Page 1

+jacareí SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

FOTOS: PREFEITURA DE JACAREÍ

ANIVERSÁRIO

Terra empreendedora Cidade completa 365 anos de fundação na próxima segunda-feira


2

SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

+ jacareí

EDITOR MARCOS EDUARDO CARVALHO marcos.carvalho@ovale.com.br

GERENTE COMERCIAL TAMIRES JORGE tamires.jorge@ovale.com.br

Av. Cassiano Ricardo, 401-sala 508 B - Hyde Park Jardim Aquarius São José dos Campos - SP CEP 12246-870

PABX (12) 3878-4499 Ramal da Redação 3972 Ramal Comercial 3961

HISTÓRIA

De povoado a vila e cidade

Jacareí surgiu no século 17 e foi promovida no século 19; terceira maior do Vale JACAREÍ

Jacareí está completando 365 nesta próxima segundafeira, dia 3 de abril. A atual terceira maior cidade do Vale do Paraíba teve sua origem no século 17, ainda em 1.652, quando o Brasil era somente uma colônia de Portugal. Fundada por Antônio Afonso, junto com seus três filhos, o então pequeno povoado se chamava Nossa Senhora da Conceição da Parayba. Um ano depois, no dia 22 de novembro de 1653, o local deixou de ser um povoado e passou à categoria de Vila, ainda pertencente à vizinha cidade de Mogi das Cruzes. Assim, permaneceu até o dia 3 de abril de 1.849, já durante o período do Brasil Império, quando passou a ser uma cidade de fato. Por isso, a data do aniversário da cidade é comemorada neste dia. Início. Alguns dados históri-

cos indicam que o primeiro núcleo populacional da cidade teria sido com a Capela do Avareí, em 1728. O local, hoje bem conservado, fica na região central de Jacareí. Depois, o Largo da Matriz, no século 19, se tornou a região principal da cidade, até ser urbanizado na década de 1930. Atualmente, o largo da Matriz é palco das festas em homenagem à padroeira da cidade, Imaculada Conceição, que são realizadas há mais de 100 anos. O dia da padroeira é 8 de dezembro, feriado municipal. Em 1920, a igreja passa por uma reforma, na qual são imprimidos os traços atuais. Saúde. A Santa Casa de Jaca-

reí foi fundada em 1850 e até hoje é uma referência na cida-

ARQUIVO

Aniversariante. Aspecto da região central de Jacareí, em frente ao Mercado, na década de 1960; cidade em desenvolvimento

1652 foi o ano em que Jacareí foi fundada, ainda com o status de povoado

1849

de da região. O local, porém, teria sido erguido com o trabalho escravo, mas também com donativos dos abastados da época. Em 1854, terminada a primeira parte da construção e feitas as instalações preliminares, a Santa Casa começou a funcionar. O Brasão, a Bandeira e o Hino Oficial da cidade foram instituídos por lei municipal em 1952, 1961 e 1969, respectivamente. Evolução. Depois, na segunda

foi o ano em que Jacareí se tornou cidade, no dia 3 de abril

metade do século passado, a cidade passou a receber várias indústrias e cresceu bastante. Hoje, se destaca como a terceira cidade mais populosa do Vale do Paraíba. l

NOMENCLATURA

Origem do nome tem duas versões JACAREÍ

A origem do nome da cidade de Jacareí até hoje gera muitas controvérsias. Em 27 de outubro de 1700, recebeu o nome de Vila de Paraíba. Em 1849 passou a ser município. Existem duas hipóteses diferentes para a origem do nome atual. Uma das hipóteses mais populares é a de que havia presenças frequentes de jacarés nas

lagoas e também no Rio Paraíba, que corta a cidade. Durante uma reunião à margem do rio, uma das pessoas que ali se divertia, olhando a grande quantidade de jacarés, fez uma observação sobre a cena. Foi esta simples interjeição, que ligada a jacaré, deu como resultado: Jacareí. A outra hipótese é a palavra vir do tupi-guarani – icare-ig – que significa “Rio dos Jacarés”. l


SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

3


4

SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

CULTURA

Teatro é espaço multiuso Local foi inaugurado em 2014 e arquitetura foi feita por discípulo de Niemeyer JACAREÍ

O EducaMais Parque dos Sinos, em Jacareí, ao lado da nova rodoviária da cidade, é hoje uma das mais belas obras arquitetônicas da cidade. Com inauguração em novembro de 2014, veio para ser uma referência na cidade. Hoje, abriga um espaço multiuso, com oficinas culturais diversas, berçário, creche, telecentro, pista de skate, espaço para exposições, salas de música e de artes plásticas, café, livraria, loja de artesanato e elevador panorâmico. Quem passa em frente, já

REFERÊNCIA A Sala Ariano Suassuna é o principal espaço do EducaMais e recebeu o nome para homenagear o escritor percebe a arquitetura suntuosa e moderna. Hoje, o espaço é considerado um dos principais cartões postais da cidade. Todo o projeto arquitetônico foi desenvolvido pelo renomado Ruy Ohtake, tido como um discípulo de Oscar Niemeyer, uma lenda da arquitetura mundial e que foi o responsável pelo projeto da cidade de Brasília. A Sala Ariano Suassuna é o principal espaço do EducaMais e recebeu o nome para homenagear o escritor, poeta e romancista pernambucano, morto há três anos. Segundo a Prefeitura, atualmente tem capacidade para 700 expectadores. Apresentações musicais e peças de teatro são algumas das principais atividades do local. Gigante. São 6,7 mil metros

quadrados e área construída em um terreno de 20 mil metros quadrados. O investimen-

PREFEITURA DE JACAREÍ/DIVULGAÇÃO

Cultura. O EducaMais Parque dos Sinos, que abriga a Sala Ariano Suassuna e hoje é um dos principais cartões postais da cidade

