Issuu on Google+

TRADIÇÃO

Fazenda Campina realiza

a 11ª edição de Rodeio Nos dias 12 e 13 de outubro, o tradicionalista Jair Carneiro, reunião amigos, laçadores, e amantes da tradição Gaúcha para a realização da 11ª edição do Rodeio Crioulo da Fazenda Campina, localizada na Aliança. PÁGS 08 E 09

Primeira quinzena de outubro de 2013 | Edição 09 | Caçador - SC

ADRIANO RIBEIRO

Rua Carlos Sperança, 319 3563-0899

Caixa D’Água realiza festa tradicional

ADRIANO RIBEIRO

PADROEIRA

Além do tradicional torneio de Bochas, foi celebrada uma missa especial e foi servido almoço, no dia 6 de outubro PÁG 07

PRAGA

Cidasc em alerta

contra lagarta

A “helicoverpa armigera” é uma praga que ataca várias cultivares como tomate, milho, trigo, maçã e soja; qualquer incidência de lagarta deve ser comunicada imediatamente ao escritório da Cidasc de Caçador PÁG 05

DIVULGAÇÃO/JORNAL INFORME


02

Agenda

Primeira quinzena de outubro de 2013 | Edição 09 | Caçador - SC

Carta do Editor O perigo da lagarta Olá, amigos do Informe Verde. Chegamos a nona edição, desde jornal que já se consolidou como o principal porta voz do homem do campo. Nesta edição temos assuntos que variam de amplitude social, como a Festa da Caixa D’Água e o Rodeio Crioulo da Fazenda Campina a assuntos mais sérios como o alerta da lagarta, feito pela Cidasc. A Festa da linha Caixa D’Água foi mais uma vez um sucesso. O ponto positivo foi que desta vez a prefeitura fez sua parte e trilhou o caminho paralelo ao dos agricultores. Com as ótimas melhorias realizadas nas estradas da comunidade, a festa pode ser realizada com mais segurança e presença de público. O outro grande evento do interior, nesta primeira quinzena de outubro, foi a décima primeira edição do Rodeio Crioulo, realizado pelo ilustre Jair Carneiro, lá na Aliança. Com aquela simpatia que lhe é conferida, o anfitrião recebeu a todo mundo com muita animação. O público foi um pouco menor que outros anos, mas não tirou o brilho do rodeio, mais que tradicional em nossas paragens. Esta edição do Verde traz também uma matéria sobre a ação do Sitruc, que será realizada dia 9 de novembro, lá no Bugre, com o objetivo de arrecadar fundos para quitar dívidas da entidade. E outros quadros já tradicionais, como as receitas, a coluna do vereador Ricardo Pelegrinello e outras. Porém, o assunto mais importante, sem sombras de dúvidas é o alerta da Cidasc, quanto a lagarta com nome científico, “helicoverpa armigera”. Todos os agricultores devem estar atentos em suas propriedades e em caso de visualização de qualquer lagarta comunicar o escritório da Cidasc. ‘Qualquer lagarta’, porque esta em questão é muito versátil e ataca a inúmeras culturas, como milho, frutas, soja e outros. Ela também muda muito, especialmente sua cor. Por isso, todos devem estar alerta. O inimigo é forte e devastador. Por onde passa tem causados imensos prejuízos. Temos que nos proteger e evitar perdas na colônia!

Expediente TIRAGEM 3.000 exemplares

PRODUTO

Reativada a Câmara Setorial da Erva-mate

S

DIVULGAÇÃO/JORNAL INFORME

anta Catarina é o segundo maior estado produtor de erva-mate, com 104 mil toneladas/ano, reunindo em toda sua cadeira produtivo 19 mil produtores, 85 indústrias, oportunizando mais de 176 mil empregos diretos em 140 municípios. Para alavancar o setor, a Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca promoveu, a reativação da Câmara Setorial no Cederural (Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural). Segundo o secretário da Agricultura e da Pesca, João Rodrigues, com a reativação deste fórum, os trabalhos com todos os elos da cadeia produtiva tornam-se mais eficientes. “É nossa responsabilidade fazer com que essa produção crie desenvolvimento para estes municípios produtores e assim para todo o Estado”, destaca. O secretário lembra que a erva-mate é um produto natural de grande potencialidade e que faz bem à saúde, por isso é necessário o estabelecimento de uma política de médio e longo prazo para que o produto seja mais bem explorado.

Consumo de erva mate é alto nos estrados do Sul A Câmara Setorial da Erva-mate parou de atuar há sete anos, explica o secretário executivo do Cederural, Edson Carlos Dequadra, “mas com o crescimento do setor os produtores rurais e empresários do setor querem reativar esse fórum para fortalecer toda cadeia produtiva”. A erva-mate é produzida em três países (Bra-

sil, Argentina e Paraguai), sendo que o Paraná é o produtor nacional com uma produção anual de 152 mil toneladas e é consumida em vários estados brasileiros. O Cederural é presidido pelo secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, João Rodrigues, e tem em sua composição representantes de en-

tidades públicas e privadas ligadas às áreas agrícola, pecuária e pesqueira de Santa Catarina. O Conselho define as prioridades dos setores e os recursos a serem aplicados nas áreas agrícola, pecuária, florestal e pesqueira e, ainda, os critérios de aplicação das verbas do Fundo de Desenvolvimento Rural (FDR).

Dicas do Paloschi Fluido basa

Sulfato de cobre

Spray muscular, entorse, distensão, lesão traumática, bursite.

Alumex

Pomada analgésica anti-inflamatória e descongestionante.

Termedil

Produto para proteger árvores, hortaliças, jardins. Contém micronutrientes que estimulam a formação de clorofila, protegendo folhas, flores e frutos.

Inseticida contra todo tipo de insetos, cupins, pulgas, formigas, piolhos. Elimina também os ovos dos insetos. A publicação Informe Verde tem o foco voltado para dois setores essenciais para o ser humano: o agronegócio e sustentabilidade do meio ambiente. Sua periodicidade é quinzenal (com edições nos dias 15 e último dia de cada mês).

PUBLICAÇÃO Adriano Meireles Ribeiro ME CNPJ: 18.590.823/0001-80 Inscrição estadual: isento

EDITOR GERAL Adriano Ribeiro Fone (49) 8843-4213 (49) 9803-3166

ENDEREÇO: Rua Osório Timermann, 56 (Fundos) , Caçador, SC CDP 89.500-000

CONTATOS E-mail: informev@yahoo.com.br Fone: (49) 3567-5699

CIRCULAÇÃO

Sua circulação acontece entre os assinantes do jornal diário Informe, em estabelecimentos comerciais ligados aos segmentos representados por este periódico e em todo interior de Caçador. Moradores de todas as localidades recebem este jornal: Também recebem este jornal, municípios vizinhos como Calmon, Lebon Régis, Rio das Antas e outros.


Geral

Primeira quinzena de outubro de 2013 | Edição 09 | Caçador - SC

RECURSOS

Sitruc realiza rifa e jantar dançante Objetivo da entidade é arrecadar fundos para quitar dívidas atrasadas; evento será realizado dia 9 de novembro, na Linha Rio Bugre

O

Sincidato dos Trabalhadores Rurais de Caçador e Macieira (Sitruc) estará realizando no próximo dia 9 de novembro, um sábado, um jantar dançante tendo como local o centro comunitário da comunidade Linha Rio Bugre. O evento será realizado à noite, com início do baile às 22 horas. Também acontecerá o sorteio de uma rifa que está sendo promovida pelo Sindicato. A rifa que será soreada foi lançada pelo Sindicato no dia 10 de julho e terá o sorteio de cinco prêmios, sendo que o primeiro prêmio será uma motocicleta 125 cilindradas. De acordo com o presidente do Sitruc, Vanderlei Dalpiaz, os números podem ser adquiridos ao custo de R$ 10, em vários pontos de vendas, bem como no próprio sindicato e com as lideranças de cada comunidade. O objetivo da rifa, explica Dalpiaz, é saldar dívidas do sindicato, deixadas por outras diretorias. Além da rifa, e do baile, acontecerá no dia um jantar com cardápio composto entre ou-

ARQUIVO/INFORME

Ricardo

Pelegrinello E-mail: rpelegrinello@gmail.com MÁQUINAS AGRÍCOLAS O projeto de Lei apresentado por mim, na Câmara de vereadores, percorre vários departamento e secretarias e está em fase final e logo, penso que neste mês ainda, voltará para a Câmara para ser aprovado. Tive acompanhando junto as Secretarias de: Administração, Agricultura, Infraestrutura e Fundema. Também tivemos discutindo com o prefeito Beto Comazzetto, sendo que este recomendou brevidade e que o projeto seja eficiente. O presente projeto prevê que as estradas particulares sejam efetivamente arrumadas e conservadas, prevendo para contrapartidas dos agricultores. BALANÇA COMERCIAL Nesses dias atrás, num jornal local, li um artigo do Senador e Ex Governador do Estado, Luiz Henrique da Silveira. Neste artigo o político eleva o setor agrícola e o agronegócio com o alicerce do plano real, que desde o seu início que dá sustentação é o setor agrícola. Bom, sábias palavras. No entanto, como o estado de Santa Catarina tem tratado o setor? Se observarmos a EPAGRI, que desenvolvia um trabalho excepcional de Assistência Técnica nos anos 70 e 80, hoje jogaram os agricultores a própria sorte, ficando refém, das casas agropecuárias, ou dos compradores de outras regiões.

