Page 1

Publicidade

UM JORNAL COMPLETO

Publicidade

pág. 02 pág. 06 pág. 08 pág. 10 pág. 13 pág. 17 pág. 18 pág. 21 pág. 24 pág. 26 pág. 28 pág. 29 pág. 31

DIRECTORA

Emília Amaral

> PRAÇA PÚBLICA > ABERTURA > À CONVERSA > VISEU > REGIÃO > NEGÓCIOS > DESPORTO > CULTURAS > TV > SAÚDE > EMPREGO > IMOBILIÁRIO > NECROLOGIA

Semanário 09 de Outubro de 2009 Sexta-feira Ano 8 N.º 395

0,75 Euro (IVA 5% incluído)

SEMANÁRIO DA

REGIÃO R EG I ÃO DE D V VISEU ISEU

|Telefone:232437461·Fax:232431225·BairroS.JoãodaCarreira,RuaDonaMariaGracindaTorresVasconcelos,Lt10,r/c.3500-187Viseu·redaccao@jornaldocentro.pt ed da ac cca cca cao o@ @ @jjo jorn rnal aldo doc doce ce ent nttro rro o.p pt·www.jornaldocentro.pt www ww w...jo jorrn jo na alldo doc doce ce ent ntro ro.p pt|

Região Mau tempo provoca um morto em Resende e estragos em Lamego página 13

Forum Viseu Festival ibérico transforma zona de restauração em sala de cinema última

Rua Direita Associação de comerciantes avança com centro comercial a céu aberto página 17

À conversa ro O Jornal do Centro e a Rádio Noar juntaram três jovens num debate sobre praxes académicas e a conversa provou que o tema está longe de ser pacífico páginas 8 e 9

A força da campanha na feira semanal ∑ No mercado das terças-feiras de Viseu foi inevitável o encontro entre adversários à autarquia mais cobiçada do distrito, onde a presença é um ritual

Publicidade

Nuno Ferreira

| páginas 6 e 7


2

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

praçapública palavras

deles

r Nós precisamos de um ministro [da Cultura] terrorista, no sentido de agitar (...), que nos faça lembrar o Manuel Maria Carrilho” Paulo Ribeiro Director artístico do Teatro Viriato (Diário de Viseu, 6 de Outubro”

Cartas

rTenho a certeza que Viseu e o seu centro vai voltar à frenética actividade de outros tempos”

rOs Governos que se seguirem têm que dar uma atenção e prioridade maior à biomassa”

Gualter Mirandez

Marques Mendes

Presidente da Associação Comercial do Distrito de Viseu (Cerimónia de instalação da Unidade de Acompanhamento e Coordenação “Viseu Naturalmente Comércio”, 2 de Outubro)

Administrador executivo da Nutroton Energias (Cerimónia de assinatura da escritura de aquisição de terrenos destinados à construção da central de biomassa de Viseu, 6 de Outubro)

O capitão Leitão e o 31 Janeiro 1891!

O capitão Leitão, que dá nome a bastantes ruas no país, chamava-se António Amaral Leitão. Nasceu em Farminhão (Viseu), em 07.03.1845, e morreu em 14.01.1903. Foi militar no Regimento de Infantaria 10 no Porto. Neste regimento tomou parte activa na revolta percursora da implantação da República, em 31.01.1891. Na sequência do ultimado inglês anunciado em 11 Janeiro1890, que causara grande indignação no país. (…). Aquele militar foi um dos principais impulsionadores da revolta do Porto, tendo recusado capitular. Durante décadas, os democratas antifascistas portugueses, aproveitavam esta data para realizar comícios contestatários do salazarismo, um pouco por todo o país. Era a oportunidade de manter viva a chama da democracia perdida, enquanto não chegava o 25 de Abril de 74, que muitos admitiam haveria de surgir apenas no final do século XX. Mas, a revolução de 31 de Janeiro1891 fracassou, e os revoltosos de que faziam parte muitos militares, estudantes, intelectuais, etc., foram presos ou tiveram que fugir, acabando muitos por ser detidos e julgados. Foi o que aconteceu ao capitão Leitão. Fugiu do Porto dirigindo-se para a sua terra disfarçado e a cavalo, mas ao chegar

a Albergaria-a-Velha foi reconhecido pelo padre Manuel Lemos, que o conhecia bem e o denunciou às autoridades quando ele se hospedava naquela localidade. Preso, foi então julgado pelo conselho de guerra a bordo de um navio atracado junto ao Porto, e condenado a seis anos de prisão maior celular, seguido de 10 anos de degredo ou em alternativa 20 anos de degredo na colónia de Angola. (…) Chegado a Angola, juntamente com o actor Miguel Verdial (julgado pelo mesmo delito), construíram um caixote para ambos serem transportados como mercadoria. O caixote indicava conter um piano. Transportado para o barco “ville de Maranhão” já este se encontrava a navegar há dois dias quando, um oficial ao passar no porão ouviu vozes e se assustou. Aberto o caixote entregaram os dois passageiros clandestinos às autoridades portuguesas em Ambriz. Porém, também desta cidade acabariam por fugir num caíque, e, ao fim de três dias, chegaram a Libreville, donde embarcaram para Paris. Da capital francesa partiria o capitão Leitão para o Brasil, onde colaborou com as autoridades então no poder, recusando sempre ser promovido e mantendo sempre a mesma patente: capitão. Mudado o cenário político, o capitão Leitão passou por graves dificuldades en-

tre as quais a morte de dois filhos. Regressou então a Portugal durante o ano de 1901, morrendo pouco depois em 1903. O Governo da República, em reconhecimento pelo sacrifício daquele oficial, concedeu uma pensão vitalícia a uma outra filha. Durante o exílio, o capitão Leitão manteve sempre acesa a chama da liberdade e da democracia, bem como a expectativa da implantação da República. (…) Estes factos relativos ao capitão Leitão já me haviam sido narrados por parentes comuns que, tal como ele, também nasceram em Farminhão. Alguns destes factos constam do escrito existente na Enciclopédia Portuguesa e Brasileira sobre o capitão Leitão, bem como do livro de autoria de João Pinheiro Chagas com o título “História da Revolta do Porto”. Em 31 de Janeiro de 1978 alguns democratas impedidos de o fazerem em 31 de Janeiro de 1947, afixaram junto ao portão de entrada do cemitério de Farminhão uma lápide de homenagem. O mesmo havia feito o Mud de Viseu em 1947 como se pode ver em segunda lápide ali afixada. O 5 de Outubro de 1910, que comemoramos, teve os seus percursores e mártires que morreram sonhando com o dia da libertação do povo português. Telmo Vieira

rTemos um jardim que economiza água”

Américo Nunes Vice-presidente da Câmara de Viseu (Rádio Noar, a propósito xerojardim criado em Viseu, 2 de Outubro)

O que estará este sinal a proibir?