700 expectadores cabem, sentados, na Sala Ariano Suassuna, em Jacareí

6,7 mil metros quadrados de área construída tem o novo EducaMais

to é de pouco mais de R$ 20 milhões, com recursos municipais. Para eventos externos, o espaço tem capacidade para cerca de 12 mil pessoas. No total, o EducaMais tem 11 salas, com capacidades entre 30 e 55 pessoas cada uma. Todo o complexo é gerenciado pela Fundação Cultural de Jacareí, responsável pelos projetos no local (leia texto sobre a entidade nesta página). “Os nossos projetos futuros da Fundação Cultural é tornála um departamento de fomento da cultura da cidade. Mais do que apenas intermediar, entendemos a Fundação como uma agência fomentadora, trazendo a formação e a gestão cultural na cidade”, diz a Fundação Cultural, através da assessoria de imprensa da Prefeitura de Jacareí. l

FUNDAÇÃO CULTURAL

Entidade tenta manter memória JACAREÍ

A Fundação Cultural de Jacareí, criada em 1987, tem a função de uma Secretaria de Cultura. Ou seja, ela cria a política pública cultural da cidade. É ela que planeja a cultura da cidade, no fomento, formação e atividade fim, como o aniversário da cidade. Só que ela pensa de forma macro. Por isso foi aprovado no ano passado o "Plano Municipal de Cultura", um plano de dez anos que, a partir dele, é

possível pensar nas políticas públicas da cidade. Ela tem a função de gestão cultural, também, segundo a Prefeitura. “Registramos mestres da cultura, mantendo a cultura tradicional viva e tem a função de salvar o patrimônio histórico, como museu, arquivo público, arqueologia. Ou seja, manter a memória da cidade viva e presente”, disse a Fundação, em nota. Atualmente, a entidade é presidida pelo empresário Fabricius Tremocoldi Stipp. l


SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

5


6

SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

MERCADO MUNICIPAL

Parte da história da cidade Inaugurado em 1876, prédio foi demolido e o atual já passou por reformas JACAREÍ

Contar a história do Mercado Municipal de Jacareí é relembrar também que o espaço já passou por muitas transformações ao longo dos anos. Porém, o local, que é ponto de parada para muita gente na cidade, nunca perdeu o seu charme essencial. Comer aquele pastel, comprar as necessidades para casa e até mesmo encontrar com os amigos é um programa de muitos jacareienses. Em 1876, apenas 27 anos após a então Vila ganhar o status de cidade, o primeiro Mercado Municipal foi construído no centro, de maneira rústica, com paredes de taipa. A obra levou 30 anos para ficar totalmente completa. Foi onde tudo começou. A principal diferença em relação ao prédio atual está no fato de a parte central, chamada de “largo”, ser descoberta. PREFEITURA DE JACAREÍ/DIVULGAÇÃO

Mudança. O antigo Mercadão

de Jacareí começava a dar sinais de cansaço. Precisava, assim, passar por algumas mudanças e a adaptações. A primeira grande reforma ocorreu na década de 1920, quando a fachada ganhou revestimento de tijolos aparentes, ficando mais vistoso e também com mais resistência. O prédio antigo, no entanto, não sobreviveria aos tempos modernos. Em 1959, o local foi totalmente demolido para dar lugar à atual construção, que foi aberta ao público em 1962. Na época, as mercadorias se resumiam a verduras, frutas, especiarias e cereais, produzidos pelos próprios comerciantes. Os fregueses faziam as compras apenas aos sábados e domingos, a partir das 4h da manhã. Atual. Já no século 21, definiti-

vamente marcado como um lo-

Tradicional. Pessoas participam de evento de aniversário da cidade em frente ao Mercado, que já passou por várias reformas

120 boxes existem atualmente dentro do Mercadão de Jacareí

2015 foi o ano da última grande reforma do prédio atual em Jacareí

cal importante para o cidadão de Jacareí, passou por uma profunda revitalização. Entre outras coisas, foram implantados um novo sistema monitoramento de câmeras e de iluminação, mais moderno e que privilegia o desenho arquitetônico do prédio. Para completar, houve a implantação de nova jardinagem para espaço externo. A reinauguração do Mercado Municipal revitalizado ocorreu em dezembro de 2015. Atualmente, o Mercadão conta com 120 boxes, distribuídos em 12 “ruas”. É possível encontrar uma grande variedade de mercadorias, que vão desde hortifrutigranjeiros, flores, peixes, carnes, artigos religiosos, cereais, ervas, bijuterias, artesanato, eletroeletrônicos. l

REFERÊNCIA

Local recebe 2.500 pessoas por dia JACAREÍ

Decididamente, o Mercado Municipal de Jacareí faz parte do cotidiano dos moradores da cidade. Segundo estimativa da Prefeitura, cerca de 2.500 pessoas frequentam o espaço diariamente, buscando os melhores produtos. Por mês, são cerca de 75 mil pessoas circulando pelos 120 boxes que existem atualmente, embora apenas 106 deles hoje estejam efetivamente em funcionamento no local.

Além do valor histórico e de ser ponto de referência na cidade, o Mercado Municipal de Jacareí tem uma importância grande para a economia local. Empregados. Ainda de acordo

com dados divulgados pela Prefeitura, o Mercado tem atualmente 158 pessoas trabalhando por lá. Assim, o local que já foi até demolido e passou por diversas reformas segue tendo sua importância na história e no cotidiano da cidade. l


SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

7


8

SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

OPÇÃO DE COMPRA

Tenda: 190 funcionários

Gigante atacadista funciona cidade desde 2008 e gera empregos JACAREÍ

os clientes ainda podem contar com o Tenda Drive, onde ele faz suas compras pela internet e retira na loja. Isso representa, além da tradicional economia que se faz comprando no Tenda, um importante ganho de tempo. Além disso, o Tenda tem seu próprio posto de Gasolina, onde o cliente pode abastecer com qualidade.

