Page 4

página 4

Ano 7 número 61

a d n

l a g

Le

ba

Um

NÃO DEIXE PARA DEPOIS! Em contrapartida, muitos voltam pra agradecer, e isto significa que já começaram a entender alguma coisa, já respeitam a umbanda e o terreiro, e logo começam a incorporar em si mesmos os valores passados pelas entidades. A pergunta que não quer calar é: porque a maioria dos seres humanos só aprende através da dor? Porquê escolhem o caminho mais difícil? - Simples, porque estão dormindo! As pessoas nascem, e já são induzidas a chorar. Crescem, estudam, trabalham, fazem dívidas, pagam dívidas, fazem mais dívidas e o ciclo continua. Se casam, têm filhos, netos, criam expectativas nos outros, sonham os sonhos dos outros, depositam a própria felicidade nas mãos dos outros...e a vida passa, e passa rápido. Pelo fato de estarem dormindo não percebem que de nada adianta carregar o fardo do outro, pois a responsabilidade sobre o que cada um carrega, seja espiritual, energético ou emocional, é pessoal e intransferível, e cada qual vai responder individual-

mente por cada pensamento, palavra ou ação. Por valorizarem mais a matéria do que o espírito, se esquecem que corpos bonitos, mansões, carros, tablets, celulares e todo o conforto que se possa ter não passam pelos portais reservados a cada um de nós, bons ou maus. Talvez um dos piores sentimentos que uma pessoa possa ter é o remorso. Remorso por não ter feito o que gostava, não ter tido coragem de dizer não quando se sentiu usado ou explorado, não ter conseguido se livrar de crenças limitantes ou do medo do julgamento alheio. E o que resta é um exército de doentes do espírito. Como androides que são programados para uma vida mecânica e programada, acham que tomam as decisões, acham que estão no comando, mas ao invés de viver, na verdade assistiram a própria vida passar. Foram meros espectadores da própria história, escrita por uns, dirigidas por outros, e o que resta é a solidão, depressão, tristeza. Não era pra ser assim. Não foram esses os planos de

Deus pra nós. A oportunidade de estar aqui, encarnado, é uma ferramenta de evolução e crescimento. A boa notícia é que temos a eternidade pela frente, e cedo ou tarde cada um de nós vai alcançar o entendimento e sair da ilusão condicionada na qual permanecemos estacionados há muito tempo. Mas pra quem não quer esperar existem infinitas maneiras e caminhos disponíveis, e acreditem, nossa amada Umbanda é um dos mais completos. Estude, procure, pergunte, descubra e cresça, cresça, cresça! Isso é possível aqui e agora, não deixe pra depois, Axé! Por Mãe Valéria Siqueira

Terreiro de Umbanda Pai Oxóssi, Caboclo 7 Flechas e Mestre Zé Pilintra

Críticas e sugestões: t.u.paioxossi@hotmail.com Fone: (011) 96375-7587

Jornal Aldeia de Caboclos  

Edição 61 - julho de 2017

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you