Esta fotografia foi registada já lá vão umas semanas, mas há poucos dias voltei aos claustros da Sé de Viseu e reparei que continua lá, sem se perceber muito bem o que está afinal a proibir. Sara Silva

Registos

Justiça - VII Fernando José Ribas de Sousa Juiz de Direito – Jubilado

Dando sequência ao que dissemos no último registo, os funcionários do Ministério Público nos Tribunais transitariam para a Polícia Judiciária ou para as secções de polícia criminal da PSP e da GNR, como pessoal civil, com todas as regalias e direitos, colaborando no processamento dos inquéritos, como já o vinham fazendo. Alguns permaneceriam na secretaria do M. P. nos Tribunais, para coadjuvarem o respectivo procurador da comarca e o Procurador de Círculo. Estes Magistrados apenas teriam por missão elaborar acusações ou decidir do arquivamento dos autos, ou pedir a referidas entidades investigadores instrutórias a audição

de outras pessoas ou a realização de outras diligências, que julgassem necessárias. Outros procuradores, sediados nos órgãos policiais, como titulares da acção penal, controlavam a elaboração dos inquéritos e da investigação, ordenando, a final, a remessa dos autos ao seu colega ou ao procurador de círculo, no Tribunal, para acusarem ou decidirem do seu arquivamento, como já se disse. O ingresso dos funcionários seria feito nas secções criminais dos órgãos policiais mediante um prévio estágio, de seis meses, remunerados, prestando os Procuradores informação sobre as suas aptidões, seguido da prestação de uma prova oral, elementar, so-

bre o Código Penal e o Código de Processo Penal. O acesso aos lugares de coadjutores do MP junto dos Tribunais far-se-ia por concurso interno. Do que vimos dizendo se infere que, sendo os inquéritos e as investigações levados a cabo pela Polícia Judiciária e pelas Secções criminais da PSP e da GNR, nos parece ser de concluir a utilidade de uma só tutela governativa, isto é, a criação de um Ministério da Justiça e da Administração Interna, sem esquecer a prevista e útil fusão das duas corporações, que se poderia chamar de Serviço de Segurança Nacional, com as suas secções urbana, rural, fiscal, rodoviária, marítima, aduaneira, etc…


OPINIÃO | PRAÇA PÚBLICA 3

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

O Centro Cultural Distrital de Viseu realizou mais uma Feira à Moda Antiga. A feira de outros tempos é recriada anualmente no Mercado 2 de Maio. Entre o convívio, a música popular e a curiosidade de quem passa, vendese de tudo ao longo do feriado de 5 de Outubro. Este ano, a organização bem podia ter evitado a presença de vendedores de adornos modernos que deitavam por terra uma encenação que se pretendia o mais fiel possível.

Importa-se de responder?

Emília Amaral

Foto da semana

Acha que o Académico de Viseu ainda tem condições para subir de divisão? Acho que é prematuro estarmos a fazer essa avaliação. Ainda assim, penso que ainda pode, tem é que, claro está, ganhar jogos.

Claro que sim. Ainda estamos no início e tem todas as condições para alcançar os seus objectivos. Não pode é deitar a “toalha ao chão”, estes próximos dois jogos em casa podem relançar o clube.

Rui Manuel

Rodrigo Moura

Treinador de futebol

Treinador de futebol e antiga glória do Académico de Viseu

Penso que não, para subir tinha de ter mais dois ou três jogadores de qualidade. Contudo, se em Dezembro conseguir colmatar essas lacunas pode discutir e lutar na parte final.

É complicado. Mesmo assim, se mudar muita coisa, pode subir.

Acácio Braguês

José Leal

Antigo presidente do Académico de Viseu

Antigo jogador e treinador de futebol

Praxes sem regras F editorial

Emília Amaral emilia.amaral@jornaldocentro.pt

Toda a conversa é como as cerejas, palavra puxa palavra, mas o debate à volta das praxes académicas encaixa-se ainda melhor na velha máxima. Numa altura em que se aproxima a tradicional festa anual do caloiro, o Jornal do Centro e a Rádio Noar reuniram à mesma mesa três jovens ligados à academia de Viseu, para falarem do tema. Embora com visões diferentes, todos concordaram que as praxes estão sem regras – um problema que se tem prolongado nos tempos – e que é necessário legalizar quem fiscaliza, porque os conselhos de veteranos limitam-se a um papel coordenador e de organização mas não têm poder legal para tomar decisões. À discussão junta-se este ano um aviso do ministro do Ensino Superior, Mariano Gago que escreveu, em Setembro, às universidades e ins-

titutos politécnicos a avisar que fará denúncia ao Ministério Público de qualquer situação que tenha conhecimento de prática ilícitas e graves nas praxes. A posição compreende-se, depois de passarmos anos sucessivos a assistir a incidentes de tal maneira graves que já levaram à morte, levaram jovens caloiros ao hospital em estado crítico, alguns com consequências irremediáveis e até à condenação de uma universidade. Tudo por causa das praxes que são praticadas sobre os estudantes que ingressam no ensino superior, pelos chamados veteranos. É uma atitude de quem está atento – embora o ministro tenha que perceber que é preciso ir mais longe – e, por mais que os veteranos e dirigentes estudantis critiquem a atitude de Mariano Gago perdem a força quando entram em con-

tradição ao serem confrontados com realidades à vista de todos. Faz parte dos valores de ontem e de hoje assumir o que está mal feito e resolver, e não “tapar o sol com a peneira” tentando mostrar que são os estudantes anti-praxes os incendiários, quando as cidades académicas são confrontadas com praxes sem sentido. Faz hoje parte das gestão das empresas alinhar as equipas nos mesmos objectivos, que é como quem diz, remar no mesmo sentido, sabendo o que se pretende. Será importante que os estudantes, dirigentes associativos ou não, responsáveis pelos conselhos de veteranos ou fora deles, todos em conjunto, reflectirem se estão a seguir o melhor caminho para integrar jovens estudantes no ensino superior. Também por aí se avalia uma cidade.


