Page 1

ESTE SUPLEMENTO NÃO PODE SER VENDIDO SEPARADAMENTE

SÁBADO 11/08/2012 SUPLEMENTO SEMANAL | Ano 1 | n° 3 | Região Sul | www.aquies.com.br

Marcus Assad nega racha

em sua campanha de prefeito

» » o candidato À prefeitura de anchieta rebate acusações de que seja apoiado pelo ex-prefeito moacyr carone e diz que boatos são desespero dos adversários políticA| Pág 03

divulgação

plínio apresenta propostas para governar itapemirim

divulgação

dr luciano quer implantar orçamento participativo em itapemirim

políticA| Pág 06

MOTOCROSS MOVIMENTA FINAL DIVULGAÇÃO

DE SEMANA EM ANCHIETA esportes | Pág 08

levantamento eleitoral mostra situação dos candidatos em itapemirim

JUSTIÇA LIBERA CANDIDATURA DE TONINHO BITTENCOURT EM MARATAÍZES

ALGUMAS CANDIDATURAS AINDA NÃO FORAM LIBERADAS PELA JUSTIÇA ELEITORAL

O EX-PREFEITO É CANDIDATÍSSIMO NO LITORAL

política | Págs 06 e 07

política | Pág 03

divulgação

políticA| Pág 03

ABERTAS AS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE ALPINISMO INDUSTRIAL esPORTES | Pág 08


02

OPINIÃO

»» >> SÁBADO, 11/08/2012

www.AQUIES.com.br

REGIÃO SUL

fé na política

trollando

POLUIÇÃO DO AR X QUALIDADE DE VIDA

Maquiavel na cabeça!

»» pastor josué batista

»» gedson alves

“E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente.” – Genesis 2.7 Assim começa a história da humanidade. Uma ação de Deus tão emblemática que nos revela a importância do elemento mais indispensável à vida: o ar. Paremos para pensar. Quanto tempo conseguiríamos sobreviver sem ar? Podemos ficar alguns dias sem comer e até algumas horas sem beber água. Contudo, mesmo para aqueles que treinam apneia, não é possível suportar mais do que poucos minutos sem o precioso ar. O mesmo acontece com as plantas e com os animais. Porém, tão importante quanto o respirar, é a qualidade do ar que se respira. E como está o nosso ar? Segundo levantamento recente da OMS (Organização Mundial de Saúde), divulgado em 26 de setembro de 2011, pelo menos 2 milhões de pessoas morrem no mundo devido à má qualidade do ar causada pela poluição. A pesquisa analisou dados de 1.100 cidades, de 91 países, com mais de 100 mil habitantes. Segundo especialistas, a contaminação do ar pode levar a problemas cardíacos e respiratórios, como câncer pulmonar e até a morte prematura de fetos que são muito sensíveis aos efeitos de gases tóxicos. Quem tem filhos pequenos sabe. Basta passar um dia numa emergência pediátrica para perceber que a maioria das crianças atendidas na faixa de 0 à 5 anos sofre ou já sofreu algum tipo de infecção das vias respiratórias, como sinusite, bronquiolite, asma, rinite, pneumonia, etc. Assim como as crianças, os idosos são também bastante suscetíveis a doenças respiratórias provocadas pela poluição, principalmente quando há mudanças bruscas de temperatura. Isto ocorre porque a massa de ar frio dificulta a corrente de ventos e faz precipitar o material particulado da atmosfera, ocasionando um aumento significativo para os casos de infecções das vias respiratórias. Mas o que ocasiona a poluição do ar? É, em maior parte, o resultado da ação humana em introduzir produtos químicos e tóxicos no ambiente. O problema é antigo e complexo. Desde a metade do século XVIII, com a Revolução Industrial, cresceu significativamente a poluição do ar. A queima do carvão mineral (fonte de energia para as máquinas da época) jogava na atmosfera, toneladas de poluentes. A partir deste momento, o homem teve que conviver com o ar poluído e com todos os danos advindos deste “progresso” tecnológico. Atualmente, a poluição gerada nos centros urbanos é resultado principalmente da queima dos combustíveis fósseis como, por exemplo, carvões minerais, e derivados do petróleo (gasolina e diesel), liberados por escapamento dos milhões de carros, caminhões e ônibus que circulam diariamente nas áreas urbanas, além das indústrias petroquímicas e siderúrgicas, entre outras, responsáveis por emitir grande parte dos gases tóxicos e tantas outras importantes fontes poluidoras do ar, como por exemplo: queima do lixo a céu aberto, incêndios florestais, atividades do setor agropecuário, etc.