Presidente do Sitruc, Vanderlei Dalpiaz tros itens por leitão, galeto e macarronada. “Estamos convidando a todos para participar deste evento e assim ajudar o sindicato a custear as despesas atrasadas”, comenta o presidente.

Prêmios da rifa 1º prêmio: 01 Motocicleta 125 cilindradas 2º prêmio: 01 TV LCD 32" 3º prêmio: 01 Forno Microondas 4º prêmio: 01 Liquidificador 5º prêmio: 01 Sanduicheira

INTERAÇÃO

Reuniões nas comunidades

DIVULGAÇÃO/JORNAL INFORME

Além da rifa para arrecadar fundos para quitar dívidas do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Caçador e Macieira, a atual diretoria da entidade também está percorrendo todas as comunidades do interior para prestar contas e ouvir sugestões de ações que possam ser encabeçadas pelo sindicato. O presidente, Valderlei Dalpiaz, explica que os trabalhos iniciaram em uma reunião com os

03

moradores da Linha Tamanduá, dia 3 de outubro. Neste dia 15 de outubro acontece nova reunião na linha Carmo e em seguida, dia 17, será na Caixa D’Água, às 20 horas. “Temos o objetivo maior de debater políticas publicas que possam ser abraçadas pelo sindicato, levar informações sobre convênios e também apresentar a nova diretoria para toda a população do interior”, explica o presidente.

Reuniões servem para prestação de contas e debate sobre políticas públicas

EDUCAÇÃO RURAL Tivemos a grata satisfação de recebermos na região, representantes da Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, apresentando a todos os envolvidos com o setor rural, um novo curso de graduação ministrado pela UFSC, Processo seletivo específico e voltado exclusivamente para ingresso no Curso de Licenciatura em Educação do Campo, na área de Ciências da Natureza e Matemática. Algo totalmente inovador, uma vez que mostra que setores estão preocupados com o avanço do êxodo e de uma educação mais direcionadas aos jovens agricultores, formando assim professores para a os agricultores. Numa forma diferenciada, o vestibular será em três municípios: Caçador, Canoinhas e Campos Novos, no dia 10 de novembro próximo. O único custo é a inscrição do vestibular que ficará em R$ 20,00 e as outras despesas serão totalmente grátis, desde a hospedagem em Florianópolis quando a viagem é uma oportunidade importante, inscrições no site: coperve.ufsc.br, informações: (48) 3721-2250. CRONOGRAMA Por ocasião das chuvas torrenciais que ocorreram no final de setembro e começo de outubro, quase todas as estradas municipais deverão passar por manutenção, sendo que em alguns lugares mais intenso e outros menos. Mas, uma coisa é certa, as estradas utilizadas para transporte de pinus são sempre as mais afetadas, pois mesmo com mau tempo sempre tem caminhões transitando com peso. Trazendo a municipalidade uma preocupação extra, mas a promessa da Secretária é que todos serão atendidos... ASFALTO DO BUGRE... Zzzzz, ninguém sabe, ninguém é responsável. Aquilo está num abandono só. Quem está sentindo são os que necessitam da estrada. Zzzz continua dando sono. Acho que é sonho esperar pro Natal!


04

Leitura Rápida

Adriano Ribeiro

Primeira quinzena de outubro de 2013 | Edição 09 | Caçador - SC

A

Secretaria Municipal de Agricultura da Prefeitura de Caçador em parceria com a Epagri expuseram ao longo da Feira de Inovação e Tecnologia (Fenitecc), o Sistema de Produção Integrado de Tomate (Sispit). O estande foi coordenado pelo secretário municipal de Agricultura, Eduardo Scapinelli, e o pesquisador da Epagri, Sigfried Muller. De acordo Scapinelli, o Sispit oportuniza ao produtor de tomate saber com antecedência sobre possíveis doenças que podem atacar a lavoura, e com essas orientações antecipadas, saber que tipo de defensivo agrícola utilizar e demais ações a serem

A Coopercentral Aurora divulgou novo aumento para o preço dos suínos. O suíno vivo subiu de R$ 2,90 para R$ 3,00 e o preço da car-

feitas para a preservação da produção. A informação chega até os produto-

res através de mensagem de celular realizada pelos técnicos da Estação Ex-

sindicato contra a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri). No início deste ano, o Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Assessoramento, Perícia, Pesquisa e Informações de Santa Catarina (Sindaspi) ajuizou ação trabalhista solicitando indenização

descascados e congelados in natura, como aipim (mandioca). As hortaliças e frutas não processadas continuam isentas de ICMS. A decisão foi anunciada após reunião entre representantes da Secretaria de Estado da Fazenda e da Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca. “O objetivo

vendem os produtos in natura ou minimamente processados, pois quando é utilizada a nota fiscal do produtor rural esse tributo é repassado para a comerciante” acrescenta Spies. O conceito de hortaliças e frutas minimamente processados se aplica para aqueles produtos hortifrutícolas higienizados e embalados que foram submetidos a processos técnicos, preservando suas

perimental da Epagri em Caçador, ou telefonema direto.

Máquinas por dano moral coletivo. Segundo o sindicato, a "casa de apoio" na Estação Experimental da Epagri, em Videira, apresentava sinais de deterioração estrutural, o que estaria abalando a dignidade dos empregados. O local destina-se à troca de roupa dos trabalhadores e para descanso dos que atuam no campo.

do Governo do Estado é conceder um tratamento tributário diferenciado para um setor que está se modernizando e investindo em um conceito de rastreabilidade que exige esse processamento mínimo”, explica o diretor de Administração Tributária da Secretaria de Estado da Fazenda, Carlos Roberto Molim.

ICMS (2) Para o secretário-adjunto da Secretaria da Agricultura e da Pesca, Airton Spies, a decisão vai facilitar a oferta de hortifrutis, lavadas, classificadas e embaladas ao consumidor. Os produtores agrícolas também serão beneficiados com esse incentivo e assim poderão investir mais na modernização tecnológica do setor. “Os agricultores continuam sem ter que pagar o ICMS quando

caça passou de R$ 3,91 para R$ 4,05. Os novos valores valem para os Estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul.

Concurso da Epagri

ICMS O governo do Estado, que por meio de decreto nº 1720, publicado no último dia 5 de setembro, reduziu de 17% para 7% a alíquota de ICMS das hortaliças e frutas que passaram por um processamento mínimo nas propriedades agrícolas, decidiu nesta quarta-feira, dia 2, estender o benefício para hortifrutis

Suíno

Na Fenitecc

Dano moral “O dano moral vem sendo vulgarizado nos tribunais. Tudo é dano moral. Qualquer contratempo é dano moral. Qualquer insatisfação é dano moral.” Estes foram alguns dos argumentos usados pelo juiz Luiz Osmar Franchin, da Vara do Trabalho de Videira, ao indeferir pedido de indenização pleiteado por

E-mail: opinião@jornalinforme.com.br Fone: (49) 3567-5699 ou (49) 8843-4213

características sensoriais naturais, tornando-os prontos para o consumo in natura ou para preparo culinário. É o caso de hortaliças folhosas como alface, couve ou salsa e raízes como aipim e cenoura entre outras, as quais o consumidor vai adquirir em embalagens apropriadas que preservam as qualidades e não alteram as características naturais do produto.

BRDE e Tecnosafra lançam financiamento para máquinas e implementos agrícolas usados e já fazem vendas na Efapi O financiamento para a aquisição de máquinas e implementos agrícolas usados chegou para incrementar ainda mais as vendas do aquecido setor do agronegócio. Através de convênio operacional de crédito com o BRDE, a concessionária Tecnosafra, de Chapecó, revendeu, na Efapi, os dois primeiros equipamentos usados que recebera na negociação de máquinas novas, abrindo operações que devem movimentar R$ 5 milhões por ano pela empresa, conforme prevê o gerente de vendas Dinar Pertussati. Pelo convênio, os equipamentos usados têm financiamento de até R$ 350 mil com 4,5% de juros ao ano e oito anos de prazo para pagar. O gerente adjunto do BRDE Paulo Antoniollo explica que as máquinas e equipamentos usados devem ser revisados e receber certificado de que sua vida útil seja superior ao prazo do financiamento, conforme o regulamento do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor, Pronamp.

A Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) informa que as inscrições para o provimento de 94 vagas e formação de Cadastro Reserva estão abertas até o próximo dia 11 de novembro. As provas serão realizadas no dia 1º de dezembro de 2013. Acesso ao Edital e mais informações por meio do site: http:// epagri2013.fepese.org.br. "Importante desta-

car que o concurso está vinculado ao Plano de Demissão Voluntária Incentivada, em execução na Epagri, de forma que os candidatos que vão compor o Cadastro Reserva deverão ser convocados para contratação à medida que surgirem novas vagas", informa o presidente da Epagri, Luiz Hessmann, lembrando que o prazo de validade do concurso é de dois anos, prorrogáveis por mais dois.

