Issuu on Google+

Publicidade

UM JORNAL COMPLETO

Creche e Jardim Infantil Publicidade

Quinta do Pinhô, Lote A, Gumirães - Viseu Tlf.:232 483 669 www.pinhobrinca.net

pág. 02 pág. 06 pág. 7 pág. 10 pág. 12 pág. 15 pág. 17 pág. 23 pág. 27 pág. 32 pág. 35 pág. 38 pág. 39

DIRECTORA

Emília Amaral

> PRAÇA PÚBLICA > ABERTURA > ELEIÇÕES > À CONVERSA > VISEU > REGIÃO > NEGÓCIOS > DESPORTO > CULTURAS > TV > SAÚDE > EMPREGO > CLASSIFICADOS

Semanário 29 de Maio de 2009 Sexta-feira Ano 8 N.º 376

0,75 Euro (IVA 5% incluído)

SEMANÁRIO DA

REGIÃO DE VISEU

|Telefone 232437461· Fax 232431225 · BairroS.JoãodaCarreira,RuaDonaMariaGracinda TorresVasconcelos,Lt10,r/c.3500-187Viseu · redaccao@jornaldocentro.pt · www.jornaldocentro.pt|

Citroën quer deslocar trabalhadores para Espanha Pinturas em mural Tribunal da Relação de Coimbra absolve jovens comunistas

| página 17

Maior concentração nacional de telescópios ∑ Moimenta da Beira de olhos postos no céu através de um projecto

de alunos e professores, no Ano Internacional da Astronomia | página 6

página 12

Cinfães Autarquia compra carta e fotografia de Serpa Pinto em Leilão suplemento

Jantar às escuras ACAPO convida viseenses a jantar de olhos vendados para mostrar dificuldades dos invisuais

Publicidade

Nuno Ferreira

À conversa “Já lá vai o tempo em que se considerava a época dos incêndios” Governador Civil de Viseu, Acácio Pinto páginas 10 e 11

Grátis

última

Especial Informática & Telecomunicações Suplemento Concelho de Cinfães Especial Infantil Malta


Jornal do Centro

2

29 | Maio | 2009

praçapública r Só com amizade r Isso [extinção dos r O que me

palavras

deles

e vontade não se faz trabalho. É preciso dinheiro”

conselhos distritais da Ordem dos Advogados] só revela por parte do senhor bastonário um desconhecimento das competências dos diversos orgãos”

António Marques Presidente da Junta de Freguesia de Couto de Baixo, Viseu (Diário de Viseu, a propósito da sua passagem do PS para o PSD na recandidatura às eleições autarquicas, 26 de Maio)

João Paulo Sousa Presidente da delegação distrital de Viseu da Ordem dos advogados (Rádio Noar, 25 de Maio)

Registos

fez decidir verdadeiramente [candidatar ao Parlamento Europeu] foi a crise económica”

r Luto para que,

daqui a uns anos, não aconteça ao Académico de Viseu o que aconteceu ao CAF”

António Correia de Campos

António Albino

Deputado do PS na Assembleia Municipal de Viseu e ex-ministro da Saúde (Jornal “i”, 27 de Maio)

Presidente do Académico de Viseu (Rádio Noar, a propósito da recandidatura a um novo mandato, 27 de Maio)

Efeméride

Ser criança hoje Fernando José Ribas de Sousa Juiz de Direito – Jubilado

O ano corrente de 2009 é pródigo em eleições importantes. Se o povo português não manifesta grande interesse pelas europeias, o mesmo não se diga em relação às outras. E, sem descurar a importância das eleições autárquicas, as legislativas são as mais relevantes, pois, do seu resultado, surgirá a nomeação do Governo. Os cidadãos eleitores, no cumprimento do seu dever cívico, votam conforme a sua opção partidária, elegendo, muitas vezes sem saber quem são, os seus representantes na Assembleia da República. É uma das formas de afirmação partidária, porque a democracia não se esgota, nem identifica, com a votação partidária. Noutros lugares, os mandatários do povo são eleitos directamente, isto é, o povo escolhe aquela ou aquele que se submete a sufrágio, exigindo o seu “curriculum” e o seu programa de acção para o lugar que se propõe desempenhar. Acontece que, no nosso país, em certos círculos eleitorais, há parti-

dos que têm dificuldades em eleger um deputado segundo o método de Hondt, levando os seus apaniguados a escolherem outro partido, ideologicamente mais próximo do seu e com possibilidade de eleger deputados. A este exercício se dá o nome de “voto útil”, isto é, a opção para o seu voto ser considerado. Ora, para evitar este desvirtuamento da real vontade do eleitor, o Partido Comunista Português propôs, na Assembleia da República, a criação de um Círculo Geral, que acolheria os votos de todos os partidos, de todo o país, que não tivessem contado para eleger deputados. Com eles, e proporcionalmente, os partidos teriam, no parlamento, mais os deputados correspondentes. O PS e o PSD rejeitaram esta proposta, porque lhes interessa alimentar a mentira e engrossar às custas dos partidos mais pequenos. Nos Açores, nas últimas eleições regionais, funcionou o Círculo Geral, com pleno êxito. Independentemente daquela rejeição, o recurso ao “voto útil” é uma traição à consciência de quem o usa e aos seus ideais, nunca devendo ser utilizado.

É difícil ser criança hoje. É fácil ser criança hoje. Difícil, porque a realidade nos confronta, pelo mundo José António Gomes fora, com um Escritor. Professor da ESE do Porto crescendo de agressões a esses cidadãos em germe (em criação, como a etimologia de “criança” ensina) a que chamamos meninos, rapazes, putos ou canalha – gradação que diz muito sobre o modo como, nesta ou naquela circunstância, cada um de nós os vê. Quantos por dia são vítimas do abandono, da fome, da doença, da violência em guetos urbanos, de rapto e pedofilia, da exploração do trabalho infantil, da guerra e da incúria dos adultos?

É fácil, por outro lado, ser criança. A mortalidade infantil decresceu; diminuiu o número dos que – no mundo desenvolvido – padecem de subnutrição, não vão à escola, não têm direito a livros e brinquedos ou a cuidados de saúde… Mas a sociedade infantiliza-se. E, nessa deriva inquietante, esfumam-se a autoridade, a exigência e o rigor, a literacia, a pedagogia do respeito. Emergiu nas famílias a criança-rei: narcísica, caprichosa, incapaz de pensar o outro. Feita, em suma, à semelhança de adultos displicentes, cujo modo de “educar” se deixou contaminar pelos seus próprios vícios, por intoleráveis pulsões egocêntricas. E que julga poder substituir avós, pais, professores por centros comerciais, televisões e computadores. Em definitivo, é urgente mudar o mundo. A propósito do Dia Mundial da Criança

Arcas da memória

As festas do mês de Junho Homenagem a Aquilino Ribeiro

Alberto Correia Antropólogo

“O Junho é o mês da alegria na serra. A Primavera esplendia com todo o seu fulgor, e as suas tintas, no mato o amarelo do tojo e da giesta, o vermelho-púrpura das urzes e rosmaninho, o branco da esteva e bela-luz, no centeal o ocre palhetado de verde, enchiam os olhos. Cantavam por toda a parte os pássaros, que eu deixara de ver havia muitos me-

ses e agora as suas vozes soavam aos meus ouvidos como aleluias”. Aquilino Ribeiro , in Um Escritor Confessa-se

No mês de Junho é tempo de solstício, é o tempo em que a natureza se carrega de promessas de vinho e de pão. Os primeiros agricultores chamaram-lhe TerraMãe e os pastores fizeram dessa deusa a patrona dos rebanhos. Foram eles quem inventou as festas grandes de Verão, foram eles quem

acendeu, a vez primeira, fogos de bela-luz e rosmaninho, foram eles quem dançou, noite fora, à luz de uma fogueira. Foi um pastor, talvez, quem prometeu à sua amada, a vez primeira, que a alcachofra que lhe dera iria abrir em flor pela manhã. Tão pouco mudou nas festas populares!... Ainda arde nas fogueiras alecrim e rosmaninho, as moças ainda espreitam o renascer de uma alcachofra ao madru-

gar, ainda há quem colha no campo as orvalhadas, quem apanhe ervas milagrosas para chás. A terra permanece ainda portadora de um “mana”, essa estranha energia que faz rebentar as plantas e as fontes, que solta os faunos pelos montes, que faz cair “estrelinhas de pastor”, que faz cantar o cuco ao vir Abril. Aquilino Ribeiro celebra, no seu jeito, esta Terra-Mãe de Neolítico de quem ficou sempre adorador.


OPINIÃO | PRAÇA PÚBLICA 3

Jornal do Centro 29 | Maio | 2009

Cerca de uma centena de militares, apoiados por duas dezenas de viaturas, lançaram-se à reconquista do Aeródromo de Viseu, que estava ocupado por um grupo de 50 inimigos armados. O momento parecia real, mas tratou-se de um exercício de demonstração de forças, realizado pelo Brigada de Intervenção do Exército, acompanhado de perto pelo chefe do Estado Maior do Exército, general Pinto Ramalho. Os soldados procederam a um exercício militar durante vários dias, nos concelhos de Viseu e Penalva do Castelo. A Brigada de Intervenção despediu-se com um desfile na Avenida da Europa.

Importa-se de responder?

Ângela Mendes

Nuno Ferreira

Foto da semana

Quais as razões que o levaram a deixar de fumar? Duas razões. A primeira bem estar fisico. Ao fim de quase uma década como fumadora senti a necessidade de ter uma vida mais saudavel, tinha chegado a um ponto em que sentia que claramente os efeitos do tabaco no meu bem estar e na minha capacidade física e isso começou a preocupar-me. Em segundo lugar foi uma decisão claramente economicista, visto que o tabaco é já um vício caro. A primeira foi preponderante. Mas a segunda contou muito, visto que na altura estava numa situação precária

Fumava mais de um maço por dia. Um dia decidi que ia deixar de fumar e deixei durante seis anos. Hoje fumo de vez em quando não por vício mas por prazer.

Rogério Marques Professor

25 anos, empresária

Comecei aos vinte e dois anos e fumava três maços de tabaco por dia. Deixei de fumar há cerca de um ano por motivos de saúde. Não é facil mas tem de ser.

Fumava um maço por dia. Deixei de fumar por vontade própria, nada me obrigou. Nos primeiros dois meses não foi fácil, nem saía de casa para tomar café para não ter a tentação.Foi precisa muita força de vontade. Deixei de fumar em 2001 e desde aí sintome bem, com saúde.

José Pereira Antunes

Albano da Silva

Auxiliar de acção educativa

Agente comercial

F editorial

Reprovável

Nos últimos meses, fecharam centenas de empresas em Portugal. Os números do desemprego sobem em flecha. Há dois milhões de pobres. A classe média está a viver dificuldades nunca sentidas. O país impossibilitado de passar por cima da crise, pelo contrário, como é pobre, transforma-se numa das maiores vítimas. Em algumas empresas, os seus colaboradores vivem um verdadeiro massacre com coisas a acontecerem-lhes quase

a um ritmo diário, aumentando a insegurança e a incerteza sobre o que possa acontecer amanhã. Em Mangualde, na fábrica da PSA Citroën, sempre que uma nova medida é accionada, fazem acreditar os trabalhadores que o pior já passou, mas as decisões penalizadoras para os operários vão-se sucedendo. A última decisão – não confirmada pela administração, de resto, como sempre faz remetendo-se ao silêncio –, é de que está a equacionar a hipótese de

deslocar funcionários da unidade de Mangualde para as fábricas de Vigo e Madrid. Segundo fontes contactadas pelo Jornal do Centro serão alegadamente pessoas mais antigas na empresa, que não se encontram a trabalhar na linha de montagem e têm algumas limitações a nível de saúde e familiar. É um verdadeiro massacre para quem trabalha num ambiente como este. É preciso que alguém ponha um ponto final nesta situação.


Jornal do Centro

4 PRAÇA PÚBLICA | OPINIÃO

Directora Emília Amaral C.P. n.º 3955 emilia.amaral@jornaldocentro.pt

há um ano

29 | Maio | 2009

A “anestesia passou” um ano depois da selecção Há um ano, a Selecção Nacional de Futebol ganhava força em Viseu, com realização do estágio que os levaria ao Europeu do desporto mais visto em todo o mundo. Há um ano, muita gente se questionava sobre o que levaria as pessoas a passarem horas a fio à porta de um hotel para ver chegar os craques com carros topo de gama e de vidros escuros, que nada deixam ver? O que levaria as pessoas a comprarem

Redacção (redaccao@jornaldocentro.pt) Ana Filipa Rodrigues, C.P. n.º 8673 ana.rodrigues@jornaldocentro.pt

Gil Peres, C.P. n.º 7571 gil.peres@jornaldocentro.pt

Sara Pereira (estagiária) João Silva (estagiário)

Departamento Comercial comercial@jornaldocentro.pt

Directora: Catarina Fonte catarina.fonte@jornaldocentro.pt

Ana Paula Duarte ana.duarte@jornaldocentro.pt

Departamento Gráfico Marcos Rebelo marcos.rebelo@jornaldocentro.pt

Projecto Gráfico

DIRECTORA

Emília Amaral

Semanário 30 de Maio de 2008 Sexta-feira Ano 7 N.º 324

0,75 Euro (IVA 5% incluído)

SEMANÁRIO DA

REGIÃO DE VISEU

milhares de cachecóis, de camisolas e outros adereços? O que levaria as pessoas a sentaremse horas a fio num estádio de cadeiras duras com o sol de Maio a pique, para verem os craques a darem uns chutos na bola? Um ano depois, os viseenses, sobretudo comerciantes, afirmam que valeu a pena enquanto durou, mas a “anestesia passou” e o lucro a médio prazo “foi pouco ou nenhum”, restando “a promoção da cidade”.

força em Viseu

defrank - Comunicação Editorial defrank@netcabo.pt

Serviços Administrativos Sabina Figueiredo

Opinião

A Primorosa das Beiras

sabina.figueiredo@jornaldocentro.pt

Impressão Impréjornal, S.A. Rua Rodrigues Faria 103, 1300-501 Lisboa

Distribuição Vasp

Tiragem média 4.000 exemplares por edição

Sede e Redacção Bairro de S. João da Carreira Rua Dona Maria Gracinda Torres Vasconcelos, Lote 10 r/c 3500-187 Viseu Telefone 232 437 461 Fax 232 431 225

E-mail redaccao@jornaldocentro.pt

Internet www.jornaldocentro.pt

Propriedade O Centro–Produção e Edição de Conteúdos, Lda. Contribuinte Nº 505 994 666 Capital Social 114.500 Euros Detentores de mais de 10% do Capital: Sojormedia SGPS, SA Depósito Legal Nº 44 731 - 91 Título registado no ICS sob o nº 100 512

Gerência Francisco Rebelo dos Santos, Ângela Gil e Pedro Costa

Departamento Financeiro Ângela Gil (Direcção), Catarina Branquinho, Celeste Pereira, Gabriela Alves e João Machado. info@lenacomunicacao.pt

Departamento de Marketing Patrícia Duarte (Direcção), Catarina Fonseca e Catarina Silva marketing@sojormedia.pt

Departamento de Recursos Humanos Sónia Vieira (Direcção) e Magda Silva drh@sojormedia.pt

Departamento de Sistemas de Informação Tiago Fidalgo (Direcção) e Hugo Monteiro dsi@sojormedia.pt

Gestão de Assinaturas Susana Santos (Coordenação) e Maria Lopes assinaturas@sojormedia.pt

Unidade de Projectos Lúcia Silva (Direcção) e Joana Baptista (Coordenação) projectos@sojormedia.pt Os artigos de opinião publicados no Jornal do Centro são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. • O Jornal reserva-se o direito de seleccionar e, eventualmente, reduzir os textos enviados para a secção “Cartas ao Director”.

Semanário as Sai às sextas-feiras Membro de: Associação Portuguesa para o Controlo de Tiragem

Associação Portuguesa de Imprensa União Portuguesa da Imprensa Regional

As Estratégias de Campanha do PSD A campanha eleitoral mais dispendiosa é a do PSD. Questionado sobre esta matéria, Paulo Rangel José Junqueiro Vice-Presidente responde dizendo Grupo do que é um “orParlamentar do PS çamento de verjosejunqueiro@ps.parlamento.pt dade”. Como quem diz: todos os outros partidos “fazem fintas” à lei – o único sério sou eu! Este estalar do verniz, pelo simples contacto coma pergunta de um jornalista, revela uma consciência intranquila, mas, sobretudo, dá nota de uma personalidade que se sente bem estigmatizando os outros. Teria sido bem melhor, para “falar verdade”, que tivesse assumido por inteiro a opção. É uma aposta como qualquer outra. E está na lei, nada tendo, portanto, de censurável. A democracia, neste aspecto, é mais cara do que a ditadura, mas a liberdade, o confronto das ideias, dizer o que se pensa, não tem preço. Condeno, pois, esta hipocrisia, este faz de conta de menino bem comportado! Já a ideia de, “ab inito”, assumir como estilo de campanha política a não realização de comícios por, no entender do PSD, ser coisa que já não se usa, foi bem mais inteligente. A dificuldade da Presidente do PSD contactar com as pessoas, a sua inultrapassável frieza, o prurido que tem no contacto popular, justificam bem essa decisão. Não deixa de ser uma outra hipocrisia, mas, neste caso mais compreensível. Também não imagino Paulo Rangel nas feiras a disputar os abraços, apertos de mão e beijos de Paulo Portas, por exemplo. O seu estilo não é popular. É mais retraído, sem que isso queira significar tratar-se de uma pessoa desagradável Não, mas não foi feito para isto! E bem podia aproveitar, como faz o PCP e o BE, “vir para a rua e gritar” contra

o Governo se, por acaso não tivesse medo da rua. O PS faz de forma diferente, é igual a si próprio. É um partido popular, gosta do contacto directo com as pessoas, mesmo numa situação tão difícil como aquela que vivemos. Ouvir o que se gosta e não gosta faz parte da democracia. E se na época pós Durão e Santana tudo era mais fácil para o PS e José Sócrates, a verdade é que se continuou a preferir a rua, transmitir e recolher afectos, ouvir “algumas verdades”, mas sentir também reconhecimento pela coragem e pelo trabalho desenvolvido. É este o contexto em que o PS decidiu fazer, em Viseu, no próximo Domingo, um grande comício, junto à noite, no Pavilhão do Inatel. Mesmo num dia de Taça de Portugal! É uma maneira de reunir militantes e simpatizantes, mas é também uma boa estratégia para combater o absentismo, fazer o apelo ao voto e à ida às urnas. Em democracia tudo que a dinamize vale a pena. O PSD, nesta matéria, como na própria Assembleia, deixou cair os braços, desistiu, não teve coragem para se testar publicamente, nem para explicar a teia de frases redondas em que envolveu os seus cartazes: “um Erasmus para o 1º Emprego…assino por baixo…as famílias acima das famílias politicas…”e já basta de publicidade…não quero prejudicar mais! E compreende-se, porque, para “Falar Verdade” teriam de dizer: em quatro anos de oposição tivemos três líderes e três atitudes diferentes para o mesmo país…o nosso discurso foi sempre o do desânimo… estamos arrependidos de ter querido privatizar a Segurança Social e a Caixa Geral de Depósitos…e de ter apoiado a guerra no Iraque…!!! Bem, sempre é melhor não fazer comícios e aplicar uns cartazes redondos…em campanha não se faz “mea culpa”!

Cantata do Café Para esta “Primorosa” tinha pensado escrever sobre o Simpósio o “Comércio e a Cidade” que a Associação Comercial de Viseu juntamente com sus hermanos da OSPEA - Organización Supranacional de las PME´S del Eje Atlântico organizaram no passado sábado dia 16 de Maio. O simpósio tinha como grande objectivo reFernando Figueiredo flectir sobre o papel do comércio nos “tradicionais centros de cidade, a sua importância para a vivência da comunidade, o seu contributo para a economia de uma região, o seu papel aglutinador de funções e valências do quotidiano das populações”. Muita coisa foi dita (foram 22 palestrantes em 7 horas!!!), mas pouca foi a reflexão. Só que isto do simpósio fica para uma outra crónica, nesta quero falar-vos de um concerto de música clássica que amanhã, sábado, 30 de Maio, às 18h00, vai ser oferecido no Salão Nobre da Santa Casa da Misericórdia de Viseu (ao Jardim das Mães). Esta crónica é a minha forma de o agradecer! Vai ser um concerto singular - uma daquelas coisas que raramente Viseu tem oportunidade de ver, neste caso ouvir – e na certa memorável. Para além de podermos ouvir alguns trechos muito conhecidos de Mozart, uma peça de Haendel (este ano passam-se 250 anos da sua morte) vamos poder ouvir uma cantata de Bach, a singular Cantata do Café (é uma das poucas peças profanas de Bach e foi expressamente traduzida do alemão para português para este concerto). Os intérpretes são de topo, alguns já tive a felicidade de ouvir (de entre eles destaco Maria de Lourdes Alves, professora do Conservatório de Música do Porto e uma das referências do cravo nacional). Não é nenhuma entidade pública que organiza este concerto! Não, não é a Câmara Municipal de Viseu. A câmara tem, naturalmente, mais que fazer, como já deve ter dado conta. As eleições estão à porta e há que tapar e remendar os buracos que freneticamente tem andado a abrir por todo o lado! Quem o organiza é, e espante-se caro leitor, um privado, uma farmácia: a Farmácia Marques. O concerto é uma sentida e bonita homenagem que o marido, dr. Isidro Augusto Meneses, e os filhos da dr.ª Maria do Céu Menezes (1947-2006), proprietária e directora técnica da Farmácia Marques (de 1979 a 2006) lhe prestam e que “à semelhança de anos anteriores o convite é dirigido a todos os familiares e amigos bem como aos amantes da boa música”. E este é já o terceiro concerto! O primeiro foi em 2007, um concerto de cravo positivo (nas próprias instalações da farmácia), onde se interpretaram peças de J. Pachelbel (1653-1706), D. Zipoli (16881726), de L. G. di Pistoia (1685-1743) e do português Carlos Seixas (1704-1742). O segundo foi o ano passado (já no salão nobre da Santa Casa) e foi um concerto de Cravo e Bandolim, pelo Convivium Musical, em que se interpretaram obras de Johann Schobert (17401767), G. Boni (?-ca.1750), Xavier Baptista (?-1797) e de Beethoven (1770-1827). Já viu o que perdeu?! Amanhã apareça, vai ver que vai gostar. E os organizadores do evento vão, certamente, gostar de o lá ter. Isto é verdadeiro mecenato cultural que nós devemos agradecer. Da minha parte fica já aqui o meu obrigado. Até amanhã!


OPINIÃO | PRAÇA PÚBLICA 5

Jornal do Centro 29 | Maio | 2009

números

estrelas

1 100

A Câmara de Viseu voltou a realizar a viagem “De Comboio Até Lisboa”, para os alunos do quarto ano do 1º Ciclo do Ensino Básico do concelho. Hoje viajaram entre Mangualde e Lisboa os últimos alunos de um conjunto de 1 100 estudantes contemplados este ano. A iniciativa decorre desde 1996. O objectivo é proporcionar às crianças “uma experiência, na maioria dos casos, única, de contacto com o comboio”.

Carla Xavier, Bruno Ribeiro e Hélio Marques Bombeiros da corporação de Tarouca

Quando chegaram a casa da parturiente, às 00h30, já tudo parecia complicado, mas seguiram o seu caminho. A dada altura aperceberam-se que não dava tempo para chegar ao hospital, pararam no nó da A24, na Régua, e efectuaram o parto, fazendo de parteiros pela primeira vez. Só depois de tudo normalizado é que levaram a mãe e o bebé para o Hospital de Vila Real.

Conversas da treta e algumas notas soltas: CXXXV

Notas de uma campanha 1. Nunca é demais reafirmá-lo. Realizou-se no passado dia 23 de Maio a maior iniciativa política alguma vez realizada em Portugal. António Vilarigues Uma multidão anm_vilarigues@hotmail.com imensa respondeu à chamada da CDU e encheu as avenidas de Lisboa desde o Campo Pequeno até ao Marquês de Pombal. Foram mais de 85.000. A Marcha deu expressão ao protesto e indignação que percorre Portugal de lés a lés. Disse alto e bom som que basta de injustiças. Exigiu uma ruptura e uma mudança. Afirmou com determinação e confiança que, com mais força à CDU, sim, é possível uma vida melhor. A Marcha reforçou a convicção de que, como noutros momentos importantes da história e da vida do nosso país, a força de um povo unido na sua luta pode mudar muita coisa. E o dia 7 de Junho será um importante momento para avançar na construção da mudança necessária e urgente. Urgente porque é necessário pôr cobro, quanto antes, à grave crise que vivemos. Para impedir o agravamento, ano após ano, mês após mês, dia após dia, das condições de vida. Uma crise que, em Portugal, é o resultado de trinta e três anos de políticas de sucessivos governos PS e PSD com ou sem o CDS. Políticas que provocaram o agravamento das condições de vida dos trabalhadores e do povo, a contínua degradação da situação económica e a justificada inquietação de todos os democratas quanto ao futuro do país. A dura realidade que estamos a viver prova que a CDU tinha razão. Mais de 30 anos de política de direita e mais de 20 anos de integração capitalista de Portugal na União Europeia são a origem da crise. Uma

crise do sistema capitalista, que, agora, os seus causadores querem que sejam os mesmos de sempre a pagar – os trabalhadores, os mais desfavorecidos, os micro e pequenos empresários, agricultores e pescadores. As eleições para o Parlamento Europeu, no próximo dia 7 de Junho, são a primeira oportunidade para dizer que a CDU faz toda a diferença. Que a CDU é a alternativa de que Portugal e a Europa necessitam. 2. Estranhamente, ou talvez não, 35 anos depois do 25 de Abril de 1974 e outros tantos actos eleitorais depois, ainda há autarcas que desconhecem as mais elementares regras do processo democrático eleitoral. Autarcas que se comportam como pequenos ditadores, convencidos de que tudo querem, tudo podem, tudo mandam. Autarcas que actuam como autênticos fora-da-lei. Autarcas que recusam credencias dos outros. Autarcas que não publicam editais. Autarcas que não convocam reuniões. Autarcas que assumem funções que não são as suas. Autarcas que agridem representantes de outros partidos ou de outras forças políticas. Autarcas que mandam expulsar o mandatário distrital da CDU (o que seria se tivesse sido com José Junqueiro…). Autarcas que ignoram e não cumprem as leis que regem os processos eleitorais em Portugal. E não se pense que esses comportamentos são exclusivos de alguns eleitos do PSD. Também contagiam eleitos socialistas. E não se fique com a ideia que visam apenas os representantes da CDU. Chegada a hora tudo (ou quase) que não seja da sua cor é tratado da mesma forma. Também aqui os comportamentos da CDU marcam a diferença. Indiquem uma junta de freguesia presidida pela CDU onde tais actos se tenham verificado. Afinal quem respeita e pratica a democracia, esteja no poder ou na oposição? A resposta é inequívoca.

Jorge Machado Presidente da Borgstena em Portugal (Nelas)

O segundo incêndio na fábrica de Nelas e a conjuntura de crise obrigou a administração a accionar o lay-off, em vigor desde Fevereiro. Enquanto o Governo anunciava o chumbo da candidatura ao Plano de Apoio ao Sector Automóvel, a administração levantava o lay-off, o que representa um esforço da empresa.

Joaquim Coimbra Empresário de Tondela

Foi acusado pelo antigo presidente do BPN, Oliveira e Costa de alegadamente ter boicotado a venda ao grupo Carlyle, mesmo depois da aprovação do conselho nacional, e de alimentar a imprensa com notícias negativas para o grupo. Podia e devia ter reagido, mas remeteu-se ao silêncio, recusando-se a prestar declarações aos jornalistas, embora se tenha mostrado disponível para ir à Assembleia da República responder à comissão.

Opinião

Museus e turismo No passado dia 18, festejou-se o dia internacional dos museus, dedicado este ano ao tema “Museus e Turismo”. A presidente do Conselho Internacional Hélder Amaral dos Museus (ICOM) Deputado CDS-PP definiu assim o mote deste ano: “O Património é a nossa identidade partilhada como Humanidade, como comunidade. (…) «Museus e Turismo» encoraja os profissionais dos museus e os voluntários a trabalharem juntos com os visitantes e os turistas, a criar interacções com as comunidades locais, de modo a criarem uma experiência do Património dentro, e fora, das paredes dos museus.” Este tema faz ainda mais sentido, e o apelo é ainda mais premente, quando se fala do interior do País, sendo imprescindível um “reforço da cultura como factor de desenvolvimento e de emprego e a promoção de um maior equilíbrio espacial no acesso à cultura”. Vários estudos indicam que o denominado turista cultural tem maior apetência em investir o seu tempo e recursos na comunidade local (na restauração, na hotelaria e nos serviços). É, muitas vezes, a experiência cultural que determina o seu retorno e a passagem de impressões positivas aos seus pares. Uma instituição como o nosso Museu Grão Vasco é, de facto, um agente na promoção e no desenvolvimento cultural – e, por isso, económico e social – desta região. Este factor, bem como o restante património, têm de ser levados em conta como condicionantes dos instrumentos de planeamento territorial, nomeadamente turísticos. E têm, por outro lado, de ser utilizado com um recurso – ou um “activo”, como se diz hoje em dia – para o próprio desenvolvimento da região. Já em 1919, no edifício que é hoje a Assembleia da República, o Senador Abel Hipólito dizia: “Êste museu [Re-

gional Grão Vasco] é de grande importância para a região da Beira Alta, onde há já quadros e objectos de grande valor, museu que é visitado por todas as pessoas que passam pela Beira Alta, principalmente pela sua capital, Viseu.” Como de costume, e porque há coisas que não mudam nem em noventa anos, concluía: “Êle tem lutado com falta de recursos e de pessoal”! M a s , a lém d a c rón ic a que st ão orçamental, repare-se a ênfase dada aos visitantes que “passam pela Beira Alta”. Sabemos hoje que o diálogo e a participação comunitários têm de incluir, em nome do desenvolvimento, as indústrias culturais locais, encorajar a cooperação com o sector do turismo, incluindo as PME’s que contribuem para a protecção do Património, implicando a população local e a integração de “marcas” como estratégia de marketing. Deve ainda reforçar-se o diálogo e o estabelecimento de parcerias públicas e privadas, e o favorecimento da descentralização das decisões, de modo a posicionar o desenvolvimento turístico e a integração deste noutros sectores. Se um Museu é “... Uma instituição a serviço da sociedade”, o propósito da democratização do acesso à cultura passa por disponibilizar todas as portas e acolher todos os instrumentos para levar a fruição do património à sociedade actual. Este acesso global passa pelas plataformas digitais, pelos horários, pela animação, pelas campanhas, pelas parcerias. Enfim, passa também por dar oportunidade ao acesso na altura em que as pessoas têm disponibilidade horária – e, porque não dizê-lo, mental – para aproveitarem essa experiência: no tempo de lazer, através do turismo. Não estou a menosprezar todas as outras funções de um museu: educativa, investigação, preservação, entre tantas. Mas os bons exemplos, como o do Museu Grão Vasco, mostram que, nos dias de hoje, estas funções não são exclusivas, são antes complementares.


Jornal do Centro

6

29 | Maio | 2009

abertura

textos ∑ Ana Filipa Rodrigues

Escola de Moimenta da Beira organiza maior concentração nacional de telescópios Iniciativa ∑ Pretende assinalar Ano Internacional da Astronomia Já neste fim-de-semana, sábado 30 e domingo 31 de Maio, o assunto em Moimenta da Beira será apenas um: astronomia. Até pode ser um tema estranho à maioria das pessoas do concelho, mas amanhã, Moimenta da Beira vai estar de olhos voltados para o universo. Tudo graças a iniciativa que está a ser preparada pela Escola EBS de Moimenta da Beira e que pretende ser a maior concentração nacional de telescópios. A ideia partiu do Clube de Ciências da escola, fundado pelo professor Paulo Sanches e que há dez anos tem desenvolvido projectos na área da Astronomia. “Como 2009 é o Ano Internacional da Astronomia, começamos a pensar em realizar várias actividades para comemorar este ano. E das várias actividades, pensamos, porque não promovermos uma concentração de Telescópios aqui em Moimenta da Beira, a nível nacional?”, explica o coordenador do projecto Paulo Sanches. Segundo o responsável pela iniciativa, já está confirmada a presença de 38 telescópios, quer na concentração solar quer na concentração nocturna. “No recinto serão montados mais de 30 telescópios. Desde o mais pequeno e simples, ao maior que existe em Portugal, nomeadamente o do campo de Astronomia da Amadora”, afirma o professor que acredita que este número pode aumentar, uma vez “alguns

astrónomos ainda não confirmaram a presença”. “Outros aparecem espontaneamente”, sublinha. A maior parte dos telescópios serão cedidos por astrónomos amadores, bem como por escolas e associações. A concentração terá lugar na Aldeia de Cabaços, mais propriamente no santuário ade São Torcato, um local onde a iluminaervação pública não irá interferir na observaos dista d ção nocturna. “A aldeia de Cabaços 12 me enta quilómetros do centro de Moimenta e todass da Beira e o Santuário reúne as. Além as condições necessárias. ntia de que é disso, temos a garantia possível desligarr a iluminação e Santuário”. pública desse É com entusiasmo e ansiedade que os alunos estão a organi-ativa, até porque “querem “querrem zar a iniciativa, a bem, para que seja a a melhor que tudo corra entração nacionall de telese a maior concentração tão expeccópios”. Mas nem só os alunos est estão o de amatantes em relação à concentração idade de Moimenta M nhã. Também, a comunidade pectativ va e curioda Beira aguarda com expectativa ambém a nossa sidade. “Este evento revela também preocupação de dar a conhecerr a Astronocio ionar-lhe mia à comunidade local e proporcionar-lhe varem em por a possibilidade de verem e observarem iferente ntes”, telescópios de tipos e tamanhos diferentes”, iva. reforça o coordenador da iniciativa. Comemorações.A concentração ção nacio-

Publicidade

nal de telescópios vai contar com a prepr sença do coordenador ador internacional do Ano Internacional nal da Astronomia 2009, Pedro Russo. “É um orgulho, pois para além de o Dr. Pedro Russo ser português, conseguimos reunir um painel de palestrantes que estão na alta esfera da Astronomia Portuguesa, quer amadora quer profissional”, explica Paulo Sanches. Para além da concentração, a Escola

EBS de Moimenta da Beira, preparou um vasto conjunto de actividades que irão assinalar o Ano Internacional da Astromonia. Às 15h00, de sábado, as comemorações têm início com uma palestra sobre Galileu proferida pelo coordenador nacional do Ano Internacional da Astronomia, João Fernandes. A partir das 17h00, a escola acolherá sessões informativas de observação do sol e um espectáculo de teatro e música dinamizado pelos alunos. Também o preside dente da Associação de Astró-

nomos Amadores, Pedro Ré, irá explicar aos presentes a história e os segredos dos telescópios. A concentração de telescópios tem início às 21h30 21h e a partir das 23h00, o professor do colégio militar, Guilherme Almeida, será o cicerone de d uma visita guiada ao céu. Paulo Sanches acredita que mais do que San assinalar o Ano An da Astronomia é uma iniciativa “que ficará ficar na memória dos actuais alunos do Clube de Ciências e na memória de todos os participantes”. participan antes”. O Clube C de Ciências é frequentado por fre cerca cerc rca de 20 alunos. Trata de teT mas fo fortes da ciência, a, mas, segundo PauPa lo Sanches, “de de forma lúdica, interactiva e apelativa”.

