Page 1

www.aquies.com.br

»» @folhadocaparao

INVESTIMENTO QUE DÁ RESULTADO

»» facebook.com/grupofolhadocaparao

FILIPE RODRIGUES

»» ZEZÉ É RESPONSÁVEL PELA DISTRIBUIÇÃO DA CERVEJA DEVASSA EM CACHOEIRO ESPECIAL | Pág 06

R$

1,00 DOMINGO, 07/08/2011 | DIÁRIO | ANO 1 | N° 102 | CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL

CONSELHO MUNICIPAL VAI FAZER DIAGNÓSTICO CONTRA AS DROGAS »» REUNIÃO ACONTECE AMANHÃ, ÀS 16H00, NO AUDITÓRIO DA SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONOMICO

FILIPE RODRIGUES

GERAL | Pág 11

abertas as inscrições para copa de jiu-jítsu »» a competição acontece no dia 3 de setembro, no sesi ESPORTES | Pág 13 divulgação

NO VAI E VEM DA POLÍTICA, ELES DÃO A DICA PARA CHEGAR A CÂMARA MUNICIPAL »» NENÉM CADAVEL (E), BRAZ ZAGOTTO, WILSON DILLEN E LUIZINHO TERERÉ JÁ FORAM VEREADORES, FICARAM UM TEMPO SEM MANDATO E RETORNARAM AO PODER LEGISLATIVO POLÍTICA | Pág 05

RECORTE E GANHE

>>

MEIA-ENTRADA PARA OS CINEMAS DE CACHOEIRO

>> GERAL / PÁG 04

>>

geral | Pág 04

oab realiza seminário no unimed hall

20 peças no festival de teatro

WWW.AQUIES.COM.BR


02 OPINIÃO

»» DOMINGO, 07/08/2011

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMRIM E REGIÃO SUL

FILOSOFIA DE “butiquim”

Mauro Malin

»» RICARDO LEMOS - ricardolemos.es@hotmail.com

Os eternos impuníveis Entre os riscos da saraivada de denúncias que assola a imprensa nativa, um dos mais subestimados talvez seja o da “saturação”. Conhecido, sim, cantado em prosa e verso por cidadãos indignados, às vezes um tanto ingênuos. Ainda assim, subestimado. O mecanismo que está por trás do espetáculo é o da “concepção circense da política”, como gosta de ironizar o professor Antônio Carlos Peixoto. “Respeitável público, o cachorrinho amestrado; a trapezista; o engolidor de espadas...” O processo em vigor no Brasil, industriado pelo marquetismo que calibra as reações do Planalto, não nega suas origens: “Respeitável público, a súbita riqueza do ministro Antônio Palocci; o Dnit; o Ministério da Agricultura; o Ministério das Cidades, o Departamento de Engenharia e Construção do Exército...” A saturação faz com que, no curso da prática jornalística, não haja tempo e/ou condições para recapitular, a não ser de modo errático e idiossincrásico, o que já foi denunciado e ficou sem resposta institucional – ou, se for o caso, judiciária. As “suítes” morrem bem antes de dar à praia. Entretanto, recapitulemos. A palavra “faxina” remete à vassoura janista e aos marajás do teatro collorista. Relembremos também que Jânio Quadros e Fernando Collor foram duas personalidades ao mesmo tempo fortes e hábeis na manipulação da opinião pública, e que ambos foram tragados na tentativa de dispensar a interlocução, tantas vezes exasperante, com o Congresso. Quantas e quantas vezes já se sublinhou que a presidente Dilma Rousseff representa

EXPEDIENTE

DIRETOR GERAL: Elias Carvalho EDITOR CHEFE: Leandro Moreira EDITOR DE CRIAÇÃO E ARTE: Luan Ola Repórteres: Alissandra Mendes, Gustavo Ribeiro, Filipe Rodrigues, Leandro Moreira e Marcos Freire

a continuidade de um governo do qual ela mesma foi destacada integrante durante oito anos. E que isso a coloca na situação de ou não ter tido conhecimento de nada, o que não é bom alvitre, ou ter tido e ter preferido não reagir, o que também não melhora a percepção que se possa ter de sua maneira de conceber o trato da coisa pública. Mas essas manifestações de realismo não mudam a dinâmica do denuncismo. De escândalo em escândalo, produzem-se efeitos negativos. Um deles é a frustração, má conselheira dos eleitores. Outro é o desespero, péssimo conselheiro dos cidadãos. A última coisa que uma liderança política pode matar é a esperança do povo. Pode-se até viver sem utopia, trocar o entusiasmo pela reflexão serena, mas sem esperança o osso fica muito duro de roer. A frustração pode ter outro desdobramento, no longo prazo: o cinismo generalizado. Por volta de 1999, para explicar a ascensão de Hugo Chávez na Venezuela, a revista The Economist publicou uma reportagem em que, a certa altura, o jornalista descrevia uma manifestação popular vigorosa diante do palácio do governo, durante o mandato de um antecessor de Chávez. O povo bramava e rugia, encolerizado. E o jornalista: mas no fundo eles pareciam dizer “também quero o meu!”... Muito eruditamente, Walter Benjamin disse que o rosto do anjo da História está dirigido para o passado e que “onde nós vemos uma cadeia de acontecimentos, ele vê uma catástrofe única, que acumula incansavelmente ruína sobre ruína e as dispersa a nossos pés”.

DiagramadorA: Suheley Garcia Suhett DEPARTAMENTO COMERCIAL: Joana Campos (28) 3521 7726 Colaboradores: Sérgio Oliveira, Wellington Santiago, José Montoni, Sérgio Garschagen, Luiz Trevisan, Adilson Conti, Antônio Fernando de Souza, Maurílio Carvalho, Gilvan Rodolpho, Sérgio Neves, Wagner Medeiros Junior, Daniel Diirr, Edison Zardini Dpto. Jurídico: JC ASSAD - ADVOCACIA DR VICTOR CERQUEIRA ASSAD - OAB/ES 16.776

TELEJORNAL Ele terminou de ler a última notícia, fingiu afastar a caneta para o lado, arrumar os papeis sobre a bancada, no que durou décimos de segundo. Depois olhou diretamente nos olhos de milhões de telespectadores, quase abriu um meio sorriso e disse, num tom familiaríssimo: - “Boa noite!” Antes mesmo dos caracteres começarem a subir, olhei bem nos olhos dele e soltei, indignado: - Como assim?! -X–X– MAIS Sentou-se no silêncio da solidão daquele instante. Vagueou o olhar pela tela, como a medir o espaço em branco. Os dedos flutuavam inquietos sobre o teclado, sem tocá-lo. Ensaiavam, apenas. Passou em revista os acontecimentos do dia. Nada além de um dia comum, com as pequenas angústias e vitórias de um dia comum, o escorrer pachorrento das horas, a celeridade infrene dos meses, as contas a pagar, nada que merecesse menção. Afastou a cadeira, apertou os olhos: nada como um pouco de perspectiva. Estalou os dedos, que agora não mais voejavam sobre as teclas. Aquelas letras ali gravadas pareciam não querer lhe dizer nada. De repente lhe invadem a mente imagens aos borbotões: Um iceberg do tamanho da ilha de Manhattan que se desprende das calotas polares, viajando calmamente rumo ao sul, tirando a calma de quem viajava calmamente em qualquer rumo. É algo de que se falar. Escombros, lama, céu cinzento, confusão. Equipes de resgate buscam com máquinas e cães farejadores vítimas do desabamento de um edifício na China.

