Page 1

16


2

O novo antigo Mercado Flor de Liz Antigo porque tem mais de 30 anos. Novo porque está sob nova direção. Mercado Flor de Liz é um daqueles mercados de bairro que resiste ao tempo, oferecendo tudo que o morador necessita, desde secos e molhados em geral, até produtos de limpeza, beleza, higiene pessoal, bomboniere, verduras, água mineral, sorvetes, cervejas, vinhos, refrigerantes, sorvetes etc. A nova proprietária do antigo Mercado Flor de Liz, Aricléia Stofella, comprou o mercado há 3 anos, e há 1 ano mudou nas proximidades do antigo endereço. Ela implantou uma nova filosofia de trabalho, preocupada com a higiene e o melhor atendimento ao público consumidor. O novo estabelecimento está em local mais amplo, mais arejado e confortável, há uma quadra do antigo endereço na rua Castro. Para dinamizar o mercado, Aricléia montou uma mini lanchonete no local, onde serve salgados assados e fritos, sfihas, coxinhas, kibes, pães de batata, pão de queijo, sucos e refrigerantes, cafés, cappuccino, café com leite e expresso da Nestlé. E pão fresquinho o dia todo. Aceita cartões de crédito e débito Rede Shop, Master Card, Maestro, VISA, Diner Club e Elo. Venha conhecer o seu novo antigo mercado do bairro Flor de Liz. Rua Castro, 145 – Água Verde – Telefone 3342.2270

Por que comprar no mercadinho do bairro Hoje no Brasil são mais de 10 milhões de micro e pequenas empresas, fazendo muita diferença para milhões de brasileiros que sustentam suas famílias a partir do trabalho em uma pequena empresa. Comprar do pequeno negócio local faz com que o dinheiro fique no bairro, possibilitando criar novas oportunidades, gerar mais empregos e distribuir melhor a renda. O dinheiro circula na mesma região. Quando você compra em uma grande rede, o dinheiro pode sair da rua, do bairro, da cidade, do Estado e até do país. Valorizar o pequeno negócio da vizinhança na hora da compra é uma decisão que resulta em menos deslocamentos pela cidade, menos estresse no trânsito, menos poluição ambiental. Isso também é qualidade de vida! Pequenos negócios efetivamente desenvolvem o comércio local. Ao comprar da pequena empresa, o consumidor ajuda os pequenos negócios a se fortalecerem, a se manterem ativos, a melhorarem o seu desempenho e atendimento, a inovar e a diversificarem a oferta de produtos e serviços.

MER CADO FL OR DE LIZ MERCADO FLOR Pão fresquinho o dia todo! Tudo que você precisa, pertinho de você. Aceita cartões de crédito e débito Rede Shop, Master Card, Maestro, VISA, Diners Club e Elo.

Telefone 3342.2270 Rua Castro, 145 - Água Verde


3

Panfleto homofóbico provoca manifestação no bairro Água Verde m morador da rua Pará colou alguns cartazes homofóbicos na região para protestar pela presença de um casal gay na referida rua. Dezenas de panfletos apócrifos foram espalhados pela rua, afirmando que “a rua vai ficar mais alegre com os passeios matinais do casal, que vão influenciar filhos netos” (foto do casal) e que ainda dá o endereço da “baixaria”. O casal é formado por João Pedro Schonarth, jornalista, 29 anos, e Bruno Banzato, servidor público, 31 anos, que estão concluindo a reforma de um sobrado. Casados há sete anos, eles estão prestes a adotar uma criança e por isso mesmo se mudaram para uma casa maior na Rua Pará, no Água Verde. Na manhã da quinta-feira passada, no entanto, foram surpreendidos por um ataque homofóbico cometido por alguém da vizinhança. Além dos panfletos, o autor invadiu a propriedade do casal e promoveu um ato de sabotagem. Uma mangueira foi colocada no local pela entrada do ar condicionado. O alagamento não só estragou boa parte

do piso como adiou por mais uma semana a mudança da família para o local. Quando a construtora confirmou a sabotagem, o casal fez um boletim de ocorrência por invasão e dano de propriedade. O casal registrou queixa na Delegacia dos Vulneráveis. “Estou triste e é muito difícil acreditar que as pessoas se incomodem tanto com

a felicidade dos outros. As pessoas são mais iguais que diferentes. Todos buscam a felicidade, trabalham para comprar uma casa, mas não vou deixar que nos intimidem. Vamos tomar todas as medidas cabíveis para que isso não volte acontecer com ninguém. Essas pessoas não podem

achar que têm o direito de atacar os outros”, diz Schonarth. Orientado pelo grupo Dignidade, logo após do Boletim de Ocorrência, o casal ainda buscará ajuda do Ministério Público Estadual (MP) e levará o caso para a Comissão de Direito da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). “Vamos cobrar providências das autoridades”. O autor do panfleto pode ser condenado a até 3 anos de prisão. No dia seguinte uma corrente de solidariedade ao casal foi montada na internet, com manifestações de milhares de pessoas, e no último domingo, dezenas de amigos e moradores da região se manifestaram na Praça Elias Abdo Bittar em apoio e solidariedade ao casal. Depois do ataque homofóbico uma clínica de psicologia de Curitiba resolveu oferecer um tratamento gratuito aos autores do panfleto homofóbico: “A Oriente oferece dez sessões de psicoterapia grátis para quem distribuiu os panfletos homofóbicos no bairro.” “Eles vão ser muito felizes aqui, tenho certeza. Tem mais pessoas boas que más no bairro Água Verde”, disse Maria Ângela Karasinski, uma das dezenas de moradoras do bairro que estiveram do ato. “Só respeito basta. Só respeito. Você nunca deve fazer ao outro o que não quer que façam a ti”, garantiu.

Estudantes de jornalismo visitam nossa sede

Alunas do curso de Jornalismo da PUC Paraná visitaram a sede do Jornal Água Verde para fazer matérias sobre jornais de bairros.Participaram da visita Heloíse Marques e Evelyn Rodrigues, Carolina Andrade, Maria Cláudia, ao lado do nosso editor, José Gil.As reportagens foram realizas em vídeo e fotos. O curso de Jornalismo da PUC-PR está de parabéns por incentivar os estudantes a produzir material jornalístico em campo, na prática, enfocando o único segmento da mídia impressa que continua crescendo no Brasil e no exterior (principalmente na Inglaterra), a imprensa comunitária, os jornais de bairros.


