Issuu on Google+

Temperaturas vão cair ainda mais, prevê setor de meteorologia

Ex-segurança diz que extintor foi usado dois dias antes da tragédia


Fiscalização de boates gera debate na cidade A enquete que ficou no ar até a tarde de ontem no site do Jornal A Razão queria saber se os internautas participam doando roupas para campanhas do agasalho. A maioria dos votantes afirma que sim. Do total de votos, 64% costumam doar roupas para campanhas que ajudam pessoas carentes. O restante afirma não participar desse tipo de ação de solidariedade.A nova enquete volta ao vestibular da UFSM,

que foi extinto ontem. Queremos saber: - Você concorda com a decisão do Conselho da UFSM de acabar com o vestibular? Para participar basta acessar o site do Jornal A Razão no endereço www.arazao.com.br e votar. Você também pode deixar sua opinião sobre o assunto na nossa fanpage do facebook (www.facebook.com/ jornalarazao).

Espaço do leitor

Agradecimento a colaboradores Foi realizada na manhã de ontem, na Câmara de Vereadores, reunião para tratar da implementação e fiscalização da Lei Complementar 096/13, que dispõe sobre a colocação de placares eletrônicos indicando, em tempo real, a lotação de casas de entretenimento, como boates. O presidente da Câmara, Werner Rempel (PPL), recebeu os vereadores Cezar Gehm (PMDB) e Paulo Airton Denardin (PP), juntamente com Vitor Hugo do Amaral Ferreira, representante jurídico da Associação de Hotéis, Restaurantes e Agências de Viagens e Turismo de Santa Maria (Ahturr), o chefe de Fiscalização de Posturas Municipais, Tiago Candaten, o representante do grupo Ah Mukele, Rodolfo Viana, e representantes dos estabelecimentos Bar do Pingo e Ponto de Cinema. Uma das preocupações abordadas foi a de interpretação dos fiscais e a forma de aplicabilidade da lei. Segundo Vitor Hugo, o caput da lei 096 precisa ser alterado ou

complementado, uma vez que não fica claro, no entendimento jurídico, quais estabelecimentos estariam sujeitos à fiscalização. Essa dúvida recai sobre bares e restaurantes que oferecem música ao vivo mas não se enquadram no segmento das casas de shows e espetáculos. Outra situação citada pelos empresários é a dificuldade de encontrar empresas que disponibilizem equipamento e software adequados para a contagem do público, já que o aparelho deverá efetivar a contagem automaticamente, sem interferência manual, e deve ser completamente seguro contra violações dos arquivos gerados. No final do encontro os participantes decidiram solicitar uma reunião com a Procuradoria Jurídica do Município, a fim de tratarem da regulamentação da aplicabilidade da lei por meio de Decreto Municipal. A lei 096/13 foi aprovada pela Câmara de Vereadores como uma das formas para evitar tragédias como a da boate Kiss.

É uma surpresa, pelos debates, entendemos que o assunto teria outro encaminhamento

– A respeito de nota publicada na edição de ontem, neste espaço, o vereador Marcelo Bisogno (PDT) afirma que continua aliado do governo do prefeito Cezar Schirmer (PMDB). Bisogno diz que a denúncia sobre a inscrição da Prefeitura no Cadastro de Inadimplentes (Cadin) do Estado foi feita pela coordenadora regional de Saúde, Ilse Mello, à Comissão de Saúde da Câmara, da qual o pedetista é o presidente. Segundo Bisogno, o que ele fez foi falar sobre o assunto na tribuna, durante a sessão de terça-feira. “Não sou de virar as costas”, garantiu Bisogno, reafirmando que sua intenção foi auxiliar o governo a resolver o problema que estava afetando a saúde da população. – Aliados de pré-candidatos a deputado em Santa Maria, inclusive dos atuais parlamentares, não estariam gostando nenhum pouco da presença de

concorrentes de outras regiões do Estado, principalmente de municípios muito distantes do Coração do Rio Grande. Todos de olho nos mais de 200 mil eleitores de Santa Maria. – O prefeito de Caçapava do Sul, Otomar Vivian (PP), foi homenageado em discurso na Assembleia Legislativa pelo deputado Pedro Westphalen (PP) pela recuperação do município na área de saúde. Caçapava do Sul teve o índice de mortalidade infantil reduzido a zero. – O deputado Raul Pont (PT) criticou a proposta de emenda constitucional aprovada no Senado que permite que juízes e membros do Ministério Público recebam um adicional por tempo de serviço. O problema é que, da forma como a PEC foi redigida, o contracheque de juízes e procuradores vai extrapolar o teto salarial, que é de R$ 29,4 mil.

Quero agradecer a grande parceria que temos com este jornal, que muito tem servido à comunidade santa-mariense. Como assinante deste jornal há 10 anos, só tenho a elogiar o empenho em atender às necessidades e solicitações da comunidade. Por isso, solicito um espaço para os agradecimentos pelo apoio que recebemos em nosso evento. A diretoria da Capela Santo Ivo agradece à Associação de Moradores (AMDAR), comunidade e colaboradores do Parque Dom Antônio Reis, pelo apoio e participação na Festa do Padroeiro Santo Ivo. De forma especial, agradece ao Dr. Péricles Lamartine Palma da Costa, que entregou em nome da Associação Santo Ivo, presidida pelo Dr. Paulo Ferrony, juntamente com uma comissão de advogados,

um banner com a imagem de Santo Ivo, e à Drª Sandra Rebelato pela doação do banner com o Decálogo de Santo Ivo e miniatura de uma balança, símbolo da justiça. Ao Padre Gilberto, que incluiu na celebração, de forma muito pertinente, a missão da advocacia, lembrando que Santo Ivo é o patrono dos operadores do direito. Ao Dr. Roveda

pelo empenho em divulgar o evento e aos demais veículos que colaboraram com a divulgação. E a todos que de uma maneira ou de outra contribuíram para a construção da Capela Santo Ivo, a todos nosso muito obrigado.

Taxa zero São as duas palavras mais anunciadas na TV, em jornais, revistas, rádios e demais meios de comunicação. Também são elas que têm “salvado” as vendas e a economia em geral, principalmente a de automóveis. Mas até quando isso vai se sustentar? A previsão da taxa de crescimento do Brasil, a cada mês, tem diminuído. Continuando

assim, a taxa também será “zero” ou negativa. A tendência é de piorar, pois o Brasil vai parar ainda mais durante a Copa. Depois vêm as eleições e o ano estará perdido. Aliás, a indústria nacional já jogou a toalha em março. Haja paciência e criatividade pra fechar o ano de 2014. A quem não se contente com a “taxa zero”, pois uma grande cons-

Se fosse força do destino , o homem não seria responsável pelos seus atos, seria uma mente sem vontade, que o levaria à destruição da moral. Deus não poderia castigá-lo pelas faltas que cometesse, nem recompensá-lo pelo bem que realizou. Se o homem es-

perasse pela sorte, nada faria pelo seu progresso. A fatalidade está na escolha feita pelo espírito e cabe ao homem modificar seu curso. A doutrina espírita é mais moral. Ela admite no homem o livre arbítrio em toda sua plenitude. Se faz o mal é toda sua a res-

trutora anunciou na quinta-feira, dia 22 de maio, um outlet para venda de imóveis, com 35% de desconto. Será que a bolha estourou e não fomos avisados pela imprensa nacional? Acorda Brasil.

A Fatalidade ponsabilidade, pois ele pode lutar para mudar o estado das coisas, já que tem a consciência do certo e do errado.

Mudança no vestibular O que me estarrece é a falta de seriedade, de compromisso e de planejamento de quem decide assim. Estamos falando de uma universidade pública, logo o interesse da parcela da sociedade envolvida tem que entrar na equação. A UFSM não é um fim em si mesma, não pertence ao reitor ou à sua assessoria de alto nível. Pertence a todos nós! Então se implanta uma mudança

radical dessas abruptamente, sem uma regra de transição? E para adotar um sistema baseado no ENEM! Quantas vezes deixou-se de computar a nota deste por atrasos? O ENEM é uma avaliação fracassada e não deixará de sê-lo só porque o reitor quer. Agora aquela história comovente do cidadão que consegue se formar após a maturidade, no entender do reitor terá enormes

dificuldades em realizar-se, pois no sistema a ser adotado um candidato daqui pode ser aprovado para uma universidade do Amazonas. E o jovem que com muito sacrifício familiar está se preparando para um vestibular realizado em outros moldes, o quê faz?


