Page 1

cmyk

R$ 2,50

25 a 31 de janeiro de 2014

Edição nº 40 Ano 1

Acesse nosso site:

Cidade

Cultura

Educação

Esportes

Justiça condena Unesp a pagar paciente por demora no atendimento

A 7ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo condenou a Unesp de Botucatu, instituição à qual está ligado o Hospital das Clínicas (HC) a pagar R$ 50 mil por danos morais a um paciente, além da pensão vitalícia de R$ 678, 00. A Justiça entendeu que a demora no atendimento gerou sequelas irreversíveis ao organismo do homem. Existem outros casos sendo julgados, inclusive com óbitos, em razão ao atendimento do HC. Também ocorrem reclamações em relação ao Serviço de Verificação de Óbito (SVO) em razão da demora para entrega de corpos. Página 7 – Segundo Caderno

Cidade

A3

Abandono faz a creche do Monte Mor ter nova licitação

GERAL

B7

Senac aumenta acervos para coleção da biblioteca

www.acontecebotucatu.com.br

Diariamente na internet. Semanalmente nas bancas

Diretor responsável: Quico Cuter

Turismo

B8

Museu do Café define diretrizes para preservar a área histórica

Segurança

A6

Força Tática localiza maconha em colchão

Geral

Meio Ambiente

Polícia

Política

Região

Saúde

Social

Turismo

Queda de aeronave resulta em três vítimas fatais

Foto: FM Integração

Um avião de pequeno porte modelo Inpaer Explorer evolution com matrícula PR-ZAL caiu entre São Manuel e Botucatu, na manhã desta quinta-feira (23). Segundo o coordenador da Defesa Civil do Município, Paulo Renato da Silva, o avião decolou em Londrina (PR) e tinha como destino a Cidade de Campinas. O Corpo de Bombeiros, aeronave da Força Aérea Brasileira e o helicóptero Águia da Polícia Militar trabalharam seguindo orientação de um morador local que por volta das 10 horas teria ouvido o motor do avião falhando e logo em seguida um estrondo no Bairro Monte Alegre, perto da torre da Pratanet. O acidente resultou na morte do piloto Edson Geraldinho, o vereador de Suzano, Jessé Almeida e Rubens Geraldinho. Página 6 - Primeiro Caderno

Segurança

A7

DIG prende quadrilha que assaltou e espancou lavrador

Cidade

A3

Negociação da nova tarifa de ônibus entra na fase decisiva

Comunidade

B3

Concurso da Prefeitura tem mais de 11 mil inscrições

Educação

B2

Reiniciada obra de escola municipal do Jardim Cambuí

Segurança

A6

PM e GCM prendem cidadão condenado a 10 anos por tráfico

especial

A8

Porto Seguro realiza inspeção veicular gratuita

ESPECIAL

B1

Botucatuense tem foto classificada para a National Geografic

EDUCAÇÃO

B2

Governador repassa R$ 657 mil à APAE de Botucatu


A2

Opinião

25 a 31 de janeiro de 2014

dedo na

ferida Quico Cuter

Ana Vieira

Estamos mesmo perdendo batalha para o traficante Não dá mais para se ter dúvida. É como tentar enxugar gelo com toalha. Estamos, gradativamente, perdendo a batalha para os traficantes. Se é que já não perdemos. A droga saiu dos becos escuros e das favelas, para ganhar a luz das regiões centrais das cidades. Botucatu não foge a regra. E o traficante está sempre buscando inovações para dificultar o trabalho policial. A mais comum, atualmente, é usar o adolescente que fica em pontos de vendas de drogas conhecidos como “biqueiras”. Ele atende o “cliente” mantendo pouca quantidade de droga em seu poder e deixando porções espalhadas em locais distintos. Se for apreendido, escapa facilmente de uma punição, pois passa por usuário. Ele sai mais rápido da delegacia de que quem o levou. O interessante é que existe uma fila de espera, uma rotatividade. Se a polícia tira um adolescente da “biqueira” pela manhã, outro ocupa seu lugar à tarde. De cada 100 adolescentes apreendidos em ocorrências policiais, pelo menos 85 deles estão envolvidos com o tráfico de entorpecentes. Fala-se muito em maioridade penal já que adolescente de hoje, com 15, 16 ou 17 anos sabe muito bem o que faz e permite que ele tenha condições e consciência do que é certo e o que é errado. Não sou contra a diminuição da maioridade penal. Mas será que não iríamos transferir um problema de um lado para o outro? Se o sistema penitenciário atual não comporta a maioridade penal a partir dos 18 anos, imaginemos como ficaria o sistema encarcerando nesse mesmo espaço aqueles de 15, 16 e 17 anos que cometem atos infracionais graves. É uma faca de dois gumes. Um problema social de difícil solução. A maioria (dos adolescentes) entra para a criminalidade, incentivada, principalmente, por traficantes que oferecem o ganho do dinheiro fácil e vêem no crime a possibilidade de sustentar suas famílias e na maioria dos casos sustentar o próprio vício ocasionando um grave conflito social. O tráfico acaba com a infância, com a juventude do adolescente e afeta diretamente a família. Entre as drogas mais conhecidas, o crack é a que tem uma ação devastadora no organismo e a principal porta de entrada para o crime, muitos deles graves como roubos, sequestros, homicídios, latrocínios e extorsão. E aquele que vem de uma família desestruturada e pobre está mais vulnerável para entrar na criminalidade. E não se vê uma luz no fim do túnel. Os que poderiam fazer alguma coisa, acabando com a corrupção, propagando a política da desigualdade social, da falta de educação, do lazer, do esporte, do desemprego, estão preocupados apenas em sorver as benesses do poder, na busca desenfreada pelo enriquecimento a qualquer preço. Dane-se o povo! Por isso é que se diz que o rico, dificilmente, vai pra cadeia. E é verdade. Com todas as brechas que existem na lei, os advogados conseguem livrar muita gente, mas para isso tem que doar a maior parte do seu dia na defesa do cliente e isso custa dinheiro. Muito dinheiro. Com isso prende-se o ladrão de mortadela e deixa-se em liberdade o ladrão que desvia milhões e continua impune. A conta do tráfico é a mesma. Então... Salvem-se quem puder!

E aí tudo pode inflamar-se, porque há segurança. Tudo pode procurar-se, porque há encontro.

Professora, escritora e poeta

O espaço brilhante Decidi oferecer-me uma aula de fisiologia das membranas celulares. Porque às vezes é tão difícil entender o mundo de fora que o melhor é olhar para dentro. E como eu quero chegar às menores partes, aventuro-me por elas, as células. E porque pessoas, a seu modo, são como células. Há células, como há pessoas, que possuem paredes celulares. Nem todas, veja bem. Entenda-se por parede algo rígido, construído e assentado, o que nos dificulta aqueles dias em que células e pessoas desejam mudar de forma. Desconstruir paredes é trabalho árduo, e nem sempre vale a pena. Valendo ou não, meus olhos querem ver mais, e avançam para a próxima camada... ...que é um envoltório menos denso, mas que efetivamente dá suporte físico à célula. Imprescindível, tanto que todas as células a têm e, assim, todas as pessoas também. Poderíamos dizer que é a pele, mas meus olhos estão voltados para outros lados. Não é a pele do corpo que me interessa, mas a da alma. Esse envoltório funciona como proteção contra agentes infecciosos. Indispensável, porque em todo lugar existem agentes que desestruturam, que inflamam, que adoecem. Há pessoas cujo envoltório é espesso demais, e veem perigo em todo canto, e há pessoas com esse manto tão diáfano que faz com que se envolvam

onde não devem quase que todo dia. É um indício da necessidade de equilíbrio, única condição para que não se veja perigo e ofensa onde ela não existe. Próxima camada. A que mais me interessa: a membrana plasmática. Quem consegue chegar à membrana plasmática do outro, conseguiu já atravessar uma ou duas grandes camadas de separação. Às vezes, esquecemo-nos disso. Chegamos a ela sem perceber que antes já fomos aceites como seres não infectantes, e já atravessamos paredes que mantêm o outro de pé. Ainda que imóvel, mas de pé. E já se sabe que a condição humana é a condição de estar de pé. Uma felicidade, chegar à membrana plasmática. A membrana plasmática permite-nos duas coisas: proteção e seleção. Mais uma camada dessa paranoia biológica chamada proteção. Garante que o núcleo e todas as demais estruturas e órgãos vivam uma vida calma. Sem sustos nem sobressaltos. O que raramente acontece, mas enfim. E carrega em si ainda o poder de selecionar o que entra e o que sai. E como raios fazem as células para selecionar o que deve entrar e excluir o que deve sair? Ora bem. Fazem uso de quatro recursos que, olhando bem, nós pessoas também fazemos. Podemos desenvolver em nós a capacidade de absorver o que está ao

Direito Administrativo para concursos Aulas particulares - máximo 5 alunos (as) 3ªs e 5ªs feiras - 19:30 às 21:30 horas. Rua Curuzu, 971 - Centro - Fone: 9.9825-4138 Prof. Roque Carvalho - início: 04/02/2014