Publicidade

Venha ter connosco, baixamos-lhe as suas prestações mensais até 60% juntando todos os seus créditos num só

A Sua Rede de Confiança Apoio Jurídico Direito Executivo (Crédito Mal Parado)

Consultoria Financeira

Direito Comercial

Soluções de financiamento

Constituição De Empresas

Soluções de crédito para empresas e particulares Crédito automóvel Credito habitação Crédito consolidado

Contabilidade e Gestão Planeamento e Preparação de Impostos

Produtos estruturados de aforro e poupança Leasing

IRS A PARTICULARES Candidaturas ao QREN, IEFP “Centro de emprego”

Tel: 232083884 Fax: 232085132 Tlm: 918060901 Correio electrónico: hiperfinance@gmail.com

Rua Comandante António Góis Guerreio Lote 185, Loja 2, Marzovelos 3510-223 Viseu

Rótulo de vinho alusivo às estrelas Numa iniciativa inédita, o Clube de Ciências da Escola EBS de Moimenta da Beira aliou-se à Cooperativa Agrícola de Távora na criação de um novo rótulo de vinho alusivo ao Ano Internacionalda Astronomia. O novo produto será apresentado no dia 31, às 12h00. “Tanto a cooperativa, como a autarquia acolheram

com agrado a nossa iniciativa e em parceria associaram-se para a concretização”, refere o coordenador do Clube de Ciências. Ao todo irão ser lançadas 500 garrafas com o novo rótulo. “Vai ser oferecida uma garrafa de vinho com o nosso rótulo a cada participante na concentração de telescópios”.


7

Jornal do Centro 29 | Maio | 2009

eleições O Cabeça de Lista às eleições Europeias pelo PSD, vai estar dia 3 de Junho no distrito de Viseu. Paulo Rangel começa o dia em Lamego, almoça com autarcas em Tondela, depois de uma ida à câmara, visita a empresa Controlvet e, já em Viseu, tem marcado um encontro na autarquia, antes de uma sessão prevista para o Instituto Piaget, às 21h00.

SÓCRATES ACOMPANHA VITAL MOREIRA A VISEU DOMINGO A agenda de campanha do cabeça de lista do PS às europeias, Vital Moreira, tem um comício marcado para Viseu, domingo, dia 31. Na sessão, agendada para as 20h30, no pavilhão do Inatel estará também o primeiroministro, José Sócrates. Publicidade

Jorge Coelho ao lado de João Azevedo Mangualde ∑ Antigo ministro na apresentação da candidatura do PS Jorge Coelho regressou à política pa ra apoiar o candidato do PS à câmara municipal de Mangualde, João Azevedo, no sábado, dia 23. O antigo ministro das Obras Públicas, afirmou que abriu uma excepção em Mangualde, por estar em causa o futuro do concelho onde nasceu. “Estou suspenso de funções, mas quero-te dizer João que para Mangualde não haverá suspensão, estarei cá quantas vezes forem precisas, para procurar fazer com que acreditemos todos que é possível

r

Há por aí gente que quer fazer desta eleição, uma eleição apenas entre o PS e o PSD. Enganam-se, os portugueses sabem que o PS e o PSD, apesar de serem partidos diferentes, estão juntos no Banco de Portugal, na Caixa Geral de Depósitos, na EDP, na Galp, nas empresas públicas [...] e a favor de um modelo federal da Europa, por isso é preciso dar força a um partido diferente que é o CDS”

Paulo Portas

Presidente do CDS-PP (Campanha das eleições europeias, Feira Semanal de Viseu, 26 de Maio)

r

DR

PAULO RANGEL RESERVA DIA 3 PARA VISEU

europeias | autarquicas

A João Azevedo já foi candidato em 2005 ter este concelho na rota do desenvolvimento que já teve”, afirmou. Durante a sessão fo-

ram ainda apresentados os candidatos socialistas às 18 freguesias do concelho de Mangualde.

Eu comprometi-me com esta política de cidadania que é a política que se segue à política dos políticos e das ideologias. Esta política da cidadania ficou mais fácil de perceber, depois da eleição do presidente Obama” Laurinda Alves Cabeça de lista ao Parlamento Europeu pelo Movimento Esperaça Portugal (Campanha das eleições europeias, Feira Semanal de Viseu, 26 de Maio)


Jornal do Centro

8

29 | Maio | 2009

conselho de governadores Emília Amaral

texto ∑ António Figueiredo / Emilia Amaral

João Inês Vaz

João Pedro Barros

1

Educação sexual nas escolas: É necessária? E como deve ser dada?

2

Proposta da carreira docente dos professores do ensino superior.

∑ No meu mestrado, nos Estados Unidos, retenho com alguma saudade as aulas de educação sexual dadas por médicos e pessoas muito qualificadas, que começavam a acompanhar os jovens desde a terceira classe, explicando-lhes de uma forma cientificamente correcta. Em Portugal, devia começar-se por aí. As escolas deviam começar por ter um pedo-psicólogo que fizesse a orientação destes jovens. Não é só entregar-lhes preservativos. O professor pode ter formação, mas as aulas devem ser orientadas por especialistas. O professor deve ter, sobretudo, preparação na área do bom senso, para só poder ir até onde deve ir. ∑ A discussão do novo estatuto da carreira docente, que está a ser debatido com os sindicatos, faz todo o sentido. No ensino superior, as pessoas, desde a docência aos lugares de direcção, devem ser doutoradas. O ministro [Mariano Gago] vai estabelecer dois patamares de formação em Portugal. Eu só aceito isso, se houver a mesma dignidade para a mesma formação, por isso sempre defendi a universidade politécnica. Agora, é preciso que os professores do ensino politécnico, tenham uma graduação idêntica à dos professores das universidades.

∑ Eu também fui criticado ao longo da vida, por ser um emotivo primário e, às vezes, ultrapassando o que o bom senso aconselhava. Considero que foi uma linguagem metafórica, mas estou convencido que, atirar pedras, nem aos pássaros [Fernando Ruas] seria capaz de o fazer. Todos nós devemos ter cuidado com a linguagem, não são só os políticos. Aconselho a toda a gente, muita contenção verbal. Eu já ouvi coisas na Assembleia da República que mereciam ir a tribunal e continuam os senhores políticos com imunidade parlamentar. ∑ Se me dissessem que António Correia de Campos iria ser candidato à autarquia e candidato ao Parlamento Europeu, colocaria as minhas reservas, como coloco em relação a outros candidatos. Como é candidato à Assembleia Municipal [de Viseu], o comportamento é idêntico aos deputados nacionais, que são deputados e estão na sua assembleia municipal. Publicidade

Publicidade

3 1 2 3

4

Julgamento do presidente da Câmara de Viseu: A expressão surpreendeu-o?

4

Eleições Europeias: Concorda comduplascandidaturascomo a de Correia de Campos?

∑ É tempo de deixar de ser um tema tabu. A educação sexual necessária nas escolas, mas os últimos acontecimentos recordam que é um tema difícil de abordar, quer seja por parte dos pais, quer seja por parte dos professores. Exactamente porque os professores não têm preparação própria para dar educação sexual. Terão que ser feitas acções prévias, no sentido de ver como este tema há-de ser abordado. Está quase a reduzir-se um problema educativo à distribuição, ou não, de preservativos na aula e, se calhar, esse é um problema menor. ∑ Sempre houve um prazo para se fazer o doutoramento, só que os próprios responsáveis pelo ensino superior, quer reitores, iam deixando passar as situações e as pessoas não o faziam nos quatro ou seis anos em que o deviam fazer. O que há a fazer, neste momento, é dar um prazo para as pessoas completarem o doutoramento. Não compreendo que alguém vá para o ensino superior e não tenha um projecto de doutoramento. Não aceito ver à frente de um Instituto Politécnico, um dirigente que não tem o doutoramento e o engenheiro Sebastião (IPV) conhece esta minha opinião. Nas universidades, não é possível ser reitor sem ser catedrático. A credibilização académica das instituições faz-se com pessoas que já tenham credibilidade académica. ∑ Não me surpreendeu, perece-me uma linguagem, não digo comum, mas frequente, na boca do dr. Fernando Ruas. Não o devia ter dito como presidente da Câmara. Uma coisa é certa: o dr. Fernando Ruas é uma pessoa, que utiliza sempre uma linguagem forte e, por vezes, diz coisas que deveria pensar melhor, antes de as afirmar.

∑ Se fosse candidato a presidente da autarquia, era capaz de criticar, assim, até entendo que pode haver uma valorização da própria assembleia. Pode trazer alguma experiência de Bruxelas para aqui [Viseu].

Publicidade

- Fotocópias laser a cores e preto e branco - Encadernações - Estampagens em T-shirts - Revistas - Jornais Rua São Carneiro, 15 - Tel. 232 772 691 3670-234 Vouzela


Jornal do Centro 29 | Maio | 2009

PUBLICIDADE 9


10 entrevista ∑ António Figueiredo/Emília Amaral fotografia ∑ Nuno Ferreira

Jornal do Centro 29 | Maio | 2009

à conversa O plano de combate a incêndios no distrito de Viseu, apresentado esta semana, é um dispositivo que o sossega?

Resolve as questões que temos no distrito, desde que as coisas aconteçam com a normalidade para a qual desenhámos o dispositivo.

Acácio Pinto assumiu funções de Governador Civil do Distrito de Viseu, no dia 5 de Abril de 2005. O Verão é talvez o período que lhe traz mais trabalho e preocupações, por causa dos fogos florestais. Esta semana, apresentou o dispositivo que já está no terreno, no distrito, para combater os tão temidos fogos florestais. À conversa com o Jornal do Centro e com a Rádio Noar, fala ainda da segurança rodoviária, outra área sob a sua responsabilidade, e assegura que o primeiro-ministro, José Sócrates se prepara para anunciar o arranque das obras da nova auto-estrada alternativa ao tão criticado IP3, entre Viseu e Coimbra.

r Viseu foi o distrito

É sumariamente o mesmo do ano passado.

Não só em Viseu, mas em todo o país, embora em Viseu possamos dizer que temos um ligeiro reforço qualitativo da parte dos meios aéreos. Temos dois aviões ligeiros já a partir do dia 1 de Junho, sedeados no Aeródromo de Viseu, que a partir de 1 de Julho serão substituídos por dois aviões médios. Quando se aproxima esta época de Verão, o que mais o preocupa?

São as questões que temos vindo a degolar ao longo dos anos e, por isso, essas questões estão agilizadas entre nós, que é a coordenação de todos os agentes no terreno. Essa coordenação tem vindo a tornar-se mais eficiente?

Tem vindo a melhorar e posso dizer que, neste momento, há uma boa coordenação sob o comando do comandante distrital de Operações e Socorro, César Fonseca. Dizia há um ano que as queimadas são uma grande dor de cabeça por serem a principal causa dos incêndios florestais. Resolveu essa dor de cabeça?

Continua a ser uma dificuldade. No início de cada ano, costuma haver muitas queimadas, só que, muitas delas, já são feitas com autorização dos municípios, em coordenação com os bombeiros. Nós desenvolvemos um plano de combate a incêndios no Inverno, ao qual chamámos Plano de Prevenção e, a partir daí, conseguimos que as pessoas pudessem articular-se entre si e Publicidade

www.maionesefastfood.com

Publicidade

que apresentou mais EIP’s na primeira fase”

“Nunca tive problemas com os bombeiros de Castro Daire” esta questão das queimadas fosse articulada entre as câmaras e os corpos de bombeiros. É evidente que ainda há um conjunto de queimadas, que estão um pouco fora do sistema, as que acontecem sobretudo nas áreas serranas do Montemuro, associadas à pastorícia. Estamos a desenvolver esforços para que sejam integradas, programadas e efectuadas em colaboração com os gabinetes municipais. O problema da falta de pessoas para

os postos de vigia, ocorrido no ano passado, foi ultrapassado?

Os postos de vigia, este ano, são da responsabilidade da GNR. As pessoas foram recrutadas pelo Centro de Emprego e estão a funcionar os seis postos da chamada Rede Primária, entre as 11h00 e as 19h00, neste período da Fase Bravo. A partir de Junho toda a rede funcionará durante 24 horas. Já ultrapassou o diferendo com o presidente dos Bombeiros Voluntários de Castro Daire?

Publicidade

Eu nunca tive qualquer problema com os bombeiros de Castro Daire. Vão ter uma viatura, como também vão ter uma viatura os bombeiros de Tabuaço, Ervedosa, Resende e Cabanas de Viriato. Houve uma resolução do Conselho de Ministros que autorizou esse concurso internacional para adquirir 95 viaturas para todo o país. Dessas 95, cinco vêem para o distrito de Viseu. Quem vai desenvolver o concurso é a Autoridade Nacional de Protecção Civil, 75 por cento [das verbas]


ACÁCIO PINTO | À CONVERSA 11

Jornal do Centro 29 | Maio | 2009

r Houve uma redução de

42 por cento [de acidentes] nos últimos quatro anos” virá do QREN, os restantes 25 por cento serão assegurados pelos governos civis. Sabe como está o processo da construção do Centro Nacional de Operações de Socorro, no Aeródromo de Viseu?

A Câmara Municipal de Viseu disponibilizou o terreno e o Ministério da Administração Interna está a elaborar o projecto, e vai lançar o concurso no âmbito da construção do Centro de Operações de Socorro alternativo ao de Lisboa (Carnaxide), para que possamos ter a nível nacional um comando que, em caso de haver problemas no nacional, possa ser replicado para Viseu. No último aniversário dos Bombeiros Voluntários de Viseu congratulou-se com a rapidez do processo para a construção do novo quartel. O financiamento do QREN está assegurado para esta obra?

As verbas do QREN existem para os quartéis que forem apresentados. No distrito, Nelas, Cabanas de Viriato e Viseu apresentaram candidaturas para três quartéis novos. Essas candidaturas serão apresentadas ao QREN e virão a ser financiadas. Para além dessas, há também a de Campia que vai fazer uma secção destacada, a de Resende que vai fazer a ampliação do seu quartel e a de Penalva do Castelo que vai fazer uma remodelação do quartel. Creio que é só uma questão de procedimentos, para as candidaturas poderem ser financiadas.

No distrito de Viseu, há 12 Equipas de Intervenção Permanentes (EIP), constituídas por cinco homens, que estão nos quartéis dos bombeiros durante o Verão e o Inverno. Doze, em 24 concelhos, não são poucas para um distrito de risco?

Viseu foi o distrito que apresentou mais EIP’s na primeira fase de candidatura. Acho que é relevante. Com o concelho de Viseu, Publicidade

temos mais de 50 por cento [do distrito] coberto e os concelhos onde há mais incidência de espaço florestal, têm uma cobertura com EIP’s, o que nos dá essa segurança.

Semanalmente, “À Conversa” resulta de um trabalho conjunto do Jornal do Centro e da Rádio Noar. Esta conversa pode ser ouvida na Rádio Noar, esta sexta-feira, às 11hoo e às 19h00, e domingo, às 11h00. A entrevista na íntegra em www.jornaldocentro.pt

“Dentro de um mês teremos a assinatura da concessão [auto-estrada Viseu/Coimbra]”

O território de Lafões está em falta.

São opções locais dos próprios agentes (câmaras e associações) que podem ter até meios alternativos e já estabelecidos no local. Nas zonas rurais e também em algumas urbanas, continua haver muito mato junto a habitações. O que está a falhar?

Embora ande pelo distrito e encontre situações referidas, também tenho vindo a encontrar, ano após ano, cada vez mais situações das vias municipais e nacionais limpas, o que é um aspecto relevante. Agora, tem que haver um tempo para a integração dessa prática e temos que fazer uma sensibilização muito forte às pessoas. Defende a aplicação de multas?

O decreto que dá corpo a esta questão, prevê o levantamento das contra-ordenações e têm sido levantadas. Há aqui um outro problema global: a propriedade está muito retalhada no distrito de Viseu e 30 por cento do espaço florestal não se sabe a quem pertence. Prevê um Verão complicado?

Já lá vai o tempo em que se considerava a época dos incêndios. Não há época de incêndios, todo o ano há uma resposta. É evidente que, pelas condições meteorológicas, o Verão é a época em que os problemas acontecem mais. Nós estamos preparados para isso, esperamos poder dar a resposta adequada às ocorrências registadas. Este ano, pode ser um ano com alguma dificuldade porque, o facto de em anos anteriores não terem ardido tantas áreas, há muito material combustível nos espaços florestais que pode vir a ser um problema para os incêndios florestais.

Uma das áreas que lhe está atribuída é a segurança e prevenção rodoviária. Quando é que avança a auto – estrada entre Viseu e Coimbra, alternativa ao IP3?

No primeiro semestre de 2009 a concessão irá ser assinada. Só resta um mês?

Fazendo as contas nessa base, dentro de um mês poderemos ter a assinatura dessa concessão, porque é uma via fundamental para os concelhos de Viseu e de Coimbra e também para a parte Sul do distrito, com a ligação entre a A25 e o nós de Santa Comba Dão, portanto, a conclusão do IC12. Destaca-se, no entanto, uma melhoria significativa dos números da sinistralidade no distrito. Quais são as causas?

Em Viseu, em 1998 morreram 107 pessoas nas estradas do distrito, em 2005 morreram 50 pessoas e em 2008 morreram 29. Isto traduz-se numa redução de 42 por cento nos últimos quatro anos, o que é significativo e é um dado muito positivo. As causas para esta redução têm a ver com a melhoria das vias, mas também os melhores comportamentos dos automobilistas e o facto de haver uma prevenção e uma maior fiscalização por parte das forças de segurança, não deixaram

de ter a sua repercussão. Anunciou a visita de técnicos aos locais onde ocorrem acidentes com vítimas mortais. Há resultados práticos dessa acção?

Fizemos uma adesão à Carta Europeia de Segurança Rodoviária, em que um dos objectivos era esse. E assim tem sido feito, em todos os acidentes, onde tem havia vítimas mortais, há uma deslocação ao local de um elemento da força de segurança respectiva e um elemento da entidade responsável pela via. Temos um relatório de todos esses casos, que é analisado e, quando há medidas concretas a sugerir, são encaminhadas para a entidade gestora. Tem havia intervenções?

Dou-lhe o exemplo do IP3, entre S. Miguel de Outeiro e Fail (Viseu), onde foi colocado o separador central em betão que, de certo modo, resultou dessas análises. Os últimos números da sinistralidade divulgados, dão conta que a Estrada Nacional 16 (estrada de S. Pedro do Sul) é a segunda via com mais acidentes no distrito. Precisa de obras?

Não está degradada em termos de pavimento. Pode ter necessidade de alguma intervenção, sobretudo para corrigir alguns pontos que possam ser mais perigosos.

Fase problemática de incêndios arranca com 680 combatentes no terreno O Plano Distrital Operacional de Combate aos Incêndios Florestais foi apresentado, no passado dia 26 de Maio, no Auditório da Escola Superior de Tecnologia de Viseu. No distrito de Viseu a área florestal ocupa cerca de dois mil metros quadrados, o que representa 40 por cento da área total. Segundo o Comandante Operacional Distrital de Viseu, César Fonseca, as zonas mais preocupantes e vulneráveis na prevenção e combate aos incêndios são as bacias dos rios Vouga, Dão e Mondego. O Comandante salientou como principais desafios a enfrentar para este ano, as condições atmosféricas extremas que se prevêem e a acumulação de biomassa dos anos anteriores. A 15 de Maio começou a fase BRAVO, com 460 combatentes, cerca de 100 veículos, quatro meios aéreos e seis postos de vigia. A fase BRAVO prolonga-se até 30 de Junho. A terceira fase, CHARLIE, é a que exige mais meios, visto que diz respeito à altura do ano mais problemática, correspondente aos meses de Julho, Agosto e Setembro. Nesta fase, serão empenhados 680 combatentes, 180 veículos, seis meios aéreos e 20 postos de vigia. A quarta fase, DELTA, como referiu o Comandante Distrital, dependerá do que ocorrer na fase anterior. “Cada vez se atribui mais importância aos meios aéreos para o sucesso da estratégia definida, mas eles são complementares dos meios terrestres, os meios aéreos só por si não extinguem incêndios florestais”, defendeu César Fonseca. Na primeira fase de combate, designada ALFA, que terminou a 14 de Maio, surgiram 1100 ocorrências no distrito. Sara Pereira


Jornal do Centro

12

29 | Maio | 2009

D Limpeza do Rio Pavia

viseu

A autarquia de Viseu vai levar a cabo uma acção de limpeza de sedimentos acumulados no leito do Rio Pavia. Na empreitada será limpo o troço compreendido entre o açude da Balsa e a ponte João Montelo. A limpeza atinge o valor de 150 mil euros mais IVA.

João Silva

Jovens da Juventude Comunista absolvidos

A O grupo “Barões da Sé” no último encontro anual, realizado no dia 16 de Maio, antes do jantar no restaurante Cortiço.

“A Sé é nossa por direito” Encontro ∑ Barões da Sé encontram-se há 15 anos, no mês de Maio, na Bica “Barões da Sé”. Unido pela paixão ao centro histórico, este grupo com cerca de cinquenta homens, orgulhosos por terem nascido, crescido e vivido sob o olhar imponente da Sé, encontra-se anualmente para relembrar a infância, para falar com saudade das corridas pelas ruas apertadas da zona histórica que, diz o “barão”, Tiago Nascimento, “tinham nas três bicas o seu forte”. Este ano o encontro aconteceu na noite de 16 de Maio. A paixão pela zona histórica está vincada na mensagem principal do blog do grupo: “A Sé de Viseu foi algo que nós vivemos, usufruímos, comungámos, preservámos. E foi – e será - um cenário esplendoroso para todos nós quando nos abeirávamos das janelas das casas onde nascemos! E crescemos. A Sé é nossa por direito.” O encontro anual, surgiu da vontade de reviver memórias e reencontrar amigos, que por força das voltas da vida, acabam por

se separar, fazer vida fora da cidade e até do país impossibilitando assim encontros mais regulares. Este grupo de amigos, partilha acima de tudo o valor da amizade que se cultiva independentemente da distância. Armando Matos defende que “os valores que juntam este grupo de amigos, hoje em dia têm tendência a desaparecer”, pois acrescenta: “os miúdos de hoje querem consolas e perdem o prazer de brincar como brincávamos, enquanto as pessoas dos bairros nem se conhecem”. Tiago Nascimento afirma: “passa muita gente pela vida de todos nós, mas são estes amigos e estas memórias que ficam sempre”. Que pensam do actual estado do centro histórico? Questionados acerca das mudanças que têm sido operadas no centro histórico de Viseu, o “barão” José Castro, é peremptório ao afirmar que a saída do Mercado 2 de

Maio do centro histórico foi uma má decisão decorrente de “uma má leitura do centro histórico”. Segundo o “barão”, “o lugar do mercado era aquele onde sempre esteve”. José Castro é defensor da ida da Loja do Cidadão para o centro histórico, pois esta “dará uma nova vida aquela zona”. Pensa ainda que o trânsito devia ser encerrado, mas sublinha que, para isso, “ teriam de ser criadas soluções de estacionamento para quem vive ou quer visitar a zona”. Que contributo dão à cidade e ao centro histórico? “Não somos um grupo reivindicativo, por isso, não fazemos críticas directas, nem fazemos sugestões à câmara, apenas temos as nossas ideias” diz Tiago Nascimento. O contributo deste grupo prende-se essencialmente pelas informações disponibilizadas no blog do grupo, dadas através de notícias sobre a cidade e ainda através de res-

postas a pessoas que querem conhecer a cidade, e que deixam perguntas no blog, as quais são respondidas logo que há uma informação a dar. Também os viseenses espalhados pelo país vão ao blog para ver como está a cidade. Que ideias têm para o futuro do grupo? “Temos a ideia de criar uma associação sem qualquer tipo de fim lucrativo, mas que serviria para ajudar “barões” em dificuldade, algo que desse um pouco mais de relevo ao nosso grupo, uma associação que ajudasse a divulgar os valores da amizade e de paixão pelo centro histórico. Existem associações que nascem por interesses políticos ou económicos, o nosso interesse é a amizade”, revela Tiago Nascimento. O “barão” conclui em jeito de brincadeira que “seria uma espécie de irmandade ou maçonaria mas não secreta”. João Silva

Os dois militantes da Juventude Comunista Portuguesa, anteriormente condenados pelo Tribunal de Viseu por terem pintado um mural onde anunciavam um congresso do partido, foram absolvidos pelo Tribunal da Relação de Coimbra. O caso remonta a 11 de Abril de 2006, data em que os dois jovens foram detectados a pintar uma parede do viaduto da circunvalação, junto à Universidade Católica. A autarquia de Viseu, responsável pela manutenção do espaço apresentou queixa. A 11 de Novembro de 2008, os jovens foram condenados ao pagamento de 350 euros de multa, pelo crime de dano simples, tendo a advogada do

PCP Odete Santos recorrido da senteça. Segundo a estrutura partidária, o Tribunal da Relação de Coimbra considerou que “não ficou provado que os dois militantes tenham violado a lei da afixação e inscrição de propaganda política, que não praticaram qualquer crime e que a autarquia de Viseu não podia ter procedido à remoção da pintura mural sem sequer ter contactado a JCP”. Para o PCP este caso evidencia “ A necessidade e defesa intransigente dos direitos e liberdades políticos, num momento de crescente ofensiva às liberdades, aos direitos democráticos e à constituição da República Portuguesa”.

Tertúlias apresentam resultados de trabalhos arqueológicos Testemunhos do Passado, resultados dos trabalhos arqueológicos efectuados em Viseu” será o tema de abertura do ciclo de tertúlias “Viseu - A Cidade no Museu”. Trata-se de um forúm de discussão histórico culturais, que vai ser levado a cabo em Viseu de 1 até 22 de Junho. A i n ic i at iv a s u r ge no â mbito do Gr upo de Missão e da Câmara Municipal de Viseu e tem como objectivo dar a conhecer alguns dos resultados da investigação contemporânea, bem como aprofundar a identidade histórica da cidade. O primeiro tema será apresentado pelo arqueólogo Pedro Sobral, que

irá apresentar pela primeira vez os resultados de vários trabalhos de arqueologia que têm sido realizados na cidade. Para além da arqueologia, estará também em evidência no ciclo de tertúlias a Idade Média e Moderna, a História Religiosa e Política, bem como a Guerra Peninsular e participação do regimento de Infantaria 14 nesse episódio histórico. O s de bate s de correm no Museu Almeida Moreira e serão acompa n hados de exposições. A Biblioteca Nacional de Portugal irá iniciar em Viseu, no dia 1 de Junho, a itinerância da exposição “O Ano de 1909”. AFR


Jornal do Centro 29 | Maio | 2009

PUBLICIDADE 13


Jornal do Centro

14 VISEU

29 | Maio | 2009

Projecto inovador de biodiversidade na Alves Martins elaboram trabalhos científicos Projecto “Biodiversidade em acção”∑ Alunos da escola secundário de Viseu elaboram trabalhos cientíificos A Escola Secundária Alves Martins e a Escola Superior Agrária de Viseu, uniram-se este ano, na criação de um projecto de investigação científica com a colaboração do Instituto Português de Agronomia, chamado “Biodiversidade em acção”. Fátima Pinho, professora de Biologia na Escola Secundária Alves Martins e uma das responsáveis pelo projecto, explica que “o verdadeiro sentido deste projecto era fazer com que os alunos que se encontram na recta final do secundário, iniciassem a aprendizagem nos processos de investigação científica”. Na opinião da docente estes “trabalhos deviam abranger a parte final do secundário,

Publicidade

devia haver uma iniciação à investigação científica, porque aprender através de uma metodologia investigativa é aprender de uma forma muito consistente e de uma forma rigorosa.” No objecto concreto de investigação, Fátima Pinho avança que se “pretendia que as actividades desenvolvidas, contribuíssem para a caracterização dos ecossistemas agrários da região Centro, sobretudo, do ecossistema ‘vinha do Dão’ e da biodiversidade a ele associada”. Até agora, foram realizados trinta posters científicos, por oito turmas envolvidas, trabalhos esses que, segundo a professora “foram de elevada qualidade, no que respeita aos

conteúdos científicos, ao respeito pelas regras de elaboração de documentos científicos e à qualidade da imagem”. “Tivemos verdadeiras revelações e, na maioria dos casos, a produção científica dos alunos excedeu, largamente, as nossas expectativas”, acrescenta. Este ano foi o tempo de amadurecimento do projecto, para o próximo ano lectivo está previsto um alargamento de parcerias à Universidade de Coimbra e a associações de agricultores da zona do Dão. Está ainda prevista uma candidatura com vista ao apoio da Fundação Calouste Gulbenkian. “Queremos um projecto mais arrojado” refere a docente. João Silva

TRIBUNAL CHAMA VIGILANTES DA NATUREZA O julgamento do presidente da Câmara Municipal de Viseu, Fernando Ruas, por causa da expressão “corramnos às pedradas”, vai ter uma nova sessão. A decisão do juiz surge depois do Ministério Público (MP) ter pedido para constituir os vigilantes da natureza como novas testemunhas do caso. O funcionário da Comissão Regional da Zona Centro, Rui Nobre, será chamado a depor nessa sessão, isto porque Rui Nobre afirmou, em declarações aos meios de comunicação, que depois da expressão de Fernando Ruas, os vigilantes da natureza tiveram diversos problemas em alguns concelhos do distrito de Viseu. O tribunal de acordo com requerimento do MP, decidiu juntar ao processo a notícia do Jornal Pública de 15 de Maio, onde Rui Nobre denuncia as pressoes vividas pelos vigilantes. A defesa contestou esta decisão e afirmou que a audiência do julgamento não deve ficar subordinada a notícias que mais não visam do que criar à volta deste caso uma telenovela mediática.


15

Jornal do Centro 29 | Maio | 2009

D II Encontro das Comissões de Protecção

região

7

dias

A Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Moimenta da Beira promove, dia 3 de Junho, a II Encontro das CPCJ’s Douro Sul que terá como tema “Prevenção, Intervenção e Repercussões em Situação de Risco”.

CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE PARA COM TIMOR

levarem a cabo o roubo. Um pé-de-cabra terá sido a única ferramenta utilizada pelo grupo de criminosos.Também durante desta semana uma óptica de Viseu foi assaltada. A PSP afirma que o método utilizado em ambos os casos é semelhante e por isso está a investigar uma eventual ligação entre os crimes.

ASSALTO DETIDAS A JUNTA 13 PESSOAS EM CARREGAL DE VISEU A sede da Junta de Fre- A Cereja será vendida a 1,50 euros o quilo DO SAL guesia de Torredeita foi asA GNR deteve 13 pessoas, dez homens e três mulheres, por posse e tráfico de droga, durante uma operação realizada no passado domingo, em Carregal do Sal. A operação foi desenvolvida pelo destacamento territorial de Santa Comba Dão da GNR e incidiu no controlo de álcool, substâncias psicotrópicas e detenção de armas. Foram identificadas 35 pessoas por posse de estupefacientes, 13 das quais ficaram detidas. A GNR apreendeu 660 doses de haxixe, 24 gramas de cannabis, nove selos LSD, 1.6 gramas de MDMA e 34 pastilhas de ecstasy.As autoridades detiveram ainda um jovem de 19 anos por posse ilegal de arma proibida.

ASSALTO A ÓPTICA EM LAMEGO A PSP de Lamego está a investigar um assalto a uma óptica. De acordo com as autoridades, os ladrões aproveitaram as horas de menor movimento na cidade para Publicidade

saltada. Os criminosos arrombaram os armários, as gavetas e espalharam diversos documentos pela instituição enquanto procuravam algum dinheiro que pudesse estar guardado nas instalações. De acordo com o presidente da junta, Serafim Almeida, os ladrões forçaram com um pé-de-cabra o cofre da junta e levaram cerca de 1800 euros, o valor das receitas do mês de Maio e que iam ser depositadas no final da semana. Os ladrões terão conseguido entrar porque alguém terá destrancado os fechos superiores e inferiores da porta das traseiras. Esta foi a primeira vez que a junta foi assaltada.

ACIDENTE MORTAL EM VISEU Um homem morreu num acidente de trabalho na Pedreira Seisil, em Santos Evos, concelho de Viseu. O indívíduo de 61 anos terá caido no tapete rolante de britagem de pedra, sofrendo morte imediata.