O

prefeito de Jaguari, João Mário Cristofari (PMDB), é um dos nomes indicados para concorrer à presidência da Federação das Associações dos Municípios do Rio Grande do Sul ( Famurs), entidade que representa as prefeituras, com sede em Porto Alegre. Desde terça-feira, Cristofari está na Capital tratando da eleição.Para ele, que já presidiu a Associação de Municípios da Região Centro (AMCentro) e atualmente preside o Consórcio Intermunicipal da Região Centro do Estado, a Famurs precisa ter uma mudança na forma de gestão administrativa, principalmente com corte de despesas. Ele faz uma crítica contra à partidarização do comando da federação. “Precisamos de organização e de uma reestruturação interna. O comando da entidade deve ser dos municípios e das associações, e não dos partidos políticos. Por isso, temos que ter um enxugamento da entidade, uma redução de gastos para eventos que não fazem sentido", destaca. Cristofari defende a volta do comando da entidade aos municípios e às associações regionais. Além de Cristofari, também concorrem à presidência da Famurs os prefeitos Seger Luiz Menegaz, de Tapejara, Zilio Roggia, de Caiçara,

e Sidnei Eckert, de Arroio do Meio. Todos eles são do PMDB, partido que, conforme rodízio acertado com outras siglas, deverá comandar a próxima gestão da entidade. O sistema de rodízio entre partidos na direção da Federação das Associações dos Municipios do Rio Grande do Sul (Famurs) foi criado como uma forma de garantir a pluralidade de representações partidárias da entidade. De acordo com o sistema, as quatro legendas que mais elegerem prefeitos no último pleito têm o direito de indicar um sucessor à presidência durante o s quatro anos de mandato. Em 2012, o PP foi o partido com maior número de pre-

feitos eleitos, apesar de ter perdido esta liderança com a realização das eleições suplementares. Posteriormente, o PP indicou Valdir Andres, prefeito de Santo Ângelo, para a atual gestão. Agora, cabe ao PMDB a indicação do próximo comandante da entidade. Na sequência, se as atuais regras forem mantidas, PT e PDT indicarão os próximos presidentes. Schirmer – Inicialmente cotado como um dos candidatos ao comando da Famurs, o prefeito de Santa Maria, Cezar Schirmer, preferiu não concorrer. Esta semana Schirmer revelou ao Jornal A Razão que não tinha a pretensão de presidir a entidade.

Lei do Motorista vai a votação no Senado A proposta que flexibiliza a carga horária de trabalho dos motoristas profissionais deverá ser votada na próxima quarta-feira no plenário do Senado. O Projeto de Lei da Câmara 41/2014 altera da chamada Lei do Descanso (Lei 12.619/ 2012), permitindo um tempo extra de direção. O projeto estava em análise na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), tendo o senador Romero Jucá (PMDBRR) como relator. No entanto, a aprovação de um pedido de urgência acelerou a tramitação da matéria. O PLC foi aprovado pela Câmara no fim de abril na forma de um substitutivo do deputado Jovair Arantes (PTB-GO) aos projetos de lei 4.246/2012, de autoria do deputado gaúcho Jerônimo Goergen (PP), e 5.943/2013, da comissão especial criada para discutir o tema. Conforme a proposta, a jornada do motorista profissional continua sendo de oito horas diárias, com duas horas extras. No entanto, por meio de convenção ou acordo coletivo, o tempo adicional poderá ser de até quatro horas, somando 12 horas de

jornada total. Além disso, a cada seis horas dirigidas, o motorista deverá descansar 30 minutos, tempo que poderá ser fracionado. O substitutivo ainda converte em advertência as multas por inobservância dos tempos de descanso e as por excesso de peso do caminhão. Goergen lembra que a primeira versão da lei penalizou os motoristas ao não levar em conta a realidade das estradas brasileiras, que não possuem a infraestrutura adequa-

da para o descanso dos profissionais. Com limitações no tempo de direção incompatíveis com as distâncias de um país continental, o custo do frete disparou e trouxe graves prejuízos à logística nacional, baseada no transporte rodoviário. Os caminhoneiros reagiram às multas aplicadas de forma generalizada e chegaram a promover uma grande paralisação nacional, que repercutiu diretamente no abastecimento da população.

No dia 13 de março de 1968, foi outorgada pelo Rotary International a primeira carta de constituição de um Rotaract Club, o da Universidade da Carolina do Norte, no estado norte-americano de mesmo nome, assim, a partir daquele ano ficou instituído o dia 13 de março como o Dia Mundial do Rotaract. Dessa forma, anualmente, na semana do dia 13 de março, os Rotaract Clubs são estimulados a demonstrarem para a comunidade o fruto de suas ações, na chamada “Semana Mundial do Rotaract”. A cada ano, é escolhido um tema para que os clubes realizem seus projetos. Neste ano foi escolhido o “8º Objetivo do Milênio”, relacionado pela ONU para o desenvolvimento mundial, assim a proposta a nível do Distrito 4.660 de Rotaract foi sobre desenvolvimento pessoal/profissional da comunidade local. O atual mercado de trabalho mostra-se cada dia mais competitivo. Muitas vezes, os aspirantes a determinada vaga de emprego, tem exatamente as características que os empregadores buscam, mas por motivos alheios às suas qualificações profissionais, deixam de ser contratados. Nessas horas, saber como se apresentar e se portar em uma entrevista de emprego, apresentar um Curriculum Vitae bem elaborado, que enfatize as qualidades do candidato, podem ser fatores

determinantes em sua contratação. No mundo globalizado e informatizado que vivemos hoje, boa parte das pessoas tem acesso a modelos de elaboração de currículos pela internet e uma boa noção de marketing pessoal. Mas muitas vezes, essas informações podem não chegar de forma correta às comunidades mais carentes dos grandes centros urbanos, como é o caso da Vila Conceição. Dessa forma, o Rotaract Club de Santa Maria, cumprindo a sugestão de projeto para Semana Mundial de Rotaract de 2014, escolheu a comunidade do entorno da Escol a Nossa Senh ora da Conceição para a realização do seu projeto, que ocorreu na manhã do dia 15 de março, com o apoio da especialista em Gestão Empresarial e rotaractiana Francini Zanella. Foi realizada uma palestra sobre Marketing Pessoal e Etiqueta Profissional, nas dependências da Escola Municipal de Ensino Fundamental Nossa Senhora da Conceição, e após, uma oficina de Elaboração de Currículos e Entrevistas de Seleção de Emprego, direcionados a jovens e adultos que estão entrando ou nunca fizeram parte do mercado de trabalho e que estão em busca de emprego, contando com o apoio da Professora Diretora Valéria Haag, demais Professores e funcionários da Escola.

Desde o início do mês de abril, os companheiros do Rotaract Club de Santa Maria reuniram-se para confeccionar ovos e trufas de chocolate. Os produtos foram vendidos aos seus familiares e aos rotari ano s de S ant a M ar ia, par a comprar mais chocolates e confeccionar mais ovos a serem doados às crianças da Escola Municipal de Ensino Fundamental Nossa Se-

nhora da Conceição. A festa de Páscoa da Escola realizou-se na tarde do dia 16 de abril. Foi um momento de reflexão sobre o significado da Páscoa, e de diversão, pois uma companheira do C lub v estiu uma fantasia de coelho e brincou com as 74 crianças estudantes da Escola, especialmente durante a entrega dos ovos.


TPM ou TPC: País em polvorosa

O cristianismo e a justiça

N

o Brasil, principalmente nos últimos meses, têm aumenta do as notícias sobre pessoas que estão fazendo “justiça com as próprias mãos”. Os postes de iluminação pública viraram cadeias em algumas cidades brasileiras. E quem não ouviu falar sobre o caso da Senhora Fabiane Maria de Jesus, morta injustamente no litoral paulista após linchamento? Quem não ouviu falar sobre o caso do senhor Mauro Muniz, agredido por engano ao ser confundido com outro? Precisamos compreender que a sede de vingança não gera a justiça. A justiça nasce da superioridade humana das pessoas que a executam em relação aos criminosos que por ela são punidos. Agressões, linchamentos, repúdio à chance de defesa ou a um julgamento honesto, propagam a crueldade, fruto da proliferação do desejo de morte. Se a justiça não brota da dignidade, não do criminoso, mas do justo que a executa, não está fundamentada na sua identidade primordial que é ser a restauração do bem comum. Quando uma população, enraivecida pelos seus problemas pessoais e por um estado nacional de pobreza e corrupção, resolve fazer justiça com as "próprias mãos", em cuja sentença é a morte por agressão, ela está de uma forma absurda proliferando o mal. Estes falsos justiceiros

estão tão somente descarregando sua ferocidade tal qual o criminoso ao cometer o crime. Em trocos miúdos, quem mata o assassino, é assassino também. O cristianismo pode ajudar a esclarecer o conceito de justiça. Segundo a doutrina cristã, a justiça nasce do perdão e da misericórdia. Contudo, perdoar não significa anular a penalidade e deixar o agressor livre de suas responsabilidades. Per-

doar significa que a penalidade não brotará da raiva e do desejo de vingança, mas da tentativa de se estabelecer uma sociedade justa e impedir a prol iferação do mal. A penalidade, a partir do perdão, liberta as pessoas agredidas do ódio e garante a autêntica justiça para o agressor. A restauração do bem co-

mum não acontece com a morte do criminoso. O mal somente pode ser vencido quando o vencemos dentro das pessoas, ou seja, quando somos capazes de suportar a raiva causada pela injustiça e constituir um sistema de julgamento em função do bem. A morte do agressor duplica a injustiça. Seguindo esses princípios, o outro pilar da justiça, segundo o cristianismo, é a misericórdia. Ter misericórdia não é, como diz o ditado popular, “passar a mão na cabeça do bandido”. Ao contrário, significa darlhe as condições necessárias de deixar de ser bandido, obrigando-o ao esforço da cidadania. A justiça somente cumpre sua finalidade quando o bandido deixa de ser bandido e passa a ser uma pessoa justa: é assim que o bem vence o mal. No cristianismo, ser misericordioso é o critério para se evidenciar a grandeza de espírito de uma pessoa. Julgamento sem ódio e penalidades misericordiosas são os dois pilares da autêntica justiça, segundo o cristianismo. Assim, eleva-se a dignidade do justo que executa a penalidade e se resgata o bem naquele que propagou o mal. A “justiça com as próprias mãos” somente aumenta o número de injustos, haja vista o que tem acontecido no nosso país. Mesmo que os organismos de justiça sejam falhos, é pior ainda quando a “justiça popular” é feita pelo desejo de vingança. À nossa geração Jesus diria: “bem aventurados os justos”.

