Page 1

INFORME rede de JOrnAis

CAÇAdOr

CONTEUDO É TUDO

Tempo Hoje

31 17º

segundA-feirA, 24 de dezembro de 2012 . ANo 11 . No 2.285 |

e-mail: opiniao@jornalinforme.com.br |

http://issuu.com/jornal_informe | R$ 1,50

eMBriAgueZ AO VOLAnTe

Lei seca mais rígida faz a sua primeira ‘vítima’ em Caçador

Motorista embriagado colidiu com o carro em uma casa PAg A07

direÇÃO

Jonas estevão assume a LAC

Na noite deste dia 21 de dezembro foi eleita a nova diretoria da Liga Atlética

Caçadorense (LAC). Em uma votação de cinco votos a zero, o próximo presidente PAg A08

COnseMA

resolução considera animais domésticos espécies invasoras PAg A05

será Jonas Estevão da Silva que estará á frente da LAC pelos próximos dois anos.


segundA-feirA, 24 de dezembro de 2012

A02 especial

AMiZAde

Confraternização de final de ano no bar do Jorge e Mário

A noite começou com troca de presentes com a famosa brincadeira de amigo secreto, em seguia foi servido uma janta Gioppo Carneiro, pertencente aos irmãos Jorge e Mário. Pela terceira vez, frequentadores do bar se reuniram para fazer uma festa de final de ano con-

PÚBLICAÇÃO: Referência Editora Jornalistica Ltda CNPJ: 04.736.389/0001-99 Inscrição Estadual: Isento ENDEREÇO: Rua Osorio Timmerman, 56 Caçador-SC CEP: 89500000

tando com a presença de mais de 40 pessoas, entre amigos, parentes e colegas de trabalho. A noite começou com troca de presentes com a famosa

DIREÇÃO GERAL: Adriano Ribeiro EMAIL: opiniao@jornalinforme.com.br TELEFONE:8843-4213 GERAL Francine Santos TELEFONE: 9969-0915 ou 8806-6730 EMAIL:fran.informe@gmail.com ESPORTE Lauro Tentardini EMAIL: redacao@jornalinfome.com.br TELEFONE:051-82495255 POLITICA Adriano Ribeiro EMAIL: opiniao@jornalinforme.com.br TELEFONE:8843-4213 POLÍCIA Cleriton Freire EMAIL: cleriton.freire@hotmail.com

brincadeira de amigo secreto. Em seguida, os companheiros de bar degustaram uma janta produzida no local. O bar tem mais de 20

anos, e segundo Jorge momentos como este servem para fortalecer as amizades. “Na nossa primeira brincadeira começamos com 12

TELEFONE:8858-9519 JORNALISTA RESPONSÁVEL: Adriano Ribeiro 0002902SC COMERCIAL: EMAIL: adm@jornalinforme.com.br EMAIL: comercial@jornalinforme.com.br PROJETO GRÁFICO: DÓDA DESIGN® - www.dodadiagramador.com.br DIAGRAMAÇÃO: Lucas Iara Gonçalves EMAIL: criacao@jornalinforme.com.br EMAIL: diagramacao@jornalinforme.com.br

CONTEUDO É TUDO

REPRESENTANTE COMERCIAL: CENTRAL DE COMUNICAÇÃO

FILIADO À

N

esta sexta-feira (21) uma confraternização de final e ano foi realizada no Bar e Lanchonete Dois Irmãos, na rua Salomão

pessoas. Na segunda edição vieram 20, e hoje mais de 40 amigos estão aqui reunidos para festejar mais um ano que passa”, comenta o sócio.

ASSINATURAS Anual ................................................................R$ 180,00 Semestral ..............R$ 95,00 à vista ou 2 x de R$ 55,00 Mensal na conta de luz .....................................R$ 13,90 Venda Avulsa .......................................................R$ 1,50

FALE COM O INFORME Fones: 3567-5699 Fechamento da Edição PLANTÃO 24 HORAS (49) 8843-4213 18h40


geral

segundA-feirA, 24 de dezembro de 2012

“É um absurdo. É a falta de bom senso e de embasamento técnico e científico”, declarou. Em consulta ao ibama, Colatto destacou que o assunto é de competência do órgão ambiental federal e não estadual.