4

Não é o jogo da Baleia Azul que está matando os adolescentes, é nossa insensibilidade. suicídio já mata mais que homicídios, desastres e HIV em todo o mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde. Isso quer dizer que o seu assassino mais provável é você mesmo. Entre os jovens, a incidência é maior: Na faixa etária de 15 a 29 anos, apenas acidentes de trânsito superam o suicídio. Neste grupo, as mais afetadas são as mulheres (não por acaso, o gênero que é treinado para a dependência emocional). Sintomaticamente, o jogo da Baleia Azul é viral. São 50 desafios que envolvem automutilação e atividades arriscadas em geral. O último desafio é tirar a própria vida: só assim, eles dizem, você ganha o jogo. “Ganhar o jogo”, para muitos de nossos adolescentes, é se livrar da obrigação de continuar vivendo – e se isso não te choca, bem, eu desisto. Por que, afinal, é mais provável que as pessoas queiram se matar quando são jovens? Porque os velhos já se conformaram. Quanto mais jovem se é, mais coisas são uma questão de vida ou morte. Quando se é jovem, absolutamente tudo parece irreversível. Na adolescência, então, é sempre tudo ou nada, então não é exatamente estranho querer abandonar um mundo que não te entende e, sobretudo, um mundo que você também não entende. Deve ter acontecido na sua família. Ou na família de um amigo. Ou com o amigo de um amigo. Ou com o próprio amigo. Não é difícil que você conheça uma história de suicídio ou de tentativa de suicídio: acontece todo dia. Aconteceu comigo. Na época, morri de vergonha. A única frustração foi não ter conseguido – porque eu não tinha medo de morrer, eu tinha medo de viver. Disseram que eu só queria chamar atenção. Era falta de Deus. Falta de amor. Falta de porrada. Na verdade, não era nada disso: era depressão. E se eu não tivesse uma família e amigos que compreendem a depressão – compreendiam mesmo antes de 13 reasons why, por exemplo – talvez eu nem estivesse aqui.

Talvez eu nem tivesse descoberto que as prioridades mudam, o sol abre novamente, os anos passam e doenças psíquicas são perfeitamente – embora não facilmente – tratáveis. Talvez eu nunca tivesse saído daquela fase em que você desiste facilmente porque afinal não há muitas razões para não desistir: você ainda não tem quase nada, você ainda não sabe quase nada, você ainda não é quase nada – e a vida te bate mesmo assim. A questão do suicídio (entre os adolescentes, sobretudo) é urgente e inadiável. Não dá mais para trata-la como piada, embora tantos insistam. O jogo da baleia azul não é o problema: é apenas uma parte ínfima – quase desprezível – do problema. Aliás, encaremos os fatos: o problema é que somos uma geração fodida (e enquanto não houver uma verdadeira mudança de paradigmas, as próximas gerações serão cada vez mais fodidas). A nossa geração ainda se importa pouco com doenças psíquicas, ainda trata como loucos os psicoatípicos, comove-se com uma série bem feita mas é incapaz de se comover perante o sofrimento dos outros – o sofrimento real. A nossa geração tem desaprendido muito sobre amor e compreensão: amar é, cada vez mais, para os fracos. Mães e pais despreparados es-

tão, cada vez mais, surtando – por não saberem o que fazer, berram ou simplesmente ignoram. O que antes eram paixões adolescentes fulminantes, agora são crushes: o bom e velho amor platônico com uma nova roupagem. Vivemos tempos em que todo mundo tem a obrigação tácita de querer pouco ou nada, todo mundo tem que se bastar, ir em frente, ignorar as próprias dores, se valer sozinho. Para uma geração que quase vive virtualmente, é pedir demais. A conta não bate. Há – e que haja! – quem me acuse de exagerada e conspiracionista, mas não é sintomático que, justo nessa geração desapegada, bem-resolvida e feliz sob os filtros do Instagram, a Netflix seja um sucesso absoluto? Não é sintomático, no mínimo, que a juventude do século XXI esteja

3408.2860

trancada em casa maratonando séries no sábado à noite porque já não tem paciência (ou habilidade, nunca saberemos) para relações interpessoais? Não é sintomático, sobretudo, que a série mais assistida da história da Netflix seja justamente uma série sobre suicídio? Os nossos jovens estão se suicidando, e cada vez mais, porque a gente não presta atenção neles. A gente também não presta atenção na gente. Estamos preocupados em fazer piada de suicídio na internet e, quem sabe, ganhar uns likes. Na geração dos egos inflados, não sobra espaço pra mais nada. Não é o desafio da baleia azul que está matando os nossos adolescentes. É a nossa insensibilidade. Nathalí Macedo - Jornal GGN


5

As tendências na decoração mídia vive lançando tendências de moda, comportamento e estilo. E o que você, leitor, faz diante das tendência? Simplesmente as aceita, ou prefere refletir se o que lhe apresentam é adequado à sua personalidade? Na decoração é semelhante. Tendências trazem o novo, mas também trazem releituras do que já foi moda um dia. Quando o assunto é composição de ambientes, deve-se ter cuidados ao se aceitar tendências, pois é mais trabalhoso revitalizar todo um ambiente do que se desfazer de uma peça de roupa que não agrada mais. Lar é o reflexo do coração Fala-se que lar é o reflexo do coração. O bem estar está no coração e a sintonia produz harmonia. Se você se sente feliz em um ambiente confortável e acolhedor do seu lar, você está no caminho certo. Faça da sua casa um espelho da sua alma. Crie identidade! Explore o seu jeito de ser com uma decoração criativa. Composição de ambientes A harmonia é o fundamento da composição de ambientes. Algumas pessoas têm personalidade mais conservadora no momento de criar um ambiente. Outras são mais

provocativas. Os perfis são diversos. No entanto, ainda que você tenha tendências a “romper com o padrão”, saiba que a regra se aplica também ao seu caso. Pois tudo é possível se bem utilizadas as técnicas de harmonia na composição de ambientes. Leia, pesquisa. A seguir, uma breve dica de composição na foto acima.

