Page 1

EXEMPLAR

HAUER BOQUEIRÃO ALTO BOQUEIRÃO XAXIM UBERABA GUABIROTUBA

GRÁTIS

Ano 7 - Edição Nº 110

CIRCULAÇÃO

1ª quinzena de setembro de 2013

®

EDIÇÃO QUINZENAL

Foto: Arquivo

Perigo na esquina

Cursos personalizados

Desatenção, má sinalização e alta velocidade ocasionam colisões Pág. 9

Pé no asfalto

Óptica Dova incentiva qualidade de vida por meio da corrida de rua Pág. 7

Faculdade Fidelis realizou pesquisa em bairros da região sul para escolha de novos cursos de graduação e pós-graduação Pág. 13


2

Edição quinzenal

EDITORIAL

A Arte da Espera “Nosso problema hoje é o tempo, porque essa demora mata o comércio. Esperamos que a solução seja viável para todos”, cobra a presidente da Associação dos Empresários do Grande Boqueirão (Emgrab), Cyda Villa Nova. O presidente do IPPUC, Sérgio Povoa Pires, ainda está dentro do prazo prometido aos representantes e dirigentes das associações para apresentar uma solução no programa que visa estender a via e no próximo mês deve apresentar uma solução. “Vamos analisar se é realmente na Marechal a necessidade da ciclofaixa”, diz Sergio Pires. Enquanto isso, 10% dos ciclistas que transitam na Marechal continuam optando pela canaleta do Expresso.

7 ANOS

Nenhuma novidade em relação ao reparo nas obras realizadas na Av. Marechal Floriano Peixoto para melhorias da estreita ciclofaixa e para o aumento das vagas de estacionamento nesta avenida. Comerciantes e usuários aguardam ansiosamente um posicionamento do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC) que informa estar trabalhando no detalhamento do Plano Diretor Cicloviário, lançado no dia 6 de Setembro, que prevê a implantação de 300 km de novas vias cicláveis e melhorias na malha cicloviária existente. A prefeitura admite que muitas são as reclamações com respeito à largura da infraestrutura da ciclovia no sentido Centro-Boqueirão. Instalada pela administração anterior, a ciclofaixa não é uma dor de cabeça apenas para a atual Prefeitura, que é obrigada a reparar o serviço mal feito da gestão anterior, mas principalmente aos comerciantes que nunca viram uma queda tão grande do movimento em função da falta de estacionamentos na via.

Av. Mal. Floriano Peixoto, 5261 - sala 2 Hauer - CEP 80010-130 - Curitiba/PR Fone: (41) 3039-2986 | pauta@jornaldocomerciohauer.com.br

EXPEDIENTE 1ª quinzena de setembro

Diretor geral e redator chefe: Ricardo A. Dias (DRT-PR 5504)

Reportagem: Jordana Basilio e Cláudia Petri

Departamento comercial: Adilson Silva | Cel.: 9135-0636

Projeto gráfico e diagramação: Rodrigo A. Romani (DRT-PR 7756)

Departamento financeiro: Thays de Freitas Dias

Arte final: Andressa Chaves e Mayara Ayabe

Marketing: Kamilla Almeida

Revisão: Cláudia Petri

As matérias assinadas não expressam, necessariamente, a opinião deste jornal.

Já conhece a nossa fanpage?

Acesse e conheça nosso conteúdo virtual: facebook.com/jornaldocomerciohauer

Cursos técnicos com vagas abertas Ainda dá tempo de se matricular para os cursos técnicos gratuitos em Logística, Administração e Recursos Humanos, que acontecem no Colégio Estadual Professor José Guimarães, situado à Rua Presidente Pádua Fleury, 418. Os cursos são todos reconhecidos

pelo MEC e têm duração de um ano e meio. As aulas acontecem à noite. Essa é uma ótima oportunidade para quem busca profissionalização nessas áreas tão requisitadas pelo mercado de trabalho, mas é bom correr porque as vagas são limitadas. Contatos: (41) 3376-5242 / 3284-1387

Excelente oportunidade no Boqueirão Casa térrea em condomínio fechado, na Rua Cascavel, nº 370, com amplo espaço nos fundos, totalmente reformada e modernizada, 130m² construídos, contendo 2 vagas de garagem cobertas, 3 quartos amplos, sendo um com closet, 1 bwc com revestimento em pastilhas, box de vidro temperado e gabinete com cuba sobreposta, sala ampla com luminárias personalizadas, toda casa com acabamento em gesso e piso laminado, cozinha ampla com armários novos, lindo jardim, edícula com churrasqueira e bancada com armários sob medida. Garanta a oportunidade de morar

em uma excelente casa, condomínio com muita privacidade e baixa taxa de manutenção. Valor do imóvel: R$395 mil - aceita financiamento. Contatos: 9274-1656, 99358582 e 3093-6367 c/ Gabriele.


Edição quinzenal

3


4

Edição quinzenal

iga e V a to d s i r a R. Ev

r

Haue

HISTÓRIA DA MINHA RUA Evaristo Ferreira da Veiga e Barros nasceu no dia 8 de outubro de 1799, no Rio de Janeiro – RJ. Foi estudante de filosofia, retórica, latim, inglês, francês e após visitar as oficinas da Impressão Régia, interessou-se pelo jornalismo. Desenvolveu, aos 23 anos, o Hino à Independência, cuja a música foi composta por D. Pedro I, no mesmo dia do Grito do Ipiranga. Mais tarde, a melodia foi substituída pelo atual Hino Nacional. Em 1823 inaugurou sua livraria na rua da Quitanda, onde publicou seus primeiros versos, tornando-a também um ponto de reunião e debate. In-

gressou no jornal Aurora Fluminence em 1827, tornando-se proprietário e autor de todos os artigos. Foi eleito deputado de Minas Gerais e reeleito por três mandados. Tornou-se membro fundador da Sociedade Defensora da Liberdade e da Independência Nacional, onde defendia as liberdades constitucionais como existência da jovem pátria. Patrono da cadeira n° 10 da Academia Brasileira de Letras, voltou ao Rio de Janeiro para fechar seu jornal, retornando à Minas Gerais a fim de dedicar-se à literatura se tornando um dos percursores do Romantismo no Brasil. Evaristo da Veiga faleceu no Rio de Janeiro, no dia 12 de maio de 1837.