Inaugurado no dia 1º de Outubro de 2008, o Tenda Atacado de Jacareí já está perto de completar 9 anos de funcionamento na cidade. A gigante do ramo atacadista vem servindo de referência para consumidores comuns e também para comerciantes, que aproveitam a oferta de preço para renovarem os seus estoques. Segundo a Tenda, atualmente 190 pessoas trabalham na unidade jacareiense. Ou seja, além de um importante centro de compras, também tem sua importância para a economia da cidade, gerando muitas vagas de emprego. O espaço funciona na praça Charles Gates. “O Tenda acredita e gosta muito desta cidade. Para o futuro esperamos continuar atendendo a todos os nossos clientes e proporcionando aos comerciantes as melhores oportunidades de negócio”, informou a empresa, em nota, através da assessoria de imprensa. Estrutura. O Tenda Atacado

tem mais de 10 mil itens de produtos à venda. Em Jacareí

História. O grupo Tenda foi

DIVULGAÇÃO

Gigante. O Tenda Atacado foi inaugurado em Jacareí em 2008 e, atualmente emprega 190 pessoas; local serve de referência para consumidores comuns e também comerciantes da região

criado em janeiro de 2001. Empresa referência no autosserviço, com suas lojas-armazém, distribuídas na cidade de São Paulo, Grande São Paulo e interior do Estado, com lojas planejadas para atender com conforto, agilidade e segurança aos transformadores, comerciantes e aos consumidores finais. Hoje o grupo conta com 4,5 mil colaboradores bem preparados para atender a todos os frequentadores das lojas. Com equipamentos modernos, a rede busca proporcionar aos clientes, um atendimento ágil e eficiente, oferecendo sempre um bom negócio, com mercadorias da melhor qualidade, com o menor preço. l


SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

9


10

SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

ECONOMIA

Jacareí: empreendedora Cidade se destaca pelas várias empresas e aproveita a receita que é gerada JACAREÍ

Jacareí completa 365 de história neste dia 3 de abril e os moradores da cidade têm muito o que comemorar. Ao menos na economia, a terceira maior cidade da região apresenta números interessantes. Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, que cuida deste setor, atualmente a cidade tem 9.000 empresas cadastradas, entre indústrias, comércios, serviços, agronegócio, não considerando, porém, os autônomos e micro empreendedores individuais no município. “Se considerarmos apenas empresas apresentadas no Relatório Gerador do ICMS temos cerca de 4.000 empresas apontadas nesse relatório, ano base de 2015”, diz a Secretaria, em nota oficial. Ainda de acordo com a Prefeitura, se forem considerados apenas o Valor Adicionado para a cidade, Jacareí teve R$ 9.252.880.492 com participação de empresas do segmento da indústria, comércio e também serviços. Além dessa informação, para compor o total da receita do município e respectiva participação das indústrias, há necessidade de se considerar a participação quanto a tributos municipais como ITBI, ITU, IPTU, ISSQN e outras taxas diversas para todos os seguimentos. Ao longo dos últimos anos, a cidade tem se tornado uma referência na economia do Vale do Paraíba. Setores. Atualmente, o setor

de serviços é quem mais gera receita para a cidade, de acordo com os dados divulgados pela Prefeitura de Jacareí. Em segundo lugar aparece a indústria, que embora tenha perdido um pouco de espaço nos últimos anos segue como uma das principais geradoras

DIVULGAÇÃO

Crescimento. Linha de produção da fábrica da Heineken, em Jacareí; cidade tem mais de 9.000 empresas, segundo a Prefeitura

4 mil empresas estão cadastradas no Relatório do ICMS

de renda para a cidade da região nos últimos anos. O setor de comércio é a terceira principal fonte de arrecadação de Jacareí, seguido ainda pela construção civil e por fim, o agronegócio, que também sempre foi importante para a cidade da região.

FUTURO

Secretário aposta em mais diálogo JACAREÍ

Crescimento. Atualmente, vá-

9 mil empresas estão cadastradas atualmente na cidade

rias empresas importantes se instalaram ou estão se instalando no município nos próximos meses. É o caso de nomes como a Sany, Plaza Shopping Jacareí, Boulevard Jacareí, FestPan – Produtos Alimentícios e a Spani Atacadista, que em novembro inaugurou uma loja de grande porte na entrada da cidade, aumentando ainda mais a oferta de produtos e empregos para a região. l

Apesar da crise que assola o país nos últimos anos, a Prefeitura de Jacareí espera que a cidade continue crescendo e gerando empregos e receitas para a população. O atual secretário de Desenvolvimento Econômico da cidade, Carlos Amagai, que assumiu a função no início deste ano, aposta no diálogo com os empresários locais para seguir o desenvolvimento. “Desde que assumi a SDE -

Secretaria de Desenvolvimento Econômico - nosso foco é a geração de novos empregos para Jacareí”, afirmou. “Por orientação do nosso prefeito Izaías Santana (PSDB), ampliamos o diálogo com a atividade empresarial, com as entidades representativas, colocando sempre a SDE como parceira e facilitadora para os empreendedores crescerem junto com nossa cidade”, afirmou o secretário ao OVALE, através da assessoria de imprensa da Prefeitura. l


SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

11

ESTRUTURA

Jacareí, cidade que cresce População em 2016 era de 228.214, contra 211.214 no censo de 2010 JACAREÍ