Conheça a OBS Decor Inaugurada há 5 anos, a OBS Decor é uma empresa sólida, que atua no segmento de decoração, papéis de parede, cortinas, persianas, colchas, almofadas e objetos de decoração. A equipe de vendas oferece aos clientes atendimento exclusivo e diferenciado, prestando assessoria na escolha dos materiais, cores e aces-

sórios, adequando-os ao estilo de cada ambiente. A empresa conta também com a colaboração de excelentes profissionais que executam os serviços de confecção, instalação e manutenção dos produtos. OBS Decor Avenida Getúlio Vargas, 2120 Água Verde Telefone: (41) 3029-4944


6

Festa do Padroeiro na Paróquia São Jorge Festa do Padroeiro é uma das comemorações mais aguardadas pela comunidade da Vila São Jorge, no bairro do Portão, em Curitiba e movimenta todos os anos mais de 3 mil devotos. A comemoração este ano foi batizada de Festa do Padroeiro, com uma extensa programação, desde 1º até 30 de abril. Destaque para o dia 23 de abril (dia de São Jorge), com a produção de um bolo de 25 metros para toda comunidade. O mesmo será recheado com centenas de medalhas de São Jorge. A produção do bolo vai envolver mais de 10 voluntários, e cada pedaço terá um custo de três reais. O valor obtido será destinado às obras sociais da Paróquia São Jorge, que este ano comemora 50 anos. A novidade será a capela do padroeiro com velário.Ao final, de cada missa será realizada a benção das imagens do santo padroeiro. 23/04 – Bolo de São Jorge, à venda a partir das 9h (o dia todo), e benção das imagens de São Jorge nas Santas Missas das 7h30, 9h, 11h e 19h. Inauguração da capela do padroeiro. A igreja ficará aberta das 7h30 até as 20h. Endereço:Rua Itacolomi, nº. 1840 Portão. Fotos:Richard Helmuth Windfried Angert Roch. Sobre a Paróquia São Jorge

No que se refere à nossa história, a iniciativa partiu do casal: Sr. Arsênio e Sra. Zulmira. Ambos católicos praticantes, que convocaram os moradores da Vila S. Jorge a participarem de uma reunião, com o objetivo de construir uma igreja dedicada a São Jorge. Compareceram: Alberto Pansolin, Rosa Pansolin, João Pansolin, João Moscov, Glória Ribeiro, Lauro Ribeiro, Herondina Ribeiro, João Seminiuck, Tereza Romaniuk, Helena Palmer, Joana Palmer, Angelina Gabardo, Olga Cavalin, Angélica Ripka, Adélia Agostinho e Catarina Félix. Esse dia histórico foi 01 de agosto de 1955. Depois da reunião, todos alegres, saíram gritando para a comunidade que seria construída uma igreja na Vila S. Jorge. Um segundo passo foi escolher um coordenador. Alguém empreendedor capaz de aproximar pessoas que pudessem ajudar na concretização deste projeto. Surgiu o nome do industrial e comerciante da Vila, Sr. Aroldo Schmidt. Propuseramlhe a ideia e explicados os motivos, Schmidt abraçou a causa e logo começou a trabalhar juntamente com sua esposa dona Morena. Tudo isso sempre em concordância com o Pároco do Portão, na época, o Pe. João Bagozzi.Ponto seguinte, a definição do local da construção.

RECEIT A P ARA CHURRASCO ECEITA PARA Picanha na P arrilha Parrilha Ingredientes ·1 picanha de cerca de 1,2kg · Sal grosso a gosto ·1 xícara de café de óleo Modo de Preparar Esta é uma boa opção para quem gosta de picanha, mas não costuma acertar o ponto ao assar uma peça inteira. Por isso, corte a picanha da gordura para a carne - em linha paralela as fibras - em medalhões de dois centímetros de espessura. O próximo passo é salgar, pulverizando sal grosso sobre os medalhões, jogar um pouco de óleo na carne para ela não ressecar e colocar na parrilha. Leve a mesma à churrasqueira e

deixe assar por dez minutos (cinco de cada lado) em brasa quente, se quiser ao ponto, ou por sete minutos (metade de cada lado), se preferir a carne mal passada. Para não errar o ponto escolhido, é bom sempre ficar de olho no sangue. Quando ele está quase secando, é a melhor hora de servir. – Receita produzida e preparada por Sidney Maluf

Após tudo definido pela comissão e sob orientação do Pe. Bagozzi, foi adquirido o terreno pertencente ao Sr. Flávio Bello ao valor de Cr$ 50.000,00. Pagos Cr$10.000,00 a vista e mais 40 pagamentos de Cr$1.000,00. Mas ape-

nas um terreno não seria suficiente. Assim, donaMorena proprietária do terreno vizinho, imediatamente fez a doação do mesmo para que se começasse a construção da tão almejada igreja. Iniciada a construção da capelinha de madeira, o desafio: festas, trabalho e mais trabalho. Somados os esforços, no ano de 1958, assim relata o Sr. Arsênio: “Amanhecera o domingo do dia 18 de maio. Às 9 horas, a Vila S. Jorge ainda estava envolta nas névoas do sul. Só de perto se avistava a Capelinha de São Jorge. O altar e a imagem resplandeciam entre flores coloridas. Os moradores da Vila e seus arredores formaram uma multidão que encheu todo o pátio da capelinha. Às 10 horas deste mesmo dia, foi abençoada a Capelinha de São Jorge, com a Santa Missa presidida pelo Pe. João Bagozzi.” Aproveitando a oportunidade, o Sr. Aroldo convocou todos os moradores da Vila para iniciar a construção da igreja dizendo: “Esqueçamos todas as diferenças que existem entre os moradores desta Vila, porque a Igreja não é uma realização efêmera ou passageira, ela será para sempre como uma família.” Estava agendado às 16 horas a chegada do arcebispo Dom Manuel e do Prefeito Major Ney Braga, Dom Manuel abençoou a pedra fundamental e oficializou a comissão de obras, coordenada pelo Sr. Aroldo. A partir deste dia os moradores se irmanaram e começaram a trabalhar com festas, arre-

cadações e tudo o que se imaginava para construir a igreja. No dia 21 de janeiro de 1962, novamente com a benção de Dom Manuel, a ainda, inacabada igreja. Levantada, coberta, ainda faltando os acabamentos, mas já era a Casa de Deus que podia receber seus fieis. Lamentavelmente, o grande idealizador desta obra Pe. João Bagozzi veio a falecer, assumindo seu lugar o Pe. Dario Zampiero, depois Pe. Bernardino e por fim Pe. Duilio, que continuavam celebrando missas, prestando apoio espiritual e como responsáveis pela vinda da Congregação dos Padres Marianos à comunidade. Passaram-se duas gerações Os campos cedendo lugar, a casas e edifícios; novas famílias se formando e novos paroquianos ingressando na comunidade da Vila São Jorge. A igreja que um dia foi grande tornou-se pequena perante o tamanho da família dos filhos de Deus, fazendo-se necessária a construção da nova e atual igreja. Resumo Cronológico: ·01/08/1955 – Idealização e fase preparatória em que se adquiriu o terreno e foi construída a primeira capelinha. · 18/05/1958 – Lançamento da pedra fundamental. Um tempo de esforços e trabalhos comunitários para alcançar o objetivo: “Construir a Igreja de São Jorge”. · 21/01/1962 – Inauguração da Igreja, ainda inacabada. Uma fase de alegria e ação de graças pelo objetivo alcançado. É a conquista, vitória dos moradores da Vila. · 13/08/1967 – Instalação da Paróquia São Jorge e a entrega da mesma à Congregação dos Padres Marianos. Sendo o primeiro vigário o Padre Aloísio BoleslauJakimowjcz. · 27/04/2003 –Benção de pedra fundamental da nova e atual igreja, em celebração presidida por Dom Sérgio Braschi. · 17/06/12 – Dedicação da Nova Igreja de São Jorge, em celebração presidida por Dom Moacir José Vitti, com júbilo e ação de graças a Deus Pai por este abençoado projeto.