Concurso da Epagri (2) O concurso público da Epagri abre vagas para várias regiões de Santa Catarina em diversas áreas, contemplando funções que requerem o Ensino Fundamental (operário rural e tratorista), Ensino Médio (técnico de laboratório, técnico de meteorologia, assistente de pesquisa, assistente administrativo e extensionista rural) e Ensino Superior (extensionista rural, analista administrativo financeiro, advogado, analista de recursos humanos, meteorologista, analista de tecnologia da informática, pesquisador, analista de economia e analista de mercado). Os salários vão de R$

832,71 até R$ 5.996,83, que poderão ser acrescidos de vantagem pós-graduação (de 10% a 30% sobre salário base) ou adicional de graduação (20% sobre salário base). Para as profissões abrangidas pela Lei Nº 4.950-A, a Empresa cumpre o pagamento do salário mínimo profissional. São oferecidos, também, benefícios como Vale Alimentação (R$ 374,00); Vale Transporte; Auxílio Creche/Baba; Plano de Saúde; Plano de Assistência Odontológica; Plano de Previdência Privada, de conformidade com as Normas dos Programas, Acordo Coletivo de Trabalho e legislação pertinentes.


Geral

Primeira quinzena de outubro de 2013 | Edição 09 | Caçador - SC

PRAGA

Cidasc em alerta contra lagarta

A “helicoverpa armigera” é uma praga que ataca várias cultivares como tomate, milho, trigo, maçã e soja; qualquer incidência de lagarta deve ser comunicada imediatamente ao escritório da Cidasc de Caçador DIVULGAÇÃO/JORNAL INFORME

Lagarta tem variação de cor e isso dificulta combate ADRIANO RIBEIRO

ADRIANO RIBEIRO Repórter

A

possibilidade de Santa Catarina ser infestada por uma praga que está deixando prejuízos expressivos por onde passa no mundo todo e no Brasil, fez como que a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc), realizasse este mês, uma reunião de alerta com técnicos e engenheiros agrônomos, no auditório da 10ª Secretaria de Desenvolvimento Regional de Caçador. A preocupação tem nome, a lagarta, “helicoverpa armigera”, que ataca em várias culturas. A engenheira agrônoma Fabiane dos Santos, da gerência de Defesa Sanitária Vegetal da Cidasc, esteve em Caçador repassando informações. O objetivo dos técnicos é monitorar a possível presença da praga em Santa Catarina. Para isso, a Cidasc conta com a ajuda dos produtores rurais que devem entrar em contato com o escritório regional, em caso de surgimento de uma lagarta em sua propriedade.

Armadilhas serão colocadas visando capturar possíveis incidências de lagartas em Santa Catarina, estado que ainda não apontou sua presença. Fabiane explica que em regiões como o Serrado Brasileiro, onde a lagarta já passou, somou-se prejuízos de dois bilhões de reais em várias culturas, como soja, milho e outras plantas. A engenheira agrônoma explica que a lagarta ataca mais de 67 espécies de cultivares diferentes, onde pode tornar-se hospedeira. Na região do Meio-oeste Catarinense a preocupação é com culturas como tomate, milho, soja, trigo, maçã e citros. Para evitar que a lagarta ataque em Santa Catarina, além de armadilhas que serão postas, a partir da segunda quinzena de outubro, os técnicos da Cidasc estarão visitando propriedades. “É uma praga muito mutante e por isso é impossível identificar visualmente. Por isso qualquer ataque de lagarta deve se comunicado ao escritório da Cidasc”, explica Fabiane. No Brasil este variável de lagarta já deixou

Fabiane dos Santos, da Cidasc, de Florianópolis estragos em 12 estados A preocupação das autoridades em relação a nossa região, é que nossas propriedades são cobertas por várias cultivares e esta lagarta migra com muita facilidade de uma cultura para outra, dificultando seu combate. Fabiane explica ainda que a lagarta em questão avança rapidamente, visto que consegue voar mais de um mil quilômetros e tem uma fecundidade muito alta, colocando seus ovos em diferentes locais. Ela também é muito resistente a controle químico e foge muito bem do

controle biológico. A engenheira agrônoma faz um alerta para que os agricultores auxiliem a Cidasc no controle desta praga, que é muito forte e mutante. Ela é conhecida como a “Lagarta do Velho Mundo” e sua primeira identificação ocorreu em 1809. Somente na China, em torno de 50% dos inseticidas comercializados são para combater esta praga. No Brasil, sua primeira identificação aconteceu no início deste ano, mas as autoridades já estão alertas, dado os prejuízos que vem causando em regiões serradas.

05

Egidio Ceccatto

A vida ensina A vida ensina, eu aprendi: que não sei quase nada. Que sempre precisarei aprender. Que a vida e muito curta e que não há tempo a perder. Percebi, que nem tudo é possível. Que às vezes e difícil sorrir. Que a vida faz jogo duro, mas eu não vou desistir. Entendi, quando sofro eu aprendo mais. Que a dor ensina viver. Que a vida se torna mais linda. Porque nela existem pessoas em nossas vidas que nos deixam felizes pelo simples fato de terem cruzado o nosso caminho. Algumas percorrem ao nosso lado, vendo muitas luas passarem, mas outras apenas vemos entre um passo e outro. Escreveu o Pensador, a vida me ensinou. A dizer adeus ás pessoas que amo, sem tirá-las do meu coração. Aprendi valorizar a minha ideia, longe da perfeição. Que Deus inventou o choro para o homem não explodir. A vida ensina que, existem pessoas que dá brilho aos nossos olhos, musica aos nossos lábios. Essas costumam colocar muitos sorrisos na nossa face, durante o tempo que estamos por perto, e mesmo que diga que a gente há acostumou mal, na realidade aceitamos isso como um elogio. Aprendi que, no mar da vida

há ondas fortes, que eu chamo de momentos, não nos devemos afundar, porque quando elas passam tudo se ilumina tudo se transforma e num instante é a continuidade do tempo, pois une o tempo passado ao tempo futuro, porque as pegadas impressas na alma são indestrutíveis. A vida ensina que somente vamos ganhar o que tivermos a coragem de perder. “ Ninguém cruza nosso caminho por acaso e nós não entramos na vida de alguém sem nenhuma razão”. ( Chico Xavier ) Agora quero fazer um registro especial para Adelize, minha mana querida, você me disse. “Uma das grandes bênçãos da vida é a experiência em que os anos vividos concedem, e a cada ano que passa é uma chance que a vida oferece para sermos ainda melhor”. Para que possamos sempre buscar o melhor, percorrer caminhos novos para nossos ideais, sempre com um sorriso no rosto. Esse sorriso, você sempre verá em mim, assim como a busca constante e incessante pelas realizações que o coração deseja. Muito obrigado mana querida, pelas gentis palavras expressadas.


06

Geral

Primeira quinzena de outubro de 2013 | Edição 09 | Caçador - SC

EVENTO

Sicoob/Caçador presente em Encontro Presidente da agência de Caçador, Egidio Ceccatto esteve presente no encontro promovido pela Sicoob/ Central SC/RS, em Balneário Camboriú ARQUIVO/IV

Presidente da agência de Caçador esteve rerepresentando o município no encontro

O

Sicoob/Central SC/ RS, promoveu dias 12 e 13 de outubro, em Balneário Camboriú, o 6º encontro dos Conselhos de Administração e o 4º seminário de livre admissão. Representando o Sicoob/Caçador, participou do evento o presidente da agência Egídio Ceccatto. Estiveram no encontro cerca de 300 pessoas, entre dirigentes de cooperativas, funcionários e convidados participando dos dois encontros no Infinity Blue Resort e Spa. No sábado, às 14 horas foi ministrada uma palestra com Dr. José Luiz

Munhoz sobre Diretoria Executiva em Bancos e Cooperativas de Crédito. Às 15h30min aconteceu outra palestra com Dr. Marco Aurélio Almada, presidente do Bancoob. No final do dia de sábado, aconteceu a palestra mais aguardada: Dr. Stefan Dafener ( Project Manager/Academy Off Germain Cooperativas – ADG – Internacional ) que falou das Cooperativas de Crédito na Alemanha. Outra palestra que ocorreu foi com Adail Juliano Schultz ( Iandê Consultória “sobre “ “). Programa”. de Sustentabilidade nos Negócio. Também falou Juan Jensen (

renomado Economista que explicou “sobre Atualidades Econômica”. “Temos o mesmo entendimento do Presidente do Sicoob/Central quando disse que o encontro serviria para reciclar e ampliar as ideias sobre o presente e o futuro do cooperativismo de crédito e para consolidar a convicção de que com uma atuação sistêmica e práticas de boa administração os resultados serão ainda mais expressivos”, analisou Ceccatto. Ele continua na sua avaliação sobre o evento: “Na realidade muitas vezes, em qualquer ativida-

de, é preciso uma mudança de mentalidade para que a transformação não seja meramente burocrática, mas de um modelo de gestão que implica numa maior profissionalização dos dirigentes. Foi mais uma ótima oportunidade que o Sicoob/Central oferece para aprimorar conhecimentos em que possibilita uma rica troca de experiências entre todos os participantes oferece para aprimorar conhecimentos em que possibilita uma rica troca de experiências entre todos os participantes”, finaliza.

