Page 1

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014

||

www.JornalBB.com

Amaury JĂşnior Visconti queria Florinda nua! The Largest Direct Mail Brazilian Newspaper in the US

Since 1994

CLAUDIA LEITTE Aposta firme na carreira internacional em 2015

FUTEBOL: FlĂĄvio Augusto, dono do Orlando City, diz o que os EUA tĂŞm a nos ensinar.

PERIODICALS POSTAGE PAID AT ORLANDO, FL USPS # 018-834

Quem diria?

Halloween Uma “indĂşstriaâ€? bilionĂĄria

EM FOCO: Nizan Guanaes dĂĄ “recadoâ€? para as elites e revela otimismo com a economia

Dormir nu faz bem Ă saĂşde

Se o seu nome nĂŁo aparece impresso na etiqueta abaixo ĂŠ porque vocĂŞ nĂŁo tem uma assinatura grĂĄtis do jornal B&B. Para ser assinante e receber o jornal em casa, ĂŠ sĂł preencher e enviar o cupom abaixo. Obrigado.

ASSINE E RECEBA GRà TIS NO SEU ENDEREÇO NOS ESTADOS UNIDOS &IRSTNAME\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\ ,ASTNAME \??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\

PERIODICALS POSTAGE PAID AT ORLANDO, FL USPS # 018-834 POSTMASTER: SEND ADDRESS CHANGES TO JORNAL B&B INC. 5534 HANSEL AVENUE ORLANDO, FL 32809

!DDRESS\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\ \??\??\??\??\??\??\??\??\\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\#ITY \??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\ \??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\3TATE \??\??\:IP\??\??\??\??\??\??\??\??\ ?\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\ % MAIL\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\??\ & \ ! \ 6 \ /\ 2 \\ 0\ 2 \ % \ % \ . \ #\ ( \ % \ 2 \\ % \ - \\ , \ % \ 4 \ 2 \ ! \ 3 \\ $\ % \\ & \ /\ 2 \ - \ !



*ORNAL"RASILEIRAS"RASILEIROS


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20 ||

Num 10 || October 2014

||

www.JornalBB.com

||

Page 2


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 3

INFORME

“Guerra de Sucessão”

O

sonho de todos os pais é ter a certeza de que quando morrerem, seus filhos adultos continuarão os valores adquiridos na educação familiar, preservando a sua tradição e sua história. Infelizmente, na maioria das vezes, o último cônjuge vivo é a única razão que prende as crianças juntas à família (se é que, alguma vez, de fato esta família tenha vivido em união no passado). Às vezes os pais têm expectativas irreais sobre a família. A maioria deles acredita que seus filhos têm amor um pelo outro e tudo vai correr bem, mesmo depois de suas mortes. Mesmo nas famílias mais harmoniosas, esse amor é posto à prova quando a mãe e o pai morrer. Quando se trata de irmãos bíblicos como Caim e Abel, ou como nas brigas entre irmãos mostradas nas telenovelas, na vida real, também sempre poderá haver acusações do tipo (“Mamãe gosta mais você”). É fato que a rivalidade entre irmãos é o principal fator em muitas disputas levantadas após o último cônjuge morrer. Rivalidade não é o único tipo de conflito que pode surgir depois que alguém morre. Como nos casos de Michael Jackson, Anna Nicole Smith, Heath Ledger e outras celebridades,

as disputas podem envolver mães, pais, tias, tios, amigos, colegas de negócios e muito mais. Você deve ter ouvido: “Uma grama de prevenção vale um quilo de solução”. Isto é particularmente verdadeiro quando se trata de evitar brigas entre irmãos durante o inventário do espólio de seus pais. Sucessão é um processo judicial legal para determinar aos beneficiários legítimos a distribuição de seus bens após a morte. A Sucessão é necessária dependendo dos ativos que a família possui; como estão intitulados e como o planejamento da divisão das propriedades foi feito. Se a sua família não tem testamento, ou mesmo que tenha feito, a Sucessão é geralmente necessária para passar os bens aos verdadeiros herdeiros. Por

outro lado, se a família tiver um “LIVING TRUST”, a Sucessão geralmente pode ser evitada. Quando a Sucessão é necessária, os beneficiários do falecido podem sofrer. Para evitar discórdias e imprevistos que levem a um “cabo de guerra” sobre os ativos, que tantas vezes acontece após à morte, o planejamento adequado para a transferência do patrimônio é fundamental. Sucessões podem demorar meses e até anos; podem custar milhares de dólares e os procedimentos dependem de registro público. Quando irmãos ou outros beneficiários começam a “brigar” sobre os ativos, também conhecido pelo termo “guerra de inventário”; o tempo e o custo, muitas vezes aumentam resultadando em disputas e litígios. Com a

By: Paula Ferreira Montoya Attorney At Law

perda de um ente querido ou um amigo, você ou alguém que você conhece, pode ter experimentado na própria pele os sinais de alerta que levam a uma “guerra” familiar. Um filho ou filha chega para o funeral, e quer se hospedar na casa dos pais (agora, uma propriedade sob inventário), enquanto espera que os outros irmãos fiquem num hotel, para que possam escolher através de qualquer objetos de valor; ou doar itens para caridades, antes mesmo dos irmãos sairem do avião. As declarações mais comuns são: “Meus irmãos e irmãs têm mais de eu” ou “têm mais sucesso do que eu” e “a mãe queria que tudo o que ela tinha seria meu.” Os envolvidos numa disputa desse tipo, raramente vão admitir que estão brigando apenas com o propósito de ganhar dinheiro ou outros ativos. Em vez disso, eles vão discutir sobre a base do “desejo verdadeiro” do falecido. Muitas vezes, os verdadeiros desejos do falecido são desafiados por um beneficiário argumentando que o outro beneficiário exerceu “influência indevida” sobre o falecido no momento que assinou o testamento ou que doou certos ativos. O beneficiário que está tentando questionar o testamento, por sua vez argu-

menta que apenas está defendendo os verdadeiros desejos do falecido. Depois, há argumentos de “justiça” que, geralmente vêm à tona, quando um dos beneficiários recebeu consideravelmente maior ajuda durante a sua vida da mãe ou do pai; tais como, pagamento de uma universidade, enquanto o outro tinha que trabalhar para sustentar a sua própria educação. É claro que os beneficiários que receberam menos, enquanto os pais estavam vivendo, acreditam que que os outros já receberam benefícios suficientes dos pais e deveriam, portanto, receber menos na hora da partilha dos bens, para equilibrar as coisas. Não importa se o patrimônio é grande ou pequeno, simples ou complexo. O que importa é a história da família. Planejando o testamento, deixando seus desejos devidamente documentados e bem elaborados, podem reduzir ou eliminar possíveis brigas familiares e preservar a harmonia familiar mesmo depois da morte do familiar. Se você ainda não tem um Testamento ou um “Living Trust”, está na hora de consultar a família e um advogado especializado no assunto para discutir a sucessão de seu patrimônio.

Planejamento Sucessório / Proteção de Bens e Ativos

Testamentos,Trusts, Processo Judicial de Inventário e Sucessões, Declaracão, Procuração para questões Financeiras ou de Saude, Curadoria, Administração de Trusts

Negocios / Direito Empresarial

Revisão e Preparação de Contratos, Abertura de Empresas, Compra e Venda, Corporações (INC), Empresa de Reposabilidade Limitada (LLC), Marcas Registradas

Immigracao / Vistos

Residência Permanente (Green Card), Naturalização/Cidadania Americana, Casamento e Petição de Família, Vistos de Emprego L-1, H-1B, O-1, Vistos de Investimento E-2 e EB-5, Vistos para Estudantes, e mais

Direito Imobiliário

Escrituras “Quit-Claim” e “Warranty”, Venda e Compra de Imóveis, Contrato de Aluguel, Revisão e Preparação de Contratos Imobiliários Escritorio em Orlando

Falamos Portugues Se habla Español

KMJ_attorney.indd 1

Aceitamos Cartoes de Credito

(407) 363-9020

Socia/Advogada

Paula Ferreira Montoya Member of TheFlorida Bar & Orange County Bar

www.JacksonMontoyaLawFirm.com

9/26/14 5:38:31 PM


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

O empresårio baiano Nizan Guanaes, um dos publicitårios mais famosos e bem sucedidos do Brasil, saiu da Bahia e foi para o Rio, aos 21 anos, em busca de mais oportunidades na carreira. Hoje, com 56 anos, Ê um dos maiores empresårios de publicidade, no mundo. Em entrevista ao jornal A TARDE (Salvador), Nizan fala de marketing político, economia e expansão do Grupo ABC, criado por ele em 2002, com sede em New York. Hoje Ê um dos maiores conglomerados de comunicação do planeta, composto de 15 empresas e com um faturamento de mais de R$ 900 milhþes anuais.

A TARDE - De que forma o senhor traz isso para a sua vida? Nizan Guanaes - Eu nasci no Pelourinho e construí um grupo de R$ 1 bilhão. Sou embaixador da Unesco, sou Alto Comissariado da Aids nas Naçþes Unidas. A à frica

Vol 20 ||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 4

Em Foco

ficar correndo atrĂĄs de problemas.

Nizan Guanaes

“Precisamos educar nossas elites�

Nizan Guanaes

A TARDE - Em seus artigos e palestras, o senhor demonstra uma visĂŁo muito otimista da economia do Brasil. Nizan Guanaes - Porque o Brasil deu um salto grande com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e um salto grande com o ex-presidente Lula. Hoje nĂłs vivemos um movimento desafiador. O momento em que as pessoas crescem e elas nĂŁo querem coisas do passado, ficam mais exigentes. A TARDE - O senhor tem um quadro de Steve Jobs em sua sala. O que ele ensinou para o mercado em geral? Nizan Guanaes - Ele ensinou a gente a ter coragem. Ele dizia que o mundo ĂŠ dos malucos e das pessoas que remam contra a marĂŠ, que o mundo ĂŠ dos descontentes. Ele diz no final de um texto histĂłrico dele que as pessoas que sĂŁo loucas o bastante para pensarem que podem mudar o mundo sĂŁo aquelas que mudam o mundo.

||

foi eleita a melhor agência do mundo este ano pela Advertising Age. Uma das minhas outras agências, a DM9, Ê uma das mais premiadas da história do Festival de Cannes, com mais de 114 Leþes. Eu fui muito alÊm do Pelourinho. A TARDE - A Agência à frica ganhou o prêmio de destaque internacional do ano. Como Ê que estå o processo de expansão internacional do Grupo ABC? Nizan Guanaes - O grupo agora vai se expandir pela AmÊrica Latina, em países como MÊxico, Chile, Colômbia e Peru. São os países da aliança do Pacífico que estão crescendo de uma

maneira extraordinåria. Nós vamos crescer na AmÊrica Latina na parte de serviços de marketing e não tanto em agência de publicidade. E queremos crescer mundo afora atravÊs de uma microrrede com a Pereira & O’Dell. Essa agência tem sido apontada como uma das grandes agências dos Estados Unidos, fica em São Francisco, e agora ela jå estå em Nova Iorque, São Paulo e Rio de Janeiro. Acredito que ela vå se expandir mundo afora. A TARDE - Por que a escolha desses países? Nizan Guanaes - As leis desses países estão favorecendo o crescimento

de empresas. As empresas sĂŁo atraĂ­das para os lugares onde podem crescer. NĂŁo adianta querer que as empresas venham para cĂĄ. O Brasil quer atrair empresas, mas o tempo para registar empresas no Brasil ainda ĂŠ enorme. NĂłs temos que transformar vontades em polĂ­ticas pĂşblicas. EntĂŁo, a expansĂŁo do grupo se darĂĄ na AmĂŠrica Latina e nos mercados regionais do Brasil, como na “China brasileiraâ€?, que ĂŠ o Nordeste. A TARDE - Em ano eleitoral, o senhor tem clientes para fazer campanha polĂ­tica ou ĂŠ uma ĂĄrea que nĂŁo interessa? Nizan Guanaes - Eu fiz as campanhas de Fernando Henrique Cardoso de 1994 e de 1998 por causa de Geraldo Walter, que era o homem de marketing polĂ­tico e era o marketeiro. Na realidade eu era o homem de criação. Mas eu nĂŁo tenho nenhuma vocação para esse setor e nenhum apreço. Acho que ĂŠ da maior importância para quem faz. Mas nĂŁo ĂŠ o meu setor. Acho que a vida ĂŠ feita de escolhas, do que vocĂŞ faz, e definir o que vocĂŞ nĂŁo faz. Essa ĂŠ uma ĂĄrea que eu nĂŁo faço. A TARDE - Por que o senhor nĂŁo tem apreço? O marketing polĂ­tico te incomoda? Nizan Guanaes - Ele ĂŠ polĂŞmico e eu sou um empresĂĄrio. Eu nĂŁo quero sair por aĂ­ conquistando inimigos. NĂŁo quero sair por aĂ­ tendo que tomar partido e lados. Essa nĂŁo ĂŠ a lĂłgica do empresĂĄrio. A lĂłgica empresarial nĂŁo ĂŠ essa. A lĂłgica empresarial ĂŠ conviver com as diferenças. É focar no seu negĂłcio. O empresĂĄrio no Brasil jĂĄ tem problemas suficientes e nĂŁo tem que

A TARDE - A publicidade e o marketing político conseguem construir ou falsificar um candidato? Nizan Guanaes - A publicidade e o marketing político podem construir falåcias. Mas Ê para isso que existe o Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitåria), e Ê para isso que existe a imprensa. O Conar existe para ir em cima da publicidade privada. E a imprensa Ê o Conar da política. A TARDE - Quais são os desafios atuais para as empresas de comunicação e publicidade? Nizan Guanaes - Eu tinha 140 quilos. Hoje eu tenho 99 e preciso perder mais 10 quilos para depois fazer uma operação e pesar 85. Eu fumava, não fumo. Eu comia lactose e glúten e não como mais. Bebia coisas que tem gås e hoje não tomo. As empresas de comunicação vão precisar fazer uma coisa mais radical. Tudo vai mudar, mas essa Ê a tradição do mundo. Então a gente não tem que ter medo, não, porque o mundo estå fazendo aquilo que ele faz desde que ele começou, que Ê mudar. A TARDE - Em uma recente coluna para jornais, o senhor falou que a classe alta brasileira tambÊm precisaria voltar para a escola. Por quê? Nizan Guanaes - Estamos muito preocupados com a educação dos pobres. Mas Ê importante tambÊm educar os ricos. O Brasil tem uma nova classe mÊdia, mas ele precisa ter uma nova classe alta. Uma nova classe alta que seja uma elite responsåvel, engajada e preocupada com os outros. Se você não se preocupa com os outros, você vai ficar encarcerado dentro de casa. Vai viver em um carro blindado e não vai poder andar na rua. E isso não pode ser a experiência da vida. Nós precisamos educar nossas elites. Isso Ê uma coisa importante.

-HSHTVZ7VY[\N\vZ

Advogados de Imigração

Advogado Carlos M. Colombo

¡ Residência por Investimento (EB-5) ¡ Vistos de Investidores (E-2) ¡ Vistos de Executivos / Gerentes (L-1) ¡ Vistos de Noivado / Casamento ¡ Casos de deportação

6YSHUKV!‹,4PJOPNHU:[:\P[L

^^^PTPNYHJHVĂ…VYPKHJVT


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 5


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20 ||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 6

Editorial Carlos Borges

Marina, Lula, o PT e a tal da “governabilidade” Que ninguém subestime a inteligência e a capacidade de sedução do ex-presidente Lula. Ciente de que Dilma pode perder a eleição no segundo turno, ogrande “cacique” do petismo, vem trabalhando nos bastidores, no que seria mais uma de suas impressionantes manobras políticas. É mais do que lógico supor que Lula trabalhe, desde que Marina se tornou uma ameaça à sucessão de Dilma Rousseff, para que o PT se torne a base da tal da “governabilidade” para Marina, caso ela venha a ser eleita. Aliás,“governabilidade”é uma palavra doce na boca dos políticos em Brasília. Eufemismo hipócrita que se aplica a toda sorte de negociatas para manter o governo “funcionando”. Isso, em vez de se transformar numa “arena” sangrenta de deputados e senadores negociando seus votos em troca de cargos, comissões, poder e influência no governo. Qualquer governo que seja.

Nos 12 anos de PT no governo, a tal da “governabilidade” foi justificativa para todas as alianças e, ao que parece, muitas falcatruas. Os escândalos jorram sem parar. A tal da “governabilidade” justificou alianças de todos os matizes, mesmo os mais bizarros, como as alianças com ACM (enquanto vivo), Sarney, Maluf , Collor, etc. Agora, a tal da “governabilidade” é a arma que o PT usaria para se aproximar de Marina que, imaginam, sem uma sólida estrutura partidária (que o PT, inegavelmente tem) sofreria enormemente para seguir seu projeto político adiante. Bem, primeiro vamos ver se Marina ganha a eleição no segundo turno que será no final deste mês. Se Dilma operar o “milagre da reversão”, aí não será necessário gritar pela “governabilidade”. Afinal, o PT mostrou que, quando se trata de se manter no poder, haja “governabilidade” para justificar o que quer que seja.

Brasileiras & Brasileiros, Inc. Fundado em 1994 • 5534 Hansel Avenue Orlando, FL 32809 USA Fone: (407) 855-9541 Fax (407) 855-6135 www.jornalbb.com info@jornalbb.com

Contributors: Carlos Wesley Antônio Gomes (SP) Isabella Mello (BA) Renata Monteiro (RJ) Rogério Furli (DF)

Circulação Certificada

Send Us Your News - Jornal B&B welcomes story ideas and Press Releases along with photographs of interest to the Brazilian Community living in the United States. Deadline to editorial is the 20th of every month.

Additional Copies - Brasileiras & Brasileiros can be found in restricted commercial areas in Central Florida, such as Brazilian Restaurants, Supermarkets, Churches etc.Please Call us 407.855.9541 to know where it is available. Duplicates - If you receive more than one copy both in your name or the same address, please call us at 407.855.9541 to cancel one copy. Thus we will give the opportunity to other new reader start receiving this free publication.

Design: Plus Media International Correspondent: Edinelson Alves Contributing Writers: Fabio Lobo, Peter Roman, Amaury Jr., Nilson Dizeu, Peter Ho Peng,, Edinelson Alves, Luciana Bistane, Roberta Detti e Marcio da Cruz Alves. Sales Managers: Paulo F. Martins (in memorian) Sandro Coutinho: (407) 219-6092 Cecilia Weissberg: (954) 589.7201

Você Acaba de Encontrar a Ajuda que Precisa

Deadlines - Advertising and publicity deadlines are posted on Balcão Pages. It is the advertiser’s responsibility to submit fresh advertising materials each month if desired.

Distribution - The Brasileiras & Brasileiros is a Direct Mail publication targeting the Brazilian Community living in the US. More than 9,000 families receive by mail this publication free of charge. It is an audience of more than 40.000 readers a month. If you want to be added to this list, please find a subscription form inside this edition and submit to us. Wait for one month to start receiving your free copy.

Publisher: Eraldo Manes Junior V.P. Operations Maida Belíssimo Manes Editor-In-Chief: Carlos Borges

Distribution: CC Distributors

Advertising Guidelines

Responsibility - Products, services, information and/or opinions featured in ads content offered to readers are not an endorsement by the publisher Brasileiras & Brasileiros, Inc. Publisher assumes no responsibility for errors, gimmicks or hassles, in any customer-approved advertising copy for this publication. No part of this publication may be reproduced without written permission from the publisher. Brasileiras & Brasileiros, Inc. reserves the right to refuse advertising spaces at the publisher’s discretion. Copyright 1994-2014. All rights reserved.

WINNER

Periodical # 018-834 Jornal B&B USPS # 018-834 IS PUBLISHED MONTHLY by Brasileiras & Brasileiros, Inc. - 5534 HANSELAVENUE, ORLANDO, FL 32809. POSTMASTER: SEND ADDRESS CHANGES TO: Brasileiras & Brasileiros, Inc. 5534 HANSEL AVENUE - ORLANDO, FL 32809. PERIODICALS POSTAGE PAID AT ORLANDO, FL 32809

Member:

Brazilian International Press Awards √ Outstanding Work - 2013 √ Best Community Article - 2012 √ Women Community Leadership - 2011 √ Golden Award (Over 10 Years of Service) √ Editor of the Year - 2008 √ Newspaper Layout - 2008 Hispanic Corporate Achievers √ Hispanic 100 Media - 1997

Notário Público registrado pelo Consulado Brasileiro

• Abertura de Empresas • Registro Federal (FEI Number) • Licenças (Todos os tipos) • Payroll (Pagamento de empregados) • Fazemos contabilidade em geral • Declaração de Imposto de Renda (Pessoal e Empresarial) • Work Compensation Exemption • Consultoria em geral COM SEU TA X ID • Administração de Empresas R VOCÊ PODE ABRI NHIA PA M • Tradução CO A RI ÓP SUA PR • Notarização e Procurações • Emissão e Renovação de Passaporte Fazemos TAX ID, com ele você pode • Abrir conta em banco • Abrir sua própria empresa • Fazer crédito • Carta de referência • Auditorias Jornal B&B

407.898.1757

NOVO ENDEREÇO

ALBERTO LEMUS

info@abkcorp.com

HONESTIDADE, CONFIANÇA E COMPETÊNCIA

3300 S. HIAWASSEE RD SUITE # 106 - ORLANDO, FL 32835 (ASHLEY PARK) - www.abkcorp.com - Fax (407) 897-5336


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20 ||

Num 10 || October 2014

||

www.JornalBB.com

||

Page 7

RENOVE AQUI O SEU PASSAPORTE

Marque um horário para o seu atendimento, de segunda a sexta, das 8:30am às 4:30pm Para mais informações ligue:

407-226-0330

7250 S. Kirkman Rd - Suite 104 - Orlando, FL 32819


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 8

Composição do eleitorado brasileiro por gênero e idade

Composição do eleitorado brasileiro por grau de instrução

Mulheres

Analfabetos

51,79% Homens

48,21% Entre 25 e 24 anos

23,64% Entre 45 e 59 anos

23,43% Entre 35 e 44 anos

Instrumento vital da Democracia! O voto é um dos principais instrumentos utilizados para eleições de representantes políticos ou para tomar decisões políticas, em espaços em que há consulta popular para isso, como nos casos de referendos ou plebiscitos. No Brasil, são eleitos através do voto diversos representantes políticos da população, como vereadores, prefeitos, deputados estaduais e federais, além de governadores e presidentes da República.

19,76%

Desde a Constituição de 1988 que o sufrágio universal foi instituído para a escolha dos ocupantes desses cargos acima mencionados.

Entre 60 e 69 anos

Sufrágio universal significa que todo cidadão dentro das normas legais tem direito ao voto.

9,07%

Entre 21 e 24 anos

9,05%

Tal configuração de participação política foi uma vitória no sentido de ampliação dos critérios da democracia representativa no país. Todos os cidadãos com mais de 16 anos, homens ou mulheres, alfabetizados ou analfabetos, têm

direito a escolher seu representante através do voto. Porém, na história do voto do Brasil, nem sempre foi assim. As votações que existiam durante a colônia e durante o Império brasileiro estavam restritas a homens que detinham certo nível de renda. Com o advento da República, o voto foi estendido aos demais homens, mas não às mulheres. Estas somente puderam participar das eleições no Brasil a partir de 1932, com a reforma do Código Eleitoral. A existência dos períodos ditatoriais, como entre 1937 e 1945 e entre 1964 e 1985, diminuiu muito a abrangência da participação política dos cidadãos na escolha de seus representantes políticos. A restrição histórica à participação de boa parte da população na escolha de seus representantes através do voto fez com que o sufrágio universal estabelecido na Constituição de 1988 ganhasse uma enorme importância.

Através do voto, é possível ao eleitor e ao cidadão escolher dentre um leque de opções previamente estabelecido uma pessoa que o representará em algumas das instituições políticas por um período determinado. Essa escolha, na forma ideal, deve ser feita com consciência política e após uma análise das propostas do candidato e de sua viabilidade de aplicação, além do histórico pessoal e político do candidato. A urna eletrônica substituiu as cédulas de papel, garantindo maior rapidez na apuração dos votos. Também é promessa de menos fraudes. Outra característica do voto no Brasil é que ele é obrigatório. Há campanhas para que o voto seja facultativo, uma escolha das pessoas que querem eleger seus representantes. A favor desse posicionamento há o argumento de que tal medida diminuiria os casos de corrupção nas eleições.

5,46% Lê e escreve

12,83% Fundamental Incompleto

31,23%

Fundamental Completo

7,32%

Ensino Médio Incompleto

19,49%

Ensino Médio Completo

15,35%

Ensino Superior Incompleto

3,29%

Ensino Superior Completo

4,90%


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 9

Na “batalha” do Segundo Turno Comparativo mostra posições de Marina e Dilma em assuntos polêmicos

Dilma

Marina

“Bolsas Sociais”

“Bolsas Sociais”

Para Dilma, os programas de inclusão social são o que de “mais importante” o PT produziu. Ela acredita que as bolsas “mudaram o Brasil”.

A candidata do PSB quer manter as bolsas sociais, mas também quer exercer uma “fiscalização rigorosa” no seu gerenciamento.

Política Econômica

Política Econômica

Dilma prometeu mudar o comando da política econômica, demitindo o ministro Mantega, se for reeleita. Mas não especificou quais seriam as mudanças que ela exigiria na Economia, em seu segundo mandato.

Marina quer reduzir as atividades dos bancos estatais, como a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil, além do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Banco Central

Para Dilma e o PT, “Dar autonomia completa ao Banco Central significa que o governo vai abrir mão de parte importante da gerência do país. O presidente do BC, que não será mais escolhido por uma figura que representa o povo, terá poder absoluto sobre as taxas de juros, crédito e valor da moeda”. Ecologia

Entre promessas de construir 10 mil escolas ecológicas e discursos politicamente corretos, Dilma pouco fez de relevante numa das áreas em que sua oponente é uma estrela mundial de primeira grandeza. Esse é um dos pontos mais fracos da pouquíssimo ecológica administração Dilma. Estado & Religião

Comunista histórica e guerrilheira que foi presa e torturada pela ditadura militar do Brasil, Dilma nunca havia manifestado nenhum apreço a religiões até que, desde sua eleição em 2010, corteja, ainda que sem jeito, o voto dos evangélicos. Na atual campanha, levou essa “corte” ao extremo, durante eventos religiosos.

Banco Central

Segundo Marina, é preciso “assegurar a independência do Banco Central o mais rapidamente possível, de forma institucional, para que ele possa praticar a política monetária necessária ao controle da inflação”. Aborto & Casamento Gay

Aborto & Casamento Gay

A presidente Dilma Rousseff defende a interrupção da gestação por motivos “médicos e legais” e sua realização em todas as unidades do Sistema Único de Saúde (SUS) com serviço de obstetrícia.

O programa da candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, divulgado oficialmente, enumera uma série de medidas de caráter progressista na área de comportamento, como a defesa clara das causas homossexuais.

“Para realizar a interrupção legal da gestação, o estabelecimento deve seguir as normas técnicas de atenção humanizada ao abortamento do Ministério da Saúde e a legislação vigente. O gestor de saúde municipal ou estadual é o responsável por garantir e organizar o atendimento profissional para realizar o procedimento”, afirmou Dilma ao jornal O GLOBO. Quanto ao casamento gay e direitos dos homossexuais, essas foram áreas em que o governo Dilma teve muitas dificuldades e uma série de controvérsias. Definitivamente seu governo não se sente à vontade com as questões gays, embora, publicamente defenda genericamente os direitos das minorias e condene a homofobia. Para não perder o apoio da bancada evangélica, que é fundamentalmente anti-gay, a Presidente não deixou progredir nenhuma das leis nem programas reinvindicados pelos homossexuais.