4 PRAÇA PÚBLICA | OPINIÃO

Redacção (redaccao@jornaldocentro.pt) Ana Filipa Rodrigues, C.P. n.º 8673 ana.rodrigues@jornaldocentro.pt

Gil Peres, C.P. n.º 7571 gil.peres@jornaldocentro.pt

Tiago Pereira (estagiário)

Departamento Comercial comercial@jornaldocentro.pt

Directora: Catarina Fonte catarina.fonte@jornaldocentro.pt

Ana Paula Duarte ana.duarte@jornaldocentro.pt

Departamento Gráfico Marcos Rebelo marcos.rebelo@jornaldocentro.pt

Projecto Gráfico

Publicidade Publicidade

há um ano

ARTES DESPORTOS LÍNGUAS ESTRANGEIRAS WORKSHOPS CONFERÊNCIAS PROGRAMAS DE FÉRIAS

UM JORNAL COMPLETO pág. 02 pág. 06 pág. 08 pág. 10 pág. 11 pág. 16 pág. 20 pág. 22 pág. 24 pág. 27 pág. 30 pág. 32 pág. 35

Há um ano o Jornal do Centro anunciava a requalificação da Quinta do Paço da Serrana, em Cinfães, antiga residência de Serpa Pinto. O antigo espaço do celebrizado explorador de África vai acolher um museu, um restaurante e um hotel. O projecto foi entregue à empresa Filtrimix - Unipessoal, Lda, tendo a empresa assinado um contrato de empréstimo com a autar-

quia gratuito por 60 anos.A empresa compromete-se a executar e a explorar, para fins turísticos e culturais, a antiga casa de Serpa Pinto, “hoje em ruínas, fazendo dela a Casa Serpa Pinto” (espaço museológico); a antiga adega de pedra, “transformando-a num restaurante”; e assume ainda a responsabilidade de “construção de uma unidade hoteleira (Hotel/ SPA), com 20 quartos”.

página 12

Abertura Os problemas da Região Demarcada do Dão na passagem dos 100 anos

página 15

| página 10

NESTA EDIÇÃO

Jornal do

Tiragem média 4.000 exemplares por edição

Sede e Redacção

Fernando Figueiredo

E-mail redaccao@jornaldocentro.pt

Internet www.jornaldocentro.pt

Propriedade O Centro–Produção e Edição de Conteúdos, Lda. Contribuinte Nº 505 994 666 Capital Social 114.500 Euros Detentores de mais de 10% do Capital: Sojormedia SGPS, SA Depósito Legal Nº 44 731 - 91 Título registado no ICS sob o nº 100 512

Francisco Rebelo dos Santos, Ângela Gil e Pedro Costa

Departamento Financeiro Ângela Gil (Direcção), Catarina Branquinho, Celeste Pereira, Gabriela Alves e João Machado. info@lenacomunicacao.pt

Departamento de Marketing Patrícia Duarte (Direcção), Catarina Fonseca e Catarina Silva marketing@sojormedia.pt

Departamento de Recursos Humanos Sónia Vieira (Direcção) e Magda Silva drh@sojormedia.pt

Departamento de Sistemas de Informação Tiago Fidalgo (Direcção) e Hugo Monteiro dsi@sojormedia.pt

Gestão de Assinaturas Susana Santos (Coordenação) e Maria Lopes assinaturas@sojormedia.pt

Unidade de Projectos Lúcia Silva (Direcção) e Joana Baptista (Coordenação) projectos@sojormedia.pt Os artigos de opinião publicados no Jornal do Centro são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. • O Jornal reserva-se o direito de seleccionar e, eventualmente, reduzir os textos enviados para a secção “Cartas ao Director”.

Semanário as Sai às sextas-feiras Membro de: Associação Portuguesa para o Controlo de Tiragem

Associação Portuguesa de Imprensa União Portuguesa da Imprensa Regional

A salada de Sócrates e Manuela, entremeada de Louçã enchida com Portas e polvilhada de Jerónimo – não foi nem agradável e muito menos nutritiva”.

Faz tempo que não nos encontrávamos aqui no jornal. Não por falta sua é bem verdade, a falta, ou melhor a responsabilidade, é só minha. Fui para férias prometendo regressar em finais de Agosto e só agora apareço. Isso é que foi boa vida! Dois meses e tal de férias (até parece que já o estou a ouvir). Não, nada disso. Não é que me possa queixar muito da vida que levei no entretanto, mas as férias foram só 15 dias e já vão bem longe. Então o que me aconteceu? Nada de especial! Regressei ao trabalho, e era valente o trabalho que me esperava, mas não me apeteceu regressar à “primorosa”. Ou melhor lá apetecer apetecia, mas por respeito a si caro leitor deixei-me ficar sossegadinho! Eu explico. No regresso das férias o que é que o leitor poderia esperar da “primorosa”, quando um Setembro bem cheio e ainda a entrar em Outubro só prometia política? Certamente, isso mesmo política. Mas a mim não me apetecia nada vir com politiquices… e vir aqui e escrever sobre “sei lá o quê” e passar o tempo a encher chouriços mais valia estar caladinho, é ou não é verdade? Pois é e foi o que fiz - sossegadinho e caladinho! A i n d a c h e g u e i a p e n s a r, quando Setembro já ia longo (e eu farto), que havia duas ou três coisas que teria interesse aprimorar aqui mas caladinho e sossegadinho continuei e foi o melhor que f iz. Sabe, caro leitor, isto da política à portuguesa é, como diz um amigo meu, comida demasiado desenxabida para quem gosta de comer bem. E a ementa dos nacionais foi pobrezinha. Foi ou não foi? Eu achei. A salada de Sócrates e Manuela, entreme-

Centro

03 | Outubro

16

especial

| 2008

de estimação

Penalva do Castelo recebe XIII edição da Feira da maçã Bravo de Esmolfe

animais

exotismo oP de estimação: mais para Animaisrecaem cada vez enalva do Castelo é um concelho essencialmente agrícola, localizado na encosta

Freguesia de ano o número Esmolfe, este de inscrições aumentou substancialmente, estando