De acordo com dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Jacareí fechou o ano de 2016 com população estimada de 228.214 habitantes. No censo de 2010, a cidade tinha 211.214 habitantes, sendo que 208.297 viviam na área urbana da cidade. Em uma área territorial de 464,272 m2, a cidade da região tem uma densidade demográfica de 454,94 habitantes por quilômetro quadrado. Atualmente, são 64.215 domicílios permanentes na cidade, de acordo com os dados

Panorama. Visão geral do centro de Jacareí, que nesta segunda-feira comemora aniversário de 365 anos

PREFEITURA DE JACAREÍ/DIVULGAÇÃO

estatísticos. A renda média do cidadão jacareiense é, atualmente, de 3,3 salários mínimos, ou cerca de R$ 3.092, de acordo com o levantamento do IBGE. Outros números. Em Jacareí,

uma das provas de que a cidade está em constante crescimento é o número de veículos. De acordo com os dados mais recentes do IBGE, de 2015, o município tem 82.830 automóveis. Somando caminhões, tratores, etc, Jacareí tem atualmente 124.024 veículos. Em 2015, 27.299 crianças haviam sido matriculadas no ensino fundamental. l


12

SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

SUSTENTABILIDADE

Artesanato Sustentável

Como nova alternativa de renda, Fibria mantém projeto em S. Silvestre

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Iniciativa. A Fibria desenvolve trabalho de artesanato no distrito de São Silvestre, em Jacareí, incentivando a cultura local e servindo como uma fonte de renda para as pessoas; acima, moradoras durante trabalho do projeto ‘Artesanato Sustentável’, que recebem orientação de gestão, processo produtivo e comercialização JACAREÍ

Com o objetivo de oferecer uma nova alternativa de renda e ainda por cima fortalecer a cultura local, a Fibria realiza com os moradores do distrito de São Silvestre, em Jacareí, o projeto denominado ‘Artesanato Sustentável’. Durante o ano, o projeto deve atender cerca de 50 pessoas que receberão capacitação técnica para desenvolver o trabalho, bem como orientações sobre gestão, processo produtivo e comercialização das peças produzidas. As atividades tiveram início com uma aula inaugural no Núcleo de Educação Ambiental da Fibria (NEA). A proposta do projeto é que cada artesão construa um pla-

nejamento com a mensuração do tempo e os valores investidos na criação dos artesanatos, para que a venda dos produtos possa ser uma opção de aumento na renda familiar. “O desenvolvimento socio-

AUXÍLIO Durante o ano, o projeto deve atender cerca de 50 pessoas que receberão capacitação técnica

cultural e econômico das comunidades onde a Fibria atua é um compromisso assumido pela empresa, e esse projeto irá possibilitar não só o incremento da renda familiar, mas também o fortalecimento das

EXPORTAÇÃO

Celulose vai para 40 países JACAREÍ

Líder mundial na produção de celulose de eucalipto, a Fibria é uma empresa que procura atender, de forma sustentável, à crescente demanda global por produtos oriundos da floresta. Com capacidade produtiva de 5,3 milhões de tonela-

das anuais de celulose, a companhia conta com unidades industriais localizadas em Aracruz (ES), Jacareí e Três Lagoas (MS). A companhia possui 969 mil hectares de florestas, sendo 568 mil hectares de florestas plantadas, 338 mil hectares de áreas de preservação e de con-

servação ambiental e 63 mil hectares destinados a outros usos. A celulose é exportada para mais de 40 países. Em maio de 2015, anunciou a expansão da unidade de Três Lagoas, que terá uma nova linha com capacidade produtiva de 1,95 milhão de toneladas de celulose por ano. l

tradições culturais de toda uma comunidade”, diz Adriano Martins, consultor de Sustentabilidade da Fibria, através da assessoria de imprensa. Cultura local. Para a diretora

da Escola Estadual José Eboli de Lima, Ana Cristina Monteiro Leite dos Santos, a iniciativa da Fibria vai resgatar a cultura da própria comunidade por meio do artesanato. “Fomos recebidos com um café da manhã preparado por integrantes do PDRT (Programa de Desenvolvimento Rural e Territorial) de São Luiz do Paraitinga, um outro projeto da empresa de apoio aos produtores rurais, que em breve atenderá também o distrito de São Silvestre”, conta Ana, através da assessoria. l


SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

13


14

SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

INDÚSTRIA

Chery se instala em 2014 Fabricante chinesa chega a Jacareí e, atualmente, emprega 500 pessoas

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Desenvolvimento. Linha de produção de veículos e funcionários trabalhando na fábrica da Chery, em Jacareí; empresa se instalou na cidade em 2014, já comercializou mais de 5.000 carros no período, atualmente emprega cerca de 500 funcionários e já prepara a terceira linha de produção dentro desta unidade JACAREÍ

No segundo semestre de 2014, a cidade de Jacareí ganhou uma de suas mais importantes empresas. A gigante chinesa Chery apostou na cidade e abriu uma de suas unidades na região. Com cerca de 500 empregados, a empresa gera recursos e produz alguns dos carros com melhor custo-benefício do país. E os negócios vão bem. Segundo a empresa, só no ano passado foram comercializados no país cerca de 5.000 veículos fabricados na unidade jacareiense. O vice-presidente executivo da Chery no Brasil, Luís Curi, ressalta a boa estrutura da cidade para apostar na instalação da fábrica na cidade.

