Page 1

FREE

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

GRĂ TIS1

Since 1994

Siga o Jornal B&B no seu celular

O musical “Cantando Na Chuvaâ€? estĂĄ na Coluna de Amaury Jr. pĂĄgs. 28, 30 e 32

Brasileiras Brasileiros

THE LARGEST DIRECT MAIL BRAZILIAN NEWSPAPER IN THE US Foto: Tannen Maury

PERIODICALS POSTAGE PAID AT ORLANDO, FL USPS # 018-834

QUE ONDA É ESSA?

O Aquecimento Global – como o Fim do Mundo pode se dar Peter H. Peng analisa o assunto por diferentes perspectivas, em uma sĂŠrie em 4 capĂ­tulos. “A Quadratura das Ondas: a dimensĂŁo do problemaâ€? estĂĄ na pĂĄgina 52

de 20 a 24 de Setembro, no I-drive Nascar, Crowne Plaza e Camila’s Lounge påg 54

dia 17 de Setembro, no Lake Eola, downtown Orlando pĂĄg 46 “Harvey serĂĄ o pior desastre natural da histĂłria americanaâ€?, afirmou o fundador e presidente da AccuWeather, Joel Myers.

Se o seu nome não aparece impresso na etiqueta abaixo Ê porque você não tem uma assinatura gråtis do jornal B&B. Para ser assinante e receber o jornal em casa, Ê só preencher e enviar o cupom abaixo. Obrigado. ASSINE E RECEBA GRà TIS NO SEU ENDEREÇO NOS ESTADOS UNIDOS &IRSTNAME\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\ ,ASTNAME \??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\

PERIODICALS POSTAGE PAID AT ORLANDO, FL USPS # 018-834

POSTMASTER: SENd AddRESS CHANGES TO: BRASILEIRAS & BRASILEIROS, INC. 4847 LAKE MILLY dRIVE - ORLANdO, FL 32839-2075

!DDRESS\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\ \??\??\??\??\??\??\??\??\\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\#ITY \??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\ \??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\3TATE \??\??\:IP\??\??\??\??\??\??\??\??\ % MAIL\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\ ?\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\ & \ ! \ 6 \ /\ 2 \\ 0\ 2 \ % \ % \ . \ #\ ( \ % \ 2 \\ % \ - \\ , \ % \ 4 \ 2 \ ! \ 3 \\ $\ % \\ & \ /\ 2 \ - \ !



*ORNAL"RASILEIRAS"RASILEIROS




Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com




4

EDITORIAL

Brasileiras & Brasileiros, Inc. Eraldo Manes Junior é paulistano, vive em Orlando, Fl desde 1990. É fundador e publisher do Jornal B&B, desde 1994. emanes@jornalbb.com

Setembro é só Brasil!

C

om o título “Brasil, a Journey Through Brazilian Experiences”, setembro será o mês para celebrar a presença brasileira na Flórida, com apoio do Consulado Geral de Miami. A ideia partiu do próprio Embaixador Adalnio Senna Ganem, que escolheu a data que marca a Independência do Brasil, para a realização de eventos comunitários, que mostram a relevância da influência brasileira no estado da Flórida. No total serão 18 eventos com temas sobre Arte, Arquitetura, Negócios, Cinema, Dança, Educação, Moda, Gastronomia, História, Literatura, Música, Esporte, Fotografia, Teatro e Turismo. Cidades como Miami, Miami Beach, Doral, Fort Lauderdale, Boca Raton e Orlando foram escolhidas para sediar os eventos que vão mostrar o Brasil para a comunidade internacional residente nestas regiões. Orlando será palco para os eventos: Brazilian Day Orlando, no dia 17 de setembro; e Focus Brasil-Orlando, com apresentação de painéis e shows entre os dias 20 a 24 do mesmo mês. Os demais eventos são: Miami Mix Brazil; Workshop Presença Brasileira na Flórida; Workshop sobre Oportunidades Bilaterais para Desenvolvimento do Turismo; Sounds of Brazil; Jantar de gala da Independência; Brazilian Beat com Vanessa da Mata; Tastes of Brazil; Doral Brazil; Geração Brasil - 50 anos de Arte; ArtBrazil; Brazilian Voices Day: “Concert Cabaré”; Exagerado – Tributo a Cazuza;

21st Brazilian Film Festival Miami; Campeonato de Futebol de Salão; Brazil Fashion Miami: “Fashion Gallery” e Ballet Beyond Borders: Dia da Dança. Para mais detalhes acesse: http://brazilianexperiences. com/ Entre tantos assuntos de interesse nesta edição, destaco os mais polêmicos. Coincidência ou não, antes da chegada da tempestade Harvey, -que já está sendo considerada uma das maiores catástrofes naturais dos EUA-, o colunista do B&B, Peter Peng escreveu sobre o tema “Aquecimento Global”. É um assunto delicado entre os líderes da comunidade internacional, com poucas ações concretas. Em 2007, o ex-vice presidente, Al Gore, recebeu o prêmio Nobel da Paz pela sua preocupação no assunto. Quando as catátrofes batem à nossa porta, como as mais recentes: o Tufão “Hato”, na China e a tempestade “Harvey”, no Golfo é quando as autoridades e a mídia lembram do problema. Peter apresenta dados históricos e estatísticos que enriquecem o assunto e assim, o tema foi dividido em 4 capítulos, sendo o primeiro publicado na página 52 desta edição. Outra quetão polêmica está na coluna de Marcio Alves que dispara com a pergunta: “Você acha que o mundo está melhorando?” Vale a pena conferir na página 46. Setembro será um mês de muitas recordações no Estado da Flórida e elas serão registradas na próxima edição do B&B. Fique de olho. Boa leitura e até a próxima.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

Advertising Deadlines

Brasileiras & Brasileiros, Inc. Fundado em 1994 4847 Lake Milly Drive Orlando, FL 32839-2075 - USA Fones: (407) 855-9541 e (407) 353-2799

www.jornalbb.com info@jornalbb.com

Publisher: Eraldo Manes Junior Editor-In-Chief: Maida Bellíssimo Manes News Designer: Marily Smith

WINNER Brazilian International Press Awards • Best Newspaper Editorial • Outstanding Work - 2013 • Best Community Article - 2012 • Women Community Leadership - 2011 • Golden Award (Over 10 Years of Service) • Editor of the Year - 2008 • Newspaper Layout - 2008

Hispanic Corporate Achievers • Hispanic 100 Media - 1997

CIRCULAÇÃO AUDITADA

International Correspondent: Edinelson Alves Contributing Writers: Amaury Jr. Edinelson Alves, Marcio da Cruz Alves, Peter Peng e Roberta Detti. Sales Managers: Paulo F. Martins (in memorian) Sandro Coutinho Member:

BrasileiraseBrasileiros

Advertising and publicity deadlines are vary every month. It is the advertiser’s responsibility to submit fresh advertising materials each month if desired. Please call for information of the next deadline. Send Us Your News Brasileiras & Brasileiros welcomes story ideas and Press Releases along with photographs of interest to the Brazilian Community living in the United States. Deadline to editorial is the 20th of every month. Distribution The Brasileiras & Brasileiros is a Direct Mail publication targeting the Brazilian Community living in the US. More than 7,000 families receive BY MAIL this publication free of charge. It is an audience of more than 30.000 readers a month. If you want to be added to this list, please find a subscription form on the COVER of this edition and submit to us. Wait for one month to start receiving your free copy. Additional Copies Brasileiras & Brasileiros can be found in restricted commercial areas in Central Florida, such as Brazilian Restaurants, Supermarkets, Shopping Malls. Please Call us 407.855.9541 to know where it is available.

Periodical # 01-4 Jornal B&B USPS # 018-834 IS PUBLISHED MONTHLY BY Brasileiras & Brasileiros, Inc. 5534 HANSEL AVENUE ORLANDO, FL 32809 POSTMASTER: SEND ADDRESS CHANGES TO: Brasileiras & Brasileiros, Inc. 5534 HANSEL AVENUE - ORLANDO, FL 32809 PERIODICALS POSTAGE PAID AT ORLANDO, FL 32809

Duplicates If you receive more than one copy, both in your name or the same address, please call us at 407.855.9541 to cancel one copy. Thus we will give the opportunity to other new reader start receiving this free publication. Responsibility Products, services, information and/ or opinions featured in ads content offered to readers are not an endorsement by the publisher Brasileiras & Brasileiros, Inc. Publisher assumes no responsibility for errors, gimmicks or hassles, in any customer-approved advertising copy for this publication. No part of this publication may be reproduced without written permission from the publisher. Brasileiras & Brasileiros, Inc. reserves the right to refuse advertising spaces at the publisher’s discretion. Copyright 1994-2017. All rights reserved.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com






Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

MUNDO

Escultura que sobreviveu ao 11/9 volta ao WTC

U

Fernando Moreno

ma escultura que sobreviveu aos ataques de 11 de setembro de 2001 será instalada no World Trade Center. Conhecida popularmente como “A Esfera”, a peça de bronze intitulada “Grande esférica cariátide”, de mais de oito metros de altura e 25 toneladas de peso, está desde 2002 no Battery Park, no sul da ilha de Manhattan. A escultura do artista alemão Fritz Koenig, falecido em fevereiro, ocupava originalmente o espaço central da praça Austin J. Tobin, a área compreendida entre as Torres Gêmeas. A esfera de cor dourada resistiu ao desabamento das Torres Gêmeas e foi resgatada dos escombros após o atentado de 11 de setembro de 2001. Convertida em um símbolo de esperança, a esfera, que foi conservada desde então sem restauração, voltará a ocupar seu espaço original após 17 anos.

Crentes e ateus pensam o mesmo quanto a atos imorais Tanto ateus quanto crentes concordam que pessoas que fazem atos imorais extremos, na maioria das vezes, são aquelas que não têm crenças religiosas, revelou um estudo da Universidade do Kentucky, nos Estados Unidos. De acordo com a pesquisa, essa visão sobre quem nega a existência de Deus é notada nos 13 países onde o estudo foi feito. Os investiga-

dores acreditam que, apesar de a secularização ter ganhado força no mundo nos últimos tempos, ao longo da história, a religião reforçou a ideia de que a moral tem vínculos com a crença na existência de Deus. As conclusões foram obtidas através de 3 mil entrevistas realizadas na África, na América, na Ásia, na Europa e na Oceania, e foram ouvidas

desde sociedades muito religiosas - como as dos Emirados Árabes e da Índia - até as seculares - como as da Holanda e da China. Para chegar aos resultados, os entrevistados foram apresentados a descrições de situações de ações imorais, como a de alguém que tortura animais ou alguém que é capaz de matar movida pelas emoções. Depois disso,

eles foram perguntados se consideravam que o autor do crime seria uma pessoa crente ou ateia. A maioria respondeu com a segunda opção. Os pesquisadores disseram que, exceto na Finlândia e na Nova Zelândia, as pessoas são quase duas vezes mais propensas a acreditar que os atos imorais extremos são feitos por não religiosos.

Cápsula do tempo enterrada com mensagem leninista é aberta na Sibéria Operários de uma fábrica de cimento de Kamensk, na República russa de Buriácia, desenterraram uma “cápsula do tempo” colocada pelos funcionários locais há meio século. A mensagem para as futuras gerações, que pede para preservar o legado do líder da revolução bolchevique, Vladimir Lenin, foi extraída de um nicho em um monumento situado no território da fábrica. “É um documento histórico muito interessante. A mensagem plasma o espírito reinante naquele tempo e fala do futuro tal e como imaginavam os operários desta fábrica no distante 1967”, comentou Guennadi Raskazov, primeiro vice-presidente do grupo Cimento Siberiano, ao qual pertence a planta. A “cápsula do tempo “foi enterrada por causa do 50° aniversário da Revolução de Outubro de 1917. Os trabalhadores da fábrica decidiram continuar o exemplo dos leninistas e colocaram outra mensagem no mesmo lugar para ser recuperada em 2042, dentro de 25 anos.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com






Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

Miguel Kaled Realtor Associate

“People First, Business Second”

(407) 467-9446

mkaled@miguelkaled.com Atendimento em Português

Em 2003, Kristi Rujano se tornou BROKER, após ter trabalhado nas maiores empresas imobiliárias da Flórida. Em 2010, Rujano fundou a Orlando Regional Realty, uma “boutique Realty” que coloca o cliente no centro do negócio; “e os maiores recursos são destinados a ele e não às despesas comuns que existem nas grandes empresas imobiliárias”.

“Não há lugar melhor para se viver do que Orlando”. “Sabemos disso...Vivemos aqui...Nossas crianças frequentam escolas a região...Conhecemos as áreas da cidade que proporcionam uma vida vibrante e segura e consequentemente uma boa opção para se investir”, afirma Rujano. Em 2017, Orlando Regional Realty expandiu sua equipe incorporando Kimberley Beaudry, Jason Ding, Linda Mardegan e Miguel Kaled para reforçar seu time de corretores. Com experiência em short sales, foreclosures, propriedades para investimentos, flipping houses, terrenos, construção, casas de luxo e muito mais, a empresa foca na Educação, Treinamento, Tecnologia e Informação de seus membros para melhor servir sua clientela. Nossos valores são baseados na honestidade e no bom atendimento ao cliente. Tratamos o cliente como gostaríamos de ser tratados.

KRISTI RUJANO Owner / Broker

JASON DING Realtor Associate

KIMBERLEY BEAUDRY

LINDA MARDEGAN

Owner / Broker

Broker Associate

Marisela Benitez

Alexandra Marchan

JEANNETTE LOPEZ

Sales Associate

Sales Associate

Property Manager / Broker ORPM, INC.

13538 Village Park Drive Suite 125 - Orlando, FL 32837 Office: 407.751.2111 ext. 104 - Fax: 407.751.2100

Jornal B&B

RESIDENCIAL E COMERCIAL (Compra e Venda) ALUGUEL (Administração de Bens) CONSTRUÇÃO (Projeto e Execução)

www.OrlandoRegionalRealty.com miguel kaled.indd 1

8/18/17 1:16:41 PM


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com




10

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

RACISMO

A emissora americana “CNN” demitiu o comentarista Jeffrey Lord, firme defensor do presidente dos Estados Unidos Donald Trump, por utilizar a saudação nazista “Sieg Heil” durante uma discussão no Twitter. “As saudações nazistas são indefensáveis. Jeffrey Lord já não trabalha para a emissora”, disse em um comunicado um porta-voz da “CNN”. Lord, por sua vez, alegou que sua mensagem foi mal interpretada e que, na realidade, estava zombando da pessoa com quem discutia, o presidente do grupo de controle progressista Media Matters, Angelo Carusone. Carusone e seu grupo mantêm uma campanha para boicotar programas conservadores como o de Sean Hannity na emissora “Fox News”. Lord acusou Carusone de usar métodos parecidos com os dos “fascistas” contra Hannity, e utilizou seguidamente a saudação nazista “Sieg Heil”, o que provocou forte reação na rede social. Lord, de 66 anos e ex-assessor do ex-presidente Ronald Reagan, começou a trabalhar como comentarista sobre Trump na “CNN” em 2015, pouco depois que o magnata lançou sua candidatura à Casa Branca e se queixou da falta de pluralidade na emissora.