E-mails: comercialfolhadocaparao@gmail.com diretoriafolhadocaparao@gmail.com; publicidadefolhadocaparao@gmail.com redacaofolhadocaparao@gmail.com Circulação: ES - Afonso Cláudio, Alegre, Alfredo Chaves, Anchieta, Apiacá, Atílio Vivacqua, Bom Jesus do Norte, Brejetuba, Cachoeiro de Itapemirim, Castelo, Conceição do Castelo, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Ibatiba, Ibitirama, Iconha, Irupi, Itapemirim, Iúna, Jerônimo

Daqui a onze dias quiçá encontrem uma senhora de 104 anos ainda viva, em meio a centenas de mortos. Não deixa de haver uma certa ironia, onde se apoiar para uma meia dúzia de parágrafos. Gente que mata e fica solta. Gente que morre e some. Gente que morre de medo de ladrão, e se encarcera no recesso do lar, enquanto gente que rouba passeia livremente, dando tiro em polícia, naquela polícia que deveria significar a segurança do cidadão, mas nem sempre é assim. A guerra diária não declarada da vida diária. Indignação, estupor: rico material para uma crônica desesperada. As imagens se sucedem em total desvario, de bicho sendo chacinado, menino descalço abandonado, homem bem vestido desavergonhado, petróleo jorrando, avião atrasando, gente chorando, merenda faltando, lixo amontoando, passarinho cantando, preços subindo, bolsas caindo, políticos mentindo… A mente não acompanha. Os dedos, então, nem se fale. E, de repente, um estalo. Silêncio profundo. Apenas a respiração descompassada de quem percorreu léguas num galope insano. - Isso não é vida! É noticiário! Levantou-se bruscamente, empurrando para trás a cadeira. Fechou sem cerimônia a tampa do notebook, enquanto tentava afugentar da cabeça todas aquelas idéias que zuniam como abelhas. Seria inútil deitar-se agora. Dirigiu-se à porta, vestindo apressadamente o casaco. Mas ainda deu tempo de ouvir, enquanto ganhava a rua e a porta batia atrás de si: - Vida tem que ser mais que isso! Ricardo Lemos é pai, filho, geminiano, escritor, jornalista e ; enfim, um filho de Deus, como você. Atualmente publicando nos blogs Arroubos Literários, Olho Mágico 365 e TAMTA – incubadora de idéias.

Monteiro, Marataízes, Mimoso do Sul, Muniz Freire, Muqui, Piúma, Presidente Kennedy, Rio Novo do Sul, São José do Calçado, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante.

Editora e Jornal Sul Capixaba Ltda - ME | CNPJ: 10.916.216.0001-55. Rua Resk Salim Carone, S/N º - Ed. Ibisa - Loja 03 - Bairro Gilberto Machado. Cachoeiro de Itapemirim-ES (Próximo à rodoviária) .

Tel: (28) 3521 7726

As matérias assinadas publicadas neste jornal, necessariamente não traduzem a opinião do próprio jornal. A veracidade das informações publicitárias veiculadas é de responsabilidade de quem as patrocina (anunciante). A legislação não impõe ao órgão que veicula o anúncio (jornal) a obrigatoriedade de verificação e comprovação da fidedignidade e correção destes anúncios. Fonte: STJ (Superior Tribunal de Justiça).


domingo, 07/08/2011

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMRIM E REGIÃO SUL

aQUItem

>> INTERINO

Projeto Comércio Total Com a proposta de ampliar o suporte aos pequenos comerciantes, o Sebrae no Espírito Santo assinou um convênio com a Agência de Desenvolvimento em Rede do Espírito Santo (ADERES). O objetivo da parceria é fortalecer o Projeto Comércio Total, que atende a empresários e empreendedores de áreas menos desenvolvidas, sejam elas bairros das grandes cidades, sedes municipais e distritos, entre outros.

Será que emplaca?

Mudança para os professores A Câmara de Cachoeiro votou e aprovou, o projeto de lei do vereador Roberto Bastos (PMN), que dispõe sobre a obrigatoriedade do cumprimento de destinação de 1/3 das horas-aulas, para planejamento escolar no âmbito da rede municipal de ensino. Após sancionada pelo Executivo, a lei tornará obrigatório no âmbito da rede pública municipal de ensino, o cumprimento do § 4º, do artigo 2º, da Lei 11.738/2008, que destina 1/3 da carga horária de trabalho do magistério de educação básica, para elaboração de atividades extraclasse, como planejamento, preparação das aulas e correções das provas.

Dilma x Lula

Já é lei: todos os eventos realizados no município terão que ter banheiro químico adaptado para deficientes físicos. A lei é boa. Isso é inquestionável. Resta saber se haverá fiscalização necessária para que saia do papel. Porque no Brasil existe aquele velho (e ruim) hábito e de “lei que pega” e “lei que não pega”.

ARQUIVO PESSOAL

ESPAÇO POPULAR

OPINIÃO

03

LEANDRO MOREIRA leandromoreira23@gmail.com facebook.com/leandromoreira23

@moreira238

Mês do estudante Começa essa semana o Mês do Estudante. Serão várias ações, entre elas, uma sessão solene no dia 11, na Câmara Municipal, para homenagear os estudantes da rede pública e particular que se destacam em alguma área. A prefeitura também vai homenagear a garotada, com evento a ser realizado no Teatro Municipal.

Pensando no campo Promover o bem estar dos pequenos agricultores familiares foi o objetivo da reunião realizada entre representantes da Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper). Na pauta, sugestões de parceria para contribuir na implantação de políticas que alcancem também os pequenos agricultores familiares, que estejam fora de associações e cooperativas, e favoreçam o acesso deles a créditos e à assistência técnica.

A chamada grande mídia parece estar traçando uma nova estratégia para tentar manchar, ainda que um pouco apenas, a imagem do ex-presidente Lula: colocar na conta dele os atuais escândalos, envolvendo ministros do governo Dilma. Apesar de ainda estar distante o período eleitoral presidencial, o trabalho é incessante e quem pensa lá na frente já está agindo para 2014. E Lula será o alvo, até lá.

PARTICIPE: envie sua foto para leandromoreira23@gmail.com, com crédito e informações

@Tá na NET, tá AQUI Participe das nossas redes sociais e aparaceça AQUI

Douglas Figueredo Malfacini, em Benin (África), onde realiza trabalho voluntário a mando do governo norte-americano. Ele é nascido em Macaé (RJ), mas foi criado em Cachoeiro, onde ainda tem amigos e familiares.

@folhadocaparao

facebook.com/grupofolhadocaparao

Comentários diversos na rede social


04

GERAL

DOMINGO, 07/08/2011

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMRIM E REGIÃO SUL

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

OAB Cachoeiro vai debater alterações no Código de Processo Civil filipe rodrigues

filipe rodrigues

Presidente da OAB Cachoeiro, Robson Louzada, destacou a importância do evento

redacaofolhadocaparao@gmail.com

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Cachoeiro vai realizar um seminário na próxima terça-feira, às 19h00, no Unimed Hall, no Shopping Sul, para debater as alterações no Código de Processo Civil, que estão em trâmite no Congresso Nacional. O intermediador será o juiz do Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo, Flávio Cheim Jorge. O presidente da OAB Cachoeiro, Robson Louzada, informou que Flávio Cheim Jorge, que é advogado, mestre e doutor em Direito, deverá trazer outra pessoa para participar do evento, mas ainda não está definido. O projeto visa simplificar processos e dar mais celeridade à tramitação das ações. As principais mudanças são a limitação da quantidade de recursos e a criação um mecanismo para resolução de demandas repetitivas. Com cerca de 300 artigos a menos que a lei em vigor, o anteprojeto também busca ordenar de forma mais lógica as normas de processo civil.

Outra proposta é reduzir o número de recursos possíveis para acelerar o trâmite dos processos. O novo código sugere ainda que os juízes de primeiro grau e os tribunais locais sejam obrigados a observar as teses fixadas por tribunais superiores antes de tomar decisões ou aceitar recursos. Além disso, sempre que houver um novo entendimento sobre uma questão, as cortes superiores terão que informar a partir de quando passa a valer a mudança.

O projeto aposta ainda na conciliação e na mediação para tentar reduzir o número de processos em tramitação. A conciliação passa a ser a primeira fase dos processos civis para tentar evitar que as disputas fiquem longo tempo no Judiciário. A expectativa dos envolvidos na elaboração do novo Código de Processo Civil é de que as alterações propostas reduzam em 70% o tempo de tramitação de demandas de massa e em 50% o prazo para decisão final em ações individuais.