Direção Geral / Redação: Quico Cuter Administração: Valéria Cuter Comercial: Carlos Denadai Colunistas: Enza Denadai, David Devidé Repórter: Luiz Fernando Diagramação: Edil Gomes

Rua Reverendo Francisco Lotufo, 748 Contatos: fone/fax (14) 3813-2505 / 99798-8673 email: acontecebotucatu@hotmail.com site: www.acontecebotucatu.com.br Impressão: Gráfica Diagrama (contato@graficadiagrama.com.br)

nosso redor, como esses outros que vivem ao nosso redor. Discriminando mais ou menos, interferimos nessa capacidade. Ou aumenta, ou diminui, e são as microvilosidades que fazem esse trabalho. Absorvendo mais do que menos, permitimos um contato maior. Desejando um contato maior, podemos também fazer crescer em nós reentrâncias e saliências, pequenos apoios para que as células, perdão pessoas, que estão em volta, consigam melhor do que pior fixar-se em nós, e assim podermos observar-nos melhor uns aos outros. Mais de perto. Com mais tempo e proximidade. O que leva, claro, à intimidade. As interdigitações (veja: dedos!) são nossas aliadas nessa criação de encontro - são elas essas reentrâncias e saliências que nos permitem enxergar o outro e dar-nos a enxergar. A intimidade, e o encontro, geram fluidos. E da consistência, da fluidez e da existência de movimento nesses fluidos encarregam-se os cílios e os flagelos. Às vezes, é capaz que doa. Cílios e flagelos às vezes provocam dores. Porque o movimento gera dor, e desconforto, e é preciso passar por ele no sentido de atravessá-lo e sair do outro lado. Esse outro lado, é essa consistência fluida e terna de elementos, que a intimidade gerou e a nossa disposição aberta alicerçou. Através de cílios e flagelos nasce uma nova estrutura, fantástica, revolucio-

nária, curadora. Os plasmodesmos. Que merecem um parágrafo só deles. De repente, eis que essas membranas, perdão pessoas, de tão próximas e em contato, tão em conexão fluídica, promovem um pequeno milagre: as suas membranas, subitamente, se interrompem. Abrem-se espaços em tudo aquilo que mantém o um separado do outro. Acontece nas duas células/pessoas, e imagino que, se não ao mesmo tempo, em tempos muito muito próximos. E, como se abrem espaços, estabelecem-se pontes, porque o intuito de tudo isso era permitir que o que está em um permeie o outro e vice-versa. E ambos sejam mais porque se contêm. São as pontes protoplasmáticas. Esse momento em que os espaços se abrem, essas pontes se criam e as células, assim como as pessoas, têm livre trânsito umas por dentro das outras. E aí tudo pode inflamar-se, porque há segurança. Tudo pode procurar-se, porque há encontro. Muito melhor do que quando, como células, nos fechamos ao mundo oferecido e nos voltamos para nossos buracos negros, para esses lados escuros da lua que escolhemos, porque não olhamos de frente e de olhos abertos, e não vemos a luz que vinha na nossa direção. Às paredes, galgá-las. Às membranas, atravessá-las. Às pontes, caminhá-las. E que juntos possamos ser mais do que menos.

Abandono de emprego ISABELLE DE OLIVEIRA BAPTISTA-ME, CNPJ: 15.793.247.0001/80, INSC 224.101.839.115, solicita o comparecimento da Sra MICHELLE CRISTIANE DA LUZ, portador da CTPS nº 0040279, Serie 00298, até o dia 31/01/2014, sob pena de caracterização do abandono de emprego previsto no artigo 482, letra”I”. da CLT”. Tiragem 2500 exemplares semanais Circulação sábado Para assinatura ligue: 3815-5339 I 99798-8673 As colunas e matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores

Publicações de balancetes, atas, editais, abandono de emprego, comunicados da Cetesb, extravio de notas e demais publicidades legais.


Divulgação

Autoridades da Barra visitam a GCM Botucatu

A3

O comandante da Guarda Civil Municipal (GCM), Sérgio Bavia, o subcomandante, Weber Pimentel e o inspetor administrativo, Leandro Destro receberam a visita dos assessores Carlos Alberto Clementino e Israel Manfredini da equipe de governo da cidade Estância Turística da Barra Bonita. O comandante mostrou toda a estrutura física do prédio da instituição, explicando com detalhes o trabalho desenvolvido junto à comunidade botucatuense. Entre os diversos programas apresentados às autoridades de Barra Bonita, estão o Patrulha da Paz; o Cidadania e Civismo; o Programa Patrulhamento Orientado ao Patrimônio Público Municipal (PPOP); Programa de Atendimento Familiar e ao Idoso (PAFI) e o atendimento comunitário realizado diuturnamente; além dos grupamentos da guarda, como o Grupo de Ações Preventivas Especiais (GAPE); o Grupo Especializado de Policiamento com Motos (GEPOM); Grupo de Patrulhamento Ambiental (GPA), Patrulha Escolar; a Base Integrada; entre outros.

Cidade

25 a 31 de janeiro de 2014

Negociação da nova tarifa de ônibus entra na fase decisiva O processo é muito complexo e diversas coisas são avaliadas para que o reajuste contemple usuários e não prejudique as empresas Aumento das linhas, renovação da frota e valorização dos funcionários. São esses os detalhes que faltam para que a nova tarifa de ônibus seja anunciada em Botucatu para 2014. A definição deve acontecer nos próximos dias em reunião entre o secretário municipal de Mobilidade Urbana (Se-

mutran), Vicente Ferraudo, Conselho Municipal de Transporte Coletivo (CMTC) e representantes das empresas concessionárias (São Dimas e Stadtbus). Atualmente a tarifa é de R$ 2,65. “Estamos na fase final de negociação para que a nova tarifa seja anunciada. O processo é

muito complexo e diversas coisas são avaliadas para que o reajuste contemple os usuários e não prejudique as empresas”, comentou Ferraudo, lembrando que o CMTC sugeriu a fixação da tarifa em R$ 2,80, aumento de R$ 0,20. Entretanto, a Semutran quer fixar a tarifa em R$ 2,75, ou seja, R$ 0,15 de aumento. Segundo o secretário Vicente Ferraudo, a ata da reunião será levada ao conhecimento do prefeito de Botucatu, João Cury Neto. “A decisão sobre o

Definição deve acontecer após nova reunião entre as partes envolvidas valor da tarifa será tomada pelo Poder Executivo. Ainda não há nada concretizado e o valor será definido levando em conta o que foi discutido com o Conse-

lho e as empresas, além dos estudos realizados pela Semutran”, esclarece. O último reajuste da tarifa de transporte coletivo aconteceu em janei-

ro de 2013, depois de um período de 18 meses sem aumento do valor da passagem em Botucatu. Na ocasião o valor passou de R$ 2,35 para R$ 2,65.

Abandono

Abandono faz a creche do Monte Mor ter nova licitação

Luiz Fernando

A Cidade de Botucatu continua tendo problemas com algumas construtoras que ganharam o direito de construir ou reformar edificações públicas através de processos licitatórios e, simplesmente, abandonaram o trabalho no meio do caminho, deixando as obras inacabadas, gerando reclamação e inconformismo de moradores.

Entre as obras mais reclamadas está a creche do Jardim Monte Mor, na Rua João Barreiro Filho, que teve início em 2010 que não foi concluída e deverá passar por um novo processo de licitação. Isso porque a empresa do Grupo Singulare Pré-moldados em Concreto Ltda e, que seria responsável pela obra e não fez o planejamento adequa-

do, abandonou os trabalhos com apenas 70% do prédio construído e teve o contrato rescindido e está impedida de participar de processos licitatórios da administração pelo prazo de dois anos. A creche tinha prazo de entrega de 10 meses, mas as obras estão paradas há quase dois anos e além do mato e entulho que servem como criadouros de animais

e insetos peçonhentos, é usada como parque de diversões para crianças durante o dia e refúgio para andarilhos, consumidores de substâncias entorpecentes e prática de sexo, no período noturno. Também outras empresas contam com obras inacabadas em pontos diferentes da Cidade e de acordo com o secretário de Go-

verno, Caco Colenci, a Prefeitura já notificou e se reuniu com as empresas e está fazendo a repactuação dos prazos para que as obras sejam retomadas e concluídas. As que passaram pelo processo licitatório e as que deverão passar por nova licitação. “O grande problema é que algumas empresas participam dos processos licita-

tórios dando o preço mais baixo visando um aditamento futuro (alteração, modificação ou correção de uma cláusula contratual). “Como nós não fazemos o aditivo elas não conseguem cumprir com o que está no contrato”, coloca o secretário. “A Prefeitura está buscando a melhor solução para que as obras sejam retomadas e concluídas”, complementou.

