Issuu on Google+

www.aquies.com.br

»» @folhadocaparao

geraldo azevedo

»» facebook.com/grupofolhadocaparao

em cachoeiro

APENAS

1,00

domingo, 23/06/2013 | DIÁRIO | ANO 3 | N° 652 |

divulgação

R$

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL

litoral com opções culturais no inverno

PATRÍCIA BARCELOS

ESPECIAL | Págs 10 e 11

»» reportagem especial mostra que anchieta oferece aos turistas ATRAÇÕES durante todo o ano, entre elas, destaque para a poesia de marco antonio de souza soledade, o ‘durinho’

fotos: alissandra mendes

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

DEPUTADO PROMOVE CURSO PARA DEFICIENTES VISUAIS GERAL | Pág 09

fotos: fernando guimarães

MARATAÍZES

“PAREM DE FALAR MAL DA ROTINA” COM ELISA LUCINDA EM CACHOEIRO saulo fernandes e thiaguinho no planeta alegre, em julho

POPULAÇÃO DO SUL DO ESTADO VAI ÀS RUAS

PARA MAIS UM DIA DE MANIFESTAÇÕES

»» EM CACHOEIRO, DE ACORDO COM A POLÍCIA MILITAR, O PROTESTO REUNIU CERCA DE TRÊS MIL PESSOAS, E EM MARATAÍZES, APROXIMADAMENTE 300 PROTESTARAM CONTRA A CORRUPÇÃO CIDADES | Pág 04

FOTOS: divulgação

os ingressos para pista JÁ ESTÃO NO SEGUNDO LOTE


02

OPINIÃO

DOMINGO, 23/06/2013

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL

EU ME LEMBRO

alexandre garcia

(histórias da minha vida em Cachoeiro)

»» por Ruy Guedes - ruy_guedes@hotmail.com

UMA VOLTA ÀS RAÍZES? 5

PRIMAVERA BRASILEIRA

Estamos, hoje, no limiar das comemorações de mais um “Dia de Cachoeiro”, cuja programação terá início na próxima quarta-feira, dia 26, com a chegada do médico José Sérgio Franco, o Cachoeirense Ausente Nº 1 de 2013, ano que ficará marcado na história da cidade pela tentativa de volta, ainda que extremamente tímida, às raízes de nossa festa máxima.

Ainda está difícil de antecipar o que pode mudar no Brasil por essas manifestações nas capitais brasileiras, que se estenderam além-mar: Nova Iorque, Dublin, Berlim... Vi uma faixa que dizia: População passiva = corrupção ativa. Seria um início de um movimen- públicos; apenas protestava contra os to anti-passividade? Outras faixas são gastos. A repressão estendeu-se à Quincontra o preço das passagens de ônibus. ta da Boa Vista, atingindo famílias que Copa das Confederações e ônibus esta- estavam no parque. Como o pão que riam disparando o gatilho de algo que cresce ao ser sovado, a reação da polícia está preso na garganta dos brasileiros fez aumentar as manifestações. Na semais inquietos e menos passivos? No gunda-feira, Avenida Rio Branco cheia, exterior, as manifestações ousaram su- a manifestação foi maior que aquela que gerir que é a primavera brasileira, como ajudou a derrubar o presidente Goulart, um sinal de despertar, desabrochar, um em 1964. As imagens da invasão da Asflorescimento. Será assim ou é apenas sembléia Legislativa do Rio percorremais um movimento cíclico que logo ram o mundo e encerraram a Copa das vai passar, quando passar a oportunida- Confederações. Em São Paulo, nunca se de da Copa, neste país ciclotímico? viu nada igual. A presidente concedeu A presidente foi vaiada três vezes. O uma declaração do óbvio: manifestação microfone de som ambiente só ficou pacífica é da democracia. Está na Consligado na tribunal tituição a garantia oficial, registrande reunião sem ardo os aplausos de mas. Mas será que primeiro plano. Só ela - e os nossos As imagens da inquem esteve no esrepresentantes no vasão da Assembléia tádio pôde sentir o Congresso - vão reLegislativa do Rio tremor da vaia de fletir sobre o que os quase 70 mil pessojovens estão esfrepercorreram o mundo as. No dia anterior, gando na cara dos e encerraram a Copa a presidente havia mandatários e dos das Confederações. Em afirmado no Rio, indiferentes? São Paulo, nunca se que, como o Brasil Destruir patrivai muito bem, as mônio público e viu nada igual. A precríticas são “teragredir autoridade sidente concedeu uma rorismo informapolicial é crime. declaração do óbvio: tivo”. Do lado de Mas não é crime a fora do estádio, a manifestação pamanifestação pacífica é PM dispersava com cífica, sem armas, da democracia. balas de borracha, em locais abertos bombas de gás, caao público, como valos e motos, algarante o artigo gumas centenas de 5º, XVI, da Consjovens que protestavam contra os gas- tituição. A Polícia Civil de Brasília, tos da Copa, lembrando da falta que uma das melhores do país, apurou que fazem os recursos para a saúde, edu- houve pagamento para os manifestancação, segurança pública e transporte tes do Movimento Sem Teto, que queiurbano. O governador disse que eles maram pneus interrompendo o Eixo “não têm causa, não têm bandeira”. Na Monumental e derretendo o asfalto na segunda-feira, quando os manifestantes sexta-feira. E apontou como organizaocuparam a rampa e a plataforma do dores três assessores da Presidência da Congresso, não houve repressão. Seria República e um da Procuradoria Geral o estádio mais importante que o Con- da República. Depois o governo de Bragresso Nacional? sília voltou atrás e só vai indiciar um No Rio, perto do Maracanã, no do- – o que se demitiu semanas antes. Os mingo, a ação policial também disper- outros, disse o Secretário de Segurança, sou uma manifestação que, como a de só encorajaram a manifestação ilegal. Brasília, não agredia pessoas ou bens Que estranho!