rio Dão, facto do (trêsconfirmados 30 expositores que favorece riqueza dos a a seguida e em solos noite depois) desta terra, que vive horasBravo essencialmente, com água, a quatro um tampão par de Esmolfe. a de muide estimação Conhecida mam banhocampo um póalguns serviços, com uma fêmeadoliberta desde o e dos para século XVIII, esta (stopper) como animais de madeira para se mas sim, com produtos própria variedade dele que advêm. o ceroso (areia tem sinha procurados em regional e para dormi- to fino seu berço que limpa e cor amarelada.o dura próprio para na aldeia vez mais de Esmolfe, chinchilas)Trilogia óleos simples a 2 co- refugiarem A gestação banheino Concelho bebedouro são cada (1 nulado da dias. A de excelência. rem, um 111Penalva comedou- pêlo, absorvendo do Castelo. ser re-Terá de São média obtida três os A banheira por dia), roedores, um não o videverá ∑ Roedores uma altitude superior para chinchilas sido produtos coloa partir gorduras. caracterizam de sopa que (para aproxide uma a ra de areia deve seresta re lheres na e semente, an- árvoro pesado dadegaiola fresca. região: a metros. maçã Bravo dentro uma “banheira” podeba- chinchila três diascujos frutos são as opçõesani- a 1000 animais dóceis, feno e água de Esmolfe, tiradaforam muito rarem), tomar Queijo da8 a 10 colheapreciados, Muitas um cada diariamente o deverá oriSão madamente só pêra, ginando uma possam Como guloseima com Serra epara escolher Para e inteligentes. o vinho. parto e intensa Comemora-se da gaiola altura de kiwi, maçã, em onde de areia (própria sociácolocaprocura tes do de areia de material tímidos cada um se dar estimação. ou um res de e passas desopa de enxertia deles nhos forma diferente, pelo conhe- Como são muito novamente O ma-e a mal de ser disseminação durantemas ser man- papaia, uvas já muito depois. pre com semda variedade. de quantidades. para chinchilas) que cães veis não devem É aconse10 dias o mesmo além da suficientemen- chinchilas mudado guloseiobjectivo: da É produzida pequenas 10 minutos. divulgar deve ser numa estes seus do- tidos sozinhos. durante também chin- recipiente para o efeito, menos região caracterizada, cida companhia os bebés cho que Existem tanto orgulhamprodutos para fazem aos que climaticamencom diâchinte grande volAs te, porassim e gatos vez mais, as es- lhável soltá-las em que gaiola possuir as gentes só deve desta terra. mas próprias no nosso uma roda sólida a 30 cm e e Invernos se diReprodução. frios e rigorosos muito acasalar nascerem nos, cada “Organizamos noite (período da fêmea mais acti- chilas à venda podem (tron- três eventos neste campo mais a a gaiolae Verões e têm muitopara metro superior famais chilas colhas para roer carismátitar quentes e secos. se encontram por ano animais três aAcinco mercado. a vezes que possam material para chinchi- cos, do Queijo, a duas ração bebés flotrês Feira tardia rigem para e dos umaa Festa do vas) para desta variedade Vinho e estamos, (não esqueA gaiola cos, blocos A idade permite-lhe são em média coberexóticos. sempre, dias depois. umanascem de animaiso zer exercício nunca Alojamento. excelente forra- na organização por parto. o pri- adaptação as chinchilas da Feira todo As lojas crias chinchila me- las...). deve ser As crias ao clima da os olhos parada maçã cer que Bravo de região, fios eléctricos, de uma demais. As A gaiola próprio aconselhada voltaonde os de A Esmolfe, pêlo, com riscos disponibilizamdos mais roedores e é por que objectos é grande de temperadevem da com material e nuncase realiza no primeiro turas tas parto sábado animais, negativas e a andarem. base não meiro como os plantas e outros do mês dia os tipo de cm abertose geada de12Outubro”, elevados. didas da são décimo meses. conta ena 60x60 para roedores peixes, podem ser fatais). dos de cedro. Leonídio convencionais, ocorre o partir do a trincar supeMonteiro, ou os ser inferiores Presidentedias e Segundo com aparas até começam A ovulação deve ser da consta, aprepássaros 30 provém mamar de umabebés deve CâmaraosMunicipal e a altura mais singulares, 28 e os de a cinco chinchila Deve conter podem mutação escorpitreCastelo. A gaiola Penalva até aos Cores. A ração e genétide cores rior a 60 cm. troncos. O ca de uma se- do de dois ocorde vida. Higiene. e macieira vez por Com animação 60 diasbrava cio dura como serpentes, que passou senta mutações a aos deve ser mais comuns limpa uma se necesgarantida durante o dias. O cruzamento a ser, também, ve- plataformas ões e chinchilas. são roe- variadas, as da gaiola da gaiola ser dia, nomeadamen- durante cultivada ou mais standard, fundo em te com a As Chinchilas da Amé- são cinzento re geralmente a grade e mana lhos da Beira alguns concecastato- actuação da Banda sólido e quadriculada Filarmónica não Interior, sendo sário. preto, veludo que neste seu habidores originários ser de momento deverá Sul e, no ser en- ludo brancos e beges. As chinchilas Castelo e com Penalva do a delimitação barras. uma carica do apresentação nho, geográfica podem de alguns não em de da área ranchos folclóricos, de cultivo tat natural, na cordilheira se estende A alimenesta Feira Necessitam pretende por 32 concelhos, contradas onde vivem Alimentação. num gratos consumidores atrair muique vão desde Armamar que podedos Andes,áridos, rocho- tação consiste até ao rão comprar Fundão, facto que, a maçã lanigera em locais segundo Bravo de Esmolfe pouca vegetação Leonídio Chinchilla Monteiro a metade “só vem sos, com preço

escolhas Chinchilas

anos Até 20 gr. 600 a 800

Científico de vida

médio

Peso Tamanho

ambiente Humidade

desejável

ambiente

desejável

sexual Maturidade de gestação Período por parto de crias do desmame Idade

Número

30 a 36

cm. do

focinho

à cauda

C Até 25º por cento Até 40 meses 6 e os 8

Entre os

111 dias 1a4

30 a 60

dias

do de mercado. engrandecer ainda Com inímais cio marcado de Esmolfe”, a maçã Bravo para as 8 do próximo horas uma vez este é apologista dia 4 de Outubro, que esta Feira de uma apresenta maior área este ano uma novidade, cultivada, sendo que defende que será apresentação que o futuro a produtores dos oficial de Confraria desta uma da Maçã está completamentevariedade Bravo de Esmolfe, asseguconfraria rado pelos esta que inúmeros tem como estudos que têm principal objectivo vindo a ser a divulgação desenvolvidos desta variedae que de regional propriedades garantem as e o consequente aumento do seu consumo. maçã Bravo benéficas da de Esmolfe Segundo a saúde, informações para nomeadamente lhidas junto recoque diz respeito de Abel Marques, no presidente à prevenção de doenças da Junta cardiovasculares de e cancerígenas.

Publicidade

ESTE SUPLEMENTO É PARTE INTEGRANTE DO SEMANÁRIO JORNAL DO CENTRO, EDIÇÃO 342 DE 3 DE OUTUBRO DE 2008 E NÃO PODE VENDIDO SER SEPARADAMENTE .

“Fiz os contactos com quem devia fazer, para que a Universidade Católica se interessasse pela criação de uma faculdade de medicina em Viseu”

ada de Louçã enchida com Portas e polvilhada de Jerónimo – não foi nem agradável e muito menos nutritiva. No meu caso, Sócrates só o cheiro me deixa com azia, a Manuela enrolase-me na boca, Louçã vou comendo, mas não assim tanto quanto se possa julgar (o meu colesterol não mo permite – percebeu a piada? Colesterol, entremeada), quanto a Portas confesso que, quando passo na praça, nem olho nem pego e o Jerónimo vai dando algum salero. Lembra-se do slogan: o que é nacional é bom? Pode sê-lo nas massas, na política é de fugir. E o que nos servem aqui na terrinha? Pelo que li e fui ouvindo, também não é nada de especial. O PSD serve-nos um embelezado prato, mas é repasto recesso – já tem 20 anos; o do PS é um prato requentado – que nos servem pela segunda vez; dos outros ainda se vai petiscando aqui e ali – é o que nos salva (ou melhor pode salvar.). Face a isso, pergunta o leitor, afinal o que é que lhe agrada? Digo sim senhor. Para a Câmara Municipal de Viseu vou votar no candidato do CDS – Francisco Mendes da Silva e para a Assembleia Municipal vou votar no BE – na lista encabeçada pelo Carlos Vieira. Para a Junta da Freguesia, como moro em Viseu e voto em Torredeita, sou bem capaz de votar em branco (tenho sim é que actualizar o meu local de voto). Como já aqui escrevi: “Viseu só tinha a ganhar se o CDS e o BE fossem na vereação oposição.” Mas seja como for faço votos é para que vote. Vote em con sciência si m , m a s vote . Votar é um dever, votar é um direito!

