Issuu on Google+

Distribuição gratuita em Caieiras, Francisco Morato, Franco da Rocha, Jaraguá, Mairiporã, Perus e Pirituba

URBANO

Este jornal não suja suas mãos de tinta!

www.jornalurbano.com.br

ANO 1 Nº 5 | 10 DE JULHO de 2009

Notícias de Dicas de educação. Pág. 6 livros. Pág. 9

Obesidade e saúde. Pág. 9

Talentos Regionais. Pág. 3

Notícias de cultura. Pág. 10

A pele e o frio. Pág. 10

Conheça seu novo trem Ele circulará a partir do ano que vem. Terá ar refrigerado, música ambiente e intervalos de apenas quatro minutos. Será mais confortável e seguro. Andará menos lotado. Pelo menos é o que promete o programa Expansão SP, que pretende mudar a forma como os passageiros são transportados. Saiba mais sobre o projeto chamado pelo Governo de São Paulo de “Metrô de Superfície”. A foto ao lado, cedida pela CAF (fabricante dos novos trens) ilustra o modelo que circula no México - o mais parecido com o que deve servir à nossa região. Veja mais na pág. 7.

Maurício Kubrusly Descaso com os usuários, instabilidade do serviço e má qualidade no atendimento mantém a Telefônica na liderança de reclamações no Procon pela sétima vez seguida. O Jornal Urbano conversou com usuários Saiba mais sobre a Shantalla, a massagem e técnicos e conta para você um pouco dos milenar indiana que vai acalmar as cólicas transtornos que a empresa espanhola causa nas comunicações locais. Pág. 8. do seu bebê. Pág. 9.

conta a história da Santa que caiu do céu em Minas Gerais. Pág. 2

Montadora chinesa Effa apresenta modelo 2009 do monovolume M100. Pág. 2

As férias chegaram! Oba! O Jornal Urbano separou uma série de dicas para você aproveitar o tempo livre, como o Aquário de São Paulo, onde você verá esse tubarãolixa da foto. Págs. 4e5

Conheça Ana Pimentel, a advogada caieirense que dedica a vida a cuidar de animais abandonados. Pág. 10 O Jornal Urbano apoia esta campanha. Doe os agasalhos que você não usa mais e que estejam em boas condições em um dos postos de coleta espalhados no comércio da sua cidade.


10 de julho de 2009 Jornal Urbano

MAURÍCIO KUBRUSLY, O CONTADOR DE HISTÓRIAS

PAPO COM O LEITOR Seguindo uma tendência mundial em toda a imprensa, o Jornal Urbano tem um novo site. Interativo, moderno e de fácil navegação, além de poder baixar todos os números do jornal para seu computador, e imprimir se quiser, o site é também um canal de comunicação seu com o jornal. Aguardamos sua visita no W W W.JOR NA LU RBANO.COM.BR. Seus comentários são muito bem-vindos pelo email contato@jornalurbano.com.br Ainda este mês teremos grandes novidades no site. Assine para receber informações do Jornal Urbano via email. É grátis e quando você não quiser mais é só avisar Nesta edição de nº5 a reportagem foi atrás de 2 mistérios na região para responder às perguntas: 1. Trem, como será a

nova da Linha-7 Rubi, Estação da Luz-Francisco Morato? 2. O que acontece com o Speedy, o serviço de banda larga da Telefônica? Trem - em entrevistas exclusivas ao Jornal Urbano da CPTM e da CAF, o fabricante do trem, o mostramos, com foto, como será o novo trem - que a CPTM prefere chamar de Metrô de superfície - que passará a cada 4 minutos nos horários de pico. Speedy - não faz jus ao nome (em inglês quer dizer rápido). Além dos

problemas que ainda assolam toda a rede de banda larga da Telefônica, escolhemos um caso que conhecemos bem, o do armário CBZ, apelidado de CBZica, que antende a população do Morro Grande, em Caieiras. Por dentro o CBZica é o símbolo da Telefônica de hoje: tecnolgia ultrapassada, espaço insuficiente para expansão e uma confusão de conexões tão impressionante que quem faz a manutenção merecia ser condecorado por eficiência e paciência.

Liberte seus livros! Há alguns anos começamos a carimbar livros que deixávamos em lugares públicos. Abaixo está o texto que você pode copiar ou recortar e colar na primeira página dos livros que você já leu. Depois, deixe em algum lugar público para alguém pegar.

Este é um LIVRO LIVRE! Para ler e depois ser deixado onde outros possam encontrá-lo. Livro é para ser lido, não para ficar esquecido na estante. LIVRO LIVRE!

A Santa que caiu do céu O Padre Luiz estava desolado: não ia benzer a imagem de N. S. das Graças no dia da festa da santa. E todos os fiéis contavam com a novidade no altar da capela. Ele tinha encomendado há tempo, mas a chuvarada transformou a estradinha num atoleiro. Catas Altas da Noruega, encarapitada nas montanhas de Minas, a 142 quilômetros de Belzonte, não teria sua maior festa naquele ano de 1949.

arquivo Jornal Urbano

2

Desolado, o padre... e todos os moradores de Catas Altas ouviram, de repente, um barulho estranho. Que logo aumentou muito. Era um avião da FAB que se aproximava, voando baixo. Coisa mais esquisita, sô... Ali não era rota de avião nem nada. Só que Maurício Kubrusly ele desceu mais e abriu uma porta. E toca a jogar caixas, sacos, pacotes... e uma porção de bolas de futebol. Uma correria geral para pegar aquela “chuva” de presentes. Só um tempo depois apareceu o caminhão da FAB pra recolher tudo. E explicaram: o avião ia fazer um pouso de emergência no aeroporto da Pampulha e tinha de ficar mais leve. O povo não se incomodou em devolver tudo. Menos o milagre. É que andando pelo mato, encontraram três imagens, que tinham caído do avião. Uma do Sagrado Coração, outra de São Sebastião – as duas destruídas. Mas em cima de um monte de cascalho, encontraram uma imagem de N. S. Das Graças... intacta. Que já estava no altar da capelinha, claro. E neste ano, em julho, a festa vai ser grande, em Catas Altas da Noruega. Afinal... são 60 anos do “milagre” da santinha que chegou de avião. Maurício Kubrusly é jornalista, escritor e colaborador do Jornal URBANO. Criou o programa de rádio Sr. Sucesso, trabalhou no Jornal da Tarde e atualmente faz o “Me Leva Brasil” no Fantástico da TV Globo.

NASCIMENTOS, CASAMENTOS, FALECIMENTOS

VEÍCULOS

Caro leitor, a partir desta edição vamos ter esta seção que fica disponível gratuitamente no tamanho padrão 3 linhas. Envie sua mensagem e um telefone para contato. Nesta edição, vamos homenagear também quem deixou um belo exemplo de vida.

M100, da Effa Motors, ganha nova versão

Herói, herói de verdade, é a pessoa correta, decente, que luta, dia-apósdia para cuidar de sua família. É como a maioria. Heróis anônimos. Falando assim soa piegas, mas se vocês tivessem visto o Amâncio. Conheci Amâncio quando vim morar em Caieiras em 1960. Ele morava, e tinha um engenho, ao pé do Morro Grande, e a plantação de cana na serra, longe. De manhã cedo colocava a cangalha na Suzana, sua mula branca. Na volta colocava a Suzana para girar a moenda, tirava a garapa, que ficava fermentando em barris, e depois a destilava no alambique, de cobre. Assim, gota a gota

fez a fama da sua pinga e sustentou a família. Quando Amâncio sabia de algum vizinho em dificuldade, inventava um motivo para abater um porco ou um leitão de sua criação, para levar um generoso pernil de presente. E, quando um vizinho precisou do testemunho de Amâncio em um processo sobre posse de terras, ele decidiu ir. Recebeu ameaças caso fosse. Era fácil, bastava alegar doença e não ir. Mas foi. “O que é certo É certo”, dizia ele. Foi uma de suas poucas viagens à cidade grande. Relutou muito em subir na escada rolante e na frente do Juiz foi a única testemunha de um

dos lados contra seis “testemunhas” do outro lado. Experiente, o Juiz considerou o testemunho de Amâncio genuíno e os outros não válidos. “O que é certo É certo”, dizia ele para o Juiz. Para quem na época era criança, foi um exemplo de dignidade e compromisso com a verdade, desses que marcam para sempre. Amâncio Soares faleceu com mais de 90 anos no final da década de 1970. Ou início da década de 80? Deixou esposa e filhos, um sorriso franco e a frase corajosa: “O que é certo É certo”. Tomas Fischer mora do outro lado da rua e brincava no engenho do seu Amâncio em 1960.

