Page 1

08

22/03 à 28/03/2013 Paulo Lopes - Garopaba - Imaruí - Imbituba - Laguna - Pescaria Brava - Capivari de Baixo - Tubarão

Willian Silva - willian.silva29@hotmail.com Wilian’s Produções a mil O escritório artístico de Wilian Silva está a todo vapor com artistas consagrados na região de SC e até mesmo em todo país. Esta semana a produtora fechou com o Cantor Robson Moura para ter exclusividade no sul do Brasil, sendo que a produtora já conta com artistas como: Afonso Nigro (Ex Dominó), Roy Rossello (Ex Menudo), Rick Bueno, Patrícia Marx e Luciano Nassyn (Ex Trem da Alegria) além da banda Ultraje a Rigor, Nasa do Ira, Léo Jaime, Léo Rodrigues, Bruno Andrí e Mara Maravilha, e os artistas da região Banda POP Rock RM2, sertanejo Universitário Victor e Gabriel e o pagode do Grupo Fissura. Contato para shows- 48- 9913-5476 (TIM) ou da (OI) 8452-0612.

Destaque da Semana “Bianca Ferraz” Nossa destaque da semana é a Lagunense Bianca Ferraz, filha do casal Dioclésio Márcio Ferraz e Marilene da Silva Ferraz. Bianca atualmente mora em Floripa,e com seus 22 aninhos cursa Administração e trabalha em uma agencia de turismo na capital. Wilian Silva- Um cantor? E uma música? Bianca Ferraz- Jason Mraz - 93 Million Miles Wilian Silva- Uma Frase? Bianca Ferraz- Às Vezes construímos sonhos em cima de grandes pessoas... O tempo passa e descobrimos que grandes mesmo eram os sonhos e as pessoas pequenas demais para torná-los reais!

Vem ai Gustavo Lima em Tubarão Dia 29 de março na Hangar Eventos, em Tubarão, tem show nacional com Gustavo Lima. Ingressos antecipados com descontos: Tubarão Canário café e Hangar Eventos e em Laguna O Boticário ou pelo site www.minhaentrada.com.br.

Família de Michael Jackson quer R$ 80 bilhões de indenização da produtora Katherine Jackson e seus netos querem indenização pela morte do cantor Mesmo quase quatro anos após sua morte, Michael Jackson pode fazer sua família lucrar, e muito. Segundo o site TMZ, a mãe de Michael Jackson, Katherine, e os três filhos do cantor, Paris, Prince e Blanket, querem US$ 40 bilhões (R$ 80 bilhões) da produtora AEG Live, responsável pela organização dos shows, antes da morte do cantor aos 50 anos. A publicação informou que Katherine irá entrar com um processo contra a produtora, alegando que eles fizeram seu filho trabalhar sem ter condições físicas, o medicando com remédios fortíssimos e levandoo ao óbito. De acordo com o TMZ, o site teve acesso a documentos legais que afirmam que a família do cantor alega negligência na supervisão do Dr. Conrad Murray e da AEG Live. Paris, Prince e Blanket querem US$ 10 bilhões (R$ 20 bilhões) por todos os lucros após a morte do Rei do Pop, que eles afirmam que Michael teria conseguido com vendas de álbuns e shows, além de produtos licenciados. Como se não bastasse, os três ainda querem um adicional de US$ 50 milhões (R$ 100 milhões) por danos variados. Porém, a AEG Live afirmou que a quantia de US$ 40 bilhões (R$ 80 bilhões) é absurda, já que a carreira de Michael Jackson já não era a mesma, devido aos escândalos de abuso sexual de crianças, como o autoexílio no Oriente Médio.

22/03 à 28/03/2013 Paulo Lopes - Garopaba - Imaruí - Imbituba - Laguna - Pescaria Brava - Capivari de Baixo - Tubarão

Gerais

Gerais

Projeto de Lei de Revitalização da Carreira do Magistério é aprovado na Alesc

Frente Parlamentar em Defesa do Carvão Mineral reúne lideranças do Sul em Brasília

