Issuu on Google+

www.aquies.com.br

»» @folhadocaparao

»» facebook.com/grupofolhadocaparao

segunda-feira tem debate sobre o golpe política | Pág 04

fotos: divulgação

R$

1,00

SÁBADO / DOMINGO, 29 e 30/03/2014 | DIÁRIO | ANO 3 | N° 863 | CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL

ROBERTO VALADÃO

perly cipriano

Sargento da PM é acusado

de matar o namorado

alissandra mendes

»» ele ainda teria instigado um outro jovem a cometer suicídio. crime aconteceu em novembro de 2012, em posto dantas

9

42 Netos

Filhos

7 Trinetos

65 Bisnetos

mais de r$ 1 milhão para investir nas escolas municipais geral | Pág 06

jovem morre de moto ao tentar ultrapassagem divulgação

QUE VENHAM OS PRÓXIMOS 106 ANOS

»» dona lúcia ardisson travaglia comemora no próximo dia 1 mais um ano de vida. ela mora em cachoeiro e está entre as mais idosas do estado

SEGURANÇA | Pág 14


02

OPINIÃO

SÁBADO / DOMINGO, 29 e 30/03/2014

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL

FILOSOFIA DE “butiquim”

sérgio neves

»» RICARDO LEMOS - ricardolemos.es@hotmail.com

»» sergiojneves@yahoo.com.br

O PETRÓLEO É NOSSO

Lembranças da Redentora

(Crédito ou débito?)

De hoje até segunda, muitos eventos vão recordar os 50 anos da chamada Revolução de 64, a Redentora para muitos, quando o pessoal de verde, derrubou um time que segundo uma vertente da história, queria tingir de vermelho as cores do lindo pendão da esperança- essa discussão deixa para osque fazem parte da direita raivosa e da esquerda festiva etílica nos botecos da vida. Quando estourou a “redentora” estava comquase dois anos de permanência nesse frio chão; e ela cresceu comigo até a juventude. Com ela, vi de tudo e mais um pouco. Cantei o Hino Nacional toda quinta-feira na escadaria do Bernardino Monteiro, tive aulas de Educação Moral e Cívica,de Organização Social da Política Brasileira e de brinde o Estudos de Problemas Brasileiros. Assistiao Amaral Neto, o Repórter e achava que morava no País das Maravilhas;adorava ver o João da Silva e a sua luta para deixar analfabeto, além de esperar a visita do caminhão da Mobralteca na Praça Jerônimo Monteiro. Mas,vi garoto da PraçaVermelha, da varanda da minha casa, em um final de madrugada de um dia qualquer, duas Veraneios pretas e brancas, na porta adesivo escritoDOPS; estacionadas no pátio do Hotel Itabira, com as portas traseiras abertas e lá dentro, entre outros passageiros ilustresRoberto Valadão, Joel Pinto; esperando o Dr Gilson Carone, para darem um passeio até Vitória por contadas atividadesconsideradas subversivas. Lembro ainda, de um conhecido vendedor e cobrador de um clube social da capital secreta, que se auto proclamava ateu; recitar de uma vez só, a Ave Maria, o Pai Nosso e o Creio em Deus Pai quando a polícia invadiu a Casa do Estudante – então reduto da resistência -e um policialcolocou uma arma em sua cabeça, perguntando onde estava um jornal que trazia matérias contra o regime. E de outro militante esquerdista, que em uma festa de Cachoeiro , quando chegou próximo à Casa do Estudante, viu um monte de gente de uniforme verde, saiu correndo e pegou o primeiro ônibusque viu na rodoviária – só que

Todo brasileiro é meio técnico da seleção. Principalmente quando perde jogo. Agora deu pra todo mundo achar que é meio presidente da Petrobrás, também. Como se fosse tudo dono. Bicho entrão, o tal do brasileiro, né?! -x-xEu, daqui da minha insignificância, morro de achar GRAÇA, enquanto a gasolina de TRÊS REAIS E DEZESSEIS CENTAVOS POR LITRO vai entrando no tanque do meu carrinho sem IPVA reduzido. Lembra quando dava pra encher o tanque com menos de CEM pilas? -x-xCom o episódio PASSADINA (escreve-se Pasadena), o “guverno” realiza mais um feito histórico: DUAS METADES IGUAIS DEIXA DE SER UMA REDUNDÂNCIA -x-xEu, que também sou meio dono da Petrobrás, sugiro que se modifique o nome da refinaria de PASSADINA para PEGADINA. Não achou Graça? A Dilma achou... -x-xEu, que nem assisti “O Último Tango em Paris”, acho o Mantega um vaselina danado. E que vamos precisar muito dele, pra engolir mais essa história, pelo orifício que for... -x-xMUDANDO DE ASSUNTO Tem gente que nasce com uma vocação e é fiel à mesma durante toda a vida. O Fulano, por exemplo, da família dos “de Tal”, foi um desses casos, de indivíduos que viveram a sua vocação até o momento derradeiro; na sua lápide suntuosa, letras enormes de bronze muito bem trabalhadas: Fulano de Tal T I... Uns chutavam Técnico de Informática, embora ele fosse uma negação em computadores; outros, Tecnologia da Informação – pior ainda. E inúmeros foram os palpites para o significado das duas letrinhas (as reticências todo mundo sabe o que significam –sempre). Ninguém teve coragem de falar o “Totalmente Inútil” que assomou a várias mentes, principalmente a quem conhecia de perto o “de cujus”. Coragem que faltou, também, para perguntar à viúva, que teria respondido, com um longo suspiro consternado: - Tão inteligente...

FALE COM A REDAÇÃO: (28) 9904 7726 EXPEDIENTE EDITOR DE CRIAÇÃO E ARTE: Carlos Guilherme Gomes Serrano Repórteres: Alissandra Mendes, Filipe Rodrigues, Patrícia Barcelos DiagramadorES: Carlos Guilherme Gomes e Marcelo Lopes Mothé

jornalismo.aquinoticias@gmail.com

ANUNCIE / ASSINE: (28) 3521 7726 / 3036 2960

Colaboradores: Alexandre Garcia, Ewerton Miranda

Tréggia, Guilherme Gomes, Luciana Fernandes, Ricardo Lemos, Ruy Guedes, Sérgio Neves, Wagner Medeiros Junior.