Sem risco

Vigilância Ambiental de Botucatu resgata jibóia A Vigilância Ambiental em Saúde (VAS) resgatou nesta quinta-feira (23), no Jardim Ipê, região Norte de Botucatu, mais uma serpente da espécie jibóia (não peçonhenta). Ela transitava por uma via e foi colocada em uma árvore por populares. Como havia a suspeita de que esta serpente poderia ter sido atropelada, a VAS encaminhou a mesma para ser avaliada pelo Centro de Medicina e Pesquisa em Animais Silvestres (Cempas) da Faculdade de Medicina Veteriná-

ria e Zootecnia (FMVZ) da Unesp de Botucatu. Esta é a décima serpente capturada em Botucatu apenas neste ano. Em 2013 foram 70, sendo que 40% eram jibóias. Valdinei Moraes Campanucci da Silva, supervisor de serviços de saúde ambiental e animal da Secretaria Municipal de Saúde afirma que animais desta espécie são muito comuns no Município, principalmente em bairros da região Norte que são cercados por áreas verdes e matas, mas não oferecem

risco ao homem. “As jibóias são carnívoras e não venenosas. Em seu cardápio encontram-se aves e roedores de pequeno ou médio porte, lagartos grandes, outras serpentes e mamíferos de pequeno porte. Têm hábitos noturnos, mas eventualmente agem durante o dia”, informa Campanucci, lembrando que as serpentes (mesmo as peçonhentas) são animais silvestres protegidas por lei e de extrema importância para o equilíbrio na natureza.

Foi esta a 10ª serpente capturada em Botucatu apenas neste ano


A4

cmyk

Social

25 a 31 de janeiro de 2014

s e d a d i l a n o s r e P sonho de criançande um professor m a r e c e t aco que

3 1 0 2 em

Quando dois violeiros como Osni Ribeiro e Almir Sater se encontram o resultado não poderia ser outro: música

A escritora Bete Pereira, ao lado de Angélica Devidé, no lançamento do seu livro “Não é tão difícil como parece”

Vice-prefeito Antônio Luiz Caldas, Zé Maria, José Eduardo Candeias e o prefeito João Cury no nosso Museu do Café

Super Larissa com seu “paitrocinador” Brasa é uma das maiores atletas da Cidade. Um encanto de pessoa

Carinho especial para a sargento Márcia que está se restabelecendo de um acidente e logo estará de novo entre a gente.

Capitão Semensati, delegado seccional Antônio Soares da Costa Neto e tenente coronel Jorge Miguel, unidos pela segurança

Luiz Guilherme e Daniel - Dupla que vem despontando e tem tudo para brilhar em 2014. Estamos torcendo

O Sub comandante da GCM Weber Pimentel e o presidente da Câmara, Ednei Carreira, ladeando o inesquecível vereador Josey Carvalho. Saudades!

O sempre carismático padre Emerson Anizi da Catedral de Botucatu, diretor responsável pela revista “Sou”

Casal Simone e Guilherme Tuono estão curtindo adoidados as traquinagens do “Tuoninho” que chegou em 2013

O jornal Acontece Botucatu impresso caminha a passos largos para comemorar seu primeiro ano de vida no mês de abril. Só festa!


cmyk

Social

Casamento ao ar livre de Manu e Daniel

25 a 31 de janeiro de 2014

A5

“Garota Acontece da semana”

Muito original foi o enlace matrimonial do casal Manu e Daniel Ferreira. Eles reuniram parentes e amigos na Chácara da Associação Atlética Banco do Brasil e casaram ao ar livre. Foi um dia lindo e inesquecível para todos. Aos noivos os nossos sinceros votos de uma vida a dois com muito carinho, respeito, cumplicidade e amor.

Juliana Aparecida dos Santos Tonelli Profissão - Vendedora autônoma Estado Civil - Solteira Hobby - Fotografia Time do coração - Palmeiras Cantora – João Carreiro e Capataz Filme que marcou - Um amor pra recordar Maior ídolo - Deus Uma tristeza - Saudade dos avós Um refúgio - Deus Esporte favorito - Voleibol Comida preferida - Lasanha Maior Sonho - Casa própria


Foto: Valéria Cuter

A6

segurança 25 a 31 de janeiro de 2014

PM prende casal por flagrante de furto qualificado

Foi pela Rua José Jesuíno Thomé, Bairro Santa Maria, onde os policiais militares cabo Oliveira e soldado Ramalho efetuaram a prisão de um casal apontado como autor de um furto em residência Wellington Cristian Garcia Isidoro, de 40 anos e Cláudia Ribeiro da Silva, de 36. Os PMS estiveram com uma testemunha que informou ter ouvido barulho na casa vizinha e viu um homem desconhecido carregando um forno micro-ondas depois de pular a janela do quarto que havia sido arrombada. Ao perceber que havia sido descoberto abandonou o micro-ondas no chão, saiu correndo e não quis entrar em um Monza que tinha uma mulher no volante que o esperava. A mulher optou por abandonar o carro e sair correndo. Feito vistoria no Monza e encontrado documentos em nome de Wellington contendo seu endereço. Os policiais foram até a casa do averiguado e atendidos por Cláudia. Indagados a respeito do furto negaram a autoria. Porém, ambos foram reconhecidos pela testemunha “sem sombra de dúvidas” e acabaram presos.

Queda de avião na região resulta em três vítimas fatais Trabalhadores rurais perceberam que o avião estava voando muito baixo como se o motor estivesse falhando e pouco depois, ouviu-se uma grande explosão Na manhã desta quinta-feira (22) aconteceu a queda de um avião experimental entre as Cidades de Botucatu São Manuel e Pratania. Por motivos ainda não esclarecidos a aeronave sofreu uma pane no ar e foi perdendo altitude até cair em meio a uma plantação de cana de açúcar. No momento do acidente trabalhadores rurais

Edson Geraldino que pilotava o avião e Jessé Almeida (vereador de Suzano SP) foram duas das três vítimas fatais

perceberam que o avião estava voando muito baixo (provavelmente o piloto, ao detectar o problema, buscava algum lugar para pousar) e com barulho estranho, como se o motor estivesse falhando. Pouco depois, ouviu-se uma grande explosão. Foram eles que

apontaram o local onde a aeronave havia teria perdido altitude e caído. A informação facilitou a busca embora o avião estivesse numa área de difícil acesso. Avião da Força Aérea Brasileira (FAB), helicóptero Águia da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros passa-

ram toda a tarde de quinta-feira buscando indícios que os levassem ao avião, mas somente na manhã desta sexta-feira, por volta das 11 horas, a asa dianteira da aeronave foi localizada. A partir daí outras peças do avião foram sendo encontradas, assim como os três corpos. Foi apurado que avião havia decolado do aeroporto dos Amarais, em Campinas com três ocupantes da aeronave (dois irmãos e um primo) e tinha como destino a Cidade de Londrina (PR). Com a queda os três passageiros morreram, um deles chamado Jessé Almeida era vereador da Cidade de Susano, São Paulo. As outras duas vítimas são os irmãos Rubens Geraldino e Edson Geraldino. Os corpos das três víti-

Fotos FM Inegração

mas foram resgatados para serem transladados para Susano. Peças do avião, como a fuselagem, vão passar por um trabalho pericial es-

pecializado para que seja detectado os motivos que levaram à queda do avião. O Boletim de Ocorrência (BO) foi registrado em São Manuel.

Operação

PM e GCM prendem um cidadão condenado a 10 anos por tráfico

Luiz Fernando

Indivíduo adentrou a um matagal e viaturas da GCM e Polícia Militar cercaram vários quarteirões e ele foi localizado às margens do ribeirão Esta semana os guardas civis municipais inspetor Trombaco e agente Giselle realizavam patrulhamento pela região da Cohab I quando se depararam com um veículo VW Golf, placas CEF-7886, de Avaré, na cor

vermelha e dentro desse automóvel estava um conhecido marginal de alta periculosidade, chamado Willian Ricardo Monteiro Soares, de 30 anos, conhecido por “Pi”, tendo em sua ficha criminal (capivara do dialeto carcerá-

rio) vários crimes e uma condenação a 10 anos por tráfico de drogas e associação ao tráfico. Ao perceber a viatura o indivíduo arrancou bruscamente com seu veículo empreendendo fuga e aden-

trou pela Rua Curuzu e ao chegar ao cruzamento com a Rua Adolfo Lutz abandonou o veículo e adentrou a um matagal. Viaturas da GCM e Polícia Militar (PM) cercaram o local e iniciaram as buscas, que resultou na pri-

são do procurado, escondido às margens de um ribeirão. Durante busca pessoal foi localizado uma porção bruta de maconha pesando 10 gramas e a importância de R$157,00 em dinheiro. Participaram dessa

operação, o subcomandante Pimentel, inspetores Destro e Trombaco, agentes Giselle, Prado, Lazarini, Nogueira e Vaz, além dos policiais militares sargentos Laudo e Rosivaldo e os soldados Alex e Luís Alberto.