À

s vésperas da Copa do Mundo, o que se vê nas ruas das grandes cidades brasileiras, principalmente nas capitais e cidades-sede do evento, é uma clima de muita agitação. Em São Paulo e Rio de Janeiro, as duas maiores cidades brasileiras, a tensão é ainda maior, com greves deflagradas por várias categorias, como motoristas de ônibus, metroviários, professores. As manifestações de rua, que ganharam as ruas do país há cerca de um ano, coemeçam a ser retomadas. Diria que o Brasil vive um momento de Tensão Pré-Mundial (TPM) ou de Tensão Pré-Copa (TPC). Os sintomas visíveis da TPM ou TPC são as “ deflagrações de greves e até saques e atos de vandalismo. A seguir nesse ritmo, é bem possível que essa tensão se generalize em algumas capitas, inclusive durante a competição que vai envolver 32 seleções e que deverá trazer milhares de turistas para os jogos. E é bem provável que, se as ameaças feitas ainda no ano passado se confirmarem, tenhamos grandes manifestações de rua e confrontos durante o Mundial. Sou plenamente a favor das manifestações democráticas, desde que estas ocorram em clima pacífico, de "cara limpa", sem máscaras, sem vandalismo e sem violência. Durante os protestos, se estes realmente ocorrerem, que o direito de ir e vir seja garantido e principalmente a segurança da população. Mas por que o Brasil vive esse momento de tensão? Atribui-se muito dessas manifestações à realização da Copa do Mundo no Brasil. Os brasileiros estariam contra os governantes, contra a Copa, contra o que, afinal? Como o futebol é o esporte preferido do povo, dificilmente o cidadão brasileiro seria contra um evento deste porte. O problema, então,

A Razão Editora Ltda

me parece que é outro. A maioria não estaria contra a Copa, mas sim contra a corrupção. E há muita coisa a se esclarecer a respeito da construção de estádios e obras de infraestrutura. Em reportagens recentes, jornais, revistas e emissoras de TV mostraram o drama de famílias que tiveram suas casas desapropriadas para dar lugar a obras do Mundial e que ainda não receberam o que lhes é de direito. E as que receberam alguma coisa alegam que ganharam menos do que lhes é devido. Isso é lamentável e condenável. Também são legítimas as críticas de que faltam investimentos nas áreas de saúde, educação e serviços básicos, enquanto foram gastos bilhões de dólares exclusivamente para o Brasil sediar o Mundial de futebol. Ainda no rol de críticas consta o fato de que o país, como um todo, muito pouco vai ganhar com a realização da Copa. Por exemplo, o que Santa Maria ganhará com esse evento? A não ser as cidades-sede e as sub-sede, dificilmente outras cidades terão algum ganho. Afora tudo isso, os atrasos e acidentes durante a construção de estádios e outros equipamentos públicos relacionados à Copa são de irritar qualquer cidadão medianamente informado. Sequer os aeroportos estão prontos, como prometido há quatro anos, quando o Brasil se candidatou e virou sede da Copa de 2014. Não faltam argumentos legítimos para o brasileiro protestar. No entanto, não podemos esquecer que estamos em um ano eleitoral importante, em que serão eleitos presidente da República, governadores, senadores e deputados federais e estaduais. Portanto, há um cenário propício para a "aparição" de aproveitadores de plantão, que farão de tudo por suas "horas de fama". Tudo para chamar a atenção e tentar faturar o resultado desse descontentamento nas urnas. Esses, sem dúvida, aproveitarão a TPM ou TPC para se projetar.


I

mportantes mudanças no formato de ingresso para a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) foram decididas ontem, durante reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe), e pegaram muitos estudantes de surpresa. Ao final do encontro, que durou mais de cinco horas, o Conselho decidiu pelo fim do vestibular já a partir deste ano e a adesão em 100% ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para ingresso na UFSM. A seleção dos estudantes para ingresso no ano letivo de 2015 ocorrerá apenas por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), cujas inscrições para a edição deste ano terminam hoje. A reserva de vagas para cotas em 50% também foi aprovada durante a reunião de ontem do Cepe. 50% de reserva para cotas – A primeira discussão do encontro foi a respeito da reserva de vagas para cotas na UFSM. O debate girou em torno da garantia de assistência estudantil e permanência dos alunos cotistas. Entre os conselheiros, as manifestações reafirmaram a importância da ação afirmativa para a universidade. Estudantes e técnico-administrativos aguardavam a decisão no corredor da Sala dos Conselhos, segurando faixas e cartazes que exigiam a implantação da reserva de 50% para cotas. O pedido de vistas que pleiteou os 50% partiu do Diretório Central dos Estudantes (DCE), solicitando o cumprimento da Lei Federal de Nº 12.711 de 2012. Durante votação, 7 conselheiros votaram pelo parecer e 33 pelo pedido de vistas

do DCE, aprovando o novo número de reserva de vagas para cotas. “O percentual que está na lei é o que será aplicado. O que aumenta é a reserva de vagas para 50%. Ao invés da reserva de 34%, a UFSM agora reserva 50% de vagas para as cotas, conforme a Lei das Cotas”, explica o pró-reitor de Graduação, Albertinho Gallina. De acordo com entrevista concedida pelo pró-reitor Gallina à TV institucional da UFSM, o Sisu, assim como o vestibular, está amparado na lei nacional. “Serão 50% para cotistas de escolas públicas e 50% para os demais. Dos 50% de escola pública, a UFSM adota a divisão de estudantes de baixa renda, pretos, pardos e indígenas. Dos 50% que não são da escola pública, há 5% para candidatos com deficiência, além de 14 vagas extras para candidatos indígenas. Esse processo estará no Sisu. Ao final do ano, existirá um edital e boa parte do processo de classificação será online, para atender uma demanda nacional”, afirma. Com relação ao sistema de ingresso à UFSM, foram apresentadas uma proposta, um parecer e um pedido de vistas. Na proposta inicial, da Pró-Reitoria de Graduação e da Pró-Reitoria da UFSM, o objetivo era manter o vestibular, incluindo 30% das vagas para o Sisu e 70% para vestibular, alterando a data de dezembro para janeiro. As comissões do Cepe, ao avaliarem a proposta, tiveram um parecer diferente da posição da reitoria e defenderam que a data deveria permanecer em dezembro, com ingresso apenas através do vestibular e uso de 20% da nota do Enem. Na reunião anterior do Cepe, o Diretório Central dos Estudantes (DCE) solicitou um pedido de vistas com base no parecer das comissões, propondo o sistema de ingresso 100% via Sisu e aproveitamento de 50% de reserva, con-

forme a Lei das Cotas. Durante a reunião, 12 conselheiros votaram pelo parecer das comissões e 23 pela não aprovação. A decisão implanta o novo sistema de ingresso por meio do Sisu já em 2014. “Agora, o método de ingresso será via 100% Sisu, através das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), preservando durante dois anos a garantia dos alunos que já tinham realizado provas do Processo Seriado. O Sistema Seriado encerra agora e esses que o fizeram, e que ainda concluirão o PS2, terão a nota aproveitada enquanto percentual, assim como o vestibular aproveitava o percentual do Enem. O que o Cepe decidiu não foi pela proposta da Prograd, nem pelo parecer da comissão, mas pelo pedido de vistas do DCE. No final do ano, o próximo ingresso será 100% Sisu, sem vestibular”, confirma o pró-reitor de Graduação.

– O acesso à UFSM se dará apenas por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O atual Processo Seriado durará por 2 anos, até a sua extinção. Quem já começou, poderá seguir no sistema. Para este ano, já não haverá mais a prova do PS1. Apenas quem já fez a prova poderá fazer os exames do PS2 e PS3, e o uso da nota será calculado. A extinção do vestibular (o de 2015 já estava agendado para dezembro deste ano) já valerá para este ano.

– Conforme lei nacional, a UFSM reservará 50% das vagas

– Com a adesão da Federal ao Sisu, a discussão a respeito da alteração da data do vestibular de dezembro para janeiro foi anulada. As provas do Enem, modelo agora exigido para ingresso na instituição, ocorrem nos dias 8 e 9 de novembro. As inscrições para o Enem vão somente até as 23h59 desta sexta-feira.