E-mails: atendimento.aquinoticias@gmail.com; publicidadefolhadocaparao@gmail.com; jornalismo.aquinoticias@gmail.com;

os uniformizados de verde eram alunos da banda do colégio de Muqui, que iria desfilar na praça no dia 29. Tem ainda a história de um hoje capitão da PM, na época apenas soldado que fazia parte da chamada Polícia Reservada, a P/2, que estava em uma reunião na Casa do Estudantee todos ouviam a falade um líder estudantil; quando de repente, ouviu-se um barulho: - treck. O líder estudantil, com sua calma parou sua fala e disse: - Vamos esperar o nobre colega de luta trocar a fita do seu gravadorpara que possamos prosseguir com nosso encontro. Mas o que me deixavamais admirado naquele tempo, era ver o então BispoDon Luiz Gonzaga Peluzzo, passar na Capitão Deslandes e sempre trocar um dedo de prosa com seu Kléber Massena, na porta de sua loja; para o espanto da direita raivosa que via em “Seu Kleber” um perigo vermelho. E por último, já estudante no Rio de Janeiro, final de 1978, passeata na Cinelândia, cheio de bolebas no bolso esperando a Cavalaria, me pegaram e me levaram para a sede do DOPS na Mem de Sá. Eu com apenas 16 anos , já imaginava o pior; fui levado para um escrivão que começou a me fichar. – Nome? Me perguntou e respondi; - Nasceu em que cidade? Aí falei: - Cachoeiro de Itapemirim, Espirito Santo. O escrivão já meio idoso, quando ouviu me dizer que era de Cachoeiro , deu uma porrada na mesa e eu pensei: a próxima vai ser em mim. Levantou-se da cadeira e disse: - Primeiro era o Batistinha, agora tem outra safra? Não aguento essa turma de Cachoeiro, vá embora e nunca mais volte aqui. Ganhei a liberdade, voltei para a Cinelândia e participei da passeata. Se valeu a pena, falo que sim. Sonhávamos com a liberdade, com algo melhor para todos os brasileiros e hoje, passado esses anos, lamento que nossa luta fosse em vão, pois o país que ia pra frente como era um dos jingles da ditadura militar, anda para trás igual a caranguejo. Mas como sou brasileiro, não desisto nunca desse sonho. Pois assim caminha a humanidade.

Circulação: ES - Anchieta, Atílio Vivácqua, Cachoeiro de Itapemirim, Castelo, Conceição do Castelo, Iconha, Itapemirim, Marataízes, Mimoso do Sul, Muqui, Piúma, Presidente Kennedy, Rio Novo do Sul, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante.

atendimento.aquinoticias@gmail.com

GRUPO FOLHA DO CAPARAÓ DE COMUNICAÇÃO LTDA- ME CNPJ: 10.916.216.0001-55. PRAÇA JERÔNIMO MONTEIRO, 101 - Sala 205, CENTRO, CEP 29.300-170, Ed. Max, Cachoeiro de Itapemirim-ES. Tel: (28) 3521 7726

As matérias assinadas publicadas neste jornal, necessariamente não traduzem a opinião do próprio jornal. A veracidade das informações publicitárias veiculadas é de responsabilidade de quem as patrocina (anunciante). A legislação não impõe ao órgão que veicula o anúncio (jornal) a obrigatoriedade de verificação e comprovação da fidedignidade e correção destes anúncios. Fonte: STJ (Superior Tribunal de Justiça).


www.AQUIES.com.br

EU ME LEMBRO

(histórias da minha vida em Cachoeiro)

SÁBADO / DOMINGO, 29 e 30/03/2014 CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL

OPINIÃO

03

alexandre garcia

por Ruy Guedes - ruy_guedes@hotmail.com

ADEUS, LICEU III Meus últimos anos no Liceu Muniz Freire, vividos no início da década de 60, marcaram meu ingresso definitivo no mundo boêmio da adolescência, daí, as lembranças de novos e curiosos acontecimentos.

Crescia, naquele tempo, meu in- dentemente morava no mesmo teresse pela música. Já trabalhando edifício. E, pior, ele já estava vincomo locutor-anunciador na Rádio do falar conosco... Mais uma vez a Cachoeiro, participava de todos os música nos salvou: o delegado, fashows de auditório, ora lendo os moso por sua austeridade, reveloutextos comerciais ou, em determina- se, também, ardoroso fã da música das ocasiões, atuando como músico popular brasileira e, gentilmente, no Conjunto Regional da emisso- nos convidou para uma audição ra, substituindo seu contrabaixista. particular, que aconteceu naqueIntensifiquei, nesta época, minhas la mesma noite numa “boate” do aulas de violão com o Mozart Cer- Aquidaban... queira e de contrabaixo acústico Minha passagem pelo Curso com o José Nogueira, estabelecen- Científico, porém, foi breve, dudo, ali, meu vínculo com aquela rou somente até o final de 1960. que seria minha segunda profissão Eu iniciava, então, uma nova fase e que, até hoje, na minha vida, prestes a compleque viria durar tar 71 anos, contiquarenta e dois Mais uma vez a múnuo exercendo na anos. O interesse sica nos salvou: o delequalidade de múpelo mundo do gado, famoso por sua sico convidado. rádio suplantou Mas, voltemos os estudos. Tomei austeridade, revelou-se, aos anos dou“bomba” em Físitambém, ardoroso fã rados, quando, ca, na “primeira da música popular brajuntamente com época”, e nem sileira e, gentilmente, Milton Ignácio voltei para fazer a nos convidou para uma e Nelson Medeirecuperação. Para audição particular, que ros, era comum não parar com os percorrer as ruas estudos, uma exiaconteceu naquela mesde Cachoeiro, gência da minha ma noite numa “boate” violão em punho, mãe, matriculeido Aquidaban... desfiando boleros me na Escola Téce sambas-canções nica de Comércio, em inspiradas seno primeiro ano renatas. Certa feita, quando está- do curso técnico de contabilidade, vamos no auge de uma “apresen- conforme já relatei aqui. Foram tação”, originalmente dedicada a seis anos freqüentando e, mais do uma colega que residia numa rua que isso, “vivendo” intensamente do Guandú, fomos abordados pela o Liceu, tão marcantes e insupeviatura da polícia militar (o “famo- ráveis que, até hoje, provocam so” jeep cinza – terror dos boêmios uma saudade imensa toda vez que - que fazia a ronda da madrugada passo em frente ao velho casarão pela cidade) comandado pelo sar- da Rua Moreira, hoje, felizmente, gento Ilarindo, meu futuro colega totalmente recuperado, mais do na Escola de Comércio. Ele nos que nunca continuando a receber alertou que nossa cantoria havia de portas abertas, a cada manhã, despertado o delegado, capitão um fluxo constante de jovens em Higyno Bernardes, que, coinci- busca do saber.