Festival da Cereja com “preços especiais” Iniciativa ∑ Hóteis com casa cheia para o fim-de-semana

No próximo fim-de-semana, Resende recebe o VIII Festival da Cereja onde 130 produtores e vendedores do concelho vão disponibilizar cerca de 100 toneladas de cerejas a preços especiais. O presidente da Câmara de Resende, António Borges, acredita que este “é um dos melhores anos do festival”. “Tenho muito boas expectativas, porque considero que a cereja deste ano é de grande qualidade”, afirma. Em Resende são esperadas cerca de 50 mil pessoas. Este é um dos momentos mais altos do concelho. Cativados pelo Festival são muitos os turistas que se deslocam até à região. Fábio

Miranda, recepcionista do Douro Park Hotel, afirmou ao Jornal do Centro que para este fim-de-semana o Hotel está lotado. Para o recepcionista “não é novidade”. “Nesta altura muitas pessoas vêm até Resende ver o festival”, reforça. O concelho é o maior produtor da zona norte do país. Vinte e quatro por cento da cereja nacional é produzida em Resende. Segundo António Borges, 2009 foi um bom ano para a produção de cereja. E, apesar do aumento da qualidade confirmado pelo presidente, o preço vai ser mais baixo. “Foi estabelecido um acordo entre a Câmara e os

comerciantes para não ultrapassarem 1,5 euros o quilo de cereja”, afirma. Para além de poderem adquirir a cereja de Resende a um preço reduzido, os visitantes podem assistir à actuação dos ranchos folclóricos das diferentes freguesias, ver a mostra de produtos artesanais ligados à cereja, assim como participar no passeio todo o terreno. No domingo, cerca de 1000 crianças, que frequentam as escolas do concelho, irão desfilar no cortejo temático, este ano dedicado ao tema “Cereja de Resende eleita a melhor do mundo”. Sara Pereira

A Escola Profissional de Tondela (EPT) está a levar a cabo uma campanha solidariedade para com o povo timorense. A iniciativa surgiu depois do apelo feito pela Diocese de Timor, através do Bispo, D. Basílio do Nascimento. A campanha prevê diversas acções de angariação de fundos que visam proporcionar condições de frequência de estudos às 1530 crianças integradas nas Missões Católicas daquela Diocese. De acordo com a Diocese, a maioria dos pais não possui recursos económicos que lhes permitam contribuir para as respectivas despesas escolares, um valor que não ascende os 15 euros por ano. No dia 31 , Domingo, será efectuada uma “Caminhada por Timor”, na qual a EPT irá percorrer diversas artérias da cidade, incentivando as pessoas a contribuir com donativos para a causa. Durante a Caminhada, os participantes serão brindados com momentos de cultura Timorense, onde se destacam a leitura de poemas da autoria de Xanana Gusmão, feita pelos alunos da EPT. A campanha terá o seu ponto alto, no dia 4 de Junho, com a conferência “Os jovens e a solidariedade: razões para a praticar”. O orador principal será D. Ximenes Belo, prémio Nobel da paz e antigo Bispo de Díli. No evento será anunciado o montante angariado pela escola e entregue ao antigo representante da igreja católica em Timor.


16 PUBLICIDADE

Jornal do Centro 29 | Maio | 2009


17

Jornal do Centro 29 | Maio | 2009

D EDP investe em Vouzela

negócios

Em Vouzela, a EDP investiu no primeiro trimestre mais de 150 mil euros com o objectivo de assegurar melhores condições de distribuição de electricidade à população do concelho.

Citroën de Mangualde pretende deslocar funcionários para Espanha A empresa PSA PeugeotCitroën está a equacionar a hipótese de deslocar funcionários da unidade de Mangualde para as fábricas de Vigo e Madrid. Segundo a Comissão de Trabalhadores (CT), a medida poderá entrar em vigor na próxima semana. “Houve um contacto com alguns trabalhadores para ingressarem a produção de Vigo e de Madrid”, refere o presidente da CT, Jorge Abreu, que sublinha que “a informação cedida pela empresa é pouca” e que “é necessário perceber melhor o objectivo da deslocalização”. Publicidade

De acordo com Jorge Abreu, a empresa já contactou cerca de oito funcionários. “Precisamos de clarificar se isto é uma situação voluntária ou se a empresa irá obrigar os funcionários a aceitarem”, afirma. Os operários contactados possuem, segundo Jorge Abreu, problemas de saúde e por isso não trabalham na linha de produção de Mangualde. “Temos contactado com estes funcionários que dizem estar a ser pressionados para aceitarem. Caso isso se confirme trata-se de uma ilegalidade”.

Com limitações a nível de saúde e familiar, a mioria pretende recusar a proposta da PSA-Citroën, mas temem “sofrer represálias” ou até processos disciplinares. “Como é que funcionários que não estavam capacitados para a linha de produção de Mangualde vão ser enviados para Vigo onde a cadência de produção da linha de montagem é maior?”, questiona Jorge Abreu. O a loja mento, as deslocações e os horários de trabalho são critérios que, para o dirigente da CT, têm de ser analisa-

dos. Jorge Abreu afirma também que acha estranho a deslocalização de funcionários para Vigo, uma fábrica “onde houve uma redução de milhares de postos de trabalho”. A medida prevê que as saídas para Espanha comecem na próxima semana e tenham a duração de dois meses. Até à hora de fecho, o Jornal do Centro não conseguiu obter declarações por parte da PSA-Citroën. Ana Filipa Rodrigues Ana.rodrigues@jornaldocentro.pt

Nuno Ferreira

Medida ∑ Operários temem sofrer represálias caso não aceitem a proposta da empresa

A Comissão de trabalhadores está a analisar o caso


Jornal do Centro

18 NEGÓCIOS | INVESTIR & AGIR SABORES DO BRASIL CHEGAM A VISEU Os apreciadores de gastronomia de outras regiões do Globo já podem degustar em Viseu pratos típicos oriundos de vários Estados do Brasil. Falamos do Restaurante Dona Xepa, na Rua 21 de Agosto. Com uma culinária exclusiva, tipicamente tropical, onde a criatividade e a diversidade nos fazem crescer água na boca. Para acompanhar temos as tradicionais caipirinhas de vários sabores e os sucos naturais, a saber: Abacaxi; Goiaba; Maracujá; Manga; Caju; Morango; Cereja; Kiwi; Mamão; Banana; Meloa; Tomarilho e Frutos Vermelhos. No Dona Xepa pode ainda degustar o único Vinho de Produção Brasileira - o Rio Sol com 12,5 graus de graduação - proveniente de vinhas e castas plantadas no Paralelo 8, no Vale de São Francisco, na Região da Lagoa Grande, no Nordeste do Brasil. O curioso deste precioso néctar, resulta da possibilidade de ser produzido duas vezes por ano, uma vez que nesta Região do Nordeste Brasileiro é possível efectuar duas colheitas por ano. Outra curiosidade é que o Vinho Rio Sol é produzido pelos Portugueses da Dão Sul, com sede em Carregal do Sal, Distrito de Viseu, produtores do conhecido Vinho do Dão, Quinta de Cabriz. O tradicional chope brasileiro e único a ser comercializado no Dona Xepa está representado pela mais famosa cerveja produzida em território brasileiro, a Skol. Quanto à Mesa Tradicional do Brasil, destacamos alguns pratos de peixe e de carne oriundos de várias regiões do País Irmão: Baía, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Goiás. Como prato de peixe apreciámos a tradicional Moqueca de Camarão ou Bóbó de Marisco; Camarão na Moranga ou a Moqueca de Caranguejo. Nos pratos de carne destacamos o Xim Xim de Galinha, o Frango na Grelha, a Vaca Atolada e o Rabo de Boi ou Ossobuco com Molho de Madeira. Para grupos existem três tipos de Menus de Degustação, sempre com dois pratos, um de peixe e outro de carne: Menu Baiano; Menu Mineiro e Menu Brasil, seguido de uma Sobremesa Tradicional, café e digestivo. CPS

29 | Maio | 2009

Borgstena suspende lay-off Apoio ∑ Retoma de produção apesar do chumbo da candidatura A Candidatura ao Plano de Apoio ao Sector Automóvel (PASA) apresentada pela Borgstena, fábrica de tecidos automóveis em nelas, foi chumbada. O Instituto de Emprego e Formação Profissional não aceitou a candidatura porque a empresa entre Janeiro e Fevereiro reduziu uma centena de postos de trabalhos. “Nós tivemos conhecimento do PASA logo numa fase inicial, em que havia uma indicação de que para concorrermos não podia haver um despedimento colectivo. E optamos por não recorrer a um plano de despedimento colectivo. O número de pessoas que queríamos reduzir fizemos através de acordos mútuos”, explica o director Geral, Joaquim Albu-

Publicidade

querque, justificando, que a versão final do PASA definia que a empresa tinha de manter o mesmo número de trabalhadores, numa altura em que a empresa já tinha despedido alguns operários. “Não conseguimos cumprir esse requisito. No início tinhamos 300 trabalhadores, mas depois do incêndio os contratos que eram recentes não foram renovado. Com a alteração da conjuntura de mercado houve ainda a necessidade de reduzir cerca de 100 postos de trabalho”, refere. Apesar do chumbo da candidatura, o director garante que a empresa vai suspender com o lay-off que estava em vigor desde Fevereiro. “Tivemos um aumento de vendas de cerca de 10 por cento.

A Antigas instalações Conseguimos a redução de custos, através da renegociação das matérias-primas com os nossos fornecedores”, explica Joaquim Albuquerque. De acordo com o director, a empresa vai retomar a produção em pleno em Julho já nas novas instalações. Ana Filipa Rodrigues / Rádio Noar

FORDOC

Quem se preocupa com o amanhã está hoje a olhar para o “boneco”… Paulo Antunes Associação Nacional de Jovens Formadores e Docentes

“Aqueles que olham apenas para o passado ou para o presente serão esquecidos no futuro”. (John F. Kennedy ex-Presidente dos Estados Unidos da América) Adivinhar o futuro é um desejo que sempre nos acompanhou. Neils Bohr, Prémio Nobel da Física em 1922, divertia-se a dizer que as “previsões eram muito difíceis, especialmente sobre o futuro”. Na realidade, no mundo empresarial, prever o futuro e conseguir antecipar as necessidades que virão com ele são o único meio de orientar a inovação de uma forma eficaz. O problema é que fazer futurologia não é tarefa fácil e, como avisa Tom Peters (autor da obra “Círculo da inovação”), a inovação raramente é fruto das boas análises do mercado, mas sim de pessoas que vivem em constante “irritação com o estado das coisas”. No entanto, num mundo em constante mudança, antecipar as tendências futuras torna-se uma prioridade. Lewis Platt, da Hewlett Packard, defende que “o que quer que o fez ter sucesso no passado não o fará ter sucesso no futuro”. Consciente disto, John Chambers, da Cisco Systems, acredita que “quem chegar primeiro (ao futuro) ficará com o melhor lugar”. Desta forma, perceber hoje os sinais de mudança revela-se prioritário para a sobrevivência de qualquer organização. Sam Hill, autor do livro “60 tendências em 60 minutos”, defende que uma tendência deverá obedecer sempre a dois critérios: ser efectivamente importante e estar suportada por dados. Na verdade, quando tentamos antecipar uma tendência futura, o que fazemos não é mais do que identificar movimentos actuais emergentes, que acreditamos já terem sustentabilidade para emergir. Serve esta introdução para vos falar de uma tendência que baptizei de advertoon. Suportada por enormes sucessos virais já

premiados nos mais prestigiados festivais publicitários (de que são um bom exemplo os anúncios para televisão “Water Boy” da Evian ou “Grr” da Honda), o advertoon podia resumirse à utilização crescente do uso do desenho animado (cartoon) na comunicação. Na verdade, este retorno à “simplicidade” do desenho animado não é mais que um retorno às próprias origens da publicidade. Capaz de passar mensagens de forte carga emocional, o advertoon tem sido, inteligentemente, explorado na comunicação de muitas organizações não lucrativas. Com uma receptividade de destinatários que podem ir dos 8 aos 80 anos, o uso do desenho animado mostra-se um facilitador numa comunidade que desenvolve, cada vez mais, a sua retenção visual em detrimento da auditiva. Para além desta vertente pictográfica, tendências como a retroactividade (retorno ao que já foi moda no passado) e o peterpanismo (propensão dos mais velhos terem comportamentos cada vez mais jovens) dão uma ajuda preciosa para o crescimento do advertoon. Pela simplicidade característica da mensagem animada, a própria barreira linguística é, substancialmente, reduzida e os sucessos comerciais no cinema das produções de animação provam-nos como os “bonecos” são para todas as idades. Na verdade, num tempo em que as pessoas estão, constantemente, a ser bombardeadas por estímulos publicitários, a simplicidade do advertoon tem-se revelado um eficaz antídoto contra o “consumidor de cimento” - já impenetrável à publicidade tradicional. Naturalmente, quando falamos desta tendência, referimo-nos a uma dimensão global. Contudo, não posso deixar de pensar que, no nosso país, o advertoon possa ainda ter maior impacto, tendo em conta a quantidade de gente que passa o dia a olhar para o “boneco”…


19

Jornal do Centro 29 | Maio | 2009

especial

informática & telecomunicações textos ∑ Tiago Virgílio Pereira

Mercado de PC´s cresce 71 por cento no primeiro trimestre do ano Portáteis ∑ Os mais escolhidos

Apesar da recessão económica que o país e o mundo atravessam, que reflecte um menor poder de compra, o mercado nacional de PCs, que inclui as vendas de computadores portáteis e de desktops, cresceu 71,4 por cento no primeiro trimestre de 2009, um crescimento muito superior à totalidade da Europa Ocidental que cresceu apenas 0,2 por cento no período em análise. Esta é a conclusão de um estudo

da analista de mercado IDC Portugal, que refere igualmente que durante o primeiro trimestre de 2009 foram vendidas em Portugal 537 mil unidades de PCs (portáteis mais desktops). Ainda segundo esta empresa líder mundial em serviços de consultoria e organização de even-

tos pa ra os mercados das tecnolo gias de informação, telecomunicações e electrónica de consumo, os portáteis dominam a preferênci a dos portugueses tendo registado um crescimento de 89,7 por cento no primeiro trimestre de 2009, o que mostra claramente a opção do modelo portátil ao invés do tradicional desktop, 447 mil unidades foram vendidas no mesmo período de 2009. Os desktops apresentam também uma retoma no crescimento das vendas no primeiro trimestre de 2009 face ao

mesmo período do ano anterior, contrariandose assim a tendência de queda que se tinha vindo a verificar ao longo do ano de 2008. No primeiro trimestre de 2009 foram vendidas em Portuga l ma is de 90 m il unidades de desktops, mais 16 por cento que no mesmo período de 2008. …este desempenho popo “…este itivo do mercado nasitivo cional de PCs está diecta menrecta e associate do ao Plano Te c n o l ó g i co da Educação e com os programas e.escolas e e.escolinhas, que contribuíam decisivaram

mente para que o mercado nacional de PCs n ão ten h a re g i st ado uma ligeira quebra no primeiro trimestre de 2009”, quem o diz é Gabriel Coimbra, Director da IDC Portugal. “De facto, podemos a f i rmar que sem o programa e.escolas e o portátil Magalhães, o mercado de portáteis em Portugal teria crescido

menos de 10 por cento neste trimestre, e que o Pla no Tecnológ ico da Educação trouxe um novo fôlego ao mercado dos desktops, que cresceu mais 16 por cento face ao mesmo período de 2008, contrariando as tendências de quebra que têm vindo a caracterizar este mercado”, refere.

Magalhães dá a liderança do mercado de PCs à JP Sá Couto De acordo com o ranking Top Ten Vendors do relatório da IDC, a empresa nacional JP Sá Couto lidera o mercado nacional de PCs (portáteis mais desktops) no primeiro trimestre de 2009 com 219 mil unidades Publicidade

vendidas. Com uma quota de mercado de 40,8 por cento a JP Sá Couto apresentou uma taxa de crescimento de 1308,5 por cento relativamente ao mesmo período de 2008, dinamizada essencialmente pela ade-

são ao portátil Magalhães. A segunda posição deste ranking é ocupada pela HP com 100 mil unidades vendidas. Com uma quota de mercado de 18,7 por cento, a HP apresentou uma taxa de crescimento de 22 por cen-

to no primeiro trimestre de 2009. A Toshiba ocupa a terceira posição com 73 mil unidades vendidas do mercado nacional de PCs e perde quota de mercado no primeiro trimestre de 2009,

ficando com 13,7 por o. cento do mercado. eA Toshiba aprecisentou um crescimento negativo de e 9 por cento face ao mesmo perío-do em 2008.

Publicidade

HP HDX X18-1280ep

Sony Vaio VGN-FW21E

Envolto num espectacular design de titânio, o potente PC de entretenimento HP HDX de 18” oferece um estilo de vida digital único. Preço Fnac: 1699,00€

Design que distingue. Performance que marca. Preço verde: 799,00€

Sugestões FNAC


Jornal do Centro

20 ESPECIAL | INFORMÁTICA & TELECOMUNICAÇÕES

29 | Maio | 2009

Há três anos a dinamizar Expotec ∑ Aposta na interactividade A A s so ci aç ão E m presarial da Região de Viseu (AIRV) em parceria com a Escola Superior de Tecnologia de Viseu (ESTV) e a Expovis, com o apoio da Câmara Municipal de Viseu vão realizar a 3ª edição da Expotec, Tecnologias e Inovação Viseu, entre os dias 3 e 7 de Junho, no Pavilhão Multiusos da feira de São Mateus. Esta iniciativa pretende funcionar como uma montra de investigação e desenvolvimento tec-

nológico da região, mostrar o dinamismo do tecido empresarial e ainda incentivar a motivação pelo estímulo da curiosidade dos jovens, para tal a organização conta com a participação activa das empresas, escolas e instituições. O grande desafio para este ano é tornar a Expotec 2009,” ainda mais interactiva do que nos outros anos”, quem o diz é Francisca Peixoto, responsável pela organização do evento, proporcionando aos vi-

sitantes o contacto directo com o exposto, Esta terceira edição da Expotec conta com diversas áreas de interesse, desde exposições num espaço constituído por expositores, “sensivelmente 50, seis reservados para as escolas e os restantes para as empresas”. Exposição de projectos de investigação, com a finalidade das empresas e instituições de ensino superior apresentarem os seus projectos inovadores. O espaço ciência constituído pela

apresentação de experiencias e jogos de apoio direccionados para os mais novos. Diversos colóquios organizados pelos promotores da iniciativa nos quais o público poderá participar. E um espaço direccionado para a criatividade e inovação das empresas e para os indivíduos mais criativos da região, “a base é sempre a mesma, desenvolvimento tecnológico da região tanto a nível das empresas como das escolas”, remata.

Criação de sites Interactividade e funcionalidade ∑ Condições essenciais É incontornável que as novas tecnologias de informação (TI) estão presentes no dia-a-dia das populações independentemente da condição social, do emprego ou mesmo da faixa etária. Atrevo-me a dizer que a grande maioria das pessoas já não se imagina a viver sem um PC, mesmo aquelas que tiveram o primeiro contacto em idade avançada pedem auxílio a filhos e/ou netos por exemplo, para efectuar tarefas, consideradas elementares Publicidade

nos dias de hoje. A internet está, inevitavelmente, relacionada com este avanço tecnológico que se tem vindo a registar nos últimos anos, mais do que uma ferramenta de trabalho e/ou lazer, a internet abre portas virtuais inimagináveis tanto a nível pessoal como a nível empresarial. Com o mercado global cada vez mais competitivo, em que um pequeno pormenor pode fazer toda a diferença, quase todas as empresas não dispensam

um sítio (site) na internet, aí fazem uma apresentação, referem as potencialidades da empresa e fecham, cada vez mais, negócios, sem ser necessário que o cliente se desloque a uma loja “real”, optando por adquirir um determinado produto numa loja “virtual” que o site disponibiliza. Para Marcos Martins, sócio-gerente da dbo, empresa viseense que aposta na criação de sites, existem, dependendo do tipo de empresa, dois tipos fundamentais de sites: sites dinâmicos e sites em flash. No primeiro caso, “há uma interacção com a base de dados atrap vés do uso de plataformas nguagem de prode PHP (linguagem gramação) e MYSQL (sistema de base de dados)”. Gee o próprio site nericamente stão da inforfaz uma gestão cede à almação, procede teração de fotos, plo. por exemplo. No segundo caso, “a vantagem é a mais criação de sites s, a nível visual interactivos, plo”. Para Marpor exemplo”. ns, “a tendência cos Martins, ão de vídeos nos é a utilização orna a absorção sites”, que torna ação de forma da informação mais rápidaa e espontânea. ão de Daniel SerNa opinião esigner responrano, web designer onda.net, emsável da naonda.net, omunicação presa de comunicação entro, “ a tenda região centro, nta na simplidência assenta

cidade e na sobriedade, no que à vertente gráfica diz respeito, conciliando com a implementação de funcionalidades originais que consigam captar a atenção do utilizador”. Ou seja,” tem de apostar-se constantemente nas novidades e na gestão e actualização dos conteúdos”, para o responsável, o tempo é um bem precioso logo, “a informação deverá estar colocada de maneira a ser visualizada da melhor forma possível, o objectivo é que se visite a página em pouco tempo”, refere. Quanto à concorrência de outras empresas, o web designer vê-a como “uma forp ç , mas admite te inspiração”, que “hoje a concorrência é feroz”, para combater isso, “há uma forte pesquisa interna no sentido de satisfazer da melhor forma o cliente”, remata.

Vodafone lança LG Viewty Lite

Acabado de lançar em exclusivo pela Vodafone, o LG Viewty Lite é a aposta ideal para quem pretende juntar num só dispositivo um telefone móvel e uma máquina fotográfica. Com uma câmara de 5.0 megapixels, permite a captura de fotografias e também de vídeo com alta qualidade. A esta característica junta uma funcionalidade inovadora denominada Smile Shot que faz disparar a câmara fotográfica à detecção de um sorriso e permite captar os melhores momentos, mesmo com pouca luminosidade, graças à funcionalidade ISO 800 e Smartlight. Para assegurar uma imagem nítida em qualquer situação, disponibiliza ainda dois modos distintos de focagem, automática ou manual. Simples de usar, o LG Viewty Lite permite que

se aceda rapidamente a todas as suas funções graças ao ecrã táctil de 3 polegadas e elevada resolução e a um interface intuitivo. A navegação na Internet é outra das possibilidades que o LG Viewty Lite oferece ao utilizador, fazendo-o em alta velocidade graças à utilização de uma ligação de dados 3,5G/ HSDPA (até 3,6 Mbps). Apostando também na componente multi média , o LG Viewty Lite é um leitor de áudio muito completo. Para o armazenamento estão disponíveis 100 MB de memória, expansíveis através do uso de cartões MicroSD. A autonom ia é outro dos pontos fortes deste dispositivo, já que em conversação disponibiliza 3 horas e 30 minutos e cerca de 330 horas em stand by.

Primeiro smartphone TMN A TMN apresentou o primeiro smartphone equipado com o Windows Mobile. O novo tm n Bluebelt é um smartphone 3 ,5G com velocidades até 7,2 Mbps, quad-band GSM e com uma licença do GPS N-Drive. O tmn Bluebelt é fabricado pela empresa chinesa ZTE e corresponde ao modelo ZTE N61 da mesma. O Bluebelt permite a utilização de cartões de memória microSD até 8 GB e está equipado com câmara fotográfi-

ca com 3,2 megapixeis com auto focus, f lash e zoom. O smarthpone utiliza o sistema operativo Windows Mobile 6.1 Professional e o processador Qualcomm 7225 ARM1136EJ-S a 528 Mhz.


INFORMÁTICA & TELECOMUNICAÇÕES | ESPECIAL 21

Jornal do Centro 29 | Maio | 2009

“O futuro é ligar a rede de telecomunicação à rede informática” Cada vez mais estes dois conceitos não se pronunciam separadamente, é certo que nos moldes mais básicos podemos ter um computador apenas para efectuar tarefas elementares e um telemóvel que faça e receba chamadas e sms. Mas o público mais exigente não se contenta apenas com estas funções, exige um PC que lhe proporcione verdadeiros, ou até mesmo virtuais momentos de fruição e um telemóvel que tenha capacidade de aceder à internet e que tire fotografias com qualidade, no mínimo. A ssi m , pa ra Ca rlos Costa, coordenador do curso de Engenharia Informática e Telecomunicações da Escola Supe-

rior Tecnologia e Gestão de Lamego (ESTGL), “a conjugação da informática e das telecomunicações é a melhor aposta, o ideal é mesmo uma esta r a liada à outra”, e vai mais longe, “esta simbiose aumentará as potencialidades das duas áreas”. No que toca ás telecomunicações o coordenador adianta, “actualmente os telemóveis já contêm microprocessadores e oferecem ao consumidor final outras possibilidades, exemplo disso são os smart phones e os PDAs que estão muito próximos da vertente informática”. “O futuro é ligar a rede de telecomunicações à rede informática”, conclui.

Bluetooth 3.0 permite ligações mais rápidas A tercei ra geração do protocolo Bluetooth foi aprovada e perm ite l igações mu ito mais rápidas. O grupo responsável pelo desenvolvimento da terceira geração do protocolo de comunicações revelou que será possível atingir uma velocidade de 24Mbps contra os actuais 3Mbps. Com este anúncio, as possi-

bilidades de utilização da nova versão 3.0 do Bluetooth são enormes. Em termos de oferta comercial, apenas dentro de alguns anos deverão chegar ao mercado produtos que suportem esta versão. Actua lmente, os produtos que utilizam a tecnologia Bluetooth estão a utilizar a segunda geração do protocolo.

Optimus LG KS 20

HTC Touch Diamond 2 PT

A LG apresenta o KS20, um smartphone com Windows Mobile 6 e ecrã táctil de 2,8” polegadas. Este telefone 3G HSDPA é especialmente indicado para quem necessita de email e navegação na internet na palma da mão. Preço Fnac: 184,90€

O novo HTC Touch Diamond 2 em língua portuguesa. Preço Fnac: 529,00€

Sugestões FNAC

Aposta na fibra óptica Objectivo ∑ Cablar um milhão de habitações Um cabo de fibra óptica tem a espessura de um fio de cabelo e permite assegurar todas as necessidades de comunicação para uma habitação. A aposta na instalação de fibra óptica nas habitações faz parte dos planos das grandes empresas de comunicação, como é o caso da PT Comunicações, no curto prazo de dois a três anos, Alfredo Batista, Administrador da PT Comunicações, afirma que “só desta forma se pode responder às crescentes necessidades dos clientes e ao avanço da tecnologia, com a integração da televisão no PC que exige maior largura de banda”. A empresa Visabeira, sediada em Viseu, admitiu recentemente aumentar o número de trabalhadores para se dedicarem a estes no-

vos projectos de fibra óptica, actualmente a Viatel, que é a empresa que se dedica à infra-estruturação de redes de telecomunicações, tem cerca de 500 pessoas dedicadas aos projectos de fibra óptica e Paulo Varela, presidente executivo do grupo, admite “triplicar até ao final do

ano”, alcançando 1.500 trabalhadores. A Viatel foi responsável, até agora, pela cablagem em fibra de cerca de 100 mil casas, no projecto da

PT, que já vai com cerca de 400 mil lares cablados. A PT tem o projecto de cablar até ao final do ano um milhão de lares.

Curiosidade

∑ Para transportar todas as comunicações mundiais em simultâneo, bastaria um conjunto de fibras com menos de 1 cm de diâmetro.

Vantagens da fibra óptica em relação às tecnologias existentes de ADSL ou cabo ∑ A transmissão por fibra é centenas de vezes mais rápida, permitindo-lhe atingir velocidades de 100Mbps (mega bytes por segundo) ∑ A fibra permite transmissões de dados sem perda de

qualidade a maiores distâncias, garantindo o acesso a canais ilimitados em todas as TV’s de uma qualquer habitação Publicidade

∑ A transmissão por fibra exige menos energia, sendo mais económica ∑ A fibra é o meio de transmissão de informação mais seguro e fiável do mundo, é imune a interferências de qualquer tipo


22 PUBLICIDADE

Jornal do Centro 29 | Maio | 2009


suplemento Concelho de

CINFÃES

Este suplemento é parte integrante da edição nº 376 de 29 de Maio de 2009 do semanário Jornal do Centro e não pode ser vendido separadamente.

A força da música A música ú i é a alma l d de C Cinfães. i fã Nã N Não ã há há uma família no concelho que não tenha um músico. O número e a qualidade das bandas espalhadas pelas freguesias, todas elas com escolas, são verdadeiros alfobres de formação de jovens músicos, que seguem a academia ou o conservatório e, muitos deles aproveitam a especialidade para seguirem a sua vida profissional. Hoje, Cinfães tem filhos da terra integrados em grandes projectos musicais, sendo exemplo o actual maestro da Banda do Porto (na foto), assim como o anterior. Mas, se dúvidas houvesse desta particularidade do concelho, Teresa Salgueiro tirou-as ao gravar o “malhão” de Cinfães no seu ultimo trabalho “Matriz” e que hoje serve de cartaz promocional do álbum. O sucesso musical de Cinfães, vai, no entanto,

para além lé é do “malhão” que Teresa Salgueiro agora seleccionou. Começa no trabalho desenvolvido na década de 50 por Virgílio Pereira – o Cancioneiro de Cinfães – e que, em 2005, foi recuperado com o titulo de Cinfania. “Numa altura em que as acessibilidades não existiam, em que era preciso percorrer 240 quilómetros quadrados quase todos a pé ou a cavalo, ele andou nas nossas freguesias a fazer os registos orais e escritos sobre muito do que se cantava. Deixou um registo que hoje temos obrigação de divulgar e aproveitar”, recorda Pereira Pinto. O projecto “Cinfania”, composto por 200 músicos oriundos das cinco bandas do concelho apresentou-se num primeiro espectáculo na vila e, mais recentemente, na Casa da Música, no Porto: “Achámos por bem fazer algo de diferente. Como temos o Coral Etnográfico de

Cinfães que canta só o Cancioneiro de Cinfães, pegámos nesses cerca de 30 elementos, juntámos elementos de vários corais e fizemos o encontro na Casa da Música com 100 músicos e 100 coralistas. Foi um momento alto”. No futuro, é intenção da autarquia levar a Cinfania “mais longe” alargando o projecto a outros pontos do país, “onde há muita gente de Cinfães”.


S SUPLEMENTO C CONCELHOCINFÃES 2

Jornal do Centro 29 | Maio | 2009

“A educação continuará a ser a nossa grande aposta”

Que obras destaca dos seus 12 anos de gestão da autarquia de Cinfães? Eu abracei a política, mas não me considero um político como muita gente acha que é a política. Fui para a política porque estou no meu concelho. Há autarcas que usam as autarquias como rampa de lançamento para outros locais, eu, quando deixar os 241 quilómetros quadrados abandonarei a política, não tenho outros horizontes. Para nós, qualquer pequena obra é importante se resolver os problemas das nossas gentes, mas em algumas sente um maior entusiasmo dos autarcas e tenho que dizer que é na educação. Concorda com a cria-

ção dos centros escolares? Sou um defensor. Não podíamos continuar com a escolinha pequenina de um professor, um auxiliar, um computador, um telefone, um fotocopiador e 3 alunos. Encerrámos cerca de 20 escolas no concelho, já inaugurámos um centro escolar, estão dois em execução e vamos tentar lançar os últimos dois a concurso, para fechar a rede. As acessibilidades têm sido a luta deste concelho. Foi uma grande intervenção nossa quando chegámos ao município, houve um grande esforço financeiro da autarquia e as acessibilidades internas são hoje aceitáveis. As acessibilidades externas não são aceitáveis. Continuamos a reivindicar a construção e a ligação de Cinfães à A4. Se quisermos circular para a margem direita do Rio Douro, para onde hoje temos as nossas ligações, para ir a Marco de Canavezes, por exemplo, demoro 40 minutos a fazer 24 quilómetros. É esta a nossa grande reivindicação, mas começo a lamentar o esquecimento de Cinfães a nível da tutela. Vejo estudos prévios, mas esbarram todos nos estudos de impacto ambiental, enfim… É uma barreira ao desenvolvimento do concelho? Nós temos uma zona industrial que não tem interessados, porque as acessibilidades não vêm. Como é que a autarquia está a olhar pelos idosos? Temos uma obra em fase

O novo trabalho de Teresa Salgueiro [Matriz] onde canta o “malhão” de Cinfães é um cartaz para o concelho? Quando estiver concluído o auditório que está em construção, Teresa Salgueiro será uma das convidadas para a sua inauguração e a cantar precisamente o “malhão” de Cinfães, já que não podemos trazer a Amália Rodrigues, que também interpretou o “malhão”. Fiquei muito satisfeito e escrevi à senhora a agradecer.

terminal e duas obras iniciadas. São lares ares para idosos, com apoio domiciliário ário e creches, um na Freguesia de Tenendais, outro na Freguesia de Cinfães ães e outro na Fregueuesia de Nespereira. ra. Vamos esperar ar que também na Freguesia de Souuselo, a curto praazo, venha a ser er implantado. Vão o dar uma grande e cobertura e uma a grande respos-ta, e vão permi-tir criar cerca de 80 postos de trabalho, o que é importante e fixa mais jovens ao conc e l h o. M a s se a câmara não financiasse como vai financiar, as instituições só por si não o conseguiam. nseguiam.

a serra e os rios com o luxo de dispor de linhas de água e conseguir ver as trutas e as logas no fundo dos rios o que é sinal que as águas ainda não estão poluídas. É um potencial a aproveitar.

Que investimentos stimentos tos para o tem previstos futuro? A educação continuará a posta. Estaser a grande aposta. mos a garantir o transporte o até ao 12º escolar gratuito 50 mil euros ano, são mais 150 amos a pagar por ano que estamos e não temos o contributo de ue os transninguém, porque portes do secundário não são financiados, mas apercebíamo-nos que havia muitos jovens que não transitavam para o 10º ano por dificuldades económicas. Quando o assumimos a frequência do 10º ano aumentou em 21 por cento. Depois, as nossas instituições irão continuar a ter o nosso apoio e haverá algo para onde teremos de deslocar uma grande fatia do nosso orçamento, que é para o turismo.

O novo auditório que está em construção vai responder à necessidade de uma casa de espectáculos que falta na vila? Nem sempre quando o presidente de câmara quer, as coisas são executadas com a rapidez que se pretende. Há cerca de 12 anos, resolvemos avançar com o auditório e a biblioteca. Entre adquirir terrenos, avançar para os projectos e termos pareceres das entidades, só agora é que estamos em execução com o auditório e vamos lançar o concurso da biblioteca.

Qual será o papel da câmara nesse processo? Não sou defensor que seja o município, o interventor, mas que seja um parceiro. A iniciativa privada aqui é que tem o principal papel a desempenhar. O turismo tem

O que falta? Dinheiro? Não me queixo disso. A parte financeira é muito importante mas, felizmente, temos as nossas contas devidamente equilibradas. Não é por acaso que estamos entre as 50 melhores concelhos

Emília Amaral

José Manuel Pereira Pinto, é presidente da Câmara de Cinfães há três mandatos. Diz que quando abandonar a autarquia também abandona a política, até lá a sua aposta é na educação, mas avança com a criação de infraestruturas para idosos, com investimentos na cultura e com um olhar muito atento ao turismo, enquanto continua à espera de novas acessibilidades para a margem direito do Douro, para onde o concelho caminha cada vez mais.

