Page 1

Distribuição gratuita

Edição 135 - Centro-Oeste

13 a 19 de Junho / 2012 em Divinópolis e de 13 a 26 de Junho / 2012 em Lagoa da Prata, Bom Despacho, Arcos e Formiga |

• Fundador Laércio Nunes •

Foto: Sylvia Pagotto

Cultura, arte. Estas duas palavras resumem o Festival Nacional de Música que este ano vem com novidades. O evento será realizado entre os dias 22 e 28 de Julho e o objetivo é democratizar a cultural. Promover o intercâmbio na área de música erudita também é um dos propósitos do festival. O evento tem nova data e deverá atrair centenas de pessoas de todo o país.

Páginas: 04

FESTIVAL NACIONAL DE MÚSICA BUSCA A DEMOCRATIZAÇÃO CULTURAL INTERESSA AO PASSAGEIRO

PEDÁGIO MAIS CARO Foto: Site Notícia de Itaúna

COMPORTAMENTO

QUANDO TERMINAR UMA RELAÇÃO Ninguém inicia uma relação pensando em terminar, mas quando menos se espera, em alguns casos, a presença da pessoa amada já não é tão desejada. Saiba como agir quando isto ocorre. Páginas: 06

Foto: Divulgação

Terminar uma relação exige muita cautela

SAÚDE É VIDA

DIA DO DOADOR DE SANGUE

A tarifa do pedágio já está mais cara para os usuários da MG 050. O reajuste foi de 2,5% e causou indignação. Motoristas criticam a falta de investimento na rodovia. Página: 09

Foto: Amarilis Pequeno

As tarifas variam de acordo com o tipo do veículo

O Hemominas de Divinópolis se prepara para comemorar o Dia do Doador de Sangue. A iniciativa visa incentivar a doação e consequentemente ampliar o banco de doadores, que geralmente reduz no inverno. Página: 04

Catrine Oliveira fez a primeira doação de sangue


02

13 a 19 de Junho / 2012 em Divinópolis e de 13 a 26 de Junho / 2012 em Lagoa da Prata, Bom Despacho, Arcos e Formiga - Edição 135 - OP.CO

Editorial

Artigo

TRIBUTO PAGO EM DOBRO Os usuários da MG 050 já estão pagando mais caro para trafegar. Como previsto em contrato, anualmente é autorizado o reajuste da tarifa do pedágio pela Secretaria Estadual de Trânsito à Concessionária Nascentes das Gerais. Este ano o aumento foi de 2,5% sob os 10 diferentes valores da tabela que varia de acordo com o tipo do veículo. O montante pesa no bolso do contribuinte que além de arcar com a tarifa também desembolsa outros tributos. Questiona-se esta carga tributária imposta à população, que, não deveria ser obrigada a arcar com a manutenção de estradas. A estrutura de tributos dos usuários das rodovias inclui inúmeros impostos, sendo assim, duplamente penalizados. A concessão, em Minas Gerais, trata-se de uma Parceria PúblicoPivada, logo, parte da responsabilidade recai sobre o Estado, que por sua vez recolhe milhões em impostos que também podem ser aplicados na manutenção das vias. Mesmo assim, os usuários continuam pagando os tributos sem a garantia da aplicação no sistema rodoviário, sem a certeza da duplicação do trecho respondente à concessão. Quanto menos investimento, maiores são os custos operacionais em consequência da inadequada manutenção. Se paga caro por um serviço de pouca qualidade. Basta comparar com outras concessões para confirmar o alto valor. A Fernão Dias, BR 381, é um exemplo de tarifa inferior e de qualidade superior. Lá, o usuário paga entre R$ 0,70 e R$ 8,40, dependendo do veículo, e é totalmente duplicada. Com tantos impostos pagos pelos contribuintes, especificamente destinados para este fim, além daqueles cuja destinação desconhecemos, é desalentador ver que, no final, pagamos várias vezes pelo mesmo serviço, ainda que precariamente prestado. Afinal, se a tarefa de manter e conservar as estradas é entregue à iniciativa privada, não há razão para pagar outros impostos, com a finalidade de investimento rodoviário.

A RAPA DE BOLO

Antônio Andrade Há alguns anos achei umas receitas culinárias de minha bisavó. O caderno de capa marrom e folhas amarelas estava dentro de um bloco de cimento perto da chaminé do fogão a lenha. Continha várias receitas, dentre elas o famoso biscoito de polvinho que vovó tem como arma para juntar os netos nos fins de semana, mas o que mais me chamou a atenção não foram as receitas e sim uma introdução que tinha no caderno: “Toda vez que eu tirava a colher quebrada de pau de dentro da gaveta, a reação dos meus quatro filhos era a mesma. José, o mais velho de, 7 anos de idade, chegava primeiro e abria as pernas e os braços na porta da cozinha, Josué e Jeremias, de 5 e 4 anos chegavam quase juntos e ficavam tentando tirar José do caminho. Cerca de um minuto depois chegava Jonas, de 2 anos, sentava-se alguns passos antes da porta e chorava como se estivesse apanhando de correia. Alguns instantes depois estavam todos comportados e sentados dentro da cozinha, um do lado do outro, de olhos fixos na vasilha de alumínio. - É de fubá? – perguntava Jeremias num som quase inaudível para José. - É de farinha de trigo e ninguém vai rapar nada hoje. Vocês podem é esperar o bolo ficar pronto como gente grande – eu já interrompia tentando acabar com aquilo, mas não tinha jeito. Após untar a forma com banha de porco e começar a

despejar a massa, os moleques já se levantavam. - Vou dar uma colher na boca de cada um e é só ouviram? – eu gritava. O interessante daquilo é que todos quase que arrancavam meus dedos ao receber sua colherinha de massa crua de bolo, mas Jonas sempre negava sua parte. - Não entendo porque você corre e apronta esse berreiro se não quer a rapa – eu danava com ele sem entender. Com o bolo pronto, todos se fartavam e Jonas comia sempre mais devagar que todos. Eu passei muito tempo imaginando que o motivo era por ele ser o mais novo, mas não era. Na cabeça dele o bolo era motivo de discórdia e ele tinha uma função; colocar ordem. Todos eram maiores, mas ele sabia que seu choro era ouvido. Quando tudo começava, ele abria a boca, eu colocava ordem na confusão e ele se sentava no meio dos irmãos para ver se iria terminar tudo bem. Os meninos só queriam a rapa do bolo, mas para ele, seus irmãos brigavam por comida. Jonas então comia mais devagar para permanecer mais tempo à mesa, ele estava atento, qualquer voz alterada ele choraria, ninguém se arriscaria a brigar porque ele estava ali para colocar ordem na mesa. Com o passar dos anos, a rapa da massa do bolo perdeu seu encanto, ninguém mais queria, mas ao ouvir a colher de pau na vasilha de alumínio, Jonas sempre saia de casa, dava uma volta e voltava quando o bolo estava pronto.

Quando nasci um anjo esbelto, desses que tocam trombeta, anunciou: vai carregar bandeira. Cargo muito pesado pra mulher, esta espécie ainda envergonhada. Aceito os subterfúgios que me cabem, sem precisar mentir. Não sou tão feia que não possa casar, acho o Rio de Janeiro uma beleza e ora sim, ora não, creio em parto sem dor. Mas o que sinto escrevo. Cumpro a sina. Inauguro linhagens, fundo reinos -- dor não é amargura. Minha tristeza não tem pedigree, já a minha vontade de alegria, sua raiz vai ao meu mil avô. Vai ser coxo na vida é maldição pra homem. Mulher é desdobrável. Eu sou. Adália Prado

A VOZ DO PASSAGEIRO

“Eu não moro em Divinópolis, mas meus filhos sempre vêem aqui e levam para mim. Adoro ler a página de entretenimento e de comportamento. Como sou professora, sempre aproveito a coluna de educação feita pela Mara. Recorto a coluna, tiro Xerox e distribuo para os meus alunos”. Maria Perpétua, 54 anos, moradora de Camacho Mande seus comentários, críticas ou sugestões para: redacao.opassageiro@gmail.com

Edição Centro-Oeste Número de páginas: 14 Tiragem: 32.000 exemplares mensal Periodicidade: semanal em Divinópolis e quinzenal no Centro-Oeste Circulação: Divinópolis - Itaúna - Formiga - Arcos - Lagoa da Prata - Bom Despacho, Pitangui - Nova Serrana - Pará de Minas - Carmo do Cajuru

Com licença poética

Fundador: Laércio Nunes Editor Geral: Marcelo Nunes Diretora Comercial e Geral C.O: Stefane Moura (37)3222-5997 / (37)8817-9135 Jornalista Responsável: Francisco Vilela - Registro nº 12.764 Chefe de Redação Centro-Oeste: Amanda Quintiliano Redação Centro-Oeste: Amanda Quintiliano, Amarilis Pequeno, Júlia Medeiros e Cíntia Teixeira.