A candidata, que, segundo pesquisas, teria o dobro do voto dos eleitores evangélicos num possível 2º turno com a presidente Dilma Rousseff, surpreendentemente incorporou ao seu programa as principais reivindicações do movimento gay, entre elas a adoção de crianças por casais com pessoas do mesmo sexo e a criminalização da homofobia. Mas retirou o ítem específico que, antes, defendia explicitamente o casamento gay, reafirmando apenas a União Civil, que já existe. Em relação ao aborto, a ex-ministra promete a regulamentação de sua prática em hospitais da rede, nos casos já legalmente autorizados, o que não difere fundamentalmente do que o governo vem dizendo.

Ecologia

Marina construiu sua reputação exatamente como defensora de uma nova e responsável atitude do Brasil com relação ao seu maior patrimônio: a Natureza. Esse duscurso, que tinha a base de sua história como sustentação, edificou sua imagem política e é por isso que desde 2010 é a mais reconhecida liderança entre os jovens, que são os que mais se interessam pelo tema e já são 30% do eleitorado. Estado & Religião

Embora declare que sempre consulta a Bíblia antes de tomar decisões, ela garante que seu governo será absolutamente independente de religião, respeitando que o Brasil é um estado “laico”. Ela quer se distanciar da sombra de “fundamentalismo evangélico” que a acompanha desde a campanha de 2010.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

Brasil supera a marca de 200 milhões. Seis estados têm mais de 10 milhões de habitantes. Os 10 países mais populosos do mundo em 2014 10) CHINA...........1.366.450.000 20) ÍNDIA............1.248.610.359 30) EUA..................318.651.601 40) INDONÉSIA.....252.164.800 50) BRASIL............202.768.562 60) PAQUISTÃO.....188.020.000 70) NIGÉRIA...........178.517.400 80) BANGLADESH....156.884.000 90) RÚSSIA............146.068.400 100) JAPÃO............127.130.000

||

Vol 20 ||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 10

O índice de natalidade do Brasil tem caído ano após ano. Mesmo assim, somos um dos oito países mais populosos do mundo

O Brasil tem uma população de 202.768.562 habitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), publicados em setembro no Diário Oficial da União. O Estado mais populoso, São Paulo, tem 44,03 milhões de habitantes. Já no Estado menos populoso, Roraima, vivem 496,9 mil pessoas. Os dados do IBGE são estimativas de população no dia 1º de julho de 2014. Além de São Paulo, cinco Estados têm mais de 10 milhões de habitantes: Minas Gerais (20,73 milhões), Rio de Janeiro (16,46 milhões), Bahia (15,13 milhões), Rio Grande do Sul (11,21 milhões) e Paraná (11,08 milhões). A lista das unidades da federação com mais de 5 milhões de pessoas traz outros seis Estados: Pernambuco (9,28 milhões), Ceará (8,84 milhões), Pará (8,08 milhões), Maranhão (6,85 milhões),

Santa Catarina (6,73 milhões) e Goiás (6,52 milhões). Apenas três Estados têm menos de 1 milhão de habitantes: Roraima (496,9 mil): Amapá (750,9 mil) e Acre (790,1 mil). As demais unidades federativas têm as seguintes populações: Paraíba (3,94 milhões), Espírito Santo (3,88 milhões), Amazonas (3,87 milhões), Rio Grande do Norte (3,41 milhões), Alagoas (3,32 milhões), Mato Grosso (3,22 milhões), Piauí (3,19 milhões), Distrito Federal (2,85 milhões), Mato Grosso do Sul (2,62 milhões), Sergipe (2,22 milhões), Rondônia (1,75 milhão) e Tocantins (1,5 milhão). POPULAÇÃO DAS CIDADES Embora não hajam variações substanciais, a lista dos 20 mais populosos municípios brasileiros em 2014, segundo o IBGE, altera a percepção leiga que muitos têm

das populações das grandes metrópoles do país. E isso se deve ao fato de que conta para o IBGE não é a população das áreas metropolitanas nem municípios “geminados” às grandes cidades. Por exemplo, o município de Guarulhos é o décimo terceiro mais populoso do Brasil. Embora esteja fisicamente “colado” ao município de São Paulo, seus 1 milhão, 312 mil e 197 habitantes não somam à população paulistana. Isso ocorre em todas as áreas metropolitanas das principais capitais do país. Em Porto Alegre é Canoas. Em Belo Horizonte é Betim. Em Salvador ocorre com Camaçari e em Recife com Goiana e Piedade. Além de Guarulhos, mais três cidades que não são capitais, estão entre as 20 mais populosas do país: Campinas (SP), São Gonçalo e Duque de Caxias, ambas no estado do Rio de Janeiro.

Os 10 municípios mais populosos do Brasil em 2014 10) São Paulo..........11.895.893 20) Rio........................6.453.682 30) Salvador..............2.902.927 40) Brasília................2.852.372 50) Fortaleza..............2.571.896 60) Belo Horizonte...2.491.109 70) Manaus................2.020.301 80) Curitiba................1.864.416 90) Recife...................1.608.488 100) Porto Alegre......1.472.482


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

|| Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 11


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

|| Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

Page 12

||

Edinelson Alves

Edinelson Alves é jornalista, formado em Comunicação Social e Estudos Sociais, trabalhou como correspondente nos EUA para publicações brasileiras; foi também correspondente em Brasília, além de repórter, redator e editor setorial da Folha de Londrina (PR). edinelsonalves @uol.com.br

Cresce turismo de negócios

O Brasil entrou de vez na rota do turismo de negócios, firmando-se entre os 10 países que mais realizam congressos e reuniões internacionais. Na última década, o número desses eventos cresceu cinco vezes: de 62, em 2003, para 315, no ano passado. Quem desembarca no Brasil a trabalho gasta, em média, quatro vezes mais do que os visitantes a lazer. São, em sua maioria, homens, casados, entre 25 e 44 anos, com nível superior e renda acima de US$ 4 mil. Passam em torno de sete dias no país: período em que, quase sempre, ficam hospedados em hotéis e usam táxi para se locomover. A maioria viaja sozinho e nove em cada 10 gostariam de retornar em outras ocasiões.

Poupança diminui

Os sinais de fraqueza da economia, com crescimento nulo e inflação elevada, já provocaram estragos até mesmo nos números da caderneta de poupança. Diante da escalada dos preços e dos juros ao consumidor, parte dos consumidores não consegue pagar as contas do mês. Atolados em dívidas, eles recorrem às economias para não entrar no vermelho. Apenas em 2014, o volume de saques da caderneta chegou a R$ 1,032 trilhão, o maior montante já resgatado da aplicação na história.

França, o mais visitado

Com 84,7 milhões de turistas, a França foi o país mais visitado do mundo em 2013. Os números foram turbinados pelo aumento do interesse dos chineses no país e pela volta dos turistas norte-americanos. Atrás da França, aparecem Estados Unidos e Espanha, que receberam 69,8 milhões e 60,7 milhões de visitantes estrangeiros, respectivamente. Em nível global, o ano 2013 fechou com um total de 1,087 bilhão de turistas internacionais -- 5% acima do obtido em 2012, 1.035 bilhão, de acordo com os dados da OMT – Organização Mundial do Turismo, que prevê um crescimento entre 4% e 4,5% para 2014.

1

Cerveja amarga

Levantamento do serviço alemão Go Euro revela que a cerveja no Rio é a 10ª mais cara. O levantamento comparou o preço da bebida em 40 cidades. Para beber muito e pagar pouco, o destino ideal é Varsóvia, na Polônia onde o equivalente a uma latinha sai por R$ 2,34. Já a cerveja mais cara é a de Oslo, na Noruega: custa, em média, o equivalente a R$ 10,51.

Líder de reclamações

Produtos de informática – como microcomputador e tablet -, aparelho celular, linha branca e televisores estão entre os produtos com mais reclamações por defeito de qualidade no primeiro semestre, segundo levantamento do Procon-SP. O índice de solução desse tipo de reclamação variou entre 35% e 95%, com média de 77,68%.

2

1 - Oceano, atração chinesa

O maior aquário do mundo, segundo o Guinness Book, fica dentro de um parque temático na China, com 49 milhões de litros de água. Inaugurado em março deste ano, o Chimelong Ocean Kingdom tem sete áreas temáticas, cada uma representando uma parte do oceano. Além de ter recebido o título de maior aquário do mundo, o parque quebrou outros recordes. Com 22,7 milhões de litros de água, o espaço, onde ficam as baleias e os tubarões, foi considerado o maior tanque de aquário do mundo. No mesmo tanque fica o maior painel de acrílico do planeta, que mede 39,6 m x 8,3 m. O parque fica na ilha de Hengqin, na província de Guangdong.

2 - Zoo gaúcho é destaque

Novo ministro

A política econômica do Brasil não vai bem. Em campanha, a presidente Dilma sinalizou que não irá manter o ministro Mantega, caso seja reeleita. Além de enfraquecer o ministro, a declaração da presidente deixou numa situação ruim o próprio Governo.

3

O Gramadozoo, da cidade de Gramado na serra gaúcha, foi o décimo colocado entre os melhores zoológicos do mundo, conforme lista divulgada pelo site TripAdvisor. Considerado também o melhor do ranking da América Latina, o Gramadozoo foi criado em 2008. Os cerca de 1.500 animais ficam isolados por vidros blindados e viveiros grandes, em vez de em jaulas e ambientes cercados por grades. A instituição, que afirma privilegiar bichos da fauna brasileira e focar em seu bem-estar, tem hospital veterinário e oferece cuidados especiais para animais em extinção.

3 - Nos EUA, os melhores Mas o país com mais representantes na lista dos melhores zoológicos do mundo foram os Estados Unidos - é lá que ficam o primeiro e o segundo lugares: o Henry Doorly Zoo, em Nebraska, e o San Diego Zoo, na Califórnia, além do 4° colocado, o St. Louis Zoo. Outros destaques: 3°- Loro Parque, Espanha; 5°- Singapore Zoo, Cingapura; 6°- Chester Zoo, Reino Unido; 7°- Zoológico de Praga, República Checa; 8°- Tiergarten Schoenbrunn – Zoo Vienna, Áustria; 9°- Bioparc Valencia, Espanha; e o 10°- Gramado Zoo, Brasil.

Café da Manhã no

Jornal B&B

Está servido o Buffet completo, no estilo brasileiro.

• Café preto ao estilo brasileiro • Leite quente, leite frio • Chás variados: quente e frio • Chocolate quente e frio • Queijos variados: fresco, mussarela, cream cheese • Sucos variados: laranja, uva, morango, maçã • Bolos variados: fubá, chocolate, cenoura • Omelete, Bacon, Salsichas em rodelas • Presuntos variados, peru, porco e salame • Geleias variadas, Manteiga de leite • Croissant salgado e doce • Torradas com alho e manteiga • Pães variados: francês, pão de queijo, pão de forma • Salada de frutas • Melão, Maçã, Abacaxi, Melancia, Mamão, Banana • Iogurte e Cereais variados • Doce de leite, arroz doce, cookies e muito mais...

ACORDA!

- Aberto Diariamente - Amplo Estacionamento

5159 International Drive - Orlando, Fl 32819 Horários: Café da Manhã: 7am às 10:30am Almoço: 11am às 3:30pm - Jantar: 3:30pm às 11:30pm Vittorios_Cafe_Manha_CAPA.indd 1

BRAZILIAN RESTAURANT

Reservas e Informações:

407.352.1255

EXPERIMENTE ESTA TRADIÇÃO, EM ORLANDO. 8/21/14 9:00:11 PM


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 13

Veias varicosas nem sempre são um

Problema Cosmético Síndrome de May-Thurner É uma condição causada pela compressão da veia pela artéria, a qual pode ser tratada com o uso do “stent”. O Dr. Ashish Pal é o médico na Flórida Central que possui a maior experiência no assunto.

Você tem alguma dor ou inchaço nas pernas? Veias varicosas, pernas pesadas e dolorosas agora podem ser tratadas no consultório com o Procedimento não invasivo VNUS Closure. A maioria dos pacientes retomam as atividades normais em 1-2 dias. Os tipos de veias varicosas dilatadas, geralmente são nas cores azul, vermelha e da cor da pele. Se destacam em formas de “cordões” trançados. CAUSA: O problema ocorre quando a válvula que deveria retornar o sangue das pernas para o coração já não funciona corretamente, ocasionando a retenção do sangue no local. O que é IVC? A Insuficiência Venosa Crônica é uma condição causada pela dificuldade do sangue, pobre em oxigênio, retornar ao coração. As veias varicosas se não tratadas a tempo, podem progredir para um quadro de IVC e formar ulcerações. Existem fatores genéticos e também durante a gravidez o IVC pode se instalar com mais frequência.

407.898.8449 - 1.800.858.4634 1206 N. Mills Ave - Orlando, FL 32803 Dois Endereços para seu conforto:

181 Webb Dr. Suite B - Davenport, FL 33837 Dr. ASHISH PAL, M.D., F.A.C.C

www.veinguru.com

Aceitamos a maioria dos Seguros Médicos


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20 ||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 14

Viracopos pronto para ser 2º do Brasil Múltiplas rotas internacionais farão Campinas superar o Rio

Aeroportos do Brasil com maior movimento de passageiros Movimento de passageiros domésticos e internacionais Cumbica - SP

36.678,452 Congonhas - SP

17.119.530 Luiz Küster fala com entusiasmo sobre o futuro de Viracopos, que será, em breve, o maior aeroporto da América Latina A conclusão das obras de ampliação no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), deverá coincidir com a mais significativa expansão da malha de vôos partindo daquele que é - até agora - o terceiro aeroporto da região metropolitana de São Paulo. A TAP (para Lisboa) e a Gol (Para Miami e Orlando) que já operam vôos internacionais diários partindo de Campinas, a American Airlines, a Copa e a Azul também já anunciaram o início de vôos internacionais de Viracopos. A American vai operar um vôo diário para Miami e três vezes por semana para New York. A Azul vai operar três vôos diários, para Fort Lauderdale, Orlando e New York. A Copa iniciou em setembro, antes mesmo da inauguração da ampliação, seu vôo diário para a Cidade do Panamá.

Mas a transformação de Viracopos no segundo maior aeroporto em termos de vôos internacionais no Brasil - “roubando” o segundo lugar que, atualmente, é do Rio de Janeiro - não fica por aí. TAM e Aerolíneas Argentinas já fizeram gestões para operar vôos para Orlando e Buenos Aires, respectivamente. E há também consultas da Lufthansa e Air France com relação a vôos para Frankfurt e Paris. O futuro de Viracopos parece brilhante. As obras do aeroporto estão em sua fase final de acabamento e terá sua área ampliada de 8,34 quilômetros quadrados para 25,99 quilômetros quadrados, tornando-se o maior aeroporto da América Latina. O novo terminal terá 110 mil metros quadrados de área total, edifício-garagem com três pisos

e 28 posições para aeronaves com pontes de embarque e desembarque, além de sete posições remotas, com acesso aos aviões por meio de ônibus. O Terminal de passageiros vai ocupar 30 mil metros com um novo elenco de lojas, restaurantes, áreas de check-in e de desembarque, posto da Receita Federal e para a checagem de passaporte. Para o embarque, serão três alas que avançam pela pista em forma de garfo. Viracopos ainda terá implantado uma “cidade aeroportuária” com um centro de convenções, três hotéis, sendo um no centro aeroportuário e dois remotos, e um shopping center. Etapa 2018 Na segunda etapa de expansão, prevista para ser entregue em 2018,

Bolos • Doces • Salgados Jornal B&B

Aceitamos Encomendas para Festas.

(407) 851-6060 (407) 557-3030

10%

Mencione este anúncio e ganhe de desconto no BOLO !!!!!!!!

by Angelica

www.yummcake.com Yumm_cake.indd 1

9/29/14 4:45:36 PM

a meta é capacitar Viracopos para atender 22 milhões de passageiros por ano. E ao final da concessão, em 30 anos, o aeroporto deverá estar apto a atender 80 milhões de usuários por ano. “O segundo ciclo de etapas de construção do aeroporto deve ocorrer entre 2018 a 2022 e logicamente que vai depender da demanda”, ponderou o diretor da empresa concessionária de Viracopos, Luiz Alberto Küster. Küster diz que os passos para a transformação do novo Viracopos estão estabelecidos em contrato que deve ser seguido com rigor. “Conforme o nosso contrato de concessão, o terceiro passo será a adequação para atender 35 milhões de passageiros ano, a quarta etapa com 45 milhões e a quinta etapa para 65 milhões de passageiros ano”, completou.

Galeão - RJ

17.109.590 Brasília - DF

16.611.308 Confins - MG

10.002.477 Viracopos - SP

9.294.446 Santos Dumont - RJ

9.102.187 Salvador - BA

8.475.643 *Fonte: Infraero / ANAC


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20 ||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 15

Trem bala Rio-São Paulo A “novela” continua: agora o prazo é 2020!

Em dois anos, o Brasil terá 10 novas fábricas de automóveis

A fábrica da Chery (acima) é a segunda inaugurada em 2014. A primeira foi a Nissan, em abril. A julgar pelo entusiasmo das automotivas, o mercado brasileiro segue sendo muito promissor e os investimentos devem superar os 6 bilhões de dólares em apenas 2 anos. Abaixo, os modelos A3 e Q3 que a Audi vai fabricar no Brasil.

Ao mesmo tempo em que o metrô de São Paulo com “apenas” oito meses de atraso entregou o primeiro trecho da primeira linha de monotrilho do sistema metroviário da capital mais populosa do país, a esperança de que o “trem bala” ligando o Rio a São Paulo se torne realidade, está adiada para 2020.

Enquanto os índices e estatístcias apontam a economia do Brasil em recessão, a julgar pelo movimento da indústria automobilística, há motivo de sobra para apostar no futuro do crescimento do país. A abertura da fábrica da Chery em Jacareí (São Paulo), representa a segunda unidade de produção de automóveis a entrar em atividade no Brasil em 2014. A primeira foi da Nissan, inaugurada em abril, em Resende (RJ), e que trouxe o presidente-executivo Carlos Ghosn. São dois sinais de que o pessimismo com relação ao cenário econômico e a relativa acomodação nas vendas de automóveis zero-quilômetro no primeiro semestre de 2014, não são preocupações compartilhadas globalmente por um dos setores mais vitais da economia mundial: a indústria automotiva. Chery e Nissan estão incluídas no movimento iniciado

À esquerda: trem bala japonês, viajando a 450km/hora. Acima, dados e rota do Rio-SP, que conectaria os aeroportos do Galeão, Cumbica e Viracopos.

Previsto para operar durante a Copa do Mundo deste ano, o TAV (Trem de Alta Velocidade) foi apenas uma das mais cintilantes “promessas” do governo que nem sequer saíram do papel.

Carlos Ghosn (Nissan) pelo novo regime automotivo nacional (Inovar-Auto ou Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica e Adensamento da Cadeia Produtiva de Veículos Automotores), introduzido pelo governo federal em outubro de 2012, há quase dois anos.

E nada garante que esse novo “prazo” seja cumprido porque o projeto, considerado “caro”, nem conseguiu atrair investidores interessados em sua concessão. Na primeira licitação, em 2011, não apareceu nenhum interessado. Na segunda, em 2013, a única empresa interessada foi a Alstom, que está sendo investigada por suspeita de corrupção envolvendo o metrô de São Paulo.

Dentro dele estão incluídas abertura de fábricas a Jeep (Goiana / Pernambuco), Land Rover/Jaguar (Itatiaia / Rio de Janeiro), Hyundai (Anápolis / Goiás), BMW (Araquari / Santa Catarina), Honda (Itarapina / São Paulo), Audi (São José dos Pinhais / Paraná), Mercedes Benz (Iracemápolis / São Paulo) e JAC (Camaçari, Bahia).

Você está indo para o Brasil? GARANTA ATÉ 50% DA SUA PASSAGEM 5419 International Drive Orlando, FL 32819

Em frente ao Mall dos brasileiros

Ligue já:

844.5115 www.SkyBoxFree.com (407)

Visite a nossa loja e inscreva-se JÁ! SKYBOX_2COL.indd 1

8/28/14 2:59:43 PM

Quem informou sobre o “adiamento e manutenção do projeto” foi a estatal EPL (Empresa de Planejamento e Logística) que diz estar “atendendo a solicitações de potenciais investidores para criar condições a um número maior de empresas a participarem”, prevendo que a terceira tentativa de licitação, deverá acontecer no primeiro semestre de 2015.

convivência entre a ponte-aérea e o trem-bala. A ponte aérea Rio-SP é a terceira mais movimentada do planeta, de acordo com estudo da Amadeus, empresa global de tecnologia em transações comerciais para agências de turismo. Em 2012, movimentou 7,7 milhões de passageiros, atrás apenas dos trechos Sapporo-Tóquio (Japão) e Jeju-Seul (Coreia do Sul).

PRESSÃO DAS AÉREAS

Dados da União Internacional de Ferrovias (UIC, na sigla em inglês) mostram que o trem de alta velocidade conseguiu abocanhar 45,6% do mercado na rota Madri-Barcelona em 2011, três anos depois de entrar em operação nesse trecho, um dos mais movimentados do continente. O mesmo ocorreu entre Osaka e Tóquio (Japão), Colônia e Frankfurt (Alemanha) e entre Paris e Lyon (França). A tendência, - segundo esse estudo - por causa do conforto, da pontualidade e da segurança do trem-bala, é de que a ponte aérea desapareça,

Em outra “frente de batalha”, o trem bala Rio-SP é um projeto “muito sensível” e que desgrada as companhias de aviação. Estudos apontam que, logo que entrar em operação, a ponte aérea Rio-São Paulo, que representa a rota mais lucrativa para todas as quatro grandes do Brasil: Avianca, Azul, Gol, e TAM. “Oficialmente”,as empresas aéreas, através de inúmeras declarações de seus diretores, afirmam que há demanda suficiente para a


Link Flórida

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20 ||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 16

Embraer inaugura CET em Melbourne, FL Nova unidade gera 600 empregos e fabrica jatos executivos

Neymar, em Miami, visita e presenteia Lais

O novo Centro de Engenharia e Tecnologia da Embraer nos Estados Unidos, localizado em Melbourne, Flórida, foi inaugurado com a presença do Embaixador Hélio Ramos, dia 8 de setembro. Trata-se do primeiro centro de tecnologia da empresa brasileira no exterior e é mais um estágio importante da crescente presença da Embraer nos EUA e, em especial, na Flórida.

Depois de ser a figura de maior destaque no jogo entre Brasil e Colombia, no Sun Life Stadium, em Miami, dia 5 de setembro, Neymar (que marcou o gol na vitória brasileira por 1 a 0) aproveitou o dia seguinte, que foi de folga da Seleção Brasileira na mini-excursão aos Estados Unidos, para fazer uma visita à casa da atleta Lais Souza, em Miami.

Fizeram parte da cerimônia, representando a Embraer, o fundador da empresa, Ozires Silva; o Presidente da Embraer, Frederico Curado; e o Presidente da Embraer USA, Gary Spulak. O Governo do estado da Flórida foi representado pelo Secretário de Comércio Estadual e Presidente da Enterprise Florida, Gray Swoope.

O craque brasileiro presenteou Lais com camisas do Barcelona e da Seleção Brasileira, e registrou encontro nas redes sociais (foto acima reproduzida do Instagram).

Também prestigiaram a inauguração autoridades do condado de Brevard e da cidade de Melbourne, dentre os quais o Presidente da Space Florida, Frank DiBello; a Prefeita de Melbourne, Kathy Meehan; a “commissioner” do Condado de Brevard, Mary Lewis; e o Diretor Executivo do Aeroporto Internacional de Melbourne, Gregory Donovan.

Lais está fazendo um longo tratamento no Miami Project, centro dedicado à recuperação do trauma na coluna cervical, depois de acidente sofrido em Salt Lake City. Ela, que era ginasta e mudou de esporte, para o Esqui, bateu numa árvore quando treinava para representar o Brasil nos Jogos de Inverno de Sochi, na Rússia.

O novo centro encontra-se dentro do complexo industrial montado pela companhia brasileira nos arredores do aeroporto de Melbourne. O conjunto de prédios compreende uma fábrica de jatos executivos, além de centros de manutenção e de atendimento ao cliente. Apenas em Melbourne, a Embraer hoje emprega cerca de 600 funcionários. Além de sofisticados laboratórios e equipamentos de teste, o edifício de tecnologia conta com centro de dinâmica de fluidos, simuladores de realidade virtual em 3D e maquinário para a elaboração de protótipos a serem instalados nos aviões da empresa.

“Que prazer conhecer essa garota pessoalmente, só de estar ao lado dela, você sente uma sensação boa, de quem ACREDITA. Guerreira, você é um espelho de força para todos nós, oro e peço a Deus pra que faça um milagre em sua vida, e acredito que com a sua fé, a da sua família, dos seus amigos, e de seus fãs vai acontecer!! Que Deus te ilumine e te guarde … #FORÇALAIS @lalikasouza”, postou Neymar.

Orlando City Awards Gala Evento beneficente reflete alegria pela estréia na MLS

COMERCIAIS E RESIDENCIAIS Se você pensa em adquirir um imóvel na Flórida, EUA, agora é o momento. Os preços ainda são atrativos para a compra de casas e apartamentos de alto padrão. Com pouca burocracia você poderá ter uma propriedade aqui para lazer; além de desfrutar de uma fonte de renda com o aluguel do imóvel. Nossa imobiliária cuidará de todo o processo para você. Não perca tempo! Entre em contato agora mesmo.

Corretor com Experiência!

ELIO SERPA EUA: 1 407 558-8640 Brazil: 11 3280-7440 Skype: ElioSerpa Realtor@elioserpa.com 5411 International Drive, Orlando 32819

ELIO_SERPA.indd 1

8/28/14 3:10:19 PM

Realizado no Rosen Plaza Hotel, em Orlando, o Orlando City Awards Gala superou todas as expectativas, certamente pela grande excitação que a região central da Flórida experimenta com a entrada de sua equipe de futebol (soccer) na MLS, a primeira divisão norte-americana, já na temporada de 2015. Participando do evento, o jornalista brasileiro Marcos Peres e sua esposa, Fernanda Peres (o casal na foto acima à esquerda), ficou impressionando com o entusiasmo de todos em torno do evento e do Orlando City. Evidentemente que a mesa mais badalada no evento foi a dos atletas do OC. Marcos Peres, que ficou conhecido do público esportivo por sua atuação como correspondente internacional do canal Sport TV , está residindo na região de Orlando e hoje integra o “team” de comunicação e marketing do Orlando City. Toda a renda do evento foi destinada à Orlando City Foundation, organização sem fins lucrativos que tem inúmeras ações de cunho social, educativo e esportivo.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20 ||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 17


Link Flórida

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

A segunda versão da festa, que celebra a Independência do Brasil, promovida pela CFBACCCentral Florida BrazilianAmerican Chamber of Commerce, foi marcada pela forte presença de palestrantes do Brazilian Business Group; Banco do Brasil Americas; Daszkal Bolton LLP e Americas Franchise Group. Os assuntos trafegaram nas áreas comercial, franchise, financiamento, investimento, imóveis, legislação, artes, futebol, educação, impostos e câmbio. Teve exposição de artes pláticas dos artistas: Soco Freire, Julsan, Alberto Quintero, Inez Oliveira, Ivando Robles, Dora Masini, Fatima Lofti Rice e Samuel (skin) Rivera. Show de capoeira apresentado pela escola do Mestre Lázaro, Brazilian Pelourinho. Para interpretar os hinos brasileiro e americano, a câmara convidou o violonista clássico, Ricardo Filipo. O salão principal ficou reservado para empresas expositoras e para o elegante coquetel, oferecido pelo Crowne Plaza Orlando Universal. A Bright House Networks, mais uma vez, apresentou a II Brazilian Expo, com o apoio de membros Trustees da Câmara: Crowne Plaza Orlando Universal, Orlando Magic, AMP Group Perfumeland, Brains.com; Platinum Sponsor: Booking.com e Gold Sponsor: Pão Gostoso Bakery. Entre os expositores estavam: CF Realty, Jornal B&B, Night Lite Pediatrics, Alexandre Law Firm, HomequoteHQ, Sonus Studios, BB&T, Pirates Dinner Adventure, The Hard Rock

||

Vol 20 ||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 18

II Brazilian Business Expo & Independence Day Celebration se destaca pela organização e conteúdo

Um time de palestrantes, do mais alto gabarito, prestigiou o evento em Orlando.