A05

COnseMA

resolução considera animais domésticos espécies invasoras

Considerada um absurdo, Resolução do Consema caracteriza animais domésticos como espécies invasoras e quer erradicação de plantas

D

ocumento endereçado ao governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, sexta-feira (21) solicita providências sobre a Resolução do Conselho Estadual do Meio Ambiente (Consema), que, mais uma vez, criou um sistema de controle para criação e cultivo de plantas e animais domésticos com base em autorizações ambientais. O documento enviado pelo deputado federal Valdir Colatto (PMDB/SC) relata o conteúdo da Resolução 08/2012 que repete o mesmo equívoco da sua antecessora, Resolução 11/2010, que como objeto “Reconhece a lista oficial de espécies exóticas invasoras no Estado de Santa Catarina e dá outras providências” determinando que a posse, o transporte, comercialização e circulação de cães, gatos, coelhos e cabras dependerá de normatização da Fatma. Segundo Colatto a Resolução determina licença ambiental para o cultivo de chuchu, criação de gato e cachorro, cabra, porquinho da

índia, coelho, tilápia e truta. “É um absurdo. É a falta de bom senso e de embasamento técnico e científico”, declarou. Em consulta ao Ibama, Colatto destacou que o assunto é de competência do órgão ambiental federal e não estadual. Em anexo ao ofício, Colatto encaminhou parecer técnico da Confederação Nacional da Agricultura (CNA) manifestando-se sobre o conteúdo. Sobre o programa estadual de espécies exóticas invasoras, o documento considera a situação “esdrúxula”, “cômica” de “um completo desprezo pelo convívio harmônico e adaptado entre espécies nativas e exóticas, em especial às domesticadas”. Como exemplo, cita um cão ou um gato que pula o muro da residência de seu proprietário o que caracterizaria o dono como infrator ambiental. Isso, porque segundo o parecer, “as espécies da fauna enquadradas nesta categoria tem proibida sua soltura”. “São espécies que há milênios convivem com o homem

e que agora passam a ser normatizadas pela Fatma”, reclama lembrando que “a Fundação encontra-se sem condições de atender mais estas exigências por falta de estrutura e de técnicos além de ser exigência descabida”. Outra situação define como espécies invasoras o limão, chuchu, amora, eucalipto, capim colonião, jaca, entre outras. Espécies que não tem permitida a posse, o transporte, o comércio, a aquisição, a propagação e o cultivo, bem como a criação e a doação estão o capim estrela, capim gordura, capim gafanhoto, acácia, palmeira real da Austrália, cinamomo, morango silvestre, picão, beijinho, entre outros. No ofício ao governador, Colatto solicita ainda levantamento da Fatma sobre o número de processos e pedidos de licenciamento ambientais parados ou engavetados nas regionais. “Acredito que são milhares e creio ser este um dos maiores entraves aos empreendedores de Santa Catarina”, complementa.

diVuLgAÇÃO/infOrMe

deputado, Valdir Colatto (PMdB)

Contribuição sindical rural deve ser paga até 31 de janeiro

Saúde é normalizada

A Federação da Agricultura do Estado de Santa Catarina (Faesc), em parceria com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e os Sindicatos rurais, alerta que o prazo para os produtores rurais, pessoa jurídica, recolherem a contribuição sindical rural do exercício 2013 encerra no dia 31 de janeiro. São considerados pessoa jurídica os produtores rurais que possuem imóvel rural ou empreendem, a qualquer título, atividade econômica rural, enquadrados como “empresários” ou “empregadores rurais”. A contribuição é um tributo obrigatório, previsto na