»» Seminário será realizado no Unimed Hall e vai reunir profissionais da área, no próximo dia 9


DOMINGO, 07/08/2011

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMRIM E REGIÃO SUL

POLÍTICA

05

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

Vereador: para quem já foi e quer voltar, o segredo é ser político sem mandato

»» vereadores que ficaram algum tempo fora da câmara e conseguiram voltar falam das dificuldades nas eleições

filipe rodrigues

filipe rodrigues

redacaofolhadocaparao@gmail.com

Vencer uma eleição para vereador é difícil. E quando o candidato já teve mandato, ficou de fora alguns anos e tenta retornar, é ainda mais. Mesmo assim, alguns conseguem esse feito. Atualmente, na Câmara de Cachoeiro, quatro nomes preenchem esse perfil: Luizinho Tereré (DEM), Wilson Dillem (PRB), Neném Cadável (PTB) e Braz Zagotto (PTB/licenciado, atuando como secretário no Poder Executivo). Eles foram vereadores em tempos passados, mas não estão de forma ininterrupta na Casa de Leis. Wilson Dillem está em seu quarto mandato. Ele foi eleito para 1989/1992, 1993/1996, 2001/2004 e assumiu como suplente em abril do ano passado, quando a vereadora Arlete Brito teve seu mandato cassado. Para conseguir votação expressiva e conseguir retornar, mesmo depois de ter sido vereador e ficar sem mandato, Dillem comenta que o trabalho tem que ser incessante. “É preciso estar próximo de nossas bases, realizando reuniões e encontros para debater assuntos de interesse da população. É um caminho difícil, mas que faz parte da vida de

Luizinho Tereré

um agente público”, disse Dillem. Para Dillem, uma das dificuldades é a falta de apoio. “Quando estamos sem mandato, muitas vezes, o próprio meio político te deixa no esquecimento. Por isso é importante estar junto de suas bases, trabalhando mesmo sem ter mandato, para que o seu nome seja referência e isso possa culminar em êxito na eleição, como foi o nosso caso”, acrescentou Dillem. Neném Cadável está em seu terceiro mandato e, assim como Dillem, também assumiu como suplente na legislatura atual. Desde que disputa eleições, ele tem votação crescente. A primeira

Neném Cadável

vez que participou de um pleito, Cadável teve 865 votos. Depois, 668; 1.098; 1.350; e, por fim, 2.121. Fora da Câmara há anos, Neném Cadável acredita que para retornar a Casa é preciso humildade. “Somos pessoas comuns, que lida com a população todos os dias em nossas comunidades. Portanto, a humildade é imprescindível”, ponderou Cadável. Ele comunga da teoria de Dillem, que o trabalho nas bases deve continuar a ser feito, ainda que esteja sem mandato. “A reeleição para quem está de fora é muito difícil. Mas para quem realiza trabalho de forma regular e periódica, bus-

Braz Zagotto

cando manter um grupo interessado em apresentar propostas de melhoria para a cidade, ela pode acontecer de forma natural”, disse Cadável. Braz Zagotto também passou pela mesma situação: foi eleito vereador, depois perdeu a eleição e conseguiu vencer noutra tentativa. Ele é considerado um dos nomes mais bem cotados para o próximo pleito, mas rejeita o título de favorito. Quando esteve de fora da Câmara, Braz conta que passou por situações bem difíceis. “Até varrer rua e capinar terreno eu já fiz. Quando fiquei sem mandato as coisas foram muito difíceis. Me recordo

Wilson Dillem

bem daquele momento, porque foi o então prefeito Roberto Valadão que me deu uma oportunidade de trabalhar na prefeitura. Então, agarrei com unhas e dentes, trabalhando duro e sério. O resultado foi o reconhecimento da população, me escolhendo para representá-los na Câmara”, disse Braz. “Temos que ter a consciência que o povo é quem escolhe ou não os vereadores. Portanto, se o político sumir de cena ele encontra ainda mais dificuldades. Quando a pessoa está sem mandato deve continuar trabalhando, como se fosse um político normal”, acrescentou Zagotto.

A reportagem tentou contato com o vereador Luizinho Tereré, mas não obteve retorno. Segundo sua assessoria, ele estava envolvido com a festa em Córrego dos Monos, onde reside, e, por lá, em várias áreas o telefone celular não funciona. Tereré foi vereador em 2001/2004 e atualmente. Os três entrevistados, portanto, acreditam que o segredo é ser político sem mandato, dando atenção ao povo e buscando meios para resolver as demandas que aparecem. O resultado do trabalho pode ser comprovado nas urnas, quando termina a apuração dos votos.


06

ESPECIAL

DOMINGO, 07/08/2011

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMRIM E REGIÃO SUL

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

A terceira melhor cerveja do mundo faz sucesso em Cachoeiro

»» Devassa ‘engoliu’ o mercado e está nos principais bares, restaurantes e festas do município filipe rodrigues

redacaofolhadocaparao@gmail.com

Quem frequenta bares, restaurantes e as principais festa em Cachoeiro já percebeu uma nova tendência, quando o assunto é cerveja. Trata-se da Devassa. Uma cerveja nova que vem ganhando espaço e caindo no gosto dos cachoeirenses. Não obstante, um dado importante: ela foi eleita a terceira melhor cerveja do mundo, em concurso realizado na Austrália, com mais de 200 cervejarias,

entre mais de mil tipos de cerveja. Mas esse sucesso todo não acontece por um acaso. Para chegar ao consumidor, muita gente tem trabalhado duro e de forma séria para que isso aconteça. E um dos responsáveis pelo sucesso da marca é José Pires, conhecido como Zezé. Ele é proprietário da distribuidora de bebidas que coloca a Devassa no mercado cachoeirense. Zezé conta que assumiu a distribuidora num mo-

mento difícil, mas com desafio importante pela frente. Há quase oito anos atuando em Cachoeiro, Zezé destaca que o principal fator para o sucesso é o profissionalismo. “Temos atuado de forma profissional, preocupados apenas em servir a região sul do Espírito Santo com produto de altíssima qualidade”, destacou Zezé. Para tanto, ele conta que investiu alto nesse empreendimento. “Foi mais de um milhão de reais. Hoje, por

exemplo, temos uma câmara fria, só para armazenar o chopp na temperatura ideal. O consumidor leva o chopp do jeito que ele vem da fábrica. Tudo isso contribui que as coisas dêem certo”, destacou Zezé. São mais de três mil postos de vendas, espalhados por 26 municípios sulinos capixabas. A Devassa chegou ‘engolindo’ o mercado e está presente nas principais festas de Cachoeiro. “Só neste final de semana estamos em 25 festas. Como exemplo também posso citar o Baile de Gala, onde servimos cerveja Devassa em garrafa 600ml e o show do Jorge e Mateus, realizado ontem”, contou Zezé. Uma novidade bacana é o Chopp Delivery. É um serviço prestado pela empresa de Zezé, que tem dado certo. A pessoa aluga a máquina e barril de chopp. “Muitos casamentos têm utilizado esse serviço, que dá mais glamour e paladar”, destacou. Quanto a chegada da Devassa no mercado, Zezé aponta que a receptividade foi boa. “O nível de rejeição é zero. Onde servimos Devassa as pessoas aprovam, afinal, é uma bebida diferenciada e muito boa”, disse. O sucesso de Zezé também aponta um fator importante, que é o bom momento econômico de

filipe rodrigues

José Pires, conhecido como Zezé

Cachoeiro. Sua empresa gera centenas de empregos e a previsão é de investir mais. “Pensamos sempre em crescer e entendemos que o momento é de expansão e conquista de mais espaço”, ponderou. Apesar do tamanho da empresa e da responsabilidade, Zezé se mostra

uma pessoa de hábito e postura simples. Quando a reportagem chegou a sua empresa para a entrevista, era ele quem estava recebendo um material que acabara de chegar. “Temos trabalhado duro para servir a todos e atender as demandas”, finalizou.


DOMINGO, 07/08/2011

DIÁRIO | Ano 1 | n° 102 Cachoeiro de Itapemirim e Região Sul www.aquies.com.br

»» @folhadocaparao

»» facebook.com/grupofolhadocaparao divulgação

Uma semana de teatro »» O ator e diretor Carlos Olla conta como é a montagem e o que se espera desta edição do Festival de Teatro de Guaçuí Gustavo Ribeiro

gustavo.ghrs@gmail.com

Daqui a uma semana começa o maior evento ligado a arte cênica no sul do Estado, o Festival de Teatro de Guaçuí. São quase 20 peças apresentadas ao longo de uma semana. Veem grupo de todos os cantos do país, trazendo seus diferentes estilo e maneiras de contar histórias. O evento é organizado pelo grupo teatral Gota, Pó e Poeira, dirigido pelo ator Carlos Olla. Ele em entrevista no contou sobre o que se espera desta edição e como se dá todo o processo de organização do Festival

Como nasceu a ideia de montar o Festival?