O “encolhimento” do programa que “se não tivesse a Exposição Refoi motivado pela falta de verbas na gional Agro-Pecuária, não teríamos a prefeitura. Melhor assim. Tomara que Festa de Cachoeiro!”. A que ponto este fato norteie a todos em direção chegamos! Quer dizer que o “resde um movimento saudável visando, to” da programação não vale nada?! tão somente, o retorno das mais legí- Nada tenho contra a Exposição, mas timas tradições que cercam esta come- já passou da hora dela ser realizada moração. Que a volta do dinheiro aos FORA dos festejos da cidade. E o sucofres municipais nos próximos anos cesso da festa não depende da Exponão venha conspurcar, tal como acon- sição. Houve, aqui, uma progressiva tecia anteriormente, esta festa que e dolorosa inversão de valores que deveria ser simples em sua essência e agora, felizmente, está sendo corrilegítima no seu significado. Nada de gida. E esperamos que este processo suntuosidade ou de desperdícios. Bas- tenha continuidade, corajosa e prota, apenas, fraternidade e emoção. gressivamente, nos próximos anos. Se a situação anterior voltasse A Exposição pode e deve ser realiseria um retorno zada, anualmente, eivado de extreem 25 março, por ma covardia e abexemplo, quando soluto desprezo comemoramos a A que ponto chegapor tudo aquilo emancipação pomos! Quer dizer que o com que sonhou lítica do municí“resto” da programaNewton Braga ao pio. ção não vale nada?! criar nossa festa Em 2006 a premaior, tão descafeitura, através da Nada tenho contra racterizada nas úlSecretaria de Cula Exposição, mas já timas décadas ao tura, promoveu passou da hora dela sabor da vaidade uma programação ser realizada FORA dos políticos, do cultural na praça desperdício das Jeronimo Monteidos festejos da cidaverbas públicas, ro com apresende. E o sucesso da da demagogia batação de Grupos festa não depende da rata que contamiFolclóricos, Fannou até a escolha farras Escolares, Exposição. (através de “eleiGeraldo Azevedo, ção” com ínfima Orquestra Tupy, participação pobanda Mundo & pular) do CachoCia., Serenata do eirense Ausente Nº 1 e da vulgari- Amor e Clube do Choro. Tudo isto zação dos eventos programados com com baixo custo e numeroso público, a inserção de inaugurações de obras. de TODAS as faixas etárias, provanListamos, em nosso último artigo, do que o cachoeirense prestigia boas algumas iniciativas de baixo custo e iniciativas. Que nossas autoridades alto significado cultural, tradicional não esmoreçam, nem se deixem see afetivo, cuja simplicidade as torna duzir diante da tentação de voltar a facilmente realizáveis, uma vez que produzir uma “falsa” Festa, gastando voltam a enfatizar a participação po- o que não podem (para encher os pular, através de entidades represen- bolsos dos empresários artísticos e tativas da nossa sociedade, aliviando picaretas afins) em detrimento dos os encargos hoje totalmente banca- reais valores que caracterizaram sua dos pela municipalidade. programação desde a primeira vez Ouvi certa vez, uma pessoa dizer em que foi realizada.

FALE COM A REDAÇÃO: (28) 9904 7726

jornalismo.aquinoticias@gmail.com

ANUNCIE / ASSINE: (28) 3521 7726 / 3036 2960

EXPEDIENTE

Colaboradores: Alexandre Garcia, Ewerton Miranda

DIRETORIA GERAL: Elias Carvalho e Jaísa Kleim EDITOR DE CRIAÇÃO E ARTE: Carlos Guilherme Gomes Serrano Repórteres: Alissandra Mendes, Filipe Rodrigues DiagramadorES: Carlos Guilherme Gomes e Marcelo Lopes Mothé

E-mails: atendimento.aquinoticias@gmail.com; publicidadefolhadocaparao@gmail.com; jornalismo.aquinoticias@gmail.com;

Tréggia, Guilherme Gomes, Luciana Fernandes, Ramon Barros, Ricardo Lemos, Ruy Guedes, Sérgio Neves, Sérgio Oliveira, Wagner Medeiros Junior.

Circulação: ES - Afonso Cláudio, Alegre, Alfredo Chaves, Anchieta, Apiacá, Atílio Vivacqua, Bom Jesus do Norte, Brejetuba, Cachoeiro de Itapemirim, Castelo, Conceição do Castelo, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Ibatiba, Ibitirama, Iconha, Irupi, Itapemirim, Iúna, Jerônimo Monteiro, Marataízes, Mimoso do Sul, Muniz Freire, Muqui, Piúma, Presidente Kennedy, Rio Novo do Sul, São José do Calçado, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante.

atendimento.aquinoticias@gmail.com

GRUPO FOLHA DO CAPARAÓ DE COMUNICAÇÃO LTDA- ME CNPJ: 10.916.216.0001-55. AV. GOVERNADOR CRISTIANO DIAS LOPES FILHO, 75, GILBERTO MACHADO, CEP 29.303-320, Cachoeiro de Itapemirim-ES. Anexo a GrafBand. Tel: (28) 3521 7726

As matérias assinadas publicadas neste jornal, necessariamente não traduzem a opinião do próprio jornal. A veracidade das informações publicitárias veiculadas é de responsabilidade de quem as patrocina (anunciante). A legislação não impõe ao órgão que veicula o anúncio (jornal) a obrigatoriedade de verificação e comprovação da fidedignidade e correção destes anúncios. Fonte: STJ (Superior Tribunal de Justiça).


www.AQUIES.com.br

COLUNA DO DADÁ

DOMINGO, 23/06/2013 CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL

OPINIÃO

03

Evandro coelho de lima

José Carlos Gualberto

MOMENTO OPORTUNO A instabilidade econômica que se abateu sobre a zona do Euro nos últimos anos conseguiu alastrar suas consequências para todo mundo, pincipalmente aqui pelas bandas da América do Sul.

No Brasil, apesar de o governo ter tantes, entretanto, quando a sociedade tentado acalmar o mercado nos últimos liga a televisão e ouve falar das cifras asmeses com promessas de que a crise da tronômicas que tem saído dos cofres púEuropa não atingiria nossa economia, blicos para serem gastos nos eventos, que não teve jeito! Os impactos econômi- serão pagos com dinheiro de impostos cos da catástrofe vinda da zona do euro que nós pagamos, ai o povo se irrita, não estão mais do que latentes, visíveis, e, que o esporte não seja importante, mas, sobretudo, impactantes no bolso do que gastem estas cifras também na edutrabalhador brasileiro. cação, saúde e segurança, por exemplo, O fato é que a situação econômica do se não tem os mesmos recursos para estas país já dava demonstração de preocu- esferas, que mandem a copa do mundo pação desde que foi constatada a baixa “pra casa do chapéu”, melhor ter saúde do Brasil no ranking das dez maiores do que ter copa do mundo, de pão e cireconomias do mundo, ou seja, o gover- co, o povo já está saturado. no brasileiro perdeu A verdade é que as posição para a Inglacoisas só acontecem terra e dificilmente quando o povo vai irá retomar, isto porpara as ruas protesA verdade é que as que, a economia eutar, e ai vem a FIFA coisas só acontecem ropeia já dá sinais de e a CBF dizer que quando o povo vai desafogo, enquanto tem que ter corpara as ruas protesque no Brasil, a coidões de isolamento tar, e ai vem a FIFA sa anda tensa. de “sei lá quantos Economistas já metros” à beira dos e a CBF dizer que previam a situação estádios nos dias de tem que ter cordões vivenciada hoje pejogos. Pros diabos de isolamento de “sei los brasileiros, até FIFA e CBF! Duas lá quantos metros” à porque, dificilmenentidades corruptas, beira dos estádios nos te o governo consesó o que Ricardo dias de jogos. Pros guiria conter os imTeixeira roubou nespactos uma vez que, ta CBF durante seus diabos FIFA e CBF! não se preparou da mandatos, dá para forma correta. O arcar com todas as fato é que a dona de despesas da copa do casa, que é o termômetro da nossa eco- mundo e sobra, e o povo não pode chenomia, tem sentido na pele, ou melhor, gar até os estádios para protestar? Repino bolso a alta dos preços. Lá se foi o to, Pros diabos FIFA e CBF! Precisamos tempo em que a gente “ia no armazém é de saúde, educação e emprego. do seu Manoel com um tostão e trazia São nos grandes eventos que o um quilo de feijão” como diz a música, povo percebe o momento oportuno agora, se a senhora não levar, no míni- para chamar a atenção das autoridamo, seis reais, terá que comprar feijão de des públicas para nosso sofrimento. terceira e olhe lá! Portanto, o momento é oportuno, Evidentemente que tudo passaria “ba- o mundo lá fora precisa saber que tido”, digo, sem protestos, se não estivés- “existe pecado no lado de baixo do semos às vésperas da copa do mundo e equador”, a corrupção e a miséria! em meio a copa das confederações, talvez Então temos que protestar sim, mas, não houvesse inspiração para os manifes- sem violência e sem vandalismo!