Mas o que tem sido feito para combater a poluição do ar? Desde a década de 80, as nações mais desenvolvidas do mundo tem se reunido para discutir o problema e tentar encontrar meios de controle das emissões dos gases poluentes na atmosfera. Porém é importante dizer que esse movimento só teve início porque a sociedade, com uma maior conscientização sobre os impactos provocados pela poluição ao meio ambiente e à própria saúde, começou a imprimir pressão sobre os governos cobrando ações. Um marco dessa mobilização iniciada pela sociedade é o Protocolo de Kioto, lançado em 1997, pela ONU (Organização das Nações Unidas), é um tratado que obriga legalmente a todas as nações industrializadas a estabelecer metas para diminuir em 5, 2%, entre 2008 e 2012, o lançamento dos gases estufa na atmosfera. A boa notícia é que em função dessas metas, diversos setores da indústria tem recebido do governo investimento na área de pesquisas para viabilizar a utilização de energia limpa e de fontes renováveis, incentivos para reduzirem suas emissões, repensarem processos produtivos a fim de torná-los menos poluentes, etc. Outra importante iniciativa é o investimento em transporte em massa que é uma solução não só para melhorar a qualidade do ar, como também a qualidade de vida da população em geral. E nós, cidadãos comuns, somos apenas vítimas ou também vilões? Vamos entender como estamos inseridos nesse contexto. Os problemas da poluição do ar estão intimamente ligados ao padrão de cadeia de consumo da sociedade moderna. Tudo que somos “convidados” diariamente a consumir, em sua maioria são produtos industrializados, fabricados com compostos químicos, que durante o processo de fabricação produzem tóxicos, emitem gases, consomem energia, geram poluição e mesmo após o uso, quando descartados, ao serem depositados em lixões ou aterros continuam gerando poluição do ar, devido à liberação de gases e metais durante o processo de decomposição. Outro problema são os hábitos diários. A praticidade a qual nos acostumamos, como por exemplo, utilizar o carro para resolver tudo, desde o supermercado, a padaria, a escola do filho até longas viagens, sem falar na falta de manutenção adequada dos veículos contribuem e muito para agravar o problema da poluição do ar. Fica então a reflexão. Precisamos rever nossos conceitos. Somente a partir da informação e conscientização será possível mudar hábitos pessoais e então cobrar das autoridades ações para melhora na qualidade do ar. Nosso criador, além do fôlego de vida concedeu-nos inteligência e livre arbítrio. Usemos esses atributos para fazermos boas escolhas em favor da boa qualidade do ar e da vida.

JOSUÉ BATISTA, Pastor Evangélico, Teólogo, Articulador e Consultor Político, Membro do Partido Social Cristão de Itapemirim, atualmente trabalhando em Cachoeiro de Itapemirim como Secretário Municipal de Meio Ambiente.