Capoeira do Mestre Lázaro, sempre uma atração.

Maida Manes, no espaço do Jornal B&B

A arte de Inez Oliveira

Booking.com

Presença do empresariado feminino

Pirates Treasure

Hotel Daytona, ProLingo, The Brazilian Business Group, The Orlando City Soccer, The City of Orlando, Banco do Brasil Americas, The Americas Franchise Group, Daszkal Bolton LLP e Brazilian Business Group-Boca Raton. A cerimônia de abertura recebeu as presenças de Luiz Martinez-Alicea (Diretor Multicultural do City of Orlando); Samuel B. Ings (Commissioner); Rick Singh (Orange County property Appraiser); Amy Litter (ex-Presidente); Laiz Rodrigues (President) e membros do board da CFBACC: Lis Sommerville, Eraldo Manes, Simone Kuska, Dahlia Hayles, Celestino De Cicco, Ana Francolin Dolney, Alexandre Felipe e Brian Paul; Wesley Porto (Pastor do New Hope Center), Aloysio Vasconcelos, Alejandro Pezzini e Jefferson Hammes.

Orlando City Soccer

CF Realty

Rick Singh, Samuel B. Ings e Alejandro Pezzini

Night Lite Pedoatrics


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 19


||

Vol 20 ||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 20

Foto: Toddy Holland

Em tempo de intensa atividade artística

A mostra competitiva será dia 12 às 6 PM, logo após a palestra de Kimberly Dennison, da Disney.

MIA/Animation - Top 10 da indústria - será dias 11 e 12 de outubro no Miami Dade A quarta edição do MIA/Animation, um dos dez mais importantes eventos de cinema e vídeo de animação em todo o mundo, vai trazer a Miami, dias 11 e 12 de outubro, mais uma combinação de relevantes conferências além do festival de vídeos de animação. O evento foi considerado pelo Creative Blog (um dos mais importantes media outlets da indústria) “como um dos mais relevantes e vibrante encontro de técnicos, profissionais, masters e aficcionados”. O evento acontece no Miami Dade College - Wolfson Campus Auditorium (300 N.E. 2nd Avenue - Building 1, 2nd Floor, Miami FL 33132), e os ingressos estão à venda, garantindo participação nas duas jornadas de palestras e na sessão competitiva dos vídeos. Os participantes dispõem de estacionamento gratuito.

A segunda edição do ARTBrasil, em Ft. Lauderdale, reuniu 40 artistas (a maioria na foto acima feita no encontro com a imprensa) e foi um sucesso absoluto. A mostra ficou todo o mês de setembro no ArtServe e foi co-produzida por Jade Matarazzo e Maria Fulfaro (na foto acima, celebrando o sucesso), com patrocínio do Consulado Geral do Brasil em Miami, Banco do Brasil, New York Life, Big Chef, Bast Media e Acontece Magazine. Foto: Carlos Gutto

Link Flórida

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

Criado e dirigido pelo brasileiro Mauricio Ferrazza, o MIA/Animation é uma história de sucesso baseada na visão de que o cinema e vídeo de animação seriam - como já são - um dos segmentos mais importantes das indústrias de comunicação, publicidade e entretenimento. Com mais de 20 anos de trabalho e êxito em cinema, TV e Animação, tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos, Ferrazza se especializou num dos segmentos de maior demanda da indústria: Imagem Simulada, que replica e ilustra elementos da natureza e efeitos, que são usados em larga escala pela indústria de games. Ferrazza confirma para este ano, como palestrantes convidados, nomes como Chris Edwards (The Thir Floor), o renomado ilustrador e cartunista Carlos Castellanos, Michael Berkman (Fusion network), Kimberly Dennison (Disney Animation) e Joe Haidar (Sony Animation), entre outros que ocuparão a agenda dos dias 10 e 11 de outubro. O festival, que está dividido nas categorias de “Student Competition” e “Young Directors Competition” terá suas exibições a partir das 6 PM do dia 11, seguido da cerimônia de premiação. Para a programação completa e garantir sua participação, visite o site miaanimation.com

A temporada artística de setembro em Miami foi das mais intensas. Na foto, o artista Mineiro Edilson Barbosa recebeu o “Prêmio Art Tour Internacional” na galeria de Artes Nina Torres, em Miami.

O ritmo do amor na voz de Clauduarte Sá Um dos mais queridos músicos brasileiros atuando na cena artística do Sul da Flórida, o baiano Clauduarte Sá está de CD novo na praça, já sendo divulgado nos vários eventos em que ele participa. “The Rhythm of Love”, CD gravado no estúdio BrazBeat, traz doze canções de Clauduarte, divididas de forma equânime: seis são unicamente de sua autoria e seis são com os parceiros Roberto Lima, Robson Ruas, Edward Deane, Airam Ribeiro, Zarfeg e Jaiel Teixeira. Os arranjos e produção são do próprio artista. O álbum tem participações especiais dos músicos Bill Supino, Luis Bonilla e Ed Quintana e nele, Clauduarte se mantém rigorosamente fiel a seu estilo intimista e romântico. A capa é da fotógrafa Genna Andrade. Além de ser comercializado nos eventos, o CD pode ser comprado entrando em contato com o artista, pelo e-mail Clauduartesa@ gmail.com ou pelo telefone 754-235-0507.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20 ||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 21


Link Flórida

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 22

Hollywood Studios / Disney terá “Star Wars” já em 2015, para enfrentar “Harry Potter”. Azul entra e equilibra o “jogo” Nos últimos 10 anos, a TAM vinha travando uma luta desigual com as demais companhias aéreas que servem as milionárias rotas entre Brasil e Estados Unidos. Sem a mesma capacidade de investimento - e até de “dumping” - que suas concorrentes, a única empresa brasileira nessa disputa até 2013, via as demais aéreas - norte-americanas e latinas - multiplicarem vôos e frequências. Só há dois anos é que outra aérea brasileira, a Gol, inicou vôos para Miami e Orlando. Agora é a vez da Azul entrar em cena com vôos também para Orlando, Fort Lauderdale (uma grande e oportuna novidade) e New York, usando Airbus A-330-200 como o da foto acima. O “jogo” entre aéreas do Brasil e Estados Unidos fica um pouco menos desequilibrado, com 3 americanas (American, Delta e United) “brigando” contra 3 brasileiras (TAM, Gol e Azul), se bem que as norte-americanas ainda terão o dobro de frequências e de capacidade de oferta de assentos. O impacto da entrada da Azul com seus vôos diários de Campinas para Orlando, Ft. Lauderdale e New York só vai ser mesmo sentido após a temporada de verão (daqui), já que a oferta de assentos entre dezembro e fevereiro sempre é menor do que a procura. A Azul - se seguir sua política de preços mais baratos, como cresceu e se fortaleceu no Brasil - vai encontrar pelo menos um “nicho temporário” Depois disso, é que vamos ver como o mercado vai se realinhar. Até o final dos anos 90 haviam quatro empresas de bandeira brasileira atuando nos EUA: Varig, Vasp, Transbrasil e TAM, contra cinco norte-americanas: American, Delta, United, Continental e US Air.

Coincidindo com o lançamento do nono episódio da saga “Star Wars” (Guerra nas Estrelas), em 2015 - a primeira a ser lançada já como propriedade dos estúdios Disney - o gigante do entretenimento mundial deverá anunciar o “timeline” da nova atração dos parques em Orlando. E parece mais do que lógico, como se especulava, que a nova atração inspirada na saga criada

por George Lucas e que se tornou um dos maiores fenômenos da história do cinema, vá mesmo estar localizada no Hollywood Studios at Walt Disney World. Como sempre acontece, Disney mantém guardados a “sete chaves”, os segredos da nova atração que deverá incorporar uma série de novas tecnologias, inclusive interatividade através de smartphones.

“Star Wars” no Hollywood Studios deverá ser a esperada “resposta” de Disney ao projeto “Harry Potter”, um dos maiores investimentos do seu concorrente em Orlando, a Universal Studios. Os franchises “Harry Potter” e “Star Wars” são os campeões mundiais de vendas de produtos paralelos, além das vendas dos próprios filmes.

Flórida poderá legalizar maconha para uso medicinal Num processo que reverte a tendência “conservadora” dos eleitores da Flórida, todas as recentes pesquisas apontam para a aprovação da Emenda #2, que aprova o uso de Maconha (Marijuana) para uso medicinal no Estado. 64% dos eleitores pesquisados afirmaram que vão votar a favor da emenda, contra apenas 26% que votarão contra e 10% que ainda estão “indecisos”. Pesquisas como a Universidade Quinnipiac apontaram um percentual ainda maior de apoio: 88%. A decisão virá com as eleições de 4 de novembro, quando o estado escolhe, também, o novo governador.

Também alugamos mesas, cadeiras, forros, toalhas, pratos, talheres, compressor de balões, painéis de festas, etc.

SÓ FESTAS... Temos tudo para a sua festa em um só lugar.

383.6739

Consolação Fonseca

- Bolos - Doces - Salgados - Assados - Sobremesas - Decoração - Serviço de garçons. Maria_Fonseca_STD-5.indd 1

Mrs Catering Parties

Jornal B&B

Ligue: 407

8421 S. O.B.T. Suite # 269 - Orlando - Fl - 32809 - Alliance Offices Center 9/27/14 3:18:17 PM


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 23

Comida brasileira saborosa Com um toque de requinte

8191 Vineland avennue | orlando, Florida 32821 | Fone: 407.787.3484 Gilson's_AD.indd 1

8/28/14 5:31:19 PM


Bruno Portigliatti, Augusto Cury e Anthony Portigliatti

FCU promove InterSeminars 2014 no Rosen Plaza & Convention Center Entre os dias 30 de novembro a 4 de dezembro acontecerá o InterSeminars 2014. Seminário anual promovido pela Florida Christian University – FCU, e que acontecerá no Hotel Rosen Plaza & Convention Center, na International Drive. Serão cinco dias de capacitação com palestrantes internacionais, de desenvolvimento de redes pessoais e profissionais, networking, troca de conhecimentos e amplio de visão. Tudo isso dividido em três grandes seminários: InterBusiness, InterCoaching e InterCounselig. O Dr. Anthony Portigliatti, presidente da FCU ressalta o foco do evento na excelência: “Esperamos continuar por muitos anos aprimorando a qualidade que já temos alcançado e proporcionando a todos o nosso melhor”. Durante os dias do evento, também acontecerão simultaneamente as defesas das teses dos alunos de bacharelado, mestrado e doutorado da Florida Christian University. O InterSeminars culminará dia 6 de dezembro com uma grande festa de graduação que a FCU realiza todos os anos. Os interessados em realizar inscrição ou obter maiores informações, podem entrar em contato pelo website da FCU ( http://www.fcuevents.com), ou através do telefone (407) 896-0101.

InterSeminars: sucesso pelo foco no conteúdo e excelência

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

Fundraising no Green Kitchen pela compra da sede própria do Love & Charity Spiritist Center No dia 20 de setembro, a diretoria do Love & Charity Spiritist Center reuniu amigos, trabalhadores e frequentadores para um Fundraising Dinner, no novo restaurante Green Kitchen.

Comunidade em Orlando se une e dá belo presente de aniversário a Thatiana Brasil

www.JornalBB.com

||

Page 24 Foto: Aurelio Froes

||

Membros do Spiritist Center Love & Charity, Claudia, Vanessa, Geraldo, Moacir, Elizete, Carlos, Lucia, Alexandre e Katia, no Fundraising Dinner.

O evento teve como objetivo angariar fundos para a compra da nova sede do centro, que deverá ocorrer ainda este mês de outubro. Além dos pratos deliciosos preparados com muito esmero pelas

chefs Suely Fleury, Tiffany e equipe, os integrantes do Love & Charity tiveram momentos de confraternização e alegria, graças ao trabalho de todos. O resultado foi muito positivo.

Foto: Aurelio Froes

Link Flórida

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

Voluntários prestaram homenagem a Thatiana Brasil

Com o slogan “Ajudar é legal e faz bem”, um grupo de voluntários da comunidade brasileira em Orlando conseguiu reunir mais de cem pessoas, em 28 de setembro, para celebrar o aniversário de Thatiana Brasil (foto acima). Duas feijoadas - uma tradicional e outra vegetariana - foram servidas acompanhadas de sucos naturais. A festa teve música de Nilson Dizeu nos teclados e Beto Araújo, voz e violão. Thatiana sofre de ALS, doença degenerativa, e tem seus movimentos paralisados abaixo do pescoço. Parabéns à Thatiana e aos voluntários pelo esforço e solidariedade em mais uma demonstração de como a comunidade brasileira em Orlando se une e solidariza.

João Ellyas e seus hilários personagens, fazem sucesso no Café Mineiro

A típica música mexicana também fez parte da inauguração A platéia aprovou o show do “Salim Muchiba”

Aconteceu em setembro, no Café Mineiro, na International Drive, o show de humor do comediante João Ellyas, conhecido por seu papel de “Salim Muchiba”, um turco “murrinha” que participava das aulas da Escolinha do Professor Raimundo (foto à direita) “Se vocês não gostarem do Show, não é problema meu, é do Daniel (responsável pela apresentação)”, disse ao iniciar o Stund Up, já fazendo o salão inteiro rir. João arrancou gargalhadas do público presente fazendo seu personagem turco, interpretando também um roceiro e um bêbado. As piadas de sogra, loira e casamento também fizeram sucesso no stand up.

Salim Muchiba (João Ellyas)

Trazendo como característica a culinária 100% natural com autêntica cozinha mexicana, o “Chilito Green” é a mais nova atração gastronômica de Orlando. Com mais de 40 anos de experiência entre ambos, os proprietários, Gilberto Gortari e Sandro Raizler, inauguraram o Chilito Green, que está localizado próximo ao aeroporto Internacional de Orlando.

A apresentação durou aproximadamente uma hora e reuniu uma platéia muito participativa, entre eles o grupo da Primeira Igreja Batista de Orlando (foto acima). “O Show e a comida estavam ótimos, valeu muito a pena”, afirmou o estudante de 21 anos, Daniel Carranza. João Ellyas surpreendeu o público não só com as piadas, mas com sua simplicidade e amabilidade. Os funcionários do Café Mineiro elogiaram a humildade do humorista, que tirou fotos e conversou com grande parte dos presentes.

Ao som dos Mariachis, público foi conhecer o “Chilito Green”

Daniel Arantes, Ellyas e Paulo Corrêa

“Nosso conceito de ‘fast casual’ de comida mexicana consiste em trazer o real sabor do México para o estado da Flórida, começando por Orlando. Teremos produção de tortillas caseiras e uma atmosfera diferente do convencional oferecido pelos nossos concorrentes. Nossos clientes poderão assistir ainda o seu jogo favorito”, promete Gortari. Para mais detalhes ligue: 407.341.2028 ou 407.536.5450


6 Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 25

Será o fim da “Primeira Classe”? Preço exorbitante e os “flatbeds” da Executiva são “golpes fatais” Houve um tempo em que, “viajar de primeira classe”, mesmo que fosse nas Linhas Aéreas Paraguaias, era um dos maiores símbolos de “status”. Além, é claro, do conforto de viajar em poltronas reclináveis até 180 graus e dispor de um serviço de bordo de hotel 5 estrelas. Esse “tempo” está condenado a ser apenas uma recordação nostálgica. A “culpa” é de uma poderosa combinação: preços exorbitantes e a nova Classe Executiva que tem poltronas que também reclinam 180 graus, as chamadas “flat-beds”. Quase todas as grandes companhias aéreas do mundo estão revendo as configurações de seus aviões e a ordem é “cortar ou eliminar” as primeiras classes e ampliar as classes executivas. Até recentemente, quase 99% dos clientes das poltronas de Primeira Classe eram corporações que pagavam caríssimo para transportar executivos e convidados de máxima importância. Os tempos são outros. Há muito mais demanda pela “nova” Executiva-Flat bed e mais e mais as poltronas de Primeira Classe viajam vazias, no máximo sendo usadas para “upgrades” de clientes com milhões e milhões de milhas acumuladas. A American Airlines, por exemplo, está reconfigurando 50 aeronaves de longo curso. A Lufthansa está gastando US$ 1,3 bilhão para melhorar a classe executiva e cortar um terço da capacidade da Primeira classe. As empresas do Golfo Pérsico, consideradas as mais luxuosas do mundo - Qatar, Emirates e Etihad - estão buscando uma alternativa radical. Ampliam a Executiva, eliminam a

O requinte da Suite da Singapore, a mais luxuosa do mundo! Primeira e investem nas “Suites”, ou “Residences”, com preços que podem alcançar até 30 mil dólares por uma passagem entre Singapura e Londres e 20 mil dólares pela ida-e-volta entre Dubai e Paris. Para se ter uma idéia, nesses trechos, uma Executiva flat-bed sai em torno de 6 e 4 mil dólares e uma econômica, em promoção, pode custar até menos de 1 mil dólares. “A economia pós-recessão está bastante consciente do custo das viagens e as companhias aéreas só colocarão primeira classe em um avião nas rotas onde estiverem ganhando dinheiro”, diz o expert em aviação Gerard Patrick, do grupo Avantgard.

Castañedo, que trabalhou durante décadas na espanhola Iberia e hoje tem sua própria firma de consultoria em Bruxelas, “se engana quem pensa que o status da primeira classe permaneceria atraente, depois que as executivas tivessem o flat bed. Cada vez mais, tanto as corporações quanto os clientes individuais, se importam menos com mimos, luxos e supérfluos, e se preocupam em acordarem dispostos para trabalhar, depois de um vôo onde puderam, de fato, dormir. A perspectiva de ficar sendo interrompido para comer de duas em duas horas não interessa mais a quase ninguém. Os que valorizam o ‘status de serem vistos na Primeira Classe são um tipo de passageiro em extinção”, afirma.

Todos parecem estar seguindo os passos da Virgin Atlantic. A empresa do excêntrico bilionário Richard Branson, do Reino Unido, causou sensação e lucrou enormemente ao abandonar, em 1980, as três classes tradicionais de assentos, nas viagens de longo curso nos anos 1980.

Na contramão da afirmação de Castañedo, a Emirates aposta no luxo da 1ª classe e em quartos fechados. Com sede em Dubai, a Emirates é a aérea número 1 em rotas internacionais, oferecendo cerca de 1.500 assentos de Primeira Classe, por dia, em seus vôos.

Para o analista de aviação, Rodolfo

“A demanda pelos 14 assentos de

O luxuoso bar no primeiro andar do A-380 da Emirates

Classe Executiva “flatbed” num novíssimo Boeing 787 primeira classe de cada um dos jatos A380 da empresa superou a de todas as outras cabines no ano passado”, disse o diretor comercial Thierry Antinori em maio. A Emirates também está desenvolvendo um novo “conceito de suite” para seus superjumbos e jatos 777, oferecendo o que já existe na Qatar,

Singapore e Erihad. Há quem acredite que nunca deixará de existir mercado para o luxo, mesmo a um preço exorbitante. Paola Simpson, gerente de contas top da Executive Alliaance, de Londres, diz que “não é apenas uma questão de status e sim uma extensão da qualidade e padrão de vida a que muitas pessoas estão acostumadas”. Quem voar, verá.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20 ||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 26

Desafios brasileiros na América Carlo Barbieri - Shrimp House “Não há espaço para improvisações, vaidades ou achismos”

Carlo Barbieri - O maior desafio está na necessidade de se superar as vaidades e o conceito de o que deu certo no Brasil tem que dar certo aqui, mas acho que vale colocar mais alguns pontos: o outro ponto de destaque são as famosas pesquisas “mickey mouse”, onde o empresário passa regularmente as férias nos EUA, vai a Disney e depois se acha entendedor de preços e valores; um terceiro destaque são os “sanguessugas” que vivem aqui há algum tempo e dão “dicas” aos que chegam, de agência funerária a compra de casas. Vale aí a máxima de um ex-embaixador americano no Brasil “os brasileiros devem ser muito ricos pois preferem gastar $100,000 em “tonterias” a $20,000 em consultoria”. B&B - O “case” da rede Shrimp House / Vivenda do Camarão já pode ser considerado um sucesso? CB - Estou seguro que sim. Segundo foi afirmado por uma das maiores empresas e Franquias americanas, a Shrimp House foi o projeto mais bem sucedido dos últimos anos na Flórida. Foram abertas 5 lojas em seis meses e mais uma será inaugurada até novembro, com equipes treinadas e com 100% da gestão e pratos sendo gradual-

mente feitos dentro que espera o consumidor local.

Foto: F. Brown

B&B - Qual o maior desafio para um empreendimento brasileiro se implantar nos Estados Unidos?

B&B - A experiência internacional de um empreendimento brasileiro pode repercutir na “matriz” e alterar o modelo original ou aspectos variados do negócio? CB - Estou seguro que sim. Aqui o mercado é maior, porém a competição é maior ainda. Há muito que aprender com o mercado americano. Superada as questões emocionais, das equipes do país de origem, o aprendizado e opções nos EUA darão certamente uma grande alavancagem e reforço na Matriz da empresa. B&B - Até que ponto o conceito do empreendimento original, no Brasil, precisa ser “flexibilizado” para dar certo nos EUA? Isso pode comprometer o produto em si? CB - Este é um ponto chave. A “flexibilização” tem que ser total. Veja o caso, sem citar nome, de uma empresa de calçado que queria que seus produtos aqui trabalhassem sem o meio ponto. Dizia o proprietário: ‘se no Brasil trabalhamos sem meio ponto, os americanos é que têm que aprender que este sistema deles é caro e desnecessário’. Não preciso dizer o que ocorreu com a empresa aqui! Tudo tem que ser adaptado e colocado dentro da perspectiva do mercado local. Mais uma observação: somos

200.000 brasileiros num mercado de 19 milhões de habitantes, na Flórida. Optar por um mercado local, implica em entrar pensando nesta maioria. B&B - Por que a escolha da Flórida como “ponto de partida” da Shrimp House / Vivenda do

Camarão nos EUA? CB - A Flórida é um dos Estados com a maior presença de latinos e brasileiros, nos EUA. Além disto, temos uma etnia muito diversificada, bastando para isto sabermos que há mais de 50 consulados neste Estado. Com isto a possibilidade de

VENDE-SE

Max Van FORD 2001 Preta - 220.058 miles

Tratar: (407) 485.4792 ou (407) 325.3915 VAN.indd 1

sucesso de uma empresa que tem pratos brasileiros, mas também europeus e asiáticos, tem mais espaço para crescimento. Também contou a facilidade de contratar pessoas que entendiam o português, o que facilitou o treinamento das equipes iniciais, assim com o entrosamento da parte administrativa e contábil. B&B - Qual foi a principal diferença no cardápio da Shrimp House / Vivenda do Camarão que não existia no menu brasileiro? CB - Poderia destacar a criação de sanduíches, os Shrimp Alfredo, o Scampi, entre outros. Praticamente 100% dos produtos hoje são produzidos aqui, com produtos locais. B&B - Qual o conselho que você dá a quem chega tentando “entender” e “utilizar” a experiência da rede Shrimp House / Vivenda do Camarão, visando investir em seu próprio negócio nos EUA? CB - Pense que está nos EUA, que é o maior e melhor mercado do mundo. Porém, o mais competitivo. Não há espaço para erros, improvisações, vaidades ou “achismos”. Se não estiver preparado, prepare-se antes de vir para este mercado. Se não conseguir despir-se da vaidade e prepotência, esqueça. Será uma experiência cara e desagradável.

9/29/14 1:36:16 PM


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 27

Desafios brasileiros na América B&B - Qual o maior desafio para um empreendimento brasileiro se implantar nos Estados Unidos? João Barbosa - No meu ponto de vista, acho que existem diferentes desafios para diferentes tipos de negócio quando falamos em implantar um negócio nos Estados Unidos. No nosso caso, que é o varejo mais especificamente o de alimentação, considero o maior desafio a questão da concorrência. Aqui encontramos não só as marcas americanas como também marcas de outros países tentando utilizar o mercado como vitrine para o mundo. Além disso não é só a quantidade de marcas mas o impressionante número de unidades abertas de cada uma destas marcas. Existem redes que praticamente não temos conhecimento e que podem ter mais de mil pontos de venda.Essa concorrência acaba criando um outro desafio que é com relação ao público que passa a ser muito mais exigente por conta desta abundância de opções. O consumidor nos Estados Unidos tende a ser muito mais crítico e tende a não dar uma segunda chance para uma marca já que existem muitas outras à disposição e novas aparecendo. B&B - O “case” da rede Giraffa’s USA já pode ser considerado um sucesso? JB - Eu ainda não considero o nosso “case” um sucesso. Acho que estamos muito bem encaminhados mas isso não significa que já podemos considerar que a marca Giraffas esteja oficialmente estabelecida nos Estados Unidos. Na verdade, só estamos presentes na Flórida até o momento e mesmo restringindo o raciocínio para o estado, não considero que ainda possamos ser considerados um “case” de sucesso por aqui. B&B - A experiência internacional de um empreendimento brasileiro pode repercutir na “matriz” e alterar o modelo original ou aspectos variados do negócio? JB - Com certeza. Um dos motivos que optamos pela internacionalização e em especialmente começando pelos Estados Unidos, foi por conta do aprendizado que poderíamos adquirir e reverter esse aprendi-

zado para a nossa operação na matriz. Vários dos nossos restaurantes no Brasil estão em transformação na questão arquitetônica e também na questão conceitual seguindo o que está sendo implementado aqui nos EUA. Por conta de termos ajustado o nosso conceito aqui nos Estados Unidos para um conceito que não existe no Brasil, esse ajuste de parte dos restaurantes no Brasil, significa que estamos inovando no mercado brasileiro o que cria uma boa imagem para a rede e a marca no Brasil. Esse seria apenas um exemplo. B&B - Até que ponto o conceito do empreendimento original, no Brasil, precisa ser ‘flexibilizado” para dar certo nos EUA? Isso pode comprometer o produto em si? JB - Qualquer empreendimento brasileiro que planeja entrar no mercado americano precisa estar aberto à flexibilização. No nosso caso, passamos cinco anos discutindo a questão da internacionalização antes de abrirmos o nosso primeiro restaurante. Além disso, enviamos um profissional para os Estados Unidos, dois anos antes de abrir esse primeiro restaurante. Todo essa planejamento foi fundamental para entendermos o mercado e a concorrência e assim podermos fazer a maioria dos ajustes que julgávamos necessários para entrar no mercado com uma maior chance de sucesso. Somente entendo o mercado e a cultura local, será possível tomar uma decisão do nível de ajustes que é necessário implementar no conceito. B&B - Por que a escolha da Flórida como “ponto de partida” da rede Giraffa’s nos EUA? JB - A escolha da Flórida se deu por conta da grande comunidade latina e também de brasileiros. Como ainda não temos uma marca conhecida nos Estados Unidos, contamos com esse público latino, que está acostumado a comer arroz e feijão, para começar a girar o negócio e trazer faturamento imediato enquanto trabalhamos a marca para conquistar o americano. Além disso, tem a questão logística com o Brasil. Por conta dos aproximadamente 15 vôos diários

João Barbosa - Giraffa’s “O maior desafio é a concorrência”

entre Miami e o Brasil, isso também facilita na troca de informações e experiência entre a matriz e o escritório daqui. Esse faturamento inicial vindo dos latinos, está dando tempo para trabalharmos a marca pensando no que precisa ser feito para conquistar o americano de forma geral e assim atingir o nosso objetivo como negócio nos Estados Unidos, que é levar um pouco da experiência brasileira na comida, hospitalidade, vibração etc. B&B - Qual foi a principal diferença no cardápio da Giraffa’s USA que não existia no menu brasileiro? JB - O cardápio tem como conceito “A Brazilian twist on what you love to eat”, ou seja, não somos um restaurante étnico, mas sim um local que dá um toque diferente e brasileiro aos pratos que o americano já está habituado a comer. Um dos destaques do menu é a picanha, corte muito tradicional no

Brasil e que representa o maior volume de vendas em nossos restaurantes nos Estados Unidos. O arroz com feijão também faz bastante sucesso. Aqui nos Estados Unidos um dos produtos mais vendidos é a quinoa numa receita mesclada com o vinagrete e que tem levado clientes aos nossos restaurantes. É importante ressaltar também que a quantidade de acompanhamentos é um ponto forte. Geralmente, os americanos estão acostumados a comer carne com apenas um acompanhamento. No Giraffas trazemos até três acompanhamentos e juntamente com a variedade ofertada, impressiona alguns clientes. Além da quinoa que não temos no Brasil, vendemos aqui o pão de queijo, hambúger de picanha, brigadeiro e cerveja brasileira. Isso tudo para trazer um pouco da experiência brasileira para o público local. B&B - Qual o conselho que você dá,

mais frequentemente, a quem chega tentando “entender” e “utilizar” a experiência da rede Giraffa’s USA, visando investir em seu próprio negócio nos EUA? JB - Primeiro, que tome a decisão de vir pra cá pensando de forma estratégica e não emocional. O que quero dizer é que se a vinda para cá faz parte da estratégia do negócio, ótimo. Senão pense bem pois a “brincadeira” pode sair caro. Se a decisão é vir para os Estados Unidos, se dê um tempo para planejar, planejar e planejar. Entenda o mercado, a concorrência, o posicionamento etc. Mesmo com muito planejamento, ajustes de rota serão necessários e sem planejamento, isso pode ser fatal. E por fim, pensando especificamente no varejo, aqui vale mais do que nunca o famoso location, location, location!. A questão do ponto é fundamental para ser bem sucedido por aqui.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 28

Os bilionários “calouros” do Brasil Símbolo de “status”, entrar na lista da “Forbes” é sonho de muitos Uma das listas mais badaladas do ano, a dos “Bilionários do Mundo”, pesquisada e publicada pela revista “Forbes”, traz em sua edição 2014/2015, nada menos que 20 brasileiros que nunca haviam entrado na lista, anteriormente. Entretanto, os brasileiros que entraram para a lista não estão entre as maiores fortunas do mundo e apenas três passam de US$ 1 bilhão, o que, nesse “clube” é na verdade, uma “ninharia”.