A “Temos as nossas contas devidamente equilibradas” cuja gestão financeira é equilibrada. A câmara de Cinfães não tem um pé-de-meia, mas permite-nos avançar com os projectos em carteira, mesmo que as obras não sejam financiadas. No caso do auditório, não sei se vou ter financiamento, mas está em execução e a biblioteca vai para concurso, embora espere que seja financiada em 50 por cento conforme foi comprometido. Quer fazer-nos a radiografia do futuro auditório de Cinfães com capacidade para 250 pessoas? Vamos permitir que o nosso folclore, os nossos gru-

pos de teatro, as nossas bandas possam ter ali um espaço de intervenção, mas também permitir, de vez em quando, já que a Montanha não pode ir a Maomé que venha Maomé à montanha, ou seja, que alguma cultura que está nos centros urbanos possa vir ao nosso auditório. Será também um espaço polivalente, não de cadeiras fixas que só serve para espectáculos. Queremos que sirva, por exemplo, para congressos, para fazer bailes, etc. É um investimento de um milhão e 500 mil euros que estamos a fazer com todo o gosto, lamento só estar nesta altura a executá-lo.


SUPLEMENTO O 3 CONCELHOCINFÃES S

Jornal do Centro 29 | Maio | 2009

Carta de Serpa Pinto nas mãos da autarquia Alexandre Alberto da Rocha de Serpa Pinto, ilustre explorador do continente Africano, hoje com o seu nome cravado em ruas de praticamente todas as cidades do país, nasceu na Freguesia de Tendais, na casa e quinta das Poldras, concelho de Cinfães, em 1840. “Mostra a força e a coragem dos homens de Cinfães”, sorri o presidente da autarquia, Manuel Pereira Pinto. O monárquico, que cedo saiu de Cinfães, mas deixou marcas, já tem um museu com o seu nome na vila, mas a autarquia está empenhada em aproveitar o facto de esta figura da história ter nascido em Tendais e recuperar as suas raízes para dinamizar o próprio turismo e ajudar a contar a história da terra aos mais novos e aos que vêm de fora. Recentemente, foram leiloados dez documentos de Serpa Pinto. A autarquia conseguiu comprar uma carta e uma fotografia original do cônsul, tirada à chega a África do Sul e promete em breve colocá-la à disposição do concelho e dos visitantes. Nessa carta fala de Cinfães? Perguntamos ao presidente da Câmara, uma vez que o documento ainda não está exposto ao público. “Não”, responde, e acrescenta: “Mas há uma coisa que me marcou muito: [segundo a carta] estava em África a pensar na filha dele e então diz que vai ter que sair daquele local e procurar outros, porque a filha não tem acesso à escola. É preciso ver o valor que este homem dava à escola, há mais de 100 anos, quando hoje ainda vemos a fuga à escolaridade obrigatória”. Serpa Pinto Escreve esta carta a alguém chamado “do Bocage”, levando Pereira Pinto a admitir que haveria algum relacionamento com o poeta. Investigação e turismo. “Faço aí meia culpa. Acho que temos que começar a ter uma intervenção na área onde ele nasceu mesmo, na

17

é o número de freguesias que compõem o concelho de Cinfães. Localizado a norte, integra os 24 concelhos do distrito de Viseu

3 é o número de Vilas

5 é o número de bandas músicais

“As pessoas sentem o S. João como a festa do povo” A população de Cinfães prepara-se para viver mais uma vez as festas de S. João Baptista. O presidente da Câmara, Manuel Pereira Pinto chama-lhe as “festas do povo”, já que a autarquia há alguns anos assumiu-as como as festas do concelho Entre 19 e 24 de Junho, as 17 freguesias saem à rua para intervir na festa e para assistirem ao que vem de fora. Pereira Pinto dá destaque à noite das marchas populares, de 23 para 24 de Junho: é o momento em que há a participação de muita gente, em que são mais que assistentes e isso é fundamental”. Cinco marchas populares, com mais de 500 participantes, trabalhadas

pelos ranchos folclóricos e as associações culturais, dão o colorido à noite. “As pessoas sentem o S. João como a festa do povo”, reforça o presidente, admitindo que é uma herança da proximidade com a cidade do Porto. As festas de Cinfães prolongam-se, no entanto, durante cinco dias. A partir de 19 de Junho estão agendados concertos – Ana Malhoa, dia 19, João Pedro Pais, dia 20 e Tony Carreira, dia 23 –, haverá ainda o Festival de Música Infantil, a intervenção dos grupos concelhios dos Zés Pereiras e a procissão solene de S. João (dia 24) que encerra os festejos anuais.

Artesanato, gastronomia e vinho verde de mãos dadas

Quinta das Poldras, Freguesia de Tendais”. Nesta altura a autarquia está a sensibilizar sobretudo a comunidade escolar para avançar com a investigação e o conhecimento da figura de Serpa Pinto, e está também a recuperar a propriedade onde nasceu o homem que fez a travessia de África. “É uma quinta que tem uma riqueza em termos de flora extremamente importante. Há quem diga que muitas das árvores que lá estão, foi ele próprio que as trouxe de África e as plantou ali. A verdade é que são árvores centenárias”, especifica. Pereira Pinto anseia pelo investimento privado e tem nesta altura um contrato formalizado com “investidores brasileiros, no sentido de aproveitar turisticamente o espaço”. Na casa mãe, a autarquia prevê colocar “peças únicas” de Serpa Pinto. “Quem me diz a mim que as peças que estão na Sociedade de geografia de Lisboa, muitas encaixotadas, um dia não possam regressar às suas origens?”, termina.

240 é o número de Km2 de área do concelho

22.400 é o número de habitantes do concelho

Nos dias 17, 18 e 19 de Julho, Cinfães consegue a proeza de juntar no mesmo espaço o artesanato do concelho, o vinho verde da região e a gastronomia única. A Câmara chama-lhe Feira do Artesanato, Gastronomia e Vinho verde. Este ano prepara-se a XIII edição. “Conseguimos juntar nestes dias os artesãos, os produtores de vinho e a gastronomia. Cinfães é o último, ou se começarmos de cima para baixo, o primeiro da região dos vinhos verdes. O nosso distrito [de Viseu] é o único do país que pode dizer que tem todos os vinhos [Douro, Dão e verdes]. Depois, o concelho de Cinfães é o solar da raça arouquesa. Nos restaurantes há a possibilidade de apreciar a gastronomia local, justifica o presidente, lembrando que a Associação de Criadores de Gado da Carne Arouquesa tem a sua sede em Cinfães. Nesta festa do artesanato, da gastronomia e do vinho há ainda animação de rua, jogos tradicionais, espectáculos de folclore e concertos com os Trio Odemira e Mafalda Veiga. O certame decorre numa altura em que a autarquia realiza esforços para dar uma nova vida ao artesanato do concelho que, em tempos, constituiu uma fonte de riqueza de Cinfães. A tanoaria, a latoaria, a cestaria, trabalhos em palha, trabalhos em breza (palha e silvas) “feitos essencialmente nas freguesias de Montemuro”, e o linho, constituem o grosso do artesanato do concelho.

Durante o ano, o artesanato está à venda no posto de turismo da vila, mas Pereira Pinto reconhece que o artesanato é hoje feito essencialmente por pessoas “com uma certa idade” e ainda não se conseguiu “empurrar os jovens” para esta actividade, mas deposita esperança no linho: Hoje está a aumentar o trabalho do linho e alguns teares que já estiveram a ganhar ferrugem entraram novamente em funcionamento. Começou agora a funcionar um gabinete de inserção profissional em que a nossa intenção é precisamente incentivar as nossas gentes a criar o seu posto de trabalho ”. Certificação dos “Matulos”. Manuel Cerveira Pinto deu-lhe a “forma amorfa e desajeitada”, mas “deliciosos”. São os doces típicos de Cinfães feitos de manteiga, cuja idade se perde no tempo, mas a receita ainda não emigrou e só se confeccionam no concelho. Não se conhece a origem dos bolos típicos e raramente estão à venda no concelho. Com receio do desaparecimento dos “Matulos”, a autarquia prepara-se para avançar com o processo de certificação. “Vou levar a adesão a uma entidade certificadora destes produtos, onde já está a carne arouquesa certificada. Mas a câmara quer ser apenas uma parceira no desenvolvimento do projecto, queremos a iniciativa privada a desenvolver e não a câmara responsável pela produção”, explica o autarca Pereira Pinto.


23

Jornal do Centro 29 | Maio | 2009

desporto

D Ténis em Lamego

Organizado pelo Ténis Clube de Lamego, vai decorrer no Complexo Desportivo daquela cidade, o XV Torneio de Veteranos “Douro Sul”. A prova, incluída no calendário oficial da Federação Portuguesa de Ténis, vai disputar-se entre 5 e 7 de Junho.

Académico “empata” subida

Gil Peres

Tondela∑ A uma vitória da subida Cinfães∑ Fora da corrida

A Académico perdeu dois pontos frente ao Cinfães Publicidade

Z

Tondela

Gil Peres Publicidade

-

GOLOS

PONTOS

EMPATES

DERROTAS

JOGOS

III DIVISÃO NACIONAL que um golo será suficienSÉRIE C te para o Académico subir. É o que está previsto pelo 8ª jornada (Subida) Regulamento Oficial de Ac. Viseu 1 1 Cinfães Provas da Federação Por- Tondela 1 0 Tocha tuguesa de Futebol, e não Fiães 0 1 Anadia a posição que as equipas ocuparam na 1ª Fase como Classificação chegou a ser admitido. O goal-average, nos jogos disputados nesta fase entre duas equipas empatadas em pontos, é o critério que prevalecerá. 1.Anadia 8 5 3 0 11-2 39 Quanto ao Tondela, está 2.Tondela 8 5 1 2 15-11 38 muito perto do sonho de 3.Ac. Viseu 8 3 3 2 9-9 34 regressar à II Divisão Na4.Tocha 8 2 3 3 6-9 30 cional. A formação de An5.Cinfães 8 1 4 3 12-15 30 tónio Jesus até pode fa6.Fiães 8 0 2 6 8-15 28 zer a festa amanhã, caso vença em Anadia, ou se o Académico de Viseu não 9ª jornada - (30/05/09) vencer na Tocha. Tondela Mesmo que perca em Anadia Ac. Viseu Anadia, bastará ao Tondela Tocha Fiães Cinfães vencer o último jogo, em casa, com o Fiães. 10ª jornada - (07/06/09) São as contas possíveis Cinfães Tocha nesta altura. Ac. Viseu Anadia VITÓRIAS

Uma escorregadela caseira do Académico de Viseu, frente ao Cinfães, pode ter deitado tudo a perder. Num jogo que os academistas sabiam que poderia ser decisivo, a equipa foi traída por alguma ansiedade. O golo madrugador do Cinfães também contribuíu para intranquilizar, ainda mais, os comandados de Luís Almeida. O empate a um golo deixa agora o Académico de Viseu dependente de terceiros. É que Tondela e Anadia venceram e ficaram muito próximos da subida. A duas jornadas do fim, ao Académico não resta mais que não seja vencer, amanhã, sábado, na Tocha, e esperar que o Anadia não vença o Tondela, para assim adiar a decisão para o Fontelo, no próximo dia 7 de Junho. Aí, uma vitória por mais

Fiães


Jornal do Centro

24 DESPORTO | MODALIDADES

29 | Maio | 2009

Liga de Futsal Sosel Seguros 2009

Gil Peres

Começou a II Liga Empresarial de Futsal

A Viseu Futsal apresentou a Liga Sosel Seguros

CTT e Matproject deram o pontapé de saída para a II Liga Empresarial de Futsal, projecto lançado em 2008 pelo Viseu Futsal. Este ano com 8 equipas em competição, e designada por Liga de Futsal Sosel Seguros 2008, a competição de futsal amador volta a contar com o Jornal do Centro como media partner. Ao longo das próximas semanas, será dada infor-

mação actualizada sobre esta competição que, nesta segunda edição, tem algumas novidades. Desde logo a regra que limita a dois jogadores, por equipa, com menos de 30 anos de idade. Também as arbitragens, no ano passado entregues a atletas do clube, são nesta edição responsabilidade de árbitros federados. Os jogos decorrem no Pavilhão da Soíma, e têm entrada gratuita. GP

EQUIPAS PARTICIPANTES CTT VISERVICE CM VISEU LANXEIRÃO LOJA DOS CAMPEÕES HCF GESSOS SOIMA MATPROJECT

1ª jornada CTT 1 CM Viseu Lanxeirão Soíma

7 -

Matproject HCF Gessos Loja dos Campeões Viservice

Publicidade

Futebol

Gil Peres

Do Penalva para a Selecção Sub-21

A Luís Portela, foi formado no V. Setúbal Luís Portela, que alinhou no Penalva do Castelo esta temporada, foi convocado para a Selecão Nacional de Sub-21 anos. Ru i Caçador, Seleccionador Nacional, continua a confiar no jovem jogador formado nas escolas do Vitória de Setúbal, e que já não é uma novidade nestas andanças das equipas jovens de Portugal. C u r io s a mente Lu í s Portela nunca foi uma primeira aposta na formação do Pena lva do Castelo, apesar de ter chegado a ser algumas

vezes titular. Tal como Luís Portela, um outro atleta ex-Penalva do castelo, e actualemnte no Nacional da Madeira, João Aurélio, foi convocado para a selecção de Portugal que vai disputar o consagrado Torneio de Toulon, em França. Luís Aurélio, também convocado de Rui Caçador para os jogos da Lusofonia, irmão de João Aurélio, chegou a prestar provas no Penalva do Castelo, mas acabou por não ficar, acabando por ingressar na União Desportiva de Santana. GP


MODALIDADES | DESPORTO 25

Jornal do Centro 29 | Maio | 2009

Golfe

Uma final que promete

“Golfista - Pastor” vence Desporto Escolar

Gil Peres

Associação de Futebol de Viseu - Taça Sócios de Mérito

A Manuel Fernandes esteve em grande na baliza

Publicidade

M a n g u a lde e Moimenta da Beira vão discutir a vitória na Taça Sócios de Mérito da Associação de Futebol de Viseu. Para chegarem ao jogo da Final, marcado para amanhã, sábado, às 21h15 noEstádio do Fontelo, em Viseu, as duas equipas afastaram adversários de valor. Mais dificil a missão do Desportivo de Mangualde, frente a um Oliveira de Frades apostado em marcar presença no Fontelo. Os comandados de Rui Manuel, derrotados na última jornada do campeonato, precisamente pelo Mangualde, procuravam a vitória para o seu treinador, conhecida que é a sua saída no final desta época. Venceu o Mangualde, por 2 a 1, mas foi tudo menos uma vitória fácil. Até porque, durante largo período de jogo,

a formação de Jorge Valente jogou apenas com 10 jogadores, face à expulsão de Negrete que, desta forma, falha o jogo da Final. Com Cartaxo e Marcos também em dúvida para o jogo de amanhã, Jorge Valente terá alguns problemas em formar o eixo da defesa. Mangualde que vai assim tentar revalidar o troféu conquistado no ano passado, agora frente a um adversário que provou ser uma das equipas mais fortes da Divisão de Honra. Será, por isso, um jogo que promete , com o Mangualde à procura da “dobradinha” (vitória no Campeonato e na Taça), enquanto o Moimenta de Beira, que na meia-final afastou o Campia, vai procurar contrariar um teórico favoritismo do Mangualde e conquistar. o troféu. GP

O jovem Ruben Figueiredo, conhecido por “golfista - pastor”, sagrou-se Campeão Nacional do Desporto Escolar. Com apenas 13 anos, o jovem jogador do Clube de Golfe de Viseu venceu a competição que decorreu no campo de Golfe do Montado em Setúbal.

Ruben Figueiredo terminou o percurso com nove pancadas acima do par, resultado que lhe valeu o título de campeão. O jovem golfista é aluno da Escola E.B. 2,3 D. Duarte em Vil de Soito, que no que ao golfe diz respeito, está associado ao Agrupamento de Escolas Infante D. Henrique de Viseu. GP/PR

Golfe

IV Ordem de Mérito do Clube de Golfe de Viseu Mário Filipe em “net” e João Navega em “gross” sagraram-se vencedores da 4ª prova da Ordem de Mérito do Clube de Golfe de Viseu, que foi disputada no percurso Caramulo por mais de meia centena de golfistas. Numa prova onde 13 jogadores concluiram abaixo do par do cam-

po, Mário Filipe venceu com 44 pontos, seguido de João Duarte com 42 de de Jorge Mesquita e Ricardo Santos com 41 pontos. Na classificação real Jo ã o Na ve g a ve n c e u com 29 pontos, deixando Artur Ferreira a 3 pontos, Mário Filipe a 4 e Romeu Coutinho a 7. PR


Jornal do Centro

26 DESPORTO | FUTEBOL

29 | Maio | 2009

Futebol

Gil Peres

II Divisão com quatro séries e III Divisão extinta em 2011/2012

A Distrital mais forte dentro de dois anos

A Assembleia Geral da Federação Portuguesa de Futebol aprovou, sábado, dia 23 de Maio, a alteração de quadros competitivos dos Camp e o n a to s Na c i o n a i s masculinos, femininos e da Taça de Portugal. Na II divisão, que na última época apresentava quatro séries, a competição terá um quadro de três zonas, cada uma com 16 equipas. Na distribuição dos clubes das ilhas pelas três zonas, o plenário da FPF aprovou que os clubes da Madeira entrem directamente na série correspondente ao Sul, enquanto as equipas dos Açores acedam ao agrupamento do Centro. No que se refere à III

divisão, prevê-se que seja extinta na época 2 010/2 01 1 , a ltu ra em que os vencedores dos campeonatos distritais sobem automaticamente à II divisão. A proposta foi favorávelmente acolhida na generalidade, mas vai ainda merecer a revisão de alguns aspectos na especialidade, um dos quais se prende com a participação de 10 ou 12 clubes na série Açores. Segundo Amândio de Carvalho, vice-presidente da federação, estes novos quadros vão de encontro às soluções defendidas pelas associações distritais. Em causa, o argumento da “viabilidade financeira dos clubes”, acrescen-

tando: “É precisamente essa ideia de dimunuir as despesas e tentar que as receitas possam aumentar. Isto porque são os próprios clubes e as associações que dizem que, do ponto de vista financeiro, é melhor estar num campeonato regional ou distrital do que num nacional”. A justificação das alterações tem em conta a proximidade geográfica dos clubes e o facto de isso poder propiciar a deslocação de adeptos, com o correspondente aumento de receitas. Os novos quad ros competitivos da II divisão, entram em vigor já na próxima época, enquanto os da III apenas na época 2011/12. GP

ANTÓNIO ALBINO CANDIDATO A MAIS UM MANDATO NO ACADÉMICO Aprovados os novos Estatutos do Académico de Viseu Futebol Clube, o seu presidente, António Albino, garantiu que vai ser candidato nas próximas eleições, marcadas para 15 de Junho. Uma recandidatura a mais um mandato assumida numa altura em que a equipa de futebol hipotecou as hipóteses de subida à II Divisão, embora tudo possa ainda ser possível nos dois jogos que faltam. António Albino nunca escondeu que um dos seus principais objectivos, enquanto presidente do clube “é deixar o Académico na II Divisão Nacional”. Quanto aos novos estatutos, outra prioridade da acutal direcção, foram aprovados numa Assembleia-Geral pouco concorrida, que teve apenas algumas dezenas de sócios.

Publicidade

COMERVISAUTO - Estrada Nacional Nº2 - Abraveses - Viseu • Tel.: 232 457 000 - Fax: 232 457 009 www.comervisauto.com • comervisauto.auto@mail.telepac.pt


Jornal do Centro

D

29 | Maio | 2009

culturas expos

∑ Biblioteca Municipal Até dia 30 de Maio Exposição “Darwin 200 1809/2009” ∑ FNAC Viseu Até dia 8 de Julho Exposição “Numa Janela do Edifício Prestes Mais 911”, da autoria de Júlio Bittencourt ∑ Teatro Viriato Até dia 16 de Julho Exposição “Memórias” da autoria de José Alfredo ∑ Seminário Maior Até dia 6 de Junho Exposição “São Paulo, as formas de Fé” LAMEGO ∑ Museu Diocesano Até dia 30 de Junho Exposição “Fragments”, da autoria do pintor

Destaque Fernando Direito TONDELA ∑ Galeria Novo Ciclo Acert Até dia 30 de Junho Exposição “Trilho”, da autoria de Vitor Pi VILA NOVA DE PAIVA ∑ Auditório Municipal Até dia 31 de Maio Exposição “Caricaturas e Cartoons” da autoria de Henrique Monteiro

∑ Auditório Municipal Até dia 31 de Maio Exposição “Pintura Surrealista”, da autoria de Luís Duro ∑ Auditório Municipal Até dia 31 de Maio Exposição Miminhos da Sílvia”, da autoria de Sílvia Ferreira SÁTÃO ∑ Biblioteca Municipal Até dia 30 de Junho Exposição “Pintura e Bordados”, da autoria de Isabel Oliveira

livros

∑ A Livraria Café “Sabores do Livro” recebe, no dia 30 de Maio, a apresentação de duas obras de José Valgode. O escritor, emigrado na Alemanha, em cinco livros publicados, entre os quais quatro com a recolha dos cinquenta anos em que escreveu poesia.

“É um grande painel em carne viva dos anos 60” Livro ∑ “A Caminho do Nunca?” é o novo trabalho de Jaime Gralheiro Dramaturgo, encenador, advogado, antigo activista político, Jaime Gralheiro, aos 78 anos, natural de S. Pedro do Sul, continua a fazer da escrita uma das suas principais actividades. “A Caminho do Nunca?” é o seu último livro que tem pronto desde o início do ano, mas só este domingo vai ser apresentado, na livraria/café Sabores do Livro, no Leiteiro do Rio, S. Pedro do Sul, às 18h00. Jaime Gralheiro traduz as cerca de 300 páginas publicadas pela editora Humus em “histórias na história dos anos 60”. Numa conversa com o jornalista António Figueiredo, para a rubrica “o que é feito

Sessões diárias às 14h45, 17h05, 19h25, 21h40, 00h00 Publicidade

A Jaime Gralheiro de si?” publicada no Jornal do Centro e na Rádio Noar, o escritor chama-lhe “um livro esquisito” e explica porquê: “é um livro com dezenas de histórias que cobrem a vida deste país nos anos 60. Vão desde a emigração à Guerra Colonial, desde a prisão pela PIDE, às lutazinhas de todos os dias. É um grande

painel em carne viva dos anos 60”. O livro tem o patrocínio da Reitoria da Universidade de Coimbra e das autarquias de S. Pedro do Sul, Vouzela e Viseu. Grandes histórias que conto, passam-se aqui [entre Lafões e Viseu]”, termina. Emília Amaral

“As viagens do Ferro Velho” em exibição A ZumZum Associação Cultural apresenta, até dia 7, a peça “As viagens do Ferro Velho”, uma peça da autoria de Álvaro Faria. Depois de ter estreado, no dia 28, no X Festival de Teatro Jovem de Viseu, a peça vai

estar em cena até dia 7, quer no auditório do IPJ, quer no Auditório Mirita Casimiro. O espectáculo conta a hisória de Zé Latão um ferrovelho que gosta de renovar tudo aquilo em que toca e que, por isso, sonha dar um

Sessões diárias às 10h45 (Dom.) A Lenda de Despereaux

Palácio do Gelo Lusomundo Sessões diárias às 21h20, 00h10 Star Trek

roteiro cinemas Sessões diárias às 14h30, 17h20, 21h30, 00h20 Anjos e Demónios

Variedades

Teatro

“SÓ É JORNALISTA QUEM PODE” E “POETICAMENTE VIVENDO”

Forum Viseu Lusomundo Sessões diárias às 13h20, 18h20, 00h10 Star Trek

Até dia 15 de Junho, vai estar patente no átrio do edifício dos Paços do Concelho de Vouzela a exposição “Só é lixo se quiseres”. A mostra aborda de forma pedagógica o processo da reciclagem e destina-se ao público escolar.

António Figueiredo

VISEU ∑ Autarquia de Viseu Até dia 5 de Junho Exposição “Riscos na Cidade”, da autoria de José de Almeida

27 Exposição em Vouzela

X-Men Origens: Wolverine

Sessões diárias às 11h30(Dom),14h00, 16h20, 18h40, 21h10, 23h30 À Noite no Museu 2

Sessões diárias às 11h00(Dom), 16h05, 21h20 De Malas Aviadas

Sessões diárias às 13h40, 16h40, 19h15, 21h50, 00h25 Sinais do Futuro

Sessões diárias às 15h00, 17h40, 22h00, 00h30 Appaloosa

Sessões diárias às11h10 (Dom.), 14h00, 17h00, 21h10, 00h00 Anjos e Demónios Sessões diárias às 14h50,

novo rosto à sua aldeia, ou mesmo convencer os seus vizinhos a fazerem uma troca de casa, durante uns tempos, com os habitantes da terriola mais próxima, só para mudarem de ares”.

Exposição de fotografia “Olhares no Museu” é a mais recente exposição de fotografia em exibição no Museu de Lamego. Os fotógrafos AnaRed, Artur Marques e Pedro Moreira aceitaram o desafio de captar a experiência e as vivências dos Turistas que visitam o Museu de Lamego. O objectivo é suscitar o debate sobre o fenómeno turístico e a relação entre Museus e Turistas enquanto eles próprios objecto de fruição e de contemplação. A exposição é constituída por nove trabalhos e encontra-se distribuída por sete salas da exposição permanente.

Teatro Aberto No âmbito da celebração dos 150 anos do Colégio de Lamego, o Teatro Ribeiro Conceição organiza dois dias de Teatro Aberto. Nos dias 29 e 30, os alunos irão apresentar a peça “Estreia” que convida o público a reflectir sobre a metalinguagem do teatro, bem como irão exibir momentos musicais. Durante as celebrações será exibido um documentário comemorarativo dos 150 anos do Colégio de Lamego.

AFR

17h15, 19h40, 22h00, 00h30 Velozes e Furiosos

Os Mosconautas no Mundo

Sessões diárias às 11h00 (Dom.), 14h20, 16h45, 19h05, 21h30, 23h50 À Noite no Museu 2

Sessões diárias às 13h40, 16h15, 18h50, 21h40, 00h20 The International – A Organização

Sessões diárias às 11h30 (Dom.), 13h10, 15h10, 17h20, 19h20

Sessões diárias às 13h50, 16h00, 18h30, 21h50, 00h35 Um Segredo Muito Nosso


Jornal do Centro

28

D Concerto na ACERT

29 | Maio | 2009

A ACERT recebe um concerto do Marcel Powell, no dia 5 de Junho. A beleza da música, o sentimento nela colocado e a habilidade como instrumentista são os três requisitos que consagram o músico. “Aperto demão” é o seu cartão de visita.

Publicidade

Destaque

Variedades

Festival Internacional de Tunas em Viseu

Sereias e maresia povoam Teatro Viriato “Debaixo da mesa” ∑ Para crianças e pais Ele é um sereio que vive debaixo de uma mesa com uma sereia. A toalha sobre a mesa é o tecto do oceano que habitam. À volta da mesma mesa, o público é convidado a sentar-se e assim fazer parte do cenário da história “Debaixo da Mesa”. Debaixo da água, o sereio e a sereia deslumbram-se com as pernas dos espectadores e sonham ter umas também. Já têm um plano para o conseguirem e por isso vão estar hoje, dia 29 no Teatro Viriato, para forçarem os espectadores a ir ao fundo do mar. “Debaixo da Mesa”

trata-se de um espectáculo para crianças, acompanhadas por adultos, e tem a particularidade de ser apresentada por actores portugueses que se deslocaram a França para aprender o espectáculo. Uma peça interactiva, onde há ordem para trepar, escavar, tocar, ouvir, rastejar, olhar e dançar e que reúne numa mesma acção actores e público que se encontram num universo com cheiro a maresia. “Debaixo da Mesa” é apresentado hoje pelas 19h00. Ana Filipa Rodrigues

roteiro bares&discotecas Viseu Bar da Academia Música ambiente Bar Puro Espaço tranquilo para uma boa conversa entre amigos. Jazz clássico e contemporâneo. Marzovelos - Viseu Eça de Queirós Bar Música ambiente, promoções, festas, petiscos. Factor C Bar dançante, aberto das 23h00 às 04h00. Música Pop-Rock e música alternativa na noite de Viseu Hangar, Club Sextas, Ladies Night. Quartas, Noites Academicas Maionese Música ambiente Fast-food - Snooker NB Club Discoteca Aberto 3ªs, 5ªs, 6ªs e Sábados das 21h00 às 06h00 Obviamente Bar Sexta, 22 de Maio, Emissao:27 By: MothaFunkers

Palha D’aço Vem aí a 3ª edição da festa que parou Viseu... Aberto todos os dias até às 04h00. Reitoria Café-bar, música ambiente, jogos. 2ª a 6ª das 12h00 às 03h00 e Sábados e Domingos das 20h00 às 03h00 Ritual Celta Bar Música ambiente • Variedade de Cervejas Winebar Música ambiente, aberto até às 02h00, ecrã gigante e jogos. Francesinhas e outros pratos. Largo da Prebenda, Junto à antiga GNR - Viseu 19x Bar esplanada, música ambiente. Aberto 6ªs e Sábados e vésp. de feriado. 21h00 às 04h00. Para aderir ligue para o Jornal do Centro: 232 437 461

Alegria e boa disposição é o que promete a terceira edição do “Certame Internacional de Tunas”, do Real Túnel Académico de Viseu. O evento realiza-se no dia 30, na Aula Magna do Instituto Politécnico de Viseu e conta com a participação de sete grupos. O objectivo do certame é promover o encontro de Tunas e proporcionar a troca de experiências entre os seus elementos e a partilha com o público. As tunas participantes vão disputar nove prémios, sendo o Grande Prémio para a Melhor Tuna o mais importante. No Certame Internacional de Tunas do Real Túnel Académico de Viseu participam a Tuna Universitária de Aveiro, a BRUNA – Tuna Académica da Universidade Internacional da Figueira da Foz, a Tuna Universitária de Beja, a Tuna Académica do Instituto Português de Administração de Marketing, a Infantuna, a Tuna Académica Cidade de Viseu e a Cuarentuna de La Coruña. O grande concerto realiza-se domingo, pelas 21h30. O ponto alto do certame é a serenata, que decorre dia 30 pelas 15h00.

Canções Italianas em Viseu Uma viagem pela tradição do canto italiano, desde a canção popular mais pura até às inovações dos últimos anos é o que promete o espectáculo “Um Século de Canções Italianas”, da autoria de Antonio Mainenti. O espectáculo é apresentado hoje, dia 29, pelas 22h00, no Teatro Viriato.


29

Jornal do Centro 29 | Maio | 2009

viseu antigo A IMPRENSA EM M VIZEU VIZEU

OPINIÃO

D. Beatriz Pinheiro de Lemos (III) Completo a transcrição das notas publicadas no semanário dirigido pelo dr. José Júlio César. Humberto Liz

Não o conseguiu, porem: os padres não a pouparam. O director da Revista Católica, o conhecido conego Miguel (Ferreira d’Almeida), poucos anos depois falecido, chegou a escrever, a proposito da Escola Liberal, que D. Beatriz Pinheiro queria com ela inaugurar em Viseu “o culto de Baco e de Venus”! Deus lhe terá perdoado e lhe terá dado uma cátedra no seu reino… Como ha poucos anos, tambem então a guerra preocupava os espiritos: e nessa sua alocução D. Beatriz Pinheiro, pacifista e feminista, não deixou de evangelisar o seu ideal de paz pela acção da mulher na educação da geração nova (3). Decorridos quinze anos, numa conflagração de povos muitissimo mais grave e sangrenta ainda, o mesmo sonho de pacificação mundial a inspira na Conferencia por ela realizada, a 8 de Junho de 1916, às alunas do Liceu Maria Pia, em Lisboa. E para concluir sobre a Escola Liberal João de Deus, foi ainda por causa da Escola, e promovida por D. Beatriz Pinheiro, a 1ª missão das Escolas Moveis João de Deus, realizada em Viseu a fim de que na nova Escola fosse empregado o metodo do glorioso poeta do Campo de Flôres… e da Cartilha Maternal. Na Ave Azul publicou D. Beatriz Pinheiro, além de cronicas e outros artigos de propaganda e de criticas literarias, varios contos e poesias que de criticos nacionais e estrangeiros mereceram, repetidas vêses, elogiosas referencias (4). De D. Beatriz Pinheiro, como Publicidade

poetisa, escreveu Phileás Lebesgue no Mercure de France: “Beatriz Pinheiro, l´Ada Negri du Portugal…j´ai retenu au hasard une délicieuse Oraison (a Oração enquanto meu filho dorme...) digne de João de Deus, la balade des Trois Cavaliers (Os tres cavaleiros) qu’on dirait de folklore, Psiché, Anhélia, d’un souple si délicieusement subjetif et panthéistique.” Da prosadora escreveu Ary René d’Ivermont na Verbeine: “J’ai lu et relu bien desfois Duas Almas (Deux Ames) nouvelle de Béatrix Pinheiro, où des sentiments sont si finement ciselés. Duas Almas est un petit chef-d’ouvre digne de nos meilleurs ecrivens.” Os contos publicados por, D. Beatriz Pinheiro na Ave Azul, intitulam-se: O engeitado; A´ espera: A Maria Corcunda; O crime; Infanticida; Duas Almas; Através dos tempos; O obstaculo e Vae soli! Quasi todos foram traduzidos e publicados em revistas d´Italia por A. Mari, que traduziu tambem a poesia Oração. Em verso, alem da Oração, publicou o poema Anhélia, um soneto à memoria do excelente poeta beirão Simões Dias, uns sonetos intitulados Psiché, outros Crisálida, as Folhas de um album, uma das suas primeiras composições, e o poemeto Os tres cavaleiros que Tomazzo Cannizzaro traduziu em prosa ritmada francêsa. D. Beatriz Pinheiro foi sócia de mérito da “Associação das Escolas Moveis João de Deus”, por proposta do sr. dr. Magalhães Lima, e sócia correspondente do “Instituto de Coimbra”, por iniciativa do sr. doutor Bernardino Machado. Foi durante tres anos professora do Liceu Maria Pia; e, em seguida professora de lingua e literatura portuguêsa no Curso Especial de educação feminina. Nessa qualidade é que D. Bea-

triz Pinheiro, a convite do reitor d´aquele Liceu, fez a conferencia sobre “A guerra mundial e a nossa intervenção”, conferencia que em proveito da “Cruzada das Mulheres Portuguesas” foi depois publicada e a que já se fez referencia. (3) Dizia ela:- “ Ribomba o canhão lá ao longe; coriscam os gládios: restrugem os gritos; tombam as hostes em hecatombes formidandas ao Moloch insaciavel da guerra: é a obra dos homens desde todos os seculos; a obra vinte vezes milenária e em cada seculo vinte vezes repetida- e sempre com o mesmo insaciavel ardor, e sempre com o mesmo negregado exito e sempre com o mesmo maldito sabor de novidade! Mas uma nova era vai raiar: vai operar-se uma nova ordem das cousas: vai haver uma nova redenção! “Quem, na vislumbra ao longe? quem, na anuncia? quem é?... De quem são as vozes que, como as dos anjos na noite do Presepio, andam cantando, andam chamando: “Gloria a Deus e paz aos homens”?! quem são as novas sibilas que, como a Cumana do tempo de Augusto, andam bradando palavras de profecia, profecias de paz e felicidade, neste esfacelamento geral de todos os sentimentos bons, de todas as crenças generosas, de todas as grandiosas ideias de progresso e filantropia?... São as mulheres; são sobretudo as mulheres: elas que, porque teem vivido arredadas de todas as lutas, por isso mesmo souberam e puderam conservar quasi intactos os dons do Santo-Espirito:- o preciosissimo oleo com que acenderão, por entre a noite cerrada, a lampada da sua fé que a todos sirva de farol, a apontar-lhes o porto de salvamento! São elas, serão sobretudo elas quem ha-de preparar o caminho para o que ha de vir, para o que está para vir, para o que forçosamente tem

de vir!... E´no decurso dos seculos uma nova semana do Advento: a Terra germinará ainda as flôres do bem; o Ceu orvalhará ainda o maná da justiça. A aurora do novo seculo tem de ser no relógio do tempo uma hora de preparação… Mas como? Educando a geração de amanhã, as creanças de hoje; os nossos filhos: os filhos e as filhas dos pobres; estas sobretudo, que, porque não teem quem delas cuide, mais precisam de que nós lhes demos, não já apenas o pão do corpo, de que tanto necessitam, mas o pão do espírito de que não necessitam menos.” (4) Entre muitos outros: Rodrigo Veloso, Trindade Coelho, Teixeira Bastos, Luiz Trigueiros, Adolfo Portela, José Agostinho, Julio de Lemos, Domingos de Castro: Antonio Padula, V. Mellissari, Prospero Peragalo, Luigi Zuccaro, V. Emilie Michelet, Giuseppe Cransegna, Pietro de Franciscis, F. Italo Griuffré, Ary René d´Ivermont, Serrand-d´Allard, Phileás Lebesgue, Tomazzo Cannizzaro e Antonino Mari: no Século, na Provincia, nas Novidades, na Tarde, na Educação Nacional, na Vanguarda, nas revistas de Italia-Calabria: Confessioni e Bataglie, de Palermo Iride Mamertina, de Reggio; Bios, de Messina; Esperia, de Caserta; e na Revue Franco-Italienne; e ainda em revistas francêsas: L´Humanité Nouvelle, Mercure de France, Verbeine, e outras. José de Macedo consagrou-lhe e à Ave-Azul um folhetim da Chronica, sucedanea do Gabinete dos Reporters. Na Chronica lhe consagrou José Agostinho um largo artigo elogioso. E no Campeão, do Porto, tambem em largo artigo falou dela com muito elogio Augusto de Castro. in “Noticias de Viseu” nº 193, de 19 de Novembro de 1922.

