Issuu on Google+

F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O y to k lic

o

c u -tr a c k

.c

.d o

m o

w

w

w

.d o

C

m

C

lic

k

to

O JORNAL LÍDER EM CREDIBILIDADE w

w

w

bu

bu

y

N O

W

!

PD

!

PD

c u -tr a c k

Exemplar do Assinante • VENDA PROIBIDA •

R$ 2,50

NACIONAL R$ 5,00

www.portalodia.com

Ano 61 // Nº 16.774

TERESINA, DOMINGO, 12 DE FEVEREIRO DE 2012

Estado anuncia pagamento de precatórios

SuperTV

Luma de Oliveira (foto) este ano estará na Marquês de Sapucaí de uma forma diferente. Ao contrário de anos anteriores quando ela era madrinha de bateria, Luma este ano é tema do desfile de uma das escolas de samba.

Cerca de 12 mil servidores da Educação receberão valores da Justiça

Feijoada Vip

Confira nesta edição quem marcou presença na 6ª edição da Feijoada Mariano, que reuniu personalidades. 08 Domingo

Fechamento 21h

Edição 12.02.12 72 páginas

Precatórios devidos a cerca de 12 mil servidores da Educação desde a década de 90 começarão a ser pagos pelo Governo do Estado. O pagamento se deve a uma decisão do presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, desem-

bargador Edvaldo Moura. A ação tramitava desde 1993 e somente agora foi garantido o pagamento do recurso. Os servidores da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) devem receber diferença remuneratória equiva-

lente a um salário mínimo. O procurador geral do Estado, Kildere Rone, comentou que o pagamento dos precatórios atende a um cronograma que é próprio do Tribunal, já que é o órgão responsável pelos pagamentos. Pág. 02

Paulista

Carioca

Expectativa

Corinthians e São Paulo em clássico

Vasco e Vagner Love Flu jogam estreia hoje às 18h30 no Flamengo

Com campanhas idênticas no Paulistão, Corinthians e São Paulo chegam para o clássico de hoje, às 16 horas, no Pacaembu, pedindo paciência à torcida. No primeiro grande teste do ano, os dois rivais vêm de empates frustrantes e dependem de suas principais estrelas. Pág. 08

Vasco e Fluminense prometem fazer um clássico diferente neste domingo, às 18h30 (horário local), no Engenhão. As duas equipes vão apresentar reflexos de suas partidas pela Libertadores. Na busca pela classificação às semifinais, os rivais podem exibir mudanças. Pág. 08

A estreia do atacante Vagner Love no Flamengo está programada para acontecer neste domingo, quando o time vai a Macaé para enfrentar o Nova Iguaçu, a partir das 16 horas, no Estádio Cláudio Moacyr, pela sexta e penúltima rodada da Taça Guanabara. Pág. 07

Lina Magalhães/O DIA

Carlos Máximo

Faltou força política a ex-gestores do Ibama no Piauí, critica Pág. 03

Em entrevista a O DIA, o superintendente do Ibama, Carlos Máximo, criticou tratamento dispensado ao Piauí nos últimos anos

Lina Magalhães/O DIA

Benefício

Trabalhadores preferem informalidade a perder Bolsa Para não deixar de receber os benefícios do Programa Bolsa Família, diversos trabalhadores estão preferindo trabalhar na informalidade a ter

a carteira assinada e, desta forma, perder o benefício concedido a famílias em situação de vulnerabilidade pelo Governo. Capa e 03 Domingo

Acidentes

No carnaval, todo cuidado é pouco Um trote solidário e ecológico reuniu estudantes calouros na manhã de ontem no Parque Ambiental do bairro Ilhotas

Pág. 05

O carnaval é tempo de alegria e também de muita prudência. Normalmente, durante as festas, o Hospital de Urgências de Teresina

Fale conosco Redação: 86 2106.9900 // 86 2106.9924 // Atendimento: 86 2106.9912 // Classificados 86 2106.9944 // Assinaturas: 86 2106.9927

(HUT) registra um aumento de 30% no atendimento de emergências, em sua maioria, casos de politraumatistmos. 04 e 05 Domingo

.c


F -X C h a n ge

PD

c u -tr a c k

W N O y bu to k lic .d o

m o

.c

Página 2

C

m

w

o

.d o

w

c u -tr a c k

.c

Teresina, Domingo, 12 de fevereiro de 2012

Editor: Léo Tôrres // jornalodia@jornalodia.com.br // Fale conosco: 86 2106.9924

Roda Viva Pires de Sabóia piresdesaboia@hotmail.com

12 mil servidores

Estado começará a pagar precatórios na Educação

Enfim, uma luz

Presidente do Sinte disse que pagamentos deveriam ocorrer no mês de março, mas há uma pendência

Graças à pressão popular, o Supremo Tribunal Federal, em boa hora, decidiu manter todos os poderes do Conselho Nacional de Justiça, como vinha acontecendo desde a sua criação, para acompanhar e aferir o comportamento de magistrados em todos os níveis, não por desconfiança; mas sim porque o comportamento humano necessita disto, levando-se em conta que a cada passo, infelizmente, deparamo-nos com fatos que nos deixam abismados, tamanhos os desmandos que somos capazes de praticar, toda vez que estamos investidos de determinadas funções de relevância na sociedade. Para tristeza e desencanto de boa parte da sociedade estes fatos acontecem com uma grande frequência, quando deveria ser exatamente o contrário. Ao assumir um posto relevante na sociedade, o cidadão deveria, em primeiro lugar, agradecer ao criador pela oportunidade que lhe foi dada para praticar o bem e ajudar aos demais com a influência que adquiriu. E no Judiciário isto não é diferente, como também em todos os demais segmentos da sociedade. Por esta razão, quase todas as categorias profissionais mantêm, em suas representações classistas, um conselho de ética formado pelos próprios integrantes da classe, destinado a fazer o acompanhamento detalhado de todas as ações profissionais, sempre autoridade punitiva. É pena que aqui ou ali ainda encontramos muito corporativismo e cumplicidade entre eles, mas, com a cobrança da sociedade, que a cada dia vem crescendo, com certeza, não estamos longe do dia em que a sociedade poderá confiar inteiramente nas instituições e nas pessoas.

Mayara Bastos Repórter

O presidente do Instituto de Previdência do Município de Teresina, Carlos Filho, garante que o próximo passo da instituição sob sua direção é simplificar o processo de aposentadoria de servidores, diminuindo os trâmites burocráticos no que for possível, diminuindo o prazo entre o pedido formulado e a decisão da instituição. Boa media. Se conseguir, parabéns.

Internet

Uma grande preocupação no momento, por parte dos operadores do Direito e dos dirigentes dos partidos políticos de um modo geral é com a utilização da Internet em matéria de comunicação interpessoal, que pode perfeitamente ser transformada num grande veiculo de comunicação e propaganda, de modo bem disfarçado, difícil de ser caracterizado como tal.

Como é

Quem falou disto com muita propriedade e até de maneira que pode ser uma verdadeira aula, foi a advogada Andrea Araujo, mostrando como pode se formar uma verdadeira rede neste sentido, longe do alcance da Justiça, até pela falta de leis mais detalhadas neste sentido.

Exemplo

De acordo com a exposição detalhada da advogada, o que pode ocorrer, e já existem indicativos neste sentido, e que determinado político começa a se dirigir aos seus amigos, pela internet, fazendo a sua propaganda eleitoral e estes vão se comunicando com outros e mais outros, formando uma verdadeira rede integrada entre si, mas sem formalidade e sem controle.

Como punir

Esta é a grande pergunta que todos estão fazendo e ninguém tem uma resposta adequada, até porque trata-se com uma comunicação pessoal que pode se transformar em algo envolvendo uma quantidade incalculável de pessoas, sem a menor possibilidade de controle. Pelo menos é esta a interpretação da advogada, com a qual concordamos.

Festa

Quem está em clima de festa, no meio político piauiense, é o PSD, criado bem recentemente, mas que já nasceu grande. E esta euforia de seus membros vem por conta dos cortejos que lhe são feitos pelos chamados grandes partidos, principalmente na capital do Estado, onde se concentra a grande maioria do eleitorado do Estado, com capacidade de irradiação para todo o território piauiense.

Timon

Tomamos conhecimento de alguns espertos candidatos a vereador de Teresina que estão trabalhando forte em Timon e com justificada razão. Na vizinha cidade maranhense moram muitos milhares de eleitores teresinenses, número suficiente para eleger mais der um vereador em nossa Capital. O difícil mesmo é localizá-los, até porque não vivem em conjunto.

Cobrança

A visita da presidente Dilma Rousseff ao Nordeste deixou muitos políticos de sobreaviso, por causa das cobranças que ela promete fazer com a obras não concluidas ou que tiveram um desempenho muito abaixo do esperado,levando em conta o volume de dinheiro federal dispendido.

Preparação

Por conta disto, existem políticos e representantes de entidades com dossiês que reúnem as mais diferentes provas a serem apresentadas e quem tem poder de levar o caso ‘a frente e vamos torcer que isto aconteça, não pelo desejo de ver alguém prejudicado, mas sim pelo dever que temos de defender aquilo que é da sociedade.

Uma decisão do presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, desembargador Edvaldo Moura, garantiu o pagamento de precatórios para 12 mil servidores da educação estadual devidos desde a década de 90. A ação tramitava desde 1993 e somente agora foi garantido o pagamento do recurso. Os servidores da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) devem receber diferença remuneratória equivalente a um salário mínimo. A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica do Piauí (Sinte), Odeni Silva, informou que esperava o pagamento no mês de março. No entanto, ela explica que um grupo de professores moveu ação e questiona na Justiça os valores cobrados pelos advogados. “É uma pena. Lutamos e ganhamos a ação, mas teremos que aguardar a desistência dos impetrantes da ação”, declarou, acrescentando que a assessoria jurídica do sindicato trabalha para resolver o impasse.

Os precatórios são dívidas que o Governo possui com o cidadão, que ganhou um processo na Justiça. Pode ser, por exemplo, a correção de uma aposentadoria ou pensão paga com erro. Essa diferença no valor, chamada de “atrasados”, é um precatório. Podem ser ordens de pagamento de quantia superior a 60 salários mínimos por beneficiário, em face de decisão judicial. Finalizado o processo judicial, o credor ingressa, obrigatoriamente, numa fila em ordem cronológica e, dependendo de quem é a entidade devedora, pode demorar anos para receber o seu crédito. O dinheiro para o pagamento vem do Tribunal de Justiça do Piauí, que recebe o recurso das entidades devedoras, no caso o Governo Estadual, Municipal ou Federal. Mensalmente, o Governo do Estado repassa ao Tribunal de Justiça e Tribunal Regional do Trabalho (TRT) R$ 5 milhões para pagamento de precatórios. O procurador geral do Estado, Kildere Rone, comentou que o pagamento dos precatórios

Foto: O DIA

w

w

w

w

C

lic

k

to

bu

y

N O

W

!

Política

F -X C h a n ge

!

PD

Kildere avisou que Estado vai acompanhar os pagamentos atende a um cronograma que é próprio do Tribunal, já que é o órgão responsável pelos pagamentos. “O Estado tem repassado mensalmente os valores a serem pagos de preca-

tórios. Esse da educação era um dos mais antigos e vamos acompanhar, assim como os demais processos em tramitação, a execução do pagamento, já que são recursos estaduais”, disse.

Fiscalização

Grilagem em terras do Piauí será tema de audiência proposta pelo MDA Os conflitos de terras no Piauí serão tema de audiência pública proposta pelo ouvidor Agrário Nacional e presidente da Comissão Nacional de Combate à Violência no Campo, desembargador Gercino José da Silva Filho. Na ocasião, que ainda está sem data definida, serão tratados assuntos como grilagem de terras, em especial na região Sul do Estado, bem como problemas como exploração, violência, corrupção e mortes causadas pelos conflitos de usurpação de áreas agricultáveis. Dados do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) apontam que nos últimos dois anos 310 imóveis rurais do Piauí tiveram o seu cadastro cancelado por suspeitas de fraudes na cadeia dominial de posse. A área é estimada em mais de 4 milhões de hectares. Na

última semana, a Corregedoria do Tribunal de Justiça bloqueou pelo menos 500 mil hectares de terras do extremo sul do Piauí por suspeita de grilagem. As terras foram registradas nos cartórios das comarcas dos municípios de Avelino Lopes, Gilbués e Parnaguá com dados adulterados. Por conta do bloqueio das matrículas das terras, os proprietários com registros fraudados não podem vender, doar, trocar ou usar como garantias de empréstimos as propriedades, como vinha acontecendo. As terras griladas e com registro irregular nos cartórios das Comarcas da Justiça do interior do Piauí eram vendidas para estrangeiros, gaúchos, paranaenses, produtores de Santa Catarina, Goiás e Mato Grosso que procuram os cerrados do Piauí para

expandir suas plantações e investimentos no cultivo de soja, milho e algodão. Para Fernando Said, presidente da Comissão de Questões Agrárias da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), secção Piauí, “existe muita coisa errada” nas terras do sul piauiense. “Tem muita gente atuando de maneira irregular e ilegal, e muito forasteiro grilando as terras dos piauienses. É um verdadeiro descalabro o processo de grilagem que vem acontecendo no nosso Estado diante de muitas autoridades e órgãos públicos, alguns de certa forma, até coniventes”, enfatizou. O advogado aponta ainda a necessidade de união dos órgãos e instituições capazes de determinarem fim aos desmandos e às práticas ilícitas que levam as posses e domínios ilegais de

terras piauienses. “A Ordem já tem se manifestado sobre o assunto e tem defendido uma ampla correição e fiscalização nos cartórios e títulos de terras da região Sul do Piauí. É necessário, também, que seja feito um acompanhamento de regularização e avaliação dos processos em tramitação na Justiça Federal e na Justiça”, afirmou. Ele defende ainda que a Procuradoria do Estado realize uma ampla auditoria nos processos de regularização de terras em tramitação no Instituto de Terras do Piauí (Interpi) e demais órgãos estaduais. “Além disso, é preciso que o Ministério Público Federal e o Estadual estejam atentos e atuem no acompanhamento e promoção de ações que defendam o interesse público”, afirma Said. (Mayara Bastos)

Senado

Projeto aprovado pela CAE pode facilitar rastreamento do dinheiro público Um novo mecanismo em discussão no Senado contribuirá no combate à corrupção. O rastreamento de todo o dinheiro que entra e sai dos cofres públicos pode se tornar mais fácil com uma medida aprovada pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). Projeto de lei complementar (PLS 375/2011) acolhido pelos senadores torna obrigatório o uso de código de barras nas transações feitas por União, Estados, Distrito Federal e Municípios.

No documento de autoria do senador Blairo Maggi (PR-MT) consta que o código de barras deverá conter informações suficientes para rastrear qualquer pagamento realizado por essas pessoas jurídicas, bem como por suas autarquias e fundações. O objetivo, acrescentou, é prevenir o desvio de dinheiro público e viabilizar a punição dos responsáveis por eventuais pagamentos em desacordo com as normas legais.

Transações Intenção é tornar obrigatório o uso de código de barras nas transações feitas por União, Estados, Distrito Federal e Municípios para aumentar a fiscalização No entendimento dos membros da CAE foi

observado que o aumento do volume de informações padronizadas facilitará o trabalho de auditores, fiscais, promotores e autoridades policiais. A comissão apontou que “rastrear o recurso público desviado é um dos maiores problemas enfrentados pelos órgãos de controle interno e externo”. O projeto ainda será examinado pelo Plenário do Senado e, se aprovado, encaminhado para análise da Câmara dos Deputados. (Mayara Bastos)


F -X C h a n ge

PD

W N O y bu to k lic

Página 3

.d o

m o

.c

c u -tr a c k

.c

Teresina, Domingo, 12 de fevereiro de 2012

Gestão ambiental

Faltou força política da bancada federal para o gestor do Ibama

Carlos Máximo, Superintendente do Ibama-PI

Mayara Martins Repórter Carlos Máximo está à frente da Superintendência do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA) no Piauí desde outubro do ano passado. Ele, que é filiado ao PMDB há 30 anos, foi indicado pelo deputado federal Marllos Sampaio (PMDB) para assumir a pasta. Em entrevista ao O DIA, ele conta como encontrou o órgão, fala do que já foi possível fazer e também das metas no comando da pasta. Carlos Máximo já ocupou vários cargos ligados à área ambiental e não poupa críO senhor está pouco mais de três meses à frente do Ibama. Qual foi a situação encontrada? Quando eu cheguei aqui e vi as condições de instalações prediais, achei que nós merecíamos coisa melhor. Porque em um Estado como o do Maranhão o prédio do IBAMA tem 12 andares e nós só temos um prédio humilde que não é reformado há mais ou menos 20 anos? Eu sou um humanista. Eu gostaria de primeiro visualizar as condições em que o funcionário está trabalhando. E vi que as condições não são as mais adequadas. Não são ruins, mas no meu pensamento, ele precisa ter condições de trabalho melhores do que se tem hoje. No contexto patrimonial, eu fiz um levantamento dos escritórios do interior e estão deixando muito a desejar também em termos de reforma. Então, fiz um vídeo e mostrei ao presidente Curt [Curt Trennepohl, presidente nacional do IBAMA] para que ele visse a realidade do Piauí. O Piauí não pode ficar à mercê de políticas públicas que chegam a outros Estados e não chegam aqui. Se o Maranhão e o Ceará estão melhor do que aqui é porque os nossos políticos não se interessaram em fortalecer nossos órgãos de fiscalização ambiental. Então, estamos fazendo o levantamento patrimonial, humano e de bens e financeiro para que eu possa, através dessa radiografia, buscar a melhoria de toda a instituição. O que já foi possível fazer? Eu levei toda essa demanda ao presidente nacional e ele se comprometeu a vir ao Piauí analisar toda essa realidade. Ele não vem aqui há mais ou menos 15 anos e por isso, desconhece a realidade do Piauí. Ele ficou de reformar todos os prédios e me dar condições humanas de trabalho, melhorar o nível de transporte de funcionários, em termos de contrato de material humano, assessoria de imprensa, assessoria técnica mais qualificada. Temos apenas 79 funcionários. O escritório de Corrente tem apenas dois

ticas a “falta de atenção” ao Piauí, que impede a estruturação física e de pessoal do órgão no Estado. “O Piauí não pode ficar à mercê de políticas públicas que chegam a outros Estados e não chegam aqui”, reclama. Na entrevista, ele fala das ameaças de morte e oferecimento de propina que já aconteceu no órgão desde que assumiu o órgão e diz: “Talvez me acharam fragilizado”. Máximo comenta ainda sobre as turbulências com o ex-superintendente da pasta, Romildo Mafra e dispara: “ele tem que me respeitar como ser humano”. Confira a entrevista:

funcionários que cobrem uma extensão territorial muito maior que o Estado da Paraíba. Isso não é mais possível. Primeiro queremos ajeitar a casa. Os funcionários tem que estar o melhor possível em termos de condições de trabalho para que o meio ambiente possa estar em harmonia com o tripé homem, fauna e flora. Todos devem ser protegidos. Aqui somos um organismo de proteção federal, onde temos uma demanda federal. Se você dá condições humanas para que as pessoas possam trabalhar fauna e flora, será excepcional. Todos os programas e fiscalizações estarão em seu ápice, focado na qualidade dos serviços prestados. Na sua avaliação, as restrições financeiras acabam limitando o desenvolvimento de uma política de Meio Ambiente no Piauí? Com certeza. Nós deixamos de ser unidade gestora. E por não sermos uma unidade gestora tudo aqui é contingenciado em Brasília. Toda operação, toda compra, todos os contratos, licitações, têm que passar por Brasília. O que eu quero aqui é dar uma maior transparência possível ao órgão. Eu não trouxe ninguém para cá e nem trarei. Aqui todos os funcionários terão conhecimento e serão responsáveis por determinados contratos para que haja uma maior fiscalização, não só da sociedade, mas também por parte dos funcionários. Eu criei um Grupo de Gestão compartilhada. Tudo que eu decidi será compartilhado com os funcionários para que eu não precise decidir tudo sozinho aqui. Eu tento pensar o meio ambiente hoje não só a nível de Ibama, mas a nível estadual. Eu conversei com o Dr. Carlos Brandão [juiz federal] que falou do interesse em criar o Comitê de Justiça Ambiental. Louvável a iniciativa porque dará sustentação para que o órgão aqui não se exponha, mas o Comitê que fará as denúncias, cobrar das pessoas porque senão o gestor ficará muito fragilizado a partir do momento que fazemos as denúncias.

Quais são as suas metas? Eu não tenho metas próprias. Aqui temos um grupo gestor. Tudo aqui é definido pelos funcionários porque se eu tivesse meta própria quando eu saisse daqui haveria uma descontinuidade. Eu quero que todo mundo pense ambientalmente. Que a gente tenha aqui no Piauí um ambiente equilibrado, onde se possa discutir políticas públicas não voltadas para um crescimento pessoal, mas para o crescimento institucional. Não estou querendo mídia. Talvez eu vá fazer um direito de resposta ao Dr. Romildo que, recentemente, se reportou sobre minha pessoa. Ele tem que ter mais respeito pelo órgão que ele dirigiu. Ele sabe que você, enquanto gestor público federal, não pode ser atacado. Ele tem que me respeitar como ser humano primeiro. Ele sabe, porque me telefonou. Ele me fala uma coisa e na televisão fala outra. Eu não tenho essa prática e nem terei nunca. Eu espero que ele reveja a posição dele e que ele vá aos órgãos de mídia e amenize as coisas que ele falou porque um gestor federal não lida apenas com mídia, ele lida com instrumentos jurídicos. Eu não tenho que me expor na mídia, na baixaria. O seu perfil é técnico, mas a sua indicação para a pasta foi política. Sua indicação para o IBAMA, que aconteceu por meio do deputado federal Marllos Sampaio (PMDB), veio em meio à turbulências protagonizadas pelo deputado e o ex-superintendente. Mas, na ocasião da sua posse, o senhor chegou a dizer que não tinha arestas com o ex-superintendente. Hoje, como é a relação com ele? Eu tinha uma relação de amizade. Eu tenho um apreço por ele, não tenho nada contra. A minha questão pessoal jamais interferirá. Aqui é um organismo federal e não vou querer crescer pessoalmente usando o IBAMA do Piauí. Eu penso grande e quero é o desenvolvimento ambiental para o Estado. Tudo meu é voltado para a defesa dos direitos humanos

e para que o humano tenha uma vida longa é preciso um equilíbrio no ecossistema. O Piauí, por exemplo, todos os anos aumenta um grau por conta do desmatamento. Se nós não nos preocuparmos, o humano deixará de existir. Por isso, temos que pensar o humano e o ambiental. Quando a população estiver educada e para isso, aqui estou, buscaremos gerir uma educação ambiental e para que eu não precise penalizar ninguém. Aqui penalizamos muito as pessoas. São uma média de 500 processos por mês em que as multas variam de R$ 500 a R$ 2 milhões. Não é possível penalizar tanto. As pessoas iriam contribuir com um meio ambiente sadio e equilibrado, onde os recursos minerais, ambientais seriam preservados pela sociedade. Eu pedi um encontro com o Dr. Valdeci Cavalcante, do Fecomércio, para que fosse feita uma parceria com o IBAMA. Se nós temos recursos públicos para melhorar o IBAMA do Maranhão porque não teremos para o IBAMA do Piauí? Porque o Dr. Romildo vai para a televisão e diz que recebeu 12 carros novos, mas ele disse como foi conseguido esses doze carros. Existia uma licitação nacional que colocou para o Nordeste, mais de 200 carros. O Maranhão recebeu 25, o Ceará 20, porque só 12 o Piauí? Ele disse que conseguiu isso, mas na verdade isso é uma política pública nacional. Ele não conseguiu. Aqui tem mais dois carros terceirizados. Eram para vir dois carros novos e veio um usado. No contrato são dois carros novos. Que ele tenha mais critério quando sair por aí falando de um gestor público, porque aqui eu estou estudando tudo. Eu tenho uma gama de aprendizado e ele não pode, simplesmente ir para a televisão e falar asneiras ao meu respeito. Que ele me respeite, me conheça e eu não quero mais tratar disso. Eu tenho que brigar é com Brasília, tenho que peitar é o ministro para trazer recursos para cá, para termos melhores olhos para o Piauí, reunir a bancada federal do Piauí para eles abraçarem a causa ambiental. Preciso da sustentação política do deputado Marllos que me colocou aqui. Tudo que peço aqui é negado em Brasília, como foi negado ao longo desses 20 anos. Eu vou querer primeiro dizer aos funcionários que acreditem em mim porque não vou pensar o IBAMA a nível eleitoral, vou pensar o IBAMA como solidificação de uma empresa que

presta um serviço dos mais relevantes para a sociedade brasileira. Em entrevista a uma emissora de TV local, o senhor deu declarações de que já recebeu ameaças de morte após assumir a pasta. Como foi isso? Eu já conversei com o Dr. Brandão [juiz federal] e gostaria de tratar disso apenas na alçada judicial. Não vim aqui para brigar e também não aceito esse tipo de coisa em relação ao gestor do órgão. É por isso que estamos criando em Comitê de Justiça Ambiental, justamente para não personalizar as pessoas, mas que o Comitê mostre a cara e consiga fazer o que tem que ser feito na área ambiental no Piauí. Ele me disse que está trazendo a ministra Eliana Calmon no dia 9 de março. Eu também vou querer fazer um convênio com a TV Assembleia para que eu possa ter um programa de duas horas semanais. Tenho que levar a todos os rincões do Piauí, falar da importância de uma agenda 21 para as Prefeituras, a importância de uma capacitação ambiental dos gestores. Quem gere os Estados e Municípios são seus representantes e eles precisam ser capacitadas ambientalmente para que vejam a importância de uma Secretaria de Meio Ambiente fortalecida. É muito importante todos os organismos estarem fortalecidos e por isso queremos um Comitê de Justiça Ambiental que seria presidido pelo juiz Carlos Brandão. O nosso procurador Tranvavan Feitosa também estivesse à frente. Se formos todo mundo junto, teremos uma força muito maior. Se a gente pensar assim, a gente resolverá boa parte dos problemas ambientais. O senhor também comentou acerca de oferecimento de propina.... O que fez diante do fato? Ao que atribui? Eu contrario muitos interesses. Aqui não é usual. No órgão, ninguém tinha conhecimento disso. Talvez me acharam fragilizado porque tive problemas de saúde, problema sério na minha família. Mas aqui tudo que acontece eu participo para as autoridades competentes e não trato delas a nível local e pontual e principalmente na imprensa. Aquilo que fiz [declarações dadas à televisão] eu estou aprendendo ainda pra não fazer mais, apontar desmandos pessoais. Tudo o que falar agora será em termos de gestão compartilhada com o grupo

Foto: Lina Magalhães/ O DIA

c u -tr a c k

C

m

w

o

.d o

w

w

w

w

w

C

lic

k

to

bu

y

N O

W

!