Flagrante

Força Tática localiza maconha em colchão

Além da maconha foram apreendidos vários aparelhos eletrodomésticos Fo i d u ra nte u m a ação de patrulhamento rotineiro desenvolvida na Rua Eugênio Lourençon, região do Jardim Peabiru, que a Força Tática da Polícia Mili-

tar (PM) com o sargento Doni e soldados Douglas e Cardoso prendeu em flagrante Willian Aparecido Lourenço, de 32 anos de idade, que já é conhecido nos meios po-

liciais. Local é apontado como ponto de venda de entorpecente. Lourenço foi abordado na rua, em frente a sua casa e em seu poder os policiais encontraram

R$ 100,00. Prosseguindo o trabalho os PMs entraram na casa e no quarto do averiguado escondidas sob o colchão localizaram 24 “parangas” de maconha, 07 porções de co-

caína e mais R$ 129,00 em dinheiro. Também foram apreendidos vários aparelhos eletrodomésticos sem nota fiscal, de origem duvidosa. “Uma curiosidade é que essa casa é sempre

monitorada por câmeras de segurança que mostram a chegada da polícia, dessa vez ele vacilou” colocou o sargento Doni que comandou a operação.


Divulgação

GCM apreende crack na Vila São Lúcio

Atendendo denúncia anônima efetuada na central de atendimento da Guarda Civil Municipal (GCM) pelo telefone 199, que discorria sobre tráfico de entorpecentes, a guarnição formada pelos agentes Machado e Maffei, se deslocou até a travessa Pereira da Silva, na Vila São Lúcio, onde depararam-se com dois cidadãos. Um deles ao visualizar a viatura empreendeu fuga, embrenhando-se pelo matagal e não foi localizado, porém o outro indivíduo identificado apenas como Armindo, foi abordado e junto a ele foi localizado um recipiente plástico de tampa vermelha, contendo 10 pedras de crack, em porções individuais e prontas para venda aos usuários. Conduzido ao Plantão Policial Permanente, o indivíduo foi apresentado à delegada Rose Mary Ribeiro Dias que elaborou o Termo Circunstanciado (TC) de encontro de entorpecente e o auto de exibição e apreensão da droga, liberando o averiguado.

A7

Segurança

25 a 31 de janeiro de 2014

Preso trio de marginais que assaltou e espancou lavrador

Luiz Fernando

Com muita violência os marginais invadiram a chácara e levaram telefone celular, carteira com documentos e um veículo Montana Numa operação de- de fora está com a prisão sencadeada na Cidade de preventiva decretada. No dia dos fatos os Itaí, os policiais Marcos Franco e Vitor, realizaram a três assaltantes invadiram a prisão de Wellington Hen- chácara encapuzados e arOperação foi desenvolvida, rique Antunes Almeida, 21 emados conjuntamente, pela PM GCM com pedaços de pau anos. Ele e outros dois mar- e após espancarem o lavraginais que já estão presos: dor causando-lhe sérias leBruno Vitorino Nóbrega, de sões, levaram um telefone 20 anos, o Bruninho e Ale- celular, uma carteira conxandre Luiz Salles da Silva, tendo documentos pessode 19 anos, o Japinha pra- ais e R$ 137,00 em dinheiticaram um assalto à mão ro, fugindo em um veículo armada seguido de lesão Montana de propriedade corporal dolosa cometido da vítima. E foi esse veículo no dia 17 deste mês con- que ajudou a polícia a chetra um lavrador de 68 anos gar aos criminosos. O trabalho investigatide idade na Chácara Arruda, que fica Rua Goiás, re- vo com o levantamento de gião dos Campos Elíseos. dados levou os policiais de Um menor de idade que Botucatu até a Cidade de também participou do as- Itaí, onde três rapazes tensalto e aguardava do lado taram vender um Montana

semelhante ao que foi levado do lavrador, entre eles estava Wellington que já era conhecido pela polícia daquela Cidade pela prática de outros crimes.

Com o trabalho investigativo e apoio dos policiais civis Isaias e Alex da cidade de Itai, os policiais conseguiram chegar até Japinha e Bruninho que fo-

ram presos em Pardinho com apoio do policial civil Gilberto e da Polícia Militar. Ambos confessaram a autoria do roubo, revelando passo a passo o cometimento do crime e a fuga,

mas alegaram desconhecer o paradeiro de Wellington. Prosseguindo a investigações os policiais de Botucatu detectaram que Wellington havia retornado para Itaí.

Bar

PM prende comerciante com 69 pedras de crack

Um comerciante de 21 anos de idade foi preso no início da madrugada desta sexta-feira (24) em um estabelecimento comercial (bar) na Rua Antônio Sabino

Santa Rosa, região da Vila Santana. O trabalho foi feito pela Força Tática da Polícia Militar (PM), com o sargento Leonardo e soldados Carlos Alberto e Simonazzi.

Ao chegarem ao bar os policiais inquiriram o proprietário que apontou um cômodo nos fundos onde mantinha escondidas 69 pedras de crack, (uma das

drogas mais consumidas da atualidade), um pino de cocaína, além de R$ 269,00 em dinheiro que seria proveniente de vendas anteriores. Com isso, André Luiz Ro-

drigues Alves, recebeu voz de prisão em flagrante. Conduzido ao Plantão Permanente, André Alves foi apresentado a autoridade policial civil que ratificou

a voz de prisão dada anteriormente pela PM, determinando o seu recolhimento à Cadeia Pública de Itatinga e nos próximos dias deverá ser apresentado em juízo.

Justiça

Guarda Municipal captura dois procurados da Justiça A Guarda Civil Municipal (GCM) realizou esta semana a prisão de dois elementos procurados pela justiça. O primeiro ocorreu na Rua Doutor Edgard de Alencar Saboya, Parque Marajoara, onde os agentes Rezende, Vaz e Nogueira, do Grupo de Ações Preventivas Especiais (GAPE), realizavam patrulhamento comunitário quando avis-

taram Leandro Aparecido Paixão (foto), de 30 anos, que mudou seu comportamento e esboçou uma fuga. Entretanto, foi detido pela guarnição e após consulta via Informações de Segurança (Infoseg) verificou-se que Paixão estava sendo procurado pelo crime de roubo (artigo 157 do Código Penal) com condenação de 05 anos e 02 meses de

reclusão em regime semi-aberto. Foi apresentado na 1º Central de Polícia Judiciária, onde o delegado José Sérgio Palmieri Júnior deliberou pela sua recolha à Cadeia Pública de Itatinga. Já pela Rua Major Nicolau Kuntz esquina com a Rua Maria Joana Félix Diniz, Jardim Dona Nicota, havia um cidadão em visível estado de embriaguez no inte-

rior de um caminhão, com o motor ligado, porém estacionado. Os agentes Prado e Batista constataram que aquele senhor de 57 anos encontrava-se com pendência judicial pelo não pagamento de pensão alimentícia. Recebeu voz de prisão e foi encaminhado à 1ª Central de Polícia Judiciária onde permaneceu à disposição da Justiça.

Paixão tem condenação de 05 anos e 02 meses por roubo


A8

cmyk

Especial

25 a 31 de janeiro de 2014

Porto Seguro realiza inspeção veicular gratuita em Botucatu

O serviço é aberto a segurados e não segurados e os motoristas podem revisar itens de segurança e avaliar a emissão de poluentes de seus veículos A Porto Seguro está em Botucatu (SP) com sua Linha de Inspeção Veicular até sábado, 25 de janeiro, das 9 às 17 horas, na Praça Pedro Torres, s/no. A ação é realizada em parceria com a Angella Centro Automotivo Porto Seguro e Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semutran). Segurados e não segurados podem levar seus veículos para realizar diagnósticos gratuitos em diversos itens de segurança, como sistema de freios e suspensão, alinhamento, luzes, bateria e alternador, além da análise da emissão de poluentes. A iniciativa da Porto Seguro visa auxiliar os motoristas na avaliação de seus veículos, para que evitem problemas com multas e acidentes provocados pela falta de cuidados com os automóveis, durante viagens ou passeios. Nas Linhas de Inspeção, os condutores têm acesso a uma série de diagnósticos gratuitos, que permitem conhecer melhor as reais condições de uso de seus carros. A partir da avaliação feita por profissionais especializados, o motorista é orientado sobre as manutenções que eventualmente precise reali-

Impresso e on line

zar para garantir um uso mais seguro de seu veículo no dia a dia. Ao passar pela Linha de Inspeção da Móvel Porto Seguro, o motorista recebe ainda um relatório com a análise de emissão de poluentes do veículo, contendo a quantidade de gás carbônico (CO2) que o mesmo lança na atmosfera, em comparação com a quantidade adequada, levando-se em conta modelo, ano e combustível que utiliza. Apresenta também os resultados dos demais itens analisados e o técnico da Porto Seguro indica as possíveis soluções para o problema, regulagens ou reparos necessários. O secretário municipal de Mobilidade Urbana, Vicente Ferraudo, ressalta a importância da realização do evento, promovido em Botucatu desde 2010. “Essa inspeção é muito importante, pois agora é um período de férias e as pessoas necessitam estar com seus veículos em condições normais de uso para segurança no trânsito. Além disso, se o carro não estiver em condições normais, estará poluindo o meio ambiente e consumindo mais combustível. Vale ressaltar ainda que esse serviço é gratuito”, destaca o secretário.