Miguel Krigsner, o “líder” entre os “calouros bilionários” do Brasil

SEGUROS GERAIS

1º) Miguel Krigsner (24º lugar mundial) - US$ 3,4 bihões - É filho de imigrantes judeus, nascido na Bolívia e naturalizado brasileiro. Fundador e dono de 80% de O Boticário. 2º) Flávio Pentagna Guimarães e família (52º lugar mundial) - R$ 1,7 bilhões - É mineiro, tem 85 anos e controla o banco BMG.

- Automóvel (Particular e Comercial) - Imóvel (Residencial, Comercial, Investimento e Inquilinato) - Empresarial (General Liability, Workers Compensation e Profissional) - INTEGRIDADE - Outras variedades: Barco, - CONFIANÇA Motocicleta, Maquinário e Umbrella. - CONHECIMENTO

(11) 2391.1768 - Brasil 2295 S. Hiawassee Rd Suite 210 “Where clients become friends” Orlando, Fl 32835 Localizado no Horário: 2 à 6 - das 9:30 am às 6 pm Veranda Park info@insurancemorningstar.com a

Jornal B&B

Empresa especializada para atender a comunidade brasileira

407-268-6000 Office

a

Visite nosso website: www.insurancemorningstar.com (Peça sua cotação online!) Morning Star_GRAY.indd 1

9/23/14 5:19:23 PM

Miguel Krigsner, fundador de O Boticário, segunda maior empresa de cosméticos do Brasil é uma das novidades brasileiras mais reluzentes da lista. Ele tem patrimônio avaliado pela Forbes em US$ 3,4 bilhões. Confiram abaixo quem são os brasileiros no “ranking mundial dos bilionários novatos” da Forbes. Antes de cada nome, sua colocação entre os novatos brasileiros. Após cada nome, a colocação que ocupam entre os estreantes de todo o mundo.

Flávio Pentagna: em 2º

3º) José Janguiê Bezerra Diniz (63º lugar mundial) - US$ 1,5 bilhões - Ex-engraxate paraibano de 50 anos. Setores de Educação e Investimentos. A partir do quarto lugar todos têm fortuna de bilhões apenas em Reais. Em Dólares, nenhuma dessas fortunas ultrapassa sequer os US$ 900 milhões. 4º) Ricardo & Rodolfo Villela Marinho (100º lugar mundial) Têm 7,24% de participação no Itaú Unibanco. 5º) Roberto de Rezende

Barbosa (101º lugar mundial) Agroindústria. 6º) Artur Grynbaum (107º lugar mundial) - O Boticário. 7º) Ernesto Corrêa da Silva Filho (108º lugar mundial) - Múltiplos negócios. 8º) Chaim Zaher (112º lugar mundial) - Educação. 9º) Salo Davi & Hélio Seibel (115º lugar mundial) - Madeira. 10º) José Bezerra de Menezes Neto (117º lugar mundial) - Setor Bancário. 11º) Paulo Sérgio Barbanti (118º lugar mundial) - Medicina. 12º) Marcelo Henrique Limírio Gonçalves (120º lugar mundial) - Indústria Química. 13º) Eduardo & Jorge Luiz Silva Logeman (121º lugar mundial) - Agroindústria. 14º) Geninho Thomé (128º lugar mundial) - Odontologia. 15º) Régis & Ghislaine Dubrule (138º lugar mundial) - Móveis ToK Stok 16º) Everardo Ferreira Telles (143º lugar mundial) - Bebidas/ Ypióca. 17º) Antônio Carlos Pipponzi (146º lugar mundial) - Drogarias / Droga Raia. 18º) Celso Ricardo de Moraes (147º lugar mundial) - Alimentos / Kopenhagen. 19º) Luiz Eduardo Tarquínio Monteiro da Costa (148º lugar mundial) - Engarrafador da Coca Cola e múltiplos negócios. 20º) Ricardo Lopes Delneri (149º lugar mundial) - Energia Renovável.

MONICA CUNHA Cut/blower/special occasion

Color correction Keratin treatment Color/Highlights/lowlights By appointment Watamonha@gmail.com

Cel.: 407.468.1419 monica_CUNHA.indd 1

8/28/14 5:18:35 PM


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20 ||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 29


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

|| Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 30

A cada ano que passa, festas de Halloween tornam-se, cada vez mais, “big business” Longe vão os dias em que as festas de Halloween eram uma simplória brincadeira de “trick-or-treat”, reservada unicamente a crianças de até, no máximo, 13 anos, quando as tais já começam a se sentir “adultas”. Também já se foi o tempo de improvisar fantasias em casa e esculpir suas “abóboras assustadoras”. Nada disso. Não é de hoje que o “Halloween” se transformou num negócio, e dos grandes. O Halloween tornou-se uma indústria de muitos bilhões de dólares, superando todas as festividades norte-americanas, com exceção do Natal. Com um crescimento anual quase que inacreditável - 100% de 2012 para 2013, depois de médias de 75% nos quatro anos anteriores - a indústria que se dedica a essa festividade é, isoladamente, a que mais cresce na área de varejo, segundo dados da Federação Nacional de Varejistas dos EUA. A Associação estima que pelo menos 158 milhões de norte-americanos fizeram algum tipo de gasto em torno de produtos especificamente voltados para o Halloween em 2013. Esse número poderá superar a 180 milhões de pessoas em 2014, acreditam. O volume de vendas, em 2013, foi superior a 6.9 bilhões de dóla-

res, sendo que o mês de outubro corresponde a quase 85% de todas as vendas.

que, nessa época do ano, recebe um lote imenso de produtos de Halloween.

Entretanto, as vendas antecipadas, que antes não existiam, já aquecem sensivelmente os meses de agosto e setembro. Setembro é mês tradicionalmente fraco para o comércio varejista. Agosto se “salva” pelas vendas da “volta às aulas”.

O sucesso não está limitado aos norte-americanos. O fato é que essa festividade está se espalhando pelo mundo, inclusive o Brasil. Há dez anos, só se ouvia falar de “Dia das Bruxas” no cinema e na TV, por conta dos filmes e seriados norte-americanos.

As vendas prévias de produtos para o “Halloween injetaram milhões de dólares no varejo, já a partir da segunda quinzena de agosto. Segundo reportagem do jornal Orlando Sentinel, a expectativa dos varejistas na região Central da Flórida é a melhor possível, já que desde agosto o movimento à procura de fantasias, máscaras, guloseimas e artefatos decorativos têm sido até 30% maior que em 2013. Em Miami não é diferente. A febre do “Dia das Bruxas” é visível em todas as partes e, em especial, no centro nervoso da badalação e das festas: South Beach. “Acho que o ‘Halloween’ está se tornando o Carnaval dos norte-americanos, porque é a chance que eles têm de brincar e dançar com qualquer tipo de fantasia”, diz a comerciante brasileira Ilda de Souza, que trabalha numa loja de souvenirs em Miami Beach e

Desde o começo do novo milênio, as “festas de Halloween” se multiplicam por várias capitais do Brasil, com grande sucesso. Algumas cobram entrada de até 500 Reais e seus concursos de fantasias dão prêmios como viagens internacionais e dinheiro. Mas onde o fenômeno é mais intenso é mesmo na Coréia do Sul, país que se mostra cada vez mais “americanizado” em seu estilo de vida e comportamento. Seul, capital do país é a “capital das festas de Halloween” com centenas delas acontecendo no último sábado do mês de outubro.

Sugestões de fantasias que estão rolando por aí...

“Gru e Minion”

Marília, a Pêra Risonha

Casal “Big” and “Breast”

“Bebê Ancião”

“Ai que dor cab6eça!” “Dor deder Cabeça”

“Namoradinha do Robin”

Até mesmo as famílas decoram as suas casas com temáticas do “Dia das Bruxas”, da mesma forma que os norte-americanos enfeitam suas casas para o Natal. Ou seja, quando o assunto é festa, estamos todos no mesmo barco!

Primeira Temakeria em Orlando Aberto todos os dias para almoço e jantar

2595 S. Hiawassee Road | Orlando, Florida 32835 | 321.754.1754 Hand_Roll_Sushi_AD.indd 1

8/29/14 11:12:46 AM


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 31

Black Fire chega à Flórida prometendo revolucionar conceitos na área de restaurantes rodízio A bordo de uma campanha que criou expectativa e muito “buxixo” na comunidade brasileira da Flórida, a Black Fire, um novo conceito em rodízio, promete “sacudir” o mercado com novidades. José Ricardo Cerqueira, paulista que gerencia o projeto, aposta num conceito único e exclusivo. O Jornal B&B conversou com ele sobre esse novo empreendimento brasileiro na Flórida: B&B - Havia uma grande expectativa em Orlando pela inauguração da Black Fire, que veio de uma campanha forte de antecipação de sua abertura. Como você define a reação de quem já esteve lá? José Ricardo - De fato geramos esta expectativa enquanto trabalhamos na reforma do prédio e por meses trabalhamos uma divulgação com ar de suspense, porém já sinalizando qual seria o nosso conceito. O resultado que obtivemos após a finalização das obras foi incrível e superou as nossas expectativas. Quanto aos clientes que já estiveram lá, feedback extremamente positivo e foi unânime os elogios para o resultado final. B&B - Quais foram as suas preocupações básicas na definição e design de uma nova steak house em Orlando? JR - Gostaríamos de algo diferente em todos os aspectos, desde as cores da casa até os uniformes de nossa equipe. Conseguimos trazer o conceito de churrascaria para uma casa com estilo totalmente

à inteira disposição dos clientes. Em nosso cardápio de aperitivos, dentre muitos já conhecidos e oferecidos tradicionalmente, inserimos também o delicioso bolinho de bacalhau. Simplesmente demais! B&B - Há uma preocupação com as crianças em seu projeto? JR - O Black Fire traz para Orlando um ambiente totalmente familiar e a criança, em vários momentos tem papel fundamental na escolha do restaurante onde a família deseja fazer sua refeição. Por este motivo, montamos um espaço kids, totalmente decorado e mobiliado para as crianças que vão ao Black Fire. Brinquedos, jogos, TV com canal infantil, são alguns dos atrativos deste espaço. Já tivemos famílias que retornaram ao Black Fire na mesma semana porque os filhos não quiseram outro destino em função do nosso espaço kids.

contemporâneo. Está realmente fazendo toda a diferença. B&B - A busca por originalidade e exclusividade para ser uma preocupação da Black Fire. JR - Sim. Desde a elaboração de nosso business plan procuramos a exclusividade em diversos aspectos e áreas dentro do restaurante e isto trará ao Black Fire um conceito moderno de churrascaria. B&B - Cada vez mais as steak houses em estilo brasileiro - ro-

dízio - fazem sucesso e dominam esse mercado em muitas cidades norte-americanas. A que você atribui esse sucesso avassalador? JR - Simples. A possibilidade do público americano e de qualquer outra nacionalidade de poder saborear diversos tipos de carnes, um salada bar com uma variedade enorme de produtos e ainda no Black Fire agregado a uma pista de sushi e uma estação de pastas por um preço único e na maioria dos casos com preços parecidos de algumas steakhouses onde paga-se

caro por um prato “à la carte”, os deixam cada vez mais fascinados por este conceito. B&B - A multiplicidade de culinárias deverá ser um diferencial da Black Fire? JR - Nossos chefes de cozinha montaram um cardápio para nosso salada bar e pastas com uma qualidade e variedade inigualável, atendendo as diversas nacionalidades. Como dito anteriormente outro fator preponderante é a qualidade e variedade de sushis que colocamos

Casa 1

400 m2, com 2 Salas; uma com Lareira e outra de Jantar; 4 Quartos, sendo 3 Suítes, a Master, com 2 Banheiros e uma Sala Íntima; Copa e Cozinha; ampla Varanda e 1 vaga de garagem coberta.

Casa 2

350 m2, com 2 Salas, uma com Lareira e outra de Jantar; 5 Suítes, um Quarto de Hóspedes; Copa e Cozinha; vaga de garagem coberta e varanda.

Casa 3

100 m2, com Sala; 3 Dormitórios; 1 Banheiro; Cozinha; Varanda; Churrasqueira; Piscina; Quadra poli-esportiva, terreno totalmente arborizado, com árvores frutíferas: abacate, amora, mexirica, banana e laranja.

Vende-se!

Sítio no Brasil, em São Roque, SP. Com 35 mil m2 de área. Com 3 Casas independentes...

Piscina; Churrasqueira, Quadra poli-esportiva e amplo Salão de Festas.

B&B - A Black Fire também está de olho no Mercado de eventos? O que vai oferecer nesse segmento? JR - O Black Fire está preparado para receber não somente eventos corporativos, mas festas e comemorações em geral. Construímos uma varanda totalmente fechada, climatizada e multimídia, com um sistema de sonorização profissional e um telão onde canais de TVs ou até mesmo apresentações poderão ser projetados. Esta varanda acomoda aproximadamente 150 pessoas e a vista é simplesmente única por estarmos em cima do lago. Para mais detalhes, ligue para (407) 477-7771

600.000

US$

Tratar diretamente com o proprietário: Gilberto: Ampla Varanda e vagas de garagem Giba_Kusminsk.indd 1

gkusminsky@uol.com.br Fone: 00-55-11-993937664

Árvores frutíferas: abacate, amora, mexirica, banana e laranja. 9/29/14 1:15:51 PM


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20 ||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 32


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20 ||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 33


||

Vol 20 || Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 34

Amaury Jr.

Florinda Bolkan

Paulista, Amaury Júnior é um dos mais importantes comunicadores da TV brasileira.

Só pela arte

Sabe como Luchino Visconti fez o teste que levou a brasileira Florinda Bolkan para o cinema ? Chamou-a num apartamento enorme na Piazza dell Orollogio, em Roma, mandou a equipe se retirar, pedindo apenas que o operador ficasse, e ordenou: -Fique nua Florinda gelou, na certeza que estivesse presenciando o início do famoso teste do sofá. Resolveu enfrentar. Aeromoça internacional da Varig, oriunda do Ceará, não tinha sido fácil chegar ali, diante de Visconti, meio caminho andado para o estrelato internacional. Constrangida, bloqueada, foi tirando, foi tirando. Mas logo achou que a timidez iria reprová-la. Foi quando resolveu respirar fundo e invocar seu lado índio, aquele dos tempos da adolescência, quando tomava banho nua nas cachoeiras cearenses. Ganhou segurança, descontração e se permitiu até uma pequena coreografia naquele forçado strip-tease. Foi aprovada com louvor, mas

muito amedrontada a respeito do que poderia acontecer. Mais tarde ficou sabendo que não corria nenhum perigo. A preferência sexual de Visconti não era exatamente mulher.

Visconti, o descobridor

O mesmo Luchino Visconti, muito antes, em 1948, era companheiro de Franco Zefirelli. O primeiro dirigia peças, o outro era decorador. A dupla se fazia onipresente em todos os acontecimentos, participava de tudo, uma efervecência. Um dia souberam que havia uma grega, soprano, que era extraordinária. Foram vê-la numa montagem de Parsifal, no Teatro DellÓpera, em Roma, e saíram enfeitiçados. O único problema da grega é que era muito feia, tinha pernas cabeludas e muito gorda. Seu nome? Maria Callas. Visconti e Zefirelli, apaixonados pela voz de Callas, resolveram transformá-la, dando-lhe um banho completo de loja, cremes e

Visconti dietas. Ao emagrecer Maria Callas ficou muito atraente e ganhou de Zefirelli um truque de auto-sugestão para controlar o apetite. Pediu que ela escolhesse a atriz de sua preferência, mas que tivesse silhueta magra. Assim, Maria passou a carregar na bolsa, como se fosse um mantra, a foto de Audrey Hepburn. Quando o apetite ficava incontrolável, olhava a foto de Audrey como consolo. Funcionou. Só mais tarde, Franco Zefirelli se transformaria no cineasta famoso de “Romeu e Julieta” e de “A Megera Domada”. E filmou por último a vida de Callas, com pleno conhecimento de causa.

A Itália está bem perto de você! - Eleita a melhor Lasagna de Broward County - Local para festas e eventos com Full Bar - Atmosfera romântica e familiar

954-565-9681

(proprietários brasileiros) - Chef Marco Vico e Família

Cafe Vico Restaurant 1125 North Federal Highway Fort lauderdale, Fl, 33304 www.cafevicorestaurant.com

Jornal B&B

Brasileiras & Brasileiros, Inc.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20 || Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 35

Émerson Fittipaldi

O maior susto de Fittipaldi Em 1973, Emerson Fittipaldi estava em Londres e foi procurado pela Scotland Yard. A polícia inglesa queria lhe comunicar o esquartejamento de uma mulher pelo marido, que fugiu em seguida, estava escondido em algum lugar. E Emerson: - Bem, e eu com isso? - Encontramos na casa dele um cômodo forrado de fotos suas. É um fã ardoroso, escreve frases sobre cada foto, estamos farejando algo obsessivo, perigoso. Como o mundo ainda estava sob o impacto do assassinato de John Lennon, no psicótico caso de idolatria, Emerson tremeu na base. Durante várias semanas viveu sob a vigilância da polícia e sob tensão, com a fisionomia do as-

sassino na retina, pois lhe tinham mostrado as fotos. Até que um dia Emerson ficou petrificado no box, antes da largada de um Grande Prêmio. Reconheceu o sujeito a rondá-lo. Pediu rapidamente a Teresa, então sua mulher, para avisar a polícia. O maníaco foi preso na hora e Hebe

ficou claro que tinha mesmo planos de eliminá-lo, por excesso de admiração. A identificação serviu também para que a Scotland Yard pudesse punir o criminoso do esquartejamento. O caso não teve nenhuma divulgação, por questões contratuais do piloto na época. Featured Gown by Hayley Paige

Cicarelli

Van Damme

Do Caderno de Anotações... Os fãs do machão Jean Claude Van Damme, especialista em artes marciais, vão se decepcionar: ele estudava ballet clássico antes de ir para o cinema. Seu sonho era ser Nureyev. Difícil imaginá-lo num pas-de-deux...

Carlos Heitor Cony só

começou a falar quando tinha 5 anos. Trocava as letras, principalmente o C pelo T, por causa da dislexia. Qual o seu nome? Carlos Heitor Tony. Trocava também o G pelo D. Fogão saia fodão.

O pai de João Havelange, que era belga, safou-se do naufrágio do Titanic em 1912 porque chegou atrasado no embarque.

Ganhar troféus pode ser motivo de orgulho para muitos, mas há quem não dê importância para isso. Odete Lara foi flagrada fazendo levantamento de peso com uma Coruja de Ouro, troféu importante do cinema na década de 70 e que pesa 9 quilos.

Hebe Camargo confessou

qual foi a entrevista mais difícil de sua vida: com Rubem Braga. Monossilábico, o escritor só respondia “sim”e “não”. De vez em quando colocava um “hã hã”.

casa e ganhou 90 pontos. Foi coisa séria. Um ano mais tarde, caiu de uma árvore e foram mais 80 na canela direita.

As esquisitices de Santos Dumont incluiam: não dormir

Convidado por Gilberto Scarpa para uma de suas festas em Punta Del Este, Antonio Banderas contou que uma vez, na época de vacas magras, foi candidato ao papel de Corcunda de Notre Dame. Foi recusado sob lisonjeira desculpa: era bonito demais.

Vivian Leigh odiava o hálito de Clark Gable. O cheiro

de licor a deixava com náuseas. Ele, de raiva, comia cebolas de propósito, antes das cenas mais ardentes de “E o Vento Levou”. Era um desentendimento só. Gable foi namorado de Nancy, antes desta assinar Reagan, e ela nunca reclamou do seu hálito.

A modelo Daniella Cicarelli tem um indesejado recorde.

Recebeu 170 pontos cirúrgicos. A cicatriz enorme na coxa é o resultado de uma traquinagem aos 6 anos. Escalou o fogão de sua

longe de seu chapéu e só voar com uma meia de mulher enrolada no pescoço. Jamais dizia “adeus”, não escrevia e nem pronunciava o número 50 e se recusava a carregar notas de 50 francos, alegando que dava azar.

Calvet Couture Bridal features area-exclusive bridal gowns, bridesmaid dresses, flower girl dresses, and accessories from around the globe. The boutique features esteemed designers such as Amsale, Sareh Nouri, Hayley Paige, Jenny Packham, Legends by Romona Keveza, Liancarlo, Sarah Seven, Alvina Valenta, Kelly Faetanini, Nicole Miller, Blush by Hayley Paige, Ti Adora by Alvina Valenta, Angel Sanchez and Jesus Peiro. In-house alterations are available by appointment. contact us to set up your appointment

O físico brasileiro Cesar Lattes, que morreu em 2005, comprou durante décadas as edições do ano da Enciclopédia Britânica e se entregava à tarefa de corrigi-la obstinadamente. Ele a lia inteira e ia anotando na borda das páginas suas observações para depois enviá-las aos editores. Todas as correções eram acatadas, o que daria um livro inteiro se ele resolvesse desancar a enciclopédia. Achou erros grosseiros de informação e dedicava-se a procurá-los, como seu passatempo favorito. Cesar Lattes, como verbete, passou a ser uma página inteira na Britânica. Não só porque merecesse, mas também por respeito dos editores.

A L E X A N D R A@ C A LV E T C O U T U R E B R I DA L .C O M 4 07-245 -70 0 0 2421 E D G E WAT E R D R • O R L A N D O, F L follow us

C A L V E T C O U T U R E B R I D A L . C O M


O casal Fernando e Beatriz Cariello ao lado dos filhos, Carolina e Rafael.

“Eu sempre soube que não seria uma tarefa fácil, uma vez que meus filhos eram muito pequenos quando chegamos aos Estados Unidos (3 anos e 1 ano e meio). Mas uma certeza eu tinha: se eu e meu marido não mantivéssemos a língua em casa e o vínculo com o Brasil, as crianças iriam perder o pouco português que falavam e iriam assimilar muito mais a cultura americana do que a brasileira. É importante conviver com as duas culturas e transitar bem entre elas, já que moramos aqui. De forma alguma podemos adotar uma e abandonar a outra. Elas precisam coexistir, e essa é a beleza da diversidade. Tratamos as duas culturas com muito respeito, com muito carinho. As crianças aprenderam a gostar dos dois mundos e aproveitar o que cada um tem de bom e a deixar de lado aquilo que não agrada. E aprenderam também a comparar e analisar os dois. Nossos filhos precisam conhecer para dizer se gostam ou não. É como quem diz que não gosta de quiabo sem nunca ter provado. Em nenhum momento falamos em preferência, em exclusão. Mas em soma e oportunidades. E com essa visão de unir para crescer, melhorar e ficar mais forte é que eu e meu marido criamos nossos filhos”.

-

ACIDENTE DE AUTOMÓVEL DORES EM GERAL Daniel_Galeli_REG_5.indd 1

|

Page 36

A empresária Adriana Peres com os filhos Erick e Juliana

A família gaúcha Korening: férias em Disney World.

Beatriz Cariello (Professora) -

||

Ademar Rodrigues com a filha, Stephanie.

Ademar Rodrigues (Empresário)

Adriana Peres (Empresária): “O maior desafio em criar nossos filhos nos EUA está na missão de passar o orgulho de suas origens, e o respeito ao Brasil. Há uma grande diferença cultural entre os dois países, e sempre tentei demonstrá-la e manter aceso o interesse dos meus filhos pelo Brasil. Ao mesmo tempo, reforçando o orgulho que também devem ter pelo país onde nasceram.

“Nossa filha, Stephanie, nasceu aqui, mas quando estava com 2 anos e meio, fomos para o Brasil. Quando chegou a hora de voltar para os EUA, ela não queria, ficou muito zangada, pois havia se acostumado. No retorno, minha sogra veio conosco, e falava português com ela e a mãe mantinha o inglês em cheque. Ter a minha sogra por perto moldou a personalidade de Stephanie, de maneira diferente, mas após entrar para a escola o senso de “americanidade” ficou bem definido. Entretanto, sempre procuramos dar a ela um forte senso familiar, e sempre ressaltando a importância dessa estrutura.

Talvez até eu tenha exagerado, a ponto de minha filha um dia dizer a amigos que era “brasileira”, sem nunca nem mesmo ter ido ao Brasil. Quando a questionei do porquê ela dizia aquilo, ela respondeu: “o Brasil é muito mais legal, prefiro dizer que sou brasileira”.

Os norte-americanos são muito desapegados dos pais, mas amam imensamente a seus filhos, e têm grandes famílias. A grande diferença está na maneira que encaramos a saída dos filhos de casa, e como mantemos essa ligação.

Neste momento, concluí que a dosagem de informação e influência que eu havia passado na sua curta vida de 13 anos estava errada! E com toda a cautela, conversei com ela sobre os valores de seu país, sobre a importância dele diante do mundo, e sobre o papel dela como cidadã americana. Expliquei-lhe de que não há lugar perfeito, e que, ao mesmo tempo, que temos tanto a nos orgulhar do Brasil, temos muito que nos envergonhar também. Com ela aprendi uma lição.

Sempre discutimos a respeito da base religiosa e como é importante, lutamos muito para segurá-la em casa até mais tarde, ao invés de sair aos 18. A convivência diária é importante, os laços de família muito mais. Não ter medo de demonstrar afeto, e principalmente de poder se expressar sem limites. Temos que encontrar um equilíbrio entre as duas culturas e aplicar o que é melhor para o desenvolvimento social deles, prepará-los para um mundo extremamente competitivo, onde só o melhor e o mais forte sobrevive. A

Cometi sim, o erro de não exercitar o português dentro de casa. Achava que eles não me entendiam bem. Porém, em dezembro estaremos indo juntos, pela primeira vez, ao Brasil, e eles terão a chance de praticar o idioma de seus pais.”