A Folha e a Agricultura IV Paulo Bruno Alves paulobruno@iol.pt

As pequenas propriedades não dão sustento! Na sequência dos outros três artigos publicados, anteriormente, continuamos hoje a apresentar a Agricultura, de acordo com a visão política do primeiro jornal diocesano de Viseu, A Folha (1901-1911). Mesmo enviando alguns recados, A Folha nunca de dar o seu forte apoio aos assuntos agrícolas, como foi o caso da pequena propriedade que foi sempre defendida, acerrimamente, por parte dos nacionalistas cristãos. A sua luta ganhou um outro ânimo quando foi criada a Real Associação Central de Agricultura que, em Julho de 1904, celebrou a sua primeira reunião fora de Lisboa, num claro indício de descentralização do problema agrícola, indo aos locais onde ele existia. Num editorial, de novo assinado pelo Conde de Bertiandos, a pequena propriedade foi analisada do ponto de vista da base do sustento da larga maioria dos agricultores portugueses. Era sabido que estas não davam um sustento exacerbado. No final do século XIX, «(...) 54% das 902 855 propriedades tinham menos de 1 ha de superfície...». Vivíamos, no entanto, já num período de pós-depressão, mas a retoma económica tardava a atingir Portugal e as (várias) crises sucediam-se em catadupa. Se no início de 1902 – ou seja, poucos anos depois da depressão da década de 1890 – o fantasma da mesma ainda não se tinha dissipado, a crise que instalou sobre o sector vinícola apenas ajudou à estagnação da nossa economia. Esta era uma crise de superprodução e, como tal, acumulavam-se produtos nos stocks e havia necessidade (urgente) de os escoar por mercados que também já estavam saturados. A Folha acusava que fora um «(...) erro economico a exageração no plantio da vinha. Sacrificou-se a qualidade á quantidade...».


30 Maio 2009

Especial Malta Dia Mundial da Criança

Brincar, brincar, brincar!

O

lá, amiguinho! Está a chegar o vosso dia, o Dia da Criança. Na próxima segundafeira é dia 1 de Junho, aquele dia especial, que devemos aproveitar para brincar muito e lembrar aos adultos os nossos direitos! Por falar em brincar, sabes que brincadeiras havia no tempo

dos teus pais? Havia jogos e diversões de que hoje já quase não se fala, mas eram muito divertidos! Existiam brincadeiras de cantigas de roda, como o “Atirei o pau no gato” ou “As pombinhas da Catrina”. Havia brincadeiras mais para as meninas: jogavam a macaca, saltavam à corda ou

ao elástico, brincavam com bonecas e faziam colecções, por exemplo, de papel de carta, que tinha um cheirinho muito bom, de calendários ou autocolantes... Os meninos gostavam mais de jogar à bola e ao “mata”, ao pião e ao berlinde. E coleccionavam e trocavam cromos, para completar as cadernetas! Depois, havia também brincadeiras para jogar em conjunto, como a “apanhada”, as “escondidas”, o “lencinho”, a cabra-cega, o jogo da “estátua”, da “mãezinha, dá licença?”, o “anelzinho”...

Decerto conhecerás alguns destes jogos e ainda hoje te divertirás com eles. Como é bom brincar ao ar livre com os teus amiguinhos! Claro que hoje há também outros divertimentos. O que é importante é que as brincadeiras te deixem feliz. Mas, sempre que puderes, brinca lá fora, com os teus amigos. Pede aos teus pais para te levarem ao parque mais próximo do lugar onde vives e brinquem juntos! Vais ver como te vais divertir! Feliz Dia da Criança!

Conto

O ninho de melros

J

uno e Janeta, um casal de lindos melros, de bico amarelo e penas pretas muito luzidias escolheram aquela sebe verdinha de escalónia para fazer o seu ninho. Janeta pôs lá três ovinhos meio azulados, às pintinhas, que faziam o encanto do pai Juno, que todo babado, mal podia

esperar pelo nascimento dos seus filhotes. Mãe Janeta já nem saía para aquecer bem os ovinhos donde saíram os seus meninos melrinhos. Passado o tempo de choro, lá começaram os ovinhos a estalar e os bebés melrinhos a querer sair das cascas dos ovitos. Que alegria quando Juno

Publicidade

A Matemática que faz sentido! Diagnóstico gratutito!

Tal como num ginásio se desenvolve o corpo, no MATHNASIUM desenvolve-se o raciocínio.

Aproveita as férias do Verão, para… … RECUPERAR as bases matemáticas, … APERFEIÇOAR as competências, …PREPARAR o próximo ano lectivo, … APRENDER a gostar de Matemática, … JOGOS de raciocínio e lógica. R. Dr. Alexandre Lucena e Vale Viseu (junto à Escola E.B. Grão Vasco) 964 044 149 - 232 449 178 www.mathnasium.pt

chega ao ninho com uns bichitos para o almoço e vê Janeta com os seus meninos. Foi uma emoção tão grande, que Juno, como bom músico que era, sensível e delicado, logo ali compôs uma das suas mais belas melodias, dedicada ao feliz nascimento. Mas o gato Tareco também já havia suspeitado de que alguma coisa se passava e, pondo-se à espreita, logo descobriu os pequenos melrinhos que, por sinal, naquela hora, estavam sozinhos, enquanto os pais tinham saído para dar uma volta. Tareco dá um salto e Publicidade

levanta a pata para apanhar os indefesos passarinhos que se salvaram só por milagre. Zafa, o menino verde da floresta, ágil e rápido, agarra o Tareco. - Tareco, deixa os meninos melrinhos que estão ainda cobertos de penugem e a começar a crescer. Não lhes faças mal, lembra-te dos teus filhos. E só então Tareco compreendeu. Rosinda de Oliveira

Onde devo ir? Viagem aos planetas no Planetário de Torredeita

S

abes o que é um planetário? Ajuda-nos a perceber o universo e os astros, um tema sobre o qual tens certamente muita curiosidade. É através do planetário que consegues fazer uma viajem imaginária ao Sol, Mercúrio, Vénus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Neptuno, Plutão e à Lua. Perto de Viseu, em Torredeita, a Escola Profissional tem o primeiro planetário, em Portugal e Espanha, equipado com o sistema Digital Sky, a melhor ferramenta de tecnologia informática de projecção de alta definição, segundo os especialistas. É visitado anualmente por milhares de pessoas, especialmente estudantes como tu. Se ainda não conheces convida o teu professor, os teus pais ou os teus avós e vai até lá. Podem conhecer alguns marcos fundamentais da exploração espacial, a rotação da terra, o fenómeno dos eclipses, o sistema solar, podes explorar e manusear o material didáctico que lá existe, observar a Esfera Celeste e muitas outras coisas. Vais adorar. Só tens que marcar visita pelo número de telefone 232 990 200.

Desporto

O que é o Karaté?

O

Karaté é uma arte tradicional oriental de auto-defesa. Este p depende essencialmente do corpo humano (armas não são utilizadas). Baseia-se muito na disciplina e no rigor, uma vez que está fortemente ligada às civilizações orientais. Poder-se-á dizer que, em certa medida, é uma escola de forrra mação do indivíduo para Rui Gue ca du or de E Profess espe- se conhecer a si próprio m co a ic es- e conhecer os outros. A ção Fís o em D cializaçã Combate prática desta arte marcial e d portos proporciona saúde física e mental nomeadamente ao nível da atenção e concentração, possibilitando uma grande harmonia, tranquilidade e plenitude de vida. Se quiseres experimentar este desporto, entra em contacto com a AKV (Associação de Karaté de Viseu, Tel.232 431 153). Vais ver que vais adorar!


31

Notícias Actividades para as crianças

D I A

ançar um conto” é o novo projecto para as crianças do 1.º Ciclo de Oliveira de Frades. A actividade permite a cada criança ilustrar e comunicar as suas percepções e sentimentos a partir de um conto.

Festa para crianças em Sátão nsufláveis, Go Karts, pinturas faciais, jogos e muitas actividades divertidas vão assinalar o Dia Mundial da Criança em Sátão. As actividades têm início às 31 de Maio, a partir das 10h30.

Gala Infantil nimação e companheirismo vão encher o Dia Mundial da Criança em São João da Pesqueira. A autarquia organizou uma Gala Infantil, com muitas actividades desportivas, música e teatro.

Passatempos

Maio 2009

Teatro e muita animação em Tondela

P

orque as crianças são o melhor do mundo, a ACERT vai comemorar em grande o teu dia. No dia 31, pulos e gargalhadas vão percorrer os jardins da ACERT. De manhã, podes aprender a construir bo-

las de malabarismo. À tarde vais ter a oportunidade de te salpicares com cores, porque a ACERT vai colocar à disposição das crianças uma mural para pintar. Para além das tintas, na tarde da ACERT podes assistir à peça de Teatro “Circo Sonâmbulo”.

“Protege o que é bom”

C

onheces a “Roda dos Alimentos” ou sabes o que faz bem à tua saúde? Se queres aprender mais sobre saúde, nutrição e ambiente podes dirigir-te ao Palácio do Gelo onde irás encontrar uma exposição lúdico-pedagó-

gica que aborda estes temas. A exposição conta com actividades para toda a família.

Descobre as cinco diferenças Original

Para brincar ao jogo do labirinto, precisas de descobrir qual o caminho correcto para ajudar as crianças a chegar à floresta. No final aproveita e dá cor ao desenho.

Ana Margarida, 4 anos - Viseu


CONFISSÕES

32

vida & tv

Região de Leiria 29 | Maio | 2009

“O Penim e a Teresa Guilherme deixaram a SIC neste estado”. Camilo de Oliveira actor, fazendo referência aos maus resultados da estação, in revista “TV Guia”

horóscopo carneiro 21/3 a 20/4

Sentimentalmente, as coisas tendem a melhorar e a sua vida entrará numa fase mais romântica. Sobretudo no sector profissional e económico tem de se mostrar activo e com objectivos bem delineados, pois há tendência para intrigas.

A vida sentimental está cheia de altos e baixos balança 24/9 a 23/10 sendo muito difícil pôr ponto final em divergên-

As relações estão bem e não tem de se preocupar com a parte sentimental. Um compromisso pode selar-se, mas deve moderar o seu espírito aventureiro. No plano profissional, os indicadores são favoráveis e pode sentir-se impulsionado para outros voos.

escorpião 24/10 a 22/11

Ainda que atravesse uma fase de estabilidade nas relações constituídas, é bom que se ocupe da sua “cara-metade”. Na vida profissional, a adesão às suas ideias é plena e as actividades desenvolvemse com resultados acima das expectativas.

sagitário 23/11 a 20/12

caranguejo 22/6 a 22/7

Vida sentimental favorecida. A dificuldade poderá estar na escolha ou na disponibilidade de tempo. Não se deixe influenciar por pressões familiares para mais tarde não se arrepender. Em termos profissionais, tendem a ocorrer algumas boas mudanças.

capricórnio 21/12 a 20/1

Sentimentalmente, a fase é bastante auspiciosa e é natural que se sinta finalmente correspondido e realizado. Mas é aconselhável que não empole factos de pouca importância. Profissional e economicamente pode obter compensações dos seus esforços.

leão 23/7 a 23/8

Na vida sentimental está tudo bem e esta pode ser uma altura inesquecível neste âmbito. Na vida profissional e económica, ainda que esteja favorecido na prestação de conhecimentos, não dê nada como certo, especialmente em matéria de dinheiro.

aquário 21/1 a 19/2

Precisa de dar mais colorido à vida familiar, embora nem sempre seja logo entendido. Se escolheu esta altura para férias, o romance está à espreita. Profissionalmente, a conjuntura apresenta sinais de mudança que o favorecerão e darão mais segurança financeira.

virgem 24/8 a 23/9

As ligações conflituosas tendem a acabar e uma reconciliação não irá longe. As novas relações, sim, estarão favorecidas. Melhores relacionamentos nos próximos tempos. Chegou a altura de fazer opções, pois a ausência de realização profissional está a afectá-lo.

peixes 20/2 a 20/3

Na vida sentimental, as coisas não estão fáceis e as suas atitudes tendem a agravar os conflitos. Tente moderar-se e adaptar-se às circunstâncias. Profissional e economicamente será louvado e apreciado, mas as coisas tendem a não passar disso mesmo.

touro 21/4 a 21/5

gémeos 22/5 a 21/6

cias. Será preferível enfrentar as situações, caso contrário acabará “perseguido” por fantasmas. Na vida profissional e económica terá de levar as coisas a peito.

palavras cruzadas Marcos Cruz - Rede Expresso

O início da semana pode trazer-lhe preocupações mas a tendência é para ser capaz de lidar com elas conseguindo superá-las de maneira a que a sua imagem saia reforçada. Na vida profissional a tendência é para progressos. Tente fazer uma vida bem activa.

sudoku

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

Na vida sentimental, uma nova fase mais consentânea com os seus desejos está em curso e é bom que não volte a repetir erros do passado. Profissionalmente, os seus méritos serão invejados, por isso não conte com um ambiente de trabalho privilegiado.

8 2

1 1

1 4

9

8

2

9

6

8

7

2

6

9

5

VERTICAIS: 1 - Estavam no Parque Jurássico. 2 - Vinho como remédio. Põe em prática. 3 - Permite todas as hipóteses. Língua. 4 - Preposições de um dilema. 5 - Parte do percurso. Metade de três. Romanos. 6 - Rio europeu que atravessa seis países. Aumenta a saia. 7 - Onde se encontra a torre inclinada. Levam pontos. 8 - O analfabeto fá-lo de cruz. As duas primeiras do abecedário. 9 - Romanos. Mudanças para melhor. 10 - No meio do nome. O de Berlim dividia a Alemanha em duas. Base aérea. 11 - Morada. Mar salgado da Ásia.

3 7

1

3 3

2

euro

milhões

4 | 13 | 14 | 33 |43| 1 | 6

toto

4

X 1 1 1 1 1 X 1 2 1 2 2 X

Ocean’s Twelve O Justiceiro Solitário Joe Dirt O Poeta Assassino Matrix Reloaded

Domingo, Dia 31 17:30 20:00 22:00 23:50

A Golpada Regresso Ao Futuro Eu, Tu E O Emplastro Poltergeist: O Fenómeno RTP - Memória

Sábado, Dia 30 15:00 17:15 18:15 20:00 21:00 23:30

Amália Rogrigues Quem Te Viu E Quem Te Vê - Hermínia Silva Fados De Sempre Estúdio C - Fados Com Maria Teresa De Noronha D. Vicente Da Câmara - 40 Anos De Carreira Vamos Aos Fados - Homenagem A Marceneiro

Domingo, Dia 31 15:00 17:15 18:15 20:00 21:15 23:00

Tarde De Cinema: O Grande Elias Quem Te Viu E Quem Te Vê Teatro De Companhia Viagem No Tempo Noite De Cinema: Cavalheiro Vagabundo O Processo Dos Távoras Sport TV1 - Transmissões Directas

Sexta-Feira, Dia 29 18:00 Informação - Fórum Sport TV 20:00 Portugal X Roménia / Qualificação Campeonato Do Mundo / Voleibol

Sábado, Dia 30

Domingo, Dia 31 12:30 Voleibol De Praia - Circuito Mundial Praia (Polónia - Final Masculina) 14:00 Futebol - Liga Italiana (Inter Milão X Atalanta) 18:20 Rugby - Circuito Mundial Sevens (Escócia - Final Cup)

Segunda-Feira, Dia 1 18:00 Informação - Fórum Sport Tv

Quarta-Feira, Dia 3 18:00 Informação - Fórum Sport Tv Sport TV2 - Transmissões Directas 11:00 Rugby - Circuito Mundial Sevens (Escócia - Ilhas Fiji X Portugal) 15:00 Rugby - Circuito Mundial Sevens (Escócia - Austrália X Portugal)

Domingo, Dia 31 10:00 Motociclismo Velocidade - Camp. Do Mundo (Moto Gp. Itália - 125 Cc) 14:00 Futebol - Liga Italiana (Fiorentina X Ac Milan) 16:00 Voleibol - Qualificação Camp. Mundo (Eslovénia X Portugal)

Segunda-Feira, Dia 1 15:20 Atletismo - Iaaf (Iaaf Grand Prix, Hengelo, Holanda) Sport TV3 - Transmissões Directas

4

loto2 toto

8 5

2

loto1 5 .350.158

3 8

Sexto Sentido Do Reino Animal Montanhas Russas De Vertigem Nas Mãos Da Cirurgia Mergulhando Em Apneia Assim Se Fez “Planeta Azul” Assassino Do Amazonas

15:00 Futebol - Taça De Inglaterra (Chelsea X Everton - Final) 18:00 Informação - Fórum Sport Tv

6 2

6

15:00 16:00 17:00 19:30 21:00 23:00

Hollywood

joker

6 8

4

3

Domingo, Dia 31

15:00 17:30 19:30 21:30 23:10

1

5

9

El Niño, O Mostro Meteorológico Cavaleiros De Marfim Diário De Elefantes T.2 Ep.3 México Ao Espelho Diários Da Cocaína Em Safari Com Os Pinguins Jardim Zoológico Para Bebés

Sábado, Dia 30

bola 1. Porto - Braga 2. Benfica - Belenenses 3. Leixões - Marítimo 4. Guimarães - Académica 5. Rio Ave - E. Amadora 6. P. Ferreira - Trofense 7. Naval - Setúbal 8. Olhanense - Gil Vicente 9. Beira - Mar - U. Leiria 10. Feirense - Santa Clara 11. Boavista - Sp. Covilhã 12. Aves - Estoril 13. Portimonense - Freamunde

15:00 17:00 18:00 19:00 20:00 22:00 23:00

Sábado, Dia 30

2

1

4

Odisseia

4 | 5 | 15 | 33 | 37| 39 | 28

3

3 5

6

Sábado, Dia 30

toto

8

8

HORIZONTAIS: 1 - Ajuda a acordar. 2 - Sem vida. Sem ele não há casamento. 3 - Na garganta é sinal de emoção. Gil navegador. 4 - Monte onde viviam os deuses gregos. Chama-se à freira. 5 - O tempo de uma rotação. Graças a eles, o carro anda sobre rodas. 6 - Minerais nutrientes. País africano no sudeste da Nigéria. 7 - Fazem-se nas corridas de cavalo. Sono de criança. 8 - Também chamada rainha-dos-prados. 9 -Altas e baixas na Galiza. A quanto obrigas! 11 - Falava-se no sul de França. Fustiga. 11 - Tipo de esperteza (pl.). Abunda no mar.

Concurso nº 21 /2009

2

9 5

cabo

Super 14. Sporting M : 1 Nacional

5

6

sorte

1

7

Só há uma regra: completar a grelha, de modo a que cada linha, cada coluna e cada bloco de 3x3 incluam os números de 1 a 9, sem repetições!

19 |23 | 27 | 33 | 35| 36 |20 Estes resultados não dispensam a consulta da lista oficial do Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

Sexta-Feira, Dia 29 11:40 Motociclismo Velocidade - Camp. Do Mundo (Moto Gp. Itália 125 Cc - Treinos Livres 1) 14:10 Motociclismo Velocidade - Camp. Do Mundo (Moto Gp. 250 Cc - Treinos Livres 1)

Sábado, Dia 30 12:50 Motociclismo Velocidade - Camp. Do Mundo (Moto Gp Itália - Treinos De Qualificação) 18:00 Motociclismo Velocidade - Supermoto (Gp. Grã-Bretanha S2)

Domingo, Dia 31 14:10 Tenis - Torneios De Exibicao (Braga Ladies Open) 16:00 Motociclismo Motocrosse - Camp. Do Mundo (G.P. Inglaterra - Mallory Park Mx1 2ª Corrida) 19:10 Automobilismo Velocidade - Nascar (Dover 400, Dover Int. Speedway)

VERTICAIS: 1 - dinossauros. 2 - enol; aplica. 3 - se; idioma. 4 - premissas. 5 - etapa; tr; CI. 6 - Reno; bainha. 7 - Pisa; is. 8 - assina; ab. 9 - DI; reformas. 10 - om; muro; Ota. 11 - casa; Aral. HORIZONTAIS: 1 - despertador. 2 - inerte; sim. 3 - nó; Eanes. 4 - Olimpo; irmã. 5 - dia; pneus. 6 - sais; Biafra. 7 - apostas; oó. 8 - ulmária. 9 - rias; amor. 10 - Oc; chibata. 11 saloias; sal. Soluções


Região de Leiria

33

29 | Maio | 2009

“Eu tenho a noção de que ter um filho é uma enorme responsabilidade”.

“Estou ansiosa por tê-lo nos braços”. Sylvie Dias modelo, a propósito do filho que nascerá no próximo mês, in revista “Mariana”

Maria Rueff actriz, in revista “TV Mais”

Sexta

Everest

Sábado, 15h45 Laurie Skreslit tinha acabado de perder o seu melhor amigo num acidente de alpinismo e acreditava que tinha sido culpa sua. À medida que a expedição atravessava o Nepal, os conflitos entre os jovens alpinistas começam a reavivar as dúvidas que Laurie tinha acerca da subida assim como a a culpa que ele sentia por causa da morte do amigo!

06:30 Bom Dia Portugal Com Língua Gestual 10:00 Praça Da Alegria 13:00 Jornal Da Tarde Inclui: O Tempo 14:15 Chamas Da Vida 15:00 Sangue Do Meu Sangue Ep ºs. (82) E (83) 16:15 Portugal No Coração 18:00 Portugal Em Directo 19:00 Campanha Eleitoral 19:15 O Preço Certo 20:00 Telejornal Inclui: O Tempo 21:00 Antes Pelo Contrário 21:15 Pai À Força 22:00 Duelo Final 22:55 Casamentos De Santo António 23:00 V De Vingança (Filme) 01:15 Last Days - Últimos Dias (Filme) 03:00 Prova De Amor Ep ºs. (184) E (185) 04:30 Televendas

Sexta

A Fúria Da Razão Sábado, 22h40

O primeiro filme da série “Dirty Harry”, com Clint Eastwood a criar a celebérrima personagem do políciacowboy que não olha a meios para “ganhar o dia”.

07:20 Zig Zag 14:00 Sociedade Civil 15:30 Percursos Da Música Portuguesa 16:00 National Geographic (R/) Herod´S Lost Tombs 17:00 Zig Zag Miffy - Colours, Numbers And Shapes / Os Peludos / O Gato Frankenstein / No País Dos Ozie Boo! / Bruno E Bill / Telmo & Tula / Marta Fala / Rubi Assombrosa 18:30 A Fé Dos Homens 19:00 Campanha Eleitoral 19:15 A Alma E A Gente (R/) 19:45 Zig Zag Ilha Das Cores / Jiga Joga / Vamos Dormir (Os Patinhos) 20:45 Todos Contra O Chris 21:15 Grandes Livros 22:00 Jornal 2 - Inclui: Cartaz 2 22:40 Irmãos E Irmãs 23:30 Diga Lá Excelência 00:30 Bastidores 01:00 Noites Da 2 A Vida Normalmente 01:45 Palcos Lendas Do Jazz Últimos Ep ºs. 03:45 Euronews 05:15 Sociedade Civil (R/)

Sexta 06:00 09:00 10:00 13:00 14:15 15:30 17:15 18:00 19:00 19:15 20:00

Fama Show Domingo, 14h00

O mundo dos famosos vai ser visto sob uma perspectiva irreverente, muitas vezes animada e sempre criativa. Tendo por base os valores de qualidade associados à fama, cada uma das apresentadoras representa um sentido que dará uma orientação marcante em cada momento do programa. Fama… O Show Da Vida!

21:30 22:00 23:00 23:45 00:45 01:45 02:30

SIC Notícias Ligou, Ganhou! Fátima Primeiro Jornal O Cravo E A Rosa Contacto Rebelde Way Três Irmãs Tempo De Antena Nós Por Cá Jornal Da Noite Camilo, O Presidente Tá A Gravar Caminho Das Índias Podia Acabar O Mundo Mentes Criminosas CSI Nova Iorque Quando O Telefone Toca

Sábado

Domingo

Segunda-Feira

Terça-Feira

06:30 Espaço Infantil Os Peludos / Alex No Pomar Mágico / No País Dos Ozie Boo! / Harry E O Balde De Dinossauros / Onda E Concha / Mãe Mirabelle / Little People 07:10 Brinca Comigo O Mundo De Todd O Gato Frankenstein Bob, O Construtor O Super Apresentador 08:00 Bom Dia Portugal Fim-De-Semana 11:00 Portugal Sem Fronteiras 13:00 Jornal Da Tarde Inclui: O Tempo 14:15 Top + 15:45 Everest Ep ºs. (1) E (2) 19:00 Campanha Eleitoral 19:30 Programa A Designar 20:00 Telejornal Inclui: O Tempo 21:00 A Voz Do Cidadão 21:15 Duelo Final 22:10 Casamentos De Santo António 22:15 Programa A Designar 01:15 Perto De Casa Ep ºs. (13) E (14) 02:30 Ginostra (Filme) 04:15 Televendas

06:30 Espaço Infantil 07:11 Brinca Comigo 08:00 Bom Dia Portugal Fim-De-Semana 09:00 Eucaristia Dominical 10:00 Atletismo: Corrida Da mulher 5 Km EDP 11:30 Mudar De Vida 12:00 T2 Para 3 “Remodelado” 12:30 Contra Informação 13:00 Jornal Da Tarde Inclui: O Tempo 14:15 Só Visto! 15:00 Programa A Designar 19:00 Campanha Eleitoral 19:30 Programa A Designar 20:00 Telejornal Inclui: O Tempo 21:00 As Escolhas De Marcelo Rebelo De Sousa 21:30 Febre Da Dança 22:30 Os Contemporâneos 23:15 Programa A Designar 01:00 A Criança (Filme) 03:00 TelevenDas 06:05 Nós

06:30 Bom Dia Portugal Com Língua Gestual 10:00 Praça Da Alegria 13:00 Jornal Da Tarde Inclui: O Tempo 14:15 Chamas Da Vida 15:00 Sangue Do Meu Sangue Ep ºs. (64) E (65) 16:30 Portugal No Coração 18:00 Portugal Em Directo 19:00 Campanha Eleitoral - Europeias 2009 19:15 O Preço Certo 20:00 Telejornal Inclui: O Tempo 21:00 Notas Soltas 21:15 Duelo Final 22:10 Casamentos De Santo António 22:15 Prós E Contras 01:00 Paramédicos 01:50 Prova De Amor Ep ºs. (186) E (187) 03:30 Televendas 06:05 Nós

06:30 Bom Dia Portugal Com Língua Gestual 10:00 Praça Da Alegria 13:00 Jornal Da Tarde Inclui: O Tempo 14:15 Chamas Da Vida 15:00 Sangue Do Meu Sangue Ep ºs. (66) E (67) 16:30 Portugal No Coração 18:00 Portugal Em Directo 19:00 Campanha Eleitoral - Europeias 2009 19:15 O Preço Certo 20:00 Telejornal 21:00 30 Minutos 21:30 Telerural 22:00 Duelo Final 22:55 Casamentos De Santo António 23:00 Serviço De Saúde 00:00 Liga Dos Últimos 00:45 Perdidos Ep ºs. (12) E (13) 02:15 Prova De Amor Ep ºs. (188) E (189) 04:30 Televendas 06:05 Nós

Sábado

Domingo

Segunda-Feira

Terça-Feira

07:00 08:00 08:30 09:00 10:00

07:00 07:30 08:00 09:00 09:30 10:00 11:00 11:30 12:00 12:30 13:00

07:20 14:00 15:30 18:30 19:00

07:20 Zig Zag 14:00 Sociedade Civil 15:30 Percursos Da Música Portuguesa 16:00 National Geographic (R/) Os Animais São Fantásticos 17:00 Zig Zag 18:30 A Fé Dos Homens 19:00 Campanha Eleitoral - Europeias 2009 19:15 Arquitectarte 19:50 Zig Zag Ilha Das Cores Woofy Vamos Dormir (Os Patinhos) 20:45 Todos Contra O Chris 21:15 National Geographic É Mesmo Verdade?I - Astronautas Ancestrais 22:00 Jornal 2 Inclui: Cartaz 2 22:30 O Mentalista 23:30 Bairro Alto 00:30 Noites Da 2 A Vida Normalmente 01:15 Câmara Clara (R/) 02:25 Euronews 05:00 Sociedade Civil (R/)

12:00 13:45 14:00 15:00 19:00 19:30 20:30 20:45 21:45 22:00 22:40 00:30 02:30 06:15

Sexta

Sexo Até À Morte Sábado, 00h15

A vida de um homem comum é virada do avesso por causa de um e-mail, que inclui os nomes de todas as pessoas com quem teve relações sexuais e com quem virá a ter. A situação piora quando encontra uma mulher extremamente sensual (Ryder), que se dedica a capturar homens culpados de crimes sexuais.

