Issuu on Google+

 D i r e t o r F e r n a n d o C r uz  C o o r d e n a ç ã o A n a R i t a D u a r t e  E d i ç ã o g r á f i c a C l a u d i n a Q u i n t i n o  R e v i s ã o d e t e x t o s A n a R i t a D u a r t e   Digitalização e Fotografia Claudina Quintino  Tiragem 1000 exemplares  Impressão OFFSETLIS  Periodicidade Trimestral  Distribuição Gratuita   Colégio Dinis de Melo Rua da Marinheira, nº 350, 2400-792 Amor  Contactos - Tel.: 244 861 139 / Fax: 244 861 340/ E-mail: geral@cl-dinis-melo.pt 


Editorial Ao terminarmos o nosso vigésimo ano de funcionamento, fará sentido realizar o levantamento estatístico da quantidade de alunos que completaram a sua formação básica ou secundária no Colégio e, destes, qual foi o seu percurso académico e de vida. Estimamos que esse número ultrapasse largamente os dois milhares, estando nós já há alguns anos a formar a 2ª geração – os filhos de antigos alunos. Mas que foi feito dos nossos meninos e meninas, que entre receosos e desconfiados, pisaram pela primeira vez este chão e se sentaram atrás destas mesas? Há, certamente, muitos dos que por aqui correram e brincaram e aprenderam, que gostariam de rever os seus colegas de brincadeiras, os seus primeiros amores, os seus cúmplices de traquinices! A vida dispersou-os pelo país, alguns, sabemo-lo, também pelo estrangeiro, dando o seu contributo, não só como cidadãos portugueses, mas como cidadãos do mundo.

Revermo-nos seria um ato de alegria e renascimento, podendo recordar os bons velhos tempos, trocar contactos, mantermo-nos juntos e solidários na distância das nossas vidas. É hora de união, é hora de nos reunirmos à volta da nossa Associação dos Antigos Alunos do Colégio Dinis de Melo! A direção do Colégio não só lança a ideia, como se disponibiliza totalmente para colaborar na constituição da Associação e na sua manutenção. Iremos colocar na nossa página eletrónica um apelo nesse sentido e tentar contactar o máximo de ex alunos. Portanto, estejam atentos às novidades. Mudando – ligeiramente de assunto, interroguemonos sobre o número de ministros da educação que já desempenharam funções desde que o Colégio abriu. São mesmo muitos! E as políticas de educação que todos eles quiseram adotar e impor às escolas? Tantas quantas os ministros, tendo nós sobrevivido a todas elas, num esfor-

ço de adaptação contínuo e de manutenção de um grau de qualidade que considerássemos mínimo e essencial. Neste momento, deparamo -nos com mais uma série de alterações, algumas delas ainda não esclarecidas por demasiado confusas e gravemente condicionantes do lançamento normal do próximo ano letivo. Outras, positivas, sem dúvida, algumas outras eivadas de intenções de cortes profundos nos gastos da educação, as quais terão reflexos muito negativos na qualidade do ensino. Mantemo-nos na expectativa. No que respeita aos Testes Intermédios, os resultados obtidos pelos alunos do Colégio foram sempre bastante superiores à média nacional. Esperamos que os resultados dos exames e provas finais de ciclo, que agora decorrem, acompanhem os nossos desejos e possamos encerrar este ano letivo com um final feliz. F. C.

 Até sempre! Nesta edição, queremos prestar uma breve homenagem a duas pessoas muito especiais, ao Sr. Virgílio Fragoso e ao Sr. Manuel Sobreira, que muito deram ao Colégio Dinis de Melo. Queremos expressar, por isso, a nossa gratidão e o nosso reconhecimento pelo seu contributo, quer a nível profissional, quer a nível humano. O Sr. Virgílio faleceu no dia 17 de abril. Desde que iniciou as suas funções a 1 de novembro de 2009, como um dos administradores do Colégio, foi sempre, para todos nós, uma referência, um exemplo. Sempre disponível, atento às necessidades das pessoas e do próprio estabelecimento de ensino, foi, sem qualquer dúvida, uma pessoa extremamente dedicada e empenhada. Em suma, incansável no seu tributo para com os outros, em particular para com a comunidade escolar e a comunidade local.

O Sr. Manuel faleceu no dia 7 de junho. Foi guarda-noturno desta escola durante 15 anos (desde 9 de setembro de 1996 até 18 de novembro de 2011). Perdura na nossa memória como um homem reservado, responsável e destemido. Em 2011, já com os seus 74 anos, continuava a cumprir honradamente a função que lhe fora atribuída.

Recordá-los-emos sempre, porque fizeram, fazem e continuarão a fazer parte da história do Colégio Dinis de Melo. Clube de Jornalismo

02 JornalAmador


Escola em Ação!  Matemática e Arte

 Dia do Pi Há um dia particularmente especial para a Matemática: o dia 14 de março, o “Dia do Pi”. É o número mais famoso da história universal e tem uma história fascinante que, pensase, terá começado há 4000 anos. Em suma, é a razão entre o perímetro de um círculo e o seu diâmetro ou a razão entre a área do círculo e o quadrado do seu raio. Para assinalar esta data, o departamento de Matemática promoveu o concurso “Memorizar o Pi”. Para concor-

poeta com palavras e o matemático com ideias. Todos os padrões devem ser belos. As ideias, tal como as cores, as palavras ou os sons, devem ajustar-se de forma perfeita e harmoniosa.".

rer, os alunos produziram frases (uma espécie de mnemónicas) em que cada palavra continha o mesmo número de letras que os algarismos que compõem o número pi (3,141592653…). Muitos foram os trabalhos a concurso e o entusiasmo em participar neste desafio foi uma mais-valia! O vencedor Pi foi o Pedro Grácio, do 6º D, com a frase: “COM A SARA, O FÁBIO CONSEGUIU IR DANÇAR MUITO BEM”. Parabéns! Filomena Dias

Criatividade, beleza, universalidade, simetria, dinamismo são qualidades que frequentemente usamos quando nos referimos ora à Arte ora à Matemática. Segundo Aristóteles (filósofo grego), "Os filósofos que afirmam que a Matemática não tem nada a ver com a Estética, estão seguramente errados. A Beleza é de facto o objeto principal do raciocínio e das demonstrações matemáticas.”. Para Hardy (matemático inglês), "O matemático, tal como o pintor ou o poeta, é um criador de padrões. Um pintor faz padrões com formas e cores, um

Durante o 2º período, sob a responsabilidade do professor Filipe Paixão, realizou-se o concurso fotográfico subordinado ao tema “Matemática e Arte”. Destinado a todos os alunos, a iniciativa teve como principais objetivos promover o gosto pela disciplina de Matemática e desenvolver o sentido estético. Num total de 13 participantes e de 37 fotos, a vencedora soberana foi a aluna Marta Domingues do 6ºA, que soube fazer, na perfeição, o cruzamento interdisciplinar pretendido. Conseguiu, de forma criativa e apelativa, articular as diferentes aprendizagens. Muito bem, Marta! Clube de Jornalismo

 Maravilhoso mundo verde! Todo o 6º ano do nosso Colégio foi, no dia 11 de abril, ao Jardim Botânico e ao Exploratório de Coimbra. Neste jardim, divertimo-nos imenso e aprendemos muitas coisas, principalmente, sobre fantásticas espécies de plantas. No Exploratório, com pés e mãos bem assentes na ciência, realizámos as mais variadas atividades.

Visitar o Jardim Botânico é como viajar pelo planeta sem sair do país. A imensa diversidade vegetal que preenche cada lugar faz com que tenhamos muitos espaços para descobrir e para descontrair. Divertimo-nos imenso no mundo das plantas e o tempo passou rapidamente, por isso, pessoalmente, aconselho-vos a ir ao Jardim Botânico de Coimbra. Boas visitas ao maravilhoso mundo verde! Pedro Cardoso, 6ºE

 Expo FCT 2012 As turmas de 11º e 12º anos do curso de Ciências e Tecnologias do Colégio, no dia 13 de abril, tiveram a oportunidade de poder participar no “Dia Aberto da Universidade Nova de Lisboa”, no Campus da Caparica. O evento EXPO FCT, uma mostra de Ciência, Tecnologia e Inovação da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FCT/UNL), envolveu todos os

setores da faculdade nas várias vertentes científicas e tecnológicas. Com mais de 120 atividades diferentes à disposição, durante um dia, mais de cinco mil alunos puderam participar ativamente em vários desafios e demonstrações, realizados pelos professores e alunos universitários dos vários departamentos do Campus da Caparica. Deste

modo, os discentes, vindos de todo o país, estando perto de concluir o ensino secundário, puderam aproximar-se da realidade universitária, obtendo uma perceção objetiva da vida académica. Este dia constituiu, sem dúvida, um passo decisivo na tomada de decisões e na integração numa instituição do ensino superior. Eduardo Santos, 12ºA

ornal mador 03

J

A


Escola em Ação!  Entre o Inferno e o Paraíso Batiam as 8h00 da manhã e os alunos do 9º ano estavam prontos para arrancar para a capital, mais precisamente para Belém. Um sol brilhante a rasgar o céu, uma peça de teatro interativa e o Mosteiro dos Jerónimos como cartão de visita… Não podia ser melhor! Nós, entusiasmados, só conseguíamos imaginar como seria o decurso daquele dia que prometia ser absolutamente maravilhoso.

