Espero que os bleus - franceses - façam um belo papel. Temos um bom time. Gosto muito de futebol e sei que não vai ser fácil ganhar do Brasil e da Argentina, porque os argentinos vão ter muitos torcedores também. A França se classificou com muita dificuldade e talvez isso dê brios aos nossos jogadores. mas o favorito é o Brasil. Não vão querer perder essa em seu próprio país, de jeito nenhum”.

Marta “Fico assustada com o clima de ‘já ganhou’ que vejo nos brasileiros. Nada pode ser pior do que isso. A lição de 1950 não foi aprendida? Nosso favoritismo é muito relativo. Têm muitas seleções excelentes e se o Brasil não jogar sério, cada segundo de cada jogo, pode parar pelas oitavas. Na primeira fase passa fácil porque o sorteio foi uma gracinha prá gente”.

Jornal B&B

Especialistas em Computadores Reparo de PC’S Montagem Personalizada Desenvolvimento de Network Instalação de Software

Ivete Sangalo “Sou Brasil da cabeça aos pés e vou torcer feito uma louca. Também estou sentindo os problemas das ruas...o povo tá realmente insatisfeito com muita coisa errada, corrupção, transporte, saúde então, nem se fala. Converso muito com as pessoas, todas, de todas as classes em todos os lugares. Mas sei que no coração da maioria tem aquela alegria da Copa. O Brasil quer a Copa, mas também quer um país mais sério e justo”.

Maradona “O Brasil é o grande favorito. Já mostrou isso na Copa das Confederações quando humilhou a Espanha. Vai ter tudo a seu favor. Quando um time brasileiro está concentrado e motivado é imbatível, e o Luiz Scolari tem o poder de unir os jogadores como nenhum outro treinador. Só perde se acontecer algo muito fora do normal. Aí é que Argentina, Espanha e Inglaterra podem aparecer”.

David Beckham “Analisando friamente, Brasil e Argentina são os grandes favoritos. Depois vem Alemanha, Espanha, Itália e Inglaterra, nessa ordem. Claro que torço pelo English Team, e acho que temos uma equipe muito forte. Podemos surpreender muita gente porque vejo no time uma mentalidade forte, de vitória. O calor vai influenciar muito e pode aniquilar os times que vem do frio, como o nosso”.

David Letterman “Naturalmente eu torço para os Estados Unidos e confesso que me surpreendo com o avanço que o soccer teve no país em tão pouco tempo. Acho que o Brasil é favorito, mas não tanto quanto se imagina. Numa competição de alto nível como a Copa do Mundo, o fator jogar em casa é pouco relevante e a cobrança da torcida pode ser um fator muito negativo. Vai ser um grande espetáculo!”

Shakira “Espero que a Colômbia, meu país, e a Espanha, do meu marido, se saiam bem. Sei que para o povo colombiano ganhar uma Copa do Mundo é o sonho de gerações. E nós nunca nem chegamos perto. Quem sabe desta vez? Nós, colombianos, amamos o futebol da mesma forma que os brasileiros e somos povos muito parecidos em tantas coisas... Mas também estarei torcendo pela Espanha, afinal a família é hoje a soma desses dois países”. Nota do editor: a cantora Shakira é casada e tem dois filhos com o jogador Piqué, da seleção da Espanha.

- Limpeza de Virus, Spyware, Ad-aware, Malware, atualização de Drivers, Internet Explorer, Microsoft update, limpeza de Cookies, reparo de registro, .95 somente $

49

- Suporte para pequenas e médias empresas. O MELHOR PREÇO DE ORLANDO GARANTIDO Cobrimos qualquer orçamento com comprovante 10% mais barato.