Evaristo da Veiga foi jornalista, político, poeta e autor da letra do “Hino à Indepêndencia”, de D. Pedro I

Massas para: lasanha, caneloni, rondelli, pastel, empadão, nhoque, macarrão, pirogue e panqueca Rua Anne Frank, 1659 - Hauer 3076-5079 | massasictus@uol.com.br


Edição quinzenal

FATOS MARCANTES NA HISTÓRIA 1º de Setembro de 1985 Encontrados, pela primeira vez, restos do Titanic. A tela de um submarino não-tripulado mostrou imagens dos destroços do navio que chocou-se com um iceberg, há mais de cem anos atrás.

7 de Setembro de 1822 Dom Pedro I declarou a independência do Brasil ao domínio de Portugal. O fato aconteceu após Dom Pedro I receber uma carta da assembléia lusitana exigindo o retorno do Principe à Portugal sob ameaça de invasão militar.

11 de setembro de 2001

OPINIÃO

OBSERVATÓRIO DA MANCHETE Espaço dedicado exclusivamente a notícias positivistas. Reflexões e alfinetadas sobre manchetes que foram destaque na imprensa.

:: Por Ricardo Dias ricardodias@jornaldocomerciohauer.com.br

:: Curitiba recebe nove médicos do programa federal (Paraná Online) “O Programa “mais ou menos” Médicos do governo federal ainda está longe de chegar próximo do que seria o ideal, e nem precisa ter olho clínico para notar. Falta remédios, os exames são demorados, unidades de saúde e hospitais superlotados. Será que o melhor remédio para tirar a saúde pública da UTI é a contratação de médicos? Dois médicos do programa milagroso de Dilma começarão a atender na Unidade de Saúde Érico Veríssimo, aqui no Boqueirão. Ah, lembrando que os médico estrangeiros farão um mini intensivo, de uma semaninha, para entender quais as principais enfermidades curitibanas. Dá-lhe Histamin pra rinite e Omeprazol pra úlcera nervosa.”

:: Setran abre postos de atendimento nas regionais para pagamento de EstaR (Gazeta do Povo) “Iniciaram nas Ruas da Cidadania de Santa Felicidade e do Boa Vista. De acordo com a prefeitura, até o final do ano todas as regionais estarão prestando este tipo de serviço. Em breve a população do Grande Boqueirão poderá contar com um novo posto da Setran.”

:: Comércio paranaense retoma crescimento em julho (www.fecomerciopr.com.br)

Um dos maiores ataques terroristas do mundo, aconteceu na cidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos. Dezenoves terroristas, comandados pela al-Qaeda, sequestraram quatro aviões, dos quais dois deles atingiram intencionalmente as Torres Gêmeas do complexo empresarial do Word Trade Center, matando milhares de pessoas.

5

“Foram 4,12%, de acordo com a Pesquisa Conjuntural da Federação do Comércio do Paraná. Os setores responsáveis pelo aumento nas vendas foram os de autopeças, combustíveis, cine-foto-som, móveis, decorações e utilidades domésticas e materiais de construção. Já o varejo mantém a média positiva com 7% no mesmo período de 2012.”

:: Governo forma 83 agentes de crédito e amplia atendimento (www.juntacomercial.pr.gov.br) “Importante iniciativa. Diariamente centenas de empresas são abertas, apesar da demora e da burocracia. Filas, carimbos e tributos são os maiores vilões do empresariado. Mas, já que é preciso pagar, que seja com menos filas e com mais agilidade.”


Edição quinzenal

GERAL

Não se assenta mais tijolos como antigamente Empresa do Hauer lança o Wall-Fix, um cimento inteligente que vai revolucionar o mercado da construção civil. Sérgio Wicher, proprietário da empresa Fachadas Revestimentos Acrílicos, que está sediada na Vila Hauer há 13 anos, está comercializando o produto e acredita que a substituição do sistema convencional será irreversível, como já vem acontecendo em outros países. O empresário explica que o produto já vem pronto para aplicação e não necessita de areia, nem cal, nem água, o que colabora, e muito, com a limpeza da obra. O uso do Wall-Fix se dá através de aplicador próprio (um saco plástico em forma de cone), por isso, não há desperdício de material. A fixação leva cerca de dez minutos e a cura total acontece em aproximadamente 24 horas. O Wall-Fix tem poder de fixação três vezes maior que o cimento convencional. Como a quantidade de massa Wall-Fix necessária para obter uma boa fixa-

ção é bem inferior à massa comum, há também uma redução significativa no peso estrutural da obra. A consequência de todas essas vantagens é a redução em 50% (ou mais) tanto no prazo de execução, quanto no custo da obra. O produto é ecologicamente correto por não exigir a retirada de areia gerando obstruções enormes no solo e, além disso, foi certificado pela empresa Falcão Bauer, de acordo com as Normas Brasileiras Regulamentadoras (NBRs). Com tantas vantagens, a massa Wall-Fix foi recentemente homologada pela Caixa Econômica Federal de Campos Gerais para utilização nas construções por ela financiadas.

JBA Imóveis comemora Dia do Corretor A JBA Imóveis celebrou no dia 5 de setembro o Dia do Corretor (27 de agosto). A festa aconteceu no Central Hall e reuniu todos os funcionários e colaboradores da imobiliária. A festividade desse ano foi uma oportunidade para dar destaque à gincana promovida pela JBA, que ocorre desde o meio do ano e vai se estender até dezembro. Com clima de descontração, os convidados foram divididos em cinco equipes para disputar duas provas, a encenação de um teatro e um quiz sobre as atividades desenvolvidas pela empresa. Além disso, vídeos institucionais foram

Foto: Divulgação

exibidos prestando homenagens e fazendo paródias, encenadas pelos próprios funcionários.

LBV do Boqueirão mobiliza população em ação solidária Foto: Divulgação

6

A Legião da Boa Vontade (LBV) promove “Campanha do Agasalho 2013: a Boa Vontade aquecendo os corações!”. O objetivo é arrecadar agasalhos, moletons, roupas de lã, meias, luvas e cobertores, para beneficiar famílias de baixa renda cadastradas nas escolas e nos Centros Comunitários de Assistência Social da LBV, além daquelas amparadas por organizações parceiras da Instituição na região Sul. A Instituição convida entidades, empresas, lojistas, associações de

bairro, veículos de comunicação e órgãos oficiais diversos a colaborarem com a iniciativa. Para participar, procure o endereço dos postos de coleta no site www.lbv.org.br.