EXPEDIENTE Revisora: Nilsymara Alves Araújo Arte Gráfica: Daniel Allan e Douglas Barreto Diagramação: Daniel Allan Controle Administrativo: Paula Danielle Vendas: Stefane Moura: 37- 8817.9135 / 3222.5997 Rômulo César: 37- 9962.2209 / 3222.5997 Antônio Claret: 37- 8803.8630

“O Passageiro”, periódico semanal em Divinópolis e quinzenal no Centro-Oeste de propriedade de KGEL. Kerix Gráfica e Editora LTDA - CNPJ: 139448090001 13 / Rua Rio Grande do Norte, nº 60 - Centro Divinópolis MG O Jornal necessáriamente não é solidário nem se responsabiliza por conceitos em artigos e matérias assinadas.


03

13 a 19 de Junho / 2012 em Divinópolis e de 13 a 26 de Junho / 2012 em Lagoa da Prata, Bom Despacho, Arcos e Formiga - Edição 135 - OP.CO

Educação

SERÁ QUE ESCOLHI ERRADO? Quando a dúvida da profissão ocorre na faculdade

Mara Araújo Revisora mara.opassageiro@gmail.com

CANTINHO DAS LETRAS

“Temos que ter a certeza que quando essa grande embarcação, chamada Terra, naufragar, não teremos para onde correr. Sendo tão simples assim, POR QUE insistir em velhos hábitos? Nádia Moreira Você sabe como usar os PORQUÊS? Sabe quando se escreve junto ou separado, com ou sem acento? Para facilitar o entendimento do uso dos porquês, vou sugerir o uso de algumas normas práticas para seu emprego: 1- POR QUE e POR QUÊ Por que – SEPARADO e SEM ACENTO – pode ser substituído por por que motivo ou pelo qual e suas flexões e é usado para iniciar perguntas. EX: Não sei por que faltaste ontem. Por que insistir em velhos hábitos? Por quê - SEPARADO e COM ACENTO, também pode ser substituído por por que motivo ou pelo qual e suas flexões, porém só será usado no final das frases, e, ao contrário do que se pensa, não somente em perguntas. EX: Eles estão reclamando por quê? As pessoas reclamam sem saber por quê. 2- PORQUE e PORQUÊ Porque - JUNTO e SEM ACENTO, pode ser substituído por pois, visto que e para que. EX: Demorei pra chegar porque perdi a chave do carro. Estudem porque possam fazer uma ótima prova. (O uso nessa frase parece inadequado, mas está correto e pode ser substituído por para que) Porquê - quando escrito JUNTO e COM ACENTO, trata-se de um SUBSTANTIVO. Pode ser substituído por palavras como “razão” ou “motivo”, e por seus plurais. Ex: Fomos criados juntos, esse é o porquê do meu grande afeto por ela. Gostaria de entender os porquês para tantos aumentos nos preços dos alimentos neste ano. Muito ainda há que se falar sobre o uso dos porquês, mas por hoje, ficaremos por aqui. Até mais pessoal!

1968 – O ano que não terminou Zuenir Ventura

Fascinante reconstituição dos acontecimentos de 1968 no âmbito do país. Os heróis dessa geração que queriam virar o mundo pelo avesso, seus dramas e paixões, suas lutas e vitórias estão descritos neste relato fundamental para a compreensão do Brasil contemporâneo. “Esse livro nos permite voltar ao passado e viver um pouco do que foi aquela época. Ler esse livro é uma possibilidade de entender a história.” Célia dos Reis Vieira, professora de história e moradora de Divinópolis.

QUAL DIREÇÃO SEGUIR? Primeiro e segundo período se passaram e ainda assim as disciplinas são desinteressantes. Será mesmo que esse é o caminho? “Segundo estatísticas de uma pesquisa realizada na USP, mais de 30% dos universitários desistem até o quarto período do curso. Agradar

os pais é o maior motivo de infelicidade no curso”, explica a psicóloga e orientadora vocacional Lúcia dos Santos Braga. “Meus pais sonhavam com um filho na área médica. Fiquei até metade do curso de odontologia, mas quando iniciaram aulas práticas percebi que eu não conseguiria ser feliz como dentista. Resolvi assumir meu lado criativo e hoje estudo Belas Artes”, comenta a estudante Ana Cristina Magalhães. Há jovens que mudam de estrada em busca de desafios parecidos com suas habilidades e anseios na profissão. Mas existem outros que vão até o final do curso para ver onde é que a estrada os leva. “Tive muitas dúvidas e dificuldades financeiras quando fazia Letras, por volta do 5º período, que é a metade do curso. Não sabia se o curso me levaria a ‘algum lugar’. Mas como os amigos insistiram, fui até o final”, explica a professora Suzana Simões. Seguir em frente é uma alternativa também, mas, para isso é preciso uma dosagem grande de intuição e também de

Foto: Arquivo Pessoal de Suzana Simões.

Suzana Simões na África – um exemplo de quem decidiu seguir em frente na faculdade e hoje colhe bons frutos!

coragem para ir sem ter a certeza se irá atuar na área. “Estive na França durante dois anos e meio (ela se formou em Letras com ênfase em Francês). Já dei aulas na Aliança Francesa em Belo Horizonte e hoje trabalho com brasileiros expatriados na África”, revela. Para quem não sabia se a profissão a levaria para “algum lugar” ela já carimbou algumas

vezes o passaporte dela para ensinar e aprender francês. Ficar ou mudar é uma decisão prática e pessoal. Não existem garantias em nenhum caminho. Todos os projetos dependem de empenho e envolvimento. Não existe uma resposta certa. O que deve existir é o compromisso consigo mesmo para bancar suas decisões.

ARQUIVO PÚBLICO MUNICIPAL DOCUMENTOS QUE FIZERAM E FAZEM HISTÓRIA Cíntia Teixeira cintia.opassageiro@gmail.com O espaço ainda é pequeno, mas os documentos cresceram nos últimos anos e com eles a demanda. Alunos para pesquisar trabalhos escolares, jornalistas, escritores, pesquisadores ou simplesmente um cidadão comum utiliza cada vez mais o Arquivo Público para embasamento teórico ou para rememorar com saudosismo fotos de um tempo que não volta mais. Apesar de confundido algumas vezes com a Biblioteca Pública Municipal, devido até à proximidade de localização, o Arquivo é responsável pelo acolhimento e organização de documentos recebidos pelos órgãos públicos bem como documentos privados de interesse dos cidadãos divinopolitanos. A missão dessa instituição é guardar e preservar esses documentos para o uso da sociedade. O zelo pela história é realizado por uma equipe engajada na função de oferecer um serviço de qualidade para os cidadãos, cuidando do acervo feito de jornais e revistas, fotografias, documentos e vídeos. Marcos Antônio, bibliotecário há mais de 16 anos na instituição e carismático por natureza, tem sempre prazer em atender o público. “Este lugar é importante para a sociedade, pois através dele podemos entender a

Foto: Cíntia Teixeira

LEITOR PASSAGEIRO

Cíntia Teixeira cintia.opassageiro@gmail.com “Escolhi um curso superior e não estou gostando de nada. Devo mudar de curso?” Essas frases são muito mais comuns do que se imagina. Escolher um curso superior entre tantos que existem na contemporaneidade não é tarefa fácil para os jovens, afinal, a pesquisa sobre o mercado de trabalho é ampla e entre apostilas, cursinhos e vestibulares, o tempo fica escasso. Há também jovens que são influenciados pelos pais ou pelos amigos, esquecendo que a escolha é pessoal. Enfim, seguir ou não o curso é uma pergunta tão existencial para jovens como o “ser ou não ser” de Hamlet.

Arquivo Público Municipal, uma forma de conhecer a história da cidade através dos documentos. história das administrações passadas”, explica. E foi pensando nesse compromisso que o Arquivo Público criou para o ano do centenário uma exposição itinerante intitulada - Arquivo Público Tece Cem Anos de História de Divinópolis. São dezenove banners com curiosidades sobre a história de 1838 até 1938, período histórico em que Divinópolis foi concebida e também elaborada. “O caráter dessa exposição é pedagógica. Ela já pas-

sou pela Biblioteca Pública Municipal, pela Câmara Municipal e por várias escolas estaduais e particulares. A ideia dessa exposição é fazer os alunos pensarem sobre o que esse período representou para Divinópolis hoje”, explica o coordenador. Sobre a curiosidade dos documentos, o mais antigo é uma declaração de liberdade dada por Rosa Ribeiro de Faria à escrava Sebastiana. Existem também fotos

de momentos históricos, como o Cinquentenário da cidade, fotos do rito de ordenação dos padres franciscanos e os carnavais de rua relembrados com tanto carinho pelos moradores mais antigos da cidade. “O principal objetivo nosso é demonstrar a relevância do arquivo para a sociedade de Divinópolis para que os cidadãos saibam que boa parte da história de cada um está guardada aqui”, finaliza o coordenador.


