Page 1

Jornal

A Cidade DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

Notícias da sua Cidade

ANO V - nº 87

Confira a seleção que Dunga escolheu para representar o Brasil na Copa do Mundo na África do Sul

Página 7

14 de maio de 2010

Everardo Ferreira Telles A Saga de uma família


2

A Cidade, 14 de maio de 2010

fala galera Prevenção contra a gripe suína “A campanha de vacinação contra a influenza A (H1N1) – gripe suína está em sua fase final e vai até o próximo dia 21. Devem procurar os postos de saúde adultos com idade entre 30 e 39 anos. Vacinar-se é um ato de cidadania pois você não tá só cuidando de si, mas cuidando do outro. Ao se proteger da Grecya Barros proliferação da doença, você Assistente Social também protege a todos. É Especialista em Saúde da Família algo que tem utilidade para a sociedade. Parabenizo todos que já exerceram seu papel de cuidado neste momento de prevenção”.

Ops... Estamos procurando cada vez mais atender as nessecidades dos nossos leitores. Se você deseja ler ou receber nosso jornal, procure na sede, na Rua Cel. Antônio Botelho, 23, Centro de maranguape. Venha pegar seu exemplar. Distribuição Gratuita.

EDITORIAL Nosso entrevistado dessa semana é o empresário Everardo Ferreira Telles, que fala de como foi criado o Museu da Cachaça e o Y-Park, estrutura de ecoaventura em Maranguape, e tem atraído muitos turistas a nossa cidade. Entrevista realizada por nossa colaboradora e colunista Dadynha Saturnino, trás a história de uma família que tem a mais antiga empresa do Brasil, passando pela sua quarta geração. Também, matéria sobre os vinte e três jogadores convocados para a Copa do Mundo de 2010, que será realizada na África do Sul. Cobertura de eventos sociais e muitas curiosidades.

PIZZARIA & PASTELARIA DA GABY

Confiram, boa leitura.

Parque Santa fé

O melhor das massas caseiras Temos mais de 40 sabores

Parque Santa Fé

Fone: 3341-3829

Expediente Jornal A Cidade CNPJ10.446.927/0001-03 Editor- Jornalista Responsável Heldemar de Paula Garcia - RP 1000/04/206CE Colaboradores - Michelline Andrade, Dadynha Saturnino e Moisés Lourenço Redação- E-mail: jornal.acidade@hotmail.com Rua Cel. Antônio Botelho, 23 - Centro - Maranguape - Ceará Fone: (85) 8783.2973 Impressão: A Cidade - Comércio e Serviços Tiragem: 1.000 exemplares


A Cidade, 14 de maio de 2010

3

A história de um produto com mais de 160 anos Por Dadynha Saturnino

Quarta geração da empresa familiar mais antiga do país, Everardo Ferreira Telles, o Dr. Everardo, para aqueles que convivem principalmente no ambiente profissional, relata-nos um pouco da história e dos segredos do respeitável "Grupo Ypióca", que leva o nome de Maranguape para os quatro cantos do mundo. Fala também do saudoso Zé Leite, idealizador do Museu da Cachaça que conta a história da família e da atividade econômica e como a ampliação dos empreendimentos foram necessárias diante da crescente e rápida demanda turística, solidificando assim, a marca e adquirindo mais fãs desta preciosa bebida, a cachaça Ypióca, sucesso no mundo todo. Sobre o desenvolvimento do potencial econômico e turístico de Maranguape, veja a seguir: AC- Qual o segredo para chegar ao posto da empresa mais antiga do país? Quais os princípios fundamentais que tem como base para solidificar o nome do Grupo? Everardo Telles: O segredo é primar pelos valores e princípios que sempre nortearam meus antepassados. Dentre eles ressalto a disciplina, a perseverança, a humildade e a coragem. Com relação ao grupo temos como princípios clareza nas informações, procurar ser sempre justo nas decisões e amar o que faz. AC - O Grupo Ypióca possui um empreendimento turístico em Maranguape, o Museu da Cachaça Ypióca, que nos últimos anos, tornou-se roteiro internacional e visita obrigatória de quem viaja pelo estado. De onde surgiu a idéia do Museu e como o mesmo está preparado para receber os turistas? Everardo Telles: A idéia surgiu a partir da iniciativa de nosso funcionário José Sobreira Leite (Zé Leite), que trabalhou conosco durante 50 anos. Ele iniciou um projeto informal de visitação com estrangeiros e turistas nacionais, que foi ganhando corpo e ganhando visibilidade. Todo o acervo de máquinas e equipamentos históricos foi por ele conservado e o acervo documental foi cedido pela família notadamente minha irmã Maria Eugênia. Organizamos todo o acervo e apresentamos a museóloga que então desenvolveu todo o projeto com a ajuda do museógrafo e toda uma equipe de cenógrafos, estudiosos e pesquisadores.