Pedro Kroening (Empresário) “Somos gaúchos e aqui em casa, manter a cultura brasileira sempre foi uma grande preocupação. Tivemos uma filha, Sofia, que veio ainda pequena, do Brasil para cá, e dois, uma garota, Jennifer, e um menino, Pedrinho, que nasceram aqui. Isso já foi um desafio à parte. Falar português dentro de casa sempre foi uma regra e somos bem rigorosos com isso. Também trazemos para casa livros, revistas e jornais brasileiros, canais de TV em português, embora a programação deixe muito a desejar no aspecto educacional, bem diferente da TV americana, por exemplo, que tem muitos programas excelentes para as crianças. Vivemos aqui há 11 anos e agora a mais velha já tem 13 e os dois mais novos têm 9 e 7. Fica mais difícil porque o universo deles é a escola e os amigos. É natural que já não se interessem tanto pela cultura brasileira. Mas, por exemplo, tem coisas do Brasil que eles não abrem mão: música, comida brasileira e futebol: todos os três jogam “soccer”. Vejo que eles se orgulham de serem - também brasileiros. O que nós nos orgulhamos é que todos os três falam português, e não abrem mão das férias no Brasil. Nós mandamos eles, mesmo quando não podemos acompanhá-los. Mas sinto que a referência mais forte deles será mesmo a norte-americana”.

Medical Wellness Center

Acupuntura Homeopatia Medicina Natural Dores na Coluna Dores Lombares e Ciático Enxaqueca Exames Laboratoriais

407.844.5506 Daniel Galeli Marque já sua consulta - Médico Acupunturista e Homeopata

Tratamentos de Traumas e Recuperação com acompanhamento Médico

OBESIDADE

|

NOVO ENDEREÇO -

1601 Park Center Drive, Suite 7 - Orlando, Fl, 32835 Visite o site www.galellihealth.com para mais informações.

PROBLEMAS EMOCIONAIS

|

h St

Raleig

METROWEST AREA

STRESS

|

FADIGA

Galelli Health

South Kirkam Rd.

Como se encara esse desafio que exige até muito mais dos pais? Sabemos, por experiência própria que, se os pais brasileiros não fizerem seu “dever de casa”, facilmente nossos filhos mergulham de cabeça na cultura norte-americana, levados pela lógica da escola e dos amigos. O Jornal B&B colheu os depoimentos ao lado.

www.JornalBB.com

Dr.

Mas a lembrança do feriado-guri brasileiro fica na cabeça e logo surge a questão: como criar filhos dentro dessa dualidade cultural. Dentro das inúmeras diferenças, às vazes antagônicas, quase sempre conciliáveis, que existem entre ser “brasileiro”, ser “norte-americano” ou ser um “mix” dessas duas condições?

Num 10 || October 2014 ||

enter

Nos Estados Unidos, onde vivem - segundo estimativas - mais de 1 milhão de brasileiros, população que não pára de crescer, não existe um “Dia da Criança” e o 12 de outubro é o dia do descobrimento da América. Foi quando, em 1492, o navegador Cristóvão Colombo colocou seus pés bem aqui pertinho da Flórida, nas Bahamas.

||

Park C

Para muitos brasileiros que vivem fora do país é difícil não se lembrar de que, no Brasil, o dia 12 de outubro é, “oficialmente”, o “Dia da Criança”.

Vol 20

South Hiawassee Rd

O desafio de criar filhos entre as culturas brasileira e americana.

||

Jornal B&B

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

Metrow

est BLV

D

9/23/14 5:04:37 PM


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

Estados norte-americanos com menor renda “per capta”

||

Vol 20 ||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 37

“Socialismo” à moda americana

Saiba quais os estados que têm maior histórico de socialização

100) OKLAHOMA

$ 44,312 90) SOUTH CAROLINA

$ 43,107 80) LOUISIANA

$ 42,944 70) TENNESSEE

$ 42,764 60) NEW MEXICO

$ 42,558 50) KENTUCKY

$ 41,772 40) ALABAMA

$ 41,574 30) WEST VIRGINIA

$ 40,196 20) ARKANSAS

$ 40,112 10) MISSISSIPPI

$ 37,095 Fonte: US Census Bureau 2013

West Virginia, campeão do “Socialismo” Made in USA

Raramente quando alguém se refere aos Estados Unidos da América do Norte, usa o termo “socialismo” em qualquer aspecto que se refira à política, administração ou ideologia.

ção, moradia, educação e saúde, seriam providas pelo estado e disponíveis igualmente para todos. Dessa forma, divisão de classes baseada na riqueza individual, não existiria.

Mas o fato é que, pela definição do que é “socialismo”, os Estados Unidos praticam muitos dos postulados que, em tese, seriam condenados pelo “capitalismo”.

Claro que os Estados Unidos não estão se tornando um país socialista, e nem mesmo se aproxima de países europeus que aplicam grande parte de políticas socialistas. Mas em graus diversos, os estados norte-americanos - muitos deles governados por republicanos que têm “horror” à palavra “socialismo” - aplicam procedimentos socialistas.

Por exemplo, o “Obamacare”, programa de seguro saúde do governo de Barack Obama, é considerado por muitos como um dos passos mais “socialistas” que já foram dados pelo governo dos EUA. Por definição, o Socialismo é um termo político que se aplica à economia na qual a propriedade privada, como o dinheiro, é controlada e usada em comum, dentro dos estados e o país, numa tentativa de equilibrar a qualidade de vida de seus cidadãos comuns. Numa sociedade socialista “completa”, não haveria dinheiro, todas as necessidades básicas como alimenta-

Alaska, vice campeão de governo “socialista”.

Usando as informações da National Association of State Budget Offices referente ao ano de 2013, o Jornal B&B pode elaborar a lista “fotográfica” dos 10 estados “mais socialistas” dos EUA. É o “ranking” dos estados que mais gastam com programas sociais, assistenciais e de redistribuição de renda. Não por acaso, a lista dos “socialistas” tem muitas coincidências com a lista dos 10 estados mais “pobre” (veja coluna à esquerda).

30 Lugar / Wyoming

Acidentes De Carro, Moto, Barco, E Bicicletas Disputas com Empresa De Seguro

Felipe B. Fulgencio, Esq. Advogado nos Estados Unidos, membro do Florida Bar Atendimento em Português Representando Clientes em toda a Flórida

813.463.0123

205 N. Armenia Ave., Tampa, FL 33609

Fulgencio Law, PLLC

“A contratação de um advogado é uma decisão importante que não deve se basear somente em anúncios. Antes de você decidir, solicite-nos o envio gratuito e por escrito de nossas qualificações e experiência.”


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

|| Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 38

Ideologia: Será que realmente você precisa de uma para viver? Por Ticiano Carvalho Especial para o B&B Os sociólogos e analistas da comportamentologia política concordam num ponto: os históricos conceitos de “esquerda” e “direita” praticamente já não se aplicam à realidade dos tempos digitais e da geração “nanônica”. Nos tempos da “guerra fria” entre Estados Unidos (Capitalismo Liberal) contra a União Soviética (Comunismo Marxista) era bem mais fácil identificar as características do que seria uma pessoa “de esquerda” ou “de direita”. E os estereótipos floresciam da mesma forma que a intolerância. Chegava-se ao ponto de quem usasse a cor “vermelha” ser “taxado” de comunista, ou quem defendesse, por qualquer razão, os Estados Unidos, seria considerado como “de direita”. Sim, os tempos são outros. Mas também não deixam de ter suas raízes bem fincadas nesse passado que durou desde o final da segunda guerra, em 1945, até a queda do Muro de Berlim, em 1989, ou seja, quase 45 anos! De lá para cá, muita coisa mudou, há um liberalismo globalizado e até o comunismo chinês se rendeu ao charme e glamour da economia capitalista, operando uma das mais impressionantes transformações de uma nação em tão curto espaço de tempo. A União Soviética se espedaçou e

mesmo com as “bravatas” do Sr. Vladimir Putin, parece muito pouco provável que a guerra fria como foi no passado, volte a existir. E sabem por que? Porque já não se fazem nem esquerdistas nem direitistas como antigamente. Os conceitos passaram a se “misturar” já nos anos 60, quando uma série de revoluções sociais e comportamentais desafiaram o antagonismo que engessava a política e não expressava a realidade do pensamento, especialmente das novas gerações. A revolução sexual, os direitos civis dos negros nos Estados Unidos e África do Sul, o feminismo de Betty Friedam, o movimento dos Gays em “Stonewall”, combinados com a música dos Beatles, a “desmontagem” do Império Britânico e a ascenção de povos e culturas que antes não tinham visibilidade global, mudou a agenda das ideologias. Mudou essa “cartilha”.

Presidentes Reagan (USA) e Gorbachev (União Soviética) acabaram com a “guerra fria” em 1989

Esquerda X Direita Com quem você se identifica?

Uma das regiões do mundo onde os antigos conceitos de “esquerda” e “direita” ficou arraigado no passado é justamnte a América Latina onde ainda hoje sobrevive uma idéia de que o comunismo de Cuba, Fidel e Guevara seria um ideal, e que a direita segue sendo representada pela Otan, os Estados Unidos, a Coca Cola e Hollywood. E você? Como você se “enxerga” nessa polêmica? Com que pontos de vista listados à direita, se identifica? Você seria de “esquerda” ou de “direita?”

Aborto

The Law Office of

Randall W. Hanson, P.A. Imigração Bancarrota Acidentes

Defende que as mulheres decidam livremente e que o aborto seja plenamente legalizado.

Armas

Defende a proibição do porte de armas por civis e atribui à população armada a maior incidência de violência.

Pena de Morte

É contra, mesmo para pessoas que cometeram crimes brutais, hediondos.

Religião

Defende a total separação entre Estado e Religião, embora defenda o direito de todos professarem livremente suas religiões e crenças. Jornal B&B

Economia

Defende uma forte interferência do governo na Economia.

Gays

Randall W. Hanson, Esq.

Defende que todos os cidadãos tenham os mesmos direitos, inclusive no casamento.

Advogado

Dina H. Heymann, FRP

Florida Registered Paralegal

313 South Central Avenue Oviedo, Fl 32765 www.randallhansonlaw.com rh@randallhansonlaw.com

Primera Consulta Grátis

(407) 491-2656

Maconha & Drogas

Deve haver liberação em certos casos, mas é mais um problema dos usuários.

Aborto

Só permite o aborto em casos extremos como risco de morte da gestante ou estupro.

Armas

Defende que todo cidadão tem direito de se defender de agressões e deve ter o direito de portar armas.

Pena de Morte

É a melhor punição para reduzir a ocorrência de crimes mais graves.

Religião

Acreditam que a crença em Deus e na Bíblia torna a população melhor. Professam a idéia de que a nação deve estar “unida em Deus”.

Economia

Defende que o governo tenha a menor interferência possível na Economia.

Gays

Diz que o homossexualismo deve ser condenado e combatido por toda a sociedade.

Maconha & Drogas

Todas as drogas devem ser proibidas pois a sociedade paga alto preço pelas consequências.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 39

Save the date 24 de novembro Crowne Plaza Orlando Universal 8 pm / 10 pm

Celebrando 20 anos de compromisso com brasileiras & brasileiros nos Estados Unidos


50+

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 40

Depressão e suicídio na população “grisalha” (Parte 1)

Marcio da Cruz Alves é Psicólogo (UFRJ), com mais de 30 anos de trabalho clínico no Brasil e nos Estados Unidos; Mestre e Doutorando em Clinical Christian Counselling (FCU-USA). Autor, professor, conferencista internacional, executivo do Banco do Brasil por 25 anos na área de recursos humanos e especialista em Aging Coaching – Rejuvenescimento e Terceira Idade.”

mcruzalves @gmail.com

A recente notícia da morte do ator Robin Williams, que cometeu suicídio aos 63 anos, deixou o mundo chocado e chamou atenção da sociedade para os temas “suicídio” e “depressão”, em especial em sua faixa de idade. Embora esteja presente no jargão popular, a depressão é ainda pouco compreendida pela maioria. A combinação de circunstâncias, emoções e motivações que precedem uma tentativa de suicídio será diferente para cada pessoa. Há casos em que o suicídio vem provocado por intensa vergonha, ou porque a pessoa não conseguia ver saída para um dilema moral ou, ainda, porque o futuro lhe parecia desolador. Muitos dos que tentam o suicídio podem realmente não querer a morte, mas estariam buscando escapar a uma dor psíquica insuportável. A depressão é a principal causa de incapacidade em todo o mundo e acarreta um elevado risco de suicídio. Nos Estados Unidos, mais de 60% de todas as pessoas que morrem por suicídio sofrem de depressão.

rações químicas cerebrais no caso da depressão. Em todo o mundo, estima-se que mais de 350 milhões de pessoas de todas as idades sofrem da enfermidade. Os sintomas de depressão podem incluir: • tristeza persistente ou estado de espírito “vazio”; • perda de interesse ou prazer nas atividades normais, incluindo o sexo; • diminuição da energia, fadiga, notória diminuição de ritmo, movimento físico e caminhar; • distúrbios do sono (insônia, acordar de manhã cedo, ou dormir demais); • distúrbios alimentares (perda de apetite e de peso, ou ganho de peso); • dificuldade de concentração, de se lembrar e a tomar decisões; • sentimentos de culpa, inutilidade, desamparo; • pensamentos de morte ou suicídio; tentativas de suicídio; • irritabilidade; • choro excessivo; • dores crônicas e dores que não respondem ao tratamento.

A depressão é uma doença e não deve ser confundida com um simples estado de tristeza. É normal ficar triste pela perda de alguém querido ou quando um relacionamento termina, mas hoje é comum dizer-se que está deprimido por qualquer coisa e tomar medicamentos sem necessidade.

A depressão é uma das mais tratáveis entre as doenças psiquiátricas e existem tratamentos eficazes para a depressão. Em torno de 80 e 90 por cento das pessoas com depressão respondem positivamente ao tratamento, e quase todos os pacientes ganham algum pronto alívio de seus sintomas. Ainda assim, quase dois terços das pessoas com depressão não chegam a receber tratamento.

Ao contrário da tristeza, há alte-

Isto, talvez, porque uma pessoa

em depresssão, ou com sinais suicidas, raramente se antecipa em buscar ajuda ou tratamento em tempo adequado, geralmente por temer ser incompreendida ou estigmatizada, acusadas de fraqueza pessoal, covardia ou egoismo. A iniciativa de buscar ajuda acaba recaindo sobre parentes, amigos e pessoas de convivência mais próxima. Enquanto isto, um deprimido não deve ser deixado sozinho ou isolado, mas permanecer sob vigilância constante, como costumamos fazer com nossos bebês e nossas crianças pequenas. A depressão deve ser diagnosticada e tratada por profissionais de saúde treinados que prestam cuidados de saúde primários, de forma confiável. Tratamentos psicossociais são eficazes e devem ser a primeira linha de tratamento para a depressão leve. Medicamentos e tratamentos psicológicos são eficazes em casos de depressão moderada e grave. É arriscado: tentam sair da depressão se auto-medicando. O alcoolismo e o abuso de drogas aumentam o risco de depressão, assim como o de suicídio. Cerca de dois terços de todas as pessoas que cometem suicídio têm depressão ou alcoolismo. E um em cada três que sofrem de depressão também tem envolvimento com abuso dessas substâncias. Isolamento, irritabilidade, rebeldia, melancolia, viver sozinho e ser solteiro são alguns fatores que podem aumen-

tar os riscos de estados depressivos e suicídio. O casamento está associado a menores taxas globais de suicídio; e divorciados, separados e viúvos são mais propensos a cometer suicídio. Entre os grisalhos, outros fatores de risco para o suicídio incluem: morte recente de um ente querido; doença física; deficiência, ou dor; isolamento e solidão; grandes mudanças na vida, como a aposentadoria; perda de independência; perda do senso de propósito. Portar doenças neurológicas, como as demências e o mal de Parkinson, é outro fator de risco. O tipo de tratamento vai depender da gravidade da depressão, e pode incluir a associação de psicoterapia e medicamentos. Grande parte dos remédios surgiu nos anos 1950; novos vieram depois, mas a eficácia de todos gira em torno de 60%. Pelo fato de a depressão acarretar um elevado risco de suicídio, qualquer pessoa que apresente sintomas de um quadro depressivo e que, além disso, expresse pensamentos e intenções suicidas, deve ser levada muito a sério. Diante de comportamentos suspeitos, não hesite em chamar imediatamente. Ligue para 800-SUICIDE (800-784-2433) ou 800-273-TALK (800-273-8255) ou a central de surdos no 800-799-4889. Em nosso próximo encontro estaremos tratando de como identificar sinais de alerta de comportamentos inclinados para suicídio e como agir preventiva-


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

Diz-me o que comes e dir-te-ei quem és!

Por Isabella Mello Especial para o Jornal B&B Qualquer pessoa de bom senso sabe que na alimentação saudável que não precsia ser nenhuma “dieta” insuportável e sem graça - é a forma mais eficaz de ter saúde e evitar muitas doenças. Pesquisando em dezenas de sites de nutrição e saúde, chegamos à lista de 10 alimentos fáceis de comprar, gostosos, nutritivos e que podem causar um impacto fantástico em sua vida. Vamos lá!

Kiwi

Essa deliciosa fruta contém ácido propeolítico, que melhora a circulação e a ajuda a combater o chamado mau colesterol (LDL). Possui uma enzima chamada actidina, que ajuda a digerir as proteínas. O seu conteúdo elevado de vitamina C ajuda a prevenir constipações. A vitamina C é um antioxidante que elimina os radicais livres e desempenha um papel fundamental no combate ao envellhecimento.

Abacate

Favoritíssimo dos surfistas e de brasileiros do norte e nordeste, o abacate é um campeão da saúde. Tem 10 vitaminas, entre elas, a vitamina E e o ácido fólico (B9).Também contém sitosterol, que previne a acumulação de colesterol. Possui, para além disso, aminoácidos essenciais, fundamentais ao normal funcionamento do organismo.

Tomate

Mais fácil, impossível, não é mesmo? Além de rico em vitaminas, minerais e flavonoides, o tomate contém licopeno, um dos antioxidantes mais poderosos. Fortalece as paredes celulares, depura o organismo de substâncias tóxicas e aumenta as defesas. É benéfico para a visão e melhora a saúde do sistema nervoso.

Presunto

Surpreso? Não fique. O presunto protege o coração e reduz o colesterol, desde que não seja excessivamente gordo nem demasiado salgado. Os seus ácidos gordos monoinsaturados

e o ácido oleico previnem as doenças cardiovasculares. Tem cerca de 40% de proteínas, pelo que pode substituir a carne nas refeições, sendo importante na formação da massa muscular.

Brócolis

Aqui nos Estados Unidos é o favorito entre os vegetais de mesa. Farto em Zinco, que favorece a função da próstata e a qualidade do esperma. São ideais para grávidas, convalescentes e até pessoas anêmicas por causa do elevado aporte de ácido fólico e ferro.

Espinafre

O alimento preferiro do “Popeye” é riquíssimo em provitamina A e vitaminas C e E, todas elas antioxidantes. É uma fonte inesgotável de vitaminas do grupo B, como folatos, B2, B6, B3 e B1, que possuem uma ação anti-envelhecimento pelo seu papel como co-fatores enzimáticos.

Soja

Não muito popular entre nós, brasileiro, mas sempre é tempo de aprender. Contém vitaminas A e E, e três do grupo B (B1, B2 e B5). Possui mais minerais do que qualquer outra leguminosa, sobretudo potássio e fósforo. Na mulher, alivia os sintomas da menopausa.

Frutos secos

Os frutos secos contêm proteínas (entre 14% e 19%), vitaminas do grupo B, aminoácidos, minerais, ácidos gordos poliinsaturados (nozes), ácidos gordos monoinsaturados e fibra, que são imprescindíveis na preservação e formação das estruturas musculares.

Chocolate “Dark”

Quer coisa melhor? Um chocolate saudável? Pois o “Dark Chocolate” tem propriedade antioxidante graças aos seus flavonóides, combatendo os sinais do envelhecimento. Beneficia a dilatação das artérias e o aumento do seu diâmetro.

Alho

Um dos mais poderosos alimentos, por suas propriedades antissépticas, antifúngicas e antimicrobianas,

melhorando a resposta a vírus e bactérias e fungos. É anti-inflamatório e antioxidante, contribuindo para reduzir o envelhecimento e a degeneração celular, que está na origem de alguns tipos de câncer. Ajuda a reduzir os níveis elevados de pressão arterial. Reduz o chamado mau colesterol (LDL), aumenta o colesterol bom e previne problemas de disfunção erétil no homem.

Azeite de Oliva & Azeitonas

Também não é novidade, não é mesmo? Seu alto teor de ácido oleico atua como antioxidantes. Reduz o risco de doenças cardiovasculares e controla a tensão arterial. Favorece a absorção de cálcio, fósforo, magnésio e zinco, tendo por isso um papel importante ao nível da formação e manutenção de ossos fortes e saudáveis.

Chá verde

Aquele chazinho “sem graça” que seus amigos magros e branquelos tomam sem parar? Encare, porque é uma bênção! Esta bebida é apreciada há mais de 5.000 anos nas culturas orientais. É rica em polifenóis, bioflavonoides e vitaminas A, C e E, o que a torna num elixir antioxidante e anticancerígeno. Reforça o sistema imunológico, protegendo o organismo de bactérias e vírus prejudiciais. Ajuda a reduzir a gordura corporal e previne as doenças cardíacas. Regula o nível de colesterol.

Mel

Uma verdadeira “fonte da juventude”. Os seus minerais são assimilados diretamente e contribuem para a manutenção do esqueleto (cálcio) e para a regeneração do sangue (ferro). Tem um alto poder nutritivo, pelo que é um substituto ideal do açúcar industrial ou refinado.

Cebola

Excelente fonte de fibra, vitaminas e minerais, essenciais para o bom funcionamento do organismo. É rica em compostos enxofrados, que fazem parte do seu óleo essencial e que atuam sobre as vias respiratórias, melhorando a expetoração.

www.JornalBB.com

||

Page 41


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 42

Verdade ou mentira? Ciência oculta ou pura enganação? Território místico ou “viagem de desesperados”?

pontos que estamos superestimando ou subestimando em nossa vida. A importância de sabermos quando devemos nos concentrar e quando devemos esquecer as preocupações e relaxar. Quando devemos nos permitir vivenciar um momento de crise e quando devemos nos desprender dos acontecimentos externos.

A milenar leitura do Baralho de Tarot, embora comumente identificada como “arte de adivinhação”, é uma das mais antigas tradições ocultistas da humanidade. Desfazer do Tarot, pura e simplesmente, como uma “crendice tola, mentirosa e manipuladora”, é, no mínimo, prova de ignorância e, quem sabe, medo.

Uma leitura correta do Tarot pode fornecer essas indicações, porque nos mostra novas perspectivas, além de podermos enxergar além do problema.

A leitura do Tarot é somente a “ponta do iceberg” de um culto cujo uso é infinito, adentrando no desenvolvimento espiritual, autoconhecimento, busca do equilíbrio e de valores éticos. Como dizem os antigos mestres desse culto, “a magia do Tarot abalou, criou e fortaleceu impérios inteiros. Mostrou caminhos, mostrou inimigos, venceu guerras, harmonizou Palácios, sensibilizou corações de Reis valentes e destemidos”. E quem há de duvidar que esses fatos históricos foram ou não influenciados pelo conhecimento prévio, através do Tarot, do que o futuro reservaria aos envolvidos? O Tarot foi estudado por magos, sacerdotes, bruxos, cientistas e estudiosos como Sigmund Freud, Reich, Jung, Osho, etc., exercendo influência em todos os níveis da vida humana, especialmente entre os mais poderosos, por mais de 2000 anos. Assim são os Sagrados Arcanos do Tarot, uma poderosa ferramenta para o conhecimento, para o autoconhecimento, sendo uma lamparina que se acende na mais profunda escuridão. O Tarot é um poderoso instrumento para diagnosticar os males do físico, do espírito e o emocional. As cartas do Tarot podem indicar os

O fascínio pelas previsões alimenta o milenar misticismo Muito antes do cristianismo As 78 cartas de Tarot surgiram entre os séculos XV e XVI no norte da Itália. Embora seu surgimento seja atribuído a um mero jogo de baralho, pesquisadores afirmam que o Tarot como ciência oculta nasceu dos ciganos da Hungria. O Baralho do Tarot é composto por vinte e um “trunfos”, um “Curinga” e quatro conjuntos de naipes com quatorze cartas cada — dez cartas numeradas e quatro figuras. A leitura das Cartas de Tarot partiram da Europa, ainda antes do surgimento do Catolicismo, e se disseminaram pelo mundo, graças ao fascínio que a “antecipação do futuro” exerce sobre a maioria das pessoas. Os significados divinatórios do Tarot são derivados principalmente da Cabala — vertente mística do judaísmo — e da alquimia medieval. Adisseminação do culto foi tão grande que não há um único país do mundo onde não existam tarólogos, embora o respeito que se tem por sua atividade, varia de cultura para cultura.

O que mais “atrapalha” a compreensão e a própria credibilidade do Tarot é o charlatanismo. Talvez o Taroísmo seja o culto que mais sofre com a disseminação de seu nome porque não tem nenhum estudo nem competência para fazê-lo. E o charlatanismo floresce em função dos muitos que procuram o Tarot pelas razões imediatistas, tais como obter riqueza material, antecipar amores e separações ou, pior ainda, saber com antecedência sobre fatos graves aos quais estejam predestinados. O Tarot é muito mais que isso e somente o conhecimento dos verdadeiros tarólogos pode descortinar esse mundo de autoconhecimento e espiritualidade, na “senda do futuro”. Cada uma das 78 cartas do “Baralho do Tarô” guarda uma simbologia própria. Saber fazer a “leitura” correta das mensagens trazidas pelas cartas é o que difere o bom tarólogo dos charlatões.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 43

Combater gordura localizada com frio é a “bola da vez”

Solfi Milanesi Miss Brasil USA 2013

Miss Brasil-USA busca, em Orlando, reviver o brilho de seus “anos dourados” Festa que já foi conhecida como o maior evento social da comunidade brasileira nos Estados Unidos, o concurso Miss Brasil USA celebra seu 220 ano de realização ininterrupta buscando reconquistar o brilho e prestígio de seus “anos dourados”, justamente entre 1992 e 2002. E a reconquista dessa posição entre os maiores eventos brasileiros nos Estados Unidos, está sendo feita na cidade que sediou o primeiro evento: Orlando. O evento foi criado, no final de 1991, pela Smart Productions, que o realizou até 2002. A primeira final nacional da competição, em 1992, foi realizada no Brazilian Carnival Place, em Orlando, e já em seu primeiro ano de realização trouxe estrelas como Luiza Brunet, Luciano do Valle e Danuza Leão, integrando o júri do certame. Ao longo destes 22 anos, a competição expandiu-se para todas as regiões dos Estados Unidos, chegando a se estabelecer como “franchise” em 26 estados, no auge de seu sucesso, em 2002, quando a final foi realizada no luxuoso “The Diplomat”, em Hollywood Beach. Em 2014, a final nacional do Miss Brasil USA será produzida pela Moda Brasil, o brand que publica a revista fashion e que agora investe no concurso. Um dos propietários da Moda Brasil, Caio Castro, carrega a experiência de ter sido diretor artístico da quase totalidade de todos os 21 eventos anteriores: “Nós temos uma equipe incrível, talentosa e preparada para liderar o Miss Brasil USA com nova mentalidade, a fim de dar às concorrentes e às vencedoras futuras oportunidade e experiência competitiva que dura toda a vida”, afirma Caio, ele mesmo um respeitado “coach” de misses internacionais, com destaque para recentes vencedoras do Miss Brasil, no Brasil. Wander Matos, diretor de operações do concurso, acrescenta: “O Miss Brasil USA tem um novo conceito e visão. Garantimos que a nova equipe irá fazer de tudo para a realização e produção de um concurso com nível internacional.” A final será realizada no novíssimo I-DRIVE Indoor Kart Racing (5828 Vanguard St, Orlando FL, 32819) dia 15 de novembro, às 8:30pm. E ainda há possibilidade de participação para as jovens brasileiras entre 18 e 25 anos de idade. Concorrentes interessadas devem contatar-nos em novamissbrasil@missbrasilusa.com Os novos produtores estão à procura de jovens que se destaquem nos requisitos: beleza, saúde e liderança. Para mais informações, visite: www.missbrasilusa.com

Embora não seja rigorosamente uma “novidade”, o procedimento “coolsculping”, que promete a redução de gorduras localizadas sem nenhum procedimento cirúrgico, dietas ou exercícios, vem ganhando rapidamente adeptos, especialmente na Flórida, que é um dos maiores mercados nessa área. O “coolsculpting” é um tratamento de redução de gordura localizada, no qual as células de gordura são eliminadas com o frio. O método é eficaz e mais seguro por não ser invasivo, sem cortes, anestesias ou outras substâncias injetáveis. A tecnologia foi desenvolvida na Universidade de Harvard (USA), por um grupo de cientistas liderados pelo Dr. Rox Anderson, Professor de Dermatologia e Diretor do Wellman Center, em Massachussets (EUA). Rox Anderson foi também responsável pela descoberta de várias tecnologias, como o laser fracionado, terapia fotodinâmica e laser para eliminação de pelos.