Suplemento

Maçã Bravo de Esmolfe

Nome Tempo

Temperatura

Ex-ministro da saúde, António Correira de Campos

Regressando… a tempo dos votos…

Vasp

| página 20

Su Suplemento maçã Bravo d de Esmolfe e Especial Animais de Estimação A

A Primorosa das Beiras

Distribuição

Gerência

SEMANÁRIO DA

REGIÃO DE VISEU

páginas 6 e 7

Dão Lafões Terceiro Quadro Comunitário distribui 74 milhões de euros por 14 municípios

Impréjornal, S.A. Rua Rodrigues Faria 103, 1300-501 Lisboa

Bairro de S. João da Carreira Rua Dona Maria Gracinda Torres Vasconcelos, Lote 10 r/c 3500-187 Viseu Telefone 232 437 461 Fax 232 431 225

(IVA 5% incluído)

Mãe belga recupera filhas em Viseu dez meses depois do alegado rapto do pai

Sabina Figueiredo

Impressão

0,75 Euro

Apuramento para o Europeu de Andebol de 2010 arranca em Viseu Viseu Assembleia Municipal quer debater segurança com a PSP e a GNR

defrank@netcabo.pt

sabina.figueiredo@jornaldocentro.pt

Emília Amaral

Semanário 03 de Outubro de 2008 Sexta-feira Ano 7 N.º 342

|Telefone:232437461·Fax:232431225·BairroS.JoãodaCarreira,RuaDonaMariaGracindaTorresVasconcelos,Lt10,r/c.3500-187Viseu·redaccao@jornaldocentro.pt·www.jornaldocentro.pt|

defrank - Comunicação Editorial

Serviços Administrativos

DIRECTORA

> PRAÇA PÚBLICA > ABERTURA > À CONVERSA > REGIÃO > NEGÓCIOS > ESPECIAL ANIMAIS > DESPORTO > CULTURAS > EM FOCO > SAÚDE > EMPREGO > CLASSIFICADOS > NECROLOGIA

Nuno Ferreira

emilia.amaral@jornaldocentro.pt

ACADEMIA DE ESTUDOS DE VISEU

Nuno Ferreira

Emília Amaral C.P. n.º 3955

Casa de Serpa Pinto reconvertida em Museu e Hotel

Publicidade

Directora

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

páginas 8 e 9

Oferta de bilhetes

O Jornal do Centro oferece 10 bilhetes para o Festival Jazzin’ Tondela, entre 2 e 4 de Outubro. Para ganhar um basta apresentar este exemplar nas nossas instalações


OPINIÃO | PRAÇA PÚBLICA 5

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

números

7000

O Funicular de Viseu transportou sete mil passageiros e fez 295 viagens, nos primeiros dez dias de funcionamento. O autarca Fernando Ruas, manifestou a disposição de manter as viagens gratuitas nos próximos quatro anos se este continuar a cumprir o objectivo de “alimentar” o centro histórico de gente.

estrelas

Marques Mendes Administrador executivo da Nutroton

A construção de uma Central de Biomassa em Viseu, além de constituir uma mais valia para a cidade e para a região, traduz-se num testemunho de que as grandes empresas acreditam nas regiões para investir nas energias renováveis.

Alunos do 1º ano de Electrónica Automação e Computadores da Escola Profissional Mariana Seixas

Os alunos do 1º ano do curso profissional de Electrónica Automação e Computadores da Escola Profissional Mariana Seixas, ganharam o 1º Prémio no projecto Medea lançado pela Sociedade Portuguesa de Física. O trabalho desenvolvido na área dos campos eléctricos e magnéticos fez deles os melhores a nível nacional.

Mário Lino Ministro das Obras Públicas

Ao lançar esta semana o novo concurso internacional para a construção da Auto Estradas do Centro, que inclui os troços entre Viseu e Coimbra, e a ligação de Canas de Senhorim a Mangualde (IC12), o Governo volta a dar esperanças à região que a altenativa ao IP3 vem mesmo a caminho.

Opinião

As Eleições de Domingo em Viseu

Alexandre Azevedo Pinto Economista alexazevedopintosapo.pt

É pena que o PSD volte a ganhar da forma que o vai fazer, sobretudo porque o fará não tanto pela qualidade do que fez, mas antes por aquilo que as oposições não quiseram ou souberam fazer”.

A campanha autárquica em Viseu, que hoje termina, resumiu-se a uma mão cheia de quase nada. Fico com a ideia de que os partidos gastaram quase todas as energias nas eleições legislativas, de há quinze dias, restando-lhe pouco mais para dar nesta eleição. Contudo, com este quase alheamento, da questão autárquica, é a cidade que perde um momento de vitalidade fundamental para o debate demo c rát ico e pa ra o aprofundamento da cidadania e da participação dos cidadãos. Era expectável que para o actual executivo pouco mais haveria que fazer do que dar continuidade ao trabalho que tem desenvolvido devendo estar disponível para ouvir contra propostas e opiniões dos outros que querem ser oposição ou querem ser alternativa. Contudo, debates entre os candidatos não houve nem um. Como foi amplamente divulgado, o Movimento de Cidadãos pela Revitalização do Centro Histórico sugeriu um debate sobre esta temática mas, apesar de abertura de todos as candidaturas com excepção da candidatura do PSD, também aqui não foi dado nenhum sinal. Esteve mal o executivo municipal em não aceitar o debate sobre o centro histórico. Era uma oportunidade única de defender as políticas que têm sido executadas ao longo dos últimos 20 anos naquela área vital da cidade e do concelho. Relativamente a programas ou manifestos políticos das cinco principais candidaturas, admitindo que o programa do PSD é dar continuidade a mais do mesmo, a ideia com que fico é que a candidatura do PS apresenta o mesmo programa de há quatro anos com ajustamentos pontuais em algumas áreas. Contudo, quer o Bloco de Esquerda, quer o CDS e a CDU não apresentam qualquer programa alternativo ao governo da cidade. Não é possível uma candidatura ambicionar ser alterna-