Feira em Timbó Grande Levar seus produtos do campo para a cidade e vendê-los diretamentante aos consumidores, com bom preço e qualidade. É a essa oportunidade que agricultores familiares e assentados da Reforma Agrária dos municípios de Timbó Grande e Santa Cecília (SC) estão tendo acesso, graças à realização de feira popular todo primeiro sábado do mês. A feira, cuja terceira edição aconteceu no último dia 5 de outubro, já está se tornando uma tradição para a população local, que vai à rua São Pedro, no centro de Timbó Grande, em busca de hortaliças, legumes e outros produtos in natura e artesanais. “O povo da cidade fica contente em receber a feira e aprova a novidade. Nas ruas, me perguntam quando será a próxima. Para eles é uma boa oportunidade de adquirir produtos saudáveis e frescos”, relata o secretário municipal de Agricultura, Silvey Evandro Ferreira de Souza. É a Prefeitura que viabiliza o transporte dos produtos dos cerca de 180 assentados que participam das feiras e também tem contribuído na produção nos assentamentos. “Ajudamos na formação dos canteiros, disponibilizamos tratores para correção do solo, investimos nos assentamentos porque essa produção faz diferença na economia do município”, conta Silvey. O apoio da Prefeitura e dos técnicos da Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) contratada pelo Incra, tem sido essenciais para que

a produção e comercialização se consolidem nos três assentamentos de Timbó Grande e nos dois de Santa Cecília. “Na região o foco é a olericultura (produção de hortaliças, raízes, bulbos, tubérculos e frutos diversos) e, como se tratam de produtos perecíveis, incentivamos a venda em feiras dos excedentes da produção voltada aos mercados institucionais, como o PAA (Programa de Aquisição de Alimentos)”, ressalta Marcone Lima, engenheiro agrônomo do Incra que coordena o Programa de Desenvolvimento Sustentável Integrado (PDSI). Foi em reunião deste programa, que atua em parceria com Banco do Brasil, Epagri, Cooptrasc e Cooperdotchi, que surgiu a ideia das feiras na cidade. ESTRUTURA Por enquanto, a estrutura da feira tem sido garantida graças ao empréstimo das barracas por cooperativa do município. Entretanto, para 2014, a intenção do Incra é que esta e outras feiras que comercializem a produção de famílias assentadas catarinenses passem a contar com “Kits-feira” a serem adquiridos pela autarquia. A previsão é que 20 kits beneficiem 390 famílias em 51 assentamentos do estado. Os kits são compostos por lona, saia, balança, aventais, bonés, placas de preço e de identificação, sacolas e caixas plásticas. A intenção é dar uniformidade e boa aparência às feiras da Reforma Agrária em Santa Catarina, a exemplo do que já acontece no Rio Grande do Sul.


Caçador (SC), primeira quinzena de outubro de 2013

MAPA

Caçador vai atualizar Plano de Saneamento DIVULGAÇÃO/JORNAL INFORME

Reunião foi realizada na Fundema com o objetivo de abrir o debate sobre a atualização do Plano Municipal de Saneamento

R

eunião na sede da Fundação Municipal de Meio Ambiente (Fundema) de Caçador debateu a atualização do Plano Municipal de Saneamento, na presença de membros do conselho consultivo de Saneamento, composto por técnicos, representantes da sociedade civil, e do prefeito Beto Comazzetto, que também é o presidente do conselho. O encontro foi solicitado para a apresentação dos primeiros resultados obtidos pelos técnicos da empresa Nottus

Engenharia, contratada para os estudos de atualização do Plano Municipal de Saneamento, sugerido por lei devido aos quatro anos de existência do Plano. Foram apresentados um relatório de planejamento e revisão de características gerais e também o relatório contendo a revisão do diagnóstico social. O presidente da Fundema, Luiz Gustavo Pavelski, explica que os técnicos da empresa apresentaram uma estimativa do crescimento do município para os próximos 30 anos, prevendo

ocupação territorial, densidade demográfica em cada bairro do município, para que com esses números se possa planejar as futuras ações no abastecimento de água, esgotamento sanitário, drenagem urbana, limpeza urbana e resíduos sólidos, que compõe legalmente o que é saneamento básico. O prefeito Beto Comazzetto comentou que o Plano Municipal de Saneamento de Caçador foi o segundo a ser implantado no Estado de Santa Catarina e devido a isto já está no momento

Reunião teve a presença de lideranças de diversos segmentos da sociedade organizada de ser atualizado. “Neste aspecto nosso município está a frente dos demais e para que continuemos com a visão de promover o saneamento básico e a melhoria no abastecimento de água com

qualidade para todos os bairros, é preciso aprofundar e atualizar os estudos, vislumbrando o crescimento de Caçador nos próximos anos para podermos acertar no planejamento. Com

este diagnóstico teremos a real situação em que se encontra nosso município, apontando quais as obras e ações a serem promovidas e assim melhorar a saúde dos caçadorenses”.


02

Caçador (SC), primeira quinzena de outubro de 2013

EDUCAÇÃO

Meio ambiente é exaltado em trabalhos escolares DIVULGAÇÃO

Gerência Regional de Educação (GERED) promoveu a Conferência Regional Infanto juvenil do Meio Ambiente

O

auditório da 10ª SDR em Caçador foi palco dia 27 de setembro, da IV Conferência Infanto Juvenil pelo Meio Ambiente. O evento realizado pela Gerência de Educação (Gered) reuniu os trabalhos de 20 escolas que compõe a regional. Com o tema “Vamos cuidar do Brasil com escolas sustentáveis”, a conferência, em todas as suas etapas, visa o fortalecimento da cidadania ambiental nas escolas e comunidades. Conforme a integradora e coordenadora da conferência, Eliane Ribeiro dos Santos, foram apresentados trabalhos com os temas: Água, Ar, e Terra. Ao final, foi escolhido três

projetos, um de cada subtema, para a Etapa Estadual que será realizada em outubro, em Florianópolis. Os projetos foram avaliados pelos delegados eleitos nas etapas escolares, que classificaram um de cada elemento. De acordo com Eliane, o tema sustentabilidade desperta a curiosidade e auxilia na mudança de hábitos. “Todos os alunos gostaram do tema e se empenharam nos projetos. Eles nos ajudam a aprender pensar e agir para construir o presente e o futuro, tornando–se referência nas questões ambientais”, completou. Para o gerente de educação, Renato Vogel, a discussão do tema é importante. “Estamos

TERRENO com 1.000 metros quadrados, com tanque de pesca, ótimo para lazer. Valor R$ 100 mil. Aceito carro até R$ 50 mil. Tratar: 9108-8748 ou 8807-6041 VENDE-SE chácara, localizada na linha Cerro branco, proximidades da Chácara do Sr. Jaime Souza. Possui 1 casa de madeira em ótimo estado, com 3 alqueires de terra mecanizada e dois algueires próprios para Pasto. Valor a combinar. Fone 3567-3072 ou 8833-1245, falar com Roberto.

VENDE-SE chácara de 1,2 e 3 alqueires, beira do asfalto, próximo à cidade com energia elétrica e açudes. Tratar: 9985-1900 ou 8851-9505. VENDE-SE Linda chácara em ótima localização na SC-451, próximo a linha Cará, à 700 metros da SC451. Terreno com 33 mil metros quadrados, com casa

VENDE-SE OU TROCA uma linda chácara com oito alqueires, com água e luz a 50 quilômetros de Caçador. Interessados entrar em contato com Pedro nos fones 3563-3204 ou 9103-6653

Encontro foi realizado no auditório da SDR de Caçador em um momento de iniciativas no debate sobre o meio ambiente e é isso que devemos fazer, reunir os alunos, professores, debater esse tem, atra-

vés dos projetos apresentados, sempre pensando na melhoria para a educação ambiental”, concluiu. Também estiveram presen-

tes no evento, os secretários de educação dos municípios que compõe a regional. Após a conferência estadual, os classificados, irão para a etapa nacional,

de alvenaria de 121 metros quadrados, dois barracões, um açude de aproximadamente 6.000 metros quadrados, com peixes. Terreno plaino, por R$ 250 mil terreno avaliado. Aceito Proposta. Tratar: 9119-4677.

8815-2142 com Silvane ou 8831-1611 com Edison. VENDE-SE terreno com três alqueires com casa de madeira, na linha Rio Bugre. Valor R$ 120 mil. Tratar: 9104-7849 ao meio dia ou à noite.

com garantia, marca Mercedes Benz, carroceria aberta, em ótimo estado de conservação. Negócio de ocasião. Entrada de R$ 50 mil e assumir financiamento. Tratar pelo fone 9121-4059 ou 9914-2142.