Carlos Olla -A ideia surgiu quando nem ainda tínhamos o Teatro Fernando Torres em Guaçuí. O grupo fazia em março uma mostra dedicada ao Dia Internacional do Teatro e ainda promovia um intercâmbio teatral com outros grupos, trazendo espetáculos da região sudeste e nordeste. Quando o prédio do teatro foi inaugurado vimos a necessidade de implementar suas ações e o grupo, na época, ficou responsável por isso, visto sua parceria com o Governo do Estado do Espírito Santo.

Como é feita a preparação para o evento?

É um longo processo que se inicia nos primeiros dias do ano com a formatação do projeto, envio aos parceiros, formulação de editais, contato com grupos, toda essa parte burocrática. Na verdade, quando terminamos uma edição já começamos a mexer com a outra. Sempre há grupos querendo informações e ainda tem todo o processo de prestação de contas. É um trabalho árduo, que necessita de muito apoio e esforço para que aconteça. Mas sempre vale a pena!

Os responsáveis pelo Festival são apenas os atores do Gota?

Os atores e técnicos do grupo fazem parte de todo o processo. No entanto, trabalhamos em parceria com o Governo do Estado do Espírito Santo - Secretaria de Estado da Cultura; com a Prefeitura Municipal de Guaçuí, através de todos os seus setores; com o comércio local e ainda apoiadores de fora, como a criadora do troféu que é a artista plástica Nilza Silva, do Rio de Janeiro. A coordenação fica a cargo do Gota, mas hoje tudo é compartilhado com os nossos realizadores.

Qual a importância que o Festival tem para os grupos teatrais?

O festival é uma grande troca de experiência em que você mostra o seu trabalho, tem possibilidade de debatê-lo e ouvir sugestões. Ele às vezes dá projeção a um determinado grupo ou espetáculo, e também ratifica e consolida determinados trabalhos para que possam alçar outros voos. Os grupos e companhias se sentem à vontade em Guaçuí, observam e aprendem com outros trabalhos, e são referências também para outros.

São trabalhadas peças dentro e fora do teatro, isso envolve mais a população? Nos últimos anos trouxemos o teatro para as praças centrais e foi um grande sucesso. Com isso a população ficou mais próxima, identificou-se ainda mais com a proposta do festival que é popularizar o teatro, as artes cênicas. É também um chamariz para que a população compareça ao Teatro Fernando Torres prestigiando os espetáculos de palco.

O que será novidade nesta edição do evento?

As novidades vem dos espetáculos infantis com boa pre-

sença de bonecos interagindo nas montagens. O lúdico está presente para encantar ainda mais o público mais jovem. Outro fato é um leque maior de comédias, fato até então não vivido em nossos festivais. Sempre prevaleciam os dramas, mas neste ano o número de comédias foi superior. Vêm grupos de vários lugares do país. É feita uma escolha antes de fechar a programação? Três meses antes lançamos um edital em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura solicitando as inscrições de grupos. Depois dessa inscrição, fazemos uma triagem por documentos para ver se os mesmos atendem as normas legais e depois disso três curadores assistem aos vídeos ou o próprio trabalho e fazem sua seleção. A curadoria deste ano foi presidida pelo diretor Renato Saudino, representando a Secretaria de Estado da Cultura. Sempre se observa a qualidade do trabalho, sua proposta e o atendimento ao público.

Qual vai a ser a premiação?

Cada grupo selecionado recebe uma ajuda de custo de R$ 2.000,00 oriundos do Estado. Após suas apresentações duran-

te a semana eles são avaliados por uma comissão julgadora e são selecionados os melhores espetáculos e ainda os melhores atores e técnicos em suas respectivas categorias. Os melhores recebem troféus e placas.

Esse ano tem a peça “O Burgês Ridículo”, da Asteca, da qual você faz parte. Como é para você essa integração entre grupos teatrais? Acompanhei o processo de montagem da peça em Cachoeiro, realizada pela Asteca, e vejo essa integração um passo muito grande para o fortalecimento das artes cênicas no sul do Estado. Essa troca vem de alguns anos e possibilita que as experiências de um contribuam com o trabalho do outro e isso é sempre salutar, mostrando que não existe rivalidade e sim cooperação.

Será cobrada entrada para as peças dentro do teatro? O preço do ingresso em média sai a R$ 5,00 - porém sempre fazemos um pacote especial para que acompanha o festival inteiro e para escolas que levam seus estudantes aos espetáculos. Sempre recebemos alunos de outras cidades como Dores do Rio Preto, Divino de São Lourenço, Iúna,

Muniz Freire, Alegre, Espera Feliz, entre outros, inclusive Cachoeiro. O que a população de Guaçuí e também do sul do estado pode esperar do Festival esse ano? Um festival com bons espetáculos, com propostas diferentes, com diversidade de forma geral. Um festival com a qualidade que mantém o evento como um dos melhores em nosso Estado. Quem desejar contribuir com o para com algum tipo de apoio, como deve fazer? Basta nos procurar no Teatro Fernando Torres, onde fica a coordenação do festival e podem também telefonar (28) 3553-2826. Todo o apoio será bem-vindo, pois o evento tem uma estrutura muito grande e um custo alto, principalmente se considerarmos que nos falta patrocinadores de grandes empresas, visto nossa distância dos centros maiores. E aproveito desde já para agradecer àqueles que estão contribuindo conosco e se mantém ao longo dos anos, entendendo nossa proposta de fazer arte e por que não dizer que também gerar benefícios para a comunidade no campo social, cultural e comercial.


02

»» DOMINGO, 07/08/2011

www.AQUIES.com.br Foto ws

Uma Mulher Destemida Hoje o dia merece ser feliz, especial e colorido para uma mulher destemida e guerreira, a minha querida Auxiliadora Casteglione, a nossa primeira dama de Cachoeiro, afinal é seu aniversário. Ela que tem feito um trabalho social brilhante se destaca por sua generosidade, humildade e dedicação. E como ela sabe o tamanho do meu carinho e respeito, fica mais fácil desejar todas as felicidades e alegrias que ela merece. Então vamos lá: minha amiga eu lhe desejo muita saúde e paz para que você viva anos a fio com qualidade de vida, ao lado de Carlos e dos filhos. O melhor presente que posso lhe dar é torcer pela sua felicidade. Receba um abraço bem apertado. Continue no caminho que você está, que colherá lindas flores no jardim da sua vida. um beijão.

»» Cruzando Fronteiras

A coluna de hoje rende uma homenagem especial para nossa primeira dama AUXILIADORA CASTEGLIONE ao lado do seu CARLOS. Ela que é uma mulher extraordinária merece todo nosso carinho e respeito. Parabéns.

Wilson Ferreira anda circulando por Venda Nova do Imigrante, onde a boa fama dos seus predicativos publicitários já chegou faz tempo. Por lá, está cuidando dos detalhes de inauguração da uma loja linda e bacanérrima chamada Carmina Burana e em breve abre suas portas.

Foto ws

»» Livro do Bem

Acontece na próxima terça-feira, no Salão Cristal do Maison Belas Artes, o coquetel de lançamento do livro do Programa Boas Práticas para o Saneamento Básico que reúne os dez melhores projetos de educação ambiental criados por estudantes de escolas públicas. Iniciativa da Foz do Brasil.

»» Evento de Moda

Já tem data e hora marcada para o evento de moda que Teresa Brito fará em sua loja Estilo da Época no Shopping Sul para badalar sua nova coleção de verão que está no mínimo deslumbrante. Será no dia 18 de agosto às 16h. Logo darei todos os detalhes. O coquetel contará com a presença dos modelos da Ragazzo de Vitória.

Eles figuram na minha lista de amigos queridos e imprescindíveis, são eles ELIANE E RICARDO PARAJARA.


»» domingo 07/08/2011

03

www.AQUIES.com.br Foto Wallace Hull – HG2

Festa Italiana Acontece hoje no Castelão, a tradicional Festa da Colônia Italiana de Castelo. Além das atrações culturais, do forró pegado e do desfile para escolha da rainha da festa, na minha opinião, o melhor mesmo é o almoço típico com aquelas delícias todas, regada ao indispensável vinho.

