Page 1

Jornal A Plateia

Tradição, Qualidade e Liderança não se discutem facebook/aplateia aplateia.com.br ANO 81 | EDIÇÃO: Nº 23.744 - 96 PÁGINAS - R$ 5,00 | SÁBADO E DOMINGO 10 E 11 DE FEVEREIRO DE 2018 | SANT’ANA DO LIVRAMENTO | FECHAMENTO: 19h00min

Destruição

Existe ficha suja em Livramento? Em reportagem especial, o Jornal A Plateia mostra que já está valendo lei da ficha limpa para cargos em comissão da Prefeitura e Câmara Páginas 12 e 13 RURAL

Chuva e vento forte derrubam árvores e provocam falta de energia. Festejos de carnaval para o final de semana foram adiados. Página 16

A PLATEIA {en español} Politraumatizado grave al volcar en ruta nacional Página 2

Azeite é com a gente mesmo A reportagem do Jornal A Plateia foi conhecer o trabalho da Família Rotondo e sua produção de oliveiras no Pampa Gaúcho Páginas 18 e 19

Calvário sobre rodas A escadaria da Prefeitura é apenas uma das dificuldades enfrentadas por cadeirantes na cidade de Livramento. Mesmo após 18 anos de legislação, situações ainda permanecem iguais para muitos santanenses com necessidades especiais. Páginas 4 e 6

Marcelo Pinto/AP

Fabian Ribeiro

POLÍTICA


2

A PLATEIA

aplateia.com.br facebook/aplateia

Sant’Ana do Livramento. Sábado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

2ª página Jornal A Plateia www.aplateia.com.br Fundado em 10/01/1937 CIRCULA DE TERÇA A SÁBADO

Imagem da semana

DIRETORIA Diretor presidente Antônio Zuheir Badra Diretor-geral Kamal Zuheir Badra grupoaplateia@gmail.com

COM QUEM FALAR

REDAÇÃO ELIS REGINA redacao@jornalaplateia.com PUBLICIDADE LAURA SARAVIA laura@jornalaplateia.com ASSINATURA CAROL MACHADO circulacao@jornalaplateia.com Fone/Fax: Circulação: Comercial: Informações: Telemarketing

(55) 3242-2939 (55) 3242-5533 (55) 3242-5654 (55) 3242-2121 (55) 3241-2454

Sugestão de Pauta Artigos de Opinião

CONTATOS: redacao@jornalaplateia.com elisregina@jornalaplateia.com rodrigo@jornalplateia.com marcelneves@jornalaplateia.com matiasmoura@jornalaplateia.com Editais: editaisaplateia@terra.com.br Sociedade: sociedade@jornalaplateia.com Arte/Comerciais: editoriadearte@jornalaplateia.com A Plateia Online: online@jornalaplateia.com Variedades: variedades@jornalaplateia.com A Plateia en Español: espanhol@jornalaplateia.com Fotografia: marcelopinto@jornalaplateia.com Financeiro: cobrancagrupoaplateia@gmail.com

A furia da natureza refletida nas violentas labaredas que consomem a vegetação da nossa fronteira (Foto: Marcelo Pinto/AP)

Editorial Liberdade de Imprensa

Agenda

A PLATEIA

CARNAVAL

Afiliado à

O carnaval do Parque Internacional foi transferido para a próxima segunda-feira (12) e terça (13) em razão da chuva. Para quem procura folia no final de semana pode conferir as programações dos blocos e Clubes da cidade. Confira também a cobertura da festa nas atualizações do site do Jornal A Plateia: www.aplateia.com.br

Marca registrada sob nº 825.254.280

PLANTÃO DA CIRCULAÇÃO Problemas com a entrega da edição de Sábado , ligue: Sábados, das 8h30min às 15h Telefone (55) 3242-2939 Sucursal do Jornal A Plateia em Porto Alegre Avenida Independência, n° 330 conjunto 505. Telefone: (51)3279-3928 Jornal diário editado pela

JB Empresa Jornalística Ltda. CNPJ: 73.752.180/0001-31 Fone (55) 3242-2939 Rua Almirante Barroso, n° 358 esquina rua Uruguai CEP: 97.574-020 SANT’ANA DO LIVRAMENTO Rio Grande do Sul/Brasil

Tempo Sábado

chuva a qualquer hora

20° / 30°

Chuva 90% Volume 28mm Temperaturas extremas ontem em Livramento:

Domingo

Segunda

Chuvoso

Sol com muitas nuvens

Chuva 90% Volume 29mm

Chuva 0% Volume 0mm

12° / 26°

Máxima: 24° Mínima: 21°

16° / 26°

Condições registradas na estação meteorológica do Grupo A Plateia.

No Brasil, por muitos anos, a imprensa foi alvo de violência do Governo e da Censura, os anos passaram, mas parece que este costume está querendo voltar à tona, é o que parece. Falar a realidade do município está cada vez mais difícil. O Jornal A Plateia, em especial, a cada reportagem publicada, tem seus repórteres como alvos e são criticados indiscriminadamente por fazerem simplesmente o seu trabalho. Noticiar fatos felizes, tristes, corrupção, atos da administração, saúde, comunidade, bairros e muito mais é não só TRABALHO como também DEVER. Qualquer ato que vise calar ou constranger o profissional no exercício da sua função deve ser considerado como censura. É lamentável que governos imprimam certa perseguição à imprensa, falada ou escrita. Os tempos mudaram e situações como esta são plenamente repudiadas por este grupo de comunicação.


aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Såbado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018

3


4

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Sábado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018

GERAL

aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

Elis Regina - elisregina@jornalaplateia.com

Em 18 anos de Legislação, como está a acessibilidade em Livramento? Os desafios de quem é deficiente, a análise do legislador e os “passos” de um bom exemplo Falar em Direitos, garantias e mais precisamente em acessibilidade deveria ser um tema fácil, mas em Livramento esta questão teima em se tornar difícil e constrangedora, principalmente, para o próprio detentor do Direito. Nas últimas semanas dois casos chamaram a atenção quando dois idosos exigiram atendimento prioritário em órgãos municipais e não o tiveram. Um dos

casos acabou na Delegacia de Polícia. Nesta reportagem especial, A Plateia traz a palavra de uma jovem cadeirante e seus desafios vividos na cidade; traz o depoimento de um vereador que há anos luta pela causa; conta também a história de um exemplo positivo e a palavra do presidente da OAB de Livramento, o advogado Marcelo Borba sobre direitos, acessibilidade e Legislação.

Sentindo na pele Silvia Michele Dias tem 36 anos de idade e há seis anos precisa utilizar uma cadeira de rodas para se locomover. Mãe, esposa e agora universitária, Silvia contou que seu primeiro grande desafio depois que perdeu os movimentos das pernas foi encarar a sociedade. “Eu não queria sair de casa e ver as pessoas, tinha vergonha, depois que superei esta fase, as dificuldades e desafios são outros. Falta acessibilidade em ônibus, nas ruas, rampas adequadas, elevadores e atendimento preferencial em muitos casos, nós somos quase invisíveis para a comunidade”, lamentou a jovem. Silvia disse que cada dia é um desafio superado, para isso, ela precisa de fisioterapia e acompanhamento psicológico, além do apoio da família. Sobre os direitos de acessibilidade, Silvia disse que até precisou trocar de Banco, pois onde recebia o seu benefício existem apenas escadas, aliás, as escadas estão sempre presentes na vida de Silvia. Um fato contado pela universitária foi quando foi convidada para um evento na Prefeitura que aconteceria no Salão Nobre e ela teria que vencer três longos lances de esca-

das. “Já desisti de eventos, apresentações, reuniões e outros convites por conta das escadas, é sempre um constrangimento precisar de duas ou três pessoas para ajudar, quando o certo seria eu conseguir ir onde precisasse sem a ajuda de ninguém, pois isto sim seria garantia do direito de acessibilidade”. Silvia conversou com a reportagem justamente na Praça General Osório e mostrou para nós a dificuldade que é até fazer uma tarefa simples, como passar pela calçada ou o pavimento de uma praça. Muitos buracos, fissuras e lajotas quebradas acabam sendo um risco e ameaças durante a locomoção. O acesso no próprio prédio da Prefeitura também é um desafio, pois, a presença unicamente de escadas acaba se tornando um problema. Silvia disse que o sentimento é de impotência, tristeza, raiva e constrangimento, pois, gostaria de ver o exemplo sendo dado pelo próprio Poder Público. O Prefeito fez uma declaração para a reportagem e disse que há o projeto de implantar um elevador no local para dar acesso às pessoas com dificuldade de locomoção.

norâmico com acesso pelo estacionamento da Prefeitura a fim de possibilitar a entrada de pessoas cadeirantes ou com outras limitações de locomoção. Com respeito ao transporte público, Nilo lembrou que Livramento possui apenas dois ônibus com acessibilidade para cadeirante e lembra que muito mais precisa ser feito. “Os gestores no Brasil não pensam em fazer um bom trabalho, pensam em reeleição e voto e isso é o que atrapalha a não aplicabilidade da Lei, ou seja, elas existem, são perfeitas, mas não são colocadas em prática e fica apenas para ‘bonito ver’”, disse. Segundo o vereador, ele mesmo já encaminhou várias denúncias ao Ministério Público Estadual pedindo a aplicabilidade da Legislação sobre acessibilidade, mas viu muitos poucos órgãos cumprindo as regras de adaptação para cadeirantes e outras deficiências. Em outros casos, o vereador afirma que muitos deficientes acabam com vergonha de cobrar os seus direitos e a situação segue da mesma forma.

O Poder Legislativo O vereador Carlos Nilo é um dos grandes defensores dos direitos para pessoas com deficiência ou alguma

especialidade, autor de diversos projetos de Leis, um deles foi a sugestão para a criação de um elevador pa-

Vereador Carlos Nilo. (Foto: Elis Regina)

No âmbito Federal, o Ministério Público Federal notificou todos os prédios públicos federais para se enquadrarem na Lei, mas, com relação ao Estado e Município estas questões ainda não andaram, literalmente. Nilo lembra ainda que, mesmo que o atendente desça as escadas para fazer o atendimento, isto não é acessibilidade, pois é direito do deficiente ter acesso ao segundo pavimento. “Dar um jeitinho e improvisar o atendimento não é acessibilidade”.

Um bom exemplo A reportagem não estaria completa se não contasse também um exemplo de aplicabilidade da Lei com relação à acessibilidade. O Cartório de Registro de Imóveis, inaugurado em maio de 2015 seguiu à risca todas as determinações e implantou um elevador moderno e atendimento preferencial para os casos elencados na legislação. Em entrevista com a Oficiala Substituta, Joslaine Valzelir de Menezes Santos, ela explicou sobre a reforma e os sentimentos que moveram para fazer o “diferente” no atendimento ao público. “No prédio antigo havia uma escada e nós víamos a dificuldade de muitas pessoas como idosos, cadeirantes e outras pessoas que tinham dificuldade de locomoção, mas que eram atendidas na calçada ou no carro. Mesmo que o funcionário fizesse o esforço de

ir até a calçada para fazer o atendimento, a gente via no semblante do popular a frustação de querer entrar no prédio, de querer o acesso e não poder”. Joslaine disse que após muitas mudanças de endereço, o desejo de todo o grupo era se instalar com o Cartório em um local definitivo, “queríamos uma mudança definitiva” e o que cooperou para esta decisão foi a visita da Corregedoria com a Juíza Carine Labres. Joslaine disse que a Juíza tem uma marca especial e um olhar visionário que muito ajudou para a realização de um prédio novo, com acessibilidade, amplo, moderno e que finalmente poderia dar um excelente atendimento para o público também com a nova estrutura.

Joslaine disse que o sonho foi ampliado, o prédio tem uma Sala de Audiências, sala de reuniões, balcão amplo para atendimento e banheiros com acessibilidade. A preocupação foi além do físico também para humanizar ainda mais o atendimento. “Nossa preocupação também é com o funcionário, pois é ele que tem a função de levar a solução de um problema para o nosso cliente, nós atendemos pessoas muitas vezes com problemas mitos sérios: dívidas, penhoras, usucapião, desfazimento de bens e precisamos ter esta delicadeza, portanto, esta estrutura renovada é importante e o funcionário a cada dia mais qualificado reflete o nosso bomatendimento”. “Ficamos felizes de olhar a satisfação do nosso cliente ao chegar a nosso Cartório e ter acesso por elevador para pessoas de mais idade, para deficientes e cadeirantes. Não fizemos mais nada do que a nossa obrigação, são mais de 18 anos trabalhando no cartório e fico muito feliz de poder dar este bom atendimento e ver a satisfação das pessoas. E faço um agradecimento também à Juíza Carine Labres que nos ajudou com seu olhar visionário e apoio para realização deste sonho, sempre cumprindo a legislação”, completou Joslaine. SEGUE>

Ficamos felizes de olhar a satisfação do nosso cliente ”

Oficiala Substituta Joslaine Valzelir de Menezes Santos (Foto: Elis Regina)


aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Såbado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018

5


6

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Sábado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018

GERAL

aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

Elis Regina - elisregina@jornalaplateia.com

Uma avaliação jurídica O Direito ao atendimento prioritário aos idosos, às pessoas com deficiência e com mobilidade reduzida.