As inscrições para a edição de 2014 do Enem se encerram hoje. Elas devem ser feitas até as 23h59 pela internet, no site oficial do Enem: www.enem.inep .gov.br. Para os participantes não isentos, a inscrição será considerada válida após a confirmação do pagamento – no valor correto, no prazo estabelecido e com o boleto gerado no sistema de inscrição e/ou acompanhamento. Para os participantes que declararem carência socioeconômica, a inscrição será considerada válida se confirmada a carência. O comprovante da inscrição estará disponível no endereço eletrônico http:/ /sistemasenem2.inep .gov.br/inscricaoEnem, sendo de responsabilidade exclusiva do participante acompanhar a situação de sua

inscrição. - Após a inscrição, o candidato deve ficar atento à data limite (28 de maio) para pagar a taxa de R$ 35. Sem ela, a inscrição não é confirmada. Estudantes da rede pública e pessoas com renda familiar até 1,5 salário mínimo são isentos de pagamento. – Serão aplicadas nos dias 8 e 9 de novembro de 2014, com início às 13h, horário oficial de Brasília. Quatro provas objetivas, contendo - cada uma - 45 questões de múltipla escolha e, no último dia, uma redação. Os locais de aplicação das provas serão informados no cartão de confirmação da inscrição e na página de acompanhamento da inscrição do Enem. O participante escolhe, no ato de inscrição, o município onde deseja realizar sua prova. O cartão de con-

firmação poderá também ser impresso na página de acompanhamento da inscrição do Exame. Esse documento contém o número de inscrição, a data, a hora e o local onde serão realizadas as provas, além da indicação dos atendimentos especializado e/ou específico, da opção de língua estrangeira e da solicitação de certificação. – Para este ano, o Enem prevê o uso de nome social. O participante travesti ou transexual que desejar ser identificado por nome social nos dias e locais de realização do exame deve fazer essa solicitação pelo telefone 0800-616161, até o final do período de inscrição. Informações sobre o Enem estão disponíveis no site www.enem.inep .gov.br

para cotas na instituição federal de ensino superior. A lei prevê a reserva para estudantes de escolas públicas, com percentuais para negros, pardos e indígenas, além de 5% para deficientes físicos (mesmo que não tenham estudado em escola pública).

Mudança é tendência nacional A decisão de utilizar o Sisu/ Enem como única forma de ingresso não é exclusiva da UFSM. De 59 instituições que usam a nota, 43 adotaram o Enem como única forma de ingresso. “Diria que é uma mudança histórica para a Universidade, que nos coloca em alerta, pois não era a proposta que defendíamos (em relação ao Sisu). Com relação às cotas, estamos preparados. Embora exista uma movimentação nacional para adesão ao Sisu, nós entendíamos que deveríamos entrar parcimoniosamente. O resultado que o Cepe trouxe será cumprido pela gestão. Vamos balizar o processo primando pela democratização do acesso e permanência dos nossos estudantes. Uma atitude corajosa que certamente vai abarcar positivamente a história da UFSM e es-

peramos o respaldo e o apoio da comunidade para conduzir este processo”, diz o reitor Paulo Burmann. “A questão das cotas é uma luta histórica. O avanço virá quando ampliarmos o 50% das cotas, por enquanto garantimos a lei, porém é preciso ampliar e garantir as cotas raciais. Com relação ao Sisu, pensamos que provocará uma transformação social, fortalecendo o Ensino Médio, ampliando as perspectivas dos estudantes de entrarem para a UFSM”, afirma Pamela Kenne, do DCE da UFSM. Com a aprovação do ingresso via Enem, o debate no Cepe a respeito da mudança de datas do vestibular de dezembro para janeiro não ocorreu. As provas do Enem serão dias 8 e 9 de novembro. Até ontem, eram mais de 6 mil inscritos no país. (Segue nas páginas 6 e 11)


O administrador do Hospital de Caridade de Santiago, Ruderson Mesquita encerra nesta sexta-feira sua participação na Feira Hospitalar em São Paulo, considerada a segunda maior do mundo. Conforme Ruderson, a maioria dos equipamentos do HCS é negociado no evento devido aos descontos significativos, além da tecnologia mundial representada por mais de trinta países que expõem suas novidades em equipamentos hospitalares. O administrador aproveitou a oportunidade para adquirir um novo aparelho de radio x, um respirador neonatal para a maternidade e uma máquina de hemodiálise para o Centro de Tratamento Intensivo, com investimentos girando entre R$ 500 mil e R$ 700 mil. (Jones Diniz)

P

or conta da decisão tomada pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe), na manhã de ontem, sobre a forma de ingresso na UFSM que passa a ser exclusivamente pelo sistema Sistema de Seleção Unificada (Sisu), através da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), os alunos e os responsáveis dos cursinhos prévestibulares ficaram surpresos com a notícia, principalmente porque as inscrições do Enem encerram hoje. Para a diretora do Fóton Prévestibulares, Ana Jamile Oliveira, com esta nova forma de ingresso, a preparação dos candidatos terá de ser maior ainda. “Essa decisão da Universidade reforça a necessidade de uma maior preparação. Mas, para os nossos alunos que vão tentar entrar nas instituições particulares, isto não interfere em nada, porque continua o vestibular tradicional”, avalia. “Já esperávamos essa decisão, mas só que para o final do ano. Mesmo assim, estamos preparados”, afirma Helio Palma, que também é diretor do Fóton, ressaltando que os alunos já tinham sido avisados para inscreveremse o quanto antes no Enem. Ainda segundo Ana Jamile, “agora o acesso aos cursos concorridos ficaram mais difíceis porque haverá bem mais candidatos de toda parte do país. por isto haverá um reforço na preparação”. De acordo com Antônio Allgayer, integrante da coordenação executiva do cursinho Alternativa, vinculado à Pró-Reitoria de Extensão da UFSM, esta é uma mudança polêmica porque foi tomada um dia antes do final das inscrições para o Enem. Allgayer é favorável à decisão. “O Enem

tem um acesso mais amplo, e todos que estudam e iriam bem no vestibular, consequentemente irão bem no Enem”, afirma. Já o proprietário do cursinho Riachuelo, Marcos Falkembach, aguarda uma posição da UFSM, para, a partir disto, realizar os ajustes que forem necessários para o 2º semestre. “Uma mudança de grande repercussão não poderia ser feita desta forma, caiu como uma bomba”, comenta. Leia mais sobre as mudanças na forma de ingresso na Universidade Federal de Santa Maria e o impacto dessa decisão nas páginas 5 e 11.

A Secretaria Municipal de Educação (SMED) de Nova Palma disponibiliza atendimentos educacionais especializados nas áreas de psicopedagogia (psicopedagoga Kássia Quadros Ferreira – CIRC e educadora especial Ana Paula Ferraz) para todas as escolas da cidade, incluindo as escolas do campo e as escolas da rede estadual. Nas escolas do campo está sendo disponibilizado atendimento Psicopedagógico e de Educação Especial no próprio ambiente escolar. Já na escola da sede (E.M.E.F.Profª Cândida Zasso), os alunos que vem do interior e que estudam nessa escola, tem a oportunidade de serem atendidos em horários flexíveis na sala de recursos e no Laboratório de Aprendizagem (psicopedagoga e apoio pedagógico).


Chapa 3 defende maior mobilização no Cpers Nos próximos dias 10 e 11 de junho, ocorrerão as eleições do maior sindicato do Rio Grande do Sul, o Cpers, que representa os professores da rede pública estadual. Serão 81.892 sócios com direito a voto para escolher seus representantes pelos próximos dois anos. Ontem, em visita ao Jornal A Razão, integrantes da Chapa 3 - Romper as Amarras comentaram sobre as propostas da candidatura e como o sindicato tem atuado na defesa dos direitos do magistério. Candidata a presidente pela chapa, Neida Porfírio de Oliveira entende que é preciso uma série de renovações dentro do sindicato, sobretudo de ânimo. “O Cpers passa por uma

T

irem os casacos e os cobertores do roupeiro. O inverno iniciará, às 7h51, do dia 21 de junho, mas já está trazendo uma prévia. Isso porque nesta semana, a

um mês da chegada da estação mais fria do ano, já se pôde perceber que o frio começou a se manifestar em diversas cidades do Rio Grande do Sul. Além das baixas temperaturas, a chuva também apareceu. De acordo com informações do setor de meteorologia da Base Aérea de Santa Maria, a mínima de ontem foi 14°C , e a máxima, 17°C. A frente fria chegou à cidade ainda na terça-feira, quando a mínima foi 12°C, e a máxima, 17°C. Na

quarta-feira, a mínima foi 14°C, e a máxima, 16°C. De hoje para amanhã, vai esfriar ainda mais. A previsão é que a temperatura despenque para 5°C. A massa de ar polar está no centro norte da Argentina e não começou a influenciar diretamente no Estado. Ainda segundo o setor de meteorologia, não deve chover forte no coração do Rio Grande. Caso ocorra, será garoa. Entretanto, cidades do oeste e norte poderão ter o final de semana chuvoso.

crise de mobilização. Essas mobilizações têm sido mais fracas do que deveriam ser”, avalia Neida, explicando quais são as amarras que a chapa pretende romper, caso seja eleita. “Defendemos a desfiliação da CUT [Central Única dos Trabalhadores], pois ela virou um palanque eleitoral. Ao mesmo tempo, queremos uma reaproximação do sindicato com a base”, explica. Outro aspecto defendido diz respeito ao presidencialismo no sindicato. “O presidente do Cpers não pode estar acima dos demais cargos. Precisamos acabar com o presidencialismo. Cada pessoa deve ser representante no mesmo nível, temos que criar um coletivo”, defende a candidata.