»» Venite Alla Festa

E eu jamais deixaria de mandar um abraço bem apertado para minha amiga querida Linda Melo da Societa Italiana di Castello, que há tantos anos se dedica na realização de uma festa perfeita nos seus mínimos detalhes. Ela que é uma mulher extraordinária merece todo o nosso carinho.

»» Emoções Antecipadas

Quando se é muito feliz e tem ao lado pessoa certa, você começa a ficar mais sensível a belas histórias de amor. E eu já estou emocionado pelo casamento de Elis Araújo e Érico Lázaro que vai acontecer em Vitória no final do mês. Na verdade o que me deixou emocionado mesmo foi o convite para ser padrinho, prontamente aceito.

Este é outro casal querido que eu amo demais, pela delicadeza da nossa amizade. Também são clientes de JULIANA SABRA E GIOVANNI FARDIN (direita) na Acervo Contemporâneo. Eu estou falando dos meus queridos ROSELEE e CLEMENTE SARTÓRIO. Foto Wallace Hull – HG2

»» Histórias da Santa Casa

No próximo dia 12 de agosto, a Santa Casa de Cachoeiro lançará um livro comemorativo pelos 110 anos da instituição que resume a história da entidade no período de 1900 a 2010. A obra foi elaborada pela Santa Casa com base em registros históricos, pesquisas bibliográficas e entrevistas. Terá textos da escritora Ariete Moulim.

»» Vitória em Hollywood

Será filmado na madrugada de hoje no aeroporto de Vitória, cenas do filme “Open Road” com os astros Andy Garcia, Camille Belle, Colin Egglesfield. A turma hollywoodiana será recebida por Marcus Buaiz com uma super moqueca capixaba. O filme é dirigido por Márcia Garcia.

E se é para jogar confete nas pessoas que eu gosto, admiro e respeito, eu escolhi especialmente este grupo de bonitonas para jogar muitos confetes coloridos e de chocolate. Nesta foto linda estão ANAMÉLIA e MARIA AMÉLIA GRAFANASSI, ROSELEE SARTÓRIO e a nossa musa REGINA GRAFANASSI.


VIVAaVIDA

www.AQUIES.com.br DOMINGO, 07/08/2011

DIÁRIO | Ano 1 | n° 102 Cachoeiro de Itapemirim e Região Sul

Arroz integral e leguminosas podem prevenir câncer intestinal »» O alto teor de fibras contido no arroz integral pode ajudar a reduzir o risco de câncer no intestino Grãos de leguminosas, arroz integral, hortaliças verdes e frutas secas têm algo em comum. De acordo com uma pesquisa dos Estados Unidos, podem ajudar a reduzir o risco de câncer de intestino. As informações são do jornal Daily Mail. O estudo contou com dados de um levantamento feito há 25 anos com quase três mil pessoas, que descreveram com que frequência comiam certos alimentos. Agora, os voluntários contaram se desenvolveram pólipos (crescimento anormal dentro do intestino), que podem se transformar em câncer. Na análise, os cientistas levaram em conta possíveis condições hereditárias, tabagismo, excesso de bebidas alcoólicas e sedentarismo. Constatou-se que quem consome leguminosas, como feijão-roxo ou lentilha, pelo menos três vezes por semana,

reduz a chance de pólipos em um terço. Arroz integral uma vez por semana diminui a probabilidade em dois quintos e, hortaliças verdes cozidas, ao menos uma vez por dia, em um quarto. Frutas secas três vezes por semana também abaixam as taxas. O alto teor de fibras dessas iguarias é o responsável pelos benefícios. Além disso, vegetais crucíferos, como brócolis, contêm compostos de desintoxicação, o que melhora sua função protetora. O arroz integral é rico em fibras, proteínas, minerais e vitaminas do complexo B e, como dele só é retirada a casca, os nutrientes concentrados na sua película e gérmen conferem mais vantagens à saúde. Há três tipos de arroz integral: o cateto, o agulha e o vermelho, que se diferem principalmente quanto à cor e forma, já

de berinjela com azeitonas roxas, gratinado ao queijo. Endereço: Rua 25 de Março, Shopping Cachoeiro – Centro. Telefones: (28) 3200-5688 35111870.

Beer Chicken Prato: “Lapidus” - Galeto na pedra acompanhado de fritas. Endereço: Avenida Beira Rio, s/nº - Guandu. Telefone: (28) 3522-9677 (28) 35229677 Churrascaria Rio Grande Prato: “Madrepérola” Salmão grelhado ao molho de alcaparras, acompanhado de purê de batatas e arroz branco. Endereço: Avenida Beira Rio, 24. Telefones: (28) 3521-1980 3526-0666. Cia. das Massas Prato: “Vermelho Xangô” - Salmão assado com ervas,cebola, aspargo no azeite extra virgem, acompanhado de arroz com ervas.

Endereço: Rua Maurílio Coelho, 78 – Ilha da Luz. Telefone: (28) 35229515 Downtown Vídeo Bar Prato: “Delicatus” - Combinado com 4 sashimis de salmão, 4 sashimis de atum, 2 sushis de salmão, 2 sushis de atum, 2 sushis de peixe branco, 4 Califórnia e 4 Filadélfia roll. Endereço: Rua Capitão Deslandes, nº1 - Centro. Telefones: (28) 21016777 (28) 2101-6777 Kiko’s Pizzaria Prato: “Catão Bahia” - Truta ao molho baiano. Endereço: Avenida Beira Rio, s/nº - Guandu. Telefone: (28) 3511-8290 (28) 3511-8290 Pizzaria Veneta Prato: “Meteorus” - Fetutine (massa caseira) à base de azeite extra virgem, com molho especial

Mourad´s Restaurante Prato: “Aquarela do Brasil” Moqueca capixaba. Endereço: Praça Jerônimo Monteiro – Centro. Telefone: (28) 3522-9823 Olivier Bar e Restaurante Prato: “Candelarius” - Lascas de bacalhau do Porto, purê de batatas com maionese, queijo parmesão, cebolas, alho, azeite e azeitonas pretas. Endereço: Rua Capitão Deslandes, nº1 - Centro. Telefone: (28) 21016775 Parkin Pizza Grill Prato: “Crema Bordeaux” Medalhões de filé-mignon sobre creme de mandioquinha e legumes salteados na manteiga, acompanhados de arroz branco. Endereço: Praça Benjamin Silva, 27 – Independência. Telefone: (28) 3521-6833 Restaurante Bistrô Prato: “Amêndoa Light” - Filémignon grelhado acompanhado

que as propriedades nutricionais são bem semelhantes. O arroz integral, que conserva o germe e a parte externa do grão, é

de molho de shitake, arroz de amêndoas e batatas soutê. Endereço: Avenida Cristiano Dias Lopes, 9 - Gilberto Machado. Telefone: (28) 3522-1102 Restaurante Bon Apetit Prato: “Fusion” - Filé-mignon com fritas e pão de alho. Endereço: Rua 25 de março (Shopping Cachoeiro, 2º piso) – Centro. Telefone: (28) 3521-7298 Dieners Bar e Restaurante Prato: “Infinity” - Feijão tropeiro acompanhado de costelinha suína. Endereço: Rua Dom Fernando, 103 - Independência. Telefone: (28) 3522-9796

muito rico em fibras, nutrientes contendo proteínas e sais minerais (fósforo, ferro e cálcio) e vitaminas do complexo B.

Restaurante Molina’s Gourmet Prato: “Branco Ceará” - Bacalhau regado ao azeite, azeitonas pretas, palmito fidalgo, creme de batata, cobertura de catupiry, claras em neve, decorado com rodelas de cebolas e azeitonas. Endereço: Sest/Senat – BNH. Telefone: (28) 3517-6940. Muniz Churrascaria e Restaurante Prato: “Marrom Imperador” Filé-mignon ao molho madeira e champignon acompanhado de arroz a piamontese. Endereço: Rodovia Cachoeiro X Alegre (482-ES), s/n°. Telefone: 3517-7464.

Restaurante Dom Tonico Prato: “Ouro Brasil” - Filé-mignon ao molho de uvas acompanhado de arroz de ervas. Endereço: Rua Braz Antônio Lofego, 14 - Gilberto Machado. Telefone: (28) 3522-4644.