ENTRE EM CONTATO CONOSCO Telefone: (11) 4899-0557. Email: contato@jornalurbano.com.br Endereço: Jornal Urbano - Caixa Postal 715 - Caieiras-SP - CEP 07700-000 Visite o nosso site e conheça todas as formas de entrar em contato conosco:

www.jornalurbano.com.br

foto: divulgação

“O que é certo, É certo”

Effa M100: modelo 2009 da montadora chinesa

A fabricante chinesa Effa Motors apresentou a nova versão de seu monovolume M100, que chegou ao Brasil como “o carro mais barato à venda no país” – posto que divide, hoje, com o Uno Mille Economy Way, da Fiat. As mudanças em relação à primeira versão são puramente estéticas – mudança do lugar da placa, um recorte no capô e a reestilização

das lanternas traseiras. Com motor de 1.0 de 4 cilindros, a gasolina, o carrinho foi feito para suportar o trânsito nas estradas. Pode chegar a 120km/h, mas não foi feito para correr. O portamalas comporta 320l e o M100 vem de fábrica com alguns itens considerados “opcionais” em outros da mesma categoria, como ar condicionado e vidros elétricos.

A Effa Motors, por enquanto, possui apenas uma oficina habilitada em São Paulo, no bairro do Sacomã. O M100 não é flex – roda apenas a gasolina. Em teste de longa duração, de 5.200km, feito pela revista Quatro Rodas, o carro chegou a fazer 19,4 km/l. A versão atualizada do pequeno custa R$ 23.980 e já está disponível nas revendas Effa.

EXPEDIENTE O Jornal URBANO é uma publicação quinzenal com distribuição gratuita produzida pela Fischer & Zenza Editores Ltda. Jornalista responsável: Tomas Fischer - MTB 12.134 Editora-chefe: Gisele Berto Repórter: Roniel Felipe Redação: (11) 4899-0557 imprensa@jornalurbano.com.br

Comercial: publicidade@jornalurbano.com.br Caixa Postal 715 - CEP 07700-000 - Caieiras - SP Dúvidas, críticas e sugestões: contato@jornalurbano.com.br

O conteúdo desde jornal pode ser reproduzido, desde que citada a fonte Jornal Urbano. Colunas e artigos publicados por terceiros não refletem necessariamente a opinião deste Jornal.


10 de julho de 2009 Jornal Urbano

Professor de arte-circence planeja montar circo-escola em Caieiras Depois de assistir a muitos espetáculos – e de insistir muito com os pais, o pequeno Bruno, de oito anos, conseguiu o aval para seguir a profissão e, aos oito anos, passou a viver no picadeiro. Sessenta anos passaram. Mas a paixão pelo circo continua. Todas as quartas-feiras, no Centro Cultural de Caieiras Isaura Neves (Cecin), o artista morador da Vila Marcelino passa um pouco de sua sabedoria para 57 alunos, das mais variadas faixas etárias. “Ensino números de chão como malabares, pratos bailarinos, monociclo, rola-rola e bambolê. Tem pais que vem trazer os filhos e acabam participando das aulas”, diz. Ensinar a arte circense não é uma experiência nova

TALENTOS REGIONAIS

para Bruno Edson, que já trabalhou no circo da família do ex-Trapalhão Dedé Santana e tem no seu currículo participações em filmes como Carandiru e Menino Arco-Íris, de Ricardo Bandeira. “Em um circo escola é possível ensinar todas as técnicas circenses para 200 aprendizes”, diz Bruno, que passou mais de 10 anos de sua carreira lecionando em circos-escola na capital.

foto: Roniel Felipe

RONIEL FELIPE O artista circense e ator Benjamin Bruno do Carmo vê a cidade como o palco perfeito para a realização de seu sonho: a criação de um circo-escola para desviar jovens e crianças do caminho do crime e manter viva a tradição circense. Mineiro, Bruno Edson, como é conhecido no mundo do circo, deu suas primeiras cambalhotas em Franco da Rocha, cidade que veio morar acompanhado dos pais, quando tinha cinco anos de idade. Ainda muito novo, o menino de Itajubá já sabia o que gostaria de ser quando crescesse. “É isso que eu quero ser. Quero ser artista de circo”, recorda as palavras ditas aos pais enquanto assistia a um espetáculo no circo Nhô Pai.

3

O show tem que continuar Diferentemente dos tempos de ouro vivenciados por Bruno Edson quando começou sua carreira artística, fazer circo hoje em dia tem sido uma tarefa cada O sonho de Benjamim Bruno é disponibilizar a arte do circo para as crianças caieirenses vez mais difícil no Brasil. “O circo passa por dificuldades funcionamento. Obter es- por causa da qualidade dos negociado com autoridaporque o governo exige ses documentos é caro, e artistas. Companhias tradi- des locais a criação de um muitos laudos e alvarás de como o valor da bilheteria cionais como Vostok, Circo circo-escola em Caieiras. é baixo, as despesas acabam Garcia e Orlando Orfei não “O projeto está sendo elasendo maiores que o lucro”, existem mais devido ao fim borado de acordo com as lamenta. Segundo o artista, da tradição. Outro proble- possibilidades dadas pela a qualidade das atrações de ma é que o circo parou no Prefeitura. Espero que até hoje é baixa devido à que- tempo”. Para ajudar a solu- o início de 2010 tenhamos bra de uma tradição trans- cionar essa situação e ainda tudo pronto para formar mitida de geração a gera- levar lazer às crianças, jo- jovens artistas adaptados ao ção. “O espetáculo piorou vens e adultos, Edson tem dias atuais”, conclui. foto: divulgação

Island U2 Cover

ESPORTE REGIONAL

Morato leva quase 300 atletas aos 53º Jogos Regionais

O grupo de Mairiporã faz shows em eventos da cidade e barzinhos

A paixão pela música e a postura engajada do grupo U2 fez nascer a banda mairiporense Island U2 Cover. Tocando covers dos irlandeses, o grupo formado por Eder Martins (vocais), André Ribas (guitarra), Mário Kvinte (baixo) e Fisher (bateria) apresenta-se, principalmente, em eventos como aniversário da cidade e festas locais. O maior público foi no aniversário de Mairiporã, quando tocaram para 3 mil pessoas. A banda nasceu há 11 anos, com o nome de Island Band. Em 2004, com nova

formação, mudou o nome assistir o filme “Pink Floyd para Island U2 Cover. - The Wall”. Para conciliar o dia-a-dia A escolha do U2 para fazer dos músicos com os ensaios covers não foi apenas pela a banda tenta fazer com música. A atitude contou que as apresentações se re- bastante. “Percebemos que alizem aos finais de sema- as músicas do U2 funcionam na, apesar de nem sempre como alimento espiritual ser possível. Da mesma e as pessoas não saem de forma, os ensaios são mar- uma apresentação da mescados em função das apre- ma forma como chegaram”, sentações e cada integrante conta Eder. “Na busca por trabalha individualmente o um mundo melhor, a única repertório. “Assim, quando bagagem que devemos levar nos juntamos, o trabalho já conosco é o amor”. está praticamente pronto”, diz Eder, vocalista e líder da Island U2 Cover - www.islanbanda, que descobriu o ca- du2.com.br. Telefones (11) minho da música depois de 2507-3951 e 9510-4744.