” O deputado estadual Valdeci Oliveira (PT) apresentou ontem em Santa Maria o projeto de lei que regulamenta a criação, o comércio e o transporte de abelhas sem ferrão no Estado. A apresentação ocorreu durante a abertura do 3º Encontro de Apicultores da Região Centro, na UFSM. O projeto de lei 106/2014, que foi elaborado a partir de reuniões com pesquisadores da área, atualmente tramita na Assembleia Legislativa. A proposta busca fortalecer a apicultura e atuar para que a meliponicultura seja inserida na cadeia produtiva do mel.

A

notícia sobre as mudanças na forma de ingresso na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) pegou vários setores econômicos da cidade de surpresa. Depois de participarem de uma audiência pública na última quarta-feira para tratar justamente desse assunto, com possibilidade de mudanças na data de realização do vestibular, algumas lideranças demonstraram surpresa ao saber da extinção desse processo. Os empresários são unânimes em afirmar que o cancelamento do vestibular em um prazo tão curto – a decisão valerá já para o início do próximo ano – vai afetar vários setores da economia, como hotéis, restaurantes, comércio e os cursos pré-vestibulares. “Realmente é uma surpresa, pois, pelas discussões que estavam ocorrendo com toda a sociedade, entendemos que o assunto teria outro encaminhamento”, avalia o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Jacques Eskenazi. A notícia também surpreendeu outro setor: o de cursinhos prévestibular. Para o proprietário do Riachuelo Pré-Vestibulares, Marcos Falkembach, a decisão ainda precisa ser avaliada, mas o impacto é imediato. Tanto que, ontem mesmo, o curso reuniu seus alunos para repassar algumas informações e tentar tranquilizar os jovens. “Ainda estamos aguardando uma posição oficial da UFSM para realizar algumas adequações para o segundo semestre. Mas com certeza é uma grande surpresa e os efeitos serão grandes, tanto em nível educacional, na preparação dos jovens, como na questão financeira”, afirma Falkembach. Sobre a decisão da UFSM, os

empresários afirmam que a instituição é soberana e deve optar pelo processo que entender como o melhor, mas questionam o prazo de validação dessa escolha. Como já não haverá vestibular para 2015, esse tempo de transição e preparação é considerado curto. “As empresas se planejam e contam com esse público. O que temos que fazer agora é avaliar os efeitos dessa mudança e tentar minimizar o impacto”, explica Eskenazi. Marcos Falkembach também afirma que precisa analisar as mudanças para definir as adequações, principalmente pelo tempo de preparação dos alunos. “Ontem (quarta-feira) mesmo promovemos uma palestra aos alunos com uma professora sobre a nova redação. Agora isso mudou novamente”, comenta. – Entre as empresas que sofrerão maior impacto com a extinção do vestibular, sem dúvida, estão os bares, restaurantes e hotéis. Segundo o

presidente da Associação de Hotéis, Restaurantes e Agências de Viagens e Turismo (Ahturr), José Henrique Seabra, a realização do vestibular contribuía para o segmento, que tem nos meses de dezembro a fevereiro um período de baixa nos negócios. “Muitas pessoas vinham de outras cidades, o que movimentava a economia local”, avalia. Assim como as demais lideranças, Seabra também foi surpreendido pela notícia. “Vínhamos acompanhando os debates e participamos da audiência pública. Com certeza não era essa posição que esperávamos ser adotada. Até porque era bastante forte a possibilidade do vestibular vir a ocorrer em janeiro”, ressalta. – O presidente da Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Santa Maria (Cacism), Luiz Fernando Pacheco, avalia a mudança como negativa no sentido dos aspectos sociais para a

cidade. Com a universalização do sistema de ingresso na UFSM, valendo as notas do Enem de todo o País, o empresário teme uma evasão de jovens santa-marienses, o que poderá prejudicar muitas famílias. “O número de estudantes na universidade continuará o mesmo, podendo aumentar, e muitos estudantes poderão vir de outros estados para cá, o que vai movimentar a economia. Mas como ficam os jovens daqui que não conseguirão garantir sua vaga na UFSM, próximo de suas famílias?”, questiona Pacheco. Assim como outros empresários, o presidente da Cacism não concorda com a forma com que a decisão foi tomada. “Ontem (quarta-feira) estávamos em uma audiência na Câmara de Vereadores debatendo o assunto e hoje somos tomados por essa notícia. Com certeza toda a região será afetada”, complementa. (Leia mais sobre as mudanças na forma de ingresso na UFSM nas páginas 5 e 6).

O Ministério do Planejamento anunciou ontem que aumentou a previsão oficial de inflação para este ano. A estimativa da equipe econômica para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para 2014 passou de 5,3% para 5,6%. A projeção de crescimento para o Produto Interno Bruto (PIB), a soma das riquezas produzidas no país, foi mantida em 2,5%. As previsões do governo continuam mais otimistas que as do mercado financeiro. Segundo pesquisa semanal divulgada pelo Banco Central, os analistas acreditam que o IPCA fechará o ano em 6,43%, próximo do teto da meta, de 6,5%. Em relação ao PIB, os economistas projetam crescimento de 1,62% para 2014.

O setor agropecuário registrou, no mês de abril, crescimento de US$ 146,7 milhões comparado ao mesmo período em 2013, sendo 38% em valor e 42,4% em volume. O panorama das exportações gaúchas foi apresentado na manhã de ontem pelos economistas da Fundação de Economia e Estatística (FEE). Nos primeiros quatro meses de 2014, as exportações do Rio Grande do Sul acumularam US$ 4,9 bilhões.


O Sistema Fecomércio-RS realizou ontem em Santa Maria mais uma edição do Fórum Regional. Presidido pelo 1º vice-presidente da Federação, Luiz Carlos Bohn, o evento contou com sindicatos das cidades de Santa Maria, Caçapava do Sul, Cachoeira do Sul, Santa Cruz do Sul, Santiago, São Gabriel, São Sepé e Sobradinho. O vice-presidente, Luiz Antônio Baptistella, coordenou os painéis e deu início às discussões da pauta, que teve como principais pontos a liderança e a gestão sindical. O gerente de planejamento da Fecomércio-RS, Lúcio Silva, apresentou dicas para uma gestão sindical diferenciada que deve, entre outras atribuições, primar pela liderança e maximização de resultados.

A

Emater/RS-Ascar, por meio da Gerência de Planejamento, divulgou ontem o primeiro levantamento com relação à intenção de plantio da safra de trigo 2014. As informações oriundas de 212 municípios gaúchos, o que representa 83,37% da área total com trigo no Rio Grande do Sul, indicam que haverá incremento de 8,89% na área semeada com relação à safra passada, ficando em 1.153.223 hectares, contra 1.059.097 hectares da safra 2013. O levantamento indica que a produtividade e a produção serão menores quando comparadas aos resultados do ano passado. O rendimento médio, em âmbito estadual, foi estimado em 2.735 kg/ha (13,55%), projetando uma produção total de 3,154 milhões de toneladas para o Rio Grande do Sul (-5,87%). Na safra de trigo 2013, considerada a maior já colhida pelo Estado, foram produzidos 3.350.841 toneladas, conforme dados do IBGE. Conforme o diretor técnico da Emater/RS, Gervásio Paulus, a ampliação da área cultivada com trigo

pode ser explicada pela boa capitalização dos produtores - que colheram duas excelentes safras de verão, sendo a última histórica para o Estado – e pelo incremento tecnológico empregado na cultura ano a ano. “Este primeiro levantamento, ainda que de forma prematura,

Cai a confiança do empresário da indústria O Índice de Confiança do Empresário Industrial do RS (ICEI-RS) atingiu 46,7 pontos em maio, o valor mais baixo em cinco anos. A queda em relação a abril foi de 2,5 pontos. “O otimismo que caracteriza o empresário gaúcho está se exaurindo à medida que a economia e o setor produtivo colecionam resultados erráticos e as expectativas passam a refletir projeções de maiores dificuldades à frente”, avalia o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs), Heitor José Müller. Elaborado mensalmente pela entidade, o levantamento varia numa escala de 0 a 100 pontos.

Quanto mais os valores estiverem acima de 50, maior o otimismo, e quanto mais abaixo, maior o pessimismo.

indica uma provável tendência para a safra de trigo, caso as condições climáticas sejam favoráveis à cultura”, explica Paulus. Para o diretor técnico da Emater/RS, tendo em vista a possível ocorrência do fenômeno El Niño, o que significa, para a região Sul do

Brasil, um aumento no volume de chuvas entre os meses de outubro e fevereiro, é necessário ter cautela neste primeiro momento. “É sabido que a cultura do trigo não tolera muita chuva, principalmente quando se encontra na fase de floração”, esclarece.