7

Combate ao suicídio Artigo de Marcello Richa

Nos últimos dias os jornais têm destacados diversos casos de tentativa ou morte por suicídio de crianças e adolescentes devido a um jogo que se propagou pelas redes sociais chamado “Baleia Azul”, que estabelece desafios aos participantes até finalmente sugerir que a pessoa se mate. O perigo que isso representa trouxe novamente a tona um tema pouco debatido, mas que apresenta um crescimento alarmante, que é o suicídio no país. Atrás apenas de homicídios e acidentes de trânsito, o suicídio já é terceira principal causa de morte por fatores externos no Brasil. Dados do Mapa da Violência, do Ministério Público, aponta um crescimento de 40% na taxa de suicídio entre crianças de 10 a 14 anos, enquanto para jovens de 15 a 19 anos o crescimento foi de 33,5%. Os números no Brasil não atingem 10 suicídios por 100 mil habitantes, considerado alto pela a Organização Mundial da Saúde (OMS), mas o crescimento nos últimos anos deixa claro que precisamos falar sobre suicídio e buscar cuidar mais do bem-estar um do outro. Ainda é raro ver o tema ser debatido abertamente na sociedade e faltam programas de prevenção, sendo que os existentes muitas vezes sequer são de conhecimento das pessoas que mais precisam deles. Obviamente que é difícil entender os motivos que levam uma criança ou adolescente a cometer um ato tão definitivo como o suicídio. Seja por

depressão, bullying, sexualidade, utilização de produtos psicoativos ou solidão, o fato é que a pessoa alcança um momento de desequilíbrio emocional tão alto que se torna extremamente vulnerável. Segundo especialistas, nove em cada dez casos de suicídios podem ser evitados com o diagnóstico e tratamento adequado do transtorno, porém o desafio maior é identificar os sinais que levam uma pessoa a suicidar-se, que muitas vezes são ignorados. Em uma época em que o contato humano parece ser cada vez mais substituído pelas mídias digitais, precisamos voltar a valorizar o diálogo e a atenção. A diminuição do número de suicídios de crianças e adolescentes também passa pela ampliação das políticas de prevenção, dessa forma campanhas que busquem combater a banalização da depressão e que fortaleçam a rede de atendimento, especialmente em relação aos Centros de Apoio Psicossociais (Caps), são essenciais. Também é preciso um trabalho constante de aprimoramento dos profissionais da área da saúde, para que sejam cada vez mais capazes de identificar os sinais e encaminhar os pacientes para serviços especializados. Por fim, é fundamental a articulação entre poder público, entidades sociais, iniciativa privada, sindicatos, imprensa e igrejas para permitir maior capilaridade e alcance das informações junto à população. A depressão e transtornos que podem levar ao suicídio atingem todas as classes sociais, idade, orientação sexual ou religião e apenas em conjunto podemos evitar que esse cenário leve a uma conclusão trágica. Marcello Richa é presidente do Instituto Teotônio Vilela do Paraná (ITV-PR)

Prefeitura quer devolver o Centro recuperado aos curitibanos Recuperar a região central da cidade e garantir o atendimento à população com uma estrutura de serviços públicos de qualidade são prioridades da Prefeitura para Regional Matriz. A meta de fazer com que a população retorne ao centro da cidade, com segurança, foi defendida pelo prefeito Rafael Greca em visita às obras da Matriz nesta quinta-feira, 20/03. O resgate social a partir de uma ação conjunta da Prefeitura com a igreja e entidades de apoio a pessoas em situação de risco foi o ponto de partida da visita à Matriz no encontro do prefeito com o Frei franciscano, Alexandre Magno Cordeiro da Silva, pároco da Igreja Bom Jesus dos Perdões. “A presença franciscana sempre foi benéfica para Curitiba. A cidade precisa dos frades como parceiros na acolhida permanente das pessoas que precisam”, disse Greca. O Frei Alexandre destacou que a sociedade precisa de boas referências

para a busca da paz e da união. “Temos uma relação próxima e solidária com a população de rua. Nossa cidade precisa de pessoas de bem para que, juntos, possamos contribuir para a construção de uma sociedade melhor”, disse. O resgate social, a geração de renda, o esporte, o lazer e a alimentação de qualidade fazem parte de um conjunto de ações e finalidades dos equipamentos públicos vistoriados na Matriz e que devem ser ajustados para cumprir o objetivo traçado pelo prefeito.


8


9

Filha de Kadafi foi convidada a participar de lançamento de livro em Curitiba isha Kadafi, filha do líder martirizado da Líbia, Muamar Kadafi, foi convidada a participar do lançamento do livro “A Líbia de Muamar Kadafi” em Curitiba nas próximas semanas, no bairro Água Verde. O evento conta com o apoio do Grüne Revolution Deutschland, uma organização política de kadafistas na Alemanha, com páginas na internet. A filha de Kadafi é vista como sucessora de Kadafi, ao lado do irmão, Saif Al Islam Al Kadafi, que se encontra preso na Líbia. Ela é advogada, foi embaixadora das Nações Unidas, mãe de três filhos, advogada voluntária do ex-presidente Saddam Hussein, e do iraquiano que jogou um

Aisha Kadafi, advogada, ex-embaixadora das Nações Unidas sapato no presidente Bush durante visita àquele país. Aisha Kadafi agradeceu o convite mas não virá ao Brasil porque reside em Omã e o governo não permite a viagem. O livro é de autoria de José Gil de Almeida, um brasileiro que visitou a Líbia 19 vezes. Durante essas visitas o autor conheceu fatos e a realidade jamais contada pela imprensa ocidental. Ele relata algumas de suas viagens, episódios que aconteceram na Líbia de Kadafi, conquistas e vitórias da revolução Al Fateh. Trata de experiências com outros brasileiros e latino-americanos que visitaram o país

Página do livro “A Líbia de Muamar Kadafi”

durante a decada de 80 até 2011, e fala das belezas dos país localizado no Magreb El Arab, cortado pelo deserto do Sahara. O livro traz os últimos momentos do líder Muamar Kadafi, suas últimas cartas dias antes de ser assassinado por mercenários na sua cidade natal, Sirte, à beira de uma rodovia. O livro analisa o comportamento da imprensa ocidental - chamada por ele de “canalha” - ao se referir aos países vítimas de guerras promovidas e patrocinadas pelos governos dos EUA, Reino Unido, França, entre outros, com o único objetivo de roubar petróleo e riquezas naturais dos pequenos países, utilizando a mentira como forma de propaganda de guerra, como ocorreu na Coreia, Afeganistão, Iraque, Líbia, entre outros. O livro mostra a trajetória de um país se abrindo para o comércio e turismo internacional, uma vez que nas primeiras viagens do autor o governo líbio não aceitava turistas ou estrangeiros, a não ser aqueles convidados pelo próprio governo. O livro será traduzido para outros idiomas e publicado em outros países, uma vez que os seguidores de Kadafi ainda se espalham por diversos países, e estão conectados por uma rede na internet. Será vendido pela internet e na Livraria do Chaim.


