__MAIN_TEXT__

Page 1

JORNALZEN ANO 14

AUTOCONHECIMENTO

JANEIRO/2019

BEM-ESTAR

Nº 167

O JORNALZEN completa este mês 14 anos de circulação. Aproveitamos para agradecer aos leitores, parceiros, assinantes e anunciantes pelo apoio à proposta de propagar uma cultura de paz e difundir as mais diversas vertentes do autoconhecimento por meio de um veículo de comunicação comprometido com a causa do bem.

DIVULGAÇÃO

NOVA COLUNA A jornalista Giane Gatti (foto) estreia nesta edição a coluna Conteúdo do Bem (página 2). Palestrante e produtora de conteúdo, ela criou e mantém o blog Conteúdo que faz bem. Lactovegetariana, Giane pratica meditação e se diz “muito ligada” em sustentabilidade. “Precisamos de mais empresas com propósito e valores alinhados à construção de um mundo mais humano, amoroso e sustentável”, afirma. “Isso requer atenção na qualidade das nossas interações diárias”.

www.jornalzen.com.br

CIDADANIA

ZENTREVISTA

Carmen Mírio Pág. 3

CULTURA

SAÚDE


JORNALZEN

2

CONTEÚDO DO BEM

CIÊNCIA DA FELICIDADE No trabalho, cultive o entusiasmo e a gratidão

Eu Original: seu valor é o que você faz ou o que você é? Se eu te perguntar quem você é, por exemplo vai me responder: sou empreendedora, esposa, mãe, amiga e irmã. Mas isso, na realidade, são papéis que você desempenha. Você tem uma essência, que chamamos de Eu Original, que vai além de todos esses papéis. Só que acabamos no identificando com esses papéis. Se perdemos o emprego, ficamos perdidos, muitas vezes, sem saber quem somos. Quando começamos uma jornada interior, entramos em contato com nossos tesouros internos. É como lembrar de quem você realmente é: um ser pleno de paz, paciente, amoroso, tolerante e gentil. Vivemos tempos em que essas virtudes são cada vez mais necessárias nas relações de trabalho, em casa e com os amigos. Ser gentil, respeitoso e tolerante são sinais de força interior e não de fraqueza. É fácil ser legal com quem é bacana.

Mas ser pacienGIANE GATTI te com quem te trata mal, você consegue? Aí está uma grande prova de doação e funciona também como um escudo protetor, porque fazer o bem é bom para você! “Ah! Mas dá muito trabalho. Eu sou assim, não vou mudar. É difícil”, você pode alegar. Eu te respondo dizendo que temos de acabar com as crenças limitantes, sair da zona de conforto e reconhecermos nosso gigantesco potencial de autoaperfeiçoamento. Somos seres singulares. Cada um de nós tem algo único a oferecer ao mundo. E isso requer empenho, coração e mentes abertos e, principalmente, coragem e determinação. Vamos nessa? Giane Gatti é jornalista, palestrante e produtora de conteúdo. É autora do blog Conteúdo que faz bem. conteudoquefazbem.com.br

Novo de mim mesmo Antonio de Pádua Colosso

Feliz Ano Novo! Como poderei ter um ano novo mais feliz? Se algo não mudar além do calendário, poderá o meu ano ser mais feliz? O ano será “novo”, mais eu, com os mesmos “velhos” valores. Urge ser: “novo de mim mesmo”. Mas, como sê-lo? Preciso reavaliar a necessidade de exaltar e valorizar “substitutos” do meu “EU”. Se meu saldo bancário, patrimonial, cultural, reconhecimento social, continuam crescendo, tenho a falsa impressão que “EU” estou crescendo. Não estou. Eles estão. Todos estes itens que possuem importância social os tenho como meus, mas em verdade são da cultura na qual estou inserido. Vieram a mim e de mim sairão. São poeiras sobre o meu “EU”, são máscaras, enfeites sobre o meu

JORNALZEN NOSSA MISSÃO:

Informar para transformar

“EU”, mas não são o “EU”. “Ano novo, vida nova”, diz o ditado popular. Pois bem, como poderei ter VIDA NOVA com os mesmos valores VELHOS? Penso. Preciso ser novo de mim mesmo. Como? Mudando, purificando, evoluindo minha visão sobre a existência, meus valores, reconhecendo que aquilo que é “MEU”, não posso entender como sendo “EU”. O “novo” vem do além, vem da existência, do inconsciente, ou seja, necessito me tornar consciente daquele manancial de paz que me habita e descobrir novos valores e nova visão de mundo. Paz sou EU. Quanto maior minha paz, maior meu conhecimento de mim; quanto menor minha paz, menor conhecimento de mim, consequentemente estarei VIVENDO para os outros e não para mim mesmo. Bem-vindo o NOVO. Antonio de Pádua Colosso é psicanalista, pesquisador do comportamento humano pela Lacaniana Associação Livre de Campinas

DIRETORA SILVIA LÁ MON EDITOR JORGE RIBEIRO NETO (MTB 25.508)

JANEIRO/2019

“É fácil reclamar, mas alguma vez você já expressou gratidão pelo fato de ter um trabalho?” Pense em como seriam as coisas se você não tivesse uma ocupação. O desejo de trabalhar faz parte da natureza humana e o trabalho é sempre recompensado. Mas, é muito difícil tentar dedicar sua vida ao trabalho se você não sabe qual é sua vocação divina. É fundamental encontrar seu lugar na vida. Ao conseguir isso, é como se metade da sua missão tivesse sido cumprida. Não interessa o quanto uma pessoa seja talentosa; se ela escolhe um trabalho que vai contra sua vocação divina, nunca será capaz de alcançar um sucesso verdadeiro. A segunda condição para ser capaz de dedicar sua vida ao trabalho, a mais relevante, é sem dúvida o entusiasmo. Se você não tem suficiente entusiasmo pelo que faz, o caminho do sucesso lhe será bar-

rado para sempre. Somente com empenho e entusiasmo você será capaz de aprimorar seu trabalho. É impossível produzir boa cerâmica sem um fogo forte. O entusiasmo é a joia que supera todas as outras. A razão pela qual Jesus Cristo foi capaz de conquistar tudo o que conquistou é que Ele possuía entusiasmo. A terceira condição é preservar a gratidão no coração. Quando você dedica a vida ao trabalho, é importante que acredite na sua sorte, que compreenda que está sendo protegido por Deus ou que Ele está observando seu trabalho e está satisfeito com os resultados. Tudo decorre da capacidade de expressar reconhecimento, de demonstrar gratidão por algo sublime. Sem o espírito de servir ao Grandioso, será muito improvável que venha a alcançar o verdadeiro sucesso algum dia. O sentimento de gratidão em relação ao Grandioso é a força geradora do entusiasmo.