Aulas de violão e viola caipira

Tavares

Fone 3813-5652

3813-4848 / 3815-4191 3882-4813 / 99693-1738 Av. Floriano Peixoto, 668 Centro - Botucatu igral@graficaigral.com.br


Edição nº 40 Ano 1

caderno

Diretor responsável: Quico Cuter

2

cmyk

Acesse nosso site:

25 a 31 de janeiro de 2014

www.acontecebotucatu.com.br

Botucatuense tem foto classificada para a Revista National Geografic

Devidé: “Me inspirei na paisagem que fazia um bonito contraste com o por do sol”

Imagem passou por três fases de julgamento antes de ser classificada entre as 10 primeiras colocadas que concorrerão a melhor foto do ano O fotógrafo David Devidé esteve participando da 21ª edição da PhotoImage Brasil, promovida pela Revista National Geografic, ao final do ano de 2013. Ele fez a inscrição de uma foto paisagística de seu acervo que foi colocada no stand da revista National Geografic para avaliação. Evento aconteceu no ExpoCenter Norte, Pavilhão Verde, em São Paulo.

Numa primeira eliminatória, dentre as fotos inscritas a do fotógrafo botucatuense se classificou entre as 100 melhores imagens da feira. Na segunda eliminatória ficou entre as 20 e na terceira entre as 10. A quarta e derradeira eliminatória acontece na feira de 2014, marcada para o mês de agosto e a foto campeã será publicada na revista National Geografic.

Vale lembrar que a PhotoImage Brasil é a maior feira de fotografia e imagem da América Latina envolvendo tecnologia, inovação e negócios e trazendo os principais lançamentos e tendências do mercado e em 2013 chegou em sua 21ª edição de grande sucesso. Isso comprovou sua relevância no mercado ao reunir os principais fabricantes nacionais e internacionais e uma audiência qualificada composta por fotógrafos profissionais e compradores de todo o Brasil. Em 2013 não foi diferente, pois apresentou a melhor qualidade

em produtos, serviços e equipamentos digitais para foto e vídeo - câmeras, filmadoras, impressoras e acessórios da mais alta tecnologia. “Fiquei muito feliz, pois haviam milhares de fotos expostas de grandes profissionais. Estar classificado entre as 100 melhores imagens era uma coisa que, sinceramente, não esperava. Ficar entre as 20 e depois entre as 10 que vão concorrer a melhor foto da feira, foi demais e já me torna um vencedor”, explanou Devidé. Ele revela como conseguiu essa imagem. “Para quem gosta de fotogra-

fia tudo é interessante. Inspirei-me na paisagem que fazia um bonito contraste com o por do sol e fotografei. O resultado me surpreendeu e a imagem ficou muito boa. Por isso coloquei para ser apreciada no stand, mas não

imaginava que fosse chegar aonde chegou”, disse Devidé que divide seu tempo entre seu trabalho como servidor público estadual, sua agência de modelos e cobertura dos mais variados eventos para o jornal Acontece Botucatu. Venha provar dessa deliciosa maneira de aprender INGLÊS E ESPANHOL

Av. Dep. Dante Delmanto, 2633 - Fone 3811-1700

Rua Dr. osta Leite, 2672 - Vila Assunção Fones (14) 3814-7211 cupcake@cupcakeschool.com.br www. cupcakeschool.com.br


Botucatu terá Simpósio de Oncologia Veterinária

B2

Educação e Meio Ambiente 25 a 31 de janeiro de 2014

Entre os dias 21 e 23 de março, a Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Unesp, câmpus de Botucatu, realiza a primeira edição do Simpósio Internacional de Oncologia Veterinária. Direcionado a graduandos, pós-graduandos e profissionais de Medicina Veterinária, o evento terá palestras dos pesquisadores estrangeiros Rose Raskin, da Purdue University e Matti Kiupel, da Michigan State University, dos Estados Unidos. Entre os palestrantes também estão profissionais ligados a diversas instituições brasileiras como Universidade Estadual de Londrina (UEL), PUC/Minas e USP. Assuntos relacionados a diagnóstico por imagens, citopatologia, eletroquimioterapia, oncologia em animais selvagens, cirurgias reconstrutivas, além de inovações na área fazem parte da programação. Evento é coordenado pela professora Noeme Souza Rocha, do Departamento de Clínica Veterinária da FMVZ/Unesp.

Governador do Estado repassa R$ 657 mil à Apae de Botucatu Assinatura consolida o primeiro convênio junto ao Governo do Estado voltado ao atendimento de pessoas com Transtornos do Espectro Autista O governado Geraldo Alckmin assinou o termo de convênio estabelecido entre a Secretaria de Estado da Educação e a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Botucatu no valor de R$ 657.384,00. Segundo o presidente da entidade, Paulo Jesuíno, a assinatura consolida o primeiro convênio junto ao Governo do Estado voltado

ao atendimento de pessoas com Transtornos do Espectro Autista. Assinatura foi feita no lançamento do Programa São Paulo pela Igualdade de Direitos da Pessoa com Deficiência Intelectual, com a presença de várias autoridades estaduais. Representaram Botucatu o assessor municipal em Políticas de Inclusão Social, Paulo Ma-

Contaminação

lagutte e o presidente da Apae de Botucatu, Paulo Jesuino. O evento foi realizado no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista. “Este é um passo muito importante, pois as pessoas portadoras do autismo serão incluídas em nosso programa. A ação prevê o atendimento de 122 indivíduos no regime da Educação Especial, dos quais 20 possuem Transtornos do Espectro Autista”, comemora Paulo Jesuíno, enfatizando que o governador autorizou, ainda, o início

dos trabalhos, por parte da Prefeitura e da Apae de Botucatu, para viabilização de um programa de atendimento às pessoas com deficiência intelectual acima de 30 anos. Paulo Malagutte, explica que esta é uma demanda existente, já que a política educacional do Governo Federal prevê apenas o atendimento até os 30 anos. “Em Botucatu este projeto vem sendo bem conduzido através da parceria entre o Poder Público Municipal e a Associação de Pais e

Governador assinou repasse no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo

Amigos dos Excepcionais. Entretanto, um aporte por parte do Estado traria ainda

mais qualidade no atendimento a esta parcela da população”, avalia.

Mutuários se reúnem para discutir abastecimento de água no CDHU

Administração e líderes estão buscando solução para o problema

Os líderes comunitários representantes dos moradores do Conjunto Habitacional Amando de Barros Sobrinho (os prédios da CDHU) estiveram reunidos com os secretários municipais de Descentralização e Participação Comunitária, Paulo Sérgio Alves, e Habitação, José Carlos Broto para discutirem a resolução dos problemas de abastecimento de água naquele conjunto. De acordo com o Alves, a administração está se esfor-

çando para ajudar a solucionar os problemas apresentados no local. “Desde que o Prefeito (João Cury Neto) recebeu essa queixa estamos trabalhando nessa questão das caixas d’água; na época havia inclusive apontamento da Vigilância Sanitária, indicando que o caso apresentava risco de contaminação”, conta. Após a reunião, os moradores protocolaram um pedido dirigido ao Prefeito João Cury

e à Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano (CDHU). Em agosto de 2013 foram trocadas as caixas dos blocos seis e sete e feita a limpeza e higienização das demais. “Foram colocadas lonas para tampar as caixas que não foram trocadas, o que resolveu provisoriamente. Agora vamos nos reunir todas as semanas com os síndicos e lideranças para tentar resolver esse problema em definitivo”, explica Alves.

Ciência

Faculdade de Agronomia vai sediar o Congresso de Fitopatologia em fevereiro De 11 a 13 de fevereiro de 2014, acontece o XXXVII Congresso Paulista de Fitopatologia (ciência que estuda as doenças das plantas) na Fazenda Experimental Lageado, câmpus da Unesp, em Botucatu/SP. O evento é uma promoção da Associação Paulista de Fitopatologia (APF) e da Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA) da Unesp, com apoio da Fundação de Estudos e Pesquisas Agríco-

Licitação

las e Florestais (Fepaf). O evento tem como objetivo apresentar os avanços científicos e tecnológicos, promover a difusão de conhecimentos, a formação de grupos de trabalho e discussão sobre novos temas de pesquisa e inovação na área de doenças de plantas. O Congresso reúne profissionais de ensino, pesquisa e extensão do setor público e pri-

vado, estudantes de graduação e pós-graduação, bem como, profissionais das indústrias de insumos, equipamentos, defensivos agrícolas, softwares, agricultores e produtos para laboratórios. A participação de técnicos das cadeias produtivas no evento possibilita a integração entre pesquisa, ensino e inovação, com foco no crescimento do agronegócio brasileiro.

Evento objetiva discutir inovação na área de doenças de plantas

Reiniciada obra de escola municipal do Jardim Cambuí Empresa que ganhou a licitação não concluiu a obra

A P refe i t u ra d e Botucatu, através da Secretaria Municipal de Educação, reiniciou esta semana as obras de construção da Escola Municipal de Ensino Fundamental do Jardim Cambuí. As obras foram abandonadas pela empresa vencedora do processo licitatório, seno realizado uma nova concorrência, que teve

como vencedor a empresa Paicheco São Manoel Construções Ltda. cumprindo mais uma vez o que estabelece a Lei das Licitações. Para a conclusão dos trabalhos na escola do Jardim Cambuí serão investidos recursos da ordem de R$ 695.813,07. A unidade escolar, que contará com seis salas de aula, ganhará melhorias no projeto

arquitetônico com um refeitório amplo, paisagismo e o fechamento da área. A nova escola deverá atender um total de 360 alunos, em dois períodos, absorvendo parte da demanda que hoje se concentra na EMEF Professor Luiz Tácito Virgínio dos Santos, no Jardim Flamboyant. O prazo previsto para conclusão é de 120 dias.