SERVIÇO: Centro de Educação Infantil José de Paiva Netto Telefone: (41) 3386-8430 End.: R. Padre Estanislau Trzebiatowski, nº 180 - Boqueirão - Curitiba/PR


Edição quinzenal

NOVIDADE

Chick’a Boom Festas e Eventos é inaugurada no Hauer

Empresa do Hauer forma equipe de corrida

O espaço conta com parque infantil e ambientes personalizados que remetem à fantasia

O objetivo é prezar pela qualidade de vida ra competição com o circuito da Corrida das Estações, na etapa Primavera e todos completaram o percurso. Para o técnico óptico, Gustavo Lucio Rosa, os funcionários se sentem motivados com o incentivo. “A atividade é um complemento e não deve ser caracterizada como cobrança. Levantar cedo aos domingos para correr com a equipe não é fazer hora-extra”, diz Gustavo, que afirma ter mudado seu hábitos de vida desde sua primeira corrida. Foto: Divulgação

A Óptica Dova, localizada no Hauer, forma sua equipe de corrida composta por funcionários e patrão. Como parte de um programa de incentivo à atividade física, a empresa já estimulava sua equipe proporcionando acesso à prática de esportes.DovaCurti, proprietário da Óptica, começou a praticar corrida de rua há cerca de um ano e então passou a incentivar o grupo, como forma prezar pela qualidade de vida. A equipe estreiou sua primei-

Dova e seus funcionários participam da primeira corrida com equipe da óptica

Inaugurado há pouco mais de um mês, no Hauer, o Chick’aBomm Festas e Eventos é um espaço projetado para atender público infantil e explorar o lúdico. Segundo a proprietária e idealizadora do local, Zildene Santos, “objetivo é trazer o requinte, com ambientes com ar de magia e cara de conto de fadas”. Prezando pela qualidade e personalização, os ambientes de entrada definem o conceito do local. Separados em cômodos como se fossem uma casa, há lugar para a “Baladinha”, com efeito de luzes e trilha sonora, e uma sala onde os pais podem decorar com os brinquedos da criança e deixar como se fosse a própria casa. “São momentos mágicos que transformam o aniversário do filho em um tempo inesquecível”, diz a empresária. Com mais de 200m², o salão de festas comporta cerca de 100 pessoas sentadas. “Queremos proporcionar conforto para as crianças se divertirem, oferecendo brinquedos diferenciados, além de espaço suficiente para os pais também aproveitarem a festa”, explica Zildene. “A expectativa das crianças está aqui”, diz a empresária sobre o Kidplay, mais conhecido como “Brinquedão”, uma espécie de labirinto adap-

Foto: Jordana Basilio

Kidplay é a principal atração, afirma a empresária Zildene Santos tado para a diversão das crianças, onde elas podem escalar e descer pelo escorredor de tubo, que ainda conta com versão em miniatura para bebês. O salão de festa também dispõe de camarim de pintura facial e fantasias, mesa de Aero Rock, Tombo Legal, simulador de carro de corrida com volante vibratório, incluindo espaço superior destinado a diversão dos pais, que terá mesa de sinuca. Apesar do foco em festas infantis, a empresa também atende outros públicos. Para o fim do ano, o Chick’aBoom já tem projetos de receber eventos de empresas voltados para adultos, contando com a parceria de serviços como “Homem Churrasco” e “Homem Pizza” no preparo das refeições.

GRANDE PROCISSÃO DE SANTA RITA

O santuário Santa Rita convida a comunidade a participar da Procissão de Santa Rita de Cassia. São inumeras as bênçãos recebidas por meio da fé e por intercessão da nossa querida santa. Participe mensalmente da grandiosa Procissão de Santa rita de Cassia e sinta sua vida ser transformada pelo poder de Deus

Data Dia 22 de todo mês

7

Horário 19 horas


8

Edição quinzenal


Edição quinzenal

TRÂNSITO

“Estamos cansados de ver acidente aqui toda semana”, conta Luiza Michelotti, proprietária da farmácia veterinária Pett Farma. A comerciante explica que o fato de existir uma escola muito próximo dali, na Rua Bom Jesus de Iguape, torna a situação ainda mais delicada. “É um perigo principalmente nos horários de entrada e saída da Escola Estadual Gottlieb Mueller. Há dois meses vimos uma criança ser atropelada aqui”, lamenta. O que os moradores e comerciantes do local sugerem é a construção de uma travessia elevada na Cel. Luiz José dos Santos, o que daria mais segurança aos pedestres, além de reduzir a velocidade no cruzamento, já que nem todo mundo respeita a placa que exis-

Foto: Luiza Michelotti

Cruzamento preocupa comerciantes há mais de uma década

9

te no local impondo o limite de 30 quilômetros por hora. A comerciante explica que, nos horários de pico, forma-se uma enorme fila de carros no semáforo da Rua Anne Frank que, além de atrapalhar o comércio, faz com que os motoristas percam a visibilidade no cruzamento. “É nessa hora que acontecem os acidentes”, relata. O problema já se estende há mais de uma década. Luiza conta que, em 1998, quando chegaram na região, o cruzamento já era perigoso. Até o fechamento desta edição, a Prefeitura ainda não havia dado uma resposta oficial, mas informa que equipes da Secretaria de Trânsito (Setran) já foram encaminhadas ao local para estudar possíveis soluções para o problema.

Acidentes no cruzamento das ruas Coronel José Luiz dos Santos e Bom Jesus de Iguape, no Boqueirão, já viraram rotina


10

Edição quinzenal

POLÍTICA

Vereador Geovane Fernandes avalia a CPI do transporte coletivo Faltando 40 dias para a conclusão dos trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do transporte coletivo de Curitiba, o vereador Geovane Fernandes avalia o desempenho da Comissão como positivo. Em um balanço divulgado dia 18 de setembro, vê-se um avanço na confirmação das falhas de recolhimento de impostos, ilegalidade do edital de licitação realizado em 2010, a identificação de itens irregulares que compõem a planilha que define a tarifa técnica e o valor estipulado para outorga. Outra linha de investigação foram os recolhimentos de impostos como o ISS (Imposto Sobre Serviço), a CPI também comprovou que ao menos uma empresa deixou de pagar R$ 480 mil aos cofres públicos entre os anos de 2008 e 2010. Quanto aos itens que compõem a planilha, é possível perceber o superfaturamento de alguns valores, como o imposto executivo. Isso aconteceu com relação ao imposto de renda e com a contribuição social sobre o lucro líquido, que cor-

Foto: Divulgação

Por Nahayana Fiore

“A comissão não está só apontando erros, mas também mostrando caminhos e soluções, como propagandas nas laterais dos ônibus”,diz

respondem a R$ 0,11 da tarifa técnica. Geovane Fernandes ressaltou a importância do relatório do Tribunal de Contas (TC), corroborando com as investigações da Comissão.