Entrevista

F -X C h a n ge

!

PD

que me assessora no IBAMA e com esse Comitê que está sendo criado, que será formalizado no dia 9 de março quando a ministra Eliana Calmon virá ao Piauí. Na mesma data vamos tentar trazer nosso presidente nacional, Curt para fazer parcerias com o Senac e com a Assembleia Legislativa. O senhor falou muito da carência de profissionais e estrutura para atender a demanda do órgão no trabalho de fiscalização. Tendo em vista essa realidade, o senhor vai solicitar concurso para o quadro funcional do IBAMA? Eu já levei um relatório, que foi feito por cada setor do IBAMA, com todas essas carências e o que poderia ser melhorado. Temos um setor de fiscalização com 24 fiscais. Eles são excepcionais. Hoje somos o Estado que temos o maior número de fiscalização, maior número de operações de fiscalização. Mas isso porque eles são briosos, porque nossas condições de trabalho não são adequadas. Para esse ano a demanda será maior. O convênio com a Fecomércio dará suporte para fazermos um programa a nível local explicando a lei, o descumprimento dela e educando a sociedade para que ela nos ajude ainda mais para que as nossas ações sejam melhor recebidas nos municípios e tenham repercussão maior para que os desmandos de contravenção contra o meio ambiente não aconteçam mais. No Piauí, o IBAMA tem cumprido seu papel? Tem cumprido, apesar das dificuldades humanas e materiais. Todas as demandas são apuradas. Eu seria leviano se falasse que o IBAMA não cumpre suas obrigações porque ele cumpre, mas as condições de trabalho são muito difíceis. Poderíamos fazer melhor do que já estamos fazendo. Em anos anteriores chegamos a ser o terceiro órgão em fiscalização em nível estadual e esse ano, tentaremos ser o primeiro. Acha que faltou empenho dos demais superintendentes em relação a buscar uma estrutura de trabalho mais favorável? Nos ofícios que tenho, vi que eles se empenharam muito em conseguir, mas não conseguiram nada. Da mesma forma que estou pedindo. Faltou essa força política, da bancada federal, dar suporte político ao gestor local, para que ele pudesse ir à Câmara dos Deputados e dizer que o Piauí não ficaria atrás.


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O y bu to

to

bu

y

N O

W

!

PD

!

Página 4 c u -tr a c k

k

lic

.c

.d o

o

C

m

w

w

c u -tr a c k

Arimatéia Azevedo As divergências no PT

Quem chega em Teresina e assiste pela televisão as manifestações das diversas facções internas do PT sobre a participação do partido nas eleições para prefeito de Teresina vai logo concluindo que aquilo lá é um balaio de gatos. Como o PT pretende ser um partido “democrático”, fomenta discussões e alimenta criação de alas que mais parecem partidos dentro do partido. Antigamente quem fazia isso era a Arena, que batizava suas múltiplas tendência de sub-legendas. No PT de hoje, elas, publicamente, proclamam tomadas de posição, (em geral antagônicas com outras correntes); anunciam decisões do partido – quando não poderiam fazê-lo, de fato e de direito – ocupam cargos em nome do PT e podem até trair, no futuro, vestindo a camisa do partido. E mais, poderão trair em nome da união da agremiação! Discursam como referência da ética política, levantam bandeiras como a luta contra oligarquias e elegem bancadas de compadres, cônjuges, parentes, e nesse caso, eles são apenas membros do partido, não são oligarcas. Falando da candidatura própria à prefeitura de Teresina, o deputado Jesus ainda vem com a hipótese de um terceiro nome, como se além de Rejane Dias, houvesse pelo menos um segundo nome. Essas alas demonstram apenas o jogo interno de interesses, republicanos ou não, com vistas a estar sempre no executivo dividindo cargos e vantagens com seus aliados internos. Esse é o PT dos nossos dias, ops, dos novos tempos.

Eficiência

Contas abertas

Baile

Eficiência 2

Gênio

Inquérito 1

Em entrevista, o presidente do Tribunal de Justiça, Edvaldo Moura, elogia a ação corretiva da Corregedoria Geral do tribunal. “Aqui ela funciona” diz ele, enumerando as punições a juízes por práticas de irregularidades, dois deles tidos como corruptos.

Para Moura, a investigação do CNJ não vai fazer diferença no Piauí, já que a corregedoria local é uma das mais eficientes do Brasil. Tá na hora de perguntar também a opinião da corregedora do CNJ Eliana Calmon.

Inoperância

O governador Wilson Martins precisa saber que tem gente no secretariado deixando de fazer o dever de casa, tipo, prestar contas das coisas que faz. Nos ministérios em Brasília a fama do governo do Estado é de inoperante. O que se fala por lá é que são convênios que não são executados como deveriam e muitas deficiências nas prestações de contas.

O pianista e violonista cubano Omar Puentes, atração principal do Barra Jazz e Blues, em Barra Grande, entre 18 e 20 deste mês.

Quem são

Falam, por exemplo, que os Ministérios do Desenvolvimento Agrário e do Desenvolvimento Social não querem mais repassar recursos para a SDR e Emater.

Expressas A tese da candidatura própria do PT em Teresina está a cada dia se esvaindo. Nem mesmo o presidente nacional de partido acredita ser possível.

O deputado federal Domingos Dutra (PT-MA) pediu apoio do presidente da Embratur Flávio Dino, na divulgação dos roteiros turísticos da chamada Rota das Emoções.

Amanhã, Carlos Alberto Messeder, Doutor em Comunicação da UFRJ, ministrará palestra no curso “Comunicação Corporativa Hoje: Em Busca De Novos Conceitos”. No Espaço Epa!

Domingos Dutra quer o turista visitando o Delta do Parnaíba, o Parque Nacional de Jericoacoara e o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, que integram o corredor turístico de Maranhão, Piauí e Ceará.

Não são nada amistosas as relações entre os vereadores Zé Filho e Gutão, respectivamente, ex-presidente e atual presidente da Avep (Associação dos Vereadores do Piauí ). Gutão acusa um rombo de R$ 150 mil nos cofres da Avep.

Em São Luís, também, se faz baile carnavalesco para a terceira idade. Dias 13 e 14, o rei e a rainha do carnaval maranhense estarão presentes no baile de carnaval da Terceira Idade, no Centro de Convivência Intergeracional Marly Sarney e No CRAS II.

Merece um troféu o cara que projetou o semáforo do balão da Tabuleta. Das 17 às 19 horas e nas horas de pico, o trânsito simplesmente para na região e enloque quem fica engarrafado por mais de uma hora. O prefeito Elmano Ferrer tem pago caro por essas genialidades de muitos de seus auxiliares.

O Ministério Público Federal instaurou inquérito civil público para apurar irregularidades na aplicação de recursos do Fundeb pela Secretaria Estadual de Educação, nos anos de 2008 e 2009. O inquérito vai investigar também irregularidades em três convênios celebrados entre a Seduc e o Ministério da Educação que somam mais de R$ 155 milhões.

Mais um

Inquérito 2

No Dnit tem um gênio parecido com esse da Prefeitura de Teresina que projetou o sinal do Balão da Tabuleta. O do Dnit fincou uma câmera na descida da curva da ladeira do Uruguai para flagrar quem ultrapassa os 50 Km. Cada vez que os carros são obrigados a seguir nessa velocidade, o congestionamento é enorme. Essa câmera deve ser a maneira encontrada para tomar dinheiro dos motoristas.

O Ministério Público Federal também instaurou inquérito civil público para apurar a omissão da Procuradoria Geral de Justiça do Estado do Piauí na declaração de contribuintes obrigatórios da Previdência Social e, com isso, supressão de tributos devidos à Receita Federal, nos exercícios de 2005 a 2009. A investigação será feita a partir de relatório de inspeção feito pelo Conselho Nacional do Ministério Público.

ping pong O humor do prefeito O repórter da TV Cidade Verde Elivaldo Barbosa encontra um prefeito do interior na fila de espera do gabinete do governador Wilson Martins, no Palácio de Karnak e tenta iniciar uma entrevista. Elivaldo: “Como vai, prefeito?” O prefeito: “Agora tá bom, já estou solto e com muita saúde”.

Esquema fraudulento

Propina na Casa da Moeda foi paga em dinheiro vivo, diz empresa De acordo com relatório, o dinheiro era distribuído a pessoas indicadas pelo ex-presidente da Casa, Luiz Felipe Denucci Relatório de uma operadora financeira de Londres diz que o ex-presidente da Casa da Moeda recebeu, em dinheiro vivo, US$ 6,15 milhões de “comissão” de fornecedoras da estatal. A “entrega física” dos valores, que têm origem em um esquema fraudulento de contratos públicos, segundo relato da corretora, seria feita num apartamento de Luiz Felipe Denucci no Rio de Janeiro. O dinheiro, diz o relatório, era ainda distribuído a pessoas indicadas por ele. O local do imóvel mencionado no documento é o mesmo que Denucci informou como sendo seu endereço residencial em ata, de 2010, de uma empresa da qual é sócio no Brasil. O relatório foi feito pela operadora WIT Money Service Express e enviado para o próprio Denucci. A Folha de S. Paulo revelou que o ex-presidente constituiu procurador para cobrar da WIT dinheiro “devido” a “offshore” em nome da sua filha. Foi em razão dessa cobrança que a WIT elaborou o documento no qual detalha as operações que diz ter feito para Denucci, o que inclui a abertura de duas contas no exterior que teriam recebido as “comissões” de fornecedoras da estatal. A partir dessas contas, o dinheiro era transferido para outras em nome de

Pacote O relatório aponta que o volume movimentado pelaWIT em nome de Denucci somou U$ 25 milhões “offshores” constituídas por Denucci em paraísos fiscais. Também alimentava contas da filha dele ou de doleiros, afirma a WIT. O relatório aponta que o volume movimentado pela WIT em nome de Denucci somou U$ 25 milhões entre 2009 e 2011. Denucci nega que tenha recebido “comissão” de empresas fornecedoras da Casa da Moeda e diz que não contratou a WIT para gerir dinheiro no exterior. O ex-presidente da empresa confirma a existência das duas “offshores” em paraísos fiscais, uma em nome dele e outra em nome de sua filha, mas nega que elas tenham movimentado recursos. Dos US$ 25 milhões citados pela WIT, US$ 6,15 milhões foram entregues em dinheiro vivo em operações envolvendo doleiros, diz a empresa.

Fazenda

Dilma desmente saída do ministro Guido Mantega do governo A presidente Dilma Rousseff negou na noite desta sexta-feira (10), por meio do Blog do Planalto, que o ministro da Fazenda, Guido Mantega, tenha pedido demissão do cargo. A informação sobre a suposta saída, divulgada na internet, foi desmentida também pelo próprio Ministério da Fazenda. “As pessoas que espalham esses rumores prestam um desserviço ao país. Não se sabe a quais interesses inconfessáveis elas servem”, disse a presidente, segundo o blog oficial. Antes, a assessoria do ministério disse, em nota oficial, que a informação “não tem nenhum fundamento” e que era “uma irresponsabilidade um jornalista publicar boatos dessa natureza”. Poupança A sinalização dada pelo Banco Central de que os juros podem cair abaixo de 10% ao ano em breve reacendeu nos bastidores do governo a discussão sobre a necessidade de mudar as regras de remuneração da poupança. O ministro Guido Mantega (Fazenda), porém, não tem a intenção de mexer nesse assunto neste ano. Segundo a Folha apurou, sua avaliação é que não vale a pena tratar

Jose Cruz/ABr

w

.d o

o

C

lic

k

Teresina, Domingo, 12 de fevereiro 2012 w

w

w

Mantega não tem intenção de mexer na poupança este ano de tema tão polêmico em ano eleitoral e de que há tempo para lidar com essa questão. A preocupação de parte da equipe econômica é que o ganho dos poupadores se torne impeditivo para quedas fortes na taxa de juros referência para a economia, a Selic. Isso porque, como a poupança tem rendimento

mínimo garantido por lei -equivalente à variação da TR (Taxa Referencial) mais 6% ao ano- e não paga Imposto de Renda sobre ganhos auferidos, ela se tornará mais atraente do que títulos da dívida pública se a Selic cair abaixo do patamar de 9% a 8,5%. E o governo precisa vender títulos para refinanciar a

m

PD

dívida que está vencendo. A Fazenda já tem várias propostas na gaveta sobre o assunto. Os técnicos, porém, dizem que elas só entrarão na mesa de discussão se houver determinação da presidente Dilma Rousseff e do ministro. Nos cálculos de parte da equipe econômica, porém, há tempo para buscar uma solução. Até o momento, isso não entrou no radar de Mantega, que tem se ocupado mais do debate sobre os cortes no Orçamento e das denúncias de corrupção da Casa da Moeda. Na avaliação do ministro, antes de o governo tomar alguma medida nessa área ainda há espaço para gestores de fundos com ganhos atrelados à Selic reduzirem as comissões cobradas dos aplicadores, o que elevaria a rentabilidade dos investimentos. Também pesa nesse cálculo projeções do mercado de que a taxa básica de juros voltará a subir no ano que vem. Mudar as regras da poupança não é simples porque mexe com o custo dos financiamentos habitacionais. O governo obriga que parte do que os poupadores depositam nessa aplicação seja usado pelos bancos para financiar a compra de imóveis.

.c


F -X C h a n ge

PD

c u -tr a c k

W N O y bu to k lic .d o

m o

.c

Página 5

C

m

w

o

.d o

w

w

w

w

w

C

lic

k

to

bu

y

N O

W

!

Últimas

F -X C h a n ge

!

PD

c u -tr a c k

Teresina, Domingo, 12 de fevereiro 2012

Dora Kramer Incoerente da Silva

A tardia, mas benfazeja privatização dos aeroportos de Guarulhos, Viracopos e Brasília, que abre ainda o caminho para a entrega do Galeão (RJ) e Confins (MG) à administração do setor privado, atordoou o PT e pareceu revigorar por alguns momentos o PSDB. O ato deveria encerrar a questão, excluindo-a da agenda não digamos política, mas eleitoral porque o PT só volta ao tema quando interessa infernizar o adversário ruim de defesa. Mas, como avisou o presidente do partido, Rui Falcão, “a guerra continua”. A depender de quem ganhe a batalha da comunicação com a sociedade, continuará na agenda com vantagem para os petistas. Os tucanos riram muito, divertiram-se em provocações nas redes sociais, no Congresso, em artigos e entrevistas. Muitas (não todas) repletas de razões consistentes explicando diferenças e semelhanças entre o processo iniciado no governo Fernando Henrique, constatando a evidência: o que caracteriza a concessão é o controle e se o controle foi passado à iniciativa privada o nome do jogo é privatização. Ofendidos, petistas reagiram com um discurso artificial segundo o qual lá houve roubalheira e entreguismo enquanto cá os procedimentos foram corretos, lucrativos e, sobretudo, “mezzo” estatal. Fato é que os aeroportos terão gestão privada e o PT está com

vergonha disso. Tanto que considera necessário se defender das “acusações” e já preparou uma cartilha de munição à militância. Para explicar que o que fizeram não foi bem isso que dizem ter sido feito. Mesmo eivada de sofismas, uma ideia que aos tucanos jamais ocorreu: traduzir um tema de difícil compreensão de forma inteligível e repetir seus argumentos com convicção sem se deixar intimidar. Mas parece que em geral políticos tratam como algo vergonhoso o ato da transferência para o setor privado, mediante quantias de dinheiro fabulosas, serviços com os quais o Estado não pode arcar. Ocorre que ganham todos. Ganha o Estado e o público se as coisas são feitas direito como na incontestável - mais ainda muito contestada, desnecessário dizer por qual partido privatização do setor de telecomunicações. Não será surpresa se na próxima campanha aparecerem comparações entre as privatizações de um e as “concessões” de outro governo mostrando como a do PT foi bem melhor. Surpreendente é o partido reagir ao ser apontado como incoerente. A privatização dos aeroportos é só um pilar no monumento à incoerência que o PT vem construindo há quase dez anos, ao adotar como sua a agenda que combateu durante a vida toda. Excetuada a ampliação dos programas sociais, onde resolveu fazer do seu “jeito” saiu-se mal.

Desarticulou as agências reguladoras, não fez andar programas anunciados com pompa, convive com a paralisia em obras do PAC, “concedeu” rodovias pelo critério de menor tarifa prejudicando o andamento do processo e atrasou em pelo menos cinco anos a privatização dos aeroportos. Para não dizer que não falamos de política, consolidou o modelo do feudo na ocupação de ministérios e transformou em cardinalato o baixo clero do Congresso.

MODO DE FAZER

Abissal a diferença entre os governadores Jaques Wagner, da Bahia, e Sérgio Cabral, do Rio, na condução das greves de policiais. Entre outros, por um detalhe: Cabral mandou prender grevistas no primeiro dia e Wagner passou dois dias dando entrevistas para dizer que a greve não existia. Um preservou a autoridade sem conversar. Outro conversou demais e desgastou seu poder.

DE CORAÇÃO

Capitão da PM da Bahia conta a seguinte história: o general Gonçalves Dias confraternizou com o grevista de quem ganhou um bolo de aniversário enquanto comandava o cerco aos amotinados porque os dois haviam servido juntos, anos atrás, em Sergipe. Explica, mas não justifica.

Natureza

Estudantes fazem plantio de 60 mudas durante trote solidário

Lina Magalhães/ O DIA

A atividade aconteceu no Parque Ambiental no bairro Ilhotas Viviane Menegazzo Repórter Na manhã de ontem (11) cerca de 110 calouros de oito cursos diferentes da Faculdade Diferencial - Facid participaram de um trote solidário voltado para a preservação do meio ambiente. A atividade aconteceu no Parque Ambiental do bairro Ilhotas, onde os alunos realizaram o plantio de 60 mudas de plantas nativas da região. Os estudantes foram recepcionados pelo secretário Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Teresina (Semam), Deocleciano Guedes, e uma equipe do Núcleo de Educação Ambiental (NEA) da Secretaria que passaram informações sobre história e importância do Parque Ambiental, e logo em seguida, orientações sobre como realizar o plantio correto das mudas.

Valor Para o secretário Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semam), Deocleciano Guedes, o trote realizado pela faculdade incentiva a cidadania e o cuidado com o meio ambiente Para o secretário, o trote realizado pela faculdade incentiva a cidadania e o cuidado com o meio ambiente. “O trote desta faculdade é diferenciado das outras faculdades porque apresenta a esses alunos a responsabilidade sócioambiental, mostrando a importância de preservar o meio ambiente. É uma atividade muito válida, pois propor-

ciona esse entrosamento entre os alunos e em um ambiente aconchegante que é a natureza”, ressalta o secretário. As mudas e o local do plantio foram escolhidos visando fortalecer a mensagem que o ato propõe enquanto forma de conscientização. Maria Aline Brito iniciou o curso de farmácia e ficou muito empolgada com o trote ambiental. “Além de ser um trote diferente de outras instituições, eu estou gostando bastante pelo incentivo e cuidado com o meio ambiente”, afirma. Pedro Borges, que está iniciando o curso de Direito também gostou bastante da ideia. “É uma forma diferente e inovadora de entrosar os alunos, trazendo também algumas noções de ecologia. Além da parte educativa, está sendo bastante prazeroso estar inserido em todo este ambiente natural”, explica.

Objetivo é receber os alunos com atividades que estimulem a cidadania O objetivo da atividade é apresentar aos alunos uma forma diferenciada de trote, que é a brincadeira realizada com os alunos que estão iniciando o ensino superior. Segundo a vice-diretora da faculdade, a idéia é fazer um acolhimento mais tranqüilo dos alunos, incentivando brincadeiras que visam a cidadania. “Muitos alunos tinham medo de participar da primeira semana de aula com medo de agressões ou receio de passar vergonha, já que antigamente os trotes eram mais agressivos. Então resolvemos, em parceria com o Centro Acadêmico (CA), fazer um acolhimento dos alunos de forma que o trote vire um momento prazeroso para os alunos”, explica. Esta já é a 13ª edição do trote solidário realizado pela faculdade, sendo a quinta edição do trote ecológico em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de

Teresina (Semam). O trote da faculdade acontece em três momentos: o primeiro com apresentação aos alunos das dependências da faculdade e reunião com os pais, o segundo uma gincana solidária de doação de sangue, onde o grupo que levar mais doares recebe um troféu e, por último, o trote ecológico com o plantio de árvores. A estudante de enfermagem Lara Sekeff também ficou encantada com a iniciativa. “É um projeto muito bonito e prazeroso. Estar assim no meio da natureza, colocando a

mão na terra e fazendo novos amigos está sendo muito legal”, afirma. Todas as atividades de recepção aos alunos acontecem em parceria com os alunos que integram o Centro Acadêmico da faculdade. “Participamos de todas as atividades não só para incentivar, mas também para integrar os novos alunos com os alunos veteranos. Temos notado que é muito positivo, ainda mais porque participam todos os cursos e os alunos já criam um entrosamento”, ressalta Jadson Lener, Secretário do CA. (Viviane Menegazzo)

O contato direto com a natureza foi motivo de empolgação para os participantes

Selecionados

Abertas inscrições para o Programa Servidor Universitário A Prefeitura de Teresina informa que as inscrições para o Curso Pré-vestibular Servidor Universitário estão abertas no período de 28 de fevereiro a 6 de março e o início das aulas previsto para o dia 14 de março. O curso é um convênio entre a Prefeitura, por meio da Sema (Secretaria Municipal De Administração e Recursos Humanos) a União dos Servidores Municipais de Teresina (USMT) e o Colégio Certo. No ato da inscrição, realizada no Centro de Capaci-

tação do Servidor Municipal (Rua Areolino de Abreu, 1885, Centro/Norte), o aluno deverá apresentar cópias do RG e CPF, do último contracheque, do certificado ou declaração de conclusão do Ensino Médio. O curso que proporciona aos servidores efetivos a oportunidade de qualificação profissional será realizado este ano, devido aos resultados positivos dos anos anteriores, e antederá a 100 alunos pré-vestibulandos para concorrerem ao

vestibular de 2012 nas Universidades de Teresina. Os 100 alunos selecionados participaram de uma seleção de 771 candidatos para as bolsas que serão divididas em dois grupos. O primeiro grupo, com 60 bolsas, compreende os cursos de Administração (Gestão), Ciências Contábeis, Direito, Economia, Engenharia Civil, Jornalismo, Pedagogia, Secretariado Executivo, Sistema de Informações, Serviço Social e Cursos de Licenciatura.

.c


F -X C h a n ge

PD

c u -tr a c k

W N O y bu to k lic .d o

m o

.c

Página 6

C

m

w

o

.d o

w

w

w

w

w

C

lic

k

to

bu

y

N O

W

!

Opinião

F -X C h a n ge

!