7031 Grand National Dr Suite 110 Orlando-Florida 32819 Fone (407) 704-1617 - Fax (407) 704-2410 www.ithousecomputers.com

- Troca de LCD de Laptop, Tablet e Celular


af_DISH_anuncio_CoberturaCopa_BrasileiroseBrasileiras_10,25x14in.pdf

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

||

Vol 20

||

1

5/27/14

9:42 AM

Num 6 || June 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 19


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 6 || June 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 20

No Mundo dos Esportes

Anderson surpreende com sua rápida recuperação

O promotor Dana White tentou antecipar o retorno do brasileiro

Anderson diz, em Miami, que só volta mesmo em 2015 Mesmo liberado pelos médicos, o lutador Anderson Silva segue afirmando que não retornará aos ringues em 2014, frustrando fãs e promotores que estavam entusiasmados com a sua rapidíssima recuperação. “Meu retorno ao octógono segue apenas para 2015. Já disse isso várias vezes e hoje volto a repetir”, respondeu a jornalistas que o entrevistaram pela internet, em Miami. O promotor Dana White já estava eufórico com a possibilidade de promover a volta de Anderson num mega-evento. Ele estava ansioso, projetando mil peripécias de marketing na volta do ex-campeão “Vou voltar no ano que vem. Não vou lutar esse ano. Eu tenho meus planos e quero ficar junto da minha família. Também estou trabalhando duro na minha academia no Brasil”, afirmou Anderson durante a entrevista, dizendo

que estava se divertindo acompanhando o Miami Heat nas finais da NBA. Anderson nem quis estipular uma data para a próxima luta. “Será no ano que vem, não sei quando, mas no ano que vem”, completou. O lutador já havia projetado a volta para 2015 em entrevista a Serginho Groissman no programa Altas Horas, em março. O lutador disse que não vai escolher o próximo adversário e deu vários detalhes da sua recuperação aos jornalistas, brincou até que poderá “escrever um livro” para ajudar pessoas que enfrentam o mesmo problema. Anderson Silva está afastado das lutas desde o final de dezembro, quando fraturou a perna esquerda no confronto contra Chris Weidman. “Hoje eu vou para fisioterapia todos os dias e minha perna está perfeita. Não tenho nenhuma dificuldade, mas quando

eu quebrei a perna, por um mês eu tive muitos problemas, senti muita dor e fiquei assustado porque não sabia se iria voltar ou não. Agora eu estou bem e muito feliz”, contou. Anderson falou ainda que foi chamado de louco por seu médico quando comentou sobre o primeiro chute depois da cirurgia - o lutador fraturou a perna com um chute que parou no joelho de Weidman. “Meu médico me disse: ‘Você está louco?’. Eu disse: ‘Sim, um pouco’. Mas na última vez que fui ao meu médico e ele falou que eu estava pronto para chutar e que poderia voltar a lutar quando estivesse pronto”. Anderson encerrou a entrevista “apostando” que o brasileiro Lyoto Machida, próximo adversário de Chris Weidman na luta pelo cinturão do peso médio, em julho, vai derrotar seu algoz em Las Vegas, dia 5 de julho.

Pista

será

reformada

GP Brasil de Fórmula Indy será em Brasília a partir de 2015 Está confirmado que a Fórmula Indy retornará ao Brasil em 2015. Os representantes da categoria fecharam acordo para disputar cinco provas consecutivas em Brasília (DF), a partir do ano que vem. O palco das corridas será o Autódromo Internacional Nelson Piquet, que deve ser extensamente reformado para receber a categoria.

Focado na recuperação total

A etapa brasileira abrirá a próxima temporada, no dia 8 de março. O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, já oficializou o contrato de compromisso com os representantes da Fórmula Indy e do Grupo Bandeirantes, detentor dos direitos de transmissão e organizador da prova brasileira. Brasília será a terceira cidade a receber a Fórmula Indy no país. A categoria competiu pela primeira vez em solo verde-e-amarelo no Rio de Janeiro, no finado Autódromo de Jacarepaguá, entre 1996 e 2000.