Google demite engenheiro que questionou capacidade de companheiras

Chris Kleponis

“CNN” demite comentarista próTrump por usar lema nazista “Seig Heil”

11

www.JornalBB.com

Trump chama KKK, neonazistas e supremacistas brancos de “repugnantes” O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, condenou a Ku Klux Klan (KKK), os neonazistas, os supremacistas brancos “e outros grupos de ódio”, 48 horas depois que um jovem atropelou um grupo de manifestantes antifascistas em Charlottesville, na Virgínia. “O racismo é maligno e aqueles que causam violência

em seu nome são criminosos e bandidos, incluindo KKK, neonazistas, supremacistas brancos e outros grupos de ódio que são repugnantes para tudo o que defendemos como americanos”, disse Trump em uma declaração televisionada e fechada a perguntas na Casa Branca. Trump fez esta condenação dos grupos de ódio após dois

dias nos quais recebeu múltiplas críticas, inclusive de seu partido, por ter condenado após o ataque “o ódio e o fanatismo” de “múltiplas partes”, sem assinalar os supremacistas que convocaram a marcha em Charlottesville. Após a sua declaração não houve perguntas, apesar de ter anunciado que daria uma “grande entrevista coletiva” na Casa Branca.

O gigante tecnológico Google demitiu o engenheiro James Damore, que questionou a capacidade de suas companheiras em um memorando de distribuição interna que gerou críticas na companhia. No citado documento, intitulado “A câmara de ressonância ideológica do Google”, o agora ex-empregado do Google expunha as suas ideias nas quais questionava as considerações sobre diversidade de gênero da empresa, cujo máximo responsável Sundar Pichai considera transgridem os valores da empresa. Pichai sustenta que tais avaliações violam o código de conduta da companhia e opina que cruzou “uma linha ao promover estereótipos de gênero que causam dano em nosso centro de trabalho”. No entanto, o ex-funcionário da “The Alpabhet Inc.”, empresa da qual a Google é subsidiária, diz que foi demitido “para perpetuar os estereótipos de gênero”. Em conjunto, Google emprega globalmente 31% de mulheres, proporção que se reduz a 20% em postos relacionados com a tecnologia e a 25% nos de liderança, segundo dados de janeiro.


1

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

CURIOSIDADES Kimimasa Mayama

Brasil e México assinam acordo para reconhecimento mútuo da cachaça e tequila O presidente Michel Temer assinou um acordo entre Brasil e México para o reconhecimento mútuo da cachaça e da tequila como Indicações Geográficas e Produtos Distintivos dos dois países. De acordo com a informação divulgada pelo Palácio do Planalto, o convênio se justifica por possuir enorme valor simbólico para Brasil e México, “uma vez que chancela o interesse comum dos dois países em salvaguardar a preservação da integridade e originalidade das duas bebidas nacionais”. A ratificação do acordo tem por objetivo assegurar aos produtores de ambos os países a proteção plena de seus direitos de propriedade, bem como a qualidade das bebidas comercializadas bilateralmente.

Clubes de maconha se integram à paisagem da velha Montevidéu Felipe Lozano explicou que “cada clube pode pôr suas normas gerais. Há um parâmetro sobre como cultivar, como armazenar, etc. Mas cada clube tem o seu regulamento”, comentou o jovem cultivador, que recebe em seu estabelecimento integrantes de “todas as idades”, que vão desde os 19 até os 65 anos. Lozano ressaltou que “é bom” que o país tenha tido a coragem de regulamentar, desta maneira inédita no mundo, a produção e comercialização de maconha. “É um país que leva a bandeira de ser cada vez mais livre, que cada um tenha seu lugar na sociedade”, refletiu o cultivador, embora tenha enfatizado que, ao seu parecer, a regulação posterior à aprovação “não é bem vista”.

SEBASTIEN NOgIER

Uma porta antiga, como muitas da Cidade Velha de Montevidéu, abre passagem para um dos 63 clubes de cultivo de maconha registrados no Uruguai, onde mais de 40 membros podem adquirir flores de cannabis de qualidade, ainda que a um custo mensal elevado. Embora as sedes dessas associações não tenham uma identificação, o particular cheiro da planta de maconha é perceptível do lado de fora, bem como as câmeras de vigilância que controlam a entrada de pessoas. A segurança é um dos requisitos que o Instituto de Regulação e Controle de Cannabis (Ircca) exige das instituições, que devem se registrar nesse organismo em um processo cujos trâmites burocráticos podem custar até US$ 2 mil.

Arquidiocese polonesa pede a sacerdotes que não usem emoticons A Arquidiocese de Poznan, no oeste da Polônia, pediu aos seus sacerdotes que não usem emoticons nas mensagens paroquiais, “já que estes podem ser percebidos como um comportamento infantil”. A cúria de Poznan reconhece que o uso de emoticons é algo comum no âmbito das redes sociais, mas, mesmo assim, pede que não seja parte das comunicações da Igreja, acreditando que o uso de emoticons pode fazer com que a informação de conteúdo religioso seja recebido como algo “banal”. “Não se trata de um fenômeno muito grave, mas vemos que alguns sacerdotes estão tentando ser modernos quando se dirigem aos jovens, inclusive escrevem comunicações paroquiais em uma linguagem similar à usada nas redes sociais, e é precisamente a eles a quem se dirige esta petição”, destacou Szczepaniak.

Hiroshima, de cidade arrasada pela bomba atômica a popular destino turístico

S

ete décadas depois da bomba atômica que a apagou do mapa, a cidade de Hiroshima conseguiu se reinventar e se colocar entre os lugares mais visitados do Japão. A maior parte dos visitantes observam em silêncio a Cúpula da Bomba Atômica, Patrimônio da Humanidade da Unesco e símbolo do sofrimento pelo qual Hiroshima passou, que em agosto relembrou o 72º aniversário do ataque. Junto à cúpula fica, como a cada dia nos últimos 11 anos, Kosei Mito, guia voluntário e sobrevivente mais jovem da bomba atômica, que sofreu quando estava ainda no útero materno. “É minha obrigação estar aqui (...) Todo mundo deveria saber o que realmente aconteceu. É muito importante que os sobreviventes falem sobre suas experiências”, explicou esse ex-professor de ensino secundário. Durante esta última década, o “hibakusha” (nome pelo qual são conhecidos os sobreviventes da bomba) compartilhou a sua história com 66 mil pessoas procedentes de mais de 170 países, devido a que tem material informativo em sete idiomas diferentes. Mais de 10 milhões de pessoas (1,17 milhão de estrangeiros em 2016) visitam todo ano esta cidade do oeste do Japão, número que triplicou durante os últimos quatro anos no caso do turismo estrangeiro. Hiroshima, junto com Tóquio e a monumental Kioto,

faz parte da rota clássica dos turistas ocidentais no Japão, atraídos no caso desta cidade quase que exclusivamente pelo chamado Parque da Paz, que acolhe os restos da Cúpula da Bomba e um impressionante museu sobre o impacto do ataque. “Há uma grande necessidade de atrair visitantes, incluindo turistas. Esta é uma oportunidade de ouro para informá-los sobre a necessidade da paz mundial”, declarou Kazumi Matsui, prefeito da localidade, com cerca de 1,2 milhão de habitantes. Os EUA fizeram o primeiro ataque nuclear da história sobre a cidade de Hiroshima no dia 6 de agosto de 1945, e três dias depois lançou uma segunda bomba atômica sobre Nagasaki (sudoeste), o que levou à capitulação do Japão no dia 15 de agosto e pôs fim à Segunda Guerra Mundial. O Museu Memorial da Paz de Hiroshima guarda testemunhos dos sobreviventes desta tragédia, bem como roupas e outros objetos dos mortos, em uma tentativa de mostrar aos visitantes a realidade depois da bomba. “É minha segunda vez aqui, é um lugar muito importante e desta vez tinha que trazer meus filhos”, contou a turista neozelandesa Jayne Hibbard, que visitava o impactante museu. Entre todas suas peças, os olhares se fixam em dois grous (aves cinzentas muito comuns na Ásia) de papel, peças de origami com um enorme simbolismo pela paz popularizada

por Sadako Sasaki, vítima da bomba atômica que morreu aos 12 anos de leucemia. Em particular, estes dois grous foram doados ao museu em maio do ano passado pelo então presidente americano Barack Obama, o primeiro no seu cargo a visitar Hiroshima. O sobrevivente Shigeaki Mori lembra entre lágrimas a visita e, em particular, a imagem que tomou conta das capas de jornal em todo o mundo: ele sendo abraçado por Obama, foto que se converteu em um símbolo da reconciliação entre ambos os países. “Sou tremendamente agradecido a ele (pelo reconhecimento)”, contou o pesquisador japonês de 80 anos, apenas um menino quando a bomba caiu em Hiroshima. Jonathan Watkins, um turista dos Estados Unidos (país de onde mais visitantes chegam à cidade), explicou que o “mais especial” de conhecer Hiroshima foi poder conhecer os “hibakusha”, com quem estudou para fazer as simbólicas aves de papel. “É dilacerador estar aqui e ver tudo o que a bomba causou. É um lembrete muito valioso do que significa uma guerra nuclear”, afirmou Watkins categoricamente. Neste sentido, o turismo pode ser uma potente ferramenta para transmitir a necessidade da paz e a erradicação do uso de armas nucleares, reiterou o prefeito Matsui, diretor também da ONG Prefeitos pela Paz, da qual fazem parte 7.000 cidades de todo o mundo.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

13


14

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

ENTREVISTA

“Caráter é quando falamos a verdade, mesmo quando não nos beneficia”. Esta frase acompanha o sucesso de Celestino De Cicco, após 17 anos de trabalho na América, orientando aqueles que sonham em morar ou querem investir nos EUA.

O

entrevistado deste mês, acaba de ser um dos homenageados com o troféu Business Press Awards, prêmio organizado pelo Focus Brasil-Orlando 2017. Celestino De Cicco, 65, nasceu em Campinas, SP. É formado em Economia e Direito e é casado com Lucia Helena Salvetti De Cicco. Juntos têm dois filhos, Daniela e Celestino Jr., o genro Thiago, e quatro netos, Alexandre, Fernando, Rafael e Gabriella. A decisão de se mudar com a família para os EUA ocorreu em dezembro de 2000, depois de várias viagens regulares de férias, em Oralndo. O sistema americano, a segurança e, principalmente, o respeito pelo próximo, foram os motivos que atraíram a família De Cicco a escolher Orlando para viver. A decisão de deixar o Brasil, foi em busca de uma vida melhor para a família. Há algum tempo, Celestino identificava a deterioração da sociedade e do País, por conta da impunidade, corrupção e, principalmente, a violência urbana. Além disso, a possiblidade do Brasil se tornar um país de esquerda, o desmotivou completamente. Na América poderia oferecer um futuro mais estável para a família.

B&B: Após 17 anos em Orlando atuando no mercado imobiliário, sendo 13 anos como Realtor e 9 anos como Broker, você pode explicar a diferença entre ambos? Celestino De Cicco: Iniciei minha atividade no Real Estate, em 2004, tendo trabalhado em duas imobiliárias. Em 2008, passei no exame de Broker e fundei a C.F. Realty LLC. A diferença entre Realtor e Broker está basicamente na limitação do trabalho. Embora o Realtor seja um autônomo, -para exercer sua atividade profissional- ele precisa estar vinculado à licença de um Broker e seguir regras determinadas pelo Broker, que em posse da licença, trabalha independentemente, pode abrir sua própria imobiliária e montar uma equipe de Realtors para trabalhar para ele. B&B: Quais são os erros mais comuns cometidos por brasileiros que investem ou adquirem imóveis nos Estados Unidos? CC: Vejo como erro mais comum entre os brasileiros é não entender que os Estados Unidos vivem de princípios e leis que regem a sociedade e todas as atividades do País, diferentemente da cultura no Brasil, que costuma querer sempre dar um “jeitinho”. Aqui, o cliente

The Law Office of

Randall W. Hanson, P.A. Imigração Bancarrota Acidentes

Randall W. Hanson, Esq. Advogado

Dina H. Heymann, FRP

Florida Registered Paralegal

Primera Consulta Grátis

(407) 491-2656

www.randallhansonlaw.com rh@randallhansonlaw.com 313 South Central Avenue Oviedo, Fl 32765

1277 N. Semoran Blvd, Suite 106 Orlando, FL 32807

precisa respeitar isso e contratar a assessoria imobiliária de um realtor ou broker licenciados, com experiência no mercado e qualificação para evitar erros. B&B: É verdade que um estrangeiro pode financiar uma casa em até 30 anos, sem entrada? CC: O financiamento para estrangeiros é fácil e atraente. Trinta por cento de entrada e saldo em 30 anos com juros entre 4 a 6% ao ano. Os juros são simples e não capitalizados nos bancos comerciais. Também existe a possibilidade de financiamento com financeiras independentes onde, é claro, os juros podem chegar até 10% ao ano e com entrada entre 30 a 40%. Os documentos para a aprovação são simples e dependem, principalmente, da comprovação de renda no País de origem. B&B: Casa de aluguel de temporada é bom negócio para o investidor que vive no Brasil ? CC: Sim, hoje como opção de investimento temos casas de temporada que estão no topo dos investidores que não moram nos EUA. É o tipo de investimento que propicia uma redução no custo da sua propriedade. Na maioria dos casos geram lucros interessantes que pagam todas as despesas da propriedade e ainda geram uma renda extra ao proprietário. Hoje, a procura por alugar uma casa na área de Orlando, perto da Disney, para a família é a opção mais econômica. O conforto e a privacidade são superiores e as distâncias dos parques menores. É uma cidade que atrai turistas do mundo todo e o ano todo. Por ano, Orlando recebe 66 milhões de turistas com um crescimento constante.