O Projeto de Lei (PL) da revitalização da carreira do magistério para 2013 foi aprovado na última terça-feira (19), na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). O PL foi aprovado por todas as comissões antes de ser lido em plenária. O trâmite legal será finalizado com a sanção e publicação pelo governador Raimundo Colombo. De acordo com o secretário da Educação, Eduardo Deschamps, o pagamento retroativo a janeiro será feito ainda em março. “A folha de pagamento já foi fechada e gerada, porém uma suplementar será feita para que os professores ativos e inativos recebam os valores ainda este mês. A outra parcela do reajuste será no mês de setembro”, afirma. O reajuste entre 8% e 15% terá impacto de mais de R$ 100 milhões. Concedido pelo Governo do Estado, tem como propósito revitalizar a carreira do magistério. “Para cumprir a Lei do Piso, alguns professores receberam mais aumento salarial que outros e, com isso, a tabela salarial está compactada. Este é o início da revitalização, que irá continuar nos próximos anos”, explica Deschamps. O secretário reitera o compromisso do Governo em retomar as negociações sobre a proposta de revitalização da carreira para 2014 e 2015. “Vamos agendar uma reunião com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa Catarina com foco nos próximos anos. Entendemos a importância da valorização do magistério e vamos trabalhar para continuar o processo de melhoria salarial dos professores catarinenses”, destaca. Elaborado pela Secretaria da Educação, em conjunto com a Coordenadoria Executiva de Negociação e Relações de Santa Catarina, e aprovado pelas Secretarias da Fazenda, Administração e Casa Civil, o Projeto de Lei da revitalização da carreira do magistério para 2013 foi encaminhado em regime de urgência pelo governador, que deu entrada na Alesc no dia 20 de fevereiro.

Governador autorizou compra de veículos e equipamentosparaaSegurançaPúblicaemSC O governador Raimundo Colombo assina nesta quinta-feira, dia 21, editais para a compra de equipamentos para a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) dentro do Pacto por Santa Catarina. Um dos focos será a renovação da frota operacional, com aquisição de 1.600 veículos e a ampliação do sistema de vídeomonitoramento urbano, com a instalação de mais 1 mil novos pontos em 100 municípios. A solenidade será a partir das 10h30, no Centro Administrativo do Governo, em Florianópolis. Também está previsto a assinatura de edital para a compra de equipamentos de proteção individual, como coletes balísticos, pistolas. 40 para os profissionais da área, equipamentos de radiocomunicação digital e construção de unidades para a Polícia Militar e Polícia Civil. Nesta primeira etapa estão previstos recursos na ordem de R$ 90 milhões. No total, o Pacto por SC na área da Segurança prevê investimentos de R$ 265 milhões até 2014. Só no início deste mês, o governador já autorizou a compra de R$ 30 milhões em veículos e equipamentos individuais para o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina. Este é o maior investimento para a corporação nos últimos 30 anos. O Pacto por Santa Catarina prevê investimentos em todas as instituições que compõem o sistema de Segurança Pública – Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Instituto Geral de Perícias e Detran. Um dos destaques é a ampliação do sistema de vídeomonitoramento urbano com a instalação de mais 1 mil novos pontos de monitoramento em mais 100 cidades catarinenses, ampliando para 155 o número de municípios atendidos por esta ferramenta de apoio à Segurança Pública. Hoje são mais de 1,2 mil câmeras de vigilância espalhadas por 55 cidades catarinenses. Para o secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba, o Pacto da Segurança Pública permitirá que as estruturas policiais atuem de maneira funcional e com maior agilidade no atendimento à população. “Os espaços físicos serão construídos de forma a priorizar a integração entre as instituições policiais. Desta forma teremos profissionais protegidos e equipados e com o que existe de mais moderno na área tecnológica”, finaliza Grubba.