E tudo começou quando esses grupo de cientistas analisou uma pesquisa a respeito de crianças que, nos primeiros anos de vida, tomaram muito sorvete e “picolés”, desenvolvendo “covinhas” nas bochechas, um formato que foi estimulado pelo frio recebido no local. Esses e outros modelos fizeram com que o doutor e sua equipe investigassem o metabolismo das células de gordura, concluindo que as mesmas podem ser bem mais suscetíveis ao frio do que ao calor, o princípio usado até hoje em boa parte dos tratamentos para emagrecimento disponíveis no mercado. O procedimento de “coolsculpting” já está presente em 58 países, inclusive o Brasil, e já registra desde seu início, em 2011, com mais de um milhão de procedimentos. Os médicos estimam que, em média, os resultados aparecem três semanas após a aplicação e a redução da gordura localizada varia entre 20 a 25%. Caso haja necessidade de reduzir ainda mais, uma

nova aplicação pode ser feita com expectativa de resultados idênticos. Mas há quem considere o progresso “apenas cosmético” e não daria resultados para quem neces-sita perder bem mais que 40% de gordura localizada no abdômen e região glútea. Quem critica, diz que o efeito é tão temporário quanto o do “Botox” no combate a rugas e outras marcas faciais. Entretanto, a possibilidade de reduzir gorduras localizadas sem cirurgia e num processo que tem poucos efeitos colaterais - além de um tom vermelho-arroxeado na área em que o frio extremo é aplicado e que dura três semanas - é um forte apelo, especialmente para as mulheres, que respondem por quase 70% de todos os procedimentos já realizados. Dissidências à parte, esse processo é o que mais tem conquistado clientela nos últimos dois anos, motivando a abertura de pelo menos 12 clínicas especializadas entre centro e Sul da Flórida, num processo acelerado.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 44

Carlos Borges

Jornalista, produtor de TV e eventos, Carlos Borges é baiano e vive na Flórida desde 1989. editor jornalbb.com

Venha conhecer conceitos novos e mais aprofundados a respeito de Deus, do Universo, dos Homens, dos Espíritos e das Leis que regem a vida.

Final do Video Fest na Flórida?

SEGUNDA FEIRA Diálogo Fraterno - 6:30 pm Reuniões Públicas em Inglês - 7:30 pm Aplicação de Passes Magnéticos

Inicialmente prevista para março de 2015 em Londres, a final do Video Fest 2014/2015, festival de vídeos realizados por brasileiros de todas as partes do mundo, pode mudar de sede e ser realizada simultaneamente em Miami e Fort Lauderdale.

QUARTA FEIRA Estudo Aprendizes do Evangelho - 6:00 pm Estudos Sistematizado da Doutrina Espírita - 7:00 pm Turmas: ESDE 1, 2 e 3 SÁBADO Diálogo Fraterno - 9:30 am Reuniões Públicas em Espanhol - 10:00 am Aplicação de Passes Magnéticos

Por muitos considerada a maior “Diva” lírica de todos os tempos, a soprano italiana Maria Callas teve toda sua obra discográfica remasterizada e relançada em setembro na Inglaterra, depois de um trabalho monumental dos estúdios Abbey Road, onde os Beatles gravaram a maior parte de seus discos.

Famosa por seu temperamento difícil e exigências contratuais bizarras, Callas levava homens à loucura de paixão por seu talento e personalidade. Foi amante do milionário armador grego Aristótele Onassis, antes dele se casar com Jaqueline Kennedy, ex-esposa do Presidente norte-americano John Kennedy. Aos 53 anos, quando vivia uma vida de completo isolamento em Paris, Callas morreu de ataque cardíaco em 1977.

Dos mais de 300 vídeos participantes, 48 fizeram o “cut” e desses somente 20 irão à final. A seletiva semifinal será realizada em Orlando, no mês de janeiro. Essas decisões serão oficializadas até o final de outubro, quando sai a lista dos 48 vídeos semifinalistas.

DOMINGO NOVO TRABALHO!!! - 11:30 am - Início 11 de Maio Palestra Pública e Passe - (em Português) Juventude Espírita (em Inglês, a partir dos 13 anos) - EVANGELHO NO LAR - LEVE PROTEÇÃO, LUZ E HARMONIA AO SEU LAR. - ORIENTAÇÕES E VISITAS - CARAVANA DE AMOR E CARIDADE DOANDO AMOR E CARINHO ATRAVÉS DA MÚSICA. - AGENDE ESSA VISITA DE ALEGRIA - ACESSE O NOSSO SITE: www.amorecaridade.org

Sucesso do EMEP define o futuro Nada como depois da tempestade, receber os frutos do trabalho e da persistência. Não foi nada fácil para a American Organization of Teachers of Portuguese e Fundação Focus Brasil colocar de pé a realização do III Encontro Mundial do Ensino de Português na Columbia University, em NY, na primeira semana de agosto deste ano.

CAMPANHA DE DOAÇÃO DE ALIMENTOS RUSSEL HOME - CASA ASSISTENCIAL ÀS CRIANÇAS ATÍPICAS ACESSE WEBSITE - www.russellhome.org ASSISTÊNCIA ESPIRITUAL À DISTÂNCIA DOANDO AMOR, PAZ E ESPERANÇA ATRAVÉS DA PRECE

AGUARDAMOS SUA PRECE DE AMOR!

Informações:

407.928.6507 Jornal B&B

7901 Kingspointe Pkwy, Suite 13 - Orlando, FL 32819

www.amorecaridade.org

imortalidade remasterizada

Usando a tecnologia mais moderna que existe, as gravações de Callas fazem parte de uma coleção com 69 CDs e Blu-Rays. Responsável pela restauração, o diretor técnico Andy Walter disse à BBC que esse foi “o trabalho mais importante da vida” e que o desafio foi como “restaurar uma pintura de Da Vinci, revelando as cores originais sem alterar nada”.

TERÇA FEIRA Diálogo Fraterno - 6:30 pm Reuniões Públicas em Português - 7:30 pm Mocidade Jovem - 7:15 pm Evangelização Infantil - 7:30 pm Aplicação de Passes Magnéticos

Atrás do Posto Race Trac

Callas,

Centro Kardecista afiliado à Federação Espírita da Flórida

O sucesso da terceira edição superou todas as expectativas e agora o “problema” é outro: lidar com os inúmeros convites, de algumas das maiores e mais importantes universidades norte-americanas, que querem receber a IV edição do evento. O EMEP foi criado em 2012 como um segmento do Focus Brasil-USA e desde então só tem crescido. A edição 2014, primeia realizada fora da Flórida, atraiu educadores de 17 países e cerca de 200 participantes.

Caderno do “Rei” Não foi surpresa quando o jornal B&B percebeu que toda a edição de setembro, - a parte que é distribuída em locais especialmente selecionados no Centro e Sul da Flórida - se esgotou rapidamente, em função da procura pelo Caderno Especial celebrando os 55 anos de carreira discográfica do “Rei” Roberto Carlos. Aos muitos que nos procuraram querendo saber como obter um exemplar do jornal - que tem 95% de sua distribuição feita para 10.000 assinantes pelo correio norte-americano - resta a possibilidade de obter uma cópia que enviaremos pelo correio. Por gentileza, solicitem essa cópia pelo e-mail emanes@jornalbb.com


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

|| Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 45

César Santana: “cool” & pluralmente musical

Mirando a América

Amelinha e as “janelas do Brasil” Com duas músicas, Amelinha (foto acima) vendeu mais de 2 milhões de discos e demarcou um espaço único na MPB dos anos 80. As músicas? “Foi Deus quem fez você” e “Frevo Mulher”, ambas compostas pelo marido Zé Ramalho, que viria a se tornar tão famoso quanto ela. Três décadas depois, Amelinha “costura” um projeto que faz “traço de união” entre diferentes ritmos e estilos da música brasileira, de norte a sul do país. Num bate papo ao telefone, a cantora cearense confirma que vai trazer o show para Miami, Orlando e New York, no começo de 2015, contando com apoio do jornalista e conterrâneo Chico Moura.

Acreano, como Marina Silva, o multimúsico César Santana, independente do fato de ser um dos mais respeitados e requisitados músicos brasileiros no Sul da Flórida, é também um dos mais versáteis, com agenda 24/7 se apresentando em diversos “points” norte-americanos, cobrindo diversas áreas, não só de MPB. Com esse jeito “cool” da foto à direita, ele ainda encontra tempo para fazer parte da premiada banda “Batuke Samba Funk”, que também já demarcou espaço na cena de MPB nos Estados Unidos, apesar de formada há pouco mais de dois anos. Uma frase de César para definir isso: “não tenho nenhum preconceito contra nenhum tipo de ritmo”.

A foto mais sensual “Nastassja e a Serpente”

CAR POINT of Orlando

“Vendendo Carros, Fazendo Amigos”

• Compra e Venda de Automóveis, Vans e Pick-Ups • Financiamento Próprio e Bancos • Sem Crédito, sem Social Security, com Driver License do Brasil • Veículos Revisados com Garantia • Auxiliamos na compra do seu carro ZERO na concessionária • Encontraremos o Carro dos Seus Sonhos no Leilão

Qualidade e Cortesia

cristiane@carpointoforlando.com 4847 South Orange Blossom Trail - Orlando, Florida, 32839

www.carpointoforlando.com

Conroy Rd Millenia Mall

Americana Blvd

S. Orange Blossom Trail

John Young Pkwy

407.240.0300

S. Texas Ave

Holden Ave

Sand Lake Rd Florida Mall

Jornal B&B

Quando “clicou” a foto ao lado, em junho de 1981 e só publicada em 1982, com a atriz alemã Nastassja Kinski (musa absoluta dos anos 80), o célebre fotógrafo Richard Avedon nunca imaginaria que esta seria uma das imagens emblemáticas da fotografia sensual. 33 anos depois, o Clube de Fotografia de Paris escolheu a foto como a “Mais sensual da História”, após analisar mais de 10.000 cromos selecionados por seus associados. Segundo a agência Reuters, esta é uma das cinco imagens mais reproduzidas nos últimos 30 anos. O “poster’ vendeu mais de 2 milhões de cópias, e a carreira de Nastassja, que logo abandonou o cinema e se casou com o megaprodutor e músico Quincy Jones, ficou eternizada por uma foto e não por um filme. A foto à esquerda, autografada por Avedon, foi vendida por 175 mil dólares, em 1994.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

|| Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 46


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 47

Aposta internacional de

Claudia Leitte terá produção de Jay Z e participação de mega estrelas

O desejo é antigo. E agora, tudo leva a crer que se tornará realidade. A cantora baiana Claudia Leitte parece mesmo disposta a investir fortemente em sua carreira internacional que, apesar dos convites, sempre ficou num longuíssimo segundo plano em sua agenda. Claudia anunciou oficialmente que, a partir de 2015 dedicará 1/3 de seu tempo aos projetos internacionais e soltou uma “bomba”, terá como “manager”, ninguém menos do que o mais poderoso produtor da música pop: Jay-Z, marido e produtor de Beyoncé. Ele mesmo é um dos maiores vendedores de discos dos EUA nos últimos dez anos.

Claudia Leitte é uma artista talentosa que tem pago um preço “altíssimo” por erros grosseiros de sua assessoria e produção. Noves fora, o fato de que não é fácil se manter “em alta” na MPB, Claudia Leitte, se tratada como um “produto musical for export” pode dar certo sim. Que ninguém duvide. Claudia tem se aproximado de muitos esquemas internacionais, e a amizade que fez com Rhyanna e Jennifer Lopez é real, e não apenas para o “clique” dos fotógrafos. Os planos da cantora são bem definidos: quer mesmo abrir uma “janela” internacional. Não apenas fazer turnês regulares para o público não-brasileiro, como alguns

(poucos) artistas brasileiros conseguem. Quer mais. E vai gravar em inglês, logo após o carnaval do próximo ano. Pode até aparecer canção em parceria com superstar: “Eu e Rhyanna temos conversado sobre parceria. Pode rolar sim. E não seria a única parceria nesse nível. Outros artistas, como Rick Martin, podem estar em meu álbum de estréia em inglês” O fato é que Claudia tem estudado inglês vorazmente, canta bem, é muito bonita e tem uma determinação que não é fácil. Tudo isso compõe uma “receita” forte para entrada no mercado pop internacional que, está provado, é muito receptivo à música brasileira.

Claudia tem apoio dos amigos Jennifer Lopez, Rhyanna e Rick Martin para seu lançamento internacional

Supermercado e Restaurante TUDO EM UM SÓ LUGAR

Jornal B&B

- Padaria - Mercado - Produtos do Brasil - Feijão Tropeiro - Tapioca - Frutas - Verduras - Açougue Completo

- Café da manhã - Almoço - Sopas - Salgados - Sanduíches - Salgadinhos - Doces - Sucos - Vitaminas...e muito mais!

- Feijoada aos Sábados - Costela e Picanha Assadas Horários: De 2a a 6a - das 8 am - 9 pm Sábado - das 8 am - 8 pm - Domingo - das 8 am - 4 pm

2500 South Kirkman Road - Suite 118 - Orlando, Florida 32811 - No Mall do Wal-Mart

407.615.3000

Amplo Espaço e Atendimento Personalizado silvas_ad.indd 1

9/22/14 6:50:48 PM


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 48

Tony Cardoso “A palavra ‘criatividade’ sempre veio para combater a crise”

À frente do Pirate’s, mais um desafio vencido.

Tony Cardoso nasceu em Orlândia, São Paulo, e vive em Orlando desde 1997. Casado com Daisy Santos, tem dois filhos: Verônica Cardoso, 28 anos, casada com Darlan Dores; e Rubens Cardoso, 25 anos. Stela Marie, que nasceu há nove meses - filha de Verônica e Darlan,- é sua primeira netinha.

2013 quando assumi essa posição, procurando mudar uma série de áreas, principalmente atendimento a cliente. Na 2ª fase atacamos a parte operacional e hoje estamos na fase de desenvolvimento de gerentes e funcionários. Um trabalho que deve demorar uns 2 anos, projetando a empresa para uma nova fase, no final de 2015.

Depois de uma carreira no Brasil que inclui empresas como Credicard e Apetike, foi para o Citybank onde alcançou a posição de Vice-Presidente do Consumer Bank. Decidiu então criar sua própria empresa de Marketing Direto. Fez parceria com a legendária loja Victor’s, distribuindo eletrônicos e, em seguida, a comprar a Master Franquia no Brasil.

B&B - Normalmente as atrações de Orlando visam unicamente os turistas. Você inova ao buscar também o residente. Como surgiu essa idéia? TC - O Mercado internacional sempre foi promissor para Orlando, pois é o destino número 1 do mundo e é sempre crescente. O Brasil está se tornando o número 1 para o destino Orlando e agora os ingleses estão em uma fase crescente também. O mercado local sempre foi explorado de uma maneira para preencher os vazios dos turistas: e isso me estranhou muito. Num raio de 5 milhas do nosso endereço tem mais de 180,000 residências que, por sua vez, vivem 4 pessoas em média. Estamos falando de mais de 720.000 pessoas que, acredito, 30% já conhecem o Pirates. Então temos uma larga avenida para percorrer e isso é o que estamos explorando e com muito sucesso graças a Deus.   B&B - Você tem mexido na programação artística, diversificando-a. Quais são seus critérios? TC - A programação artística estaá a cargo dos Diretores de Produção que ajudaram a criar dois novos shows: “Treasure Tavern Dinner Theatre” e o “3 Musketeers Premier Dinner Adventure”, que são espetáculos maravilhosos retratando o mundo artístico de

B&B - Tony, como foi a sua decisão de vir para os Estados Unidos? Tony Cardoso - Pelos relacionamentos e viagens, resolvi vir para os Estados Unidos para investir na vida dos meus filhos e foi o melhor negócio do mundo. Chegando aqui, assumi como Diretor de Marketing & Vendas, para América Latina, de uma empresa de aluguel de casas de férias na área da Disney, ficando até 2004. Em outubro de 2012, vim para o Pirates Dinner Adventure como Diretor de Marketing & Vendas para América Latina e, desde julho de 2013, como Vice-Presidente & Gerente Geral. B&B - O Pirates está demarcando um espaço diferenciado na cena de entretenimento de Orlando. Como você “desenhou” isso? TC - O trabalho teve início em

uma maneira muito especial. No “Treasure Tavern” o show de variedades tem várias apresentações com nível de Las Vegas. Na minha opinião, não tem em Orlando, uma casa de espetáculos como o “Treasure Tavern”. Os critérios sempre são direcionados pelos donos que são de Barcelona. Eles têm experiência em casas de espetáculos de muitos anos, inclusive uma casa em Sao Paulo, o Scala, feita com base no Scala em Barcelona. B&B - Como você explica que, mesmo com “crise”, não pára de crescer o número de brasileiros visitando a Flórida? TC - A palavra “crise” é uma palavra pesada que eu nunca gostei, pois a palavra “criatividade” sempre veio para combater a crise. O mundo está mudando com a chegadas dos smartphones. Ficou pequeno e de muito fácil acesso, e isso tem tornado as pessoas em consumidores únicos. O Brasil cresceu porque o salário mínimo cresceu. Você dirige no Brasil e vê que a frota de carros foi renovada nos últimos 10 anos. Muito coisa evolui e isso tem deixado as pessoas mais inteligentes na maneira de comprar. Por isso eu digo que a “criatividade” tem que prevalecer. Quem não muda no mundo atual, não pode vender para esses consumidores. O produto tem que valer a pena para que eles possam comprar. Quem vende serviços é pior ainda, tem que mudar e muito.   B&B - Para você, quais são os futuros grandes desafios do turismo brasileiro na Flórida? TC - Muitas coisas novas estão vindo por aí e isso vai fazer a diferença no Mercado da Flórida. O trem

Tony com a netinha Stela Marie, a quem tanto adora.

No Pirate’s, levou a atração a públicos diversos. SunRail, que vai ligar Tampa, Orlando e Miami, vai ser um movimento de consumo enorme. Imagina de Orlando para Miami em 2 horas e 15 minutos?. Isso vai mexer muito com a economia da Flórida. Outra criatividade combatendo a crise.  B&B - Sua mensagem para os leitores do Jornal B&B: TC - Queria deixar uma mensagem aqui que pode ajudar muito as pessoas nesse mundo a entender tudo que está acontecendo no mundo econômico. Tudo isso é ilusão. O consumo é ilusão. Um carro novo é ilusão porque ele vai se tornar velho. A roupa da moda vai se tornar antiga. Os eletrônicos vão se tornar obsoletos. Mas, a única coisa que não muda é a família, os filhos, os netos e dependendo da forma que forem educados e instruídos, isso vai fazer a diferença no mundo. As diferenças sempre podem ser consertadas com o entendimento de cada lado e tudo é convertido para

Estrelas do show um Deus maravilhoso que criou tudo isso. Sem ele não podemos enfrentar o dia a dia da nossa vida. Creia nele e tudo será possível na sua vida.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 49

Dormir nu Como o simples hábito de dormir nu mudaria sua vida Depois de coletar informações de mais de 3.000 pessoas, o Instituto de Pesquisas do Comportamento do Sono, nos Estados Unidos, concluiu que pelo menos 1 em cada 10 norte-americanos, dorme nu. E essa foi uma “constatação lamentável”, segundo a Dra. Patricia Hollemberg, “considerando os benefícios fantásticos (e cientificamente provados) em deixar os pijamas e cuecas no armário e dormir sem nada no corpo”, garante a pesquisadora. Quem “assina embaixo” é Natasha Turner, médica naturopata britânica autora do livro The Hormone Diet. Para ela, dormir sem roupas pode ajudar as pessoas a terem bom humor, menos barriga, mais sexo, e muito mais. Analisando o livro de Natasha e as recomendações da Dra. Hollemberg, veja a seguir o que você pode ganhar ao dormir nu. Melhore seu desempenho e en-

velheça mais tarde: muitas pessoas gostam de se sentir aconchegantes na hora de dormir, mas se o seu ambiente de sono estiver quente demais, isso impede o resfriamento natural que acontece enquanto dormirmos. Se o seu quarto ou seu corpo ficarem quentes demais (acima dos 21ºC), a temperatura irá interromper a liberação de melatonina e do hormônio do crescimento. Num estudo publicado no jornal “Sleep”, pesquisadores mostraram que você pode tomar doses seguras e legais de hormônio do crescimento — e até melhorar seu desempenho atlético — apenas mergulhando nos lençóis para aquele sono profundo. Previna diabetes, problemas cardíacos e mantenha a disposição do seu corpo: ao impedir a liberação do hormônio do crescimento, você também não irá queimar gordura enquanto dorme, ou se beneficiar de uma noite de reparação para seus ossos, pele e músculos. O hormônio do crescimento

(HGH) afeta todas as células do organismo e é essencial para a restauração de tecidos, construção dos músculos, densidade óssea e estrutura corporal. Indivíduos que dormem menos de seis horas por noite são mais propensos a desenvolver diabetes e problemas do coração, de acordo com pesquisadores da Universidade de Warwick. Se você não dormir o suficiente, seus níveis de cortisol e hormônio da fome disparam, gerando um aumento na insulina. Além disso, os hormônios responsáveis pela queima de gordura e controle do apetite despencam. Descanse mais profundamente e por mais tempo: pesquisas revelam que certas formas de insônia estão associadas a uma regulação deficiente da temperatura corporal e à incapacidade de resfriamento à noite — impedindo assim o estágio mais profundo do sono. Num experimento realizado na Holanda, cientistas vestiram os participantes com roupas térmicas para reduzir a tempe-

ratura corporal em menos de um grau Celsius, sem afetar a temperatura corporal central do corpo. O resultado? As pessoas não despertavam tanto durante a noite, e a porcentagem de sono nos estágios 3 e 4 (sono profundo) aumentou. Acredite ou não, você não sua ou arrepia durante o sono REM, portanto não precisa ficar com medo de sonhar que está numa geleira. Adeus gordura localizada na barriga: conforme seu corpo vai esfriando e os hormônios do crescimento aumentando, o nível de cortisol também irá diminuir com padrões de sono saudáveis. Entre 10 pm e 2 am é o momento em que o seu organismo está realmente descansando e se recuperando. Depois das duas da manhã, suas glândulas suprarrenais começam a produzir cortisol para o dia seguinte, e essa atividade alcança outro pico por volta das 4 a.m até chegar ao seu ponto mais alto por volta das 6 a.m. Em noites que você não dormiu o bastante, você irá acordar com um

nível de cortisol acima do normal. E isso vai disparar seu apetite - especialmente para comidas rápidas e confortáveis - e a sua tendência para comer demais, ficar ansioso, e colaborar para aquela gordura localizada na barriga; mesmo para pessoas magras. Viva a Ocitocina: se você e o seu parceiro dormem pelados, vocês já devem estar colhendo os benefícios dos hormônios que nos fazem sentir bem. O toque da pele com a pele (com intimidade, seja uma massagem, relação sexual, ou carinho) é tudo o que você precisa para ativá-los. Além de estar envolvida no orgasmo e na resposta sexual, a ocitocina é capaz de combater o estress e a depressão, eliminando os efeitos nocivos do cortisol e reduzindo a pressão sanguínea. O hormônio também melhora a mobilidade intestinal, evitando inflamações. Finalmente, não há nada mais excitante para um casal do que ir para debaixo do edredom pelados — e os orgasmos continuam sendo os melhores soníferos naturais.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 50

Roberta Detti

Roberta Detti é fashion designer com conhecimentos em Moda, Design de produtos, Visual Merchandising & vitrines, produção de moda e cenografia.

robertadetti @hotmail.com

Cada época que já passou possui uma característica social forte e marcante para a história mundial, e assim é fonte de inspiração em quase todos os setores criativos. Já sabemos o quanto a moda se reinventa a cada temporada, e essa é a vez dos anos 70, que sempre estiveram presente em nosso guarda roupa mesmo sem percebermos. Os gloriosos anos 70 deixam saudades para quem viveu, uma época de concretização de idealizações, livre arbítrio, paz e amor. Essa década é tão cheia de inspiração exatamente por terem vivido diferentes “acontecimentos” ao mesmo tempo, desde o romantismo hippie com suas calças boca de sino e batas de algodão, ao visual metálico da geração disco, passando pelos amantes do fitness chegando até a era psicodélica das drogas. Tudo isso em tão pouco tempo.

Todas essas vertentes da moda dessa época vem e voltam há tempos. Antes boca de sino, hoje chamada de flare, as calças com modelagem ajustada no quadril e largas nas barras estão de volta às ruas até com um certo frenesi. As coroas de flores dos hippies hoje viraram headbands e assim a moda vai se reciclando, a cada dia. E a inspiração não pára por aí. De forma literal, os anos 70 dominam as passarelas, editoriais e streetstyles em todos os lugares,. Até novela entrou no clima desse período. Saint Laurent Paris, nessa pri-

“Do

mavera-verão masculina 2015, foi em ritmo de Jimmy Hendrix e Creedence Clearwater Revival, em meio a jaquetas jeans e cabelos longos. Diane Von Furstenberg, com nova direção artística de Michael Herz também entrou no clima. Na Missinclof, boca de sino, algodão, franjas e vestidos de cintura baixa surgem para relembrar

a época. A Leader, marca carioca, entrou no clima com seus jeans, batas e macacões. Além de vários lançamentos inspirados nessa época, estão surgindo editoriais, pautas e matérias para relembrar os anos 70. Em clima de Age Of Aquarius,

música do musical “Hair” ou dos músicos que brilharam no Festival Woodstock, essa década está se destacando na temporada. Em clima de paz e amor, vem inspirando os mais diversos looks e composições.

Sonho da família à

concepção”

Centro de Medicina Reprodutiva

O Centro de Medicina Reprodutiva (CRM) oferece tratamentos personalizados, com atenção especial à Saúde da Mulher.

| Planos de baixo custo até procedimentos de alta complexidade (inclusive IVF), o Centro de Medicina Reprodutiva oferece sempre a melhor solução para o seu problema. | Infertilidade, Endometriose, Cirurgia Ginecológica, Distúrbios Menstruais.

Jornal B&B

Nosso compromisso é ajudar casais na realização do sonho de construir sua família, combinando nossa experiência profissional ao carinho no cuidado médico.

Dr. Celso Silva Médico formado no Brasil e nos EUA, com especialização em Ginecologia, Obstetrícia e Medicina Reprodutiva, pela University of Pennsylvania e Brown University. O Dr. Silva é um dos únicos médicos brasileiros com título em especialização (Board Certified) em Medicina Reprodutiva nos Estados Unidos.