tiva, ou mesmo oposição, ao governo de uma cidade como Viseu sem um programa político com o mínimo de estruturação e razoabilidade política. È claro que são conhecidas algumas propostas significativamente válidas, em cada uma das cinco principais candidaturas, mas isso só não basta. Houve muito pouca ambição e muito pouco trabalho realizado. Em muitas destas propostas os partidos acabam por se socorrer de ideias vagas e genéricas, de âmbito nacional, mas que se desligam por vezes demasiado das questões que uma eleição desta natureza suscita. Também se sente que os partidos, sobretudo o Bloco de Esquerda e o CDS, estão há espera de capitalizar os efeitos nacionais registados pelos bons resultados obtidos nas Legislativas, aguardando que eles se convertam em votos nesta eleição. Se assim for acho que esta estratégia acabará por ser penalizada. Também posso admitir que, sendo esta uma eleição com desfecho razoavelmente previsível, este possa ter sido um argumento desta desmotivação. Mas também aqui começa a faltar alguma capacidade política às oposições em fazer diferente para melhor. É pena que o PSD volte a ganhar da forma que o vai fazer, sobretudo porque o fará não tanto pela qualidade do que fez, mas antes por aquilo que as oposições não quiseram ou souberam fazer. Claro que parte desta falta não se deve apenas e só a este momento específico da campanha eleitoral, mas antes e principalmente a uma ausência quase absoluta e prolongada, que ao longo destes últimos quatro anos, estas oposições tiveram na apresentação de um projecto político alternativo aquele que será sufragado no próximo domingo. Porque a eleição de domingo, mais do que avaliar a qualidade do governo local do PSD, também avaliará a qualidade daqueles que lhe souberam ou não fazer oposição.


6

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

abertura

textos ∑ Emília Amaral / Tiago Virgílio / Sandra Ferreira fotos ∑ Nuno Ferreira

BE contra campanhas de “porco no espeto” Maria Graça Pinto, candidata do Bloco de Esquerda (BE) à Câmara de Viseu, apelou ao voto “útil” numa “esquerda que quer reforçar a sua influência na assembleia municipal e impor a presença no executivo”. A candidata fincou que não se vai deixar envolver em campanhas de

“porco no espeto” e vai apostar “na defesa dos interesses dos cidadãos”, garantindo-lhes “coerência e transparência”. Na sede do partido em Viseu, os candidatos do BE aproveitaram para “clarificar alguns aspectos da campanha”, e a saúde foi “à faca”. Assim, o pediatra

José Castanheira lembrou antigas promessas que não foram cumpridas. “Prometeram três centros de saúde em Orgens, Abraveses e Gumirães, no Hospital asseguraram criar um centro de radioterapia, os munícipes de Viseu merecem mais e melhor”, referiu. O médico defendeu a

“criação de um centro de apoio com medicamentos para doentes crónicos com falta de condições” e lamentou a “falta de uma instituição que acolha a mãe e a criança com problemas sociais, e que aguardam por uma solução por parte do tribunal”.

PS diz que Ruas faz campanha a partir da Câmara Miguel Ginestal, candidato do PS à Câmara de Viseu acusou o autarca e candidato, Fernando Ruas de estar a fazer uma campanha “a partir da Câmara Municipal”. O socialista chamou-lhe “obras de tapa olhos” e exemplificou a colocação de mani-

lhas em estradas “para dar a ideia que vão fazer agora as obras”, a assinatura de protocolos, a consignação de empreitadas, entrega de subsídios, inaugurações “a velocidade estonteante”, “sessões solenes no Salão Nobre sem o conhecimento dos vereado-

res do Partido Socialista”, entre outros. Para Miguel Ginestal, crítico ainda em relação à forma como Fernando Ruas conduz os comícios, considerou que “há mesmo uma asfixia democrática nestas eleições, dizendo às juntas que, se o PS

ganhar, verão uma torneira fechada”. Ânimos de uma semana em contra relógio para o candidato socialista à autarquia viseense, que se desdobrou entre comícios e conferências de imprensa, com destaque para a conferência de bloggers.

Ruas desafia Ginestal a dizer se vai ser governador civil Fernando Ruas, autarca e candidato do PSD à Câmara de Viseu desafiou o candidato socialista, Miguel Ginestal a dizer se assume o lugar que lhe for ditado pelas eleições ou se, depois de “derrotado” nas autárquicas pretende ir para governador civil. A pergunta surge de-

pois do candidato do PS ter afirmado que ia exigir ao Governo a colocação de mais 20 efectivos no comando distrital da PSP. Fernando Ruas disse estranhar o facto do PS não ter perguntado pelo contrato local de segurança, onde estava previsto um aumento de agentes para

o centro histórico. “Os efectivos já faltavam quando o número quatro [da lista do PS, Simões de Almeida] era comandante. O que não se disse agora foi que assinámos um contrato local de segurança em Maio, estamos em Outubro e ainda não há implementação. Isso com-

pete ao senhor governador civil, a não ser que a pessoa em causa esteja à espera de ser governador civil para implementar o contrato local de segurança, essa é outra questão”, comentou. Miguel Ginestal respondeu que, quando teve que tomar opções, optou pela sua terra.

CDU quer residências artísticas nas aldeias Helena Neves, Candidata da CDU à Câmara de Viseu defende um projecto cultural para o concelho. A candidata, professora de música, propõe residências artísticas nos meios rurais, valorizando as colectividades. Em suma, chama-lhe “demo-

cratizar a cultura”: “o conceito de cultura urbana e de cultura rural deve ser desmistificado. Da mesma forma, poderemos ouvir com prazer uma orquestra, ou um tocador de concertina a cantar à desgarrada”. O projecto cultural que

a candidata da CDU tem para Viseu foi apresentado durante uma tertúlia, que contou com a participação de Manuel Pires da Rocha, conhecido violinista da Brigada Victor Jara. O artísta lançou uma crítica às políticas autárquicas: “Não se percebe porque é

que os bairros novos nunca têm um espaço de encontro entre os jovens”. A par da cultura, Helena Neves direccionou a sua campanha para as políticas sociais, tendo passado os últimos dias a visitar várias instituições da cidade.

CDS defende escola de formação técnica Francisco Mendes da Silva, candidato do CDSPP à Câmara de Viseu defendeu a criação de uma escola de formação técnica no concelho. A ideia foi lançada no âmbito da apresentação do roteiro para a competitividade económica da região.

Mendes da Silva entende que essa escola vai permitir que “Viseu se possa apresentar aos investidores pela quantidade e qualidade da sua oferta de operários especializados em produção directa”. O candidato lembra que esses técnicos são “tão raros

em Portugal quanto fundamentais ao bom funcionamento das empresas”. O candidato centrista só encontra vantagens na criação da escola de formação proposta e evoca que “a promoção da especialização teria o efeito de os requalificar e aumentar

os seus níveis salariais”. Francisco Mendes da Silva tem apostado num contacto pessoal com as populações, através de percursos pelas ruas das cidades e pelas freguesias em defesa de “uma nova geração de políticas para Viseu”.