“Não esperava por este prêmio, foi uma grata surpresa. Me dá motivação para continuar nesta atividade com os mesmos princípios e determinação”. disse Celestino emocionado. B&B: Quando se calcula o valor do imóvel mais o imposto predial, taxas de manutenção, administração e impostos -no caso de ganho de capital-, que taxa líquida de retorno de investimento pode se esperar por ano? CC: Cada vez mais estamos comprovando o sucesso de vários clientes que optam por investir em um imóvel em condomínio na região de Orlando. O imóvel pode ser usado para férias quando desejarem e pelo tempo que quiserem. E também pode ser alugado para gerar receita. Os custos de administração, manutenção, impostos, taxas e reparos podem ser deduzidos antes do cálculo do

imposto, além da valorização do imóvel. Atualmente, calculamos a taxa de retorno entre 8 a 12 % ao ano, dependendo da taxa de utilização pelo proprietário. B&B: Soubemos que você está expandindo seu escritório e está contratando corretores e funcionários. CC: Sim, estamos aumentando nossos escritórios aqui em Orlando e também em Miami para melhor atender aos nossos clientes atuais e futuros. Ampliamos o espaço para agregar as áreas de compra e venda; adiministração; locação e gerenciamento de alugueis para residentes; e casas de férias. A CF Realty LLC tem duas empresas embaixo de sua licença: a Florida Realty Management, que administra propriedades de alugueis anuais e de residência de proprietários; e a CF Vacations, que cuida da administração e locação de casas de veraneio. B&B: Na sua opinião, até quando os brasileiros continuarão a investir no mercado imobiliário nos EUA? CC: O investidor brasileiro continuará ainda a investir nos EUA, tanto em propriedades residencias como em propriedades comerciais e na propria aquisição de negócios, aqui na Flórida. Temos experimentado um substantial aumento por compra de negócios em nossa região, o que nos deixa otimista quanto ao futuro. Tambem é importante salientar que hoje minhas empresas não focam só no mercado brasileiro. Temos clientes americanos, no Canadá, na Europa, na Asia e no Oriente Médio. Para saber mais sobre a CF Realty, ligar para (321) 234.1744, no email: celestino@ cfrealtyllc.com ou no novo endereço: 5728 Major Blvd. Suite 545 - Orlando FL 32819


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

15


16

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

COMPORTAMENTO

Harvard lidera ranking de melhor do mundo, enquanto USP ocupa 151ª posição Harvard foi considerada a melhor universidade do mundo, de acordo com a última edição do “Ranking de Xangai”, uma das classificações acadêmicas mais reconhecidas a nível mundial e que coloca a Universidade de São Paulo (USP) como a melhor da América Latina e 151ª no mundo. O prestigiado centro educativo americano lidera o Ranking Acadêmico 2017 de Universidades Mundiais (ARWU) e ocupa este posto desde 2003, quando foi criada a lista que anualmente avalia as 500 melhores universidades do mundo, elaborado pela Universidade de Jiaotong. A também americana Stanford, segunda na lista, também sempre ocupou este posto desde que a mesma foi lançada, enquanto nesta oportunidade a Universidade de Cambrigde ficou em terceiro lugar, superando o MIT e a Berkeley, que agora aparecem na quarta e quinta posição, respectivamente. Entre as cem primeiras do

ranking, 48 são dos Estados Unidos, e das 500 totais, 135 pertencem a este país. Da China procedem 57 centros de ensino do ranking, enquanto do Reino Unido aparecem 38. A classificação leva em conta parâmetros de qualidade como número de publicações em revistas internacionais de prestigiado reconhecimento (com especial atenção a Science e Nature) e o número de citações de trabalhos de seus pesquisadores. Também considera o número de prêmios Nobel ou medalhas Fields (de Matemática) dos que dão aula em suas salas ou estudaram nelas. Nesta edição, a Universidade de Washington em Saint Louis (EUA) entra no top 20 pela primeira vez, enquanto a ETH Zurique da Suíça aparece como a quarta melhor da Europa, no posto número 19. Ela é seguida no Velho Continente pela Universidade de Copenhague (posto 30), na Dinamarca, e da Universidade Pierre e Marie Curie (posto 40),

na França. A Universidade de Tóquio ocupa o posto 24 e segue sendo a universidade de mais alta categoria na Ásia, enquanto a Universidade de Melbourne (39ª) lidera as da Oceânia. A Universidade de São Paulo (USP) é a melhor situada da América Latina, no posto 151, e o Brasil é o país desta região com melhores centros educativos de ensino superior, já que conta com seis na lista. Eles são a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a Universidade Estadual Paulista (UNESP), a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). A Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM) aparece no posto 201, o mesmo que a argentina Universidade de Buenos Aires, enquanto a Universidade do Chile ocupa a 301ª posição e a Católica do Chile a 401ª.

Trump acusa Amazon de prejudicar empresas em todo os EUA O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acusou o gigante do comércio eletrônico Amazon de prejudicar empresas varejistas de todo o país e provocar a perda de empregos em muitas cidades e estados americanos. “A Amazon está fazendo um dano enorme aos varejistas que pagam impostos. Cidades e estados de todo os EUA estão sendo afetadas - muitos empre-

gos sendo perdidos!”, escreveu Trump. Em junho Trump acusou a companhia de “não pagar impostos” por suas vendas pela internet. O presidente já demonstrou irritação com a cobertura sobre seu governo do “The Washington Post”, propriedade do presidente da Amazon, Jeff Bezos, e seus tweets críticos ao jornal costumam incluir o nome da empresa

de comércio eletrônico. No último dia 1º de abril, a Amazon começou a arrecadar impostos estatais pelos produtos que vende diretamente, com a exceção de cinco estados que não cobram taxas pela venda de bens: Alasca, Oregon, Montana, Delaware e New Hampshire. Ainda assim, a nova política da Amazon não se aplica obrigatoriamente aos vendedores

independentes que comercializam mercadorias através da plataforma digital, o que lhes dá uma vantagem sobre varejistas com sede física. Vários estados estão pressionando a Amazon e o eBay para que forcem os vendedores independentes que utilizam suas plataformas a arrecadarem impostos estatais ou a informarem detalhadamente suas vendas.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

17


18

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

Rummenigge revela que estádio do Bayern teve preço inferior ao de Neymar

EFE/ ACERO / Arquivo

Karl-Heinz Rummenigge, executivo-chefe do Bayern de Munique, afirmou que o clube pagou menos pela Allianz Arena, do que o Paris Saint-Germain por Neymar. “No meio da discussão sobre a transferência, me perguntei: o que é mais importante, Neymar ou a Allianz Arena? Devo dizer com clareza que, para nós, o estádio é mais importante. Além disso, de forma geral, a contratação de Neymar foi mais cara”, afirmou o ex-jogador. Rummenigge garantiu ainda que o clube não pretende, nem pode entrar na corrida por contratações como a do brasileiro, que custou 222 milhões de euros para o PSG tirá-lo do Barcelona. “O Bayern tem que representar outra filosofia. Não queremos entrar nessa loucura, inclusive, nem podemos. Está bem que seja assim. Acredito que a opinião pública e nossos

torcedores entendem isso”, explicou o dirigente. O executivo-chefe do clube bávaro ainda questionou que, anteriormente, a Comissão Europeia, instituição que representa e defende os interesses da União Europeia, não tenha apoiado a criação de teto salarial no continente, que o próprio Rummenigge propôs quando presidia a Associação de Clubes Europeus (ECA). “Em 2011, antes da criação do Fair Play Financeiro da Uefa, estive várias vezes com Michel Platini, em Bruxelas. A nossa meta era introduzir limite salarial máximo. Não entendo porque os políticos rejeitaram o desejo comum de clubes e da Uefa”, disse. Para Rummenigge, a falta de “racionalidade” no mercado de transferências do futebol, pode até colocar em risco a modalidade.

Rivaldo diz que saída de Neymar é boa para o Barcelona O ex-jogador Rivaldo afirmou que a ida do atacante Neymar para o Paris Saint-Germain pode ser positiva para o Barcelona, garantindo ainda que espera grande desempenho sob o comando do técnico espanhol Ernesto Valverde. Neymar deixou o clube espanhol por 222 milhões de euros, valor que Rivaldo vê como válido para movimentações do clube na janela de transferências europeia. “É um investimento financeiro muito importante, que permite deixar o clube respirar, além de tentar novas contratações”, avaliou o ex-meia-atacante.

ANDY RAIN

ESPORTE

Bolt dá adeus às provas individuais

“Não haverá outro Bolt em um futuro próximo” O britânico Sebastian Coe, presidente da Federação Internacional de Atletismo (IAAF), afirmou que a aposentadoria do jamaicano Usain Bolt deixa um grande vazio no esporte, tanto pelos seus triunfos como pela sua personalidade. Bolt, dono de 11 medalhas de ouro em Campeonatos Mundiais e Jogos Olímpicos, deixa a lição que “acabou a época dos atletas de talento relativo superprotegidos pelos agentes”, segundo disse Coe. O futuro do atletismo,

em sua opinião, depende neste momento em grande parte da atitude dos atletas: “Devem entender que estamos no negócio do espetáculo”, destacou. Um negócio em que os espectadores também têm direito a expressar-se, destacou em referência às vaias recebidas pelo americano Justin Gatlin, suspenso duas vezes por doping, tanto ao ganhar os 100 metros como na cerimônia de entrega de medalhas np Mundial de Londres.

Na última prova individual da carreira, o jamaicano Usain Bolt ficou com a terceira posição do Mundial de atletismo de Londres, enquanto Justin Gatlin surpreendeu e ficou com o título, liderando uma dobradinha dos Estados Unidos, que contou ainda com Christian Coleman. Tanto Bolt quanto Gatlin não fizeram uma boa largada, enquanto Coleman saiu bem e assumiu a liderança na fase de transição. Cinco anos mais velho que o ‘Raio’, Gatlin enfim obteve uma vitória sobre seu grande rival e se sagrou bicampeão mundial.

Norma para licença de clubes valerá em 2018, mas quantos estão preparados? Em 2006, a Fifa aprovou o Regulamento de Licenças de Clubes e definiu que a implementação seria obrigatória para todas as associações filiadas para o fim deste ano, e para 2018 as equipes que não cumprirem ficarão fora dos torneios oficiais de caráter internacional. No caso da América do Sul, a Conmebol, suas dez associações e confederações e as equipes de primeira divisão de cada um dos países - no Brasil, a Série B também está incluída - acertam os últimos detalhes para estabelecer e executar as normas que lhes permitam obter as licenças exigidas. Só assim, poderão disputar a Taça Libertadores, a Copa Sul-Americana e a Recopa.

Em setembro do ano passado, a confederação continental aprovou o Regulamento de Licenças de Clubes, que exige a adequação a certos requisitos, em base a padrões em questões esportivas, como atenção à base e criação de uma equipe feminina, econômicas, legais, administrativas e de infraestrutura. Mas quanto disso está sendo cumprido a cinco meses do fim do ano? Como o argumento inicial da federação internacional era melhorar e profissionalizar a indústria do futebol através de padrões mínimos em aspectos fundamentais, foi criado, com a colaboração das seis confederações continentais, o marco

mundial para a concessão de licenças de clubes. A CBF apresentou em janeiro a todos os clubes das duas primeiras divisões as exigências para obter as respectivas licenças. Porém, ao constatar que muitos clubes não conseguiriam cumprir todas as exigências, pelo menos as financeiras, flexibilizou recentemente. “O problema é que temos que nos adaptar ao regulamento da Conmebol, que foi anunciado no segundo semestre de 2016, e por isso vamos fazer regras mais rígidas, mas gradualmente”, justificou o diretor do departamento de registros da CBF, Reynaldo Buzzoni, que admitiu que os clubes brasileiros vêm enfrentando dificuldades.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

19


20

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

OS M A AT RS R T CON LTO A RE

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

CF REALTY A SUA IMOBILIÁRIA BRASILEIRA NA FLÓRIDA

Compra

-

Venda

-

Administração de Imóveis

Temos várias opções de imóveis residenciais e comerciais nas áreas de Orlando e Miami. Não tome nenhuma decisão sem antes nos consultar.

Casas a partir de U$250,000 São Paulo: (11) 3522-1856 Rio de Janeiro: (21) 4063-5546 Brasilia: (61) 4063-8573 Porto Alegre: (51) 4063-8904 Campinas: (19) 4062-9328

Apartamentos a partir de U$150,000 Belo Horizonte: (31) 4063-5546 Curitiba: (41) 4063-9235 Recife: (81) 4062-8168 Fortaleza: (85) 4062-9133

www.cfrealtyllc.com

-

5728 Major Boulevard Suite 545 Orlando, Florida 32819 Orlando: (407) 925-3031 Miami: (321) 234-1744

celestino@cfrealtyllc.com

ALUGUEL DE IMÓVEIS DE TEMPORADA NA FLÓRIDA Ligue das principais capitais brasileiras: São Paulo: (11) 3522-1856 Rio de Janeiro: (21) 4063-5546 Brasilia: (61) 4063-8573 Porto Alegre: (51) 4063-8904 Campinas: (19) 4062-9328 Belo Horizonte: (31) 4063-5546 Curitiba: (41) 4063-9235 Recife: (81) 4062-8168 Fortaleza: (85) 4062-9133 Nos Estados Unidos:

5728 Major Boulevard Suite 545 Orlando, Florida 32819 Orlando: (407) 925-3031 Miami: (321) 234-1744

Casas e mansões localizadas em resorts, villas e condomínios fechados, finamente mobiliadas para o seu conforto. Em viagem de férias na Flórida com a sua família, venha desfrutar deste conforto exclusivo.

Consulte nosso website para ver as opções disponíveis reservations@cfvacations.com

www.cfvacations.com

21


22

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

EXCELENTE COMBINAÇÃO: Medicina Oriental e Moderna num só tratamento dando prioridade ao bem estar do paciente de maneira natural.

é a decisão certa para você!

Optimização Hormonal Natural ou Bio-Idênticos para homens e mulheres! • Recupere Energia e Resistência; • Sinta-se mais Jovem e Feliz; • Melhore sua Memória; • Previna Doenças Degenerativas; • Melhore seu Metabolismo; • Perca peso Naturalmente; • Melhore e Aumente a Libido.

Serviços Oferecidos pela Clínica • Exames Laboratoriais; • Plano Especial de Descontos, tipo Filiação; • Associando-se ao Plano Especial, você terá preços com super descontos em consulta médica, exames laboratoriais, medicamentos, acupuntura e medicina física.

Daniel Galeli AP

Médico em Medicina Oriental, Acupuntura, Homeopatia e Terapia de Injeções.

6765 Conroy Rd #230 - Orlando FL 32835 2300 W Sample Road Suite 213 - Pompano Beach Fl 33073

407.866.2827 407.844.5506 954.366.2833


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||



www.JornalBB.com

ARTES

Em sua 5a Edição, ArtBrazil realiza a maior Feira de Arte Brasileira no Sul da Flórida

Jade Matarazzo

Roberta Caviglia, Carlos Cesar Alves, Amaury Torezan, Blima Efraim, Carmem Gusmão, Monica Mendes, Clara Piquet, Cecilia Thibes, Fernanda Dabus, Silvana Soriano, entre outros. No segmento fotografia, destacam-se Kazuo Okubo, Mariza Formaginni, Di Roberto, Marine Fontayne, Daniel Taveira, Jade Matarazzo e Nicolas Brito. A novidade deste ano é a inclusão do mercado latino americano que já possui uma mistura cultural complexa e vibrante no mundo das Artes. Esta parceria foi possível atrvés de apoio da embaixadora das artes Olga Ortiz Mera, CEO da United Aliens Artists Foundation. Estarão presentes na mostra a Dominicana Rosário Bond e a Mexicana Ceci Rivera, entre muitos outros artistas. Com uma equipe profissional liderada pela produtora Luciana Lewis, o ArtBrazil se expande a cada ano e possibilita uma melhor experiência aos participantes e ao público, em um projeto sustentado por três pilares: Cultura, Educação e Social. Mais de 600 crianças de escolas diversas participam da Feira, interagindo com artistas em ambiente descontraído e lúdico. No âmbito social, o evento matém dois projetos ativos: “Eye Contact”, da artista Grazi Gadia que aborda temas sobre autis-

Rescue From The Flames, por An Eagle de Katia Yachmann

Unbounded, de Rosario Bond The Passion, por Fernanda Dabus

mo através da arte; e “Arte que Salva”, de Eve Atman que apoia comunidades carentes, com 100% da renda doada a projetos filantrópicos. Durante o ArtBrazil, artistas e público podem participar de workshops e palestras através de um calendário intenso com rodas de arte, aulas com os artistas e “Art Talks”, com convidados especiais, marca registrada de Jade Matarazzo, que continua rompendo fronteiras para viabilizar a participação de vários artistas.