Técnicos do TC reconheceram o papel da CPI nos relatórios que indicam que a tarifa pode ser reduzida para R$ 2,54 sem subsídios ou para R$ 2,25 com subsídios.

OUTORGA E LICITAÇÃO À outorga, foi estipulada em R$ 250 milhões. Para o Vereador Geovane, o alto valor impediu que outras empresas participassem do processo licitatório e que empresas foram favorecidas com créditos no período em que eram permissionárias. Há indícios fortes de formação de cartel, visto que houve 25 mudanças no edital de licitação para concessão do transporte coletivo – as mudanças são atos irregulares – mas ainda será feita uma investigação para avaliar quais os motivos que levaram o edital a ser publicado de tal forma. Geovane Fernandes completa que é necessário uma análise de reengenharia no sistema de transporte coletivo, estudos de origem e destino para poder atender melhor a população. Para saber mais sobre as ações do vereador acesse a página no facebook: Vereador Geovane Fernandes, pelo twitter: @VerGeovaneFern, ou ligue no gabinete (41) 3350-4670


Edição quinzenal

BAIRRO

11

Equipe da Regional do Boqueirão está apurando quem é o responsável pela construção da calçada obsoleta Quem passar pela esquina das ruas Waldemar Kost e Isaías Régis de Miranda, no Hauer, vai perceber que existe ali uma calçada novinha em folha. Aliás, folha é o que não falta por ali, já que existem duas grandes árvores bem no meio da calçada que a tornam inútil. A leitora do Jornal do Comércio Hauer e moradora da região, Silvane Prado, percebeu a curiosa calçada e questionou o objetivo de tal obra em local público. “Não sei se é obra pública ou particular, mas não consegui entender o objetivo da tal calçada. Qualquer um que transitar ali vai ter que desviar e pisar na grama ou na rua. Além disso, em breve, as raízes crescerão e levantarão to-

Foto: Ricardo Dias

No meio do caminho havia uma árvore... uma não, duas! das as pedras”, comenta. A moradora levanta a conhecida polêmica das obras mal feitas em nosso bairro, como o alargamento do viaduto da Marechal Floriano, ou mesmo, a estreita ciclofaixa. “Não sou contra melhorias e reformas. Sou apenas a favor do gasto consciente e inteligente do dinheiro público”, protesta. Acionada pela nossa equipe de reportagem, a Prefeitura de Curitiba através da Regional Boqueirão esteve no local verificando se a obra é pública ou particular e porque as árvores não foram retiradas para a construção do passeio. Segundo a Prefeitura, trata-se de uma obra particular, sendo o passeio de responsabilidade do proprietário, conforme Lei Municipal. A Regional estará verificando junto ao órgão competente se há alguma solicitação por parte do proprietário para a retirada das árvores.

Para caminhar na calçada é preciso desviar de duas árvores e pisar na grama ou na rua


Edição quinzenal

MELHORIA

Operadoras de TV e telefonia vão enterrar cabeamento em Curitiba

Mauro e Beto Moraes buscam revitalização de ruas da Região Sul

Prazo para a região central é de 60 dias, conforme compromisso assinado

Deputado e vereador discutem melhorias para vários bairros a chuva não deu trégua, as obras precisam sair do papel”, completa. O deputado Mauro Moraes, que articulou o encontro entre o vereador e o prefeito, afirmou que muitas ruas foram abandonadas pela gestão anterior. “Renovamos nossa esperança em resolver essas pendências com o prefeito Gustavo Fruet. Tenho certeza de que as obras serão iniciadas muito em breve”, diz Moraes. Foto: Divulgação

O prefeito de Curitiba Gustavo Fruet recebeu em seu gabinete, na semana passada, o deputado Mauro Moraes e o vereador Beto Moraes, ambos representantes da Região Sul da capital. Na pauta, a revitalização de várias ruas dos bairros Boqueirão, Alto Boqueirãoo, Hauer e Xaxim. “Conversamos com o prefeito sobre a situação lamentável em que se encontram boa parte das ruas desses bairros. Fruet foi muito atencioso e afirmou que a Região será atendida com várias obras de melhorias em suas ruas e calçadas”, destaca Beto Moraes. O vereador apresentou ao prefeito uma série de reivindicações de moradores dos quatro bairros. Segundo ele, a maioria dos pedidos inclui a recuperação e pavimentação de ruas. “É uma demanda frequente e que exige certa urgência. Passado um longo período em que

Encontro marcou uma agenda positiva que será desenvolvida na Região Sul

Operadoras de TV a cabo, internet e telefonia que atuam em Curitiba firmaram um acordo junto à prefeitura para regularizar a situação do cabeamento existente no Centro da cidade. Segundo a administração municipal, o excesso de cabos, em alguns locais, pode causar riscos à população. No encontro, ficou decidido que as empresas terão 60 dias para arrumar as ligações irregulares no Centro e 90 dias para as demais regiões da cidade, onde os postes são de propriedade da Copel. Segundo a prefeitura, o motivo é que os postes do Centro são de propriedade do município e a legislação proíbe que eles recebam esse tipo de cabeamento. Com isso, as empresas deverão enterrar os cabos atuais. Para reduzir os custos, elas podem compartilhar os tubos a serem instalados ou usar os já existentes, de propriedade da Copel.

Atualmente, há uma multa para as empresas que descumprem as normas para a colocação de cabeamento nos postes. Quando há irregularidades, as companhias são multadas em R$ 610 por poste utilizado. Foto: Ricardo Dias

12

Segundo a prefeitura, 18 empresas se comprometeram a resolver o problema


Edição quinzenal

Liceu de Ofícios Atenção para os próximos cursos gratuitos de qualificação profissional do Liceu de Ofícios Vila Hauer, que acontecem em outubro. :: Unhas decoradas: Início: 07/10 Fim: 11/10 Horário: 8:00 às 12:00 Inscrições: de 12/08 a 27/09 :: Porteiro e zelador: Início: 16/10 Fim: 13/11 Horário: 8:00 às 12:00 Inscrições: de 12/08 a 04/10 :: DHC (Desenvolvimento de Habilidades e Competências)* Início: 21/10 Fim: 25/10 Horário: 13:00 às 17:00 Inscrições: de 12/08 a 11/10 *A realização do DHC é pré-requisito para o recebimento dos certificados dos demais cursos.