Dr. Marcelo Borba, advogado e presidente da OAB Livramento (Foto: Marcelo Pinto/AP)

O desrespeito ao direito das “minorias” pode-se dizer que, historicamente, sempre foi um defeito cultural do nosso povo. Longe da pretensão de generalizar, mas há de se admitir que vivemos em uma sociedade pautada por valores individualistas, onde tolerância, solidariedade, gentileza, empatia e altruísmo costumam ser vetores incompatíveis com o perfil do sistema social e muitas vezes interpretados até mesmo como demonstração de “fraqueza” de caráter. Na vanguarda de um movimento em sentido oposto, a Constituição Federal de 1988, conhecida como a “Constituição Cidadã”, alicerçada nos Princípios da Isonomia e da Dignidade da Pessoa Humana, entre

outros, introduziu no ordenamento uma dimensão de direitos fundamentais de solidariedade. Daí, temos, a partir dos anos 90, a modo de exemplo, a edição do Estatuto da Criança e do Adolescente, da Lei Maria da Penha, da Lei de Quotas, incluindo-se nessa mesma categoria de direitos, a Lei de Atendimento Prioritário a Pessoas com Deficiência e com Mobilidade Reduzida (Lei n. 10.048/2000), o Estatuto do Idoso (Lei n. 10.741/2003) e a Lei Brasileira de Inclusão ou Estatuto da Pessoa com Deficiência (Lei n. 13.146/2015). Estas últimas, em conjunto com o Decreto n. 5.296/2004, compõem o arcabouço básico regulador das questões relacionadas à acessibilidade das pessoas com deficiência e com mo-

bilidade reduzida, em nosso sistema. A sua aplicabilidade é ampla, pois atinge repartições públicas em geral, empresas concessionárias de serviços públicos, bem como instituições financeiras públicas e privadas, que estão obrigadas a dar prioridade de atendimento em favor de pessoas com deficiência, de idosos com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, de gestantes, de lactantes, de pessoas com crianças de colo e de obesos, ficando obrigadas, também, a prestarem serviços que assegurem tratamento diferenciado, que deve incluir, desde a disponibilidade de assentos preferenciais devidamente sinalizados e bem visíveis ao seu público alvo; a existência de pessoal capacitado para prestar atendimento às pessoas com deficiência visual, mental e múltipla, bem como às pessoas idosas; até a permissão de acesso e permanência de cão-guia de acompanhamento de pessoa com deficiência. Assim, de forma compulsória, o Direito projeta-se como um agente transformador na sociedade. Explico: a faixa de pedestres costumava ser um ornamento inútil nas nossas vias públicas, até que o legislador, a partir do Código Nacional de Trânsito, passou a impor severas sanções a

quem infringisse a preferência do pedestre ao nela transitar. Passou a haver uma fiscalização mais ostensiva. Então, ao longo dos anos essa cultura foi-se modificando, embora, inevitavelmente, ainda exista motoristas que não a respeitem. Voltando ao tema central, essa mesma lógica aplica-se para explicar o porquê da inobservância do direito de atendimento prioritário. Além do fator cultural, contribuem, para isto, o fato de que a adequação às exigências da lei traz consigo a necessidade de investimentos, como, a construção de rampas, portas de acesso, mobiliário de recepção adequado, pessoal capacitado, etc. Some-se a isso, o fato de que a nossa cidade, por características, possui um relevo muito particular, com ladeiras acentuadas, ruas estreitas, prédios antigos, fachadas sem recuo razoável, o que também dificulta na hora de fazer as adequações necessárias às exigências da lei, como, por exemplo, construir uma rampa de acesso sem danificar a estrutura dos prédios ou sem invadir indevidamente a via pública, o que demanda bom senso por parte daqueles que devem fiscalizar e fazer cumprir a lei, com a confecção de cronogramas a curto ou a médio prazo, para que se façam as adap-

FAÇO SABER QUE PRETENDEM CASAR-SE: MIGUEL ÂNGELO MARQUES LINARDAKIS, SOLTEIRO, NATURAL DE PORTO ALEGRE, RS, RESIDENTE E DOMICILIADO NA CIDADE DE SANTANA DO LIVRAMENTO, RS, FILHO DE MIGUEL POTIS BARTOLOME LINARDAKIS E DE ZENÓBIA MARQUES LINARDAKIS. ANA PAULA DIAS GONÇALVES DA SILVA, SOLTEIRA, NATURAL DE SANTANA DO LIVRAMENTO, RS, RESIDENTE E DOMICILIADA NA CIDADE DE SANTANA DO LIVRAMENTO,RS, FILHA DE LEONEL MARTINS DA SILVA E DE ROSEMERY DIAS GONÇALVES DA SILVA. QUEM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO, ACUSE-O NA FORMA DA LEI. SANT’ANA DO LIVRAMENTO, RS, 07 DE FEVEREIRO DE 2018.

tações. A fiscalização é muito importante. Ao que se tem notícia, os inquéritos administrativos e termos de ajuste de conduta oriundos do Ministério Público têm sido muito significativos nesse sentido, até mesmo pela eficácia executiva que possuem no momento de promover em Juízo o cumprimento dos termos da lei e das multas aplicáveis a cada caso. Além disso, qualquer cidadão que se sinta lesado em seus direitos, tem legitimidade como para agir em nome próprio, dirigindo-se ao Procon (quando for o caso), sendo cabível, até mesmo, indenização por eventuais danos morais, quando configurados os requisitos legais, no que se aconselha sempre a procura de um advogado para análise prévia do caso concreto. Em meio a esse contexto, fato é que a lei existe e deve ser cumprida, sem empecilho jurídico de que a mesma possa ser aperfeiçoada, inclusive pelo Legislativo Municipal, como tem ocorrido em outras localidades, com o alargamento do alcance da lei e com a estipulação de multas mais pedagógicas. Enquanto não houver mudança na mentalidade das pessoas, haverá um único meio de fazer cumprir a lei: fiscalização e sanção. Não há lugar a retrocessos. O direito de atendimen-

to prioritário representa importante avanço civilizatório. Cabe à sociedade e aos órgãos competentes consolidá-lo como uma conquista definitiva para a cidadania.

O futuro

Muitos prédios públicos em Livramento não possuem acessibilidade, mesmo com a vigência da Lei n° 10.048, de 8 de novembro de 2000. Prefeitura, Vigilância Sanitária, Sala Cultural, Secretaria de Turismo e Cultura, Biblioteca Pública, Condecom e outros não possuem acessibilidade. Na Secretaria Básica Municipal a falta de fichas para atendimento prioritário também foi queixa de idosos que se sentem prejudicados com as longas filas para adquirir o medicamento. O Artigo 2ª da lei diz: “Ar t. 2o As repar tições públicas e empresas concessionárias de serviços públicos estão obrigadas a dispensar atendimento prioritário, por meio de serviços individualizados que assegurem tratamento diferenciado e atendimento imediato às pessoas a que se refere o art. 1º”. Segundo o Vereador Carlos Nilo muitos desafios ainda precisam ser vencidos para fazer cumprir a Lei e tirar o direito do papel para a realidade.

FAÇO SABER QUE PRETENDEM CASAR-SE: ANTENOR BENONI RIBERO, DIVORCIADO, NATURAL DE SALTO, URUGUAI,RESIDENTE E DOMICILIADO NA CIDADE DE SANTANA DO LIVRAMENTO,RS, FILHO DE HICTOR RIBERO E DE IBRAHEMA RODRIGUEZ. ROSE ELIANE LARRÉ GOMES, SOLTEIRA, NATURAL DE SANT’ANA DO LIVRAMENTO, RS, RESIDENTE E DOMICILIADA NA CIDADE DE SANTANA DO LIVRAMENTO,RS, FILHA DE LUIZ CARLOS GOMES E DE SIRLEI PERES LARRÉ. QUEM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO, ACUSE-O NA FORMA DA LEI. SANT’ANA DO LIVRAMENTO, RS, 08 DE FEVEREIRO DE 2018.


aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Såbado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018

7


8

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Såbado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018

aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939


aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Såbado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018

9


Ana do Livramento. Såbado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018 10 ASant’PLATEIA

aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939


aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Såbado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018

11


Ana do Livramento. Sábado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018 12 ASant’PLATEIA

POLÍTICA

aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

Rodrigo Evaldt – rodrigo@jornalaplateia.com

Proposta visa que cargos em comissão na administração direta e indireta não tenham condenações por órgão colegiado. Marco Monteiro já encaminhou perguntas sobre cargos que considera inadequados, em Livramento

Agora é lei. A proposta de instituir a ficha limpa municipal à nomeação de cargos em comissão na administração direta e indireta do Poder Executivo e Legislativo de Sant’Ana do Livramento entrou em vigor no fim do mês passado. De autoria do vereador Marco Monteiro (REDE), acompanhando o desafio nacional do Partido Rede Sustentabilidade agora precisa apenas ser colocado em prática. Issoporqueoprojetoque tramitou em setembro do ano passado pela Câmara, prevê o impedimento de exercer cargos públicos as

pessoas que não podem alistar-se como eleitor (os analfabetos) e alguns casos de pessoas que estejam em processo com a Justiça Eleitoral, ou que tenham sido condenadas, de modo geral, por abuso de poder econômico ou político. Segundo o vereador Marco Monteiro, já foi dado um prazo para que o Município se adaptasse e fizesse uma revisão dos cargos da administração direta e indireta. Passados os 60 dias para que os Poderes se adequassem, ele quer saber se o Governo exonerará alguns cargos, que no entendimento do

Foto: Marcelo Pinto/AP

Vereador cobra aplicabilidade da lei d


aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

POLÍTICA

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Sábado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018

13

Rodrigo Evaldt – rodrigo@jornalaplateia.com

de ficha limpa no Governo Municipal vereador, estão irregulares. O parlamentar destacou que já encaminhou um pedido de informação ao Executivo. “Até agora eu não obtive resposta do Poder Executivo quanto aos cargos que, ao meu ver, estão irregulares de acordo com a lei”, disse Monteiro destacando que está na hora das medidas propostas na lei apresentada por ele no ano passado possam surtir efeito na Administração. Sant’Ana do Livramento foi a primeira cidade do Estado onde foi sancionada a lei da ficha limpa para cargos em comissão que entrou em vigência nos dois Poderes ao mesmo tempo, o que dá igualdade para ambas as Casas Legislativas. Ficha Limpa no Brasil O tema da Ficha Limpa começou a ser tratado

em 2010, quando uma Lei Complementar foi emendada à Lei das Condições de Inelegibilidade. O documento foi originado de um projeto de lei de iniciativa popular idealizado pelo juiz Márlon Reis, além de outros juristas da época. A ideia teve o apoio de cerca de 1,6 milhão de assinaturas com o objetivo de aumentar a idoneidade dos candidatos que concorriam a cargos eletivos a partir das eleições de 2012. A lei tornou inelegível, por oito anos, o candidato que tivesse o mandato cassado, ou aquele que tivesse renunciado para evitar a cassação ou condenado por decisão de órgão colegiado, mesmo que ainda exista a possibilidade de recursos a outras instâncias do Judiciário brasileiro. O Projeto foi aprovado na Câmara dos Deputados

O secretário adjunto da Administração disse que será feito um levantamento na Prefeitura e demais empresas que prestam o serviço de forma indireta (Foto: Rodrigo Evaldt/AP)

no dia 5 de maio de 2010 e também foi aprovado no Senado Federal no dia 19 de maio de 2010 por votação unânime. A matéria foi sancionada pelo Presidente da República, e virado lei em junho de 2010. Com o documento publicado, a lei proíbe que políticos condenados em decisões colegiadas de segunda instância possam se candidatar. Em fevereiro

de 2012, o Supremo Tribunal Federal (STF) considerou a lei constitucional e válida para as eleições realizadas no Brasil após 2010, o que representou uma vitória para a posição defendida pelo Tribunal Superior Eleitoral. Com a legislação municipal, a ideia é fazer com que as mesmas condições passem a valer também para as pessoas que são no-

O vereador Marco Monteiro disse ao jornal A Plateia que quer respostas da Prefeitura sobre o tema (Foto: Rodrigo Evaldt/AP)

meadas para cargos em comissão na administração direta do Poder Executivo e Legislativo, além disso os cargos de administrações indiretas – as empresas que prestam serviço público para a prefeitura.