10


11

Por que a previdência de Curitiba precisa mudar Por José Luiz Costa Taborda Rauen* O Município de Curitiba tem, hoje, em números arredondados, 32 mil servidores ativos e 16 mil aposentados e pensionistas. Essa perversa relação de 2/1 é agravada pela alta idade média dos servidores ativos, que é de 45 anos, e por dois outros dados: o primeiro é o fato de mais de 80% serem mulheres, que, pelas regras atuais, aposentamse com menos idade que os homens; o segundo é a constatação de que 38% da massa de ativos é formada por professores, que têm direito a aposentadoria especial. O sistema é financiado pelo regime de repartição (igual ao do INSS) que exige, para parar de pé, uma relação mínima de quatro ativos para um aposentado. Dentre os servidores ativos de Curitiba há 8.000 que estarão aptos a entrarem em gozo de benefício nos próximos cinco anos. É uma “bomba-relógio” que está armada para explodir na cara dos cidadãos curitibanos. Caso o sistema não passe por uma séria reforma, em poucos anos só a despesa previdenciária de Curitiba consumirá quase 30% do orçamento da cidade. O déficit atuarial está calculado em R$ 15 bilhões e o cofre municipal não tem conseguido fazer os repasses compromissados – através de lei – ao IPMC, sob pena de comprometer o pagamento da remuneração dos servidores ativos e os demais gastos para manter os serviços públicos operantes. Tramita no Legislativo projeto de lei que propõe três medidas saneadoras do IPMC, a saber: a repetição de um indébito representado por errôneos repasses de contribuição patronal sobre a folha de inativos; o aumento progressivo das alíquotas das contribuições dos servidores e do município, à razão de 0,5 ponto percentual ao ano para aqueles (até chegar a 14% em 2023) e de 1 ponto percentual ao ano para este (até chegar a 28% no mesmo ano); e o equacionamento do déficit e da dívida em 35 anos. Com a adoção de tais medidas conseguir-se-á “estancar a hemorragia” do “paciente” sistema previdenciário de Curitiba,

que deverá continuar na “UTI, em observação”. Mas há boas novas, estas apresentadas em outro projeto de lei, que estabelece o mesmo teto do INSS para os novos servidores de Curitiba, mediante a criação de um fundo de pensão, através do qual os servidores poderão fazer poupança previdenciária – com a participação do município, capaz de a s s e g u r a r complementação de seus proventos de aposentadoria. Desta forma, nenhum dos atuais servidores terá qualquer direito adquirido desrespeitado, e ao longo dos anos haverá gradual desoneração do orçamento da cidade. É o modelo adotado por todo o mundo desenvolvido, que abandona o regime de repartição e abraça o modelo de capitalização, saindo de uma ilusão de que os cofres públicos são inesgotáveis, e partindo para uma realidade em que cada um terá os benefícios na aposentadoria, proporcionais ao esforço previdenciário feito enquanto esteja em atividade. É a quebra do mofado pacto intergeracional, pelo qual os trabalhadores suportam as aposentadorias da geração anterior, que não mais se sustenta ante a moderna longevidade e a redução das taxas de fertilidade. De quebra, o modelo de capitalização impulsiona o crescimento da nação, pelas polpudas carteiras investidas em projetos de desenvolvimento e em empresas, que geram empregos, impostos e riqueza. *José Luiz Costa Taborda Rauen é presidente do IPMC (Instituto de Previdência dos Servidores de Curitiba), Conselheiro da OABPrev e do Fundo Paraná, diretor do Sindapp (Sindicato Nacional das Entidades Fechadas de Previdência Complementar), Coordenador da Autorregulação da Abrapp (Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar), advogado e professor de Direito Civil da PUC/PR. Este artigo foi publicado originalmente no jornal Gazeta do Povo com o título "A bomba-relógio na Previdência de Curitiba".

Salário mínimo regional é reajustado em 7%

O governador Beto Richa assinou nesta quarta-feira decreto que reajusta em 7% o salário mínimo regional para 2017. O reajuste vale a partir de 1º de abril. As novas faixas salariais variam de R$ 1.223,30 a R$ 1.414,60. O valor foi ajustado conforme o percentual aplicado para o salário mínimo nacional, como determina a Lei 18.766 de maio de 2016, aprovada pela Assembleia Legislativa do Paraná. O mínimo regional é utilizado para regulamentar o salário de quatro categorias profissionais que não têm convenção nem acordo coletivo de trabalho, alcançando cerca de 1,5 milhão de trabalhadores. Elas estão definidas na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), que agrupa os trabalhadores de acordo com suas funções. “A medida demonstra o compromisso do Governo do Estado com a classe trabalhadora, com os segmentos que não estão sindicalizados e não têm sua garantia amparada por uma

lei definitiva”, disse o secretário de Estado da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, Artagão Júnior. Uma das categorias é a de trabalhadores agropecuários, florestais e de pesca. O piso regional passa a ser de R$ 1.223,20. Para os trabalhadores de serviços administrativos e serviços; vendedores do comércio em lojas e mercados e trabalhadores de reparação e manutenção o piso salarial passa para R$ 1.269,40. O piso salarial dos trabalhadores da produção de bens e serviços industriais passa para R$ 1.315,60. Já para os técnicos de nível médio o novo valor é de R$ 1.414,60. DATA BASE – Conforme o decreto assinado pelo governador, a data base para reajuste do piso mínimo regional será antecipada em um mês a cada ano, fixando-se em 1º de março para 2018, em 1º de fevereiro para 2019 e em 1º de janeiro para 2020.

www.jornalaguaverde.com.br Notícias e informações diárias


12


13


14

Esporte

Jefferson Gomes Cabral e Silva

Depois de Caju, Weverton é o grande goleiro do estado do Paraná Um dos jogadores da seleção masculina de futebol, Weverton, tem se consolidado como um dos grandes goleiros do Brasil. Nascido em Rio Branco, no Acre, vindo da Portuguesa de Desportos de São Paulo, ele é muito agradecido ao Atlético Paranaense por ganhar destaque na sua carreira e se transformar em um grande goleiro.