Enquanto muitos jovens descansam durante as férias de julho, atletas dos municípios da região estão suando a camisa para fazer bonito nos Jogos Regionais. Coordenada pela Secretaria de Esporte, Lazer e Turismo do Estado de São Paulo (SELT), a competição desse ano promete. Em sua 53ª edição, o evento esportivo quebra um recorde de participações com 455 cidades e 75.888 atletas inscritos. A primeira fase das competições, que começou dia 29 de junho e vai até o dia 12 de julho acontece em Arujá, Atibaia, Votuporanga e São Roque. De 15 a 29 de

julho, Santo André, Pirassununga, Franca e Osvaldo Cruz serão as sedes da segunda fase da competição. Segundo o coordenador da divisão de esportes da SELT, Nelson Gil, os jogos regionais funcionam como seletiva para os Jogos Abertos. “Todos os municípios participantes que tiveram bons resultados disputam entre si o título de campeão dos Jogos Abertos do Interior, que em 2009 será realizado no município de São Caetano do Sul”, explica. Dentre as cidades da região que disputam os Jogos Regionais o destaque fica para Francisco Morato.

Formada por quase 300 atletas que competirão em 27 das 35 modalidades possíveis, a delegação moratense espera superar os resultados obtidos no ano passado. “Ficamos em 5º lugar geral da 2ª divisão no ano passado. Foi a melhor colocação entre todos os municípios de nossa região. Para esse ano, temos chances de medalhas em todas as modalidades que competiremos”, diz Claudemir Correia Leite, da Secretaria de Esportes de Francisco Morato. Pindamonhangaba foi eleita a sede dos Jogos Regionais de 2011.

www.jornalurbano.com.br Seu jornal, todo dia, na internet


10 de julho de 2009 Jornal Urbano

foto: Glória Jafet

Chegaram as

férias!

Zoológico de São Paulo Mais tradicional, impossível. Visitar o Zoológico ainda é um dos programas mais divertidos para se fazer com as crianças, especialmente agora, quando é tão difícil encontrar animais. Com seus quase 900.000 m² e mais de 3200 animais o Zoológico de São Paulo conta com aproximadamente 200 espécies de aves, 100 de mamíferos, 98 de répteis, além dos anfíbios e invertebrados. Animais raros como o rinoceronte branco e micos-leões também são encontrados no espaço que comporta as históricas nascentes do Rio Ipiranga e uma área da Mata Atlântica. Além da fauna e a

flora, o Zoo de São Paulo possui berçário, lanchonetes e livrarias direcionadas a assuntos ecológicos. O Zoo disponibiliza a visita noturna, também, para quem quiser acompanhar os grandes mamíferos de hábitos noturnos, como leões e hipopótamos. Mas a agenda para estes passeios está esgotada até outubro.

somente quando for feriado ou véspera de feriado Crianças até seis anos não pagam. Crianças de 7 a 12 anos: R$ 3,50. Acima de 12 anos: R$ 13 www.zoologico.sp.gov.br Quem vai de transporte público pode usar o serviço Ponte Orca - um micro-ônibus que sai do terminal Jabaquara das 8h30 às 17h e tem capacidade para transportar Zoológico de São Paulo 20 pessoas por viagem. De Avenida Miguel Stéfano, terça a sexta-feira o interva4241 - Água Funda - São lo médio da Ponte ORCA Paulo - SP - CEP: 04301- Zoo é de 30 minutos. Aos 905. Tel: (11) 5073-0811 sábados de 15 minutos e aos Horário de Funcionamen- domingos de oito minutos. to- 9h às 17h - de terça a O preço do transporte é R$ domingo - fechamento da 3,30. O tempo de viagem bilheteria: 16h30 h do terminal ao Zoológico é *Abre às segundas-feiras de sete minutos.

Zooparque de Itatiba foto: divulgação

Aquário de São Paulo

Cavalosmarinhos e réplica de navio naufragado são algumas das atrações do Aquário de São Paulo

Aquário de São Paulo Rua Huet Bacelar, 407 - Ipiranga - São Paulo / SP - Tel: (11) 2273-5500. Todos os dias, das 9h às 18h. Preço: Passaporte único: R$20. Pessoas com mais de 60 anos pagam: R$10. Passaporte próprio para visitas noturnas: R$60. Grátis para crianças até 3 anos e portadores de deficiência física. Às segundas-feiras o preço único é R$10.

Trilhas de São Paulo O programa ecoturístico Trilhas de São Paulo, criado pela Secretária do Meio Ambiente do Estado e da Fundação Florestal, é um prato cheio para quem está de férias mas não dispensa aventuras radicais. É composto por 40 trilhas de diversas regiões do Estado, que foram divididas de acordo com a dificuldade para percorrêlas: baixa, média e alta. O programa busca a conservação dos parques através

da renda obtida com o projeto. Além dos brindes que o participante ganha por percorrer e completar as trilhas, por R$ 5 os participantes podem comprar um passaporte que serve para documentar as viagens realizadas e possui mapas e informações dos roteiros. Ao todo, são 19 unidades de conservação com animais raros, plantas exóticas e atividades radicais como rafting e mergulho, em sua maioria acompanhadas com

monitores. Os percursos escolhidos para o programa receberam investimentos em infra-estrutura, como reformas em banheiros e instalação de placas para orientar os visitantes, mas cada trilha tem uma história diferente e, consequentemente, uma nova aventura. Trilhas de São Paulo www.trilhasdesaopaulo. sp.gov.br Passaporte: R$5 (encontrado nas Sedes dos Parques)

foto: Acervo Fundação Florestal

Para quem já conhece o Zoo de São Paulo e deseja ter um contato mais próximo com os animais, o Zooparque de Itatiba é uma ótima pedida para as férias. Como todo zoológico, a principal atração do parque fundado há 10 anos, são os bichos. Porém, diferentemente dos demais parques, em Itatiba os animais ficam soltos em recintos que reproduzem seu habitat. Assim, o visitante não só conhece o animal, como também um pedaço de seu ecosssistema, como por exemplo a Savana Africana onde os rinocerontes brancos, espécie rara e em extinção, ficam soltos e misturados com zebras e aves típicas da África. Além dos mais de 1400 bichos, que podem ser observador durante o passeio por uma trilha de 3km, o Zooparque

Mais de um milhão de litros de água do mar, passeios noturnos e centenas de espécies da fauna marítima. Essas são algumas atrações do Aquário de São Paulo, oceanário que abriu suas portas há três anos mas aos poucos foi ganhando novos moradores até receber o título de “maior oceanário da América do Sul”. O visitante que vai até o Ipiranga imaginando que o aquário tem apenas bichos marítimos se engana. Além de animais raros como o tubarão branco e a tartaruga mordedora, o Aquário de São Paulo possui um museu de Paleontologia, um vale dos Dinossauros e um cinema trimensional que mostra a evolução humana. Outros destaques do primeiro oceanário temático sul-americano são as os morcegos gigantes da Ilha de Java, mais conhecidos como Raposas-Voadoras.