Contraponto

De acordo com o secretário adjunto de administração, Rodrigo Weber, pelo menos na administração direta, a lei já está sen-

do aplicada, mas sobre a administração indireta o advogado disse que ainda será feito um levantamento referente à legislação. “Em todos os sentidos a Prefeitura vai fazer um levantamento geral, com a entrada em vigência da legislação no tocante à lei municipal. Todos os critérios serão adotados”, disse ele não informando o prazo para que isso aconteça.


Ana do Livramento. Sábado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018 14 ASant’PLATEIA

POLÍTICA

aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

Rodrigo Evaldt – rodrigo@jornalaplateia.com

Câmara começa mobilização para a instalação da Havan em Livramento A possibilidade de inauguração da loja de departamentos na Fronteira da Paz fez com que mudanças na legislação fossem propostas nesta semana A Câmara de Vereadores de Sant’Ana do Livramento começou a se mobilizar em prol da possível instalação da rede catarinense de lojas de departamentos Havan, no Município. A expectativa ficou ainda maior desde a semana passada, quando o jornal A Plateia, em sua primeira edição semanal noticiou, a possibilidade de inauguração de uma loja na Fronteira da Paz.

Na semana passada, uma em audiência com o governador José Ivo Sartori, no Palácio Piratini, garantiu que a empresa estuda a possibilidade de construção de, pelo menos, 50 novas megalojas e a geração de até 10 mil empregos diretos. De olho nesse investimento, o vereador Carlos Nilo (Progressistas), elaborou um documento desfazendo o único impeditivo que Havan

O vereador Carlos Nilo encaminhou a documentação às bancadas da Câmara (Foto: Marcelo Pinto/AP)

poderia enfrentar para se instalar em Livramento. Isso porque uma das condições que a loja de departamento impõe é que as lojas

abram aos sábados, domingos e feriados, porém Livramento tem uma legislação que destaca que os estabelecimentos devem permanecer

fechados nos feriados nacionais e municipais. A matéria apresentada por Nilo retira essa legislação e deve se assinada por todas as bancadas da Câmara, antes de ser protocolada na Secretaria Legislativa da Câmara santanense. O parlamentar destacou que a ideia é mostrar que esse é o entendimento da Câmara de Vereadores. “Esse é o pensamento da conversa que a gente teve com alguns vereadores de diversas bancadas, para que possamos retirar a legislação onde proíbe”, disse ele. Sant’Ana do Livramento tem um dos maiores índices

de desemprego do Estado (apenas 16% dos 81.427 habitantes têm emprego), segundo o IBGE a população vem diminuindo (-9,18% no último censo). “Sem investimentos, haverá menos empregos ainda”, complementou Nilo. O documento ainda precisa da assinatura de vereadores que estão indecisos com o voto, mas a expectativa é que o documento possa ser protocolado já na próxima semana e votado o mais breve possível para garantir que, se a Havan demonstrar interesse por Livramento futuramente, não haja impeditivos.


aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

GERAL

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Sábado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018

15

redacao@jornalaplateia.com

A sua melhor opção de estada em Florianópolis Conheça um pouco mais sobre a rede de hotéis Slaviero A Slaviero Hotéis é uma empresa 100% brasileira que atua na hotelaria há mais de 30 anos. Somos referência no mercado hoteleiro apresentando alta qualidade de serviço e comprometimento com o bem-estar dos hóspedes. O primeiro hotel foi inaugurado em 1981, na cidade de Curitiba. E, atualmente, a Slaviero Hotéis ampliou sua presença no país e está

presente em vinte cidades e oito estados brasileiros, com ambiciosos planos de expansão, somando atualmente 36 empreendimentos, desses, 35 em funcionamento. Os hotéis contam ainda com uma excelente estrutura para eventos de todos os tamanhos, oferecendo localizações estratégicas, salas climatizadas e preparadas para todas as necessidades.

Encontre a categoria que se encaixa no seu perfil Nossas bandeiras foram estrategicamente pensadas para receber hóspedes de todos os estilos. Estamos preparados para atender tanto hóspedes que viajam a negócios quanto pessoas que querem conhecer a cultura da cidade e buscam momentos de lazer sem gastar muito. Além de oferecer uma experiência personalizada que proporciona serviços altamente qualificados. Todos os hotéis contam ainda com uma excelente

estrutura para eventos de todos os tamanhos, oferecendo localizações estratégicas, salas climatizadas e preparadas para todas as necessidades. A Slaviero Hotéis se empenha em receber seus hóspedes com a dedicação e atenção genuína de quem sabe acolher, levando o lema “Viva a Hospitalidade” sempre às últimas consequências para tornar a estada de seus hóspedes nos hotéis da marca uma experiência única.

Confira a Slaviero Hotéis em Santa Catarina O hotel está localizado em frente à UFSC, próximo ao shopping Iguatemi, com fácil acesso ao aeroporto, praias do norte, do sul e da Lagoa

da Conceição. Além da ótima localização, o hotel é contemporâneo e oferece serviços e facilidades para que sua hospedagem seja tranquila.

Florianópolis - Santa Catarina Av. Des. Vitor Lima, 380 - Trindade - CEP: 88.040400 Tel: (48) 3203.1000 | reservas.seft@slavierohoteis.com.br *Hotéis com Café da manhã, Restaurante, Room Ser vice 24 horas, Bar,

Equipe bilíngue, Maleiro, Serviço de despertador, Lavanderia, Passadoria, Rent Car, Apto para não fumantes, Aptos Conjugados, Berço - Mediante disponibilidade, Apto adaptados p/ portadores de necessidades especiais.


Ana do Livramento. Sábado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018 16 ASant’PLATEIA

POLÍTICA

aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

redacao@jornalaplateia.com

João Derly encaminha mais de R$ 3 milhões Acil reúne forças vivas e começa a debater a em emendas à Fronteira e lança aplicativo instalação dos free shops O deputado deve vir a Sant’Ana do Livramento, no mês que vem, para visitar os locais onde obras devem ser iniciadas com os recursos encaminhados por ele

Depois de encaminhar R$ 3,2 milhões para Sant’Ana do Livramento através de uma parceria entre o deputado federal João Derly e o vereador Marco Monteiro, ambos da REDE Sustentabilidade, o parlamentar deve vir ao Município no mês que vem. De acordo com a assessoria do deputado, Derly vem à Fronteira da Paz para visitar os locais onde serão construídas obras com recursos encaminhados por ele. Entre 2015 e 2017 as áreas de saúde, esporte, pavimentação de vias, educação e agricultura foram as demandas apresentadas por seis municípios da região. Unidades Básicas de Saúde receberam equipamentos, ruas devem ser pavimentadas e quadras esportivas já estão sendo construídas para melhorar a qualidade de ensino oferecida aos jovens da região. Dos R$3,2 milhões, Livramento recebeu R$ 910 mil em emendas parlamentares. “Ao longo dos anos e da parceria com o vereador Marco, pude-

2018 mais recursos poderão ser enviados e Livramento está nas prioridades dele. “E, uma das formas de aumentar a conquista de recursos para a cidade, é a participação no Tu Decide”, disse ele.

O que é o Tu Decide?

mos atender diversas demandas dessa querida cidade. As obras do Centro de Treinamento de Judô da Fronteira têm todos seus trâmites burocráticos encaminhados e só falta a liberação do recurso via governo federal para essas iniciarem. E, na agricultura, o aporte das emendas garantirá a aquisição de maquinário agrícola que garante estrutura para um melhor escoamento da produção, ajudando no desenvolvimento da economia de Livramento”, explicou . De acordo com o parlamentar, em

O Tu Decide é um dispositivo de participação popular, criado pelo deputado João Derly, para democratizar o acesso às emendas e dar voz à população nas decisões do seu mandato. Há duas formas de votar: baixando o aplicativo já disponível para Android e iOS ou pelo www.tudecide.com. br. As cidades que se mobilizarem e tiverem mais votos terão prioridade na hora da destinação dos recursos. Além da cidade, o cidadão pode decidir qual área é prioritária dentre as disponíveis: saúde, educação, segurança, esporte, cultura, turismo, agricultura, proteção animal, infraestrutura, meio ambiente, assistência social ou ciência e tecnologia.

A Associação Comercial e Industrial de Livramento (Acil), já começou a discutir junto com os sindicatos e representantes do Poder Legislativo Municipal, as possibilidades de modificação na legislação que regulamenta o horário e dias de funcionamento do comércio, já que os dias de instalação e abertura das lojas francas, os free shops, em Livramento, estão cada vez mais perto de acontecer. Além disso, outro tema que ficou em relevância durante a reunião, que aconteceu nesta sexta-feira (09), é a possibilidade da instala-

ção da empresa de lojas de departamento Havan, na Fronteira da Paz, já que o presidente da rede anunciou que tem o interesse de instalá-las no Rio Grande do Sul. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Sant’Ana do Livramento, João Carlos Gonzales, bem como a sua diretoria, estiveram presentes. A continuidade dessa reunião deve estar presente ao longo da semana em cada uma das entidades presentes, e a formulação das intenções deve acontecer na próxima sexta-feira (16).

Temporal causa transtornos nessa sexta-feira

O temporal que estava previsto para acontecer na tarde de sexta chegou com força e trouxe alguns prejuízos para o santanense. Em Livramento, o centro da cidade ficou completamente sem energia elétrica por horas. Na Praça General Osório, uma árvore

foi derrubada pelo vento e causou destruição. A árvore tinha cerca de 50 metros de altura. Segundo populares que viram tudo acontecer, uma forte rajada de vento teria causado a destruição. Em outros pontos da cidade, muitas árvores também caíram

durante o temporal da tarde. O trânsito foi afetado em razão de várias sinaleiras que ficaram desligadas com a ausência de energia elétrica. Em pontos específicos a água se acumulou e a circulação de carros ficou interrompida. Para o

final de semana mais chuva é aguardada na Fronteira e moradores devem ficar atentos. Para quem desejava pular o carnaval

no Bloco do Largo, neste sábado e domingo, vai precisar esperar para a segunda e terça-feira em razão do adiamento.


aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

POLÍTICA

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Sábado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018

17

redacao@jornalaplateia.com

Lula inicia caravana no Sul do país por Santana do Livramento Visita acontece no próximo dia 27 de fevereiro e foi confirmada por deputados do partido O ex-presidente Lula realiza, entre os dias 27 de fevereiro e 07 de março, a Caravana Sul (RS, SC e PR). O roteiro começa na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul, no município de Santana do Livramento, onde Lula participará de um diálogo público com o ex-presidente do Uruguai, Pepe Mujica. Estão incluídas na caravana gaúcha passagens pelos municípios de Santa Maria, São Borja, Palmeira das Missões, Ronda Alta, Cruz Alta, Passo Fundo e Porto Alegre. De acordo com o presidente do PT/RS, deputado federal Pepe Vargas, as agendas do ex-presidente Lula no estado vão dialogar com setores que

CONFIRA O PRÉ-ROTEIRO DO EX-PRESIDENTE LULA NO RS 27 de Fevereiro 10h – Santana do Livramento – Diálogo público com Pepe Mujica 19h – Santa Maria – Visita e ato na Nova Santa Marta 28 de Fevereiro 9h – Santa Maria – Reunião com reitores e diretores na Universidade Federal de Santa Maria 17h – São Borja – Visita ao Museu de Jango e Getúlio; atividade pública em frente ao túmulo de Getúlio Vargas 1º de Março - Passagem por São Miguel das Missões - Passagem por Cruz Alta 18h – Palmeira das Missões - Ato da Agricultura Familiar e da Reforma Agrária 02 de Março

participaram da construção de importantes políticas públicas no Brasil, durante os seus governos. “A caravana será

marcada pelo encontro com a sociedade civil organizada em torno de temas estratégicos como a reforma urbana, a re-

forma agrária e a agricultura familiar, a educação, a saúde e os direitos trabalhistas”, resume Pepe Vargas.

- Passagem por Ronda Alta 13h – Passagem por Passo Fundo 19h – Porto Alegre – Ato Público


Ana do Livramento. Sábado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018 18 ASant’PLATEIA

RURAL

aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

Matias Moura - matiasmoura@jornalaplateia.com

SINDICATO

Conheça a história da família que mudou a cara do Pampa

Férias coletivas Comunicamos que o Sindicato Rural de Livramento está de férias coletivas. O atendimento na Secretaria retorna no dia 28 de fevereiro.