As reflexões desta coluna são extraídas dos livro Trabalho e Amor, do japonês Ryuho Okawa, pensador, líder religioso e escritor na área da espiritualidade

Há 14 anos o JORNALZEN leva informações positivas e transformadoras para milhares de leitores que mantêm o otimismo em um mundo melhor, praticando atitudes positivas no dia a dia. Através desta jornada ao longo dos anos, a equipe do JORNALZEN sentiu a necessidade de unir e identificar cada uma dessas pessoas conectadas à nossa missão e fortalecer a esperança de um mundo melhor, sempre. Grandes mudanças começam com pequenas atitudes! Você acredita no bem? Participe da nova campanha do JORNALZEN e poste uma foto ou vídeo, no Facebook ou Instagram, fazendo um gesto bondoso, uma atitude positiva ou estando em um estado de plenitude e marque o perfil do jornal com a hashtag #euacreditono bemjornalzen para aparecer em nossos canais oficiais e somar ao nosso movimento de que o mundo pode (e será) cada vez mais do bem. Sigamos acreditando em um mundo melhor juntos – compartilhe e incentive seus amigos e família a postarem também! Instagram JORNALZEN: @jornalzenoficial Facebook JORNALZEN: www.facebook.com/jornalzen

TELEFONES Redação (19) 3324-6062 Publicidade (19) 99109-4566

contato@jornalzen.com.br www.jornalzen.com.br

Publicado por JORNALZEN EMPRESA JORNALÍSTICA LTDA. Fundado em janeiro/2005


JANEIRO/2019

Q

uando era criança, Carmen Mírio via espíritos. “Chorava sem razão, sentia presenças, ...........ouvia coisas, sem contar os pesadelos que me faziam acordar gritando”, conta. O tempo foi passando e Carmen foi crescendo, sempre com a orientação de seus amigos invisíveis. Aos 18 anos, a paulistana ingressou na umbanda e na faculdade de direito. Mais de 20 anos depois, recebeu novas instruções de seus mentores. Segundo eles, era preciso ajustar a rota, pois ela estava pronta para seguir novos caminhos. Sem entender muito bem, Carmen deixou a umbanda e o direito em 2006. Na época, era professora universitária e coordenadora de cursos na universidade. No âmbito espiritual, todos os amigos e mentores estavam com Carmen em um novo formato, mais mental, sutil e intuitivo. Resistindo a deixar de vez o mundo acadêmico, optou por cursar jornalismo. No segundo ano, foi diagnosticada com um câncer de mama. Depois de buscar tratamento e voltar ao trabalho, recebeu a orientação definitiva: “Seja terapeuta”. Em que pese a grande resistência, que a levou a perder tudo, materialmente falando, Carmen compreendeu que a experiência na umbanda e no direito ensinaram a ter disciplina e respeitar a autoridade. E que era hora de aplicar o que havia aprendido. Depois de estudar coach, fez cursos de cinesiologia, apometria, reiki, numerologia e cromoterapia. Até que chegou à psicoterapia reencarnacionista (PR) e à regressão terapêutica. “Foi o momento em que me reergui e me reencontrei”, lembra. Concluída a formação, passou a ser monitora. Em 2013 recebeu de seu amigo invisível a missão de iniciar um trabalho de regressão com crianças e escrever um livro a respeito. Formada em constelação sistêmica familiar com foco na infância, Carmen faz hoje, aos 57 anos, o que mais ama: dar aulas e ensinar. Diretora dos núcleos da Associação Brasileira de Psicoterapia Reencarnacionista (ABPR), ministra palestras e cursos de formação e especialização. Nesta entrevista ao JORNALZEN, Carmen Mírio fala mais sobre a PR e seu trabalho com crianças. Qual a sua visão sobre a PR e que benefícios a técnica pode trazer para as pessoas? A PR foi uma forma que tive para conhecer quem eu sou de verdade. Entender as razões de tudo o que aconteceu e acontece em minha atual encarnação – meus pais, minha infância, meus dramas, dores, minhas escolhas e o resultado de tudo. Aprender o que não consegui nas vidas anteriores. E, finalmente, fazer a retificação interna ou a reforma interior. Vivenciando o que a PR fez

JORNALZEN

3

ZENTREVISTA|Carmen Mírio

RENASCIMENTO

Terapeuta deixou carreiras jurídica e acadêmica para se curar de um câncer e se reencontrar por meio da psicoterapia reencarnacionista

AMANDA LA MONICA

regressão terapêutica nos possibilita fazer os desligamentos de sintonias do passado e de nos conscientizar do que estamos errando há séculos, com possibilidades de mudanças profundas, desde que a pessoa queira e esteja disposta de enfrentar as profundezas do seu inconsciente. Como teve início seu trabalho com crianças e o que tem desenvolvido atualmente? Em 2013, era monitora do curso de formação em PR e me veio uma inspiração para que iniciasse um trabalho com as crianças e escrevesse um livro. Na época, frequentava um centro espiritualista e começamos a receber mãe, pai, avós trazendo crianças com todos os tipos de problemas. Foi aí que formei uma equipe e iniciamos as regressões a distância e presencialmente com as crianças. Atualmente, tratamos jovens com depressão, que se mutilam ou passaram por tentativas de suicídio, com resultados muito positivos. Quais são os seus atuais planos com a PR? Dar continuidade na divulgação dos cursos e da PR para crianças, além de auxiliar no caminho do desenvolvimento e libertação das pessoas que estão dispostas a mudar. Lembrar que estamos provisoriamente encarnados como personas – eu inferior – e que somos seres espirituais – eu superior.

em mim e na minha vida, vejo a mudança que faz na vida das pessoas, através dos tratamentos, no consultório e nos cursos. Na libertação de tantos traumas e dramas do passado – da vida atual e de vivências de outras encarnações ou de vidas passadas – que ainda reverberam no presente. Muitas pessoas sofrem por estarem presas em sintonias do passado atual e de séculos passados.