Variations, do escultor Luca Benites

A

quinta edição anual da Feira ArtBrazil acontece no Artserve, em Fort Lauderdale, FL, com um número recorde de 100 artistas, 300 obras e, pela primeira vez, abre as portas para o segmento latino americano. O evento, idealizado e dirigido por Jade Matarazzo, é uma plataforma diversificada das artes visuais brasileiras nos Estados Unidos, com mais de 4.000 visitantes por exposição. A diversidade e qualidade da feira inclui fotografia, escultura, pintura, desenhos, colagem e instalações representadas por artistas em diferentes fases de carreira. Este ano, Matarazzo uniu forças com a curadora e historiadora de arte, a americana Carol Damian, conhecida por seu trabalho no Frost Museum de Miami e autora de diversos livros de arte. Em parceria com a galeria Espaço Arte Mizrahi, os visitantes poderão encontrar obras de artistas consagrados como Claudio Tozzi, Kazuo Wakabayashi, Yuli Geszti, Marli Takeda, Marysia Portinari, Adélio Sarro, Claudio Souza Pinto, Petterson Silva, Leonardo Bacan, Evandro Angerami, Rogerio Pedro, Carlos Eduardo Calfat Salem e Sabrina Pinto. Também partipam da feira, os escultores Cleber Machado, João Carlos Galvão, Fernando Cardoso, Luca Benites, Fernanda Frangetto, Rod D’Avila,

“Pretendo que o crescimento do ArtBrazil e seus segmentos possa contribuir para a inserção e consolidação desses artistas no circuito receptor, primando pela qualidade artística dos trabalhos exibidos. Quero proporcionar continuamente a experimentação do público no ambiente visual, mantendo interessados os espectadores já acessados e desenvolvendo estratégias para aumentar ainda mais a frequência de público”, afirma Jade. O ArtBrazil Inaugura dia 14 de setembro no Artserve às 6:30 pm. O endereço é no 1350 East Sunrise Boulevard, Fort Lauderdale, Fl. 33304 Para mais informações favor visitar o site www.artbrazil.net ou pelo e-mail: info@artbrazil.net.

Amor na Quebrada, de Cris Rodrigues


24

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

TURISMO

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

Edinelson Alves

Hotel italiano é eleito o melhor do mundo em 2017

A

Entre os nacionais, Trancoso e Fernando de Noronha lideram, seguidos por Rio de Janeiro, Foz do Iguaçu e Jericoacoara (Ceará). Já no exterior, Estados Unidos, Itália, Japão, Maldivas, França, Portugal, Peru, África do Sul, Tailândia, Austrália e St. Barth figuram entre os mais procurados. Como tendências, eles apontam que as viagens em família e de aventura, cruzeiros e viagens de celebração permanecem como desejo forte, assim como também o aluguel de vilas. E as cidades mais procuradas pelos brasileiros nos EUA são Nova York, Miami, Orlando, Los Angeles e Aspen.

Outros premiados: Melhor Design: Six Senses Douro Valley Lamego, Portugal Melhor Bar: Bar Hemingway – Ritz Paris, Paris, França Itália Melhor programa para a família: The Ritz-Carlton, Naples Naples, Flórida, EUA Melhor programa de Bem Estar: Canyon Ranch Tucson, Arizona, EUA Melhor experiência: Andaz Mayakoba Resort Riviera Maya, Playa del Carmen, México Melhor novidade: Four Seasons Hotel New York Downtown Nova York L i d e r a n ç a e m Tu r i s m o Sustentável: Cavallo Point The Lodge at Golden Gate, Sausalito, Califórnia Melhor Embaixador: Kees Hogetoorn Grand Hotel Amsterdam, Sofitel Legend Hotelier do Ano: Susanne Hatje Mandarin Oriental, New York, NY.

Jornal B&B

29ª edição do Virtuoso Travel Week, realizada em Las Vegas, acaba de eleger os melhores hotéis do mundo, com a participação de 16 mil consultores e 800 agências especializadas de 45 países. Esse é o poder de alcance da Virtuoso, que no Brasil credencia apenas 31 agências – seus clientes têm acesso a experiências únicas e serviços exclusivos entre cerca de 1.700 dos melhores hotéis e resorts, companhias de cruzeiros, linhas aéreas, operadoras e destinos do planeta. E foi eleito o “Hotel do Ano” Palazzo Seneca: Relais & Châteaux. Localizado na pequena cidade de Norcia, na região da Úmbria, à beira de uma grande planície que também serve como grande atrativo turístico. No caso do Brasil, especificamente, a pesquisa revelou que, embora 74% dos entrevistados confirmem que a crise política e econômica continue impactando o mercado, outros 21% disseram que suas agências venderam até 10% a mais do que em 2016, sendo que 15% afirmam ter mantido o patamar de vendas. A pesquisa entre os consultores de viagem de luxo brasileiros também revelou os destinos que devem ser mais procurados para as viagens de fim de ano.

Edinelson Alves é jornalista, formado em Comunicação Social e Estudos Sociais, trabalhou como correspondente nos EUA para publicações brasileiras; foi também correspondente em Brasília, além de repórter, redator e editor setorial da Folha de Londrina(PR). É Correspondente do B&B desde 1996. edinelsonalves@uol.com.br

Family Complex Litigation & Collaborative Group Imigração | Leis de Família | Divórcio Pensão Alimentícia | Custódia da Criança Primeira Consulta Grátis

407.757.2878

Alessandra@FclcGroup.com

407.386.8877 | WWW.FCLCGROUP.COM 618 East South Street - Suite 110 - Orlando, Fl 32801 Alessandra Manes é graduada pela University of Central Florida, com Bachalerado em Arts in Psychology. Posteriormente, recebeu o grau de Juris Doctorate pela Barry University School of Law. Durante a escola de Direito, Alessandra foi Juíza dos programas Law Fraternity, Phi Alpha Delta, Governadora da Divisão do Young Lawyers, Law Student Division, Presidente do Intramural Sports Club e membro do Women Lawyers Association.

Alessandra B. Manes, Esq.

Alessandra é membro do Florida Bar, Young Lawyers Division e do American Bar Association. Nasceu em São Paulo, Brasil. Fluente em Inglês, Espanhol e Português.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

25


26

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

TURISMO

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

Edinelson Alves

www.JornalBB.com Edinelson Alves é jornalista, formado em Comunicação Social e Estudos Sociais, trabalhou como correspondente nos EUA para publicações brasileiras; foi também correspondente em Brasília, além de repórter, redator e editor setorial da Folha de Londrina(PR). É Correspondente do B&B desde 1996. edinelsonalves@uol.com.br

Paraty é cidade campeã em hospitalidade

Recorde de visitantes nas Cataratas do Iguaçu

Paraty, no litoral sul do Rio de Janeiro, é campeã em hospitalidade, merecendo nota máxima de 100% dos turistas estrangeiros que estiveram na cidade em 2016, segundo pesquisa do Ministério do Turismo. É a 4ª vez, desde 2004, que a cidade fluminense, tombada como Patrimônio Histórico Nacional, tem a

O Parque Nacional do Iguaçu registrou um recorde histórico de visitação nos sete primeiros meses do ano. Foram 1.010.742 visitantes até o fim de julho. O primeiro milhão de turistas foi atingido em 29 de julho, 19 dias antes do recorde anterior, registrado em 2016. O secretário de Turismo de Foz do Iguaçu, Gilmar Piolla, disse que a valorização do dólar ajudou a atrair turistas brasileiros e sul-americanos. Só em julho, as cataratas foram visitadas por 212.178 pessoas, um crescimento de 18% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 179.618 visitantes. Uma alta ainda mais forte foi vista na usina de Itaipu Binacional. De janeiro a julho foram até a hidrelétrica 328.376 visitantes, cerca de 7% a mais do que o registrado em 2016.

hospitalidade aprovada pela totalidade dos visitantes internacionais. Trata-se de um feito único entre os destinos brasileiros avaliados no mesmo período. Na pesquisa, mais de 90% de avaliações do item hospitalidade são positivas. Três municípios de Santa Catarina - Balneário Camboriú e Bom-

binhas, empatados, além de Florianópolis – por exemplo, alcançaram a segunda e terceira posições do ranking, com mais de 99,4% de aprovação. Angra dos Reis (RJ), Foz do Iguaçu (PR), Manaus (AM), Porto Alegre (RS) e Armação de Búzios (RJ) também se destacaram como bons anfitriões.

Turismo de negócios cresceu 9,13% no 1º semestre Segundo a Associação Brasileira de Viagens Corporativas (Abracorp), o turismo de negócios movimentou R$ 5,51 bilhões no primeiro semestre deste ano. O volume equivale a um aumento de 9,13% nas vendas, na comparação com o mesmo período de 2016. O levantamento trata de informações dos segmentos de hotelaria, locação de veículos, companhias aéreas e outros serviços de lazer e eventos. No ranking dos principais destinos de negócios no turismo internacional, segundo a pesquisa de Demanda Internacional do Ministério do Turismo, aparecem, em 1º lugar, São Paulo, seguido do Rio de Janeiro (essas duas cidades atraem 70% dos estrangeiros que estiveram no Brasil a negócios), Curitiba, Porto Alegre, Belo Horizonte, Campinas, Foz do Iguaçu, Salvador, Brasília e Florianópolis, nessa ordem.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

27




Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

AMAURY JR.

5 CURIOSIdAdES SOBRE O REI dAS TESOURAS NO BRASIL

dIVERSÃO NO AMAZONAS O vice-presidente da Walt Disney Company, Greg Hale, esteve em Manaus para conhecer o projeto de Parque Temático da AmazonasTur, o Amazonas Biopark. O objetivo foi discutir uma possível parceria com a empresa, que busca investidores para o negócio, considerado o único parque temático genuinamente natural e tecnológico, cravado na maior floresta tropical do mundo. Segundo Oreni Braga, presidente da AmazonasTur, o parque estava inicialmente orçado em R$ 180 milhões, mas deve chegar à ordem de R$ 1 bilhão. “O projeto prevê aquário, borboletário, orquidário, núcleo dos povos da floresta, museus, trilhas, teleférico, montanha russa, estúdios para produções cinematográficas, além do teatro, lojas, lanchonetes”, adiantou Oreni ao jornal “A Crítica”, de Manaus.

SANTA CEIA Padre Omar, reitor do Santuário do Cristo Redentor e pároco da Igreja de São José, na Rio – não pára. Depois de lançar um CD de samba, prepara uma novidade literária e culinária. É que em outubro chega às livrarias sua nova obra, “Santa Gula: para comer rezando”. No livro, em parceria com os principais chefs brasileiros, padre Omar promete elencar receitas em homenagem aos santos – todas acompanhadas de suas histórias, desde o surgimento.

www.JornalBB.com

O cabeleireiro das estrelas, Marco Antonio de Biaggi, ganhou biografia assinada pelo jornalista João Batista Jr. “A Beleza da Vida” narra a trajetória de sucesso e superação de Marco, o que inclui 40 dias em coma após o tratamento de um câncer e três extremaunções. No livro, não faltam pérolas e curiosidades. Vale conferir:

SABOR TIPO EXPORTAÇÃO (foto) A chef Morena Leite, responsável pelos premiados restaurantes Capim Santo e Santinho, em São Paulo, partiu em uma viagem pelo mundo para descobrir as tendências da gastronomia do momento. Durante sua estada na Cidade Luz, recebeu um convite da Cordon Bleu, a mais renomada escola de gastronomia do mundo, para dar aulas nas filiais de Paris, Londres, Japão e China até o final do ano. A estrela do curso? A brasileiríssima tapioca, tema de seu último livro, “Tapioca – Histórias e Receitas”.

DIFÍCIL ACREDITAR Xuxa conversou recentemente com o Programa Amaury Jr. em tom de tristeza sobre sua fundação, que segundo ela, “irá fechar os portões no fim deste ano” por causa de dificuldades financeiras: “Tenho ajuda de poucos amigos. Cada criança custa 11 reais por dia, 330 reais por mês, 3300 reais por ano pra mim. São R$ 1.8 milhões anualmente. As coisas estão bastante difíceis. Quando a crise aperta a primeira coisa que as pessoas deixam de fazer é filantropia, né?”. Foram 28 anos de um trabalho lindo da Fundação Xuxa Meneghel, que ajuda crianças e jovens carentes com atividades educativas.

1. Penteou nada menos que 254 capas da revista “Nova”, 71 da “Claudia”, 65 da “Boa Forma” e 15 da “Playboy”. 2. Não assumiu a homossexualidade com facilidade. Aos 52 anos, nunca levou um homem para casa. 3. Seu nome é Marcos Antonio, com S. Tirou o S por sugestão de uma vidente. 4. Já nadou pelado com Narcisa Tamborindeguy no mar do Rio de Janeiro. 5. Durante o período em que estava doente e internado, não faltaram ligações em seu salão para saber do velório do cabeleireiro. Uma cliente chegou a dizer que foi ao sepultamento.

BABY BOOM

Sabrina Sato, que está com 36 anos, também declarou que pretende engravidar ainda este ano do namorado Duda Nagle, com quem está desde fevereiro de 2016. “Já até tirei o DIU!”. Para dar uma ideia de como anda a intensidade das tentativas, parafraseou Galvão Bueno: “A gente namora mais do que precisa e menos do que merece.” A única dúvida da apresentadora é com relação à ordem dos fatores: “Amaury, o que você acha: é melhor casar e depois engravidar, ou engravidar e depois casar?”. Ivete Sangalo quer ter mais um filho! Aos 45, cantora congelou óvulos para que gravidez seja possível. Veveta e o marido, Daniel Cady, estão juntos há quase dez anos e são pais de Marcelo, 7.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

29


0

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

Foto: Caio galucci

AMAURY JR.

VERSÃO NACIONAL Claudia Raia e Jarbas Homem de Melo são as estrelas do musical “Cantando na Chuva”, superprodução que estreou nos palcos de São Paulo. Adaptação do clássico do cinema, que neste 2017 completa 65 anos, a montagem custou R$ 8 milhões e tem efeitos inéditos no Brasil – o que inclui a chuva no palco, recriando a histórica cena com Gene Kelly. A produção é gigante: mais de 200 pessoas trabalhando, entre elas Bruna Guerin e Reiner Tenente como protagonistas. A orquestra tem 14 músicos. Falando em talento, é inegável que Claudia sabe cantar – e muito bem por sinal. Mas em “Cantando na Chuva” a atriz teve de aprender a cantar desafinada. Ela faz o papel de Lina Lamont que, segundo ela, é “péssima cantando e dançando. Tudo fora do tom. É mais difícil que cantar afinada. Tive o apoio do maestro e de uma fonoaudióloga, para não me machucar ou ficar rouca.”

VENHA CONHECER

Amaury Jr, Claudia Raia e Jarbas Homen de Mello

SABOR TIPO EXPORTAÇÃO A chef Morena Leite, responsável pelos premiados restaurantes Capim Santo e Santinho, em São Paulo, partiu em uma viagem pelo mundo para descobrir as tendências da gastronomia do momento. Durante sua estada na Cidade Luz, recebeu um convite da Cordon Bleu, a mais renomada escola de gastronomia do mundo, para dar aulas nas filiais de Paris, Londres, Japão e China até o final do ano. A estrela do curso? A brasileiríssima tapioca, tema de seu último livro, “Tapioca – Histórias e Receitas”.