PD

c u -tr a c k

Teresina, Domingo, 12 de Fevereiro 2012

Editora: Pollyana Rocha // Envie artigos para jornalodia@jornalodia.com.br // Fale conosco: 86 2106.9924

Editorial

Revisão necessária

Ainda na década de 90, o sociólogo Herbert José de Sousa, conhecido como Betinho, começou uma campanha nacional que tinha o objetivo fundamental de garantir que milhares de famílias em extrema pobreza no Brasil tivessem direito a um Natal sem Fome. Mais que sensibilizar a população durante o período natalino, o sociólogo tinha como intenção mostrar que milhões de brasileiros ainda sofriam com básico: não tinham o que comer e isso precisava ser encarado com seriedade. Partindo desta constatação, o Governo Federal iniciou, na gestão do ex-presidente Lula, uma ampla ação social realizada para socorrer essas famílias até então esquecidas pelas políticas públicas. Vistas e atendidas, as famílias sob a linha da extrema pobreza passaram a ter o mínimo de assistência e a garantia

Bolsa Família Em reportagem especial desta edição, abre-se a discussão acerca de uma nova polêmica: muitos trabalhadores estão preferindo a informalidade a perder os benefícios de que teriam alimento para oferecer aos filhos. No entanto, desde o princípio, as estratégias para favorecer a emancipação das famílias beneficiadas e os critérios de controle e fiscalização mostraram que o sistema nacional de assistência social exige aprimoramento constante, até para que, como na proposta inicial, siga o atendimento às famílias que realmente precisam. Em reportagem especial desta edição, abre-se a discussão acerca de uma nova polêmica: muitos

trabalhadores estão preferindo a informalidade a perder os benefícios do Bolsa Família. Já que a contratação com carteira assinada representaria a formalização de uma relação de trabalho e, dependendo do tamanho da família, a saída dos critérios fundamentais para ser beneficiário pelo programa, o Bolsa Família, infelizmente, vem sendo utilizado por quem não precisaria mais do benefício e, desta forma, deixando de atender aqueles que ainda não tiveram chance a este socorro. Por isso, os órgãos de fiscalização e controle precisam estar atentos às mudanças do público beneficiado, até para que tenha o resultado esperado: erradicar a extrema pobreza do país e garantir que aqueles que precisam tenham auxílio até conseguirem caminhar com as próprias pernas.

Frases do dia “Nos ofícios que tenho aqui, vi que eles se empenharam muito em conseguir, mas não conseguiram nada. Da mesma forma que estou pedindo. Faltou essa força política, da bancada federal dar suporte político ao gestor local, para que ele pudesse ir na Câmara dos Deputados e dizer que o Piauí não ficaria atrás” Carlos Máximo, superintendente do Ibama no Piauí, em entrevista exclusica a ODIA

“O Estado tem repassado mensalmente os valores a serem pagos de precatórios. Esse da educação era um dos mais antigos e vamos acompanhar, assim como os demais processos em tramitação, a execução do pagamento, já que são recursos estaduais” Procurador Kildere Rone, sobre decisão do presidente do Tribunal de Justiça do Piauí que garantiu o pagamento de precatórios para 12 mil servidores da educação estadual devidos desde a década de 90

Artigos Nos bastidores da política Sou o único sobrevivente do MDB dos 19 que assinaram o livro de fundação neste estado chefiado pelo Deputado Chagas Rodrigues, de saudosa memória e o seu primeiro presidente nacional senador OSCAR PASSOS. O último desaparecido foi o Dr. Manoel Lopes Veloso, um peemedebista da fibra, da dignidade e da honradez de Ulisses Guimarães. Ouvi do Presidente Marcelo Castro, através de um canal de televisão, que a executiva estadual em reunião realizada dia 07 de fevereiro deliberou promover a intervenção do Diretório de Floriano, para entregar a direção ao seu candidato Silas Freire, ao qual não apoia nesta cidade, como não apoiou o candidato do partido Gilberto Júnior, na eleição passada e nenhum dos senhores membros pseudos donos do partido, deram qualquer cobertura política aos candidatos a prefeito nesta cidade, faça-se justiça a Alberto Silva, o maior admin-

istrador do Piauí de todos os tempos e único Presidente do PMDB que emprestou apoio aos seus correligionários nesta cidade. O Diretório Nacional do PMDB se reuniu em Brasília e prorrogou os mandatos de todos os diretórios do partido até 25 de novembro deste ano. Qual o crime que o PMDB de Floriano cometeu? Concorreu a todas as eleições, o seu diretório está completo perdendo apenas Gilberto Júnior, talvez, quem sabe se não se sentiu injuriado e injustiçado na campanha que venceu, mas perdeu, graças às manobras da Justiça Eleitoral. A mais alta corte da Justiça Eleitoral, por unanimidade decidiu o seu recurso no dia 30 de setembro, mas só foi publicado em abril do ano seguinte, poderosas forças do mal pisotearam a democracia. A sua pífia justificativa, é que Gilberto Júnior saiu do PMDB par a se filiar ao PSB, partido pelo qual será candidato a Prefeito de Floriano. “Foi o próprio César

Bruno dos Santos – ALBEARTE Pedrosa que disse que não o partido para si. Aos 87 iria apoiar o candidato do anos bem vividos Presidente PMDB e sim o seu cunhado Marcelo Castro, você que é do PSB”. Se for verdade essa portador de uma inteligência declaração qual o crime que invejável, o maior tribuno César Pedrosa cometeu? politico do Estado, terá Marcelo Castro me telefonou também que reunir a sua falando que Silas seria canexecutiva para me expulsar didato, e foi enfático: “Não do partido que ajudei a criar subirei no palanque dele, e sustentar, você não estava pois o meu candidato daí é o presente nem seu velho pai Oscar Procópio candidato do meu amigo José de Castro. Joel”. Gilberto é um cidadão Quem decide as candidatude bem, responsável, bom ras são os diretórios através caráter, inteligente, mas das convenções. Porque o era apenas um membro do Silas não se submete às partido. Se a denominação de falas das urnas? Floriano é partido fosse inteiro, aí seria a segunda cidade mais culta diferente, porque quando do Piauí, precisaria de um se desfiliasse levaria tudo. candidato que tentou São Agora mesmo os irmãos do Francisco do Piauí e o eleitor Deputado Warton Santos disse não. Cidadãos bem deixaram o PMDB de Picos empregados dizem que em e foram para o PSP, mas o cada casa que visita deixa partido continua. O cunhado uma oncinha como sua idendo deputado Kleber Eulátidade, faz campanha antecilio deixou o PMDB, mas o pada na televisão, promove partido ficou. festas, paga orquestras, bebiNão tenho nada contra o das a vontade... De onde vem candidato Silas, o disse em tanto dinheiro? Foi o sortudo minha casa que procurasse da loteria do Piauí? Esse viabilizar a sua candidatura. candidato eleito respeitará o Respondeu que queria era erário público? Só Deus sabe!

Floriano não merece o candidato imposto por Teresina; faz lembrar a marchinha que dizia “o Bruno não vai para Araguaína”, da campanha de 1970. A cidade é rica de prefeitáveis tentando viabilizarem as suas candidaturas: Enéas, Procópio, Gilberto, Antônio Reis, Ana Cleide, Nelson Júnior, Salomão, Gilmar Duarte e Silas que mora em Teresina. Os demais vivem e residem nesta cidade, a maioria revoltada com a atual administração. Salomão que era um dos vereadores da cúpula do prefeito não suportou mais e rompeu com o prefeito Joel. Fico horas a analisar o comportamento desses pré-candidatos a prefeito de Floriano. Quantos estarão pensando no destino da cidade que mais cresce no Piauí? Quantos estão apenas de olho na arrecadação como se fosse um prêmio de loteria? Quantos prefeitos já foram cassados na atual gestão, quantos estão presos? Nenhum. Gente feliz, que

vive num país muito mais feliz ainda. Faço fé no candidato Enéas, novo, idealista, inteligente, não tem irmãos e nem parentes para empregar, porque não são ricos, mas todos trabalham e se adaptaram à minha filosofia de vida. Fui prefeito, não empreguei nenhum membro da minha família. Parte dos gestores de hoje chegam a nomear até três irmãos como secretários, além dos diretores, desrespeitando as leis vigentes no país. No fim, saem criticados, mas com os bolsos cheios de dinheiro roubado para novas conquistas eleitorais. É preciso mudar, mudar para salvar Floriano. Tem candidato aí que nunca dirigiu um carrinho de pipocas, e estará na altura de movimentar milhões? Florianense, é hora de profundas reflexões. Voto é coisa muito séria, tanto é verdade que Dilma Rousseff é a presidenta de cento e noventa milhões de brasileiros, mas ela só tem um voto. Eis o mistério da fé...

Por que a Vida é bonita? Pedro Pio Fontineles Filho - Doutorando em História Social – UFC/ Professor de História – UESPI/CCM Vivemos tão ocupados com os estudos, trabalho, família que geralmente quase não nos perguntamos por que a vida é bonita. Essas ocupações muitas vezes são vistas como motivos para tornar a vida rotineira, cansativa e, em parte, estressante e infeliz. Em uma época na qual inúmeros casos de desrespeito aos direitos humanos são cada vez mais comuns, ou pelo menos mais conhecidos pela velocidade e amplitude das redes de comunicação, por que não pensar diferente? Só o fato de termos tido o direito divino e social à vida, e poder aprender com ela, é razão suficiente

para ver sua beleza e sua plenitude. Imaginemos os incontáveis seres humanos que não tiveram esse privilégio de viver por explicações várias como abortos provocados, por falta de alimentação ou pela violência, inclusive doméstica, que ceifa grande número de crianças em todo o mundo. Somos, leitores e escritores, felizardos por não compor estatísticas tão desumanas e por isso mesmo devemos nos sensibilizar e nos comportar como verdadeiros cidadãos. Caminhamos pelas ruas da cidade preocupados com o horário de chegarmos na escola, no trabalho ou no

hospital para uma consulta médica e não nos incomodamos, ou muitas vezes nem reparamos, naquelas pessoas que estão sentadas em calçadas, com roupas sujas, famintas, pedindo esmolas. Preferimos observar a arquitetura dos prédios e casas a admitir que tais pessoas também fazem parte do nosso patrimônio e que certamente merecem cuidados. A vida é muito bonita quando usamos o nosso conhecimento adquirido nas escolas para tentar mudar essa realidade. Ficar indiferente ao outro que está precisando não é postura de racionalidade, assim como simples-

mente dar esmolas não nos torna mais humanos ou com consciência aliviada. A vida é bela quando sabemos aplicar nossos dons, habilidades e inteligência para tornar o mundo e a sociedade cada vez melhor. Estudar e aplicar o que se aprende, isso sim torna a vida linda!!! O trabalho, por mais cansativo que pareça ser, é sempre o resultado frutífero de esforços e de saúde. Ter saúde, direito à educação, ter um bom emprego, tudo isso nos faz lembrar das pessoas enfermas em leitos de hospitais, de crianças e jovens analfabetos, de homens e mulheres desempregados por

falta de políticas públicas e iniciativas privadas que ampliem as oportunidades. Quando estivermos desanimados com o trabalho, ou virmos nossos pais, irmãos e amigos também insatisfeitos, lembremos que poder retirar o sustento para a família é importante para a vida e para a dignidade, tanto pessoal quanto coletiva. Contar com o apoio da família, mesmo em meio às diferenças de cada um, é fundamental para o equilíbrio e impulso de nossos sonhos. A família nos fortalece e nos serve de modelo para aquilo que pretendemos ser como seres

humanos dignos e respeitados. Ter uma família que nos oriente e que nos aconselhe é uma razão incondicional para dizermos que a vida é bonita. A família, aliás, deve ser o foco irradiador da vida como o maior valor que o ser humano deve cultivar. Lembremos o que sabiamente diz a canção: “Viver e não ter a vergonha de ser feliz!”. Sejamos gratos, independentemente das expressões religiosas, também lembrando o que Cristo falou: “Eu vim para que todos tenham vida e a tenham em abundância”. Celebremos a vida, pois ela é sempre bela e uma dádiva de Deus!

.c


F -X C h a n ge

PD

c u -tr a c k

W N O y bu to k lic .d o

m o

.c

Página 7

C

m

w

o

.d o

w

w

w

w

w

C

lic

k

to

bu

y

N O

W

!

Esportes

F -X C h a n ge

!

PD

c u -tr a c k

Teresina, Domingo, 12 de Fevereiro de 2012

Editor : Diego Iglesias // email: jornalodia@jornalodia.com.br // Fale conosco: 86 2106.9924

Taça Guanabara

Flamengo aposta na estreia de Vagner Love para vencer Nova Iguaçu Com nove pontos, o Fla precisa da vitória para chegar à última rodada com boas chances de classificação para as semifinais Ele chegou cercado de muita expectativa e foi exaltado como ídolo. Agora, está na hora de começar a retribuir o carinho da torcida e o investimento de R$ 23 milhões que o Flamengo fez em seu retorno ao Brasil. A estreia do atacante Vagner Love está programada para acontecer neste domingo, quando o time vai a Macaé para enfrentar o Nova Iguaçu, a partir das 17 horas (horário de Brasília), no Estádio Cláudio Moacyr, pela sexta e penúltima rodada da Taça Guanabara. “O coração está a 300 mil por hora, no mínimo. Uma vontade muito grande de estar em campo, quero

reestrear logo para tirar a ansiedade”, comentou Vagner Love, admitindo nervosismo por iniciar sua segunda passagem pelo time de coração. Além da estreia de Vagner Love, a partida é importante para a classificação do Grupo A da Taça Guanabara. O Flamengo está com nove pontos, apenas um na frente do Nova Iguaçu. Assim, ambos precisam da vitória para chegar à última rodada com boas chances de classificação para as semifinais. O técnico Joel Santana não antecipou o time que vai a campo. Havia a expectativa de

que alguns dos titulares fossem poupados da partida, com vistas ao confronto com o Lanús, na próxima quarta-feira, em Buenos Aires, pela Libertadores. Como Vagner Love não pode atuar na competição continental - vai cumprir suspensão por expulsão na edição de 2010 -, não há restrições para a sua participação no jogo deste domingo. Apesar da grande esperança de que o atacante solucione o problema da falta de gols - os jogadores do Flamengo não balançam as redes há quatro jogos no Campeonato Carioca -, Vagner Love certamente vai

sofrer com a falta de entrosamento. Afinal, ele não treinou com o time principal. “Ainda não tivemos a oportunidade de treinar juntos no mesmo time, em coletivo, mas pela qualidade que tem o Deivid, o Ronaldo, os jogadores de meio, temos tudo para pegar entrosamento rapidamente”, apostou Vagner Love. Suspenso na vitória sobre o Madureira, na última quinta-feira, quando o Flamengo só ganhou graças ao gol contra do adversário, o volante Willians volta ao time titular neste domingo, para a saída de Maldonado.

Copa 2014

Andamento das obras nos estádios para a Copa deixa Fifa mais tranquila Almir Leite Agência Estado A principal preocupação da Fifa, agora, é com a Lei Geral da Copa, prevista para ser aprovada em março e que provavelmente não vai agradar inteiramente à entidade, porque o capítulo sobre responsabilidade civil da União não deve sair do jeito que Joseph Blatter e sua turma queriam. O grande motivo anterior de calafrios, no entanto, está deixando de existir. O ritmo de construção e reforma dos estádios é, enfim, satisfatório. Há problemas, claro, mas que não parecem capazes de tirar o sono dos dirigentes da “dona do Mundial” e do Comitê Organizador Local (COL). Pelo menos no momento. A Fifa começou 2012 marcando de perto as obras nos 12 estádios. Viu, e recebeu, boas notícias. Com exceção da Arena

das Dunas, em Natal, cuja situação foi classificada pelo secretário-geral da entidade, Jerome Valcke, como “preocupante”, o ritmo dos demais palcos dos jogos da Copa de 2014 não causa sobressaltos. “Não há nenhum calendário problemático na construção das arenas”, resumiu o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, ele mesmo empenhado numa peregrinação por todas as 12 cidades-sede, em visitas que têm na vistoria dos estádios a atribuição principal. O governo federal também marca as arenas sob pressão. Além da obra em Natal, atenção maior, de acordo com um dos inspetores da Fifa que observa com lupa as construções, só merecem a Arena de Pernambuco (nesse caso, por ter até o meio do ano para se mostrar apta a receber a Copa das Confederações em 2013), a Arena da Baixada e o Beira-Rio.

Mas o ritmo das obras na Fonte Nova, no Estádio Nacional Mané Garrincha, no Mineirão e, sobretudo, a rapidez como está subindo o Itaquerão, recebem elogios rasgados. A rigor, nem mesmo os estádios de Atlético-PR e Internacional (com obras paralisadas há quase oito meses) preocupam, pois ambos estão sendo “incrementados” para que possam receber a Copa Ou seja, não carecem de reformas profundas. Isso leva até a situações curiosas, com a da Arena da Baixada. Como pouca coisa nova foi feita até agora, há quem defenda que apenas 5% das obras estão concluídas. O Atlético-PR, porém, sustenta que 60% do estádio está pronto. O Beira-Rio está com as obras paradas porque o Inter e a construtora Andrade Gutierrez ainda não assinaram o contrato que viabilizará a

retomada dos trabalhos de reforma. Pressionada, a empresa fez publicar na imprensa gaúcha, na sexta-feira, nota sobre o impasse. De acordo com a construtora, ainda não há acordo sobre as garantias que os demais integrantes da Sociedade de Propósito Específico (SPE) receberão. Os investidores da obra, atualmente orçada em R$ 290 milhões, estão definidos a empresa será um deles, com participação de 20%. “Essa é única pendência relevante para formação da SPE, uma vez que as garantias financeiras são necessárias para pleitear a linha de financiamento ao projeto no BNDES”, diz a empresa. O presidente do Inter, Giovanni Luigi, tem demonstrado otimismo. Mas, por via das dúvidas, evita estabelecer uma data para a assinatura do tal contrato.

Paulista

Muricy Ramalho poupa titulares diante do Linense Sanches Filho Agência Estado O técnico Muricy Ramalho não quis confirmar, mas deve dar folga aos titulares e escalar um time reserva para enfrentar o Linense, neste domingo, a partir das 19h30 (horário de Brasília), no Estádio 1º de Maio, em São Bernardo do Campo, pela sétima rodada do Paulistão. Os principais jogadores do elenco do Santos devem ser poupados para a estreia na Libertadores, marcada para quarta-feira, contra o The Strongest, em La Paz, na Bolívia. Depois do show de Neymar na goleada por 4 a 1 sobre o Botafogo, na última quinta-feira, em Ribeirão Preto, Muricy já tem o time pronto para a estreia na Libertadores. E, por isso, prefere não correr nenhum risco de contusão ou desgaste físico nesta sétima rodada do Paulistão, competição em que o Santos soma nove pontos até agora. Além de poupar os titulares, Muricy pretende utilizar o jogo deste domingo para manter reservas importantes como o goleiro Aranha, o zagueiro Bruno Rodrigo e os atacantes Alan Kardec e Rentería em ritmo de competição. Assim, eles estariam prontos para entrar e manter o bom nível do time quando fosse necessário Outra missão é dar mais experiência aos garotos do elenco santista, como o lateral-esquerdo Paulo Henrique, o zagueiro Vinicius, o meia Felipe Anderson e o atacante Dimba. Mesmo em caso de tropeço diante do Linense, a classificação entre os oito primeiros colocados que

vão disputar as quartas de final do Paulistão não preocupa o Santos. Afinal, o time terá uma “folga” na Libertadores depois de enfrentar o The Strongest, já que só voltará a jogar no dia 8 de março pela competição continental, contra o Inter. Assim, poderá se concentrar na disputa estadual. Como o gramado da Vila Belmiro ainda está em reforma, o Santos voltará a jogar fora de casa neste domingo. Dessa vez, o local escolhido foi o Estádio 1º de Maio, em São Bernardo do Campo, no ABC paulista. Antes, o time já mandou seus jogos neste Paulistão em São Caetano do Sul (contra o Ituano), Barueri (diante do Oeste) e Presidente Prudente (frente ao Palmeiras). Entrar e permanecer no G8, o grupo dos oito primeiros colocados do campeonato, são os objetivos do Linense diante do Santos, neste domingo, em São Bernardo do Campo. O time de Lins entrou na sétima rodada ocupando o 10º lugar, com oito pontos, e espera subir de posição. Apesar do empate com o Oeste na última rodada, o técnico Pintado gostou do desempenho do time e vai manter a base frente ao Santos. Mas uma mudança já é certa. Na defesa, Anderson Luis está liberado após cumprir suspensão e volta no lugar de Marlon. No ataque, Chimba ainda não foi completamente liberado pelo departamento médico e depende de testes físicos para saber se joga neste domingo. Caso ele seja vetado, Wellington e João Henrique disputam a posição.

Um Prego na Chuteira

DEUSDETH NUNES - GARRINCHA

Carnaval & Futebol Festas do povo. Carnaval e futebol. Tanto o jogo de bola como a folia momina são nossas coisas, são coisas nossas. Tudo começa no pé. No futebol, a bola vai de pé em pé e eventualmente de cabeça, de ombro, dependendo da habilidade do executante. No carnaval, no samba, na folia, o pé marca o passo, faz embaixadas no ar, como se tivessem jogando bola. Fazia gosto ver o Godô do Planalto Uruguai, passista exímio de várias escolas, hoje, meio entrevado. Outro dia, arranjei com o empresário José Elias Tajra, uma cadeira de rodas para o Godô que estava à perigo. Depois, ó milagre, o Godô passou por mim, já pedalando uma bicicleta. Era véspera de carnaval. O samba fazia o milagre de recuperar o sambista, o passista, cheio de breques e salameques. Nos bons tempos de nosso futebol, a grande atração das escolas de samba eram os cariocas que jogavam nos clubes e desfilavam pelas escolas de samba. Paulinho Pimpim foi um dos últimos dos moicanos. George, pernambucano, jogador do River, foi mestre-sala da escola de Samba do Buenos Aires. O futebol ganhava com o carnaval porque River, Flamengo, Piauí e Auto Esporte lavavam a burra com os lucros das festas em suas sedes. Os clubes de futebol deixavam para contratar reforços depois do carnaval. Com o lucro das festas. Às vezes, algum diretor mudava de carro. Era o carnaval piauiense com Bambas, Piratas, Malucos, Acadêmicos e uma meia dúzia de três ou quatro veados. Era no tempo de Lulu Maravilha. Tempo em que P. Jota saiu fantasiado

Festa no Flamengo

O presidente Jankel avisa aos foliões e aos torcedores e sócios do Esporte Clube Flamengo que o carnaval será cheio. Vai ter festa sábado, domingo, segunda e terça-feira e ainda matiné no domingo. Quem estiver em dias, tudo bem, quem não estiver, paga na hora e vai se divertir. Não precisa ser torcedor do Mengo, basta querer dançar numa boa.

No River

O River era o clube que mais faturava no período carnavalesco. Suas festas eram famosas e a abertura, na sexta-feira, concorria com a AABB. O clube ganhava tanto dinheiro com as festas de carnaval que a diretoria deixava para fazer contratos com os atletas vindos de fora, depois do tríduo momino.

O santo com uma santa

Quando o Chico Gerardo era prefeito, 1996, o Ricardo Teixeira andou aqui, trazido pelo Alfredo Nunes e ganhou uma santinha de pau. Mas nem a santa deu jeito. Ele continuou sendo um pecador contumaz Teixeira. de Matrinchã com uma rede por cima do corpo, de maiô. Tempo da Nicinha, maluca beleza que se dizia “rainha do rádio e da televisão”. Ah, tempo!

No Piauí

O Piaui Esporte Clube, com sua sede na avenida Kennedy era outro grande carnaval de clube. Iam os chamados menos abonados porque clientela feminina era mais “doméstica”. Os coroas casados davam uma fugidinha e iam para a festa do Piauí. Com um terreno enorme onde tinha dois campos de futebol, era um local ideal para se abater lebres.

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O y bu to k

Teresina, Domingo, 12 de Fevereiro 2012 .d o

c u -tr a c k

Paulista

Corinthians e São Paulo fazem um clássico em busca de afirmação No primeiro grande teste do ano, os rivais vêm de empates frustrantes e esperam pela melhor forma de suas principais estrelas Bruno Deiro e Vítor Marques Agência Estado Com campanhas idênticas no Paulistão, Corinthians e São Paulo chegam para o clássico deste domingo, às 17 horas (horário de Brasília), no Pacaembu, pedindo paciência à torcida. No primeiro grande teste do ano, os dois rivais vêm de empates frustrantes e ainda esperam pela melhor forma de suas principais estrelas. No Corinthians, o técnico Tite até mudou o discurso do ano passado e

trocou a tal busca pelo “equilíbrio” pela “intensidade” em campo. Ele acredita que o time ainda está muito aquém do que pode render e criticou o empate por 1 a 1 contra o Mogi Mirim no último jogo. “Faltou objetividade de uma forma geral”, avisou. Após o segundo empate consecutivo no Paulistão, que deixou o Corinthians com 14 pontos, o grupo levou um puxão de orelha do treinador já no vestiário em Mogi Mirim. Depois, antes do treino da última sexta-feira, Tite reuniu

Leão terá que adaptar a equipe, ainda em formação, para o clássico

todos os atletas para um papo mais sério. O técnico sabe que a dificuldade que a equipe demonstra nesses primeiros jogos da temporada está relacionada a má forma física de alguns titulares. Alex, Danilo, Liedson e Emerson: nenhum deles está 100% fisicamente. E o reforço que pode fazer a diferença, o meia Douglas, também não está bem. Sem condições de jogar 90 minutos, o jogador recémcontratado ficará como opção no banco de reservas neste domingo. Enquanto isso, o atacante Adriano continua fora de combate. O lado bom para o treinador é que sua defesa está completa para o clássico, com os retornos do zagueiro Chicão e do lateral Alessandro. Do meio para frente, há algumas incertezas em relação às peças. Mas não na maneira de jogar, com dois meias e dois atacantes. Tite pode apostar em dois jogadores para vencer o clássico. Justamente os que têm mais gás: os incansáveis volantes Ralf e Paulinho. Além da briga pela ponta no Paulistão, vencer o clássico é importante por outro motivo. Será o último ensaio antes da estreia na Libertadores, marcada para quarta-feira, contra o Deportivo Táchira. Tite admite que uma competição está ligada a outra. Ele quer ganhar do São Paulo para, quem sabe, ir com moral para a Venezuela. Tanto que foi descartada a ideia de entrar somente com reservas no clássico deste domingo, diante do risco de sofrer uma goleada antes do importante duelo na Libertadores. “Não ia

Jorge Araújo/Folhapress

O técnico Tite vê a partida como uma preparação dos jogadores para a Libertadores poupar ninguém porque acredito em continuidade de um trabalho. Mas se pudesse mudar eu não colocaria o clássico agora, porque podemos perder algum atleta. Se isso acontecer, temos outros e eles têm de estar preparados para entrar”, avisou Tite. No São Paulo, o técnico Emerson Leão vê o time com mais dificuldades do que o rival neste início de ano, por conta das profundas modificações no elenco em relação à última temporada. “O campeão brasileiro não está com o time em formação e nós estamos. Mas é obvio que, se tiver de apostar em um time, aposto no meu”, afirmou o comandante sãopaulino. “Espero muito mais dos meus jogadores, sei que podem dar mais técnica e fisicamente para o time.” Esta falta de condicionamento físico ficou evidente na última partida.