“Jacareí foi escolhida pela sua localização, pois está próxima das principais fabricas de autopeças do estado (as principais do País) e tem fácil acesso ao porto de Santos. Ou seja, tem todas as características

geográficas que atendem às necessidades da Chery. A construção teve início em 2011 e a fábrica foi inaugura em agosto de 2014”, afirmou, através da assessoria de imprensa. Segundo ele, a decisão de se

instalar na cidade surgiu bem antes da inauguração. “A decisão de ter uma unidade industrial nacional foi tomada em 2009, antes mesmo do anúncio do aumento dos 30 pontos percentuais do IPI (Im-

ESTRUTURA

Sede tem 400 mil m2 de área JACAREÍ

Espaço de sobra. Instalada em um terreno com mais de um milhão de metros quadrados, a fábrica da Chery de Jacareí tem uma área construída de 400 mil metros quadrados, No local, segundo a empresa, estão localizadas três unida-

des produtivas – montagem, soldagem e pintura, além do prédio administrativo e da edificação do restaurante. O complexo da Chery em Jacareí ainda contempla uma pista de testes, que conta com variações diversas de terreno, possibilitando simular as condições mais adversas de solo.

A empresa, pretende crescer ainda mais na cidade. Segundo o vice-presidente produtivo, uma terceira linha de produção no local está a caminho, em fase de instalação, o que deverá gerar ainda mais empregos e aquecer a economia da terceira maior cidade do Vale do Paraíba. l

posto sobre Produtos Industrializados) para carros importados. Desde lá, a Chery passou por uma série de situações, como o anúncio do Inovar-Auto, a crise econômica, a queda do setor automotivo e etc. Mesmo assim estamos lutando para crescer e divulgar cada vez mais os modelos Chery no mercado nacional”, explicou o empresário, pela assessoria de imprensa. Ampliação. Com os bons resul-

tados obtidos, a empresa projeta ainda mais crescimento na cidade. Atualmente são produzidos os modelos Celer e New QQ, porém, segundo a Chery, a empresa já está em fase de instalação de maquinários para a produção do primeiro SUV da fábrica chinesa, o Tiggo 2. l


SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

15


16

SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

INAUGURAÇÃO

Spani aposta em Jacareí Rede inaugura loja em março e promove o comércio e economia local

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Novidade. Visão aérea da nova unidade do Spani Atacadista, em Jacareí, que foi inaugurado no último dia 28 de março, no Jardim Califórnia e agora serve como nova opção para compras na cidade do Vale do Paraíba; segundo a empresa, foram investidos mais de R$ 28 milhões e o estoque de produtos é sempre garantido JACAREÍ

O Grupo Comercial Zaragoza, detentor da bandeira Spani Atacadista inaugurou no último dia 28 de março a nova unidade da rede em Jacareí, cidade do interior paulista. O empreendimento irá promover o comércio e a economia local, bem como cidades próximas à Jacareí, que abrange um grande número de comerciantes que já são clientes do Spani Atacadista. Com um investimento de R$ 28 milhões, a nova loja gerou cerca de 250 novos empregos diretos na cidade. A unidade atacadista está localizada na Avenida Getúlio Vargas, no bairro Jardim Califórnia. Com

uma área total de mais de 15.700 m2 e uma área construída de 7.000 m2, além de um estacionamento com mais de 270 vagas. Espaço. A nova loja disponibili-

za de mais de 10 mil produtos dos setores de açougue, bebidas, frios, laticínios, hortifrutis, importados, mercearia, hi-

giene e limpeza. Dentre as vantagens que fazem do Spani Atacadista a melhor opção para os negócios estão o estoque garantido, ofertas exclusivas para os mais variados públicos, variedade de produtos, atendimento por televendas para tirar dúvidas e o desenvolvimento de campanhas sociais nas cidades em que atua. l

250 270 Solenidade. Cerimônia de inauguração do Spani em Jacareí, no último dia 28 de março, que fica no Jardim Califórnia

novos empregos foram gerados pelo Spani, em Jacareí

vagas de estacionamento foram colocados na nova unidade


SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

PROGRAMAÇÃO

Aniversário tem atrações Banda Palace abre programação dia 3, com show no Parque da Cidade JACAREÍ

Jacareí completa 365 anos de fundação na próxima segunda-feira, dia 3 de abril, data que, naturalmente, também é feriado municipal. E para comemorar, a Prefeitura e a Fundação Cultural de Jacarehy José Maria de Abreu preparam uma programação especial, com muitas atrações gratuitas. A Banda Palace, por exemplo, vai abrir a programação com um grande show no dia do aniversário, às 19h, realizado no Parque da Cidade. E durante o mês, mais atrações movimentam a agenda cultural: shows, teatro, exposições e o tradicional festival de canto lírico ‘Maria Callas’. É possível conferir todas as atrações da agenda cultural de abril em Jacareí através do site www.jacarei.sp.gov.br. Show de aniversário. Para abrir a programação, no 3 de abril, às 19h, um grande show com a Banda Palace, no Parque da Cidade. A Banda Palace é uma banda da cidade de Jacareí, atuan-

te há 16 anos, com um repertório eclético, passando por todos os estilos. A banda é formada pelos cantores Cecília Militão, Maysa Ohashi, Tical e Thiago Alves. E ainda conta com um corpo de balé, coordenado pelo mestre Júnior. Canto Lírico. Outro destaque

da programação de aniversário é o festival de canto lírico Maria Callas, um dos maiores no gênero da América Latina e reúne participantes do Brasil, Chile, Argentina, entre outros países. A premiação varia de R$500 a 5.000. O festival tem início dia 1º de abril no Theatro São Pedro, na capital, mas a semifinal e final, ocorrem em Jacareí, nos dias 5 e 6 de abril, em Jacareí. l

5 mil Reais é o valor máximo oferecido pelo festival lírico Maria Callas

17


18

SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

SUCESSO

Fazem parte da história

Escola Sepp e Chopperia do Portuga e do Gordo são alguns destaques

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Destaques. Na foto maior, alunos na sala de leitura da escola Sepp, uma das mais tradicionais de Jacareí; no alto à direita, área de lazer da Chopperia do Portuga e, abaixo, a Chopperia do Gordo JACAREÍ