“O restaurante que serve o que há de mais fresco das fazendas da nossa região. De legumes e verduras, a carnes, ostras e outros frutos do mar, vindo da nossa Flórida. Requinte e sofisticação em ambiente aconchegante.” - Happy Hour das 4:30pm às 7:30pm - Acompanhe nas redes sociais: Instagram @106millenia Facebook @106millenia www.millenia106.com

407.930.6206 4104 Millenia Blvd. # 106 Orlando, FL 32839 Millenia_106_R5.indd 1

5/27/17 2:13:49 PM


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

Veias varicosas nem sempre são um

Problema Cosmético Síndrome de May-Thurner É uma condição causada pela compressão da veia pela artéria, a qual pode ser tratada com o uso do “stent”. O Dr. Ashish Pal é o médico na Flórida Central que possui a maior experiência no assunto.

Você tem alguma dor ou inchaço nas pernas? Veias varicosas, pernas pesadas e dolorosas agora podem ser tratadas no consultório com o Procedimento não invasivo VNUS Closure. A maioria dos pacientes retomam as atividades normais em 1-2 dias. Os tipos de veias varicosas dilatadas, geralmente são nas cores azul, vermelha e da cor da pele. Se destacam em formas de “cordões” trançados. CAUSA: O problema ocorre quando a válvula que deveria retornar o sangue das pernas para o coração já não funciona corretamente, ocasionando a retenção do sangue no local.

EXAME GRÁTIS!

O que é IVC? A Insuficiência Venosa Crônica é uma condição causada pela dificuldade do sangue, pobre em oxigênio, retornar ao coração. As veias varicosas se não tratadas a tempo, podem progredir para um quadro de IVC e formar ulcerações. Existem fatores genéticos e também durante a gravidez o IVC pode se instalar com mais frequência.

PARA O DIAGNÓSTICO DE VARIZES E ARTRITES Oferta válida para o Mês de SETEMRBO, no consultório de Orlando. Terças-Feiras, das 13h às 16h.

407.898.8449 - 1.800.858.4634 1206 N. Mills Ave - Orlando, FL 32803 Dois Endereços para seu conforto:

181 Webb Dr. Suite B - Davenport, FL 33837 Dr. ASHISH PAL, M.D., F.A.C.C

www.veinguru.com

Aceitamos a maioria dos Seguros Médicos

31


32

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

AMAURY JR. FUTEBOL E EDUCAÇÃO

DUNGA NO ATAQUE

Fernando Costa, presidente da Uniesp S/ A e reitor da Universidade Brasil, caminha com inusitada eficiência para ser o educador do ano. Unindo esporte e educação, seus projetos são os mais eficientes da atualidade. Esteve recentemente em Orlando para inspecionar o projeto da Universidade que nascerá em Ocoee (15 minutos de Disney), incluindo uma escola modelo de futebol em parceria com a CBF. A unidade de Miami promete virar símbolo urbano com sua arrojada arquitetura.

Em entrevista exclusiva ao Programa, o ex-técnico da Seleção, Dunga, que estava recolhido há tempos, rebateu o ex-presidente do Congresso Nacional, Renan Calheiros, que comparou a gestão atual do governo à “Seleção do Dunga”, e acrescentou que os brasileiros querem hoje a “Seleção do Tite”. Dunga foi categórico: “Oportunismo dele. Só tenho pena, não mágoa. Ele não nos representa”. E completou: “Desafio ele a aparecer na Avenida Paulista comigo. Quero ver quem é mais respeitado”. Sobre o trabalho do então treinador da Seleção, Tite, elogiou: “Está tendo ótimos resultados.” Comentou também a transferência bilionária de Neymar para o Paris Saint German: “Ele fez bem. Neymar é muito competitivo e sabe que se quer ser eleito o melhor do mundo, tem que ser o destaque do time. No Barcelona sempre vai ter o Messi. No PSG, não. Ele é quem vai comandar.”

ROLANDO EM Por Ellen Vic

ORLANDO

PROPERTY MANAGEMENT

Gerenciar imóveis em Orlando pode ser muito mais fácil quando você pode contar com uma empresa que tem mais de 10 anos de experiência e credibilidade. Minha dica é a Adepta Property Management (www. adeptarealty.com)

ARTLANDO

Dia 30 de setembro, em Dowtown Orlando, a sugestão é para quem gosta de arte. Participam deste evento mais de 150 artistas e artesãos da região – que estarão criando suas obras no local. Ha inclusive várias atividades para crianças. Acontece no Loch Haven Cultural Park.

FOOD AND WINE FESTIVAL

Sugestão para quem gosta de boa gastronomia, ao ar livre, com diversidade de sabores e experiências interativas. Acontece no Epcot, até 13 de novembro, um verdadeiro encontro culinário, com chefs estrelados convidados. Ingressos a partir de US$99 (valor da admissão do parque).

CLEARWATER AQUARIUM

Você sabia que o famoso golfinho do filme “Winter – O Golfinho” pode ser visitado aqui pertinho de Orlando? Em Clearwater fica a heroica estrela do filme, que passou por um verdadeiro processo de recuperação após perder a cauda enroscado em uma armadilha para caranguejos. Para saber mais desta história e ainda ajudar a preservação da vida marinha, vale a sua visita.

NÃO LEVE DINHEIRO

Ficou interessado no Food and Wine Festival? Então vale um complemento: você pode adquirir os Gift Cards temáticos do Festival para sentir os sabores do mundo todo com facilidade. São Minivale-Presentes que podem ser encontrados em locais de vendas de produtos selecionados pelo Epcot e ativados por apenas US$ 15. Neste caso, basta passar ou inserir o cartão para pagar por pratos e muito mais. Recarregue sempre que quiser.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

33


34

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

ESPORTE

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

Edinelson Alves

Mayweather X McGregor: uma jogada milionária Desde quando foi anunciada, a luta entre o campeão invicto e mito do boxe americano May Floyd Mayweather e Conor McGregor, irlandês vencedor consagrado do UFC, já se suspeitava de que a prioridade não era o esporte, mais sim, uma promoção milionária para beneficiar a todos os envolvidos nesse evento. Quem conhece a carreira brilhante de Mayweather sabia que, se lutasse com a mesma técnica e determinação de sempre, ele venceria o combate nos primeiros rounds. Mas o espetáculo televisivo se arrastou até o 10º round, quando o irlandês falastrão já não tinha folego e nem condições de se defender dos golpes do americano.

Edinelson Alves é jornalista, formado em Comunicação Social e Estudos Sociais, trabalhou como correspondente nos EUA para publicações brasileiras; foi também correspondente em Brasília, além de repórter, redator e editor setorial da Folha de Londrina(PR). É Correspondente do B&B desde 1996. edinelsonalves@uol.com.br

Apesar do nocaute técnico, ao final da luta, McGregor se comportou como se estivesse saído vitorioso. E não é para menos. Só de bolsa para a luta Mcgregor faturou 30 milhões de dólares (dez vezes mais do que faturaria numa luta de UFC), fora o que irá receber posterior com vendas dos direitos de TV e outros meios. Para colocar todo seu prestígio profissional nesse evento, Mayweather levou de bolsa 100 milhões de dólares. Ex-lutadores consagrados do boxe e promotores como Bob Arum não pouparam críticas e classificaram a luta como “farsa” e “burla milionária”. Claro que essa luta só poderia ter acontecido em Las Vegas, cidade dos jogos de azar e da diversão.

Federer e Nadal ainda dominam o tênis mundial O suíço Roger Federer e o espanhol Rafael Nadal já conquistaram tudo na elite do tênis mundial. E ainda continuam, com folego e muita técnica, disputando o posto de número 1 deste esporte. Independente do que realizarem no US Open, o suíço de 36 anos e o espanhol de 31 anos já se consagraram pelas muitas conquistas. Federer venceu 8 vezes na grama de Wimbledon, em Londres, e Nadal 10 vezes foi vitorioso no saibro de Roland Garros. São números impressionantes que os

especialistas acreditam ser quase impossível outro atleta alcançar. Para permanecer no topo por tantos anos como Federer e Nadal, não basta ter apenas um excelente nível técnico e preparo físico, mas é preciso ter muita concentração mental e equilíbrio emocional. Quem vinha dando as cartas ultimamente era o sérvio, de 30 anos, Novak Djokovic. Ele liderou o ranking por 124 semanas e dava a impressão que iria estender seu reinado por muitos anos. Mas, inconformado com os péssimos resultados dessa

temporada, Djokovic dispensou toda sua equipe técnica. Sozinho, não melhorou seu desempenho. Decidiu então abandonar o circuito e promete voltar em 2018. O sérvio vinha reclamando de lesão repetida no cotovelo direito. Federer e Nadal também enfrentaram graves contusões e cirurgias. E conseguiram voltar muito bem. É o que espera fazer Djokovic. A pergunta que não quer calar é: até quando Federal e Nadal continuarão jogar tênis em alto nível? No US Open, uma nova

geração bate à porta pedindo passagem, encabeçada por Alex Zverev (alemão), Nick Kyrgios (australiano), Grigori Dimitrov (búlgaro) e Dominic Thiem (austríaco). O desafio deles, além de superar os veteranos no ranking da Associação de Tenistas, será o de manter o encantamento deste esporte. O estilo saque e voleio nunca agradou o público. Que o sucessor de Federer, Nadal e Djokovic tenha também a classe e o carisma desse trio que continua fazendo história no tênis mundial.

Paris se rende ao futebol de Neymar Muitos classificaram como loucura Neymar trocar o Barcelona pelo PSG de Paris. No fundo, o atacante brasileiro, além da fortuna do novo salário e muitas outras mordomias contratuais, tomou essa decisão para sair à sombra de Messi para ser a estrela maior da equipe francesa. Nos dois jogos, além de marcar dois gols e dar assistências brilhantes, Neymar mostrou tudo o que sabe e o que pode fazer com a bola, encantando os torcedores do PSG. A imprensa mundial tem elogiado muito o brasileiro. E ele não esconde que seu objetivo é o de ser o número 1 do mundo.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

35


36

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

Cultos: Domingo 10h:30 AM 120 East Pine Street - Orlando, FL 32801 Estacionamento Grรกtis: 115 East Church Street

Fone: 407.491.0366 Downtown Baptist Church - Pr. Jim Henry silas_CHURCH.indd 1

6/29/17 3:18:23 PM


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

37


38

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

39

www.JornalBB.com

COMUNIDADE

Califórnia fica mais próxima de Orlando com Southwest

Jonathas Moreira: 85 anos de vida, 58 como “pastor de almas” Fabio Lobo

O

Reverendo presbiteriano Jonathas Moreira completou 85 anos de vida em agosto. Fundador da World Hope Missions Ministry -vitorioso projeto que há 20 anos leva assistência médica, dentária e espiritual aos povos ribeirinhos da Amazônia-, Moreira foi homenageado no mês passado pelo Rotary Club de Orlando, que durante almoço especial para membros e convidados fez questão de destacar a importância do líder brasileiro para a entidade Rotary e a Flórida Central como um todo. Jonathas, um consagrado pastor de almas já há seis décadas, liderou várias igrejas no Brasil e nos Estados Unidos, sempre levando a mensagem de Deus aos mais necessitados. Com um amplo domínio da Palavra e dando exemplo permanente através da própria vida, foi uma das principais vozes da Igreja Presbiteriana americana em Orlando-FL, onde atuou como pastor por vários anos, ampliando o interesse de brasileiros e latinos por esta tradicional e respeitada corrente Cristã. Jonathas Moreira iniciou sua caminhada de fé ainda na adolescência, quando deixou para trás uma promissora carreira no Direito para se dedicar integralmente ao Evangelho. Recebeu o “chamado” na igreja em que já colaborava ativamente, na cidade de Bauru-SP, percorrendo desde então um caminho “difícil,

mas extremamente gratificante”. Foi, entre muitas outras coisas, Ministro da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil e pastor da Catedral Presbiteriana de São Paulo. Nos EUA (Texas), frequentou o Dallas Seminary e a Graduate School of Theology (SMU), obtendo seu Mestrado em Aconselhamento Pastoral. Entre suas tantas vivências, Moreira gosta de destacar uma recente, de maio deste ano, que ele chama de uma das mais evidentes intercessões diretas de Deus por sua vida: chamado para atender a um compromisso de trabalho (Jonathas é atualmente capelão/conselheiro espiritual da clínica First Choice Pediatrics), sofreu um “apagão” ao volante, tendo percorrido, em estado inconsciente, um grande trecho da rodovia Turnpike, entre Orlando e o Sul da Flórida. O tempo estimado do trajeto é de mais de 2 horas! Ele foi “acordado”, sem qualquer arranhão ou dano material, em Fort Pierce, pelo barulho dos veículos que buzinavam e freavam frente à inusitada cena. “Só ainda estou vivo porque Deus absolutamente quis assim; vi isso como um recado de que ainda tenho muito a fazer em nome Dele”, emociona-se Jonathas. Muitos e muitos anos de vida a esta grande alma brasileira, com quem este autor teve o prazer de percorrer os rios da Amazônia e entender um pouco mais sobre as (reais) coisas de Deus!

A partir da próxima primavera de 2018, o aeroporto de Orlando MCO irá oferecer acesso a 3 novos vôos diários para cidades do estado da Califórnia: San Jose, Sacramento e Oakland. A companhia que vai decolar neste mercado é a Southwest Airlines,

que informa que os 3 destinos terão voos diretos, sendo diários para San Jose, CA (SJC) Maio 6, 2018; e Sacramento, CA (SMF) Maio 6, 2018 e para Oakland, CA (OAK), aos sábados, apartir de Abril 14, 2018. Estas rotas vão facilitar a locomoção de passa-

Atenção nas paradas de ônibus escolares Dr. Phillips Center for the Performing Arts apresenta:

geiros que têm negócios no Vale do Silício e São Francisco, e para californianos que querem visitar os parques de Orlando. Southwest Airlines é principal companhia com voos em Orlando, com 99 voos diários servindo 42 destinos.

Agosto marca a volta às aulas. E após um longo período de ferias, motoristas acabam se desacostumando a ver em circulação os “Yellow Buses”. Mais do que nunca, é hora de aumentar o cuidado e respeitar as paradas desses coletivos próximos à zona escolar, esquinas, conjunto de apartamentos, casas etc. É ilegal ultrapassar um ônibus escolar quando ele faz uma parada obrigatória para entrar ou sair passageiros. Pare aproximadamente 10 pés de distância do ônibus para manter a segurança das crianças. Estes pequenos procedimentos e exercícios de civilidade aumentam a segurança da nossa comunidade durante o ano letivo.

JETHRO TULL by IAN ANDERSON November 8, 2017 at 8 p.m.

WILLIE NELSON & FAMILY October 15, 2017 at 8 p.m.

Pela primeira vez, no D r. P h i l l i p s Center for the Performing Arts, Willie Nelson & Family estaráo ao vivo em Orlando. Vencedor de GRAMMY® Nelson irá se apresentar no Disney Theater. São 6 décadas de carreira, com mais de 200 álbuns gravados. Este icônico Texano é um gênio criativo, músico, ator, cantor, e ativista que está apor traz de obras históricas como “Crazy,” “Read Headed Stranger” e “Stardust.”