04

13 a 19 de Junho / 2012 em Divinópolis e de 13 a 26 de Junho / 2012 em Lagoa da Prata, Bom Despacho, Arcos e Formiga - Edição 135 - OP.CO

Saúde é Vida Fábio Henrique Santiago Nutricionista fabionutricionistaopassageiro@gmail.com

ATIVIDADE FÍSICA PODE SER ALIADA DOS DIABÉTICOS

Ter diabetes não é uma desculpa para fugir das atividades físicas. Pelo contrário, o sedentarismo é um dos principais fatores de risco para desenvolver a doença. O exercício regular ajuda a aprimorar a saúde das pessoas com diabetes, principalmente as com o tipo 2. O diabetes tipo 2 é mais frequente em adultos e caracterizado por uma resistência do corpo à ação da insulina.

O estilo de vida sedentário é associado a esse tipo, assim como outros fatores, como obesidade, hereditariedade, idade e raça. A prática de exercícios físicos junto com uma alimentação saudável e manutenção de um bom peso devem entrar na rotina de todos, mas para o caso do diabetes tipo 2 as vantagens são extras, pois facilitam o trabalho da insulina e estabilizam as taxas de glicose

em níveis ideais. Além disso, as três ações colaboram para a prevenção do tipo da doença. Diabéticos podem praticar as mesmas atividades físicas que pessoas saudáveis, sempre respeitando as limitações comuns de cada faixa etária. Caminhadas, corrida, ciclismo e outras práticas aeróbicas estão entre os esportes mais recomendados, principalmente para os do tipo

2, que também devem apostar na musculação para combater a perda de massa, comum com o avanço da idade. Os exercícios precisam ser prescritos e acompanhados por profissionais especializados, que devem ser avisados sobre a doença antes de iniciar qualquer treino. O ideal é que seja feita por uma equipe multidisciplinar. “Nutrição para uma vida saudável”.

Amarilis Pequeno amarilis.opassageiro@gmail.com O Dia Mundial do Doador de Sangue é comemorado no dia 14 de junho. Para doar o candidato deve ter idade mínima de 16 anos e máxima de 67. É preciso ter boa saúde, pesar mais de 50 kg e ter hábitos saudáveis. Na unidade do Hemominas em Divinópolis, a data será comemorada entre os doadores com apresentação do Coral de Artes e Ofício e distribuição de kits para os candidatos.

IMPORTÂNCIA Em média, 80 pessoas doam sangue por dia, mas nos meses de junho e julho a procura é menor, como explica a responsável pela captação de doadores, Shirley Alves de Sousa. “Devido a feriados, férias e o resfriado que acompanhada a chegada do inverno. Nessa época as pessoas estão mais sujeitas a resfriados e problemas respiratórios”. A decisão de doar sangue é um gesto muito importante e pode salvar

Foto: Divulgação

DOAR SANGUE: INCLUA ESSE GESTO EM SUA VIDA

Para doar o candidato deve ter entre 16 e 67 anos. vidas. “O sangue é fundamental para manutenção da vida”, ressalta. Os fatores mais raros são os negativos. “Os negativos tem um registro menor, como AB- que é bem raro”. Segundo o Ministério da Saúde, 1,9% dos brasileiros doa sangue regularmente. A doação beneficia mulheres com complicações durante a gravidez e o parto; crianças com anemia severa; pessoas com graves traumas provocados por acidentes; e pacientes com

câncer que passam por algum tipo de cirurgia. “Vou doar sangue para uma amiga que está doente. Estou muito feliz em poder ajudar, espero voltar sempre,” conta a estudante Catrine Oliveira, 18 anos, de Pitangui. QUEM PODE DOAR O procedimento é simples, basta apresentar um documento de identificação e preencher um cadastro no banco de sangue. O candidato

passa por uma triagem onde o sangue é avaliado, também é conferida a pressão arterial, o pulso, a temperatura do candidato, os antecedentes patológicos são avaliados e os possíveis fatores de risco do doador. Essa triagem é importante para proteger quem está doando e assegurar a qualidade do sangue que será transfundido. “Sempre que posso eu venho. Hoje eu ajudo, amanhã posso ser ajudado”, comenta Rone da Silva, 41, motorista, de Itaúna. QUEM NÃO PODE DOAR Pessoas que já tiveram hepatite; são portadores do vírus HIV ou de alguma doença infecciosa transmitida pelo sangue; diabéticos que usam insulina; mulheres grávidas ou em fase de amamentação; indivíduos com febre; com peso abaixo de 50 kg; maiores de 65 anos; que tenham se submetido a grandes cirurgias; recebido transfusão; feito tatuagem ou colocado piercing há menos de um ano.

FESTIVAL NACIONAL DE MÚSICA COM NOVA DATA E NOVIDADES Músicos, alunos e professores se preparam para a 3ª edição do evento

Júlia Medeiros julia.opassageiro@gmail.com O Festival Nacional de Música entra na terceira edição e este ano, será apresentado em nova data. Os organizadores do evento confirmaram as oficinas de músicas, apresentações de concertos, orquestras e óperas para julho. Programe-se! Com entrada gratuita nas apresentações culturais, a 3ª edição do Festival Nacional de Música de Divinópolis será realizada entre os dias 22 e 28 de julho. O projeto, iniciado em 2010, foi aprovado pela Lei Municipal, Estadual e Federal de Incentivo à Cultura. Mais uma vez, o evento tem a

proposta de incentivar o acesso à música clássica, de maneira gratuita. De acordo com a produtora e coordenadora de comunicação do Festival, Mayra Belém, o Festival visa promover o intercâmbio cultural em Divinópolis na área da música erudita. “A proposta é continuar promovendo a democratização cultural ao incentivar e criar oportunidades que valorizam estudantes, professores, profissionais dessa modalidade da arte, bem como oferecer acesso ao público, carente dessas oportunidades”, pontua. Já os alunos inscritos terão a oportunidade de participar de ofi-

cinas ministradas por professores reconhecidos nacional e internacionalmente. As pré-inscrições já começaram e podem ser feitas até o dia 1º de julho pelo www.festivalmusicadivinopolis.com.br NOVIDADES A terceira edição do Festival Nacional de Música chega com muitas novidades! A primeira é a mudança na data. Antes, o festival era realizado no início do ano e agora, será em julho. Outra novidade para esta edição será a transmissão da programação em tempo real pelo www.festivalmusicadivinopolis.com.br

Mayra Belém explica que os locais das apresentações ainda estão sendo fechados, mas é possível adiantar a presença de grupos de Itapecerica e Itaúna para algumas apresentações. As surpresas não param. “Haverá ainda uma homenagem para um grande artista, conhecido mundialmente, mas somente será possível divulgar oficialmente após fecharmos alguns detalhes. Isso será em breve!”, revela. EXPECTATIVAS As duas primeiras edições do Festival receberam mais de 350 alunos de vários estados do país. As

apresentações públicas e gratuitas reuniram cerca de 30 mil pessoas em teatros, auditórios e espaços públicos. Para este ano, o empreendedor e diretor do projeto, Walter Caetano, revela que o formato do evento continua o mesmo: uma semana de duração, com aulas durante o dia e grandes apresentações à noite. Porém, haverá mais novidades para a 3ª edição do Festival. “A expectativa para este ano é de receber 250 alunos de todos os lugares do país. E nesta edição optamos por dar foco à tradição cultural da cidade e região, dessa forma haverá muito espaço para bandas de música e

corais”, revela. Durante o Festival Nacional de Música será oferecido um curso de capacitação para professores e profissionais da educação, chamado Didática da Musicalização. “Serão 80 vagas destinadas a esses profissionais. A partir deste ano é obrigatório ter a disciplina de músicas nas escolas. Então, vamos oferecer capacitação para os profissionais da rede pública e particular”, afirma Walter. As oficinas serão realizadas na Escola Estadual Joaquim Nabuco, Teatro Municipal Usina Gravatá e Escola Municipal de Música.