Restaurante Sabor de Casa Prato: “Branco Siena” - Caldo de feijão branco, com bacon, paio e calabresinha, coberto com cheiro verde e torresmo, servido dentro de um pão italiano. Endereço: Rua Rubens Rangel, 1 Km 90. Telefone: (28) 3521-0794

Restaurante Kelly Prato: “Cristalo” - Peito de frango com molho branco, requeijão cremoso, ervas aromáticas e batata palha. Endereço: Avenida Beira Rio, 141 – Guandu. Telefone: (28) 35221768

Restaurante Sabore Prato: “Revolution” - Massas com seis acompanhamentos e um molho. Endereço: Rua 25 de março (Shopping Cachoeiro, 2º piso) – Centro. Telefone: (28) 35111865.

Restaurante Talbek Prato: “Giallo Ornamental” - Estrogonofe de frango com palmito. Endereços: Rua Siqueira Lima, 11 - Centro, e Avenida Francisco Lacerda de Aguiar, no Shopping Sul - Gilberto Machado. Telefone: (28) 35216282 Restaurante e Pizzaria Zardos Prato: “Vermelho Brasília” Mistura fina. Endereço: Rua Estrela Norte, 31 – Sumaré. Telefone: (28) 3522-4594 Sitio Moitão Prato: “Forest Green” Filé de tilápia na chapa acompanhada de molho de alcaparras. Endereço: Localidade de Moitãozinho, na rodovia Cachoeiro x Atílio Vivacqua. Telefone: (28) 3522-4799 The Cesar - Culinária Contemporânea Prato: “Golden Fantasy” - Bife chorizzo ao trio de cogumelos guarnecido com risoto siciliano e molho rôte. Endereço: Rua Clarice Toledo Carvalho, 96 - Gilberto Machado. Telefone: (28) 3036-2016


DOMINGO, 07/08/2011

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMRIM E REGIÃO SUL

GERAL

11

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

Conselho de políticas sobre drogas se reúne amanhã REDAÇÃO

redacaofolhadocaparao@gmail.com

Os projetos já promovidos em Cachoeiro de Itapemirim para combate ao uso de entorpecentes serão listados e discutidos nesta segunda-feira (8), durante a próxima reunião do Conselho Municipal de Prevenção e Políticas sobre Drogas (Comsod). O encontro ocorre às 16h, no auditório da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec), no prédio onde funciona a Câmara Municipal. Estão convidados, além dos 22 conselheiros, todos que atuam com prevenção ao uso de drogas e inserção social e tratamento voltados ao usuário. “Com esses dados estatísticos em mãos, vamos fazer um diagnóstico da atual situação da prevenção às drogas no município e, com base nessa análise, trabalhar

novas ações para ajudar a eliminar o perigo das drogas, principalmente aos jovens”, destaca a presidente do conselho, a primeira-dama Auxiliadora Casteglione. Entre as atividades já listadas estão as promovidas nas áreas de educação, como o projeto “Escola que protege”, assistência social, como o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), e de segurança, como o Ronda Escolar, criado pela prefeitura e em pleno funcionamento. Nessa próxima reunião, os conselheiros e as entidades e órgãos por eles representados serão convidados a participar do Seminário Estadual sobre Drogas, no próximo dia 15, das 8h30 às 13h, na Assembleia Legislativa, em Vitória. O evento é aberto à comunidade. Também em Vitória, os conselheiros participaram no último dia 3 da primeira reunião do eixo “Preven-

divulgação / PMCI

ção” da Cedroga, comissão especial da Câmara dos Deputados que visa a promoção de estudos para combate ao crack e outras drogas ilícitas.

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

Prorrogadas inscrições para conselho de habitação As entidades interessadas em se candidatar para membros do Conselho Gestor do Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social de Cachoeiro de Itapemirim terão um tempo extra para providenciar os documentos necessários para a inscrição. A prefeitura acaba de estender o prazo para protocolar o pedido de participação: em vez de terminar na última sexta-feira, ele termina na próxima quinta (11). Com isso, as entidades ganham mais quatro dias úteis para protocolar o pedido de inscrição por escrito à Comissão Eleitoral do conselho, na

sede da Secretaria Municipal de Fazenda, das 12h às 17h. É preciso levar cópia dos documentos autenticados em cartório acompanhados dos originais para autenticação que estão listados ao final da matéria. Serão eleitos representantes relacionados com habitação de interesse social, como associação de moradores, entidades de classe, movimentos populares e sindicatos ou instituições ligados à indústria da construção civil. Depois de formado, o conselho vai ser composto por quatro membros da sociedade civil organizada e outros quatro

»» O encontro ocorre novamente no auditório da Semdec, no prédio onde funciona a Câmara Municipal

representantes do poder executivo municipal. Eles serão os responsáveis por gerir o Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social de Cachoeiro de Itapemirim, que poderá receber recursos de fundos estaduais, federais, programas de habitação e, até mesmo, doações de pessoas físicas ou jurídicas. Para a secretária municipal de Trabalho e Habitação, Júlia Mesquita, a formação desse conselho gestor é mais um movimento do governo Casteglione na inclusão da sociedade nos debates e decisões das políticas públicas.


12

ESPECIAL

DOMINGO, 07/08/2011

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMRIM E REGIÃO SUL

ESTADUAL

Governo quer renovar lavouras de café

»» Para tanto, sementes de café arábica foram entregues a 29 municípios do Estado O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) entregou a produtores de 29 municípios capixabas, aproximadamente quatro mil quilos de sementes de oito variedades de café arábica. As sementes foram no Centro Regional de Desenvolvimento Rural Centro Serrano, para os escritórios do Instituto localizados em municípios das regiões Sul, Serrana e Noroeste. A entrega das sementes faz parte do Programa Renovar Arábica, da Secretaria de Estado da Agricultu-

ra, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), que tem o objetivo de renovar e revigorar lavouras no Espírito Santo, com foco no aumento da produtividade, melhoria da qualidade e de processos, visando oferecer maior sustentabilidade da atividade. Os escritórios do Incaper que receberam as sementes são dos municípios de Alegre, Guaçuí, São José do Calçado, Muniz Freire, Ibatiba, Ibitirama, Irupi, Iúna, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Castelo, Vargem Alta, Mimoso

do Sul, Muqui, Alfredo Chaves, Brejetuba, Conceição do Castelo, Marechal Floriano, Santa Maria de Jetibá, Venda Nova do Imigrante, Água Doce do Norte, Mantenópolis, Alto Rio Novo, Baixo Guandu, Pancas, Itaguaçu, Santa Teresa e São Roque do Canaã. Após a distribuição dos 3.800 quilos de sementes para os municípios, o Incaper vai repassar as sementes para os agricultores cadastrados no Programa Renovar Arábica, da Seag. Foram entregues as variedades Obatão, Tupi,

Paraíso, Iapar 59, Rubi, Topázio, Catuai Vermelho AC 44 e Catuai Vermelho IAC 81, todas recomendadas pelo Instituto. Para o secretário estadual de Agricultura, Enio Bergoli, a distribuição das sementes faz parte de um amplo programa desenvolvido pela Seag e parceiros. “A renovação das lavouras de café está entre os itens prioritários em nosso planejamento e estamos trabalhando para que os produtores possam ter acesso às melhores variedades e à toda assistência necessária”, disse.

divulgação


DOMINGO, 07/08/2011

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMRIM E REGIÃO SUL

ALEGRE

ESPORTES

13

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

Copa de Jiu-Jítsu acontece no dia 21

Inscrições abertas para Copa de Jiu-Jítsu Divulgação

»» A categoria Juvenil acompanhará a pesagem da Confederação Brasileira de Jiu-Jítsu (CBJJ) Alissandra Mendes

alissandrapmendes@yahoo.com.br

No dia 21, o município de Alegre será sede da Copa Alegre de Jiu-Jítsu 2011. O evento acontecerá no Ginásio Municipal de Esportes ‘Victor Emanuel Alcuri’ a partir das 09h00 e reunirá cerca de 300 atletas da região sudeste. De acordo com um dos organizadores, Michell Polastrelli é a primeira vez que o município sediará uma competição dessa modalidade. “O Jiu-Jítsu é um esporte que está crescendo rapidamente no estado, temos bons atletas em todo o estado e bons campeonatos também. Como a cidade de Alegre tem vários bons atletas e que estão sempre disputando competições de nível nacional, sentimos que era

hora de ter um campeonato dentro da cidade”, disse. A categoria Juvenil acompanhará a pesagem da Confederação Brasileira de JiuJítsu (CBJJ). “As categorias de adulto serão divididas em até 65 kg, até 75 kg, até 85 kg e acima, haverá medalhas para os três primeiros lugares. O campeão leva medalha de ouro, seguido pelo vice-campeão, que leva medalha de prata e o 3º colocado que leva medalha de bronze, sendo que o 3º colocado é o atleta que perder para o campeão”, explicou Michell. As inscrições estão abertas e podem ser feitas através dos telefones: (28) 81175609 (Victor Reezende) ou (28) 9884-5218 (Michel Polastrelli), ou então através do site: www.caramujoblackhouse.com.br.