Também no Walt Disney Theater, desta vez quem sobe ao palco é Ian Anderson, acompanhado pela banda Jethro Tull, que atualmente tem Goodier (baixo), John O’Hara (teclado), Florian Ophale (guitarra), e Scott Hammond (bateria). A banda promete trazer um repertório de sucessos do início em 1968 até hoje. Entre as favoritas incluem: “Dharma for One”, “Bourée,” “Nothing is Easy,” “A New Day Yesterday,” “Living in the Past,” “Aqualung,” “Locomotive Breath,” “My God,”, “Thick as a Brick” e material de álbums mais recentes.


40

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

INFORME PUBLICITÁRIO

Eu preciso de um tratamento de canal? Dr. Carlos Gurreonero

C

por Desfosse Rebecca

aso esteja tendo problemas com um dente, você pode se perguntar: “Eu preciso de um tratamento de canal?” Segundo a American Dental Association tratamento de canal, também conhecido como terapia endodôntica, ocorre quando o nervo ou a polpa do dente infecciona ou inflama devido à cárie dentária, à trinca, fratura ou uma lesão do dente. Durante o procedimento, um dentista utiliza uma lima para remover tanto o nervo quanto a polpa e sela o dente para protegê-lo contra mais danos. Apenas seu dentista ou um especialista chamado endodontista, podem determinar se um tratamento de canal irá resolver adequadamente seu problema. Aqui estão alguns possíveis sintomas em que seja necessário um tratamento de canal e alguns passos para lidar com eles.

Possíveis sintomas gerais De acordo com a American Association of Endodontists o sintoma mais comum que pode indicar a necessidade de um tratamento de canal é a dor de dente. A intensidade da dor pode variar de mediana à grave; ela pode diminuir ou intensificar ao longo do dia, ou pode piorar apenas quando você morde com o dente afetado. Alguns pacientes passam por sensibilidade prolongada a alimentos quentes ou frios. Suas gengivas poderão também estar sensíveis e inchadas ao redor da área problemática. Primeiros passos Caso você perceba qualquer um dos sintomas acima, entre em contato com seu dentista imediatamente. Explique seus sintomas por telefone a um membro da equipe, que poderá marcar uma consulta no mesmo momento ou recomendar cuidados de emergência dependendo da gravidade de seus sintomas. Para amenizar a dor e aliviar o inchaço, aplique uma compressa de gelo na parte de fora de sua mandíbula. Os passos que seu dentista seguirá Quando você vai a uma consulta, seu dentista examinará seu dente e tirará radiografias para diagnosticar a causa do problema. Após um exame ade-

3. Pulpectomia - Uma abertura é feita e a polpa do dente doente é removida.

quado, seu dentista será capaz de dizer quais são as melhores medidas para aliviar seus sintomas ou pedirá que você consulte um endodontista. Dependendo da causa do problema, seu dentista talvez recomende um tratamento de canal ou um procedimento dentário completamente diferente; e, possivelmente, menos invasivo ao problema diagnosticado. Apenas seu dentista poderá responder à pergunta: “Eu preciso de um tratamento de canal?” Ligue para seu dentista assim que sentir dores no dente, inchaço ou sensibilidade, para iniciar o tratamento. • O que é tratamento de canal? O canal da raiz dentária é um tratamento para reparar e salvar dentes muito danificados ou infectados. O procedimento envolve a remoção da área danificada do dente (a polpa), limpeza e desinfecção e, em seguida, o preenchimento e selamento.

As causas comuns que afetam a polpa são dentes trincados, cárie profunda ou tratamento dental repetido na raiz ou trauma. O termo “canal da raiz” é proveniente da limpeza de canais dentro da raiz do dente. O que esperar durante um tratamento de canal Se você acha que precisa de um tratamento de canal, consulte um dentista. Existem diversas etapas que ocorrem em poucas visitas ao consultório. 1. Raio X - Se o dentista suspeitar que você precisa de um tratamento de canal ele vai observar ou examinar raios-x existentes para verificar onde a cárie está localizada. 2.Anestesia – a anestesia local é administrada no dente afetado. Ao contrário da crença popular, um tratamento de canal não é mais doloroso do que uma restauração.

4. Preenchimento – Um material em forma de cone (flexível) é inserido em cada um dos canais e geralmente selado em posição com um cimento apropriado. Algumas vezes um pino de plástico ou metal é colocado no canal para se conseguir maior resistência. Dicas de cuidados após um tratamento de canal Dentes tratados e restaurados podem durar uma vida com os devidos cuidados. Os tratamentos de canal possuem altas taxas de sucesso. Veja algumas formas de cuidar dos seus dentes após um tratamento de canal: • Pratique boa higiene bucal - Escove os dentes três vezes por dia e utilize o fio dental no mínimo uma vez. Cuidar dos seus dentes pode ajudar a prevenir problemas futuros. • Se o dente estiver muito destruído, talvez seja necessário o uso de uma prótese através de uma coroa. • Visite o dentista regularmente – Limpezas e exames por dentistas. Se você tiver alguma dúvida, favor ligar para o Dr Carlos J Gurreonero e marcar uma consulta.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

41

COMUNIDADE

Paulo Paternes: o brasileiro que faz sucesso nos Estados Unidos Quem vê a linda família americana do brasileiro Paulo Paternes, não imagina quanta dificuldade ele enfrentou para chegar a viver esta realidade nos Estados Unidos. Paternes saiu de Guarulhos, em São Paulo, com apenas 21 anos, para tentar a vida na América. A ideia de sair do Brasil começou após o brasileiro servir o Exército, aos 21 anos. Inicialmente, pretendia ir ao Japão, mas após escutar os conselhos da mãe e dos amigos, optou pelos Estados Unidos. Ao desembarcar no país, foi levado para a temida “salinha” da imigração, onde foi interrogado por horas e só liberado após convencer as autoridades americanas que não pretendia residir nos EUA. Seguiu para a casa de um amigo, em Connecticut, onde morou por algum tempo. Depois disso, viveu com outras famílias, totalizando cinco casas. Paternes enfrentou também um momento difícil em sua vida, morou durante um mês dentro do próprio carro, numa época de frio rigoroso. Decidiu se mudar para a Flórida e tentar uma vida melhor, onde teve diversos empregos na construção civil. Pouco tempo depois, o brasileiro conheceu sua futura esposa, a americana Heather Lynn Paternes. A história deles é interessante, pois Paternes não falava Inglês e Heather não entendia uma palavra do Português. Isso não foi obstá-

Paulo Paternes com esposa e filhos

culo para se casaram e terem 4 filhos. Atualmente, a família vive em Davenport, Flórida. O brasileiro iniciou carreira numa empresa de jardinagem, onde atuou até 2016, quando deixou o emprego para se dedicar a uma atividade que exercia paralelamente: CANAL PERGUNTAS, seu próprio canal no YouTube. Paternes criou o canal para que as pessoas pudessem tirar dúvidas sobre qualquer tema. Com seu sotaque americano, logo o público percebeu que Paternes respondia dos Estados Unidos, e aí começaram a pedir dicas e orientações de como viver no país. Paulo passou

a contar histórias reais de imigrantes que vivem legal ou ilegalmente no país; e auxiliar aqueles que têm sonho de viver na “Terra do Tio Sam”. De acordo com Paternes, hoje o Canal Perguntas tem mais de 119 mil seguidores, e os programas abordam temas como imigração, turismo, comportamento, política entre outros. Paternes é reconhecido por brasileiros na Flórida - principalmente em Orlando e Miami - e no Brasil. Muitas pessoas tem se inspirado na trajetória de vida de um imigrante de sucesso que, apesar da fama, ainda matém sua simplicidade, simpatia e bom humor.

VFP agora em Orlando Após 13 anos atuando no sul da Flórida, a Fundação Vamos Falar Português (VFP) chega agora em Orlando. A VFP divulga a língua portuguesa e a cultura brasileira para crianças residentes no sul da Flórida através de um currículo lúdico que ensina “brincando”. Vem atuando em Miami, Fort Lauderdale, Pompano Lécio Dornas e Cristiane Martins Beach e Boca Raton; e atende mais de 400 crianças gratuitamente. O pastor Lécio Dornas da First Baptist Church of Windermere, FL recebe a VFP com entusiasmo iniciando sua atuação na Flórida Central: “Para nós da First Baptist Church Windermere é um grande privilégio selar esta parceria com a Fundação Vamos Falar Português para viabilizar o funcionamento do programa nas dependências da nossa igreja, servindo a comunidade brasileira da grande Orlando, difundindo nossa língua e cultura”. O programa, que tem previsão de começar no início de outubro, já está com incrições abertas para crianças de 2 a 15 anos (brasileiros ou não). As informações para registro podem ser acessadas no site http://www.vamosfalarportugues.org. “O programa de aulas de português completou 10 anos de existência com sucesso no sul da Flórida e já estamos prontos para expandir o programa em Orlando”, declarou Cristiane Martins, presidente da VFP e coordenadora do programa de aulas de português. “O programa é totalmente gratuito e oferece uma alta qualidade de ensino”, afirmou Martins. A instituição está recrutando professores e os interessados podem enviar currículo para o email: vfp@vamosfalarportugues. org. A VFP está buscando apoio de empresários que queiram embarcar nessa expansão e divulgar ainda mais a cultura brasileira e a língua portuguesa nos Estados Unidos.


42

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

COMUNIDADE

A

fundação People Who Make A Difference celebrou, no dia 26 de agosto, seu 6o Aniversário com jantar no Crowne Plaza Hotel, para quase 80 pessoas. Marcia Romero, presidente da organização sem fins lucrativos, fez agradecimentos a vários empresários que apóiam a entidade desde sua fundação. Desde 2011, Marcia tem feito ações beneficentes para assuntos ligados à saúde, levantando recursos para ajudar pessoas carentes que não tem seguro de saúde e quando ficam doentes não podem arcar com despesas hospitalares, tratamento e remédios. Vários empresários de Orlando participaram do evento. O destaque ficou para a presença do representante do Prefeito Buddy Dyer, Luis M. Martinez, Diretor de Assuntos Multiculturais do gabinete do prefeito. Além de patrocinadores, Marcia fez questão de agradecer a todos os voluntários da entidade pelo reconhecimento do esforço por doarem seu tempo para a organização. Romero apresentou casos de sucesso, que conseguiram levantar fundos e negociar melhores preços com o hospital Orlando Regional Medical Center, quando os pacientes não puderam pagar suas contas. A PWMD apresentou uma agenda bem lotada para os eventos dos próximos meses. Dia 30 de setembro: “Encontro dos Homens”; 20 de outubro: “Dental Community Service”; 4 de novembro: “Fundraising Golf Tournament”; 9 de dezembro: “Health & Professional Fair”; 16 de dezembro: “Christmas Gift” e, em Janeiro de 2018, “Viagem Missionária para a República Dominicana e Haiti”. Para mais informações e saber como ajudar ou participar dos eventos, favor ligar para 407.739.0612 ou pelo email: pwmd2011@gmail.com.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

Fotos: Patricia Matos

6 anos fazendo diferença na comunidade

Renee e Nelson Turin

Luis M. Martinez e Marcia Romero

Mauricio Barbieri e Cristiane Santos Ademir e Marli Souto Maida e Eraldo Manes

Bruno e Stephanie Portigliatti

Lino e Cristiane Cervino e Celia Alcântara

Ivana e Michael Gibbons

Alberto e Flávia Santos


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

43


44

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com


|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

17

45

Setembro

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

Apresenta

at Lake Eola Domingo, do Meio Dia às 20 horas, no Downtown Orlando. Vamos reunir as Famílias, Amigos e Vizinhos de brasileiros da região da Flórida Central, ajudando a integrar a nossa comunidade às comunidades hispânica e norte-americana, entre outras. Temos que nos organizar para deixar um legado às novas gerações. • Barracas de comidas típicas e negócios em geral; • Atrações musicais e presenças de celebridades e autoridades; • Evento brasileiro que está no calendário oficial da cidade de Orlando e do Consulado Geral do Brasil em Miami. Faça como os principais empresários brasileiros da região e venha celebrar o Brazilian Day Orlando Festival. Precisamos do APOIO DE TODOS, especialmente dos empresários! TEMOS POUCAS BARRACAS DISPONÍVEIS. RESERVE A SUA! PATROCÍNIO

APOIO CULTURAL

Grande evento no Lake Eola, em Downtown Orlando. Muita Música, Dança, Artes, Artesanato, Comidas Típicas, Perfomance Cultural de Artistas Locais e Convidados Especial do Brasil. Mais de 60 Expositores, com Setor Infantil, na maior Festa Cultural Brasileira da Flórida Central. Data: 17 de Setembro de 2017 - Horário: do Meio Dia às 8 da noite

Entrada Grátis

Mais informações com Paulo Corrêa - (407) 470 5450 ou BrazilianDayOrlando@gmail.com

Jornal B&B

Brazilian Day Orlando Festival, “EU VOU!”


46

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

COMUNIDADE

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

agingcoaching 50+ Marcio da Cruz Alves

BDO, pronto para começar

Marcio da Cruz Alves é Psicólogo (UFRJ) com mais de 30 anos de trabalho clínico no Brasil e nos Estados Unidos; Mestre e Doutorando em Clinical Christian Counselling (FCU-USA). Autor, professor, conferencista internacional, executivo do Banco do Brasil por 25 anos na área de recursos humanos e especialista em Aging Coaching – Rejuvenescimento e Terceira Idade.” mcruzalves@gmail.com

Você acha que o mundo está melhorando ? U Ana Paula Valadão

O Brazilian Day Orlando Festival está preparado para um grande espetáculo para brasileiros, hispânicos e americanos A organização do BDO Festival, que reunirá a comunidade brasileira do Estado da Flórida com várias outras nacionalidades em Orlando, afirma que poucos imaginam o quanto é difícil montar cada etapa do evento, passando por muitos detalhes como a contratação dos espaços públicos, seguros de proteção diversos, de engenharia de som, de tráfego, equipes de limpeza e até a difícil tarefa de escolher artistas que subirão no palco. O festival vai acontecer no Lake Eola, local de grandes comemorações da cidade, bem no Centro de Orlando, no próximo dia 17 de setembro. A festa vai reunir artistas locais e consagrados com 8 horas de duração, do meio dia às 8 da noite. Com apresentações de artistas brasileiros que residem na Flórida; do cantor David Ramos criador do jingle do BDO, que vem de Boston. Ainda teremos a cantora Ana Paula Valadão, Léo Von, filho do cantor Ronnie Von, e Niko IS, cantor brasileiro que canta em inglês para multidões. Além da apresentação e direção musical que está por conta de Márcio Mendes. A plateia vai ouvir e dançar ritmos que vão do frevo ao forró, axé ao rock, do sertanejo a MPB, executadas pela banda Maca Reggae Samba. O jornalista Paulo Corrêa confirma os eventos que antecedem o do dia 17. Em 13 de setembro, a Roda Gigante, Coca Cola Orlando Eye será Iluminada nas cores verde e amarelo para receber os convidados do coquetel de abertura do “Brazilian Day Orlando Festival”, no “Madame Tussauds Orlando”. No local estarão reunidos a imprensa, patrocinadores e autoridades locais. No dia 16, tem almoço festivo com artistas, celebridades, autoridades e a entrada é uma camisa especial do evento, que custará $35

www.JornalBB.com

por pessoa, com direito a uma viagem gastronômica, uma caipirinha e muita diversão. O Brazilian Day Orlando Festival está sob a direção geral do seu criador, Paulo Corrêa. Na direção musical, Márcio Mendes. O áudio e vídeo ficará sob a responsabilidade de Renato Mendonça. A área artística terá o cuidado de Caio Castro. “Todos os detalhes do evento vem sendo preparado para que o público visitante tenha um espetáculo cultural à altura de suas expectativas”, garante Corrêa. Quem for ao BDO Festival, além das tendas de comidas típicas, negócios, artes, e nonprofit, food court e tendas com obras dos artistas plásticos como Edson Campos, Jacqueline Andrade, os irmãos Cristiano e Luciano da Costa e Soco Freire, que estará trabalhando ao vivo no palco. Os organizadores esperam que 30 mil pessoas circulem pelo Brazilian Day Orlando em suas oito horas de duração com muita música e diversao. De acordo com as expectativas do organizador, outra atração que deverá chamar a atenção, sobretudo dos americanos, é a turma da Banda OjuObá, as sambistas do SOS Entertainment e a capoeira do Mestre Lázaro Santos. O Brazilian Day Orlando Festival tem patrocínio do Museu Madame Tussoud’s Orlando, Coca Cola Orlando Eye e Summerville Resort. No apoio cultural estão Jornal B&B, The Sign Doctor, Gilson’s Restaurant, Facebrasil, Telemundo Orlando, Orlando Regional Realtor Association, Lennar International, Rabits & Romano Architecture, Magic Flight, Law Office of Frederic E. Waczewski, P.A., Camila’s Restaurante, Downtown Orlando, City of Orlando e Consulado Brasileiro de Miami. Para quem chegou agora e ainda quer participar deste evento, favor ligar para 407470-5450.