VENDO um lote de 400 metros quadrados na estrada Caçador-Rio Bugre, com frente para o asfalto em andamento. Terreno com tanque para pesca. Valor: R$ 40 mil. Tratar: 9108-8748. VENDE-SE Dois alqueires de terra no Rancho Fundo. Aceita-se carro no negócio ou apartamento em Balneário Camboriu. Tratar: 99358401.

VENDE-SE Cinco alqueires de terreno, no município de Lebon Régis, na localidade de São Miguel. Tratar: 3563-7144 com Teresa.

VENDE-SE Monza GLS 2.0, completo, ano 94. Excelente estado de conservação; 4 portas, direção hidráulica, vidros e trava, motor novo, interior em ótimo estado, documentação regularizada. Apenas R$ 7.500,00. Tratar 99811500 com Elisandro.

VENDE-SE chácara com 11 alqueires localizada no estado do Paraná, a 12 quilômetros da cidade de General Carneiro, contendo: açude de peixe, um alqueire pronto para lavoura, erva mate, eucaliptos. Valor R$ 200 mil. Aceitamos casa no valor até R$ 100 mil em Caçador ou caminhão até R$ 100 mil no negócio. Tratar:

VENDE-SE dois tratores modelo: CBT-10105 completos com guincho, 33 toneladas. R$ 30 mil. Modelo Valmete 65 com carreta, grade, grampo, lâmina: R$ 20 mil. Aceita-se propostas. Interessados ligar 8896-0013, falar com Karina. VENDO caminhão modelo 1718, ano 97, motor novo

VENDE-SE caminhão Mercedes Benz 2325, traçado (6x4) ano mod. 1999, em ótimo estado de conservação. Fone: (49) 3442-2311 ou (49) 9117-1313, Concórdia.

que será de 23 a 28 de novembro, em Brasília, onde os jovens irão aprofundar a temática, socializar os projetos e participar de oficinas temáticas.

PROCURO trabalho em chácara ou fazenda (com experiência e referência), na região de Caçador. Fone: 9967-8105 ou 9947-6846. VENDE-SE motor 11/11 para irrigação. Tratar 3563-1215. VENDE-SE telefone celular rural de mesa fixo GSM, de longo alcance, novo, na caixa com NF e garantia. Tratar: 3567-0290. COMPRO carretinha para transporte de dois cavalos. Tratar: 9102-4383, com Gilberto. VENDE-SE oficina de concertos de máquinas agrícolas com ponto na avenida Fhado Thomé. Tratar 9929-5038, com Zezo. VENDE-SE filhotes de pastor alemão belga, peludo: R$ 200,00. Tratar 3567-9104 ou 8829-0636. VENDE-SE cavalinho cargo 43/31, gabinado, 2004. Tratar: 3563-3109 ou 9964-0293.


03

Caçador (SC), primeira quinzena de outubro de 2013

HORTO FLORESTAL

Alunos visitam projeto de plantas medicinais

Iniciativa é mantida numa parceria entre a prefeitura de Caçador e a Uniarp

A

lunos do 3º ano do ensino fundamental do Colégio de Aplicação realizaram dia 11 de outubro, uma visita ao Horto Florestal, onde a Prefeitura de Caçador mantém parceria com a Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (Uniarp), para o cultivo de plantas medicinais em projeto desenvolvido pelos cursos de Farmácia e Agronomia. O prefeito Beto Comazzetto (PMDB) acompanhou a visita, que teve também a participação do coordenador do

Horto, Alcides Correa de Almeida e da professora do curso de Farmácia, Talize Foppa, que apresentou aos estudantes as ervas medicinais e passou orientações sobre o uso correto de cada planta principalmente para se fazer chá. A professora explicou que os alunos irão realizar uma Feira de Ciências e que o tema escolhido foi plantas medicinais, por isso a importância do contato destes jovens com o plantio realizado no Horto Florestal.

Crianças aprenderam muito no Horto Municipal de Caçador

4º Seminário estadual de Saneamento Básico

Meio Ambiente, Saneamento Básico, Regulação, Fiscalização e Investimentos no setor são os temas principais do 4º Seminário Estadual de Saneamento Ambiental, que ocorre nos dias 17 e 18, na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, em Florianópolis.

O evento é promovido pela Federação Catarinense de Municípios - FECAM, Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento - ARIS, Assembleia Legislativa de Santa Catarina e Associações de Municípios. O evento é gratuito e as inscrições podem ser feitas no site

da Escola de Gestão Pública Municipal (www.egem.org. br). O objetivo principal é debater os temas de interesse da sociedade e do poder público, relacionados ao saneamento ambiental. "As discussões servirão para fomentar políticas públicas para o meio

ambiente e o saneamento básico, levando ao poder público conhecimentos e esclarecimentos sobre as problemáticas que envolvem a área", ressalta o assessor de Meio Ambiente da FECAM, André Miquelante. Entre os assuntos apresentados destaque para o

Confira a programação completa do evento Dia 17 de outubro de 2013 8h - Recepção aos inscritos 8h30 - Abertura do Seminário PAINEL 1 - Meio Ambiente Presidente de Mesa: Selênio Sartori - Diretor Executivo do CISAMA/AMURES 9h - Novo Código Florestal em áreas urbanas consolidadas Palestrante: Alexandre Waltrick Rates, Procurador Jurídico da FATMA 9h35 - Cadastro Ambiental Rural - CAR Palestrante: José Emídio Trilha Ribeiro Júnior, Gerente de Recursos Minerais da SDS 10h10 - Municipalização do licenciamento ambiental - LC 140 Palestrante: Cristiane Casini, Vice-Presidente da Anamma/ SC 10h45 - Os convênios de gestão florestal entre FATMA e Municípios Palestrante: Gean Loureiro, Presidente da FATMA 11h20 - Debates

12h - Intervalo para almoço PAINEL 2 - Saneamento Básico Presidente de Mesa: Professor Gilberto Valente Canali - Presidente do Conselho de Regulação da ARIS 13h30 - Investimentos no Setor de Saneamento Básico Palestrante: Adenor Piovesan, Superintendente da FUNASA/SC 14h10 - O novo sistema de gerenciamento de resíduos sólidos no município de Chapecó Palestrante: José Cláudio Caramori, Prefeito Municipal de Chapecó 14h50 - Os contratos administrativos no setor de resíduos sólidos a luz da nova legislação Palestrante: Marcos Fey Probst, Advogado e Consultor Jurídico 15h30 - Coffee Break 16h - Recursos hídricos e outorga para uso de água em Santa Catarina Palestrante: Edison Pereira de Lima, Diretor de Recursos

Hídricos da SDS 16h30 - Programa Despoluição de Bacias Hidrográficas (Prodes) Palestrante: Maria Cristina de Sá Oliveira Matos Brito, Gerente Técnica de Projetos da ANA 17h - A experiência da EGEM na elaboração de Planos de Gestão de Resíduos Sólidos Palestrante: André Miquelante , Assessor de Meio Ambiente e Saneamento da FECAM/EGEM 17h30 - Debates 18h - Encerramento do dia Dia 18 de outubro de 2013 PAINEL 3 - Regulação, Fiscalização e Investimentos no Saneamento Básico Presidente de Mesa: Dalto Favero Brochi - Diretor Geral da Ares PCJ 8h30 - Nova realidade do saneamento em Santa Catarina: Do convênio de concessão ao contrato de programa Palestrantes: Luiz Abner de Holanda Bezerra, Dalírio

José Beber, Diretor Presidente da CASAN 9h10 - Regulação Econômica no Setor de Saneamento Palestrante: Laura Mendes Serrano, Gerente de Regulação Econômico-Financeira da ARSAE/MG 9h50 - A regulação dos contratos de concessão na visão da Advocacia Geral da União Palestrante: Dr. Ricardo Brandão Silva, Procurador-Chefe da Procuradoria Federal junto à Agência Nacional de Energia Elétrica 10h20 - Coffee Break 10h50 - Atuação do MP/SC no cumprimento da Política de Saneamento Ambiental Palestrante: Paulo Antônio Locatelli, Promotor de Justiça do Ministério Público do Estado de Santa Catarina 11h30 - Atuação do TCE/SC nas contratações de concessões de saneamento básico Palestrante: Rogério Loch, Auditor Fiscal de Controle do TCE/SC 12h10 - Debates 12h30 - Encerramento

Plano Municipal de Saneamento Básico, estabelecido pela Lei 11.445/07 e para o Plano Municipal de Resíduos Sólidos, Lei 12.305/2010. Os Planos são um instrumento de planejamento que estabelece diretrizes para a prestação dos serviços públicos de saneamento e de Resíduos Sólidos. Ambos os Planos buscam conferir melhores condições ambientais à população. O prazo final para as prefeituras terem os Planos de Saneamento aprovados pelas Câmaras de Vere-

adores é 31 de dezembro de 2013, os municípios que não estiverem com os projetos aprovados ficam impedidos de receber recursos federais para investimentos no setor. O prazo estabelecido pela Lei para entrega do Plano Municipal de Resíduos Sólidos encerrou em agosto de 2012. No entanto, os municípios estão podendo entregar seus planos sendo que este passa a ser critério para que o município possa captar recursos para investimentos na área.