Próximo de atingir 300 jogos pelo Furacão, Weverton comentou que somente um clube com a estrutura do Atlético Paranaense teria as condições de colocálo em destaque para chegar na Seleção Brasileira. Lembrando que hoje, só 3 ou 4 têm as mesmas características que a da Arena. Com tanto sucesso, Weverton deverá estar na próxima Copa do Mundo, na

Rússia, em 2018. E os outros goleiros brasileiros se espelham em Weverton. Por exemplo, o Léo, do Paraná Clube e o Wilson, do Coritiba, veem Weverton como grande ídolo. Weverton Pereira da Silva, de 29 anos, é considerado um dos melhores goleiros do Brasil, ao lado de Alisson. Temos que destacar também o preparador de goleiros do clube, Luciano Oliveira Jr, que é filho de um grande ex-jogador do Vitória, na Bahia, e que em breve também chegará à Seleção Brasileira. Além de Oliveira Jr, destaca-se também os auxiliares técnicos Kelly Guimarães e Bruno Pivetti. Com tantos trunfos, a torcida do Furacão acredita em uma excelente participação na Libertadores da América. Já o Paraná Clube acredita na grande campanha na Copa do Brasil, apesar de ter sido eliminado precocemente do Campeonato Paranaense. O Cianorte, o Leão do Vale do Ivaí, por sua vez, é destaque entre os times do interior do Paraná, acreditando que em breve conseguirá o seu 1º título estadual. Agora falando além das quatro linhas: um dos exemplos para o Futebol Brasileiro é a administração da Federação Minei-

ra de Futebol, que dá exemplo de competência e seriedade. Com essas características, os mineiros têm tudo para chegar ao comando da CBF. Tanto que, em minhas idas à BH, percebo a dedicação e eficiência da administração do futebol mineiro. Destaques em Curitiba - Costelão Amigos e Cerveja, na Carlos Dietzsch, 675, com o telefone (41) 30187154. - Restaurante Trovatore, na R. Brigadeiro Franco, 3555, com o telefone (41) 33323738. Excelência em atendimento e qualidade comprovada sob o comando de Fernando - Cantinho dos Sucos, na Jesuíno Marcondes, com a gerência do Ademir e do Cândido. A melhor casa de sucos de Curitiba! - Centro Kilo Grill, na Av. Carlos de Carvalho, 251, no Centro, com a administração do Guilherme. - Enquanto isso, no Bar do Acir, o Bang, o nosso baiacu cozido e o Rodrigo, grande latoeiro, se filiaram e agora são sócios do Furacão. Bang foi enfático: cansou de assistir jogos em estádios em que é preciso levar guarda-chuva. Taylor, grande torceAntes e depois dos jogos do Furacão a galera se encontra no Arena Music Bar. Almoço de 2ª a 6ª Carnes Assadas nos finais de semana

dor do Furacão, finalmente realizou o sonho de Gilson: levou-o à Arena da Baixada. Touro Sentado, o popular Roger, está muito calado e pensativo. Rogério e Maringá pedem o tempo todo para Acir tocar o hino do Furacão em seu pistão. - Massao, grande torcedor do Furacão, da Guenki Lanchonete, no Shopping Metropolitan. - Alexandre Komatsu, da Itiban Pastelaria, na Av. Kennedy, em frente à antiga Kraft. Destaques em Belo Horizonte - No Mercado Central, o Bar Mané Doido - um dos melhores da região. - Restaurante Dona Lucinha no bairro Lourdes e na Savassi. O melhor da culinária mineira. - Bar Chopp da Fábrica, no bairro Santa Efigênia, com a gerência de Marcos Alexandre. - Albano's Choperia, no Anchieta, com a gerência de Marcos Alexandre. Toda sexta tem o programa de esportes na rádio 98FM, em BH, com a apresentação de Lélio Gustavo, Marcos Baiano e grande equipe. - Bar Churrasquinho do Luizinho, na Av. Francisco Sá, 197, o melhor do bairro Prado. - Bar do João, na Rua Tomé de Souza, 810, na Savassi. Há expectativa para o 2º álbum de figurinhas com as fotos dos clientes. - Bar 222, na Rua Francisco Deslandes, 222 , no bairro Anchieta, com o atendimento do Dimas e equipe.

Bar do João :: O Melhor Bar da Savassi :: Localizado há mais de 20 anos no coração da Savassi - bairro tradicional de BH conhecido pelo comércio e vida noturna o Bar do João é o típico boteco com mesas na calçada, bom bate papo, tira-gosto, rock and roll, porções e cervejas geladas. Rua Tomé de Souza, 810 - Savassi Belo Horizonte, MG - Fone 3261.9556

CARNES ASSADAS CLUBE D. PEDRO II Todas as sextas-feiras a noite. 3332.3738

Venha para o melhor restaurante vegetariano de Curitiba


15

-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o--o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o--o-o-

O marido chega em casa vindo do hospital, onde visitou sua sogra. Sua mulher pergunta: - Como esta a minha mãe? O marido responde: - Sua mãe está muito bem, saudável como um cavalo e ainda viverá por muito tempo. Na semana que vem ela receberá alta do hospital e virá morar conosco por muitos e muitos anos. A mulher, surpresa, pergunta: - Como pode ser? Ontem mesmo ela parecia estar no seu leito de morte e a equipe médica dizia que ela deveria ter poucos dias de vida? O marido responde: - Eu não sei como estava ontem, mas hoje, quando perguntei ao médico sobre o estado de sua mãe, ele me respondeu que deveríamos nos preparar para o pior.

A empregada atendendo o telefone: - O doutor Alonso não esta, ele viajou… - De férias? - Não, a patroa também foi!

-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-

-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-

Um mendigo se aproxima de uma senhora cheia de sacolas de compras que ia andando na rua e fala: - Madame, eu estou sem comer há 4 dias. E a madame: - Meu Deus! Eu gostaria de ter sua força de vontade!