ma recente pesquisa revelou que, na Suécia, somente 10% das pessoas respondeu SIM, nos EUA apenas 6%, e na Alemanha apenas 4%. A pesquisa também indicou opiniões sombrias em toda a Europa e na Austrália. Pouquíssimas pessoas acham que o mundo está melhorando. O pessimismo é generalizado em todo o mundo, particularmente em países altamente desenvolvidos. Entretanto, o projeto “Nosso Mundo em Dados”, dirigido por Max Roser, da Universidade de Oxford, com base em dados concretos, revela que o mundo está melhorando. Há evidências de que estamos nos tornando menos violentos e cada vez mais tolerantes, que estamos conseguindo ter vida mais saudável, temos sido melhor alimentados e a pobreza em todo o mundo está em declínio rápido. Por exemplo, em 1900, 30% de todas as mortes nos Estados Unidos ocorreram em crianças com menos de 5 anos, em comparação com apenas 1,4% em 1999. Hoje, a mortalidade infantil é a exceção e não a regra. Da igual forma, em 1900, as três principais causas de morte eram devidas a doenças infecciosas. Mas, graças aos avanços na saúde pública (como vacinas e higiene), as três principais causas de morte hoje são devidas, principalmente, a estilo de vida e, em parte, a fatores genéticos. A maioria das pessoas desconhece grande parte do progresso que vem ocorrendo. Além de tudo, as más notícias vendem mais do que as boas notícias. Proclamar a miséria generalizada ainda é a forma como diversos políticos são eleitos (e como alguns ambientalistas são sustentados). Dar cobertura a atiradores em massa é uma forma de vender mais jornais. Apesar de muitos afirmarem o contrário, as desigualdades de renda estão diminuindo, no plano global. Sim, as desigualdades têm aumentando em

países desenvolvidos, como os Estados Unidos, mas a desigualdade está diminuindo no mundo como um todo. Para retratar o mundo de maneira real, temos que considerar 200 anos de história antes do momento em que as condições de vida realmente mudaram drasticamente. Os países que são ricos hoje eram muito pobres recentemente e estavam de fato em piores condições do que os países pobres de hoje. Em 1820, apenas uma pequena elite gozava de padrões de vida mais elevados, enquanto a grande maioria das pessoas vivia em condições que hoje chamaríamos de pobreza extrema. Desde então, a população de pessoas extremamente pobres vem caindo continuamente. Mais e mais regiões do mundo vem sendo industrializadas, aumentando a produtividade, o que permite retirar mais pessoas da pobreza: em 1950, 75% da populacão mundial vivia em extrema pobreza. Em 1981 o número caiu para 44%. Para o ano passado, a pesquisa sugere que a participação na pobreza extrema caiu abaixo de 10%. Lamentavelmente, grande parte da mídia continua obcecada em relatar eventos isolados e casos que dão errado, dando pouca atenção aos desenvolvimentos mais lentos que remodelam o nosso mundo. As manchetes poderiam ser “O número de pessoas em extrema pobreza caiu 130 mil desde ontem” e não teriam esse título uma vez, mas todos os dias desde 1990, já que, em média, havia 130 mil pessoas em pobreza extrema todos os dias. No passado, somente uma pequena elite conseguia ler e escrever. Em 1820, apenas uma em cada dez pessoas com mais de 15 anos de idade sabia ler. Em 1930 já subia para um terço e agora há 85% de alfabetizados no mundo. Dito de outra forma, se você estivesse vivo em 1800, teria uma chance de 9 em 10 de ser analfabeto. Atualmente, existem 5,4

bilhões de pessoas com mais de 15 anos, das quais 85% são alfabetizadas – 4,6 bilhões de pessoas. Uma população mais instruída pode desfrutar de uma série de avanços científicos que possibilitam reduzir ainda mais a mortalidade e a doença. A liberdade política e as liberdades civis estão no centro do desenvolvimento, pois são ambas um meio de desenvolvimento e um fim de desenvolvimento. Ao longo do século 19, mais de um terço da população vivia em regimes coloniais e quase todos em países autocraticamente governados. A primeira expansão da liberdade política iniciada no final do século 19 foi esmagada pelo surgimento de regimes autoritários que, em muitos países, tomaram seu lugar no tempo que antecedeu a Segunda Guerra Mundial. Na segunda metade do século 20, o mundo mudou significativamente: os impérios coloniais terminaram e muitos países se tornaram democráticos. A parcela da população mundial vivendo em democracias aumentou continuamente. Particularmente importante foi a ruptura da União Soviética que permitiu democratizar novos países. Em nosso próximo encontro, conversaremos sobre como todos estes dados repercutem na vida pessoal e no bem estar de cada um de nós, em especial, na população grisalha. É verdade que nem todos os aspectos da vida pessoal se beneficiem do progresso. Individualmente, cada um de nós enfrenta desafios diários. Contudo, para contar a história de como a vida de todos mudou nos últimos 200 anos, você não pode escolher histórias únicas. Histórias sobre pessoas individuais são muito mais atraentes – nossas mentes preferem essas histórias. Mas elas não podem ser representativas de como o mundo mudou. Para obter uma representação das mudanças no mundo em geral, você tem que contar muitas, muitas histórias ao mesmo tempo. E isto é estatística.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

47


48

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

49


50

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

Venha se divertir e curtir a magia dos parques e da cidade de Orlando. Tenha os melhores descontos nos ingressos ou pacotes de ingressos, com pagamentos em 10 vezes. Fastpass+: Enviamos a numeração para o seu agendamento | Magicband Grátis na compra de pacotes (uma Magicband para cada viajante) Atendimento 100% em Português

Início da tempora de Basquete: 5 de Outubro de 2017 a 11 de Abril de 2018

Reserve seu carro nos seguintes destinos: Estados Unidos, Canadá e México.

JOGOS IMPERDÍVEIS: Cavaliers: 13 de Outubro, 6 de Janeiro e 6 de Fevereiro Miami Heat: 18 de Outubro Golden State: 1 de Dezembro Lakers: 31 de Janeiro Todos os Jogos são às 7 PM www.orlandomagicnba.com

Férias em alto mar com toda a mordomia. Trabalhamos junto às principais companhias de navegação, inclusive Disney Cruise e oferecemos os melhores cruzeiros com saídas na Flórida: Miami | Fort Lauderdale Port Canaveral | Port of Tampa. www.orlandoticketsonline.com.br | contato@orlandoticketsonline.com.br

/orlandoticketsonline viajandocomorlando.com

/orlandoticketsvideos @orlandotickets

São Paulo: (11) 3957-1374 | Rio de Janeiro: (21) 3987-1217 Belo Horizonte: (21) 3957-1288 | Curitiba: (41) 3907-1216 Goiânia: (62) 3142-1133 | Vitória: (27) 4042-1063 | Recife: (81) 4042-1027

5858 International Dr. Orlando, FL 32819 (407) 248-3090 (407) 948-2040 Veja no QR Code ao lado como chegar ao escritório


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

51

www.JornalBB.com

COMUNIDADE

Pamplona, Spain - 2017 O brasileiro que desafiou touros conta sua experiência

T

odos os anos milhares de pessoas de todo o mundo se reúnem em Pamplona, Espanha para participar da celebração do Festival de San Fermin. São duas semanas marcadas por espetacular exibição de fogos de artifício, bebidas, músicas e, principalmente, a tradicional corrida de touros. É uma antiga tradição que teve origem entre pastores que guiavam touros de ranchos para a arena, onde seriam usados nas touradas. Hoje, o evento é conhecido como “Corrida de Touros de Pamplona”, que já causou 15 mortes e feriu centenas de corredores, chifrados por touros de 1 tonelada que correm a uma velocidade de até 35 milhas por hora. O brasileiro, Ivan Kaled, residente em Orlando e estudante da Universidade da Flórida Central, teve a oportunidade de participar desta aventura. Kaled fez intercâmbio em Bilbao, Espanha e, além dos estudos, queria se aprofundar na cultura da região. Já havia ouvido falar na corrida de touros de Pamplona e seus perigos, mas nunca imaginava que iria participar de uma. Um grupo de amigos espanhóis convenceu Ivan a participar da experiência. “Sabia que a corrida era inteiramente opcional, não tinha que provar nada a ninguém. Mas tive um sentimento que não consigo explicar. Talvez porque

queria absorver a cultura; talvez porque seria a única oportunidade de participar da corrida ainda jovem; talvez por ser uma “aventura” para contar aos meus netos, passando a imagem de que vivi uma vida plena. Apenas sei que participei”, conta Ivan. Foi em 14 de julho, que eu e meu amigo Henry tomamos um ônibus de Bilbao para Pamplona. Chegamos em Pamplona e a cidade estava abarrotada de pessoas bebendo, rindo, dançando, todos vestidos com a roupa tradicional do “bull run”: uma calça e camisa brancas, um lenço vermelho amarrado no pescoço e, na cintura, a “sash”. Estávamos no clima, a menos de 24h horas da largada. Na manhã seguinte, instruídos por moradores locais deveríamos estar às sete da manhã, na Plaza Consistorial para participar da corrida. O aviso era: “Uma vez na Praça, a polícia fecha as cercas e ninguém mais pode entrar ou sair da pista. Se você pensar em se arrepender é tarde demais”, diziam os mais experientes. Entre 7h e 8h a polícia passa pela multidão e verifica quem está apto a correr e se não está com algum objeto que possa por em risco a todos. Os embriagados, os muito jovens ou muito velhos são retirados por segurança. Também fomos informados, que como iniciantes, deveríamos

Ivan Kaled e Henry Raskob

largar 100-200 metros depois da “Curva do Homem Morto”, onde a trilha se dobra num ângulo de 90 graus. Ali os touros em disparada não conseguem parar, e acabam atropelando, chifrado ou pondo em risco a vida de quem estiver pela frente. A cinco minutos da largada, a polícia desaparece do lugar e

“O tiro de canhão na hora da largada faz você se perguntar: o quê estou fazendo aqui?” os corredores ficam encurralados nas ruas sem saída. “Olhei a minha esquerda e vi um jovem desesperado tentando escalar

um muro, talvez na esperança de ser salvo. Tinha se urinado todo”, conta Kaled. “À minha direita havia um velho que parecia muito experiente. Tinha os olhos fechados e parecia estar concentrado ciente do que estava prestes para acontecer”, completa. Às 8h em ponto, o ruído de um disparo de canhão à distância, quebra o silêncio inicial, anunciando que a cancela dos touros estava aberta. Momentos depois, um segundo tiro, notifica que os animais já estão correndo pela pista. “Todos ao meu redor começam a entrar em pânico”, lembra Ivan. Mesmo sem ver os animais, Ivan conta que podia sentí-los por perto com o tremor da terra e os gritos de mais de 20.000 torcedores. Nesse momento, um enorme touro negro passa correndo por Kaled, que diz ter tido a sensação mais vulnerável que passou nos seus 21 anos de vida. “Foi como se meu instinto animal assumisse o controle e me dissesse corra, sobreviva!”, conta Ivan. Durante todo o percurso, Ivan não tinha idéia de onde estava o amigo. Era pura adrenalina. A polícia, por fora da cerca, instruindo todos para correr e nunca parar. “Não podia acreditar que eu estava no coração do ‘bull run’, me sentindo como um gladiador ou toureiro”, confessa Kaled. Ao final, Ivan reencontra o amigo são e salvo e ambos saíram ilesos, satisfeitos e agradecidos da aventura. “Agradeço a Deus por ter me protegido ao longo de toda a corrida”, desabafou Ivan.

COMPRA - VENDA - INVESTIMENTO ASSISTÊNCIA IMOBILIÁRIA EM ORLANDO E CIDADES ADJACENTES

A melhor forma de sucesso em seu investimento, seja na compra ou venda de um imóvel será receber assistência de um profissional que conhece o mercado imobiliário na Flórida. Por mais de 20 anos reside e atua na área de imóveis, fazendo parte do clube de vendas milionárias na região. “Não importa o valor de seu investimento; e sim o seu valor como cliente”

Jornal B&B

UMA HISTÓRIA DE EXCELÊNCIA EM REAL ESTATE, Rosa Maria de Barros Gusmão atende a comunidade Brasileira com a infraestrutura de uma empresa atuante no mercado a mais de cinco décadas, localizada em Windermere, Florida.

Rosa Maria de Barros Gusmão, Realtor Rosag.realtor@gmail.com www.facebook.com/RosaGRealtor

Orlando: 407-910-8822 (Cell) +14079108822 Rio de Janeiro: 21-40636510 São Paulo: 11-35224185 Rosa_Maria_Gusmao.indd 1

Suzi Karr Realty 8/30/17 11:12:13 AM


52

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

VÔO PÁTRIO

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

Peter Ho Peng

O Aquecimento Global – como o Fim do Mundo pode se dar

I - A Quadratura das Ondas: a dimensão do problema Já escrevi sobre aquecimento global no passado, mas vou repetir, dada a importância do tema. Como é complexo, o tratarei distribuindo-o em quatro segmentos, a serem publicados em sequência no B&B, e descritos conforme a seguir: I - A quadratura das ondas: a dimensão do problema. Nessa seção tentarei dimensionar o problema, de sua seriedade para o nosso futuro. II - Os efeitos eminentes. Tratarei de relatar o que virá em apenas décadas. Tratarei de fatores acelerantes e por que o fim estaria mais próximo do que se imagina. III - Negação: o que é “denialism”. Por que como sociedade, não reagimos adequadamente? IV - Futuro: soluções. O que fazer?