05

13 a 19 de Junho / 2012 em Divinópolis e de 13 a 26 de Junho / 2012 em Lagoa da Prata, Bom Despacho, Arcos e Formiga - Edição 135 - OP.CO

Social Gilberto Carlos Costa Palestrante Comportamental e Motivacional 37 9107 3250 gilberto .carloscosta@gmail.com

TALENTO

NOTAS

NIVER

ACADEMIA DIVINOPOLITANA DE LETRAS e DOUTORES PALHAÇOS DE DIVINÓPOLIS

Foto: Gilles Carlose

Apresentam: “Trilhos e Trilhas” Com texto é de Cidah Viana incluindo músicas, poesias e crônicas de vários autores divinopolitanos - 16 e 17 de junho de 2012. “Candidés, quem é você?” (Texto do Professor Mercemiro Oliveira Silva - ADL) Dia 21 de junho 2012 às 19:30 no Teatro Gravatá.

Foto: Divulgação

REITORIA UFSJ O Professor Helvécio Reis então reitor da UFSJ- Universidade Federal de São João Del Rei - Campus Dona Lindu passou o cargo para professora Valéria Kemp, agora reitora interina. Ele deixa o cargo para se candidatar a prefeito da cidade de São João del-Rei. JANTAR Com apenas 11 anos de idade ela já vem mostrando para todo Brasil seu talento. A cantora Dafny Martins segue sua carreira mantendo agenda de shows e com participação especial no Programa Raul Gil. Vale a pena conferir toda sua simpatia e linda voz em seu primeiro cd. Sucesso!

Será realizado no próximo dia 29/06, às 20h no Hotel River, mais um jantar organizado pela ADHONEP - Associação de Homens de Negócio do Evangelho Pleno. Informações e convites: Stenyo Maia - 37- 8842.2069 e Gilberto Costa - 37- 9107.3250

O amigo e conceituado engenheiro Geraldo Magela Dias completou mais um ano de vida no último dia 06/06. Entusiasmado pela vida espalha por onde passa uma alegria contagiante. Parabéns!


06

13 a 19 de Junho / 2012 em Divinópolis e de 13 a 26 de Junho / 2012 em Lagoa da Prata, Bom Despacho, Arcos e Formiga - Edição 135 - OP.CO

Comportamento Sirlen Marcia Borges Design de Moda sirlen.opassageiro@gmail.com

A TÉCNICA DA MOULAGE É USADA EM DESFILE NO CENTENÁRIO DE DIVINÓPOLIS Já tiveram a vontade de pegar um tecido e criar uma roupa simplesmente colocando-o sobre o corpo? Pois é, foi isso o que aconteceu no desfile da oficina Mundi Model’s (MUNDI - Movimento Negro de Divinópolis) apresentado no dia 1º de junho de 2012, no Centenário de Divinópolis. Os modelos vestiram a coleção “Belezas do Divino”. As roupas foram produzi-

das pelas designers Beatriz Santos e Sirlen Borges, sob a coordenação de Letícia Lenita, Elio Santos e Gisele Silva. As designers mostraram no desfile roupas criadas e moldadas nos corpos dos modelos. O tema da coleção é claro, foi o Centenário de Divinópolis, focando nisto as roupas foram pensadas nas cores da bandeira da cidade: laranja, branco e preto. A técnica usada para

a elaboração das peças foi a “Moulage”(drapingart em inglês), palavra de origem francesa e que significa “moldagem”, consiste na técnica de modelagem feita diretamente sobre um manequim ou modelo. Se for feita em um manequim, é usado um tipo especial que possua as medidas do corpo humano. Porém este tipo de modelagem também pode ser elabora-

do diretamente no corpo de uma pessoa, como por exemplo, no caso desta coleção “Belezas do Divino”. Uma das grandes vantagens da Moulage é que cada peça de roupa pode ser única, pois cada vez que o tecido for sobreposto sobre o corpo ou manequim consegue-se uma forma diferente e criativa de amarração. Segundo as designers, os principais ob-

jetivos da coleção “Belezas do Divino” ao usar a técnica da Moulage, foi apresentar peças que homenageassem o Centenário de Divinópolis, em suas cores, histórias, riquezas e tradições, com o uso de formas criativas, harmoniosas e ousadas; que somadas à beleza e elegância dos modelos contribuíssem para o evento de forma espetacular e através deste apresentar o

belo trabalho que a Oficina Mundi Model’s realiza por aqui. O desfile apresentado chamou a atenção e surpreendeu o público presente nas ruas do centro de Divinópolis. Parabéns a toda a equipe do Mundi pelo excelente trabalho apresentado. Agora que já sabem um pouco sobre a técnica da Moulage, que tal arriscarem em fazer alguns modelitos? Fica a dica.

TÉRMINO DA RELAÇÃO A DIFÍCIL TAREFA DE NÃO SEGUIR EM FRENTE Cíntia Teixeira cintia.opassageiro@gmail.com

algumas vezes é preciso ter a coragem de não seguir em frente. ROMPER Todo mundo que já passou

Foto: www.estilo.uol.com.br

Na última semana foi comemorado o Dia dos Namorados. Casais apaixonados declarando o amor um pelo outro se-

quer imaginam a situação de um dia viver o mantra pósmoderno de “ser feliz enquanto dure”. A verdade é que ninguém inicia uma relação pensando em terminar, mas,

Romper não é tarefa fácil, mas quando não existe mais amor é sinal de respeito pela relação construída.

por isso sabe o quanto terminar um relacionamento é difícil. A hora é sofrida para os dois e nada melhor do que resolver com respeito e verdade. “A melhor maneira de terminar com alguém é dizendo a verdade. Se ele ainda gosta de você, diga de uma maneira carinhosa que quer continuar mantendo contato, exponha os momentos felizes que tiveram e não faça rodeios, vá direto ao ponto”, explica a psicóloga Fabíola Pinto. Mas, se o namorado for um homem que não aceita o término da relação, mais importante é apresentar os motivos de forma clara para que ele perceba a importância de não seguir em frente. “Meu ex-namorado era

muito ciumento. Não tinha mais vida social. Ele não aceitou no início, me ligava quase diariamente, e só entendeu que não dava mais quando expliquei que os problemas eram maiores que os momentos bons”, diz a vendedora Márcia Soares. O mais importante é não sabotar, ou seja, levar a relação na esperança de que o outro tome a iniciativa protelando por medo ou fuga de chegar o “dia D” do término. Segundo a psicóloga Fabíola Pinto, a sabotagem é uma péssima estratégia para colocar ponto final na relação. “Você passa a ter atitudes que não são suas, passa a interpretar”, explica. “Eu tinha pena de terminar

uma relação de quase três anos. Percebia que meu exnamorado ainda era muito ligado a mim. Arrumava mil desculpas para não vê-lo e acabei machucando muito ele com isso. O término foi traumático”, relembra a fisioterapeuta Franciele Fagundes. Por isso é tão importante refletir sobre qual a postura ter diante da situação de rompimento para amenizar a dor de ambos. Para isso, a psicóloga Fabíola Pinto sugere algumas dicas. “Procure o lugar certo e saiba escolher as palavras certas; evite datas especiais como dia das mães ou Natal, por exemplo. E, por fim, não se culpe por terminar”, aconselha.


13 a 19 de Junho / 2012 em Divinópolis e de 13 a 26 de Junho / 2012 em Lagoa da Prata, Bom Despacho, Arcos e Formiga - Edição 135 - OP.CO

07

Fique por Dentro

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA CURSO DE LIBRAS

Amarilis Pequeno

amarilis.opassageiro@gmail.com

Em Divinópolis, a Pastoral dos Surdos e Mudos oferece curso de capacitação para todas as pessoas que desejam aprender a língua

de sinais. A partir de agosto uma nova turma será formada. Os portadores de deficiência e os familiares deles podem fazer o curso sem custos. Já os que desejam se capacitar para pro-

fissionalização, é cobrada uma mensalidade. O valor é revertido para projetos da instituição. O módulo 01 tem duração de cinco meses, sendo uma aula por semana. As turmas são li-

Foto: Pastoral do Surdo de Divinópolis

A turma de 25 alunos recebeu certificado de capacitação pelo curso de Libras oferecido pela Pastoral.

mitadas a 30 pessoas. Quem tiver interesse deve entrar em contato pelo email: pastoraldosurdo@ hotmail.com. As inscrições estão abertas.

LIBRAS A língua brasileira de sinais (Libras) possui características como configurações de mãos, pontos de articulação, movimento, direção e expressão facial. Este ano, a Libras completou 10 anos de reconhecimento como meio legal de comunicação e expressão pela lei 10.436, de 24 de abril de 2002. Essa é a única forma de comunicação usada pelos deficientes auditivos e visuais. Na maioria das vezes essas pessoas precisam de um intérprete para se comunicar. O decreto 5626 garante o atendi-

mento “às pessoas surdas ou com deficiência auditiva na rede de serviços do Sistema Único de Saúde e das empresas que detêm concessão ou permissão de serviços públicos de assistência à saúde, por profissionais capacitados para o uso de Libras ou para sua tradução e interpretação”.