Todo mundo comentava, mas o Manuel não admitia de jeito nenhum que a Maria tivesse outro gajo na sua vida. Nem mesmo quando chegou em casa de surpresa e encontrou um charuto aceso no cinzeiro. Só deu uma bronca: - Se quiseres fumar. ó Maria… fuma um cigarro comum… que não suporto este cheiro de charuto! -o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-

Chifre nasceu pra homem… Boi usa de ousado. O homem sem chifres é um animal indefeso. Chifre é coisa que colocam em nossa cabeça. Pior que levar um chifre. É levar dois chifres. O garotinho chega para a avó: – O vó, o vó, que qui é amante? E a avó levanta apressada da cadeira de balanço e sai correndo pela casa gritando: - Meu Deus, Amante, que horror, nossa senhora! Ela vai para seu quarto, abre a porta do armário e de lá cai um esqueleto.

-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-

-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-

O Joãozinho aproxima-se da cama do avô e pede: - Vovô! Feche os olhos, um pouquinho! - Mas por quê? - Porque a mamãe falou que quando o senhor fechar os olhos, nós vamos ficar ricos!

Um homem chega do trabalho e logo em seguida seu filho entra na sala assustado gritando: - Papai, eu ouvi um barulho no guarda roupa, acho que tem alguem lá, vai ver papai. O homem tirou o paletó e foi para o quarto, abriu a porta do guarda roupa e disse : - Viu filho, não tem ninguém aqui, só o Cardoso…Cardoso? O homem quase teve um treco e tremendo disse – Não acredito Cardoso, você é meu melhor amigo, não pode ser. Você não pode fazer isso, meu companheiro, meu colega, você é quase um irmão pra mim. Não posso acreditar…Se esconder no meu guarda roupa só pra assustar meu filho! Francamente Cardoso.

-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-

-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o--o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o--o-o-

-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-

O garoto chega perto do pai e pergunta: Paie, o que é compensação? O pai para, pensa um pouco e diz… Meu filho, imagine se eu saio para trabalhar e a tua mãe poe um outro homem dentro de casa, o que é que eu seria? E o garoto mais do que depressa: Você seria um corno, papai! E o pai responde sem perder tempo: Em compensação, você seria um filho da puta. -o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-

Certo dia Pedro estava voltando do trabalho e encontra um amigo, que diz: - Pedro, não é pra fazer fofoca não, mas sua mulher está lhe traindo com o seu melhor amigo. Pedro imediatamente vai em casa, pega o révolver, e mata o cachorro.

-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-

O cara, desconfiado da mulher, chegou em casa mais cedo e começou a procurar. Abriu o armário do quarto e deu de cara com o amante da mulher. Botou o revólver na cara dele e disse: - O que você ta fazendo aí? - Eu vim jogar veneno neste armário. Tem muita traça nele…Esta comendo toda a roupa… - Mas, pelado? - Não falei? Já comeram a minha roupa também!


16

Um governo de cretinos nos EUA stá se tornando embaraçoso ser (norte)Americano. Nosso país teve quatro presidentes em sucessão, todos criminosos de guerra. Por Paul Craig Roberts - EUA George W. Bush invadiu o Afeganistão e o Iraque e atacou províncias do Paquistão e do Iêmen pelo ar. Quanto a Bush, são então quatro crimes de guerra. Obama usou a Otan para destruir a Líbia e mandou mercenários para destruir a Síria, cometendo desta forma dois crimes de guerra. Trump atacou a Síria com as forças dos Estados Unidos, cometendo assim um crime de guerra logo no início de seu regime. Na medida em que a ONU participou destes crimes de Guerra junto com os vassalos europeus, canadenses e australianos, também é culpada de crimes de guerra. Talvez fosse bom que a própria ONU fosse levada aos tribunais de crimes de guerra junto com Estados Unidos, União Europeia, Austrália e Canadá. É um belo currículo. A civilização ocidental, se é que pode ser chamada de civilização, é a maior criminosa de guerra da história da humanidade. E há outros crimes – a Somália, e os golpes de Obama contra Honduras e Ucrânia, bem como as tentativas em andamento de derrubar os governos da Venezuela, Equador e Bolívia. Washington precisa derrubar o governo do Equador só porque quer prender e torturar Julian Assange, um dos maiores líderes da democracia mundial. Estes crimes de Guerra foram cometidos por quatro presidentes dos EUA em sequência, causando milhões de mortes e ferimentos de civis e oprimindo e deslocando milhões de pessoas, que agora estão chegando como refugiados na Europa, Reino Unido, Estados Unidos, Canadá e Austrália, trazendo consigo uma série de problemas, como os já causados aos europeus, como a formação de gangues e estupros. Qual é a razão para todas essas mortes e destruição que faz o ocidente ser inundado por refugiados que fogem da violência ocidental? Não sabemos. Ouvimos um monte de mentiras: Saddam Hussein possui “armas de destruição em massa”, mesmo quando o governo dos Estados Unidos sabia muito bem que essas armas não existiam. “Assad fez uso de armas químicas”, uma mentira deslavada e óbvia. “Bombas nucleares iranianas”.Outra mentira absurda. As mentiras sobre Kaddafi na Líbia foram tão absurdas que é perda de tempo repeti-las aqui. Que essas mentiras estavam sendo usadas para justificar o bombardeio de tribos no Paquistão ou o novo governo do Iêmen? Os (norte)americanos não sabem nem se importam. Por que a violência dos Estados Unidos contra a Somália? Mais uma vez os (norte)americanos não sabem nem querem saber. Ou então os imbecis pensam que é um filme. Violência em benefício próprio. É isso

o que os Estados Unidos se tornaram. De fato, violentos é o que são os Estados Unidos. Não há mais nada. A violência está no coração dos EUA. Não pense apenas nos bombardeios e na destruição de países, mas também na interminável violência policial, gratuita e ultrajante, contra cidadãos dos Estados Unidos. Se alguém tem que ser desarmado, é a polícia dos EUA. A polícia comete mais “violência armada” que qualquer outro, e, ao contrário de gangues de traficantes lutando uns contra os outros por território, a violência policial não têm outra razão a não ser a vontade de cometer violências contra outros seres humanos. A polícia (norte)americana está sempre baleando crianças (norte)americanas de 12 anos de idade, antes de fazer qualquer pergunta, especialmente se forem negros. Os Estados Unidos são violentos e a violência é própria dos Estados Unidos. Os liberais beócios culpam os proprietários de armas pela violência, mas a fonte de violência sempre é a administração pública. É por essa razão que os pais fundadores da pátria nos deram a Segunda Emenda (direito que os cidadãos (norte)americanos têm de possuir e portar armas sob determinadas condições, que variam de estado a estado – NT). Não foram os possuidores de armas que destruíram no total ou em parte oito países. Foi o governo dos Estados Unidos armado-e-financiado-pelos-contribuintes, que cometeu estas violências. A tara dos Estados Unidos pela violência está neste momento levando os dementes de Washington contra povos que podem devolver a violência na mesma medida: Russos, Chineses e Nortecoreanos. A escalada de falsas acusações contra a Rússia e seu presidente continua sendo construída pelo antigo regime Obama, para aumentar a tensão entre poderes nucleares, a antítese da política de Ronald Reagan. Ainda assim os imbeciloides liberais amam Obama e odeiam Reagan. Por acaso você sabia que a Rússia é tão poderosa e a NSA e a CIA tão fraquinhas e indefesas que foram incapazes de impedir a Rússia de influenciar nas eleições dos Estados Unidos? Você deveria saber disso, porque é isso que você ouve todo santo dia através do totalmente corrompido Partido Democrata, da CIA, do FBI, da imprensa prostituta dos EUA, e dos cretinos que escutam a CNN, MSNBD, NPR ou leem o New York Times e oWashington Post. Com certeza você já ouviu pelo menos mil vezes que a Rússia invadiu a Ucrânia; no entanto, mesmo assim o fantoche colocado no poder na Ucrânia pelos EUA continua em Kiev. Ninguém precisa ter um QI acima de 90 para entender que se a Rússia tivesse mesmo invadido a Ucrânia,