Produtores de arroz cobram fiscalização Os produtores de arroz do Rio Grande do Sul entraram com uma ação contra o Governo, exigindo a fiscalização do produto que vem do Mercosul. Eles alegam que não há controle sanitário do produto que ingressa no Brasil e querem que seja proibida a mistura do produto nacional com o importado nas empresas beneficiadoras.

Ações contra o abigeato Durante todo o ano de 2017, o Sindicato Rural de Livramento esteve presente nas diversas ações de combate e prevenção aos crimes rurais em nosso município. Confira o balanço destas atividades em parceria com a Brigada Militar e demais órgãos responsáveis na 4ª edição da revista Informativo da Rural que já está circulando. Garanta a sua na Secretaria da Rural ou acesse a versão online disponível na página do Sindicato Rural no Facebook.

Cursos a serem realizados A agenda de cursos que o Sindicato Rural de Livramento oferece, em parceria com o Senar-RS, retorna em março. Interessados em saber quais as capacitações estarão disponíveis, podem entrar em contato com a Secretaria da Rural, pelo telefone 3242.1204.

“A reportagem do Jornal A Plateia esteve visitando a Olivo Pampa, propriedade que fica a 30 km da cidade, para conhecer um pouco do pioneirismo de um casal que apostou na produção de oliveiras no Pampa gaúcho.” Em meio a um belíssimo cenário típico dos campos da fronteira, tendo de um lado o Cerro de Palomas e ao fundo o Cerro da Cruz, está o empreendimento do casal Fernando e Sibele Rotondo que, no ano de 2008, resolveu apostar em Sant’Ana do Livramento e mudaram-se para cá com a missão de tornar os campos da região, que até então eram tradicionais na produção de pecuária, em olivais. Tarefa que não foi nada fácil. Após um estudo bastante detalhado das me-

lhores áreas do Brasil para o cultivo de oliveiras, o casal descobriu que as terras da fronteira com o Uruguai tinha todas as características necessárias para a produção de azeitonas. Após um processo intensivo de pesquisas, consultas, visitas a diversas regiões produtoras, avaliação dos estudos de zoneamento agroclimáticos da região realizados pela Embrapa Clima Temperado e pela Universidade de Califórnia, Davis, eles resolveram investir na região. A topografia suavemen-

te ondulada, representada pelas coxilhas arenosas e cercada pelos belíssimos cerros, constitui uma paisagem marcante que, sem dúvida nenhuma, harmoniza com os olivais. A primeira dificuldade encontrada pelo casal foi a disponibilidade de mudas aptas ao plantio nesta região em função das variáveis climatológicas.A partir deste fato surgiu, no ano 2009, o viveiro de mu-

das, o olival e a consultoria Olivopampa. “Partimos então, para a importação e comercialização de azeites genuinamente extravirgens, todos de altíssima qualidade, com origem nos dois hemisférios para garantir um frescor e qualidade diferenciada no mercado brasileiro. Simultaneamente, iniciamos um processo de difusão da qualidade dos azeites, através de pales-

Foto: Matias Moura/AP

O Ministro da Agricultura, Blairo Maggi, informou na última semana o valor que o Banco do Brasil irá liberar em pré-custeio para financiamento da aquisição antecipada de insumos para a safra 2018/2019. O prazo de amortização é de 14 meses e os juros vão variar de 7,5% a 8,5% ao ano

Foto: Matias Moura/AP

BB libera R$ 12,5 bilhões


aplateia.com.br facebook/aplateia

RURAL

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Sábado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018

19

Matias Moura - matiasmoura@jornalaplateia.com

do lagar (local onde se espremem as azeitonas). Sebastian Correas de Mendoza, Argentina liderou nossa produção em 2014 e 2015” destaca Fernando Rotondo .

Processo artesanal

Abertura da colheita 2018 Foto: Matias Moura/AP

Início de produção

cultiva hoje 9 tipos de azeitonas em 40 hectares plantados tendo, atualmente, 14 pessoas trabalhando diretamente na colheita.

produzir os azeites da colheita do ano, no olival. Com isto os ganhos na qualidade foram muito significativos pois as azeitonas foram processadas dentro de poucas horas de colhidas, em casa”, comenta o proprietário.

O casal, a partir do início da produção, começou de uma forma bastante natural receber várias pessoas interessadas e conhecer o olival. Fator que veio a somar no projeto inicial que era produção de azeite de oliva e azeitonas de mesa. O olivoturismo, hoje, tem sido a segunda fonte de renda da propriedade, todos os meses, turistas e pessoas ligadas ou inte-

ressadas no setor, querem conhecer mais sobre o seguimento, vão até à Olivo Pampa onde são recebidas pelos proprietários para uma visitação onde é possível passear por dentro da fábrica e conhecer os estágios da produção. Além, é claro, de provar o azeite “Ouro de Santana”, marca criada pelos produtores e comercializada diretamente na propriedade.

O secretário de Desenvolvimento e Turismo, Calico Grisólia, que esteve junto, durante a visita, destaca a importância do empreendimento para a região que já se tornou uma referência no cenário nacional quando o assunto é produção em oliveiras. “Este é um empreendimento que está ajudando na diversificação da nossa matriz produtiva. A Olivo Pampa tem tido um papel muito importante na última década motivando mais produtores em investir na olivocultura, pois ela está provando a lucratividade desta atividade, não apenas no Rio Grande do Sul e Brasil. Provando as

Foto: Matias Moura/AP

Desenvolvimento e turismo

Foto: Matias Moura/AP

A partir de março de 2014, foram produzidos os primeiros azeites de azeitonas sadias colhidas à mão, no seu melhor ponto de maturidade. “Já em 2015, depois de investir num lagar próprio, moderno. Conseguimos

A equipe do Jornal A Plateia acompanhou, nesta semana, parte da colheita que está em pleno vapor. Segundo Fernando Rotondo, a propriedade

características positivas do nosso terroir do parelalo 31, tanto para a questão da uva quanto para a cultura das oliveiras. E o nosso papel, enquanto governo, é apoiar este e outros projetos positivos para o nosso município” encerrou.

Foto: Matias Moura/AP

tras e de eventos de degustação e harmonização de azeites. Para acompanhar e garantir a qualidade de nossa nova produção, contratamos uma consultoria internacional de gestão


Ana do Livramento. Sábado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018 20 ASant’PLATEIA

OPINIÃO

Por uma cultura de futuro Qual o futuro que queremos? Frequentemente somos instados a refletir sobre esta pergunta, seja no plano coletivo ou individual. Isso acontece, por exemplo, a cada dois anos, quando vamos às urnas para escolher nossos representantes. Também, no momento de escolhermos nossos rumos pessoais e profissionais. E quando o imponderável nos obriga a pensar em novos caminhos. Apesar disso, o futuro encontra espaço insuficiente em nosso dia a dia. Ainda somos muito movidos pelo imediato, sem pensar para além dos próximos dias ou meses. No Brasil, não temos uma cultura consolidada de planejamento e de visão de longo prazo. Os números não deixam dúvidas. Segundo a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais, apenas um quarto da população

economicamente ativa faz algum investimento, como poupança. Outros estudos mostram ainda que menos de 10% dos brasileiros estão cobertos por algum tipo de seguro. Como resultado, muitas pessoas se veem desprevenidas quando ocorre um incidente extraordinário: a morte ou incapacitação do provedor da família, um grave acidente doméstico ou no trabalho, por exemplo. Situações difíceis que poderiam ser atenuadas com medidas simples de planejamento financeiro. O momento atual é propício para um novo paradigma, com as pessoas passando a ter efetivamente o controle do que querem para seu futuro. Uma poupança, um seguro de vida, uma previdência privada são bons caminhos para começar. Planos que Cláudia Oliveira, Superintendente Comercial da Rio Grande Seguros e Previdência

cabem no orçamento familiar podem ser encontrados nos principais operadores do setor e instituições bancárias como o Banrisul. Esse processo será positivo não só para o indivíduo, mas também ajudará a desonerar o Estado. Isso porque tornará a sociedade menos dependente dos governos, sobretudo neste cenário de recursos exíguos. E, também, gerará um maior senso de longo prazo, tornando melhores nossas decisões no plano coletivo. Para isso, a mudança deve iniciar na base, com educação financeira nas escolas, e seguir com campanhas de conscientização sobre o tema. Já disse sabiamente o ex-primeiro-ministro britânico Winston Churchill: “Se pudesse, escreveria a palavra ‘seguro’ na porta de cada casa, na frente de cada homem, tão convencido estou de que, mediante um módico desembolso, um seguro pode livrar as famílias de catástrofes irreparáveis”. Avançar em uma cultura de futuro é um importante passo para uma vida melhor a todos os brasileiros.

aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

Mais um santanense em posto de destaque

O santanense que passou a integrar os primeiros escalões do Governo do Estado é o administrador Nei Carlos Ferreira. Formado em administração de empresas e especialização em processos gerenciais, Nei teve excelente desempenho também nos governos de Germano Rigoto e de

Yeda Crusius, atuando na chefia de Gabinete da Secretaria do Turismo. Em 2011 atuou na Secretaria do Trabalho, em 2013 na assistência social e, após, na área das micro empresas da Sesampe. Nei agora assume um lugar de destaque na Casa Civil trabalhando na ética e transparência.


aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Såbado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018

21


Ana do Livramento. Sábado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018 22 ASant’PLATEIA

aplateia.com.br facebook/aplateia

SANT´ANA DO LIVRAMENTO. EDITAL DE LEILÃO JUDICIAL 1ª Vara Cível de Sant´Ana do Livramento- RS. Data: 22 de fevereiro de 2018 às 14:00hs Local: Rua 13 de Maio n°1400 Sant´Ana do Livramento - RS. 01-Pr.nº025/1.17.0000159-8, PARTES: Defer e Roullier Fertilizantes Ltda x Otto Klinger Nunes de Souza. OBJETO: *Um terreno, situado no lugar denominado Bairro Industrial, designado pelo lote 09 da quadra G, área total de 300m², Loteamento “Parque Residencial Santanense”. Matrícula nº21814 do CRI de Santana do Livramento/RS. Avaliação em R$8.300,00 (oito mil e trezentos reais). Ônus: R-2/21.814 Penhora p/ Defer & Roullier Fertilizantes Ltda Pr.n°025/1.03.00089090; R-3/21.814 Penhora p/ Estado do Rio Grande do Sul Pr.nº025/1.06.0001104-6. *Um terreno, situado no lugar denominado Bairro Industrial, designado pelo lote 10 da quadra G, área total de 300m², Loteamento “Parque Residencial Santanense”. Matrícula nº21815 do CRI de Santana do Livramento/RS. Avaliação em R$8.300,00 (oito mil e trezentos reais). Ônus: R-2/21.815 Penhora p/ Defer & Roullier Fertilizantes Ltda Pr.n°025/1.03.0008909-0; R-3/21.815 Penhora p/ Estado do Rio Grande do Sul Pr.nº025/1.06.0001104-6. *Um terreno, situado no lugar denominado Bairro Industrial, designado pelo lote 11 da quadra G, área total de 300m², Loteamento “Parque Residencial Santanense”. Matrícula nº21.816 do CRI de Santana do Livramento/ RS. Avaliação em R$8.300,00 (oito mil e trezentos reais). Ônus: R-2/21.816 Penhora p/ Defer & Roullier Fertilizantes Ltda Pr.n°025/1.03.0008909-0; R-3/21.816 R-3/21.815 Penhora p/ Estado do Rio Grande do Sul Pr.nº025/1.06.0001104-6. José Lazaro Ribeiro Me-

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

nezes, leiloeiro designado pelo(a) MM. Sr (a). Dr(a). , Juiz(a) de Direito da 1ª Vara Cível de Sant Ana do Livramento– RS, venderá em Leilão Público Judicial, em 1º e 2º Leilão, respectivamente nos dias 22 de fevereiro e 06 de março de 2018 próximo no local e hora acima descrito. Conforme art.895 do NCPC, os interessados em adquirir o bem penhorado em prestações poderá apresentar, por escrito: I – até o inicio do 1º leilão, proposta de aquisição do bem por valor não inferior ao da avaliação. II – até o 2º leilão, proposta de aquisição do bem por valor que não seja considerado preço vil. Par.1º - a proposta conterá, em qualquer hipótese, oferta de pagamento de pelo menos 25% do valor do lance à vista e o restante parcelado em até 30 meses, garantido por caução idônea, quando se tratar de móveis, e por hipoteca do próprio bem, quando se tratar de imóveis. Par.2º - as propostas para aquisição em prestações indicarão o prazo, a modalidade, o indexador de correção monetária e as condições de pagamento do saldo. Par.6º - a apresentação da proposta prevista neste artigo não suspende o leilão. Par.7º - A proposta de pagamento do lance à vista sempre prevalecerá sobre as propostas de pagamentos parcelados. INTIMAÇÃO: os devedores, caso não encontrados para cientificações pessoais ficam por este intimados, todos os executados, cônjuges, sucessores, sócios, bem como os demais terceiros de todos os atos e formas aqui mencionadas, não podendo alegar desconhecimentos. As despesas de arrematação ocorrem por conta do arrematante. Comissão do leiloeiro no percentual de 6% para bens imóveis e 10% bens móveis. José Lazaro Ribeiro Menezes - Telefones (55) 3241-3401 e 99972-0707 – SANT`ANA DO LIVRAMENTO - RS. www.santamarialeiloes.com.br


aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

GERAL

redacao@jornalaplateia.com

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Såbado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018

23


Ana do Livramento. Sábado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018 24 ASant’PLATEIA

aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

Duda Pinto de leve dudapinto@terra.com.br

Santa Catarina PORTUGAL

O casal Carlos Roberto Borba e Silvana Lilian Buere curtindo férias nas belas praias catarinenses.