Qual o propósito da reencarnação? É uma nova oportunidade. Um renascimento para que possamos fazer diferente, refazer o que foi mal feito. Ajustar o que estragamos com as pessoas, nos lugares e nas situações. Rever nossas escolhas, criar novas possibilidades, resgatar as nossas virtudes, acalmar as nossas inferioridades, evoluir os nossos egos. A

“Muitas pessoas sofrem por estarem presas em traumas e dramas, sintonias do passado atual e de séculos passados”

Como avalia a proposta editorial do JORNALZEN? Neste momento planetário precisamos divulgar insistentemente a respeito do conhecimento, do autoconhecimento, das terapias integrativas, dos terapeutas e profissionais da saúde que enxergam o ser humano como um ser integral. Encontro no JORNALZEN um veículo de propagação sério e que ajuda a esclarecer as pessoas leigas a descobrir os caminhos para o bem-estar físico, emocional, mental e espiritual, a qualidade de vida e o caminho para um novo tempo. Que mensagem gostaria de deixar para os nossos leitores? Estamos em um momento muito importante, neste ano de 2019. Precisamos atentar para o nosso mundo interior. Trazemos em nós a partícula divina e é esta que deve ser cultuada e ouvida. Para acessarmos, no entanto, é necessário limpar e desligar nossos registros do passado e que ainda nos prendem e nos sintonizam. Entender nossas inferioridades, enfrentar, descobrir nossas superioridades e equilibrar-se nisso tudo. Ao invés de reagir diante dos fatos, das pessoas e dos lugares, precisamos de equilíbrio e discernimento para agir. Só assim seremos uma sociedade mais justa e feliz.


JORNALZEN

4

JANEIRO/2019

Rumo à Nova Era A Terra está em processo de transição, saindo da condição de Mundo de Expiações e Provas para Mundo de Regeneração. Nesta sua nova fase, tal como ocorre em um estágio escolar, separam-se os Espíritos que evoluíram o suficiente para continuar progredindo na Terra, daqueles que, não conseguindo passar neste processo seletivo, irão habitar outros mundos primitivos, porque suas vibrações não serão mais compatíveis com a da Terra. Aqueles que permanecem na Terra, todavia, não vão encontrar um mundo já regenerado. Eles terão que participar do trabalho de sua construção, tendo por base os princípios contidos no Evangelho, e estarão contribuindo nessa obra, à medida que trabalharem no seu próprio aprimoramento moral e intelectual, vivenciando gradativamente as leis que emanam de Deus, e que foram ensinadas e exemplificadas por Jesus. Como nos vêm informando os enviados do Mestre Jesus, através de várias mensagens, estamos em uma fase de transição. Os seres iluminados que dão amparo e proteção ao nosso Orbe vêm intuindo as mentes humanas para a mudança de atitude, mudança de pensamentos e sintonia, principalmente para o desapego dos bens materiais, que não nos pertencem. É chegado o momento de elevarmos nossos pensamentos para o mundo espiritual, de onde viemos e para onde vamos. O amor Divino vai muito além do que supõem seus seguidores mais lúcidos. As luzes sublimes abarcam todos habitantes do universo, irmanados pelo progresso coletivo. Estamos vivenciando horas difíceis e cruciais para a definição dos rumos de cada indivíduo. Não obstante, são momentos inesquecíveis para a transformação da humanidade, tanto quanto para o crescimento do Bem. O que se objetiva é despertar nos humanos os sentimentos, ou seja, a modificação de pensamentos e atitudes, que fazem parte da nova etapa. E não há mais tempo para se adiarem tais transformações. O que o ser humano precisa é combater em si mesmo os germes

da inferioridade, sendo os mais agravantes a arrogância e o orgulho, e voltar seus olhos pa- JOÃO BATISTA SCALFI ra os menos Vice-presidente do Educandário Deus e a Natureza (Indaiatuba) favorecidos. A sabedoria Divina, sempre abundante em paciência, relegando ao futuro certas cobranças e acertos, vem agora exigir urgência na reforma íntima para o Bem. Assim, aproximamo-nos do momento em que não será mais concedida à humanidade os indefiníveis adiamentos da colheita dos efeitos de suas atitudes. Por isso, guardadas as peculiaridades de povos, nações, grupos civilizatórios e etnias, gradualmente estará sendo substituída a Misericórdia pela Justiça, na intervenção direta para que se atenuem os efeitos danosos das ações humanas. E se os acontecimentos já observados são preocupantes, eles não são nada diante do que os homens poderão provocar se não houver a modificação verdadeira de seu modo de sentir e pensar. Não temos mais tempo para qualquer modalidade de fuga, ou de negligência perante os compromissos com o futuro, que já começou. Unamo-nos fortalecendo-nos, reciprocamente, para que, devidamente reforçados e responsáveis, alcancemos a excelência e realizemos do nosso melhor pela construção do sonhado mundo novo, a começar de nós mesmos e daqueles que estão mais próximos. Aproxima-se, agora, o novo ciclo de profundas transformações por meio do qual se realizará o recenseamento dos que estão marcados pela evolução compatível com a nova era da humanidade e daqueles cujos defeitos ancestrais ainda dominam seu ser. Na hora derradeira, porém, os sinceros encontrarão apoio, os servos do bem serão sustentados, os que aceitarem o sacrifício dos próprios interesses mundanos encontrarão consolação. Fonte: No Final da Última Hora (André Luiz Ruiz/Lucius)