O adjetivo “maquiavélico”, na maioria das vezes, é utilizado de forma pejorativa. Para o senso comum, maquiavélico é alguém que procura manter-se no poder, um alguém enganador, procura parecer bom mas nem sempre é. Nicolau Maquiavel, nascido em Florença, Itália, no Sec. XV, é considerado um dos principais intelectuais do período chamado Renascimento. Maquiavelinaugurou o pensamento político moderno. Sua obra mais famosa, “O Príncipe”, foi escrita com base no contexto político da Península Itálica, que passava por uma grande instabilidade político-econômica. As circunstâncias pelas quais este pensador escreveu tal obra nos auxiliam a atualizar seus entendimentos acerca da política contemporânea. Pode-se, e deve-se, analisar Maquiavel pelo prisma da dialética. Refletir com carinho acerca dessa figura tão importante para as relações humanas. No entanto, como em qualquer situação, cabe ao indivíduo fazer uso do seu conhecimento com sabedoria, direcionando suas energias para o bem. A escolha é sempre pessoal. Lembrar que a vida da borboleta está em suas mãos. O entendimento de Maquiavel quanto às relações dinâmicas da ética e da política estão ligadas à tradição ocidental que, exatamente como a tradição chinesa, ligava tanto a ciência quanto a atividade política à ética. Aristóteles tinha resumido esta posição quando definiu a política como uma mera extensão da ética. Para a tradição ocidental, a política era segregada em certo e errado, justo e injusto, e assim por diante. Por isso os termos morais usados para avaliar as ações humanas eram usados para avaliar as ações políticas. Para Maquiavel, política era política e ética era ética. Nenhum rei conseguiria consolidar seu reinado se tomasses decisões éticas e políticas, concomitantemente. Pretende-se, de certo, socializar este pensamento, de modo a permitir ao eleitor avaliar as ações dos seus candidatos, conhecendo um pouco melhor o motivo de algumas decisões que, por vezes, pareçam “maquiavélicas”, mas que, na verdade trata-se apenas de simples decisão em benefício do coletivo, ou até mesmo do individual. O mito maligno de Maquiavel está na cabeça do preconceituoso, por isso a necessidade de conhecê-lo um pouco melhor, para, daí sim, formular novos e fundados conceitos. Há estudos específicos de uma de suas frases mais famosas: o fim justifica os meios. Alguns a interpretam partindo do princípio de que “certos” fins podem, ou devem, ser alcançados através de métodos não convencionais,antiéticos ou

violentos. Este conceito é utilizado com frequência numa tentativa de minimizar os meios inescrupulosos utilizados na política, como por exemplo,na justificativa de leis que beneficiam poucos, ou ainda nasrepressões impostas a grupos partidários. Por outro lado, a doutrina cristã diz exatamente o contrário: O fimnão justifica os meios. No entanto, a própria frase parece vir de um manual de ética escrito em 1645 peloteólogo jesuíta HermannBusenbaum (Medullatheologiaemoralis). Veja o extrato: “cum finis est licitus, etiam media sunt licita”, (Quando o fim é bom, também são os meios). Foi exatamente isso que Maquiavel disse. Os fins justificam os meios, desde que, nenhum mal seja feito contra o próximo. A bem da verdade, Maquiavel escreveu que certos fins justificam certos meios. Em Itapemirim, algumas más interpretações desta máxima causaram uma ruptura política, social e até familiar. Prova disso fora a escolha do sucessor palaciano. Tal decisão culminou na exclusão de várias lideranças do processo político partidário. O maquiavelismo, neste caso, foi utilizado COM UMA INTERPRETAÇÃO DETURPADA. O maquiavelismo em Itapemirim não trouxe apenas coisas ruins. Há decisões maquiavélicas que oportunizaram excelentes ações. Maquiavel disse que é muito louvável um príncipe respeitar a sua palavra e viver com integridade, sem astúcias nem embustes. Contudo, a experiência mostra que se tornaram grandes políticos os que não ligaram ou não deram muita importância à palavra empenhada e que souberam cativar, pela manhã, o espírito dos homens e, no fim, ultrapassar aqueles que se basearam na lealdade. Recentemente, parece que alguns políticos Itapemirinenses lembraram que há líderes em Itapemirim, lembraram que há pensadores. Tarde demais. Muitos amargaram durante oito anos osembustes maquiavélicos do “deus” da política. VÁRIOS LÍDERES FORAM FEITOS DE TROUXAS. A ADMINISTRAÇÃO NÃO OS QUIS. Este comportamento, maquiavelicamente mal aplicado, FOMENTOU O LEVANTE SUPRAPARTIDÁRIO DE ITAPEMIRIM. Os Itapemirinenses retomarão o processo político poisaprenderam quegrandes políticos são os que dão importância à palavra empenhada, e não mais cairão na falácia da fé e da raça. Parabéns! O povo de Itapemirim agradece. Itapemirim retornará às mãos dos Itapemirinenses graças aos que se julgam entendedores dos pensamentos de Maquiavel.