Felipe e Suzzani Britto no Santuário Nossa Senhora de Fátima, em Portugal, festejando 30 anos de casados.

FORMATURA Festejando 35 anos de união e de muito amor o casal Carlos Roberto Bidart e Norma Virginia Bidart no último dia 5 de fevereiro. O jovem santanense Guilherme Dias Fernandes, filho de Aparecida Dias da Silva e Sidinei Dias da Silva, foi diplomado pela Universidade em Caxias do Sul, no último final de semana. Num clic especial para a coluna o formando e sua bela família.


aplateia.com.br facebook/aplateia

A PLATEIA

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

Sant’Ana do Livramento. Sábado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018

BLITZ

Duda Pinto de leve dudapinto@terra.com.br

FEBRE AMARELA Uma doença transmitida pelos mosquitos, mais uma vez, está amedrontando a população brasileira, e principalmente, os moradores da região sudeste. Atualmente são 353 casos e 98 mortos pela febre amarela no Brasil. Em nossa cidade os focos do mosquito transmissor da dengue são centenas. A população de mosquitos aumenta principalmente pelo descaso da população que mantém água em vasos, garrafas, potes, pneus e piscinas que não recebem tratamento. Se todos cuidassem obviamente que venceríamos esta batalha, infelizmente os mosquitos estão nos dando de goleada.

PRESOS Atualmente são 2 milhões de presos, a população carcerária dos EUA.

BOMBACHA A ocorrência policial que foi transmitida pela nossa TV A Plateia em que um gaúcho foi assaltado e perdeu até as bombachas, ficando somente de cuecas virou tema musical do badalado conjunto gaudérios Os Mateadores. O jornalista Giovani Grizzoti que nos acompanha viu a postagem no facebook e desafiou os integrantes do grupo para que fizessem uma música que denominaram “De boina, lenço e bota”. Um sucesso...

Merecem aplausos as blitz educativas dos guardas de trânsito, os populares azulzinhos. Educar e transmitir as regras de trânsito sempre faz bem. Todos nós gostamos de carinho e gentileza gera gentileza. Com todo o respeito...

AVIÃO

A imprensa da capital gaúcha festejando a notícia que teremos voos regulares da Gol entre Porto Alegre e Rivera a partir da segunda quinzena do próximo mês de março, os aviões da Two Flex consorciada com a Gol. Serão 5 novos destinos no RS entre eles Passo Fundo, Bagé, Santa Cruz, Rio Grande e a nossa fronteira.

PERGUNTAR NÃO OFENDE As relações entre a prefeita Mari Machado e o prefeito Ico atualmente não são das melhores. Com todo o respeito.

VIADUTO

Passeando por Porto Alegre vejo que moradores de rua literalmente invadiram o viaduto da Borges. Por lá uma verdadeira favela, uma cena muito triste e deprimente com pessoas, seres humanos no mais alto grau de pobreza. Um cartão postal da cidade e que o prefeito deveria dar mais atenção a essa gente, tratá-las melhor, afinal o poder público é pra isso.

LULA

Foi confirmado o encontro do ex-presidente Lula e o ex-presidente uruguaio Pepe Mujica no próximo dia 27 aqui na fronteira. Os petistas já estão convidando a companheirada e os simpatizantes pelo watsapp para estarem às 10 horas deste dia 27 no Parque Internacional.

VISITA

O ator global Zé Vitor Castiel está em nossa fronteira onde veio descansar e curtir o carnaval. O Edis e o Teixeira bem que poderiam convidá-lo para participar do bloco do Largo.

25

RACISMO

Um episódio acontecido em Caxias do Sul no ano de 2014, marcou mais uma vez a população negra do nosso estado. A vítima foi o consagrado ex-árbitro de futebol, Márcio Chagas, que após uma partida entre Veranópolis e Esportivo. Além de sofrer ofensas verbais durante o jogo por parte da torcida, no final, quando foi pegar o seu carro, no Estádio Montanha dos Vinhedos, tinha bananas por tudo que era lado. Com personalidade forte ele não titubeou, narrou o fato na súmula e também prestou queixa na Polícia. Nesta semana, saiu a sentença e o Clube Esportivo de Bento Gonçalves terá que indenizar o Márcio. O time foi condenado pela 15ª Vara Cível do Foro Central de Porto Alegre a pagar R$ 15 mil a ele, por danos morais. Na esfera esportiva, o clube foi punido ainda com a perda de três pontos no Campeonato Gaúcho e multado em R$ 60 mil. Atualmente, o Márcio Chagas é comentarista de arbitragem na RBS TV.

ESTÂNCIA

Na noite da última terça-feira, a Prefeita em exercício, Mari Trindade, o Secretário de Desenvolvimento e Turismo, Calico Grisolia e, o diretor do frigorífico Estância, Marcelo Rorato, tiveram um longo e produtivo papo. Apesar de estar há pouco mais de dois anos em nossa aldeia, o Estância já é um dos grandes em abates de ovinos e, nos próximos dias deve fazer um grande lançamento em Porto Alegre de um novo produto produzido em Livramento! Em 2017 foram abatidos mais de 20.000 ovinos, sendo que os cortes são vendidos pra redes de supermercados santanenses, como de Porto Alegre e São Paulo! Que beleza!

É CARNAVAL

Mesmo criticado, o presidente Michel Temer decidiu manter a viagem para descansar com a sua família, na Restinga da Marambaia, no Rio de Janeiro, durante o carnaval. Para se instalar por lá o presidente precisou de uma equipe de cerca de 65 pessoas que lhe darão apoio. A casa da Restinga de Marambaia que será ocupada por Temer é administrada pela Marinha e, embora a praia seja pública, o seu acesso é restrito, por se tratar de uma área militar.


Ana do Livramento. Sábado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018 26 ASant’PLATEIA

GERAL

aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

Lauren Trindade - redacao@jornalaplateia.com

Muito além de estudar fora e evoluir p Santanenses que fizeram graduação em outra cidade, mas retornaram para a cidade natal

T

odos os anos, ou a cada semestre, os jovens sonham em passar no vestibular e ter uma carreira profissional de sucesso. Acaba a onda de vestibulares, a intensa carga horária de estudos, a expectativa de ver o nome na lista dos aprovados, a indecisão ao escolher o curso e a universidade, aqueles que optam por uma instituição longe de casa, é hora de mudanças e de grandes expectativas. Essas mudanças são como descobrir um mundo novo, deixar a casa dos pais, o conforto e convívio com a família e amigos

para viver um ambiente de pessoas novas e desconhecidas. Mil ideias passam pela cabeça de quem vai morar longe de casa. Além dos estudos, como será a vida de universitário, festas, liberdade, etc.? Assim começam os estudantes que deixam suas cidades para tentar oportunidades novas, deixando o aconchego do lar para estudar e sonhar com o futuro incrível e hipotético que os espera. Deixam a cidade que amam para viver as oportunidades que não surgem duas vezes. Porém, depois de formados nem todos os estudantes continuam na cidade que fizeram a graduação,

Médica Veterinária, Fernanda Policarpo, proprietária da Clínica Polivet. Foto: Lauren Trindade/AP.

alguns retornam para a cidade natal. Muitos motivos levam a isso: família, comodidade, segurança, enfim, o costume e a saudade da Fronteira, como no caso, Sant’Ana do Li-

vramento. Nesta edição, o Jornal A Plateia conta a história de santanenses que foram estudar fora de Livramento, mas acabaram voltando após formados. Eles

trouxeram novidades, empreenderam e estão contribuindo para o desenvolvimento econômico da cidade. É o caso da médica veterinária Fernanda Policarpo, que cursou o ensino médio na Escola General Neto, fez meio ano de cursinho em Livramento e foi embora para São Leopoldo, onde a irmã morava. Fez mais meio ano de cursinho, prestou vestibular para Jornalismo e não passou. No outro ano, estudou e prestou vestibular para Veterinária na Universidade Federal de Pelotas e foi aprovada. Em 2009, foi para Pelotas, onde passou cinco anos na graduação. Depois de formada, trabalhou um ano na mesma clínica que já fazia estágio durante a


aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

GERAL

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Sábado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018

27

Lauren Trindade - redacao@jornalaplateia.com

profissionalmente faculdade. Após esse período de estudos, Fernanda sentiu a necessidade de voltar para casa, por questão de família, qualidade de vida, segurança, isso tudo começou a pesar na balança. Final de 2014, a veterinária retornou para Livramento e em 2015 abriu a Clínica Veterinária Polivet, localizada na rua Sete de Setembro, nº 181. Fernanda diz que as dificuldades que encontra na área é que, às vezes, a cidade não tem recursos para exames e tem que enviar para outros centros. “Hoje em dia, o pessoal tem o cão e o gato como filho, e eu acho que eles servem mais como uma terapia para as pessoas. Nesta vida que levamos, mesmo que sejamos do interior, temos uma vida corrida, quando chegamos em casa e vamos descansar é a hora de fazer um carinho no nosso cachorro ou no nosso gato. Por mais que estejamos de mau humor, ou não estejamos bem, eles sempre vêm

fazer festa igual. Então, hoje, eu acho que o pet já é um membro da família e ele acaba contribuindo para o bem-estar do ser humano, diminuindo o estresse. A clínica veterinária é um suporte para aquele ente da família”, destaca. A médica veterinária diz que os planos para o futuro na parte profissional é expandir, pensar sempre em crescer e trazer coisas diferentes. “Hoje a gente tem várias clínicas bem completas e com bastante estrutura. A ideia é aumentarmos a clínica, mas também trazer um serviço diferenciado para não ficar igual a todo mundo”, comenta. A clínica este ano inovou com terapias complementares para os pets e está trabalhando com a parte de comportando animal, reiki veterinário e uso de florais. Uma situação semelhante viveu o cirurgião dentista, Rodrigo Arce Silveira, que estudou em Pelotas. Saiu de Livramento em

1998, fez cursinho pré-vestibular e passou para Odontologia também na Federal de Pelotas. Além disso, na época, foi aprovado para Engenharia Química na Furg. Entrou na faculdade em 2001, após formado foi morar em Porto Alegre, onde trabalhouumtempoeacabou voltando para Livramento, após ser chamado no Exército, que ficou até 2015. Rodrigo diz que voltou para a cidade natal porque gosta de Livramento. “Quem é da Fronteira gosta da Fronteira, quem sai daqui sempre tem o sonho de voltar”, comenta. Além disso, ele diz que o motivo do retorno foi a família e ficar perto dos pais. Especialista em prótese dentária, Rodrigo diz que a dificuldade que encontra na cidade é que se tornou um mercado escasso, porque são muitos profissionais na área. Ele trabalha na Odontologia Especializada, composta por mais cinco dentistas. Cada profissional atua na sua especialidade. “Colo-

camos a odontologia especializada pra nós trabalharmos juntos aqui, mesmo não sendo uma clínica, cada um tem um consultório particular na sua área, são vários setores da odontologia em um lugar apenas”, destaca. Por meio desse consultório, os profissionais somam conhecimento. “Essa união é ótima porque é como se fosse um centro integrado, a gente consegue debater ideias, temos bastantes casos complicados. Consegui-

Cirurgião Dentista, Rodrigo Arce. Colaborador do consultório Odontologia Especializada. Foto: Lauren Trindade/AP.

mos nos reunir, discutir, então é muito gratificante no crescimento profissional e isso é muito satisfatório”, afirma. O cirurgião dentista diz que os planos para o futuro

é continuar estudando, porque a odontologia é uma profissão que está sempre atualizando e é preciso seguir estudando para atender melhor os pacientes.