O PETRÓLEO QUE É DELES Fernando Gabeira, meu ex-colega de Jornal do Brasil, lembra que nos anos 50 e 60 saía às ruas vociferando “O Petróleo é Nosso!”. Agora, diz ele, se percebe que o PT e o PMDB levaram o slogan ao pé-da-letra, sem terem entendido que a voz das ruas dizia que o petróleo, nosso, é do Brasil. Em anos mais recentes, lembro decisiva ao mau negócio. que a militância saiu às ruas contra Na casa do ex-diretor de refino e a suposta idéia, atribuída ao gover- abastecimento da Petrobrás, Paulo no tucano, de privatizar a Petrobrás. Roberto Costa, que está preso, a poAgora se fica com a impressão de que, lícia encontrou 700 mil reais e 200 convencidos de que a estatal será pri- mil dólares em dinheiro vivo. Não vatizada, preferiram antes reduzi-la a creio que esse dinheiro todo seja do pó, para não entregar a jóia do estado ex-diretor. É possível que ele estivesse brasileiro a uma petroleira particular. guardando para alguém vir buscar na O aparelhamento partidário da cueca. O episódio faz crer que funempresa fez a ela tanto mal quanto fi- cionários de carreira nomeados por zeram os partidos que comandavam partidos e políticos, ficam a serviço as siderúrgicas estatais. Enquanto es- desses, desvestindo-se da camisa da tatais, sempre deram prejuízo. Priva- Petrobrás. Ganham outros patrões e tizadas, passaram atuam a serviço de a render. Retiraformação de, no das nomeações mínimo, “verbas de diretores por de campanha”. É possível que ele estiseus padrinhos Agora se descovesse guardando para alpolíticos, com bre que a grande guém vir buscar na cueca. cargos ocupados refinaria Abreu O episódio faz crer que por quem é do e Lima, em Perfuncionários de carreira ramo, as siderúrnambuco não é nomeados por partidos e gicas cresceram e - como se anunpolíticos, ficam a servilucraram. A briga ciou tantas vezes ço desses, desvestindo-se entre os senadores em discursos do da camisa da Petrobrás. Renan Calheientão presidenGanham outros patrões e ros , do PMDB e te - uma parceria atuam a serviço de formaDelcídio Amaral, de capitais entre ção de, no mínimo, “verdo PT, um emVenezuela e Brapurrando para o sil. A parceria foi bas de campanha”. outro a nomeação apenas de discurde Nestor Cerveró so, entre Chavez para a Diretoria e Lula, dois bemInternacional da Petrobrás ilustra dotados de gogó. Na vida real, o bem quem manda, afinal, na esta- Brasil está entrando sozinho com a tal. Cerveró foi quem fez o resumo conta da instalação da refinaria, que aprovado em reunião presidida por pode chegar a 20 bilhões de dólares. Dilma, para comprar uma refinaria O projeto inicial era de 2,5 bilhões. no Texas, recém negociada por 42 O homenageado, general José Inámilhões de dólares. A Petrobrás aca- cio de Abreu e Lima, pernambucabou pagando 1 bilhão e 200 milhões no, lutou ao lado de Simon Bolívar de dólares por ela. Agora o Senador pela independência da Venezuela. O que o nomeou não quer assumir a ingrato calote deve tê-lo feito reviresponsabilidade. Aliás, o presidente rar-se no túmulo, no Cemitério dos era Lula e foi quem deu a aprovação Ingleses, em Recife.


04

política

SÁBADO / DOMINGO, 29 e 30/03/2014

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

Seminário sobre 50 anos do golpe civil militar acontece na segunda-feira

Paulo Jabur

»» Evento vai contar com a presença do professor José Pontes Schayder, o subsecretário de Direitos Humanos do Estado, Perly Cipriano e o ex-prefeito Roberto Valadão

filipe rodrigues

jornalismo.aquinoticias@gmail.com

Para fortalecer as trincheiras de resistência e democracia, Cachoeiro de Itapemirim realiza na próxima segunda-feira um seminário: “50 anos do golpe e a Democracia hoje”. O evento servirá para debater a ação que ocorreu em 31 de março de 1964 e instaurou no país a ditadura militar. O evento está marcado para começar as 8h00 e vai contar com palestra, filme, debate e músicas ao vivo que foram compostas durante o regime militar, de autores como Chico Buarque. Para falar sobre o assunto, pessoas que não só entendem, como combateram o regime, com destaque para Perly Cipriano e Roberto Valadão. A iniciativa é do vereador licenciado, atualmente secretário de Desenvolvimento de Cachoeiro, Professor Léo, e vai contar ainda com a presença do

respeitado professor José Pontes Schayder. Para Professor Léo, a data não poderia passar despercebida. “Enquanto militantes de movimentos sociais e da esquerda, temos que relembrar esse acontecimento para fortalecer e aprimorar o nosso regime democrático. Ditadura nunca mais”, enfatizou Professor Léo. Para ele, é a oportunidade de colocar fim aos burburinhos da chamada “ditabranda”, que fomenta um debate sobre uma nova intervenção militar no país, sem fundamento e que tenta apontar que houve algo de bom durante o regime militar.

Perly Cipriano

Em 1960 iniciou militância política no PCB e no movimento estudantil. Em 1964 ingressa na UFES no curso de odontologia onde responde um Inquérito Policial Militar. Em 1965 participa do Congresso da UNE em

Valinhos, São Paulo. Preso pelo Exército no 31º Batalhão de Infantaria Em Vila Velha –ES. Em 1966 é eleito presidente do Diretório Acadêmico é levado para o Quartel da PM de Vitória durante uma greve na faculdade. Em 1967 é preso pelo Dops em Niterói RJ. Faltando um mês para conclusão do curso, sai do Brasil e vai para Ucrânia antiga URRS estudar Direito Internacional. Em 1969 retorna ao Brasil e passa atuar clandestinamente como militante da ALN – Ação de Libertação Nacional. Em março de 1970 é preso pela PM em Olinda PE, onde foi torturado e condenado a 94 anos e 8 meses de prisão. Acrescido as condenações estavam também 60 anos de perdas dos direitos políticos. Em dezembro de 1979, sai da prisão na condição de liberado condicional, portanto não anistiado. Em 1980 torna-se um dos fundadores do PT. Onde

No salão do presídio político do Rio de Janeiro, no alto: Milton Nascimento, Chico Buarque, Manoel Henrique Ferreira; atrás: Nelson Rodrigues, Miúcha, Jornalista Helio Fernandes, Jesus Soto, José Rezende, Helio da Silva, Alex Polari, Jorge Santos Odria, Perly Cipriano, Carlos Alberto Sales, Gilney Viana, Paulo Jabur, Antonio Mattos; agachados: Paulinho da Viola, Rui Alexandre, Aquiles Rique Reis, Antonio Wagabi e Jorge Raymundo foi candidato a governador em 1982, e também chefe de Gabinete da Prefeitura de Vitória, Deputado Estadual, Secretário de Estado de Justiça e Cidadania. Atualmente, é subsecretário de Direitos Humanos do Espírito Santo.

Roberto Valadão

Nascido em 20 de se-

tembro de 1938, foi líder estudantil e prefeito de Cachoeiro de Itapemirim, principal cidade do sul do Espírito Santo, em duas oportunidades: de 1983 a 1988 e de 2005 a 2008. Foi também vice-prefeito, vereador, deputado estadual e deputado federal por dois mandatos. Atualmente é vice-presi-

dente do PMDB cachoeirense, partido que ajudou a fundar, sendo um dos líderes históricos da legenda no Estado. Teve destacada atuação de combate à ditadura militar e pela redemocratização do país, momento esse, inclusive, que perdeu seu irmão nas batalhas, Arildo Valadão.

divulgação

Perly Cipriano, na época do regime ditatorial, foi preso, torturado e condenado a 94 anos e 8 meses de prisão. Hoje, é subsecretário estadual de Direitos Humanos

divulgação

Roberto Valadão perdeu seu irmão na luta contra a ditadura e é um constante defensor da democracia