Se você pensa em adquirir um imóvel na Flórida, EUA, agora é o momento. Os preços ainda são atrativos para a compra de casas e apartamentos de alto padrão. Com pouca burocracia você poderá ter uma propriedade aqui para lazer; além de desfrutar de uma fonte de renda com o aluguel do imóvel. Nossa imobiliária cuidará de todo o processo para você. Não perca tempo! Entre em contato agora mesmo.

Corretor com Experiência!

ELIO SERPA EUA: 1 407 558-8640 Brazil: 11 3280-7440 Skype: ElioSerpa Realtor@elioserpa.com 5411 International Drive, Orlando 32819

Uma década depois, o ronco dos carros soou em São Paulo, mais precisamente em um circuito de rua especialmente montado nos entornos do Parque Anhembi. Foram realizadas quatro etapas até 2013. No fim do ano passado, foi anunciado que a prova não seria mais realizada a partir deste ano. O autódromo brasiliense foi inaugurado em 1974, mas não passou por mudanças significativas em suas dependências desde então. O novo projeto prevê um traçado com pelo menos 10 curvas, uma longa reta e um trecho “de rua”, que fará parte de um complexo montado nas dependências do circuito. O custo das obras deve passar de R$ 150 milhões.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 6 || June 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 21

No Mundo dos Esportes

Felipe Nasr arrancou elogios de Felipe Massa e Rubens Barrichello

Vila Olímpica do Rio 2016: obras atrasadíssimas e “susto” constante para o Comitê Olímpico Internacional

Reserva na Williams, Nasr faz sucesso na GP2

Jornal afirma que COI sondou Londres para eventual substituição do Rio nas olimpíadas 2016

Desde que se tornou seguidamente campeão das fórmulas BWM Americas e Fórmula 3 inglesa, o brasiliense Felipe Nasr ouve insistentemente de que ele é a “nova estrela” do automobilismo brasileiro. Entretanto, Nasr esperou três anos desde que venceu sua última corrida, para sentir o sabor da bandeira quadriculada.

técnico e rápido. Só precisa de uma boa oportunidade num carro competitivo”, disse Massa, acreditando que tê-lo na Williams foi uma grande escolha, tanto do time quanto de Nasr.

E isso aconteceu em grande estilo, ao vencer a rodada dupla do GP da Espanha da GP2, categoria de acesso à Fórmula 1. Nasr já está na F-1, como terceiro piloto da Williams - o “time surpresa” da temporada - que tem como piloto principal o também brasileiro Felipe Massa.

O brasileiro, que venceu em Barcelona depois de ter largado na sexta colocação, se emocionou bastante e chorou no pódium: “Estou muito feliz porque passei dois anos um pouco complicados na minha carreira. E chegar a esta vitória significa muito para mim”, afirmou o brasileiro. Com a vitória, Nasr passava a ocupar o terceiro lugar na classificação da GP2, com 42 pontos, após quatro corridas disputadas. Rubens Barrichello aposta no futuro de Nasr.

Aliás, Massa e Rubens Barrichello, que acompanharam a vitória de Nasr no autódromo em Barcelona, vibraram muito com a vitória do compatriota: “é muito bom, muito

“Não é surpresa nenhuma. É muito melhor do que muitos que estão na Fórmula 1 só por conta do dinheiro que carregam”, disse o duas vezes vice-campeão mundial pela Ferrari.

ESTUDO

O jornal inglês Evening Standard publicou reportagem afirmando que o COI (Comitê Olímpico Internacional) fez uma consulta secreta à cidade de Londres para saber se a capital inglesa estaria preparada para assumir a Olimpíada de 2016, caso ocorram mais problemas com as preparações do Rio de Janeiro.

dard” foi mais adiante e afirmou existir uma possibilidade seria Londres dividir a Olimpíada 2016 com a escocesa Glasgow, sede dos Jogos da Commonwealth - que reúne atletas de territórios e ex-colônias britânicas - no próximo mês de julho.