14:00 14:45 15:00 19:00 19:30 20:00 20:30 21:00 22:00 22:30 23:50 00:50 01:50 05:30

Euronews Áfric@Global Músicas De África Caminhos 70x7 Nós Da Terra Ao Mar Consigo Vida Por Vida Olhar O Mundo National Geographic Zoos À Prova De Fuga Macau Sem Regresso - Estreia A Voz Do Cidadão Desporto 2 Campanha Eleitoral - Europeias 2009 Arte & Emoção A Alma E A Gente Programa A Designar Manuel Hermínio Monteiro - Estreia Jornal 2 Inclui: Cartaz 2 Câmara Clara Britcom Gavin And Stacey Na Tua Ausência Onda-Curta Desporto 2 (R/) Euronews

19:15

20:45 21:15 21:45 22:00 22:40 00:30 01:15 01:45 02:30 05:00

Zig Zag Sociedade Civil Zig-Zag A Fé Dos Homens Campanha Eleitoral - Europeias 2009 Zig Zag Ilha Das Cores Gowap Vamos Dormir (Os Patinhos) Todos Contra O Chris National Geographic - Os Animais São Fantásticos A Hora Da Sorte Jornal 2 Inclui: Cartaz 2 Serviço De Urgência Ep ºs. (13) E (14) Noites Da 2 A Vida Normalmente Universidades Caleidoscópio - Universidade Lusófona Diga Lá Excelência (R/) Euronews Sociedade Civil (R/)

Sábado

Domingo

Segunda-Feira

Terça-Feira

06:00 06:45 08:30 10:00 10:30

06:30 08:45 10:15 10:45 12:00

06:00 09:00 10:00 13:00

06:00 09:00 10:00 13:00

12:00 13:00 14:00 14:45 17:00 19:00 19:30 20:00 21:30 23:15 00:00 02:30

07:00 Diário Da Manhã 10:15 Você Na TV! 13:00 Jornal Da Uma 14:00 As Tardes Da Júlia 17:00 Quem Quer Ganha 18:15 Morangos Com Açúcar 19:00 Campanha Eleitoral 19:15 Morangos Com Açúcar 20:00 Jornal Nacional 21:45 Euromilhões 22:00 Deixa Que Te Leve 23:00 Flor Do Mar 00:00 Olhos Nos Olhos 00:45 Dr.Jekill E Mr.Hide - Filme 02:45 Sempre A Somar 04:30 Unidade Especial 05:30 Televendas

Euronews África 7 Dias Notícias De Portugal Universidade Aberta Zig Zag MiL Gigas Princesas Do Mar Pet Alien, Amigos Do Outro Mundo O Futuro É Fantástico Os Cinco Em Acção Ideias Falsas 6 Teen Romeu E Julieta - Filme O Pato Parlamento Desporto 2 Campanha Eleitoral Geração Cientista A Turma Cenas Da Vida Real : No Caminho Do Meio (Estreia) A Hora Da Sorte Jornal 2 Inclui: Cartaz 2 A Fúria Da Razão (Filme) Harry, O Implacável(Filme)) Desporto 2 Euronews

Etnias SIC Kids Disney Kids Power Rangers Programa Da Lucy Nosso Mundo Primeiro Jornal Episódio Especial Futsal - Final: Belenenses X Benfica Cinema: Filme A Definir Tempo De Antena Não Há crise Jornal Da Noite Perdidos E Achados Tá A Gravar Guiness, O Mundo Dos Recordes Cinema: Filme A Definir Quando O Telefone Toca

13:00 14:00 14:45 16:45 19:00 19:30 20:00 21:00 21:45 23:15 01:30 02:30

SIC Kids Disney Kids Power Rangers Tween Box BBC Vida Selvagem Primeiro Jornal Fama Show Super Cinema Disney: Filme A Definir Cinema: Filme A Definir Tempo De Antena Não Há Crise Jornal Da Noite Grande Reportagem Atreve-te A Cantar Cinema: Filme A Definir CSI Nova Iorque Quando O Telefone Toca

14:15 15:30 17:15 18:00 19:00 19:15 20:00 21:30 23:30 23:45 00:45 01:45 02:30 04:30

SIC Notícias Ligou, Ganhou Fátima Primeiro Jornal O Cravo E A Rosa Contacto Rebelde Way Três Irmãs Tempo De Antena Nós Por Cá Jornal Da Noite Salve-se Quem Puder Caminho Das Índias Podia Acabar O Mundo Mentes Criminosas CSI Nova Iorque Quando O Telefone Toca Ciranda De Pedra

14:15 15:30 17:15 18:00 19:00 19:15 20:00 21:30 22:00 23:00 23:45 00:45 01:45 02:30

SIC Notícias Ligou, Ganhou Fátima Primeiro Jornal O Cravo E A Rosa Contacto Rebelde Way Três Irmãs Tempo De Antena Nós Por Cá Jornal Da Noite Camilo, O Presidente Salve-se Quem Puder Caminho Das Índias Podia Acabar O Mundo Mentes Criminosas CSI Nova Iorque Quando O Telefone Toca

Sábado

Domingo

Segunda-Feira

Terça-Feira

07:00 Animações: New Woody / Curious George Winx / Dinosaur King / Spectacular Spiderman 09:30 Smackdown Wrestling 10:30 Campeões E Detectives 11:15 Deluxe 12:15 Antevisão 13:00 Jornal Da Uma 14:00 A Designar - Filme 16:00 A Designar - Filme 18:00 Morangos Com Açúcar 19:00 Campanha Eleitoral 19:30 Morangos Com Açúcar 20:00 Jornal Nacional 21:15 Deixa Que Te Leve 22:15 Flor Do Mar 23:15 Olhos Nos Olhos 00:15 Sexo Até À Morte - Filme 02:30 Sempre A Somar 04:00 O Escritório 04:30 Unidade Especial 05:30 Televendas

07:00 Animações: New Woody / Curious George / Winx / Dinosaur King / Spectacular Spiderman 09:00 Barbie Apresenta Polegarzinha - Filme 10:30 Hannah Montana 11:30 Missa Guimarães 12:30 Oitavo Dia 13:00 Jornal Da Uma 14:00 Taça De Portugal - Final (F. C. Porto X Paços de Ferreira) 19:00 Campanha Eleitoral 19:30 Taça De Portugal 20:00 Jornal Nacional 21:00 Equador 22:00 Uma Canção Para Ti 01:00 Sempre A Somar 02:30 Luz Negra - Filme 04:00 Unidade Especial 05:00 Televendas 06:30 Todos Iguais

07:00 Diário Da Manhã 10:15 Você Na TV! 13:00 Jornal Da Uma 14:00 As Tardes Da Júlia 17:00 Quem Quer Ganha 18:15 Morangos Com Açúcar 19:00 Campanha Eleitoral 19:15 Morangos Com Açúcar 20:00 Jornal Nacional 21:30 Deixa Que Te Leve 22:30 Flor do Mar 23:30 Olhos Nos Olhos 00:15 Dr. House 01:15 Os Olhos De Angela 02:30 Sempre A Somar 04:30 Unidade Especial 05:30 Televendas

07:00 Diário Da Manhã 10:15 Você Na TV! 13:00 Jornal Da Uma 14:00 As Tardes Da Júlia 17:00 Quem Quer Ganha 18:15 Morangos Com Açúcar 19:00 Campanha Eleitoral 19:15 Morangos Com Açúcar 20:00 Jornal Nacional 21:30 Deixa Que Te Leve 22:30 Flor do Mar 23:30 Olhos Nos Olhos 00:15 A Verdade Da Mentira - Filme 02:30 Sempre A Somar 04:30 Unidade Especial 05:30 Televendas

Quarta-Feira 06:30 Bom Dia Portugal Com Língua Gestual 10:00 Praça Da Alegria 13:00 Jornal Da Tarde Inclui: O Tempo 14:15 Chamas Da Vida 15:00 Sangue Do Meu Sangue Ep ºs. (68) E (69) 16:30 Portugal No Coração 18:00 Portugal Em Directo 19:00 Campanha Eleitoral - Europeias 2009 19:15 O Preço Certo 20:00 Telejornal 1.ª Edição 21:00 Em Reportagem 21:30 Contra Informação 22:00 Duelo Final 23:10 Casamentos De Santo António 23:15 Filme A Designar 01:15 Piloto De Elite (Filme) 02:30 Prova De Amor Ep ºs. (190) E (191) 04:30 Televendas 06:05 Nós

Quarta-Feira 07:20 Zig Zag 14:00 Sociedade Civil 15:30 Percursos Da Música Portuguesa 16:00 National Geographic (R/) É Mesmo Verdade? - Astronautas Ancestrais 17:00 Zig Zag 18:30 A Fé Dos Homens 19:00 Campanha Eleitoral 19:15 Biosfera 19:50 Zig Zag Ilha Das Cores LeonaRdo Vamos Dormir (Os Patinhos) 20:45 Todos Contra O Chris 21:05 National Geographic Masters Of Disaster - Blast Force 22:00 Jornal 2 Inclui: Cartaz 2 22:40 24 23:30 Clube De Imprensa 00:30 Noites Da 2 A Vida Normalmente 01:15 Universidades ESEC-TV 01:30 Biosfera (R/) 02:15 Bastidores (R/) 03:15 Euronews 05:00 Sociedade Civil (R/)

Quarta-Feira 06:00 09:00 10:00 13:00 14:15 15:30 17:15 18:00 19:00 19:15 20:00 21:30 22:30 23:45 00:45 01:45 02:30

SIC Notícias Ligou, Ganhou Fátima Primeiro Jornal O Cravo E A Rosa Contacto Rebelde Way Três Irmãs Tempo De Antena Nós Por Cá Jornal Da Noite Reportagem Especial Salve-se Quem Puder Caminho Das Índias Podia Acabar O Mundo Mentes Criminosas CSI Nova Iorque Quando O Telefone Toca

Quarta-Feira 07:00 Diário Da Manhã 10:15 Você Na TV! 13:00 Jornal Da Uma 14:00 As Tardes Da Júlia 17:00 Quem Quer Ganha 18:15 Morangos Com Açúcar 19:00 Campanha Eleitoral 19:15 Morangos Com Açúcar 20:00 Jornal Nacional 21:30 Deixa Que Te Leve 22:30 Flor do Mar 23:30 Olhos Nos Olhos 00:15 Orgulho E Preconceito - Filme 02:30 Sempre A Somar 04:30 Unidade Especial 05:30 Televendas

Quinta 06:30 Bom Dia Portugal Com Língua Gestual 10:00 Praça Da Alegria 13:00 Jornal Da Tarde Inclui: O Tempo 14:15 Chamas Da Vida 15:00 Sangue Do Meu Sangue 16:00 Portugal No Coração 18:00 Portugal Em Directo 19:00 Campanha Eleitoral - Europeias 2009 19:15 O Preço Certo 20:00 Telejornal Inclui: O Tempo 21:00 Grande Entrevista 21:45 A Minha Família 22:30 Duelo Final 23:30 Corredor Do Poder 00:30 Journeyman 01:15 Quarto Crescente 02:15 Prova DE Amor Ep ºs. (182) E (183) 03:30 Televendas 06:05 Nós

Quinta 07:20 Zig Zag 14:00 Sociedade Civil 15:30 Percursos Da Música Portuguesa 16:00 National GEographic (R/) Vida De Antílope 17:00 Zig Zag 18:30 A Fé Dos Homens 19:00 Campanha Eleitoral - Europeias 2009 19:15 Iniciativa 19:45 Zig Zag Ilha Das Cores Henrique, O Terrível Vamos Dormir (Os Patinhos) 20:45 Todos Contra O Chris 21:15 National Geographic É Mesmo Verdade? I Astronautas Ancestrais 22:00 Jornal 2 Inclui: Cartaz 2 22:40 Fringe 23:30 Jonestown : Vida E Morte 00:30 Noites Da 2 A Vida Normalmente 01:15 Universidades E:2 - Escola Superior De Comunicação Social 01:45 Iniciativa (R/) 02:15 Euronews 05:00 Sociedade Civil (R/)

Quinta 06:00 09:00 10:00 13:00 14:15 15:30 17:15 18:00 19:00 20:00 21:15 21:30 23:00 23:45 00:45 01:45 02:30 04:30

SIC Notícias Ligou, Ganhou Fátima Primeiro Jornal O Cravo E A Rosa Contacto Rebelde Way Três Irmãs Nós Por Cá Jornal Da Noite Aqui E Agora Os Malucos Do Riso Caminho Das Índias Podia Acabar O Mundo Mentes Criminosas Cartaz Cultural Quando O Telefone Toca A Vedeta

Quinta 07:00 Diário Da Manhã 10:15 Você Na TV! 13:00 Jornal Da Uma 14:00 As Tardes Da Júlia 17:00 Quem Quer Ganha 18:15 Morangos Com Açúcar 19:00 Campanha Eleitoral 19:15 Morangos Com Açúcar 20:00 Jornal Nacional 21:30 Deixa Que Te Leve 22:30 Flor do Mar 23:30 Olhos Nos Olhos 00:15 Sexo, Dinheiro E Poder II 01:30 O Escritório IV 02:00 Cartaz Das Artes 02:30 Sempre A Somar 04:00 O Escritório IV 04:30 Unidade Especial 05:30 Televendas


34

guia de restaurantes Mais em www.jornaldocentro.pt

Jornal do Centro 29 | Maio | 2009 A página semanal “Guia de Restaurantes” é uma montra útil da variedade dos restaurantes da região, convidando os leitores a descobrirem sabores e iguarias em ambientes variados. Para a inclusão de novos restaurantes neste guia, pode contactar através do número de telefone 232 437 461.

TONDELA

VISEU

RESTAURANTE BAR O PASSADIÇO

RESTAURANTE O MARTELO Especialidades Cabrito na Grelha, Bacalhau, Bife e Costeleta de Vitela. Folga Não tem. Morada Rua da Liberdade, nº 35, Falorca, 3500-534 Silgueiros. Telefone 232 958 884. Observações Vinhos Curral da Burra.

Especialidades Cozinha Tradicional e Regional Portuguesa. Folga Domingo depois do almoço e Segunda-feira. Morada Largo Dr. Cândido de Figueiredo, nº 1, Lobão da Beira, 3460-201 Tondela. Telefone 232 823 089. Fax 232 823 090 Observações Noite de Fados todas as primeiras Sextas de cada mês.

RESTAURANTE BEIRÃO Especialidades Bife à Padeiro, Posta de Vitela à Beirão, Bacalhau à Casa, Bacalhau à Beirão, Açorda de Marisco. Folga Segundafeira (excepto Verão). Preço médio refeição 12,50 euros. Morada Alto do Caçador, EN 16, 3500 Viseu. Telefone 232 478 481 Observações Aberto desde 1970.

RESTAURANTE PONTO DE ENCONTRO Especialidades Grelhada Mista do Oceanos, Grelhada à Ponto de Encontro, Bacalhau c/ Natas, Bife à Ponto de Encontro. Folga Sábado. Morada Avenida do Salgueiral, nº 3, Fojo, Molelos, 3460211 Tondela. Telefone 232 812 867. Observações Casamentos, Baptizados e outros eventos; Refeições económicas (Almoço – 2ª a 6ª feira) – 5 e 6 euros

RESTAURANTE TIA IVA Especialidades Bacalhau à Tia Iva, Bacalhau à Dom Afonso, Polvo à Lagareiro, Picanha. Folga Domingo. Preço médio refeição 13 euros. Morada Rua Silva Gaio, nº 16, 3500-203 Viseu Telefone 232 428 761. Observações Refeições económicas ao almoço (2ª a 6ª feira) – 6 euros.

RESTAURANTE SANTA MARIA

RESTAURANTE O PERDIGUEIRO

Especialidades Cozido à Portuguesa, Picanha, Borrego Estufado, Bacalhau Santa Maria. Folga Quarta-Feira. Preço médio por refeição Desde 6,50 euros. Morada Avenida da Igreja, nº 989, Canas de Santa Maria, 3460-012 Tondela. Telefone 232 842 135. Observações Refeições económicas c/ tudo incluído – 6,50 euros; Refeições p/ fora – 5,50 euros.

Especialidades Peixes Grelhados e ao Sal, Filetes de Polvo c/ Migas, Cabrito Assado à Padeiro. Folga Sábado. Morada Quinta do Galo, Lote B R/C Direito, 3500 Viseu. Telefone 232 461 805.Observações Aceita Multibanco.

RESTAURANTE PICANHA REAL Especialidades Rodízio de Picanha. Folga Domingo. Morada Bairro S. João da Carreira, Lote 1 R/C, Travassós de Cima, 3500-187 Viseu Telefone 232 186 386/7 - 917 038 215. Observações Refeições económicas ao almoço (2ª a 6ª feira).

RESTAURANTE O VISO Especialidades Cozinha Caseira, Peixes Frescos, Grelhados no Carvão. Folga Sábado. Morada Alto do Viso, Lote 1 R/C Posterior, 3500-004 Viseu. Telefone 232 424 687. Observações Aceitamse reservas para grupos.

RESTAURANTE MILHO REI Especialidades Cabrito Grelhado, Naco da Casa, Mimos à Milho Rei, Arroz de Polvo,Filetes de Polvo com migas e arroz de tomate. Folga Domingo ao jantar e segunda-feira todo o dia. Morada Quinta das Lameiras,EstradadaRamalhosa,Gumirães - 3500-022 Viseu Telefone 232 448 487 – 926 711 211. Observações Sala com lareira. Jantares de grupo e especialidade snack-bar francesinha.

RESTAURANTE MAJOAL Especialidades Arroz de Pato, Bacalhau c/ Natas, Grelhados, Frango de Churrasco. Folga Segunda-feira. Morada Avenida Capitão Silva Pereira, 3500-208 Viseu. Telefone: 232 431 891 - 964 043 709.

RESTAURANTE O PINHEIRÃO Especialidades Rodízio à Brasileira, Carnes e Peixes Grelhados. Folga Terça-feira. Preço médio refeição 15 euros. Morada Rua Derribanças, nº 2, Vila Chã de Sá, 3510-928 Viseu. Telefone 232 183 870 – 919 403 304. Observações Executam-se serviços de Casamentos, Baptizados, Grupos.

CORTIÇO Especialidades Bacalhau Podre, Polvo Frito Tenrinho como Manteiga, Arroz de Carqueja, Cabrito Assado à Pastor, Rojões c/ Morcela como fazem nas Aldeias, Feijocas à maneira da criada do Sr. Abade. Folga Não tem. Preço médio por refeição 15 euros. Morada Rua Augusto Hilário, nº 45, 3500-089 Viseu. Telefone 232 423 853 – 919 883 877. Observações Aceitam-se reservas; Take-way.

RESTAURANTE O CAMBALRO Especialidades Camarão, Francesinhas, Feijoada de Marisco. Folga Não tem. Morada Estrada da Ramalhosa, nº 14, Rio de Loba, 3500-825 Viseu. Telefone 232 448 173. Observações Prato do dia - 5 euros.

RESTAURANTE O LARGO DA PREBENDA Especialidades Pratos Tradicionais. Folga Segunda-feira. Morada Largo da Prebenda, 37/45, 3500-172 Viseu. Telefone 232 435 366 - 964 233 844. Observações Aos domingos pratos tradicionais (Bacalhau Podre, Cabritinho Assado no Forno, etc...).

DELJONATA RESTAURANTE Especialidades Terra Mar, Sinfonia Quente ou Fria, Mariscos, Sapateira, Lagosta, Grelhados, Combinado do Mar. Folga Terça-feira. Morada Edifício D. João I, Lote 364 R/C, Loja 7, Letra E, 3510-076 Viseu Telefone 232 411 500. Observações Comida para fora.

PIZZERIA VENEZA Especialidades Pizzas, Lasanha, Hambúrgueres, Francesinhas, Esparguete à Bolonhesa, Carnes e Peixes variados. Folga Não tem. Morada EN 2, nº 205, Abraveses, 3510-197 Viseu. Telefone 232 459 943 – 938 741 189. Observações Comida para fora, Fácil estacionamento.

TORRE DI PIZZA Especialidades Pizzas, Massas, Carnes. Folga Segunda-feira. Morada Avenida Cidade de Aveiro, Lote 16, 3510720 Viseu. Telefone 232 429 181 – 965 446 688. Observações Menu económico ao almoço – 4,90 euros.

SÃO PEDRO DO SUL RESTAURANTE CLUBE CAÇADORES Especialidades Polvo à Lagareiro, Bacalhau à Lagareiro, Cabrito Churrasco, Javali na Brasa c/ Arroz de Feijão, Arroz de Perdiz c/ Míscaros, Tarte de Perdiz, Bifes de Veado na Brasa. Folga Quarta-feira. Preço médio por refeição 15 euros. Morada Muna, Lordosa, 3515-775 Viseu. Telefone 232 450 401. Observações Reservas para grupos e outros eventos.

SOLAR DO VERDE GAIO Especialidades Rodízio à Brasileira, Mariscos, Peixe Fresco. Folga Terça-feira. Morada Mundão, 3500-564 Viseu. www. solardoverdegaio.pt Telefone 232 440 145 Fax 232 451 402. E-mail geral@solardoverdegaio.pt Observações Salão de Dança – Clube do Solar – Sextas, Sábados até às 03.00 horas. Aceita Multibanco.

RESTAURANTE QUINTA DE CATAVEJO Especialidades Feijoada à Trasmontana (terça-feira), Mão de Vaca à Casa (quarta-feira). Folga Domingo. Morada Quinta do Catavejo, Lote 1 R/C, Mundão, 3505-572 Viseu. Telefone 917 640 194. Observações Refeições económicas ao almoço (2ª feira a Sábado) – 5 euros. Aceitam-se reservas para eventos (Casamentos, Baptizados...).

RESTAURANTE SANTA LUZIA Especialidades Filetes Polvo c/ Migas, Filetes de Espada com Arroz de Espigos, Cabrito à Padeiro, Arroz de Galo de Cabidela, Perdiz c/ Castanhas. Folga Segundafeira. Morada EN 2, Campo, 3510-515 Viseu. Telefone 232 459 325. Observações Quinzena da Lampreia e do Sável, de 17 de Fevereiro a 5 de Março. “Abertos há mais de 30 Anos”.

O SOEIRINHO Especialidades Bacalhau c/ Marisco, Picanha c/ Alecrim, Lulas à Baiana, Enguias, Cozido à Portuguesa. Folga Sábado. Preço médio refeição 10 euros. Morada Estrada Principal de Vilela, Lote 3, S. João de Lourosa. Telefone 232 429 054. Observações Sábados reservados a grupos pré-marcados. www.osoeirinho.com

RESTAURANTE A BUDÊGA Especialidades Picanha à Posta, Cabrito na Brasa, Polvo à Lagareiro. Acompanhamentos: Batata na Brasa, Arroz de Feijão, Batata a Murro. Folga Domingo. Preço médio por refeição 12,50 euros. Morada Rua Direita, nº 3, Santiago, 3500-057 Viseu. Telefone 232 449 600. Observações Vinhos da Região e outros; Aberto até às 02.00 horas.

PIAZZA DI ROMA Especialidades Cozinha Italiana (Pizzas, Massas, Carnes e Vinhos). Folga Domingo e segunda-feira ao almoço. Morada Rua da Prebenda, nº 37, 3500-173 Viseu Telefone 232 488 005. Observações Menu económico ao almoço.

COMPANHIA DA CERVEJA Especialidades Bifes c/ Molhos Variados, Francesinhas, Saladas Variadas, Petiscos. Folga Terça-feira. Preço médio refeição 8,50 euros. Morada Quinta da Ramalhosa, Rio de Loba (Junto à SubEstação Eléctrica do Viso Norte), 3505570 Viseu Telefone 232 184 637 - 962 723 772. Observações Cervejaria c/ amplo espaço (120 lugares), fácil estacionamento, acesso gratuito à internet.

RESTAURANTE D. INÊS Especialidades Pratos económicos de Carne e Peixe. Folga Domingo. Preço médio refeição 5 euros. Morada Rua Serpa Pinto, nº 54, 3500 Viseu Telefone 232 428 837 – 232 184 900.

QUINTA DO GALO CERVEJARIAS

QUINTA DA MAGARENHA

Especialidades Grelhados de Peixe e Carne. Folga Domingo. Morada Quinta do Galo, Lt3 | Bairro Stª Eugénia, Lt21, Viseu. Telefone 232 461 790 Observações Aberto até às 2h00.

Especialidades Lombinho Pescada c/ Molho de Marisco, Cabrito à Padeiro, Nacos no Churrasco. Folga Domingo ao jantar e Segunda-feira. Preço médio por refeição 15 euros. Morada Nó 20 A25, Fragosela, 3505-577 Viseu. Telefone 232 479 106 – 232 471 109. Fax 232 479 422. Observações Parque; Serviço de Casamentos.

TELHEIRO DO MILÉNIO QUINTA FONTINHA DA PEDRA Especialidades Grelhados c/ Churrasqueira na Sala, (Ao Domingo) Cabrito e Aba Assada em Forno de Lenha. Folga Sábados (excepto para casamentos, baptizados e outros eventos) e Domingos à noite. Morada Rua Principal, nº 49, Moure de Madalena, 3515-016 Viseu. Telefone 232 452 955 – 965 148 341.

A PÚCARA – RESTAURANTE Especialidades Lombinhos de Tamboril c/ Presunto, Bacalhau Gratinado c/ queijo na Púcara, Lombinhos de Porco Preto c/ Cogumelos Silvestres. Folga Domingo ao jantar e Segunda-feira. Preço médio por refeição 15 euros. Morada Quinta do Catavejo, Lote 44, Mundão, 3505-582 Viseu. Telefone 232 429 174. Observações Ementas executiva ao almoço p/ 12,50€ / pessoa. Ementas especiais p/ grupos.

O CANTINHO DO TITO Especialidades Cozinha Tradicional, Petiscos. Folga Domingo. Morada Rua Mário Pais da Costa, nº 10, Lote 10 R/C Dto., Abraveses, 3515-174 Viseu. Telefone 232 187 231 – 962 850 771.

RESTAURANTE IBÉRICO Especialidades Grelhados, Francesinhas, Bacalhau à Ibérico, Grelhada Mista, Vários Petiscos. Folga Não tem. Morada Quinta de Dentro, Lote 79, R/C Dto., 3505-496 Rio de Loba, Viseu. Telefone 232 449 743 – 919 908 984. Observações Refeições económicas; Comida para fora.

RODÍZIO REAL Especialidades Rodízio à Brasileira. Folga Não tem. Preço médio por refeição 19 euros. Morada Repeses, 3500693 Viseu. Telefone 232 422 232. Observações Casamentos, Baptizados, Banquetes; Restaurante Certificado.

RESTAURANTE A COCHEIRA Especialidades Bacalhau Roto, Medalões c/ Arroz de Carqueija. Folga Domingo à noite. Morada Rua do Gonçalinho, 84, 3500-001 Viseu. Telefone 232 437 571. Observações Refeições económicas ao almoço durante a semana.

RESTAURANTE BELOS COMERES (ROYAL)

RESTAURANTE SOLAR DE PASCOAL

Especialidades Restaurantes Marisqueiras. Folga Não tem. Morada Cabanões; Rua da Paz, nº 1, 3500 Viseu; Santiago. Telefone 232 460 712 – 232 468 448 – 967 223 234. Observações Casamentos, baptizados, convívios, grupos.

Especialidades Rodízio à Brasileira, Espetada de Picanha, Polvo à Lagareiro, Bacalhau à Lagareiro. Folga QuartaFeira. Preço médio por refeição 15 euros. Morada Estrada Nacional 16, Recta de Pascoal, 3515-828 Viseu. Telefone 232 459 511 – 969 651 322. Observações Salão para banquetes; Almoço comercial (2ª a sábado) – 7,50 euros.

EÇA DE QUEIRÓS Especialidades Francesinhas, Bifes, Pitas, Petiscos. Folga Não tem. Preço médio refeição 5,00 euros. Morada Rua Eça de Queirós, 10 Lt 12 - Viseu (Junto à Loja do Cidadão). Telefone 232 185 851. Observações Take-away.

GREENS RESTAURANTE Especialidades Toda a variedade de prato. Folga Não tem. Preço médio refeição Desde 2,50 euros. Morada Fórum Viseu, 3500 Viseu. Observações www.greensrestaurante.com

MAIONESE Especialidades Hamburguers, Saladas, Francesinhas, Tostas, Sandes Variadas. Folga Não tem. Preço médio refeição 4,50 euros. Morada Rua de Santo António, 59-B, 3500-693 Viseu (Junto à Estrada Nacional 2). Telefone 232 185 959.

RESTAURANTE ROSSIO PARQUE Especialidades Medalhão de Vitela p/ duas pessoas 800g Pura Alcatra, Bacalhau à Casa, Massa c/ Bacalhau c/ Ovos Escalfados, Corvina Grelhada; Acompanhamentos: Migas, Feijão Verde, Batata a Murro. Folga Sábado à Noite e Domingo. Morada Rua Soar de Cima, nº 55 (Junto ao Jardim das Mães – Rossio), 3500-211 Viseu. Telefone 232 422 085. Observações Refeições económicas (2ª a 6ª feira) – sopa, bebida, prato e sobremesa ou café – 6 euros.

RESTAURANTE PORTAS DO SOL Especialidades Arroz de Pato com Pinhões, Catalana de Peixe e Carne, Carnes de Porco Preto, Carnes Grelhadas com Migas. Folga Domingo à noite e Segunda-feira. Morada Urbanização Vilabeira - Repeses - Viseu. Telefone 232 431 792. Observações Refeições para grupos com marcação prévia.

MANGUALDE

RESTAURANTE MODERNO Especialidades Cabrito Assado à Serrana, Rojões à Mangualde. Folga Sábado e Domingo à noite. Preço médio refeição 15 euros. Morada Largo Dr. Couto, nº 85, 3530 Mangualde. Telefone 232 622 941 – 963 460 290. Observações Mais de uma dúzia de Quintas na Região onde se podem fazer festas.

OS GALITOS Especialidades Bacalhau à Galitos, Feijoada de Marisco, Picanha à Brasileira, Arroz de Tamboril c/ Gambas. Folga Não tem. Morada Rua 25 de Abril, nº 91 (Junto às Escolas Primárias), 3530-140 Mangualde. Telefone 232 612 950. Observações Serviços de Casamentos, Baptizados, Aniversários, Grupos.

FORNO DA MIMI

PENALVA DO CASTELO

Especialidades Assados em Forno de Lenha, Grelhados e Recheados (Cabrito, Leitão, Bacalhau). Folga Não tem. Preço médio por refeição 14 euros. Morada Estrada Nacional 2, Vermum Campo, 3510-512 Viseu. Telefone 232 452 555. Observações Casamentos, Baptizados, Banquetes; Restaurante Certificado.

Especialidades Feijão de Espeto, Cabidela de Galinha, Arroz de Míscaros, Costelas em Vinha de Alhos. Folga Não tem. Preço médio por refeição 10 euros. Morada Sangemil, Penalva do Castelo. Observações Sopa da Pedra ao fim-de-semana.

O TELHEIRO

RESTAURANTE QUINTA DO MARQUÊS

Especialidades Bacalhau c/ Natas, Rojões à Beirão, Vitela à Lafões, Tiramisú. Folga Domingo (Dezembro a Junho). Preço médio por refeição 10 euros. Morada Galerias Quinta do Marquês, 2º Piso, Fracção Z (junto ao Pav. Desportivo Municipal e Piscinas), 3660 S. Pedro do Sul. Telefone 232 723 815. Observações Refeições económicas (2ª a 6ª feira).

SANTA COMBA DÃO RESTAURANTE TÍPICO O PEDRO

Especialidades Mariscos, Grelhados e Pratos Regionais. Paelha, Camarão À Pedro, Arroz de Marisco, Bacalhau Zé Pipo, Carne Porco Alentejana, Naco, Cabrito, Cabidela de Galo. Folga Não tem. Morada Rua Principal, nº 11 A, 3440-465 São João de Areias. Telefone 232 891 577 – 964 262 750. Observações Casamentos, Baptizados, Grupos; Espaço Verde.

OLIVEIRA DE FRADES OS LAFONENSES – CHURRASQUEIRA

Especialidades Vitela à Lafões, Bacalhau à Lagareiro, Bacalhau à Casa, Bife de Vaca à Casa. Folga Sábado (excepto Verão). Preço médio por refeição 10 euros. Morada Rua D. Maria II, nº 2, 3680-132 Oliveira de Frades. Telefone 232 762 259 – 965 118 803. Observações Leitão por encomenda.

NELAS

RESTAURANTE QUINTA DO CASTELO Especialidades Bacalhau c/ Broa, Bacalhau à Lagareiro, Cabrito à Padeiro, Entrecosto Vinha de Alhos c/ Arroz de Feijão. Folga Sábado (excepto p/ grupos c/ reserva prévia). Preço médio refeição 15 euros. Morada Quinta do Castelo, Zona Industrial de Nelas, 3520095 Nelas. Telefone 232 944 642 – 963 055 906. Observações Prova de Vinhos “Quinta do Castelo”.

VOUZELA

RESTAURANTE O REGALINHO Especialidades Grelhada Mista, Naco de Vitela na Brasa c/ Arroz de Feijão, Vitela e Cabrito no Forno, Migas de Bacalhau, Polvo e Bacalhau à Lagareiro. Folga Domingo. Preço médio refeição 10 euros. Morada Rua Teles Loureiro, nº 18 Vouzela. Telefone 232 771 220. Observações Sugestões do dia 7 euros.

TABERNA DO LAVRADOR Especialidades Vitela à Lafões Feita no Forno de Lenha, Entrecosto com Migas, Cabrito Acompanhado c/ Arroz de Cabriteiro, Polvo Grelhado c/ batata a Murro. Folga 2ª Feira ao jantar e 3ª todo o dia. Preço médio refeição 12 euros. Morada Lugar da Igreja - Cambra Vouzela. Telefone 232 778 111 - 917 463 656. Observações Jantares de Grupo.

RESTAURANTE EIRA DA BICA Especialidades Vitela e Cabrito Assado no Forno e Grelhado. Folga 2ª Feira. Preço médio refeição 15 euros. Morada Casa da Bica - Touça - Paços de Vilharigues - Vouzela. Telefone 232 771 343. Observações Casamentos e Baptizado. www.eiradabica.com


Jornal do Centro 29 | Maio | 2009

D Saúde 24 distinguida

saúde

A Associação Portuguesa de Certificação (APCER) distinguiu a Saúde 24 com a certificação de Qualidade. A certificação é atribuida no segundo aniversário da linha Saúde 24. A linha tem vindo a registar um aumento significativo de contactos diários. A saúde 24 regista uma média diária de dois mil contactos.

PORTUGAL É UM DOS MAIORES EXPORTADORES DE SIDA

Bombeiros expostos a níveis poluentes “preocupantes”

Publicidade

30 em Viseu. A sessão de apresentação do estudo realiza-se no sábado, pelas 11h30, com a presença do secretário de Estado da protecção Civil, José Miguel Medeiros. De acordo com um dos autores do projecto “FUMEXP”, as conclusões só serão retiradas em 2010. Contudo, as monitorizações já realizadas “mostram que os bombeiros estiveram sujeitos a níveis de poluentes preocupantes, nas operações de combate, em termos de partículas inaláveis, monóxido de carbono, que superam

os valores legislados pela União Europeia. Os autores defendem que o estudo é importante uma vez que a comunidade científica desconhece os efeitos da exposição ao fumo durante os fogos florestais. O que invalida a definição de estratégias de prevenção. O VI Congresso Nacional de Queimados junta investigadores e profissionais da saúde de todo o país e do estrangeiro. A iniciativa tem abertura hoje, dia 29,com o tema “Tratamento do doente queimado no ambulató-

Nuno Ferreira

Projecto ∑ Estudo é apresentado amanhã, dia 30, no VI Congresso Nacional de Queimados Os bombeiros portugueses estão sujeitos a níveis de poluição “preocupantes” durante os fogos florestais, que ultrapassam os máximos definidos pela União Europeia e pela Organização Mundial de Saúde (OMS). O alerta parte dos autores do estudo “FUMEXP”, um projecto que desde 2008 está a monitorizar os efeitos da exposição ao fumo por parte dos bombeiros. Os resultados preliminares vão ser apresentados durante o VI Congresso Nacional de Queimados, que decorre até dia

35

A Estudo sobre bombeiros é pioneiro rio” e com a apresentação do fórum “Mediterranean Burn Council for Fire Disasters” No dia 30 será também

debatida a “Reconstrução cirúrgica das sequelas de queimaduras”. Ana Filipa Rodrigues

Portugal é um dos quatro países europeus que mais contagiam com o vírus da Sida além fronteiras. O estudo , publicado na revista Retrovir, coloca Portugal ao lado de Espanha, Grécia e Sérvia na lista negra das principais fontes de contágio no espaço europeu. De acordo com o estudo, Portugal é um dos países que importa e exporta esta patologia. Portugal está na origem de muitas infecções no espaço europeu, tendo como fo co secundário os emigrantes portugueses no Luxemburgo e na Áustria.