SÁBADO / DOMINGO, 29 e 30/03/2014

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL

geral

05

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

A verdade do dia da mentira: idosa completa 106 anos esbanjando vitalidade

»» Viúva de dois maridos, ela contou que sempre trabalhou na roça e que esse pode ser o segredo de sua longevidade ALISSANDRA MENDES

alissandrapmendes@yahoo.com.br

Parece mentira, mas não é. Dona Lúcia Ardisson Travaglia irá completar na terça-feira, dia 1º de abril, 106 anos de vida e continua esbanjando saúde e vontade de viver. Nascida em 1908, ela guarda as lembranças do passado e as histórias vividas ao longo de todos esses anos. A data será comemorada, como todos os anos, com os filhos, netos, bisnetos e trinetos. Os pais de dona Lúcia vieram da Itália em nos idos de 1880. Eles chegaram no navio que desembargava no rio Benevente, em Anchieta. Como todos que viam, eram pessoas humildes e com pouca condição financeira, e se mudaram para São João de Alfredo Chaves, para trabalhar como meeiros, e onde, em 1908, nasceu Dona Lúcia. Eles eram em 12 filhos, sendo seis mulheres e

seis homens. Poucos deles continuaram morando pela região. Somente Dona Lúcia, uma irmã que hoje tem 104 anos e mora em São José de Fruteiras, em Vargem Alta, e um irmão que morreu aos 100 anos por causa de uma infecção hospital. “Eles são uma família centenária e esbanjam saúde e vitalidade”, comentou o neto Atílio Travaglia. Lúcida, Dona Lúcia contou como foi sua infância. “Eu e meus irmãos trabalhávamos muitos. Pegávamos na enxada para ajudar nos trabalhos da roça. A minha infância foi trabalhando, não era como nos dias de hoje que as crianças só se preocupam em brincar. Meu pai colocava a gente para trabalhar na roça”, contou. Ela disse ainda que, junto com os irmãos, tinha que levar comida na roça para o pai. “A gente caminhava uma hora pra ir e uma hora pra voltar e não podia voltar com reprodução

Certidão de Casamento de Dona Lúcia Ardisson Travaglia

a mãe abandando. Ou tinha que voltar com comida para porcos ou então lenha para o fogão”, frisou. Em setembro de 1929, aos 21 anos, Dona Lúcia se casou com Attílio Travaglia. Eles se mudaram para Iconha, e em seguida para a localidade de Antas, hoje em Atílio Vivácqua e tiveram quatro filhos. Com 11 anos de casados, ele faleceu de tifo, uma doença epidêmica comum na época. “Fiquei sozinha com quatro filhos para criar. O meu mais velho tinha nove anos. Eu me virava com o trabalho na roça com os trabalhos de casa. Eu apanhei sozinha 104 sacos de café. Depois de um tempo, alguns amigos começaram a me ajudar, porque as dificuldades eram muitas”, relembrou.

Um novo recomeço

Mesmo com todas as dificuldades, Dona Lúcia encontrou um novo companheiro e se casou novamente. Com Ediliberto, ela teve outros cinco filhos. “Além dos meus filhos, ainda criei duas crianças que estavam abandonadas e passando fome. Formei uma grande família”, explicou. Hoje, ela tem nove filhos, 42 netos, 65 bisnetos e sete trinetos. Há 40 anos, ela se mudou para o bairro São Geraldo, em Cachoeiro de Itapemirim. “Por volta das 21h00/21h30 vou dormir. Durmo muito bem Graças a Deus, e só acordo no outro dia às 07h00. Não tenho problemas para dormir. Consigo descansar bastante. Quando me levanto, tomo meu café e procuro alguma coisa para fazer, não gosto de ficar à toa”, contou.

alissandra mendes

Dona Lúcia Ardisson Travaglia irá completar 106 anos na terça-feira, dia 1º de abril Em casa, ela tem uma ajudante para os trabalhos diários. “Mas eu gosto de ajudar a fazer comida, remendo alguma coisa, costuro alguma coisa, mas estou diminuindo por causa da visão que está diminuindo também. Costumo dormir um pouco à tarde e também fico conversando com minhas vizinhas e as visitas que chegam”, garantiu. Dona Lúcia não apresenta problemas de saúde e se alimenta normalmente. “Gosto de angu com queijo, macarrão e frango. Gosto de tudo e como de tudo, não tenho problemas com comida. Tudo aqui em casa é feito na banha de porco”, ressaltou. Para completar, ela disse que o segredo de sua longevidade foi o trabalho na roça. “Trabalhei muito, segurei muita enxada. Não tenho segredo para viver tanto tempo, mas acho que meu trabalho ajudou. Nunca tive muito tempo para ficar pensando em doenças

ou coisas do tipo, queria fazer o melhor para criar meus filhos e o melhor era trabalhar”, concluiu. Como em todos os anos, os parentes de Dona Lúcia

vão se juntar para comemorar os seus 106 anos. A comemoração será no dia 06, domingo, e sua irmã de 104 anos também estará presente. reprodução

Dona Lúcia (E) com seu pai, sua madrasta e sua irmã


06

GERAL

SÁBADO / DOMINGO, 29 e 30/03/2014

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

Escolas receberão mais de R$ 1 milhão para investimentos A prefeitura vai repassar neste ano R$ 1,071 milhão para as escolas municipais de Cachoeiro de Itapemirim, por meio do Programa Municipal Dinheiro Direto na Escola. Os recursos poderão ser investidos em melhorias nos prédios escolares, capacitação de profissionais e custeio. Nos últimos cinco anos, as unidades receberam mais de R$ 4,1 milhões do programa. São recursos próprios do município que são usados pelas escolas a partir

da avaliação dos conselhos escolares, compostos por representantes de pais, de servidores da escola, gestores e membros da associação de moradores dos bairros. O objetivo do programa é garantir às unidades mais autonomia para a realização de investimentos. Cada escola vai receber R$ 50 por aluno matriculado. Elas precisam apresentar planos de trabalho à Secretaria Municipal de Educação (Seme). “Os gestores e os conselhos escolares fazem uma ava-

liação das necessidades das unidades e escolhem como aplicar. A Seme poderia deixar esse montante em caixa e realizar os investimentos por conta própria, mas entendemos que devemos fazer gestão com muitas mãos, de forma democrática”, explica a secretária de Educação de Cachoeiro, Cristiane Paris. Também nos últimos cinco anos, programa similar, realizado pelo governo federal, repassou R$ 1.738.616,90 para as escolas da rede municipal.