Ana do Livramento. Sábado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018 28 ASant’PLATEIA

SANT´ANA DO LIVRAMENTO. EDITAL DE LEILÃO JUDICIAL. 1ª Vara Cível de Sant´Ana do Livramento- RS. Data: 22 de fevereiro de 2018 - às 14:00 h. Local: Rua 13 de Maio n°1400 Sant´Ana do Livramento/RS. 01-Pr.nº025/1.05.0005406-1, PARTES: Fazenda Pública Municipal de Santana do Livramento x Gomercindo Fonseca Xavier. OBJETO: Um terreno, situado nos subúrbios desta cidade, no lugar denominado “Parque Residencial São José”, sob nº07 da quadra 51, a Av. B, com área total de 408,19m². Demais informações estão no Auto de Penhora dos autos e na página www.santamarialeiloes.com.br . Matriculado no Cartório de Registro de Imóveis desta Comarca sob o nº09982. Avaliação em R$8.000,00 (oito mil reais). ÔNUS: penhora para o autor. 02-Pr. nº025/1.11.0004766-0, PARTES: Fazenda Pública Municipal de Santana do Livramento x Salvador da Rosa Prates. OBJETO: Um terreno situado nesta cidade, na Vila Luiz José de Menezes, na Rua General Costa, esquina com a Rua Benjamin Cabello, contendo uma casa de alvenaria em regular estado de conservação. Demais informações estão no Auto de Penhora dos autos e na página www.santamarialeiloes. com.br . Imóvel sob matrícula nº04939, do CRI desta Comarca. Avaliado em R$ 220.000,00 (duzentos e vinte mil reais). ÔNUS: nada consta. Luiz Fernando Moraes da Cruz, leiloeiro designado pelo (a) MM. Sr (a). Dr (a). , Juiz (a) de Direito da 1ª Vara Cível de Sant´Ana do Livramento – RS, venderá em Leilão Público Judicial, em 1º e 2º Leilão, respectivamente nos dias 22 de fevereiro e 06 de março de 2018 próximo no local e hora acima descrito. Conforme art.895 do CPC, os interessados em adquirir o bem penhorado em prestações poderá apresentar, por escrito: I – até o inicio do 1º leilão, proposta de aquisição do bem por valor não inferior ao da avaliação. II – até o 2º leilão, proposta de aquisição do bem por valor que não seja considerado preço vil. Par.1º - a proposta conterá, em qualquer hipótese, oferta de pagamento de pelo menos 25% do valor do lance à vista e o restante parcelado em até 30 meses, garantido por caução idônea, quando se tratar de móveis, e por hipoteca do próprio bem, quando se tratar de imóveis. Par.2º - as propostas para aquisição em prestações indicarão o prazo, a modalidade, o indexador de correção monetária e as condições de pagamento do saldo. Par.6º a apresentação da proposta prevista neste artigo não suspende o leilão. Par.7º - A proposta de pagamento do lance à vista sempre prevalecerá sobre as propostas de pagamentos parcelados. INTIMAÇÃO: os devedores, caso não encontrados para cientificações pessoais ficam por este intimados, todos os executados, cônjuges, sucessores, sócios, bem como os demais terceiros de todos os atos e formas aqui mencionadas, não podendo alegar desconhecimentos. As despesas de arrematação ocorrem por conta do arrematante. Comissão do leiloeiro no percentual de 6% para bens imóveis e 10% bens móveis. Luiz Fernando Mores da Cruz - Telefones (55) 3241-3401, 3226-8666 e 98403-1919 – SANTANA DO LIVRAMENTO - RS. www.santamarialeiloes.com.br

aplateia.com.br facebook/aplateia

EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA SOCIAL EXTRAORDINÁRIA SINDICATO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTES RODOVIARIOS DE CARGAS NACIONAL E INTERNACIONAL DE SANTANA DO LIVRAMENTO Conforme Artigo 7º, Letra B do Estatuto Originário, registrado sob o processo nº 296 FL 145, LV A-02, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, representando neste ATO, por mais de 20% dos “Sócios Efetivos”, “quites com a tesouraria”, convocamos a todos Sócios Efetivos para participarem da ASSEMBLÉIA SOCIAL EXTRAORDINÁRIA, que se realizará no dia 20 de Fevereiro de 2018, às 14:00hs., em 1º convocação e às 15:00 horas, em 2º Convocação, em sua sede social sito à Rua Pery Ferrer Soares, nº 122, sala 13, com qualquer número de presentes, para deliberarem, exclusivamente, sobre a seguinte ordem do dia: “Alteração Estatutária (A abrangência da base territorial e outras deliberações estatutárias), conforme Art. 37 do Estatuto Primário”. Santana do Livramento-RS, 10 de Fevereiro de 2018.

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939


aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Såbado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018

29


Ana do Livramento. Sábado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018 30 ASant’PLATEIA

aplateia.com.br facebook/aplateia

FAÇO SABER QUE PRETENDEM CASAR-SE: VITOR MATEUS DA COSTA ESPIRITO SANTO, SOLTEIRO, NATURAL DE SANTANA DO LIVRAMENTO,RS, RESIDENTE E DOMICILIADO NA CIDADE DE SANTANA DO LIVRAMENTO,RS, FILHO DE CÉSAR DO ESPIRITO SANTO E DE SONIA MARISA DA COSTA ESPIRITO SANTO. JULIANA OLIVEIRA PIRES, SOLTEIRA, NATURAL DE RIO DE JANEIRO, RJ, RESIDENTE E DOMICILIADA NA CIDADE DE SANTANA DO LIVRAMENTO,RS, FILHA DE GILBERTO SILVA PIRES E DE CLÁUDIA DE ARAUJO OLIVEIRA. QUEM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO, ACUSE-O NA FORMA DA LEI. SANT’ANA DO LIVRAMENTO, RS, 02 DE FEVEREIRO DE 2018.

Bastidores

Edis Elgarte

ediselgarte@jornalaplateia.com WhatsApp (55) 84296522

Vaga para tutor EaD da Unipampa Estão abertas, até o próximo dia 20, inscrições para a seleção de 7 tutores para atuarem no Curso de Bacharelado em Administração Pública UAB/Unipampa, na modalidade à distância, no âmbito do Sistema Universidade Aberta do Brasil. Podem participar graduados em Administração, Gestão Pública, Economia ou Contábeis. Informaçõesnoendereçowww. unipampa.edu.br/ead.

Comércio voltado ao turismo Importante a iniciativa da Câmara de Vereadores de abrir debate a respeito da proposta de adaptação da legislação municipal referente ao horário de funcionamento do comércio, ainda que já esteja protocolado na Casa Projeto de Lei Complementar para acabar com a limitação dos dias e horários de funcionamento dos estabelecimentos comerciais em Livramento. O propósito da promoção do desenvolvimento econô-

mico e social, que deve ser comum a todos os cidadãos realmente interessados no futuro da cidade, precisa contemplar sempre o bem comum, ou seja, da maioria da população. Os vereadorespoderiamsimplesmente votar a alteração e mudar ou manter a regra atual, mas - corretamente - optaram por ouvir todos os lados. O comércio aberto aos turistas tem que gerar renda e empregos, de forma justa e com base na legislação.

Quem tem boca se entende? Ou se ofende?

Novo sistema oferece melhor desempenho de reservatórios Livramento ganha a possibilidade de solucionar, definitivamente, um problema histórico no sistema de abastecimento de água - o da utilização otimizada dos reservatórios que acondicionam a água captada no subsolo para distribuição à população. A novidade chegou até o novo diretor do Departamento de Água e Esgotos, Gorge Bannura, através do empresário Maurício Leão, que atua no ramo tecnológico da automação predial e visitou a autarquia acompanhado pelos vereadores Maurício Galo Del Fabro e Romário Paz. O empresário apresentou um projeto para a implementação de soluções tecnológicas visando a melhorar a eficiência no funcionamento dos reservatórios, cujo sistema operacional ainda é analógico e passaria a ser digital. O sistema proposto permitiria melhores resultados tanto no monitoramentodoníveldeáguaequantonofuncionamento geral dos reservatórios, detectando em tempo real todas as informações referentes à estrutura.

Deus, Eu e as Ruas Já está nas bancas o mais recente trabalho do escritor santanense Flávio Rodrigues, o livro “Deus, Eu e as Ruas”, no qual compartilha com os leitores um período marcante e comovente de sua vida, quando foi menino de rua em Porto Alegre. Esta semana, o Flávio esteve reunido com o dinâmico diretor da Casa de Cultura Ivo Caggiani, Antônio Carlos Valente, quando definiram para às 20 horas do próximo dia 16 de março olançamentodaobra,comsessãodeautógrafose coquetel no Salão Branco da Casa de Cultura. “Vai ser uma noite memorável, para a qual vamos contar com a presença de todos os amigos do Flávio e de todos aqueles que são amantes da literatura. O livro está muito bonito. Uma história emocionante e verdadeira, de muita luta, sofrimento, coragem, fé em Deus, superação, e ao final uma grande vitória”, garante o Valente.

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

Por definição, política implica diálogo, conversação, entendimento... Para chegar a esse status - o do entendimento - é necessário, sobretudo, parcimônia e respeito pela opinião diferente. Quando se começa a utilizar os próprios conceitos e filtros para pré julgar ou antecipar conclusões sobre ações e pretensões alheias sem, ao menos, perguntar seus objetivos, começa-se a andar pelo caminho da discórdia, do desentendimento... Infelizmente, parece que as relações de algumas lideranças políticas locais com outros setores da sociedade começam a trilhar exatamente esse caminho - que, aliás e lamentavelmente, já foi percorrido por “líderes” do passado, para prejuízo geral da história santanense. Por mais entendimento, sem ofensa!


aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

DEFESA

Marcel Neves - marcelneves@jornalaplateia.com

“Cada comandante tem sua característica”

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Sábado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018

31

Foto: Marcelo Pinto/AP

Há 1 mês teve troca de comando no 7º Regimento de Cavalaria Mecanizado (7º RC Mec). Nesta semana conversamos com o novo comandante, Tenente Coronel Muxfeldt, que retornou a Sant’Ana do Livramento, onde já havia morado na década de 90, quando seu pai comandou o Regimento. Confira a entrevista especial deste Jogada de Letra. Jornal A Plateia: Como foi essa sua readaptação à cidade e a todo esse contexto que não é tão novo para o senhor? Ten. Coronel Muxfeldt: “A adaptação foi muito rápida, já estou estruturado. Rapidamente entrei no eixo do quartel, já que ele tem suas atividades programadas. Já dei minhas diretrizes, o que é natural na troca de Comando, sempre várias são mantidas e algumas são substituídas, mas sempre com o calendário previsto desde 2017, o calendário de atividades e de eventos planejados até o fim do ano. Estamos com o processo de incorporação, na fase final dos conscritos para que no dia 1º de março possamos dar início à formação básica do soldado. Já iniciamos o curso dos médicos, dos sargentos técnicos também está em andamento. Minha adaptação está plena, já instalado e no regimento já perfeitamente adaptado à rotina, o que não é diferente também do que somos acostumados em outros quarteis. A particularidade, sim, é do tamanho do quartel, da região em que se localiza. Já tive a oportunidade de interagir com diversas agências tanto da polícia como com o próprio prefeito municipal, com o nosso judiciário, então já tive a oportunidade dessas conversas. Tive a oportunidade de conhecer Thomaz Albornoz, inclusive levando nosso pessoal recém chegado, como oficial de operações e pessoal que não conhecia a região”. AP: Como o senhor avalia esse seu mês de trabalho? Muxfeldt: “Não faço uma avaliação minha própria, não.