BENEFÍCIOS DA LEI MUNICIPAL NA ÁREA DA SAÚDE A partir deste decreto, em Divinópolis, foi elaborado um projeto de lei, apresentado pelo vereador Rodyson do Zé Milton, que institui a capacitação de funcionários da saúde para que recebam essas pessoas. Para a presidenta do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, Andréia Amaro, o ideal é que

todas as pessoas saibam essa língua. “É um projeto que vai assegurar a acessibilidade do deficiente auditivo dentro da área da saúde. É muito comum ele pedir um intérprete para acompanhá-lo em consultas, mas às vezes isso se torna constrangedor, então ter um profissional na unidade de saúde vai ajudar muito. O projeto de lei elaborado pelo vereador garante acessibilidade na área da saúde de acordo com o que ainda não é respeitado” ressalta Andreia. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aproximadamente 24,6 milhões de pessoas, ou 14,5% da população total, apresentam algum tipo de incapacidade ou deficiência.

SPAD FAZ CAMPANHA DE ARRECADAÇÃO RAÇÃO PARA CÃES ABANDONADOS Amarilis Pequeno amarilis.opassageiro@gmail.com

DOAÇÕES Atualmente 98 cães estão amparados em nove casas

Os animais recolhidos são levados para uma casa particular e recebem cuidados. Segundo a gestora de Marketing, o espaço é considerado pequeno devido à demanda de atendimentos. Outras pessoas já se mobilizaram e até ofereceram o lar como ajuda, até que os cães sejam adotados. “Fazemos uma divulgação e o perfil no Facebook tem nos ajudado para que os cães sejam adotados. Isso tem funcionado bem e nos permite ajudar mais cães”, avalia. Quem quiser con-

tribuir, as doações podem ser entregues na Livraria Em Nome do Pai, na Avenida 21 de Abril, número 1021. “Durante todo ano é realizada a campanha de

arrecadação de ração. Nossos amados cães se alimentam muito bem, quem desejar pode colaborar doando ração”, esclarece. As doações também po-

dem ser feitas via depósito na conta corrente pela Caixa Econômica Federal: AG. 0113 OP. 03 CC 330-0. Para outras informações: (37) 8837-5171/ 9123-9146. Foto: Amanda Lopes

A Sociedade Protetora dos Animais de Divinópolis (SPAD) realiza durante todo o ano diversas campanhas para arrecadar rações, agasalhos e outros itens para os cuidados necessários de cães e gatos. O objetivo da Sociedade é ajudar esses animais abandonados a encontrar um novo lar para receberem todo o cuidado que precisam.

de voluntários, que são chamadas de abrigos temporários. Os cães consomem em média 350 quilos de ração por mês e para manter a ONG é preciso contar com o apoio espontâneo das pessoas que acreditam nesse trabalho. “Realizamos também ações sustentáveis, como leilões virtuais, rifas, bazar, tudo para arrecadar verba para o tratamento dos cães, uma vez que ainda não contamos com o poder público, e os recursos são poucos,” explica. Os leilões e as ofertas podem ser acompanhados pelo perfil do Facebook.

Estes cães estão disponíveis para adoção, entre em contato com a SPAD pelo 0378837-5171.


08

13 a 19 de Junho / 2012 em Divinópolis e de 13 a 26 de Junho / 2012 em Lagoa da Prata, Bom Despacho, Arcos e Formiga - Edição 135 - OP.CO

Meio Ambiente

Nádia Moreira

Nádia Moreira Gestora Ambiental, Pós graduanda em Energias Alternativas pela UFLA nadia.opassageiro@gmail.com

VER-DI VERDADE APRESENTA: O VELHO DISCURSO ATUAL

nadia.opassageiro@gmail.com

Durante a educação infantil nas aulas de ciências, a professora questiona a turma sobre o que é meio ambiente. Ouvem-

se diversas respostas, a maioria delas vinculadas ao verde ou à vida natural. A verdade é que temos que compreender que tudo é Meio Ambiente. Não há como separar o natural do arti-

ficial. A partir da compreensão desse fato, tudo se tornará claro. Não existe lá e cá, ar puro ou poluído, nem mesmo rio limpo e água contaminada. Tudo está conectado. Estamos todos no

Foto: Divulgação

“Tudo é meio ambiente. Não há como separar o natural do artificial.”

mesmo barco. E temos que ter a certeza que quando essa grande embarcação, chamada Terra, naufragar, não teremos para onde correr. Sendo tão simples assim, por que insistir em velhos hábitos? Métodos arcaicos de exploração da terra, de geração de energia, de produção de bens, e por aí vai, a interminável lista de aberrações que cometemos todos os dias contra a nossa ‘casa’. Será apenas uma questão de inversão de valores? De falta de amor e respeito com o próximo? No início da década de 90 foi realizada aqui no Brasil a Eco 92, uma conferência da Organização das Nações Unidas que reuniu mais de uma centena de líderes de diversos países. Nessa

reunião ficou estabelecido o texto da Convenção da Biodiversidade e da Agenda 21, que deveriam ser documentos para nortear o tão sonhado desenvolvimento sustentável do planeta. Não é difícil encontrar argumentos convincentes de que não houve muito avanço nesse sentido. Estamos a poucos dias do início de mais um encontro desse tipo: A Rio +20, que terá a oportunidade de traçar um caminho mais firme e verde. Resta saber se os chefes de estado aqui presentes terão, desta vez, a coragem de assinar algum tratado realmente funcional, que preveja ações em curto prazo e metas obrigatórias. Coragem de perceber que pode ser necessário frear o crescimen-

to econômico justamente em meio a essa crise financeira declarada. Esse é um assunto muito extenso, cheio de peculiaridade. Muito interessante também. Porém, apesar da história não contar fatos animadores sobre o tema, o que nos resta é debater o assunto e ter esperança de que a coragem prevaleça. Que velhos paradigmas sejam remodelados, que possamos aproveitar esse mar de possibilidades criativas e o conceito de meio ambiente ecologicamente equilibrado possa ser usado também fora das instituições de ensino. E finalmente que o Ser Humano se mostre mais racional e amoroso consigo e com as demais formas de vida que habitam essa embarcação.

MELHOR ALTERNATIVA PARA TRATAMENTO DE RESÍDUOS SERÁ REVELADO POR ESTUDO PCI foi assinado durante reinauguração do Parque da Ilha no dia mundial do Meio Ambiente

Amanda Quintiliano amanda.opassageiro@gmail.com

prazo previsto pela lei federal que é 2014. A gente espera com isso unir o Aterro Sanitário e a Usina de Compostagem à Coleta Seletiva a ao Centro Municipal de Triagem que já estão implantados na cidade”, explica, considerando este sistema eficiente. COMEMORAÇÃO A partir de agora o Parque da Ilha, nomeado de Dr. Sebastião Guimarães está com as portas abertas. O sistema de segurança foi reforçado, os brinquedos substituídos, uma academia ao ar livre ins-

talada, além da reforma das quadras. “Será um novo espaço para a família divinopolitana, um novo espaço do esporte, do lazer. Estamos assinando também o edital para o Centro de Tratamento de Resíduos e assim resolvendo este problema de vez”, disse o prefeito minutos antes de reinaugurar o espaço. São cerca de 200 mil metros quadrados de área. Espaço de lazer com capacidade para atender até mil pessoas. Uma pista de caminhada foi pavimentada e todo o local recebeu nova

iluminação. O parque também tem espaço para corrida e ciclismo. Lá ainda são

desenvolvidos projetos ambientais com estudantes por meio da Sala Verde. Foto: Amanda Quintiliano

O Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) para a implantação do Complexo de Tratamento de Disposição Final de Resíduos Sólidos foi assinado pelo prefeito Vladimir Azevedo (PSDB) e pelo secretário de Meio Ambiente Pedro Coelho. A assinatura ocorreu durante a reinauguração do Parque da Ilha, no dia mundial de Meio Ambiente, comemorado no último dia 5 de Junho. Por intermédio do PMI, o setor público obtém, de con-

sultores externos ou das empresas interessadas em disputar futuros contratos de concessão, estudos de viabilidade sobre projetos de infraestrutura. Neste caso, será analisada a melhor alternativa para implantação de um complexo para tratamento do lixo. Estes tipos de estudos são necessários para o poder público estruturar os editais de licitação. “Este PMI culminará no Complexo de Tratamento de Disposição Final de Resíduos Sólidos que é algo que está sendo feito antes mesmo do

Crianças de várias escolas acompanharam o evento de reinauguração.