O artista

O vice-governador Eduardo Pinho Moreira e parlamentares de Santa Catarina e Rio Grande do Sul se encontram na terça-feira, 19, em Brasília, para uma reunião com o setor carbonífero. O intuito é sensibilizar o governo federal a implementar uma política que torne as termelétricas movidas a carvão mineral uma prioridade estratégica no Brasil. Foi apresentada na ocasião uma agenda com diversos eventos e reuniões em prol da valorização do carvão no Sul do país. Estas ações serão integradas entre Governo e Legislativo de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. A agenda mostra o grande interesse dos representantes estaduais para a valorização do carvão mineral. O carvão já gerou em Santa Catarina cerca de 60 mil empregos. “Em reunião com o governador Raimundo Colombo, na quarta-feira (20), pela manhã, decidimos que o Governo de Santa Catarina se alie ao esforço do Congresso para juntos encontrarmos o caminho para geração de energia sem a degradação ambiental”, destacou Pinho Moreira. Desde 2009, as térmicas movidas a carvão estão proibidas de participar dos leilões de energia renovável para entrega em cinco anos, por conta de acordos internacionais quanto às mudanças climáticas. O objetivo da comitiva catarinense e gaúcha é incluir a participação dos representantes das usinas termelétricas a carvão mineral nacional nos próximos leilões promovidos pelo Ministério de Minas e Energia. Os novos leilões para compra de energia elétrica devem ocorrer até metade deste ano (entre junho e julho). As termelétricas a carvão possuem características especiais e, portanto, devem ser tratadas de forma diferente das demais. O carvão é uma fonte de energia segura, com grande versatilidade operacional em função da capacidade de armazenamento de seu combustível, independente de fatores climáticos ou de alterações no mercado internacional. É um combustível praticamente esquecido no Brasil. Após a reunião houve um jantar onde foi empossado o novo presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Carvão, o deputado gaúcho Afonso Hamm.

Salésio Herdt é o novo reitor da Unisul A cerimônia de posse do novo reitor da Unisul, Sebastião Salésio Herdt, ocorreu na quarta-feira, em Tubarão e contou com a presença de diversas autoridades políticas, empresariais e da área da educação. Na solenidade, Mauri Luiz Herdt assumiu como vice-reitor e foram empossados como presidente e vice da Fundação Unisul Ailton Nazareno Soares e Fabian Martins de Castro, respectivamente. A nova gestão ficará à frente da universidade no período de 2013 a 2017. Para o novo reitor, o desafio de assumir a reitoria é grande. “É um privilégio estar à frente da universidade e aprofundar o relacionamento com a comunidade. Com certeza, será um grande desafio. A única diferença agora é que teremos a fundação sendo gerida por pessoas diferentes, mas com a mesma intenção de transformar a Unisul em um laboratório ampliado de aprendizagem, para estudantes, comunidade ou empresas”, ressalta Salésio. Já os novos gestores serão empossados hoje. Mauri Herdt, vice-reitor da nova gestão, será o pró-reitor de Ensino, Pesquisa, Extensão e Inovação. Valter Alves Schmitz Neto será o pró-reitor da nova área de Operações e Serviços Acadêmicos. Já para a área de Desenvolvimento Institucional foi escalado o professor Luciano Marcelino. O assessor jurídico da reitoria será o professor Lester Marco Antonio, atual coordenador do curso de Direito da Unisul. A outra assessoria da reitoria será ocupada por Ildo Silva da Silva, atual diretor da Unisul TV e coordenador do curso de Comunicação Social. Silva será assessor de Promoção e Inteligência Competitiva. Para o cargo de Secretaria-Geral dos Colegiados foi indicada a funcionária Mirian Maria de Medeiros, atual secretária da reitoria. A chefia de gabinete ficará a cargo de Willian Máximo, professor do curso de Comunicação em Tubarão e atual ocupante do cargo. Os diretores dos três campi da Unisul também já haviam sido nomeados. Em Tubarão, assumirá o professor Heitor Wensing Júnior; na Unisul Virtual estará o professor Fabiano Ceretta e, na Grande Florianópolis, foi mantido o professor Hércules Nunes de Araújo.

05

Antônio Bento e-mail: antonio.bento@bol.com.br Maldade humana

Que o governo federal não oferece recursos suficientes para o bom atendimento na área da saúde, todo mundo tem conhecimento. Repassa autonomia, porém, dinheiro que é bom não chega aos cofres da municipalidade. Quando vem, muitas vezes, boa parte acaba sendo desviada para outros fins, quando não para bolsos de aproveitadores que vivem exclusivamente deste expediente logístico. De norte a sul prefeituras se arrastam para tentar equilibrar as contas, ou melhor, o percentual exigido por lei para continuar empurrando de barriga aquilo que deveria ser feito com hombridade para a população mais sofrida. Mas quero chegar ao ponto em que, apesar do insuficiente dinheiro federal, não se justifica que a prestação nos guichês ambulatoriais aconteça de maneira deselegante e até desumana. Isto ocorre em qualquer lugar deste imenso país. Por conta desta situação desastrosa, milhões de brasileiros seguem se arrastando e até morrendo em filas de unidades de saúde. Infelizmente, em Tubarão este exemplo é observado em larga escala aos olhares de quem deveria zelar pelo bem-estar das pessoas humildes. Será que um dia isso vai mudar, ou ninguém por absoluta incontinência se dará conta de que existe um ser Superior lá encima que está vendo toda esta maldade humana.