»» O programa oferece mais autonomia às unidades de ensino divulgação pMCI

estadual

Lucro de R$ 70 milhões da Cesan será investido em obas no Espírito Santo Thiago Guimarães/Secom

O governador Renato Casagrande autorizou, na manhã de ontem, durante a apresentação do Balanço 2013 da Cesan, que o lucro líquido de R$ 70,7 milhões

da empresa de água e esgoto capixaba seja reinvestido em obras para melhorar a qualidade de vida da população. O Balanço da Cesan apresenta investimento

total realizado em 2013 como o maior dos últimos três anos, totalizando R$ 247,7 milhões em obras e serviços destinados a atender aos cidadãos. “Estamos realizando o maior investimento em saneamento da história do Espírito Santo, que chegará a R$ 1 bilhão em quatro anos, para continuarmos a elevar, dia a dia, a qualidade de vida da nossa população, e vamos investir os lucros da empresa também em benefícios para os capixabas”, destacou Casagrande. O presidente da Cesan, Paulo Ruy Carnelli, enfatizou que a média de esgoto tratado do Espírito Santo está acima da média nacio-

nal. “A Cesan está entre as cinco melhores empresas do Brasil e há onze anos consecutivos acumulamos resultados positivos. Atualmente somos considerados uma excelência no setor de saneamento do país”, afirmou. O presidente lembrou ainda que o Governo do Estado quitou dívidas e aumentou a capacidade de investimentos da Companhia. Somente em 2013, um valor de R$ 110 milhões foi investido com recursos próprios da Companhia, sendo deste, R$ 43 milhões do lucro reinvestido e, o restante, por meio de financiamentos da Caixa e BNDES, além de repasses da Funasa, OGU e, prin-

cipalmente, do Governo do Estado, com R$ 97,7 milhões. Os investimentos realizados para ampliar a cobertura de esgoto tratado e melhorar o abastecimento de água na Região Metropolitana da Grande Vitória e no interior do Espírito Santo somaram R$ 247,7 milhões, totalizando cerca de R$ 680 milhões nos últimos três anos. Em 2014, estão previstos investimentos da ordem de R$ 298 milhões. Esses investimentos efetuados pela Cesan refletem no aumento da cobertura de esgotamento sanitário do Espírito Santo, que hoje está acima da média nacio-

nal, como explica Paulo Ruy. “A Cesan atende hoje mais da metade da população capixaba com cobertura de esgoto, sendo que a média na Região Sudeste é de 41,2%. Estamos trabalhando para alcançarmos a meta de 70% dos moradores com coleta de esgoto em suas residências”, declarou. Foram aplicados R$ 100,7 milhões em obras de abastecimento de água, R$ 103 milhões em obras de esgotamento sanitário e, ainda, R$ 31,3 milhões em ações de desenvolvimento institucional/operacional e aquisição de ativos necessários ao seu processo industrial no valor de R$ 12,7 milhões.

ITAPEMIRIM

COMUNICADO AM AUTO MECÂNICA LTDA ME torna público que requereu ao IEMA, através do processo n° 65782089, Licença (LAR) para MANUTENÇÃO E REPARAÇÃO MECÂNICA DE VEÍCULOS AUTOMOTORES, no endereço: Rua José Donateli, n° 273, Centro, Município de Iconha- ES.

COMUNICADO MINETE PEDRAS ORNAMENTAIS LTDA - ME, torna público que requereu do IEMA, processo n° 37791486, ampliação da LI, para aterro industrial, classe II, para LBRO, na localidade de Ribeirão do Meio, s/nº, Conceição do Castelo/ES.

COMUNICADO A UNITEC INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA necessita dos seguintes profissionais: Mecânico Montador e Torneiro Mecânico. Trabalhamos na área de manutenção de equipamentos para marmorarias (satélites, reforma de polideiras/cortadeiras e afins). Ficamos localizados a Rua Nair de Souza Menezes, 13, Coramara, Cachoeiro de Itapemirim/ES. Para marcar entrevista, entre em contato pelo telefone (28)35213321.

Usina Paineiras treina mais de 1.600 trabalhadores De novembro de 2013 até agora, mais de 1.600 trabalhadores participaram de treinamentos realizados pela Usina Paineiras, em Itapemirim (ES). No fim deste ano, com mais cursos, esse número deve aumentar, alcançando 2.600 pessoas. Trabalhadores da Agropecuária Carvalho Britto (Apecarb) – empresa, do Grupo

Usina Paineiras, responsável pelas lavouras de cana-deaçúcar – também estão sendo capacitados. Entender o funcionamento de uma colhedora de cana automotriz foi tema de um dos treinamentos. Segundo o consultor técnico responsável, José Aurélio da Silva, é importante explicar, não apenas os comandos de ope-

ração, mas toda parte mecânica e elétrica. “Um operador bem orientado aumenta a performance da máquina e evita que alguma peça seja danificada por uso incorreto”, completa.

Tratoristas

De 30 de março a 04 de abril, um instrutor do Senar vai capacitar tratoristas na

Apecarb. “Com a parceira de instituições especializadas em capacitação profissional, como Sest Senat, Senar, Sesi e IEL, garantimos a qualidade técnica dos treinamentos oferecidos para nossos colaboradores”, explica o Gerente de Recursos Humanos da Usina Paineiras, Sebastião Jorge Macedo.


SÁBADO / DOMINGO, 29 e 30/03/2014

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL

Em rara aparição, Roberto Carlos é fotografado em churrascaria

Bronzeada e sarada, Carol Narizinho sensualiza em ensaio de biquíni

Em rara aparição, Roberto Carlos foi fotografado na noite da última quinta-feira, durante jantar. De acordo com a agência de fotos, o cantor – que não comia carne desde 2009 - esteve em uma churrascaria no Humaitá, Zona Sul do Rio.

Carol Narizinho já havia dito no carnaval que a fase bombada passou. Mais sequinha, sarada e bem bronzeada, a ex-Panicat acaba de estrelar um ensaio de moda Praia onde mostra a silhueta invejável. As fotos foram feitas em um resort, em Florianópolis, em Santa Catarina. Com uma maquiagem mais marcante, Carol Narizinho sensualizou nas fotos, mas usou modelos bem mais comportados do que os que costumava usar no palco do “Pânico”.

07

Namorada de Cristiano Ronaldo, Irina Shayk vai desfilar na SPFW Irina Shayk, namorada do jogador português Cristiano Ronaldo, será a estrela do desfile primavera-verão 2015 da Triton no SPFW (confira line up), que acontece nesta terça-feira, 1º, às 19h30, no Parque Cândido Portinari. O último desfile da grife, em outubro, teve a atriz Fiorella Mattheis e a modelo Yasmin Brunet na passarela.

Foi você, James Franco? Thaila Ayala ganha café na cama e posta foto

Em ensaio para o Paparazzo, ex-BBB Aline encara trapézio e fogo

Thaila Ayala mostrou que ganhou café na cama ao postar uma foto no Instagram, ontem. Mas fez mistério sobre a identidade do novo affair. A atriz, que se separou de Paulo Vilhena no ano passado e estaria vivendo um romance com o ator americano James Franco, aparece deitada e fazendo uma careta na imagem.

A insegurança de Aline Dahlen é algo que vem de anos. Não fazia parte de um jogo dentro do “BBB 14”. É o que conta sua amiga Laurinha, que acompanhou a ex-BBB no ensaio para o Paparazzo que vai ao ar hoje. “Já disse a ela para parar com isso. Vamos fazer uma terapia”, brinca a amiga.

HORÓSCOPO Áries

20/03 20/04

Boas energias para hoje! Aproveite a Lua minguante em Peixes para desacelerar, cuidar da saúde e restaurar forças. Para se conectar com suas emoções, sua intuição, sua essência. É tempo de recolhimento, introspecção e inspiração.

Libra

23/09 22/10

Alimente-se com leituras edificantes, busque informações, notícias e a companhia de pessoas positivas. Lua e Netuno em Peixes abrem a conexão com as dimensões sutis. Massagens, terapias, um banho com ervas ou essências é bem-vindo.