Fotos: Divulgação

Aposentados devem se recadastrar até 28 de fevereiro

Até o dia 28 de fevereiro de 2104. Este é prazo máximo previsto pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para a renovação de senha e comprovação de vida de aposentados e pensionistas. Não adianta procurar os postos de atendimento do INSS. O aposentado que recebe o dinheiro por meio de conta-corrente, poupança ou cartão magnético deve ir até a agência bancária e apresentar documento com foto, como identidade, carteira de trabalho ou de habilitação. Quem está doente e não consegue se locomover pode nomear um procurador e os que residem no exterior também podem fazer a prova de vida por meio de um procurador cadastrado no INSS. A diretoria de benefícios da previdência faz esta convocação aos aposentados como forma de evitar fraudes e para que possa fazer o pagamento a quem efetivamente é devido, no tempo certo, e não fazer pagamentos indevidos a pessoas que já faleceram.

B3

Cidade

25 a 31 de janeiro de 2014

Concurso da Prefeitura tem mais de 11 mil inscrições Cargos mais procurados são os de Auxiliar de Escritório (2.049); Auxiliar de Serviços Gerais (1.990) e Atendente de Creche (1.752)

Foram 11.169 inscrições foram contabilizadas para o concurso público da Prefeitura Municipal que será realizado no próximo dia 2 de fevereiro. Deste total, 401 são referentes a pessoas que foram isentas da taxa de inscrição por comprovar estarem desempregadas conforme prevê a lei nº 4.605 de 8 de novembro de 2004.

As inscrições foram encerradas no último dia 15 de janeiro e o concurso prevê a criação de 145 vagas (incluindo mais cinco vagas reservas para pessoas com deficiência) distribuídas em 38 cargos de diferentes secretarias. Os salários variam de R$ 854,85 a R$ 2.694,19. Dentro os cargos mais procurados estão os de Au-

xiliar de Escritório (2.049); Auxiliar de Serviços Gerais (1.990) e Atendente de Creche (1.752). Destaque também para Agente de Atividades Escolares (993); Professor de Educação Básica Infantil (895); Guarda Civil Municipal – masculino (355); e Técnico de Enfermagem (300). Os cargos de Analista Orçamentário e Técnico em Topografia foram os que tiveram menor interesse, com quatro inscrições para cada um deles. Já a vaga para médico ginecologista não recebeu candidatos.

De acordo com o diretor do Departamento de Gestão de Pessoas, Reginaldo Mariano da Conceição, este é o maior concurso da história da Prefeitura de Botucatu. “Nunca tivemos tantos inscritos para um único concurso, o que nos gera um grande desafio e responsabilidade uma vez que mais de 11 mil pessoas buscam uma oportunidade de ingressar no setor público. Estamos trabalhando para que até o dia 2 de fevereiro tudo transcorra sem imprevistos aos candidatos”, afirma.

Diretor de Gestão diz que é o maior concurso da história da Cidade

Vagas

Praça da Juventude abre inscrições para atividades A Secretaria de Esportes e Lazer de Botucatu informa que estão abertas as inscrições para as diversas atividades esportivas voltadas a jovens e adultos na Praça da Juventude José Fernando Donida, no Conjunto Habitacional Humberto Popolo (Cohab 1). As vagas são para as aulas de judô, karate, jiu-jitsu, futebol, futsal, ginástica aeróbica, ginástica de alongamento e fortalecimento, dança do ventre e capoeira. Os horários de funcionamento da Praça da Juventude para atividades esportivas são de segunda a sexta-feira, das 7 horas às 21h30, e nos finais de semana, das 8 às 17 horas. Os interessados nas atividades devem procurar pessoalmente a administração do local para realizar suas inscrições, de

Tendência

segunda a sexta-feira, das 8 às 11 horas e das 13 às 17 horas. O coordenador da Praça da Juventude, Almir Rogério Rodrigues, ainda informa que além das aulas oferecidas o local também conta com pistas de caminhada com 530 metros e de skate para os praticantes.“Em 2013 mais de 450 pessoas participaram das atividades oferecidas pela Praça da Juventude durante todo dia e este ano esperamos mais”, comenta. O secretário de Esportes e Lazer, Antonio Carlos Pereira, explica que a proposta deste importante equipamento público em Botucatu é de aproximar as pessoas por meio da prática esportiva. “Na Praça da Juventude são oferecidas atividades para todas as idades e gostos sempre visando a qualidade de vida das pessoas”, argumenta.

Proposta é aproximar as pessoas por meio da prática esportiva

Empresários de Botucatu e região participam da Couromoda 2014 Uma missão composta por 20 empresários de Botucatu e região visitou, recentemente, a Couromoda (dedicada ao setor de calçados e bolsas) e a São Paulo Prêt-à-Porter (especializada na área de confecções), dois dos maiores eventos em moda da América Latina. Feira reuniu, nesta edição, mais de duas mil coleções de calçados, tênis, bolsas, artigos esportivos, artefatos de couro, equipamentos para lojas e

tecnologias para calçados. Nos estandes montados no Pavilhão do Anhembi, em São Paulo os participantes conheceram as novas tendências em moda, couro e calçados e também conferiram as tendências em moda, design e ainda fomentaram negócios. Para a empresária do setor de calçados Giovana Santucci, que participou do evento pela primeira vez, a feira possibilitou troca de experiências e o contato com futuros fornecedores.

“Consegui verificar quais coleções irão ditar a moda e muitas ideias que posso implantar em minha loja”, ressalta. Já Luís Saramento frisou que tanto a Couromoda quanto a São Paulo Prêt-à-Porter serviram para estreitar relações com os fornecedores. Na viagem, concretizou negócio com uma nova empresa de confecção. “A feira foi favorável para concretizar negócios pela gama de fornecedores. Uma empresa, inclusive,

vai passar a comercializar conosco”, explicou. Frequentadora das feiras há anos, Claudete Campos frisou que eventos como a Couromoda são importantes para aquecer o mercado de calçados e confecções. “Todas as empresas que fornecem para minha loja estão presentes. Durante a feira consegui renovar parte do estoque e conversar com especialistas de moda para saber mais sobre tendências”, salientou.


B4

cmyk

Social

25 a 31 de janeiro de 2014

Divas Divas Divas Divas Divas Divas Divas Divas (Mulheres incomuns, brilhantes, bonitas, sexy, charmosas, inteligentes, que servem de exemplo para as outras e que não precisam de muito para serem maravilhosas)

Aline Ferrari.

Ângela Guimarães

Carmem Maleta

Chris Bueno, de São Paulo

Cláudia Mellilo

Cristina Spers, de São Paulo

Ivone Torres

Jucilene Scholze

Brigitte Spers

Cleide Enoir Petean Trindade

Eduara Kennerly

Karin Ricciardi, de São Paulo.

Carla Marcondes Sayeg, de São Paulo

Cleidiane Calegari, de São Manuel

Fátima Riello Gomes.

Karina Miquelim


cmyk

Social

25 a 31 de janeiro de 2014

B5

ApparEnza l ApparEnza l ApparEnza l ApparEnza l ApparEnza l ApparEnza l ApparEnza

Kátia Gigliotti, de Jaú

Laura Buratini

Maria Aparecida Caminhoto Geiser

Maria de Fátima Fogaça

Marlene Mendes

Marlene Caminhoto

Marta Canata, de Bauru

Milena Cândido

Neusa Teixeira

Nádia Paganini Burini

Rachel Ferronato Cury

Simone Casquel, de São Manuel.

Solange Prearo

Tata Riello Gomes

Valquiria Cury

Vera Martins, de São Paulo

Veruska Burini


Fotos: Divulgação

B6

Botucatuense é campeão de travessia em Ibiúna

Esporte

25 a 31 de janeiro de 2014

A cidade de Ibiuna sediou a primeira etapa do Circuito de Travessias Aquaticas. Este ano, a competição terá 10 etapas distribuídas em natação em represa e mar. A primeira etapa reuniu mais de 700 atletas de várias cidades do nosso Estado. O Corpo de Bombeiros de Botucatu e Bauru participou da competição. O destaque foi a participação do botucatuense Claudenir Celestino que conquistou o primeiro lugar na classificação geral e na categoria. Os bombeiros de Botucatu e Bauru utilizaram equipamentos operacionais para mergulho, ou seja, nadadeira, máscara e snorkel (tubo de aproximadamente 40 centímetros que permite ao nadador respirar sem tirar a cabeça da água). A segunda etapa do Circuito de Travessias Aquáticas, que é organizado pela Gaivotas Eventos, vai ser disputada no dia 16 de fevereiro em Bertioga.