As propostas de submissão do Judiciário ao Legislativo Charles-Louis de Secondat, barão de La Brède e de Montesquieu, em sua obra famosa,LEsprit des lois, O Espírito Das Leis, nos idos de 1748, já concebia, para uma democracia, a chamada tripartição dos poderes.

Segundo esta concepção, os poderes sentido, possui clareza solar, não permido Estado, Executivo, Legislativo e Judi- tindo interpretação diversa. Se devidaciário, conviveriam independentes e de mente fundamentada pelo Judiciário, forma harmoniosa entre si (artigo 2º da não há como se questionar a perda de Constituição Federal de 1988). mandato decorrente de sentença penal Com o propósito de se tentar estabe- condenatória. lecer como efetivo Poder da República Quando digo que as propostas de se (para o qual foi relegado em razão de sua garrotear o Judiciário não são recentes, submissão ao Executivo, sabe-se lá o mo- é porque constato que existe também, tivo), o Legislativo investe, agora, contra em cogitação no Congresso, outro a soberania do Poder Judiciário. Segundo projeto em que se pretende conferir tal pretensão, decisões da Corte Suprema mandato fixo aos integrantes do Suseriam submetidas à apreciação da casa premo Tribunal Federal. Outra excreslegislativa. cência, se analisada Tal proposição, a partir das origens como se sabe, vem de nosso sistema recebendo severas jurídico, uma vez Quando digo que as críticas não só da que a vitaliciedapropostas de se garroMagistratura, mas de é essencial para tear o Judiciário não também de juristas, o exercício pleno são recentes, é porque intelectuais e, acreda Magistratura dito, de todo brae, de resto, para se constato que existe sileiro que possua preservar a demotambém, em cogirelativo bom senso. cracia nesta terra tação no Congresso, Afinal, representa brasileira. outro projeto em que verdadeira e efetiva Da mesma forse pretende conferir violação ao sagrado ma, não se pode comandato fixo aos inprincípio da tripargitar de retaliação ao tição dos Poderes. Ministro Joaquim tegrantes do Supremo Alegar-se que Barbosa, em razão Tribunal Federal. a proposição seja de seus destemperos uma retaliação ao verbais. Os exageros julgamento do tal e deselegâncias dele de “mensalão”, não não podem, e nem me parece uma boa justificativa. Ini- devem, comprometer o verdadeiro sencialmente, porque percebo, sem maior tido da democracia no país. investigação, que a ideia não é assim tão Por fim, e voltando ao julgamento do recente. E depois, porque a cassação ime- mensalão, não há como deixar de mendiata do mandato dos condenados no cionar notícia pela qual o ex-governador referido julgamento, é uma decorrência Olívio Dutra, ao vivo em um programa de simples aplicação do Código Penal. de rádio, teria aconselhado o Deputado Nada mais do que isso. José Genuíno, também condenado no Acredito, em verdade tenho certeza, referido julgamento, a renunciar: “Geque os senhores legisladores, vários deles nuíno, lembre-se de seu passado glorioso bacharéis, possuem conhecimento disso. (foi preso e torturado no regime militar), O artigo 92, I do Código Penal, em tal e saia daí. Você já foi condenado...”


04

CIDADES

DOMINGO, 23/06/2013

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL

REGIONAL

Manifestações continuam no sul do estado

» » Em Marataízes e Cachoeiro o protesto reuniu mais de três mil pessoas nas ruas para uma manifestação pacífica ALISSANDRA MENDES

alissandrapmendes@yahoo.com.br

A população de vários municípios do sul do estado foi às ruas ontem, para mais um dia de protestos contra a corrupção e pedi-

dos de saúde e educação. Cachoeiro de Itapemirim, Marataízes, Guaçuí, Piúma e Venda Nova do Imigrante tiveram manifestações pacíficas. O Cachoeiro, o movimento sem partido e sem

coordenador, reuniu cerca de três mil manifestantes, de acordo com dados da Polícia Militar. O protesto teve início às 12h00 em frente ao Teatro Municipal Rubem Braga. Os manifestantes segui-

ram pelas ruas do centro da cidade até a prefeitura de Cachoeiro, onde ficaram concentrados. Todo o trajeto, que foi acompanhado pela Polícia Militar, os manifestantes cantaram o Hino Nacional e con-

tinuaram com gritos de ordem. Muitos cartazes e faixas mostravam a indignação da população com o transporte público, saúde e educação. Um grupo de manifestante seguiu até

a casa do prefeito Carlos Casteglione, na Rua 25 de Março. Onde também fizeram pedidos de mais investimentos no transporte público, saúde e educação. O protesto foi encerrado por volta das 14h30. fotos: alissandra mendes

Protesto em Marataízes Em Marataízes, o protesto reuniu cerca de 300 pessoas, segundo a Polícia Militar. Com cartazes e faixas eles pediam o fim da corrupção

e mais investimentos na área da saúde e da educação. A passeata saiu da Barra em direção ao centro da cidade. Confira as fotos:

fotos: fernando guimarães


DOMINGO, 23/06/2013 CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL

05

DIÁRIO | Ano 3 | n° 652 Cachoeiro de Itapemirim e Região Sul www.aquies.com.br

»» @folhadocaparao

»» facebook.com/grupofolhadocaparao

Geraldo Azevedo se apresenta em Cachoeiro no dia 12 de julho

»» O show acontecerá no Unimed Hall e as mesas começam a ser vendidas no dia 30 de junho. Os valores ainda não foram divulgados alissandrapmendes@yahoo.com.br