A fonte citada pelo jornal, mantida em sigilo, afirmou que o COI está “muito preocupado” com o andamento dos preparativos no Rio.

Sem confirmar nem desmentir a consulkta do COI, Will Glendinning, que trabalhou no comitê organizador dos Jogos de 2012 e é hoje diretor de uma empresa que realiza grandes eventos no país, disse que há tempo “mais do que suficiente” para Londres receber os jogos:

“Nesse mesmo estágio de preparação, a organização de Atenas-2004 tinha 40% pronto em termos de infraestrutura, estádios e tudo mais. Londres tinha 60%. O Brasil tem 10%, e faltam só dois anos”. disse a fonte, segundo o jornal inglês. A notícia repercutiu em outros jornais da Inglaterra, como o “The Independent” e o “The Telegraph’. O “Evening Stan-

TRABALHO

Londres está “ready”

“Temos tudo pronto, que acaba de ser utilizado com muito sucesso nos jogos de 2012 e quase não teríamos despesas substanciais para fazer os jogos novamente”, afirmou Glendinning. Recentemente, o COI tem alternado

VIVER

críticas e votos de confiança ao Rio de Janeiro por causa da demora na preparação dos Jogos. John Coates, vice-presidente da entidade, disse que os preparativos para as Olimpíadas da cidade, até então, eram os “piores” que ele já havia visto na história dos Jogos e afirmou que a situação estava “crítica”. Embora o dirigidente do COI nunca tenha mencionado qualquer consulta a Londres ou outra cidade, os rumores são cada vez mais intensos. E as preocuipações nada tem a ver com protestos de rua e o momento turbulento que o Brasil atravessa às vésperas da Copa do Mundo. O “x” da questão é o descumprimento, por parte do comitê Rio 2016 e governos federal, estadual e municipal, de quase 90% de todas as metas e cronogramas aprovados.

INVESTIR

IMIGRAçãO PARA ESTADOS UNIDOS FAMíLIA

• Custódia da criança • Visitação • Apoio à Criança • Divisão de Propriedade • Suporte Financeiro

CORPORAçãO • Contratos • Corporação & Direito Empresarial • Estruturação Empresarial • Parcerias e Companias de Responsabilidade Limitada

Evelyn J. Pabón Figueroa, Esq. Ligue para marcar uma consulta gratuita!

407-647-7887

CPLS, P.A. Attorneys & Mediators 201 E. Pine Street, Suite 445 Orlando, FL 32801

IMIGRAçãO • Green Cards • Visto Investidor • L Visto • EB Visto • H-1 Visto • J-1 Visto • O-1 Visto • Visto de Empregado • Visto de Estudante • Ajustamento de Status • Naturalização • Processo de Deportação • Processo de Asilo • Visto negado por problemas criminais


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

2002 CORÉIA & JAPÃO Países Participantes: 32 Campeão: Brasil Vice: Alemanha Terceiro: Turquia Quarto: Coréia do Sul Zebra: Coréia do Sul

||

Vol 20

||

Brasil chega ao penta sem futebol vistoso

Num 6 || June 2014

A décima sétima edição da Copa do Mundo FIFA de Futebol, em 200, reuniu 32 equipes entre os dias 31 de maio e 30 de junho. O Brasil conquistou pela quinta vez o título mundial, depois de derrotar a Alemanha na final. Foi a primeira vez que dois países sediaram unidos o evento, a primeira vez que três seleções - França, Japão e Coreia do Sul - estavam classificadas automaticamente e a primeira vez que uma edição da Copa não aconteceu na Europa ou nas Américas. Foi um avanço do continente Asiático.