Um mês de pernas pro ar – mas sem essa de cair na tentação de ficar na frente da TV jogando videogame! Tem tanta coisa para fazer que dá para escolher. Se a grana é curta para viajar, aproveite o que tem de mais legal para fazer indo de trem e ônibus. Veja o que é a sua praia e boas férias!

fotos: divulgação

4

Elefanta Honey com tratador no Zooparque Itatiba

oferece serviços de restarante e uma loja de lembranças. Zooparque de Itatiba Rodovia D. Pedro I, km 95,5 – Itatiba Horário de Funcionamento: das 9h às 17h diariamente Ingresso: R$20 (adulto) e R$10 (crianças, estudantes e pessoas com mais de 60 anos)

Trilha do Silêncio, no Parque Estadual do Jaragua


10 de julho de 2009 Jornal Urbano

um meliponário (coleção de colmeias de abelhas sem ferrão). Outro destaque do parque é o curso de equitação, que ensina montaria a interessados de 6 a 60 anos. Parque da Água Branca www.parqueaguabranca. sp.gov.br Av. Francisco Matarazzo, 455 - Água Branca - São Paulo-SP . Próximo ao Metrô Barra Funda. Tels: (11) 3865-4130/ 4131. Funciona todos os dias das 6h às 18h . Entrada e estacionamento gratuitos.

Horto Florestal

e desde então o Parque Água Branca tornou-se opção de lazer para crianças e adultos. Caminhadas, cooper, meditação, passeios são comuns nos dias de semana, enquanto aos sábados e domingos, o público lota espaço para simplesmente passear e participar de eventos. Outro destaque do parque Água Branca são as exposições e seus bichos. Há coleções de insetos, aquários, espaços reservados para aves, ovelhas, cabras e bois, observatórios de pássaros e

Crianças se divertem no playground do Horto Florestal

No fim da rua Horto, dentro do Parque Estadual da Cantareira, a onze quilômetros do centro de São Paulo. Essas são as coordenadas para quem deseja chegar ao Parque Estadual Alberto Löefgren, também conhecido como Horto Florestal. Batizado com o nome do naturalista sueco e seu primeiro diretor, a história do Horto Florestal começou no século passado, precisamente m 1896, com a desapropriação do Engenho da Pedra Branca. Pelos 174 alqueires que compõem o parque estão espalhadas árvores como pinheiro-do-brejo e criptomeria, e nativas, como pau-brasil, carvalho-nacional, pau-ferro e jatobá, além de animais como tartarugas, garças, macacos-prego, capivaras, patos, gansos e pássaros silvestres. Outra atração para os visitantes é o Museu Florestal Octávio Vecchi (Museu da Madeira). Inaugurado em 1931, o espaço conta com amostras de madeira raras que lhe valeram o título de maior acervo de madeiras da América Latina.

foto: Ivens Riboldi

Tombado em 1996 pelo CONDEPHAAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado), o Parque Dr. Fernando Costa foi criado em 1929. Inicialmente, os mais de 136 mil metros quadrados do Parque Água Branca, como é mais conhecido, eram destinados a exposições de gado e provas zootécnicas. Porém, com a chegada dos anos 80 as exposições foram transferidas para o Parque Barra Funda,

foto: Acervo Secretaria do Meio Ambiente

Parque da Água Branca

5

Sede do Parque da Água Branca

Parque Estadual Horto Florestal Rua do Horto, 931 - Horto Florestal - Zona Norte - São Paulo (Metrô Santana) Fone: (11) 2297-5052 - www.hortoflorestal.com.br. De segunda a domingo, das 6h às 18h. Entrada Gratuita


6

10 de julho de 2009 Jornal Urbano

EDUCAÇÃO

Novo Enem pode encurtar caminho do vestibulando à universidade

Após pouco mais de uma década de existência, o tradicional Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, está mudando. Antes os pontos obtidos na prova eram utilizados como critério de desempate para o estudante assegurar uma cadeira na universidade. Até o final do ano, em alguns casos, por meio do Sistema de Seleção Unificada será possível iniciar carreira acadêmica apenas usando a nota obtida no Enem. Ou seja: sem ter que passar pelo vestibular. Nesse novo sistema o candidato a uma vaga no ensino superior poderá concorrer a cinco cursos ou instituições, mas apenas naquelas universidades que adotarem o Enem como única forma de ingresso. Nesse sistema, as universidades informarão quantas vagas têm disponíveis para cada curso, e qual é o peso que cada uma das áreas do conhecimento terá na nota final do aluno. Quem participou do Enem 2009 se inscreverá nesse sistema, que

calculará sua nota final, já com os pesos estabelecidos. Com os resultados em mãos, o aluno poderá simular inscrição em até cinco cursos ou instituições, durante todo o período em que o sistema ficar disponível na Internet. Os estudantes que desejam ingressar em uma instituição de ensino que não adotou o Sistema Unificado também ganharão com o novo Enem - as notas da prova que agora será composta por 200 questões alternativas e que acontecerá nos dias 3 e 4 de outubro, de 2009, podem ser usadas como substituição da primeira fase do vestibular, na obtenção de vagas que sobraram e até mesmo após o encerramento das provas. O uso do Enem como nota adicional ainda existe, mas o Comitê de Governança do novo Enem definiu o prazo de três anos para a consolidação do processo de seleção unificada para todas as universidades federais. Algumas universidades particulares já declararam que planejam usar o novo Enem.

Por dentro do novo Enem:

• Apenas as Universidades Federais são obrigadas a adotar o novo Enem, e têm um prazo de três anos para se adaptarem. Para todas as outras, a adesão é opcional. • Serão 200 perguntas com cinco alternativas. Até o ano passado, eram aplicadas 63 questões. • A prova está prevista para os dias 3 e 4 de outubro. A divulgação das notas nas questões de múltipla escolha ocorrerá em 4 de dezembro. O resultado final, incluindo a redação, sai no dia 8 de janeiro de 2010, de acordo com o Ministério da Educação (MEC). • A prova continuará a avaliar habilidades e competências. O MEC afirma que o conteúdo cobrado deverá se aproximar um pouco do que é exigido nos vestibulares. O Enem passará, então, a exigir mais conteúdo do que nas edições anteriores. • Serão avaliadas quatro áreas do saber: idiomas (incluindo redação), ciências humanas, ciências da natureza e matemática. Cada uma das áreas deverá ter cerca de 50 testes. • De acordo com o MEC, a decoreba será extinta no novo Enem. Dessa maneira, não é necessário lembrar as fórmulas, pois as questões deverão fornecê-las. Mas isso não significa que a pergunta vai ficar mais fácil. Será necessário ter bom conhecimento das disciplinas e saber, de verdade, utilizar as fórmulas. • Pela nova proposta, a idéia não é cobrar conhecimento enciclopédico de datas. Ou seja, os testes não deverão conter pegadinhas sobre anos ou dias de determinados fatos históricos. O que será cobraENEM 2009 - Inscrições até o dia 17 de julho do do candidato é o conhecimento aprofundado da história, da relação entre os fatos e as implicações Inscrição em: www.enem.inep.gov.br/inscricao do conhecimento do passado no presente. • As atualidades cobradas nos vestibulares tradicionais Taxa: Alunos concluintes do ensino médio em escolas e o próprio Enem antigo continuarão a ser abordapúblicas se inscrevem no Enem gratuitamente. Também dos de maneira contextualizada. Ou seja, elas sernão pagam taxa todos os participantes do Exame Nacional vem como “gancho” para formular um teste ou para para Certificação de Competências de Jovens e Adultos o tema da dissertação. Sempre é bom estar infor(Encceja) 2006, 2007 e 2008. Nas demais situações, o valor da taxa de inscrição é de R$35, como no ano passado.