No meio de fotografias e de algumas conversas eis que surge uma personagem que nos anuncia que a peça iria começar e nos direciona para outra parte do mosteiro onde iria realmente decorrer a ação. Chegámos e todo o ambiente nos transportava diretamente para o

Por volta das 11h00 chegámos ao nosso destino: o Mosteiro dos Jerónimos, onde aguardámos impacientemente pelo início da peça num pequeno pátio e onde pudemos contactar com o silêncio e a imponência da arquitetura manuelina. As expectativas eram altas, afinal de contas estávamos ali para ver uma peça do grande dramaturgo Gil Vicente, no melhor cenário possível.

século XVI, quando, sem aviso, nos aparece uma forte figura e estrondosamente marcante num escadote. Sim, leram bem, num escadote que servia de barca, e em cima dele lá estava o implacável Diabo! Seis atores interpretaram este auto de uma forma fantástica, criando um jogo teatral de grande proximidade e empatia com os jovens espectadores. Os escadotes pintados e de vários tamanhos deram asas à nossa imaginação. Durante cerca de uma hora vivemos, literalmente, entre o Inferno e o Paraíso! A peça acabou e todos nós queríamos mais… O teatro cómico, satírico, vivo e dinâmico fez-nos questionar sobre o Bem e o Mal, fazendo-nos refletir criticamente sobre a atualidade desta peça vicentina (“ridendo castigat mores”). Por fim, almoçámos e passeámos na sublime zona de Belém (privilégios da vida terrena!) e depois, para tristeza nossa, tivemos de voltar às origens, ao nosso Colégio, finalizando, assim, um dia simultaneamente divertido e pedagógico. Daniela Duarte, 9ºB

 CDM Dancers em modo non stop! Os meses de abril e maio foram um verdadeiro frenesim de saídas e espetáculos para os elementos que constituem o grupo de dança CDM Dancers. Aqui fica um resumo de todas as atuações que marcaram este 3º período:

nandes, Inês Duarte, Daniel Batista, Ana Gomes, Bruna Gonçalves, Catarina Grumete, Jaqueline Inácio, Beatriz Costa, Cláudia Morgado e Nádia Ventura. Com tanto tempo para dançar, ainda houve tempo para tirar uma foto com dois “emplastros” e encontrar uma cache (da atividade de geocaching) antes de regressar a casa. 19 de maio – “Convenção DBE Fitness Day” 

28 de abril – Atuação no “Metadança” 

Este espetáculo foi organizado pela Câmara Municipal de Leiria e integrou as comemorações do Dia Mundial da Dança. Foram convidadas as principais escolas de dança de Leiria, como o Orfeão de Leiria, Studio K, Clara Leão, SAMP, entre outras… Mas este espetáculo contou com uma brilhante abertura dos CDM Dancers, que apresentaram dois dos trabalhos desenvolvidos.

12 de maio -“Campeonato Regional na Guarda” 

Este ano, os CDM Dancers não conseguiram chegar ao pódio, mas garantiram uma apresentação de qualidade e de espetáculo a que já nos habituaram. Estiveram a representar o grupo os alunos Ana Matos, Emanuela Fer-

Cinco alunos dos CDM Dancers estiveram presentes na Convenção de Dança e Fitness, que teve lugar na Escola Superior de Educação e Ciências Sociais, em Leiria. Além de abrilhantarem a convenção com uma das coreografias do grupo, a Carolina Pina, o Fábio Casaleiro, a Beatriz Passagem, a Andreia Fidalgo e a Paula Jorge tiveram ainda a oportunidade de colaborar no “Workshop de Hip Hop” para crianças, que foi ministrado pelo Prof. Nuno Carvalho, e de participar nas aulas de Body Combat, Zumba Fitness, Aeróbica, Pilates e Ritmos Africanos, com a professora Betty.

25 de maio –“Sarau de atividades da Cercilei” 

Pelo oitavo ano consecutivo, todos os elementos dos CDM Dancers estiveram presentes neste sarau de solidariedade, que é organizado pela instituição CERCILEI, e que decorreu no pavilhão gimnodesportivo de Marrazes. Ao som dos Boss AC, os CDM Dancers entraram em palco a dançar e a “cantar” e cativaram de imediato a atenção e a emoção de todo o público, constituído por elementos

04 JornalAmador

de todas as idades (dos 0 aos 90...). Para quem esteve presente, ficou a saber que a atuação dos CDM Dancers “arrasou” com o pavilhão e… a Carolina Pina, segundo o “júri”, deve ter “passado”… 26 de maio – Exibição no “Encontro Nacional de Dance Fusion” 

Leiria recebeu os melhores instrutores de Dance Fusion e proporcionou um dia cheio de dança, diversão e alegria. Os CDM Dancers tinham que estar presentes e, claro, rebentaram com mais duas atuações de Hip Hop e Dance Fusion. Este encontro realizouse no jardim ao lado da loja Susana Gateira de Leiria e contou com mais de 60 participantes e os nossos 49 alunos. Realça-se o facto de o número elevado dos nossos alunos ter tornado o palco pequenino e de se ter transposto, por isso, uma das apresentações para o relvado ali existente. Esta alteração abrilhantou, ainda mais, a exibição, que se revelou diferente, irreverente e agradável! Nuno Carvalho


 Pelotão BTT: CP-TIG 2 30 de abril foi um dia de ciclismo a fundo! A turma CP-TIG 2 realizou um passeio de BTT pelas redondezas do Colégio. Este passeio foi organizado pela disciplina de EF, no âmbito da lecionação do módulo “Cicloturismo”. Sentar numa bicicleta e pedalar parece a coisa

Escola em Ação!

mais básica do mundo, no entanto, vários foram os momentos caricatos do pelotão de serviço. Os alunos mostraram -se extremamente motivados e empenhados a superar qualquer obstáculo. Este foi um verdadeiro “pelotão aventura”! Clube de Jornalismo

 Guiados por Sete-Sóis e por Sete-Luas A obra Memorial do Convento valeu a José Saramago a atribuição, em 1998, do primeiro Prémio Nobel da Literatura a um autor português. Consagrou o seu nome, elevando-o à universalidade da História da Literatura de todos os tempos e lugares.

No dia 18 de maio, os alunos do 12ºA e do CP-TIG 3 foram até ao Palácio Nacional de Mafra para assistir a uma encenação do romance protagonizada, de forma exímia, pela Companhia Éter. Chegados ao Palácio Nacional, os alunos, acompanhados pelas professoras Ana Rita Duarte e Cidália Ferreira, foram encaminhados para um corredor onde, interativamente, se deu início à peça. De seguida, o espetáculo teatral prosseguiu num

 Move-te pela Esclerose Múltipla! A esclerose múltipla é uma doença degenerativa, incapacitante, que afeta cerca de 8 mil portugueses diagnosticados. No dia 25 de maio, o Prof. Sílvio Grilo e alguns alunos do 7º ano colaboraram na campanha de solidariedade no stand da SPEM (Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla) exposto na feira de maio, em Leiria. Além disso, angariaram dinheiro, no âmbito da comunidade escolar, para a compra de um computador que será entregue brevemente à delegação distrital de Leiria.