divulgação do Humorista Chico Anysio, seja pelo historiador Capistrano de Abreu. Na minha opinião, Maranguape precisa urgentemente de investimentos na área hoteleira para fixar o turista que visita o museu ou passa por lá a caminho da região serrana.

Everardo Ferreira Telles, 66 anos, 4ª geração do Grupo Ypióca. Hoje chegamos a receber 25 mil visitantes por mês, de diversos países do mundo, levando o nome de nossos produtos e de Maranguape para suas respectivas regiões. AC - Como surgiu a idéia do Y-Park Campo de Aventuras? O Senhor já se aventurou por lá? Qual a sua preferida? Everardo Telles: O nome Y-park surgiu da necessidade de ampliar o conceito de museu para um público mais familiar, mais jovem. Esse nome foi criado pelo nosso departamento de marketing e procura passar o conceito de parque temático atrelado a letra Y característica de nosso produto. Na oportunidade percebemos que precisávamos ampliar as atrações do parque e optamos pelo turismo de aventura pelas condições da natureza. Eu particularmente já me aventurei na tirolesa, no entanto, costumo apenas observar os visitantes e suas reações diante dos brinquedos. AC - Com que frequência visita Maranguape? Nossa cidade está preparada para receber o turista? Além do Museu, no que Maranguape pode apostar pra desenvolver sua economia turística? Everardo Telles: Quinzenalmente estou no museu. Maranguape é uma região maravilhosa para o turismo. Além de sua proximidade com Fortaleza, o acesso rápido, possui um clima, uma história e um nome reconhecido nacionalmente seja pela

AC - Quais são os produtos fabricados pelo Grupo Ypióca, e qual produto vende mais no mercado nacional e internacional? Everardo Telles:Atualmente temos um completo mix de produtos, dentre eles, nossa tradicional empalhada nas versões prata e ouro (envelhecida 2 anos); cachaças saborizadas como a Ypióca Red Fruits, Lemon e Guaraná; Ypióca Orgânica; e nossos produtos Super Premium Rio e Ypióca 160 (ambas envelhecidas 6 anos) sendo esta última com adição de malte. O produto mais vendido no Brasil é a Conta Gotas Prata, e no exterior é a Ypióca Empalhada Prata. AC – E seus filhos, como eles participam da administração do Grupo Ypióca? Everardo Telles: Tenho sete filhos, dos quais seis trabalham na empresa, cinco em cargos de diretoria. Eles participam ativamente da administração do grupo. Faço questão de tratá-los como qualquer outro colaborador, sempre cobrando profissionalismo e disciplina. AC - Como é o seu dia-a-dia, seu contato com os funcionários? Everardo Telles: Trabalho na nossa sede do grupo em Messejana, e visito frequentemente as unidades de grupo. Como diz o ditado: “o olho do dono é que engorda o boi” e, portanto, estou fisicamente presente nas empresas acompanhando a administração delas. Quanto aos funcionários, todos têm acesso direto a mim. Eles sabem que podem bater à minha porta quando quiserem falar diretamente comigo. AC - De onde tirou suas melhores lições de vida? Em quem se espelhou? Everardo Telles: Sempre fui muito observador e, por isso, aprendi muito ao longo da vida. Mas com certeza meus pais tiveram uma grande influência na minha vida, sobretudo meu pai, que me repassou muitos ensinamentos e muitos princípios, os quais transmito para minha família e meus colaboradores.