Jornal do Centro

36 SAÚDE

29 | Maio | 2009

FRANCISCO CORTEZ VAZ MÉDICO ESPECIALISTA GINECOLOGIA-OBSTETRÍCIA MESTRADO EM PATOLOGIA MAMÁRIA (Faculdade de Medicina da Universidade de Barcelona)

Rua António Alves Martins, 40-4ºE Tel/Fax: 232 441 127 3500-078 - Viseu

LABORATÓRIO ÁGUA PARA CONSUMO E PISCINAS AZEITE VINHO ALIMENTOS ZARAGATOAS DE SUPERFICIE ZARAGATOAS DE MANIPULADORES AR (CREDENCIAÇÃO IRAR) ACREDITAÇÃO/HOMOLOGAÇÃO

Veja todas as farmácias de serviço do distrito de Viseu em www.jornaldocentro.pt

Deslocamo-nos em todo o país

Grupo PROSAUDE R. Direita, 29 – 5100 – 138 LAMEGO – Tel./Fax: 254 613 801 Tlm.:914824339 / R. vieira da Silva nº4 Loja E, 2675 ODIVELAS – Tel. :219 338570 Site: www.grupoprosaude.com – e-mail: lamego@forsaude.pt


SAÚDE 37

Jornal do Centro 29 | Maio | 2009

Funcionários da Ex-Sub Região de Sáude descontentes Queixas ∑ Trabalhadores afirmam que critérios de mobilidade não estão a ser cumpridos A reestruturação dos Seviços da Ex-Sub Região de Saúde (SRS) de Viseu está a motivar o descontentamento dos funcionários. De acordo com um comunicado do Partido Comunista Português de Viseu, os trabalhadores sentem-se “vítimas de discriminação”. A extinção da SRS de Viseu faz parte da reforma dos cuidados primários, tendo sido substituída por três Agrupamentos de Centros de Saúde. A comissão concelhia de Viseu do PCP afirma, através do comunicado, que em 2007, o então coordenador da SRS de Viseu publicou um despacho no qual definia os “critérios que iriam presidir à mobilidade para as vagas nos centros de saúde”. A antiguidade na carreira administrativa, a classificação de serviço e as habilitações académicas eram os crité-

rios apresentados. O PCP refere que “a lista de classificação foi ostensivamente ignorada, passando a prevalecer critérios subjectivos, num carrocel desordenado em que as pessoas classificadas no fim da lista aparecem colocadas à frente de outras posicionadas muitos lugares acima na lista de classificação”. O comunicado sublinha ainda que os trabalhadores se sentem prejudicados e “denunciam aquilo que consideram ser critérios de colocação ditados por interesses político-partidários e de compadrio”. O antigo coordenador da SRS de Viseu e actual director do executivo do Agrupamento de Centro de Saúde Dão Lafões, José Carlos de Almeida, garante que o comunicado do PCP não corresponde à verdade e que terá havido saídas de pessoas que

foram convidadas a integrar as Unidades de Saúde Familiares. José Carlos de Almeida afirma que a mobilização dos funcionários para outros serviços ainda não está a decorrer e deve

concretizar-se até Janeiro de 2010. Segundo o director, mais de metade dos funcionários ficam em Viseu no Agrupamento, e os excedentes serão distribuídos pelos centros de saúde.

Geve dos Técnicos de Diagnóstico Os Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica do Serviço Nacional de Saúde estão em greve desde ontem, dia 28. Esta decisão assenta, segundo o Sindicato das Ciências e Tecnologias da Saúde, no facto de “serem os únicos profissionais de saúde com os quais o Ministério da Saúde ainda não iniciou qualquer negociação para a revi-

são da actual carreira”. Os profissionais da saúde contestam, essencialmente, as desigualdades na atribuição dos salários, a inexistência de quaisquer políticas de empregabilidade dos jovens licenciados e a invasão das suas actividades por indivíduos sem formação profissional adequada. O Sindicato refere que “mais de 90 por cento dos

formados em 2009 não têm qualquer expectativa de emprego” e que “são empurrados para a situação de estágios não remunerados, uma forma encapotada dos serviços de saúde obterem mãos de obra gratuita e sujeita aos mais variados abusos”. Devido à possível elevada adesão à greve, o Sindicato das Ciências e Tecnologias da Saúde,

afirmou que “alguns conselhos de administração hospitalar estão já a proferir diversas ameaças que vão desde a não renovação de contratos até ao não pagamento dos prémios de assiduidade”. Contudo, garantem levar “até ao limite as condições para se negociar uma nova carreira, repondo os direitos que são negados há nove anos”.

FARMÁCIAS Dia 29/ Maio – 6ª Feira Canas de Senhorim Farmácia Pelourinho 232 671 210; Carregal do Sal Farmácia Abreu 232 968 230; Castro Daire Farmácia Moderna 232 382 112; Lamego Farmácia Avenida 254 609 030; Mangualde Farmácia Feliz 232 622 238; Moimenta da Beira Farmácia Ferreira 254 584 143; Mortágua Farmácia Gonçalves 231 922 223; Nelas Farmácia A. Pais 231 944 214; Oliveira de Frades Farmácia Oliveirense 231 761 128; Penalva do Castelo Farmácia Silveira 232 641 362; Resende Farmácia da Avenida 254 877 253; Santa Comba Dão Farmácia Monteiro 232 891 238; São Pedro do Sul Farmácia da Misericórdia Santo António 232 611 952; Sátão Farmácia Carvalho 232 985 295; Tondela Farmácia Molelos 232 813 957; Viseu Farmácia Medicinal 232 436 642, Rua Direita 243 Dia 30/Maio – Sábado Canas de Senhorim Farmácia Monteiro 232 671 220; Carregal do Sal Farmácia Abreu 232 968 230; Castro Daire Farmácia Moderna 232 382 112; Lamego Farmácia Santos Monteiro 254 609 900; Mangualde Farmácia Feliz 232 622 238; Moimenta da Beira Farmácia Ferreira 254 584 143; Mortágua Farmácia Gonçalves 231 922 223; Nelas Farmácia Faure 231 944 241; Oliveira de Frades Farmácia Oliveirense 231 761 128; Penalva do Castelo Farmácia Silveira 232 641 362; Resende Farmácia da Avenida 254 877 253; Santa Comba Dão Farmácia Monteiro 232 891 238; São Pedro do Sul Farmácia da Misericórdia Santo António 232 611 952; Sátão Farmácia Andrade 232 982 028; Tondela Farmácia Molelos 232 813 957; Viseu Farmácia Viriato 232 415 137, Av. da Bélgica, 21 Dia 31/Maio – Domingo Canas de Senhorim Farmácia Monteiro 232 671 220; Carregal do Sal Farmácia Abreu 232 968 230; Castro Daire Farmácia Moderna 232 382 112; Lamego Farmácia Senhora dos Remédios 254 612 968; Mangualde Farmácia Feliz 232 622 238; Moimenta da Beira Farmácia Ferreira 254 584 143; Mortágua Farmácia Gonçalves 231 922 223; Nelas Farmácia Faure 231 944 241; Oliveira de Frades Farmácia Oliveirense 231 761 128; Penalva do Castelo Farmácia Silveira 232 641 362; Resende Farmácia da Avenida 254 877 253; Santa Comba Dão Farmácia Monteiro 232 891 238; São Pedro do Sul Farmácia da Misericórdia Santo António 232 611 952; Sátão Farmácia Andrade 232 982 028; Tondela Farmácia Molelos 232 813 957; Viseu Farmácia Oliveira 232 423 665, Rua Formosa, 32 Dia 1/Junho – 2ª Feira Canas de Senhorim Farmácia Monteiro 232 671 220; Carregal do Sal Farmácia Abreu 232 968 230; Castro Daire Farmácia Gastão Fonseca 232 382 222; Lamego Farmácia Parente 254 612 764; Mangualde Farmácia Espinho Petrucci 232 622 240; Moimenta da Beira Farmácia Moderna 254 582 154; Mortágua Farmácia Abreu 231 922 185; Nelas Farmácia Faure 231 944 241; Oliveira de Frades Farmácia Pessoa 231 781 118; Penalva do Castelo Farmácia Claro 232 641 251; Resende Farmácia Lemos de Freitas 254 870 150; Santa Comba Dão Farmácia Carrilho 232 881 867; São Pedro do Sul Farmácia Elvira Coelho 232 728 003; Sátão Farmácia Andrade 232 982 028; Tondela Farmácia Matos 232 822 227; Viseu Farmácia Vaz 232 436 273, Rua Formosa, 115 Dia 2/Junho – 3ª Feira Canas de Senhorim Farmácia Monteiro 232 671 220; Carregal do Sal Farmácia Abreu 232 968 230; Castro Daire Farmácia Gastão Fonseca 232 382 222; Lamego Farmácia Cardoso 254 646 261; Mangualde Farmácia Espinho Petrucci 232 622 240; Moimenta da Beira Farmácia Moderna 254 582 154; Mortágua Farmácia Abreu 231 922 185; Nelas Farmácia Faure 231 944 241; Oliveira de Frades Farmácia Pessoa 231 781 118; Penalva do Castelo Farmácia Claro 232 641 251; Resende Farmácia Lemos de Freitas 254 870 150; Santa Comba Dão Farmácia Carrilho 232 881 867; São Pedro do Sul Farmácia Elvira Coelho 232 728 003; Sátão Farmácia Andrade 232 982 028; Tondela Farmácia Matos 232 822 227; Viseu Farmácia Mouro 232 425 276, Quinta do Galo Dia 3/Junho – 4ª Feira Canas de Senhorim Farmácia Monteiro 232 671 220; Carregal do Sal Farmácia Abreu 232 968 230; Castro Daire Farmácia Gastão Fonseca 232 382 222; Lamego Farmácia Avenida 254 609 030; Mangualde Farmácia Espinho Petrucci 232 622 240; Moimenta da Beira Farmácia Moderna 254 582 154; Mortágua Farmácia Abreu 231 922 185; Nelas Farmácia Faure 231 944 241; Oliveira de Frades Farmácia Pessoa 231 781 118; Penalva do Castelo Farmácia Claro 232 641 251; Resende Farmácia Lemos de Freitas 254 870 150; Santa Comba Dão Farmácia Carrilho 232 881 867; São Pedro do Sul Farmácia Elvira Coelho 232 728 003; Sátão Farmácia Andrade 232 982 028; Tondela Farmácia Matos 232 822 227; Viseu Farmácia Costa 232 414 075, Vildemoinhos Dia 4/Junho – 5ª Feira Canas de Senhorim Farmácia Monteiro 232 671 220; Carregal do Sal Farmácia Abreu 232 968 230; Castro Daire Farmácia Gastão Fonseca 232 382 222; Lamego Farmácia Santos Monteiro 254 609 900; Mangualde Farmácia Espinho Petrucci 232 622 240; Moimenta da Beira Farmácia Moderna 254 582 154; Mortágua Farmácia Abreu 231 922 185; Nelas Farmácia Faure 231 944 241; Oliveira de Frades Farmácia Pessoa 231 781 118; Penalva do Castelo Farmácia Claro 232 641 251; Resende Farmácia Lemos de Freitas 254 870 150; Santa Comba Dão Farmácia Carrilho 232 881 867; São Pedro do Sul Farmácia Elvira Coelho 232 728 003; Sátão Farmácia Andrade 232 982 028; Tondela Farmácia Matos 232 822 227; Viseu Farmácia da Misericórdia 232 430 310, Av. 10 de Junho, 1


Jornal do Centro

38

29 | Maio | 2009

emprego & formação Workshop sobre imagem e som “O que posso fazer com a minha camcorder?” é nome do workshop que será levado a cabo no Instituto Politécnico de Viseu. A acção de formação será orientada por Jorge Alves. Embora a captação e o registo audiovisual se tenha

vulgarizado tornando-se uma actividade rotineira, a verdade é que não basta premir o comando de registo do aparelho. Segundo Jorge Alves, a realização de um documento necessita de exercício, de competências no domí-

nio da “gramática” da imagem e do som. O workshop i n sere -se no ciclo de workshops temáticos das artes, dos saberes e das culturas, que tem sido levado a cabo pelo IPV. O workshop realiza-se no dia 1 e 2 de Junho.

Concurso de talentos em Viseu Os alunos do 2.º Ano de comunicação Social, da Escola Superior de Educação de Viseu, vão organizar pela primeira vez um concurso de talentos denominado “Starte09”. Trata-se

de um evento que pretende descobrir novos talentos na comunidade viseense, em particular nos jovens do distrito. A concurso estão as modalidades de dança, artes circenses, moda,

música, stand up comedy, curtas-metragens, teatro e escrita criativa. Os interessados podem solicitar mais informações através do e-mail starte09@live. com.pt.

Detectar plágios em trabalhos Segundo o jornal “Público”, foi criado um novo programa que permite detectar plágios nos trabalhos académicos. Approbo é o nome da ferramenta que em poucos segundos revela se alguma

frase ou parágrafo de um documento entregue por um aluno consta de alguma página da internet. A aplicação foi desenvolvida por uma empresa de Barcelona e disponibiliza no ecrã do computador

o texto original e a cópia para que seja possível compreender a extensão do plágio. Completamente gratuito, basta descarregar o programa para que fique acessível.

Colóquio sobre documentário O Auditório da ESEV acolhe hoje, dia 29, um colóquio sobre Documentário e Ficção. “Visual Storytelling” pretende reunir reflexões sobre a narrativa audiovisual, bem como especificidades de linguagem técnica no

cimena documental, na ficção cinematográfica e televisiva. Especialistas de reconhecido mérito marcam presença no evento e irão apresentar as suas reflexões e projectos profissionais.

Jorge Pelicano, realizador do documentário “Ainda há pastores?”, Mário Augusto, jornalista especialista em cinema, serão os dois oradores do colóquio. A iniciativa tem início às 10h30.

Publicidade

PRECISA-SE DE COMERCIAIS (M/F) Pretendemos: Profissionais de vendas altamente motivados para vendas externas e balcão. Dinâmicos e com conhecimentos informáticos, de equipamentos para escritório. e consumíveis. SÓ PROFISSIONAIS. Oferecemos: Formação em diversos equipamentos. Sistema de remuneração atractiva em função dos resultados. Envie-nos a sua candidatura, acompanhada de Curriculum Vitae para: Telm: 91 596 5375 Telf: 275 325 060 E.mail: dotcomsolucoes@sapo.pt

Publicidade

OPORTUNIDADE!

EMPRESÁRIO NO RAMO : “DESPORTO / BOA-FORMA” PROCURA: - LÍDER PARA PROJECTO DE NEGÓCIO NACIONAL/INTERNACIONAL. - 6 PESSOAS PARA RENTABILIZAR TEMPOS LIVRES( 4/6h SEMANA) P/ ENTREVISTA : 914 160 114

EMPREGO OFERTA Procuro Consultoras de Beleza com ou sem experiência para integrar uma empresa conceituada. T. 967 762 766 Procuro Consultoras de Estética T. 963 702 816 Procuram-se consultores comerciais. Oferecemos comissões e prémios p/ objectivos. T. 938 798 043 Part-time/Full-time. Transforme os seus tempos livres num negócio de sucesso. Marque entrevista T. 961 050 604 / 916 437 393 Precisa-se Auxiliar de Geriatria cm.apoiofamilia@gmail.com T. 933 110 425 Aulas de Italiano com professora nativa. Língua, cultura, conversação. Email: cinquenomi@yahoo.it T. 910 827 005 Precisa-se canalizador para aquecimento central / Orçamentista. Urgente. T. 918 793 593 / 232 954 911

Relações públicas (promoção e vendas) com carta de condução, precisa-se para empresa de espectáculos. T. 966 438 445 Precisa-se de Professor de Inglês, no âmbito do programa de Enriquecimento Curricular, no concelho de S. Pedro do Sul. T. 232 723 003 Precisa-se de pessoas para limpezas. T. 232 468 357 / 968 623 862

Precisa-se ajudante de cozinha e empregada de mesas p/ restaurante, junto ao pavilhão Multiusos, Viseu. T. 914 621 320 Precisa-se cozinheiro de 1ª para Restaurante no Palácio do Gelo em Viseu. T. 961 207 889 Precisa-se funcionária(o) p/ loja no centro da cidade. Entrada imediata. T. 937 711 999

Procuro trabalho como motorista de pesados, nacional e internacional. T. 962 643 868 Oferece-se senhora para fazer limpeza a particulares. T. 967 896 592

Precisa-se cozinheiro(a) c/ experiência p/ restaurante típico. T. 232 414 024 / 913 824 656

Professora dá explicações do 1º ao 9º ano. T. 963 355 362

Preciso de comerciais dinâmicos. Mude a sua vida. T. 938 996 534 Professores para dar explicações T. 966 088 494 Procuro esteticista profissional – Viseu. T. 232 416 301 Procura um rendimento extra? Rentabilize os tempos livres em um negócio de sucesso. T. 914 160 114

Faço limpezas, região de Viseu, brasileira c/ referências (2ª a sábado – Manhãs). T. 232 108 031 Procuro trabalho como empregada interna p/ tratar de senhora doente, ou para limpezas. T. 936 388 122 Senhora c/ carta de condução e referências, ½ idade, procura trabalho de manhã, interior casas ou outro. T. 232 188 179 Procuro trabalho na área administrativa (Parttime ou Full-time). T. 966 756 847

Projectos Criação do Próprio Emprego do IEFP T. 919 350 133

Precisa-se manobrador para tamrock e pedreiro com experiência em pedreiras. Zona de Penalva do Castelo. T. 919 519 553

Jovem de 29 anos procura trabalho como doméstica ou ajudante de cozinha, na zona de Viseu, T. 967 269 099

Precisa-se Professor de Matemática – Explicações. T. 965 136 935

Procuram-se pessoas dinâmicas para gerir negócio na área das telecomunicações. T. 937160866

Procuro pessoas p/ venda de cosméticos p/ catálogo. T. 966 230 254

Procuro trabalho como motorista nacional ou internacional. T. 919 648 979

EMPREGO PROCURA Faço qualquer tipo de trabalho doméstico (horas) – Zona de Viseu. T. 918 179 972 Procuro trabalho área administrativa/educativa. Urgente. T. 967 167 957 Licenciada em Educação Social, procura emprego na sua área. T. 934 388 310 Part-time para casa particular, cuidar de crianças, ajudante de cozinha em regime diurno, lavandaria/passar a ferro. T. 963 861 485

Procuro pessoa c/ prática em aplicação de Unhas de Gel. T. 964 233 787

Tomo conta de crianças e idosos ao domicílio, tenho formação profissional na área. T. 962412767

Guitarrista e vocalista masculino precisa-se para banda (música de baile) Viseu. T. 966 438 445

Procuro trabalho Administrativo (contabilidade, serviço de bancos, cobranças, etc…). T. 914 569 620

Jovem licen. em C. Social procura trabalho nas áreas de Rádio; Publicidade; Marketing; Relações Públicas; Informática e Área Comercial. T. 961 136 971 Procuro trabalho p/ secretariado e recepção / área comercial (lojas). T. 966 852 198 Ofereço-me para fazer limpezas, cuidar de crianças, passar a ferro. Zona de Marzovelos. T. 912 040 905 Procuro trabalho como motorista / distribuidor de Quinta a Domingo. Carta C+E. Furgão próprio T. 966 163 163 Técnica de Cardiopneumologia procura emprego. E-mail: poliveira. cpl@gmail.com T. 968 802 649 Cabeleireira desempregada oferece-se para: Cabeleireiros, serviço ao domicílio e deslocação a lar de idosos. T. 936 931 516


39

Jornal do Centro 29 | Maio | 2009

imobiliário T3 c/ lareira, aquecimento central, garagem fechada p/ 2 carros, no centro da cidade, Aveiro. Preço negociável. T.: 967 043 240

IMOBILIÁRIO V ENDE- SE T3 + 2 centro Viseu. Aceita parte pagamento, viatura ou autocaravana. T. 912 219 647 T3 remodelado, c/ aq. central e AC. Entre 3 superf. comerciais e a 7 min. do centro Net Wirless, no condomínio. 110.000 € T. 918 639 302 2 Lotes juntos para construção. Preço acessível. T. 962 645 933 Moradia de luxo, Repeses, com possibilidade de permuta por apartamento. T. 962 645 933 Terreno para construção, Póvoa de Sobrinhos com 3.400 m2. T. 962 645 933 Moradia Banda T4, Coz. mobilada equipada, Escritório mobilado, Lav. c/ máq., Garagem p/ 2 carros, Aquec. Central, Churrasqueira. T. 968 046 925 Moradia T5, arquitectura moderna, excelente localização, áreas verdes. T. 918 739 748 Lote industrial e armazéns, área 25 mil m2. Acessos TIR IC12 e A25. T. 918 739 748

Publicidade

Junto ao rio Paiva com Bengalow em madeira do Brasil tipo T1 equipado e uma cave preparada para T0 c/ dois furos artesinos e bomba-electricidademurada com muros em pedra e rede. Folgosa Castro Daire T. 917 518 984 T2 Centro Viseu. Bom estado – 69.000€. T. 968 381 978 Moradia Pascoal nova c/ 300m2, aquec. e aspiração central, roupeiros, varandas, logradouro. 190.000,00€ T. 967 914 455 T3 Urb. Vilabeira, próximo Politécnico – Repeses, 5º andar, c/ pintura interior nova, área bruta 210 m2, garagem fechada p/ 2 carros e arrumos c/ janela. Trata o próprio. T. 917 515 180 Moradia isolada próxima do Palácio do Gelo - Viseu (Nova) T. 938 445 815 Moradia isolada junto ao Sátão T. 938 445 815

Casa Antiga p/ restaurar c/ 40.000 m2 de terreno. Junto à barragem da Aguieira. T. 917 460 551

Moradia isolada c/ jardim, jacuzzi, AC, aq. Central. Junto ao Sátão – 150.000€. T. 964 178 362

Terreno, zona de Mundão, 16.000 m2 construtivos. T. 962 645 933

Casa, centro de Nelas. T. 969 527 373

T1 novo, Gala – Figueira da Foz. Preço acessível. Perto da praia. T. 962 645 933 Moradia em tosco. Zona de Cavernães – Viseu. Bom preço. T. 962 645 933 Terreno c/ 6.000 m2 p/ construção de moradias ou prédios até 3 pisos. Área de construção 2.700 m2 - Coimbra. T. 917 460 551 Moradia T5, arquitectura minimalista, excelente localização, áreas verdes. O próprio... T. 918 739 748 T2 Duplex c/ aquecimento central. Quinta de Dentro, Rio de Loba – 117.500€. T. 232 187 105 / 916 220 977 Terreno em Repeses com projecto aprovado para geminada. T. 962 645 933

Casa antiga, totalmente remodelada, c/ aq. central, a 10 minutos de Viseu. T. 965 563 130

Lote insdustrial e armazéns c/ área de 25.000 m2, acessos TIR. IC12/A25 - Z.I. Nelas. Particular. T. 918 739 748

Moradia T5, arquitectura minimalista, áreas verdes, Nelas. O próprio. T. 918 739 748

Moradia próximo de Viseu c/ possibilidade de permuta p/ apartamento. T. 964 344 612

T1 centro da cidade – Viseu. T. 965 319 494 Terreno p/ construção, c/ grande área e poços.A 15 minutos de Viseu. Bom preço. T. 917 251 378 Terreno em Viseu para construção. Óptimo local. T. 962 645 933 Terreno p/ construção c/ 6.000 m2. Podem 2.700 m2 de construção ser em moradias ou prédios de 3 pisos (Coimbra). T. 917 460 551 Casa para reconstrução no centro histórico – Viseu. T. 916 195 468

T2 a 2 min. Cidade remodelado c/90m2, lareira, despensa, sótão, varandas, garagem fechada. 83.000,00€ T. 917 921 823 T2 Marzovelos novo c/96m2 área, aquec. central, lareira c/ recup., roupeiro, garagem fechada.97.500,00€ T. 969 090 018 T2 Travassós novo c/85m2 área, aquec. central, estores eléctricos, varandas, garagem fechada.100.000,00€ T. 917 921 823 T2 Urb. Colina Verde novo c/90m2, ar condicionado, roupeiro, marquise, varandas, garagem.105.000,00€ T. 969 090 018 T2 Cidade novo c/88m2, aquec. central, ar condic., roupeiros, varandas, garagem fechada.115.000,00€ T. 917 921 823

Lote industrial e armazéns c/ área de 25.000 m2. Acessos TIR (IC12/ A25). T. 918 739 748

Andar moradia V. C. Sá reconstruída c/70m2, lareira, roupeiros, varandas, garagem fechada.75.000,00€ T. 969 090 018

T1 Repeses novo c/50m2 área, 2 frentes, hall, aquec. central, varandas, óptimo investimento. 85.000,00€ T. 917 921 823

Lote Couto c/632m2 área, frente c/ 20metros, viabilidade p/ construção de moradia isolada.40.000,00€ T. 969 090 018

T2 Marzovelos c/95m2 área, 2 frentes, roupeiros, cozinha mob. e equipada, lavandaria, marquise.70.000,00€ T. 969 090 018

Lote Couto c/1.134m2 área, frente c/60metros, viabilidade p/ construção moradia isolada. 50.000,00€ T. 917 921 823

T2 c/ lugar de garagem - Viso. T. 919 537 477

IMOBILIÁRIO A R R E N DA- S E T1 na Gala, Figueira da Foz. Perto da Praia. T. 962 645 933

T2 + 1 c/ lugar de garagem – Viso Norte. T. 917 460 551 T2 c/ lugar de garagem em Rio de Loba – Viseu. T. 917 460 551 Gabinete p/ esteticista. T. 232 416 301

Armazém em Abraveses c/ 120 m2. 350,00€. T.962 995 636

Armazéns industriais c/ área de 200 a 2.500 m2. Acessos TIR. T. 914 212 770

Quartos ao lado do Hospital de Viseu. T. 960 050 949

T2 Campo mobilado c/ 90m2 área, roupeiros, cozinha mob. e equipada, óptima exposição solar.250,00€ T. 969 090 018

T3 Stº Estêvão. 325€. T.960 050 949 T2 mobilado, junto à escola sec. Alves Martins T. 918 443 707 Consultório dentário completamente equipado. T. 966 070 287 232 422 424 T3 mobilado completo, 350€, T. 968 093 742 Bonita moradia na praia da Foz do Arelho – a cinco minutos a pé do mar. Tem 2 andares e cave (2 quartos e uma suite) com boa cozinha, sala, garagem, totalmente apetrechada para férias ou para viver em permanência. T. 919 378 633 - Álvaro Cardoso T2 mobilado c/ lugar de garagem – Viseu. T. 239 098 146

T2 Stº. Estêvão remodelado c/95m2 área, hall, marquise, varanda, arrumos, garagem fechada.325,00€ T. 917 921 823 T2 Centro Cidade c/100m2 área, roupeiro, kichnette mob. e equipada, lavandaria, varanda. 375,00€ T. 969 090 018 T2 Abraveses c/95m2 área, lareira, roupeiros, cozinha mob. e equipada, sótão, varanda. 340,00€ T. 917 921 823 T0 mobilado no centro de Viseu. 180,00€. T. 960 050 949 / 232 098 416 T2 mobilado no centro de Viseu. 300,00€. T. 960 050 949 / 232 098 416

T1 novo com ou sem mobília e lugar de garagem. 350,00€. T. 960 050 949 / 232 098 416 Andar de moradia T2 semi-mobildado em Abraveses. 230,00€. T. 960 050 949 / 232 098 416 T2 no centro da cidade. 300,00. T. 960 050 949 / 232 098 416 T3 no Viso sul com aquecimento central, lareira, garagem fechada e sótão. 350,00€. 960050949/232098416 Andar de moradia T3 no caçador. 300,00€. 960050949/232098416 T3 no Brº de Sta Eugénia. 325€. . T. 960 050 949 / 232 098 416 T3 semi-mobilado na zona histórica. 325,00€. T. 960 050 949 / 232 098 416 T4 mobilado no centro. 450€. 960050949/232098416 Andar de moradia no viso norte. 320,00€ T. 960 050 949 / 232 098 416 Moradia geminada T5 a 5 min do centro, com garagem p 3 carros, A/c., lareira, jardim 600,00€ T. 960 050 949 / 232 098 416 Moradia geminada nova a 2 min do centro. Com churrasqueira e garagem. 700,00€. T. 960 050 949 / 232 098 416

Publicidade

T0 Mobilado

T0 Mobilado

no centro de Viseu

no centro de Viseu.

T0 novo c/ cozinha equipada da em Repeses.

T1 Mobilado no centro de Viseu.

180,00€

220,00€.

300,00€

300,00€

T2 Mobilado

T2 c/cozinha equipada

Andar de moradia T2

T2 remodelado em

no centro de Viseu.

no centro da cidade.

Semi-Mobilado em Abraveses

S. Salvador

300,00€.

300,00€.

230,00€

200,00€

T3 no Viso sul com aquec. central, lareira, garagem fechada e sótão.

T3 semi-mobilado

T4 Mobilado

Moradia isolada nova

na zona histórica.

no centro

a 5 minutos do centro.

350,00€.

325,00€.

450,00€

500,00€

Rua Miguel Bombarda ,nº 23 ,sala 1, 3510-089 Viseu Telf.: 232 098 416 / Telem.: 960 050 949 www.gold-opportunity.pt / E-mail: geral@gold-opportunity.pt


Jornal do Centro

40 CLASSIFICADOS

29 | Maio | 2009

advogados VISEU ANTÓNIO PEREIRA DO AIDO Rua Formosa, nº 7 – 1º, 3500-135 Viseu T. 232 432 588 Fax 232 432 560 CARLA DE ALBUQUERQUE MENDES Rua da Vitória, nº 7 – 1º, 3500-222 Viseu T. 232 458 029 Fax 232 458 029 Telm. 966 860 580 MARIA DE FÁTIMA ALMEIDA Rua Miguel Bombarda, nº 37 – 1º Esq. Sala G, 3510-089 Viseu T. 232 425 142 Fax 232 425 648 CATARINA DE AZEVEDO Largo General Humberto Delgado, nº 1 – 3º Dto. Sala D, 3500-139 Viseu T. 232 435 465 Fax 232 435 465 Telm. 917 914 134 E-mail: catarina-azevedo-5275c@ adv.oa.pt

CARLA MARIA BERNARDES Rua Conselheiro Afonso de Melo, nº 39 – 2º Dto., 3510-024 Viseu T. 232 431 005 JOÃO PAULO SOUSA Lg. General Humberto Delgado, 14 – 2º, 3500-139 Viseu T. 232 422 666 JOÃO MARTINS Rua D. António Alves Martins, nº 40 – 1º A, 3500-078 Viseu T. 232 432 497 Fax 232 432 498 ANA PAULA MADEIRA Rua D. Francisco Alexandre Lobo, 59 – 1º DF, 3500-071 Viseu T. 232 426 664 Fax 232 426 664 Telm. 965 054 566 E-mail: anapaula.madeira@sapo.pt MANUEL PACHECO Rua Alves Martins, nº 10 – 1º, 3500078 Viseu T. 232 426 917

PAULO DE ALMEIDA LOPES Travessa da Balsa, nº 21 3510-051 Viseu T. 232 432 209 Fax 232 432 208 E-mail: palopes-4765c@adv.oa.pt

FILIPE FIGUEIREDO Rua Conselheiro Afonso de Melo, nº 31 – 5º, sala 502, 3510-024 Viseu T. 232 441 235 Telm. 964 868 473 E-mail filipe.figueiredo-5153c@adv. oa.pt

ANTÓNIO M. MENDES Rua Chão de Mestre, nº 48, 1º Dto., 3500-113 Viseu T. 232 100 626 E-mail: antonio.m.mendes-3715c@ adv.oa.pt

FABS – SOCIEDADE DE ADVOGADOS – RENATO FERNANDES, JOÃO LUÍS ANTUNES, PAULO BENFEITO Av. Infante D. Henrique, nº 18 – 2º, 3510-070 Viseu T. 232 424 100 Fax 232 423 495 E-mail: fabs.advogados@netvisao.pt

ARNALDO FIGUEIREDO E FIRMINO MENESES FERNANDES Av. Alberto Sampaio, nº 135 – 1º, 3510-031 Viseu T. 232 431 522 Fax 232 431 522 E-mail: a-figueiredo@iol.pt e firminof@iol.pt MARQUES GARCIA Av. Dr. António José de Almeida, nº 218 – C.C.S. Mateus, 4º, sala 15, 3514-504 Viseu T. 232 426 830 Fax 232 426 830 E-mail: marques.garcia-3403c@advogados.oa.pt

automóveis AUTOMÓVEIS V ENDE- SE Opel Vivaro 1.9 100 CV, 2002, 69.000 Kms com A.C. T. 964034940 Opel Corsa 1.2 Sportive,2000,C/ extras,poucos Kms,4250€ T. 967 266 608 Renault Megane Break 12-05. AC, FC, VE, BA, FN, excelente estado T. 965 837 928 Fiat Palio 1.7 TD, 190.000 km, ano 2000. T. 969 654 598 Citroen Saxo 1.5d, 2000, 2 lug, novo modelo. 2.500€ - Viseu. T. 969 007 499

Nissan Patrol 2.8 Turbo – 5.500€. T. 960 045 604

Viaturas Clássicas,vários T. 917 610 594

Peugeot 106 1.5d, 1997, comercial – 1.900€. T. 960 045 604

Opel Corsa 1500, gasóleo, isuzu, 5 lugares, 1992. Em bom estado. T. 962 361 184

Polo G40 preto 143000km, GPL, supensão+volante sport, JLL14. Bom estado, 2250€, T. 962 615 858 Opel Corsa 1.3 CDI Comercial. Óptimo estado - Janeiro/2005 T. 937 322 520 Ford Mondeo, 2.0, TDCi, 115cv, 2002, c/ livro de revisões T. 917 610 594 Nissan Almera 1.5 Sport 3P Ar Cond., bom estado geral 6500€ T. 917 610 594

Criação e Alojamento de Sites. Coloque a sua empresa na internet ao melhor preço. T. 962 649 437 Explicações. Estudo Acompanhado. Viseu (C.C. 2000, Lj. 60). Nelas (Ed. Titanic) T. 962 820 381

Vw Golf 1.9 TDI 5P c/T abrir, Ar Cond,1999, 9900€, em bom estado T. 917 610 594 Renault Mégane 1.5 dci 3p 105 cv, 18.950€, 41.000 Km, 2006-08, Preto, Ar condicionado, ABS, JLL, Sensor de chuva e Luz T. 918 717 919 Toyota Hiace 2.5 D 9 Lugares,Ano 2000,em bom estado geral, T. 917 610 594

Alfa Romeo 145, 1.4 TS 16v junior, AC /103cv, 3.900€ T. 968 125 245

Mazda 2 1.3 Gasolina, 10.250€, 24.000 KM, 2007-02, Cinza, Ar condicionado, JLL T. 918 717 919

Tratam-se Pensões Nacionais e Estrangeiras. T. 965 525 207

VÁRIOS

Vendo Opel Corsa A 1.5 Diesel Comercial. Em muito bom estado. T. 966 544 800

Renault Clio 1.2, 1999. Apenas 56.000Km, 5 portas - 3.750 € T. 963 435 401

diversos

Cavalheiro. Casa própria, pretende senhora dos 48 anos aos 60 anos para compromisso sério. Tlm.: 912 069 683 / 966 793 261 Terapias corporais, relaxamento, hatha-yoga e outros recursos antistress (massagem), hidroginástica, yogiatsu, yogilates, etc.Atende-se também ao domicílio T. 969 734 494 Serviço de Enfermagem ao Domicílio. Enfermeira Carmen Lúcia Monteiro T. 934 720 782

Para a inclusão do seu nome na secção “Advogados”, deve contactar através dos números 232 437 461 ou 962 108 777.