O Brasil fez a seguinte campanha: 2 X 1 na Turquia, 4 X 0 na China, 5 X 2 na Costa Rica, 2 X 0 frente à Bélgica, 2 X 1 sobre a Inglaterra, e 1 X 0 novamente frente à Turquia. Na final, o Brasil ganhou por 2 X 0 da Alemanha. O Brasil chegou ao pentacampeonato, inédito, e igualou a Alemanha em número de finais consecutivas, três. Na final o Brasil entrou em campo com a seguinte equipe: Marcos; Lúcio, Roque Júnior e Edmílson; Roberto Carlos, Gilberto Silva, Kléberson, Cafu (Capitão) e Ronaldinho Gaúcho; Rivaldo e Ronaldo. Ronaldo foi o grande nome da Copa, pois todos duvidavam de sua capacidade física de disputar o mundial, devido a 2 anos de inatividade por causa de suas cirurgias no joelho. Os 4 R’s brilharam: Ronaldo, Ronaldinho Gaúcho, Rivaldo e Roberto Carlos. O técnico do Brasil foi Luiz Felipe Scolari.

|| Caderno da Copa

|| Page 22

Itália sufoca o grito dos alemães

Com uma média de 55.000 espectadores por jogo, a Segudnda Copa do Mundo realizada na Alemanha (a primeira foi em 1974), tinha o Brasil como superfavorito, por ser o campeão da Copa anterior e por, um ano antes, ter ganho na própria Alemanha a Copa Confederações. Em campo, a realidade foi diferente e a Itália saiu vencedora, consagrando um time unido e focado. Sem dúvida nenhuma, a imagem que ficará na memória será a do momento em que Zinedine Zidane perdeu o controle no Estádio Olímpico de Berlim e deu uma cabeçada no peito do italiano Marco Materazzi. Porém, há muito mais a ser lembrado sobre o tetracampeonato italiano.

2006 ALEMANHA Países Participantes: 32 Campeão: Itália Vice: França Terceiro: Alemanha Quarto: Portugal Brasil:Eliminado pela França nas Quartas-de-Final

Dirigida pelo treinador Marcello Lippi, que levou a Juventus de Turim a uma série de sucessos, a seleção italiana conseguiu tirar motivação do escândalo de compra e manipulação de resultados na loteria esportiva no país. Além da qualidade individual dos seus jogadores, a Itália contou também com a força e o entrosamento do grupo. Dos 23 jogadores de Marcello Lippi, 21 tiveram chance de jogar, e dez deles aproveitaram a oportunidade e marcaram gol. Quanto ao Brasil, frustrações. Apesar de Ronaldo ter marcado o seu 15º gol, convertendo-se no maior artilheiro da história da competição, a seleção pentacampeã do Brasil ficou abaixo da expectativa. O Brasil chegou às quartas-de-final, mas foi eliminado pela França, que terninaria sendo vice-campeã. Portugal também tem motivos de orgulho: o craque Cristiano Ronaldo representou uma das grandes forças individuais do torneio e ajudou a seleção a chegar à semifinal, igualando o feito de 1966.

2010 África do Sul Países Participantes: 32 Campeão: Espanha Vice: Holanda Terceiro: Alemanha Quarto: Uruguai Brasil:Eliminado pela Holanda nas Quartas-de-Final

Nome na História

á

á

Nome na História

www.JornalBB.com

História das Copas

Foi a última edição do torneio, onde o campeão anterior do torneio garantia vaga direta na fase final da competição. A França, campeã da edição de 1998, foi a última privilegiada por este sistema. A partir do final deste Mundial, a seleção campeã teria que garantir vaga na próxima competição, jogando as Eliminatórias. A partir daí, somente o país-sede do próximo Mundial é que teria vaga direta na fase final, sem a necessidade de disputar as Eliminatórias.