4

A Cidade, 14 de maio de 2010

os t a f s a o Pess

&

Michelline Andrade michellinemp@gmail.com

CDL apresenta projeto Primeiro Passo A CDL de Maranguape comunica a parceria entre a CDL e a STDS, apresentando o Projeto Primeiro Passo, que visa incluir jovens da rede pública de ensino no mercado de trabalho e propiciar aos lojistas mão-de-obra qualificada a custo zero, por conta do Governo do Estado. Os interessados podem entrar em contato pelos fones: CDL: 3341.2213 (Adaliny) e STDS: 3369.9205 (Fabíola). Maranguape no Passaporte África Dia 23 de maio na Rede Globo às 23:40h vai ao ar a matéria Corredor da Copa que foi filmado no Bairro do Parque Santa Fé. O programa que estreou na Globo no último domingo, mostrará como os moradores se preparam para assistir a Copa. Governo Estadual inaugura obras sociais A caravana do Programa de Apoio às Reformas Sociais (PROARES II) segue viagem desde 4 de maio e já inaugurou 12 equipamentos sociais e assinou seis ordens de serviços. Os municípios beneficiados

foram Maranguape, Tururu, Granja, Bela Cruz, Itarema, Tamboril e Santana do Cariri. Aramicy Pinto na presidência da FBH O médico maranguapense Aramicy Pinto toma posse no dia 18 em Brasília da presidência da FBH – Federação Brasileira dos Hospitais. Aramicy será o primeiro cearense a presidir a entidade. Super Carnes entrega prêmio no mês das mães

No último sábado a Super Carnes entregou o prêmio de um kit de Beleza para a cliente sorteada Edna Maria da Silva Batista. Os clientes que comprarem no mês de maio na Super Carnes estão concorrendo a vários prêmios, entre eles, ventilador, batedeira e microondas. Os próximos sorteios serão nos dias 15, 22 e 29 de maio. Aproveite e compre na Super Carnes.

Segurança Doméstica Por: Daniel Abreu - Técnico de Segurança

Hoje no Brasil enfrentamos muitas dificuldades tentando conscientizar a todos dos riscos que estão expostos, onde quer que estejam; No trabalho ou até mesmo em casa. Atualmente no país o índice de acidentes relacionados ao trabalho está muito elevado, empresas e o próprio governo federal através de seu ministério do trabalho, fazem de tudo para diminuir ao máximo esses números. Mas se você pensa que devemos se preocupar apenas com acidentes em nossos trabalhos, se enganou. Pouco se fala dos acidentes domésticos, pouco se comenta sobre prevenções e cuidados dentro de sua própria casa. Diferentemente das indústrias, em nossas residências não há avaliações de riscos, ou até mesmo inspeções de segurança. Certamente você já se arriscou ao tocar interruptores com as mãos molhadas e até mesmo sem calçados, e por não ter acontecido nada, continua fazendo esse tipo de coisa. Infelizmente o pensamento do brasileiro é esse, “até hoje nunca aconteceu nada comigo, não vai acontecer”. Apesar de ser um pensamento otimista não podemos testar demais nossa sorte, não achas? Faça o certo, o seguro, só manuseie equipamentos elétricos com

helicóptero ajudou no resgate

os membros completamente secos e providos de calçados (abertos ou fechados), no caso dos membros inferiores. Dicas para prevenir acidentes domésticos: - Mantenha sempre o chão de seu banheiro ou área de serviço enxuto, pois, podem levar a escorregões; Ao instalar o botijão de gás GLP, certifiquese de que o mesmo não esteja vazando, e ao usá-lo através do fogão, fique atento para não deixar nenhuma saída aberta, principalmente a do forno; Redobre a atenção ao manusear equipamentos energizados, sejam eletrodomésticos ou instalações elétricas; No caso de problema com algum equipamento elétrico, chame um profissional habilitado; No caso de crianças, tampe todas as tomadas, guarde os objetos que possam ser acidentalmente ingeridos por elas, em locais que só adultos possam alcançar. Pense: “São pequenos atos preventivos que podem salvar vidas”.