Algumas empresas, comércios e prestadores de serviços ficam marcados em uma cidade quando fazem um bom trabalho. É o caso, por exemplo, do Colégio Sepp, em Jacareí, que em 2017 completa exatamente 40 anos de fundação. Desde então, a escola é comandada pela mesma família. Aliás, a questão familiar é levada muito a sério por lá. “O nosso diferencial é a relação familiar, tanto entre nós, já que a escola começou com a minha tia e passou para minha mãe, quanto com os alunos, pois temos relação muito direta. Temos uma relação estreita, acompanhamos os alunos até no vestibular”, afirmou Mateus Tursi Ribeiro, que hoje é o man-

tenedor do colégio. Atualmente, a escola tem até um aluno ‘vereador-mirim’, Lucas Spiz Marques, que vai durante um ano acompanhar o trabalho dos vereadores na Câmara Municipal da cidade du-

rante o período. Unidades. O Sepp hoje tem

duas unidades em Jacareí. Uma na avenida Barão de Jacareí, no centro, onde atende o ensino fundamental 2 e o ensi-

no médio, e outra no Jardim Califórnia, onde atende desde o pré-maternal até o início do ensino fundamental. Segundo Ribeiro, atualmente a escola atende, no total, cerca de 700 alunos. “Estamos

DESCONTRAÇÃO

Choperias festejam sucesso JACAREÍ

O final de semana é sempre bom para sair com os amigos. Em Jacareí, dois lugares em especial fazem sucesso: a Chopperia do Portuga e a Chopperia do Gordo, ambos na região central da cidade. Fundado em 1982, o Gordo

desde o início é mantido pela família Ribeiro, no mesmo endereço. “Nosso foco maior é o bem estar de nossos clientes: investimos , tanto na parte física do prédio (climatização da casa, manobrista gratuito), como na parte humana com treinamentos e atualizações”, disse a gerente Elisabete Ribeiro.

No Portuga, fundado em 1999, a qualidade do serviço e do produto é o diferencial. “Fazemos de tudo para deixar o cliente à vontade. Temos até parquinho para as crianças”, disseR icardo Antônio Marcos Rodrigues, que gerencia o local com o pai, Antônio Carlos Rodrigues. l

há 40 anos na cidade e para a gente é bem legal esse relacionamento com a sociedade de Jacareí. Realizamos atividades com os asilos, por exemplo”, disse o mantenedor. Segundo Tiago Tursi, um dos diferenciais do Sepp é o contato que os alunos podem ter com a natureza. “Temos uma área verde bem legal e até animais. Isso é muito importante. Hoje em dia, as crianças crescem com a tecnologia e não têm contato com a natureza”, afirmou, em entrevista ao OVALE. A cidade também conta com outros locais de sucesso, como a Chopperia do Portuga e a Chopperia do Gordo, tradicionais pontos de encontro nos finais de semana (leia texto nesta página). l


SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

19


20

SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

MÚSICA

Orquestra conquista título Grupo fatura o Open Brasil 2017, competição que foi disputada em Aparecida JACAREÍ

O ano de 2017 vai ser inesquecível para a Orquestra de Jacareí. Afinal de contas, conquistou o inédito título na segunda edição do ‘Open Brasil 2017’ na categoria Banda de Concerto. O resultado final veio no dia 12 de março e o evento foi realizado no Santuário Nacional de Aparecida. A competição reuniu 50 grupos de todo o país e também do exterior no que é considerado o maior festival de bandas e fanfarras do Brasil, direcionado ao aperfeiçoamento técnico e artístico das bandas e fanfarras participantes. Atualmente, o projeto da Orquestra Sinfônica Jovem de Jacareí compõe um quadro com 12 professores de instrumentos e teórico e atende 450 alunos diretamente no Educamais Jacareí, e mais 2.500 alunos atendidos na rede por nossos monitores (alunos mais avançados). Feliz. O maestro da Osijja, Mau-

ro Messias Bueno Júnior, não esconde a alegria pelo resultado obtido este ano. E ressalta a seriedade do projeto para obter o triunfo. “Para mim, o segredo é trabalho serio e honesto, aqui não temos distinção de quem tem mais talento ou não, procuro nivelar a técnica de cada aluno, mostrando a eles toda as oportunidades que a música pode trazer”, afirmou, através da assessoria de imprensa da Prefeitura de Jacareí. Para ele, tudo o que foi conquistado é fruto do esforço coletivo da equipe. “O resultado do campeonato é simplesmente tudo o que esta sendo trabalhado com nossos alunos”, afirmou o maestro. A vitória em Aparecida também teve mais um motivo de comemoração especial para o maestro jacareiense. “Este em

PREFEITURA DE JACAREÍ/DIVULGAÇÃO

Premiada. Exibição da Orquestra Sinfônica de Jacareí, que em março conquistou o título do Open Brasil como Banda de Concerto

450 alunos são atendidos atualmente na Orquestra Sinfônica

50 grupos de todo o país disputaram o evento em Aparecida

especial foi à primeira vez em que viajamos e dormimos fora de casa. Com isso, consegui trabalhar mais a concentração individual de cada um, fizemos avaliações sobre a faze de classificação e com isso chegamos a um resultado satisfatório”, afirmou Mauricio Bueno. Além do trabalho oficial, no decorrer da semana ainda existem os grupos de câmara (grupos menores) de alunos que ainda não fazem parte de nenhum grupo, mas estão nos ensaios para aprender e aperfeiçoar o conhecimento. Futuro. Durante o ano, a Or-

questra vai fazer várias outras apresentações e, claro, não poderia ficar de fora das comemorações de aniversário da cidade, com agenda certa na programação oficial do mês. l