Barão Geraldo - Campinas AGENDA – JANEIRO/FEVEREIRO 2019 Inscreva-se em nosso canal no Wsp: (19) 99117-5544 CONSTELAÇÃO FAMILIAR MUSICAL (Janaína Campos e Adriano Dias) 16/janeiro (quarta-feira), às 19h | 20/janeiro (domingo), às 14h 3 e 17/fevereiro (domingo), às 14h (para constelar: agendar por e-mail; para participar: contribuição consciente) VIVÊNCIA IEMANJÁ – CÍRCULO DE MULHERES (com Janaína Campos) 2/fevereiro (sábado), das 15 às 19h ATENDIMENTO POPULAR THETAHEALING® COM FREQUÊNCIA DE LUZ E SOM (horários no site e agendamento por e-mail: contato@sabiah.com.br) ATENDIMENTO THETAHEALLING® Manifestação de abundância e prosperidade TODA SEMANA NO SABIAH RENASCIMENTO EM GRUPO (com Renata Borges) Prática de respiração meditativa e terapêutica que promove estados de consciência expandida, abrindo espaço para a manifestação do potencial de autocura que reside em cada ser humano – segunda-feira, às 20h (necessário se inscrever pelo e-mail contato@sabiah.com.br) DANÇAS CIRCULARES – Meditação ativa para todas as idades (com Janaína Campos) – quinta-feira, das 18h15 às 19h30 (reinício: 17/janeiro) MEDITAÇÃO SONORA quinta-feira, das 8 às 9h (início: 17/janeiro) GRUPO SAMAÚMA – Preparação para o Parto Natural para Gestantes e Casais – quinta-feira, das 19h30 às 22h (reinício em fevereiro) YOGA MAHI (reinício: 21/janeiro) terça e quinta-feira, das 17h às 18h30 segunda e quarta-feira, das 18h30 às 20h YOGA E MEDITAÇÃO (com a instrutora indiana Neeranjna Bajpai) segunda, quarta e sexta-feira, das 8h30 às 9h30 YOGA MATERNA – Para gestantes e mães com bebês (Paula Ubinha) terça e quinta- feira, às 11h Veja a programação dos CURSOS: www.sabiah.com.br e na página do Facebook. Inscrições e mais informações por email: contato@sabiah.com.br

• GRUPOS DE PATHWORK® • MEDITAÇÃO SONORA • YOGA E YOGA MATERNA • GRUPO SAMAÚMA (Preparação para o parto natural e apoio pós-parto e amamentação) • LEITURA DE AURA • AULAS DE TÉCNICA VOCAL (técnica Alexander) • DANÇAS CIRCULARES • RODAS DE CURA • THETAHEALING® E FREQUÊNCIA DE LUZ E SOM • PSICOTERAPIA SISTÊMICA • GRUPOS TERAPÊUTICOS • FORMAÇÃO EM CONSTELAÇÃO SISTÊMICA Agendamento e mais informações: (19) 99117-5544 (WhatsApp)

Rua Paulo Lanza, 91 (entrada de Barão Geraldo) – Campinas/SP (19) 3327-0910 – contato@sabiah.com.br – www.sabiah.com.br


JANEIRO/2019

JORNALZEN

5


JORNALZEN

6

PANORAMA JANEIRO BRANCO A Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo inicia o ano com ações de conscientização sobre a saúde mental. O objetivo é demonstrar que cuidar da mente é fundamental para o bem-estar e equilíbrio. Professores e funcionários administrativos estão sendo estimulados a indicar um filme que trate de saúde mental. Serão recebidas dicas durante todo o mês de janeiro e haverá um sorteio diariamente. O vencedor receberá um presente para aprimorar a sua saúde. VIRADA SUSTENTÁVEL CAMPINAS As inscrições de projetos para a segunda edição da Virada Sustentável Campinas podem ser feitas até 16 de fevereiro. Instituições e grupos ligados a projetos sustentáveis podem se inscrever pelo site www.virada sustentavel.org.br. O evento – que terá oficinas, palestras, peças teatrais e shows espalhados pela cidade – está marcado para os dias 13 e 14 de abril. Os projetos selecionados serão divulgados em 24 de fevereiro. BOOK DE CARTÕES-POSTAIS O Centro Infantil Boldrini lançou um book de 30 cartõespostais com mensagens inspiradoras em pinturas feitas pelas crianças e adolescentes em tratamento no hospital. Os cartões são destacáveis e podem enfeitar paredes, agendas ou mesas de trabalho. A renda obtida com a venda do book – que custa 10 reais – será destinada ao hospital filantrópico. O book “Sua vida, sua arte” está à venda na loja do Boldrini e nos Espaços Alma Cambuí e Galleria. Também pode ser encomendado pelo e-mail comunica@boldrini.org.br ou pelas redes sociais.

-

JANEIRO/2019

Bom trânsito para nós! Marks Pintija

Câmaras temáticas do trânsito Você já deve ter ouvido a frase “mais uma coisa pra gente fazer” quando uma nova exigência sobre o trânsito foi divulgada, como, por exemplo, as luzes do farol xenon, laudo do motor, novo emplacamento do veículo, adesivo refletivo nos veículos de maior porte e tantas outras normas. O que ocorre é que a evolução das exigências relacionadas a veículos, cargas, passageiros, condutores e documentação em geral vêm crescendo de acordo com o comportamento da sociedade e das legislações que a conduzem. No Brasil as normas são estudadas e propostas, por força do Código de Trânsito, por grupos de técnicos que são os representantes de diversos órgãos e entidades do setor. São as chamadas câmaras temáticas. Elas se reúnem regularmente e seguem o propósito de debater e apresentar propostas a serem transformadas em novas resoluções do Contran – Conselho Nacional de Trânsito. São divididas nos seguintes as-

suntos: educação e habilitação; assuntos veiculares; engenharia de tráfego; saúde e meio ambiente; e legislação e esforço legal. Quando uma resolução é publicada, e que passa a ser exigida em todo o território nacional, entende-se que aquele tema tenha sido bastante analisado e baseado em estatísticas ou até mesmo em demandas judiciais mas, principalmente, relacionado com a segurança viária que é o foco maior de proteção aos cidadãos e a preservação da vida. Como pode se perceber, é fundamental que sejam pessoas técnicas e isentas de privilégios comercias, os escolhidos para os cargos de criação de normas. É o primeiro passo para vivermos em um trânsito mais harmônico e seguro. Marks Pintija é especialista e educador em trânsito