O cantor e compositor Geraldo Azevedo ser apresenta em Cachoeiro no dia 12 de julho, no Unimed Hall. As mesas para o show começam a ser vendidas no dia 30 de junho e os valores ainda não foram divulgados pela organização. Acompanhado de seu violão, Geraldo Azevedo, um dos grandes parceiros de Zé Ramalho e Alceu Valença, irá

apresentar os seus m a i o re s sucessos, entre eles “Táxi lunar”, “Bicho de sete cabeças” e “Caravana”. E para embalar os apaixonados, as canções mais românticas como: “Dia Branco”, “Chorando e Cantando” e

“Principio do Prazer”. Seu público, que vem se renovando a cada ano e que sempre aguarda ansiosamente pela apresentação do artista, terá o prazer de escutar algumas músicas que fazem parte de seu último trabalho: ‘Salve São Francisco’, lançado em 2011 e que concorreu no 12° Latin

divulgação

ALISSANDRA MENDES

Grammy. São canções inéditas e algumas regravações, todas elas exaltando a beleza e a importância do rio São Francisco que banha Petrolina, a terra natal de Geraldo, como “O Ciúme” (Caetano Veloso) e “Riacho do Navio” (Luiz Gonzaga e Zé Dantas).

Carreira

Geraldo Azevedo nasceu em 1945 e foi criado em Petrolina, uma pequena cidade às margens do Rio São Francisco, em Pernambuco. Músico autodidata, aos 12 anos ele já tocava violão. Mudou-se para Recife em 1963 e lá se juntou a um grupo folclórico intitulado Grupo Construção onde encontrou pela primeira vez Teca Calazans e Naná Vasconcelos. Em 1967 conheceu Eliana Pittman, que o levou como músico acompanhante ao Rio de Janeiro onde se tornou conhecido como compositor e instrumentista versátil; em seguida juntou-se a Naná Vasconcelos, Nelson Ângelo e Franklin para formar o Quarteto Livre, grupo que acompanhou Geraldo Vandré

em seus shows até a época em que, devido a problemas políticos com o governo militar, Vandré teve que deixar o país e o grupo se dissolveu. Geraldo participou com Alceu Valença de um festival de música onde defenderam a canção “78 Rotações”. Era o início de uma carreira que iria dar bons frutos, e que conduziu os artistas ao Festival Internacional da Canção do Rio de Janeiro em 1972 com “Papagaio do Futuro”. Juntamente com o lendário cantor popular Jackson do Pandeiro, eles tiveram uma notável apresentação no Festival, e foram contratados pela Gravadora Copacabana; seu disco de estréia, “Alceu Valença & Geraldo Azevedo”, foi lançado no mesmo ano. Nos anos seguintes, enquanto Alceu Valença seguia carreira solo, Geraldo compôs para a trilha sonora do filme “A noite do espantalho”, de Sérgio Ricardo, e algumas de suas canções apareceram em novelas de TV, como “Gabriela” e “Saramandaia”, ambas de enorme audiência em todo o Brasil, e que ajudaram a divulgar seu nome como o de novo e promissor talento. Em 1975, Geraldo trabalhou na direção musical de uma peça teatral de Luiz Mendonça, “Lampião no Inferno”, e ali conheceu Elba Ramalho, uma atriz e cantora que, no futuro, iria gravar com sucesso muitas de suas canções. No ano seguinte saiu seu primeiro disco solo.

Em 1979 ele fez o LP “Bicho de sete cabeças” e compôs “Táxi Lunar” e “Bicho de sete cabeças”, que estão até hoje entre as suas melhores canções, e são invariavelmente incluídas em suas apresentações ao vivo. Geraldo estava entre o grupo de artistas brasileiros que foram para Angola no Projeto Calunga, e no ano seguinte lançou seu terceiro disco “Inclinações Musicais”. O disco seguinte veio em 1982: “For all para todos”. A canção título se refere à origem da palavra “forró”. Em 1984, Geraldo participou do Festival de Jazz de Montreux e fez turnê através da França e da Itália. No ano seguinte retornou a Suíça percorrendo várias cidades, e foi também a Moscou, onde participou do Festival da Juventude. Em 1985, Geraldo lançou seu quinto disco, “Tempo Tempero”. No mesmo ano foi gravado o seu primeiro e único disco ao vivo até agora. Em 1986, Geraldo apresentou-se no Uruguai, Martinica e em Caynne e fez uma extensa turnê pelo Brasil. Geraldo Azevedo participou do projeto ‘O Grande Encontro’, onde se reuniu a Elba Ramalho, Zé Ramalho e Alceu Valença, em discos e shows, respectivamente, de 1998 e 2000, os artistas se uniram mostrando clássicos de suas respectivas carreiras, além de recuperarem sucessos de mestres como Luiz Gon-

zaga, Geraldo Vandré e Trio Nordestino. ‘No Grande Encontro 3’, gravado ao vivo no Rio de Janeiro, participações especiais de Belchior, Lenine e Moraes Moreira alargaram as fronteiras musicais do disco, que se transformou numa celebração à vitalidade da música nordestina. No ano de 2009 lançou seu 1º DVD, ‘Uma Geral do Azevedo’ com seus maiores sucessos e músicas com a maioria dos seus parceiros, gravado ao vivo no Circo Voador (Lapa – Rio de Janeiro) com 12 músicos e um cenário todo feito a partir de desenhos do próprio Geraldo. Atualmente está lançando o CD e DVD Salve São Francisco, um projeto idealizado por Geraldo Azevedo que conta com as participações especiais de alguns dos mais talentosos artistas produzidos no país, como Dominguinhos, Alceu Valença, Maria Bethânia, Ivete Sangalo, Djavan, Moraes Moreira, Fernanda Takai, Roberto Mendes, Geraldo Amaral, Vavá Cunha e Márcia Porto. A produção musical ficou a cargo de Robertinho de Recife, a produção executiva é de Gabriela Azevedo e a direção de Lara Velho. Todas as suas faixas celebram a beleza e importância do rio São Francisco. Através das músicas, a conscientização ecológica a respeito da água, elemento essencial para a os seres vivos, é despertada.