09

13 a 19 de Junho / 2012 em Divinópolis e de 13 a 26 de Junho / 2012 em Lagoa da Prata, Bom Despacho, Arcos e Formiga - Edição 135 - OP.CO

Interessa ao Passageiro

USUÁRIOS DA MG 050 PAGAM MAIS CARO PELO PEDÁGIO Motoristas reclamam do valor e cobram investimentos na rodovia

Amanda Quintiliano amanda.opassageiro@gmail.com

Os usuários da MG-050, a partir de agora, precisam desembolsar mais para pagamento do pedágio em qualquer um dos seis pontos da rodovia. O reajuste de 2,5% foi autorizado pela Secretaria Estadual de Transporte e Obras Públicas de Minas Gerais (Setop). O novo valor começou a valer a partir do último dia 13 de junho. O aumento é anual e segundo a concessionária Nascentes das Gerais, está previsto em contrato. Para efeito do cálculo é utilizado o Índice de Preço ao Consumidor (IPCA). Ao todo são dez diferentes valores que

variam entre motos, caminhões, ônibus. Para os carros, o valor passa para R$ 4,10. PROTESTOS O jornalista Maurício Azevedo, morador de Pará de Minas, criticou o reajuste. Usuário constante da rodovia, ele considerou o aumento abusivo. “O aumento do valor desse pedágio se não for ilegal, é, no mínimo imoral. Levando em consideração a morosidade das benfeitorias nesta estrada e o valor exorbitante da taxa cobrada, fica mais uma vez claro que quem realmente paga o pato é o usuário”, opina. O técnico contábil Wellington Silva, morador de Divi-

nópolis, divide a mesma opinião de Maurício. Para ele, o valor cobrado pela tarifa não corresponde à qualidade do serviço oferecido. “A infraestrutura da nossa rodovia, comparada com outras é inferior, basta comparar com a Fernão Dias. No caso da Nascentes das Gerais, sendo uma PPP (Parceria Público Privada), acredito que este valor deveria ser menor”, avalia. Wellington protesta o valor cobrado e afirma sentir como se estivesse pagando por duas vezes. “O mesmo Estado que investe nessa PPP, é o estado que arrecada nossos impostos. É como se pagássemos duas vezes para trafegar”, enfatiza.

Foto: Setop

Os valores variam de acordo com o tipo de veículo

Aqui em Minas

Gerais tem um Brasil melhor.

O Governo Federal, em parceria com o Estado e os Municípios, investe para melhorar a sua vida e a de todos os brasileiros. Para superar a pobreza extrema Bolsa Família amplia benefícios, chegando a 1,16 milhão de famílias.

Brasil Carinhoso

Brasil Carinhoso tira da miséria 141 mil famílias com filhos de 0 a 6 anos, garantindo renda mínima de 70 reais por pessoa. Amplia o acesso à saúde e aumenta vagas em creches. Com o Pronatec 22.670 pessoas ganham a oportunidade de aprender uma profissão. 9.920 pequenos produtores rurais beneficiados pelo Ater.

Para melhorar o atendimento na Saúde

Pronatec

Medicamentos gratuitos para hipertensão e diabetes atendem 626.844 mineiros. 59 UPAs 24h em construção. 508 Municípios contam com os serviços da Rede Cegonha.

Para melhorar a qualidade da Educação Novas creches e pré-escolas dão atenção à primeira infância. Até 2014, 549 unidades serão entregues. 98 mil vagas em cursos técnicos pelo Pronatec, nos Institutos Federais. 676 ônibus transportam alunos com segurança para a escola.

Assistência técnica

Mais Educação


10 Divinópolis

13 a 19 de Junho / 2012 em Divinópolis e de 13 a 26 de Junho / 2012 em Lagoa da Prata, Bom Despacho, Arcos e Formiga - Edição 135 - OP.CO

Giro pelo Centro-Oeste

“100 PERDER O TREM” 400 alunos do projeto Fazendo Arte preparam duas apresentações

Júlia Medeiros julia.opassageiro@gmail.com

Contar a história de Divinópolis de arraial até a cidade moderna. Envolvendo 400 alunos, com dança, música, teatro e artes plásticas, o espetáculo “100 Perder o Trem” será apresentado pelo projeto Fazendo Arte nos dias 31 de junho e 01 de julho, às 19h30. Este ano uma das novidades será a apresentação ao ar livre, no final da Rua Pitangui, com entrada gratuita. Os ensaios começaram há bastante tempo, e como base, autores de Divinópolis foram estudados para a construção do roteiro. De acordo com a diretora artística do Fazendo Arte, Lene Pereira, o espetáculo que será apresentado tem

duas finalidades: homenagear Divinópolis pelo centenário e esclarecer aspectos da vida social-político-cultural do município. PESQUISA E PREPARATIVOS Passado e presente em cena. “100 Perder o Trem” é baseado em obras de escritores locais. Para isso, alunos e arte-educadores trabalharam em pesquisas sobre o município. “Foram lidas mais de 20 obras entre artigos, depoimentos e entrevistas. Houve pesquisa de fotografias para montagem dos figurinos, para deixar próximo do período do Arraial. Equipe e alunos trabalharam com pesquisas em bibliotecas. Muitos estudantes também trouxeram de casa fotos e histórias

Foto: Lenir de Castro

Fazendo Arte apresenta “100 Perder o Trem” nos dias 31 de junho e 1º de julho

que os pais contaram”, conta a diretora artística. Para a produção, mais de sete costureiras estão envolvidas na confecção de aproximadamente duas mil peças de figurinos. Há também a participação de artistas-plásticos para a con-

fecção de objetos de cena e indumentárias, cenógrafos, projetos de montagem de palco e iluminação. Tudo a todo vapor para os dois dias de espetáculo. “Todos os arte-educadores e alunos estão dando o melhor durante os

ensaios para agradar as famílias e o público, que já tem grandes expectativas às montagens dos espetáculos do Projeto Fazendo Arte”, pontua. RESPONSABILIDADE O Fazendo Arte sempre apresenta ao final do ano, como resultado das oficinas oferecidas pelo projeto, um espetáculo. O mais famoso, apresentado no Teatro Gravatá, contou a vida e obra de Frei Bernardino, com a peça “Em plena Liberdade”, apresentado em 2010, quando o Frei ainda era vivo. Para “100 Perder o Trem”, Lene Pereira acredita que a responsabilidade será ainda maior por dois motivos: “Primeiro colocar em cena cem anos de história de Divinópolis, pres-

tando uma homenagem aos construtores, artistas, poetas, e à cultura. E segundo, a apresentação aberta ao público porque saímos do nosso local de costume, do teatro para fazer a peça na rua”, revela. O Fazendo Arte desenvolve oficinas com crianças em bairros carentes do município. Neste ano, 1,5 mil estudantes participam em 16 escolas de regiões da cidade. 22 arteeducadores e cinco multiplicadores fazem parte da equipe. O projeto estimula artes plásticas, capoeira, viola caipira, flauta, violão, canto, teatro, contação de histórias, danças (clássico / jazz / contemporâneo / folclóricas). O Fazendo Arte é apoiado pela Secretaria Municipal de Cultura, conta com o patrocínio da Gerdau e Siderúrgica São Luís por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

Fotos: Júlia Medeiros

A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) comemorou no dia 09 de junho 273 anos de serviços prestados aos mineiros. Em Divinópolis as comemorações foram celebradas no dia 05 de junho com a presença do Comandante da Sétima Região da Polícia Militar, Coronel Eduardo Campos de Paulo e do Comandante do 23º Batalhão de Polícia Militar, Tenente-Coronel Júlio Teodoro dos Santos, além de outras autoridades. Há 20 anos o município conta com apoio e parceria do 23º Batalhão da PM.