GEDSON ALVES é BIÓLOGO, PROFESSOR, MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS, ESPECIALISTA EM ADM E EDUCAÇÃO. TÉCNICO LEGISLATIVO NA CÂMARA MUNICIPAL DE MARATAÍZES. Revisão Final: PâmellaChammasDelatorre. Estudante de Direito pela FDCI.


>> SÁBADO, 11/08/2012

www.AQUIES.com.br

REGIÃO SUL

POLÍTICA

03

ANCHIETA

Marcus Assad nega que haja racha no seu grupo

DIVULGAÇÃO

»» O candidato também descarta qualquer tipo de participação do ex-prefeito Moacyr Carone na sua campanha ILAURO OLIVEIRA

ilauro01@gmail.com

O candidato a prefeito de Anchieta, Marcus Assad (PTB), reagiu indignado diante da matéria veiculada sábado passado, neste jornal, explicitando a existência um racha no seu grupo de apoio. De acordo com ele, a informação não procede e pode ter partido exatamente de pessoas que foram afastadas do seu núcleo de apoio por terem feito exigências tipo “coordenar a campanha”. “A manchete do caderno Folha do Litoral afirmando que há um racha no grupo e que o mesmo gera dificuldades entre os correligionários é mentira. As informações foram

levadas por uma pessoa que estava ligada ao grupo, mas foi desligada porque fez exigências impondo que se não coordenasse a campanha, iria retirar os partidos PTN, PCdoB, PRP e PP da coligação”, acusou Marcus, mesmo sem conhecer o nome da fonte que originou a matéria. O candidato ressaltou que é um vereador do povo e ao longo dos três mandatos que exerce tem feito um trabalho sério, não como oposição ao prefeito, mas voltado para sua real função que é fiscalizar o poder público, bem como, apresentar projetos de lei. E procurou desassociar sua imagem à do seu primo, o ex-prefeito Moacyr Carone, citado na matéria

da semana passada como o pivô dos desentendimentos dentro do grupo: “Eu sou um vereador do povo, não tenho nada contra o prefeito. Quando nós decidimos ser candidato é porque há um querer do povo que vê em mim condições de resgatar o social, o respeito ao cidadão e ao funcionário público. Diante disso, as coisas caminham bem. Nós estamos com um grupo político novo, que não tem tendência nenhuma de política viciada, e eu encontrei muitas barreiras porque não aceitei que pessoas se integrassem ao meu grupo com um passado suspeito no município. A única ligação que eu tenho com o ex-prefeito Moacyr é que ele é meu primo, mas

ITAPEMIRIM

Moacyr está fora do contexto, ele não faz parte do meu grupo político, mesmo porque, o tempo hoje é outro”, disse. O candidato a prefeito comentou que Anchieta respira um novo ar, vive um momento de muita arrecadação e que apesar das obras que foram feitas no município, o objetivo de sua candidatura é fazer muito mais pelo povo: “E a proposta nossa é consolidada em prol do povo, do social, do emprego e renda e essa situação de estarmos bem nas pesquisas e no meio político perturba algumas pessoas que vêm trazer para alguns jornais fatos inverídicos de uma situação que não existe. Meu grupo é consolidado e nós vamos ganhar a polí-

tica e provaremos a essas pessoas que o amor vence o ódio”, declarou. Marcus negou que a presença do ex-prefeito na sua convenção reforça a idéia de aproximação entre os dois: “Nós somos pessoas democráticas, eu não poderia proibir nunca um cidadão seja ele quem for entrar na minha convenção, o

fato do ex-prefeito estar na convenção que não é só minha e sim de 12 partidos, mostra que é um momento democrático”, explicou. Por fim, o candidato afirmou que os boatos espalhados na cidade são atos de desespero da campanha adversária que não consegue decolar e ultrapassá-lo nas pesquisas.