Estas iniciativas são sempre muito profícuas, quer na partilha de experiências, quer na atualização de informações. Evidenciam uma urgente preocupação social na área da saúde. Estas atividades solidárias permitem dar a conhecer à população o que é a Esclerose Múltipla e visam a sensibilização do público em geral para esta problemática. Sílvio Grilo

 O herói que há em todos nós!

anfiteatro, rigorosamente preparado. Ali estava a passarola… Bem escondida, à espera do momento certo! Baltasar Sete-Sóis, Blimunda Sete-Luas, Padre Bartolomeu de Gusmão, D. João V… São personagens que não iremos esquecer! Ao final da tarde, antes de regressar ao Colégio, ainda deu para algo doce e bem calórico, comer e comprar uns doces tradicionais da região: as “freiras”, os “frades” e os “fradinhos”. Uma verdadeira delícia! A opinião dos alunos foi unânime: gostaram mais do teatro do que da obra! O teatro além de ter dado outra visão do livro, ajudou muito na preparação da prova final que se realizou no dia 18 de junho, dia em que se assinalavam os 2 anos da morte de Saramago! E não é que calhou Memorial do Convento?! Sorte a nossa!! Nadine Caminho, 12ºA

Impulso informático A palestra “O Futuro e a Informática”, realizada no dia 31 de maio, teve como especiais convidados a Dra. Micaela Oliveira e Dr. Pedro Gago (ESTG-Leiria, Departamento de Informática). Pretendeu-se com esta iniciativa estimular o interesse dos alunos do 9º ano e do ensino secundário para as novas Tecnologias de Informação e Comunicação, fazendo-os refletir sobre a sua importância na sociedade atual. Aos cerca de 90 alunos presentes, foi-lhes dado a conhecer, até numa perspetiva a longo prazo, as mais-valias desta área. Não esqueçamos que a Informática faz parte do hoje e é a janela inteligente do amanhã! Clube de Jornalismo

Neste momento, há muitas pessoas carenciadas que precisam de ajuda, que precisam de um herói! No fim de semana de 26 e 27 de maio houve uma recolha de alimentos nos supermercados de todo país, a fim de ajudar o Banco Alimentar.

caixas e um carrinho cheios de alimentos! Por todo o país foram recolhidas cerca de 2644 toneladas de alimentos, mais 18% do que no ano passado, o que significa que, mesmo em crise, os portugueses não deixam de ser solidários e ajudar quem mais precisa!

Os professores e alunos do nosso Colégio “alimentaram esta ideia” e estiveram no Pingo Doce, em Leiria, a fazer a recolha de alimentos durante a tarde. No final do primeiro turno de duas horas, já tínhamos 5

Foi uma tarde muito divertida e é sempre uma enorme alegria sentir que estamos a ajudar quem mais precisa! Marta Domingues, 6ºA

ornal mador 05

J

A


Escola em Ação!  Projeto de dança do CDM no II Congresso Científico Pedagógico de Desporto No dia 27 de maio, o projeto de dança do Colégio foi apresentado pelo professor Nuno Carvalho e pela voz da Professora Doutora Isabel Varregoso, no Congresso Científico Pedagógico de Desporto, que se realizou na Universidade do Minho e que contou com a presença de alguns dos maiores nomes da comunidade científica desportiva. Este convite surgiu por parte do Centro de Investigação em Motricidade Humana, que tem vindo a acompanhar de perto o desenvolvimento do projeto de dança que o Colégio Dinis de Melo tem vindo a dinamizar. O seu principal interesse recai sobre a evolução do ensino da dança, desde as simples aulas de Educação Física, passando pelas competições do Desporto Escolar e indo até ao mega evento “School Fitness”.

Para que se fique a conhecer um pouco melhor este projeto de investigação, aqui vai a sua apresentação: “Projeto DçDif - designado Metodologia do Ensino da Dança em Contextos Diferenciados. Com este projeto, procura-se adaptar as metodologias de ensino e o uso das competências técnicas de ensino consoante os contextos de aprendizagem, os quais podem mudar em função das idades, da situação de ensino, dos objetivos e das motivações do público-alvo. No caso do Colégio Dinis de Melo, em colaboração entre o CIMH e o prof. Nuno Carvalho, docente do Ensino Básico e Secundário, o estudo baseia-se na adaptação dos contextos de ensino em ambiente escolar, consoante se trabalha em aula, em grupo escolar ou em convenção, ao nível do Hip-Hop.” Nuno Carvalho

 Um futuro mais ON! No dia 29 de maio, as turmas dos cursos profissionalizantes (CPTIG 2, CP-TIG 3 e CEF 2) foram à conquista de um futuro mais on! No último dia de aulas, dirigiram-se até à capital, em busca da Casa do Futuro e da maior exposição de videojogos do mundo, a

GAME ON, no Museu de Arte Popular. Esta visita de estudo realizou-se no âmbito das disciplinas de AISE, SI, LP, na companhia dos professores Mauro Machado e Ronaldo Filipe. A primeira paragem foi a Casa do Futuro. Todos conheceram a

“casa de sonho” que gostariam de ter, com sala de cinema, com frigorífico digital que nos indica os alimentos em falta e até uma mesa de jantar com luzes de efeito! Antes de irmos à exposição definida, estivemos mesmo em frente ao Padrão do Descobrimen-

tos, onde pudemos desfrutar da maravilhosa paisagem à beira Tejo. Que maravilha! Divertimo-nos bastante na maior exposição de videojogos do mundo. Quem tivesse mais de18 anos podia participar num pequena gravação de um videojogo à sua escolha para depois se colocar no facebook para votações. Brutal! A tarde foi passada entre lazer, conhecimento e puro entretenimento! E por muito que nós não quiséssemos, era tempo de regressar ao Colégio. Fizemo-lo, divertidíssimos como sempre, até porque era o último dia de aulas! Fábio Domingues – CP-TIG 3

 Vozes que tudo cantam O 6ºD realizou, ao nível do 2º ciclo, o concurso “ÍDOLOS CDM”, num formato semelhante ao do programa televisivo da SIC, sob a orientação da professora de Educação Musical, Claudina Quintino. 

Depois de muita ponderação, eis as 3 vencedoras do concurso:  1º Marta Moreira, 6ºB

 2º Sofia Gomes, 6ºB

 3º Solange Alves, 6ºD

Houve um casting onde os participantes foram avaliados por 5 jurados: André Soares, Carolina Silva, Mariana Oliveira, Pedro Grácio, Bárbara Filipa.

8 concorrentes foram apurados: Sofia Gomes, Bruno Duarte, Jéssica Dias, Ana Matos, Solange Alves, Marta Moreira, Marta Leite, Carina Henriques.

Chegados à final, a escolha não foi fácil! André Soares, 6ºD

06 JornalAmador


 Tudo à escuta do Drumming! No Dia Mundial da Criança, dia 1 de junho, a convite da escola de música Orfeão de Leiria, os alunos do 5º e 6º anos deslocaram-se ao Teatro José Lúcio da Silva para participar num concerto comentado para jovens, realizado pelo Drumming (Grupo de Percussão), de plena interatividade entre intérpretes e público. Vocacionado para a música contemporânea e de portas abertas a todos os mundos sonoros, o Drumming afirma-se como um dos mais importantes coletivos do género a nível internacional. O que ouvimos foram novos

Escola em Ação!

sons, novos instrumentos e também muita imaginação e criatividade, segundo os ensinamentos de John Cage, grande músico do século XX. A música foi tocada numa enorme multiplicidade de instrumentos (alguns convencionais e outros objetos do dia a dia) e com sons corporais. Os nossos alunos souberam aproveitar todos os ensinamentos e, mesmo sendo algo novo e não convencional, gostaram

e saíram do concerto com o tímpano a vibrar de satisfação!

 Com muita pedalada! A turma do 11º A teve, no dia 6 de junho, um dia de aulas bem diferente… No âmbito das disciplinas de EF e EMRC, realizámos um passeio de bicicleta desde o Colégio até à praia da Vieira, com o objetivo de incentivar a prática de atividade física ao ar livre. Neste dia, nada nos travou, incluindo a chuva e o sol que se mostrava tímido. Depois da praia, nada melhor

que um almoço convívio no Parque de Merendas para recuperar energias. Finalmente, regressámos à escola, depois de um dia espetacular, mas também cansativo. Por isso, e como a pedalada já não era muita, voltámos de autocarro! Será, sem dúvida, um dia a repetir! Mariana Branquinho, 11º A

Claudina Quintino

SiteMAT Durante este ano letivo decorreu a atividade SiteMAT. Foram colocadas na plataforma moodle curiosidades matemáticas, fichas de trabalho para preparação para testes de avaliação, testes intermédios e provas finais de ciclo e várias notícias. Tudo girava à volta dos números e do raciocínio. Com grande espanto dos docentes de Matemática, constatou-se que, até ao final do ano letivo, os alunos do Colégio fizeram 2706 acessos à plataforma, o que revela que ainda há quem goste de Matemática e quem queira aprender cada vez mais! Lúcia Casalta

Colégio premiado pela ASA!