11

13 a 19 de Junho / 2012 em Divinópolis e de 13 a 26 de Junho / 2012 em Lagoa da Prata, Bom Despacho, Arcos e Formiga - Edição 135 - OP.CO

Formiga

Lagoa da Prata

Amarilis Pequeno

amarilis.opassageiro@gmail.com

Após manifestos de moradores de Lagoa da Prata a estátua que estava sendo erguida em homenagem ao jogador Gilberto Silva, foi paralisada. A organização do movimento de passeatas e reivindicações começou pelas redes sociais no início de junho. A obra

ficaria pronta em julho. O artista plástico Heleno Nunes, responsável pela obra, conta que as pessoas não entenderam a mensagem da homenagem. “Amanhã vão perceber o quanto seria legal esta homenagem”. Segundo Heleno, o prefeito quis homenagear o jogador que representou o nome da

Foto: Heleno Nunes

A estátua teria 10 metros de altura e seria feita pelo artista plástico Heleno Nunes.

cidade natal em dezenas de cidades pelo mundo. “Gilberto levou o nome de Lagoa da Prata para muitos lugares. Esta homenagem é um reconhecimento de luta e conquista. Gilberto demonstra um grande exemplo de determinação para nossas crianças”, disse. A obra foi paralisada no dia 06 de junho, após os protestos que aconteceram em reunião da Câmara Municipal no dia 04. “Antes da manifestação as pessoas estavam curtindo a obra, tiraram muitas fotos. O rosto que era o mais difícil já estava quase pronto,” ressalta Heleno. A ideia da homenagem partiu do secretário de Esportes, Waldemiro Azeredo

Teixeira. “Vendo a imagem de Pelé em Três Corações, pensei em fazer uma para o nosso jogador que é pentacampeão mundial e tem motivos de sobra para ser homenageado”, disse. Waldemiro ressalta ainda que a cidade de Três Corações está na rota de turismo em razão de Pelé. “Quis fazer o mesmo por Lagoa da Prata. Ressaltar esse jogador que tanto faz pela cidade e tentar colocar Lagoa da Prata na rota de turismo da Copa de 2014. Mas infelizmente não deu certo, a obra está parada”. Os protestantes pediam que o valor da obra, orçada em R$ 87 mil, fosse usado em melhorias na área da saúde para a população de Lagoa da Prata.

Arcos

O projeto “Moradia Legal”, que visa a regularização fundiária em Arcos, já teve duas fases cumpridas. Agora, ele se estenderá também aos bairros Esplanada e Esperança. Hoje o projeto é desenvolvimento apenas no bairro Bela Vista. Até o momento, foi realizada a medição dos lotes e imóveis de todo o bairro Bela Vista, pela empresa contratada por meio de licitação, V&M Consul-

toria Ambiental. Também foi realizada a transferência do loteamento para o município, feita no Cartório de Registros em Formiga. “Todo este processo de regularização do loteamento Jardim Bela Vista é muito complicada, por isso é um problema antigo. Mas nossa equipe desde o começo se empenhou e não mediu esforços para que este programa deixasse de ser

Foto: Site Oficial da Prefeitura

DEFINIDOS PRÓXIMOS PASSOS DO PROJETO “MORADIA LEGAL”

Atualmente o projeto é desenvolvido no bairro Bela Vista.

sonho e se tornasse realidade. Em breve estaremos entregando essas escrituras para vocês”, disse o prefeito Baiano. A data de início de execução do projeto nos outros dois bair-

ros ainda não foi divulgada. Outros bairros que necessitam da regularização fundiária também serão beneficiados ao longo da execução do “Moradia Legal”.

Homenagem “Vovô Dudu, um homem de fibra, guerreiro, um exemplo de vida! Hoje a Terra chora por perder um grande homem, mas o céu se Nem a limitação física o impediu de fazer tudo o que tinha direito: estudou, foi professor, casouse e viveu uma bonita e exemplar vida durante 68 anos. Dudu, como era carinhosamente chamado, teve 11 filhos e os educou com valores de fé, dignidade, trabalho, honestidade. Trabalhou anos a fio em uma oficina

consertando máquinas de costura e sanfonas. Foi três vezes vereador e por outros três mandatos prefeito de Lagoa da Prata. Mas, o que mais encanta os familiares e amigos é a história do grande homem que ele foi, de sua persistência, luta diante da vida. Uma pessoa sempre alegre, tirando ricos acordes de suas sanfonas.

alegra por receber uma pessoa tão ilustre! O senhor vai fazer muita falta, SAUDADES Daniela Cruz Vieira, neta ETERNAS!”

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA AULAS DE INGLÊS E ESPANHOL GRATUITAS Foto: Site Oficial da Prefeitura

As vagas são limitadas e podem se inscrever crianças com idade a partir de 13 anos

Estão abertas as inscrições para os cursos de inglês e espanhol na Escola Municipal de Línguas Helena Kemper Costa. São oferecidas 80 vagas para o curso de inglês e 60 vagas para o curso de espanhol. Podem se inscrever maiores de 13 anos. O curso terá a duração de 1 ano e meio, com duas aulas semanais de 80 minutos cada. O curso é gratuito e o aluno fará investimento apenas no material que terá o valor de R$ 34,00 reais. No dia 09 de junho a Escola Municipal de Línguas Helena Kemper Costa comemorou11 anos de fundação e trabalho.

TRADICIONAL FESTIVAL DA LINGUIÇA COM DATA MARCA

Foto: Site Oficial da Prefeitura

OBRA EM HOMENAGEM AO JOGADOR GILBERTO SILVA É CANCELADA

A programação completa estará disponível no site da Prefeitura de Formiga (www.gormiga.mg.gov.br)

A sétima edição do Festival de Linguiça, realizado em Formiga, deverá atrair pessoas de todo o país em busca de uma boa gastronomia e de um pouco mais de cultura. A festa será realizada nos dias 13, 14 e 15 de Julho na Praça São Vicente Férrer, conhecida também como Praça da Matriz. No ano passado, o evento atraiu 20 mil pessoas para provar a famosa culinária à base de linguiça. Outros cardápios também incrementam o festival, além de muita atração cultural e música de qualidade.


12 12

13 a 19 de Junho / 2012 em Divinópolis e de 13 a 26 de Junho / 2012 em Lagoa da Prata, Bom Despacho, Arcos e Formiga - Edição 135 - OP.CO

Esporte Éder Lopes Ex-jogador ederlopes@opassageiro.com.br

ESTREIA DISCRETA DE RONALDINHO GAÚCHO “O Atlético é uma das equipes credenciadas ao título do Brasileiro”

jogador diferenciado, e quer provar que ainda tem muito talento para oferecer ao futebol brasileiro. Ronaldinho Gaúcho deu ao Atlético a credibilidade que estava precisando. Hoje, o Galo é uma das equipes

credenciadas ao título do Brasileiro. Além de continuar invicto, conseguiu anular o Palmeiras com seu esquema tático: 4-3-3. O time ainda teve dois gols anulados que poderiam dar mais tranquilidade na partida.

Foto: Cruzeiro/Divulgação

ATLÉTICO O Atlético jogou sábado em São Paulo contra o Palmeiras e conseguiu uma vitória brilhante. Promoveu a estreia de Ronaldinho Gaúcho que foi discreta. Com lampejos de craque, mostrou que é um

O Cruzeiro venceu o Sport por 1 X 0 pela quarta rodada do Brasileirão

CRUZEIRO O Cruzeiro foi outro que obteve êxito jogando em Varginha contra a equipe do Sport. Venceu, mas ainda não convenceu: carece muito de atacantes, pois precisa urgente de um homem gol. Celso Roth fez substituições que melhoraram o ataque, mas é muito pouco para uma equipe como a do Cruzeiro. Montillo é sem duvida a baixa da equipe. Ele não vem mostrando o mesmo futebol que fez com que ele se tornasse ídolo da torcida cruzeirense. Ainda sem achar o posicionamento dentro de campo, mostra que está fora

de forma fisicamente. O importante é que a Raposa conquistou três pontos e assumiu a quinta colocação na tabela.

reforçarem a equipe. Uma coisa é certa: os dois times estão mostrando que o elenco é muito fraco para o Brasileirão.

SÉRIE B Na série B do Campeonato Brasileiro, o América folgou e continua líder absoluto. As outras duas equipes mineiras, Ipatinga e Boa Esporte, tiveram derrotas no final de semana. Agora os dois times se enfrentam na próxima rodada. Aquele que ganhar continuará com pretensões dentro do campeonato. A alternativa para quem perder será contratar jogadores para

SÉRIE D E a expectativa ainda continua: quando e contra quem Guarani (Divinópolis) e Nacional (Nova Serrana) irão estrear. O descaso continua e ninguém faz nada para amenizar o problema. As equipes ficam expostas e a mercê dos órgãos que elaboram a competição. A série D é simplesmente um meio de dar uma satisfação as equipes de menor porte.

NA EMOÇÃO DO MOUNTAIN BIKE Divinópolis sedia pela primeira vez Copa Internacional

Júlia Medeiros julia.opassageiro@gmail.com

Nos dias 23 e 24 de junho o Parque de Exposições de Divinópolis, palco de grandes shows, receberá outro tipo de evento, desta vez, esportivo. Com entrada franca, será realizada a Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB). Divinópolis sediará a 3ª etapa da CIMTB, que teve início em Araxá, passou por São Lourenço, e seguirá por Congonhas, onde será a grande final. Com quase 17 anos de competições, é a primeira vez que a cidade receberá uma etapa da Copa Internacional de Mountain Bike. De acordo com o organizador do evento, Rogério Bernardes, a definição da pista segue critérios internacionais.