Parceria para ampliar pesquisas tecnológicas O Rio Grande do Sul estabeleceu ontem uma parceria com a Fundação Innopolis, da Coreia do Sul. O objetivo é ampliar a pesquisa e o desenvolvimento tecnológico nas incubadoras de empresas e na área de Parques Tecnológicos no Estado. O acordo foi assinado pelo governador Tarso Genro, pelo secretário da Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico, Cleber Prodanov, e pelo presidente da instituição, Cha-dong Kim. Segundo Tarso, a visão do governo é estratégica. “Entendemos que somos privilegiados, pois podemos oferecer aos nossos parcei-

ros uma situação geopolítica e econômica favorável em relação ao Mercosul. Apesar de sermos geograficamente distantes, com o advento da tecnologia, a transmissão de dados, agora somos todos vizinhos”, afirma Tarso Genro. O projeto tem como objetivo estimular a troca de experiências e compartilhamento de conhecimentos sobre comercialização de tecnologia, incubação de empresas e programas de apoio para empresas de start-up. Além disso, promove atividades de intercâmbio tecnológico, tanto no setor privado quanto governamental.

Os investimentos no Brasil, de 2014 a 2017, deverão atingir R$ 4,07 trilhões, de acordo com estudo divulgado ontem pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O estudo atualiza o levantamento anterior, de outubro de 2013, para o mesmo período, abrangendo projetos e planos estratégicos de empresas, que apontam investimentos de R$ 3,98 bilhões para o País, o que representa uma correção de 2,26% em sete meses.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) informou ontem que os bancos vão recorrer contra o julgamento de quarta-feira, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), sobre a correção das cadernetas de poupança durante os planos econômicos da década de 1980 e 1990. As instituições tentarão entrar com uma ação de embargo e também poderão recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF). Na quarta-feira, as instituições financeiras sofreram uma perda em um dos julgamentos sobre planos econômicos. A Corte Especial do STJ definiu que seria a partir da citação do réu para conhecimento da ação, no início do processo.


C

hegou a hora do primeiro clássico pelo futsal de base em 2014. Hoje à noite, às 20h, no Ginásio Franciscão, entram em quadra Associação Futsal América e Associação Amigos do Riograndense (AAR) pela categoria Sub17. Uma partida que carrega muita responsabilidade e grande rivalidade entre jogadores que trazem de anos anteriores confrontos importantes pelo estadual. A equipe Sub-17 do América quer apagar o revés obtido na primeira rodada do estadual. No último sábado, dentro de casa, o time santa-mariense recebeu a Asaf, de Santo Ângelo e acabou sofrendo a derrota por 6 a 4, após ter feito um grande primeiro tempo que terminou com uma vantagem de 3 a 1 sobre o adversário. Para não repetir os erros e o resultado da estreia, o técnico da equipe Daniel Sachs trabalhou muito durante a semana com os jovens jogadores na equipe. Na terça-feira, primeiro treino após a derrota, Daniel reuniu a equipe na lateral da quadra para uma longa conversa com relação ao que aconteceu na partida da estreia. O técnico não poupou o grupo das cobranças diante dos erros cometidos. Daniel também apro-

veitou para lembrar os garotos dos confrontos anteriores, quando a AAR, era Atlético. “Em 2012 não perdemos nenhum jogo para o time, na época do Atlético. Esse mesmo grupo venceu o jogos escolares brasileiros e estava com grande moral. Só que ano passado não manteve o mesmo futsal e acabamos perdendo os dois jogos para eles no estadual”, lembrou Daniel. Para o técnico do América a vitória do clássico pode dar um novo ânimo ao time para a sequência da competição. “Nós já perdemos o primeiro jogo , mas sabemos que uma vitória no clássico dá um novo ânimo para o restante da competição. A nossa intenção é fazer uma boa partida, conquistar os três pontos”, comenta Daniel. No jogo de hoje, o time pode ganhar dois novos jogadores que não estiveram em quadra no sábado. O pivô Giovani que estava em Santa Catarina e o fixo Leonadro Azambuja. A equipe corre para ter os atletas regularizamos até à noite. Se o América vai para o segundo jogo, o time da AAR do técnico Lucas Oliveira vai para o primeiro jogo da temporada. A equipe pelo menos uma vez na semana faz treinos coletivos contra o time Sub-20. Segundo o técnico do Periquito, a parte psicológica teve um foco especial durante a semana. “Os guris já se enfrentaram em outros jogos então tem uma certa rivalidade e tem a pressão do clássico. Então estamos trabalhando isso com eles, claro sem esquecer da parte tática já que não estamos acostumados com a qua-

Estreia vitoriosa do Sub-21

A Seleção Brasileira Sub-21 começou bem no Torneio Internacional de Toulon, na França. Na estreia ontem à tarde, a equipe comandada por Alexandre Gallo venceu a Coreia do Sul, por 2 a 0 com gols de Thalles e Luan, jogador do Grêmio. Logo no início da partida, o árbitro marcou toque de Wendell, exjogador do Grêmio dentro da área. Na cobrança, o goleiro Marcos fez uma grande defesa para evitar o gol da seleção adversário. O Brasil foi para cima e com Alisson, em um chute de fora da área quase abriu o marcador. No minuto seguinte, Gilberto, lateral titular do Inter cruzou para a área, a bola chegou no cen-

troavante, Thalles, que dominou no peito e mandou um bomba para fazer 1 a 0. No segundo tempo, Gallo resolveu tirar o escondido Leandro, atualmente no Palmeiras deu lugar para Luan. E logo no primeiro lance, o jogador do Grêmio quase marcou uma golaço, após passar por três marcadores e pelo goleiro, mas na hora da finalização o zagueiro coreano tirou o gol. Mas na segunda não teve erro. Luan entrou na área e com leve toque venceu o goleiro para marcar o gol da vitória brasileiro por 2 a 0. O próximo adversário do Brasil no Torneio de Toulon é a Colômbia, já neste sábado.

O técnico Enderson Moreira tem pouco tempo para decidir que jogador irá substituir o meia Alan Ruiz para o jogo contra o São Paulo, no sábado, às 21h, no Estádio Morumbi. Caso queira manter o mesmo esquema, o técnico tem no elenco Zé Roberto e Máxi Rodriguez, como principais alternativas. Mas como o jogo é fora de casa, Edinho para voltar ao time titular, com isso, o esquema com três volantes terá reedição. Questões técnicas e táticas que só serão conhecidas no treinamento de hoje à tarde, no Estádio Olímpico. Fora da campo, a boa notícia fica por conta do esvaziamento do departamento médico gremista. Ontem, os volantes Léo Gago e Adriano foram liberados, com isso, apenas o zagueiro Pedro Geromel segue sob cuidados médicos.

dra do Franciscão”, comenta Lucas. Ainda segundo o técnico, a questão da estreia pode trazer o chamado frio na barriga dos atletas, mas que isso não pode ser levado como ansiedade pelos jogadores. “Eles tem que dosarem esse frio na barri-

ga, mas buscando trazer para o lado positivo. Eles (América) não terão isso hoje, mas os guris estão preparados para fazer um bom jogo e conquistarem a vitória”, avalia Lucas. Para acompanhar o jogo que inicia às 20h, o ingresso custa R$5,00.

Atacante Luiz Suárez é operado O atacante uruguaio Luis Suárez passou por uma artroscopia no joelho esquerdo, ontem pela manhã, a 22 dias da estreia da seleção charrua na Copa do Mundo. Agora, Suárez e os médicos correm contra o tempo para estar recuperado a tempo de jogar. Em comunicado, o departamento médico da Associção Uruguaia de Futebol (AUF) garantiu que "não está descartada a participação" do atacante na competição que será disputada no Brasil. O atacante reclamou na quartafeira à tarde, de intensas dores no

joelho durante o aquecimento com bola com o restante do grupo da seleção que já trabalha em Montevidéu visando o Mundial. No início da noite, Suárez foi submetido a uma ressonância magnética que identificou a lesão. Os próximos dias serão decisivos para definir um possível corte do atacante. O fato de o problema ser no menisco externo e não no interno é um complicador, uma vez que o tempo para a recuperação neste caso é maior por conta de a lesão pegar uma parte maior do joelho.

Croata perderá a Copa Depois de perder o meio-campo Ivo Ilicevic, a seleção da Croácia teve uma nova baixa confirmada ontem, para a disputa da Copa do Mundo. Desta vez, foi o lateral-esquerdo Ivan Strinic, do Dnipro, da Ucrânia, por causa de uma lesão muscular. A confirmação foi dada pelo próprio técnico da seleção croata Niko Kovac, em entrevista coletiva. “Sua lesão muscular deve preveni-lo de se juntar aos treinamentos por outros dez dias. Eu sinto por Ivan,

mas nós temos de encontrar outras soluções. “A Croácia não tem muitas opções para a lateral-esquerda, ainda que tenhamos jogadores que possam preencher isso”, disse Kovac. Além de Ilicevic e Strinic, a Croácia já havia perdido para a Copa do Mundo, desta vez, por questões de punições, o zagueiro Simunic. O jogador recebeu da Fifa uma punição por ter entoado canto considerado racista após a classificação da seleção para o mundial.