HISTÓRIA

Projeto começa com a fanfarra JACAREÍ

A Osijja (Orquestra Sinfônica Jovem de Jacareí) já tem muita tradição na cidade da região e está bem próxima de completar 40 anos de história no ano que vem. O trabalho teve início em 1978 e a trajetória passou por várias transformações. Tudo começou com a criação da Fanfarra Municipal de Jacareí (Famuja). Então, 16 anos depois, em 1994, se transformou em Ban-

da Marcial Municipal de Jacareí até o ano 2000, quando se transformou em Banda Sinfônica Jovem de Jacareí. Depois disso, começou a seguir uma trajetória de sucesso que dura até os dias atuais. Local. Nos dias atuais, as ativi-

dades da Orquestra são realizadas nas dependências do Educamais Parque dos Sinos. Os principais grupos fazem teus ensaios na sala Ariano Suassuna, um dos espaços mais modernos da cidade. l


SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

21


22

SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

TURISMO

Cidade tem várias atrações

Jacareí tem opções culturais, gastronômicas, de aventura e natureza

CLÁUDIO VIEIRA/OVALE

Natureza. Passear de barco ou de jet ski na represa do Jaguari, que fica fora do centro da cidade, é uma das muitas opções de lazer e turística ligadas às aventuras e para quem gosta do contato com a natureza (à esquerda); o Parque da Cidade (direita), que fica aberto diariamente, das 6h às 22h, é uma boa opção de diversão JACAREÍ

Embora muitas pessoas não saibam, ou não percebam, Jacareí tem muitos pontos turísticos e que podem render bons passeios e diversão para quem souber aproveitar o que tem de bom na cidade. Está afim de conhecer um pouco da história da cidade? Então, vale a pena dar um pulinho no Arquivo Público Municipal, que fica aberto de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 13h30, na avenida Alfredo Schuring. Jacareí também conta com o Museu de Antropologia, no centro, mas atualmente a visitação está suspensa, segundo a Prefeitura. Vale a pena também dar um pulinho na Sala Ariano Suassuna, próximo à

nova rodoviária da cidade, que chama a atenção pela bonita arquitetura. Fé. Para os mais religiosos, va-

le a pena Santuário das Aparições de Nossa Senhora Marcos

Tadeu, no bairro Campo Grande. Isso sem contar a imponência da igreja Matriz, que fica toda iluminada à noite, e ainda a Igreja do Avareí, no centro da cidade, considerado o primeiro núcleo populacio-

nal de Jacareí. Natureza. E se você tem um

espírito mais aventureiro, Jacareí também oferece algumas opções para as pessoas. O Espaço do Hotel Fazenda Aldeia

GASTRONOMIA

Cidade tem várias opções JACAREÍ

Se você gosta de comer bem, Jacareí também oferece várias opções para os moradores e também para os visitantes e turistas. Um deles é o alambique e restaurante Pingolândia, aberto de segunda a domingo das

11h às 18h, na rodovia Nicola Capucci. Em, claro, não dá para esquecer que Jacareí é a terra daquele tradicional bolinho caipira, sucesso na região. Mas se você gosta de comida típica italiana, japonesa, chinesa, portuguesa, etc, também vai encontrar boas pedidas na

cidade. É só rodar pelo centro. Um dos lugares onde se encontra um bom pastel e um bom bolinho caipira é no tradicional Mercado Municipal da cidade, fundado no século 19. Em festas religiosas, ainda é possível encontrar o barreado, afogado, vaca atolada, canjiquinha, etc. l

do Vale, por exemplo, oferece a tirolesa aos visitantes. Já o Haras Lagoinha, Fazenda Santa Hilda e Bonanza Rural oferecem as cavalgadas, para quem gosta de montar. Os locais também são interessantes para a prática do turismo rural, que vem crescendo no Vale do Paraíba. E, se o clima ainda é de natureza, passeios no Paraíso Náutico Jaguari e no Píer são também boas opções. O Parque da Cidade, aberto diariamente das 6h às 22h, é de fácil acesso e possibilita a prática de exercícios físicos, como caminhada e corrida. O Parque dos Eucaliptos, que funciona no mesmo horário, é outra boa oportunidade. E, para finalizar, ainda tem o Viveiro Municipal ‘Seu Moura’. l


SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

PREFEITURA DE JACAREÍ/DIVULGAÇÃO

23

PREFEITURA DE JACAREÍ/DIVULGAÇÃO

Museu de Antropologia do Vale do Paraíba

Criança durante pesquisa no Arquivo Público

CLÁUDIO VIEIRA/OVALE DIVULGAÇÃO

Passeio com cavalo no Bonanza Rural Center

Opção. A Marina e Píer, em Jacareí, é um bom lugar para descansar e curtir com a família e amigos nos finais de semana

PREFEITURA DE JACAREÍ/DIVULGAÇÃO

A Biblioteca Municipal, no centro da cidade


24

SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

NO VISUAL

Um passeio por Jacareí Um pouco da cidade que vai completa 365 anos nesta segunda-feira

VALTER PEREIRA / PREFEITURA MUNICIPAL DE JACAREÍ

Noite. Praça Conde de Frontin, com a Igreja da Matriz ao fundo

PREFEITURA DE JACAREÍ

Caminhada. O Parque da Cidade de Jacareí é o local ideal para fazer exercícios físicos no dia a dia

PREFEITURA DE TAUBATÉ

Natureza. Trilha dentro do Viveiro Municipal, em Jacareí

PREFEITURA DE JACAREÍ VALTER PEREIRA / PREFEITURA MUNICIPAL DE JACAREÍ

Religião. Capela Nossa Senhora Aparecida

PREFEITURA DE JACAREÍ

Teatro. A Sala Ariano Suassuna, dentro de uma das unidades do EducaMais

Passeio. Caminho e quiosque no Parque dos Eucaliptos


SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

25


26

SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

ESPORTES

BMX de Jacareí: referência Equipe foi fundada em 1989 já conquistou dois títulos no Paulista