06

DOMINGO, 23/06/2013

www.aquies.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL

Continua a venda de ingressos para o Planeta Alegre »» O evento acontece nos dias 19 e 20 de julho e terá como atração principal, Saulo Fernandes e Thiaguinho

ALISSANDRA MENDES

alissandrapmendes@yahoo.com.br

Se prepare para o conceito de um novo planeta! E você não precisa sair da órbita para encontrar o evento que vai parar a cidade de Alegre nas férias. Junte gente bonita, atrações nacionais e locais, uma cidade universitária e curtição. Vem aí nos dias 19 e 20 de julho o Planeta Alegre 2013. O 2º Lote passaporte pista por ser adquirido por: R$ 90,00 (meia) para os dois dias; individual pista: R$ 50,00 (meia) para um dia; passaporte área vip: R$ 120,00 (meia) para os dois dias; 1º Lote individual área vip: R$ 65,00 (meia) para um dia. E para essa primeira edição uma mistura de ritmos que promete parar o sul do Espírito Santo. Dia 19 de julho é dia de um dos maiores nomes do pagode no país, Thiaguinho. Líder por anos do Exaltasamba, o príncipe do pagode agora em voo alto na carreira solo, trará para Alegre, a nova fase da carreira e o show do primeiro CD e DVD ‘Ousadia e Alegria’. Sucessos como “Buquê de Flores” e “Sou o Cara pra Você” são canções garantidas no repertório. No dia 20 de julho é a vez do carismático e sempre que-

rido pelos capixabas, Saulo Fernandes. Em recente carreira solo, depois de 11 anos a frente da Banda Eva, gravou no mês de abril, o primeiro CD e DVD dessa nova fase, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves, em Salvador. Um novo show que o público poderá conferir de perto em julho no Planeta Alegre. Nomes capixabas também têm espaço no Planeta Alegre 2013. De Castelo para todo o Espírito Santo, Alex Campanha é o destaque regional destaque do dia 19 de julho. Sucesso com a música ‘Tô Na Sua’, Alex é sucesso nos principais eventos e casas de entretenimento da região. Já no segundo dia de evento, quem sobe ao palco, é a talentosa Michele Freire, sucesso como cantora e compositora. ‘A Lua Combinou’, é um dos seus grandes sucessos, que com certeza vai embalar o último dia do evento.

Atrações Nacionais

Saulo Fernandes e começou a carreira artística aos dezoito anos, em Vitória, cantando nos carnavais da cidade. De volta à Bahia, em 1996 montou a banda Chica Fé e recebeu o prêmio de cantor revelação do Carnaval de 2001. Em 2002, ingressou na Banda Eva no lugar da cantora Emanuelle

Araújo, o que acabou com uma hegemonia de quase 10 anos, quando somente mulheres cantavam na banda. Foram onze anos até a sua saída no carnaval deste ano, seguindo em carreira solo. A estreia da carreira solo foi em grande estilo. Saulo Fernandes gravou neste mês de abril o novo CD e DVD na Concha Acústica do Teatro Castro Alves, em Salvador. O show foi dividido em três partes. No primeiro, Raízes, foram músicas para dançar, exaltando o lado percussivo e africano do trabalho. Acompanhado de piano e cordas, Trovador foi o momento sentimental, embalado por hits românticos. Já na terceira parte, Da Massa, o baiano comandou uma “Pipoca da Concha”, colocando a plateia para pular. O show contou com as participações de Ivete Sangalo no sábado e do vocalista do Natiruts, Alexandre Carlo. Entre as canções que farão parte do novo repertório estão ‘Raiz de Todo Bem’, de autoria de Saulo, e ‘Bárbaro Doce Nego’, em parceria com os músicos Alcione Rocha, Adriano Gaiarsa, Ênio Taquari e Renan Ribeiro. Thiaguinho nasceu no interior de São Paulo e foi criado no Mato Grosso do Sul. Ele cresceu ouvindo música sertaneja, ritmo predominante na cidade onde morava. Conheceu o pago-

Saulo Fernandes e Thiaguinho serão as princiapais atrações do evento

de através de um tio e, desde então, traçou uma meta: ser músico, ou melhor, pagodeiro. Depois de nove anos à frente do consagrado grupo Exaltasamba, o cantor decola para uma nova fase em sua carreira. O primeiro trabalho solo, O CD e DVD Ousadia & Alegria já é sucesso em todo o país. O primeiro disco solo mescla pagode e samba com R&B, e música pop de forma natural, mostrando a diversidade do álbum. O repertório conta com 16 músicas inéditas, sendo todas composições de Thiaguinho. Entre as faixas estão as canções “Buquê de Flores” e “Sou o Cara pra Você”, que já ocupam os primeiros lugares das rádios de todo Brasil. Participações especiais dos cantores Alexandre Pires, Gilberto Gil, Ivete Sangalo e Luiza Possi, e do craque de futebol Neymar, que fez embaixadinhas durante a música “Ousadia e Alegria”, também são destaques desse trabalho. Thiaguinho, o menino que começou a compor para vencer a timidez, é considerado um dos principais artistas da música nacional, não só como cantor, mas também como compositor. Destaque para o sucesso da música ‘Fugidinha’, fenômeno mundial, interpretada pelo sertanejo Michel Teló.

Artistas capixabas

Nascida em Alegre, criada em Muniz Freire e pronta para conquistar o Brasil. Essa é cantora Michele Freire, que a cada dia vem alçando novos voos por meio da música. Atualmente ela esta a frente de dois projetos: um com a banda AM5 e o outro em apresentação solo. De sorriso largo e voz contagiante seu trabalho tem ganhado reconhecimento do público. A paixão pela música acompanha a cantora desde a infância por influência do irmão, que tocava violão e a ensinou a cantar. Aos 14 anos ganhou o primeiro festival de música na escola e desde então não parou mais. Sucesso com a música

SERVIÇO: Evento: Planeta Alegre Data: 19 e 20 de julho Horário: 21h00 (abertura dos portões) Local: Parque de Exposições ‘Geraldo Santos’ - Alegre 2º Lote passaporte pista: R$ 90,00 (meia) para os dois dias 2º Lote individual pista: R$ 50,00 (meia) para um dia 1º Lote passaporte área vip: R$ 120,00 (meia) para os dois dias 1º Lote individual área vip: R$ 65,00 (meia) para um dia OBS: Valores referentes a meia entrada. Esgotandose um lote automaticamente inicia-se outro.