JOÃO NETO SANTOS Rua Formosa, nº 20 – 2º, 3500-134 Viseu T. 232 426 753 CONCEIÇÃO NEVES E MICAELA FERREIRA – ADVOGADAS Av. Dr. António José de Almeida, 264 – Forum Viseu [NOVAS INSTALAÇÕES], 3510-043 Viseu T. 232 421 225 Fax 232 426 454 ELISABETE MENDONÇA Rua Nunes de carvalho, nº 39 – 1º, sala 3, 3500-163 Viseu T. 232 471 284 Fax 232 471 284 E-mail elisabetemendonca-5907c@ adv.oa.pt

Mitsubushi Carisma 1.9TD,5P,excelente estado, c/livro de revisões,8950€ T.967 266 608 Mazda 3 1.4 Gasolina, 13.250€, 26.000 KM, 2006-03, cinza, Ar condicionado automático, ABS, Rádio de CDS. JLL T. 918 717 919 Alfa Romeo 147 1.9Mjet 140cv, 105000Km, 2003, 5P, estado novo T. 962615858 BMW 320 D,Nacional,1999,em excelente estado geral e bom preço T. 967 266 608 Mazda 3 HB MZ-CD 1.6 110cv Exclusive, 17.950 €, 29.000 Km, 2007-04, Cinza Rato, Ar condicionado Automático, JLL, ABS, Faróis nevoeiro T. 918 717 919

BRUNO DE SOUSA Esc. 1 - Rua D. António Alves Martins Nº 40 2ºE 3500-078 VISEU T. 232 104 513 | Fax 232 441 333 Esc. 2 - Edifício Guilherme Pereira Roldão, Rua Vieira de Leiria Nº14 2430-300 Marinha Grande T. 244 110 323 | Fax 244 697 164 Tlm. 917 714 886 Áreas preferenciais: Crime | Fiscal | Empresas

MANGUALDE JOSÉ MIGUEL MARQUES Rua 1º de Maio, nº 12 – 1º Dto., 3530-139 Mangualde T. 232 611 251 Fax 232 105 107 Telm. 966 762 816 E-mail: jmiguelmarques-4881c@adv. oa.pt JOSÉ ALMEIDA GONÇALVES Rua Dr. Sebastião Alcântara, nº 7 – 1º B/2, 3530-206 Mangualde T. 232 613 415 Fax 232 613 415 Telm. 938 512 418 E-mail: jose.almeida.goncalves14291l@adv.oa.pt

Renault Mégane break 1.5 dci Dyn 80cv, 18.750€, 68.000 Km, 2006-01, Cinza Rato, Ar condicionado, JLL, ABS, Sensor de chuva Chuva e Luz T. 918 717 919

NELAS JOSÉ BORGES DA SILVA, ISABEL CRISTINA GONÇALVES E ELIANA LOPES Rua da Botica, nº 1, 1º Esq., 3520-041 Nelas T. 232 949 994 Fax 232 944 456 E-mail: j.Borges.silva@mail.telepac.pt JOSÉ BORGES DA SILVA, ISABEL CRISTINA GONÇALVES E ELIANA LOPES Rua da Botica, nº 1, 1º Esq., 3520-041 Nelas T. 232 949 994 Fax 232 944 456 E-mail: j.Borges.silva@mail.telepac.pt

LAMEGO

ÂNGELO MENDES MOURA Av. Visconde Guedes Teixeira, 29 – 1º, 5100-073 Lamego T. 254 612 402 FERNANDO AMARAL Rua dos Bancos, 5100-115 Lamego T. 254 612 274/ 254 600 223 Fax 254 600 229

C2, vermelho, gasolina, Óptimo estado, ano 2004. 34.000Km - 6.000€ T. 967 951 682

Seat Ibiza 1.0 5P,Ano 2000,c/ Dir.Assistida,bom estado,4250€ T. 917 610 594 BMW 318I Cabriolet,1993, em excelente estado.8950€. T. 917 610 594 Ford Fiesta 1.25 Studio 5P,poucos Kms,1999,bom preço T. 917 610 594 Rover 414, 1500 cc, fins 96, bom estado, particular, vermelho metalizado, a/c, j.e., tecto abrir, alarme, fechos eléctricos. T. 933 697 870

MOTOS V ENDE- SE Yamaha TZR 125, 1995. Urgente. T. 968 553 269 KTM 520 SX, 2003 + Kit super motar. Urgente. T. 968 553 269

Ford Escort XR3, 87, Bom estado - 3.000€. T. 969 466 817

Yamaha Dragstar 650, c/ 3200

Mini, cinzento, 2004, 1400 D, 100 Cv, AC, Jante 17, Bom Preço T. 917 349 903

Opel Corsa Swing, 93, Gasóleo, 5 lugares. Possibilidade de troca p/ carro a gasolina T. 963 964 170

Km, Oferta 2 Capacetes Piaggio e

Quer controlar o seu peso melhorando o seu aspecto e o seu bem-estar? Marque a sua avaliação. T. 916 437 393

Mini-escavadoras e Plataformas elevatórias www.visogrua.com T. 917 212 358

Herbalife! Fitness, Nutrição Desportiva, Controle o seu peso – www.nutriloja.com/xl T. 962 954 221

Procuro terreno zona Viso Sul ou Repeses com > = 1500 m2 contacto T. 963 939 094

Vendo mobiliário e equipamentos de escritórios (em estado novo). Contactar H.F. T. 962 629 219

Consulta MEDA, terapia Quântica para Stress, ansiedade, medo, e outros sintomas de doença. Terapias biofísicas.Faça a marcação de um check-up gratuito! T. 963 163 472

Tratamento Coluna Vertebral Massagem. T. 966 789 368 Explicações de Português - Básico / Secundário T. 918 846 034 Projecto inovador, rendimento máximo. T. 919 176 261

Tratamento natural má circulação, circulação dificiente T. 962 600 648 Recolha gratuíta (ao Domicílio) de electrodomésticos metálicos. Todo o tipo de sucata. Abate de automóveis. T. 966 544 800

Projectos de Arquitectura e Engenharia, Direcções de Obra, preços competitivos. T. 967 118 875 Procuro rapariga ou senhora para compartilhar casa comigo na zona de Viseu, ofereço quarto e muito boas condições de que falarei pessoalmente. Pode ser estudante, trabalhadora ou estar desempregada – luarpaulino@gmail.com

Casaco Bering! Preço: 6.500,00€ T. 965 822 960

Descubra as propriedades dos produtos de Cosmética Com essência de Rosa vindos do sul de França. blog:amfmbeaute.blogspot.com

Sr. Viúvo pretende conhecer senhora para relacionamento sério. Contacto: 969 655 969


Jornal do Centro 29 | Maio | 2009

PUBLICIDADE 41


Jornal do Centro

42 CLASSIFICADOS

29 | Maio | 2009

institucionais Tribunal Judicial de Viseu 3° Juízo Cível Avenida da Europa - 3514-506 Viseu Telef: 232 427 000 Fax: 232 427 090 Mail: viseu.tc@tribunais.org.pt

Tribunal Judicial de Viseu 1.º Juízo Criminal Avenida da Europa - 3514-506 Viseu Telef: 232 427 000 Fax: 232 427 090 Mail: viseu.tc@tribunais.org.pt

ANÚNCIO 1.ª Publicação

ANÚNCIO 1 .ª Publicação

Processo: 2779/05.4TBVIS

Despejo (Ordinário)

N/Referência: 4375728 Data: 08-05-2009

Autor: Aurelio de Figueiredo Loureiro Réu: Regina Paula Abrantes Borges Fontes e Aníbal Hernani Dias Oliveira

Processo Comum (Tribunal Singular)

N/Referência: 4409665

O/A Mmº(ª) Juiz de Direito Dr(a). António José Fonseca da Cunha, do(a) 1º Juízo Criminal - Tribunal Judicial de Viseu:

Nos autos acima identificados, correm éditos de 30 dias, contados da data da segunda e última publicação do anúncio, citando o Réu Aníbal Hernani Dias Oliveira, domicílio: Bairro de S. João da Carreira, Lote N° 48 - A, Freguesia de Rio de Loba, 3500-000 Viseu, com última residência conhecida na morada indicada para no prazo de 30 dias, decorrido que seja o dos éditos, contestar, querendo, a acção, podendo no mesmo prazo deduzir em reconvenção o seu direito a indemnização e/ou benfeitorias, e que em substância o pedido consiste em declarar-se a resolução do contrato; ordenar-se o despejo imediato do local arrendado, devendo a ré deixar o mesmo devoluto de pessoas e bens; condenar-se os réus a apagar as rendas vencidas até 24.06.2005 no montante de € 9.000,00 e vincendas até entrega do local arrendado ao autor e condenar-se a ré a entregar o arrendado em bom estado de conservação e conforme descrito na cláusula quinta do contrato de arrendamento, tudo como melhor consta do duplicado da petição inicial que se encontra nesta Secretaria, à disposição do citando. Fica advertido de que é obrigatória a constituição de mandatário judicial. O Juiz de Direito, Dr(a). Maria de Fátima Marques Silva O Oficial de Justiça, Eduardo Jorge Nogueira

Faz saber que no Processo Comum (Tribunal Singular), n.º 77/07.8PTVIS, pendente neste Tribunal contra o(a) arguido(a) Carlos Miguel Saraiva Aires filho(a) de Manuel Aires e de Emília de Matos Saraiva natural de: Santa Maria [Viseu]; nacional de Portugal nascido em 2804-1981 estado civil: Solteiro, profissão: Vidraceiro domicílio: Rua Principal - Edificio Estoril, Bloco 2 - 2º A - Gumirães. 3500-192 Viseu, por se encontrar acusado da prática do(s) crime(s): 1 crime(s) de Ofensa à integridade física por negligência (em ac. viação), p.p. pelo art.º 148º do C. Penal, praticado em 09-10-2007; foi o(a) mesmo(a) declarado(a) çontumaz, em 18-05-2009, nos termos do artº 335º do C. P. Penal. A declaração de contumácia, que caducará com a apresentação do (a) arguido(a) em juízo ou com a sua detenção; tem os seguintes efeitos: a) Suspensão dos termos ulteriores do processo até à apresentação ou detenção do(a) arguido(a), sem prejuízo da realização de-actos urgentes nos termos do art,º320.º do C. P. Penal; b) Anulabilidade dos negócios jurídicos de natureza patrimonial celebrados pelo(a) arguido(a), após esta declaração; a) Proibição de obter quaisquer documentos, certidões ou registos junto de autoridades públicas. Viseu, 19-05-2009.

(Jornal do Centro - N.º 376 de 29.05.2009)

Tribunal Judicial de Viseu 2.º Juízo Criminal Avenida da Europa - 3514-506 Viseu Telef: 232 427 000 Fax: 232 427 090 Mail: viseu.tc@tribunais.org.pt ANÚNCIO 1 .ª Publicação Processo: 212/07.6PBVIS

Processo: 77/07.8PTVIS

Processo Comum (Tribunal Singular)

O/A Juiz de Direito, Dr(a). António José Fonseca da Cunha O/A Escrivão Adjunto Rosária de Lacerda

Tribunal Judicial de Viseu 2.º Juízo Criminal Avenida da Europa - 3514-506 Viseu Telef: 232 427 000 Fax: 232 427 090 Mail: viseu.tc@tribunais.org.pt ANÚNCIO 1 .ª Publicação

N/Referência: 4395178 Processo: 236/08.6TAVIS

A Mma Juiz de Direito Dra. Cidália Lisete Pereira da Silva, do 2º Juízo Criminal - Tribunal Judicial de Viseu: Faz saber que no Processo Comum (Tribunal Singular), n.º 212/07.6PBVIS, pendente neste Tribunal contra o arguido: Márcio Filipe Sousa Soares filho de Maria de Lurdes Dias de Sousa e de Agostinho da Costa Soares natural de: Viseu - Santa Maria [Viseu]; nacional de Portugal nascido em 26-04-1988 estado civil: Solteiro, profissão: Serralheiro Civil, BI - 13577130 domicílio: Rua Princival S/n- Alvelos. Carvenães, 3500-000 Viseu._ por se encontrar acusado da prática do crime: 1 crime(s) de Roubo, p.p. pelo art.° 210º do C. Penal, praticado em 26-01-2007; foi o mesmo declarado contumaz, em 15-04-2009, nos termos do art.º 335º do C. P. Penal. A declaração de contumácia, que caducará com a apresentação do(a) arguido(a) em juízo ou com a sua detenção, tem os seguintes efeitos: a) Suspensão dos termos ulteriores do processo até à apresentação ou detenção do(a) arguido(a), sem prejuízo da realização de actos urgentes nos termos do art.º 320.º do C. P. Penal; b) Anulabilidade dos negócios jurídicos de natureza patrimonial celebrados pelo(a) arguido(a), após esta declaração; c) Proibição de obter quaisquer documentos, certidões ou registos junto de autoridades pÚblicas. Viseu, 14-05-2009.

A Juiz de Direito, Dr( a).CidáIia Lisete Pereira da Silva A Escrivã Adjunta Ada Maria de Almeida Nascimento

(Jornal do Centro - N.º 376 de 29.05.2009)

(Jornal do Centro - N.º 376 de 29.05.2009)

Processo Comum (Tribunal Singular)

N/Referência: 4415276

A Mmª Juiz de Direito Dra. Cidália Lisete Pereira da Silva, do 2° Juízo Criminal - Tribunal Judicial de Viseu: Faz saber que no Processo Comum (Tribunal Singular), n.º 236/08.6TAVIS, pendente neste Tribunal contra o arguido: António Francisco Alminhas da Silva Pereira filho (a) de António Francisco da Silva Pereira e de Maria Luisa Coelho Alminhas Pereira natural de: Santa Maria [Viseu]; nacional de Portugal nascido em 07-01-1975 estado civil: Solteiro, profissão: Desconhecida ou sem Profissão domicílio: Rua do Patio N° 6. Marzovelos. 3500-000 Viseu, por se encontrar acusado da prática do(s) crime(s): 1 crime(s) de Desobediência. p.p. pelo art. ° 348º nº 1 aI. b) do C. Penal. vraticado em 06-2006; foi o mesmo declarado contumaz, em 02-04-2009, nos termos do art.º 335° do C. P. Penal. A declaração de contumácia, que caducará com a apresentação do(a) arguido(a) em juízo ou com a sua detenção, tem os seguintes efeitos: a) Suspensão dos termos ulteriores do processo até à apresentação ou detenção do(a) arguido(a), sem prejuízo da realização de actos urgentes nos termos do art.º 320.° do C. P. Penal; b) Anulabilidade dos negócios jurídicos de natureza patrimonial celebrados pelo(a) arguido(a), após esta declaração; c) Proibição de obter quaisquer documentos, certidões ou registos junto de autoridades públicas. Viseu, 20-05-2009.

A Juiz de Direito, Dr(a).Cidália Lisete Pereira da Silva A Escrivã-Adjunta Ada Maria de Almeida Nascimento

(Jornal do Centro - N.º 376 de 29.05.2009)

Tribunal Judicial de Viseu 2.º Juízo Criminal Avenida da Europa - 3514-506 Viseu Telef: 232 427 000 Fax: 232 427 090 Mail: viseu.tc@tribunais.org.pt

Tribunal Judicial de Viseu 2.º Juízo Criminal Avenida da Europa - 3514-506 Viseu Telef: 232 427 000 Fax: 232 427 090 Mail: viseu.tc@tribunais.org.pt

ANÚNCIO 1 .ª Publicação

ANÚNCIO 1 .ª Publicação

Processo: 1327/07.6PBVIS

Processo Comum (Tribunal Singular)

N/Referência: 4414695

A Mma Juiz de Direito Dra. Cidália Lisete Pereira da Silva, do 2º Juízo Criminal - Tribunal Judicial de Viseu: Faz saber que no Processo Comum (Tribunal Singular), n.º 1327/07.6PBVIS, pendente neste Tribunal contra o arguido: Mariana Ciunel filho(a) de Ion Ciunel e de Vasilica Ciunel natural de: Roménia; nacional de Roménia nascido em 24-10-1984 estado civil: Desconhecido, profissão: Desconhecida ou sem Profissão, BI estrangeiro Rd 123713 domicílio: Pensão Tempos Novos, Praça da República, 4000-000 Porto, por se encontrar acusado da prática do crime: 1 crime(s) de Furto simples, p.p. pelo art.° 203º do C. Penal, praticado em 23-11-2007; foi o mesmo declarado contumaz, em 03-04-2009, nos termos do art.º 335º do C. P. Penal. A declaração de contumácia, que caducará com a apresentação do arguido em juízo ou com a sua detenção, tem os seguintes efeitos: a) Suspensão dos termos ulteriores do processo até à apresentação ou detenção do(a) arguido(a), sem prejuízo da realização de actos urgentes nos termos do art.º 320.º do C. P. Penal; b) Anulabilidade dos negócios jurídicos de natureza patrimonial celebrados pelo(a) arguido(a), após esta declaração; c) Proibição de obter quaisquer documentos, certidões ou registos junto de autoridades públicas. Viseu, 20-05-2009.

A Juiz de Direito, Dr(a).Cidália Lisete Pereira da Silva A Escrivã-Adjunta Ada Maria de Almeida Nascimento

(Jornal do Centro - N.º 376 de 29.05.2009)

Processo: 1327/07.6PBVIS

Processo Comum (Tribunal Singular)

N/Referência: 4414693

A Mma Juiz de Direito Dra. Cidália Lisete Pereira da Silva, do 2º Juizo Criminal - Tribunal Judicial de Viseu: Faz saber que no Processo Comum (Tribunal Singular), n.º 1327/07.6PBVIS, pendente neste Tribunal contra o arguido: Marius Nicolae Stefanescu filho(a) de Emil Aurelian Stefanescu e de Petrica Stefanescu natural de: Roménia; nacional de Roménia nascido em 18-03-1988 estado civil: Desconhecido, profissão: Desconhecida ou sem Profissão, BI estrangeiro - 343806 domicílio: Praça da República, 392. 4000-000 Porto, por se encontrar acusado da prática do seguintecrime: 1 crime(s) de Furto simples, p.p. pelo art.° 203º do C. Penal, praticado em 23-11-2007; foi o mesmo declarado contumaz, em 03-04-2009, nos termos do art.º 335º do C, P. Penal. A declaração de contumácia, que caducará com a apresentação do arguido em juízo ou com a sua detenção, tem os seguintes efeitos: a) Suspensão dos termos ulteriores do processo até à apresentação ou detenção do(a) arguido(a), sem prejuízo da realização de actos urgentes nos termos do art.º 320.º do C. P. Penal; b) Anulabilidade dos negócios jurídicos de natureza patrimonial celebrados pelo(a) arguido(a), após esta declaração; c) Proibição de obter quaisquer documentos, certidões ou registos junto de autoridades públicas. Viseu, 20-05-2009.

A Juiz de Direito, Dr(a).Cidália Lisete Pereira da Silva A Escrivã-Adjunta Ada Maria de Almeida Nascimento

(Jornal do Centro - N.º 376 de 29.05.2009)


Jornal do Centro

necrologia António Cardoso Diogo, 79 anos, casado. Natural e residente em Vila Pouca, Castro Daire. O funeral realizou-se no dia 23 de Maio, pelas 16.00 horas, para o cemitério de Castro Daire. Belarmino Simões da Silva, 84 anos, viúvo. Natural e residente em Lamas, Moledo, Castro Daire. O funeral realizou-se no dia 24 de Maio, pelas 16.00 horas, para o cemitério de Lamas. Virgínia Gomes, 88 anos, viúva. Natural e residente em Gafanhão, Castro Daire. O funeral realizou-se no dia 27 de Maio, pelas 16.00 horas, para o cemitério de Gafanhão. Agência Funerária Amadeu Andrade & Filhos, Lda. Castro Daire Tel. 232 382 238

Alcino Manuel Rodrigues Duarte, 58 anos, viúvo. Natural e residente em Cepos, Pinheiro. O funeral realizou-se no dia 23 de Maio, pelas 17.00 horas, para o cemitério de Cepos. Agência Morgado Castro Daire Tel. 232 107 358

Artur Ribeiro, 91 anos, viúvo. Natural e residente em Alvarenga, Arouca. O funeral realizou-se no dia 24 de Maio, pelas 17.00 horas, para o cemitério de Alvarenga. Laura Pereira Cardoso, 73 anos, solteira. Natural e residente em Vilar de Arca, Santiago de Piães, Cinfães. O funeral realizou-se no dia 26 de Maio, pelas 19.00 horas, para o cemitério de Vilar de Arca.

43

D Morreu Bénard da Costa

29 | Maio | 2009

João Bénard da Costa morreu aos 74 anos. Director da Cinemateca Portuguesa desde 1991, Bénard da Costa tinha sido submetido a uma operação a um cancro no início do ano. Bénard da Costa foi condecorado em Setembro passado pelo ministro da Cultura, José António Pinto Ribeiro, com a medalha de mérito cultural.

Lucinda Gonçalves, 87 anos, viúva. Natural de Pindo, Penalva do Castelo e residente em Encoberta, Pindo. O funeral realizouse no dia 25 de Maio, pelas 18.00 horas, para o cemitério de Pindo. Agência Funerária Cruz e Costa, Lda. Penalva do Castelo Tel. 232 642 582

Francelina Ferreira Ribeiro, 80 anos, casada. Natural de Carvalhais e residente em Azival, S. Pedro do Sul. O funeral realizou-se no dia 20 de Maio, pelas 16.15 horas, para o cemitério da S. Pedro do Sul. Agência Funerária Loureiro de Lafões, Lda. S. Pedro do Sul Tel. 232 711 927

António de Almeida, 89 anos, casado. Natural de S. Pedro de France e residente em Viseu. O funeral realizou-se no dia 25 de Maio, pelas 16.00 horas, para o cemitério de S. Pedro de France. Inácio Fernandes Soeiro, 92 anos, casado. Natural e residente em Ribafeita. O funeral realizou-se no dia 26 de Maio, pelas 15.30 horas, para o cemitério de Forles, Sátão. Amândio Lourenço Fernandes, 81 anos, casado. Natural e residente em Cavernães. O funeral realizou-se no dia 27 de Maio, pelas 8.00 horas, para o cemitério local. António Fernandes Maia, 82 anos, casado. Natural de Bodiosa e residente em Travanca. O funeral realizou-se no dia 28 de Maio, pelas 17.00 horas, para o cemitério de Bodiosa. Agência Funerária Decorativa Viseense, Lda. Viseu Tel. 232 423 131

Maria Marques de Figueiredo da Silva, 79 anos, viúva. Natural de Silgueiros e residente em Coimbra. O funeral realizou-se no dia 24 de Maio, pelas 16.00 horas, para o cemitério de Silgueiros. Alexandre Pais de Loureiro, 79 anos, casado. Natural de Silgueiros e residente no Viso Sul, Ranhados. O funeral realizou-se no dia 25 de Maio, pelas 18.00 horas, para o cemitério de Ranhados. Agência Funerária Balula, Lda. Viseu Tel. 232 437 268

Agência Funerária Irmãos Semblano Cinfães Tel. 256 951 647 1ª Publicação

Olinda Guedes Morais de Almeida, 93 anos, viúva. Natural de Penafiel e residente em Mangualde. O funeral realizou-se no dia 27 de Maio, pelas 14.30 horas, para o cemitério de Mangualde. Manuel da Costa, 85 anos, casado. Natural de Pindo, Penalva do Castelo e residente em Mesquitela, Mangualde. O funeral realizou-se no dia 27 de Maio, pelas 18.00 horas, para o cemitério da Mesquitela. Agência Funerária Ferraz & Alfredo Mangualde Tel. 232 613 652

José Rodrigues Margarido, 67 anos, casado. Natural e residente no Pisão, Moreira, Nelas. O funeral realizou-se no dia 20 de Maio, pelas 17.30 horas, para o cemitério de Moreira. António Mendes de Figueiredo, 79 anos, casado. Natural e residente em Carvalhal Redondo. O funeral realizou-se no dia 22 de Maio, pelas 17.00 horas, para o cemitério local. Maria dos Prazeres Bernardo Almeida, 84 anos, viúva. Natural de Povolide e residente em Lisboa. O funeral realizou-se no dia 25 de Maio, pelas 17.30 horas, para o cemitério de Vilar Seco, Nelas. Agência Funerária Nisa, Lda. Nelas Tel. 232 949 009 (Jornal do Centro - N.º 376 de 29.05.2009)

LEMOS PIRES SEPULTADO EM LAMEGO Lemos Pires, o último governador de Timor-leste, falecido na semana passada, foi sepultado no domingo, na sua terra natal, em Lamego. Lemos Pires, nascido em Lamego há 79 anos, foi viver para Lisboa muito cedo onde ingressou na Academia Militar. A carreira deste lamecense ficou marcada pela passagem por Timor-leste de onde saiu, depois de a administração portuguesa abandonar o território, em Agosto de 1975, após o início da Guerra Civil de Timor. AF

JOSÉ ANSELMO SEIXAS Solicitador de Execução Cédula nº 1664 ANÚNCIO 2.ª Publicação EXECUÇÃO PARA PAGAMENTO DE QUANTIA CERTA Processo nº 133/06.0TBNLS Valor: € 54.785,02 Tribunal Judicial de Nelas Secção Única EXEQUENTE: CAIXA LEASING E FACTORING - INSTITUIÇÃO DE CRÉDITO, S.A EXECUTADO: MARIA DA SOLEDADE VIEIRA CAETANO MARQUES DA FONTE EDITAL Faz-se saber que nos autos acima identificados, encontra-se designado o dia 1 de Junho de 2009, pelas 14 horas, no Tribunal Judicial de Nelas, para a abertura de propostas, que sejam entregues até esse momento, na Secretaria do Tribunal, pelos interessados na compra dos seguintes bens: Lote 1: 1º Andar do lado norte - poente, designado pela letra “BJ”, tipo T-1, destinado a habitação com duas assoalhadas, casa de banho, cozinha, despensa, inscrito na matriz urbana sob o artigo 3137 e descrito na Conservatória do Registo Predial sob o nº 03137/990722-BJ sito em Manta Rota, Vila Nova de Aacela, Vila Real de Santo António. Os bens serão adjudicados a quem melhor preço oferecer acima de 70% do valor base de € 100.000,00 penhorados ao executado Maria da Soledade Vieira Caetano Marques da Fonte, com residência na Rua António Marques, 258/262, Caldas de Felgueira, Canas de Senhorim. É fiel depositário, que os deve mostrar, a pedido, o executado, Maria da Soledade Vieira Caetano Marques da Fonte. Castro Daire, 9 de Maio de 2009

(Jornal do Centro - N.º 376 de 29.05.2009)

(Jornal do Centro - N.º 376 de 29.05.2009)


tempo: sol

JORNAL DO CENTRO 29 | MAIO | 2009

Hoje, dia 29 de Maio, sol. Temperatura máxima de 28ºC e mínima de 15ºC. Amanhã, dia 30 de Maio, sol. Temperatura máxima de 26ºC e mínima de 13ºC. Domingo, dia 31 de Maio, parcialmente nublado. Temperatura máxima de 21ºC e mínima de 11ºC. Segunda, dia 1 de Junho, chuva. Temperatura máxima de 18ºC e mínima de 11ºC.

Impresso em papel que incorpora 30 por cento de fibra reciclada, com tinta ecológica de base vegetal

agenda

Sábado, 30 Lamego ∑ O Campeonato

Europeu de Minigolfe decorre até domingo no circuito da cidade dos remédios.

Resende ∑ Arranca o VIII

Festival da Cereja de Resende. A iniciativa prolonga-se até ao final de domingo.

Viseu ∑ Abertura do

atelier dedicado à pintura de t-shirts por crianças, no centro comercial Forum. Uma forma de comemorar os Dias Mundiais da Criança (1 de Junho) e do Ambiente (5 de Junho). Todas as crianças podem pintar a sua t-shirt.

Quarta, 3 Viseu ∑ A mostra Expotec

- Tecnologias e Inovação é inaugurada às 15h00 e decorre até dia 7, no pavilhão Multiusos.

Moimenta Beira ∑ O II Encontro

das Comissões de Protecção de Crianças e Jovens de Moimenta da Beira Douro Sul, decorre a partir das 9h30, no Auditório Municipal Padre Bento da Guia. “Prevenção, intervenção e repercussões em situações de risco”, é o tema em análise.

Quinta, 4 Tondela ∑Conferência

sobre “Os Jovens e a Solidariedade: Razões para a Praticar”, no Auditório 1 da Acert, Organizada pela Escola Profissional de Tondela.

VISEU RECEBE ENCONTRO INTERNACIONAL DOS VINHOS DO DÃO Durante quatro dias, entre 3 e 6 de Junho, Viseu vai receber o Unbottled - 1º Congresso Internacional de Vinhos do Dão - Inovação e Desenvolvimento. “Neste congresso pretende-se estimular e fomentar a discussão de temas, que abranjam todo o sector, com particluar destaque para a inovação e para o desenvolvimento”, justifica a Comissão Vitivinícola Regional do Dão, a entidade que está a organizar o encontro, também a propósito do encerramento das comemoração do primeiro centenário da criação da região demarcada do Dão. O congresso integrase numa campanha de promoção dos vinhos, que tem a intenção de relançar a marca Dão em Portugal e no mundo. Ao longo dos quatro dias vão realizar-se seis painéis para discutir temas como a viticultura, enologia, economia e marketing vitícola, enoturismo, vinho - saúde e bem estar -, vinho - território e património. O Unbottled vai receber vários especialistas do sector como Paul J. White, crítico de vinhos neo-zelandês que viaja a convite da Viniportugal; Sónia Vieira, directora de I&D da ViniPortugal; George Sandeman, da Sogrape; Eric GiraudHeraud , do Instituto Nacional de Investigação Agronómica, França e Virgílio Loureiro, do Instituto Superior de Agronomia. De acordo com a organização, estes oradores vão lançar para o debate “temáticas como técnicas para manipulação do vigor da Videira e da qualidade da uva e perspectiva sobre a origem de castas do Dão baseadas na variabilidade genética intravarietal”. No plano turístico será abordada a problemática Enoturismo no Douro - Um caso de Sucesso e o projecto “Património do Vinho e da Vinha da Região Demarcada do Dão”.

Olho de Gato

Jantar às escuras procura lutar contra as desigualdades Iniciativa ∑ ACAPO reúne invisuais à mesa com comunidade Sensibilizar a comunidade em geral para os problemas dos cidadãos portadores de deficiência visual é o objectivo do jantar às escuras que decorre hoje no Hotel Ónix. O evento tem a organização da Associação de Cegos e Amblíopes de Portugal (ACAPO) e engloba-se num conjunto de actividades que a Delegação de Viseu tem vindo a desenvolver para, como refere a ACAPO,

Publicidade

“recuperar a imagem pública e a conf iança dos seus associados e utentes”. O jantar tem início marcado para as 20h30 e vão estar presentes não só deficientes visua is, como ta mbém elementos da comunidade que queiram conhecer as dificuldades que os cegos enfrentam. “As outras pessoas vão estar no mesmo pé de igualdade que os invisuais pa ra senti-

rem novas sensações, algumas dificuldades e ver até que ponto as conseguem superar ou não”, realça Humberto Abrunhosa, presidente da ACAPO. A associação pretende que o jantar tenha “um forte impacto” não só na comunidade local, mas também “uma grande visibilidade a nível nacional”.

Sara Pereira/Rádio Noar

Joaquim Alexandre Rodrigues joaquim.alexandre.rodrigues@netvisao.pt

Tempo O tempo leva os corpos de novos para velhos. O tempo põe musgo nas pedras e depois ele - o tempo - seca o musgo. Pode-se lutar contra o tempo mas ele acaba sempre por ganhar. O tempo põe o ontem antes do hoje, e põe o hoje antes do amanhã. Depois de amanhã logo se há-de ver… Só a imaginação dos homens consegue fugir a estas implacáveis leis e é capaz de colocar os relógios a andarem para trás. Vê-se isso em dois filmes recentes: 1. A história de “O Estranho Caso de Benjamin Button” é bem conhecida. Benjamin Button nasceu num corpo velho e fez a viagem da vida de trás para a frente. Os anos tiraram-lhe a artrite e o reumatismo e deram-lhe vigor. Morreu com corpo de bebé, pequenino, consolado, ao colo do seu amor. Foi a imaginação de F. Scott Fritzgerald que escreveu o conto “The Curious Case Of Benjamin Button”, nos anos de 1920, agora adaptado ao cinema por David Fincher. 2. Em “Uma Segunda Juventude”, o professor de linguística Dominic Matei, já com mais de 70 anos, sente-se incapaz de terminar a obra da sua vida sobre a origem da linguagem humana. No dia em que se ia suicidar, foi atingido por um raio e acordou no hospital 30 anos mais novo e capaz de falar todas as línguas do mundo. Aquela faísca deu a Dominic uma nova vida para poder partilhar com a mulher da sua vida (também “abençoada” por um relâmpago). Esta história, adaptada ao cinemaporFrancisFordCoppola, saiu da imaginação de Mircea Eliade. Este filósofo das religiões romeno esteve em Viseu, no Outono de 1941, a estudar os quadros de Grão Vasco. Será que foi ao olhar para aqueles quadros mágicos que Mircea Eliade foi atingido pela faísca da ideia para esta história extraordinária?


Jornal do Centro Ed376