“Depois de escolhido o local, foi realizada uma vistoria técnica e definido que a estrutura de largada e chegada seria dentro do Parque. A pista técnica será nos fundos, no bairro, bem próximo ao Parque de Exposições”, explica. Nos dois dias de evento, as competições terão início às 8h, nas mais diversas categorias, como: elite, amadores, feminino, mirim, Junior, sub 30, sub 60, entre outras. IMPORTÂNCIA Para o presidente da Associação Divinopolitana de Ciclismo (ADC), Mozar Paulino Prado, o evento agrega valores importantes para a cidade e para os ciclistas do município e região.

espaço

“Além da presença de grandes atletas e do público, o evento reflete na movimentação do comércio local, como hotéis e restaurantes. E divulga o nome de Divinópolis para o Brasil e exterior”, diz. Ainda segundo Mozar, todos os atletas, principalmente os de Divinópolis estão empenhados e entusiasmados com a realização da 3ª etapa da CIMTB na cidade. “Muitos não acreditavam que seria possível a realização da prova, mas esse evento é um marco para o ciclismo e para os atletas da cidade”, revela. O evento está no cronograma oficial das comemorações do centenário e tem o apoio da ADC e da Secretaria de Esportes e Lazer (SEL).

EXPECTATIVA Assim como nas outras etapas, a expectativa é que Divinópolis receba competidores argentinos e chinelos. Um suíço promete dar trabalho aos brasileiros durante os dois dias de evento. As inscrições podem ser feitas até o dia 17 de junho apenas pelo WWW.cimtb.com.br. A expectativa do organizador da Copa, Rogério Bernardes, é de que o público divinopolitano receba bem o evento. “A expectativa está enorme, tanto dos atletas, como da organização. Tenho certeza que os trabalhos serão positivos para a Divinópolis e região. Nas outras cidades já entrou para o calendário oficial e desejamos o mesmo para Di-

Detetive para Particular Investigações e reservado

Ligue e marque um horário com nossos assessores comerciais

sua empresa 3222.5997

levantamentos em geral com sigilo

Isaías

9971-2111

vinópolis. Esperamos que a comunidade goste e prestigie. Viemos para ficar”, afirma. Em Araxá são nove anos de competição e em São Lourenço,

são quatro anos. Em Congonhas, onde será a grande final nos dias 18 e 19 de agosto, as provas são realizadas há oito anos.

PROGRAMAÇÃO: SÁBADO: • A partir das 8:00h – tomada de tempo e finais do emocionante DCA Sprint Eliminator • 10:00h – Abertura da Secretaria para confirmação das inscrições e credenciamento de apoio • 14:00h – Passeio Ciclístico Sense Bike (Mobilidade, Meio Ambiente e Saúde) • 10:00h às 17:00h horas – treino livre • 17:40h – Início do Congresso Técnico com atletas e equipes DOMINGO: • 08:00h – 1ª LARGADA – Copa Centauro de Amadores • 10:00h – 2ª LARGADA – CIMTB (Júnior, Sub30, Sub35, Sub40) + MIRIM • 11:00h – Premiação categorias 1ª LARGADA Copa Centauro de Amadores + Mirim • 12:00h – 3ª LARGADA – CIMTB (Sub45, Sub17, Sub50, PNE, Sub55, Sub60, Over60, Militar (Copa Centauro de Amadores) e Sub15 • 13:15h – Premiação categorias 2ª LARGADA CIMTB + Concurso Soul Redação e Desenho • 14:00h – 4ª LARGADA – CIMTB (SUPER ELITE e Elite Feminina) • 14:45h – Premiação categorias 3ª LARGADA CIMTB • 16:15h – Premiação categorias 4ª LARGADA CIMTB


Horóscopo

Entretenimento

PALAVRAS CRUZADAS

ÁRIES Prepare-se para uma semana movimentada e repleta de boas novidades. Ideias brilhantes marcarão sua atuação no trabalho e na vida social.

TOURO Algumas confusões e mal entendidos poderão ser esclarecidos nesta semana. Reveja contratos e garanta maior segurança financeira.

GÊMEOS Júpiter que entrará em seu signo nesta semana, inaugurará uma longa fase de expansão, de autoconfiança, de prazer e de ótimas oportunidades. Amigos trarão notícias surpreendentes e boas novidades na terça.

CÂNCER Novos objetivos promoverão mudanças positivas no projeto de vida e no plano de carreira. A semana trará acontecimentos surpreendentes e maior popularidade no ambiente profissional.

LEÃO A vida social ficará mais gostosa e animada, a partir desta semana. Reencontros e novas amizades darão um sabor excitante a esta fase, que será repleta de novidades.

VIRGEM Desejos intensos e inspiração para o amor não faltarão neste período. Aproveite a quinta e a sexta para reforçar ainda mais um vínculo importante em sua vida.

LIBRA Se estiver se sentindo sozinha, no início da semana, será por muito pouco tempo. A terça trará surpresas gostosas que esquentarão o clima da vida íntima.

ESCORPIÃO Promova as mudanças necessárias! A partir de quinta, o clima da vida íntima ficará mais carinhoso e garantirá emoções intensas, do jeito que você gosta, até a manhã de domingo.

SAGITÁRIO Paixão, fertilidade e momentos maravilhosos na vida íntima darão um sabor especial para esta semana. A entrada de Júpiter na sua área afetiva inaugurará uma longa fase de grande satisfação no amor.

CAPRICÓRNIO Se tiver dificuldade de expressar seus sentimentos em palavras, atitudes concretas demonstrarão seu carinho e consideração pelo parceiro. Surpreenda e curta momentos únicos, de intimidade e prazer.

AQUÁRIO Clima divertido no amor inspirará soluções originais para o trabalho e tornará o cotidiano mais gostoso. O bom humor estará de volta a partir desta semana!

PEIXES Aproveite a maré calma para curtir momentos de paz. Assuntos familiares adquirirão uma perspectiva mais positiva. Um amor do passado poderá reaparecer com novidades.

Receita

Nhoque de Maionese INGREDIENTES - 2 xícaras (chá) de maionese de batata e cenoura. - 1 xícara (chá) de leite (240 ml). - ½ xícara (chá) de queijo parmesão ralado. - 1 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo. - sal e noz moscada a gosto

De Passagem

RESPOSTAS

02

MODO DE PREPARO 1°- Num processador coloque 2 xícaras (chá) de maionese de batata e cenoura, 1 xícara (chá) de leite e ½ xícara (chá) de queijo parmesão ralado. Bata até formar uma mistura lisa e homogênea. 2°- Transfira a mistura para uma panela e leve ao fogo médio até ferver (+/- 3 minutos), adicione 1 1/2 xícara

Sabará

Cíntia Teixeira cintia.opassageiro@gmail.com Há apenas 19 km de distância da capital mineira, Sabará é uma cidade cheia de peculiaridades para o passageiro que gosta de cultura e história. A referida cidade ocupa lugar de destaque no projeto Estrada Real, na verdade, ela dá nome a um dos trajetos do mapa que se chama o caminho do Sabarabuçu. Esse trecho ligava a antiga Vila Rica, hoje Ouro Preto, até Sabará. Para quem gosta de história, em especial sobre o barroco mineiro, irá se deliciar com as igrejas de Sabará. Na suntuosa Matriz de Nossa Senhora da Conceição chama a atenção a profusão dos detalhes doura-

(chá) de farinha de trigo, sal e noz moscada a gosto e mexa sempre até soltar do fundo da panela (+/- 1 minuto). 3°- Coloque a mistura numa tigela e cubra com filme plástico para não formar película. Deixe esfriar. 4°- Numa superfície lisa, polvilhada com farinha de trigo, coloque uma porção da massa e vá enrolando e fazendo

rolinhos compridos. Repita o mesmo procedimento até terminar a massa. Corte os nhoques no tamanho de 1 cm com uma faca. 5°Cozinhe os nhoques em água fervente salgada e quando eles subirem, retireos com uma escumadeira e coloque numa tigela com água gelada. Escorra e sirva em seguida com o molho de sua preferência. Foto: Sérgio Netto

dos. Já na singela Nossa Senhora do Ó, o destaque fica por conta das influências orientais. Os trabalhos de Aleijadinho na igreja do Carmo e os detalhes do Museu do Ouro e do Teatro Municipal são também uma oportunidade incrível para aumentar o conhecimento sobre a arte mineira. Falar de cultura mineira não pode deixar também de mencionar a culinária. Licores, ora-pro-nóbis, pastéis de angu, frango caipira ao molho pardo, enfim, estão à espera do passageiro para uma parada obrigatória nos restaurantes e pousadas que servem a comida mais aclamada por todo Brasil. Para outras informações, acesse o site www.sabara.mg.gov.br/site

Uma das igrejas que representam a arte barroca na singela Sabará.


O Passageiro  

Edição 135 - Centro-Oeste

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you