Foi com “A história da minha escola” que os alunos do Colégio conquistaram o primeiro lugar no “Concurso Comunidade Criativa” das edições ASA. O projeto, que se traduziu num pequeno filme de sete minutos, foi protagonizado pelos alunos do 6ºD e foi realizado pelo professor Sílvio Grilo. A preto e branco relata -se quando, onde, como e porque surgiu o nosso estabelecimento de ensino. A ideia foi desenvolvida no âmbito da disciplina de EMRC e mereceu, após massiva votação online, a preferência do júri na categoria do 2º ciclo. A todos eles, pelo seu empenho, pelas horas de trabalho, pela sua originalidade e pelo espírito de equipa, os nossos sinceros parabéns!! Estamos muito orgulhosos! Que continuemos a escrever “muitas histórias” juntos e que todas tenham um “final feliz” como esta! Clube de Jornalismo

ornal mador 07

J

A


Escola em Ação!  As paredes têm ouvidos?

Pelo menos as do Colégio sim! Elas foram testemunhas de um ano de treino intensivo em que os pequenos guitarristas se esforçaram por tocar alguns acordes e aprenderem ritmos novos nas suas guitarras. O clube de música teve a sua grande atuação participando na festa de fim de ano ao interpretar, juntamente com os alunos do 5º e 6º anos, três músicas populares – “As pombinhas da Cat´rina”, “Ó Malhão Malhão” e “Obrigado primavera”.

De guitarras afinadinhas, a sua prestação foi excelente! Foram cumpridores e todos foram na cantiga, pois fizeram tudo o que pedi. Muito bem! Quando tocavam, estavam atentos e dentro do compasso pretendido. Para alguns, reconheço que foi complicado tocarem tanto tempo seguindo com os “dedinhos” bem abertos para conseguirem formar os acordes pedidos. Por isso, ao Pedro e ao Raúl (5ºA), à Marta (5ºC), ao David e ao Rodrigo (6ºC), ao André, à Bárbara, à Beatriz, ao Bruno, à Francisca, à Patrícia e à Sofia (6ºD), um muito obrigada por não terem faltado aos ensaios e por se terem empenhado neste projeto musical! Um obrigada também ao Filipe do 6º D, que esteve sempre presente nos ensaios e se revelou o técnico de som do clube e de toda a festa de fim de ano!!

É favor aumentar o som! Aqui vão alguns sites (com músicas) e outros que vos ajudarão a ser o (a) melhor guitarrista: ptab.web.pt www.cifraclub.com.br/cifras/  www.cifraclub.com.br/tv/  www.maisquemusica.com.br  www.videodeviolao.com/ secao/acordes/  www.marcelonaudi.com.br.  www.tuguitarras.com/ videos/list/ categoria_id/107/  

Meninos, sintam a batida, não deixem de tocar nas férias! Para o próximo ano há mais e o grau de exigência será maior. Vamos ver quem estará à altura do desafio! Claudina Quintino

 Os segredos da minha terra Este ano decorreu o 4º “Concurso de Fotografia”. A partir do tema “Os segredos da minha terra”, o objetivo era registar fotograficamente lugares, gentes e património das regiões de eleição do próprio fotógrafo. Após uma forte divulgação, muitos alunos demonstraram vontade em participar. No entanto, em termos práticos, apenas concorreram 5 fotógrafos, o que dificultou muito a seleção das fotografias. Deste modo, aqui fica um apelo para que, no próximo ano letivo, os alunos estejam de olho em tudo o que se passa ao seu redor e que ousem a ver, a reparar no que, muitas vezes, parece invisível!

Categoria Gentes Diogo Alexandre – 8ºA “Parar para pensar”

Vencedores selecionados por categorias Categoria Natureza Helena Frontini - “Em busca…”

A organização do concurso agradece os alunos Wilson Almeida - 9ºB, Diogo Alexandre – 8ºA, João Filipe Silva – 6ºE, assim como às professoras Hélia Vinagre e Helena Frontini que, com a sua objetiva, eternizaram locais desde Amor, Campos do Liz, Alcobaça, Óbidos, Aveiro, Coimbra, Lisboa, Tapada de Mafra e Serra de Aires e Candeeiros. No site do clube de fotografia estão disponíveis todas as fotos a concurso, em todas as categorias - cdmfotoclube.blogspot.com. Claudina Quintino

Categoria Património Hélia Vinagre - “Casa rural típica”

 Foi preto no branco! Relativamente às atividades do clube de xadrez, realizadas ao longo destes dois períodos, pondo o preto no branco (perceção cromática quando se joga xadrez), a título de balanço, podemos dizer que os pequenos xadrezistas já sabem as táticas elementares do jogo para poderem desenvolver autonomamente as suas jogadas. O caminho de um jogador de xadrez é longo e duro… faz-se de prática! O desafio para o próximo

ano será aprender o roque, a jogada en passant, as torres às escadinhas, a dama a salto de cavalo, os mates básicos (rei e torres contra rei, rei e dama contra rei, rei e torre contra rei, rei e dois bispos contra rei, rei, bispo e cavalo contra rei), a anotação de partida e muito mais! Nestas férias, a ocasião faz o xadrezista! Abre a pestana e agarra-te ao tabuleiro! Claudina Quintino

08 JornalAmador


Escola em Ação!

 Criatividade eólica As energias renováveis estão na ordem do dia. O aproveitamento da energia eólica para a produção de eletricidade é feito com recurso aos aerogeradores de grande dimensão. Estes podem ser implantados em terra ou no mar e estar agrupados em parques ou isolados.

Ora aqui está uma forma inovadora de estudar História! Fazer os resumos… em forma de BD! Sabemos que não está ao alcance de qualquer um, mas que é um ótimo método para sistematizar a matéria de uma maneira lúdica, quanto a isso não há dúvidas! Clube de Jornalismo

Eles captam a energia cinética do vento e transformam-na em energia elétrica. Ao longo deste período, as quatro turmas do 9º ano, no âmbito da disciplina de FQ, desenvolveram o trabalho científico “Vamos criar os nossos aerogeradores”. Este trabalho teve como objetivos primordiais cumprir/mostrar a aplicação da indução eletromagnética e confrontar os aereogeradores criados pelos alunos com aerogeradores reais. Concluindo, os equipamentos construídos pelos discentes são um sinal da mudança dos tempos, isto é, dos ventos que, agora mais do que nunca, são vistos como fonte de energia e de poupança! Adelino Gil

 Vénia aos ginastas CDM

Carolina Pina, 8ºE

Por razões de força maior, não nos foi possível publicar na edição anterior algumas fotos de Carnaval dos nossos alunos. Deste modo, aqui fica uma palavra de apreço à originalidade e ao empenho da turma CP-TIG 3 que deixou todos boquiabertos. Ora vejam!

O clube de ginástica do Desporto Escolar obteve este ano resultados muito bons!

Clube de Jornalismo

Na primeira concentração do campeonato distrital conseguimos 3 pódios no primeiro nível: Ana Ferreira e Patrícia Rodrigues foram as 1ª e 2ª classificadas no Tumbling e Angélica Lopes distinguiuse como 2ª classificada nos trampolins. Em relação ao segundo nível, obtivemos o honroso 2º lugar na competição geral feminina, com a prestação da aluna Joana Pereira, e com a performance do aluno Tiago Gonçalves na classificação geral masculina.