No empate com o Comercial (1 a 1) em pleno Morumbi, os meias Maicon e Jadson saíram, cansados, ainda no intervalo. “São nossos jogadores mais técnicos e tiveram uma quantidade de erros de passe muito grande. Cansaram muito cedo e por isso foram substituídos”, disse Leão. O treinador, porém, garante que terá paciência. “Seria desonesto, até desumano, cobrar perfeição no segundo jogo do Jadson. Ele não jogou nenhum jogo inteiro, ficou muito tempo longe do futebol brasileiro e vai ganhar embocadura aos poucos”, disse Leão. “É um jogador altamente técnico e isso dificulta bastante a adaptação, mas ainda vamos achar um lugar para ele.” A exemplo do que ocorreu com Tite no Corinthians no fim de 2010, Leão pegou o São Paulo apenas nas últimas partidas do

Brasileirão do ano passado. Por isso, quer ser avaliado apenas quando tive a equipe pronta. “Estamos no mês 2 (fevereiro), mas os jogadores só estarão preparados no mês 4 (abril)”, afirma o são-paulino. “Clássico com trinta dias de trabalho ainda não representa a realidade das duas equipes.” O São Paulo terá neste domingo a volta do volante Wellington, que havia sido poupado na última rodada para não correr o risco de levar o terceiro cartão amarelo. Mas as apostas são-paulinas estão mesmo no talento do meia Lucas e na fase artilheira do atacante Willian José, que fez quatro gols nos últimos três jogos. As falhas defensivas, porém, têm dado sustos na torcida - no último jogo, os zagueiros Paulo Miranda e Rhodolfo bateram cabeça no gol de empate do Comercial.

Taça Guanabara

Vasco e Fluminense devem ter novidades para partida de hoje Vasco e Fluminense prometem fazer um clássico interessante neste domingo, às 19h30 (horário de Brasília), no Engenhão. As duas equipes vão apresentar reflexos de suas partidas pela Libertadores no meio de semana. Na busca pela classificação às semifinais da Taça Guanabara, os rivais podem exibir mudanças tendo em vista seus próximos compromissos pela competição continental, daqui a pouco menos de um mês.

O Fluminense vem de vitória por 1 a 0 sobre o Arsenal, mas com desempenho ruim e duas expulsões que criam problemas para o confronto com o Boca Juniors, no dia 7 de março. O técnico Abel Braga deve promover a efetivação do meia Thiago Neves entre os titulares e cogita ainda a entrada do meia Wellington Nem. O meia Wagner e o atacante Rafael Sóbis perderam crédito depois da má atu-

ação contra os argentinos na Libertadores e estão na berlinda para perder a vaga no time principal. Abel, porém, faz mistério. “Além do time que vem jogando, temos o Thiago Neves e o Wellington Nem. Está todo mundo no bolo, mas infelizmente não posso entrar com 13”, brincou o treinador. No Vasco, os jogadores aceitaram as argumentações da comissão técnica e, mesmo com os salários ainda atrasados, decidiram retomar

as concentrações depois da derrota para o Nacional na estreia da Libertadores. Mas a principal mudança pode se dar dentro de campo. O revés por 2 a 1 na Libertadores abalou as convicções do técnico Cristóvão Borges, que estuda modificações consideráveis no time do Vasco. Ele treinou na última sextafeira uma formação com três zagueiros, sacando o meia Juninho Pernambucano para a entrada de

Renato Silva na zaga. “Tem que existir o hábito de treinar nesse esquema (com três zagueiros). Mas temos jogadores que já atuaram dessa forma, não fica com essa necessidade toda de treinar. Eles entendem e sabem como fazer isso. É uma possibilidade que é viável para esse jogo”, comentou Cristóvão Borges. Se optar por manter Juninho Pernambucano no time, a opção é sacar um dos volantes: Eduardo

m

w

o

m

o

Esportes

lic

k C

lic

.c

Frame/Folhapress

w

c u -tr a c k

w

Página 8

.d o

w

w

w

C

to

bu

y

N O

W

!

PD

!

PD

Costa ou Nilton. Mas o treinador foge da pergunta se vai jogar com dois meias ou dois volantes. “Estou pensando”, limita-se a dizer. O Vasco entra na rodada como líder do Grupo B da Taça Guanabara, com 12 pontos, e uma vitória já garante a sua classificação para as semifinais. Com sete pontos, o Fluminense precisa supera o rival neste domingo para ainda sonhar com uma vaga entre os dois melhores da chave.

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O y bu to k lic

c u -tr a c k

.d o

o

.c

m

C

m

w

o

.d o

w

w

w

w

w

C

lic

k

to

bu

y

N O

W

!

PD

!

PD

c u -tr a c k

Teresina, Domingo, 12 de fevereiro 2012

Editora: Natacha Maranhão // Repórteres: Maria Romero, Katylenin França, Viviane Menegazzo e Mayara Bastos // Fale conosco: 86 2106.9924 // email: jornalodia@jornalodia.com.br

Bolsa Família

Profissionais preferem trabalhar na informalidade para manter benefícios Garçons, pedreiros e domésticas preferem a informalidade à carteira assinada. Muitos alegam que não querem deixar de receber o Bolsa Família Viviane Menegazzo Repórter Algumas profissionais que há pouco tempo atrás já integravam as relações de trabalho estão cada vez mais difíceis de encontrar no mercado. É o caso dos garçons, pedreiros e domés-

ticas. Além da falta de capacitação, a reclamação de muitos empregadores é que não há o interesse por parte dos empregados em ter a carteira assinada por medo de perder os benefícios sociais. Atualmente no Piauí existem cerca de 440 mil

famílias beneficiadas pelo Programa Bolsa Família, num montante de aproximadamente 52 milhões de reais pagos mensalmente em benefícios. Mas segundo Paulo Oliveira, coordenador do Bolsa Família no Piauí, esse número é flutuante já que o número de famílias

beneficiadas se altera mensalmente. Ele explica que o IPEA apontou que 74% dos beneficiados do Bolsa Família estão ou estiveram trabalhando no mercado de trabalho, o que demonstra que muitos beneficiários preferem ficar na informalidade

para manter o benefício a ter a carteira assinada. Segundo Roberto Oliveira existe por conta de fatores como a elevação da transferência de renda, oferta de crédito e assessoramento para investimentos em pequenos negócios é crescente o número de famí-

lias que saem do Programa e mudam de faixa de renda. “Temos um cenário que vem favorecendo a melhoria da situações de muitas famílias, com mais acesso a renda, serviço, crédito e orientação. Mas ainda falta qualificação”, explica. (CONTINUA NA PÁGINA 3)

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O y bu to w

.c

Educação

.d o

o

m

c u -tr a c k

c u -tr a c k

Faculdade Santo Agostinho investe no ensino cidadão

A FSA protagonizou uma das mais interessantes histórias de empreendedorismo no país Todos os dias, mais de seis mil alunos freqüentam uma das inúmeras atividades oferecidas pela Faculdade Santo Agostinho. Matriculados em um dos quinze cursos de graduação ou especializações oferecidos pela instituição, os alunos aprendem a lidar com situações reais do mercado de trabalho em sala de aula, em atividades de extensão e nos estágios supervisionados. Funcionando desde 1998, a Faculdade Santo Agostinho protagonizou uma das mais interessantes histórias de empreendedorismo no campo educacional no país: começou com dois cursos (Psicologia e Economia) e, doze anos depois, oferece à sociedade piauiense a formação superior em 15 cursos: Administração, Ciências Contábeis, Direito, Educação Física, Engenharia de Produção, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Enfermagem, Jornalismo, Farmácia, Fisioterapia, Nutrição, Pedagogia, Psicologia e Serviço Social. Com histórico de cursos avaliados pelo MEC com conceitos de excelência, a Faculdade Santo Agostinho é referência regional na formação de profissionais. Também se tornou, ao longo dos anos, referência por seu engajamento em projetos de responsabilidade social. Hoje, a Faculdade Santo Agostinho é a marca mais conhecidas entre as instituições de ensino superior pelos teresinenses, conhecimento este aferido pelo Instituto Amostragem. Nos anos de 2005, 2007, 2009 e 2011, a instituição foi ganhadora do prêmio Marcas Inesquecíveis como a instituição de ensino superior lembrada espontaneamente pelos consumidores entrevistados. A instituição, ano a ano, também tem consolidado a

sua marca de qualidade no Índice Geral dos Cursos – ICG, concedido pelo MEC (Ministério da Educação), e nos bons resultados de seus alunos no Exame Nacional de Desempenho do Estudante (ENADE), promovido pelo MEC. Com esse reconhecimento, a Faculdade Santo Agostinho consagrou-se como a melhor faculdade particular do Piauí e uma das melhores do Nordeste. Ser bem avaliado pelo público é um dos principais fatores de elevação do prestígio e da imagem positiva de uma instituição. Mas, não se trata apenas de investimento em publicidade ou em campanhas de marketing. A boa imagem da Faculdade Santo Agostinho é resultado de seu compromisso com a qualidade de ensino e dos serviços prestados ao longo dos anos. “A nossa instituição destaca-se junto ao público porque investe no tripé formado por funcionários, professores e alunos”, afirma a diretora geral da FSA, Yara Maria Lira Paiva e Silva. Segundo ela, o marketing mais importante para a FSA é a qualidade dos serviços prestados à sociedade, o compromisso e a dedicação de todos os profissionais envolvidos. A validação do desempenho da Faculdade Santo Agostinho pode ser aferida por um conjunto de atributos relacionados à sua atuação no mercado, em que se destaca, além do profundo investimento na capacitação dos docentes e colaboradores dos setores técnico-administrativos, a constante inovação e investimentos em tecnologia. Os alunos também são motivados a se modernizarem e ficarem atentos às inovações do mercado. Para a diretora de ensino da FSA, a psicó-

loga Antonieta Lira, o papel da educação é determinante para o grau de competitividade de um país na economia globalizada. “Neste atual cenário, os profissionais tem que demonstrar, além de capacidade técnica, habilidades e competências para o desempenho de suas atividades. Num outro viés, a instituição de ensino tem que apresentar, em suas matrizes curriculares, condições de aplicabilidade desse conhecimento apreendido em sala de aula na produção de bens e serviços”, diz.

Cidadania e Empreendedorismo Desde sua criação, em 1998, a Faculdade Santo Agostinho se propôs a superar os desafios de um mercado cada vez mais exigente e sujeito a mutações inesperadas. Uma das estratégias é colocar o aluno em contato direto com o mercado de trabalho desde os primeiros tempos da graduação. Projetos de extensão como o Peres, que leva alunos para praticar conhecimento nas áreas de saúde e de humanas junto às populações carentes do sertão piauiense, e o Sementes do Conhecimento, que leva orientações sobre saúde aos alunos das escolas de ensino fundamental, são exemplos dessa diretriz. Há também projetos federais, de inserção de jovens do ensino médio na própria instituição, como o Aprendizes, que têm possibilitado a absorção dessa mão-de-obra nos setores da faculdade. É o caso do Márcio Pereira e Rosana Lima, que ingressaram como menores-aprendizes

e hoje foram contratados pela FSA. Grande parte dos colaboradores da Faculdade Santo Agostinho concluíram o ensino superior gratuitamente por meio do programa de capacitação; outros, foram beneficiados com cursos de pós-graduação em lato e stricto senso também possibilitados pelo projeto. Hoje, ao lado do empreendedorismo, a responsabilidade social é uma força que dinamiza os diversos cursos de graduação e pósgraduação da FSA. “Temos vários eventos na FSA que buscam efetivar esta proposta, sem esquecer a cidadania. Assim, a Educação passa, nesta concepção, a não almejar apenas uma conseqüência estritamente econômica, mas um importante significado social, de compromisso e respeito aos anseios de toda uma comunidade”, afirma a pedagoga Maria Monteiro, que dirige o Núcleo de Apoio Pedagógico da faculdade. Para a pedagoga, a Faculdade Santo Agos-

tinho está implementando cada vez mais ações para unir Ensino e Cidadania. Isso significa alunos aprendendo na prática enquanto exerce uma função cidadã. “Pretendemos dar a nossa contribuição à comunidade, transformando os cenários sociais, por mais pessimistas que se apre-

sentem”, diz a diretora geral da FSA, Yara Lira. Um exemplo é a participação da faculdade no cotidiano de inúmeras instituições não-governamentais, a começar, pela Asso-

ciação do Bairro Pedro, onde alunos de Pedagogia e Psicologia dão assistência à creche Esperança do Amanhã, que atende mais de cem crianças, ou ao MP3, onde alunos dos

m

lic

k

Teresina, Domingo, 12 de fevereiro 2012

o

.d o

w

w

w

Informe Publicitário

w

w

C

lic

k

to

bu

y

Página 2

C

N O

W

!

PD

!

PD

diversos cursos contribuem diretamente com a comunidade. Saiba mais sobre a Faculdade Santo Agostinho: www.fsanet. com.br. Agende uma visita à instituição: 3215-8721.

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O

N O

W

!

PD

!

PD

c u -tr a c k

y

bu

to

k

lic

Continuação da Capa

.d o

o

.c

m

C

m

w

w

c u -tr a c k

.c

Falta de capacitação é o principal entrave para quem quer emprego O Sine-PI revela que uma das grandes dificuldades é encontrar empregadas domésticas capacitadas para assumir os empregos que aparecem Viviane Menegazzo Repórter Segundo o diretor do Sine-PI, Ubirani Rocha, a demanda no Piauí por estes profissionais é crescente, existe uma procura constante de empresas em busca de contratação, e normalmente, os profissionais que buscam o Sine e

têm a qualificação necessária, encontram colocação facilmente. “Com relação à construção civil não temos a menor dificuldade em encontrar profissionais. Recentemente, fizemos uma seleção para 150 vagas para uma empresa em Recife, em Pernambuco, e encaminhamos

todos daqui. Na verdade, detectamos é que existem muitos profissionais da construção civil desempregados”, ressalta. Com relação às empregadas domésticas, o diretor do Sine acredita que o grande problema seja a falta de qualificação, por isso a entidade fez uma parceria com o Sindicato

das Domésticas do Piauí com o intuito de capacitar e encaminhar candidatas para emprego. O diretor do Sine também afirma não faltar profissionais na área de alimentação para a função de garçon. “O grande problema não é a falta de profissionais, e sim a falta de capacitação, por isso temos investindo com

o intuito de reduzir essa dificuldade”, explica. Para tentar reverter essa situação o Programa Bolsa Família está implantando o programa Retorno Garantido, onde o trabalhador que conseguir emprego e tiver sua carteira assinada pode pedir a baixa do programa com a garantia de que caso venha a ter uma redução

da sua renda será incluído novamente no programa. “Através desse projeto pretendemos reduzir essa tentativa dos beneficiários de trabalhar sem a carteira assinada para manter o benefício. Assim concedemos benefício a quem precisa e o trabalhador também tem a garantia da carteira assinada”,explica.

Dificuldade de encontrar garçom Um dos setores que vem sentindo a dificuldade de contratação de pessoal é o de bares e restaurantes, em especial para a função de garçom. Muitos preferem trabalhar na informalidade para além dos salário receber também os benefícios sociais do Governo Federal. Paulo Vilarinho é proprietário de um bar na zona leste de Teresina. Sua principal dificuldade no momento tem sido encontrar garçons que possam trabalhar. Segundo ele, o problema já vem acontecendo a algum tempo. “É muito complicado contratar alguém hoje. Eu sou uma pessoa que gosto de fazer tudo certinho, ainda mais porque a fiscalização é intensa aqui nesta região. Mas não tenho conseguido achar uma pessoa que queira trabalhar de garçom com carteira assinada”, explica. Atualmente, o proprietário do estabelecimento está apenas com um funcionário e ele mesmo tem ajudado a servir as mesas. Ele conta que até consegue

Jailson Soares / O DIA

w

.d o

o

C

lic

k

to

bu

y

Domingo Página 3

Teresina, Domingo, 12 de fevereiro de 2012

w

w

w

O empresário Paulo Vilarinho conta que tem sido difícil encontrar um bom garçon que queira trabalhar com a carteira assinada pessoas que queiram trabalhar, mas que não querem carteira assinada. “A maioria alega que não

quer perder os benefícios do Bolsa Família. E eu não tenho como contratar sem carteira porque sei

os prejuízos que isso pode acarretar”, explica. Segundo Vilarinho, muitos profissionais que

Programa Bolsa Família O Programa Bolsa Família (PBF) é um programa de transferência de renda, da política social do governo Lula. Tem como objetivo pri-

mordial a diminuição da pobreza a curto e longo prazo. Para o recebimento deste benefício, algumas condições devem ser cumpridas

pelas famílias, como por exemplo: a manutenção da freqüência dos/as filhos/as na escola e atenção ao calendário de vacinas das crianças,

caso contrário a família é desligada do programa, conforme publicação do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

Roberto Oliveira, coordenador do Programa Bolsa Família no Piauí, explica o funcionamento do benefício

vêm do interior também se recusam a assinar carteira porque têm a pretensão de se aposentar como

trabalhadores rurais, e com a carteira assinada com outra atividade ficam impedidos.

Readaptação da rotina doméstica Outro profissional que está cada vez mais difícil de achar são as empregadas domésticas. Apesar da procura ser grande, a maioria por ser de baixa renda e em muitos casos, do interior, não querem a legalização da atividade. A funcionária pública Aldenir Viana explica que o risco de contratar um funcionário sem carteira assinada é muito grande, pois o risco de processo é praticamente certo. Ela conta que passou por uma situação bastante chata com um ex funcionário. Depois de trabalhar como caseiro por quase dois anos, e ser demitido por não querer assinar a carteira, ele colocou a patroa na justiça. Ela conta que desde o começo insistia para assinar a carteira mas ele sempre se recusava. “Eu insisiti desde o começo para assinar a carteira dele, mas ele alegava que se assinasse a mulher perderia o auxílio maternidade. Mas depois que ela teve

Documentação Muitas empregadas domésticas pedem aos patrões que não assinem a carteira para não perderem os benefícios sociais o bebê, ele continuou não querendo assinar a carteira, então tive que demiti-lo. Ainda bem que sempre paguei tudo certinho e tinha todos os recibos”, explica. Ela conta que atualmente está em busca de uma empregada para a sua residência, mas está tendo dificuldades para achar alguém que queira assinar a carteira. “Eu estou tendo que me readaptar, agora estou só com diarista e até para encontrar uma às vezes é complicado”, ressalta.

Empregados não querem carteira assinada

Perdendo direitos

Mais de 90% dos 107 mil trabalhadores domésticos do Amazonas não têm carteira assinada, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Desses,

O trabalhador que não tem carteira assinada tem penalizado vários direitos aos quais tem direito. Os profissionais sem carteira assinada não tem direito a nenhum direito trabalhista, como aposentadoria, férias, 13° salário, descanso semanal remune-

apenas 10 mil trabalham formalmente, o equivalente a 9,3% do total. A pesquisa aponta, também, que dos 107 mil trabalhadores domésticos, 100 mil são mulheres e o restante, 7 mil, são homens. Apesar de serem maioria,

os salários das domésticas são 4% inferiores aos dos homens, conforme revela o Pnad. O Pnad mostra, ainda, que o rendimento médio mensal dos trabalhadores domésticos, no Amazonas, está 21,07% abaixo do salário mínimo.

Entre o fatores que influenciam o grande número de trabalhadores domésticos sem carteira assinada estão a inclusão em programas sociais, como o Bolsa Família e o preconceito do próprio trabalhador.

rado, licença maternidade ou paternidade, dentre outros. Por outro lado, o empregador que concorda ou propõe o trabalho sem carteira assinada pode ter que pagar todos os direitos do trabalhador, quando determinação da Justiça.


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O bu

y k

to

Domingo

Teresina, Domingo 12 de Fevereiro 2012 .d o

m

w

o

m

o

.c

lic

k lic

c u -tr a c k

.c

Comportamento

Excessos no Carnaval podem custar caro aos foliões

O período já é conhecido por uma elevação no número de acidentes e grande consumo de álcool Fotos: Jailson Soares/ O DIA

C

w

c u -tr a c k

w

Página 4

.d o

w

w

w

C

to

bu

y

N O

W

!

PD

!

PD

Viviane Menegazzo Repórter Considerada a maior festa popular do Brasil, o carnaval é um período em que as pessoas procuram muita alegria e diversão. E é exatamente de tentar aproveitar ao máximo essa festa, que muitos acabam cometendo muitos excessos, que podem até provocar prejuízos a saúde e a vida. Foi pensando em evitar maiores riscos que a empresária Fernanda Soares optou este ano por pular o carnaval em um cruzeiro. Ela viaja no dia 17 para São Paulo e de lá embarca para quatro dias de festas e muita diversão passando pelo Rio de Janeiro, Búzios e Cabo Frio. Ela conta que namorou muito tempo e por conta disso, sempre optava por fazer passeios românticos ao invés de curtir o carnaval. “Há vários anos eu não pulo o carnaval. Acho que o mais perto disso, foi há três anos quando fui para o Festival de Guaramiranga, no Ceará”, ressalta. Agora que está solteira, resolveu optar por um carnaval animado, mas onde pudesse brincar com segurança. “Estava muito ansiosa por este carnaval e como gosto de aproveitar ao máximo, resolvi esco-

A empresária Fernanda decidiu passar o carnaval em um cruzeiro de navio, pois considera a opção segura, divertida e com preço acessível lher por uma opção onde O pacote da viagem já inclui teremos também a oporparar e conhecer pessoas onde eu vou poder curtir à pudesse me aproveitar festas, alimentação e bebida tunidade de descer nas vontade sem preocupação”, de todo lugar. Minha expecbastante sem correr riscos. dentro do navio. Além disso, afirma. cidades onde o navio irá tativa é de muita diversão,

Carnaval é sinônimo de aumento no número de imprudências e acidentes nas estradas Mas nem todo mundo se preocupa com a segurança quando chega o carnaval. Um dos excessos mais comuns neste período é o abuso do álcool. Além do risco de estragar o carnaval com uma tremenda ressaca, os foliões também ficam mais suscetíveis a tombos e quedas, podendo sofrer lesões que podem dificultar a continuação da folia. O problema fica ainda maior quando o folião alcoolizado resolve dirigir, aumentando também a possibilidade de acidentes graves, que podem provocar óbitos. Normalmente, durante o carnaval, o Hospital de Urgências de Teresina (HUT) registra um aumento de até 30% no atendimento do Hospital, em sua maioria casos de politraumatistmos. Pensando nisso, o hospital já faz um reforço em diversas áreas no atendimento de forma a suprir esse aumento na demanda. “Fazemos uma programação interna direcionada a atender essa demanda, com direcionamento para algumas áreas como ortopedia, atendimento e cirurgia”, explica Justivan Sérgio Leal, Diretor técnico do HUT. Ele ressalta que a entrada de pacientes no Hospital não se restringe a jovens. O aumento é registrado em todas as faixas etárias, já que os acidentes não penalizam somente os condutores. O médico faz um alerta para que a população tome um cuidado maior neste período, ainda mais quando for dirigir. “A maioria de acidentados que dão entrada são pessoas que ingeriram álcool e resolveram dirigir. Então fica a recomendação para que as pessoas tomem mais cuidado e evitem dirigir se tiverem ingerido bebidas alcoólicas. O resul-

Excesso de velocidade, cansaço e consumo de bebidas alcoólicas são os principais responsáveis por acidentes graves nas estradas e até mesmo dentro das cidades tado dessa irresponsabilidade pode ser uma lesão permanente ou a mortre”, afirma o médico. Segundo pesquisas da Polícia Rodoviária Federal do Piauí já é comprovado que o número de acidentes sofre uma elevação durante este período. Normalmente, o aumento é conseqüência do maior

número de veículos nas estradas, mas em muitas vezes também por irresponsabilidade dos condutores com imprudências. Em 2011, a PRF registrou entre os dias 04 e 09 de março, 47 acidentes nas estradas piauienses, com um total de 23 feridos e quatro mortos. Este ano, a Operação Carnaval, da

PRF, acontecerá a partir do dia 17 de fevereiro e segue até o dia 22, com um aumento substancial do policiamento nas rodovias estaduais. “Rotineiramente, trabalhamos com 160 policias operacionais em sistema de escala. Para o carnaval, aumentaremos este contingente em 40, totalizando 200 agentes na

operação”, explica Inspetor Rameiro, da PRF-PI. Além do aumento no número de homens, a PRF também estará com cerca de 40 viaturas monitorando as estradas, entre elas duas de resgate e uma com radar estático para controle e fiscalização da velocidade. A fiscalização será mais intensa nas rodovias mais

movimentadas. “A BR-343, que leva ao litoral deve ser a que reúne maior circulação de veículos, por isso exige uma atenção maior de monitoramento. Também estaremos reforçando a BR-316 e as regiões de Água Branca, Amarante, São Pedro, Angical e Floriano, onde a movimentação deve ser grande”, explica.