ELEIÇÕES AUTARQUICAS 2009 | ABERTURA 7

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

PSD Mangualde queixa-se de burlonas A direcção de campanha da candidatura de Soares Marques à Câmara de Mangualde pelo PSD denunciou em comunicado “a existência de um trio de burlonas a operar em algumas freguesias, que alicia os idosos para votarem em determinado partido, com promessas de aumentos de reformas”. O mesmo comunicado

refere que, citando relatos de algumas vítimas, que “os autores das alegadas burlas operam por diversas freguesias, deslocando-se numa viatura alegadamente pertença dos serviços regionais da segurança social”. A direcção de campanha de Soares Marques “lamenta” a situação mas reconhece que casos destes “são recorrentes”.

Perto de quatro mil em Tondela Carlos Martas, autarca e candidato do PSD à Câmara de Tondela juntou perto de quatro mil pessoas no pavilhão municipal para assistirem à apresentação da sua lista, asPublicidade

sim como os candidatos às 26 juntas de freguesia do concelho. O deputado do PSD eleito por Viseu, José Luís Arnaut presidiu à sessão de campanha.

Dois movimentos independentes vão a votos em Lamego e Castro Daire Objectivo ∑ A ideia é propôr políticas novas sem a tradicional máquina partidária “Movimento Independente Castrense” (Castro Daire) encabeçado por José Ramos, e “Mais Lamego” com Silvestre Conde como cabeça de lista, são os dois movimentos independentes que vão a votos no próximo domingo. O movimento criado em Castro Daire justifica a sua presença nestas autárquicas com “o objectivo único de tudo fazer para se atingir um desenvolvimento sustentável no concelho, face à ineficácia das outras políticas na obtenção de soluções e à inércia verificada no último mandato”. Já o “Mais Lamego”, visa fazer política “de

uma forma diferente”. A lista, encabeçada pelo advogado Silvestre Conde. O ex-dirigente do PSD de Lamego tece hoje fortes críticas à gestão da coligação PSD/CDS-PP liderada por Francisco Lopes. O número dois da lista independente é Amândio Fonseca, actual vice-presidente da autarquia. O país vai a votos no domingo para as autárquicas com 33 movimentos independentes espalhados de Norte a Sul. Tratam-se de listas encabeçadas por gente que não tem o hoje o suporte de uma máquina partidária, mas normalmente dispõe de um passado político bem identificado.

A José Ramos (em cima) e Silvestre Conde


8 Moderador ∑ António Figueiredo Edição ∑ Emília Amaral fotografia ∑ Nuno Ferreira

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

à conversa

Praxes sem regas: Estudantes defendem No início de cada ano académico repete-se o cenário. Os alunos que ingressam no ensino superior são praxados pelos mais velhos. Dizem os defensores da praxe que é uma forma de integração dos caloiros no espírito académico. Quem é contra afirma ser uma humilhação pública de gente adulta. Em alguns locais do país, os excessos provocaram mortes, já levaram jovens para o hospital, outros ficaram deficientes para sempre. Para colocar um travão nos exageros, o ministro da Ciência e Ensino Superior, Mariano Gago escreveu, em Setembro, às universidades e institutos politécnicos a avisar que fará denúncia ao Ministério Público de qualquer situação que tenha conhecimento de prática ilícitas e graves nas praxes. Rafael Guimarães, presidente da Associação Académica do Instituto Politécnico de Viseu, Heitor Castelo Branco do Conselho Viriato e Luís Trindade, antigo estudante e antipraxes, são os convidados desta conversa, quando as festas do caloiro estão na ordem do dia. Concordas com a posição assumida pelo ministro do Ensino Superior?

Rafael Guimarães: Esta questão da praxe há muito que é falada e não é alheia às associações de estudantes, basta lembrar que, no encontro nacional de direcções associativas, um dos plenários foi sobre esta temática. Chegámos à conclusão que as praxes são efectivamente um meio de inclusão. Existe e existirão sempre excessos que são comet idos , como são cometidos na nossa vida. As associações de estudantes inseremse aqui como um órgão que, não pertencendo directamente às praxes estarão sempre ao lado dos estudantes e sempre que existir alguma questão que ponha em causa a sua integridade física ou psíquica, nós agiremos em conformidade, de acordo com o que diz o senhor ministro. Mas o senhor ministro até já vem um pouco atrasado porque nós estudantes, há muito tempo que estamos constantemente a apontar estas questões que se vão afirmando no dia-a-dia. Faz sentido o ministro to-

mar esta posição?

Face a alguns exageros que se cometeram, é normal que tome algumas posições. Penso que esta é manifestamente exagerada, até porque as associações de estudantes têm tido sempre uma atitude activa. Porquê exagerada?

Em vez de se estar a preocupar com questões que, contribuem, por vezes, para a não continuidade dos estudantes no ensino superior, está a preocupar-se com isto. O que é o Conselho Viriato?

Heitor Castelo Branco: é o órgão que tutela a praxe no Instituto Politécnico de Viseu. Na altura em que o Instituto começou a crescer, houve necessidade de se criar um controlo sobre as tradições académicas: quem organizava os desfiles académicos, quem organizava a bênção das pastas, quem organizava a recepção aos caloiros. Baseando na referência de Coimbra, fez-se um código da pra xe pa ra Viseu. Geralmente chama-se Conselho de Veteranos quem tutela esse tipo de organizações, em Viseu, por uma questão

cultural e de darmos um significado ao nome da pra xe, cha má mos-lhe Conselho Viriato. E concordas com a posição assumida pelo ministro do Ensino Superior?

Acho um bocado exagerada. Concordo com o Rafael quando diz que há ovelhas negras em todo o lado, na praxe também as há. Não vale a pena dizermos que está tudo bem, porque não está. Então faz sentido a posição do ministro.

Mas o controlo não se faz desta maneira, fazse dando responsabilidade a quem tutela e fiscaliza a praxe. Acho que é mais importante pegar nos conselhos de veteranos e dizer: vamos ver o que se faz com a praxe, o que é que a praxe nos faz e vamos legalizar quem tutela a praxe. Aí sim, teremos alguém que começa a ter responsabilidades sobre o que possa acontecer de mal na praxe. O que fazem os conselhos de veteranos?

Há instituições, nomeadamente em Coimbra, em que ele é aceite e reconhecido, há universidades mais pequenas e

A

Rafael Guimarães, presidente da Associação Académica do IPV (direita), estudante anti praxes (esquerda) cidades mais pequenas onde isto existe sobre a alçada das associações académicas e algumas vezes porque a s pró prias presidências, as próprias reitorias aceitam que exista. É importante que haja um controlo, que o conselho de veteranos exerce sobre a recepção dos caloiros e principalmente sobre os mais velhos. A praxe não existe só para recebermos os caloiros, exige para sabermos quem

são os trajados que faltam à praxe. Eu não posso chegar ao pé do caloiro e fazer o que quero e me apetece. O problema que se coloca na praxe é precisamente esse.