Na segunda concentração do campeonato distrital conseguimos também 3 pódios no primeiro nível: 2º e 3º lugares no Tumbling atribuídos às discentes Joana Santos e Angélica Lopes. A Angélica também ficou em 3º lugar nos trampolins. Relativamente ao segundo nível, obtivemos dois terceiros lugares na competição geral feminina graças ao desempenho da aluna Joana Pereira e do aluno Tiago Gonçalves na classificação geral masculina. Pelo seu empenho e pelo mérito do seu trabalho, muitos parabéns! António Alves

ornal mador 09

J

A


No dia 14 de abril, a energia, a dança e a boa disposição transbordaram de intensidade num evento repleto de atividades relacionadas com o fitness. Mais de 1450 pessoas passaram pelo Pavilhão do Colégio Dinis de Melo para participar e assistir a uma iniciativa que englobou mais de 16 modalidades diferentes, incluindo um Treino à Peso Pesado, com o Professor Rui Barros, do programa da SIC. No final do dia, decorreu o IX Torneio de Hip Hop Dance. Entre as nove da manhã e o final da tarde, foi possível realizar diversas atividades de fitness - Masterclasses (aulas de grupo) e Workshops, onde foi possível adquirir e aprofundar conhecimentos. Para além destas aulas, houve também oportunidade de escutar o treinador do programa televisivo “Peso Pesado”, Rui Barros, que destacou o trabalho realizado nesse mesmo programa, frisou a importância da atividade física e deixou conselhos e dicas sobre a melhor forma de perder peso. Esta edição contou ainda com um espaço dedicado ao Ambiente ZEN, com Yoga, Pilates e Pnf-Chi®. No espaço do pavilhão, decorreu também uma feira de exposições, que incluiu o stand “Colégio Dinis de Melo”, que se apresentou como principal responsável por todo o evento e divulgou todos os

projetos e cursos, a loja Susana Gateira de Leiria, o Ginásio Fisicoloucura, o Healthclub Eurosol, Pim Pum Play (materiais didáticos), o Curso de Desporto e Bem Estar da ESECS e o stand de Pnf-Chi®. Betty Silva com Ritmos Africanos, Ricardo Salazar com Vogue e Rui Barros com o seu Treino à Peso Pesado foram, respetivamente, os três melhores instrutores da convenção, votados através de mais de 268 inquéritos preenchidos e validados pelos participantes. A seguir ao jantar convívio, decorreu o IX Torneio de Hip Hop Dance, que consistiu na apresentação de pequenas coreografias de Hip Hop criadas por diversas escolas de dança do país. Estiveram presentes mais de 142 bailarinos pertencentes a grupos da região de Leiria, Caldas da Rainha, Alenquer, Vila Nova de Gaia e Peniche. Após a votação do júri, o troféu CDM acabou por se deslocar para Sul. Mais de 930 pessoas comprovaram o brilhantismo e profissionalismo dos grupos, entre os quais se destaca o grupo “The New Classic” da escola da Casa do Povo de Fátima, vencedor do escalão infantil (com menos de 13 anos) e no escalão principal “Be Balance” – 3º classificado; “Chilitéki Crew” – 2º classificado e os

grandes vencedores fo da Escola de Alenquer.

A atuação de Filipe programa televisivo “Po a cereja no topo do bo ante e divertido mome xou ninguém indiferente

Nuno Carvalho, prin zação, mostrou-se verd sucesso do evento, co objetivos foram alcança tenta, ano após ano, d fitness e da dança que e vê-o como uma form ginásios para a prática bitos de vida saudável. ra contar com mais apo ção do School Fitness, ginásios, visto que são projeto, através da prom

Finalmente, o coord ceu a colaboração de tamente, se envolveram ção do School Fitness.

Fábio Domingues - Fast food: de vez em quando ou nunca? Rui Barros - Nunca. F.D. - O que diria a quem não gosta de fazer exercício físico? R. B. – Todas as pessoas que não gostam de fazer exercício físico têm de ser inspiradas numa perspetiva de lhes fazer ver qual é o benefício do exercício físico, quais são as consequências positivas, numa perspetiva de lhes dar a conhecer, acima de tudo, que o exercício físico lhes pode trazer um enquadramento de maior felicidade do que aquele que têm quando não fazem exercício físico. Este liberta hormonas que são as endorfinas que provocam bem-estar superior ao das pessoas que tomam antidepressivos, de maneira que é o antidepressivo perfeito, por isso as pessoas devem fazer exercício físico. F.D. - O que ainda falta fazer nas escolas para combater a obesidade? R. B. – Muita coisa… Começava por retirar todos os computadores para onde as crianças podem ir no recreio. Voltava a promover os espaços desportivos que

10 JornalAmador


Escola em Ação!

oram os “The Footprint Crew”, .

e Santos – FUBU, vencedor do ortugal Tem Talento” (SIC), foi olo, pois apresentou um extasiento de BeatBox, que não deie.

Nós fomos e tu? Realizou-se no nosso Colégio, nos dias 20 e 21 de abril, a bombástica 2ª Xtreme Lan Party, iniciativa organizada e dinamizada pelos docentes e alunos dos Cursos Profissionalizantes.

ncipal responsável pela organidadeiramente satisfeito com o onsiderando que os principais ados. Salientou que este evento divulgar as principais áreas do se praticam por todo o mundo ma de conduzir as pessoas aos a de atividade física e criar há. Para a próxima edição, espeoios na divulgação e dinamiza, principalmente por parte dos o eles que dão continuidade ao moção do fitness e da dança.

Com a colaboração de toda a comunidade educativa, o evento foi levado aos limites da realidade e ultrapassou as expetativas da organização, uma vez que estiveram presentes cerca de 300 pessoas! O seu programa, plural e dinâmico, baseou-se em zonas devidamente delimitadas: a Xtreme Lan Party, onde foram dinamizados torneios de Unreal Tournament 2004, Call of Duty 4, Counter-Strike Source, Counter-Strike 1.6 e Track Mania; a Xtreme Nova Geração, local consagrado às consolas de última geração, sendo, simultaneamente, o sítio privilegiado do torneio de FIFA 12, dedicado também à apresentação de trabalhos, desenvolvidos no Colégio, inerentes à informática; a Xtreme Magic, área consagrada ao jogo de cartas Magic: The Gathering; e a Xtreme Cinema, local de descanso destinado a todos aqueles que quiseram repousar e assistir a filmes, projetados ao longo de todo o dia. Foram ainda realizados workshops denominados de “Inteligência Artificial”, “Android” e “Quadros Interativos – Trabalho cooperativo”.

denador deste projeto agradetodos os que, direta ou indirem na concretização da 6ª ediNuno Carvalho

Em suma, a Xtreme Lan Party transformou, assim, o Colégio Dinis de Melo num local de convívio multigeracional, proporcionando a todos os presentes um ambiente de puro entretenimento, de inovação e experimentação tecnológicas, de grande importância local. Para o ano, sintoniza-te connosco! Xtreme Lan Party for everybody! Clube de Jornalismo

foram, de alguma maneira, “abandalhados” e voltava a investir mais no Desporto Escolar de forma que os miúdos tivessem um quadro competitivo para que andassem a querer demonstrar performances de escola em escola para que isso seja a motivação para eles fazerem desporto. F.D. - Quem gostaria de deixar a “pão e água”? R. B. – Quem? (Risos) Quem é que eu poderia pôr a “pão e água”? (Risos) Há um deles que é uma velha guerra que é o Fernando Mendes, que é o apresentador, que está tipo “bola”. Esse ficava a “pão e água” durante meses que era para ver se emagrecia. (Risos) F.D. - Quem gostaria de ajudar a emagrecer? R. B. – Não tenho assim… Sabes, eu não trabalho propriamente para A, B ou C assim de uma forma específica. Eu inspiro as pessoas. Eu tento através do meu trabalho mudar atitudes. Depois se as pessoas se reveem e querem mesmo perder peso, podem vir até mim. Mas, de uma forma geral, não tenho nenhuma obsessão por ninguém, em querer ajudar A, B ou C. Tirando o Fernando

Mendes, que acho, de facto, está numa situação calamitosa, todo o resto… Toda a gente precisa… A partir do momento que se passa os 110 kg, todos precisam de ajuda. Todas essas pessoas podem ter a minha colaboração. F.D. - O que é obrigatório comer todos os dias? R. B. – O que é preciso é comer bem. Comer bem é comer de 2h em 2h, cumprir a disciplina do pequeno-almoço, meio da manhã, almoço, meio da tarde, jantar e ceia e depois tem muito que ver com as escolhas. Obviamente que há coisas de que gostamos muito, que são excessivamente calóricas e depois tem tudo a ver com equilíbrio. Se nós ingerimos calorias a mais, nós temos que ter a capacidade, temos que nos mentalizar para irmos queimá-las. Entrevistador: Fábio Domingues – CP-TIG 3 Filmagem: David Santos – CP-TIG 3 Agradecimentos: ao Prof. Rui Barros pela sua disponibilidade e simpatia

ornal mador 11

J

A


N

Passatempos uma altura em que a febre do Euro tomou conta de todos nós, aqui ficam uns passatempos de verdadeiro espírito futebolístico, bem temperados com uma boa dose de patriotismo. Vais marcar golo ou vais chutar para canto? Queremos testar esses conhecimentos… Eis o apito! Se és um craque do futebol, prova -o agora!

Fase final de grupos

Quem é quem?

Descobre as seleções que participaram na fase final de grupos.