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O y bu to

k

Página 5 w .d o

c u -tr a c k

Colisões frontais causam maior número de mortes Uma pesquisa da Polícia Rodoviária Federal a nível nacional aponta que as colisões frontais são os acidentes que mais provocam mortes. Em 2011, no Piauí, a PRF registrou 109 acidentes deste tipo, sendo que 60 resultaram em morte dos ocupantes dos veículos. Pensando nisso, a PRF-PI reforça aos condutores os cuidados que devem ser tomados nas estradas, em especial na hora das ultrapassagens. “Há uma preocupação da PRF neste sentido, então estamos fazendo um alerta para os condutores para reforcem os cuidados na hora de realizar uma ultrapassagem, com uma sinalização correta, sem ultrapassar o limite de velocidade e não esquecer a utilização do cinto de segurança para os passageiros tanto da frente como dos bancos traseiros” explica Inspetor Rameiro. Ele lembra que atualmente os usuários de veículos já vem adotando o cinto de segurança nos

bancos da frente, cerca de 90% já fazem uso do acessório. Apesar disso, as estatísticas comprovam que apenas 10% usam o cinto no banco de trás. “O cinto precisa ser usado no banco da frente e no banco de trás. Muitas vezes, por não utilizar o acessório, o passageiro do banco de trás sofre um dano maior que o passageiro da frente ou acaba agravando os danos ao passageiro da frente por ser projetado contra os bancos da frente”, explica o Inspetor. Atenção – Nova metodologia na fiscalização de radar nas estradas Além de reforçar o alerta, a PRF pretende adotar algumas medidas extras neste carnaval. Uma medida que já está confirmada é a adoção de uma nova metodologia com a fiscalização por radar. A partir de agora, não existirá mais o aviso, através de placas, da área que será fiscalizada por radar e do limite de velocidade. A ideia é que a

Inspetor Rameiro, da Polícia Rodoviária Federal, destaca a importância de dirigir com prudência fiscalização seja adotada em vários trechos da estrada sem aviso ao condutor. “Percebemos que quando havia a sinalização alertando do radar, os condutores reduziam a veloci-

dade naquele trecho. O problema é que nos demais trechos onde não havia a sinalização, costumeiramente, os condutores aumentavam a velocidade. Agora, a fiscalização com

radar estático pode acontecer em qualquer trecho sem aviso ao condutor”, ressalta Inspetor Rameiro, da PRF-PI. Com esta nova medida, nos locais onde não há o

aviso de velocidade permitida, fica estipulado o máximo de 110km para automóveis, motos e caminhonetes, 90km para ônibus e microônibus e 80km para caminhões. As multas para quem for pego ultrapassando essa velocidade, podem variar de R$ 85,00 mais quatro pontos na carteira, podendo chegar até R$ 574,00 e mais sete pontos na carteira, dependendo do limite de velocidade ultrapassado. Outra medida que ainda está em discussão é a restrição do horário de circulação de veículos tipo carreta, com comprimento acima de 19,80 metros. Segundo Inspetor Rameiro, a possibilidade de limitação do horário e circulação destes veículos pode acontecer porque eles dificultam as ultrapassagem e atrasam o trânsito, o que acaba por deixar os condutores de veículos mais leves e pacientes e, consequentemente, acabam por ocasionar colisões.

Cuidados com alimentação e ingestão de álcool Para quem vai dirigir, a dica é não ingerir álcool. Apesar disso, mesmo quem não vai dirigir ou pilotar, deve-se ter um cuidado com a ingestão excessiva de álcool. O médico sugere ainda alguns cuidados básicos durante o período carnavalesco, como a ingestão de bastante líquido, de forma a evitar desidratação, evitar o uso de roupas pesadas, priorizar tecidos leves, tomar cuidado com a exposição exagera ao sol para que não haja insolação e desidratação. O médico também recomenda cuidados com a ingestão de alimentos e álcool. “É preciso ter bastante cuidado com os lanches na rua para evitar uma intoxicação alimentar e também uma atenção ao consumo de álcool. Cada pessoa sabe o seu limite, então é muito importante tomar cuidado para exagerar”, ressalta. Cerveja está entre as bebidas mais consumidas no carnaval A cerveja é uma das opções de bebida alcoólica mais consumidas durante o carnaval. Uma prova disso é que existe uma expectativa de que o consumo em 2012 supere a procura em relação ao mesmo período do ano passado. O carnaval deve alavancar as vendas da bebida em 30% neste ano. Nos últimos dois anos, o maior volume de vendas de cerveja ocorreu na semana imediatamente anterior à festa. Essa também é a época em que os supermercados redobram a atenção para atender os pontos de venda.

A venda de cerveja aumenta consideravelmente neste período. O grande risco é as pessoas saírem de casa para beber e depois voltarem dirigindo De acordo com o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), a cerveja é o produto com maior incidência de impostos no Carnaval. Do valor total da bebida, cerca de

54,8% referem-se a tributos. Refrigerante, com 45,8%, e água mineral, com 43,9%, vêm logo atrás. A cada 1 grau a mais na temperatura, o consumo de cerveja no Brasil

cresce 0,28%, segundo o Sindicato Nacional da Indústria da Cerveja (Sindicerv). O consumo de água mineral no país também avançou 15%. Os meses mais quentes –

dezembro, janeiro e fevereiro – respondem, tradicionalmente, por 40% do consumo anual desse produto. Os especialistas recomendam ingerir dois litros por dia.

Revisão é essencial para evitar acidentes Uma dica para quem vai se deslocar de carro para outras cidades é realizar uma revisão antecipada dos veículos. O Inspetor Rameiro, da PRF-PI alerta para um cuidado especial com pneus e suspensão. “Um veículo que não está em boas condições de usos compromete a segurança dos condutores, em especial se houver chuva, o que é o caso do Piauí”, explica. Segundo o Inspetor como a previsão é de bastante chuva durante os quatro dias de folia, é importante que o condutor fique alerta a outros itens na hora da revisão também. “A iluminação e os piscas devem estar funcionando corretamente. A sinalização correta é um dos itens que mais influencia na hora de uma ultrapassagem então é preciso ter um cuidado com esses itens antes de viajar”, ressalta. Outra dica do Inspetor

para este carnaval é que os condutores façam a checagem dos limpadores de parabrisa antes viajar. Como é um item pouco utilizado, pode estar ressecado na hora da viagem e como a previsão é de chuvas ele com certeza será acionado neste período. Como a previsão é de muita chuva para este carnaval, o Inspetor Rameiro, da PRF-PI da algumas dicas aos condutores que encontrarem mal tempo durante a viagem. - Acionar limpadores de para-brisa e faróis, sendo noite ou dia. A chuva reduz a visibilidade do condutor, os limpadores melhoram a visibilidade e os faróis ajudam o outro veículo a ficar mais atento da aproximação e na hora da ultrapassagem; - Assim que iniciar a chuva, o condutor deve

Quem vai viajar no feriado de Carnaval não pode deixar de levar o carro à oficina para fazer a revisão completa antes de pegar a estrada reduzir gradativamente a velocidade. Assim como a alta velocidade pode ocasionar um acidente, uma frenagem brusca também pode ocasionar uma colisão;

- Cuidado redobrado com a aproximação de veículos e na hora das ultrapassagens. Se não tiver uma boa visão dos demais veículos, escolher por esperar mais.

- Caso a chuva esteja muito forte, e o condutor não tenha uma boa visibilidade a recomendação é parar o veículo em algum ponto fora da estrada,

como posto ou restaurante. Se for obrigado a para no acostamento, não esquecer de ligar o pisca-alerta, para avisar os demais condutores da sua presença.

m o

m

o

.c

lic

bu to k lic C

w

c u -tr a c k

w

Domingo

Teresina, Domingo 12 de Fevereiro 2012

.d o

w

w

w

C

y

N O

W

!

PD

!

PD

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O y bu to k .d o

m

w

o

m

o

c u -tr a

w

w

Teresina, . c Domingo, 12 de fevereiro de 2012 ck

lic

y

bu

to

k lic C

w

.d o

w

Domingo

Página 6

w

C

N O

W

!

PD

!

PD

c u -tr a c k

Editor: Thiago Bastos // Fale com o editor: 86 2106.9924 // emal: jornalodia@jornalodia.com.br

A Gente Transforma

Projeto liderado por Marcelo Rosenbaum movimenta sertão Com a ação, Várzea Queimada ganhará Centro Comunitário e apresentará uma coleção de peças artesanais em Milão O povoado de Várzea Queimada, no município de Jaicós, Piauí, abriga neste início de fevereiro 42 pessoas de oito estados brasileiros e dois países no projeto A Gente Transforma (AGT), liderado pelo designer Marcelo Rosenbaum. Fazendo jus ao nome, o AGT vem movimentado a vida dos 800 moradores do povoado que têm concentrado tempo, esforço e alegria na construção do Centro Comunitário e na elaboração de uma coleção com peças artesanais produzidas com palha de carnaúba e pneus reciclados. O designer e coordenador do AGT justifica a escolha de Várzea Queimada para a realização da segunda edição do projeto. “Esta localidade foi escolhida, principalmente, pela potencialidade de sua matéria-prima e dos artesãos que já vivem de forma sustentável, respeitando a natureza e produzindo peças belíssimas”, explica Marcelo Rosenbaum. A construção do Centro Comunitário utiliza o método da permacultura, prática ambientalmente sustentável que aproveita os recursos naturais da localidade. No caso de Jaicós, o sol, o vento e a água serão aproveitados para proporcionar conforto térmico, iluminação e ajudar na irrigação.“Essa técnica não ficará restrita ao Centro Comunitário, a comunidade está ajudando

Euclides Alves http://www.portalodia.com/ municipios/guadalupe A Prefeitura Municipal de Guadalupe realizará amanhã a licitação que determinará quais atrações e estrutura terá para o Carnaval 2012. O tema da festa este ano é Carnaval da Alegria. A licitação será na modalidade menor preço e o valor máximo estipulado é de R$ 131.000 a ser pago com recursos do FPM. Pelo fato da licitação ser realizada em cima da hora, o valor total terá que ser pago todo de uma vez e o espaço para divulgação não será pequeno e insuficiente para aquecer o comércio principalmente bares, restaurantes, hotéis e similares. Mesmo sendo decidido em cima da hora, a população está se preparando para o período da folia.

O AGT movimenta a vida de quase mil moradores do povoado que tem concentrado tempo, esforço e alegria na construção de obra a construir isso e podem aplicar esses princípios em suas casas e assim potencializar os recursos naturais disponíveis”, disse Marcelo. A experiência tem enriquecido não apenas a população do povoado. 17 estudantes de todo o Brasil aprendem na prática técnicas para o desenvolvimento sustentável. Para a piauiense, Letícia Lopes,

Reabilitação

Picos: Ceir Móvel estará na cidade no final de fevereiro Moradores da região de Picos serão beneficiados com os serviços do Ceir Móvel entre os dias 27 de fevereiro e 1º de março. O projeto, que descentraliza os serviços oferecidos pela Oficina Ortopédica do Centro Integrado de Reabilitação (Ceir), também prestará os serviços às pessoas com deficiência física, a municípios circunvizinhos a Picos, como Alegrete do Piauí, Dom Expedido Lopes, Santa Cruz do Piauí, Bocaina e Sussuapara. As pessoas com deficiência física ou motora, da região, que precisam de cadeiras de rodas, órteses, próteses, calçados para pé diabéticos, cadeira de banho, bengalas, andadores, coletes e calçados ortopédicos devem procurar um médico do SUS e solicitar a prescrição médica. Depois é só juntar uma cópia do CPF, RG, Cartão

GUADALUPE

do SUS (Cartão Nacional de Saúde), comprovante de residência com CEP, informar pelo menos um número de telefone para contato e entregar tudo na Secretaria da Saúde da cidade onde mora. A equipe, composta por profissionais do Centro Integrado de Reabilitação, irá retirar medidas para a fabricação de produtos ortopédicos e moldes para confecção de próteses e órteses. Os interessados também poderão requisitar produtos como calçados para pé diabéticos, cadeira de banho, bengalas, andadores coletes e calçados ortopédicos, tudo sob medida para cada paciente. A coordenadora do projeto, Raquel Brito, explica que é grande a expectativa para os atendimentos na região de Picos. “Os atendimentos do Ceir Móvel seguem o roteiro das cidades que fazem parte da rede estadual de Reabilitação.

estudante de arquitetura, a experiência está sendo algo enriquecedor. “Estou ajudando a construir isso e crescendo muito como profissional e pessoalmente. Através desse projeto estou conhecendo meu Piauí e sendo uma agente transformadora dessa comunidade”, declara a estudante. Enquanto uma parte dos moradores e os arqui-

tetos erguem o Centro Comunitário, as artesãs e artesãos aperfeiçoam suas habilidades com a palha da carnaúba e a borracha oriunda de pneus velhos na criação de novas peças a serem expostas na Itália no mês de março. “Antes, nossa borracha só se transformava em chinelos, agora estamos fazendo artigos de decoração que relembram nossa terra, como o

caju e a carnaúba”, revela José Reis, que recicla pneus desde 1988. Homens reciclam pneus e as mulheres trançam a palha, transformando-a em cestas, chapéus e esteiras. “Estamos correndo muito para concluir nosso material para a Feira na Itália. É prazeroso trabalhar em comunidade e estamos todas empolgadas”, revela a artesã Albina dos Santos.

Biocombustível

Petrobras entrega sementes para agricultores familiares A Petrobras Biocombustível já distribuiu este ano, para 600 agricultores familiares das regiões de Picos e São Raimundo Nonato, duas toneladas de semente de mamona. A ação faz de programa desenvolvido pela empresa em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário e Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Piauí (Emater), que presta assistência técnica. Segundo Romualdo Militão, diretor geral do Emater, as sementes de mamona já estão nas mãos dos agricultores. Houve um estudo técnico sobre o período chuvoso no Piauí. “A Emater já enviou a semente, pois o agricultor sabe o período certo de plantar”, diz. Romualdo diz que a proposta é aumentar o

número de agricultores beneficiados. “Estamos partindo para alcançarmos 1.200 trabalhadores rurais, abrangendo as regiões de Fronteiras e ampliando o número de beneficiados em Picos”, diz. A Petrobras Biocombustível afirma que o tra-

balho desenvolvido com a agricultura familiar no Estado do Piauí terá continuidade nesta safra. Além de disponibilizar sementes, a empresa presta assistência técnica agrícola, firma contratos com prazo de cinco anos e assegura a compra da produção.

Picos confirma atrações das quatro noites de carnaval

Projeto descentraliza serviços oferecidos pela Oficina Ortopédica e atende diversos municípios do Estado

Ariclene Cunha http://www.portalodia.com/ municipios/joca-marques

A deputada federal Iracema Portella (PP) informou que destinou verbas para a infraestrutura tanto do Município de Luzilândia como para o Município de Joca Marques, governados pelos prefeitos Alberto Carvalho e Edilberto Marques, respectivamente. “No primeiro ano do meu mandato destinei verbas para Luzilândia para construção e reestruturação de novas estradas e melhoria na infraestrutura turística do município. Já para Joca Marques, foram destinadas verbas para construção de duas praças”, informou a deputada federal.

Picos e São Raimundo Nonato são contemplados com duas toneladas de mamona, que já estão nas mãos dos agricultores

Programação

O carnaval 2012 de Picos que acontecerá nos dias 18, 19, 20 e 21 de fevereiro já está com todas as atrações confirmadas. A festa contará com uma ampla estrutura de segurança , palcos, som e iluminação profissional. A novidade deste ano fica por conta do local onde

JOCA MARQUES

acontecerá a festa momesca. O carnaval voltará a ser realizado na Praça Félix Pacheco, na Avenida Getúlio Vargas. As bandas que farão a folia do picoense e turistas durante as quatro noites de carnaval são: No sábado, 18, Orquestra de Frevo, banda Balada Boa e Banda Forró da Pegação elétrico.

No domingo, 19, Orquestra de Frevo e bandas Estilo Novo e Badalada. Já na segunda-feira, 20, animam Orquestra de Frevo, banda Nova Era e banda Voa-Voa. Quem fecha a programação, na terça-feira, 21, é Orquestra de Frevo, Cristiano Estilo Dance e Carla Cristina.

JOSÉ DE FREITAS

Fabiano Luz http://www.portalodia.com/ municipios/jose-de-freitas Após diversas reivindicações da população de José de Freitas, as avenidas Paulino Pacífico e Petrônio Portela, que correspondem ao trecho urbano da PI-113, que corta José de Freitas, tidas como umas das mais perigosas para se trafegar, receberam redutores de velocidade, do tipo tartaruga tachão. Os tachões refletivos, dos dois lados, foram adquiridos pelo município e colocados em locais considerados de maior incidência de acidentes.

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O y bu to

k

.d o

c u -tr a c k

Editor: Marcelo Costa // Fale com o editor: 86 2106.9924 // emal: jornalodia@jornalodia.com.br

Lançamento

A picape Nissan Frontier 2013 chega mais forte e também mais cara Na aparência, de maneira geral, não houve mudança, apenas no motor A Nissan apresentou ontem (10) o modelo 2013 da picape Frontier apostando em força e conteúdo. Explica-se: além de um novo pacote de equipamentos, que contempla a versão básica XE com freios ABS (antes, não era nem opcional para essa versão) e airbags de série, a picape também ganhou uma dose de ânimo extra ao (já forte) motor 2.5 turbodiesel. É o consumidor que vai pagar por isso, já que os preços subiram em média R$ 6 mil. A gama mantém as versões presentes na linha anterior. A Frontier nada mudou na aparência: de maneira geral, a picape não perdeu seu aspecto robusto. Enquanto as versões XE e LE tem visual casual, as Frontier com o sobrenome Attack

baseiam seu aspecto na agressividade pura, com o uso de estribos e outros itens visuais. RAÇUDA A principal novidade do modelo 2012 está mesmo debaixo do capô. O propulsor 2.5 turbodiesel ganhou uma considerável fôlego extra. Os dois mapeamentos continuam, com as versões 4x2 recebendo o motor com uma calibragem mais mansa: antes, o propulsor dessas unidades rendia 144 cavalos de potência e 36,3 kgfm de torque. Agora, esse números são de 163 cv a 3.600 rpm de potência e 41,1 kgfm de torque aos 2.000 rpm. Já as versões com tração 4x4 da picape (com três modos, 4x2, 4x4 e 4x4 reduzida, selecionáveis por meio de um comando giratório) sal-

taram de 172 cv e 41,1 kgfm para 190 cv a 3.600 rpm e 45,8 kgfm a 2.000 rpm. O bom incremento em potência, sendo que o valor máximo aparece em rotação menor, e o acréscimo de torque deixaram o motor mais elástico e a picape, que já tinha boa disposição, mais esperta. Além da potência e torque a mais, o motor ficou mais econômico. A terceira geração do propulsor de sigla YDK ficou, segundo a Nissan, 10% mais econômico e emite 26% menos gases, embora a marca não tenha divulgado valores exatos de consumo. A unidade, na verdade, é a mesma utilizada pela Nissan no continente europeu e atende às normas de emissões Proconve L6 que entra em vigor no Brasil em 2013.

4x4

Turbinas

Subaru comemora 40 anos de fabricação de carros de passeio com tração integral

Carros elétricos podem ganhar autonomia de 900 km

A Subaru está completando quarenta anos de fabricação de carros de passeio com tração integral. O primeiro modelo do tipo lançado pela fabricante japonesa foi a perua Leone, de 1972. A capacidade dos veículos da Subaru com tração integral de andar em terrenos difíceis e, principal-

mente, na neve, tornou a marca conhecida e popular em regiões frias, como o norte dos Estados Unidos e Canadá. Estabilidade A concepção mecânica de seus carros, simples e robustos, também ajudou bastante: a marca usa

motores tipo “boxer”, ou planos, semelhantes aos refrigerados a ar feitos pela Volkswagen, porém com arrefecimento líquido e posicionamento na dianteira dos carros. Baixo centro de gravidade, tração nas quatro rodas e confiabilidade mecânica também tor-

naram os Subarus conhecidos entre pilotos de rali, modalidade do automobilismo que ajudou a consolidar a fama da marca. Os carros com tração integral representam quase 60 por cento das vendas totais da Subaru, com cerca de 11,8 milhões de unidades comercializadas.

Nova geração

As turbinas em carros elétricos não devem ficar restritas ao conceito C-X75, apresentado pela Jaguar no Salão de Paris de 2010. A fabricante britânica Bladon Jets inaugurou um centro de pesquisa e desenvolvimento para mini turbinas, que funcionarão como extensores de autonomia para os veículos elétricos. Com esta tecnologia, o Jaguar C-X75 anunciava uma autonomia de nada menos que 900 km. Não por acaso, o principal acionista da Bladon Jets é o empresário indiano Rajan Tata, presidente do grupo que leva seu sobrenome e que detém o controle da Jaguar Land Rover. Os motores a jato são conhe-

cidos principalmente por impulsionar aviões, mas não são utilizados na indústria automobilística para motorizar veículos por causa da lentidão para entrarem em funcionamento. A pesquisa da Bladon Jets, no entanto, vai focar em como as turbinas, em dimensões mais compactas, podem ser desenvolvidas e adaptadas para fornecer energia elétrica às baterias, aumentando a autonomia ou, no caso dos híbridos, reduzindo o consumo de combustível. A principal vantagem é a característica de funcionamento constante das turbinas, que podem garantir energia extra ao automóvel e acabar com o grande imbróglio da autonomia nos elétricos atuais.

Jundiaí

AIveco tem primeira concessionária sustentável

Novo Mercedes CLS 350 chega ao Brasil por R$ 320 mil O Mercedes-Benz CLS 350 já está à venda nas concessionárias da marca. A nova geração do cupê de quatro portas está disponível a partir de R$ 320 mil, enquanto a versão “bombada” CLS 63 AMG, que estreou em janeiro, parte de R$ 490

mil. Quem tira o CLS 350 da inércia é o motor 3.5 V6 de 306 cv e 37,7 kgfm. De acordo com a fabricante, potência e torque foram otimizados nesta nova geração. A transmissão é automática de sete marchas. Este conjunto leva

o cupê de 0 a 100 km/h em 6,1 segundos e a velocidade máxima de 250 km/h - limitada eletronicamente. Na lista de equipamentos do Mercedes CLS 350 estão os óbvios arcondicionado digital de três zonas, sistema de

som Harman-Kardon, faróis com LED e o interessante sistema PreSafe, que detecta um possível acidente e ajusta os cintos de segurança, os bancos e os encostos de cabeça, para segurar os passageiros nos bancos e evitar o efeito “chicote”.

A concessionária da Iveco de Jundiaí, São Paulo, está dando o que falar. A Mercalf já foi assunto de discussões até na sede da fabricante de caminhões, na Itália. O motivo é que a loja é a primeira concessionária de caminhões do Brasil a ser ecologicamente sustentável desde a concepção do projeto arquitetônico. Os idealizadores da obra, gerentes do Grupo Mercalf, foram além das diretrizes básicas dadas às concessionárias da Iveco para sua construção. A Iveco pensa inclusive em incorporar em suas exigências algumas inovações usadas na Mercalf de Jundiaí. A obra, orçada em R$ 12 milhões, incluiu a colocação de painéis solares para o fornecimento de energia e aquecimento da água, além de sistemas de aproveitamento da água da chuva para a lavagem dos caminhões. A iniciativa, além de ter resultado numa conces-

sionária esteticamente mais agradável, vai de encontro à necessidade de reduzir o consumo de energia através de alternativas sustentáveis. “O investimento foi cerca de 10% maior que o de uma concessionária convencional, mas o retorno desse gasto extra deverá vir em cerca de cinco anos, com a redução dos gastos no dia-a-dia do funcionamento da loja”, afirma Hélio Cangueiro, presidente da Mercalf. Entre os destaques da construção estão uma parede e um telhado com plantas, que ajudam a reduzir a temperatura do showroom em até 6°C e torna desnecessário o uso do ar condicionado. Praticamente toda a estrutura é pintada de branco, que reflete a luminosidade e em conjunto com as grandes janelas, também diminui o uso de lâmpadas.

m o

m

o

Página 7 w lic

bu to k lic C

w

.c

Veículos

c u -tr a c k

w

Domingo

Teresina, Domingo, 12 de fevereiro de 2012

.d o

w

w

w

C

y

N O

W

!