As lesões seguem perseguindo os jogadores do Inter. Depois de não po der contar com D’Alessandro e Rafael Moura para o último jogo, quem deve ficar de fora da partida de domingo, contra o Cruzeiro, no Estádio Centenário é o meia Alex. O jogador saiu durante o primeiro tempo contra o Coritiba sentindo dores no músculo posterior da coxa e não deve estar em campo no domingo. Alex passará por um exame de imagem para apontar o tratamento. Já Rafael Moura e D’Alessandro podem retornar para o próximo jogo. O zagueiro Paulão, que tinha a recuperação esperada apenas para pós-copa do mundo trabalhou ontem, no CT Parque Gigante com bola e pode ser a novidade. O técnico Abel Braga já sabe que ponderá contar com pelo menos dois jogadores que retornam de suspensão. O zagueiro Juan e o volante Willians.

Bem que a brasileira e ex-melhor jogadora do Mundo Marta, tentou, mas ela não evitou que o seu time, o Tyreso, da Suécia perdesse de forma surpreendente a final da Champions League Feminina, por 4 a 3 para o Wolfsburg. No duelo de ontem, em Portugal, Marta e Martina Muller anotaram dois gols e foram os grandes nomes da final. A brasileira Marta abriu o marcador e Veronica ampliou a vantagem para o time sueco. Mas no segundo tempo, Popp descontou aos dois minutos e Muller deixou tudo igual aos oito minutos. Mas o Tyreso tinha Marta, que marcou o terceiro gol. Só que não tempo para comemorar e Faistt empatou. E o gol do título das alemãs veio com Muller, outra vez, perto do final do jogo.


Sistemas do INSS fora do ar O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) informou por meio de nota que os sistemas de atendimento do instituto estarão indisponíveis em todas as unidades no período de 30 de maio a 1º de junho, devido à necessidade de modernização do centro de processamento da Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev). Os serviços estarão restabelecidos na segunda-feira, dia 2 de junho. Segundo a nota divulgada ontem, a interrupção também afetará os serviços previdenciários disponíveis no portal da Previdência Social e na Central de Teleatendimento - fone 135. Dessa forma, serviços como o

agendamento do atendimento, extrato de pagamentos, inscrição na Previdência Social, emissão da Guia da Previdência Social, entre outros, estarão indisponíveis nesse período.

Mais informações podem ser obtidas no posto de atendimento do INSS em Santa Maria, que fica na Rua Venâncio Aires, 2114. O telefone para contato é o (55) 3222-4835.

Farmácia Municipal fechada

Essa linda e mimosa gatinha procura um lar. Tem aproximadamente de 2 meses. Interessados entrar em contato com Ros e pelo (55) 32254012 ou (55) 99088417.

Agenda

A Prefeitura de Santa Maria, por meio da Secretaria de Município da Saúde, informa à comunidade que a Farmácia Municipal estará fechada ao público hoje para adaptação ao processo de informatização da Rede Pública de Saúde. O atendimento voltará ao normal na próxima segunda-feira, dia 26. A secretaria também lembra os usuários que, desde a última segunda-feira, 19 de maio, o local tem

novo horário de funcionamento. O atendimento ao público é realizado das 8h às 14h, sem fechar ao meiodia. Para dar mais agilidade e eficiência ao atendimento, para a retirada de medicamentos os usuários devem apresentar o Cartão SUS, Documento de Identidade e Comprovante de Residência. A Farmácia Municipal fica localizada na Rua Roque Calage, nº 55, no Centro de Santa Maria.


F

oram retomados ontem os depoimentos do processo criminal da boate Kiss. Na sessão, presidida pelo juiz Ulysses Fonseca Louzada, as quatro primeiras pessoas selecionadas como testemunhas de acusação foram ouvidas, duas na parte da manhã e mais duas durante a tarde, no salão do júri do Fórum de Santa Maria. O primeiro a falar foi Azarias Vidal do Nascimento, ex-segurança da boate, que acabou sendo ouvido como informante, pois, contou ao juiz Louzada que perdeu um enteado na tragédia. Assim, como está ligado diretamente ao fato, não pode ser considerado uma testemunha. Azarias declarou que o extintor ao lado do palco, e que falhou na noite do incêndio, foi utilizado, em uma brincadeira, numa festa na Kiss, na quinta-feira, dois dias antes da tragédia. Um participante teria pegado o extintor e usado o objeto. O segurança tomou o extintor desta pessoa, que ficou comprometida a regaregar o aparelho.

Fato que não ocorreu. Azarias ainda mudou a versão dada à Polícia Civil, de que presenciou uso de artefatos pirotécnicos em shows na boate. Ontem, ele disse que nunca viu isso, e que na polícia pode ter sido mal interpretado. O segurança não trabalhou no dia da tragédia. Depois, o gerente Daniel Rodrigues, da loja Kaboom, onde foram adquiridos os Sputniks que a banda Gurizada Fandangueira usou na Kiss e que seria a causa inicial do fogo, confirmou que Luciano Bonilha Leão, roadie da banda, comprou duas caixas do artefato, para uso externo. Rodrigues lembrou que chegou a indicar para Leão artefatos de uso em ambientes internos, mas o réu disse que para mudar os objetos precisaria ouvir os companheiros da banda. Já Diogo Roberto Callegaro, primo do dono da boate e réu no processo Elissandro Spohr (o Kiko), relatou as várias reformas que ajudou a fazer na casa noturna. Foram colocadas paredes divisórias em alguns locais, sempre para diminuir o barulho, principal reclamação de vizinhos. Entre as mudanças, houve a transferência do palco para os fundos da boate, e a sua elevação. Nesta reforma, teria sido consultado o engenheiro Samir Frazzon Samara, que indicou, segundo Roberto, uma loja de colchões para

compra da espuma usada no isolamento acústico. Ele comprou a espuma, mas a instalação ficou a cargo de outros funcionários. Por último, no final da tarde de ontem, foi ouvido o taxista Christian Abade Machado, que estava na frente da boate quando começou o incêndio. Familiares e amigos de vítimas acompanharam os depoimentos desta quinta-feira. Entre eles, representantes da Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria e integrantes no Movimento Santa Maria do Luto à Luta. Entre os réus, apenas Marcelo de Jesus dos Santos, vocalista da Gurizada Fandangueira, esteve no Fórum.

Hoje, mais três pessoas falarão. Ao todo, 16 testemunhas nesta fase serão ouvidas, nos dias 30 e em 10 de junho. Em seguida, em datas a serem definidas, será a vez das testemunhas arroladas pelos réus e os peritos. Por último, os quatro acusados no processo. Respondem pelas 242 mortes e os mais de 600 feridos os sócios da Kiss Elissandro Spohr e Mauro Hoffman, o vocalista da banda Gurizada Fandangueira, Marcelo de Jesus dos Santos, e o roadie do grupo, Luciano Bonilha Leão. Eles são acusados por homicídios qualificados com dolo eventual (doloso) e tentativas de homicídio qualificado.

Ladrões usam posto da BM abandonado como esconderijo O antigo Posto da Brigada Militar na Cohab Santa Marta, no Bairro Juscelino Kubitschek, está fechado há mais de dois anos. Abandonado, o local, que moradores dizem ser escuro à noite, virou alvo de vândalos, moradores de rua que ali se abrigam e ainda, como descoberto na terça-feira, esconderijo de objetos furtados. Conforme a própria BM, uma guarnição em patrulhamento na área, na terça-feira, por volta das 22h30, perce-

beu uma movimentação no prédio. Os PMs vistoriaram o lugar e encontraram objetos escondidos em um dos quartos. Eram engradados de cerveja e refrigerantes e um micro-ondas. Os objetos foram apreendidos e levados à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA). Onde foi verificado que aquele material tinha sido furtado do Centro de Tradições Folclóricas (CTF) Os Nativos, que fica também na Rua Antônio Porto Ale-

gre, ao lado do posto policial. Os objetos foram devolvidos ao patrono do CTF. A 2ª DP investiga o furto e há um suspeito de autoria do crime. Mas ninguém ainda foi detido. O fato do posto ser usado por bandidos chama a atenção. Morador da Cohab Santa Marta, o aposentado Galvão Dutra fala que “é triste ver este posto abandonado, foram feitas várias manifestações para ver se voltaria o policiamento. Mas até agora

nada e é demais a escuridão no local”. O comandante do 1º Regimento de Polícia Montada (1º RPMon), tenente coronel Sidenir Cardoso, diz que o policiamento no bairro é feito por patrulhas e não em locais fixos. Mas, há um projeto do prédio ser recuperado e usado como posto avançado para o policiamento da região. No entanto, ainda não há orçamento definido para isso e a reforma do local deverá acontecer a partir de 2015.

Suspeito de estupro e roubos é reconhecido por vítimas

Ontem, a Polícia Civil realizou o reconhecimento por parte de vítimas do homem suspeito de praticar estupros e roubos no Bairro Camobi. No procedimento, reali-

zado na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM), cinco pessoas confirmaram terem sido vítimas do homem. Conforme a delegada Débora

Dias, titular da DEAM, uma mulher que teria sofrido o abuso sexual reconheceu o homem, e outras quatro confirmaram que foram roubadas pelo suspeito. Uma vítima de tentativa de estupro não pode comparecer à DEAM. “Um caso de estupro teve o reconhecimento, Mas também continuamos investigando outros fatos semelhantes”, diz a delegada. Os roubos é apurado pela 4ª DP, em Camobi. O homem, de 45 anos, está preso preventivamente desde o dia 12 de maio. Ele teria praticado ao menos cinco ataques contra mulheres nas proximidades da Universidade Federal de Santa Maria, nas avenidas Roraima e Evandro Behr, no Camobi.