Novo programa de alfabetização para jovens e adultos Inscrições começam em agosto em todo o Estado A Secretaria de Estado da Educação inicia no segundo semestre de 2009 o Programa Alfabetiza São Paulo, destinado à população analfabeta com mais de 15 anos idade. As inscrições são gratuitas e serão abertas em agosto nas escolas da rede, ONGs e universidades parceiras. O curso será equivalente aos primeiros quatro anos do Ensino Fundamental. O programa vai funcionar com apoio de ONGs, universidades e profissionais do Programa Escola da Família. As aulas serão ministradas em espaços utilizados pelas ONGs, universidades e nas escolas da rede esta-

dual de ensino, durante os finais de semana. “A flexibilidade de locais e horários tem o objetivo de atender às necessidades do público que o programa vai atingir. Na maioria dos casos, os interessados deixam de concluir o curso por causa do emprego ou por falta de tempo”, explica a professora Huguette Theodoro, do Centro de Estudos e Normas Pedagógicas da Secretaria de Estado da Educação. Por esse motivo, também não existirá carga horária ou prazo para conclusão. O aluno poderá finalizar o conteúdo referente a cada ano de acordo com o seu ritmo.

Ao final do curso, o aluno poderá realizar um teste de escolaridade em qualquer unidade da rede. O resultado desse teste será o suficiente para que o candidato ingresse na 5ª série do ensino fundamental e continue sua vida escolar. Educação prisional O programa Alfabetiza São Paulo também será levado para dentro das prisões do Estado. As aulas serão ministradas por meio de parceria com ONGs que já atuam nas unidades prisionais. Cerca de 4% da população prisional de São Paulo é analfabeta.

mado, para ter facilidade ao elaborar relações entre conteúdos e construir argumentos em um texto. • Em 2009, a prova não terá perguntas de língua estrangeira. Para 2010 são previstas perguntas de inglês e espanhol. O MEC ainda não definiu se o candidato poderá fazer a escolha entre um ou outro idioma. • A nova norma de escrita também poderá ser usada no Enem. Segundo o decreto que regulamenta o acordo ortográfico, é possível escrever de acordo com a norma antiga até 2012. Os examinadores terão de aceitar as duas grafias.

Professor pode comprar laptop mais barato Os cadastrados no ‘Programa Computador do Professor’ devem confirmar interesse até o dia 27 de julho

A Secretaria de Estado da Educação reabriu o Programa Computador do Professor para os professores cadastrados que não puderam comparecer ao Banco Nossa Caixa para formalizar o contrato de financiamento e adquirir seu computador. O programa já beneficiou 43 mil

educadores com financiamento bancário em até 24 meses sem juros. Os professores terão até o dia 27 de julho para confirmar o interesse no programa, e se necessário, atualizar seus dados pelo site www.professor. sp.gov.br . A Secretaria vai contactar os interessados na primeira quinzena de agosto. “Queremos que todos os professores tenham a oportunidade e facilidade de adquirir seu computador pessoal, que poderá ajudá-lo dentro e fora da

escola”, diz o secretário Paulo Renato Souza. Como funciona O Programa Computador do Professor facilita a aquisição de laptop por R$1.738 em até 24 vezes mensais, sem qualquer cobrança de juros – que são pagos pelo Governo As parcelas mensais para financiamento em 24 meses, por exemplo, são de R$72,42. Webcam Em agosto, a Secretaria de Estado da Educação vai receber 15 mil webcams que serão distribuídas, gratuitamente, aos professores que já compraram laptops.


10 de julho de 2009 Jornal Urbano

7

Vem aí o Metrô de Superfície! Mais conforto e viagem em menor tempo na linha Rubi, da Estação da Luz a Francisco Morato trens possuem ar refrigerado, excelente ergonomia e um sistema de comunicação auditiva digitalizada que ajudará os deficientes visuais”, explica. As novidades informadas pela CAF e pela própria CPTM contrastam com

Paulo trabalhar. Ainda de acordo com a CPTM e a CAF, os 20 veículos destinados à Linha Rubi terão sistema de monitoramento por câmeras e detecção e extinção de incêndio e um sistema antitravamento

tuação deve melhorar. “Com os novos veículos, a modernização da sinalização, vias e rede elétrica o intervalo de chegada deve cair para quatro minutos”, informa a Assessoria de Imprensa da CPTM. foto: CAF Brasil

RONIEL FELIPE Arrojado, moderno, seguro e confortável. Essas são algumas características do Metrô de Superfície, o novo modelo de trem que até 2010 rodará na Linha A (Luz-Morato). “Ao total são 40 novos para trens para a CPTM. Nós estamos transformando, gradualmente, a CPTM em metrô de superfície, dando-lhes o mesmo padrão de qualidade do Metrô”, afirmou o Governador José Serra, durante a inauguração da fábrica da Construcciones y Auxiliar de Ferrocarriles (CAF), multinacional espanhola que fabricará as composições. Alberto Epifani, diretor de planejamento da CPTM e um dos principais responsáveis pelo processo de modernização dos trens, colocou a reforma da linha que cobre Caieiras, Franco da Rocha, Francisco Morato, Perus e Pirituba, ao lado da linha 12 (BrásCalmon Viana), como prioridades da companhia. “Pela população e pelos números de usuários, a linha 7 é a que mais tem recebido investimentos. A qualidade do serviço está muito abaixo da necessária e desejada pela CPTM”, disse em entrevista exclusiva ao JORNAL URBANO. De acordo com o Agenor Marinho, presidente da CAF do Brasil, os trens que serão fabricados em Hortolândia, cidade localizada a pouco mais de 100 quilômetros da Capital, serão similares aos modelos europeus. “Os novos

O que muda com os novos trens da CTPM - Conforto dos passageiros deve aumentar, já que os novos trens têm assentos anatômicos e mais confortáveis do que os similares dos trens antigos. - Deficientes visuais terão a seu dispor um sistema de comunicação auditiva digitalizada -Trens possuirão sistema de registro (caixa-preta), similar aos encontrados nos aviões - Os trens serão equipados com vidros com proteção aos raios ultravioleta e terão som ambiente.

Diminuição do intervalo ao longo do tempo na Linha 7 - Rubi Intervalo 2007 10 min

2008 8 min

2010 4 min

Fonte: Secretaria de Transportes Metropolitanos

Atualmente, a CPTM transporta 2 milhões de passageiros por dia. A intenção é aumentar esse número para 2,7 milhões até 2010.

Trem mexicano, feito pela CAF: o modelo que mais se parece com o que circulará na nossa linha

a realidade vivenciada pelos usuários dos atuais trens. “Os bancos são

Ao todo, serão construídos 108 novos trens com 8 carros cada ruins e duros, o trem balança muito e ainda tem aquele ventilador que é ligado nos dias frios”, queixa-se a vendedora moratense Tauana Raquel Oliveira dos Santos, que diariamente vai a São

de freios (ABS). Além do desconforto e da falta de segurança, outro problema que deve ser amenizado com a implementação do metrô de superfície é o tempo de espera. “A viagem de volta às vezes é complicada. Já passei mais de 45 minutos esperando o trem que vinha de São Paulo“, reclama a fonoaudióloga Marisa Murbach, moradora de Jundiaí e que trabalha em Francisco Morato. Atualmente, o tempo médio de espera da Linha Rubi é de oito minutos, mas com a chegada das novas composições a si-

Ferrofã, sim senhor

Para Felipe Nascimento Golfeto, 19 anos, a novidade tem um gosto especial. Felipe é um ferrofã. Em outras palavras, o morador de Santo André é um apaixonado por transporte ferroviário que pesquisa e debate sobre os mais diversos assuntos relacionados a trens e ao metrô. “A primeira vez que me lembro de ter andado de trem foi em 1998, mas só passei a acompanhar com interesse a partir de 2004, quando comecei a pesquisar mais sobre o Metrô e a CPTM”, conta Felipe, aluno-aprendiz no Centro de Formação Profissional Eng° James C. Stewart. Além de participar de um fórum de discussão onde outros ferrofãs discussões sobre modelos, ferrovias e trajetos são comuns, Felipe coleciona vídeo das viagens de trens realizadas.