               

Indica o nome dos elementos da seleção nacional.

Alemanha Croácia Dinamarca Espanha França Grécia Holanda Inglaterra Itália Polónia Portugal República Checa República da Irlanda Rússia Suécia Ucrânia

Diferenças 

Descobre as dez diferenças das imagens das mascotes do Euro.

Mascotes

Diz o nome das duas mascotes do UEFA Euro 2012.

Soluções: pág. 16. Claudina Quintino

Dados extraídos do site pt.uefa.com/uefaeuro/index.html.

12 JornalAmador


 “ABRIL... LIVROS MIL! O mês de abril foi o mês do LIVRO por excelência. Logo a iniciar, no dia 2, comemorou-se o “Dia Internacional do Livro Infantil” e, como é óbvio, a nossa biblioteca não poderia deixar de destacar os nossos autores de livros para crianças, numa exposição alusiva a isso. Deu-se particular importância ao escritor Hans Christian Andersen, para muitos o patrono da Literatura Infantojuvenil, também nascido a 2 de abril em 1885. Comemorar o “Dia Internacional do Livro Infantil” é, pois, uma maneira muito bem pensada de homenagear este autor, conhecido mundialmente pelos seus contos de fadas, peças de teatro e histórias.

Escola em Ação!

padroeiro) e, nessa data, é tradição oferecer rosas (símbolo do amor) a quem comprar um livro (símbolo da cultura). É, decididamente, um dia de civismo, cultura e respeito. Em maio, há ainda a destacar a comemoração do “Dia do Autor Português” que juntou, na biblioteca, várias personalidades sobejamente conhecidas pelo seu talento e arte. Segundo o Plano Nacional de Leitura, esta data foi instituída, em 1982 pelo maestro Nóbrega e Sousa, e “pretende homenagear os autores portugueses nas mais diversas áreas artísticas como a pintura, a literatura, a poesia, a música ou o cinema que têm contribuído para o enriquecimento da cultura por-

Também a 23 de abril se comemorou o “Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor”. Esta data é assinalada desde 1996 e, por decisão da UNESCO, neste dia em particular, uma vez que 23 de abril é uma data simbólica para a literatura já que, segundo dizem, neste dia específico, faleceram importantes escritores como Miguel de Cervantes e William Shakespeare. Para comemorar esta data, a nossa biblioteca contou com a colaboração dos alunos do sétimo ano da disciplina de Espanhol que, em conjunto com a professora Isabel Gameiro, deram largas à sua imaginação e criaram várias rosas para uma exposição especial para assinalar esta data. E porquê rosas... se falamos de livros? A resposta é muito simples... em Espanha, na Catalunha, o dia 23 é dia de São Jorge (o santo São Jorge

tuguesa com as suas criações e disting u i r aqueles que se destacaram na defesa e promoção dos direitos de autor.” Para assinalar esta data, um desafio foi então lançado aos nossos jovens leitores... partir à descoberta dos escritores portugueses através de um divertido jogo de adivinhas. Um autêntico quebra-cabeças que v ár i o s tentaram solucionar, sendo premiados os melhores. Também os alunos do 5º e 6º anos se divertiram muito com a resolução do peddy-paper “Na pista do saber”, inserido no projeto “Ser em construção”, dinamizado na área de Estudo Acompanhado. Só foi preciso concentração, orientação e trabalho em equipa... Alguns revelaram-se mesmo uns autênticos detetives! Parabéns a todos os que participaram com entusiasmo e seguiram corretamente as orientações da Equipa da Biblioteca. A fase final do “Campeonato de Leitura” (uma atividade do Departamento Curricular de Português), a 8 de junho, encerrou as leituras expressivas na biblioteca. Para o ano... há mais! Boas férias para todos e... BOAS LEITURAS! Paula Macedo

Top Leitores - Biblioteca

Top Livros - Biblioteca Mês março

Títulos e autores dos livros Os Maias, de Eça de Queirós Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente Amor de Perdição, de Camilo Castelo Branco

Requisições 4 4 2

abril

Chocolate, de Alice Vieira O olho de esmeralda, de Geronimo Stilton Teatro às três pancadas, de António Torrado

2 2 1

maio

Mar Morto, de Jorge Amado Um fim de semana infernal, de Geronimo Stilton Garfield um gato de peso, de Jim Davis

2 2 2

Mês março

Alunos Requisições Carina Henriques, nº 7, 6ºB 6 Marta Pirraça, nº 25, 6ºB 5 Ana Martins, nº 2, 5ºA 4

abril

Sandrina Neto, nº 24, 5ºC Sofia Gomes, nº 27, 6ºB Diogo Sivira, nº 9, 9ºB

4 3 3

maio

Diogo Sivira, nº 9, 9ºB Luana Paredes, nº 17, 7ºE Patrícia Dinis, nº 22, 7ºE

5 5 4 Sandra Grácio

ornal mador 13

J

A


Sem Papas na Língua

N

esta edição, o tempo de antena é dos alunos que ganharam o “Concurso de Poesia” e o “Campeonato de Leitura”. O mérito é deles e é com as suas palavras inspiradoras e com o seu gosto pela leitura que nos despedimos de mais uma extenuante maratona escolar!

Levanto a minha perna com leveza, rodopio e caio propositadamente no chão. O público aplaude em pé e as lágrimas escorrem-me pelo rosto. Levanto-me e agradeço com uma vénia. As cortinas fecham-se. O meu corpo automaticamente volta a sentir o frio do chão. As pessoas vão saindo pouco a pouco até que a sala se enche de silêncio. Todos aparentavam ter gostado. - Sara? Estás bem? O espetáculo já terminou e correu tudo bem! Orgulha-te rapariga! Acabei de vir de lá de fora e o público estava todo a comentar a tua bela prestação. Oh como eles adoraram… eles e eu! Estiveste divinal, mas isso já não é novidade. Se continuares tão perfeita, serás sem dúvida a melhor bailarina do mundo. Agradeço à minha agente, fingindo estar tudo bem e volto a ficar sozinha. Danço pela última vez no palco. Com amor e orgulho como em cada vez que o piso. Imagino-me a ser reconheci-

A primavera

da como a melhor. Ao mesmo tempo que o meu corpo se deixa levar pela música, as memórias dos tempos em que fui feliz naquele palco, deixam-se levar com o corpo. Já era de noite. Agarrei nas minhas coisas e fui buscar a minha filha às atividades extracurriculares, tendo a noção que seria o último dia dela ali. P a s s e i os dois meses seguintes em casa ao lado dela. Ela na cama, cada vez mais afetada pelo cancro. O médico dissera-me que a probabilidade de sobreviver mais tempo só existia mantendo-a calma, sossegada e deitada onde a deitei. A minha agente ligava-me diariamente dizendo que estava a perder oportunidades únicas e exclusivas, que se não retomasse agora nunca mais poderia voltar, mas a minha filha seria sempre a minha prioridade. Consultei médicos de toda a parte do mundo e a cura era inexistente. A minha filha perguntava-me o que estava acontecer com ela e eu apenas tinha coragem para lhe dizer - Nada de mais filha… Quiseram que fosses visitar as estrelas, mas eu não quis que fosses por ser muito perigoso e teres de ir sem mim. No fundo, ela sabia que lhe mentia, mas eram as palavras que ocultavam melhor o que estaria prestes acontecer.

Aproveitava uma ou duas horas em cada semana para dormir enquanto ela também o fazia. As restantes horas passava-as a admirar a sua beleza. A sentir o orgulho que tinha por a ter, por ela ser aquilo que era. Todos os dias lhe disse o quanto a amava, realcei-lhe todas as qualidades que aos meus olhos eram mais que belas. Fizemos tudo o que nos foi permitido fazer, mesmo com ela de cama. Mas … o último dia tinha que chegar. Deixei com ela a minha alma e aqui aguardo o meu dia… Até já, filha! Demonstrar o amor que temos por alguém nunca é de mais. A vida obriganos a abdicar de muitos dos nossos sonhos, para podermos viver outros. As escolhas que fazemos podem ser ou não as mais certas, mas se as fizemos é porque tinham de ser… Nádia Ventura, 9ºD

É uma estação maravilhosa Com todas as flores a nascer É fresca e harmoniosa E tudo começa a crescer. Começa a fazer sol Voltam as andorinhas Vê-se um caracol E pequenas formiguinhas. Começa a fazer calor Começa a pairar o amor Tudo começa a florescer E dá-nos vontade de renascer. Na primavera Tudo floresce Tudo renasce E a magia aparece. Débora Santos, 6ºA

Neste ano letivo, cerca de sessenta alunos do segundo e terceiro ciclos e do ensino secundário estiveram envolvidos no “Campeonato de Leitura” do nosso Colégio.

vibrou com a leitura de “ Todo o tempo é de poesia”, de António Gedeão.