04

Caçador (SC), primeira quinzena de outubro de 2013

PARCERIA

Enxertos são utilizados para salvar a araucária

Secretaria de Desenvolvimento Regional de Caçador e Epagri realizam teste para enxerto de araucária

A

araucária está diminuindo a cada ano, após décadas de exploração, a árvore símbolo da região corre risco de extinção. Técnicas de clonagem estão surgindo e sendo apontadas como a salvação dessa planta. Pensando nisso, a secretaria do Estado do Desenvolvimento Regional (SDR) de Caçador, em parceria com a Epagri, através do pesquisador, Amador Tomaselli, e da secretaria municipal de agricultura, realizaram nesta semana, testes para enxerto de araucária. O objetivo é acelerar a produção e produzir as variedades desejadas. Segundo o secretário interino, Francisco Stefanes, o projeto foi uma iniciativa da secretaria, visando à produção de araucária em cerca de oito meses durante o ano. “Se o projeto der certo e os testes nos mostrarem que é possível esse enxerto, iremos partir para a segunda etapa do projeto, onde serão realizados vários enxertos e distribuídos aos produtores. Com isso, eles irão plantar em áreas de preservação ambiental ou áreas degradadas”, completou, afirmando que daqui a alguns anos com o enxerto e a clonagem dando certo, o pinhão poderá ser introduzido como alimento na merenda escolar. Para Amador, essa demonstração de clonagem poderá ter grandes efeitos. “Realizamos quatro enxertos de araucária, se uma delas der certo já podemos comemorar”, citou. O pesquisador explica ainda que a clonagem é realizada na parte superior. “Pegamos a parte inferior, chamada cavalo ou porta enxerto para servir de suporte para receber a parte enxertada, e é a parte superior (grimpa) que carrega a genética e produzirá pinhão”, completou. Stefanes ainda ressalta que o então na época deputado estadual, Dagomar Carneiro, criou uma lei para salvar a extinção de araucárias, mas ela foi considerada inscontitucio-

DIVULGAÇÃO/JORNAL INFORME

Fiscalização de cargas de fertilizantes A Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca e a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) esclarecem que não são responsáveis pela fiscalização de cargas de fertilizantes que chegam pelo Porto de São Francisco do Sul. A Cidasc é responsável pela fiscalização de comercialização de agrotóxicos, sementes e mudas e somente classifica os produtos vegetais, como alho, maçã, banana, entre outros, que são inspecionados para garantir a sanidade no Estado. O sistema de defesa sanitária vegetal constitui-se num trabalho estratégico e sistemático de monitoramento, vigilância, inspeção e fiscalização da produção e do comércio de plantas, partes de vegetais ou produtos de origem vegetal veiculadores de pragas, que possam

colocar em risco o patrimônio agrícola e a condição socioeconômica de Santa Catarina. O terminal da Cidasc no Porto de São Francisco do Sul é destinado para o embarque de grãos (soja, milho e farelo de soja) e o terminal de óleo vegetal já está desativado há oito anos, portanto, não é da competência deste órgão estadual nenhum trabalho relacionado à fiscalização de cargas de fertilizantes.

Programa 5S melhora a empresa rural

Secretário de Agricultura trabalhando na clonagem nal pela promotoria. “Com a lei, os agricultoras produziriam cinco araucárias em áreas não agricultáveis, podendo tirar uma de área agricultável”, completou. Também participou do teste, o gerente de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Agricultura da 10ªSDR, Jean Carlo Ribeiro e o secretário municipal de agricultura, Eduardo Scapinelli

“Levar conhecimento e informação ao produtor rural sobre administração e desenvolver competências em gestão de negócios”. Estes são os objetivos do Programa 5S, realizado, na última semana, para 15 integrados e técnicos da BRF. A iniciativa foi do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/SC), órgão vinculado à Federação da Agricultura e Pecuária de Santa Catarina (Faesc), em parceria com a Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS) e o Sindicato dos Produtores Rurais de Chapecó. Até o momento foram realizados 75 treinamentos e estão previstos 105 neste ano, o que abrangerá aproximadamente 2.000 propriedades rurais do Estado. O prestador de serviço em instrutoria, Ives José Pizzolatti, ressaltou que são

transmitidas informações para que os produtores consigam implantar técnicas de qualidade na propriedade, como por exemplo descarte, organização, limpeza e autodisciplina. “As principais dificuldades dos participantes estão relacionadas ao apego aos objetos e de manter as ferramentas no lugar”, comentou. Para Pizzolatti, o Programa 5S começa por uma mudança comportamental e de cultura, o que requer atitude e determinação dos empresários rurais. “As primeiras técnicas ensinadas são de separar o útil do desnecessário, a partir daí descartar o que não será mais utilizado e retornar os demais objetos de maneira ordenada. Sugestões para isso são o painel de ferramentas, a mesa de trabalho e o local para colocar os insumos”, complementou.


Geral

Primeira quinzena de outubro de 2013 | Edição 09 | Caçador - SC

07 ADRIANO RIBEIRO

Salão comunitário ficou lotado

PADROEIRA

Caixa D’Água realiza festa tradicional

Além do tradicional torneio de Bochas, foi celebrada uma missa especial e foi servido almoço, no dia 6 de outubro

A

direção e moradores da comunidade Linha Caixa D’Água realizaram dia 6 de outubro, a tradicional festa da padroeira Nossa Senhora Aparecida de Fátima. O evento foi realizado no Centro Comunitário, com um bom público. Além do tradicional torneio de Bochas, foi celebrada uma missa especial e foi servido almoço às 12

horas, com churrasco de gado, galinhas assadas, leitão e completo serviço de bar e cozinha. O presidente da comunidade, Roberto Klettke, explica que a festa foi um sucesso, com uma boa participação popular. O dirigente salienta que os recursos adquiridos através da festa serão utilizados para melhorias na comunidade e ações da diretoria.

Torneio de Bochas foi a principal atividade no evento

Festa recebeu a visita de lideranças e público em geral

Presidente da comunidade, Roberto Klettke

Festa já é uma tradição em Caçador


08

Geral

Primeira quinzena de outubro de 2013 | Edição 09 | Caçador - SC ADRIANO RIBEIRO

TRADIÇÃO

Fazenda Campina realiza a 11ª edição de Rodeio

Tradicionalista Jair Carneiro recebeu mais de 40 grupos de laço para o evento realizado dias 12 e 13 de outubro

N

os dias 12 e 13 de outubro, o tradicionalista Jair Carneiro, reunião amigos, laçadores, e amantes da tradição Gaúcha para a realização da 11ª edição do Rodeio Crioulo da Fazenda Campina, localizada na Aliança. O clima colaborou em mais de 40 grupos de laçadores se fez presente para prestigiar e competir pelas melhores premiações. “Tivemos uma participação de laçadores dentro do esperado e podemos avaliar com um ponto alto da festa”, comenta Carneiro. Além das provas de laços, também foram rea-

lizadas outras atividades como gineteadas, e à tarde de domingo uma matiné dançante, animou os presentes. Também no domingo foi servido almoço, com muito churrasco, especialmente alcatra e costela que foram assados na propriedade e comercializados para os presentes. Carneiro agradeceu a todos que de uma forma ou outra contribuíram para o bom andamento da promoção. “Vamos agradecer a todos, desde os patrocinadores, equipes de laço e a população que mais uma vez esteve presente nos prestigiando”, analisou o organizador.


Geral

Primeira quinzena de outubro de 2013 | Edição 09 | Caçador - SC

09


10

Variedades

Primeira quinzena de outubro de 2013 | Edição 09 | Caçador - SC

Jogo dos 7 erros

Palavras-cruzadas

O galo bão Um homem da cidade, viajando pelo interior, foi pela primeira vez a uma rinha para assistir uma briga de galos. Lá chegando, descobriu que um cara apostava e ganhava todos: não errava uma. O galo que ele apostava vencia sempre. Como não entendia disso, mas queria ganhar dinheiro, resolveu consultar o apostador antes de jogar o seu dinheiro. - Meu amigo, vi que ganha sempre e estou querendo apostar na próxima luta. Dá uma dica: qual é agora o galo bom: o branco ou o preto? - O galo bão é o branco.

E ele não perdeu tempo: apostou logo cem reais no galo branco. Começa a briga e o galo branco leva uma surra enorme. Em 3 minutos, já estava todo derrubado no chão. O preto venceu com facilidade. Ele não se conteve e foi tirar satisfação com o apostador: - Como é, amigo, o senhor não disse que o galo branco era o bom? E o apostador , com a maior tranquilidade: - E o senhor não viu que era verdade? O galo branco era o bom, o malvado era o preto!

Não é fácil, não O cavalheiro pergunta ao matuto: - Suas laranjeiras já estão dando laranjas? - Dando não - respondeu o caipira - a gente tem que pegá.

O caipira e a pesquisa Uma pesquisadora do IBGE bate à porta de um sitiozinho perdido no interior. - Essa terra dá mandioca? - Não, senhora - responde o capiau. - Dá batata? - Também não, senhora! - Dá feijão? - Nunca deu! - Arroz? - De jeito nenhum! - Milho?