O papel da família Ana Regina Caminha Braga

T

ão importante quanto o papel do professor na educação das crianças é o papel dos pais, afinal, são eles que estabelecem os primeiros ciclos de aprendizagem em casa. Por isso, é muito importante que exista essa consciência por parte dos responsáveis e que eles saibam qual é o dever da escola e o que compete a eles. A cada dia que passa, percebese certa inversão de papéis. Hoje as famílias confiam à educação formal de seus filhos desde muito cedo à escola. É claro que os pais têm consciência do seu papel, mas nem sempre acabam colocando isso em prática, muitas vezes por questão de tempo e a vida agitada que o ser humano vem levando. Porém, essa lacuna pode acarretar problemas futuros na educação daquela criança, e, se não foram tratados com a devida atenção podem evoluir com o tempo. Crianças são crianças, elas precisam estabelecer com seus pais, professores e outros adultos, relações equilibradas para o seu desenvolvimento. Elas precisam de um espaço adequado, no qual as aprendizagens primárias sejam vividas e ensinadas. E cabe aos pais ou responsável estabelecer os primei-

ros limites, os “sins” e “nãos”. À escola cabe educar essas crianças para que elas tenham maturidade para pensar em alternativas, nos problemas que as gerações anteriores deixam como herança e nos novos desafios que serão enfrentados. Para que isso aconteça, é preciso que família e escola caminhem juntas, cumprindo cada uma o seu papel, tendo em vista que pais e professores têm de reconhecer seus papéis na educação das crianças, para que nenhuma instância esteja ausente de seus deveres, como tem acontecido. A sociedade precisa ter consciência de que o papel da escola não é transmitir conhecimentos da educação básica vinda da educação recebida em casa. Isso é responsabilidade dos pais e da família. A instituição de ensino deve ensinar a criança detalhes relacionados à cidadania e os valores éticos, além de ajudar a criança a formar opinião e filosofias de vida. Na instituição se aprende o mundo e suas múltiplas linguagens. Nesta, realiza-se uma caminhada acadêmica, a qual media novos caminhos para uma vida profissional. Ana Regina Caminha Braga é escritora, psicopedagoga e especialista em educação especial e em gestão escolar


JORNALZEN

JANEIRO/2019

Dr. Orestes Mazzariol Bexiga hiperativa Bexiga hiperativa é um diagnóstico clínico definido pela International Continence Society (ICS) como a presença de urgência urinária, geralmente acompanhada de frequência e noctúria (acordar à noite para urinar), com ou sem urge incontinência (perda de urina involuntária), na ausência de infecção do trato urinário (ITU) ou outra patologia óbvia. Ocorre em 9 a 16 % da população em geral. As causas não são bem conhecidas. Há três hipoteses: 1) Neurogênica: a hiperatividade iniciaria-se por excitação generalizada, mediada pelos nervos do músculo detrusor. 2) Miogênica: resultaria da contração espontânea da musculatura que se propaga entre as células musculares. 3) Atividade periférica autônoma: sugere que a bexiga é modu-

lar, e o aumento da sensação vesical resulta em exagerada contração modular e a hiperatividade ocorre devido ao aumento da coordenação modular através do plexo miovesical. O diagnóstico é feito quando há frequência urinária (diurna e noturna), com incontinência de urgência, na ausência de ITU ou outra patologia autorrelatada como incômodo. Deve-se diferenciar bem dos pacientes com incontinência urinária de esforço, que é a perda de urina ao tossir, espirrar ou fazer esforço físico, embora as duas modalidades possam coexistir. Há várias modalidades de tratamento, entre as quais mudança comportamental, medicações, eletroestimulação, aplicação de alta frequência, botox, entre outros. O tratamento deve ser individualizado para cada paciente.

7

2019 – um ano diferente o trânsito. Experimente anPor que não começar o dar de costas por alguns ano de um jeito difeminutos. Vista-se de olhos rente? fechados, mude o relógio Sem planejar... Para de punho. E sinta-se... não cumprir, sem se culPense em coisas que par por não ter realizapoderia fazer para mudo um objetivo, sem codar sua rotina. brar porque o outro não Seja mais generoso fez o que havia te proROSÂNGELA consigo mesmo. metido, sem pensar em VIRGÍNIA FAÉ Psicoterapeuta Anote em um pedarenovação e se frustrar cinho de papel cada vez quando chega o meio do que algo lhe trouxer felicidades. ano e tudo continua igual? Não faça planos, não faça pro- Mesmo que seja por instantes. messas, simplesmente aja de acor- Coisas pequenas, do dia a dia. E do com seus sentimentos, com seu coloque este papel em uma caicoração. Dê espaço para sua intui- xinha. Deixe em um lugar a vista para que você não se esqueça ção fluir. Use o tempo a seu favor. Mu- de anotar, até se transformar em de sua rotina experimentando no- um hábito. No início do próximo ano, abra vas sensações e sinta o que te e leia cada bilhetinho e você se agrada. Nossos neurônios também pre- surpreenderá com o resultado. Este ano, comece de um jeito cisam de exercícios para se renodiferente. Não faça planos nem varem. Faça uma nova rota do traba- promessas. Deixe a vida se enlho para casa e observe as coisas carregar de você. Entregue-se e pelo caminho: paisagens, pessoas, se conheça melhor!