Para dar conta do intervalo de quatro minutos entre os trens, a CPTM começará a construção do viaduto sobre a cancela em Caieiras. Hoje os carros precisam parar quando os trens passam, gerando congestionamentos consideráveis no centro da cidade.

Transforme-se em condutor de trem com o Rail Simulator

O Rail Simulator, game para computador lançado em 2008 que coloca o jogador na pele de um operador de trens, segue fazendo sucesso. Versão turbinada de Train Simulator, lançado em 2007, o game traz novidades aos apaixonados por trens. Além do jogador guiar veículos de tecnologias variadas, como movidos a vapor, a diesel e a eletricidade, em Rail Simulator é possível criar ferrovias completas, com direito a cenário de fundo e tudo mais. Enquanto os novatos podem controlar os veículos fazendo uso de um freio e um acelerador, os experts podem coordenar as máquinas utilizando diversos freios, como o de mão e o de emergência. Para deixar o game mais real e atrativo, a empresa reconstitui no jogo cenários reais de rotas ferroviárias que vão do século XIX até as ferrovias modernas. Enfim, uma aula de história e um prato cheio para quem gosta de games e trens.

Anuncie no Jornal URBANO A credibilidade que seu anúncio merece.

(11) 4899-0557

publicidade@jornalurbano.com.br


8

10 de julho de 2009 Jornal Urbano

CONSUMIDOR

Operadora do Speedy, TV Digital e telefonia fixa desrespeita consumidores e vira motivo de dor de cabeça na região DA REDAÇÃO Se a forma com que uma região se comunica determina, em partes, seu desenvolvimento, pode-se dizer que os moradores da nossa região estão um pouco atrasados em relação à capital paulista. E isso se deve ao fato de não haver concorrência para conexão à internet e na telefonia fixa. Com o 3G ainda engatinhando, hoje os serviços de comunicação são monopolizados pela Telefônica. E têm deixado tanto a desejar que os Procons locais reservam dias especiais apenas para o atendimento às queixas contra a empresa espanhola. O técnico em eletrônica caieirense Jefferson Spinoza, de 33 anos, é um dos insatisfeitos. A razão das reclamações é o Speedy. “A gente compra uma velocidade mais alta e não recebe. Eu pagava o equivalente a 2 megas, mas recebia um sinal de 48 kbytes. Pedi para que aumentassem a velocidade, mas só a conta aumentou”, afirma. Além disso, após firmar um acordo com a Telefônica para quitar duas contas atrasadas, Jefferson teve o telefone cortado. “No dia 20 de junho quitei a dívida. Sete dias depois corta-

ram minha linha. Reclamei com a empresa e eles disseram que foi uma retirada indevida”, lamenta Jefferson, que até o fechamento dessa edição estava sem telefone e utilizava lan houses e casa de amigos para acessar seus emails. “Procurei a Anatel, mas até agora nada”. Vender produtos e serviços sem qualidade e que não cumprem os objetivos prometidos é uma das reclamações mais comuns sobre a Telefônica. A caieirense Renata Albuquerque Pastro, de 27 anos, também foi vítima. “Solicitei o Speedy mas não havia disponibilidade para a região. Após seguir as instruções do suporte, não conseguia acessar a internet nem pela linha discada”, queixa-se a assistente de PCP. Outra usuária caieirense, que prefere não se identificar, ainda sofre as dores de cabeça da compra da TV Digital da Telefonica. “Ligaram na minha casa oferecendo um pacote chamado Trio, com TV Digital, Speedy e telefone fixo. O preço era bom, então aceitei. Mas na conta seguinte veio mais do dobro do valor”. A cliente procurou o Procon, que entrou em contato com a

Telefonica e fez um acerto, maior do que o oferecido inicialmente. “O Procon disse para eu não pagar a conta que havia vindo com o valor mais alto, porque a Telefônica teria que me mandar uma conta atualizada. E que a Telefonica não podia fazer nada até o final de julho. Não paguei e a Telefonica ficou ligando em casa dizendo que iam cortar minha TV. Eu dizia que tinha um acordo com o Procon, que estava esperando a conta nova, mas os atendentes nem ouviam. Mandaram uma nova conta, ainda com valor alto, com vencimento para o dia 24 de junho. Mas cortaram minha TV no dia 16”, conta. Depois de envolver a imprensa e de voltar a recorrer ao Procon, a usuária teve o problema resolvido, mas não quer se identificar com medo de que o serviço volte a falhar. “Não dá para acreditar que uma empresa estrangeira simplesmente ignore um serviço como o Procon, que é do Governo do Estado. É uma empresa estrangeira que vem para o Brasil e não se submete às leis do País e nem respeita os seus consumidores”. Histórias como essas de-

monstram o descontentamento dos usuários da empresa. Além do recorde de reclamações e queixas junto às agências do Programa de Orientação e Proteção ao Consumidor (Procon), a Telefônica coleciona desafetos no Orkut. A comunidade “Eu Odeio a Telefônica” possui 19 mil usuários. Dentre os internautas descontentes com o serviço do Speedy está o DJ Julio César Ramos de Oliveira. Morador de Perus, além de acessar a internet com uma velocidade inferior à do valor que paga mensalmente, Julio queixa-se do atendimento ao consumidor. “A lei diz que o atendimento deve ser rápido, mas eles colocam a musiquinha e nos deixam esperando na linha por muito tempo”. Para resolver o problema da velocidade, Julio recorreu a uma promoção da Telefônica que afirmava que os assinantes do Speedy de 4 megas receberiam gratuitamente um roteador. “Até hoje não me enviaram o aparelho. Fiz umas 20 reclamações e vieram quatro técnicos em casa. Fiquei um mês recebendo 500 kbps e recebi um modem ao invés de um roteador”, explica.

Descaso com a região

Técnicos que prestam serviços à Telefônica falaram ao Jornal Urbano sobre a situação da telefonia na região. “A fiação usada é velha e toda remendada. Percebe-se isso quando comparamos os fios da Telefônica com os fios da Net em Jundiaí”, revelam. Ainda de acordo com os profissionais - que preferem não se identificar - muitos armários são obsoletos e não suportam o aumento das conexões. “Eles não estavam preparados para tanta demanda. O material é muito caro e por isso a Telefônica não investe em novos equipamentos, e vai adiando, como é o caso do armário CBZ, conhecido por todos como o CBZica, o pesadelo de todos os técnicos da região”. O armário fica no bairro do Morro Grande. Apesar de morar no bairro e a apenas algumas centenas de metros do armário ao armário, e de ter requisitado o serviço Speedy dezenas de vezes durante mais de cinco anos, Elisa Mills desistiu, foi buscar outras opções e optou pela placa 3G da Claro. “É mais lento que o Speedy mas pelo menos funciona. Eu uso para o trabalho e meus filhos pesquisam para os trabalhos da escola”. Elisa se queixa, e diz que os vizinhos também reclamam, de empresas terceirizadas pela Telefônica que ligam oferecendo o Speedy. “A gente dá atenção, compra, e depois de alguns dias eles ligam dizendo que não vai ser possível”.

Puxão de Orelha

Trinta dias. Esse foi o prazo dado pela a Agência Na-

cional de Telecomunicações (Anatel) para a Telefonica resolver os problemas do Speedy e disponibilizar um serviço de qualidade ao consumidor. Desta forma, desde o último dia 22 de junho, a operadora foi proibida de vender seu serviço de banda larga. Além disso, os usuários insatisfeitos com os serviços da operadora espanhola ganharam o direito de cancelar a assinatura sem pagar a multa estipulada em contrato.

CLASSIFICADOS AGUARDE... EM BREVE, VOCÊ ASSISTIRÁ A UMA REVOLUÇÃO NA IMPRENSA REGIONAL.