Os destemidos leitores apresentaramse frente a um temível júri constituído por docentes da nossa casa. Durante a primeira fase, artigos de jornal foram lidos por alunos que bem poderiam ser aspirantes a pivots de telejornal. Os selecionados para a finalíssima encheram a nova Biblioteca, que serviu de palco às vozes cristalinas que se fizeram ouvir. O júri sucumbiu perante a delicadeza com que foi lida “A bailarina“, de Cecília Meireles, delirou com a “Sátira aos penteados altos”, de Nicolau Tolentino e

Ora bem, vencedoras! Tivemos vencedoras! O pódio pertenceu claramente às mulheres! A Sofia Gomes do 6ºB, a Carolina Rosa do 8ºE, a Daniela do 9ºB e a Patrícia Pagaimo do 11ºA foram as justas premiadas. Foram-lhes oferecidos livros novos, sedentos de novas leitoras que estejam à procura de leituras nutritivas. Aliás, os nutricionistas recomendam! Toda a gente sabe que ler faz crescer!

14 JornalAmador

A decisão para a escolha dos vencedores foi difícil! E quem são eles, quem são?

Helena Frontini


Sem Papas na Língua

Entrego os meus pensamentos à comodidade do papel. Deixo que as emoções me guiem nesta estrada por mim trilhada. Coloquei, a cada passo que dei, uma lembrança no caminho trilhado. As recordações trazem-me sentimentos agridoces. Sinto-me como uma criança maravilhada quando contempla o mar, que ao colocar o seu pezito na água, foge apavorada. Fecho os olhos e vislumbro o porquê de aqui estar. Fico atordoada com aquilo que passa diante de mim. Como poderá uma coisa tão maravilhosa provocar em mim um sentimento tão tenebroso? Há muito tempo que deixei de fazer sentido. Sou uma gota de chuva em pleno verão escaldante. Sou uma nuvem escura num céu pintado de azul marinho. Eu sou uma nódoa no tecido branco virgem. Eu sou o resultado da imperfeição que se tornou apreciável.

Eu sou… Eu fui… Voltei a ser. Deixo-me guiar pela emoção, porque me perdi no caminho pela razão. O papel e a caneta tornaram-se os meus melhores amigos,

são eles que suportam e confortam a minha fúria. No fim de tudo, adoro sentir o papel marcado e o cheiro a tinta. Posso dizer que são os meus calmantes. Assim como a água vai demarcando o seu trilho, deixando a sua marca cada vez mais profunda, eu posso afirmar que o mesmo me

sucede. A minha vida passa e os momentos definem aquilo que sou. Ficamos moldados de diferentes maneiras e o certo é que ninguém há de entender o porquê de ser assim. Podemos tentar evitar o rumo que a água leva, mas não podemos travá-la. Talvez eu seja como a água. Corro livremente perto das minhas origens, traço o meu caminho consoante aquilo que me oferece maior liberdade. No entanto, também consigo ser o chão que a água marca fria e livremente, consigo ser a folha flutuante que a corrente transporta ao longo de quilómetros. Até quando isto continuará? Preciso de encontrar um sentido. Preciso de reunir todas as peças e montar um puzzle com nexo. Ironicamente, preciso de ser eu e de mostrar aquilo que ainda falta mostrar.

A escrita? O que será neste mundo de palavras? Escrever é aquilo que gosto de fazer. É o meu porto de abrigo, o meu consolo, é onde me expresso e a quem me confesso. É uma bela arte que se faz com a caneta e o papel. Escrevem-se muitas coisas, palavras como “amor” e “fel”. Sem a escrita não sou nada, apenas um ponto no vazio. A escuridão da madrugada, sou a neve sem o frio. Mas a triste realidade é que as pessoas não me entendem. E o papel e a caneta são os únicos que me compreendem. Saúl Faustino, 7ºA

Patrícia Pagaimo, 11ºA

Escrever

Alunos vencedores “Campeonato de Leitura“

 Sofia Gomes - 6ºB  Carolina Rosa - 8ºE  Daniela Duarte - 9ºB  Patrícia Pagaimo - 11ºA “Concurso de Poesia”

 Débora Santos - 6ºA  Nádia Ventura - 9ºD  Patrícia Pagaimo - 11ºA Saúl Faustino - 7ºA

ornal mador 15

J

A


Claudina Quintino

Soluções dos passatempos:  Fase final de grupos: 1-Croácia, 2-França, 3-Holanda, 4Rússia, 5-República Checa, 6-Alemanha, 7-Polónia, 8Espanha, 9-Dinamarca, 10-Grécia, 11-Portugal, 12Suécia, 13-Inglaterra, 14-Itália, 15-República da Irlanda, 16-Ucrânia.  Quem é quem?: 1-Paulo Bento, 2-Beto, 3-Hélder Postiga, 4-Hugo Viana, 5-Custódio, 6-Bruno Alves, 7-Fábio Coentrão, 8-João Moutinho, 9-Eduardo, 10-Cristiano Ronaldo,

11-Hugo Almeida, 12-João Peteira, 13-Ricardo Costa, 14Pepe, 15-Miguel Lopes, 16-Miguel Veloso, 17-Ricardo Quaresma, 18-Raul Meireles, 19-Nélson Oliveira, 20Nani, 21-Silvestre Varela, 22-Rui Patrício, 23-Rúben Micael, 24-Rolando.  Mascotes: Slavek e Slavko.

16 JornalAmador

 Diferenças:


O mundo a meus pés

N

uma altura em que toda a gente já pensa em férias (é inevitável), não há nada como lembrar viagens ou atividades, desenvolvidas no Colégio, que nos refrescam a alma e nos fazem sonhar… Este verão, num local próximo ou longínquo, cada um, à sua maneira, será merecedor de ter “o mundo a seus pés”!

¡Olé! Ora a viagem de 23 a 26 de março a Espanha não poderia ter sido melhor! O itinerário incluiu destinos impossíveis de esquecer como Madrid, Salamanca, Ávila e Toledo e fez as delícias dos nossos jovens turistas do 9º ano. E porque há coisas que perduram para sempre, aqui fica um registo fotográfico dos melhores momentos… Clube de Jornalismo

A plenos pulmões, respirar verde, sentir verde! Inspira, expira… Já precisávamos de uma lufada de ar fresco assim! No dia 10 de junho, nós, alunos do ensino básico e secundário, demos um saltinho até à “Quinta do Crestelo”, na Serra da Estrela, onde podemos desfrutar de três ótimos dias. Tivemos a oportunidade de praticar desportos radicais, natação, passeios ao ar livre e muitas outras atividades revitalizantes. Pelas nove horas da manhã, partimos do Colégio com destino a Seia. Quando lá chegámos, fomos explorar a quinta e, depois de almoço, demos uns mergulhos na refrescante piscina. Que maravilha! À noite, a sala de convívio, foi o local de eleição para pequenas competições de

matraquilhos, snooker, ping-pong e alguma dança à mistura! O dia seguinte foi dedicado às atividades radicais. Após o pequeno-almoço, fomos fazer slide, jogar paintball (claro, as raparigas ganharam aos rapazes!) e andar a cavalo. Almoçámos e depois… piscina! Ao final da tarde houve um torneio de futebol e de matraquilhos. À noite, a seguir ao jantar, o serão foi de cantorias, com o karaoke a alto nível, na sala de convívio. No último dia (ohhhhhh), depois de bem despertados, tomámos o habitual pequenoalmoço e estávamos prontíssimos para um jogo

de orientação, organizado pelos professores. No fim do jogo, almoçámos e, infelizmente, fomos arrumar as malas. Era hora de partir… Mas a nossa viagem não terminou aí, ainda tivemos direito a uma paragem no Fórum de Coimbra para lanchar! Como sempre, nós adorámos o campo de férias! Foi pena o S. Pedro não ter ajudado muito com o tempo... No entanto, sempre que o sol aparecia, lá estávamos nós a aproveitá-lo ao máximo! Esta foi a pausa perfeita para recuperar energias! Rita Coimbra e Antónia Guerra – 7ºD

Espírito radical e boadisposição foram os ingredientes necessários para o dia 13 de junho, no âmbito da atividade de E.F., dirigida ao 5º e 7º anos, na baía de S. Martinho do Porto. Foi dia de canoagem!! Ah bracinhos, toca a mexer! Os alunos tiveram direito a uma pequena formação de canoagem fora e dentro de água! Toca a remar, pessoal! Clube de Jornalismo

ornal mador 17

J

A


Zoom local

A festa em honra de S. Jorge organizou-se este ano sob a responsabilidade dos jovens de 72/82 e com o apoio da Rádio Batalha. Os festejos iniciaram-se no dia 27 de abril e prolongaram-se até ao dia 29. Como dita a tradição, o cardápio das atividades foi, como sempre, variado e contou com a notória afluência dos populares. Quem é que não gosta de uma boa festa? À boa moda portuguesa, o fim de semana foi especialmente preparado com atuações musicais, dança, jogos tradicionais, a presença da banda filarmónica das Chãs, rally motorizado, a participação dos

Com o fim do Carnaval organizado pelos jovens 91, era altura de os jovens 92 começarem a trabalhar para a organização da próxima edição carnavalesca. E foi o que fizeram no dia 28 de abril, com a festa intitulada “Boa Noite – White & Neon Party”.