WhatsApp: (19) 99738-1523 | Campinas/SP

WhatsApp JORNALZEN (19) 99109-4566 (19) 99149-1256

PARA ASSINAR E ANUNCIAR

EDITAL DE CITAÇÃO - PRAZO DE 20 DIAS. PROCESSO Nº 0073557-91.2008.8.26.0114. O(A) MM. Juiz(a) de Direito da 8ª Vara Cível, do Foro de Campinas, Estado de São Paulo, Dr(a). Bruna Marchese e Silva, na forma da Lei, etc. FAZ SABER a(o) MARCIA CRISTINA CATO DA SILVA, RG 326843371, CPF 009.861.076-70 e NELSIMAR DA SILVA, RG 272275888, CPF 114.978.998-00, que lhe foi proposta uma ação de Procedimento Comum por parte de Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo CDHU, alegando em síntese: que celebrou com as requeridas o Contrato de Promessa de Venda e Compra do imóvel situado na rua Hum, Estrada Sta Clara Km 01, s/n, nR 130, QA, L 02, B12, Ap 23, CEP 13058-314, Conj. Hab Jd Santa Clara, Campinas, sendo que pagariam o valor pactuado em várias parcelas, restando em inadimplência. A requerente as notificou, porém elas nem a procuraram para uma negociação. Requer que seja declarado rescindido o contrato e que seja desconstituído o vínculo jurídico entre elas. Encontrando-se o réu em lugar incerto e não sabido, foi determinada a sua CITAÇÃO, por EDITAL, para os atos e termos da ação proposta e para que, no prazo de 15 dias, que fluirá após o decurso do prazo do presente edital, apresente resposta. Não sendo contestada a ação, o réu será considerado revel, caso em que será nomeado curador especial. Será o presente edital, por extrato, afixado e publicado na forma da lei. NADA MAIS. Dado e passado nesta cidade de Campinas, aos 25 de janeiro de 2018.


JORNALZEN

8

O ano do coração Um ano novo começa, novas possibilidades e novas escolhas. Sementes foram semeadas no passado, frutos que se colhem hoje. Todos desejam uma vida melhor, mas o ser humano é uma “espécie” insatisfeita por natureza. O que é uma vida melhor? Uns buscam ter sucesso, mas quando conquistam, tornam-se prisioneiros da sua fama. Outros buscam dinheiro, mas nunca estão satisfeitos com o que têm. Existem aqueles que buscam uma paixão ou um amor, mas quando são amados de verdade, não conseguem cuidar de uma relação. Tem outros que querem uma família, um pai ou uma mãe, mas isso nem sempre é possível. E é comum ver aqueles que tem uma família estável, mas que não dão valor e estão sempre desprezando os que os cercam. Outros ainda desejam o “emprego dos sonhos”, mas quando tem uma oportunidade, não arregaçam as mangas para a realidade de uma rotina de trabalho, gostam mais de sonhar. E assim se vive no mundo das ilusões. O que se desejou e se conquistou muitas vezes perde o valor no ano seguinte, ou até pior… no dia seguinte. E chega o ano novo, repleto de novos desejos e novas oportunidades. A verdade é que quem não investe no autoconhecimento e na busca de valores humanos sempre colhe uma constante insatisfação, uma sensação contínua de que falta algo e uma certeza de que nada preenche esse vazio.

Cada ano que começa traz uma esperança de mudança. Mas a verdadeira mudan- MÁRCIO ASSUMPÇÃO ça é interior, Professor de ioga e diretor a c o n t e c e do Instituto de Yogaterapia dentro do coração. Encarar a verdade e admitir que o problema fundamental está dentro de si mesmo. Para o yoga milenar, a solução é estar presente, agir mais e reagir menos. Evitar ficar esperando uma mudança que venha de fora, das outras pessoas ou do mundo. A mudança está na pessoa, pois este é o poder de cada ser humano. Mas também é importante celebrar e valorizar as conquistas. A vida gosta daqueles que vivem na gratidão, daqueles que valorizam o que têm, daqueles que aprendem as lições. A vida também presenteia com sabedoria aqueles que enfrentam as suas dificuldades e as superam. Por isso, busque uma prática de autoconhecimento, uma terapia, um curso, um estudo ou algo que verdadeiramente possa fazer a diferença em sua vida. A vida passa rápido, as oportunidades também. Todos têm uma bússola dentro de si, que é o coração espiritual, onde a razão se encontra com o sentimento. Este coração jamais erra. Deixe ser guiado por ele. Faça deste ano novo o “ano do coração”. Namastê.

JANEIRO/2019

UNIVERSO DIGITAL Amanda La Monica

O ano da abundância Bem-vindos a 2019! Estou muito feliz por mais um ano conversando com vocês sobre o universo digital. Agora, neste primeiro mês do ano, é o momento do planejamento e definição das metas do seu ano. E como nosso foco é o universo digital e o sucesso do seu marketing, trago três dicas para norteá-lo neste novo ano, aproveitando a energia da abundância de 2019: 1) Utilize as redes sociais – Uma dica óbvia, porém importante. Algumas pessoas e empresas ainda não colocaram as redes sociais como prioridade no dia a dia. As redes têm como objetivo comunicar e se seu canal está sempre parado, não está cumprindo seu papel. Lembre-se de criar uma ro-

tina de postagem de conteúdo interessante, criar novas conexões e aproveitar o alcance das plataformas. Ter uma rede social sempre ativa, em pleno 2019, é uma questão de sobrevivência. 2) Defina mentores – Todos nós precisamos de direcionamento e inspiração. Escolha e eleja pessoas que agregam a sua vida profissional e pessoal para acompanhar diariamente. 3) Aproveite a tecnologia – Utilize as ferramentas que a tecnologia proporciona para facilitar a execução do seu planejamento durante o ano. Pesquise e teste softwares e aplicativos que facilitarão suas tarefas e otimizarão seu tempo.