Anuncie aqui. 4899-0557

A credibilidade que seu anúncio merece!

tel. 4899-0557 publicidade@jornalurbano.com.br


10 de julho de 2009 Jornal Urbano

9

SEUS FILHOS

MULHER

Conheça a Shantala, massagem indiana para bebês

Livros de culinária para homens e crianças Se você gosta de cozinhar, mas se sente sozinha entre panelas, fogão e geladeira,

coloque o maridão e os filhos culinária que vão encantar para cozinharem com você! os homens e as crianças. Veja sugestões de livros de Mãos à obra!

foto: Ramon Gonzalez /SXC

Livro de Receitas do Pooh Preço sugerido: R$29,90. 40 páginas refrescos, todas para as crianças preparem. As receitas foram desenvolvidas na cozinha experimental de Boccato sob a supervisão da nutricionista Aline Leitão e com ingredientes simples e fáceis de serem encontrados. E dessa vez não vai ter cara feia quando o assunto for beCom o lançamento de terraba, cenoura, acelga, “O Livro de Receitas mamão e espinafre. do Pooh”, que chega ao Cada preparo é uma brinmercado pela Editora cadeira que envolve cores, DCL, a garotada vai po- formas, texturas, cheiros Contato da massagem promove mais segurança ao bebê Quem é mãe conhece o o bebê não deve sentir frio no sentido de dentro para der compartilhar com e, claro, sabores. drama das cólicas dos be- em nenhum momento da fora. Deixe a banheira e a família os prazeres da Com a mão na massa, a garotada vai acompanhar o bês recém-nascidos. massagem; não deve estar a água preparadas para o mesa e da culinária. O ursinho Pooh e sua turpasso-a-passo ilustrado de Para ajudar a passar essa com fome, nem com o es- banho de relaxamento que ma “convidaram” o chef cada receita como se estifase, uma massagem indiana tômago cheio. “O ideal é encerra a massagem. tradicional começou a ga- encontrar um horário en- A neonatologista ressalta brasileiro André Boccato, vesse lendo histórias em nhar a indicação de médicos tre as mamadas” orienta a que “a Shantala deve ser fei- que elaborou sete recei- quadrinhos. Para conferir e especialistas: a Shantala. médica neonatologista do ta a partir do primeiro mês tas salgadas, cinco sobre- se os nutrientes vão dar a Diferente das massagens Hospital Samaritano, Mo- de vida. As mãos da mãe mesas e quatro bebidas e força dos super heróis e a devem envolver ao máxirealizadas em adultos, a nique Catache. Shantala consiste em uma Utilize óleo natural ve- mo o corpinho de bebê e Cuecas na Cozinha – Escola de Maridos & Afins massagem sensorial e é getal para lubrificar as estarem relaxadas, são os R$25 na loja virtual www.cuecasnacozinha.com.br indicada após o primeiro mãos, como amêndoas, braços que dirigem os momês de vida do bebê. A camomila, calêndula, vimentos. Concentre pen- A história do Cuecas na sobre truques que uma fisioterapeuta Deborah Su- coco, semente de uva, ou samentos positivos e sadios Cozinha começou há dois mulher pode utilizar pino enfatiza que além de mesmo creme hidratante durante a Shantala e lem- anos quando Alessander para levar seu marido ou melhorar o vínculo mãe/ próprio para bebês. Em bre-se que a mãe e a criança Guerra, apaixonado por afim para a cozinha. O bebê, a Shantala promove o dias frios aqueça levemen- estão trocando energia”. gastronomia, criou um primeiro capítulo para relaxamento e o bem-estar, te o óleo em banho-maria “Esta massagem não apre- blog para contar suas ex- os homens é: “Que misalém de aliviar cólicas ou ou deixe perto do aque- senta riscos para a criança. periências de forma des- térios esconde aquele insônias. Desenvolve tam- cedor. Lembre-se sempre Sempre olhe nos olhos de contraída e motivar, es- monstro de várias bocas, bém a confiança, a atenção de passar o óleo nas suas seu bebê, e converse com pecialmente os homens, chamado fogão?”. ao próprio corpo e acalma, mãos antes de aplicar na ele durante os movimen- a cozinharem. A histó- Seguem-se dicas práticas restabelecendo o equilíbrio pele do bebê, e não use o tos, que devem ser lentos, ria deu tão certo que o para equipar a cozinha, emocional da criança. óleo quando a massagem porém firmes. Desfrute blog tem mais de 300 abastecer a despensa e cada momento desta arte mil acessos. Ao praticar a Shantala, al- for na região do rosto. apresentar os pratos de guns cuidados prelimina- Os movimentos da Shanta- de dar amor”, finaliza a fi- “Sempre gostei de comer, formas diferentes. O aures devem ser observados: la devem ser sempre feitos sioterapeuta Deborah. um dia resolvi me meter tor também trata da ora cozinhar e os amigos ganização necessária para foram se espremendo no se cozinhar, traçando um Confira alguns movimentos da Shantala: meu ambiente azulejado”, roteiro prático a partir de Realize de 3 a 4 movimentos para cada item. Os mosuas próprias experiências. conta Guerra. vimentos devem ser sempre “de dentro para fora”. O livro Cuecas na Cozi- “Queria deixar claro que nha: Escola de Maridos é um papo de amador • Com o bebê deitado com as costas na cama e total& Afins começa falando para amador. O livro é mente despido: passe a mão sobre o rosto do bebê. Comece pelas sobrancelhas e termine fazendo moviSAÚDE mentos ao redor da boca. Para esse movimento não utilize óleo nas mãos. • Coloque suas mãos em formato de X sobre o bebê. Deslize-as de um lado do quadril até o om- Desde 1991, a obesidade emocionais do paciente e bro oposto, troque as mãos para iniciar o outro é considerada uma doença não se limita apenas à re- minhada” - um encontro para portadores de obesilado do quadril. pela Organização Mundial dução dos quilos em ex- dade com mais de 18 anos. • Deslize as mãos do ombro até a mãozinha do bebê, de Saúde (OMS). No Brasil, cesso. O objetivo principal A idéia é proporcionar sempre alternando as mãos e depois vá rosqueando o cerca de 40% dos adultos ao indivíduo obeso a vibracinho, e por fim, massageie as mãos. estão acima do peso. Para vência e a prática de uma • Mesmo mov imento dos braços se realiza orientar os obesos a melhoatividade física direcionas per nas. rar a sua qualidade de vida, nada, com acompanha• Faça movimentos circulares no ventre do bebê, em o Instituto de Psiquiatria mento especializado, e sentido horário. (IPq) da USP promove o estimulá-lo a ter uma • Deslize a mão aberta, desça da nuca, passando pe- Programa de Atendimento vida saudável e emagrelas nádegas e finalizando nos pés. ao Obeso (Prato). O procer de forma conscienjeto estimula a prática de é estimular a pessoa mu- te. A atividade ocorre nas A l g u n s e xe r c íc io s (r e a l i z a r t r ê s ve z e s atividades físicas e a inclu- dar seu estilo de vida. Para ruas internas do Complexo c a d a mov i me nt o): são de hábitos alimentares isso, o participante recebe Hospitalar das Clínicas e a Cruze os braços do bebê e solte. saudáveis às pessoas que so- orientação médica, nutri- participação é gratuita. Cruze as pernas do bebê e solte e leve os joelhos em frem com a obesidade. cional e psicodinâmica. Outro projeto que merece direção à barriga. Criado em 1993, o Pra- Todos os meses, o Progra- destaque são as “Reuniões Termine com um banho morno. to foca aspectos sociais e ma realiza o “Clube da Ca- Psicoeducacionais” realiza-

beleza das princesas, basta olhar para as tabelas nutricionais, que acompanham cada receita. E se alguém estiver em dúvida sobre o livro, quem dá o veredicto é o Dr. Leonardo Lins, Médico Pediatra do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. “Que bom seria se todas as mães, avós, babás, tios, e (por que não) pediatras pudessem descobrir mais e mais livros como este e curtir com as crianças o prazer de fazer a própria comida, sujar o avental, de lamber a panela, de passar juntos agradáveis momentos através de cada receita e, no final, saborear um saudável e apetitoso prato!”, afirma.

para quem está a fim de pilotar um fogão, mas passa pelos mesmos medos que eu passei”. O livro também traz receitas divididas em dois blocos: pratos para curtir a dois e pratos para dividir com os amigos.