Problema na GMT

Associação da Guarda Municipal de Tubarão promete reverter o problema que hoje constrange a categoria. De acordo com informações de um dos membros da entidade, o diretor da GMT responde um processo por improbidade administrativa e continua no cargo. A AGMT exige que o prefeito Olávio Falcheti tome as providencias imediatamente para não denegrir a classe. A proposito, muitos deles – Guardas Municipais – estão trabalhando insatisfeitos por diversos motivos. Prometem movimentar ação judicial e até funcional caso o chefe do executivo não venha solucionar o problema. A Guarda Municipal de Tubarão, diga-se de passagem, não é vista com bons olhos por muitos tubaronenses. Falha existe e tem de ser reparada antes que caia do descrédito geral.

Deixa pra depois

Em Tubarão e na Amurel parece que as autoridades federais e estatuais riscaram do mapa esta grande região de riquezas incondicionais. Aqui temos serras e mares – ponto de altíssima excelência para qualquer ser que busca investimentos e qualidade de vida. É fácil de mais a ligação do auti-serano com a descida suave para estar ao nível do mar. São coisas indeléveis que fascinam qualquer pessoa que não possui esta condição arquitetada pelo Mestre Celestial. Como nem tudo que é bom é totalmente perfeito me permito fazer a seguinte explanação aos que têm e estão com poder de decisão nas mãos. As quantas andam as obras por aqui. Aeroporto Regional de Jaguaruna, a ligação serra/mar via Orleans Pedras Grandes, Arena Multiuso, As pontes da amizade, da Guarda, do centro, a retirada dos trilhos da FTC, enfim, são tantas e que faz muito tempo até parece que estão mesmo caindo no esquecimento. Cobranças? A imprensa tem feito com muita insistência, mas as respostas positivas quase nenhuma. E assim vamos seguindo naquela onda da musica: é enrolection e sem parar.

Hospital para animais

Com toda simpatia e respeito aos animais, mas hospital universitário veterinário na nossa briosa Unisul é de deixar qualquer cidadão dependente do SUS pra lá de indignado. Enquanto a mesma universidade teve a feliz iniciativa de criar um hospital, em Pedra Branca, Palhoça, onde está o maior complexo universitário, para atendimento a população, aqui em Tubarão, apenas os cães saem na frente dos humanos, isto porque a sede da instituição ainda permanece na Cidade Azul. Vá entender a cabeça de certos magníficos.

Drogas e violência

E a segurança não para de ser cobrada por todos os brasileiros. A cada dia a violência aumenta em tudo que é canto do Brasil. A droga é o calcanhar de Aquiles das autoridades. A dependência química transformou-se numa pandemia, ligação internacional de grandes traficantes. O envolvimento de jovens é intenso, o que aumenta a inserção dessas crianças no submundo do crime. A situação está tão complexa que para minimizar o problema, apenas, os que detêm o poder encontram dificuldades tanto no combate ao tráfico quanto no tratamento dos dependentes químicos. Nas ruas as pessoas de bem vivem acuadas com medo permanentemente em transe.

60 anos da ACIT

Uma obra de impulso para região sul catarinense continua a espera de decisão estadual para entrar em funcionamento. O Aeroporto Regional de Jaguaruna, pronto para iniciar a de vez operação, será com certeza, um marco no desenvolvimento regional. Entretanto, ainda faltam alguns aspectos, talvez no tocante ao interesse dos representantes da política e do setor empresarial. A ACIT esta semana comemorou seus 60 anos de fundação com apresentação de um livro escrito pela jornalista Darlete Cardoso. Presidente da entidade Eduardo Nunes ressaltou a importância da ACIT no contexto da Amurel e de Santa Catarina. Ele está a frente de projetos importantes para o crescimento empresarial de Tubarão.

Willian e Antônio  

Giro e Gerais

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you