PD

!

PD

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O y bu to w

.c

Fotos: Tibério Hélio Textos: André Mendes

SUCESSO! A 6ª edição da Feijoada Mariano foi marcada com muita alegria e descontração, abrindo alas para o carnaval, um ritmo dançante tomou conta de todos os presentes e fez desta edição uma das melhores. A feijoada era uma verdadeira delícia, com um sabor único e o toque com todo amor de Noêmia Oliveira, inspirados na beleza do festival de Parintins, Haydée Ferreira juntamente com a Floricultura Li e a Dream’s eventos, tornaram o espaço mais feliz e aconchegante. Uma data marcante que virou tradição em Teresina, impulsionando nomes de grande representatividade local a comparecerem em todas as edições. Parabéns, a todos os que valorizam e constroem este grande evento, onde o mais importante é que o sentimento de felicidade e a alegria do carnaval possam estar presentes o ano inteiro, tornando a vida muito mais feliz.

.d o

o

m

c u -tr a c k

m

lic

k

Teresina, Domingo, 12 de Fevereiro 2012

o

.d o

w

w

w

Em DIA

w

w

C

lic

k

to

bu

y

Página 8

C

N O

W

!

PD

!

PD

c u -tr a c k

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O y bu to k lic

c u -tr a c k

.d o

o

.c

m

C

m

w

o

.d o

w

w

w

w

w

C

lic

k

to

bu

y

N O

W

!

PD

!

PD

c u -tr a c k

Teresina, Domingo 12 de Fevereiro 2012

Editor: Marcos Vilarinho // Fale conosco: 86 2106.9924 // email: jornalodia@jornalodia.com.br

No mundo da fantasia O short e a camiseta perderam o status de traje ideal para o carnaval, pelo menos em Teresina: a impressionante procura por fantasias fez surgir na cidade lojas especializadas que comemoram a venda ou aluguel dessas indumentĂĄrias - que transformam qualquer um em prĂ­ncipes, piratas, rainhas ou em super-herĂłis, num piscar de olhos. PAG. 4 e 5

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O y bu

c u -tr a

C

Teresina, Domingo, 12 de Fevereiro 2012 w .d o

c u -tr a c k

Echos da Chapada Cineas Santos

Vade Retro! Riobaldo Tatarana atravessa as 300 páginas de Grande Sertão: Veredas tentando encontrar a resposta para a pergunta que o atormenta: o diabo existe? Eu, que nem sou versado em assuntos diabólicos, posso assegurar-lhes que existe e bem mais antigo que a humanidade. Segundo o teólogo Epaminondas Zanzai, Deus o teria criado como seu oposto, um jeito sutil de realçar o próprio brilho. Faz sentido: o que seria da luz sem o negrume das trevas? Com a autoridade de quem já realizou 70 mil sessões de exorcismo, o exorcista-chefe do Vaticano, Padre Gabriele Amorth, afirma: “ O diabo existe; não é uma entidade subjetiva ou simbólica e precisa ser combatido”. Consta que, em 2009, o próprio Bento XVI, na Praça São Pedro, teria expulsado demônios do corpo de dois fiéis. Verdade? Pelo sim e pelo não, convém ficar atento: o demo se veste dos mais diversos disfarces. Dizem até que veste Prada. O Certo é que, em todos os Evangelhos, a figura do demônio está sempre presente, ora tentando Jesus, ora atormentando os endemoniados. Não por acaso, o milagre mais recorrente na trajetória de Cristo é justamente a expulsão de demônios dos corpos das pessoas que a ele acorriam. Veja esta passagem no Evangelho de Mateus: “E, tendo chegado à outra banda, à província

dos gergesenos, saíram-lhe ao encontro dois endemoninhados, vindos dos sepulcros; tão ferozes eram que ninguém podia passar por aquele caminho. E eis que cla-

maram, dizendo: ‘Que temos nós contigo, Jesus, Filho de Deus? Vieste aqui atormentar-nos, antes do tempo?’ E andava pastando, distante deles, uma manada de muitos porcos. E os demônios rogaram-lhe, dizendo: ‘Se nos expulsas, permite-nos que entremos naquela manada de porcos’. E ele lhes disse: Ide. E, saindo eles, se introduziram na manada; e eis que toda aquela manada de porcos se precipitou no mar, por um despenhadeiro, e morreram nas águas”. Mateus 8.28-32. Segundo alguns estudiosos, teria nascido ali a expressão espírito de porco. Antes que meus três leitores me acusem de estar me metendo em assuntos que não domino, faço questão de esclarecer que o objeto dessa arenga é, na verdade, dar conta de um lançamento que pode mudar, de uma vez por todas, a história da humanidade. Circula na internet anúncio de um spray, inventado pelo pastor Silas Malafaia, cuja função é justamente expulsar o demônio dos corpos dos fiéis. Além de não ter cheiro desagradável, não deixar manchas nem causar irritação na pele, o produto custa apenas 100 reais e pode expulsar demônios de, pelo menos, vinte corpos. Cada expulsão sairia pela bagatela de cinco reais, bem mais barato que uma pedra de crack, “o demônio dos nossos dias”. Não por acaso, o produto está sendo lançado na véspera do carnaval. Como se sabe, nessa festa pagã, o diabo costuma andar solto. Se o spray efetivamente funciona, só perguntando a Deus, ou melhor, ao diabo.

Entreletras Marco Vilarinho

Lygia Bojunga, a musa da criançada Lygia Bojunga Nunes nasceu em Pelotas, no Rio Grande Sul, em 1932. Consagrada autora de literatura infantil e juvenil, Lygia passou sua primeira infância em uma fazenda. Aos 8 anos muda-se com a família para o Rio de Janeiro e, em 1951, torna-se atriz da Companhia de Teatro Os Artistas Unidos, viajando pelo interior do Brasil. Atua nesse momento, também, como atriz de rádio. Ao abandonar os palcos e as atividades que exercia, começa a escrever para o rádio e para a televisão. Em busca de uma vida mais integrada à natureza, refugia-se no interior do estado do Rio de Janeiro. Funda, acompanhada de seu segundo marido, o inglês Peter, uma escola rural para crianças carentes, a Toca, que dirige por cinco anos. Faz sua estreia literária em 1972, com o livro Os Colegas e, já em 1973, recebe o prêmio Jabuti - uma das maiores honrarias da literatura nacional. Em 1982, torna-se a primeira autora, fora do eixo Estados Unidos-Europa, a receber o Prêmio Hans Christian Andersen, uma das mais relevantes premiações concedidas aos gêneros infantil e juvenil - graças ao grande sucesso obtido entre as crianças de vários países na Europa. Nesse mesmo ano muda-se para Inglaterra, alternando entre esse país e Brasil. Em 1988, volta

Garatujas Jota A

ao teatro, escrevendo e atuando em palcos no país e no exterior. Trabalha com edição e produção de livros, feitos de forma artesanal. Em 1996, publica Feito à Mão, uma realização alternativa à produção industrial, como indica o título, composta manualmente, com papel reciclado e fotocopiado. Em 2002, publica Retratos de Carolina, o primeiro livro da sua própria editora, a Casa Lygia Bojunga. Pelo conjunto de sua obra, em 2004, ganha o Astrid Lindgren Memorial Award, prêmio criado pelo governo da Suécia, jamais antes outorgado a um autor de literatura infantil e juvenil. Com esse incentivo, cria nesse mesmo ano a Fundação Cultural Lygia Bojunga com o intuito de desenvolver ações que aproximem o livro da população brasileira. Obras da autora: Os colegas (1972), Angélica (1975), A bolsa amarela (1976), A casa da madrinha (1978), Corda bamba (1979), O sofá estampado

(1980), Tchau (1984), O meu amigo pintor (1987), Nós três (1987), Livro, um encontro (1988), Fazendo Ana Paz (1991), Paisagem

(1992), 6 vezes Lucas (1995), O abraço (1995), Feito à mão (1996), A cama (1999), O Rio e eu (1999), Retratos de Carolina (2002), Aula de inglês (2006), Sapato de salto (2006), Dos vinte 1 (2007) e Querida (2009).

m

lic

k

to

Metrópole

o

o

m

Página 2 .c ck

.d o

w

w

w

w

w

C

lic

k

to

bu

y

N O

W

!

PD

!

PD

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

c u -tr a c k

W N O y bu to k lic .d o

m o

.c

Página 3

C

m

w

o

.d o

w

w

w

w

w

C

lic

k

to

bu

y

N O

W

!

Papo de Cozinha

PD

!

PD

c u -tr a c k

Metrópole

Teresina, Domingo, 12 de Fevereiro 2012

Por Natacha Maranhão

Formigando Doce é uma tentação na vida da maioria das pessoas. Para muitos, viver sem doce seria um martírio, um sofrimento sem fim. E convenhamos, um docinho é bom mesmo. Depois de uma refeição bacana, nada melhor que uma sobremesa linda e saborosa para fechar com chave de ouro. Acordar da soneca da tarde (privilégio de poucos) e comer um doce gelado é um verdadeiro presente, concorda? Aqui no Nordeste temos a felicidade de ter frutas deliciosas e que rendem cremes, mousses, compotas e doces em massa fabulosos. As duas receitas de hoje vão agradar às “formigas” que habitam em cada um dos loucos por doces. A primeira é uma sobremesa de uvas com chocolate e a segunda é uma mousse básica, que pode ser feita com a fruta que você mais gosta. Vale maracujá, limão, bacuri, cupuaçu, goiaba, acerola, manga...infinitas possibilidades!

Torta de Uva com Chocolate

Mousse de fruta 2 latas de leite condensado 2 caixinhas de creme de leite 1 e 1/2 lata de suco concentrado de fruta (ou polpa congelada)

Modo de preparo:

Bata no liquidificador por pelo menos oito minutos e leve ao congelador. (Há quem acredite que mousse só dá certo com gelatina ou claras em neve, mas é lenda!)

Ingredientes:

2 embalagens de biscoito Richester Superiore Maizena 100g de castanha do Pará 1 xícara (chá) de margarina em temperatura ambiente raspas de chocolate a gosto

Creme de Chocolate:

2 envelopes de gelatina incolor sem sabor 2 latas de leite condensado 2 latas de creme de leite 2 xícaras (chá) de chocolate em pó 4 colheres (sopa) de rum

Para decorar:

uvas Itália e Rubi, sem sementes, cortadas ao meio

Modo de Preparo:

Leve ao processador o biscoito e a castanha

do Pará e bata até obter uma farofa. Despeje numa tigela funda, junte a margarina e amasse bem com os dedos para ligar tudo. Forre o fundo de uma forma desmontável (25cm de diâmetro). Leve ao forno médio (180ºC) pré-aquecido por cerca de 10 minutos ou até que as bordas comecem a pegar cor e reserve. Dissolva a gelatina em 6 colheres (sopa) de água fria, leve ao banho-maria ou microondas e deixe aquecer por 15 segundos, não deixe ferver. Bata no liquidificador o leite condensado, o creme de leite, o chocolate em pó e o rum. Acrescente a gelatina dissolvida e deixe bater mais um pouco. Despeje o creme de chocolate sobre a massa, espalhando bem com a ajuda de uma colher. Leve à geladeira por 3 horas. Retire a torta da geladeira, desenforme, decore com as uvas Itália e Rubi, as raspas de chocolate e sirva a seguir.

Como conservar massas e biscoitos na despensa de casa Massas e biscoitos são alimentos presentes nas despensas dos brasileiros e é preciso armazená-los da maneira correta. De acordo com a Richester, é importante tanto para massas quanto para biscoitos manter a despensa sempre seca, ventilada, protegida do sol e limpa. Lembre-se de conservar os mantimentos longe dos produtos de higiene e limpeza, devido a alguns itens em sua composição que podem afetar os alimentos. As massas, grãos e farinhas, após abertos, duram até dois anos se armazenados em potes de vidro, que facilitam a visualização e não reagem com facilidade à mudança de temperatura. Os potes devem ser mantidos bem fechados para não prejudicar o sabor e a consistência dos alimentos. Já os biscoitos devem ficar agrupados e em locais de fácil acesso, pois são consumidos com mais frequência. Após abertos, os biscoitos devem ser guardados em potes de vidro ou na geladeira.

A vida é mais gostosa com Coxinha. É o que eu mais gosto de comer, me considero um expert em coxinhas e não resisto a uma bem quentinha, recém frita, com recheio bem temperado. Eu poderia fazer uma lista de lugares onde se come boas coxinhas!

Sérgio Donato, DJ e empresário

Na Estante O apresentador de culinária mais charmoso da TV está de volta depois do delicioso Cozinha Confidencial. Em “Ao Ponto”, Anthony Bourdain destila seu veneno em cima de outros chefs de cozinha, conta histórias de bastidores dos grandes restaurantes, com humor ácido e provocante.

Na Web

www.cidadeverde.com/baiaodeduas

Baião de Duas - A jornalista Thissiane Cavalcante e a administradora Angela Melo criaram um blog fofo, ilustrado com fotos lindas, no qual dão receitas daquelas que dá vontade de sair direto do computador para a cozinha! O bolo de chocolate publicado na semana passada faz esquecer qualquer dieta.

Pernalonga no McLanche Feliz, Velhinho

Papa-léguas, Coiote, Patolino, Taz, Pernalonga, Frajola, Piu-Piu e Lola Bunny são os personagens do Mc Lanche Feliz neste mês de fevereiro. Os brinquedos têm som e movimentos.

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O bu

y k

to

Metrópole

Teresina, Domingo 12 de Fevereiro 2012 .d o

m

w

o

m

o

.c

lic

k lic

c u -tr a c k

.c

Carnaval

Este ano eu vou de ... A procura por fantasias fez surgir em Teresina um mercado promissor: casas especializadas com muitas opções Marco Vilarinho Editor do Metrópole Dizer que a história se repete é um erro, segundo os historiadores, mas, às vezes, quem já passou da casa dos 50 anos é acometido desse pensamento: nos anos 50 e 60 o carnaval era sinônimo de fantasias; nos anos 70 até os anos 90 elas, praticamente desapareceram. Entretanto, desde 2010 os proprietários de casas do gênero comemoram o entusiasmo dos foliões em encarnar super heróis, bailarinas, piratas e outro sem número de personagens: situação muito parecida com décadas passadas. “Eu costurava em casa, porque já trabalhava com figurinos de grupos de balé, mas a procura por fantasias era tão grande que resolvi, há um ano, montar minha loja”, assinala Aureni Oliveira, formada em moda e uma apaixonada por esse universo de cores e modelos. Satisfeita com

a procura, ela acentua que a cada ano as pessoas estão buscando mais fantasias, comparecendo às festas devidamente caracterizada. O que parecia mico – momento constrangedor – virou luxo, literalmente. Envergar uma fantasia em festas carnavalesca virou sinal de bom gosto, como observa Aureni Oliveira, enquanto passeia por araras repletas de fantasias de todos os tipos e cores, enfatizando os grandes its do momento, em sua loja na Avenida Campo Sales: “Atualmente vem saindo muitas roupas de piratas, policial e palhaços”, acrescentando que em 2011 a febre foi o gosto pelos super heróis, em razão da música “Super man a Liga da Justiça”, gravada pela banda Leva Nóiz. Especializando-se em figurinos, Aureni argumenta que todas as fantasias – para adulto e criança – são confeccionadas ali mesmo. À primeira vista, a impressão é a de que os trajes são trazidos de outros estados, em razão do corte perfeito, dos detalhes minuciosos. Embora essa impressão se desfaça, quando se passa a conhecer o trabalho da equipe Aureni, ela afirma que mão de obra especializada no mercado, em Teresina, é uma raridade: “A gente

tem que ser muito criteriosa, na escolha dos profissionais porque o acabamento tem de ser perfeito, para que o cliente fique satisfeito”, diz, lembrando que a loja aluga e vende as fantasias. A cada ano, junto com a procura, cresce a variedade dos figurinos e, consequentemente, aumenta o leque de opções. A jornalista Jamahynna Dyelle entra na cabine para experimentar a fantasia que escolheu para os dias de folia. Alguns minutos depois ela sai, transformada numa deslumbrante policial: “Eu gosto muito dessa fantasia, porque tenho uma grande admiração pela polícia, pela mulher que trabalha nessa área”, diz. Ao ser perguntada sobre a preferência pelo traje, ela acrescenta que a policial é uma agente colaboradora na sociedade, motivo de sua admiração. A servidora pública Clarice Silva preferiu ser Cinderela por um dia, “porque me lembra os contos de fadas, o meu tempo de criança”.

Jailson Soares/O DIA

A modista e figurinista Aureni Oliveira trabalhava somente em casa, mas a crescente procura a fez investir numa loja, que hoje fatura o ano inteiro Reprodução

Nas primeiras décadas do século XX os trajes de Pierrot e Colombina eram os preferidos dos foliões

Uma trajetória que começou em Veneza

Pouco se sabe sobre a origem das fantasias no Brasil, algumas fontes declaram que as fantasias surgiram na época da escravidão, quando o carnaval era utilizado para criticar a situação do país e a escravidão que imperava no Brasil. Outras fontes dizem que o hábito de se fantasiar no Carnaval foi trazido pelos imigrantes italianos já que em Veneza durante o carnaval as pessoas saem as ruas com máscaras e fantasias confeccionadas com muito esmero. A partir de 1930 a fantasia de carnaval passou a ser difundida no Brasil pela elite mais abastada nas festas realizadas nos grandes clubes. Nas ruas da cidade e nos salões de baile era possível encontrar Pierrots, Colombinas, Arlequins, Palhaços, Bruxas, Anjos, Cupidos e Fadas. Com a chegada da Segunda Guerra Mundial e a crise mundial as fantasias foram ficando mais simples, porém a alegria continuava a mesma, e a criatividade cada vez maior. As pessoas com menos condição financeira usam vestidos feitos de papel crepon, tecidos rústicos tingidos e materiais de baixo custo para confeccionar suas fantasias; paetês, lantejoulas, brilhos e afins só eram usados pelas pessoas da alta sociedade e pelas escolas de samba; já que quase sempre estes materiais eram caros e a população não tinha dinheiro para esses luxos. O deleite da população era assistir ao desfile dos corsos pelas ruas da cidade, estes eram compostos por um grupo de 10 ou mais pessoas, todas vestidas com a roupa igual e que saiam em desfiles tendo como fundo as marchinhas de carnaval que faziam muito sucesso. Os grandes clubes realizavam as famosas matinês para crianças, entusiasmando os pais que faziam questão de ver seus filhos vivenciando momentos de puro prazer vestidos de Cinderela, pirata, anões e heróis. (Marco Vilarinho)

Reprodução

C

w

c u -tr a c k

w

Página 4

.d o

w

w

w

C

to

bu

y

N O

W

!

PD

!

PD

Af éu tad as ca


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W

Jailson Soares/O DIA

fantasia de presidiário uma das mais requisidas, neste ano, para s divertidas festas arnavalescas

Piratas, dançarinas de cabaré, presidiários e palhaços são as fantasias com maior saída em outra casa do gênero, também localizada na Avenida Campo Sales. Em meio a intenso movimento, a proprietária Socorro Sousa ressalta que nos dias antecedentes ao carnaval, é computado aluguel de 90 fantasias ao dia: “Mas isso é uma base. Há dias em que o número supera essa movimentação”, informa. Durante todo o dia, pessoas de todas as idades entram e saem da loja de Socorro Sousa. Recostado a uma parede, o assessor técnico do Detran Edymousinho de Alencar, segurando as fantasias de Lanterna Verde e Batman, aguarda para experimentar as roupas e tirar as dúvidas sobre qual ficará melhor para as festas carnavalescas: “Eu ainda estou em dúvida sobre qual irei levar, mas gosto de ambas pois lembram muita minha infância, as revistas em quadrinhos etc”, alega, dizendo gostar muito de fantasias de super-heróis, ele lembra que o mercado do ramo em Teresina está de vento em popa, “porque as pessoas descobriram que brincar fantasiado é muito mais bonito e atraente”. Faraó e Cleópatra. É assim que os noivos Olivan Castelo Branco e Lana Furtado brincaram no Corso de Zé Pereira, ocorrido no sábado último. “Sempre gostei desses personagens, então resolvemos encarná-lo nestas festas”, justifica Lana que, de uma hora para outra, virou Cleópatra com todos os adereços – que lhe ficou muito bem em razão do tipo físico que muito se assemelha com as moças do Egito que ganham vida nas telas do cinema. Em outra casa especializada em aluguel de fantasias, a gerente Eliane Freitas Aguiar informa que as fantasias com maior saída tem sido as que retratam os personagens do programa infantil Chaves, veiculado pela TV há mais de 40 anos. “As dos personagens do Chaves tem tido uma procura muito grande, acho que em razão do saudosismo ou mesmo porque são trajes engraçados, muito conhecidos das crianças, do grande público”, conclui. (Marco Vilarinho)

to

bu

y

N O

Salto comercial

k

Página 5 w .d o

c u -tr a c k

Jailson Soares/O DIA

Lana Furtado e Olivan Castelo Branco: Cleópatra e faraó sob o calor dos trópicos

Jailson Soares/O DIA

Fantasias antigas e mais famosas

Edymousinho Alencar: dúvida entre Batman e Lanterna Verde Jailson Soares/O DIA

Os três personagens mais famosos do carnaval nada têm de brasileiros, mas, após anos pulando folia do lado de cá do Atlântico, o Pierrô, o Arlequim e Colombina já aderiram à festa tupiniquim. O Pierrô, o Arlequim e a Colombina são personagens da Commedia dell’Arte italiana nascidos no século XVI. Nela, os atores representavam improvisando e usavam o idioma local — em contraste com as peças da nobreza que eram ensaiadas e representadas em latim. Em alguns casos, os personagens chegavam a usar máscaras. Apresentadas nas ruas e praças, as histórias encenadas eram uma sátira à vida e aos costumes da sociedade. O ponto alto das apresentações acontecia durante o carnaval na Europa. Na Itália renascentista, o início oficial do carnaval era um desfile com máscaras pelas ruas da cidade. A popularização das máscaras e fantasias, no entanto, só ocorreu a partir do século XIX. Algumas das pessoas usavam as mesmas máscaras que os personagens da Commedia dell’Arte usavam em cena. No Brasil, a comemoração do carnaval começou em meados do século XVII com o “Entrudo”, festa pouco semelhante com o carnaval atual. A festa só evoluiria no século XIX, quando as classes mais ricas comemoram a folia dentro de salões. Outros personagens também faziam parte das encenações da

Commedia dell’Arte, mas o Pierrô, o Arlequim e a Colombina eram os mais queridos. Sua popularidade pode ser explicada por eles serem serviçais e estarem envolvidos em um triângulo amoroso: o Pierrô e o Arlequim amam a Colombina, que ama o Arlequim. Cantados nos versos da marchinha de Noel Rosa, o Pierrô é dono de um temperamento triste e desconsolado. É visto como um bobo e, por isso, sempre é vítima de piadas de seus companheiros de cena. Normalmente, o personagem usa roupas largas e brancas, e tem o rosto branco desenhado com uma lágrima abaixo dos olhos. Já o Arlequim é o oposto: espirituoso, ágil e feliz. De comportamento anárquico, estava sempre com fome e sem dinheiro. No começo da Commedia dell’Arte era de uma ingenuidade primitiva, mas, conforme o passar dos anos, se tornou um personagem mais sofisticado. É representado usando um traje com polígonos coloridos. Em geral, a Colombina aparece como uma serva ou empregada de alguma dama, e é caracterizada como uma moça bonita, inteligente e de humor rápido e irônico. Além de ser amante do Arlequim, ela se parece muito com ele. Tanto que, em alguns casos, começou a ser representada com uma roupa semelhante a do Arlequim — em vez de vestido. Colombina é a única mulher que pode ser interpretada usando máscara. (Marco Vilarinho) Jailson Soares/O DIA

Jamahynna Dyelle escolheu a personagem “policial”, por admirar a profissão

A empresária Socorro Sousa diz ter motivos para comemorar nos últimos anos

m o

m

o

.c

lic

bu to k lic C

w

c u -tr a c k

w

Metrópole

Teresina, Domingo 12 de Fevereiro 2012

.d o

w

w

w

C

y

N O

W

!

PD

!