CURSO DE PLANTAS MEDICINAIS E ÓLEOS ESSENCIAIS Cultivo orgânico e uso terapêutico Pedro Melillo de Magalhães agrônomo (CPQBA - Unicamp) Eloísa C. Pimentel de Magalhães médica (clínica CHAI) Data: 23 de Março Sítio São Pedro | Serra Negra-SP www.bemtefazoleos.com.br contato@bemtefazoleos.com.br 19 4141-0051 | 19 99282-8004

HOMEOPATIA ACUPUNTURA FITOTERAPIA AROMATERAPIA Dra. Eloísa Cavassani Pimentel (CRM 63.573)

PARA ASSINAR OU ANUNCIAR, LIGUE: (19) 99109-4566

Dra. Lucia Cristina de O. Setti (CRM 63.863)

Rua Duque de Caxias, 642 - Sala 11 - Centro - Campinas/SP (19) 3234-0357 | (19) 99120-7311


JORNALZEN

JANEIRO/2019

Momento de organizar os sentimentos José Toufic Thomé

P

assadas a eleição e as primeiras semanas de acertos e “bolas fora” da nova equipe que assumiu o comando do País, a população brasileira começa a vislumbrar a possibilidade de que haverá um futuro melhor. Mas a tensão emocional geral se mostra significativamente menor que a pressão angustiante a que fomos submetidos durante o ano que chegou ao fim. No atual período de rescaldo dos sentimentos, advindos desde os impactos dos períodos anterior e posterior ao impeachment, das eleições 2018, e aos quais são acrescentados os quase cinco anos de Operação Lava Jato, a anunciada perspectiva de mudança que emergiu das urnas serve como estímulo ao desenvolvimento da resiliência. E ainda que a realidade do País, um pouco melhor se comparada ao passado próximo, esteja longe de gerar entusiasmo, e estejamos envoltos por incertezas relacionadas à assertividade da equipe que assumiu este mês; se a população não for afligida por novas decepções em relação ao que foi publicizado em campanha, será possível,

avançar rumo à reversão do processo de cisão emocional que observamos há anos. Ao estabelecermos uma analogia entre o processo de recuperação em saúde mental da sociedade brasileira e a reconstrução desenvolvida em tratamentos psicoterápicos, é possível enxergar algumas alternativas de direção a seguir. Os “pacientes” – indivíduos e populações – que apresentam características biológicas, psicológicas, e relacionais subjetivas (diferentes e individualizadas), em função dos diferentes “ambientes” em que estão inseridos, poderão, por exemplo, metabolizar esta cisão emocional através da possibilidade de “dar nomes” ou identificar os sentimentos provocados pela vivência das situações abusivas a que foram sub-

metidos pela quebra da ética, corrupção e contínuas tentativas de distorções da realidade. Agora, com o início do governo, a forma com que as diferentes forças da sociedade irão interagir será determinante para o sucesso desse idealizado “tratamento nacional de saúde mental”. E somente com a amenização dos sentimentos de medo e revanchismo, e da sabedoria de governar democraticamente, com humildade e pluralidade, será possível reconectar os vínculos emocionais que unem a Nação. Convém observar, inclusive, que os veículos de comunicação em geral e as lideranças políticas preteridas na eleição exercerão papel significativo em benefício, ou em prejuízo, da população que almeja a recuperação econômica, social e

9 moral. E se é infantil imaginar apoio ao novo governo, mesmo que em benefício do País, se essas forças ao menos revelarem maturidade para respeitar a escolha democrática e evitarem ações ressentidas e oposição irresponsável, sua atuação irá simplificar o tratamento. Na União e nos Estados, as novas equipes de governo deverão enfrentar o oceano de desafios a que se propuseram, sabendo que haverá pouca tolerância com erros. E isso porque o paciente precisa de cuidados emergenciais. Por outro lado, é indispensável que a sociedade civil, assim como as forças econômicas, políticas e sociais, esteja comprometida com o País e entenda que a prioridade, nesse período, é o bem-estar do paciente. O momento exige controle sobre as paixões, solidariedade e inteligência emocional para restabelecer o equilíbrio mental nacional. Após o desastre e o período mais agudo da crise, a reconstrução exige tempo e a participação efetiva de todos. José Toufic Thomé é médico, psiquiatra e psicoterapeuta psicodinâmico especialista em situações de crises e transtornos da contemporaneidade; presidente da Unidade Brasil da Rede Ibero-Americana de Ecobioética – Cátedra Unesco de Bioética; e presidente da Secção Psiquiatria em Crises e Desastres da Associação Mundial de Psiquiatria.


10

Viva Bem

JORNALZEN

elianamattos@uol.com.br

BATE-PAPO

C

om esse intenso calor de início de ano, hoje nosso Forno & Fogão está mais light. Até para compensar um pouco a comilança das festas de final de ano. Eu nem digo que comi muito. Mas é muita “mistureba”. E, na maioria das vezes, sem nenhum critério nutricional. Agora já foi! Quem “enfiou o pé na jaca” basta entrar nos eixos novamente. Afinal, andar muito na linha, o trem pode pegar, como brincam algumas pessoas. E a vida, para ter sabor mesmo, tem de aceitar algumas digressões! Senão fica tudo muito chato! Vamos, então, começar mais um ano, de preferência com alegria e muita vontade de viver. Se no nosso último Bate-Papo a palavra de ordem foi gratidão, neste, quero que seja esperança. Sem precisar explicar muito. Esperança é o que nos impulsiona a acordar todas as manhãs. Um ótimo 2019 pra você e sua família.

Parabéns, JORNALZEN! 14 anos! Quando penso, não acredito que o jornal chegou até aqui! Não pelo empenho da Silvia Lá Mon, idealizadora principal. Mas por ser um jornal tão diferente, tão direcio-

DICA IMPORTANTE PARA FUMANTES De acordo com artigo publicado num jornal de medicina americano, chegou-se à conclusão que, comparados aos não fumantes, os fumantes podem aparentar ter pelo menos cinco anos mais do que a sua idade real. Repare em alguém que fuma e compare com outro não fumante, só para fazer um teste. Mais uma razão para parar de fumar, né?

nado. E ele não só chegou até aqui, como a cada dia está melhor. Sou feliz por estar com ele desde o seu início. Parabéns a todos e que venham mais aniversários!

Suas mãos estão ásperas? Misture: três colheres (sopa) de mel, uma colher (sopa) de açúcar e duas colheres (chá) de óleo de coco. Passe nas mãos, esfregando uma na outra. Lave bem com sabonete neutro e passe um bom creme hidratante.