Falamos Português e Espanhol Celso_Silva_AD.indd 1

www.ivforlando.com

407.740.0909 ORLANDO • CELEBRATION • LAKE MARY

9/29/14 1:44:00 PM


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 51

Yara Maura Universo de Mauricio de Sousa ganha versão literária através da irmã

Nas fotos, Yara Maura cercada pelos personagens de Mauricio, ao lado do irmão e exibindo um de seus livros didáticos inspirados nos personagens da Turma da Mônica. Yara Maura Silva é de Mogi das Cruzes, São Paulo de pais poetas, jornalistas, radialistas e logo cedo descobriu sua vocação: atuar em comunicação. Em 1972, foi convidada pelo irmão, o cartunista Mauricio de Sousa, para fazer parte da sua empresa, MSP, onde fez de tudo: quadrinhos, revistas institucionais educacionais, peças de teatro, letras de músicas para desenhos animados e programas de TV e, como uma consequência natural, incluiu a criação de livros para crianças. Assim que eu mergulhei no universo criado por Mauricio, os seus personagens sairam dos quadrinhos e passaram a povoar também as páginas de livros paradidáticos que eu criava, e que foram publicados com sucesso pelas maiores editoras do país. Em 1990 Yara veio para New York como Vice Presidente Internacional da MSP Inc., sendo responsável pelo lançamento de desenhos animados, publicações e produtos com personagens de Mauricio de Sousa em cinco conti-

nentes. Seu contato com a comunidade brasileira passou a ser muito amplo, como ela mesmo explica: “Nos nossos encontros com os brasileirinhos no exterior comprovamos o fato de que muitos deles, por influência de seus pais e parentes, tiveram acesso a leitura de revistas em quadrinhos da turma da Mônica em português. As crianças, que estavam sendo alfabetizadas em outros idiomas, nos contaram que aprenderam a ler e começaram a escrever em português atraídas pelas histórias divertidas da turminha! Ficamos cada vez mais convencidos de que o ensino de português como língua de herança para essas crianças, deveria se concretizar como um plano sério e constante, não somente através de organizações de educadores brasileiros que atuam no exterior mas também de pessoas integradas à causa, que é manter a língua portuguesa viva além das fronteiras de nosso País”. Mais do que nunca a difusão da Língua Portuguesa ganha espaço e evidência num mundo cada vez mais

Saídas• Diárias Orlando Miami • Orlando Paradas em:

multicultural. Como Yara enxerga esse processo? Há espaço real para o nosso idioma em termos globais? “Tenho acompanhado o crescimento da presença de brasileiros no exterior e o impacto que a nossa cultura causa, devido a amálgama de sua formação, fruto de muitas culturas de fora, mas sempre adaptadas ao jeito de ser do brasileiro. Talvez por isso as nossas manifestações culturais e artísticas são sempre bem recebidas no exterior. Quanto ao português, na pesquisa que fiz quando escrevi o livro infantil paradidático “Turma da Mônica - A Reforma Ortográfica em versinhos”, já notei as dificuldades relativas à imposição de regras para unificar o idioma na comunidade dos Países de Língua Portuguesa: Timor Leste, São Tomé, Angola e Guiné-Bissau, Cabo Verde, Moçambique, Brasil e Portugal. A unificação está no papel há anos, mas demora a ser implantada, ou mesmo reconhecida. Ou seja, se até entre países irmãos existem problemas, imagino que a batalha para levar o português para países que falam outros idiomas terá uma dificuldade exponencial”.

Quando analisa a luta pela difusão da Língua Portuguesa, a escritora dá sua receita para que esse projeto deixe de ser um mero esforço de abnegados e idealistas: “O apoio total do Ministério da Educação do Brasil e de Instituições que liberem recursos para permitir o avanço do trabalho desses abnegados idealistas. Meu tópico principal como autora de publicações infantis é sempre o do ensino de português como Língua de Herança, com enfoque na Criança. Esse é um desafio a ser conquistado por pais e mestres unidos, contando com o apoio de instituições governamentais e particulares e utilizando métodos de ensino que abranjam toda a gama de formas de comunicação disponíveis para atrair o interesse da criança. Até mesmo os livros educativos em versinhos e as histórias em quadrinhos da Turma da Mônica”. Yara Maura tem um orgulho todo especial de seu trabalho atual como autora de livros infantís. “Com tantas opções como escritora, cronista, poeta, jornalista,

conferencista, radialista, desenhista, letrista e autora e produtora teatral, ainda tenho um carinho especial pelo fato de ser a autora de livros paradidáticos com os personagens da Turma da Mônica. Na criação dos quadrinhos, a turminha de personagens do meu irmão Mauricio de Sousa tem um tipo de personalidade bem definida e, conforme a história as reações podem ser até controvertidas. Uma brabinha, um sujinho, uma comilona e um que tloca letlas”. Existe algum “cuidado especial” em seu trabalho nessa áreas? “O cuidado que tomei foi incluir nos meus livros os personagens como amigos leais que, brincando, vão passando gradativamente informações interessantes para que as crianças recebam boas mensagens e aprendam se divertindo. Se a história e os personagens são atraentes, tanto faz que o livro ou os quadrinhos sejam impressos ou digitais, livros-brinquedos ou animados, a criança vai chegar ao seu caminho sem volta: o Prazer de Ler! A partir daí nada é impossível!

Kissimmee • Fort Pierce • Lake Worth • Pompano • Hollywood

IDA•VOLTA $60 SOMENTE IDA $35

Miami • Orlando

Orlando • Miami

08:00am (Saída Aeroporto) 11:00am (Saída Bayside) 11:30am (Saída Aeroporto) 02:00pm (Saída Bayside) 02:30pm (Saída Aeroporto) 07:30pm (Saída Bayside) 08:00pm (Saída Aeroporto)

05:00am (7536 Universal Blvd. ) 08:00am (7536 Universal Blvd. ) 12:00pm (7536 Universal Blvd. ) 08:00pm (7536 Universal Blvd. ) Informações e reservas, entre em contato:

porto de Miami adicional de $10.00

Toll Free: 1.866.749.8687


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

Page 52

||

Miami

Orlando

Milton Nascimento

Iglesias & Pitbull

Hollywood,FL

Um dos maiores nomes da Música Popular Brasileira em todos os tempos, o mineiro Milton Nascimento volta a excursionar para uma de suas mais reverentes platéias: o público norte-americano, que o consagrou desde o primeiro sucesso, “Travessia”, nos anos 60. Milton se apresenta com um show que inclui seus maiores êxitos, dia 25 de novembro, às 8 PM, no Knight Concert Hall. Ingressos entre $39 e $89. arshtcenter.com

RECOMENDA

Algo assim como uma gigantesca festa de “rap” e “latin sounds”, do que propriamente um concerto de música pop. Esta talvez seja a melhor definição para o imenso êxito da turnê mundial que junta o pop romântico Enrique Iglesias e o “rapper” Pitbull. A passagem do mega-projeto que tem levado milhares de pessoas a arenas nos EUA e no mundo, será dia 28 de outubro na Amway Arena. Ingressos entre $32 e $916. amwaycenter.com

Palm Beach

Ft. Lauderdale

Tango, paixão e drama!

Natalie Cole Como se não bastasse ter superado desafio de ser cantora e filha do legendário “Nat” King Cole, Natalie Cole se tornou uma das mais fortes referências do jazz e blues sofisticado, uma grande estrela internacional. Show espetacular em única apresentação, dia 5 de novembro no Hard Rock live, em Hollywood, FL. Tickets entre $69 e $79. hardrocklivehollywoodfl.com

A paixão pelo Tango é cada vez maior, fazendo desta música passional e de passos intensos uma grande atração internacional. “Tango Lovers” tem todos os ingredientes do melhor do tango. Dia 18 de outubro em duas sessões, às 4:30 e 8:00, no Amaturo Theater do Broward Center, com ingressos entre $35 e $85. browardcenter.org

✤✤DENTISTA ✤

FALAMOS PORTUGUÊS

Carlos J. Gurreonero, D.M.D., P.A.

“Cinderella” 2014 Um dos imortais clássicos,“Cinderella”, recriado pela música empolgante de Rodgers and Hammerstein, ganha uma produção luxuosa e requintada, vencedora de vários “Tony Awards” e com uma magnífica orquestra ao vivo. Performances de 11 a 16 de novembro em diversos horários (confira no site abaixo). Tickets entre $39 e $449. kravis.org

Exames para Pacientes NOVOS

$

49.99

Inclui: (DO150) - Exame inicial, Raio X digital completo (D0210), Raio X Panorâmico (DO330).

CLAREAMENTO

ZOOM! $

375

.00

Preço Regular $500

Válido para pacientes sem periodontites

PROMOÇÃO

para crianças até 14 anos

$

69.99

Inclui: Exame inical, radiografias, limpeza e aplicação de fluor

Os cupons não podem ser usados com Planos de Saúde e nenhuma outra oferta

Jornal B&B

Agora fazemos aplicações de BOTOX

Consultório equipado com a mais moderna tecnologia. Tratamento com sedativos disponível para adultos e crianças.

407.219.5931 8865 Commodity Circle, Suite 6 Orlando, FL 32819 (Esquina com John Young Pkwy e Sand Lake Rd em frente ao 7-Eleven)

PERIODONTISTA BRASILEIRO

Carlos A S Pires, DMD, MSD.

Horário de Funcionamento: 2a, 3a e 5a das 7AM - 4PM 4a das 10AM - 7PM | 6a das 8AM - 1PM | Sábado das 9AM - 2PM Aceitamos Cartão de Crédito e Diversos Planos de Saúde

Especialista em Tratamento de Gengiva a Laser (LANAP) e Implantes.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 53


||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

Paulus

www.JornalBB.com

Fotos: JV Galindo

Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Page 54

As grandes vozes do Brasil DALVA DE OLIVEIRA Paulista de Rio Claro, Dalva de Oliveira tinha 18 anos quando, em 1935 conheceu e se apaixonou pelo compositor e cantor Heri-velto Martins. Alí, nascia o “Trio de Ouro”, ao lado de Nilo Chagas, que antes de Dalva formava com Herivelto a dupla “Preto e Branco”. A partir daí a história da MPB na era de ouro do rádio nunca mais seria a mesma. O sucesso do “Trio de Ouro” foi fenomenal, mas acima dele estava a voz espetacular e o talento dramático de Dalva. Ela decidiu seguir carreira solo em 1949, para se tornar uma estrela de primeira grandeza não apenas no Brasil, mas em toda a América Latina, e vários países da Europa.

A voz masculina do Brasil na América Ele foi um dos artistas convidados do Gala da Independência do Brasil, o mais tradicional evento da Brazilian American Chamber of Commerce of Flórida. Cantou ao lado de um dos maiores tenores brasileiros, Jorge Durian. Mas nada disso tira o carioquíssimo José Paulo Santos, ou simplesmente “Paulus” (novo nome artístico), da sua tranquilidade. Nem mesmo quando lhe chamam de “a voz masculina do Brasil na América”. Os tempos de maior nervosismo, quando estava apenas iniciando a carreira, ficaram para trás. Também ficou para trás o dilema entre a música popular e a erudita. Sim, porque José Paulo, com voz potente e refinada educação musical, tinha diante de sí a possibilidade de fazer carreira lírica, a começar pelo fato de fazer parte do elenco da Ópera de Connecticut, uma das mais importantes do país. Mas não tem como evitar. O samba, os ritmos brasileiros e a nossa música estão no DNA desse artista que tem “arrancado o sucesso com as próprias mãos” como ele mesmo define. Depois de conquistar platéias e prêmios nos Estados Unidos (Press Awards de melhor cantor brasileiros nos EUA), ele viu sua turnê ao lado de Beatriz Malnic e Ivo de Carvalho ser indicado entre os melhores shows brasileiros de 2013, pelo Press Awards Japão. Se surpreende... “Sinceramente, não esperava porque foi a primeira vez que nos apresentamos lá, fizemos quatro shows, a receptividade do público

foi excelente, mas daí a ficar entre os melhores foi incrível. Quero voltar logo ao Japão para agradecer e cantar”, diz José Paulo.

Depois do auge nos anos 50, encarou longo período de ostracismo até retornar gloriosamente ao sucesso, nos anos 60, através de duas marchas de carnaval que en-traram para a história: “Praça 11”e “Máscara Negra”.

“Canzone” foi lançado na Ásia e recebeu boas críticas na mídia ligada em “Brazilian Jazz”. O reconhecimento obtido no Japão em 2013 anima José Paulo a dar “asas” a seu maior sonho: consolidar a carreira internacional.

José Paulo cuida agora da pré-produção de seu segundo álbum

2 3

Influente nas carreiras de todas as cantoras que vieram depois de si, Dalva teve uma vida cheia de tragédias e oscilações. Um de seus maiores desafios foi conciliar uma carreira muito intensa e agenda superlotada, com o cuidado dos três filhos, já que na época em que viveu em Buenos Aires casada com o empresário Tito Clement, o casal adotou a menina Dalva Lúcia.

O álbum, “Canzone Stonate” - uma seleção de clásicos da música romântica internacional - tem participação do próprio Menescal e arranjos e produção de Raimundo Bittencourt, outro grande nome do mundo fonográfico brasileiro.

“Por isso eu adorei o nome “Paulus, the International” com o qual me apresento para as platéias norte-americanas e hispânicas. A receptividade tem sido muito grande. Agradeço a Deus por tanta coisa positiva que tem acontecido em minha carreira musical que, como todos sabem, é uma das mais difícies que existem, com muita competição e poucas oportunidades. Eu tenho sido abençoado desde que, pela primeira vez, tive a chance de me apresentar no Press Awards em Fort Lauderdale e alí a minha vida começou a mudar completamente.”

Tão famosas quanto a voz e o talento de Dalva foram suas brigas com Herivelto. O casal teve dois filhos, Pery e Ubiratan. Pery viria a se tornar um cantor famoso e de sucesso internacional, tendo sido o lançador da canção “Garota de Ipanema”. O mais curioso da carreira de Dalva é que ela conseguiu ser admirada por todos os segmentos do público, ficando imune às “guerras” de fã clubes que marcaram os anos de ouro do rádio no Brasil. Sua popularidade na Argentina é tão grande que até hoje existem fã-clubes dedicados à sua música.

A versatilidade do carioca é inegável. Quando se apresentou, no Parker Playhouse, em Fort Lauderdale, no show em homenagem ao ícone da Bossa Nova, Roberto Menescal, impressionou tanto ao grande mestre que o mesmo o convidou para gravar em seu selo, Albatroz.

1

onde vai enfatizar ainda mais o tom internacional de seu repertório, mas segue dizendo que nunca abrirá mão da música brasileira: “Sou apaixonado pela música do meu país. Adoro Samba, Pagode e Bossa Nova. São três estilos que são a cara de minha cidade, o Rio de Janeiro”, diz o cantor que, sempre que pode, dá suas “escapadas” e, sem nenhum esnobismo, se junta aos amigos pagodeiros e partideiros, brasileiros da cidade de Hartford, Connecticut, onde vive há mais de dez anos: “Isso me faz manter o coração sempre perto do Brasil”.

Três dias antes de morrer, Dalva pressentiu o fim e, pela primeira vez, em sua longa agonia de quase três meses, lutando pela vida, falou da morte. Ela tinha um recado para sua melhor amiga, Dora Lopes, que a acompanhou ao hospital: “Quero ser vestida e maquiada, como o povo se acostumou a me ver. Todos vão parar para me ver passando!”.

Fotos: 1 - Dalva no auge da carreira, 1954. 2 - Capa de um dos álbuns de Dalva cantando tangos, que a tornaram muito popular na Argentina. 3 Dalva em foto de 1963

Dalva de Oliveira morreu em 30 de agosto de 1972, vítima de uma hemorragia interna causada por câncer no esôfago. Seu corpo está enterrado no Cemitério da Saudade no Rio de Janeiro. Desde então, a memória de seu trabalho está resgatada em inúmeros relançamentos, dois dos quais são verdadeiros clássicos da MPB, produzidos por Hermínio Bello de Carvalho: “A Estrela Dalva” e “Grossas Nuvens de Amor”

Trio de Ouro em sua formação original: Nilo Chagas, Herivelto Martins e Dalva de Oliveira


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 55

Fernanda Meireles

A artista em sua oficina de trabalho

A artista plástica paulistana, Fernanda Meireles, radicada há 17 anos em Miami, é uma das mais relevantes referências artísticas brasilerias no Sul da Flórida. Nada mais natural do que a grande expectativa em torno da exposição que reunirá 30 de suas telas unindo abstração e elegância, numa das galerias mais conceituadas e bem localizada na “meca” artística de Miami, o Design District. Célebre por sua arte abstrata, onde a mistura de cores resultando num produto final sofisticado, contemporâneo e cheio de significados, a artista batizou como “Infinite Dimension”, a mostra que vai de 2 a 20 de outubro, na Wynwood Art Group (446 NW 28th St, Miami, 33127). Com o Sul da Flórida vivendo momento

intenso em favor da arte brasileira, a exposição de Fernanda é aguardada com ansiedade. Fernanda Meirelles tem exibido seus trabalhos em vários países, tendo recentemente sido agraciada com uma Medalha na Bienal de Florença, Itália. Durante vários anos teve sua própria galeria em Sunny Isles Beach. “Infinite Dimensions” traz ao público a delicada e sofisticada visão da artista, transmitindo as infinitas dimensões do abstrato gestual. “Uma viagem ao interior do seu ser”, como ela mesma define sua arte: “Muito além desse mundo tridimensional, onde apenas a imaginação pode chegar, há um mundo de sonhos e encan-

Fernanda Meireles, sensibilidade num abstracionismo poético

tamento. Um mundo de formas, sensações e cores, no qual tempo e distância não existem. É a dimensão infinita, a dimensão do artista. Lá eu me abrigo, lá dou forma às minha sensações. Cuidado!: é entre meus sentimentos que eu o convido a entrar”.

Não é de hoje que o mercado da arte, brasileiro e internacional, reconhece e aplaude as criações de Fernanda. A curadora Liane Rivas é uma das especialistas que não economiza elogios à produção da artista,

“Minha arte é um convite para entrar no mundo dos meus sentimentos” em especial nessa exposição.: “Infinite Dimensions explode para além de seus limites, e traz Fernanda Meirelles em sua melhor forma”, afirma. Conheça mais sobre o trabalho de Fernanda Meireles, visitando www.fernandameirelles.com


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 56

O maestro da ponte aérea

Os brasileiros Renan Cerdeiro e Natalia Arja, brilham no Miami City Ballet

Referência “master” na MPB, Antônio Adolfo, vive, “literalmente”, entre Rio, Flórida e New York O maestro Antônio Adolfo é “piloto série A” da Música Popular Brasileira desde o comecinho dos anos 70, quando fundou, ao lado do parceiro Tibério Gaspar, a antológica banda “A Brazuca”.

Antônio Adolfo foi o primeiro músico brasileiro, radicado nos Estados Unidos, a receber o “Lifetime Achievement Award”, na cerimônia de 2014, no Broward Center.

Do primeiro álbum “Antônio Adolfo e a Brazuca” - lançado em 1969 pela EMI-Odeon - até hoje, sua trajetória é uma das mais brilhantes da MPB, não apenas como compositor de grandes sucessos como “Teletema”, Juliana “BR-3”, “Sá Marina”, etc, mas especialmente como músico, arranjador e produtor. Desde 1985 mantém uma escola de música de grande prestígio no Brasil, o Centro Musical Antonio Adolfo. Mudou-se para Miami em 2007 com a esposa Ana, atraído pelo desafio e pelo sempre forte mercado internacional interessado em música brasileira e “Brazilian Jazz”, que é como grande parte dos estrangeiros define a Bossa Nova e suas ramificações. Ganhador em 2014 do “Lifetime Achievement Award” do Press Awards por mais de 4 décadas de inestimáveis serviços prestados à MPB, Antônio Adolfo conversou com o jornal B&B: B&B - Maestro, quem diz que a MPB passa por uma de suas piores fases, está certo ou é apenas um saudosista? Antônio Adolfo - O cenário hoje e muito difícil de se analisar e comparar com os anos 60, por exemplo. Naquela época não havia a internet ou a produção independente. O que acontece hoje é que, paralelamente ao que se chama de grande mercado, fruto da grande mídia, manifestações de grande qualidade e sofisticação tem aparecido e que não chegam ao grande público. Pode-se dizer que, para o

grande mercado tenha havido uma certa vulgarização, decorrente de uma série de fatores, mas não que a música popular brasileira tenha decaído. Poderíamos citar vários exemplos. B&B - O Sr. sempre foi um músico de alta demanda na MPB. Estrelas como Maria Bethânia, Emilio Santiago, Elis Regina, Nara Leão, Angela Roro, etc, exigiam das gravadoras que o contratassem para a gravação de seus álbuns. Essa realidade na MPB acabou? AA - Continuo sendo chamado, mas infelizmente, por conta de meus compromissos com meu próprio trabalho (discos, aulas etc), não tenho podido participar dos discos e shows acompanhando cantores. A não ser quando produzo o disco ou pinta uma participação especial. B&B - A receptividade que o Sr. encontrou em Miami foi imediata? AA - Na verdade, nunca procurei trabalhar como músico em Miami. Mas a receptividade, sem-

pre que, por uma vez ou outra me apresentei em Miami e arredores, foi muito boa. B&B - Como foi a decisão de abrir sua escola de música aqui em Miami? Qual era sua expectativa? AA - Foi uma tentativa de dar continuidade ao trabalho que venho fazendo há três décadas no Rio de Janeiro, com bastante êxito. Na verdade, a expectativa era bem boa e me empenhei bastante para despertar nos moradores da região o desejo de aprender música brasileira ou aprender música através de uma metodologia criada por um brasileiro. Apresentou vários workshops e as aulas regulares que, no início, eram só aos sábado, logo logo passaram a ser diárias. B&B - Desde que o Sr. vive entre Brasil e EUA, não tem parado de gravar, compor e estar presente na cena artístico-musical de suas duas “casas”. De onde vem tanta energia? AA - rsrs.... Acho que a paixão pela música desempenha papel muito importante nisso tudo. B&B - Nos últimos anos seu trabalho tem sido sucessivamente premiado e reconhecido, seja por brasileiros na Flórida, New York, Los Angeles, seja pelo público norte-americano em todo o país. Esse interesse por sua música, seus Cds, lhe surpreende? AA - Principalmente me gratificam, pois sei que são resultado de muito empenho em me dedicar totalmente à música. B&B - O que o Sr. planeja para os próximos meses... AA - Continuo nessa ponte, principalmente Rio/Flórida/New York, compondo, tocando meu piano, fazendo arranjos e lecionando. Estou construindo novos projetos para 2015.

USA: horizonte para bailarinos brasileiros Seja em Miami ou Milwuaukee. Em Dallas ou Boston. Mais longe ainda, em Seattle ou em companhias emergentes com em Scottsdale, no Arizona. O fato é que, sem nenhum horizonte possível de trabalho e carreira, num Brasil em que o ballet se tornou uma arte extremamente restrita, jovens talentos de nosso país estão encontrando nos mais diversos pontos dos Estados Unidos, a chance de seguir em frente em sua vocação artística. A dança nunca foi um território muito “amplo”, profissionalmente. Se já é assim na grande maioria dos países que tem no Ballet uma referência forte, como Rússia, Inglaterra, Áustria e Estados Unidos, mais ainda em países onde a dança em seu formato mais acadêmico, é vista como algo extremamente elitista e distante. Entretanto, talentos como Renan Cerdeiro e Natalia Arja, brilham no Miami City Ballet, hoje uma das mais importantes companhias, não só dos EUA, mas do mundo.

“Não teríamos chance no Brasil. Veja só, eu sou de Goiás e na minha cidade, o máximo que se pode chegar é dançar em grupos amadores, sem ganhar nada. Você perde o estímulo e abandona a dança. Isso acontece com todos, especialmente os rapazes, que já são muito poucos por causa do preconceito”, diz Danilo Paim, que está na Companhia de Ballet de Dallas. O caso mais cintilante é do Miami City Ballet, que há 12 anos abriu suas portas para bailarinos brasileiros e mantém, desde 2006, um programa que dá bolsas de estudos para jovens brasileiros. Hoje, esse programa é um exemplo admirado por outras companhias.

No Estado de New York, mais precisamente na capital, Albany, está a companhia Berkshire Ballet e lá estão se apresentando o casal de brasileiros Bruna Gaglianone, de 19 anos, e Erick Swolkin, de 20. Com raras exceções, onde chegam, os bailarinos brasileiros se destacam e em pouco tempo já alcançam posições de destaque. Com garra e disciplina, eles revelam uma “fome” de agarrar a oportunidade como se não houvesse outra chance de ter uma carreira. E talvez não haja mesmo, como explicam:

Andrei Chagas, um dos brasileiros que se beneficiaram do intercâmbio com o Miami City Ballet


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

Nascido em Niterói (Rio de Janeiro), o ator e cantor Jonatas Faro, 27 anos, viveu quase todo o ano de 2005 aqui nos Estados Unidos. E teria ficado, talvez até definitivamente, se não tivesse sido “descoberto” por um “olheiro” e retornasse ao Brasil para integrar o elenco da série “malhação”, que é uma espécie de “escolinha” para jovens atores e atrizes na Rede Globo. Só que a carreira de Jonatas começou muito antes disso. Ainda garoto, fez parte do elenco da novela “Chiquititas”, do SBT, que foi gravada na Argentina, em 1988. Jonatas tinha apenas 11 anos. Logo depois foi contratado pela Globo, onde ficou até o final de 2004. Sua trajetória na Globo inclui “Um Anjo Caiu do Céu”, “Malhação”, “Insensato Coração”, “Cheias de Charme”, além da participação em programas diversos como “Dança dos Famosos”. O mais recente “Artista Completão” (2014), quadro exibido no “Domingão do Faustão”, ganhando em primeiro lugar. Jonatas acaba de encerrar mais uma temporada na Flórida, onde atua a convite de empresas de turismo, se apresentando em eventos com grupos de turistas. Ele também tem uma conexão muito forte com o estado norte-americano. É aqui que vive sua irmã Sulamita, de 29 anos. Ela atua na área imobiliária e Jonatas está cada vez mais perto de comprar uma casa na Flórida. O Jornal B&B conversou com Jonatas e Sulamita.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 57

Jonatas Faro compra casa na Flórida Jovem galã da Globo adora os Estados Unidos e a Flórida em especial, e não só está comprando imóvel como espera, um dia, viver aqui. Sua irmã, corretora de imóveis, mora em Miami e lhe dá uma assessoria toda especial.

encontramos em eventos ou festas. É a quinta vez que faço esse tipo de atividade e nem considero como um trabalho. Me divirto tanto que na hora de ir embora fico sempre triste.

B&B - Jonatas, nos fale de seu trabalho... Jonatas - Esse ano eu completo 16 anos de carreira. Sou um cara curioso por natureza e sei que tenho muito ainda o que aprender. Tive a honra de trabalhar com grandes nomes da nossa dramaturgia e aprender muito com eles. Toda essa influência, com certeza vem da minha família. Meu bisavô, nos anos 30, era locutor de novelas. Minha mãe era professora de violão, cresceu cantando em igrejas Evangélicas.

B&B - Está comprando imóvel em Orlando. É para férias ou investimento? Jonatas - Sim. Tenho dado uma olhada com minha irmã, que é corretora de imóveis em Miami. Demos uma olhada tanto em Miami quanto em Orlando. Gosto muito das duas cidades e tenho alguns amigos que moram aqui. É realmente impressionante a facilidade de comprar um imóvel aqui. Prezo muito pela qualidade de vida aqui mas penso mais como investimento mesmo, por agora.