MARATAÍZES

Plano de Governo de Dr. Luciano Justiça dá parecer favorável e garante Orçamento Participativo Toninho está livre para ser candidato O mecanismo usado por algumas prefeituras para decidir orçamentos públicos, pode ser implantando em Itapemirim, caso o candidato socialista seja eleito, dia 07 de outubro. Dr. Luciano/ PSB, como é conhecido, garante implantar o método no Município para alcançar com mais facilidades as necessidades e prioridades dos munícipes. “Em nosso mandato quem vai decidir o que deve ser feitos nas comunidades e bairros são os próprios moradores. Em assembleias e reuniões cada lugar decide suas prioridades”, afirma o candidato. Para os moradores, esta é uma ótima iniciativa. “Eu

DIVULGAÇÃO

aprovo a ideia porque isso permite aos cidadãos influenciar ou decidir sobre os orçamentos públicos e isso é muito importante para a po-

pulação em geral”, explica o morador, Liomauro Corrêia. No sul do estado, Cachoeiro de Itapemirim e Anchieta já utilizam o método.

Depois de ver a oposição à sua candidatura argumentar que não teria contas aprovadas da época em que fora prefeito, Toninho Bittencourt (PMDB) conseguiu parecer favorável da justiça e está livre para ser candidato em Marataízes. O deferimento do pedido de candidatura foi feito no último dia 7, pelo juiz eleitoral Marcelo Jones de Souza Noto. Toninho havia sido acusado de ter contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Espírito Santo, bem como não ter juntado documentos obrigatórios ao pedido de registro de candidatura. No entanto, o Ministério Público já havia se manifestado, no último dia 1, apontando que o peemedebista não te-

ria nenhum tipo de impedimento para concorrer a uma vaga de prefeito. Já o juiz eleitoral alegou que “no que se refere as contas rejeitadas pelo TCE, quadra registrar que essas estão sob recurso, o que afasta, neste momento, a Lei das Inelegibilidades”, diz o documento. Em relação a falta de documentação da certidão de contas aprovadas pelo Legislativo de Marataízes, o juiz apontou que os referidos documentos haviam sido juntados ao processo e, portanto, legitimado o pedido de candidatura. O juiz conclui dizendo que “estando as formalidades legais satisfeitas e não havendo necessidade de produção de

DIVULGAÇÃO

qualquer outra prova e não existindo circunstâncias que maculam o pleito eleitoral de Antonio Bittencourt, defiro o pedido de candidatura para concorrer ao cargo de prefeito”.


04

>> SÁBADO, 11/08/2012

www.AQUIES.com.br

REGIÃO SUL

tURISMO LAGOA DO SIRI Com um cenário perfeito e uma infraestrutura favorável, a Lagoa do Siri, em Marataízes, é um dos lugares mais frequentados durante a alta temporada. Turistas e visitantes se encantam com a estreita faixa de areia dourada, ladeada por águas calmas, que conquistam principalmente as crianças. Para quem gosta de águas tranquilas e boa culinária, a Lagoa é o destino certo.

POR exinho

hautequestt


>> SÁBADO, 11/08/2012

www.AQUIES.com.br

REGIÃO SUL

05

Destaques do Litoral Foto: Patricia Monteiro

Por Patricia Monteiro

ANIVERSÁRIO.

ENSAIO. Quem vai enfeitar a coluna esta semana é a gatíssima Flávia Lamarche. Dona de seus bem vividos 15 anos, ela posou para um ensaio fotográfico com muita disposição para ficar horas mantendo esse sorriso lindo!