FOTOS: ARQUIVO/PREFEITURA DE JACAREÍ

Times de respeito. À esquerda, o piloto e técnico da equipe de bicicross de Jacareí, Pedro José de Andrade, dono de vários títulos na carreira, sempre defendendo a cidade da região; à direita, alguns atletas da equipe de Tênis de Mesa de Jacareí, após conquista de medalhas durante os Jogos Regionais de Caraguatatuba JACAREÍ

Jacareí é uma cidade que tem tradição esportiva. Na década de 1970, por exemplo, o antigo Trianon tinha um time de basquete que rivalizava de igual para igual com os clubes mais tradicionais do Estado de São Paulo. Atualmente, a cidade também é conhecida pela sua força no bicicross. O Jacareí Bicicross Clube, fundado em 1989, funciona ininterruptamente até hoje. No período, já comemorou o título paulista em duas oportunidades: 2004 e 2008. A equipe treina na pista Luciano Bruni, considerada uma das mais modernas do país, e que também é palco de provas como o Campeonato Paulista e

também o Brasileiro. “Atualmente, temos 25 atletas na equipe e este ano estamos felizes porque trouxemos de volta o Chokito (Marcos Carlos do Santos)”, disse o técnico e piloto Pedro José de

Andrade, o ‘Pedrão’, em referência a um dos principais atletas da história da equipe. Assim, a dupla de experientes competidores volta competir junta, em busca de mais títulos para a cidade.

Outros nomes como Edmilson Gomes, Natália de Paula e Elton Denner também estão entre os principais nomes da equipe jacareiense. Na primeira etapa do Campeonato Paulista deste ano, o

TÊNIS DE MESA

Cidade mantém time forte JACAREÍ

Uma modalidade vista por muitos como apenas uma atividade de lazer, o tênis de mesa é encarado com muito profissionalismo pela equipe de Jacareí, comandada pelo técnico Waldemir Júnior há alguns anos.

O time já conquistou medalhas em torneios estaduais e nacionais ao longo dos anos. Em 2017, na Liga Valeparaibana da modalidade, já começou bem, com seis medalhas conquistadas, sendo duas de ouro, duas de prata e duas de bronze. Jacareí, aliás, é dono de sete

títulos nesta competição. “Jogar em categorias superiores talvez não traga muitas medalhas, mas trará grande amadurecimento aos jovens atletas. Mesmo assim de dez medalhas ganhamos seis e foi um resultado excelente”, disse o técnico jacareiense, após o resultado da estreia. l

Jacareí Bicicross Clube fez bonito e, na somatória geral, ficou na liderança da etapa. O próximo compromisso do time agora é dia 9 de abril. Para manter a equipe sempre em alta, o clube aposta na formação das categorias de base e na busca por novos talentos na modalidade. “No ano passado, nossa escolinha chegou a ter 50 crianças treinando. Este ano, vamos retomar o trabalho daqui a duas semanas”, afirmou o técnico e piloto da equipe, em entrevista ao OVALE. Histórico. O bicicross come-

çou com força na cidade em 1980, mas somente nove anos depois foi fundada a equipe atual, que tem como presidente Max William de Oliveira. l


SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

27

ESPORTE

Rúgbi é campeão nacional Em março, o Jacareí Rugby fatura o título inédito do Brasileiro de Sevens JACAREÍ

O Jacareí Rugby foi chegando aos poucos no cenário estadual e nacional da modalidade. O trabalho de base realizado há alguns anos começou a dar frutos e chegou ao auge no mês passado, quando conquistou pela primeira vez o título do Campeonato Brasileiro de Sevens, uma versão mais reduzida do esporte em que cada time entra em campo com sete jogadores. Os ‘Jacarés’, como são conhecidos, apresentaram uma excelente campanha e fecharam o em primeiro lugar, invictos, após a final em Niterói-RJ. A vitória veio com um 12 a 5 sobre o tradicional DesterroSC, uma das principais forças do país na modalidade. E o que é melhor: o elenco jacareiense é praticamente formado apenas por atletas nascidos na própria cidade. “Estamos muito felizes e realizados com esse título e com tudo o que tem sido feito em nosso clube, essa conquista reflete um trabalho constante de formação e desenvolvimento”, afirmou o técnico Júlio Faria, após a conquista, através da assessoria de imprensa. “Não tem nem como expressar a emoção de fazer parte desse time, a emoção de entrar em campo vestindo essa camisa e ser campeão com o Jacareí Rugby. Essa conquista perten-

ADRIANO MATOS / JACAREÍ RUGBY

Em alta. A equipe do Jacareí Rugby, que nos últimos anos ganhou espaço no cenário nacional; em março, faturou título histórico

EM ALTA A equipe jacareiense se entrou pra o rol dos grandes times de rúgbi do país ao faturar o Brasileiro Sevens

ce a todos os envolvidos, direta e indiretamente: atletas, comissão técnica, torcida, administração do clube, familiares e amigos”, afirmou o jogador Eduardo Garcia, um dos destaques do time da região, também através da assessoria de

imprensa. Estadual. Atualmente, o time

da região disputa o Campeonato Paulista de 15, que é a versão completa da modalidade. No torneio, onde o vizinho São José é uma das principais

forças, o Jacareí Rugby quer também iniciar a caminhada rumo aos títulos. Se depender da força de vontade e da qualidade dos jogadores, o time jacareiense pode entrar no rol dos favoritos ao título paulista. l


SÁBADO, 1DE ABRILDE 2017

ovale/gazeta de taubaté

28

+Jacareí - Abr/17