A competição tem por objetivo incentivar a prática do Jiu-Jítsu em Cachoeiro

GUAÇUÍ

Prefeitura realiza projeto “Esporte nos Bairros” Uma oportunidade para quem gosta de praticar atividades esportivas. A Prefeitura de Guaçuí, através da Superintendência de Esportes, realiza o projeto “Esporte nos Bairros”. O trabalho tem o objetivo de oferecer às crianças e adolescentes de 7 a 17 anos a oportunidade de aprender voleibol, futsal e ginástica rítmica com uma equipe de instrutores da própria Superintendência. Os primeiros bairros atendidos serão: Vale do Sol, Antônio Francisco Moreira, Vila dos Professores e Palmeiras. “Nossa intenção é realizar o projeto em todos os bairros”, afirmou o superintendente de Esportes, Paulo Couzi. Sobre as aulas, o superintendente informou que elas

serão gratuitas e algumas terão parceria do Governo do Estado, através do projeto “Campeões de Futuro”. “As aulas de voleibol e ginástica rítmica contam com a parceria do Governo do Estado, através do projeto Campeões de Futuro”, disse. Para participar do Projeto, é necessário ter idade de 7 a 17 anos. A atividade atenderá os públicos feminino e masculino. As inscrições também estão abertas na Superintendência de Esportes, que fica no antigo colégio São Geraldo, na Praça da Matriz, 74, Centro, de segunda a sexta-feira, de 08h00 as 11h00 e de 13h00 as 17h00. Para se inscrever é necessário levar uma cópia da certidão de nascimento e uma foto 3x4.

Serrana Filetti

O trabalho tem o objetivo de oferecer às crianças e adolescentes de 7 a 17 anos a oportunidade de aprender esporte O lançamento do projeto aconteceu ontem e as crianças aproveitaram o dia no ruas de lazer e muitas brincadeiras com as crianças da comunidade.

“Os presidentes de associação de moradores que tiverem interesse em desenvolver o projeto em seu bairro deverão entrar em contato no endereço da Superintendência de Esportes”, explicou Paulo.

Já estão abertas as inscrições para a 1ª Copa Rochativa/Sesi de Jiu-Jítsu de Cachoeiro de Itapemirim. A competição acontece no dia 03 de setembro e será realizada no Ginásio do Sesi, no bairro IBC. A entrada será 1 kg de alimento não perecível. De acordo com o organizador, o professor Edson Lázaro a competição reunirá atletas com idades entre 10 e 17 anos. “A competição tem por objetivo incentivar a prática do Jiu-Jítsu em Cachoeiro, que é um esporte que está crescendo demais. O evento servirá também para divulgar o nome dos maiores parceiros e incentivadores do projeto de Jiu-Jítsu do bairro Nossa Senhora da Penha, que são a Rochativa e o Sesi”, disse. O projeto Rochativa conta com a participação

de 40 alunos, e de acordo com Edson, o projeto é para associar o esporte à educação, seguindo os países de primeiro mundo. Além da educação e esporte, o projeto incentiva o combate de drogas e ensina valores como disciplina, humildade e respeito. “Além de uma prática muito saudável, bom para alunos asmáticos e com problemas respiratórios, o projeto oferece a parte social, que é o ensino da educação fora do tatame, dando maturidade pra saber o que é certo e errado. E acima de tudo, a Rochativa oferece o auxilio dentário, médicos, e oftalmologistas aos alunos”, completou o professor. As inscrições podem ser feitas pelo telefone (28) 9939-8364 ou pelo e-mail: edsonlazaro@gmail.com.


14

DOMINGO, 07/08/2011

ESPORTES

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMRIM E REGIÃO SUL

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

Equipes buscam hoje a classificação

As equipes entram em campo para disputar os primeiros lugares de cada Chave ALISSANDRA MENDES

alissandrafolhadocaparao@gmail.com

O time do Estrelas Negras confirmou o favoritismo IV Campeonato Society do Sindicomerciários. No fim de semana, a equipe goleou as Lojas Plin Plin por 7 x 1 e garantiu a primeira colocação da chave e manteve a invencibilidade. No outro confronto, o Polonini goleou o Supermercados Moinhos por 11 x 4 e garantiu o segundo lugar da Chave A. Agora, o Supermercados Moinhos e o Hortifruti fazem o duelo dos desesperados. As duas equipes lutam pela última vaga na chave.

Hoje, a decisão será na Chave B. Itapuã Loja enfrenta o Casagrande Horto. E o Supermercados Perim enfrenta a Multipel. “O Campeonato está chegando nas últimas rodadas da primeira fase e isto faz com que os jogos fiquem mais emocionantes”, disse Agnaldo dos Reis, diretor do Sindicomerciários. Ao todo foram marcados 162 gols, com média de sete gols por partida. Os artilheiros da competição são: Valci (Itapuã Loja) com sete gols; Rogério e Geovani (Estrelas Negras) com seis gols cada e Alex Lima (Sup. Perim) com cinco gols.

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

Intercolegial de Tennis acontece nos dias 12 e 13 divulgação

Nos dias 12 e 13 de agosto, a academia Lema Tennis, com o apoio da Secretaria de Esportes de Cachoeiro de Itapemirim, realizará a terceira etapa do Campeonato Intercolegial de Tennis. O evento será realizado na Actel, localizada no bairro Jardim Itapemirim e reunirá alunos de escolas públicas e particulares de Cachoeiro de Itapemirim. De acordo com o organizador, Eduardo Lema o campeonato será disputado no piso de saibro em set pro (oito games). Os alunos serão divididos nas

Ranking Interescolar de Tennis 2011 – etapas de março e junho:

»» Ao todo foram marcados 162 gols IV Campeonato Society do Sindicomerciários, com média de sete gols por partida

Categoria 11/12 anos – Feminino 1 – Ana Clara Aride (SC) 100 pontos 2 – Fernanda Moulin (SC) 61 pontos 3 – Julia Aridi (S. José VV) – 1 ponto Categoria 11/12 – Masculino 1 – Gabriel Penedo (SC) – 130 pontos 2 – Bernardo Mussi (IPE) – 101 pontos 3 – Henrique Castro (IPE) – 21 pontos 4 – Pedro Ivo (IPE) – 20 pontos Categoria até 10 anos 1 – Maxwell Silva (Ver. Jader) – 60 pontos 2 – Bernardo Pimenta (IPE) – 40 pontos 3 – Pedro Gabriel (IPE) – 20 pontos 3 – Pedro Borges (IPE) – 20 pontos 5 – Leonardo Mussi (IPE) – 1 ponto

Próximos jogos - Hoje Itapuã Loja x Sup. Casagrande Hort Sup. Perim x Multipel

TROCO FIORINO POR CHAPA DE MÁRMORE BRANCO. FIORINO FURGÃO FLEX 1.3 BRANCA 2008 CONTATO: JOSÉ LUIZ 11 9653-2937

Categoria 13/14 anos – Masculino 1 – Lorenzo Leite (CELP) – 120 pontos 2 – Pedro Zerbone (SC) – 71 pontos 3 – João Victor Rangel (SC) – 70 pontos

categorias até 10 anos, 11/12 anos, 13/14 anos, 15/16 anos e 17/18 anos no masculino e feminino. “A primeira competição foi um sucesso e esperamos repetir. Temos o apoio das escolas e vamos mobilizar todas as turmas. Os três primeiros colocados serão premiados e as escolas representadas também serão premiadas”, disse Eduardo. As inscrições para o campeonato podem ser feitas na academia no bairro Jardim Itapemirim ou no Gilberto Machado antes da competição.