17

anos a serviço de

Maranguape Praça Francisco Colares, s/n - Centro - Maranguape - Ceará


A Cidade, 14 de maio de 2010

"Sinal de Vida" na travessia de pedestres

A Cidade em

código como institui o "sinal de vida" na travessia. Apresentado pela deputada federal Perpétua Almeida (PC do B - AC), prevê que o pedestre simplesmente levante o braço para solicitar, nas faixas, a parada do veículo em ruas sem semáforo ou agente de trânsito controlando a travessia. Em vias com grande fluxo de automóveis, os pedestres devem esperar a formação de um "maior número de passantes", diz o texto. Não haverá punição a quem não fizer o gesto, só para o motorista que não respeitá-lo. Segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), 33.996 pessoas morreram em decorrência de acidentes de trânsito no País em 2008 - delas, 5.429 pedestres (16% do total). Não há dados sobre acidentes ocorridos especificamente nas faixas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

By Dadynha Saturnino

Foco

glaudianesat@hotmail.com www.twitter.com/dadynha

Consagrado em Brasília, o ato de levantar o braço ao atravessar a faixa de pedestre - o chamado "sinal de vida"- é tema de projeto de lei que está na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado. E, caso seja aprovado e sancionado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, tornará lei em todo o território nacional um costume que em algumas cidades como São Paulo hoje mais parece um sonho: o de os motoristas pararem para dar passagem aos pedestres. O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) já determina que quem estiver atravessando uma rua ou avenida nas faixas apropriadas "terão prioridade de passagem, exceto nos locais com sinalização semafórica", mas o artigo é respeitado em poucos municípios. O novo projeto em trâmite no Congresso não apenas enfatiza o que está determinado no

5

Dia das Mães!!!

O almoço de Vanda Freitas foi regado a muita tradição, com a presença das filhas, netas, amigas e muito churrasco. Já na comunidade de Jardim/Penedo, o sucesso da Festa foi a presença maciça das mães da localidade! Parabéns mamães!

5º Aniversário Bonekêros dos

PÓS-GRADUAÇÃO UNICID à distancia - ON LINE R$ 99,00

Viva La Vaca: exclusivo!

FVJ presencial - (aos sábados) R$ 150,00

Amanda Maria recebeu na noite do último

Instituto Calumbi - Colégio São José Fone: 8736.9913 / 91648506

dia três, familiares e amigos da Igreja Assembléia de Deus Maranguape no Viva La Vaca para comemorar os seus 18 anos e

E-mail: instituto.calumbi@yahoo.com.br

brindar à sua maioridade. Confira:

Coordenação: Prof. Artur Pinheiro

Aniversariantes (16 à 21/05) 1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

1-Lilianne 2-Olivia 3-Erivanda 4-Paula 5-Claudemir 6-Nickson 7-Patricia 8-Renata 9-Carneiro 10-Daniele


6

A Cidade, 14 de maio de 2010

Festa dos bonekeros

Fique Ligado

Esta edição vem recheada com fotos exclusivas do concorrido “5º aniversário dos bonekêros”, um grupo de amigos que brindam sempre à vida, à amizade e à felicidade. A comemoração aconteceu no último sábado na AABB de Maranguape.

Guardar contas pagas está mais fácil com a nova Lei Por ser uma forma de comprovante de pagamento, as contas pagas devem ser guardadas para eventuais cobranças posteriores sobre o mesmo débito. Mas, por quanto tempo devemos guardar as contas? O prazo recomendado pelas entidades de proteção e defesa do consumidor para guardar contas de água, luz, telefone, consórcios, seguros, convênios médico, mensalidade escolar é de cinco anos. O resultado no fim desse período é armários abarrotados de papeis. No final de julho de 2009, foi publicada a Lei 12.007/2006 que trouxe uma solução para diminuir essa enorme quantidade de papel. Ela obriga todos os fornecedores desses serviços a enviar aos clientes uma declaração de quitação de débito anual. Dessa forma, no lugar de guardar 12 comprovantes por ano o consumidor guardará um único papel que comprovará a quitação do serviço. Mas, nem todos os serviços foram contemplados por essa lei como é o caso cartão de crédito,