Pontos de vendas: Alegre: -Tânea Modas -Estação do Corpo -Escritório BD Eventos e Mídia Guaçuí - Loja Laçarote Fashion Castelo -Tânea Modas Cachoeiro de Itapemirim - Loja Laçarote Fashion (Shop.Sul) Muniz Freire -Lan House Spaço Virtual Jerônimo Monteiro -Loja CR Sports Bom Jesus do Itabapoana/RJ - Loja Laçarote Fashion Espera Feliz/MG -Sorveteria Sol e Neve Vitória -Loja Vida Colorida - Shopping Vitória de própria autoria, “A Lua Combinou”, que teve quase mil acessos em menos de dois dias de postagem no Youtube, Michele Freire é uma das grandes promessas musicais do ES. Alex Campanha nasceu em Mundo Novo, comunidade de Castelo. O início de sua carreira profissional como músico foi em algumas bandas regionais do Espírito Santo. Em abril de 2011, ele lançou sua carreira solo. Com uma média de 15 shows por mês, Alex Campanha vem cantando e encantando por onde passa. A música “Tô Na Sua”, de autoria do cantor, ganha cada vez mais destaque em rádios da sua terra natal e em outros estados, como São Paulo, Pernambuco, Paraná, Goiás e Mato Grosso. Neste

último, já atingiu a marca da música mais ouvida da web rádio Giro Sertanejo, localizada na cidade de Villa Rica. No site Palco Mp3, Alex Campanha já é um dos cantores mais ouvidos e acessados do Espírito Santo, ficando em 24° em todo o estado e em 1° na cidade de Castelo. Além disso, também é sucesso nas redes sociais: tem mais de 15.000 seguidores no Twitter, dois perfis no Facebook destinados aos fãs e mais de 8.000 visualizações do vídeo oficial da música “Tô Na Sua” no Youtube. Esse é Alex Campanha, dono de uma voz singular e de uma habilidade ímpar com os instrumentos musicais que com muita humildade, simpatia, carisma e determinação, vem conquistando o Brasil.


DOMINGO, 23/06/2013

www.aquies.com.br

Decotada, Bruna Marquezine dá bom dia para seguidores em rede social

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL

Kate Moss é amparada ao deixar boate depois das cinco da manhã

Bailarina do Faustão posa sexy de biquíni e jaqueta

Nada como ser seguidor de Bruna Marquezine em seu perfil do Instagram e ganhar um bom dia da atriz com a foto abaixo, em que ela aparece linda e decotada. A imagem foi postada quando ela se arrumava para fotografar a nova campanha de verão da grife Myth e resolveu dar um “oi” para a galera. “Bom dia! Vamos trabalhar?”, escreveu a atriz na legenda da imagem.

07

Fernanda D’avila, uma das bailarinas do programa “Domingão do Faustão”, posou sexy só de biquíni, jaqueta e bota em fotos clicadas em Búzios, na Região dos Lagos no Rio de Janeiro. Nas fotos, ela aparece sorridente e exibe seu corpo sarado com um enorme urso de pelúcia.

Mais pra lá do que pra cá, Kate Moss precisou ser amparada pelo marido ao deixar uma boate em Londres, na Inglaterra, depois das cinco da manhã. Acompanhada de Jamie Hince, a modelo esteve na casa noturna Cafe de Paris, onde aconteceu um evento da fundação The Hoping.

Michael Jackson passou dois meses sem dormir de verdade, diz site

Alexandre Pato beija barriga de Barbara Berlusconi

Depois de terem assumido a reconciliação do namoro, Alexandre Pato aproveitou para curtir alguns dias de folga com a namorada, Barbara Berlusconi, na Itália e, em um dia na praia, uma foto levantou a suspeita de possível gravidez dela. Tudo porque durante o passeio o jogador se abaixou para beijar a barriga da namorada.

Antes de morrer, no dia 25 de junho de 2009, Michael Jackson teria passado dois meses sem dormir adequadamente. Segundo um especialista disse ao site da CNN, as 60 noites de propofol, medicamento receitado pelo médico Conrad Murray, impediram que o cantor tivesse o REM (Rapid Eye Moviment, ou movimento rápido dos olhos) durante o sono.

HORÓSCOPO Áries

20/03 20/04

Vale a pena incrementar sua vida com um pouco de aventura e novidade. Marte segue em Gêmeos e a Lua em Sagitário: há uma sensação de possibilidade que faz com que não recue diante dos obstáculos.

Libra

23/09 22/10

Ótimo período para buscar novos relacionamentos. Há muita vida para viver, muita gente para descobrir. Encontre este sabor de novidade e entusiasmo em sua rotina. Vênus e Mercúrio juntos inspiram cortesia, diálogo e sedução.

Touro

Gêmeos

21/04 20/05

Novas ideias, diálogo e carinho ganham destaque. Mercúrio e Vênus caminham juntos em Câncer, favorecendo acordos. Se os novos projetos forem bem planejados e discutidos, podem resultar em muitos benefícios.

Escorpião

23/10 21/11

Use e abuse de novas formas de abordagem, esqueça o que já está velho e ultrapassado. Marte segue em Gêmeos, esteja aberto para boas conversas. Mantenha a mente aberta, procure ouvir conselhos de pessoas com outros pontos de vista.

21/05 20/06

Você quer espaço, liberdade e aventuras. Marte segue em seu signo, procure movimentar-se. Passeios ao ar livre e a prática de esportes são necessários para liberar energia. Mercúrio e Vênus estão juntos: ótimo período para interagir.

Sagitário

22/11 21/12

Aspirações e metas elevadas irão trazer confiança e contagiar as pessoas a sua volta. A Lua segue em seu signo e o convida a expandir sua consciência com cursos e estudos.

Câncer

21/06 21/07

Com o Sol em seu signo, o brilho é seu. Cultive esta energia de calor, automotivação e espontaneidade. Perceba agora o ser especial e único que é, mas muitas vezes se esquece disso. Aproveite a disposição para dialogar.

Capricórnio 22/12 21/01 É tempo de cortesia, de cultivar suas habilidades diplomáticas e sociais. O Sol segue no signo oposto, alianças neste momento são importantes. Não é preciso convencer as pessoas a fazer nada nem tentar mudá-las.

Leão

22/07 22/08

É tempo de recolhimento e finalizações. Com o Sol em Câncer, reuniões mais íntimas ficam favorecidas. Aproveite para estreitar os laços de amor e amizade com pessoas queridas. Cuidado com exageros contraproducentes.

Aquário

21/01 18/02

Novas iniciativas estão em destaque, o importante é sair da mesmice e conquistar espaço. Marte e Urano continuam em harmonia, inspirando coragem e ousadia. Sua alma anseia por mudanças e novidades.

Virgem

23/08 22/09

Bom período para negociações e acordos. Com a união de Mercúrio e Vênus, você pode contagiar a todos e angariar colaboradores. Aproveite para quebrar a barreira que separa trabalho e divertimento. Há sempre espaço para o prazer.

Peixes

19/02 19/03

A necessidade de expansão o inunda, como uma generosa onda de energia. Com a Lua em Sagitário, reflexões sobre assuntos religiosos estão favorecidos. Enquanto isso, o Sol segue em Câncer, aproveite para estreitar os laços de amor.