- Nem brincando! - Quer dizer que por aqui não adianta plantar nada? - Ah! Se plantar é diferente...

Tecnologia caipira Um caipira observa um engenheiro trabalhando com o teodolito. - Dotor, pra que serve esse treco aí? - É que vamos passar uma estrada por aqui e estou fazendo as medições. - E precisa desse negocio pra fazê a estrada? - Sim, é lógico que precisa. Vocês não usam isso pra fazer estradas aqui não?

- Não sinhô. Quando a gente qué faze uma estrada, a gente sorta um burro e vai seguindo ele. Agente sabe que, por onde o bicho passá, vai sê sempre o mió caminho pra se fazê a estrada... - Puxa, que interessante, respondeu o engenheiro. Mas e se vocês não tiverem o burro na hora? - Bem, dai a gente chama o “engenhero”...

Conversa de caipira Três caipiras conversam animadamente sobre as suas façanhas de pescador: - Outro dia pesquei uma traíra de quase um metro, diz um deles. O segundo não desanima e retruca: - Ainda não faz quinze dias pesquei um dourado de metro e meio... Nisso, o terceiro estica o braço como se estivesse indicando uns trinta centímetros: - Ah, mas o pacu que eu pesquei era mais ou menos assim... - E qual é a novidade num pacu desse tamanhico,” cumpadi”? - riem os outros dois caipiras. E ele decidido: - Essa era a distância entre os zóios do bicho...


Geral

Primeira quinzena de outubro de 2013 | Edição 09 | Caçador - SC

Rodeios e Leilões

Religião

Guia dos principais eventos como rodeios, provas de laço e leilões, envolvendo animais em Santa Catarina, que serão realizados nos próximos 15 dias. Evento: XXX Rodeio Crioulo Data: 17 a 20/10/2013 Cidade: Praia Grande Estado: Santa Catarina Organizador: CTG Porteira do Faxinal Local: Praia Grande Descrição: XXX Rodeio Crioulo Abrangência: Estadual Telefone(s): (48) 8822 3580 Evento: XIV Rodeio Crioulo Nacional Data: 17 a 20/10/2013 Cidade: Braço do Norte Estado: Santa Catarina Organizador: Bertilo Borba Local: Braço do Norte Descrição: XIV Rodeio Crioulo Nacional Abrangência: Estadual Telefone(s): (48) 9987 9934 Evento: II Amostra da Bezerra Data: 18 a 20/10/2013 Cidade: Nova Itaberaba Estado: Santa Catarina Organizador: Prefeitura Municipal Local: Nova Itaberaba Descrição: II Amostra da Bezerra Abrangência: Estadual Telefone(s): (49) 3327 0066 Evento: IV Rodeio Crioulo Data: 18 a 20/10/2013 Cidade: Nova Itaberaba Estado: Santa Catarina Organizador: CTG Rancho da Saudade Local: Nova Itaberaba Descrição: IV Rodeio Crioulo Abrangência: Estadual Telefone(s): (49) 3327 0048 Evento: Rodeio de Vaca Motorizada Data: 18 a 20/10/2013 Cidade: São Bento do Sul Estado: Santa Catarina Organizador: Eleandro Stiegler Local: Cancha do Ilo Stiegler Descrição: Rodeio de Vaca Motorizada Abrangência: Estadual Telefone(s): (47) 3642 1077 Evento: Festa Campeira Data: 18 a 20/10/2013 Cidade: São Pedro de Alcântara Estado: Santa Catarina Organizador: CTG Tropilha de Santa Tereza Local: São Pedro de Alcântara Descrição: Festa Campeira Abrangência: Estadual Evento: 1º Cão Curso Data: 19/10/2013 Cidade: São José Estado: Santa Catarina Organizador: Centro Comercial Petry Local: São José Descrição: 1º Cão Curso Abrangência: Regional Telefone(s): (48) 3258 0115 Evento: 4º Rodeio Crioulo Regional Data: 19 e 20/10/2013 Cidade: Santa Cecilia Estado: Santa Catarina Organizador: Orisvaldo Guimarães Camargo Local: Santa Cecilia Descrição: 4º Rodeio Crioulo Regional Abrangência: Regional Telefone(s): (49) 3563 0458 Evento: I Rodeio de Vaca Mecânica do Piquete Estrelo dos Pampas Data: 19 e 20/10/2013 Cidade: Caçador Estado: Santa Catarina

Organizador: Fernanda Vanise Tureck Local: Caçador Descrição: I Rodeio de Vaca Mecânica do Piquete Estrelo dos Pampas Abrangência: Regional Telefone(s): (49) 3561 6445 Evento: IV Feira do Terneiro e Gado Geral Data: 19 e 20/10/2013 Cidade: Alfredo Wagner Estado: Santa Catarina Organizador: Ivan Dornelles Andersen Local: Alfredo Wagner Descrição: IV Feira do Terneiro e Gado Geral Abrangência: Estadual Telefone(s): (48) 9945 5245 Evento: XXIII Rodeio Crioulo Estadual Data: 19 e 20/10/2013 Cidade: Presidente Getúlio Estado: Santa Catarina Organizador: CTG Porteira Getuliense Local: Presidente Getúlio Descrição: XXIII Rodeio Crioulo Estadual Abrangência: Estadual Telefone(s): (47) 3352 2464 Evento: Torneios de Laço da Fazenda São Francisco Data: 19 e 20/10/2013 Cidade: Forquilhinha Estado: Santa Catarina Organizador: Mario Francisco Fernandes Local: Forquilhinha Descrição: Torneios de Laço da Fazenda São Francisco Abrangência: Estadual Telefone(s): (48) 3437 5524 Evento: XI Rodeio Crioulo Data: 19 a 21/10/2013 Cidade: Itaiópolis Estado: Santa Catarina Organizador: CTG Bom Jesus Local: Itaiópolis Descrição: XI Rodeio Crioulo Abrangência: Estadual Telefone(s): (47) 8879 8896 Evento: VI Leilão da Primavera Data: 20/10/2013 Cidade: Ponte Serrada Estado: Santa Catarina Organizador: Sindicato Rural da Ponte Serrada Local: Ponte Serrada Descrição: VI Leilão da Primavera Abrangência: Estadual Evento: 4ª Cavalgada Data: 20/10/2013 Cidade: Concórdia Estado: Santa Catarina Organizador: Grupo de Cavaleiros Amigos da Tradição Local: Concórdia Descrição: 4ª Cavalgada Abrangência: Estadual Telefone(s): (49) 3442 1423 Evento: Torneio de Laço do CTG Querência Três Riachos Data: 20/10/2013 Cidade: Biguaçu Estado: Santa Catarina Organizador: Jones Santos - Patrão do CTG Local: CTG Querência Três Riachos Descrição: Torneio de Laço do CTG Querência Três Riachos Abrangência: Estadual Telefone(s): (48) 3258 0115 Evento: 1º Torneio de Laço

Interestadual Data: 20/10/2013 Cidade: Ipira Estado: Santa Catarina Organizador: Piquete Estância da Tradição Local: Ipira Descrição: 1º Torneio de Laço Interestadual Abrangência: Estadual Telefone(s): (49) 3442 1423 Evento: 2º Torneio de Laço em Vaca Mecânica Data: 24 e 25/10/2013 Cidade: Curitibanos Estado: Santa Catarina Organizador: Fabrício França de Almeida Local: Piquete Garão de Potro Descrição: 2º Torneio de Laço em Vaca Mecânica Abrangência: Estadual Telefone(s): (49) 35620458 Evento: Credenciadora, Exposição Morfológica e Leilão Data: 24 e 25/10/2013 Cidade: Barra Velha Estado: Santa Catarina Organizador: Estância Três Coxilhas Local: Barra Velha Descrição: Credenciadora, Exposição Morfológica e Leilão Abrangência: Estadual Telefone(s): (47) 3431 2900 Evento: 3º Feira de Novilhas das Raças Leiteiras e 17º Clube da Bezerra Auriverde Data: 25 e 26/10/2013 Cidade: Cunha Porã Estado: Santa Catarina Organizador: Cooperativa Regional Auriverde Local: Cunha Porã Descrição: 3º Feira de Novilhas das Raças Leiteiras e 17º Clube da Bezerra Auriverde Abrangência: Estadual Telefone(s): (49) 3646 0222 Evento: 13ª Mostra da Terneira Data: 25 e 26/10/2013 Cidade: Ipira Estado: Santa Catarina Organizador: Prefeitura Municipal Local: Ipira Descrição: 13ª Mostra da Terneira Abrangência: Estadual Telefone(s): (49) 3442 1423 Evento: 3º Rodeio Crioulo Piquete Vó Manilio Data: 25 a 27/10/2013 Cidade: Erval Velho Estado: Santa Catarina Organizador: Piquete Vó Manilio Local: Erval Velho Descrição: 3º Rodeio Crioulo Piquete Vó Manilio Abrangência: Estadual Telefone(s): (49) 3542 1150 Evento: XXXVI Rodeio Crioulo Interestadual Data: 25 a 27/10/2013 Cidade: Urubici Estado: Santa Catarina Organizador: CTG Campestre Catarinense Local: Urubici Descrição: XXXVI Rodeio Crioulo Interestadual Abrangência: Interestadual Telefone(s): (49) 3233 0392 Evento: I Torneio de Laço e I Gladiadores do Laço Data: 25 a 27/10/2013 Cidade: Morro da Fumaça