Nos ataques às vítimas, o homem, normalmente de bicicleta, aborda jovens e rouba objetos. Em pelo menos uma vez ele ainda abusou de uma vítima. No dia 28 do último mês, a mulher foi roubada e o crime de estupro teria sido consumado. A DEAM deverá entregar o resultado do inquérito do caso na próxima semana.

Já foi sancionada pela presidenta Dilma Rousseff a lei que torna crime hediondo exploração sexual de crianças, adolescentes e pessoas vulneráveis. O texto enquadra a utilização de crianças e adolescentes em atividades sexuais remuneradas, a pornografia infantil e a exibição em espetáculos sexuais públicos ou privados. Pela lei sancionada, o crime de exploração sexual ocorre mesmo que não tenha ocorrido o ato sexual propriamente dito. Fica configurado crime qualquer outra forma de relação sexual ou ação erótica que implique proximidade física e sexual entre a vítima e o explorador. A pena prevista passa a ser de quatro a dez anos de prisão e a punição também é aplicada a quem facilitar a prática, impedir ou dificultar o seu abandono pela vítima. Será enquadrado na mesma pena quem for pego praticando sexo ou outro ato libidinoso com alguém menor de 18 e maior de 14 anos no contexto da prostituição. Os condenados por esse tipo de crime não terão o direito de pagar fiança e não terão direito a anistia, graça ou indulto natalino. A pena deverá ser cumprida inicialmente em regime fechado.

Por volta das 19h20 de quartafeira, a Brigada Militar abordou um motorista que conduzia um carro em ziguezague, em uma rua no Bairro Jardim dos Eucaliptos, em Santiago. O motorista tentou escapar da BM, mas foi perseguido até ser cercado pela viatura. Ao verificar quem era o condutor, os PMs encontraram um menor, de 17 anos, no volante. Segundo a BM, o jovem estava com sinais de embriaguez. Ele confessou o uso de cerveja. O dono do veículo foi encontrado e preso. O adolescente foi ouvido pela Polícia Civil e liberado após registro. O proprietário do carro foi preso em flagrante.


P

esquisa do Ibope sobre as intenções de voto para a Presidência da República em 2014 aponta crescimento das candidaturas de Dilma Rousseff (PT), de Aécio Neves (PSDB) e de Eduardo Campos (PSB). A atual presidente segue na liderança. Ela passou de 37% em abril para 40% agora. Conforme o levantamento, o cenário político mostra que aumentam as chances de segundo turno na eleição de outubro. No cenário com 10 pré-candidatos, o maior crescimento foi de Aécio, que subiu seis pontos percentuais em relação ao levantamento de abril. Ele aparece com 20% das menções, contra 14% em abril e 13% em março. Já Eduardo Campos cresceu cinco pontos em relação ao mês passado. Ele passou de 6%, em abril, para 11% das intenções de voto em maio. Na sequência aparece Pastor Everaldo (PSC), que tem 3% contra 2% em abril. As menções a José Maria (PSTU), Eduardo Jorge (PV), Eymael (PSDC), Levy Fidélix (PRTB), Mauro Iasi (PCB) e Randolfe Rodrigues (PSOL) somam 3%. Votos brancos e nulos totalizam 14% e os que não sabem em quem votar ou preferem não responder, 10%. – Na pesquisa espontânea, em que os nomes dos pré-candidatos não são apresentados aos entrevistados, Dilma também aparece à frente. Segundo o Ibope, 22% dos entrevistados declaram que votariam na petista para presidente, nível de citação que, ao levar em conta a margem de erro, é o mesmo registrado na última pesquisa, quando Dilma era citada espon-

taneamente por 23% dos eleitores. Na sequência, os eleitores também citam Aécio, com 8% (7% em abril), o ex-presidente Lula (PT), com 6%, mesmo percentual de abril, Eduardo Campos (PSB), com 4% (2% no mês anterior), Marina Silva (PSB), com 2% (4% em abril), e José Serra (PSDB), com 1%, mesmo percentual de citação registrado no mês passado. Os demais possíveis candidatos somam 1% das menções. Os que ainda não sabem dizer espontaneamente em quem votar totalizam 37% e outros 18% afirmam que votariam em branco ou nulo.“Em uma eventual disputa entre Dilma Rousseff e Aécio Ne-

ves em segundo turno, a atual presidente tem 43% das intenções de voto contra 24% do senador mineiro. Votos brancos e nulos somam 24% e os indecisos, 10%. Se a disputa for com Eduardo Campos, Dilma também leva vantagem, com 42% das menções ante 22% de Campos. Votos brancos e nulos totalizam 25% e os que não sabem em quem votar ou preferem não responder, 12%.““Rejeição - O Ibope também perguntou aos eleitores em quem eles não votariam de jeito nenhum para presidente. O maior índice de rejeição é de Dilma Rousseff, citada por 33% dos eleitores. Em seguida aparece Aécio

Neves, com 20%, Lula com 17%, e Pastor Everaldo, com 16%. Levy Fidélix é mencionado por 15%, Eymael e José Maria por 14%, Eduardo Campos por 13% e Mauro Iasi, Randolfe Rodrigues e Eduardo Jorge por 12% cada. Os entrevistados que afirmam poder votar em qualquer um dos candidatos somam 10%, enquanto 24% não sabem ou não respondem à pergunta. O entrevistado poderia citar mais de um candidato. A pesquisa foi realizada entre 15 a 19 de maio, com 2.002 eleitores do país. A margem de erro estimada é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Rádio Santamariense é finalista em prêmio de jornalismo O diretor da Rádio Santamariense e apresentador do programa Bom Dia, Cidade, Alexandre De Grandi, é um dos finalistas da 3ª edição do Prêmio ADPERGS de Jornalismo, na categoria rádio. A premiação é promovida pela Associação dos Defensores Públicos do Estado do Rio Grande do Sul. A premiação ocorre hoje, às 21h, no centro de eventos do Plaza São Rafael, em Porto Alegre, durante festa do Dia do Defensor Público. Foram mais de 100 trabalhos inscritos nas diferentes categorias da premiação. Além dos trabalhos realizados no Rio Grande do Sul, também estão em destaque produções

de Brasília, Espírito Santo, Pernambuco e Goiás. Para a presidente da ADPERGS, Lisiane Zanette Alves, a 3ª edição do prêmio é um marco no histórico do evento. "O prêmio está muito rico este ano. A comissão julgadora conseguiu, por meio dos critérios de avaliação, classificar trabalhos de Porto Alegre, cidades do interior do Rio Grande do Sul e produções de outros Estados. E ainda temos matérias internacionais, um fato inédito até esta edição", ressalta. Alexandre De Grandi concorre com reportagem em que mostra a atuação da Defensoria Pública do Esta-

do em função da tragédia da boate Kiss, que ocorreu em janeiro de 2013 em Santa Maria, e também no transporte público do município. Ele concorre com outros dois radialistas de Brasília e Pernambuco. Participaram da comissão julgadora representantes da ADPERGS, Anadep, Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos – RS (Arfoc), Associação Riograndense de Imprensa (ARI) e Sindicato dos jornalistas do Rio Grande do Sul. As entidades que não estiveram presentes informaram a ausência formalmente, conferindo o poder de decisão aos presentes.

: Alexandre De Grandi : Rádio Santamariense : Santa Maria : Basília dos Santos Rodrigues da Silva : Rádio CBN : Brasília : Wendel Rodrigues da Silva : Jovem Pan : João Pessoa – PE


De segunda a domingo, dos dias 12 ao 18, Santa Maria foi palco de um grande evento: a Semana da Moda. Com ocasiões distintas e ações que agradaram diferentes públicos, a promoção contou com chás, jantares, encontros, lançamentos, workshops e, é claro, bons

desfiles do que é tendência nesta e na próxima estação, mostrando o que a cidade tem de melhor neste setor. Muita gente bonita conferiu as atrações que movimentaram o setor social e, os destaques deste período, você confere em nossa coluna de hoje.

Incansáveis, Andrea Dotto, Sandra Avila e Maristela Tomazetti formam o trio que organiza, já há muitas edições, a Semana da Moda de Santa Maria. Parceiras de longa data, as empresárias buscam sempre inovar a cada evento, trazendo gente de fora como atração, mas também dando valor ao que é daqui.

Se alguém mente sobre você, faça o contrário para que ele se passe por mentiroso.

A semana vai encerrar em grande estilo para Deise Dalla Corte, Graça Marqui e Vitória Motta Roth Soldera, que completam novas idades nesta sexta-feira. Felicidades!

Logo mais à tardinha, inicia o evento Amo ser Noiva do Monet Plaza Shopping, que trará dicas para o grande dia. A estreia, às 19h30, tem palestra e desfile de Ruby Sarat e da marca de moda masculina João a Rigor. Durante todo o final de semana, uma seleção de profissionais do ramo estará dando dicas, cada um no seu setor de atuação. Entre eles, Leonardo Moreti, a equipe Bella Festa, Lidiane Ferro, Lucimar Casagrande, Raul Schramm, Norberto Da Cás, e outros.


Jornal A Razão 23/05/2014