SERVIÇO: Para se inscrever é necessário ter 16 anos completos e apresentar os seguintes documentos: RG, CPF, comprovante de endereço e comprovante de escolaridade. Mais informações: Telefone: (41) 3376-4566 Endereço: Rua Oliveira Viana, 1804 Boqueirão - Curitiba/PR

EDUCAÇÃO

13

Curso superior sob medida Faculdade Fidelis implanta novos cursos baseando-se em preferência de moradores Neste mês foi realizada a cerimônia de transmissão de cargo da Diretoria da Faculdade Fidelis, localizada no Boqueirão e pertencente à F.E.M. (Fundação Educacional Menonita), que também é mantenedora do Colégio Erasto Gaertner e do Centro Cultural EG. Normalmente, quando lançam novos cursos, as I.E.S. (Instituições de Ensino Superior) utilizam como critério de escolha a afinidade com os outros cursos existentes, dados de mercado e outras fontes. Pois o pessoal da Fidelis resolveu inovar e partiu para uma ampla pesquisa com os moradores do Boqueirão, Alto Boqueirão, Hauer e Xaxim, através da qual definiu quê cursos novos ofertar. Segundo Viviane Gomes Garcia, a nova Diretora da Faculdade Fidelis, não havia outro caminho. “Antigamente o mercado educacional não era nem competitivo nem profissionalizado, algo como casa de ferreiro, espeto de pau...”, compara a diretora. Utilizando a estrutura de marketing da FEM e contando com uma consultoria externa,

a Fidelis promoveu uma ampla pesquisa que resultou nos novos cursos a serem lançados, e que aguardam apenas autorização do M.E.C. (Ministério da Educação e Cultura). Para graduação, os cursos de Administração de Empresas e Pedagogia. E para Pós Graduação, Gestão de Negócios e Gestão de Recursos Humanos. Paul Duck, Vice Presidente da FEM, diz que “a pesquisa, mais que subsidiar uma decisão mais correta, permitirá à população ser ouvida e atendida em seus anseios, o que também é importante e contribui para o sucesso”. Esta precisão pode até ser quantificada, estatisticamente, destaca Paul: “Com a metodologia que adotamos, descritiva conclusiva e com técnicas quali e quanti, temos uma margem de erro de apenas 2%”. Dentre as mudanças recentes, além de novo diretor e quadro de professores de primeira linha, tudo indica que os moradores da região sul poderão contar com mais uma opção local e próxima para a educação superior de pais e filhos.

Fotos: Divulgação

“Hoje na maioria dos segmentos há mais cursos superiores do que alunos, o que exige que todas as ações sejam realizadas de forma impecável”

A Faculdade Fidelis está com uma equipe designada pela FEM e que está reestruturando toda a faculdade para torná-la cada vez melhor e competitiva


14

Edição quinzenal

EDUCAÇÃO

Escola do Boqueirão implanta moderna metodologia educacional Com apenas uma hora-aula por semana o aluno tem a possibilidade de trabalhar questões que o currículo escolar tradicional não contempla A Escola da Inteligência é uma disciplina de Educação Emocional e Social que está sendo implantada junto aos alunos do 7º ano do Ensino Fundamental no Colégio Erasto Gaertner, situado à Rua Dr. Danilo Gomes, 834, no Boqueirão. Criada pelo conhecido psicoterapeuta Dr. Augusto Cury, considerado o escritor mais lido da última década e autor de best sellers como “O vendedor de sonhos” e “Você é insubstituível”, a Escola da Inteligência tem o objetivo de melhorar o aprendizado, desenvolver a autoestima, o caráter dos alunos e diminuir o bullying e a violência. O treinamento emocional é aplicado pelos próprios professores na rotina escolar. “Em uma aula de uma hora, é possível aplicar facilmente a metodologia do programa, em diversas modalidades e de acordo com a faixa etária do aluno, que é instigado a buscar novas maneiras para enfrentar os obstáculos da vida”, explica a professora e capelã do Colégio Erasto Gaertner, Juliana Negri. O projeto teve sua implantação no 3º Bimestre de 2013 e os resultados devem ser percebidos também fora da escola. “Nossa expectativa é que cada aluno possa

Fotos: Divulgação

“Nossa expectativa é que cada aluno possa desenvolver sua Inteligência Emocional, fundamental para a construção da autoestima e de relacionamentos saudáveis.” Cátia Coutinho | Orientadora Educacional desenvolver sua própria Inteligência Emocional, fundamental para a construção da autoestima e de relacionamentos saudáveis”, comenta a orientadora educacional do Colégio, Cátia Coutinho. O Colégio Erasto Gaertner quer dar continuidade ao projeto em

Colégio Erasto Gaertner comemora 77 anos No dia 21 de Setembro, o Colégio Erasto Gaertner tem programação de atividades para receber a comunidade e comemorar os 77 anos da criação da escola pela comunidade menonita. Além de feira gastronômica, com parceria da Abrasel, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, a programação conta com 11 espaços diferentes que incluem realização de oficinas supercérebro e robótica, prática de esportes radicais, dança, teatro, artes, além

da presença da Galinha Pintadinha. Entre as atrações, as crianças vão poder se divertir com arvorismo, bolha aquática, bate-bate aquático e espetáculo zoo.

SERVIÇO: A festa acontece das 9h às 18h, no Colégio. Endereço: Rua Dr. Danilo Gomes, 834 Boqueirão - Curitiba/PR Informações: (41) 3376-4566

2014, para que ele seja também aplicado com as demais turmas, já que o programa aborda questões complexas de relacionamentos sem se ater a convenções, abrindo espaço para que crianças e adolescentes de várias faixas etárias possam trabalhar suas emoções.

“Em uma aula de uma hora, é possível aplicar facilmente a metodologia do programa, em diversas modalidades e de acordo com a faixa etária do aluno, que é instigado a buscar novas maneiras para enfrentar os obstáculos da vida” Juliana Negri | Professora e Capelã