Atleta botucatuense compete na 10ª Corrida Ultramarathon

Regina Takahira completou a prova em 57 horas e 57 minutos

Atleta teve apoio de uma equipe de apoio para alimentação, montagem de pontos de descanso, hidratação e do fator principal: motivação A atleta da Equipe Marcha Lenta Regina Kiom i Ta ka h i ra p e rco r re u entre os dias 17 a 19 de janeiro, 217 km em sua totalidade na 10ª Corrida Brazil 135 Ultramarathon. A largada aconteceu na cidade de São João da Boa Vista às 8 horas e os atletas percorreram diversas cidades do sul de

Minas Gerais. O destaque fica por conta das belas paisagens ao longo do percurso. Neste tipo de prova é necessária uma equipe de logística e apoio, que contou com Adriana Dela Hoz e Ana Paula Varoli ambas também da Equipe Marcha Lenta, que prestaram todo tipo de auxilio

à competidora, como alimentação, montagem de pontos de descanso, hidratação e do fator principal que era motivar a atleta na Ultramaratona. Regina Takahira comp l eto u a p rova e m 5 7 horas e 57 minutos e não escondeu sua satisfação em obter êxito em seu d e s af i o . A at l eta fo ca agora na preparação para Maratona do Rio de Janeiro que a Equipe Marcha L e nta i rá d i s p u ta r e m julho levando, aproximadamente, 60 atletas.

Competência

Preta Jeh conquista vaga para disputar mundial de Jiu Jitsu Jéssica Cristina, ou Preta Jeh, que faz parte da equipe da Academia Miquinho de J i u - J i t s u , co n s e g u i u p e l o terceiro ano consecutivo seu passaporte para competir no Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu que será disputado novamente em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, nos dias 18 e 19 de abril. Preta Jeh conquistou a vaga ao vencer a seletiva disputada no sábado em Osasco. Ela foi campeã na seletiva na categoria até 60 kg faixa preta. Nas suas duas primeiras

participações no mundial nos Emirados Árabes, a botucatuense conquistou a medalha de bronze. A atleta iniciou sua atividade no esporte em 2004 através do Projeto “Esporte Comunitário”. Nesse período teve a oportunidade de conhecer o esporte, desenvolver sua técnica e se aperfeiçoar com pessoas capacitadas e profissionais na área. Além disso, Jéssica Cristina teve a oportunidade de se formar como professora de Educação Física na Unifac.

A atleta da Academia Miquinho disputa o mundial em abril

Nosso e-mail: zeairtonamorim@bol.com.br

NOSSO ESPORTE – NOSSA GENTE

=CAMPINHO DA SANTANA= Décadas dos anos 50 e bem ali no centro da cidade defronte a antiga Casa de Saúde, hoje SAMU, ocupando o quarteirão todo formado pelas Av. Santana, Rua Sete de Setembro, Silva Jardim e Costa Leite, havia um imenso terreno, popularmente denominado como o “campinho da Santana”, onde a criançada da região, batia sua bolinha, empinava pipa, jogava bolinha de gude e betis (hoje coisa rara) e ainda, eventualmente, ali eram montados circos e parques que nos visitavam. Na foto, ainda garotos, os velhos “habitues” diários do campinho, assim alinhados: Em pé: PENOSO - WANDERLEY PIZIGATTI - SILAS MOLINA - JOÃO VELO - TONINHO SANTANA – JOÃO BATISTA - LUIZ BATISTA - NATA GABRIEL e o NHÔ. Agachados: ANSELMO – MANECO - BEIVE PIZIGATTI e ORLANDO GUERREIRO. Sentados: os fraldinhas da época ZÉ CARLOS PAVÃO – CHUMBÃO - BIGUITA e o RENÊ ALVES. Vários desses amigos hoje moram no céu.

A primeira vez que aquela famosa ex-equipe de veteranos da terrinha fez jogo noturno fora foi num sábado lá na Barra Bonita. Partida terminou tarde, empate em 3x3, e alguns companheiros mais compenetrados não esperaram nem o “rega-bofe” pós-jogo e se mandaram de volta, porém os que lá ficaram se esqueceram do relógio e da vida e emendaram... Manhã de domingo, sol a pino, o povo já nas ruas e a caravana retardatária chega e foi quando um de seus integrantes vai ao orelhão e liga para a “patroa”: - Hic hic, meu bem fomos seqüestrados mas escapei e já vou indo embora, tchau hic hic., vindo do outro lado do aparelho, a intimação: - Eu já soube, pelas esposas e noivas dos outros “seqüestrados”, o que aconteceu, vem já pra casa seu cafajeste mentiroso, pois “seqüestrado” você vai ficar agora... Foi a primeira e última vez!!!

EPÍLOGO Nesta data, 25/ JAN/2014, nosso querido netinho caçula ARTUR QUINTEIRO ARBEX, foto anexa, completa seu primeiro ano de feliz e saudável existência, pelo que, nós seus Avós, Pais, Irmão, Tios(as), Primos(as), Padrinhos e Amigos o parabenizamos e rogamos ao SENHOR que o proteja e abençoe sempre... VALEU TU, ainda bem jovem mas já corintiano da gema!


Fotos: Divulgação

Feldman diz que Marina não disputa presidência

O médico e deputado federal Walter Feldman, um dois fundadores e principais articuladores do partido Rede Sustentabilidade, esteve em Botucatu na noite de quarta-feira (22) participando de um encontro para discutir a nível local as diretrizes do partido que tem como maior expoente a ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva. Nesse encontro realizado no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Feldman, que é membro da comissão executiva nacional da “Rede”, fez uma palestra sobre o projeto político do novo partido que está aguardando o registro. Porém, em entrevista a Rádio Municipalista, acabou dando uma declaração para encerrar uma especulação que vem agitando os bastidores políticos brasileiro desde o ano passado. “Marina Silva não será candidata a presidência da República em 2014. Ela poderá ser vice na chapa encabeçada por Eduardo Campos, do PSB”, garantiu Feldman.

B7 Geral

25 a 31 de janeiro de 2014

Justiça condena Unesp a pagar paciente por demora no atendimento Justiça entendeu culpa da Unesp que pode pagar R$ 50 mil por danos morais, além de uma pensão vitalícia de R$ 678 “O hospital que é negligente em relação ao atendimento de paciente com doença grave deve indenizar a vítima por conta das sequelas causadas pelo quadro de saúde”. Este foi o entendimento da 7ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo para acolher recurso de um cidadão de Botucatu chamado Reinaldo e condenar a Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho (Unesp), instituição à qual está ligado o Hospital das Clínicas (HC) de Botucatu. A universidade deve pagar R$ 50 mil por danos morais e o homem receberá pensão vitalícia de R$ 678. A decisão cabe recurso. A informação veio do blog Trincheira do Facioli. Em seu depoimento, o autor da ação afirmou que deu entrada no pronto-socorro da instituição com sintomas de meningite bacteriana, doença que é grave e pode matar. No entanto,

ele disse que só foi atendido por um especialista cinco horas depois, sendo que a demora teria sido fundamental para as sequelas que o atingiram — surdez, perda de memória e redução do equilíbrio. Ele pediu indenização por danos morais e pensão vitalícia por conta da negligência do hospital, mas a ação foi julgada improcedente em primeira instância sob a alegação de que não há nexo de causalidade entre a ação do hospital e os danos sofridos. Relator do caso, o desembargador Magalhães Coelho disse que a “demora injustificável no atendimento de doença considerada grave”, algo que pode causar a morte do paciente ou deixar sequelas graves, comprova o tratamento inadequado. Para o relator, não há relação com a meningite as alegações de que o autor seria “viciado em drogas, como crack e álcool”, algo

Paciente diz que a demora causou sequelas irreversíveis ao seu organismo

que não argumenta a favor da defesa e, ao contrário, soa como preconceito por parte do hospital. O desembargador também rejeitou o entendimento, expresso na sentença, de que a demora no atendimento não está relacionada ao horário de chegada, e sim à manifestação dos sintomas. Segundo ele, o primeiro clínico-geral que examinou o homem já apontou sintomas suficientes para o diagnóstico de meningite, incluindo febre e treme-

Opções

Senac Botucatu adquiriu 200 livros novos para a coleção da biblioteca O Senac Botucatu adquiriu 200 livros novos para a coleção da biblioteca. Entre os títulos estão assuntos voltados ao mercado de trabalho, com discussões sobre melhores práticas, e também 40 volumes com enredo sobre ação policial, autoajuda, romance e aventura. A lista conta com edições do Harry Potter, Cinquenta Tons de Cinza, quadrinhos de Monteiro Lobato, mangás e histórias do escritor americano Nicholas Sparks. Além dos novos exemplares, a biblioteca possui 3.577 livros, nas áreas de administração e negócios, finanças e contabilidade, gastronomia, meio ambiente, moda, artes, saúde e bem-estar e literatura geral. Há também opções com audiolivros e braile, para deficientes visuais. A população também pode consultar jornais locais e nacionais, revistas e acessar a internet. Os materiais podem ser lidos gratuitamente na biblioteca, que

Os materiais podem ser lidos, gratuitamente, na biblioteca ou levados para casa

oferece espaço para leitura, ou levados para casa por uma taxa de R$ 10 por mês de uso. A biblioteca do Senac Botucatu funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 21h30; e aos sábados, das 8 às 14 horas. A unidade está localizada na Rua Doutor Rafael Sampaio, nº 85, no bairro Boa Vista. Outras informações pelo telefone (14) 3112-1150.