B&B - Onde tem se apresentado nos EUA? Como tem sido a reação do público? Jonatas - Faço, há alguns anos, um trabalho muito bacana com um grupo de jovens e adolescentes que vem passar as férias em Orlando. Nos

B&B - Você pensa em algum dia se mudar para os EUA? Jonatas - Penso sim. Também penso em passar uma temporada na Califórnia estudando. Já morei em algumas cidades dos E.U.A. Amo o país. Ainda mais agora com uma

Apesar de ter apenas 27 anos, Jonatas começou em 1998 no elenco de “Chiquititas”, no SBT. Em 2014 ele completa 16 anos de carreira. Com uma trajetória de êxito na Globo, onde está desde 2000. Na foto acima à esquerda, um dos “shots” de sua carreira como modelo, à direita com a irmã, Sulamita, em Miami, ao lado à direita , paixão total com o filho Guy (fruto da relação com a atriz Danielle Winits) e abaixo, curtindo praia no Rio.

O Jornal B&B também fez perguntas à irmã de Jonatas, Sulamita: B&B - Sulamita, como você se sente tendo um irmão que está fazendo sucesso na música e na TV? Sulamita - Me sinto muito feliz, principalmente pelo meu irmão estar fazendo o que ama. O admiro por sua determinação, foco, e persistência. E o que importa para mim é vê-lo feliz e realizando os seus sonhos.

parte da família morando fora. B&B - Quais são seus planos para os próximos meses? Jonatas - Os planos são: terminar de gravar o EP que estou gravando e que será lançado pela SONY ainda esse ano com 4 músicas. No início do ano que vem, retornar às novelas e começar a ensaiar uma peça com estréia marcada para abril de 2015.

B&B - Como o fato de você morar aqui nos EUA influencia na carreira e nas escolhas de Jonatas, tais como a compra de imóvel na Flórida? Sulamita - Acredito que por eu morar nos Estados Unidos acabo conhecendo mais a cultura e o funcionamento do país. Principalmente na área de imóveis, pois é a minha especialidade profissional. Então comecei a compartilhar com ele as facilidades e as vantagens que existem para estrangeiros na compra de imóveis nos Estados Unidos. Despertando assim nele a vontade de investir no setor imobiliário dos Estados Unidos.

OPORTUNIDADE DE EMPREGO Agência de Turismo contrata: AGENTE DE VIAGENS Exigimos: 2 anos de experiência do Amadeus; Inglês Fluente.

Interessados, entrar em contato pelo telefone (407) 325-3915 Untitled-1 1

9/26/14 9:23:34 PM


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 58

Esportes

Bottas vem fazendo uma temporada excepcional. Massa está afastando o “azar” que marcou suas performances na primeira parte no campeonato.

Desafio da Williams é ficar em 3º no Mundial de Construtores Além da rivalidade, Massa e Bottas agora estão “de olho” na Ferrari A Williams está dando mesmo o que falar na temporada 2014 da Fórmula 1. E para a equipe inglesa que está “ressurgindo”depois de um tempo longo de “vacas magras”, o coroamento seria ficar à frente da Ferrari no Mundial de Construtores. Clima positivo é o que não falta. Seis provas antes do encerramento do calendário, e a Williams já confirmou a manutenção de Felipe Massa e Valeri Bottas para 2015. Quando a equipe contratou Felipe Massa no final de 2013, depois que o piloto brasileiro encerrou uma longa temporada

com a Ferrari, havia muita especulação e poucas certezas sobre o projeto de Frank Williams, uma das “legendas” da F-1, e que já havia trabalhado com dois brasileiros tricampeões do mundo: Nélson Piquet e Ayrton Senna. Faltando apenas cinco provas para o encerramento da F-1 em 2014, o título já é uma “questão particular” entre os dois piltoso da Mercedes - o inglês Lewis Hamilton e o alemão Nico Rosberg. A a outra empolgante batalha nas provas do Japão, Rússia, Estados Unidos, Brasil e Emirados Árabes, será para saber quem fica com o terceiro lugar no Mundial de Construtores; Williams ou Ferrari?

A julgar pelo desempenho na segunda metade da temporada, a Williams, que no GP da Itália, em Monza, - “casa” da Ferrari - a superou em pontos o time de Maranello, é favorita nessa disputa. A Williams superou a Ferrari em pontos no Mundial de Construtores, graças ao terceiro lugar de Massa e quarto de Bottas, em Monza. Evitando magoar os torcedores italianos que o apoiaram em seus anos de Ferrari e o aplaudiram ao conquistar o pódio em Monza, Massa foi cauteloso e previu dificuldades nessa “guerra”: “Nada está ganho. O que aconteceu na Itália, com Alonso

abanodonando e Haikkonen chegando apenas em 100 não é um resultado normal para a Ferrari. Faltam muitas provas e a Williams terá que trabalhar duro para assegurar esse terceiro lugar”, disse o brasileiro. Já o finlandês Valeri Bottas, que vem tendo uma temporada de resultados superiores a Massa, graças a uma série de acidentes e problemas enfrentados pelo brasileiro, acha que as chances da Williams são claramente maiores: “Não se trata de desrespeitar a Ferrari. Eles são uma legenda. Mas na Fórmula 1 é muito difícil você alterar substancialmente a performance de um carro. Acho

que o favoritismo é nosso e depende apenas de mim e de Felipe para conquistarmos esse terceiro lugar. Não sei se, nos pontos, ainda poderíamos sonhar em superar a Red Bull...”, disse sorrindo, feliz com sua quarta colocação na prova. A Williams já antecipou que seu time terá menos tempo de férias, para dedicar-se ao projeto do carro de 2015. Entusiasmado com os resultados deste ano, o veterano construtor quer muito mais no próximo ano: “Ainda temos uma diferença de rendimento que nos impede de brigar pela vitória, mas queremos estar na primeira prova de 2015, lutando pelo título”.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 59

Espaço Aberto

Esportes

A média de público dos jogos da MLS é 50% maior que a do Campeonato Brasileiro

O empresário brasileiro Flávio Augusto da Silva é o proprietário do Orlando City, integrante da Major League Soccer, elite do futebol nos Estados Unidos

Flávio Augusto da Silva, do Orlando City: “O Brasil precisa aprender com os EUA que futebol é um negócio” Quando falamos as palavras Brasil e futebol, o que vem em sua cabeça? Antes da Copa talvez fosse: vencer, talento, orgulho, pentacampeonato, dentre outros significados construídos em nosso inconsciente por anos de história. No entanto, após o famigerado 7 a 1, uma mistura de sentimentos, como vergonha, fiasco, raiva, reestruturação, questionamento etc., passou a povoar os pensamentos dos brasileiros.

Assim como na Copa da África do Sul, no Brasil os norte-americanos foram os maiores compradores internacionais de ingressos. Mais de 200 mil ianques desembarcaram e lotaram nossos estádios enquanto nos EUA lotavam ruas, praças, bares e estádios para assistirem, por telões, aos jogos de sua seleção. Na TV, as partidas superaram as audiências das finais da NBA e do beisebol. Um fenômeno sem precedentes que o mundo ainda tenta explicar.

peonato Brasileiro, 350% maior que a média de público do Campeonato Paulista e 800% maior que a média do Campeonato Carioca.

Comportamento que a psicologia pode nos ajudar a classificar em situações que geram um forte trauma, os chamados transtornos de estresse pós-traumáticos (TEPT), definição criada nos anos 1980 e incluída no sistema de diagnósticos da Associação Americana de Psiquiatria, com os seguintes sintomas: pesadelos e lembranças espontâneas, involuntárias e recorrentes (flashbacks) do evento traumático, distanciamento emocional, diminuição da afetividade e pessimismo quanto ao futuro. Hiperexcitabilidade psíquica.

Finalmente, o maior esporte do mundo invadiu o maior mercado de marketing esportivo do planeta. Dentro de campo a seleção americana vem construindo seu respeito. São sete participações consecutivas em Copas, chegando, no mínimo, até as oitavas de final em seis delas. Resultado que, no mesmo período, não foi alcançado por seleções badaladas, como Inglaterra, Portugal e Uruguai.

Nos EUA, o futebol já é o segundo esporte favorito de jovens até 24 anos e o primeiro esporte do público latino, que representa mais de 50 milhões de habitantes no país (cinco vezes a população de Portugal).

Não sou psiquiatra e tampouco quero me aprofundar no tema mas, como leigo e curioso, sei que somos capazes de superar esse trauma e, melhor, aprendermos a torná-lo alicerce para uma potencial mudança no futuro do futebol brasileiro. Como? Que tal tentarmos aprender com outro fenômeno desta Copa? Experiência norte-americana Dessa vez pergunto: o que lhe vem imediatamente em mente quando misturamos as palavras EUA e futebol?Antes da Copa, provavelmente, seria: bola oval, capacetes e equipamentos de segurança, um exército de brutamontes e regras que não entendemos muito bem. Porém, depois do Mundial parece que o mundo inteiro passou a prestar atenção no que chamam de soccer na terra do Tio Sam - o nosso futebol.

Mas esse furor pelo futebol não acontece somente de 4 em 4 anos. Em 2009 conheci melhor o dia a dia do esporte no país e me dei conta deste fenômeno. Foi quando decidi investir no futebol nos EUA antes mesmo dele ser percebido pelo grande público, o que, por essa razão, pareceu-me uma excelente oportunidade de negócios. Por meio de pesquisas pude confirmar minhas primeiras impressões. Algumas apontavam o futebol já como o esporte mais praticado por lá, com mais de 20 milhões de pessoas ativas. Não por acaso, os EUA são o país número um em venda de chuteiras e caneleiras das duas maiores marcas de material esportivo do mundo. Aumento de público A Major League Soccer (MLS), principal liga dos EUA e Canadá, já é a competição com o maior crescimento do mundo. Tem um público nos estádios 50% maior que o Cam-

O Seattle Sounders, clube que já integra a MLS, por exemplo, manteve média de 43 mil torcedores por jogo durante a temporada de 2013 50% mais que a média de público do Corinthians no mesmo ano, sendo o alvinegro o time de maior média de público do Brasil.

Durante a Copa deste ano, o Orlando City, clube que comprei no início de 2013, contratou e apresentou o Kaká. Na data, quase 12 mil pessoas lotaram as ruas da cidade para recebê-lo, enquanto gritavam, pulavam e cantavam como verdadeiros fãs do futebol. Mas, afinal, o que o futebol brasileiro pode aprender no divã do Tio Sam? As tentativas iniciais de implantar o futebol nos EUA fracassaram, mas deixaram seu legado no número de praticantes do esporte no país. Hoje, após quase 18 anos da fundação da MLS, em 1996, o futebol ressurge com toda força e, dessa vez, respeitando uma boa e velha fórmula vencedora para empreender no esporte, usada pelas ligas de basquete, beisebol e futebol americano: na terra do Tio Sam, esporte não é objeto político, não é parte de uma instituição sem fins lucrativos e nem administrado de forma amadora e sem responsabilidade fiscal. Clubes têm donos Alguns dos bilionários americanos que são os maiores investidores

do esporte respondem com seu patrimônio pessoal pela administração de seus clubes. Eles injetam milhões em investimentos para a construção de estádios e lucram com os clubes que foram capazes de formatar. Na outra ponta, no maior mercado de marketing esportivo do mundo, as empresas ganham – e muito - com a associação de suas marcas aos clubes que movimentam milhares de fãs por todo o país.Fãs que, por sua vez, são beneficiados com um espetáculo dentro de estádios e quadras modernos, seguros e com uma excelente infraestrutura. Esporte é um programa de fim de semana para as famílias americanas. Em outras palavras, esporte nos EUA é um negócio e, diga-se de passagem, um negócio bilionário. Basta observar os números da recente venda do Los Angeles Clippers, clube da NBA. Steve Ballmer, ex-presidente executivo da Microsoft, tornou-se dono do clube por uma bagatela de US$ 2 bilhões.E, de olho na expansão do futebol nos EUA, empresários estrangeiros, como eu, investem pesado na implantação de um clube na MLS e em seus respectivos estádios. Dentre os nomes que chegam à MLS está ainda o astro do futebol inglês David Beckham, proprietário do clube de Miami e xeque Mansour, atual proprietário do Manchester City e do New York City, que estreia na MLS também em 2015 com um time reforçado por Frank Lampard e David Villa. Esse movimento também é um forte gerador de empregos e arrecadação de impostos. Em Orlando, por exemplo, a prefeitura e o condado apostaram no projeto a fim de atrair mais turistas. Principalmente os brasileiros, que estão entre os que mais consomem.A previsão é que nos próximos 30 anos o futebol

gere, somente em arrecadação de impostos em Orlando, cerca de US$ 1,2 bilhão. Somado a isso, o Orlando City Soccer desenvolve vários programas sociais junto à comunidade, utilizando o futebol como ferramenta de inclusão e incentivo a educação. Enquanto convivermos com naturalidade com clubes sem fins lucrativos - assim estão estruturados os detentores das maiores torcidas no Brasil -, ao mesmo tempo em que jogadores ganham salários milionários e dirigentes fazem “trabalho voluntário”, sem receberem salário, teremos que conviver com uma infinidade de conflitos de interesses e enormes contradições, isso em meio a um cenário com pouquíssima transparência. Panorama esse que espanta empreendedores como eu e muitos outros que adorariam investir no futebol brasileiro. Seria um formato em que todos poderiam lucrar: investidores, marcas, TV e, principalmente, o torcedor. Os fãs teriam acesso a excelentes espetáculos protagonizados por seus ídolos, que teriam muitas razões, inclusive financeiras, para permanecerem no Brasil. Penso que no divã do Tio Sam, o que temos a aprender é que uma grande empresa precisa ser administrada por profissionais e pessoas que respondam com o seu patrimônio pessoal pelos resultados, bons ou ruins, de sua administração.Estranhamente, muitos não gostam da ideia de alguém - que correu enormes riscos e investiu o seu próprio capital - lucrar num clube, mas convivem passivamente com a ideia de um dirigente herdar dívidas milionárias de um mandato anterior sem que houvesse sequer um único responsável para pagar a conta. Quanto a essa estranha preferência, nem Freud explica.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 60

Esportes

Tiago Splitter A noite de 15 de junho de 2014 entrou para a história do esporte brasileiro com tons de preto e branco e através de uma equipe do basquetebol norte-americano. Tiago Splitter, catarinense de Blumenau (SC), pivô do San Antonio Spurs, tornou-se o primeiro brasileiro campeão da NBA, a poderosa Liga Profissional do Basquete nos EUA e o mais importante e acompanhado campeonato de basquetebol no planeta.

O primeiro brasileiro campeão da NBA

San Antonio fechou em 4 a 1 a série melhor-de-sete das Finais 2014, parando o Miami Heat e saboreando a esperada “vingança” após a traumática derrota de 2013. Dominante, implacável, o San Antonio foi perfeito contra os então atuais bicampeões. Em casa, com o AT&T Center lotado. Uma conquista recheada de números, marcas, recordes e, sobretudo, mérito. Venceu o melhor time. Tiago Splitter, agora, faz parte da História.

Uma proeza, uma façanha que levou exatos 26 anos para virar realidade. Rolando foi o primeiro brasileiro a atuar na liga americana, pelo Portland Trail Blazers, em 1988. Depois de quatro anos defendendo o San Antonio Spurs, e de participar de duas finais, Splitter agora tem um anel de campeão no dedo. E o Brasil tem o seu primeiro campeão

da NBA. Foi vestindo a camisa 22 dos “Spurs” (“esporas”, em português, numa referência ao legado dos cowboys texanos) que o gigante catarinense de 2 metros e 11 centímetros ajudou a franquia a conquistar seu quinto título na História e mais: contra os favoritísmo de Miami.

O título do brasileiro coroa uma longa e brava caminhada. Lá se vão quase 15 anos desde que Splitter deixou o Brasil. Talento precoce, o catarinense deixou o país aos 15 anos rumo à Espanha.

Splitter com a esposa, Amaia.

Depois de passar por Blumenau(SC) e Joinville(SC), ainda um pré-adolescente, o “galego” chegava a Bilbao, no País

Basco. Considerada a melhor liga do mundo fora dos Estados Unidos, a espanhola ACB viu o jovem Tiago crescer, chegar aos atuais 2,11m, evoluir exponencialmente o seu basquete e lapidar seu melhor jogo, enchendo os olhos dos amantes do esporte. Por lá permaneceu por nove anos. Virou referência, conquistou prêmios individuais, títulos e “status”, e chamou a atenção dos olheiros da NBA. O “chamado” para a principal liga do mundo veio no “Draft” de 2007, como a 28ª escolha, mas somente em 2010 o catarinense arrumou as malas rumo à América. Em San Antonio, Tiago se sentiu à vontade. Para se adaptar e ter o tempo necessário para entender o jogo “à maneira da NBA”. E confessa sorrindo que se sente “totalmente em casa”. Certa vez, perguntado pelos jornalistas sobre sua função no time, o brasileiro disse que “alguns caras sabem tocar o piano. Outros carregam. E eu sou um desses que carregam o piano”. Humildade é uma de suas características.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 61

Esportes

F-Indy volta ao Brasil GP em Brasília abre o calendário 2015

Embalado pela conquista do Mundial de Clubes de Basquete, derrotando o time israelense Maccabi, o time de basquete do Flamengo vai realizar três jogos contra equipes da NBA no mês de outubro, sendo que o mais aguardado é o confronto, em Orlando, contra o Magic, dia 15 de outubro.

Graças ao empenho da Rede Bandeirantes, a Fórmula Indy estará de volta ao Brasil, abrindo o calendário de 2015 com uma prova no Autódromo Nélson Piquet, em Brasília (foto aérea à direita).

Por enquanto é a única corrida fora da América do Norte que já está confirmada

na programação do ano que vem. A definição do local e data da prova aconteceu em setembro. O autódromo de Brasília será totalmente reformado e receberá a prova que, entre 2010 e 2013, aconteceu no circuito urbano do Anhembi, em São Paulo.

NEGÓCIOS INTERNACIONAIS FORMULÁRIOS DE

IMIGRAÇÃO

O GP do Brasil tem tudo para acontecer no dia 15 de março. O autódromo internacional Nelson Piquet, em Brasília, ainda precisará passar por reformas de estrutura e na pista para receber a categoria norte-americana. Mas sua estrutura básica é considerada excelente.

O Flamentgo estréia dia 8 em Phoenix (Arizona), contra os Suns, e depois de Orlando vai a Memphis (Tennessee), atuar contra os Grizzlies. Entretanto, pela grande população brasileira - e de torcedores do clube rubro-negro carioca - no estado da Flórida, a expectativa do jogo contra o Orlando Magic é muito grande. Estas partidas fazem parte do calendário do Global Games 2014

da NBA, que incluem nove equipes da NBA jogando sete partidas em seis países (sete cidades). Durante a temporada regular 2013-2014, ao todo 92 jogadores internacionais de 39 países e territórios estiveram inscritos no campeonato. A equipe carioca tem, como principais nomes, os alas Marquinhos, com passagens pela NBA (New Orleans Hornets e Memphis Grizzlies), e Marcelinho Machado, ambos da Seleção Brasileira. Além do argentino Walter Hermann, que já atuou por Charlotte Bobcats e Detroit Pistons. O confronto diante do Phoenix Suns será o primeiro reunindo um clube sul-americano e uma franquia da NBA na pré-temporada.

O Melhor Restaurante Brasileiro de Orlando Jornal B&B

O contrato entre a Indy e a Band foi fechado em São Paulo, após reunião entre o vice presidente do Grupo Bandeirantes, Marcelo Meira, o representante da Fórmula Indy no Brasil, Willy Herrmann. O presidente da Indycar, Mark Miles, em Indianápolis (EUA), oficializou a inclusão do Brasil no calendário da categoria em 2015.

Flamengo x Magic agita torcedores na Flórida

| Plano de Negócios | Marketing | Logística | | Vistos de Estudantes | | Residência Permanente (Green Card) | | Naturalização | Cidadania e outros. | Nós, da MP USA Connect, não somos advogados e, portanto, não prestamos assistência jurídica. O que fazemos é assisti-lo em preencher e traduzir seus formulários de imigração. Os clientes que necessitam de assistência jurídica são encaminhados para advogados conhecidos e respeitados.

Brazilian Restaurant Marilda Peele

Consultora de Negócios Internacionais Mais de 20 anos de Experiência www.mp-usaconnect.com

Marilda_Peele_AD.indd 1

Uma experiência inesquecível

407.232.4748 7031 Grand National Drive Suite 109 Orlando, FL 32819

Jornal B&B

mpeele@mp-usaconnect.com Atendimento: Português, Inglês e Espanhol.

9/22/14 8:48:07 PM

407-352-1255

5159 International Dr. Orlando, FL 32819 Aberto diariamente - das 11:30 am às 12:00 am

Café da Manhã das 7 am às 10:30 am


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 62

Almanaque

Voltas, o mundo dá...

O Espinafre do Popeye O marinheiro Popeye, um dos ícones da cultura pop, tem como sua principal fonte de energia e força, comer o conteúdo de latas inteiras de espinafre. E tudo, na verdade, começou com um tremendo equívoco. Em 1870, 59 anos antes da estréia do primeiro episódio do desenho animado, Erich von Wolf, um médico e químico alemão, analisou a quantidade de ferro presente no espinafre e em outros legumes verdes. Ao registrar suas descobertas, o cientista acidentalmente alterou o teor de ferro no espinafre de 3.5 para 35 miligramas por cada 100 gramas da nutritiva folha. O número incorreto foi impresso e o equívoco se tornou “verdade”. O valor nutricional do espinafre tornou-se lendário. Quando Popeye foi criado em 1929, o estúdio recomendou que o personagem comesse espinafre por sua força e por suas propriedades benéficas à saúde. E também porque receberiam um “incentivo” forte dos produtores de espinafre dos Estados Unidos.

As sessões de cinema, fartas e baratíssimas, decretaram, na década de 1930, a morte de um dos mais populares gêneros de entretenimento que já existiram; o “Vaudeville”, ou o “Burlesque”, considerado o “primo pobre” do teatro tradicional.

Sutís diferenças

Consistia numa série de atos de humor, canto, dança, sapateado, malabarismo e até ópera e habilidades marciais. Grandes profissionais e deusas da sensualidade reinavam nessa forma de teatro que gerou os musicais da Broadway.

Confira a lista abaixo com as dez maiores diferenças entre homens e mulheres e nos diga se deixamos passar algo. Divirta-se!

Pois bem, o Vaudeville ensaia uma volta triunfal a bordo de produções esmeradas que glamourizam o formato. Vedetes como Dita Von Teese e Carmen Pollenta (foto à direita) turbinam esse retorno que atrai platéias curiosas de jovens, misturados a sessentões saudosistas. Afinal, o “último” teatro de Vaudeville em New York cerrou suas portas, em 1966.

“E o Vento Levou” segue imbatível

O sucesso do Popeye ajudou a aumentar exponencialmente o consumo de espinafre em muitos países. Até que, em 1937, foi feita a correção científica. Mas aí, o espinafre do Popeye já tinha “criado fama e deitado na cama” do sucesso.

Fazendo a “correção monetária” desde que o filme “E o Vento Levou” (Gone with the wind) foi lançado e relançado, respectivamente em 1939 e 2010, o clássico de Hollywood permanece absoluto como a maior bilheteria do cinema mundial em todos os tempos, com mais de 1.5 bilhões de dólares. “Guerra nas Estrelas”, de 1977, está em segundo com 1.3 bilhões. O romance entre Red Buttler (Clark Gable) e Scarlett O’Hara (Vivian Leigh) - na foto à esquerda - é também o filme de melhor performance de audiência em reprises na TV.

Enquanto isso, no auge do estresse eleitoral... Não faz tanto tempo assim As “calculadoras de bolso” só começaram a se popularizar nos anos 80. Antes delas, todo mundo aprendia a fazer contas básicas, “de cabeça”, decorando a famosa “Tabuada”, como a da foto acima, muito popular no Brasil. Hoje em dia, quer colocar um caixa de supermercado em pânico, peça para ele fazer qualquer das quatro operações “de cabeça”. O coitado sofre...

Imagem nostálgica ou jurássica? Criada em 1802, a Biblioteca Públicaa da Cidade de Cincinnati (Estado de Ohio), tornou-se a mais popular biblioteca do mundo no final do século XIX, servindo de modelo e inspiração para centenas de outras. Com cerca de 12 milhões de livros arquivados, ela foi uma das primeiras a iniciar o interminável processo de digitalização de seu acervo, que esperam seus curadores, somente terá encerrado a “primeira fase”, com os 250.000 títulos considerados “essenciais”, em 2018. Na foto à direita, o volume extraordinário de uma pequena seção da biblioteca.

COMPRAS Mulher: Pagará R$ 50 por um item que vale R$ 100, mas que ela não precisa.Homem: Pagará R$ 100 por item que vale R$ 50, mas que ele precisa. FUTURO Mulher: Se preocupa com o futuro até conseguir um marido.Homem: Nunca se preocupa com o futuro até conseguir uma esposa. EXPECTATIVAS Mulher:Entra num relacionamento esperando que o homem mude, mas ele não muda. Homem: Entra num relacionamento esperando que a mulher não mude, mas ela muda. XAVECO Mulher: Passa vontade, mas não chega.Homem: Chega mesmo sem vontade. COMPARTILHANDO Mulher:Divide seus sentimentos com qualquer estranho que apareça. Homem: Divide seus sentimentos quando questionado por um advogado – e apenas se isso puder diminuir a sua pena. COMIDA Mulher:Maior inimiga. Homem: Pizza – de preferência com Coca-Cola. BANHO DEMORADO Mulher:Parte da rotina. Homem: Principalmente no início da adolescência. SEXO Mulher: Só faz se tiver confiança. Homem: Se tiver confiança fica desconfiado.


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 63

Venha conhecer um novo conceito de churrascaria brasileira

8594 Palm Parkway - Orlando, FL 32836 Horário de funcionamento: segunda-feira - quinta-feira (das 4 pm às 23pm) Sexta-feira e sábado (das 12 pm às 12 am) Domingo (das 12 pm às 1o pm)

Informações e Reservas:

407.477.7771

www.blackfirebull.com Black_Fire_AD.indd 1

9/29/14 11:21:03 PM


Brasileiras & Brasileiros, Inc.

||

Vol 20

||

Num 10 || October 2014 ||

www.JornalBB.com

||

Page 64

SERVIÇOS COMPLETOS - Tickets para todos os Parques - Jogos da NBA - Orlando Magic - Tour Transfer e Shopping - Aluguel de carro - Aluguel de casas - Reserva de Hotéis - Pacotes Turísticos - Cruzeiros

1.800.864.6288

gigantes Descontos

com destino ao Brasil

Orlando - São Paulo Orlando - Rio de Janeiro Miami - São Paulo Miami - Rio de Janeiro Miami - Belo Horizonte Orlando - Belo Horizonte Atlanta - São Paulo New York - São Paulo New York - Rio de Janeiro New York - Belo Horizonte

714.00 USD 785.00 USD 554.00 USD 785.00 USD 615.00 USD 799.00 USD 782.00 USD 588.00 USD 513.00 USD 514.00 USD

ABERTA TEMPORADA DE SKI

Consulte sem compromisso:

407.352.5502

Jogo de Basquete Assista ao jogo entre o Orlando Magic da NBA,

contra o Flamengo, Campeão Brasileiro. QUARTA-FEIRA, 15 de Outubro às 19 horas.

- PROMENADE - Level Package - $16 por pessoa - TERRACE - Level Package - $35 por pessoa (Inclui ingresso + camiseta comemorativa do jogo)

- CLUB

- Level Package - $70 por pessoa

(Inclui ingresso + camiseta comemorativa do jogo)

Jornal B&B

Local: AMWAY CENTER - Orlando, Florida

X

INGRESSOS:

5606 International Dr. Orlando, FL 32819 - sales@attflorida.com Vendemos passagens parceladas: São Paulo: 3957.1457 - Goiania: 4053.8622 - Rio de Janeiro: 3514.6199 - Belo Horizonte: 3957.1372 In God We Trust. ATT_TARIFAS.indd 1

www.attflorida.com

* Taxa de embarque não estão incluídas nas tarifas. Restrições se aplicam. Preços sujeitos a reajustes sem aviso prévio. 9/26/14 5:32:48 PM

B&b october 14  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you