Porochenko não estaria mais lá. Você sabia que o presidente da Rússia, o líder mais popular do mundo, por todas as pesquisas já realizadas é, de acordo com Hillary Clinton, o “novo Hitler”? Você sabia que o mais respeitado líder em todo o mundo, Vladimir Putin, é um chefe da Máfia, um bandido, uma tarântula no centro de uma rede de espiões, de acordo com membros do governo dos Estados Unidos que são estúpidos a ponto de não saber soletrar os próprios nomes? Você sabia que Putin, que tem respondido as provocações agressivas dos Estados Unidos sempre deforma contida, não por medo, mas por respeito à vida da humanidade, está sendo acusado de querer reconstruir o Império Soviético? Mesmo assim, quando Putin mandou uma força expedicionária contra o exército da Geórgia, treinado e financiado pelos Estados Unidos e Israel, que tinha invadido a Ossétia do Sul, o exército russo conquistou a Geórgia em cinco horas; na sequência, o exército russo se retirou, depois de ter dado aos imbecis uma lição. Se Putin quisesse mesmo reconstruir o Império Soviético, por que se retirou da Geórgia, que tinha sido uma província da Rússia por 300 anos antes que Washington promovesse a dissolução do império russo, com o colapso da União Soviética? Caso Putin tivesse resolvido que a Geórgia tinha voltado a fazer parte da Federação Russa, Washington nada poderia fazer. Agora estamos sendo constrangidos pelo diretor da CIA nomeado por Trump, Mike Pompeo, talvez a pessoa mais imbecil dos Estados Unidos. Aqui nós temos uma besta realmente de grande calibre. Não tenho certeza do tamanho de seu QI. Talvez esteja beirando o zero. Esse imbecil, se é que ele está qualificado pelo menos para ser chamado assim, do que duvido, está acusando Julian Assange, o Principal Jornalista do mundo atual, a pessoa que atualmente representa mais que ninguém a Primeira Emenda da Constituição dos Estados Unidos, de ser um demônio que labuta ao lado de ditadores e inimigos da hegemonia (norte)Americana com a ajuda da Rússia. Tudo porque o Wikileaks publicou material de fontes oficiais que revelam o comportamento criminoso do governo dos EUA. Acontece que o Wikileaks não roubou tais documentos. Eles foram vazados para o Wikileaks por informantes de dentro do governo que não conseguem mais tolerar a imoralidade e as mentiras do governo dos EUA. Qualquer um que diga a verdade torna-se instantaneamente inimigo dos Estados Unidos. E o tonto do Pompeo sai a campo para agarrá-los. Quando li pela primeira vez as acusações de Pompeo contra Assange, pensei que

era uma piada. O Diretor da CIA quer nada mais nada menos que revogar a Primeira Emenda? Acontece que a besta do Pompeo quer fazer exatamente isso: WikiLeaks ‘hostile intel,’ Assange & his followers ‘demons’: CIA chief goes ballistic O que podemos fazer, o que o mundo pode fazer, quando temos cretinos dessa laia como Diretor da CIA, Presidente dos Estados Unidos, Assessor para a Segurança Nacional, como Secretário da Defesa, de Estado, como embaixadora dos Estados Unidos para a ONU, como editores de jornais como The New York Times, Washington Post, CNN, NPR, MSNBC? Com apenas gente estúpida no poder, onde vamos encontrar algum bom senso? Gente estúpida só pode fazer coisas estúpidas. O governo chinês está alertando que os estúpidos (norte)americanos podem cometer a estupidez de atacara a Coreia do Norte a qualquer momento. Aparentemente, agora a Coreia do Norte já possui armas nucleares. Basta uma bomba nuclear pra destruir toda a frota americana na Península Coreana. Por que Washington parece estar pedindo para que isso aconteça? A única resposta possível é numa estupidez ao quadrado. A Coreia do Norte não está incomodando ninguém. Por que Washington fica provocando a Coreia do Norte? Será o Benedito que Washington quer uma guerra contra a China? Se for esse o caso, Washington está desistindo da Costa Oeste dos Estados Unidos? Por que diabos a população da Costa Oeste dos EUA apoia políticas que implicam o desaparecimento da Costa Oeste do país? Ou os idiotas da Costa Oeste pensam que os EUA podem iniciar uma guerra contra a China ou a Coreia do Norte sem nenhum tipo de consequências para a Costa Oeste? Até os (norte)americanos que vivem lá são uns grandes imbecis? Individualmente, tanto a China quanto a Rússia podem destruir os EUA. Juntos, podem tornar os Estados Unidos inabitáveis até o fim dos tempos. Por que os imbecis de Washington estão provocando potências nucleares? Será que pensam que a Rússia ou a China vão se submeter às suas ameaças? A resposta é: Washington atualmente é uma respeitável coleção de idiotas, pessoas estúpidas em todo o glorioso significado da estupidez. Pessoas tão afastadas da realidade que imaginam que basta a sua arrogância e orgulho desmedido para eleválos acima da realidade. Quando o primeiro Satan 2 (míssil balístico intercontinental russo com capacidade de destruir países inteiros do tamanho da Inglaterra ou França, ou o Estado do Texas com apenas um disparo – NT) atingir Washington essa enorme coleção de gente idiota deixará de existir. O mundo poderá então respirar aliviado. Façam isso! Vamos lá, estúpidos, eliminem a si mesmos! O resto de nós mal pode esperar.

Jornal Água Verde abril 2017  

Jornal de bairros da cidade de Curitiba, Brasil.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you