O secretário estadual de Saúde, Dalmo de Oliveira, confirmou na manhã deste domingo que desde sábado os servidores grevistas estão retornando ao trabalho e estabilizando o atendimento nos hospitais da rede estadual. Até agora o secretário diz não ter notícias de algum problema. Os diretores dos hospitais foram orientados a receber os servidores de forma adequada, sem desentendimentos para que o serviço seja restabelecido nas unidades o mais rápido possível. Apenas as cirurgias eletivas e as consultas nos ambulatórios devem ficar para o começo de janeiro, já que será difícil reorganizar a agenda e localizar os próprios pacientes

Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), regulamentada pelo Decreto nº 1.166, de 15 de abril de 1971. “O pagamento deverá ser efetuado impreterivelmente até o dia 31 de janeiro, em qualquer estabelecimento integrante do sistema nacional de compensação bancária. A falta de recolhimento constituirá o produtor rural em mora e o sujeitará ao pagamento de juros, multa e atualização monetária previstos no artigo 600 da CLT”, observa o presidente da Faesc, José Zeferino Pedrozo. As guias foram emitidas com base nas informações prestadas pelos contribuin-

tes nas Declarações do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR), repassadas à CNA pela Secretaria da Receita Federal do Brasil, com amparo no que estabelece o artigo 17 da Lei nº 9.393, de 19 de dezembro de 1996. O documento foi remetido, via postal, para os endereços indicados nas respectivas declarações. Em caso de perda, de extravio ou de não recebimento da guia de recolhimento, o contribuinte deverá solicitar a emissão da 2ª via à Faesc em até cinco dias úteis antes da data do vencimento. Ou ainda obter diretamente pela internet, no site da CNA (www.canal-

doprodutor.com.br). Eventuais impugnações administrativas contra o lançamento e cobrança da contribuição deverão ser feitas no prazo de 30 dias, contados do recebimento da guia, por escrito, perante a CNA, situada no SGAN Quadra 601, Módulo K, Edifício CNA, Brasília – Distrito Federal, CEP.: 70.830-903. O protocolo das impugnações poderá ser feito pelo contribuído na sede da CNA, da FAESC ou enviado por correio. O sistema sindical rural é composto pela CNA, pelas Federações Estatuais de Agricultura e/ou Pecuária e pelos Sindicatos Rurais e/ ou de Produtores Rurais.

neste período de festas. À tarde, Dalmo deve confirmar com os diretores como está este retorno ao trabalho e fazer um balanço de como ficará o atendimento na saúde nos próximos dias. Os servidores da saúde estão retornando ao trabalho desde às 7 horas de sábado após terem enfrentado praticamente dois meses de paralisação. Após inúmeros protestos e tentativas de negociação, os trabalhadores conseguiram o reajuste de mais de 50% no salário, mesmo que parcelado em três vezes. O primeiro aumento, de 30%, será pago em abril de 2013, o segundo de 35% em outubro do próximo ano e um terceiro, de 35%, em abril de 2014.


A06

geral

segundA-feirA, 24 de dezembro de 2012

O secretário já pediu um levantamento da real situação do hospital, que está sendo feito pela sua equipe técnica. É bem possível que nessa reunião de janeiro ele já possa anunciar alguma solução”, explicou Cobalchini.

CAÇAdOr

escola irmão Léo realiza formatura do Terceirão

A solenidade contou com a presença da direção da escola, professores, pais e amigos dos formandos

N

a sexta-feira (21) a Igreja Sede da Assembleia de Deus em Caçador recebeu a formatura das turmas de terceiro ano da Escola Estadual Irmão Léo. A solenidade contou com a presença da direção da escola, professores, pais e amigos dos formandos. A cerimônia teve músicas, reflexões propiciadas pelos alunos que encerram esta etapa de estudos e pelos professores que fizeram uso da palavra. O juramento constou de compromis-

so solene dos formandos em fazerem uso da cidadania plena para ajudarem a construir uma sociedade melhor, onde todos possam se realizar mais como pessoas e como cidadãos que buscam permanentemente o bem comum. A diretora da instituição, Dirley Heller, enalteceu a conquista dos alunos, o trabalho de equipe dos professores e funcionários da Escola Irmão Leo e o apoio do deputado Valdir Cobalchini, do prefeito eleito Beto Comazzetto en-