Touro

Gêmeos

21/04 20/05

É tempo de cultivar generosidade, fé e inspiração. Você está mais sensível do que produtivo, mais disposto a recolher impressões e imaginar soluções. A Lua minguante segue agora em Peixes e faz bons aspectos no céu.

Escorpião

23/10 21/11

Tempo de conclusões e finalizações gerais. Com a Lua minguante na fase balsâmica você pode abandonar maus hábitos, ou transmutar sentimentos negativos para curar-se. Não é boa hora para compras importantes ou para iniciar projetos.

21/05 20/06

Aproveite para concluir o que foi começado na Lua nova, mas com tranquilidade, sem ansiedade. A Lua segue em Peixes, se encontra com Netuno e Mercúrio e você fica mais contemplativo. Bom período para compartilhar sentimentos.

Sagitário

22/11 21/12

Período ideal para ler, escrever e expressar emoções com muita arte e imaginação. É tempo também de restaurar energias. Lua, Mercúrio Júpiter e Netuno inspiram pensamentos e ideais elevados, sentimentos mais solidários e altruístas.

Câncer

21/06 21/07

A sensibilidade está à flor da pele. A Lua minguante faz aspectos harmônicos, restauradores e curativos hoje. Procure cultivar a paz interior e deixe que sua intuição lhe guie pelo caminho correto. Busque inspiração contemplando o mar.

Capricórnio 22/12 21/01 É tempo de cultivar a fé, a entrega e a receptividade. De surfar com a vida e deixar que tudo siga seu curso natural. A Lua minguante segue em Peixes e faz bons aspectos no céu, prometendo fluidez e inspiração. Um convite para se recolher.

Leão

22/07 22/08

Energia favorável para adaptarse às situações e conseguir uma flexibilidade maior por parte das pessoas. Com a Lua minguante em Peixes, todos estão mais sensíveis e receptivos, você pode contar com a colaboração de colegas.

Aquário

21/01 18/02

Bom período para cultivar a paz interior e a quietude para deixar tudo fluir com naturalidade. Aproveite o tom introspectivo da Lua em Peixes e fique mais em casa. Não é preciso forçar situações. Procure encarar a vida com gratidão e amor.

Virgem

23/08 22/09

Procure diminuir o ritmo, reservar tempo para relaxar. É tempo de dar asas à fantasia e à imaginação. Nada de pegar pesado, procure respeitar seus limites energéticos. Lua, Mercúrio e Netuno estão no signo oposto, você fica mais distraído.

Peixes

19/02 19/03

Imaginação está acentuada. A intuição também está afiadíssima. Apenas cuide para não se esquecer de compromissos importantes. A Lua transita em seu signo e se encontra com Netuno, conferindo ao período um encantamento especial.


08

cultura

SÁBADO / DOMINGO, 29 e 30/03/2014

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL

guaçuí

Cantor se destaca com seu estilo musical variado Serrana Filetti

sfolhadocaparao@gmail.com

A música está presente em todos os municípios do Caparaó Capixaba. E em Divino de São Lourenço nasceu um cantor que veio para encantar, com um estilo musical variado, saindo do sertanejo universitário, passando pelo forró, o arrocha, a música romântica até chegar à moda de viola. Robson Antônio da Silva ou simplesmente Robson Silva, 31 anos, descobriu a música aos 16 anos de idade e, em agosto de 2012, começou a se dedicar a um

trabalho solo. Ele conta que, há dois anos, encerrou sua participação em uma dupla, porque o parceiro iniciou uma carreira política. “Foi aí que veio a chance de fazer um projeto solo”, lembra. Em sua caminhada como cantor, ele afirma que já esteve no mesmo palco com artistas, como: Ataíde & Alexandre, Bond do Forró, Eduardo Costa, Teodoro & Sampaio, Relber & Allan, Sérgio Reis, Almir Satler, Trio Parada Dura e Eliane Camargo. “Eu me apresentei no mesmo palco que eles, mas cantar, apenas tive a

oportunidade de fazer isso com Os meninos de Goiás, em um show realizado em Cachoeiro de Itapemirim”, conta. Atualmente, o cantor conta com o apoio de vários amigos, como o maestro de Guaçuí, Celso Montoni, que o incentiva e orienta no que diz respeito ao canto, e as Prefeituras de Guaçuí, Divino de São Lourenço e Dores do Rio Preto que dão uma força ao seu projeto. “Tenho recebido o apoio dessas pessoas que acreditam em meu potencial”, diz. Sobre a possibilidade de pintar ou não a gravação de

Divulgação

»» Sertanejo universitário, forró, arrocha, música romântica e moda de viola fazem parte do repertório do cantor Robson Silva

Robson Silva chama atenção, no Caparaó, com seu estilo variado um CD, o cantor adianta que está em fase final do seu projeto solo. “Estamos preparando o trabalho, mas já temos músicas nas

rádios de Guaçuí, Alegre e Bom Jesus do Itabapoana (RJ)”, revela. A respeito de um projeto musical futuro, Robson

diz que o futuro só a Deus pertence. “Vamos trabalhar com fé em Deus, para conseguirmos os frutos desse trabalho”, finalizou.


SÁBADO / DOMINGO, 29 e 30/03/2014

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL

cultura

09

alegre

Mostra de Música Antiga emociona público em Alegre

Cibele Maciel

»» O evento é o primeiro do Estado, neste segmento. Músicos renomados de todo o país se apresentam durante o final de semana. A 2ª Mostra, para o ano de 2015, está confirmada Cibele Maciel

cibeledovale@yahoo.com.br

Hoje à noite a 1ª Mostra de Música Antiga de Alegre, promovida pela Escola Saint’Clair Pinheiro (Emusp) traz ao palco do Teatro Municipal Virgínia Santos, ‘As Flautas de São Paulo’, o mais novo conjunto de flautas doces do Brasil. O grupo é formado por integrantes do Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista (Unesp). No programa músicas, basicamente, do século XVI. Segundo o maestro César Villavicencio, eles têm tido bons resultados pelas cidades onde passam. “Em Alegre eu acredito que o público vai se sentir muito tocado. Nosso repertório é variado, tem aquela parte que é a música mais séria do século XVI, que

é a polifonia, cuja técnica é apurada. O concerto termina com danças. Tentamos equilibrar os estilos”, destaca. A abertura do evento, na noite de quinta-feira, no Teatro Municipal Virgínia Santos, emocionou os cerca de 260 espectadores presentes. Após a solenidade, o Consort de Flautas, dos alunos da Emusp, apresentou peças dos séculos XVI e XVII. O Esemble Barroco Sonoro Ofício da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) trouxe a música barroca do cenário nordestino. O espetáculo durou cerca de 1 hora e meia. Segundo Paulo Cassa, coordenador geral do evento, é surpreendente o número de pessoas que prestigiaram a primeira noite. “O público da música antiga já é segmentado e nós conseguimos

levar ao teatro muita gente curiosa para conhecer melhor o estilo. Este é um dos nossos objetivos, formar público para a música historicamente informada”, comenta. Na programação de ontem, o músico Guilherme de Camargo, da Escola de Música do Estado de São Paulo (EMESP) apresentou o solo ‘Música Francesa para Alaúde’. Trata-se de um instrumento de cordas que surgiu na Pérsia do século VII. “O recital é feito apenas com o alaúde renascentista. Eu fiz algumas alterações para não fazer somente a música francesa eu procurei tornar o programa um pouco mais diversificado, tem música inglesa, com outra conotação. A ideia do recital de hoje é mostrar um timbre diferente com o resgate à atenção do públi-

Guilherme Camargo e César Villavicencio, ambos de São Paulo

co, necessária para entender um concerto tão delicado”, explica.