08

DOMINGO, 23/06/2013

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL

Elisa Lucinda apresenta o espetáculo ‘Parem de falar mal da Rotina’ em Cachoeiro É com um espetáculo que expressa um modo de vida e uma visão de existência que a atriz capixaba Elisa Lucinda apresenta a peça ‘Parem de falar mal da Rotina’, que foge das encenações convencionais, em Cachoeiro de Itapemirim na terça-feira. A entrada é franca. Oferecido pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e em parceria com as secretarias municipais, ‘Parem de Falar Mal da Rotina’ é a maneira com que a atriz, roteirista e diretora da peça, Elisa Lucinda, expres-

sa sua urgência e inquietude diante da eterna busca de viver plenamente, sem os famosos cárceres que nós mesmos nos impomos. Além de utilizar poemas retirados dos livros “O Semelhante” e “Eu te amo e suas estreias”, o roteiro da peça é composto por histórias vividas e ouvidas pela atriz como observadora do cotidiano. Ao se apresentar como um espelho do ser humano fazendo-o rir de si mesmo, o espetáculo instiga o interesse dos mais variados públicos.

SERVIÇO: ‘Parem de falar mal da Rotina’, com Elisa Lucinda Cachoeiro de Itapemirim Dia: 25 de junho Horário: 20h00 - Teatro Municipal Rubem Braga Entrada: Franca

Elisa Lucinda apresenta sua peça ‘Parem de falar mal da Rotina’ em Cachoeiro e Venda Nova

DIVULGAÇÃO

» » O roteiro da peça é composto por histórias vividas e ouvidas pela atriz como observadora do cotidiano


DOMINGO, 23/06/2013

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL

GERAL

09

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

Camilo Cola promove curso de capacitação tecnológica para deficientes visuais

»» A ação tem como objetivo apresentar o sistema DOSVOX por meio do idealizador dessa ferramenta, o professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), José Antônio dos Santos Borges

divulgação arquivo

I Curso de Capacitação para DOSVOX Sul Capixaba – Comprometimento com a Acessibilidade no Ambiente Digital Quando: Próximas segunda e terçafeira (24 e 25 de junho) Onde: Campus I do Centro Universitário São Camilo Bairro Paraíso, Cachoeiro de Itapemirim Cerimônia de abertura: dia 24, às 8h, no auditório Pe. Ângelo Brusco Campus I do Centro Universitário São Camilo

O deputado federal Camilo Cola, fundador da Viação Itapemirim, uma das maiores empresas de transporte de passageiros do mundo, está promovendo o curso de capacitação para deficientes visuais

Professor da UFRJ, Dr. José Antônio dos Santos Borges, idealizador do programa DOSVOX, que permite aos deficientes visuais o uso do computador com o auxílio de comandos de voz

Dar condições para que os deficientes visuais utilizem o computador para desempenhar uma série de tarefas e, assim, adquiram maior independência no seu cotidiano, tanto no estudo quanto no trabalho. Esse é o objetivo do I Curso de Capacitação para DOSVOX Sul Capixaba – Comprometimento com a Acessibilidade no Ambiente Digital, que será realizado na próxima segunda e terça-feira (24 e 25, respectivamente), a partir das 8h, no Campus I do Centro Universitário São Camilo, bairro Paraíso, em

A ação tem como objetivo apresentar o sistema DOSVOX por meio do idealizador dessa ferramenta, o professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), José Antônio dos Santos Borges, doutor em Engenharia de Sistemas e Computação. Ele vai ministrar o curso a respeito do programa que, com o auxílio de comandos de voz, permite aos deficientes visuais o uso do computador. Pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) realizada em 2010 revela que em Cachoeiro

Cachoeiro de Itapemirim. O evento, promovido pelo deputado federal Camilo Cola, será realizado em alusão à comemoração dos 60 anos da Viação Itapemirim. O curso é gratuito e conta com a parceria da empresa de transporte, do Centro Universitário São Camilo e da prefeitura municipal de Cachoeiro. A proposta é preparar profissionais que ministram aulas de informática para que eles capacitem gratuitamente os deficientes visuais para o uso de ferramentas digitais.

existem cerca de 550 pessoas com esse tipo de deficiência. “Pretendemos, com a ajuda do programa, melhorar a vida desses cidadãos, fazendo com que eles se sintam mais integrados, com mais acesso às oportunidades”, comenta o professor José Antônio dos Santos Borges. “Queremos colaborar para que a limitação fí-

sica não seja um empecilho à socialização dessas pessoas e para que elas possam se preparar para entrar no mercado de trabalho, se atualizar, aprimorar sua capacidade intelectual e, assim, estar capacitadas para buscar seus legítimos direitos”, destaca o deputado federal Camilo Cola.


10

ESPECIAL

DOMINGO, 23/06/2013

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL

ANCHIETA

Litoral não é só verão! Conheça o poeta e o turismo de Anchieta »» A primeira poesia foi escrita no dia 17 de julho de 1987 com o título “Você é tudo para mim”, foi feita de frente para o mar, na areia da praia de Anchieta

PATRÍCIA BARCELOS

patriciabarcelos3@gmail.com

O poeta Marco Antônio de Souza Soledade, mais conhecido como Durinho, é um dos destaques o litoral de Anchieta. Sua trajetória foi grande, nascido em Natividade, no Rio de Janeiro Durinho veio para o

Espírito Santo ainda na infância, com dois anos. O apelido foi dado pelo tio, depois de incluí-lo, em uma competição de dança. “Meu tio prometeu a mim e outros colegas uma quantia de dois cruzeiros para quem dançasse melhor, como eu não sabia dançar, fiz a coreografia do meu jeito, a dança saiu engra-

çada, dancei todo duro. Mas ganhei o dinheiro, e o apelido de Durinho também”.

Como a poesia surgiu

Ainda na adolescência Durinho já demonstrava interesse pela literatura e durante o ensino médio sempre se destacou nas disciplinas voltadas para a literatura e produção

O poeta “Durinho”

fotos: PATRÍCIA BARCELOS

textual. Com tanta facilidade com as palavras ele teve contato com obras de diversos autores, como Castro Alves, Carlos Drummond de Adrade e Cecília Meireles, por exemplo. “Conheci as obras de diversos autores, e sempre gostei muito de poesia, então pensei que seria uma boa ideia escrever minha própria poesia, a principio foi difícil mas tudo tem suas dificuldades no início”, destacou. A primeira poesia foi escrita no dia 17 de julho de 1987 com o título “Você é tudo para mim”, foi feita de frente para o mar, na areia da praia de Anchieta, e logo foi publicada no jornal local. Sob o título lá estava o nome do poeta Marco Antônio de Souza Soledade. Resultado: ninguém o reconheceu! E perguntavam quem era Marco Antônio de Souza Soledade. Nas próximas publicações uma modificação foi feita, sob o nome foi divulgado “Durinho”, aí a população passou a associar a poesia ao autor.