condomínio e aluguel. A partir desse mês o consumidor pode procurar o fornecedor e fazer uma solicitação por escrito, mantendo uma cópia ou protocolo do pedido e aguardar um período de 30 dias para receber o comprovante. O Procon destaca que a lei não prevê nenhum ônus para o consumidor em relação à emissão da declaração e caso o consumidor tenha problemas para conseguir esse documento, ele deve fazer uma reclamação junto às agências reguladoras dos serviços públicos (Anatel, Aneel, etc) ou reclamar junto ao órgão responsável ou buscar órgãos de Defesa do Consumidor de sua região. No que se refere a outras contas, relacionamos algumas dicas para arquivamento: Compra de Imóvel: Todos os comprovantes de pagamento, contratos e propostas devem ser conservados pelo comprador até a lavratura e registro imobiliário da escritura; Cartão de Crédito: as faturas e os respectivos comprovantes de pagamento devem ser guardados pelo

período de um ano; Notas Ficais: as notas ficais de compras de produtos e serviços duráveis devem ser guardadas pelo prazo da vida útil do produto/serviço, a contar da aquisição do bem, uma vez que, mesmo após o término da garantia contratual, ainda há possibilidade de aparecerem vícios ocultos; Certificado de Garantia: por ser um ato contratual, tanto de compra de mercadoria, quanto de serviços prestados, têm relevância durante o tempo de validade impresso no documento. Contudo, a guarda deve seguir a mesma regra das notas fiscais; Contratos: em geral precisam ser conservados até que o vínculo entre as partes seja desfeito e em se tratando de financiamento, até que todas as parcelas estejam quitadas e o bem desalienado; Aluguel: o locatário deve guardar por três anos o contrato e os recibos até sua desocupação e, consequente, o recebimento do termo de entrega de chaves, desde que não haja qualquer pendência. Fonte: Procon


A Cidade, 14 de maio de 2010

7

A Seleção de Dunga para a Copa na África

A Copa do Mundo começou nesta terçafeira para a seleção brasileira. E sem muitas surpresas. Dunga não cedeu à pressão de parte da torcida e deixou os santistas Neymar e Paulo Henrique Ganso fora da lista dos 23 jogadores que irão à África do Sul buscar o hexa. Ronaldinho Gaúcho, presente em 2002 e 2006, também está fora. Outra novidade foi a ausência de Adriano, que não atravessa boa fase no Flamengo. No seu lugar foi chamado o atacante Grafite, do Wolfsburg, que só atuou duas vezes com a camisa amarelinha. A seleção estréia na Copa em 15 de junho contra a Coréia do Norte no estádio Ellis Park, em Joanesburgo, às 15h30m (de Brasília). Cinco dias depois, o time de Dunga encara a Costa do Marfim no Soccer City, na mesma cidade e horário. O rival da última rodada do Grupo G é Portugal, 25 de junho, às 11h (de Brasília), em

Durban. A preparação começa a partir do próximo dia 21, com exames médicos e testes físicos no CT do Atlético-PR. A equipe se concentra em Curitiba até o dia 26, quando embarca para a África do Sul. O local escolhido pela CBF para hospedar a seleção é o hotel Fairways, que fica dentro de um gigantesco complexo de golfe chamado Randpark Golf Clube, na região de Randburgo, em Joanesburgo. Na África do Sul, a equipe deverá fazer dois amistosos, ainda sem rivais definidos. Pela norma da Fifa, todos os convocados devem estar liberados pelos seus clubes até 17 deste mês. Julio César, Maicon e Lúcio defenderão o Inter de Milão na final da Liga dos Campeões contra o Bayern de Munique, dia 22, e devem se apresentar com atraso (A CBF ainda vai conversar o trio para acertar a data da apresentação). Outro jogador que

também passa por situação parecida é Luis Fabiano. O Sevilla, clube do atacante, disputa a final da Copa do Rei contra o Atlético de Madri no dia 19. Confira a lista dos 23 jogadores convocados pelo técnico Dunga para a Copa do Mundo; Goleiros: Julio César (Inter de Milão), Gomes (Tottenham), Doni (Roma); Laterais: Maicon (Inter de Milão), Daniel Alves (Barcelona), Michel Bastos (Lyon), Gilberto (Cruzeiro); Zagueiros: Lúcio (Inter de Milão), Juan (Roma), Luisão (Benfica), Thiago Silva (Milan); Meio-campista: Felipe Melo (Juventus), Gilberto Silva (Panathinaikos), Ramires (Benfica), Elano (Galatasaray), Kaká (Real Madrid), Josué (Wolfsburg), Julio Baptista (Roma), Kleberson (Flamengo); Atacantes: Robinho (Santos), Luis Fabiano (Sevilla), Nilmar (Villarreal), Grafite (Wolfsburg).