Quem também comemorou esta semana foi a Carla Raposo. Na foto, ela aparece ao lado do filhote Cauã, quando então ele foi pajem do casamento da amiga Keila, em Itaipava.

ANIVERSÁRIO.

A professora Luciana é a nossa aniversariante da semana. Com um sorriso sempre bonito no rosto, ela recebeu o carinho e o afeto de seus aluninhos e colegas de trabalho. Parabéns, Lu!

COMPETÊNCIA. A equipe de garçons Samar Eventos vem se destacando no litoral sul. Competência e muito refinamento marcam o trabalho da equipe, sempre afinadíssima com as festas para as quais é contratada.


06 POLÍTICA

>> SÁBADO, 11/08/2012

www.AQUIES.com.br

REGIÃO SUL

ITAPEMIRIM

PHS apresenta propostas para governar Itapemirim

»» Plínio é o candidato a prefeito e tem programa para cada secretaria filipe rodrigues

redacaofolhadocaparao@gmail.com

Na semana passada, o suplemento Folha do Litoral, do jornal Aqui Notícias, divulgou as propostas de governo de dois candidatos a prefeito de Itapemirim. Essa semana, este periódico apresenta o programa do candidato Plínio Marcos Leal Lima (PHS). Ele faz parte da coligação ‘Itapemirim para ser feliz’ e seu registro de candidatura ainda está aguardando deferimento por parte do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Até ontem, no site do TRE, a situação do pedido de candidatura de Plínio era “aguardando julgamento”. Confira as prospostas:

Educação

Manter o ensino em andamento na atual administração, procurando ampliar o número de vagas,

colocando como objetivo aulas práticas e teóricos em tempo integral, melhor remuneração para os profissionais envolvidos no sistema. Solicitação junto ao governo federal o sistema de creches.

Saúde

Fazer dos hospitais do município exemplo de bom atendimento para todo o estado, tendo como objetivo a saúde preventiva da população da terceira idade.

Esporte

Junto as comunidades do interior, realizar torneios rurais e regionais, para levar entretenimento as tardes de domingo, fazendo o encontro da família. Para o litoral, esportes de areia e marítimo. Como, por exemplo, vôlei e futebol de praia e outros mais. Além de representações a nível estadual e nacional.

Agricultura

Resgatar a produção pesqueira do porto de Itaipava, que por muitos anos foi um dos maiores produtores de pescado do estado. Pois essa classe merece respeito e condições altamente responsável.

Turismo

Incrementar a indústria não poluente, investindo em redes de pousadas para melhor atendimento às famílias que visitam as praias. Buscar investimentos para os quiosques e todos os envolvidos na esfera litorânea. Para o interior, investir no turismo rural e investir no setor.

Administração

É uma secretaria importante e sem dúvidas é responsável por todas as outras, pois sem o funcionamento ideal as outras também ficarão prejudicadas.

ITAPEMIRIM

Atual situação dos candidatos em Itapemirim Faltam apenas oito semanas para a votação das Eleições 2012, quando serão escolhidos os prefeitos e vereadores para todos os municípios brasileiros. Em Itapemirim, onde serão eleitos um novo prefeito e 11 vereadores, a disputa está entre quatro candidatos a prefeito e 129 para vereadores. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, dentro destes números ainda se encontram candidatos aguardando julgamento e outros que tiveram a candidatura indeferida. Na lista de prefeitos, o candidato, Plinio Marcos Lima Leal, do PHS, ainda aguarda julgamento sobre sua candidatura. Entre os vereadores, três renunciaram a vaga, um aguarda julgamento e seis candidatos foram indeferidos, podendo ainda entrar com recurso. continua