PD

.c


F -X C h a n ge

PD

c u -tr a c k

W N O y bu to k lic .d o

Editora: Biá Boakari// email: jornalodia@jornalodia.com.br // Fale conosco: 86 2106.9924

Autoestima

Giovana Ferrer: gordinha e vaidosa Biá Boakari Editora

Em entrevista exclusiva a coluna Com Estilo, a atriz Giovana Ferrer, que interpreta a Michele, de Malhação, falou sobre sua carreira, as gravações na Globo e deu dicas de como estar na moda sendo gordinha. Michele é uma caçadora de iguarias de artistas, tudo aquilo que para os outros é considerado lixo para a personagem é uma verdadeira relíquia. Já Giovana fazia teatro no Tablado (tradicional escola de teatro carioca) quando recebeu uma ligação de um produtor de elenco da Globo, que a convidou para fazer o teste para a novela teen Malhação. “Foi incrível! Não estava esperando. Esse foi o meu primeiro teste na vida, e passei! Assim como a Michele, também sou filha de médicos. Isso foi uma coincidência muito engraçada, porque só descobrimos depois que passei no teste. Mesmo com a semelhança, na minha casa foi totalmente diferente. Meus pais apóiam muito minha carreira”, afirmou a atriz. Apesar de um pouco distante, a personagem de Giovana, surge nas cenas em que conversa com a amiga por Skype, mas a atriz garante que Michele vai voltar em breve. Sobre o seu dia a dia, ela explica que por enquanto, curte as férias, mas depois do carnaval retorna aos estudos. “Pratico esportes, mas ultimamente só tenho andado de bicicleta e corrido; não deixo de me exercitar. Eu também continuo fazendo Tablado. Não abro mão, é minha prioridade. Eu estou tão empenhada e gostando tanto de gravar que não me canso”, disse. Conquistando fãs cada vez que aparece na telinha, Giovana virou referência para gordinhas que querem se manter na moda. Michele, sua personagem, tem autoestima super elevada. “As meninas gordinhas, que passam por problemas acabam se espelhando na minha personagem e se sentindo melhor com o seu corpo”, explica, revelando que a personagem não tem dificuldade em escolher roupas. “Ela se garante”, brinca Giovana, completando que fora das gravações, ela uso de tudo, e gosta de estar na moda.

Vitrine//Carnaval

Dicas

Quem disse que beleza era conforto? Esse cílios postiços são de penas e combinam muito com o carnaval. Pena que para comprar, só no site Ebay. Quem curte o visual mais andrógino vai adorar os cílios Shu Uemura com franjas prateadas.

“Gosto de usar shorts, blusas, vestidos - sou mais básica. Já para as festas, curto colocar vestidos mais justinhos no corpo, com tons mais escuros e salto alto, claro. Recomendo que a pessoa vista algo que a deixe à vontade. O importante é ser feliz, independente de estar acima do peso ou não”

A maneira mais simples e prática para deixar os cabelos nas cores da moda. Mechas, reflexos, brilho, tudo isso num instante e com a vantagem de sair com o shampoo.

Para pular no Carnaval, nada como unhas em roxo neon. O esmalte é da Thisnext.

Para acompanhar o espírito jovem em suas mais radicais invenções, a Linha Has To Be criou o Gel estático colorido.

M³ - Mulher, Mãe, Moderna Clarissa Carvalho e Elizângela Carvalho

Uma Mega decisão tados pelas imagens de uma barriga que surpreendia a todo. Queria ela buscar uma reconciliação com o pai até então distante após discussões entre eles? Desejava ela ter seus minutos de fama? Como imaginava que terminaria a história, já que um dia os bebês teriam que nascer? Será algum tipo de distúrbio psicológico? Por que o marido compartilhou da farsa? Essas e outras perguntas nos fazem lembrar dos antigos e mal-fadados

golpes da barriga, exibidos à exaustão nas telenovelas (principalmente nas tramas mexicanas) e, infelizmente, ainda observados na vida real. Seja qual for o motivo que levou a paulistana a encenar a gestação fantástica, rara e que cativou milhares de brasileiros, o que fica para nós é o incômodo de perceber que para muitas mulheres a maternidade ainda “funciona” como receita para problemas conjugais, para convencer o noivo indeciso

m

c u -tr a c k

Metrópole

Teresina, Domingo, 12 de Fevereiro 2012

Uma barriga visivelmente mega chamou a atenção do país no início deste ano. Uma mulher, educadora, casada, 25 anos, mãe de um menino, decidiu “improvisar” e anunciar uma gravidez de quadrigêmeos no interior de São Paulo. O caso, que depois revelou uma farsa, deixou no ar quais seriam as intenções da suposta Mega-grávida, que logo se tornou atração das emissoras nacionais e dos veículos de comunicação pelo país - encan-

o

.c

Página 6

C

m

w

o

.d o

w

w

w

w

w

C

lic

k

to

bu

y

N O

W

!

Com Estilo

F -X C h a n ge

!

PD

a tomar uma decisão, para curar a solidão, para buscar a solidariedade alheia, a atenção do outro, etc. Essa percepção nos incomoda tanto por atribuir a um bebê uma responsabilidade que não lhe cabe (reolver os problemas dos pais) como por reproduzir a ultrapassada noção de que os filhos podem convencer os parceiros a manter uma relação quando nada mais dá certo. Para nós, a experiência da gravidez, ou melhor, da maternidade, está longe de

ser um problema ou uma solução e, mais que isso, entendemos que há um equívoco no mínimo fundamental quando é entendida de uma das duas formas. Entendemos a maternidade como uma decisão pessoal, instransferível e desarmada de qualquer subterfúfio. Nos tornamos mães sabendo que essa decisão nos traria muitas mudanças (positivas e negativas), mas o fato é que estávamos de peito aberto para elas, sem esperar remuneração.

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

y

N O

W .c

Intacta Retina c u -tr a c k

bu

to

k

.d o

m o

m

o

C

lic

w

w

w

.d o

Página 7 lic

k

to

bu

y

Metrópole

Teresina, Domingo, 12 de Fevereiro 2012

w

w

w

C

N O

W

!

PD

!

PD

c u -tr a c k

Thiago E

Polivox

Marcelo Costa - polivox@jornalodia.com.br

Cinema The Firm Uma nova série que faz parte do pacote das estréias de 2012 começa a chamar a atenção. Em The Firm (A Firma), baseada no famoso livro de John Grisham de mesmo nome, o protagonista Mitch McDeere vive sérios conflitos éticos e duras perseguições. Aliás, o episódio piloto já começa com Mitch fugindo alucinadamente. Com cortes de tempo, o personagem se divide entre fugir da máfia após sair do Programa Federal de Proteção à Testemunha e participar de casos onde se vê obrigado a defender réus de idoneidade duvidosa. E os créditos mais positivos de The Firm estão justamente em dividir seu tempo entre cenas de ação e reflexões interessantes. Pelo menos nos primeiros casos, Mitch teve que “bater cabeça” para manter a defesa de seus clientes sem criar uma cumplicidade com seus crimes.

Música

Recanto

Dois dos maiores nomes da música popular brasileira trabalhando juntos em um mesmo CD. Essa fórmula tem poucas chances de dar errado. Uma das vozes brasileiras mais refinadas une forças com a criatividade de Caetano Veloso (seu filho e afilhado de Gal, Moreno Veloso, também teu seu nome relacionado na produção). Mas é bom que se diga que as cabeças criadoras são muito conhecidas, mas a sonoridade deste disco é completamente nova, pelo menos em comparação ao que se espera de um CD de Gal. Alguns críticos têm destacado a “artificialidade” da obra. Isso por conta de timbres sintetizados, distorções e ecos na voz e muitos noises soltos, ou seja, nada de que o público da cantora imaginava ouvir.

Revista

Livro

Batman e Filho “Da onde surgiu esse pentelho?” é a pergunta recorrente da maioria dos leitores quando apresentados ao amável filho do Batman, o primeiro e único Damian Wayne. Bom, é pra responder a essa dúvida cabal que a Panini Books lança este mês, pela linha DC Deluxe, o aguardado encadernado Batman & Filho! As incessantemente criativas mentes de Grant Morrison e Andy Kubert constroem em Batman & Filho um novo capítulo na vida do Cavaleiro das Trevas, apresentando o resultado do efêmero caso de amor entre a misteriosa Talia — filha do gênio criminoso Ra’s Al Ghul — e o Batman. E o garoto, criado entre os brutais preceitos da Liga dos Assassinos, colocará em prática seus próprios planos para sua herança!

1922 - A semana que não terminou

Numa narrativa fluente, elegante e crítica, que mescla linguagem jornalística e relato histórico, o jornalista Marcos Augusto Gonçalves dá vida aos personagens e descreve as famosas jornadas que animaram o Teatro Municipal nos dias 13, 15 e 17 de fevereiro de 1922, durante o festival que ficou conhecido como Semana de Arte Moderna. Ao mesmo tempo em que reconstitui passo a passo o evento, o autor despe o episódio de mitos que o foram cercando ao longo do tempo: desde certas fantasias triunfalistas associadas a uma espécie de superioridade paulista na formação da cultura moderna brasileira, até as versões que, ao contrário, insistem em diminuir a importância histórica dos festivais encenados pelos rapazes modernistas e patrocinados pela elite econômica da emergente Pauliceia. Nesse sentido, o livro incorpora críticas que têm sido feitas, desde a década de 1980, a algumas “verdades” consagradas pela historiografia e pelo senso comum.

Video Gato de Botas A Paramount Home Entertainment começou a pré-venda do DVD, Blu-Ray e Combro Blu-Ray 3D do filme Gato de Botas (Puss in Boots). Muito antes de conhecer Shrek, o notório lutador e sedutor Gato de Botas (voz de Antonio Banderas) torna-se um herói ao sair em uma aventura com a durona e malandra Kitty Pata-Mansa e o astuto Humpty Alexandre Dumpty para salvar sua cidade. Complicando a situação, os fora da lei Jack e Jill fazem de tudo para ver o Gato de Botas e seu bando fracassarem. Essa é a verdadeira história do Gato, do Mito, da Lenda... e, é claro, das Botas. A direção é de Chris Miller e no elenco, além de Antonio Banderas, estão as vozes de Salma Hayek, Zach Galifianakis, Billy Bob Thornton, Amy Sedaris, Constance Marie e Ghilhermo Del Toro.

Curtas - O Grammy 2012 terá um show em tributo à música eletrônica, com Foo Fighters tocando ao lado dos DJs Deadmau5 e David Guetta e dos rappers Lil Wayne e Chris Brown. Será a primeira vez que o eletrônico marca presença na premiação, decisão muito adequada, já que o gênero vem se fortalecendo e está cada vez mais sendo incorporado na música pop. A presença do Foo Fighters, no entanto, parece ser o elemento surpresa, já que eles se tornaram tão defensores do rock puro que gravaram seu último álbum inteiro analógicamente. - Pode ter provocado a revolta de muitos, mas Rob Liefeld vai mesmo escrever três séries mensais da DC Comics e desenhar uma delas. A editora, porém, decidiu colocar dois outros roteiristas para ajudar o autor. Em Grifter, Liefeld terá ajuda nos roteiros de Frank Tieri, enquanto os desenhos continuarão com o atual artista da série, Scott Clark. Em Savage Hawkman, o auxiliar vai ser Mark Poulton, e os desenhos do brasileiro Joe Bennett.

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W

W

!

PD

!

N O y bu to k

k

to

bu

y

N O

Metrópole Página 8

lic

o

c u -tr a c k

.c

Élida de Sá Eli Lopes

.d o

o

w

w

c u -tr a c k

Cochicho

Tem um gestor municipal que está conquistando a antipatia dos servidores. Decidiu por conta própria reduzir as gratificações da pasta. Vai sobrar pro Elmano!

. A gente manda aquele abraço especial para a bela Amanda Vasconcelos, filha do médico Francisco Vasconcelos (Amigão) e Angela Camargo.

Jailson Soares/O DIA

Só Sociais

Jailson Soares/O DIA

Jailson Soares/O DIA

colunaprisma@gmail.com

. Quem também apaga velinhas hoje é a arquiteta Kaki Afonso e a ex-miss Piauí, Patrícia Gonçalves. . Já amanhã é o aniversário do vice-governador Antônio José Moraes Souza Filho, que está em alta no PMDB. . Outro aniversariante ilustre é o Júlio Arcoverde, uma pessoa gentil, educada e 100% do bem. Aquele abraço! . Os atores Francisco Pellé e Igor Campos estreiam no segundo semestre a pela Otelo Dividido, baseado no texto Otelo, de Willian Shakespeare. .A primeira-dama, deputada Lilian Martins, passa hoje o dia em São Paulo sendo paparicada pelos filhos Victor e Raphael, além do maridão, governador Wilson Martins. . O médico Flávio Santos e a esposa Ana Márcia passam o carnaval em Recife, de lá seguem para temporada romântica para fora do Brasil.

A boa forma da empresária Sheyla Araújo

O estilo casual da bonita Annie Farias

. A bonita administradora Mariah Evangelista agora está ajudando nos negócios da família. . Outro jovem que tem se dedicado com competência aos negócios da família é o Allisson Moura Fé.

Jailson Soares/O DIA

w

.d o

C

m

C

lic

Teresina, Domingo, 12 de Fevereiro 2012 w

w

w

A linda Lara Mourão pela lente de Jailson Soares Muita luz para a dinâmica secretária de Saúde, Lilian Martins, que aniversaria hoje. É uma mulher inteligentíssima.

O dia a dia

. “Comunicação Corporativa Hoje: Em Busca De Novos Conceitos”, é tema de palestra que será ministrado pelo Doutor em Comunicação (UFRJ), Carlos Alberto Messeder. . O curso, que acontece de 13 a 16, vai mostrar o verdadeiro significado da comunicação, desafio de um novo ambiente midiático, além de outros temas. Inscrições no Espaço Êpa. . Ainda estão abertas inscrições para o curso de especialização em gestão cultural organizado pela Fundação Cultural do Piauí – Fundac. . O curso é resultado de uma parceria entre a Fundac, Ministério da Cultura e Fundação Joaquim Nabuco.

Ei, Eli!

Muitos brasileiros têm usado os sites de agências e companhias para planejar as viagens. Hoje, 20% dos pacotes são vendidos pela internet. Mas antes de comprar é importante procurar saber se a empresa é confiável. É que em festas, como o carnaval, as fraudes aumentam, né?

Pois é, Élida!

Para se ter uma ideia, só no ano passado, foram mais de nove mil reclamações contra agências virtuais e companhias aéreas. O Procon é o único caminho que o cliente que foi lesado por recorrer. No resto, só dor de cabeça e chateação.

É hoje!

Que acontece o carnaval da criançada lá na Ponte Estaiada. A festa à fantasia que vai animar os foliões mirins está marcada para às 17h. O Vesperal Infantil será

A coluna também deseja tudo de bom para o aniversariante Rannyere Pinto. Na foto, com a esposa Carla Morgana. animado pela banda Fervendo Frevo. Pra festa ficar melhor, basta os papais e mamães se animarem para levar os pequenos.

A Prisma gostou!

A venda de medicamentos genéricos cresceu 32,3% no Brasil em 2011. Pelo menos 22,3% dos remédios vendidos aqui são genéricos. Isso facilitou bastante à vida dos mais pobres.

A Prisma não gostou!

Da demora em se chegar a um desfecho sobre o caso Fernanda Lages. Muitos meses se passaram, então só muita perícia e astúcia para se chegar aos contatos.

Produção

O ator e diretor Franklin Pires está nos preparativos finais do espetáculo “A Manha é Nossa”, que estreia dias 3, 4 e 5 de março. Os ensaios já começam esta semana.

Fica a dica!

Quem quer economizar e não se incomoda com o calor não pode deixar de passear pelo centro da cidade. As mesmas sandálias que a gente encontra no shopping estão nas lojas do centro bem mais baratas!

Olha só!

Uma pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz revelou dado estarrecedor. 70% dos consumidores não se livram do medicamento vencido de forma correta. Eles deveriam ser entregues em unidades de saúde ou na Anvisa. Mas vão parar, via de regra, no lixo comum.

Nos bastidores

m

PD

Não se fala em outra coisa: Que o secretário de Educação Átila Lira deixa a pasta em abril. Mas o clima na secretaria não é de despedida. O homem continua com o pé na estrada visitando escolas no interior.

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O y bu to k lic

c u -tr a c k

.d o

m

w

o

.c

C

m o

.d o

w

w

w

w

w

C

lic

k

to

bu

y

N O

W

!

PD

!

PD

c u -tr a c k

Teresina, Domingo, 12 de Fevereiro 2012

Diagramação: Glaubher Calland • Contato: 86 2106.9935 // jornalodia@jornalodia.com.br - www. portalodia.com

Rainha do povo

Num passeio sem seguranças pelo Estácio, Luma diz que leva vida simples e que Eike não pagou o desfile da escola que vai homenageá-la: "Não preciso dele pra isso"

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O

y

PÁGINA 2

y

N O

W

!

PD

!

PD

bu to k lic

Teresina shopping Sala : Filme: Gênero Versão: Sessões:

1 À Beira do Abismo Suspense Legendada 14h30, 16h50 e 19h

Sala : 2 Filme: Star Wars: Episódio I 3D Dub.: 18h40 Versão: Leg.: 21h30 Sessões: *A Bela e a Fera -3D 14h20 e 16h30

“Viagem 2 - A Ilha Misteriosa”, nos Cinemas Teresina

Horóscopo Áries

Contato passageiro entre Lua e seu regente Marte no perfeccionista Virgem coloca em destaque sua capacidade de elaborar bem os detalhes de uma tarefa, esmerar no cumprimento das obrigações cotidianas. Seja paciente hoje.n

Touro Vênus e Urano em conjunção no explosivo Áries é promessa de arroubo e aventura sem consequencia - tanto faz se o campo for afetivo ou financeiro, quem vai sair prejudicado é você. Aposte mais no seu senso de justiça.

Gêmeos As coisas estão um tanto turbulentas em casa desde a manhã, e isso pode ser a chance que lhe faltava para reorganizar melhor o funcionamento e a distribuição de encargos e tarefas. Um parente pode dar trabalho e deixar você com raiva...

Câncer Ansioso para aprender mais sobre um assunto especifico? Se você der os primeiros passos hoje, certeza de um final feliz! Mas tome cuidado com as palavras, para não comprar briga inútil com alguém. E olhe bem antes de atravessar a rua.

Leão Quando a pessoa gasta dinheiro a vontade, isso pode dar a impressão de que é alguém poderoso, mas na verdade está só dilapidando seus bens como se fossem balas numa metralhadora giratória funcionando a esmo. Reflita sobre.

Virgem Que dia de grande impaciência, virginiano! Melhor ficar por sua conta e risco, longe de tudo que depende de outras pessoas. Reserve tempo para caminhadas, esportes e momentos de criatividade empolgada. Só vai te fazer bem hoje.

Libra

Você não esperava pela reação de seu amor? Acha surpreendente a postura de um sócio? Encantou-se com um convite recebido de repente? Hoje é dia das surpresas, pequenos terremotos saudáveis no cotidiano. Valorize-se mais.

Escorpião Prepare o espírito para novas mudanças de planos, especialmente se o assunto implica em ação entre amigos, clubes, partidos, sindicatos, causas sociais etc. E não seja precipitado nas redes sociais. No amor, novidades boas, fique ligado.

Sagitário Certo clima de entusiasmo, pressa e excitação a sua volta. Ele age como uma droga poderosa, que tira você do chão. É bom e é ruim, como tudo na vida. Depende de sua bussola interna. Livre arbítrio é uma faca de dois gumes hoje. Charada astral.

Capricórnio Ótimo dia para tocar adiante decisões que dependem de advogados, juízes e processos legais. Interessante também pra saciar sua curiosidade. Assuntos de viagem poderão ficar em destaque com um amigo. Em casa, beleza e novidade.

Aquário Que tal aproveitar a conjunção entre Vênus e Urano para escrever uma mensagem bem bonita pra quem você ama? Além de original, fará um super efeito! Irmão ou parente próximo chega com novidade boa. Evite gastar dinheiro e fazer dívidas.

Peixes Bacana o aspecto que Vênus e Urano formam a favor de suas finanças! Reviravolta positiva! Clima amoroso tenso com a conjunção da Lua com Marte no setor dos relacionamentos, algumas verdades serão ditas sem rodeios.

.d o

Riverside Sala : 1 Filme: Sherlock Holmes: O Sessões: Jogo das Sombras Legendada 21h10

Sala : Filme: Gênero Versão: Sessões:

3 Viagem 2 - A Ilha Misteriosa- 3D Aventura Dublada 14h20, 16h30, 18h40 e 21h

Sala : Filme: Gênero: Versão: Sessões:

1 Sherlock Holmes Ação Dublada 15h50, 18h20 e 20h50

Sala : Filme: Gênero: Versão: Sessões:

2 À Beira do Abismo Suspense Dublada 16h20, 18h30 e 20h40

Sala : Filme: Gênero: Versão: Sessões:

3 Alvin e os Esquilos Animação Dublado 16h40 e 18h40 *As Aventuras de Agamenon: 20h40

o

.c

m

C

m

w

o

c u -tr a c k

CINEMA

.d o

w

w

w

w

w

C

lic

k

to

bu

Teresina, Domingo, 12 de Fevereiro 2012

c u -tr a c k

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O

y

bu

k

lic .d o

m

w

.c

o

m

c u -tr a c k

C

malhação o

.d o

w

c u -tr a c k

SEGUNDA

Gabriel confronta Tomás para defender Cristal e acaba preso. Charlene avisa a Débora que Vinícius foi atropelado. Gabriel desconversa quando Alexia fala sobre gravidez de Cristal. Natália se sente culpada pelo acidente de Vinícius. Cristal fala para Gabriel que o filho que ela está esperando não é dele.

TERÇA

Babi fala a Gabriel que ele é o pai do filho que Cristal está esperando e ele dá a notícia a Alexia. Moisés pergunta a Carcará se ele se livrou da moto que usou para atropelar Vinícius. Débora e Laura veem Vinícius beijar Charlene.

Clima tenso entre Cristal e Alexia A disputa pelo coração de Gabriel (Caio Paduan) levará Alexia (Bia Arantes) e Cristal (Thaís Melchior) a ficarem cara a cara em Malhação. Alexia decide ficar com o namorado após Babi (Marcella Rica) dizer que Gabriel é o pai do filho que Cristal está esperando. Ela não se intimida e diz para a grávida que ela não conseguirá

a semana

QUARTA

Alexia decide ficar ao lado de Gabriel. Moisés faz ameaças a Natália depois de ouvir insinuações sobre o atropelamento de Vinícius. Nando convida Gabriel para ser professor da academia e Betão fica furioso. Alexia afirma para Cristal que ela não conseguirá afastá-la de Gabriel.

QUINTA

Alexia e Cristal se encaram. Laura não consegue se entender com Guido. Cristal finge passar mal e deixa todo trabalho da rádio nas mãos de Alexia. Alexia flagra Cristal e Gabriel na lanchonete e questiona o mal estar que a menina disse estar sentindo.

afastá-la de Gabriel. As duas se encaram. O mal estar continua quando a ex de Gabriel finge passar mal e deixa todo o trabalho da rádio nas mãos de Alexia, mas ela flagra Cristal e Gabriel na lanchonete. Alexia diz a Beatriz (Regina Sampaio) que provará que Cristal está mentindo.

SEXTA

Cristal é dissimulada ao falar com Gabriel e ele a defende com Alexia. Alexia avisa a Laura que viajará com Gabriel. Moisés chama Alexia para o bloco. Cristal vai para o bloco e liga para Gabriel na hora em que a polícia chega para impedir o desfile. Alexia diz a Beatriz que provará que Cristal está mentindo para Gabriel.

a vida da gente

Ana rompe de novo com Lúcio Depois de brigar com Eva (Ana Beatriz Nogueira) para fazer um casamento discreto com Lúcio (Thiago Lacerda), Ana (Fernanda Vasconcellos) revê a decisão de se casar em “A vida da gente”. Tudo começa

SEGUNDA

Sofia ganha o jogo e Cecília sai da quadra vaiada por sua atitude contra a rival. Eva provoca Vitória. Gabriel conversa com Manuela sobre Ana. Nanda se surpreende com o cuidado que Francisco tem com ela. Rodrigo ouve Wilson falar com Laudelino sobre o casamento de Ana. Renato pede para conversar com Suzana sobre a relação dos dois.

quando Manu (Marjorie Estiano) a manda parar de enganar o médico. Rodrigo (Rafael Cardoso) procura Ana e implora que ela não se case. Balançada, Ana encontra Lúcio para desfazer o casório.

TERÇA

Júlia fala para Ana que Manuela não irá a seu casamento. Olívia fica enciumada com a atenção de todos a Sofia. Lúcio aconselha Ana a procurar Manuela. Sem avisar a ninguém, Olívia pega o anel que Sofia ganhou de Miguel para ir a uma festa. Ana procura Manuela e as duas irmãs acabam discutindo seriamente.

a semana

w

w

PÁGINA 03 w

w

C

lic

k

to

bu

Teresina, Domingo, 12 de Fevereiro 2012

to

y

N O

W

!

PD

!

PD

QUARTA

Eva se preocupa com a demora de Ana em voltar para casa. Suzana avisa a Renato que tentará salvar seu casamento com Cícero. Manuela afirma a Iná que Ana a odeia. Renato pede para falar com Alice. Olívia conta para Dora que pegou o anel de Sofia e o perdeu. Rodrigo implora que Ana desista de se casar com Lúcio.

QUINTA

Sofia flagra Olívia devolvendo o seu anel, e Marcos e Dora acabam entrando em uma grande discussão. Eva fica impactada ao ver o vestido de noiva da filha jogado no chão. Ana revela para Alice que decidiu não se casar com Lúcio.

SEXTA E SÁBADO

Até o fechamento desta edição a emissora não tinha enviado os capítulos.