Receita Federal libera consulta a restituições do IR O contribuinte já poder fazer consultas ao lote residual do Imposto de Renda Pessoa Física de 2008 e 2009. Serão creditadas restituições para 80.732 contribuintes, referentes ao exercício 2009, totalizando R$ 76.351.431,24, já acrescidos de juros de 9,46%. Desse total, mais treze mil contribuintes tiveram prioridade por

serem idosos. Para o lote residual de 2008, as 14.273 restituições totalizam R$ 23.648.568,76 com correção de 21,53%. O dinheiro será creditado no dia 17. A restituição fica disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la mediante o Formulário

Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, disponível na Internet. Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte pode acessar a página da Receita na internet http://www.receita.fazenda.gov.br ou Receitafone pelo nº 146.


8

A Cidade, 14 de maio de 2010

A S S O C I A Ç Ã O D O S P A IS E A M IG O S D O S E X C E P C IO N A IS D E M A R A N G U A P E - A P A E C N P J : 0 1 .6 2 3 .8 1 7 /0 0 0 1 -8 9 N O T A S E X P L IC A T IV A S À S D E M O N S T R A Ç Õ E S C O N T Á B E IS - 3 1 d e d e z e m b r o d e 2 0 0 9

B A L A N Ç O P A T R IM O N I A L – 3 1 d e d e z e m b r o d e 2 0 0 9 C o n ta s P a tr im o n ia is 1 - A tiv o A tiv o C irc u la n te D is p o n ib ilid a d e s C a ix a G e ra l B ancos E s to q u e s M e rc a d o ria s d o B a z a r A tiv o n ã o C irc u la n te Im o b iliz a d o B e n s e m O p e ra ç ã o (-) D e p re c ia ç õ e s , A m o rtiz a ç õ e s e Q u o ta s d e E x a u s tã o 2 - P a s s iv o P a s s iv o C irc u la n te O b rig a ç õ e s d e C u rto P ra z o O b rig a ç õ e s T ra b a lh is ta s , P re v id e n c . e F is c a is P ro v is õ e s P a trim ô n io S o c ia l F u n d o P a trim o n ia l D o a ç õ e s P a trim o n ia is O u tra s C o n ta s S u p e rá v its A c u m u la d o s

2009 1 4 1 .3 0 5 ,5 8 5 1 .2 3 9 ,0 8 5 1 .0 2 8 ,0 8 2 4 .4 2 9 ,4 2 2 6 .5 9 8 ,6 6 2 1 1 ,0 0 2 1 1 ,0 0 9 0 .0 6 6 ,5 0 9 0 .0 6 6 ,5 0 1 4 6 .9 3 6 ,7 3 5 6 .8 7 0 ,2 3

2008 1 7 3 .9 9 2 ,7 3 7 0 .3 9 8 ,0 2 6 0 .8 6 2 ,1 7 2 2 .4 3 2 ,2 9 4 6 .4 2 9 ,8 8 1 .5 3 5 ,8 5 1 .5 3 5 ,8 5 1 0 3 .5 9 4 ,7 1 1 0 3 .5 9 4 ,7 1 1 4 2 .9 7 1 ,3 9 3 9 .3 7 6 ,6 8

1 4 1 .3 0 5 ,5 8 1 5 .9 4 8 ,9 8 1 5 .9 4 8 ,9 8 1 2 .8 5 3 ,9 7 3 .0 9 5 ,0 1 1 2 5 .3 5 6 ,6 0 9 8 3 ,0 0 9 8 3 ,0 0 1 2 4 .3 7 3 ,6 0 1 2 4 .3 7 3 ,6 0

1 7 3 .9 9 2 ,7 3 6 .3 9 8 ,3 4 3 .7 1 8 ,5 6 3 .7 1 8 ,5 6 2 .5 7 9 ,7 8 1 6 7 .6 9 4 ,3 9 4 5 1 ,0 0 4 5 1 ,0 0 1 6 7 .2 4 3 ,3 9 1 6 7 .2 4 3 ,3 9