Procuro buscar metas. Sempre tentamos medir aquilo que não se mensura, por exemplo, a disponibilidade de viaturas. A gente só tem certeza se estamos bem verificando os índices. Procuro agir nisso, se os armamentos e as viaturas tiverem condições, o pessoal com a saúde em dia, as atividades funcionando plenamente durante todo o expediente... Se as atividades estiverem fluindo bem considero que o caminho está sendo correto. Não faço uma autoavaliação, mas uma avaliação do trabalho como um todo para poder reagir onde mereça mais atenção”. AP: Impor seu estilo pode demorar ou é mais fácil em uma instituição com o nível de organização que tem o Exército Brasileiro? Muxfeldt: “Não, é mais fácil. De fato, o trabalho é contínuo. Cada comandante tem sua característica, isso é do ser humano. Agora, as ordens são as mesmas e os objetivos a serem atingidos também são os mesmos, mas tenho uma equipe muito boa aqui de oficiais, de subtenentes e sargentos que com grande felicidade eles gostam da cidade. Então é muito comum a esses oficiais e principalmente aos subtenentes e sargentos a rotatividade ser pequena. Quando o miliar sai para outra guarnição, ele acaba voltando para Santana do Livramento. Isso é bom porque gera experiência no quartel, a continuidade fica mais fácil; de fato é um quartel em que a rotatividade não é grande, ela é pequena e quando acontece os militares acabam retornando. Isso é muito bom,

essa qualificação, essa competência profissional ajuda a desenvolver o trabalho. Recebendo o cabo e soldado com boa qualificação escolar e com a família apoiando isso facilita também o cumprimento das atividades do Regimento”. AP: Uma das características de Santana do Livramento é união entre as forças de segurança e, no seu caso, de defesa, o que talvez em outros lugares não se tenha dessa forma. Como o senhor percebeu nesse início essa parceria, essa aliança com as demais forças? Muxfeldt: “Aqui realmente é surpreendente. Nosso contato com as forças de segurança, nosso contato com os órgãos de Santana do Livramento e posso elencar diversos, ele é bom, a cordialidade é muito boa, não existem vaidades, vaidade é algo que destrói e quem é prejudicado é a ponta da linha, quem necessita do serviço. Não existem vaidades, existe cooperação. No que depender de mim essa cooperação só vai melhorar, essa cooperação tende a melhorar com o que temos de capacidades para apoiar os diversos órgãos para que cumpram bem suas atividades. Isso não é nada mais nada menos do que uma missão que temos em lei complementar com as atribuições subsidiárias em que está previsto o apoio sim aos órgãos diversos que atendem a municipalidade como um todo”.


Ana do Livramento. Sábado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018 32 ASant’PLATEIA

SEGURANÇA

aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

redacao@jornalaplateia.com

“Não vou desistir, se for preciso vou acorrentar ele” diz mãe de dependente químico Esperando a internação

Silvana pede ajuda para conseguir internar o filho em clínica para tratamento Uma dura realidade vivida, diariamente, por milhares de famílias é a questão da dependência química. Ela está presente em todas as classes sociais e é uma das mazelas da sociedade moderna. De um lado, o submundo da narcotraficância que arrecada cifras astronômicas com a venda ilícita de substâncias entorpecentes, de outro, as forças policiais que trabalham, incansavelmente, no combate a este mal do século, e no meio do fogo cruzado estão as famílias dos dependentes químicos. Como é o caso de uma mãe, que realizou um desabafo na porta da Delegacia de Pronto Atendimento na manhã dessa sexta-feira (9) porque seu filho, que é usuário, foi detido mais uma vez. Silvana Gonçalves, 57 anos,

convive há 17 com o problema da dependência química do seu filho, Tiago Gonçalves Linhares, de 33 anos. Segundo Silvana, o filho teria começado utilizar drogas aos 14 anos de idade aqui em Santana do Livramento. “Na época, eu não morava aqui, e ele conta que começou a usar maconha aos 14 anos quando veio morar com o pai. Depois que descobri que ele era usuário fiz a primeira internação. Ele já passou por 17 fazendas de reabilitação e mais umas 8 clínicas” contou. A mãe, que aguardava do lado de fora da delegacia de polícia enquanto mais um registro de ocorrência era feito envolvendo o seu filho, disse que a situação com ele começou a se complicar quando Tiago teve acesso ao crack no tempo de quartel. “Ele disse que fumava crack no quartel, porque lá ele conheceu uma pessoa e durante as noite de ronda eles se drogavam” contou Silvana.

Mãe registrava ocorrência de agressão para proteger o filho Durante a conversa, Silvana revelou que seu filho nunca lhe agrediu, embora existam 26 ocorrências registradas por ela por agressão. “Ele nunca me agrediu. Todas as vezes fui eu que registrei. Eu era obrigada a

dizer que ele que tinha me batido para que ele fosse preso. Era a única maneira. Porque, por outro motivo, a polícia não prendia. Só que agora eu não vou mais mentir, se ele tiver que ir preso, que seja.

Silvana disse que desde dezembro, quando o filho saiu do presídio está tentando realizar a internação dele em uma unidade de tratamento em Uruguaiana, mas até o presente momento não conseguiram vaga. Ele já esteve internado duas vezes na Santa Casa, e nas duas oportunidade ele fugiu de lá”, relata. Segundo a mãe, ela foi informada pela direção do hospital que a instituição não é o local adequado para este tipo de tratamento. Silvana também foi orientada a prosseguir dando medica-

ção ao filho em casa. A mãe disse também que procurou o CAPS e que aguarda por uma vaga para a internação de Tiago. “É uma situação bastante complicada. E ele não quer tomar os medicamentos, achando que ele para quando quiser. Só que não é assim. Mas eu vou continuar lutando pelo meu filho, nem que tenha que “acorrentar”. Se tiver que fazer um quarto com uma corrente e toda a vez que ele precisar e tiver dependência, vou acorrentar ele” desabafou a mãe.

Solto na mesma hora Segundo a mãe, o fato que levou Tiago a ser detido pela Brigada Militar na manhã de ontem, foi o descumprimento de uma ordem judicial que lhe impedia de se aproximar de uma determinada pessoa. “O fato é o seguinte, ele ia pedir dinheiro para um senhor que tem um comércio, e o senhor dava. Aí, fui lá e pedi para ele não dar mais dinheiro porque o Tiago ia comprar droga.

Aí, sugeri para o dono do comércio registrar uma ocorrência solicitando o afastamento e foi o que aconteceu. Daí, na manhã de hoje (sexta-feira) ele descumpriu depois de passar a noite inteira se drogando “ Após ser lavrado um termo circunstanciado e marcada audiência no fórum para Tiago responder pelo descumprimento da medida cautelar, ele foi liberado.


aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Såbado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018

33


Ana do Livramento. Sábado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018 34 ASant’PLATEIA

ESPORTE

aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

Marcel Neves - marcelneves@jornalaplateia.com

Com a alma de sempre e a forma modernizada Em março já tem motores roncando na pista do autódromo de Rivera

A reta oposta do autódromo internacional Eduardo P. Cabrera, em Rivera, possibilita aos pilotos que, literalmente, pisem fundo no acelerador. Ao final do trecho, uma curva cega (quando não se enxerga o que vem a seguir) à esquerda e depois conversão à direita para a entrada na reta dos boxes, a principal da pista. Agora, com a mais nova reforma no circuito, o fim da reta oposta não só continua levando o velocímetro ao limite como também passará a proporcionar maior segurança aos pilotos para que consigam contornar a primeira curva com ainda mais tranquilidade. Antes da reforma, a área de escape era próxima dos 45 metros, em asfalto até a barreira de pneus. Com a modernização, o espaço ganhou mais 20 metros, ficando brita na sequência do asfalto da área de escape, sem contar a adição de mais mil pneus para amortecimento de eventuais impactos nas saídas de pista. “O autódromo está sempre nesse foco, buscando o crescimento técnico e ir melhorando todos os pontos de segurança dos pilotos, estar sempre homologado para receber provas importantes e também visando gerar esse turismo (esportivo) permanente durante todo o ano, pelo menos uma vez a cada 30 ou 40 dias”, afirma Jhonny Bonilla, diretor ao autódromo de Rivera e que comanda a obra no local. Este começo de fevereiro marca toda uma preparação

do circuito para deixá-lo em condições de receber as corridas programadas para o ano. Para 25 de março tem a categoria Sprint Race, categoria surgida no Brasil em 2012, posicionando-se exatamente entre os torneios regionais e os principais campeonatos nacionais, como a Stock Car e o Brasileiro de Marcas. Nesse mesmo fim de semana de Sprint Race, nos dias 24 e 25 de março, também ocorrem os treinamentos e as provas das categorias Turismo (SAC) de Salto (Uruguai) e a Super Chevettes, que possui representantes da Fronteira como Toco Peralta e Henrique Fernandez. Dentre os principais eventos, o calendário apresenta em maio etapa do campeonato gaúcho de marcas e pilotos. Depois, em junho, tem desafio internacional de motociclismo entre Brasil e Uruguai. Em outubro, o fim de semana mais esperado da história do autódromo de Rivera, com a Copa Truck (antes era a Fórmula Truck, que correu em 2017 na Fronteira) e etapa do campeonato brasileiro Mercedes Benz Challenge, com mais de 30 carros no grid de largada. “A gente está em um trabalho árduo para marcar o autódromo no mapa do automobilismo de toda a região do Mercosul, trazendo cada vez mais categorias para gerar o turismo esportivo para Rivera e Livramento”, enfatiza Jhonny Bonilla. O diretor do autódromo salienta a importância do

Diretor do autódromo Jhonny Bonilla acompanha as obras no autódromo de Rivera (Foto: Marcelo Pinto/AP)

apoio de empresas locais para não só a manutenção do trabalho que está sendo feito, mas para o uso ainda maior do autódromo por categorias importantes. Conforme Bonilla, se atualmente são trazidos em torno de quatro grandes eventos ao ano, com o incentivo do empresariado local esse número pode dobrar. “Poderíamos ter mais eventos maiores, mas temos pouco apoio da parte da indústria do turismo, como hotelaria, free-shops e parte de gastronomia. Estaríamos


aplateia.com.br facebook/aplateia

ESPORTE

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Sábado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018

35

Marcel Neves - marcelneves@jornalaplateia.com

Autódromo internacional Eduardo P. Cabrera acaba de passar por mais uma reforma para se ajustar aos grandes eventos (Foto: Marcelo Pinto/AP)

dando mais retorno a eles se tivéssemos um pouquinho de colaboração, com cada empresa colaborando com alguma coisa para o autódromo para termos um caixa para nos ajudar a trazer esse eventos, que não temos mais outros ao ano por causa dessa deficiência econômica que temos por não ter ajuda de ninguém”, destaca Jhonny Bonilla.

Sprint Race corre na Fronteira no dia 25 de março (Foto: Divulgação/F1MANIA)

Mercedes devem correr em outubro em Rivera (Foto: Divulgação/F1MANIA)

No final da reta oposta, o aumento da área de escape em mais 20 metros (Foto: Marcelo Pinto/AP)


Ana do Livramento. Sábado e domingo 10 e 11 de fevereiro de 2018 36 ASant’PLATEIA

ESPORTE

aplateia.com.br facebook/aplateia

(55) 9970-7217 (55) 3242-2939

Marcel Neves - marcelneves@jornalaplateia.com

Pra cima deles Eduardo Garagorry! CT Fronteira Fight também terá outros dois representantes em Punta del Este, no Uruguai

A próxima terça-feira (13) será de protagonismo para Sant’Ana do Livramento no Centro de Convenções de Punta del Este, para onde está programada uma série de lutas de MMA (artes marciais mistas) e Muay Thai. Eduardo Garagorry desponta como principal lutador a representar o CT Fronteira Fight, de Sant’Ana do Livramento, no Uruguai. Treinado pelo pai desde pequeno, Eduardo tem currículo vencedor. Apenas no MMA (Artes Marciais Mistas) ele apresenta oito vitórias em oito lutas, estando invicto. Além disso, já são 22 lutas profissionais na carreira deste desportista

que já passou por outras modalidades, como Taekwondo, Kickboxing, Muay Thai e Jiu Jitsu até chegar a dois anos à prática de MMA. Eduardo tem treinado duro todos os dias para o combate do próximo dia 13 de fevereiro no Uruguai pela categoria até 66 Kg. “A expectativa é muito boa. Treinamos todos os dias e de duas a três vezes ao dia. O objetivo é buscar a vitória com nocaute, finalização, ganhar rápido e sair ileso”, afirma o lutador santanense de 28 anos. O adversário ele já sabe que tem como ponto forte o chão, por meio do Jiu-Jitsu. Entretanto, Eduardo já tem a estratégia para

deixar a luta a seu favor e parar o oponente: “Vou tentar mantê-lo em pé e buscar utilizar o Muay Thai”, revela. A luta será transmitida pela DirecTV e terá grande visibilidade pelo evento ser o maior de artes marciais mistas já realizado no Uruguai. Eduardo está focado: “O foco total é sair com essa vitória nesse evento, que vai dar muita visibilidade pra gente. Se ganhar essa luta farei outra em âmbito internacional e ainda mais importante. Então tenho que ganhar essa aí e seguir treinando que a próxima luta vai ser muito boa”, enfatiza. Além de Eduardo, viajam Paulo Portilho (61

Eduardo Garagorry está invicto no MMA com oito vitórias em oito lutas (Foto: Marcelo Pinto/AP)

Kg - MMA) e Guilherme Gonzalez (71 Kg – Muay Thai). Guilherme sabe que está bem preparado para sua luta. Concentração é o que não falta a ele: “Estamos bem preparados, treinamos todos os dias. A expectativa é ganhar com nocaute”, destaca.