16

Edição quinzenal

OPINIÃO

O amor da empresa Por José Pio Martins

Divirto-me ouvindo os palestrantes de administração. Em geral, eles tratam de temas bem mais agradáveis do que os ásperos assuntos de economia, que é minha especialidade maior. Aprendo bastante com eles. Mas também ouço coisas ingênuas, algumas quase infantis. Um desses palestrantes disse que o novo estágio da empresa do terceiro milênio é erigir o amor no interior da organização, que a empresa tem de amar mais para ser bem-sucedida. Lembrei ao insigne guru que a empresa não ama nem odeia. A empresa é apenas um sistema que junta os fatores de produção – capital, recursos naturais e trabalho – com o fim de produzir alguma coisa – o produto –, que pode ser um bem ou serviço. E sistemas não têm sentimento. Somente pessoas amam ou odeiam. Ele disse: “Então que seja; as pessoas da empresa precisam amar mais seus clientes e seus funcionários, como forma de melhorar o clima, logo a produtividade e a rentabilidade”. Afirmei que, para mim, respeitar e tratar bem os clientes e os funcionários é uma atitude a ser ado-

tada; chamar isso de amor, porém, é um pouco de exagero. Mas perguntei como ele classificaria esse amor. “Amor não tem classificação; ama-se, e isso é tudo”, ele respondeu. De que amor estamos falando? Amor de concupiscência ou amor de benevolência? O amor de concupiscência (que para São Tomás não diz respeito apenas à sexualidade) é o fato de amar o outro para o bem de si mesmo. Quando digo que amo frango, não é para o bem do frango, é para meu bem... amor de concupiscência. O amor de concupiscência é o amor interessado; o amor que toma, não o amor que dá e depende do ganho derivado de seu objeto. Já o amor de benevolência consiste em amar o outro para o bem do outro. Quando digo que amo meus filhos, ainda que me faça bem, é para o bem deles... amor de benevolência. É a mesma história de que o respeito ao cliente é um valor moral. Não é. É um valor empresarial, é bom, é útil, faz o bem a todos. Nesse sentido, o respeito ao cliente caminha na mesma direção da moral, mas isso não basta para que seja um valor moral. Ensina-nos Kant

que é próprio do valor moral o desinteresse. Certa vez, a televisão mostrou um ator entrando numa loja vestido de rico. Ele foi tratado com um rei, com pompa e mesuras. No dia seguinte, o mesmo ator retornou vestido de mendigo. Ele foi enxotado e expulso. No casamento, acontece o mesmo. Há amor de concupiscência (que é muito) e amor de benevolência (que não é tanto). Recorro ao rabino Harold Kushner. Você pode amar o cônjuge e dar a ele o espaço e o direito de ser ele mesmo, ou então você pode tentar controlá-lo, impor-lhe sua vontade, para seu próprio bem e para afirmação de seu próprio ego. Se você ama alguém porque ele lhe permite controlá-lo e faz você sentir-se forte e condutor da vida dele, isso não é amor, sobretudo não é amor de benevolência. Esse é um amor egoísta, que atende somente a você, pois não leva em conta a individualidade do outro. Assim, você pode substituir esse cônjuge por qualquer outro com as mesmas características e não sentirá qualquer diferença. Amar alguém que é apenas uma extensão de sua própria vontade, não

é amar de verdade. Não passa de uma forma disfarçada de amor por você mesmo. Terminei dizendo: “Esse é o amor da empresa que você prega, amor interessado, amor de concupiscência, que eu nem chamaria de amor; para mim, trata-se de simples estratégia de negócios, não é um sentimento, mas apenas uma forma de agir: respeitar e tratar bem o cliente e o funcionário, para o bem da empresa. Se isso é bom para eles, é apenas uma coincidência feliz”.

José Pio Martins, economista, é reitor da Universidade Positivo

O JACOMAR TEM GRANDES MARCAS, OFERTAS INCRÍVEIS, HORTIFRUTI COM DELÍCIAS FRESQUINHAS. E TUDO ISSO NUM LUGAR QUE VOCÊ CONHECE, BEM PERTINHO DA SUA CASA. QUER COMPRAR COM CONFORTO E AINDA ECONOMIZAR? É PRA JÁ. VEM PRO JACOMAR.

RUA DESEMBARGADOR ANTONIO DE PAULA, 2765 TEL.: 41 3386-8200

AF AD Jacomar Sodexo 260x140.indd 1

30/07/13 18:58


Edição quinzenal

GOVERNO

17

Desfile de 7 de Setembro é assistido por cerca de 5 mil pessoas Foto: Orlando Kissner

A data comemora o amor dos brasileiros pelo país, diz Richa Neste ano, o Desfile de 7 de Setembro, promovido pelo Governo do Estado em cooperação com as Forças Armadas e o município, que aconteceu na Avenida Cândido de Abreu,teve a participação de mais de 1,5 mil alunos de escolas municipais e estaduais e de centenas de representantes de organizações da sociedade civil.O governador Beto Richa e o general Luiz Felipe KraemerCarbonell, comandante da 5ª Região Militar do Exército, abriram a parada cívica, com a revista às tropas. De acordo com a Polícia Militar, cerca de 5mil pessoas acompanharam a passagem de unidades do Exército, Marinha, Aeronáutica, Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal de Curitiba.A concentração dos participantes dos veículos e equipamentos militares foi na Rua Marechal Hermes.

Governador assiste à passagem de representantes de organizações da sociedade civil, além de mais de 1,5 mil estudantes

Para Beto Richa, a data comemora o amor dos brasileiros pelo país. “É um momento cívico, em que comemoramos a paixão da população pelo Brasil, um povo ordeiro e trabalhador, que contribui diariamente para a construção dessa grande

nação”, disse o governador. Com o objetivo de garantir a ordem e também a tranquilidade do público que assistiu ao desfile, a Polícia Militar do Paraná montou um esquema de segurança na Avenida Cândido de Abreu e imediações.

O encerramento foi feito pelo Regimento de Polícia Montada Coronel Dulcídio. Após o desfile militar, o fogo simbólico da Pátria foi extinto pelo coronel Evânio Dutra, presidente da Liga da Defesa Nacional.


18

Edição quinzenal

DIVERSOS

Aplicação de flúor na água do Paraná completa 55 anos A fluoretação é o método coletivo de combate a cárie mais eficiente A aplicação de flúor na água distribuída à população do Paraná completa 55 anos em 2013. A capital paranaense foi a primeira do Brasil a ter este benefício. A fluoretação é o método coletivo mais eficiente para o controle e prevenção da cárie dentária, possibilitando uma redução de no mínimo 65% das cáries. De acordo com o Ministério da Saúde, o Paraná está em primeiro lugar no índice de fluoretação da água tratada. A aplicação do produto “Com o projeto de aplicação de flúor a empresa contribui para melhorar as condições da saúde pública”, destaca o presidente da Sanepar, Fernando Ghignone. Atualmente, o custo da Sanepar com aplicação de flúor em todas as estações de trata-

Icatia quas ant, unt, volut et dis maio omnimus ad mo tecae comniminci dolor alis qui conet adi si sum et quiaten ditati omnis

mento de água instaladas no Paraná é de R$ 650 mil por mês, atendendo 345 dos 399 municípios do Paraná e um de Santa Catarina. Na primeira década de fluoretação em Curitiba, pesquisa realizada com estudantes de 6 a 12 anos de idade pelo Serviço de Higiene Dentária do Governo Estadual, verificou a redução, em média, de 39,4% do índice de Dentes Cariados, Perdidos e Obturados (CPO-D). Em 1992, nova avaliação foi feita pelo curso de pós-graduação em Odontologia Preventiva da Universidade Federal do Paraná, com alunos na faixa etária de 6 a 9 anos. O resultado mostrou que em três décadas e meia de aplicação contínua da fluoretação a redução de CPO-D chegou a 75,4%. Segundo o técnico-químico responsável pela vigilância e controle da qualidade da água da Sanepar, Edvaldo Kulcheski, hoje, depois de 55 anos de aplicação de flúor, foi reduzido praticamente a zero o número de dentes cariados nas crianças nesta mesma faixa etária.