4 – Luiz Roberto Madureira (SC) – 62 pontos 5 – Ney Netp (SC) – 31 pontos 6 – Enzo Scaramussa (CIAC) – 30 pontos 7 – Dejair Brum (CAIC) – 21 pontos 8 – Pedro Zardo (SC) - 20 pontos 9 – Caio Feitarg (SC) – 11 pontos 10 – Felipe Sardenberg (SC) – 3 pontos 11 – Bruno Malafaia (SC) – 1 ponto Categoria 17/18 anos 1 – Lucas Guimarães – 180 pontos 2 – A. Ferraço – 71 pontos 3 – E. Coelho – 51 pontos 4 – J. Marcos – 50 pontos 5 – Paulo R. Jr. – 21 pontos 6 – Arthur T. – 2 pontos Ranking das escolas 1 – São Camilo – 391 pontos 2 – IPE – 225 pontos 3 – Agostinho Simontao – 180 pontos 4 – Celp – 140 pontos 5 – Darwin – 130 pontos 6 – Reverendo Jader – 91 pontos 7 – Guimarães Rosa – 60 pontos 8 – Ciac – 40 pontos 9 – Liceu – 33 pontos 10 – CEI – 2 pontos 11 – São José (Vila Velha) – 1 ponto


DOMINGO, 07/08/2011

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMRIM E REGIÃO SUL

ESPORTES NACIONAL

15

VASCO

Ninguém tem medo do dedicado Jumar

Paulo Sérgio

»» Ganhando cada vez mais espaço com Ricardo Gomes, volante briga por posição nas laterais e no meio de campo Desde que chegou ao Vasco, em 2010, ele já foi alvo de protestos da torcida, nunca foi titular absoluto e passava quase que despercebido pelos corredores. É, a batalha de Jumar em São Januário é dura. Mas o volante nunca deixou a dedicação de lado e agora, sob o comando de Ricardo Gomes, começa a colher os frutos.

Após despontar no Paraná, em 2007, Jumar chegou ao Palmeiras no ano seguinte. Mas as lembranças do clube paulista não são boas. Prova disso é a música criada pela torcida: ‘Eu tenho medo do Jumar, eu tenho medo do Jumar, quando ele pega na bola, eu tenho medo de ele errar’. Tais palavras, porém, começam a ganhar nova cono-

BOTAFOGO

tação na boca dos vascaínos. Antes só mais uma opção, o jogador se tornou peça importante no esquema tático. Volante de origem, volta e meia quebra um galho como lateral e foi elogiado por Ricardo Gomes após o duelo contra o Santos. “Essa foi mais uma grande partida do Jumar. Parece que ele nasceu para jogar ali. Fico

muito contente, pois ele demorou para ter uma oportunidade e foi muito bem. Ele trabalhou e isso é gratificante demais. Agora está brigando na lateral e no meio”, garantiu o treinador. Pelo jeito, os vascaínos terão que trabalhar a criatividade para a composição de uma música com destaque para os elogios a Jumar.

FLUMINENSE

FLAMENGO

Caio Junior não se Sandro Lima: ‘Fred abala com pressão só sai por 15 milhões por vitória no clássico de euros’ Satiro Sodré/AGIF

Caio Junior busca vitória contra o Vasco para melhorar sua moral com a torcida

O Vasco sempre foi a grande pedra no sapato do Botafogo. Recentemente, causou problemas para os dois últimos treinadores que passaram pelo Glorioso. Estevam Soares e Joel Santana foram demitidos após derrota para o Cruz-Maltino. Caio Junior está pressionado, mas também disposto a passar por cima dessa infeliz coincidência no confronto de hoje, às 18h30, no Engenhão. Sem o apoio da torcida, o técnico pode ajudar o time a triunfar diante do algoz e, de quebra, sair como o grande vencedor do clássico e com o moral elevado. Os dois antigos treinadores do clube viviam momentos distintos do atual comandante quando foram demitidos. Estevam estava sob forte turbulência no clube. O vexame diante do Vasco foi a gota d’água. Após fazer um Brasileiro ruim, o treinador iniciou 2010 sem moral e ainda viu o Alvinegro tomar de seis do rival na terceira rodada do Estadual.

Já Joel Santana foi um pouco diferente. Com moral com a diretoria e com a torcida, o treinador teve problemas com o principal astro do time, Loco Abreu, e mesmo após uma sequência de quatro vitórias, a derrota no clássico por 2 a 0 fez o treinador pedir o boné, em consenso com a cúpula de futebol do Glorioso. Agora, Caio Junior está com o destino em suas mãos. Vencer o Vasco fará com que o treinador ganhe uma sobrevida. Nova derrota pode interromper o trabalho precocemente. E só fazer sua história. Diferentemente de Estevam Soares e Joel Santana, Caio Junior é uma unanimidade dentro do elenco do Botafogo. Todos os jogadores, inclusive as principais lideranças do grupo, sempre demonstraram apoio ao trabalho do comandante. Segundo o goleiro Jefferson, independente de qualquer resultado, o grupo está ao seu lado. O técnico está no comando da equipe desde o final de março.

Após pedir para não enfrentar o Internacional, na quinta-feira, o atacante Fred deu margem para boatos de que estaria saindo do Fluminense. Ele disputou seis jogos com a camisa tricolor no Brasileiro e caso fizesse a sétima partida seria impedido de atuar por outro clube da Série A. O vice-presidente de futebol do Flu, Sandro Lima, negou a saída de Fred para algum clube do país. De acordo com o dirigente, ele só sai mediante pagamento da multa rescisória de 15 milhões de euros. Para clubes do exterior, o valor é negociável. “O Fred só sai do Fluminense para outro clube brasileiro se nos pagarem 15 milhões de euros (cerca de R$ 33,5 milhões de reais). Se vierem aqui e oferecerem 14,999 milhões de euros nós não iremos aceitar a proposta. Ele é nosso ídolo e um jogador que o Fluminense deseja manter no elenco. E nós acreditamos que ele também quer ficar no Flu”, disse. O nome do centroavante foi especulado em Cruzeiro, seu ex-time, e Palmeiras. No entanto, o vice de futebol do Alviverde, Roberto Frizzo, disse que o atacante é um problema do Tricolor. Já o gerente de futebol da Raposa, Valdir Barbosa, disse que centroavante da Seleção Bra-

Jumar tem chances de ser titular no clássico contra o Botafogo, hoje

Objetivo principal torna-se secundário no Brasileirão

Paulo Sérgio

Gil Leonardi

Capitão tricolor só sai para times do Brasil caso paguem 15 milhões de euros

Ronaldinho, Deivid e Thiago Neves comandam o ataque do Flamengo no Brasileiro

sileira interessa, mas o clube só irá negociar quando o Flu liberar o jogador. Em agosto de 2010, Fred recebeu um reajuste salarial e teve seu contrato prorrogado até 2015. Assediado por clubes europeus, ele teve o valor de sua multa rescisória aumentado. Há um ano, o valor girava em torno de R$ 22 milhões. Na negociação, Celso Barros, através da UnimedRio, adquiriu a totalidade dos direitos do atacante por cinco milhões de euros (R$ 11,4 milhões, aproximadamente), dividido em dez parcelas.

O objetivo traçado pelo Flamengo no início do Campeonato Brasileiro foi o de conquistar uma vaga na Libertadores para que o clube voltasse à competição em 2012. Diante da atual situação do time no Brasileiro, porém, a vaga no torneio sulamericano passou a ser uma meta secundária, pelo menos na visão do técnico Vanderlei Luxemburgo. “O dia 4 de dezembro teremos de estar ou com a Libertadores ou com o título. Todas as questões internas

passam por isso e temos de superar todas essas situações”, comentou o treinador. E no caminho para o título, Ronaldinho já apontou quais serão os principais concorrentes do Flamengo para que a meta traçada por Luxemburgo seja concretizada no clássico contra o Vasco, pela última rodada do Brasileirão. “Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Vasco e Internacional. São equipes que sabemos que vão chegar e têm tradição”, disse o jogador.


16

DOMINGO, 07/08/2011 CACHOEIRO DE ITAPEMRIM E REGIテグ SUL

www.AQUIES.com.br

Edição 102  

Edição 102 do Jornal Aqui Notícias