CT Fronteira Fight coloca três lutadores no megaevento de Punta del Este (Foto: Marcel Neves/AP)


A PLATEIA

1

A www.aplateia.com.br PLATEIA Sant’Ana do Livramento. Terça-feira, 17 de outubro de 2017

{en español}

RIVERA SÁBADO 10 DE FEBRERO 2018 Nº 1847

LA EDICIÓN EN ESPAÑOL NO SE VENDE SEPARADA

Perdió el dominio y volcó el vehículo que conducía

// Página 03

El conductor fue atendido en el lugar y posteriormente trasladado politraumatizado grave con dirección al Hospital

PARLAMENTARIO

JUSTICIA

Diputado Nacional visitó Rivera

Oficial de Policía fue enviado a la cárcel

Oportunidad en la cual se refirió a varios temas

Al mismo se le tipificó contrabando y soborno

// Página 02

// Página 02


2

A PLATEIA

facebook/aplateia (55) 9970-7217

A PLATEIA {en español} Sant’Ana do Livramento. Terça-feira, 17 de outubro de 2017

aplateia.com.br /TVAplateia Por: Washington Pereira (55) 3242-2939 www.aplateia.com.br

2

RIVERA SÁBADO 10 DE FEBRERO DE 2018

POLICIALES

Joven de 20 años perdió el dominio y volcó la camioneta que conducía

Jornal A Plateia www.aplateia.com.br Fundado em 10/01/1937 CIRCULA DE MARTES A SÁBADO

DIRETORIA

El accidente se registró en el kilómetro 431 de Ruta Nacional Nº 5 En la pasada jornada de viernes 9 de febrero se registró un accidente en el cual una camioneta se despistó y volcó resultando lesionado su conductor. Según información que posee A Plateia en español en la oportunidad próximo a la hora 16 por ruta nacional Nº 5 con sentido Sur se trasladaba una camioneta marca Fiat, modelo Strada, matriculada en el departamento de Tacuarembó. La misma era conducida por la persona de sexo masculino de iniciales M.M.A., de 20

años, el cual según información periodística recabada , al llegar al kilómetro 431 de la mencionada ruta, el conductor pierde el dominio del vehículo motivo por el cual sale de la pista por una cañada ubicada a pocos metros de un puente. La primera persona en brindar asistencia al joven lesionado fue un Doctor que viajaba en la unidad de una empresa de transporte interdepartamental que pasaba por el lugar del accidente. Posteriormente el conductor de la camioneta Fiat Strada fue trasladado en una ambulancia de la Adminis-

Diretor presidente Antônio Zuheir Badra Diretor-geral Kamal Zuheir Badra Diretor em POA Fabio Zuheir Badra direcaocomercial@ grupoaplateia@gmail.com

COM QUEM FALAR

REDAÇÃO WÁSHINGTON PEREIRA espanhol@jornalaplateia.com PUBLICIDADE LAURA SARAVIA laura@jornalaplateia.com ASSINATURA CAROL MACHADO circulacao@jornalaplateia.com

Camioneta Tras el vuelco (Foto: AP)

tración de los Servicios de Salud del Estado (ASSE) con dirección al Hospital de Tacuarembó, dónde el primer diagnóstico médico indicó politraumatizado grave. Una vez asistido el hombre

de 20 años el Fiscal actuante dispuso el relevamiento fotográfico por parte de Policía Científica y a posterior que la camioneta Fiat Strada fuese entregada a la cuñada del conductor lesionado.

JUSTICIA Policía a la cárcel por soborno y contrabando El mismo intentó evadir un control de Aduanas y fue detenido próximo a Villa Minas de Corrales Finalmente la Justicia en la pasada jornada de viernes 9 de febrero tomo una resolución respecto al Oficial de Policía perteneciente a la Jefatura de San José, R.A.C.M., de 39 años que el pasado jueves 8 del corriente mes en ruta 28 a la altura del kilómetro 44, evadió un control de Aduanas, se dio a la fuga , abandonó el auto que conducía en un establecimiento rural próximo a la localidad de Villa Minas de Corrales en el departamento de Rivera y posteriormente se presentó junto a su defensor legal. En la ocasión como ya lo informamos también fue detenida la mujer de iniciales V.I.C.F., de 36 años, quién a la llegada de los efectivos de las Seccionales 4ª y 5ª de la Policía de Rivera, la misma se encontraba junto a Renault Megane que conducía el Oficial de Policía de 39 años que se había dado a la fuga. En la oportunidad en el Renault Megane la mercadería de contrabando incautada fue 16 cajas de cigarrillos marca 51, con 50 cartones cada una, 1 caja de cigarrillos marca Bill, con 50 cartones cada una, 12 botellas de Whisky marca Johnnie Walker y 12 botellas de Whisky, marca Jack Daniels. Una vez culminada la respectiva instancia judicial el Magistrado actuante dispuso el procesamiento con prisión de R.A.C.M., de 39 años como autor penalmente responsable de un delito de contrabando especialmente agravado por la calidad de funcionario público en reiteración real con un delito de soborno especialmente agravado por inducción a funcionario encargado de fiscalización y un delito de tenencia no autorizada de arma de fuego, con una pena de 2 años y 6 meses de penitenciaría. Mientras tanto que la persona de sexo femenino de iniciales V.I.C.F., de 36 años, fue procesada sin prisión, debiéndose presentar por un lapso de 180 días una vez por semana a la seccional más próxima a su domicilio sin necesidad de permanencia, como así también tendrá que realizar trabajo comunitario por un lapso de 90 días.

Fone/Fax: Circulação: Comercial: Informações: Telemarketing

(55) 3242-2939 (55) 3242-5533 (55) 3242-5654 (55) 3242-2121 (55) 3241-2454

Sugestão de Pauta Artigos de Opinião

CONTATOS:

washipereira10@gmail.com

redacao@jornalaplateia.com elisregina@jornalaplateia.com rodrigo@jornalplateia.com marcelneves@jornalaplateia.com matiasmoura@jornalaplateia.com Editais: editaisaplateia@terra.com.br Sociedade: sociedade@jornalaplateia.com Arte/Comerciais: editoriadearte@jornalaplateia.com A Plateia Online: online@jornalaplateia.com Variedades: variedades@jornalaplateia.com A Plateia en Español: espanhol@jornalaplateia.com Fotografia: marcelopinto@jornalaplateia.com Financeiro: cobrancagrupoaplateia@gmail.com

A PLATEIA

Marca registrada sob nº 825.254.280 Afiliado à

PLANTÃO DA CIRCULAÇÃO Problemas com a entrega da edição de Sábado , ligue: Sábados, das 8h30min às 15h Telefone (55) 3242-2939 Sucursal do Jornal A Plateia em Porto Alegre Avenida Independência, n° 330 conjunto 505. Telefone: (51)3279-3928 Jornal diário editado pela

JB Empresa Jornalística Ltda. CNPJ: 73.752.180/0001-31 Fone (55) 3242-2939 Rua Almirante Barroso, n° 358 esquina rua Uruguai CEP: 97.574-020 SANT’ANA DO LIVRAMENTO Rio Grande do Sul/Brasil


4

A PLATEIA

A PLATEIA {en español} Sant’Ana do Livramento. Terça-feira, 17 de outubro de 2017

facebook/aplateia (55) 9970-7217

aplateia.com.br /TVAplateia Por: Washington Pereira (55) 3242-2939 www.aplateia.com.br

3

RIVERA SÁBADO 10 DE FEBRERO DE 2018

CAMBIO DE MANDO

“El vínculo con las fuerzas armadas es muy importante” Así lo manifestó el Diputado Jaime Trobo en ocasión del cambio de mando en la Brigada de Caballería Nº 1 en Rivera Se llevó a cabo en la ciudad de Rivera el cambio de mando en la Brigada de Caballería Nº 1, dónde asumió como nuevo Jefe de la mencionada Unidad Castrense el Coronel Jorge Fernández, de 49 años, oriundo de la ciudad de Melo en el departamento de Cerro Largo, suplantando al Coronel Silvio Ayala, quién paso a desarrollar funciones como 2ª Comandante de la División Ejército 3 de la ciudad de Tacuarembó. En la ocasión varias personalidades se hicieron presentes en las instalaciones de la Brigada de Caballería Nº 1, entre ellas el Diputado Jaime Trobo, representante del Partido Nacional. En la oportunidad Trobo indicó que para él que durante los años 2018 y 2019 que integrará la Comisión de Defensa de la Cámara de Representantes al igual que la Comisión de Asuntos Internacionales que presidirá durante estos 2 años, el vínculo con las Fuerzas Armadas es

gasto “fenomenal” dentro de lo que es un planteo sobre lo que debería ser la transformación del estado. También indicó que ningún gobernante debe negarse a analizar cualquier situación que se presente, pero que no habría que reducir el planteo realizado por los Auto-convocados a lo que es la discusión

muy importante. El Diputado Trobo indicó que el Partido Nacional al cual el representa le da mucha importancia a todos los temas vinculados con la Defensa Nacional, indicando también que toda la clase política debería acercarse a la “vida” militar. Trobo manifestó que el cambio de mando en una unidad tan importante

a nivel país como lo es la Brigada de Caballería Nº 1 de Rivera es un hecho sumamente importante y al cual todos deberían concurrir para agradecer al funcionario que estuvo a cargo hasta ahora y desearle éxito al nuevo Jefe de la unidad militar. Gastos Parlamentarios

Diputado Jaime Trobo (Foto: Wáshington Pereira/AP))

En otro tema con referencia a los gastos parlamentarios el Diputado nacionalista manifestó que el ingreso económico de cada Legislador no se lo fijan ellos, sino que es fijado por la legislatura anterior y referente a otros gastos dijo que alguno de ellos son plenamente justificables y que no significan un

BARRACA PERRONI

de la partida de los Legisladores, porque eso significaría que los legisladores serían los protagonistas de la situación y eso obviamente no es el objetivo. Varios fueron los temas abordados por parte de Trobo, quien tras su presencia en la ciudad de Rivera junto a su familia partió rumbo a Brasil.


6

A PLATEIA

facebook/aplateia (55) 9970-7217

A PLATEIA {en español} Sant’Ana do Livramento. Terça-feira, 17 de outubro de 2017

aplateia.com.br /TVAplateia Por: Washington Pereira (55) 3242-2939 www.aplateia.com.br

4

RIVERA SÁBADO 10 DE FEBRERO DE 2018

PEÑAROL

“Uno siempre va con la ilusión de que tiene que entrar y hacer un gol”, dijo Palacios El goleador de la temporada 2017 habló sobre la unión que tiene el grupo, la confianza que tiene en sí mismo y sus claves para ser tan efectivo cuando entra Cristian Palacios contrajo matrimonio recientemente. Luego de un gran año deportivo en el que terminó como máximo goleador del Campeonato Uruguayo, el delantero aurinegro asegura: “Me casé con el amor de mi vida”. Palacios opinó que así como Peñarol terminó el año de buena manera,

arrancó esta temporada también en buena forma. “Pudimos mantener la base de jugadores del campeonato anterior y eso fortaleció al grupo”, explicó el Chorri. “El grupo está muy unido y todos nos ayudamos entre todos”, insistió Palacios que se acordó, entre otras situaciones, de los proble-

mas de salud que está pasando Viatri y reveló que todos los compañeros se han puesto a disposición para ayudarlo en lo que necesite. También ponderó a Fidel Martínez, quien dijo que se adaptó muy rápido al grupo. “El equipo está completo en todas las líneas”, valoró Cristian.

El delantero sabe que ganarse un lugar en este plantel no es fácil, ni siendo el goleador vigente del Uruguayo. “Uno siempre se entrena para jugar pero, como dicen, equipo que gana no se toca. Eso da confianza a los que juegan y a todos nosotros, sabiendo que el equipo que entra va a hacer bien las cosas.

Los que estamos afuera vamos a hacer nuestro trabajo. Estamos haciendo las cosas que tenemos que hacer y eso nos da tranquilidad”, analizó Palacios. “Uno siempre va con la ilusión de que tiene que entrar y hacer un gol; cuando te queda una tenes que meterla adentro”, opinó. Para esa tarea, llegar desde el banco de suplentes puede ser a veces una ventaja. “Yo como delantero miro a los defensas y al

arquero”, contó Palacios sobre los momentos en los que mira el juego de afuera. Se fija en sus movimientos, su velocidad o lentitud y por dónde atacarlos. “La lectura que uno hace a veces te ayuda a sacar ventaja. Se habla en pocos segundos cuando entras a la cancha y después vemos si sale o no”, reveló sobre la forma en la que comunica esos mensajes a los compañeros cuando ingresa al campo.

20180210  
20180210  
Advertisement