D E M O N S T R A Ç Ã O D E S U P E R Á V IT O U D É F IC IT – 3 1 d e d e z e m b r o d e 2 0 0 9 R E C E IT A S O P E R A C IO N A IS 3 1 5 .0 5 0 ,1 5 C o n v ê n io s F e d e ra is 3 0 .3 8 8 ,5 7 C o n v ê n io s E s ta d u a is 9 7 .9 6 6 ,8 9 C o n v ê n io s M u n ic ip a is 6 8 .5 2 0 ,0 0 R e c e ita d e M e n s a lid a d e s 3 .2 5 3 ,0 0 R e c e ita d e D o a ç õ e s 5 2 .8 2 9 ,4 7 O u tra s R e c e ita s O p e ra c io n a is 6 2 .0 9 2 ,2 2 D E D U Ç Õ E S D A R E C E IT A O P E R A C IO N A L (1 5 .5 3 2 ,0 5 ) (-) C u s to O p e ra c io n a l (1 5 .5 3 2 ,0 5 ) D E S P E S A S O P E R A C IO N A IS 3 4 2 .3 8 7 ,8 9 D espesas com P essoal 1 9 8 .7 6 7 ,6 4 D e s p e s a s A d m in is tra tiv a s 1 4 1 .3 6 6 ,1 0 D e s p e s a s T rib u ta ria s 1 .4 6 0 ,0 8 D e s p e s a s F in a n c e ira s 7 9 4 ,0 7 R E S U L T A D O O P E R A C IO N A L (4 2 .8 6 9 ,7 9 ) R e c e ita s n ã o O p e ra c io n a is D e s p e s a s n ã o O p e ra c io n a is R E S U L T A D O O P E R A C IO N A L D É F IC IT D O E X E R C ÍC IO

M a ria V irg ín ia F e rn a n d e s d e Q u e iro z P re s id e n te

(4 2 .8 6 9 ,7 9 )

J o s é R ic a rd o T e ix e ira d e A b re u C o n ta d o r C R C -C E 0 1 3 0 5 5 /O -0