EDITAL DE CITAÇÃO. Processo nº: 4003798-04.2013.8.26.0079. Classe Assunto: USUCAPIÃO EXTRAORDINÁRIA. Requerente: JOSÉ CARLOS LOURENÇÃO E OUTRO. 3ª Vara Cível 3ª Vara Cível. EDITAL DE CITAÇÃO - Prazo de 30 dias, expedido nos autos da Ação de USUCAPIÃO, processo nº 400379804.2013.8.26.0079. O Doutor JOSÉ ANTONIO TEDESCHI, MM. Juiz de Direito da 3ª Vara Cível, do Foro de Botucatu, da Comarca de de Botucatu, do Estado de São Paulo, na forma da Lei, etc. FAZ SABER a todos quantos o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem que, por este Juízo se processa uma ação de USUCAPIÃO, requerida por JOSÉ CARLOS LOURENÇÃO em face do ESPÓLIO DE ASTROGILDO DOS SANTOS SILVA, por sua Inventariante, NEYDE SCARABUCCI DA SILVA, titular do imóvel, tendo por objeto um imóvel localizado na Rua Geremias Moreira Branco, em Botucatu/SP, com a área de 2.733,96m², e se confronta com o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânica e Materiais Elétricos; Francisco Antonio dos Santos; Elenize de Lourdes Lopes Stefani Merceli e Alceu Tessifon Quevedo. Alegam os autores serem possuidores do imóvel de forma mansa, pacífica e ininterrupta, há mais de 20 anos. E, para que chegue ao conhecimento de todos e ninguém possa alegar ignorância, expediu-se o presente edital, com o prazo de 30 dias, sob pena de confissão e revelia. O presente edital será publicado e afixado na forma da Lei. Botucatu, 08 de janeiro de 2014.

deira, sendo que o atendimento por um especialista só ocorreu após a mulher do paciente ameaçar chamar a polícia. Outros pontos que reforçam a negligência são a demora de 10 horas até o exame de líquor e o depoimento do especialista, que disse não ter sido avisado sobre a situação do paciente. Magalhães Coelho afirmou que “é de se concluir que o paciente foi sim, em algum grau, negligenciado em situação de gritante emergência”, mas informou

que não é possível quantificar a distribuição de culpa concorrente pelas sequelas entre a negligência e a própria doença. Como a culpa do Hospital das Clínicas de Botucatu é inquestionável, segundo ele, que o homem deve ser indenizado pela Unesp. Ele votou por pagamento de R$ 50 mil a título de danos morais, além de uma pensão vitalícia de R$ 678, retroativa à data do evento. Vale lembrar que existem outros casos sendo julgados, inclusive com

óbitos, por pessoas que se sentiram lesadas por sequelas deixadas em pacientes em razão da demora no atendimento do HC. Também existem reclamações em relação ao Serviço de Verificação de Óbito (SVO) em razão da demora para entrega dos corpos. O SVO funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 20 horas e aos finais de semanas e feriados das 9 às 20 horas e não há técnicos especializados suficientes para um atendimento 24 horas.

Juízo de Direito da 1ª Vara Cível. Juiz(a) de Direito: LETÍCIA DE ASSIS BRÜNING. Escrivã(o) Judicial: CLAUDIA REGINA PAULETTI MEGID. EDITAL DE INTIMAÇÃO DE ADVOGADOS. Relação nº0003/2014. Processo 0013944-90.2004.8.26.0079 (089.01.2004.013944) - USUCAPIÃO - USUCAPIÃO ORDINÁRIA - SINDICATO TRABALHADORES INDUSTRIAS DA CONSTRUCAO E MOBILIARIO BTU - 1ª Vara Cível 1ª Vara Cível. EDITAL DE CITAÇÃO - Prazo de 30 dias, expedido nos autos da Ação de USUCAPIÃO, processo nº 0013944-90.2004.8.26.0079. O(A) Doutor(a) MARCELO ANDRADE MOREIRA, MM. Juiz(a) de Direito da 1ª Vara Cível, do Foro de Botucatu, da Comarca de de Botucatu, do Estado de São Paulo, na forma da Lei, etc. FAZ SABER a(o) JACINTA SARZI, LYDIA WICK WINGERO e NOEMIA DOS SANTOS,e os réus ausentes, incertos, desconhecidos, eventuais interessados, bem como seus cônjuges e/ou sucessores, que Sindicato Trabalhadores Industrias da Construção e Mobiliário Btu ajuizou(ram) ação de USUCAPIÃO, visando a posse do imóvel sito a Rua Cel. Manuel Luis dos Santos nº 365 - Vila São Lúcio Botucatu-Sp. Adquirido pelo autor em 13/02/1992 dos sucessores de Antonio Faraldo já falecido e proprietário desde 10/05/60, alegando posse mansa e pacífica no prazo legal. Estando em termos, expede-se o presente edital para citação dos supramencionados para, no prazo de 15 (quinze) dias, a fluir após o prazo de 30 dias, contestem o feito, sob pena de presumirem-se aceitos como verdadeiros os fatos articulados pelo autor. Será o presente edital, por extrato, afixado e publicado na forma da Lei. Botucatu, 30 de outubro de 2013. - ADV: ROSANA MARY DE FREITAS (OAB 77086/SP).

URGENTE Não fique apertado. Emprestamos de R$ 5.000,00 à R$ 500.000,00 mil para qualquer finalidade: compra, reforma, contrução de imóvel, autos, capital de giro e particularidade com prestações fixas a partir de R$ 62,50. sem comprovação de renda. Não é consórcio. R$ 5.000,00.................... R$ 62,50 R$10.000,00................... R$ 62,50 R$20.000,00................... R$ 125,00 R$40.000,00................... R$ 250,00 CENTRAL DE VENDAS CONCULTE-NOS: (31) 3088-8204 / 3041-5309 PLANTÃO: (31) 8919-2128 CNPJ 33.040.601/0001-87 - Mercantil Financeira do Brasil S/C Rua Rio de Janeiro, 654 - 4º andar - Centro - Belo Horizonte-MG


B8

cmyk

25 a 31 de janeiro de 2014

Museu do Café define diretrizes para preservar a área histórica

Serão fundamentais o envolvimento dos partícipes nos objetivos comuns e na definição de ações que objetivem a proteção do espaço Com a conclusão do processo de tombamento da Fazenda Lageado em 2013, diversas ações devem ser encaminhadas em 2014 com a definição de algumas políticas internas que deverão ser observadas objetivando dar cumprimento ao estabelecido no instrumento de tombamento. Quem diz isso é o coordenador do Núcleo, José Eduardo Candeias. “Serão fundamentais, além da participação da comunidade interna e externa, o envolvimento dos partícipes nos objetivos comuns e a definição de ações que tenham como objetivo fundamental a proteção do espaço”, explica Candeias, enfatizando que também serão elencados projetos com objetivo

de captar recursos por meio de agências financiadoras públicas e junto à iniciativa privada para o restauro dos prédios e instalações. “Paralelamente, também espera-se para este ano a instalação e operação da cafeteria que irá funcionar na parte inferior do prédio que abriga o Museu”, prevê. O objetivo é também utilizar o espaço defronte ao prédio para ambientar uma praça a ser utilizada pelos freqüentadores da cafeteria. “Esse espaço deve ser explorado por terceiros mediante pagamento de aluguel que será revertido para o Museu”, diz. Também estão previstas intervenções que deverão ser feitas pela própria estrutura de manutenção

da Faculdade ou mediante contratação de empresa. Nesse caso estão incluídos serviços de recuperação estrutural e conseqüente restauro da antiga “Casa Grande”, onde está abrigado o Museu. Também deverão ser feitos reparos em algumas estruturas que estão sendo comprometidas, como por exemplo, o piso do terreiro que apresenta vários buracos podendo causar danos maiores na estrutura, o prédio da serraria que foi atingido por um caminhão e o telhado do paiol cujas telhas estão caindo. Outra obra prevista é refazer o tradicional pontilhão que liga o terreiro ao

prédio da tulha, que está todo torto e desalinhado ao ser atingido por um caminhão baú, a limpeza geral do prédio do anfiteatro do terreiro, e da tulha para que possam ser utilizados para diversas finalidades. Essas, de acordo com Candeias, são ações de pequena monta e que devem ser encaradas de imediato sob pena de, num futuro bem próximo, vir a trazer danos muito mais significativos para todo o conjunto. “Enfim esperamos que todo o trabalho plantado, com muito esforço ao longo dos últimos anos não venha a se perder, mas que ganhe cada vez mais reconhecimento de toda comunidade e, principalmente, dos dirigentes da Universidade, maiores responsáveis pela preservação de todo esse importante conjunto arquitetônico histórico”, conclui Candeias.

Ed 40  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you