>> SÁBADO, 11/08/2012

www.AQUIES.com.br

REGIÃO SUL

ITAPEMIRIM

Candidatos a vereador

POLÍTICA

07


08 esportes

>> SÁBADO, 11/08/2012

www.AQUIES.com.br

REGIÃO SUL

anchieta

Motocross: Adrenalina e emoção neste final de semana em Anchieta

»» Treino acontece hoje e competição amanhã divulgação

filipe rodrigues

redacaofolhadocaparao@gmail.com

Anchieta vai sediar, neste final de semana, a 7ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross. O evento tem entrada franca e irá acontecer próximo ao trevo de Ubú (sentido Anchieta x Guarapari). Os treinos acontecerão hoje, a partir de 09h00 e, no domingo, será o grande momento para os pilotos e para quem gosta do esporte, também às 09h00. As categorias que irão competir são: 65cc, 150cc, 180cc, MX1, MX2 e MX3. O mo-

tódromo foi construído em uma área de fácil acesso, ao lado da Rodovia do Sol, com arquibancadas para atender ao grande público esperado. O evento é realizado pela Federação Capixaba de Motociclismo, com o apoio da Prefeitura de Anchieta, Governo do Estado, e tem a supervisão da Confederação Brasileira de Motocross (CBM). A expectativa dos organizadores é de que um bom número de pilotos desembarque na cidade para a competição. “Além de termos vários pilotos em Espírito Santo, o Estado fica geograficamente próximo a grandes centros como Rio

de Janeiro e Minas Gerais. Por isso, esperamos bastantes competidores para essa prova”, afirma o presidente da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM), Firmo Henrique Alves. A 6ª etapa do Brasileiro de Motocross foi realizada em Aracaju (SE), no dia 22 de julho. De acordo com o presidente da Federação Capixaba de Motociclismo (Fecam), Renan Loubak, os competidores vão encontrar um percurso bem diferente em Anchieta. “Em Sergipe a pista era bem plana. Aqui a topografia é diferente. Estamos fazendo uma pista mais próxima das condições do Motocross, com bastante subidas e descidas”, afirma.

A pista montada favorece ultrapassagens, deixando a competição ainda mais emocionante para as equipes e expectadores. “O interessante é que esse formato de pista faz com que a corrida fique mais dinâmica. Essa alteração entre subidas e descidas proporciona mais ultrapassagens”, ressalta Loubak. Para o gerente de Esporte e Lazer Comunitário, João Orlando Simões, este será mais um grande evento que irá movimentar o município. “Esperamos que um grande público, de toda a região, venha prestigiar este grandioso evento, pois o Motocross atrai muita gente. Pela belíssima geografia que temos, os competidores, bem

como os visitantes, poderão desfrutar, também, do nosso turismo”, disse. Anchieta fica no Sul do Espírito Santo, a 79 Km da capital Vitória. O município possui 23 praias, museu e outros atrativos turísticos e culturais. O visitante pode aproveitar a estadia para realizar passeio de barcos, visitar o Santuário do Padre José de Anchieta, as ruínas jesuíticas e as belas praias.

como chegar Para chegar a Anchieta, o acesso pelas principais rodovias pode ser feito pela BR 101 e Rodovia do Sol (ES 60).

marataízes

divulgação

Aberta as inscrições do processo seletivo para o curso de alpinismo industrial A Prefeitura de Marataízes por meio da Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento divulgou o Edital para o Processo Seletivo do curso de IRATA (Alpinismo Industrial). As inscrições estão abertas nos dias 16 e 17 de agosto de 2012 das 12h00 as 17h00, no setor de Protocolo da Prefeitura Municipal de Marataízes. O candidato deve aten-

der alguns requisitos básicos como ser maior de 18 anos, residir em Marataízes e possuir diploma ou declaração de cursos concluídos nas áreas: caldereiro, soldador, pintor industrial, oficial de conservação e limpeza e eletricista industrial. A prefeitura oferece gratuitamente 32 vagas para o curso e o candidato precisa-

rá apresentar aptidão física, não ter pânico de altura, precisa ter a saúde em dia e resistir aos estresses do ambiente de trabalho tais como: frio, calor e clima rigoroso. Segundo informações da Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento, a profissão está em alta, chegando a uma remuneração de R$ 500,00 a diária.

Edição 03  

Folha do Litoral

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you