I – C O N T E X T O O P E R A C IO N A L : N O T A 0 1 - A A s s o c ia ç ã o d e P a is e A m ig o s d o s E x c e p c io n a is , A P A E - M a ra n g u a p e é u m a in s titu iç ã o b e n e fic e n te , d e c a rá te r e d u c a c io n a l e d e a s s is tê n c ia s o c ia l e , a te n d e n d o p e s s o a s c o m n e c e s s id a d e s e d u c a c io n a is e s p e c ia is n o s a s p e c to s c o g n itiv o s e s e n s o ria l a u d itiv o , a s s o c ia d o s o u n ã o a o u tro s c o m p ro m e tim e n to s , é u m a p e s s o a ju ríd ic a d e d ire ito p riv a d o c u ja m is s ã o é e s s e n c ia lm e n te a d e fe s a d e d ire ito s d a s p e s s o a s c o m d e fic iê n c ia . II – A P R E S E N T A Ç Ã O D A S D E M O N S T R A Ç Õ E S : N O T A 0 2 - A s D e m o n s tra ç õ e s C o n tá b e is e F in a n c e ira s fo ra m e la b o ra d a s e m c o n fo rm id a d e c o m a L e i n º. 6 .4 0 4 /7 6 e R e s o lu ç ã o C F C n ° 8 7 7 /2 0 0 0 , q u e a p ro v o u a N B C T 1 0 .1 9 e N o v o C ó d ig o C iv il. III – R E S U M O D A S P R Á T IC A S C O N T Á B E IS : N O T A 0 3 - A p rá tic a c o n tá b il a d o ta d a é p e lo re g im e d e c o m p e tê n c ia . N O T A 0 4 - O s d ire ito s e o b rig a ç õ e s d a e n tid a d e e s tã o e m c o n fo rm id a d e c o m s e u s e fe tiv o s v a lo re s re a is . N O T A 0 5 - O im o b iliz a d o s e a p re s e n ta p e lo c u s to d e a q u is iç ã o o u v a lo r o rig in a l, v is to q u e a e n tid a d e n ã o p ro c e d e u à C o rre ç ã o M o n e tá ria d e B a la n ç o s e m e x e rc íc io s a n te rio re s , b e m c o m o à D e p re c ia ç ã o . N O T A 0 6 - A s re c e ita s d a e n tid a d e s ã o a p u ra d a s a tra v é s d o s c o m p ro v a n te s d e re c e b im e n to , e n tre e le s , A v is o s B a n c á rio s , R e c ib o s e o u tro s . N O T A 0 7 - A e n tid a d e re c e b e d o a ç õ e s d e p e s s o a s fís ic a s e /o u p e s s o a s ju ríd ic a s . N e s te e x e rc íc io a e n tid a d e re c e b e u a s s e g u in te s d o a ç õ e s : a ) P e s s o a F ís ic a : R $ 2 7 .4 3 8 ,0 3 b ) P e s s o a J u ríd ic a : R $ 2 5 .3 9 1 ,4 4 N O T A 0 8 - A e n tid a d e re c e b e u n e s te e x e rc íc io o s s e g u in te s a u x ílio s e s u b v e n ç õ e s d o P o d e r P ú b lic o : a ) C o n v ê n io s F e d e ra is : R $ 3 0 .3 8 8 ,5 7 b ) C o n v ê n io s E s ta d u a is : R $ 9 7 .9 6 6 .8 9 c ) C o n v ê n io s M u n ic ip a is : R $ 6 8 .5 2 0 ,0 0 N O T A 0 9 - O s re c u rs o s d a e n tid a d e fo ra m a p lic a d o s e m s u a s fin a lid a d e s in s titu c io n a is , d e c o n fo rm id a d e c o m s e u E s ta tu to S o c ia l, d e m o n s tra d o s p e la s s u a s D e s p e s a s e In v e s tim e n to s P a trim o n ia is . N O T A 1 0 - A s d e s p e s a s d a e n tid a d e s ã o a p u ra d a s a tra v é s d e N o ta s F is c a is e R e c ib o s e m c o n fo rm id a d e c o m a s e x ig ê n c ia s le g a l-fis c a is . N O T A 1 1 - A s g ra tu id a d e s o fe re c id a s à c o m u n id a d e c a re n te d e v e ria m o rig in a lm e n te s e r re g is tra d a s s e g re g a d a m e n te n o g ru p o d e c o n ta s D e s p e s a s c o m F ila n tro p ia , n o e n ta n to c o m o a e n tid a d e n ã o e x ig e c o n tra p a rtid a d e s e u p ú b lic o a te n d id o , c o m v is ta s à a s s is tê n c ia p re s ta d a a o m e s m o , c o n c lu i-s e q u e to d a s a s d e s p e s a s c o m p e s s o a l, m a n u te n ç ã o , e tc ., d e v e m s e r e n te n d id a s c o m o g ra tu id a d e s p re s ta d a s . N O T A 1 2 - N o a te n d im e n to a o d is p o s to n o in c is o V I d o a rtig o 3 º d o D e c re to n º. 2 .5 3 6 /9 8 , a e n tid a d e , n e s te e x e rc íc io , c o n c e d e u a s s e g u in te s g ra tu id a d e s : a ) A lim e n ta ç ã o : R $ 1 1 .6 2 7 ,1 6 ; b ) E n s in o P e d a g ó g ic o e A te n d . A s s is te n c ia l: R $ 2 3 9 .3 3 2 ,2 1 ; c ) M a te ria l D id á tic o e D e s p e s a s G e ra is : R $ 9 1 .4 2 8 ,5 2 T e n d o e m v is ta q u e a m e s m a n ã o p re s ta s e rv iç o s , o v a lo r d a s g ra tu id a d e s s u p e ra o s 2 0 % e x ig id o s le g a lm e n te . N O T A 1 3 - A s g ra tu id a d e s c o n c e d id a s p e la e n tid a d e , n o e x e rc íc io , a tra v é s d o s s e u s p ro je to s A s s is te n c ia is , to ta liz a m u m m o n ta n te d e R $ 3 4 2 .3 8 7 ,8 9 (tre z e n to s e q u a re n ta e d o is m il, tre z e n to s e tre z e n to s e o ite n ta e s e te re a is e o ite n ta e n o v e c e n ta v o s ). M a ra n g u a p e -C e ., 3 1 d e d e z e m b ro d e 2 0 0 9

Jornal A Cidade  

Edição Nº 87 de 14/05/2010