Atendimento médico e odontológico para moradores de rua Curitiba passa a ter quatro consultórios móveis para população em situação de risco As quatro equipes da estratégia Consultório na Rua da Secretaria Municipal de Saúde começaram a percorrer a região central de Curitiba e os bairros Boqueirão e Vila Guaíra, oferecendo serviços de saúde para população de risco e vulnerabilidade social. As equipes, formadas por médicos, psicólogos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem, assistentes sociais, dentistas, auxiliares de saúde bucal e redutores de dano (profissional que atua no segmento de álcool e drogas), irão ofertar aos moradores de rua o acesso ao atendimento médico e odontológico. O programa foi lançado oficialmente em Curitiba no dia 1° de agosto pelo prefeito Gustavo Fruet,

o secretário municipal de Saúde, Adriano Massuda, e pelo secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Helvécio Magalhães. Os profissionais ficarão nas ruas das 13h às 21 horas e percorrerão praças da região central, da Rodoferroviária, Boqueirão e Vila Guaíra. Os locais dos atendimentos foram definidos em parceria com o Movimento Nacional da População de Rua. Duas equipes ficarão no Centro devido à maior concentração de população de rua nessa localidade. “Muitas vezes é complicado chegar até essas pessoas porque elas recusam o atendimento. Estamos trabalhando com a comunidade, conversando com os moradores e comerciantes para explicar o que vamos ofertar. A intenção é criar um vínculo com a população e diminuir a resistência ao serviço prestado”, explica Adriane Wollmann, coordenadora do Consultório na Rua. Massuda destaca que o Consultório na Rua é uma estratégia nacional do Ministério da Saúde que tem como

objetivo dar acesso à rede pública de saúde à população que não possui residência fixa e que se encontra em situação de vulnerabilidade social. “São

pessoas que, espontaneamente, não vão buscar atendimento médico, mas que também precisam ter a garantia de acesso a esses serviços”, comenta.


Edição quinzenal

ESPORTE

19

Judoca do Boqueirão rumo a mais uma conquista O judoca faixa roxa Giovanni Gomes Mangini, morador do bairro Boqueirão, tem apenas 13 anos de idade, mas já coleciona vários títulos importantes, entre eles, o Campeonato Panamericano de Judô, que conquistou no ano passado no México. A conquista mais recente de Giovanni foi o título de Tri-Campeão Paranaense, disputado no dia 17 de agosto, na cidade de Toledo/PR. Após quatro lutas, o atleta ganhou, mais uma vez, o direito de defender seu título de Campeão Brasileiro da sua categoria (Sub15 -53kg), podendo tornar-se Bi-Campeão Brasileiro. A competição acontece no dia 22 de Setembro, em Porto Velho/RO. O jovem atleta viaja ao lado de mais cinco atletas da mesma faixa etária, todos sem patrocínio oficial. “O Giovanni só tem pai-trocínio”, brinca a mãe, Solange Gomes Magi-

Foto: Divulgação

Jovem atleta conta com “pai-trocínio” para manter o ritmo de viagens que o esporte exige

A próxima competição será em Porto Velho e o judoca defenderá seu título podendo sagrar-se Bi-Campeão Brasileiro

ni. Ela e o pai de Giovanni, Christian Mangini, desdobram-se para arcar com todos os custos das viagens, como passagem, alimentação, hospedagens. “Exige bastante de todos nós, mas mesmo assim estamos muito orgulhosos”. Solange aproveita para agradecer alguns dos apoiadores, como a Sociedade Morgenau, local em que o atleta treina todos os dias, e, principalmente, ao Colégio Erasto Gaertner, que o presenteou com bolsa integral de estudos. “A escola reconhece o atleta que ele é”, comemora. Giovanni está na 8ª Série do Ensino Fundamental. A mãe conta que, apesar da rotina escola-treino treino-escola, com direito a alguns descansos nos finais de semana, o esporte só traz benefícios. “Em nada prejudica a pré-adolescência dele”, diz. Foto: Divulgação

Corredoras do Boqueirão Lua Cheia, Smelj ou a Rústica das Indústrias. Para quem não conhece muito sobre corridas e seus circuitos poderia não entender o verdadeiro significados desses três nomes. Para Valdivia Coelho e Rosangela Duwe, traduzem o companheirismo e a dedicação a um esporte e à amizade que se estreitam durante as competições. Valdivia conheceu Rosangela e conheceu, então, o esporte. Rosangela já treinava quando viu Valdivia caminhando pela Praça Agostinho Legró, no Boqueirão. Valdivia encontrou na corrida uma forma de se reerguer de uma depressão. Rosangela aproveitou os benefícios do esporte para ter uma vida mais saudável, tendo perdido 20 kg nos três anos de prática. “Uma foi chamando a outra e a amizade incentiva a continuar”, conta Valdivia sobre a formação das BQ Runners, equipe do Boqueirão pela qual elas competem e que treina, às terças e quintas, na mesma praça que uniu Valdivia e Rosangela. “Às vezes competimos numa mesma

categoria, mas se minha adversária vence e ela for uma BQ, ficamos felizes, mas só se for BQ”, conta Rosangela, rindo. Quando não está competindo, Valdivia trabalha como babá. O trabalho a impede de comparecer aos treinos da equipe, mas não de fazer sua própria preparação. Fazendo um trajeto diário entre o Boqueirão e São José dos Pinhais, ela conta orgulhosa que leva 25 minutos correndo para chegar ao seu trabalho, sendo que, de ônibus, demoraria uma hora. A corrida não é um simples esporte para as amigas. Incentivadas pela paixão que onovoestilo de vida despertou nelas, Valdivia e Rosangela encaram a corrida como compromisso e não há motivo que as empeça de participar de uma disputa aos domingos, quando acontecem os circuitos. “Se tiver corrida, não tem marido, não tem filho, não tem nada. A gente larga tudo porque a prioridade é correr”, brinca Rosangela. O pódio, segundo elas, é um momento único e inesquecível. “É um vício. Depois da primeira vez que você cruza a linha de chegada, não

tem como parar”, diz Valdivia, conhecida entre a equipe como “papa-pódio” pela quantidade de vitórias que já conseguiu em pouco tempo, “mais de 100”, incluindo medalhas e troféus. As últimas conquistas das amigas foram recentes. Valdivia ficou

em primeiro lugar na categoria 45/49 e Rosangela em terceiro na mesma categoria, na segunda etapa da Corrida de Revezamento das Nascentes do Iguaçu. Levaram ainda o segundo lugar geral na Corrida da Lua Cheia e o segundo na categoria 45/49, respectivamente.