Depois de passar dois anos em tratamento por conta de lesões no joelho, Ronaldo brilhou de forma espetacular como artilheiro e Bola de Ouro da Copa de 2002

||

A França não conquistou o bicampeonato, mas Zenedine Zidane foi o nome do mundial, Bola de Ouro da Copa 2006

Espanha encerra anos de frustração Esta foi a primeira Copa do Mundo da FIFA disputada em solo africano e o torneio ficará na memória de todos tanto pela animação da nação anfitriã quanto pelo triunfo da seleção espanhola. O país ibérico se tornou o oitavo campeão mundial de futebol da história graças ao gol de Andrés Iniesta aos 11 minutos do segundo tempo da prorrogação contra a Holanda. Após 31 dias de futebol que culminaram no triunfo da Espanha no Estádio Soccer City, foram cerradas novamente as cortinas do maior espetáculo esportivo do planeta. Foram 64 jogos que contaram com 599 jogadores de 32 seleções que marcaram um total de 145 gols. No final, o troféu foi para as mãos dos comandados do técnico Vicente del Bosque, mas o sucesso da África do Sul na organização do torneio também foi imenso. A chamada “Nação Arco-Íris” deu um show de alegria e capacidade e representou uma nova esperança para todo o continente. O fato de que a África do Sul foi a primeira seleção anfitriã a ser eliminada na fase de grupos não afetou em nada o entusiasmo dos torcedores nem diminuiu o volume do ininterrupto som das vuvuzelas. Até as quartas de final, a América do Sul ameaçava roubar os holofotes. Pela primeira vez na história, todas as seleções da CONMEBOL passaram da fase de grupos, quatro delas na primeira colocação.

á

Nome na História

Símbolo do ressurgimento do grande futebol uruguaio, Diego Forlán foi “Bola de Ouro” do Mundial da África do Sul e coroou o retorno Uruguai ao “rol dos grandes”.

O Chile mostrou um futebol aberto e ofensivo para terminar a sua espera de 48 anos por uma vitória na Copa do Mundo da FIFA e ficar com a segunda vaga do grupo atrás apenas da Espanha. Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai ficaram todas entre as oito melhores — um feito inédito para os paraguaios. Os argentinos estavam fazendo um torneio perfeito até que os sonhos de Diego Maradona chegaram ao fim com uma vexatória goleada sofrida contra a Alemanha. O Brasil também enterrou as suas esperanças ao fazer um péssimo segundo tempo contra a Holanda. Foi o segundo Mundial consecutivo em que a Seleção caiu nas quartas de final.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 6 || June 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 23


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 6 || June 2014

||

www.JornalBB.com

|| Caderno da Copa

|| Page 24

Já está pronto e arrumado para você se servir e experimentar, a NOVIDADE no

Vittorio’s.

Café da Manhã completo no estilo brasileiro. Agora, você vai poder levantar um pouco mais tarde, e ainda saborear um café da manhã dos deuses...

ACORDA!

O Café da Manhã está servido! Serviço de Buffet All You Can Eat: - Café preto ao estilo brasileiro - Leite quente, leite frio - Chás variados: quente e frio - Chocolate quente e frio - Queijos variados: fresco, mussarela, cream cheese - Sucos variados: laranja, uva, morango, maçã - Bolos variados: fubá, chocolate, cenoura - Omelete, Bacon, Salsichas em rodelas - Presuntos variados, peru, porco e salame - Geleias variadas, Manteiga de leite - Croissant salgado e doce - Torradas com alho e manteiga - Pães variados: francês, pão de queijo, pão de forma - Salada de frutas - Melão, Maçã, Abacaxi, Melancia, Mamão, Banana

Jornal B&B

Reservas e Informações: 407.352.1255

BRAZILIAN RESTAURANT Local de tradição e bom atendimento

- Iogurte e Cereais variados - Doce de leite, arroz doce, cookies e muito mais...

5159 International Drive - Orlando, Fl 32819 Horários: Café da Manhã: 7am às 10:30am Almoço: 11am às 3:30pm Jantar: 3:30pm às 11:30pm Delicioso Estilo Buffet Aberto Diariamente - Amplo Estacionamento

Bb world cup june final high d  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you