USP tem programas para tratar pacientes com obesidade das mensalmente. Destinadas a obesos, familiares e a todos os que buscam orientações sobre como desenvolver um estilo de vida mais saudável, o programa aborda a cada encontro um tema diferente e abre a discussão para a platéia. Por fim, o Prato ainda tem o projeto “Vivência Corporal” que estimula o indivíduo a observar seu corpo e eventuais manifestações. O exercício amplia sua consciência quanto à própria imagem e possibilita uma nova relação com o corpo.


10

10 de julho de 2009 Jornal Urbano

Pele sofre em dias frios no. “O primeiro cuidado básico que deve ser tomado é a limpeza da pele e o uso de filtro solar”, explica a esteticista cairense Elizabete Evangelista de Almeida. De acordo com Elizabete, no frio as pessoas tendem a cuidar menos da pele. “As pessoas não devem relaxar. Muita gente pensa que o que o filtro deve ser usado apenas em

dias de sol, o que é um erro”, diz. Uma outra dica para manter não só a pele mas todo o organismo saudável é a hidratação. “Beber dois litros de água por dia é uma regra a ser praticada diariamente, faça frio ou calor”, explica a dermatologista Agatha Nicolas, de Caieiras. No entanto, a água que ajuda manter a pele saudável

também pode ser uma vilã, caso mal utilizada. Dias frios são convidativos para um banho quente e longo. “Mas os banhos quentes são sempre desaconselháveis. O banho deve ser rápido com temperatura morna para frio para evitar o ressecamento da pele”, completa a dermatologista.

Para Agatha, uma das principais receitas para que a pele chegue saudável e sem manchas à próxima estação é o uso de cremes. “A melhor forma de evitar às agressões na pele causadas pelas baixas temperaturas é usar um hidratante diariamente, de preferência com o cor-

po ainda úmido. Buchas vegetais e esfoliações não devem ser usadas porque retiram a camada natural de proteção da pele. Evite também usar sabonetes mais pesados, prefira os glicerinados ou até mesmo os infantis, que são mais neutros”, conclui a dermatologista caieirense.

Anuncie aqui

foto: Roniel Felipe

Com a chega do inverno, é comum as pessoas se preocuparem com a saúde, principalmente quando o assunto são as doenças cardiorespiratórias. No entanto, muita gente esquece dos problemas que essa época do ano pode trazer à pele. Rachaduras e ressecamento são alguns dos sintomas originados pela variação térmica, comum no inver-

4899-0557 PERFIL

Ana Pimentel da Silva

Advogada e fundadora da Sociedade Protetora dos Animais de Caieiras

CULTURA

“Cultura nas Férias” traz oficinas culturais e artesanais gratuitas em Jundiaí Jundiaí tem uma programação especial para as crianças nas férias. Idealizado pela Secretaria Municipal de Cultura de Jundiaí, o programa Cultura nas Férias consiste em uma programação especial de oficinas culturais dedicadas à crianças, adolescentes

e até adultos. Ao todo são 12 oficinas com atividades que vão desde a criação de figurinos para teatro até aulas sobre a memória da música paulistana. Os interessados em participar das aulas devem ir até a Casa da Cultura para preencher a ficha de inscrição. Vale

ressaltar que o número de vagas disponíveis para cada uma das oficinas, que serão realizadas na própria Casa de Cultura e no Centro Jundiaiense de Cultura, é limitado. Confira a programação completa em www.jornalurbano.com.br

SEJA CIDADÃO

Precisa-se de doadores de sangue

De acordo com a Fundação Pró-Sangue, o frio afasta os doadores. Nesta época do ano, os estoques dos hemocentros caem em média 30%. “Com o frio as pessoas estão menos dispostas a sair de casa para doar. É importante que a população contribua com os estoques de sangue e ajude a salvar vidas”, afirma Osvaldo Donini, coordenador da Hemorrede.Doar sangue não dói mais do que uma picadinha de agulha. Para doar sangue é necessário ter entre 18 e 65 anos, pesar no mínimo 50kg, es-

tar descansado, alimentado e ter dormido, no mínimo, seis horas. Os alimentos gordurosos devem ser evitados nas quatro horas que antecedem a doação. Não é aceita a doação de portadores de doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue, como hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas, e de quem fez tatuagem nos últimos 12 meses. Como doar - A Fundação Pró-Sangue, órgão da Secretaria de Estado da Saúde, possui quatro postos

de coleta. Para facilitar a doação, o posto Clínicas atende todos os dias da semana, inclusive sábados, domingos e feriados. Fica na avenida Dr. Enéas Carvalho de Aguiar, 155, 1º andar – Metrô:estação Clínicas. De 2ª a 6ª, 7h às 19h, sáb., dom.,feriados, 8h às 18h. Mais informações sobre quem pode doar, endereços dos postos de coleta e horários, ligue Disque PróSangue tel.0800-55-0300. A lista de postos de coleta em todo o Estado está em www.saude.sp.gov.br

No primeiro dia de 2009, enquanto as pessoas começavam o ano comemorando com os familiares, debaixo de chuva, uma mulher acolhia em seus braços dois cachorrinhos. Cansada, batia de porta em porta, à procura de alguém para cuidar dos cães. Demorou, ela até adoeceu, mas encontrou donos para os filhotes. Essa é apenas uma das inúmeras histórias da advogada Ana Pimentel da Silva, apaixonada por animais. Nascida em Caieiras, Ana tem paixão por animais desde a adolescência. E sempre tem feito o que pode para ajudá-los: em 2001, ao lado da polícia, foi até o Hospital Ersa e soltou mais de 50 cães que sofriam maus tratos. Encontrou um novo lar para 11 dos 15 filhotes encontrou. “Fundamos a Sociedade Protetora dos Animais de Caieiras (SOPRAC) e passamos a castrar os animais no salão paroquial, mas tivemos problemas. O jeito foi usar uma sala vazia da casa onde funciona meu escritório”, conta a mulher de 59 anos. Seis anos se passaram após a inauguração da SOPRAC, mas Ana Pimentel não abandonou seu apego. Todo dia, ela sai às ruas para distribuir sacos de ração para aqueles que têm a mesma paixão pelos cães,

mas não possuem condições de alimentá-los. Por telefone, Ana é chamada por cidadãos que lhe indicam cães abandonados e que devem ser castrados. Além das mordidas, Ana também lida com a reprovação das pessoas. “Já perguntaram por que eu não cuido de crianças. Cada um faz a sua parte”. Nino, encontrado amarrado em uma árvore é seu novo xodó. Com o esforço da caieirense, o pequeno poodle, embora cego, hoje

não é nem sombra do cão surrado, encontrado quase sem vida no sábado de Carnaval. Embora se recuperando dos problemas de saúde, a defensora dos cães mantém sua rotina: em horários diversos, sobe e desce as ladeiras de Caieiras para alimentar seus amigos que ficam eufóricos com a chegada dela. “A falta de amor das pessoas é que faz elas maltratarem animais. Quem ama não abandona”, conclui. foto: Roniel Felipe

A esteticista caieirense Elisabete de Almeida fala da importância do filtro solar

“Quem ama não abandona”

Ana: cuidando de cães abandonados nas ruas de Caieiras


Jornal Urbano 5