JANEIRO/2019

FORNO & FOGÃO Salada no abacaxi Ingredientes: • 1 abacaxi com a coroa • ½ kg de batatas cozidas • 1 peito de frango cozido e desfiado • 2 talos de salsão picado • 1 maçã picada • 2 claras cozidas picadas • Maionese Modo de fazer: Corte o abacaxi pela metade no sentido do comprimento, com cuidado para não quebrar a coroa. Remova a polpa com uma faca, sem

furar a casca. Pique toda a polpa. Deixe as duas partes do abacaxi viradas para baixo, numa peneira. Leve à geladeira. Misture a batata com o frango, o salsão, as claras e a maçã. Tempere com sal e acrescente a maionese. Na hora de servir misture os pedaços de abacaxi. Depois que as metades do abacaxi estiverem bem secas, coloque a salada dentro delas, dando um formato ovalado. Enfeite como quiser e sirva imediatamente. Super-refrescante e bonita.

Bolo de maçã e canela sem açúcar Ingredientes: • 13 ovos • 1½ xícaras (chá) de farinha de trigo • 1 colher (sopa) de fermento em pó • ¼ xícara (chá) de maizena • ½ xícara (chá) de leite desnatado • ½ colher (chá) de cravo moído • ½ colher (chá) de noz-moscada ralada • 1 colher (sobremesa) de canela em pó • ½ xícara (chá) de uvas passas • 2 maçãs descascadas e picada

Modo de fazer: Na batedeira, bata as claras em neve e acrescente as gemas uma a uma. Pare de bater e incorpore delicadamente a farinha de trigo, o fermento e a maisena, intercalando com o leite. Depois o cravo moído, a noz-moscada e a canela. Em seguida, as uvas passas e as maçãs. Despeje em forma redonda (22 cm) de aro removível, untada e enfarinhada e leve para assar em forno moderado por mais ou menos uns 25 minutos.

Sobrou lentilha? Muitas pessoas têm o hábito de fazer lentilha na noite do réveillon. Dizem que dá sorte. Se é o seu caso e sobrou ainda lentilha crua, saiba que ela também é recomendada para pessoas anêmicas por deficiência de ferro. Isso porque ela é das leguminosas mais ferrosas, com 8,6 mg de mineral por 100 g de alimento. Só para fazer uma comparação, o feijão preto não passa de 5 mg e a soja, 8 mg. A maioria das pessoas a usa em forma de sopa ou com caldo, para ser acompanhada de arroz. Aproveite e anote esta dica: para os grãos não escurecerem durante o cozimento, ponha na panela algumas batatas descascadas. Para intensificar o gosto, acrescente uma pitada de noz-moscada. Diz ainda a medicina popular que ela é ótima para gestantes, lactentes, anêmicos, período menstrual e convalescentes.


JORNALZEN

JANEIRO/2019

Marcelo Sguassábia Lua, minguante Lua Um pequeno passo para o homem, um salto gigantesco para a humanidade. Tinha instruções de Houston para falar pausadamente, com boa dicção. Quanta xaropada chapa branca. Frase de efeito, só retórica para humilhar os russos. Mas vai amanhã mesmo para todos os jornais e enciclopédias. E eu vou assumir a autoria dessa imbecilidade. Terra, sua insignificante poeirinha cósmica, você parece ainda mais desprezível vista daqui de cima, sabia? Posso até imaginar os bilhões de habitantes dessa bola azul flutuante, comemorando o feito das formas mais tolas possíveis. As champanhes que certamente estão ainda estourando na Nasa, transbordando sobre os painéis de controle que podem entrar em curto a qualquer momento e me levar dessa pra melhor. E pipocam mais e mais as teorias da conspiração. Que a bandeira na Lua não poderia estar tremulando pois aqui não venta, que a sombra que incide não sei onde não teria como estar batendo ali, etc. Imagino daqui a uma semana o que já não terão inventado… Estou c... e andando, sendo que andar em território lunar é bem mais fácil, menos cansativo e menos perigoso que a outra ativida-

de. Caminhar sem gravidade é uma delícia libertadora. Dar vazão ao número 2, uma aventura guiada por detalhadas instruções. Mas evitemos elucubrações escatológicas, que não é hora para isso. Não combina nada com o sentimento de orgulho americano. O fato é que perdi o sono depois da descida do módulo e dessa caminhadinha besta. O melhor da festa é esperar por ela, e no meu caso foram anos de espera, treinamento duro, sacrifícios familiares, centenas de milhões de dólares investidos pelo governo. Mas chegando aqui… Cadê a emoção, o sentimento de conquista? Não estou sentindo isso, não. O feito já não é novidade, mais algumas horas terrenas e todos os jornais do mundo, que estampam minha cara coberta pelo capacete, já estarão embrulhando taças de cristal em caminhões de mudança. Meus dois colegas dormem a sono solto, e nem por sonho julgariam possíveis essas minhas cogitações. Nesse instante, aprofundo a respiração, tento controlar os batimentos cardíacos e – quem diria – conto carneirinhos. Para ver se embalo e esqueço um pouco desse tédio insuportável. Marcelo Sguassábia é redator publicitário

11


JORNALZEN

12

CULTURAZEN LEONARDO CASSANO/DIVULGAÇÃO

Atendidos pela Associação dos Amigos da Criança (Amic) receberam presentes de colaboradores do grupo Royal Palm na festa de Natal da instituição de Campinas DANIEL DELMIRO/DIVULGAÇÃO

A apresentadora Ana Furtado com o cheque simbólico de R$ 128.190,80 que arrecadou com a terceira edição do bazar beneficente “Todos pelo Inca”, promovido em novembro e cujo valor angariado será usado na reforma do ambulatório de pediatria do Instituto Nacional de Câncer

JANEIRO/2019

Profile for JORNALZEN

Jornalzen Janeiro 2019  

Jornal mensal referência em terapias holísticas, saúde, cultura, educação, bem-estar e qualidade de vida. Há quatorze anos no mercado, circu...

Jornalzen Janeiro 2019  

Jornal mensal referência em terapias holísticas, saúde, cultura, educação, bem-estar e qualidade de vida. Há quatorze anos no mercado, circu...

Advertisement