Os Ervilha-Banda de Leiria

Nesta festa, a banda - “Os Ervilha” - animou as pessoas que por lá passaram. Após a atuação da banda, chegou a altura do Dj St Peter’s agitar

Próximos eventos: 

Marchas Populares de Amor 2012 - 30 de junho  

20h30 - Desfile de Marchas 21h00 - Atuação das Marchas junto ao Campo de Futebol

23h00 - Baile com o organista Gilinho

Com a presença das seguintes marchas: 

Marcha Popular da Freguesia de Amor

Marcha Popular de Santa Clara - Coimbra

Marcha Popular da Ribeira dos Frades - Coimbra

Marcha Popular de Ponte Rol - Torres Vedras

Marcha Popular da Mata Mourisca - Pombal

Marcha Popular da Machada - Pombal

18 JornalAmador

ranchos folclóricos dos Parceiros e dos Barreiros, rifas, etc. Aquilo é que foi, alegria a 100% com a bênção de S. Jorge! Clube de Jornalismo

o pessoal pela noite dentro. Ao longo da noite, quem quisesse podia pintar a cara com cores que brilhavam no escuro e também tirar fotos! Quem viesse vestido com uma peça branca, tinha direito a um shot grátis. Se não estiveste presente nesta festa, nem sabes o que perdeste! Mas não te preocupes, porque mais festarolas virão!! Nadine Caminho – 12ºA

VII Festival de Folclore – Barreiros – 1 de setembro


Zoom local Partida, lagarta, fugida! Com calçado adequado às dificuldades do terreno, realizou-se, no dia 22 de maio, feriado municipal, a “1ª Caminhada pela Escola”, dinamizada pela Escola Básica de

Amor. A iniciativa contou com a participação dos alunos, professores, funcionários e familiares, tendo sido também aberta à comunidade. Em conjunto, percorreram a localidade por vários arruamentos

e caminhos, passaram por pontes e túneis e foram a sítios simbólicos como o Poço dos Tremoços ou o Moinho da D. Maria, sempre acompanhados pelos agentes da GNR, elementos da “Escola Segura”. A caminhada findou no Parque de Merendas, onde decorreu um almoço convívio que se prolongou durante a tarde. Não faltou a morcela e a chouriça, iguarias de reconhecida tradição local. Foi tudo preparado com o máximo rigor e com o maior empenho. Foi um dia inesquecível para todos os participantes, constituindo-se assim um prenúncio de muitas outras caminhadas!

evento, basta consultarem o blog da escola: http:// ebamor.blogspot.pt/2012/05 /1-caminhada-pelaescola.html.

Clube de Jornalismo

Para todos aqueles que quiserem ver mais fotos do

Mais uma vez, nos dias 8, 9 e 10 de junho, o Grupo Desportivo, Recreativo e Cultural “Unidos” organizou a edição das “Tasquinhas de verão”, que teve lugar no campo de futebol da Lagoa. Esta iniciativa contou com a colaboração de alguns elementos das localidades de Casal dos Claros e Coucinheira e não só. Durante o fim de semana houve petiscos para todos os gostos: moelas, codornizes, galo de cabidela, perna de porco no espeto… tudo isto regado com bom vinho e boa cerveja. Para os mais novos, também havia bitoques e sumos variados. E como um bom repasto só termina com uma sobremesa bem doce, havia para todos os gostos: um bolo de cenoura com cobertura de chocolate divino, arroz doce bem cremoso, uma

fresquíssima tarte merengada de limão, entre muitas outras delícias. Pena foi que, no sábado, o tempo (caiu uma chuvinha miúda) não tenha ajudado, ainda assim muitos foram aqueles que não se deixaram intimidar pela cacimba que teimava em cair e jantaram debaixo do guarda-chuva (como naquela música da Rihanna, “Under my umbrella”). Felizmente, no domingo o tempo melhorou e a tarde foi passada à conversa, entre amigos, ao som das tradicionais danças do Rancho Folclórico GDRC-Unidos. Quem lá esteve de certeza que se divertiu, mas para os que não estiveram, não fiquem tristes… para o ano, há mais. Até lá! Cremilde Rodrigues Fotos de Carina Caminho – 12ºA

ornal mador 19

J

A


Escola em Ação! A união faz a força e isso foi verificável no decurso de mais um ano letivo. O trabalho desenvolvido requereu um esforço hercúleo de muitas pessoas que rumam num só sentido: o sucesso escolar dos nossos alunos e o contributo significativo na melhoria do ensino em Portugal. Mas a união, além da força, também faz a festa! Depois de mais uma odisseia escolar, eis a ansiada festa que permitiu assinalar, oficialmente, o término de mais um ano académico. Apresentada pela professora Cremilde Rodrigues, a festa final de ano, decorada a preceito com os trabalhos dos nossos alunos, decorreu no dia 15 de junho, ao final da tarde, congregando uma plêiade de estrelas: estrelas musicais (atuação das turmas de Educação Musical do 2º ciclo e do

clube de guitarra, sob a orientação da prof. Claudina Quintino), estrelas docentes (atuação das EnCanto – professoras Clara M. Antunes, Carla Rodrigues, Paula Lopes, Paula Macedo e Catarina Pedrosa), estrelas dançarinas (atuação dos CDM Dancers, coordenados pelo prof. Nuno Carvalho), estrelas ginastas (atuação dos alunos do clube de ginástica acrobática, sob a responsabilidade do prof. António Alves), estrelas literárias e estrelas fotográficas (atribuição de diplomas e prémios aos alunos vencedores do “Campeonato de Leitura”, do “Concurso de Poesia” e do “Concurso de Fotografia”). Um dos pontos altos da ocasião festiva foi o visionamento do vídeo “A história da minha escola”, vencedor do escalão do 2º ciclo, no âmbito do “Concurso Comuni-

turidade e pelo seu brilhante desempenho na coordenação do clube de teatro escolar. Neste contexto, ecoam as palavras do refrão do nosso hino – “Seremos mais alto e melhor / Seremos caminhos de outro mar / Construindo um sonho belo. Seremos brilhar das letras / Pintadas a tempo e luz / Escrevendo "Dinis de Melo".

dade Criativa Asa”, protagonizado pelos alunos do 6ºD e realizado pelo professor Sílvio Grilo. Este prémio encheu-nos a todos de orgulho e mostrou que, em equipa, professores e alunos são capazes de projetos absolutamente fantásticos! A aluna Joana Pereira, do 6ºB, foi distinguida com o diploma de melhor ginasta do ano letivo 2011/2012 e à aluna Daniela Duarte, do 9ºB, foi entregue, pela primeira vez no Colégio, um diploma de mérito, pelas mãos do senhor diretor pedagógico, Dr. Fernando Cruz, como recompensa pela sua ma-

Por último, uma palavra de reconhecimento a duas pessoas muito especiais que perdemos este ano letivo, ao senhor Virgílio Fragoso, um dos administradores do Colégio, e ao senhor Manuel Sobreira, guarda-noturno deste estabelecimento de ensino durante tantos anos. Onde quer que estejam, esta festa também foi para eles e por eles! E, claro, um profundo agradecimento a todos os alunos, encarregados de educação, professores, funcionários, administradores do Colégio e respetiva direção pedagógica, pois juntos somos uma família! O “segredo está na massa”! Clube de Jornalismo

ornal mador 20

J

A


nº 44 - Jornal Amador