C

onhecem onda quadrada? Pois eu pensava que onda quadrada foi uma que peguei fazendo um jacaré 1 num final de tarde, perto de Miami. Eu, mulher e filhas pequenas numa praia deserta. Rolei feito um novelo de lã caindo no chão. Meu ombro se deslocou, o braço direito ficou soltinho da silva. Felizmente eu tinha visto isso acontecer com um companheiro de basquete, num treino. O técnico colocou uma garrafa de cerveja, das grandes, embaixo no sovaco do camarada, e, ao empurrar o seu cotovelo até encostar na cintura, fez o osso do braço voltar para o encaixe dele. Na falta de uma garrafa, coloquei o punho fechado, no sovaco e pedi para minha mulher empurrar o cotovelo para a cintura; o ombro voltou. Faz uns 30 anos; não dói mais, porém o incômodo ainda diz: “Presente!” Alguns anos mais tarde, eu vi o que realmente era onda quadrada. Foi num campeonato de surfe, na TV, na Austrália, snme 2. A onda era enorme, de uns 4 ou 5 metros, e a praia com um recife, uma plataforma de rocha submersa, com meio metro de água de profundidade, e o surfista tinha que saltar da prancha antes ou rolava quando a onda quebrava no recife submerso. Aí o camarada rolava na pedra. Isso sim, era onda quadrada. Pois agora dei de cara com a Geomática, um ramo da Física que eu nem sabia que existia, e que ensina sobre quadratura de ondas... (eletromagnéticas, claro!). “Ondas quadradas” históricas – os desastres registrados nos livros - com grandes efeitos na

Temos tudo para a sua festa em um só lugar.

mentalidade das pessoas devem ser notados. Um deles foi a enorme tempestade elétrica, seguida do incêndio de Peking de 1421. Naquele tempo, muita madeira e papel. A novíssima capital queimou todinha. O imperador, Filho dos Céus, havia justamente movido a capital de Nanking para Peking (uso a grafia antiga). A inauguração foi uma grande festa, que durou meses. Com milhares de convidados, chefes e reis, políticos e comerciantes, artistas e intelectuais, de todos os países do mundo, que a China havia buscado de navio, hospedado, festejado e retornado de navio. A China era dominante em todos os campos da atividade humana de então. Rica e próspera; líder mundial em ciências, artes e educação. E claro, comércio. O comércio é uma arte onde os dois lados ganham, criando e distribuindo riqueza. Com mais de 4 mil anos de história registrada, a China era craque nisso. A visão do imperador era de comércio e prosperidade mundial, a China como centro. Zhong-Guo, é China em chinês. Essas duas palavras se traduzem literalmente como Centro – Nação. Ou seja, País do Meio, o Centro do Mundo. Dadas as circunstâncias, esse desastre foi explicado como um castigo divino; punição pela ambição descabida do imperador. Ministros e sacerdotes fizeram o jogo de poder para diminuir o do imperador, ganharam, e a China se fechou para o mundo. O comércio mundial se fechou, o poder e a riqueza se concentraram. Esse medo dos ricos de perder o poder durou séculos: da nação mais rica do mundo produziu uma nação de miseráveis, pobres que morriam Também - Bolos alugamos mesas, cadeiras, forros, - Doces toalhas, pratos, talheres, - Salgados compressor de balões, - Assados painéis de - Sobremesas festas, etc. - Decoração - Serviço de garçons.

Mrs Catering Parties

SÓ FESTAS...

Consolação Fonseca

383.6739

407

8421 S. O.B.T. Suite # 269 - Orlando - Fl - 32809 - Alliance Offices Center Maria_Fonseca_STD-5.indd 1

9/23/15 3:06:45 PM

de fome na rua, o que apenas recentemente mudou. Notem o preço que pagaram por terem tido essa resposta. Um outro desastre foi o terremoto de Lisboa de 1755. Foi o maior já registrado, grau 9 na escala Richter; essa escala não tem limite superior. O epicentro foi no mar Mediterrâneo, e um maremoto a seguir fez ondas de 6 a 20 metros, um tsunami que devastou Lisboa. (20 metros é um edifício de 8 andares). Teria matado 90.000 pessoas, um terço da população, que era então de 275 mil habitantes, um dos maiores centros do mundo da época. A centenas de quilômetros, do outro lado do Mediterrâneo, em Fez, no Marrocos, morreram 10 mil pessoas. Notem como o Marquês do Pombal respondeu. Ele era o líder da época, não em posição no reinado, mas em moral na nação. O Marquês, que dirigia o país, ao ser perguntado o que se faria após esse desastre, falou: “Enterrar os mortos, curar os vivos”. That is all. Simplesmente. Não tem nada que complicar. Vejam a sabedoria do sujeito. O Marquês ordenou que o exército mantivesse a ordem em Lisboa e impedisse os sobreviventes de abandonarem a cidade. O trabalho de limpeza e reconstrução seria enorme e muita mão de obra seria necessária. Não seria possível enterrar a todos, com cerimônia. O risco de epidemia com tantos cadáveres na cidade era tremendo. Ele mandou encher os navios e jogar os cadáveres em alto mar. O clero se opôs. Nessa época cada família tinha um ou mais filhos padres. Era uma garantia para subirem ao Céu depois da morte. Então Lisboa tinha muitos milhares de padres. Fizeram o jogo de poder, iniciaram a velha interpretação de castigo divino. A mesma jogada que haviam feito na China, com sucesso, três séculos antes. O Marquês do Pombal não caiu nessa. Sim, foi prendendo e silenciando os padres e as famílias que atrapalhavam as tarefas a serem feitas; chegou a executar com maldade mesmo, estraçalhando em praça pública. Ora, um tsunami é desastre natural, tem que seguir em frente, o mais pronto possível, só isso. Levanta, sacode a poeira, dá a volta por cima. Para reconstruir rapidamente, ordenou que os proprietários ou o fizessem, ou vendessem o ter-

www.JornalBB.com Peter Ho Peng nasceu na China e cresceu em Porto Alegre. Formou-se na UFRGS em engenharia química e na Georgia Institute of Technology (MSc e PhD). É morador de Tierra Verde, Flórida. peterhpeng@yahoo.com

reno para quem tivesse recursos para reconstruir. O Marquês do Pombal foi governador do Brasil, num período de grande desenvolvimento, que incluiu indústria, comércio, educação e a abolição da escravatura dos índios, mais de um século antes da dos pretos. Modernizou o Brasil, mas isso é assunto para outro artigo. Escrevi tudo isso acima como preâmbulo, para dizer que onda quadrada sem igual vem se formando para cima de nós; e porque teremos modos diferentes de resposta a essa onda, pagaremos o preço pelas respostas inadequadas. Qual é essa onda quadrada que vem vindo? Todos sabem que houve uma Era Glacial na nossa história, extinguindo os dinossauros. Nuvens de partículas produzidas por asteróides atingindo a Terra e nuvens vulcânicas teriam coberto o planeta por anos, impedindo que o Sol penetrasse; tudo congelou e os grandes animais morreram de fome. Os professores me ensinam que não se morre de fome..., e sim de inanição... Pois os registros geológicos indicam que aconteceram cinco grandes extinções de vida na história do planeta, as extinções em massa. Apenas uma, a Era Glacial, que matou os dinossauros, teria sido causada por asteróides e atividade vulcânica, que formou nuvens de partículas por anos, esfriando o planeta. Os paleontologistas já identificaram mais de 500 gêneros e mais de 1000 espécies de dinossauros, que eram pássaros, acreditem ou não, largavam ovos, alguns voavam, outros não. Dominavam o planeta de uns 200 milhões de anos atrás, até sua extinção há uns 65 milhões de anos. Todas as demais foram causadas por gases na atmosfera produzindo efeito-estufa. A mais notória ocorreu há 252 milhões de anos, com o aquecimento do planeta em cinco graus e a liberação de metano do Ártico, modificando os processos de vida de tal forma que 97% da vida na Terra foi extinta. Esse processo agora está se repetindo, com a atividade humana. Pessimista? Continue lendo, e devido ao tamanho dos artigos, concentrei os efeitos no capítulo seguinte. Os noruegueses montaram no final do século passado um banco de sementes. Esse banco foi apelidado de “banco do fim do mundo”. Um banco contendo as sementes de todas as plantas conhecidas pela humanidade foi construído no pergelissolo norueguês. Esse pergelissolo, ou “permafrost”, é aquela camada de solo permanentemente congelada no Ártico norueguês, que asseguraria que o banco de sementes estaria seguro por milhares de anos, e humanidade teria garan-

tido o futuro da agricultura, e portanto de comida para milhares de gerações. Pois apenas dez anos após a construção desse banco houve uma inundação causada por degelamento do pergelissolo, causada por mudança climática. O banco está bem, mas esse episódio mostra que o aquecimento global é uma realidade que não pode ser ignorada. Vou explicar simplificadamente como isso é produzido pela atividade humana. Toda queima de combustível e carvão em automóveis, fornos e usinas termoelétricas gera gás carbônico. A natureza tenta limpar esse gás, fixando-o em campos, florestas e nos oceanos, transformando-o em plantas, madeira, micro-organismos e algas. Por milhões de anos, o gás carbônico (dióxido de carbono, ou CO2) na atmosfera se manteve num ciclo regular, entre 200 e 280 ppm (partes por milhão). A natureza e o homem estiveram em equilíbrio. Nos últimos 120 anos, com o descobrimento do petróleo, tudo mudou. A vida ficou fácil, veloz. Energia barata; produção de alimentos, máquinas, carros, trens, navios, aviões. Isso levou ao aumento da população mundial de menos de 1 bilhão para mais de 7 bilhões, e do consumo de combustíveis fósseis gerando menos de 500 milhões de toneladas de CO2 por ano para mais de 10 bilhões de toneladas de CO2 por ano, o conteúdo de gás carbônico na atmosfera não se manteve, subindo constantemente, recentemente batendo o recorde passando 400 ppm (partes por milhão) pela primeira vez na história do mundo. O ciclo regular foi prás cucuias. A natureza perdeu o equilíbrio com o homem. Esse gás carbônico funciona como uma tampa na panela. Ele impede que o calor se dissipe no espaço sideral e volte ao espaço. Essa acumulação de calor no sistema fechado, que é a Terra, resulta no aquecimento global. Esse tema vem sendo tratado de modo completo pelo ex-vicepresidente Al Gore. Dois documentários: An Inconvenient Truth (2006) e An Inconvenient Sequel (2017). Imperdíveis para qualquer cidadão do mundo. Gore recebeu um prêmio Nobel pelo seu trabalho. Não há como ser mais convincente que a evidência visual. Mas eu escrevo para um jornal, e tentarei ajudar por escrito. Nas próximas edições falarei sobre o efeito-estufa que está em cima de nós mas efeitos mais visíveis serão precisos para sua compreensão pelas massas. Até a próxima. 1 - Body surf, pegar onda sem prancha. 2 - Nessa era de siglas, inventei uma também, para quem escreve, e “chuta”: snme - “Se Não Me Engano”


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

53


54

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

Eventos inéditos e foco no conteúdo marcam Focus Brasil Orlando 2017 Cinco dias seguidos de eventos cobrindo artes visuais, business, empoderamento feminino, empreendedorismo, língua portuguesa e mídia comunitária, além de duas grandes noites premiando lideranças de business e destaques da comunidade brasileira Assim é a agenda da edição 2017 do Focus Brasil Orlando, que será aberto na quarta-feira, dia 20 de setembro, às 7 da noite no I-Drive Nascar (5228 Vanguard St, Orlando, FL 32819), com a exposição Brazilian Eyes, uma parceria da Fundação Focus Brasil com Jade Matarazzo e o Movimento de Arte Brasileira Internacional. No evento será lançado o terceiro Artbook da série Brazilian Eyes. A quinta-feira, 21 de setembro, é dominada pelos negócios. A partir das 9 da manhã, no I-Drive Nascar, acontece o Painel Business, coordenado pela CFBACC-Central Florida Brazilian-American Chamber of Commerce, com vários temas de grande interesse da comunidade empresarial brasileira, hispânica e norte-americana na Flórida Central. À noite, no Crowne Plaza Orlando Universal (7800 Universal Blvd, Orlando, FL 32819), acontece o evento de premiação Business Press Award, apresentado pela atriz Nívea Stelmann, é exclusivo para convidados e com reservas de ingressos e mesas pelo telefone 407-353-2799. Na sexta-feira, dia 22, a agenda aponta, à partir das 2 da tarde, o painel Mulher Brasileira, coordenado pela AME-Associação de Mulheres Empreendedoras, tratando de temas relevantes para as mulheres. À noite, também no I-Drive

Nascar, acontece a celebração da MPB e premiação do Focus Brasil Award, aos destaques das Artes, Cultura e Comunidade, em Orlando. Este evento será apresentado por Fernanda Pontes, da Globo Internacional. O Focus Award terá duas grandes atrações musicais: Beatriz Malnic (acompanhada pelo músico Ivo de Carvalho) e a Banda Maca Reggae Samba. O mix de Bossa Nova e MPB de Beatriz será seguido por muita festa pop e ritmos brasileiros, da premiada banda liderada por Victor Souza. O evento é gratuito mas é necessário solicitar convites pelo e-mail info@focusbrasil.org. O sábado, dia 23, manhã e tarde no I-Drive Nascar são dedicados a dois painéis tradicionais e muito aguardados: pela manhã, à partir das 9 horas, o Painel Educação, coordenado por Sandra Freier e Anete Arslaian, e o Conselho de Cidadãos da Flórida. À tarde, entre 1:30 e 4:30, será a vez do Painel de Mídia Comunitária, coordenado pela ABI Inter-Associação Brasileira de Imprensa Internacional. E das 4:30 às 6:00, acontece e Painel Literatura, tendo como convidado o jornalista e escritor Roberto Lima, e seus dois convidados: jornalistas Carlos Borges e Laine Furtado. A programação se encerra no domingo com dois eventos festivos. À partir das 10 da manhã acontece o Grande Prêmio de Go Karts I-Drive NASCAR/ABI-In-

ter, reunindo representantes das mídias brasileiras e dos patrocinadores do evento. Em seguida, às 12:30 da tarde, é a vez da Feijoada de Confraternização ABI-Inter-Focus Brasil, com ingressos sendo vendidos durante toda a semana no evento e na portaria do Camila’s Lounge. (5458 International Dr, Orlando, FL 32819). O Focus Brasil Orlando 2017 é uma apresentação LATAM Airlines e Globo Internacional, com patrocínio de Summerville Resorts, Beshara Professional Association, CMB Regional Centers, I-Drive NASCAR, ATTAbsolute Tours & Travel, Florida Christian University, Excellence-Assisted Living Facility, Camila’s Restaurant, Exchange Mate, Liberty Institute, Rabitts & Romano Architechture e Canal Brazil TV. O evento tem parcerias estratégicas com a Facebrasil Magazine, Jornal B&B, CFBACC-Central Florida Brazilian-American Chamber of Commerce, ABI Inter-Associação Brasileira de Imprensa Internacional, AMEAssociação de Mulheres Empreendedoras, Jade MatarazzoMABI-Movimento de Arte Brasileira Internacional e Conselho de Cidadãos da Flórida, com apoio do Consulado Geral do Brasil em Miami. O Focus Brasil Orlando 2017 é uma realização em parceria da Fundação Focus Brasil e Jornal B&B.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

55


56

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

|| Vol 23

||

Num 9 ||

SEPTEMBER 2017 ||

www.JornalBB.com

B&b sep 17 web  

O seu Jornal B&B de Setembro está no ar.