20

Edição quinzenal


Edição quinzenal

Imagem do Bairro - HAUER -

VARIEDADES EU LEIO!

Aqui, você encontra a opinião dos nossos leitores sobre o Jornal do Comércio Hauer.

Foto: Ricardo Dias

“Acredito que a implementação da ciclo-faixa, tenha tido um apelo político. Visando apenas deixar o caminho AEROPORTO-ESTÁDIO DA COPA 2014 bem visto aos olhos dos turistas. Ora, se a segurança dos ciclistas é o que se julga importante; por quê não tem ciclo-faixa na linha verde e também nos contornos? Essa medida, não resolve o problema dos ciclistas, prejudica o co-

mercio local, torna as ruas transversais um ambiente cheio de cuidadores de carros (que é um outro problema sério mal resolvido) e demonstra além de tudo o gasto impensado do dinheiro público.”

Já conhece a nossa fanpage?

Acesse e conheça nosso conteúdo virtual: facebook.com/jornaldocomerciohauer Clayton Roma Pizza

Pudim de leite condensado :: Por Rossana Queiroz

O pudim de leite condensado é uma sobremesa tradicional e muito simples de preparar, além de fazer sucesso na mesa de muitos brasileiros. Ingredientes: • 1 litro de leite

Captamos a imagem da “santinha solitária” na rua Frederico Maurer esquina com a Irmã Flávia Borlet no Hauer. A santinha tem altar num terreno baldio próximo ao posto Detran do bairro. Trata-se de Nossa Senhora Imaculada Conceição.

• 4 ovos • 2 colheres (sopa) de amido de milho • 1 lata de leite condensado Modo de preparo: 1) No liquidificador coloque os ovos, o amido de milho e o leite condensado. 2) Bata-os por 4 minutos. 3) Despeje o leite aos poucos.

Participe dessa coluna você também. Envie imagens de situações curiosas de seu bairro para pauta@jornaldocomerciohauer.com.br e nos conte sua história.

21

Calda Em uma forma de pudim, coloque 2 xícaras de açúcar, leve ao fogo e mexa até caramelizar por igual. Leve para assar em banho maria por 30 minutos, com o forno à 250º C. Deixe esfriar na forma e depois leva à geladeira e retire da forma apenas no dia seguinte.

Rossana Queiroz

Proprietária do Restaurante“O Caipira” E-mail: ro2908@hotmail.com


22

Edição quinzenal

SOCIEDADE

2

5

3

6

4

7

1 1. Diretor do JCH, Ricardo Dias, visita Deputado Federal Leopoldo Meyer em seu gabinete, em São José dos Pinhais.

LEGENDAS

2. Parabéns à Nairdes Gabriela Barbosa. A vó Naná comemorou sua data no dia 11. A homenagem é dos netos Felipe e Alline. 3. Caravana do Santuário Santa Rita participa da Jornada Mundial da Juventude 2013. 4. Empresária Neide W. Lima, proprietária da Tikitos Infanto Juvenil, comemora aniversário em setembro. Muitas felicidades! 5. Muitas felicidades ao Pedro Paulino de Freitas, que comemorou seu primeiro ano de vida no dia 12. 6. Felicidades a Iva e Luiz Almeida. O casal completou 32 anos de união no dia 5. 7. Os pombinhos Cláudia Prati, jornalista do JCH, e Augusto Dias completaram três anos de relacionamento no dia 19 de setembro. Eles são pais da Lorena, de 2 anos.


Edição quinzenal

Fonte: estrelaguia.com.br

ENTRETENIMENTO

HORÓSCOPO QUINZENAL Áries: Mudanças na rotina por decisões de novas metas. Para não sobrecarregar sua saúde física, realize atividades que façam bem ao corpo.

Libra: Dedique-se a espiritualidade, terapias ou hobbys. Possiveis distanciamentos de alguns grupos, tende a se socializar e lidar com novas relações.

Touro: Cuide para não exagerar ao expor seus sentimentos para amigos e familias, pois terá mais tenências para convívios sociais.

Escorpião: Mais desenvolvimento com grupos e vicências com os amigos, surgindo possíveis paqueras, se estiver só. Tendência a disputas e decisões ousadas.

Gêmeos: Evite se desgastar com antigos problemas e implicar com manias das pessoas. Período especial para cuidados com o seu corpo e evitar o estresse.

Sagitário: Época para reconhecimento de esforços e revisar o que quer para o futuro. Bom momento para recompor suas energias exercitanto suas crenças.

Câncer: Mais interesse por atividades culturais e novos conhecimentos, sendo o momento certo para favorecer decisões de trabalhos. Leão: Mais oportunidades para concretizar metas e lidar com assuntos de sua rotina que estão pendentes. Fique atento para não agir com impuso. Virgem: Observe os detalhes e gostos para surpreender quem mais está ao seu lado ou deseja conquistar. Aproveite para cuidar de si mesmo.

Respostas na página 2.

23

Capricórnio: Momento para lidar com novos conhecimentos e assuntos profissionais. Contatos com pessoas distantes farão muito bem. Aquário: Seja cuidadoso(a) com as finanças, pois surgirão momentos propensos a despesas não programadas. Será necessário confidenciar sentimentos com quem gosta.

Peixes: Passará por situações que exigirão calma e ponderação, por isso não dê respostas precipitadas.


Jornal do Comércio Hauer - Edição nº 110  

NESTA EDIÇÃO: Cursos personalizados Fidelis - pág. 13; Perigo na esquina - pág. 9; Óptica Dova e as corridas de rua - pág. 7; Editorial - A...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you