11

Estado: Santa Catarina Organizador: CTG Herança do Velho Pai Local: Morro da Fumaça Descrição: I Torneio de Laço e I Gladiadores do Laço Abrangência: Estadual Telefone(s): (48) 3437 5524 Evento: I Sal Tche Torneio de Laço Data: 25 a 27/10/2013 Cidade: Saltinho Estado: Santa Catarina Organizador: Associação de Laçadores Piquete Criado em Galpão Local: Fazenda Scopel Descrição: I Sal Tche Torneio de Laço Abrangência: Estadual Telefone(s): (49) 3361 1232 Evento: XVII Rodeio Crioulo Nacional CTG Querência do Lago Azul Data: 25 a 27/10/2013 Cidade: Jaguaruna Estado: Santa Catarina Organizador: Procópio Lima Local: Jaguaruna Descrição: XVII Rodeio Crioulo Nacional CTG Querência do Lago Azul Abrangência: Nacional Telefone(s): (48) 9984 0412 Evento: 4ª Festa do Borrego no Rolete e Exposição de Animais Data: 25 a 27/10/2013 Cidade: Pomerode Estado: Santa Catarina Organizador: Edson Baehr Local: Parque de Eventosde Pomerode Descrição: 4ª Festa do Borrego no Rolete e Exposição de Animais Abrangência: Estadual Telefone(s): 47 3334 1452 Evento: Festa Campeira Três Riachos Data: 25 a 27/10/2013 Cidade: Biguaçu Estado: Santa Catarina Organizador: CTG Querência dos Três Riachos Local: Biguaçu Descrição: Festa Campeira Três Riachos Abrangência: Estadual Evento: XVII Clube da Bezerra Data: 26/10/2013 Cidade: Cunha Porã Estado: Santa Catarina Organizador: Cooperativa Regional Auriverde Local: Cunha Porã Descrição: XVII Clube da Bezerra Abrangência: Estadual Telefone(s): (49) 3646 0222 Evento: 78º Remate de Gado Geral Data: 26/10/2013 Cidade: São Miguel do Oeste Estado: Santa Catarina Organizador: ACBEOSC Local: São Miguel do Oeste Descrição: 78º Remate de Gado Geral Abrangência: Estadual Telefone(s): (49) 3622 0833 Evento: 1ª Cavalgada dos Criadores do Testo Data: 26/10/2013 Cidade: Pomerode Estado: Santa Catarina Organizador: Associação de Criadores do Testo Local: Pomerode Descrição: 1ª Cavalgada dos Criadores do Testo Abrangência: Estadual Telefone(s): (47) 3334 1452

Missas da Igreja Católica no Interior - Rio Bugre 1ª Sexta-feira do mês, às 20 horas - Comunidade do Zanetti 2ª Quinta-feira do mês, às 20 horas - Comunidade do KM 17 2º sábado do mês, às 14 horas - Comunidade do Castelli 2º domingo do mês, às 14 horas - Com. Adolfo Konder 2º domingo do mês, às 16 horas - Assentamento Nossa Senhora Aparecida 3º sábado do mês, às 14 horas - Assentamento São Roque 3º sábado do mês, às 16 horas - Comunidade Turma 60 4º sábado do mês, 16 horas - Comunidade Rio Bugre 3º sábado do mês, 13h30min - Comunidade do Pena 4º domingo do mês, às 15 horas - Comunidade Cará 1ª sexta-feira do mês, às 19h30min - Comunidade Aparecida 1º sábado do mês, às 14 horas - Comunidade Carmo 1º sábado do mês, às 16 horas - Comunidade Tamanduá 1º sábado do mês, às 14 horas - Comunidade Laranjeira 1º sábado do mês, às 15h30min - Km 36 2º sábado do mês, às 15 horas - Km 30 2º sábado do mês, às 16h30min - Km 13 3º sábado do mês, às 14 horas

- Km 17 3º sábado do mês às 16 horas - Tombini 4º sábado do mês, às 14 horas - Jorge Lacerda 4º sábado do mês, às 16 horas - Km 33 Última sexta-feira do mês às 19 horas - Comunidade São Pedro 1º domingo do mês, às 14 horas - Linha São Francisco 2º domingo do mês, às 14 horas - Linha Rio Tigre 2º domingo do mês, às 16 horas - Linha Serra Azul 3º domingo do mês, às 14 horas - Comunidade Cará 4º domingo do mês, às 14 horas - Comunidade Cerro Branco 2º sábado do mês, 16 horas - Comunidade Castelhano 2º domingo do mês, às 10h30min - Comunidade Caixa D’Água 2º sexta-feira do mês, às 20 horas - Comunidade Santana 3º sábado do mês, às 9 horas - Comunidade Benjamin Constant 3º sábado do mês, às 10h30min - Comunidade São João de Cima 3º domingo do mês, às 15 horas - Comunidade Castelhano 3º sexta-feira do mês, às 19h30min - Comunidade Aeroporto 4ª sexta-feira do mês, às 19h30min


12

Receitas

Primeira quinzena de outubro de 2013 | Edição 09 | Caçador - SC

Alfajor

Bolinho caipira INGREDIENTES MASSA • 1/2 kg de farinha de milho amarela • 1 1/2 litro de água • 2 cubinhos de caldo de carne • 4 colheres (sopa) de óleo • 2 colheres (sopa) de farinha de mandioca RECHEIO • 1/2 kg de carne moída • Cebola picada, alho amassado • Salsinha e cebolinha picadas • Sal e pimenta do reino à gosto Modo de preparo Massa • Em uma vasilha junte as farinhas. • Vá misturando e desmanchando todos os grumos. • Adicione o óleo e reserve. • Ferva a água com o cubinho de caldo de carne. • Derrame sobre a farinha aos poucos e misture bem,

INGREDIENTES • 250 g de farinha de trigo • 150 g de manteiga ou margarina • ½ xícara (chá) de açúcar • 6 gemas • 1 colher (sopa) de fermento em pó

mexendo sempre até que a massa fique homogênea. • Separe uma pequena porção da massa, e achate-a na palma da mão. • Coloque dentro um pouco do recheio (carne temperada crua). • Feche com a própria massa dando o formato de um bolinho compridinho.

Bolinho de batata INGREDIENTES • 1/2 kg de batatas cozidas e passadas no espremedor • 1 ovo • 2 colheres (sopa) de amido de milho • 1/2 xícara (chá) de queijo parmesão ralado • Sal e pimenta do reino a gosto

cozinhar al dente). • Em uma travessa depeje o molho por cima da massa. DICA

as bolachas e leve ao forno médio, preaquecido, até dourar. • Recheie as bolachas com doce de leite e cubra com chocolate derretido. • Sirva em seguida. Rendimento: 8 porções

• Feitos todos os bolinhos, frite em óleo quente. • Escorra em papel absorvente. • Sirva quente. RECHEIO • Misture todos os ingredientes e utilize a carne bem temperadinha "crua", pois se refogar antes fica seco.

Spaghetti alla puttanesca INGREDIENTES • 1 pacote de espaguete grano duro (ou qualquer massa longa de sua preferência) • 4 tomates picados • 3 dentes de alho amassado • 1/2 xícara (chá) de azeitonas picadas • 40 g de filés de anchova em conserva • 1/2 xícara (chá) de salsinha picada • 1/2 pimenta vemelha picada sem sementes • 1/4 xícara (chá) de azeite de oliva • 1 colher (sobremesa) de alcaparras (opcional) MODO DE PREPARO • Frite o alho, pimenta e anchovas no azeite até as anchovas derreterem. • Coloque as azeitonas pretas e frite mais 1 minuto. • Acrescente os tomates e 1/2 xícara (chá) de água e deixe apurar por 8 minutos (tempo em que a massa leva para

• ½ xícara de amido de milho • Canela em pó a gosto MODO DE PREPARO • Misture todos os ingredientes acrescentando aos poucos o amido de milho. • Abra a massa na espessura de meio centímetro, corte

• Ao invés de queijo ralado derreta 1 colher (sopa) grande de manteiga em uma frigideira e torre ligeiramente

• Cheiro verde a gosto MODO DE PREPARO • Coloque todos os ingredientes numa vasilha e amasse bem. • Deixe a massa na geladeira por meia hora. • Faça bolinhas com a massa e frite em óleo quente. • Sirva em seguida.

com 1 xícara (chá) de farinha de rosca para polvilhar por cima da massa. Rendimento: 8 porções

Acesse nosso site e página no facebook, e fique por dentro de nossas promoções e sorteios.

SUPERMERCADO

48 anos, uma vida, uma família, uma empresa.

3563.0371 | Av. Senador Salgado Filho, 169 | facebook.com\GuzziSupermercado |www.guzzism.com.br


Informe Verde 9ª Edição