Santuário Nacional Pe. Anchieta

No passo do compasso da vida Marco Antônio Souza Soledade (Durinho) Voa voa passarinho Desfrute dessa liberdade Siga em paz o seu caminho E passe pra mim toda felicidade Siga o teu coração Deixe rastros pra te encontrar Dê passagem à escuridão Pra poder ouvir você cantar Cante uma canção Assovia bem alto Com inspiração Não parta-se pra longe Onde o amor está em extinção Fica por perto Onde eu possa sempre Ouvir essa canção


DOMINGO, 23/06/2013

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL

ESPECIAL

11

ANCHIETA

Poesias e publicações

Perdão Marco Antônio Souza Soledade (Durinho) Apenas seis letrinhas Fáceis de pronunciar Porém é complicado Em prática colocar

Matriz Nossa Senhora da Assunção

Pedimos anistia Aos nossos credores Mas não perdoamos Aos nossos devedores Jesus Cristo ao Pai pediu Para aquele povo, o perdão “Eles não sabem o que fazem” Disse assim em oração De Deus se aproxima Quem consegue perdoar Benção lá de cima Começa a derramar

Hoje Durinho tem 43 anos, é solteiro, tem 4 irmãs é conhecido na cidade inteira pelo apelido e como o poeta de Anchieta. Ele possui mais de 100 poesias escritas e

a obra “Soledade, Solitude, Solidão” publicada em 2012 com o apoio da Prefeitura Municipal de Anchieta, além disso Durinho teve participação com mais 10 poesias

Durinho e a cultura de Anchieta Atualmente além de poeta Durinho é guia turístico de um dos locais mais conhecidos da cidade, o Santuário Nacional Pe. Anchieta, formado pela Igreja Matriz Nossa Senhora da Assunção, pela Residência dos Padres Jesuítas e pelo Museu do Beato José de Anchieta. A Igreja é um monumento histórico, uma das mais antigas do Brasil, segundo a tradição, sua construção, iniciada no século XVI, se deve ao padre José de Anchieta. A edificação da Igreja foi feita com o trabalho dos índios catequizados.

Na obra, empregaram-se pedras e blocos de recife presos com argamassa feita com óleo de baleia. Era desta maneira que os jesuítas construíam seus templos no Brasil. Junto à Igreja, construiuse a residência dos padres. Ainda hoje quem observa a histórica edificação, no alto do morro sobre a foz do rio Benevente, nota que sua fachada é formada pela Igreja e pela antiga residência dos jesuítas. O museu nacional de Anchieta, anexo à Igreja Matriz de Nossa Senhora da Assunção, constitui

na 2ª e 3ª Coletânea de Poetas Capixabas com o título “Impressões”. Durinho tem poesias de diversos temas e sobre situações diferentes. “Faço poesia baseadas em situtambém preciso patrimônio histórico do município. Ali podem ser vistos móveis antigos que pertenceram ao padre Anchieta, peças arqueológicas, roupas, a cela do padre e a relíquia de um de seus ossos e inúmeros outros grandes objetos de valor religioso. Durinho conhece muito sobre a história do Santuário e do Beato José de Anchieta e leva os visitantes a uma verdadeira viagem histórica. O Santuário Nacional Pe. Anchieta é aberto para visitas de 2ª a 6ª feira, das 09h às 12h e das 14h às 17h e aos sábado e domingo das 09h às 17h30min. Além do aspecto cul-

ações diferentes, não há um padrão são criadas de acordo com minha inspiração e baseado em temas pré-definidos. Não tem uma que mais goste, todas são especiais pra mim”.

tural Anchieta se destaca por possui diversos outros pontos turísticos composto por 23 belas praias como as de Ubu, Iriri, Castelhanos, Guanabara, Praia dos Namorados,

Peço perdão a Deus À minha irmã, ao meu irmão Pois sei que magoei Se gente, uma porção Quem ama, perdoa Amor é perdão É feliz a pessoa Dessa união

Praia da Areia Preta e muitas outras. A cidade possui também atrativos naturais como o Rio Benevente, as Ruínas do Rio Salinas, falésias, lagoas, cachoeiras, e muitos

outros locais que com certeza merecem uma visita. Toda a história de Anchieta está disponível no site da Prefeitura municipal no endereço www.anchieta.es.gov.br.

Praia de Iriri


12

esportes

DOMINGO, 23/06/2013

www.AQUIES.com.br

CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E REGIÃO SUL

anchieta

Projeto esportivo em Recanto do Sol motiva e descobre talentos

»» O trabalho, quase artesanal, ganhou corpo e novos parceiros, que também agregaram instituições religiosas de Recanto do Sol Inspiração e envolvimento! Dois ingredientes fundamentais para quem acredita em algum projeto. Esses dois itens foram suficientes para que moradores da comunidade de Recanto do Sol se unissem com o objetivo de dar vazão ao talento de crianças e adolescentes da comunidade e outras regiões, na esperança de alcançarem dias melhores. Há mais de dez anos, José Nilton, o ‘Lito’, morador antigo da comunidade iniciou um trabalho com diversas crianças e adolescentes locais. Observando tamanha dedicação em meio a tantas dificuldades, ‘Lito’ resolveu desenvolver um trabalho organizado, sempre buscando apoio dos moradores do bairro, numa época em que crescia consideravelmente o

uso de drogas no local. O trabalho, quase artesanal, ganhou corpo e novos parceiros, que também agregaram instituições religiosas de Recanto do Sol. Os pais dos inscritos no projeto também se achegaram e passaram a colaborar com o desenvolvimento de um trabalho que se torna cada vez maior, mais envolvente e eficaz. Atualmente, o projeto conta com a ajuda de igrejas, comércio local, empresas e a prefeitura de Anchieta, que nesta gestão vem dando todo o suporte necessário para o desenvolvimento. Para isso, reformou o campo de futebol da comunidade, entre outras coisas. O resultado de toda essa parceria aliada ao esforço de coordenadores e atletas é a primeira participa-

divulgação

Atualmente, o projeto conta com a ajuda de igrejas, comércio local, empresas e a Prefeitura de Anchieta

ção da equipe de Recanto do Sol na competição estadual de futebol infanto-juvenil: a Copa Guri. De acordo com um dos diretores do trabalho, Márcio Cruz, atletas da equipe de Recanto do Sol tem sido selecionados para treinarem e fazerem testes em times grandes, de fora do estado. E não são apenas estes os resultados. Márcio conta que as crianças inscritas no projeto apresentam maior desenvolvimento escolar, melhoria no comportamento social e maior interatividade com as famílias, igreja e comunidade como um todo. Porém, o maior tesouro trazido pelos dez anos de trabalho intenso é o distanciamento da marginalidade e a vontade de construir um futuro melhor.


Edição 652