quanto secretário regional, do atual secretário regional Beto Cruz e do gerente de Educação, Mario Luiz Cachinski. Também ressaltou a atuação da APP da escola, que para ela sempre esteve batalhando pela boa educação dos jovens da comunidade. Por fim, a equipe da Escola Irmão Léo registrou-se os agradecimentos à direção da Igreja Evangélica Assembleia de Deus, através do pastor presidente Cláudio Caetano, por ter cedido as dependências. diVuLgAÇÃO/infOrMe

diVuLgAÇÃO/infOrMe

Colégio irmão Léo

reabilitação da sC-355 em Jaborá

diVuLgAÇÃO/infOrMe

Cobalchini interveio junto ao secretário de saúde

Secretário da Saúde estará em Fraiburgo O secretário de Saúde, Dalmo Claro, que deve ser mantido no cargo pelo governador Raimundo Colombo, vai estar em Fraiburgo nos primeiros dias de janeiro para tentar uma solução impedindo o fechamento do hospital. A informação é o do secretário de Infraestrutura, Valdir Cobalchini, que esteve com Dalmo Claro nesta sexta-feira tratando do assunto. Segundo Cobalchini, a Secretaria de Estado da Saú-

de já tomou conhecimento da situação e está trabalhando no caso. “O secretário já pediu um levantamento da real situação do hospital, que está sendo feito pela sua equipe técnica. É bem possível que nessa reunião de janeiro ele já possa anunciar alguma solução”, explicou Cobalchini. A questão do hospital de Fraiburgo, na avaliação de Cobalchini, precisa ser discutida com toda a sociedade. “O secretário da Saúde vai

conversar com a nova administração municipal e com a direção do hospital e nós vamos acompanhar esse caso até termos a solução”, garantiu o secretário Cobalchini. No domingo, após a inauguração do centro de eventos, Cobalchini acompanhou de funcionários visitou o hospital onde conheceu a real situação e anunciou seu empenho para que ele não feche. “O governador já sabe da situação e vamos buscar juntos a solução”, finalizou.

O governador Raimundo Colombo e o secretário da Infraestrutura, Valdir Cobalchini, assinaram neste sábado, 22, a autorização para que o Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) possa emitir a ordem de serviço para as obras de reabilitação da SC-355, em Jaborá. O investimento é de R$ 26,5 milhões e abrange 22,8 quilômetros do trecho BR-153 (Concórdia) a Jaborá. Os recursos serão aplicados nos serviços de revitalização do pavimento da rodovia, drenagem e complementares. Colombo explicou que durante dois anos o Governo se dedicou a fazer projetos e levantamentos de prioridades nas regiões. No caso da infraestrutura, foram detectados 127 pontos críticos nas rodovias, responsáveis por 70% dos acidentes no Estado. “Se tiver uma curva acentuada, vamos melhorar. Se for preciso construir uma passarela, nós a faremos. Reabilitação não é colocar asfalto em cima do já existente. É necessário refazer e oferecer um serviço com estrutura adequada e segura. Não vamos aceitar obras sem qualidade”, garantiu.

Cobalchini entregou ordem de serviço com o governador

A rodovia se caracteriza por ser uma importante ligação entre corredores rodoviários do Estado de Santa Catarina, contribuindo para o escoamento da produção agropecuária, comercial e industrial. As regiões contempladas são essencialmente agrícolas, com destaque para os grãos, suínos, frangos e leite. As obras integram o Pacto por Santa Catarina, lançado pelo Governo do Estado no início do segundo semestre.

O secretário da Infraestrutura, Valdir Cobalchini, informou que a obra contará com terceiras faixas, ampliação da capacidade de trafego, mudanças de traçados, acostamentos e eliminação de pontos críticos. “Não vai ser só uma reabilitação, mas sim uma nova rodovia, garantindo segurança e comodidade para os motoristas. O prazo para execução da obra é de 720 dias, mas vamos trabalhar para diminuir esse tempo.”


A08 Contra-Capa

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Jornal Informe - Edição 2.285  

Jornal Diário - Caçador (SC) Edição 2.285

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you