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O lic

c u -tr a c k

.d o

o

w

.c

m

C

m

aquele beijo o

.d o

w

c u -tr a c k

SEGUNDA

Maruschka diz a Mirta que vai procurar Regina. Locanda suspeita que a história do amante seja armação de Damiana. Maruschka procura Regina e Claudia conta que Alberto e Sarita vão se casar. Ana Girafa conversa sobre a descoberta de sua mãe biológica com Sarita e Alberto. Felizardo dorme ao lado de Damiana. Vicente procura Claudia.

a semana

TERÇA

Lucena se prepara para fugir de Juan Lucena (Grazi Massafera) está arrumando as malas para fugir, temendo a chegada de Juan (Manolo Cardona), quando Henrique (Edi Botelho) chega. A modelo diz que fez tudo o que ele e Rubinho (Victor Pecoraro) armaram e que eles não a

tiraram de circulação, como prometido. O advogado avisa que em dois dias ela vai sumir. Ao despedir de Amália (Marina Mota), Vicente (Ricardo Pereira) chega e fica sabendo da partida da ex.

Claudia fica mexida com a visita de Vicente. Raíssa diz a Sebastião que vai contratar um detetive para investigar Damiana. Alberto convida Rubinho para o seu casamento. Tibério pede ajuda a Olga para conseguir um anel de noivado para dar a Ana Girafa. Lucena se prepara para fugir, mas Henrique a aconselha a esperar. Maruschka recebe uma ilustre convidada para o desfile e Ticiano arma a maior confusão com ela. Lucena avisa a Amália que vai embora. Maruschka liga para Regina e pergunta sobre seu filho.

QUARTA

Regina confirma que conheceu o filho de Maruschka e elas marcam um encontro. Gisele revela para Brigitte o segredo de Ticiano. Vicente descobre que Lucena está indo embora. Rubinho convida Grace Kelly para acompanhálo ao casamento de seu pai no Covil do Bagre, mas ela recusa. Alberto e Sarita se casam no cartório, e Rubinho não aparece. Regina se encontra com Maruschka.

QUINTA, SEXTA, SÁBADO

A emissora não divulgou os capítulos.

fina estampa SEGUNDA

Zambeze chantageia Álvaro com greve de sexo Zambeze (Totia Meirelles) pode até ser zen, mas não tem nada de boba. Intrigada com o comportamento estranho de Álvaro (Wolf Maya), a hippie de já percebeu que o marido está guardando algum segredo sobre Tereza Cristina (Christiane Torloni) e não quer lhe contar. Ela decide, então, apostar em uma última e extrema tentativa para desvendar o tal enigma: fazer greve de sexo.

Conversa franca

Zambeze reclama que Álvaro está muito misterioso e lhe dá uma chance de se explicar. Mas como o moço insiste em dizer que nada está acontecendo, a natureba dá um ultimato, alegando que, se o marido não confia na mulher, então não é digno de fazer sexo com ela. Álvaro fica assustado com a reação exaltada de Zambeze, que insiste na ameaça de que, se ele não contar o que sabe sobre Tereza Cristina, vai ter que se virar sozinho na cama. Será que, sob pressão, ele contará tudo sobre o verdadeiro segredo da Rainha do Nilo à companheira?

Crô sugere que Baltazar faça um vídeo para divulgar o CD de Solange. É revelado que Anjo, Joe Maluco, Juan, Victor, Reinaldo e outros jogadores de vôlei possuem uma tatuagem de escorpião no tornozelo.

TERÇA

Crô combina de se encontrar com Baltazar para produzir o vídeo do CD de Solange. Joana revela para o delegado Paredes que a loura misteriosa e Tereza Cristina são a mesma pessoa.

QUARTA

a semana

w

w

w

w

C

lic

k

to

bu

Teresina, Domingo, 12 de Fevereiro 2012

k

to

bu

y

PÁGINA 04

y

N O

W

!

PD

!

PD

Diversos clientes batem à porta do consultório de Danielle. A médica avisa aos jornalistas que fará uma coletiva de imprensa. Joana fala para Álvaro que denunciou Tereza Cristina à polícia.

QUINTA

Zambeze chantageia Álvaro para saber o que ele está escondendo. Tereza Cristina pede para Crô confirmar o álibi que Álvaro inventou para ela.

SEXTA

Pedro Jorge pede para Danielle levá-lo para conhecer sua irmã. Crô fica nervoso com a chegada do delegado Paredes. A imprensa invade o colégio de Pedro Jorge e questiona Danielle. Esther se assusta ao ver Danielle na televisão.

SÁBADO

O delegado Paredes quer provar que Tereza Cristina é a assassina de Marcela. Esther chora, enquanto Beatriz reage impassível às declarações da médica. Beto Junior pergunta à arquiteta se ela foi induzida por Danielle a doar seus óvulos e Celina tenta manipular a resposta.

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O

bu

y

PÁGINA 05 k

lic

Dona Augusta é encontrada morta

c u -tr a c k

SEGUNDA

Após encontrar Augusta morta, Raimundo é acusado por Adalberto e foge. Welligton estranha que Carlos tenha saído sem avisar. Severino chega nervoso em casa. Francisco disfarça a tensão diante de Patrícia, Rita e Edmundo. Marizete procura entrar em casa sem fazer barulho. Margarida diz a Elton que está cansada de fingir que ainda é gorda.

Mas não é só o jovem que vira suspeito. No momento do assassinato, Severino (Paulo César Grande), Carlos (André Di Mauro), Marizete (Betty Lago) e até Francisco (Guilherme Berenguer) somem, e reaparecem depois em atitudes duvidosas.

TERÇA

No enterro de Augusta, todos acusam Raimundo. Cleber implora para Lucas entregá-lo para a polícia. Elton diz a Regina que eles precisam de um álibi para não serem acusados pela morte de Augusta. Lucas arma contra Elton e o sequestra.

a semana

A semana começa com mais uma vítima da Turma do Bolão: Augusta (Denise Del Vecchio), que é encontrada morta por Raimundo (Rômulo Arantes Neto). Adalberto (Luiz Guilherme) o flagra ao lado do corpo, e o acusa.

.d o

m

w

.c

o

m

c u -tr a c k

C

vidas em jogo o

.d o

w

QUARTA

Regina e Lucas se encontram e trocam tiros. O ex-motorista de van sequestra a empresária. Ela, Cleber e Elton ficam no mesmo cativeiro. No restaurante, todos assistem à gravação da câmera de segurança da confeitaria e Raimundo se livra da culpa.

QUINTA

Severino assume que ainda ama Divina. Nelize foge com Marcolino para fora do estado. O investigador inocenta Elton, Regina, Ernesto e Adalberto. Os membros da Turma do Bolão suspeitam uns dos outros. Marizete demite Dila.

SEXTA

Valdisnei descobre os enchimentos de Margarida, e ela conta que fez a lipoaspiração na Bolívia. Roseli e Severino concordam que Elton e Regina devem ter fugido para evitar a investigação policial. Juliana supreende Lucas no cativeiro.

rebelde

Rebeldes em Belo Horizonte Suspensos da escola por Jonas, os rebeldes acabaram se dando bem, porque Franco (Luciano Szafir) e Eva (Adriana Garambone) levaram o sexteto para Belo Horizonte, para abrirem o show da mãe de Roberta. Chegando lá, a sorte deles aumenta por um imprevisto: Eva tem uma indisposição e eles ganham o direito de se apresentarem sozinhos no show. Mas, nem tudo são flores. Nesta semana, Roberta (Lua Blanco), Carla (Mel Fronckowiak) e Alice (Sophia Abrahão) serão assaltadas na saída de uma loja.

SEGUNDA

Binho diz a Jonas que está disposto a mudar por Pilar. Alice e Pedro saem sozinhos para conhecer a cidade. Pilar diz a Binho para tomar cuidado para não se apaixonar por ela. Franco decide chamar a polícia, mas os rebeldes o convencem a não fazer isso.

TERÇA

Rebeldes encontram Eva apreciando um prédio de Oscar Niemeyer. Meninos do segundo ano recebem cartas de amor enviadas por uma admiradora secreta. Arthur recebe massagem de Becky. Maria coloca cartas difamadoras no armário das meninas.

a semana

w

w

w

w

C

lic

k

to

bu

Teresina, Domingo, 12 de Fevereiro 2012

to

y

N O

W

!

PD

!

PD

QUARTA

Maria diz a Jonas que fugiu do colégio porque estava sendo perseguida por Binho. Márcia mostra a Juju e Vitória as montagens que elas fizeram para separá-la de Téo e finge estar arrasada. Binho beija Pilar na frente de Maria.

QUINTA

Pilar pergunta a Maria como ela sabe que o namoro dela com Binho é de mentira. Luli diz a Lupi que quer iniciar a adoção o quanto antes. Binho garante a Pilar que conquistará Alice, mas depois beija a vilã. Rebeldes descobrem que vão se apresentar sozinhos no show.

SEXTA

Pilar diz que Binho não será seu passatempo, e o vilão garante que nunca se apaixonará por ela. Alunos acusam Maria de enviar cartas anônimas e causar a ira de Jonas. Binho aceita que Maria se junte a ele e Pilar no plano. Roberta, Alice e Carla são roubadas.

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O lic

c u -tr a c k

.d o

m

w

o

.c

C

m o

.d o

w

w

w

w

w

C

lic

k

to

bu

Teresina, Domingo, 12 de Fevereiro 2012

k

to

bu

y

PĂ GINA 06

y

N O

W

!

PD

!

PD

c u -tr a c k

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O

bu

y

PÁGINA 07 k

lic c u -tr a c k

.d o

o

.c

m

C

m

w

o

.d o

w

w

w

w

w

C

lic

k

to

bu

Teresina, Domingo, 12 de Fevereiro 2012

to

y

N O

W

!

PD

!

PD

c u -tr a c k

lôlo penteado estilos dos famosos

Curti o míni branco da Sabrina Sato. A cor valoriza o bronzeado e o modelo de um ombro só é chique. Mas curti mesmo os balangandãs pendurados num efeito franja, dando movimento à roupa.

Giovanna Antonelli, me empresta esse vestido? Simplesmente a-mei!

Envie e-mail com suas perguntas sobre moda e o que vestir em cada ocasião para canalextra@gmail.com.E não deixe de votar no seu estilo preferido ou deixar seu comentário sobre os looks dos famosos da semana no site www.extraonline.com.br.

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O lic

c u -tr a c k

.d o

o

.c

m

C

m

w

o

.d o

w

w

w

w

w

C

lic

k

to

bu

Teresina, Domingo, 12 de Fevereiro 2012

k

to

bu

y

PÁGINA 08

y

N O

W

!

PD

!

PD

c u -tr a c k

Amor de carnaval Homenageada pela Estácio de Sá, Luma de Oliveira passeia pelas ruas do bairro, relembra os tempos de rainha e acha que merece ser reverenciada na Avenida: ‘Fiz muita coisa bacana’ Luma de Oliveira recebe a equipe da Canal Extra em casa, uma senhora mansão no alto do Jardim Botânico, espécie de Olimpo dos cariocas mais — muito mais! — abastados. Ela veste short, camiseta e chinelos. Os cabelos estão recém-escovados, presos por grampos. Sem cerimônia, antes de mais nada, liga o ar-condicionado central da casa. Muito justo: os termômetros na “cidade maravilha purgatório da beleza e do caos” marcavam

39 graus. E o sol das duas da tarde já avançava da varanda para a sala. — Não vou botar insulfilm nas portas só por causa disso. Gosto de tudo claro, e ia ficar um breu. Mas, por causa do sol, tenho que trocar os estofados uma vez a cada seis meses — conta a ex-modelo, ex-atriz, ex-mulher de Eike Batista (o oitavo homem mais rico do mundo) e eterna rainha do carnaval, enquanto caminha pelo cômodo em tons de branco e turquesa.

A piscina com vista privilegiada para a Lagoa Rodrigo de Freitas, a quadra nos fundos do casarão e a conta bancária já a credenciariam facilmente para o elenco do programa “Mulheres ricas”, da Band. Mas o espírito de Luma é completamente oposto ao das moças que vivem entre champanhes e alfinetadas. Ela não está nos badalos noturnos ou em qualquer outro evento da alta sociedade carioca. Nascida em Friburgo, no Dia do Palhaço — 10 de

dezembro —, faz uma homenagem à data com dezenas de arlequins e bufões, tanto em estátuas como em pinturas, espalhadas pela casa. Um dos bonecos foi presente do carnavalesco Marcus Ferreira, da Estácio de Sá. A amizade entre os dois começou no meio do ano passado, quando a Vermelho e branco decidiu contar a trajetória de Luma de Oliveira na Marquês de Sapucaí, com o enredo “Coração de um país em festa”.

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O

bu

y

PÁGINA 09 k

A MUSA ao lado da estátua de bronze de Ismael Silva: todos os olhares se voltaram para ela

Digna de homenagens w

.d o

c u -tr a c k

Rainha de bateria desde 1987, quando estreou na Caprichosos de Pilares, a musa já passou por várias agremiações cariocas, como Tradição, Portela e Viradouro. Com tantas histórias de carnavais na bagagem — como da vez em que se ajoelhou diante da bateria da Viradouro, em 2001, no desfile sobre os sete pecados capitais, ou no de 1998, em que usou uma coleira com o nome Eike, que está guardada em casa até hoje —, a ex-rainha de uma passarela inteira acredita ser merecedora de enredo, sim. — Já tinha recebido a proposta de ser homenageada pela Tradição, em 1989. Mas ainda não tinha vivido tanta coisa. E, desta vez, o enredo vai mostrar a minha relação com o carnaval. Fiz muita coisa bacana — constata ela, que vê motivos para o reconhecimento: — O sucesso, as boas relações... tudo que fiz na Avenida foi por causa do amor ao carnaval. Tantos anos e tantos episódios, com apenas um arrependimento: a vez em que inventou uma gravidez, em 2004, para não desfilar pela Mocidade Independente de Padre Miguel: — Não sabia o que fazer. Sou uma mulher, tenho minhas fragilidades. Mas as pessoas viram que não deixei de desfilar para ir esquiar. Estava me separando. Com Eike, Luma mantém uma relação de plena amizade. Ambos se frequentam e conversam sempre sobre os filhos. Foram casados no passado. Continuam parceiros no presente: — Somos realmente amigos, queremos o bem um do outro, torcemos. Temos dois filhos e nos damos muito bem. Mãe-coruja assumida, Luma vive para os rebentos Thor, de 21 anos, e Olin, de 16. Até hoje encapa e etiqueta seus cadernos da escola. — Com tanta coisa misturada, tenho medo de colar etiqueta com pedrinha de fantasia — brinca ela, que, mesmo dizendo-se ótima sogra para as namoradas dos meninos nem pensa em ser avó: — Elas são educadas, caseiras, botam coisas boas na cabeça dos meninos. Mas, netos? Eles não estão em idade disso, não... Medo de envelhecer, dona Luma? — Eu já envelheci, meu bem!

o

.c

m

lic c u -tr a c k

C

m o

.d o

w

w

w

w

w

C

lic

k

to

bu

Teresina, Domingo, 12 de Fevereiro 2012

to

y

N O

W

!

PD

!

PD

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O lic

c u -tr a c k

Família e poucos amigos

‘Que me mate no Estácio’

Luma já demonstra a desenvoltura de uma rainha popular entre seus súditos do Estácio. Entre uma foto e outra pelas ruas do bairro para este ensaio — sem seguranças por perto —, ela parou para cumprimentar a vizinhança e os componentes que saíam da quadra. Eles, claro, a

reverenciaram. Enquanto se arrumava num salão em que um corte de cabelo custa modestos R$ 9, Luma não resistiu ao picolé de uva trazido por um componente da escola. Num boteco, escutou de uma mulher que “com dinheiro, até eu!”. Luma não desceu do salto, mas também não engoliu. “É, com dinheiro mesmo!”. Logo depois, passou por um morador de rua e disse-lhe um “boa tarde” com aquele sorrisão vermelho. Deus salve a rainha! — Foi um convite muito honrado este de ser homenageada por essas pessoas, essa escola tão tradicional — avalia Luma, que vai levar, em seu carro, quatro mestres de bateria que marcaram sua trajetória na Avenida. Um deles é o mestre Dacopê. Fora do carnaval desde 2009, ele comandou a bateria da Tradição por 20 anos, e acompanhou os primeiros gingados de Luma. — Lembro de que quando não tinha roupa para todos os ritmistas, ela estava lá, ajudando como podia. Já encarou sol e chuva com a gente — lembra Dacopê.

Sem dinheiro do ex

O enredo sobre Luma custou à Estácio cerca de R$ 2 milhões. Ela garante que, a exemplo do que fazia quando era rainha, não pagou pelo carnaval. Apenas por sua roupa. E desmentiu boatos de que Eike Batista patrocina o desfile: — Se ele tivesse dado apoio, não esconderia. Mas as empresas dele não são ligadas ao carnaval. Nem pedi. Não preciso dele para isso. Ficou por conta da Estácio. Afinal, é uma homenagem. Sem fazer planos para o futuro, Luma não pretende reviver os tempos de atriz. — Fiz uma novela, mas não gostei do resultado — afirma ela, que pretende permanecer no carnaval carioca: — Já pensei em sair como porta-bandeira. Acho aqueles movimentos tão bonitos... Mas seria a segunda, para não ser julgada.

.d o

m o

.c

Aos 47 anos, e com a mesma doçura de uma adolescente, sem falar no corpo com tudo no lugar, Luma conta nos dedos os amigos em que realmente confia. Além dos irmãos Men, Ísis e José e dos dois filhos, o namorado, o engenheiro João Henrique Lucidi, figura nessa lista. Com Ísis, desenvolveu uma relação de companheirismo, que, às vezes, se confunde com o de mãe e filha. “Bota o batom vermelho, Luma! Tá maluca? Vermelho é lindo”, aconselha a irmã. — Moro na Lagoa, e o Men no Jardim Botânico também. A gente está sempre junto, sai, bate perna em shopping... Quando ele não pode, eu acompanho a Luma — conta Ísis.

C

m

w

o

.d o

w

w

w

w

w

C

lic

k

to

bu

Teresina, Domingo, 12 de Fevereiro 2012

k

to

bu

y

PÁGINA 10

y

N O

W

!

PD

!

PD

c u -tr a c k

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O

bu

y

PÁGINA 11 k

lic c u -tr a c k

.d o

o

.c

m

C

m

w

o

.d o

w

w

w

w

w

C

lic

k

to

bu

Teresina, Domingo, 12 de Fevereiro 2012

to

y

N O

W

!

PD

!

PD

c u -tr a c k

Canal 1 Flávio Ricco jornalodia@jornalodia.com.br

Crô poderá terminar “Fina Estampa” como novo milionário

Há pouco tempo, Aguinaldo Silva revelou que Tereza Cristina, Christiane Torloni, não será presa na reta final da novela “Fina Estampa”. “Acho que ela tem que morrer”, declarou o autor, mas ainda em dúvida em relação ao desfecho da personagem. De qualquer forma, sabe-se que o experiente Aguinaldo já tem traçado todo o planejamento dessas cenas e as suas possíveis repercussões. Por exemplo, se ele realmente se decidir pela morte de Tereza Cristina, é claro que ela deixará um testamento, que será divulgado em seguida. E é este testamento que poderá provocar mais uma reviravolta na história. Boa parte da sua fortuna será destinada para o único homem que a amou e respeitou na vida, ele, Crodoaldo Valério, Marcelo Serrado. Essa é uma das muitas possibilidades imaginadas pelo autor. Ou seja, o Crô, depois de tantas humilhações, pode se dar bem no fim de tudo.

A

Cinema

Os canais Telecine, da Globosat, compraram os direitos para exibição dos 22 filmes que irão concorrer ao Oscar deste ano. A cerimônia de premiação vai acontecer no próximo dia 26 e terá transmissão do TNT na TV fechada.

Está voltando

Ainda cercado do segredo de sempre, Silvio Santos está voltando das suas férias nos Estados Unidos. Vai ficar por mais alguns dias descansando em sua casa, em São Paulo, para só depois reiniciar as gravações no SBT.

Complicado

Se nada se alterar, o “Pânico”, ao vivo, voltará a ser apresentado na Rede TV! no domingo, 26, logo depois do carnaval. O que ainda está pegando é o atraso no pagamento de alguns dos seus integrantes.

Disputada

Flávia Alessandra não vai fazer a novela “Gabriela”, porque já tinha inúmeros compromissos assumidos durante o período das suas gravações. Mas já existem negociações para que ela venha protagonizar um outro trabalho ainda no segundo semestre.

Chegando

Helena Fernandes vai integrar o elenco de “Malhação”, na Globo, fazendo uma personagem misteriosa, Carmem. Ainda não começou a gravar. Ela vem de bons trabalhos em “Insensato Coração” e “Macho Man”.

Na pista

A repórter da TV Globo, Mariana Becker, especializada em automobilismo, está desde o começo da semana na Espanha acompanhando os primeiros testes da Fórmula 1 em Jerez de la Frontera. O campeonato começa no dia 18 de março.

Não segura

Pesquisas apontam que a “Sessão da Tarde” tem derrubado de maneira bem perigosa a audiência da Globo na faixa da tarde. Houve dias desta última semana - como na segunda-feira, com a exibição de “Acampamento do Papai” - que a queda foi de 8 pontos na média entre a novela “Mulheres de Areia” e o filme. Um pouco demais.

Convidado especial

O diretor-geral do “Zorra Total” na Globo, Maurício Sherman, fez uma participação especial nas filmagens de “Sorte Grande”, que tem Leandro Hassum e Danielle Winits como protagonistas. Sherman, como tio rico de Hassum, há muito tempo não fazia um trabalho como ator.

Carnaval da Globo – 1

Quatorze repórteres da Globo irão se revezar na Marquês de Sapucay durante o carnaval. São eles: Renata Capucci, Mariana Gross, André Luiz Azevedo, Fábio Judice, Flávio Fachel, Vandrey Pereira, Edimilson Ávila, Sandra Moreyra, Renato Ribeiro, Mônica Sanches, Flávia Januzzi, Lília Teles, Paulo Renato Soares. Isabella Scalabrini, de Minas, será a única que não faz parte da redação da Globo Rio.

Carnaval da Globo – 2

Para os desfiles de São Paulo, um verdadeiro batalhão. Serão 30 jornalistas, mais do que o dobro do Rio: Abel Neto, Alan Severiano, Alberto Gaspar, Carlos Tramontina, César Menezes, Daiana Garbin, Donny De Nucio, Fábio Turci, Fernando Rocha, Giuliana Girardi, Gloria Vanique, Graziela Azevedo, Jacqueline Brazil, Jean Raupp, Jose Roberto Burnier, Márcio Canuto, Maria Julia Coutinho, Mariana Ferrão, Maurício Kubrusly, Michelle Barros, Monalisa Perrone, Nathália Ariede, Patrícia Falcoski, Patrícia Taufer, Phelipe Siane, Renato Biazzi, Rodrigo Alvarez, Veruska Donato, Walace Lara e Zelda Mello.

.c


F -X C h a n ge

F -X C h a n ge

W N O

y

PÁGINA 12

y

N O

W

!

PD

!

PD

bu to k lic

c u -tr a c k

Mariano Marques

.d o

m

w

o

.c

C

m o

.d o

w

w

w

w

w

C

lic

k

to

bu

Teresina, Domingo, 12 de Fevereiro 2012

c u -tr a c k

marianomarques@jornalodia.com.br

Fotos:Tibério Hélio

CARNAVAL Um dos melhores carnavais do Piauí acontece no litoral do estado. Construindo a grandeza desta festa, o empresário Ranieri Pinto já está com 11 anos promovendo o bloco Crocodilo Beach, que vem a cada ano que passa, inovando e crescendo. CORSO O Carnaval encanta, alegra e vale tudo para ser o mais animado e enfeitado, assim foi o espírito de mais uma edição do Corso de Teresina, uma multidão reunida com as mais variadas fantasias, em diversos caminhões, dançando do início ao fim da Av. Marechal Castelo Branco. A turma jovem do Colchão Onix comemorando o grande sucesso da parceria.

Aldenora Nogueira, Nailza Menezes e Naty Silveira representando em grande estilo o Lotus Club de Teresina.

Euzinho com as amigas: Regina, Rosinha e Fernanda Sampaio celebrando a vida.

FEIJOADA MARIANO A 6ª edição da Feijoada Mariano foi um grande sucesso, com uma comida maravilhosa, música animada e repleta de pessoas felizes. Agradecemos a todos que apoiaram e construíram esta festa encantadora. Alô, Alô, Papai. Dalila Pinto, filha de Inácio Pinto e Yáscara Pinto, é a mais nova acadêmica de Medicina Veterinária da Universidade Federal do Piauí- UFPI. Parabéns por essa grande conquista!. DATA QUERIDA Na próxima sexta-feira, 14, a linda Marieta Moreira comemora mais um ano de vida. A festa já aconteceu no último dia 10, com a presença de todos os melhores amigos. CONFRATERNIZANDO Na última quinta-feira, 09, o vice-governador Antonio José Moraes Sousa Filho promoveu na sede da FIEPI uma festa reunindo toda a imprensa local, uma confraternização ao ritmo de carnaval. Aos 60 Neto Prado promove na próxima sexta-feira, 17, na sede do Jockey Clube de Teresina, o aniversário de sua própria mãe, Marlene Medeiros. A festa é em homenagem aos anos 60, comemorando 60 anos de vida. O melhor é que todos os convidados deverão estar fantasiados, relembrando os magníficos carnavais que aconteciam na sede do próprio clube.

.c


Jornal O DIA