Capacitação

Além de formar público a 1º Mostra de Música Antiga de Alegre tem ainda como objetivo capacitar os alunos da Emusp, formado por crianças e jovens de escolas públicas, que estão tendo a oportunidade de estar ao lado dos melhores músicos do segmento no país. Segundo o Maestro da

Emusp, Fábio Coruja, eles participam de palestras e workshops para enriquecer o conhecimento. “Os meninos poderão assistir, estudar e tocar com o melhores da área, o que está deixando todos em êxtase”, diz. O evento tem patrocínio do Governo do Espírito Santo através da Secretaria de Cultura (Secult). A boa notícia é que a 2º Mostra está confirmada para 2015. “Conseguimos aprovar o projeto para o orçamento do Governo do

Estado. Já fechamos o próximo ano e contamos com as parcerias dos músicos que participaram da 1ª Mostra”, comenta Paulo Cassa. Os ingressos para a 1º Mostra de Música Antiga estarão disponíveis na porta do Teatro Municipal Virgínia Santos, para serem retirados de forma gratuita, uma hora antes do evento. O restante da programação também está aberta ao público. Informações (28) 3552-0754 e 99908-7995 // emusp@hotmail.com.


10

Sテ。ADO / DOMINGO, 29 e 30/03/2014 CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIテグ SUL

www.AQUIES.com.br


www.AQUIES.com.br

Sテ。ADO / DOMINGO, 29 e 30/03/2014 CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIテグ SUL

11


12

Sテ。ADO / DOMINGO, 29 e 30/03/2014 CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIテグ SUL

www.AQUIES.com.br


www.AQUIES.com.br

Sテ。ADO / DOMINGO, 29 e 30/03/2014 CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIテグ SUL

13


14

SÁBADO / DOMINGO, 29 e 30/03/2014

segurança

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

Motociclista morre ao tentar fazer ultrapassagem

Divulgação

»» O acidente acontece na avenida Jones dos Santos Neves, uma das mais movimentadas da cidade ALISSANDRA MENDES

alissandrapmendes@yahoo.com.br

Na tarde de ontem, o motociclista Marcus Vinicius Pinheiro Lima, 23 anos, morreu após tentar fazer uma ultrapassagem, na avenida Jones dos Santos Neves. O acidente aconteceu, na altura do bairro Caiçara, por volta das 13h30. Parte do trânsito no local teve que ser

desviado por causa do acidente. De acordo com informações da Polícia Militar, Marcus seguia no sentido Cachoeiro x Alegre, quando tentou ultrapassar o caminhão que estava à sua frente. O caminhão reduziu a velocidade para fazer uma conversão à esquerda. Neste momento, o motociclista bateu na lateral do caminhão, que

passou por cima do motociclista. O motorista do caminhão, Albertino Rodrigues Júnior, 29 anos, foi encaminhado para ao Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) de Cachoeiro de Itapemirim, prestar depoimento. O corpo de Marcus foi encaminhado ao Serviço Médico Legal (SML) de Cachoeiro de Itapemirim.

Marcus Vinicius Pinheiro Lima morreu após bater na lateral de um caminhão

VARGEM ALTA

Sargento da Polícia Militar é acusado de matar namorado e de instigar outro jovem a cometer suicídio Elimar Côrtes

http://elimarcortes.blogspot.com.br

A investigação de um suposto suicídio, ocorrido na noite de 9 de novembro de 2012, na localidade de Posto Dantas, em Vargem Alta, sofreu uma reviravolta. A Polícia Civil descobriu que o adolescente Alexander Malanquini Cristo, de 16 anos, que saiu de casa, no bairro Abelardo Machado, em Cachoeiro de Itapemirim, para conviver com o sargento da Polícia Militar Almir Pellanda, 50 anos,

foi vítima de assassinato. A reviravolta foi possível por causa da investigação efetuada pela equipe do delegado José Rafael Machado, que descobriu mais: dias depois da morte de Alexander, o militar teria instigado outro jovem, de 17 anos, a cometer suicídio. O rapaz, com quem o sargento teria passado a conviver após a morte de Alexandre, tomou chumbinho, veneno normalmente usado contra ratos, mas sobreviveu. Por conta do primeiro caso, o sargento PellanReprodução

A investigação de um suposto suicídio, ocorrido na localidade de Posto Dantas, em Vargem Alta, sofreu uma reviravolta

da se encontra preso na carceragem do Quartel do Comando Geral da Polícia Militar, em Vitória, por determinação do juiz José Flávio D’Angelo Alcuri, da Vara Única de Vargem Alta. O magistrado, inclusive, já abriu processo contra o sargento, atendendo solicitação do Ministério Público Estadual, que ofereceu denúncia contra Almir Pellanda. Assim, o militar poderá ir a júri popular pela acusação de assassinato. O delegado José Rafael assumiu as investigações da morte do jovem Alexander em abril de 2012, cinco meses após a tragédia. Viu que a arma usada no crime foi uma pistola ponto 40, pertencente à Polícia Militar. Com a quebra do sigilo telefônico determinado pela Justiça e depois de rastrear mensagens entre o Almir Pellanda e Alexander em redes sociais, por ordem judicial, o delegado descobriu haver um relacionamento amorosos entre os dois: “O sargento Pellanda é casado no papel com uma

mulher, mas separado em termos de corpos. Passou a conviver com o jovem Alexander, que saiu da casa dos pais. Foram morar numa propriedade em Vargem Alta, pertencente aos pais do Pellanda”, relatou o delegado.

Relacionamento

O adolescente Alexander, no entanto, teria descoberto que o sargento estaria mantendo relacionamento amoroso com outro jovem. Numa crise de ciúmes no dia 9 de novembro de 2012, o adolescente discutiu com Pellanda, ameaçando ir embora de volta para Cachoeiro. De acordo com o delegado José Rafael, nessa discussão o sargento teria agredido o jovem com uma coronhada na cabeça – usando a pistola ponto 40 da Polícia Militar. A marca da agressão, de acordo como delegado, foi constada pela perícia do Departamento de Criminalística da Polícia Civil. “Diante dos fatos e novos indícios, realizamos uma reconstituição, em

que concluímos que o jovem não teve como atirar contra a própria cabeça. O tiro, de acordo com os trabalhos da perícia, foi efetuado por outra pessoa”, afirmou o delegado José Rafael. Ainda segundo o delegado, sempre que ouvido pela Polícia Civil, o sargento Almir Pellanda nega ter matado o jovem Alexander. Porém, confirmou, no segundo depoimento dado ao delegado de Vargem Alta, que mantinha “um relacionamento amoroso” com o jovem, depois que rompeu o casamento com uma mulher. Segundo o delegado José Rafael Machado, laudos da perícia apontam que o sargento teria dificultado o trabalho da polícia, alterando o local do crime, mudando o corpo do rapaz do lugar e forjando suicídio. “A versão dele veio por água abaixo após provas periciais. Não temos dúvida de que o rapaz foi assassinado. Não cometeu suicídio, conforme alegou na ocasião o suspeito”, afirmou o

delegado. Segundo José Rafael, logo depois da morte de Alexander, o sargento Almir Pellanda teria conhecido outro jovem, de 17 anos, com quem “passou a ter um relacionamento amoroso”. Esse outro adolescente, segundo o delegado, teria tentado se matar, tomando chumbinho. O jovem teria sido instigado a praticar suicídio pelo sargento Pellanda, conforme informação do delegado José Rafael, que está concluindo o inquérito para indiciar o militar no artigo 122 do Código Penal Brasileiro. Este caso está também sob análise do Ministério Público Estadual. No momento, o juiz José Flávio D’Angelo Alcuri, atendendo solicitação do delegado José Rafael, determinou a quebra do sigilo dos dados cadastrais telefônicos de Almir Pellanda e do jovem que se salvou da morte “com o fim específico de fornecer a este Juízo as contas reversas das referidas linhas e os respectivos IMEIs dos aparelhos celulares”.


SÁBADO / DOMINGO, 29 e 30/03/2014

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL

ESPORTES

15

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

Líder isolado, Estrela do Norte enfrenta hoje o Vitória

»» A equipe viajou na tarde de ontem, e antes, pela manhã, realizou o último treino antes de embarcar para a capital

ALISSANDRA MENDES

alissandrapmendes@yahoo.com.br

O Estrela do Norte, líder isolado do Campeonato Capixaba, com quatro pontos à frente do segundo

colocado, o São Mateus, vai até a capital do estado para enfrentar, hoje à tarde, a equipe do Vitória-ES. O jogo acontece às 15h00, no estádio Salvador Costa. A delegação estrelense via-

PRÓXIMOS JOGOS: Hoje Vitória x Estrela do Norte – 15h00 – Estádio Salvador Costa (Vitória) São Mateus x Colatina – 17h00 – Sernamby (São Mateus) Amanhã Castelo x Linhares – 15h00 – Estádio Emílio Nemer (Castelo)

jou na tarde de ontem, mas antes, pela manhã, os jogadores realizaram o último treino no estádio Mário Monteiro, o Sumaré. A expectativa da equipe é voltar para casa com mais três pontos. Na última rodada, a equipe alvinegra empatou em 1 x 1 com o Linhares. O resultou manteve a equipe do sul do estado na primeira colocação com 20 pontos, quatro à frente do segundo colocado, o São Mateus, que soma 16 pontos na competição. Para esse confronto, a novidade no time estrelense deve ser a estreia do atacante Ernandes, filho do

O time estrelense viajou na tarde de ontem, mas antes, na parte da manhã, realizou o último treinamento

ex-jogador Mirandinha, que atuou no Corinthians e no São Paulo na década de 70, e acertou com o Estrela na semana passada. O jogador de 1,86m e 76kg, já está à disposição do técnico Wagner Oliveira. Ernandes estava no Urso, do Mato Grosso do Sul, e já teve passagens pelo futebol asiático, onde jogou na Síria, Mianmar, Kuwait.

Castelo

O Castelo FC folgou na última rodada do Campe-

onato Capixaba e, retorna amanhã aos gramados. A novidade é a estreia da equipe na competição jogando em casa, no estádio Emílio Nemer. Até agora, os mandos de campo da equipe castelense eram no estádio Almiro Ofranti, em Vargem Alta. O estádio passou por obras para receber os jogos. “A primeira parte da obra da arquibancada está pronta, inclusive com um alambrado separando o restante do serviço que vem sendo

executado, para garantir a segurança dos torcedores, afastando-os do canteiro de obras”, disse o secretário Municipal de Esportes, Henrique Frauches. Com a vitória da Desportiva Ferroviária no meio de semana, o Castelo deixou o G-4, zona de classificação para a fase semifinal, e ocupa agora a quinta colocação, com 13 pontos, mesmo número da Desportiva. Para voltar ao G-4, a equipe do sul recebe o Linhares, às 15h00.

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

Cachoeiro pode voltar ao G-4 hoje se vencer o Serra O Cachoeiro FC entra em campo hoje pela Série B do Campeonato capixaba e uma vitória diante do Serra, crava o retorno da equipe ao G-4, zona de classificação para as semifinais. O jogo acontece às 15h00, no estádio Almiro Ofranti, em Vargem Alta. Na última rodada, a equipe do sul venceu o Tupy-ES por 2 x 1 e subiu para a quinta colocação na tabela de classificação, com um ponto atrás do próprio Tupy-ES, quarto colocado. Com um jogo a menos, a equipe cachoeirense já volta a sonhar com uma vaga na fase semifinal.

Unidos de Calçado

Já o Unidos de Calçado recebe o Gel amanhã, às

15h00, no estádio Ernesto Campos da Fonseca, em São José do Calçado, e precisa da vitória. A equipe é a penúltima colocada na tabela de classificação com apenas cinco pontos, um à frente do último colocado, o Gel, seu adversário. Na última rodada, a equipe foi derrotada por 2 x 1 para o Serra e como se não bastasse, sofreu outra derrota fora das quatro linhas. A Federação Capixaba de Futebol (FES) declarou o TupyES como vencedor do confronto, válido pela nona rodada da Série B do Campeonato Capixaba 2014. A partida não aconteceu porque a ambulância não estava equi-

pada com desfibrilador e médicos. Baseada no parágrafo primeiro, do Art. 45 do Regulamento da Segundinha, a entidade homologou o resultado de 3 x 0 em favor do Tupy-ES por entender que o Unidos, mandante do confronto, era o responsável pelo veículo devidamente equipado.

Atlético-ES

Depois de sofrer a primeira derrota na competição diante do Rio Branco na última rodada, o Atlético de Itapemirim enfrenta hoje à tarde o Sport-ES de Domingos Martins. O jogo acontece às 16h00, no estádio José Olívio Soares, em Itape-

divulgação

mirim. Com 20 pontos na competição, a equipe do sul do estado precisa da vitória para não ser alcançado pelo Rio Branco, vice-líder com um ponto a menos. Além disso, o time da capital tem um jogo a menos e pode passar a equipe do sul do estado se vencer os próximos confrontos.

PRÓXIMOS JOGOS: Hoje Cachoeiro FC x Serra – 15h00 – Estádio Almiro Ofranti (Vargem Alta) Atlético-ES x Sport-ES – 16h00 – Estádio José Olívio Soares (Itapemirim) Amanhã Rio Branco x Tupy-ES – 10h00 – Estádio Salvador Costa (Vitória) Unidos de Calçado x Gel – 15h00 – Estádio Ernesto Campos da Fonseca (São José do Calçado)


16

Sテ。ADO / DOMINGO, 29 e 30/03/2014 CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIテグ SUL

www.AQUIES.com.br


Edição 863