O problema é aparecerem pessoas que não respeitam a praxe como ela é. Alguma vez, enquanto estudante sentis-te o controlo do Conselho Viriato?

L u ís Tr i n d a d e : N ã o existe esse controlo. O cód igo da pra xe va le aquilo que vale, ele não é legal e não existe enqua nto punição, poucas são as pessoas que se regem por ele, existe ma is pa ra assusta r os caloiros do que propriamente para regular o que quer que seja. E não há outra ma neira de abordar esta questão, os alunos sentemse coagidos, são agredidos fisicamente e mais


Rafael Guimarães | Heitor Castelo Branco | Luís Trindade| À CONVERSA 9

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

Semanalmente,“ÀConversa”resultadeumtrabalhoconjuntodoJornaldo Centro e da Rádio Noar. Esta conversa pode ser ouvida na íntegra na Rádio Noar, esta sexta-feira, às 11hoo e às 19h00, e domingo, às 11h00 e ainda em www.jornaldocentro.pt

“legalização” de quem tutela de mãos no chão, mais de três horas sem podermos ir ao quarto de banho. Rafael Guimarães: Em relação à questão da tradição que se altera ao longo dos anos, quero acrescentar que evoluiu e acho que temos que evoluir. Luís Trindade: Eu não quero fazer o papel de inquisidor, mas a nossa liberdade termina quando a do outro começa e nós não podemos dizer que toda a gente gosta de andar com lama no cabelo, nem toda a gente gosta que nos levantem a voz quando não conhecemos a pessoa de lado nenhum, ninguém gosta de ir fazer uma matrícula e ser coagido no primeiro dia em que está fora do nosso ciclo familiar, num local estranho, a iniciar um novo ciclo de aprendizagem e, de repente, vemos que afinal retrocedemos.

Heitor Castelo Branco do Conselho Viriato (centro) e Luís Trindade, antigo

psicologicamente, e estas práticas são feitas de propósito pa ra os caloiros não abdicarem da praxe, um direito que lhes é concedido. Concordas com a posição do ministro Mariano Gago?

O ofício peca por tardio e por ser muito leve. Dentro das paredes de qualquer edifício público não podem haver actos daqueles que são realmente humilhantes.

Dentro dos edifícios não devia haver praxes?

Pode haver uma comissão de recepção aos caloiros, mas não pode h aver aquele t ip o de comporta mento, nem aquele tom de voz que é usado. Conta a tua experiência.

E u e s t av a n a e s c o la, precisei de aceder a um computador e houve um senhor trajado que abusiva mente me encostou a mão ao ombro

a perguntar se precisava de ajuda na matrícula, num tom intimidatório a pensar que eu seria caloiro. Aquilo não é integração, é humilhação, é modelação de valores e é aniquilar qualquer aluno que entre na instituição. Dizer que isto não acontece, é faltar à verdade, não são casos pontuais, são casos vividos todos os dias. Eu fui a um tribunal de praxe e sei o quanto desumano é estar de joelhos e

Heitor Castelo Branco: Eu aceito quem é a favor da praxe e quem é contra. Não aceito é que chamem incultas as pessoas que são a favor da praxe. Praxar dentro dos muros ou não, cabe à s i n s t it u iç õ e s a c e i ta rem , aos consel hos directivos e às reitorias. Se formos perguntar aos alunos se são a favor ou contra a praxe, 90 por cento era m a favor. É evidente que em 90 por cento é mais fácil encontrar ovelhas negras que em 10 por cento. E se perguntar aos alunos se gostam de estar três horas de joelhos?

há realmente situações em que os caloiros estão de joelhos. As praxes de há 10 anos não podem ser comparadas com as praxes de hoje. A própria mentalidade é completamente diferente.

É mais violenta?

Acho que os valores hoje em dia não são os mesmos, o respeito pelas pessoas não é o mesmo, as necessidades das pessoas são completamente diferente. Realmente há praxes que não são correctas. É fáci l quando se diz que não ex iste u m órgão pa ra fiscalizar a praxe. Sempre ex istiu , o Conse lho Viriato sempre teve essa preocupação, sempre tentou saber dos excessos que se poderiam cometer. As pessoas anti-praxe estão sistematicamente a falar dos tribunais, de estarem de joel hos e não passa m disso, quando deviam tocar em toda a essência da praxe. Em 2004, uma acção de recolha de dadores de medula, organizada pelo Conselho Viriato, em actividade de praxe, foi a que mais gente teve envolvida a nível nacional. Houve alunos carenciados no Politécnico de Viseu e a praxe organizou uma acção de recolha de roupas usadas em condições, para oferecer a esses alunos. Rafael Guimarães: À medida que vamos lendo o despacho do ministro, damos conta que ele assenta numa dualidade. Sabe que existem excessos e sabe que existe uma parte produtiva e inclusiva dos estudantes. Sobre os aspectos positivos, todos esta mos de acordo, o que vão fazer é quebrar o gelo aos alunos que vêm de fora e não conhecem mais ninguém, para que comecem a cria r laços . Nós que remos acaba r com a s más tradições, de acordo com o que diz o ministro e de acordo com o que já fazíamos, sempre que alguém vier ter connosco vamos até às últimas consequências.

Achas que as associações deviam ter uma posição proactiva?

Os novos alunos são convocados por um edital que é afixado. Se as pessoas não quiserem ir, não são obrigadas a ir. Quando um engenheiro se dirige a um caloiro e manda: “vai-me buscar um café”, que praxe é esta?

Heitor Castelo Branco: Aceito e sei que há pessoas que abusam de situações de praxe que não são correctas, que são ofensivas e que, muitas vezes, não as praxes que se devem fazer. A praxe faz-se a falar com os caloiros, a integrar os caloiros no ambiente académico, com movimentos de cultura e de história. Isto é tradição. Há quem defenda que a praxe devia ser proibida fora dos recintos das escolas para poderem ser controladas. Concordam?

Rafael Guimarães: Penso que não. Para quem não conhece as cidades é extremamente importante participar no pedipaper, por exemplo. O caminho será sempre pela responsabilização e a responsabilização cabe à organização que tutela esse tipo de actividades, com integração. As praxes académicas deverão sempre primar pela inclusão e os estudantes lesados devem dirigir-se às associações de estudantes para agirem em conformidade. Luís Trindade: Penso que sim. Heitor Castelo Branco: Devem existir fora. Existindo os órgãos dentro das escolas que tutelam a praxe, as pessoas mesmo fazendo fora, sabem que têm que responder a uma entidade que existe dentro da escola. Tem que haver praxes distintas.


10

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

viseu O coronel de infant a r i a , Jo ã o M a n u e l Porto tomou posse no dia 1 como comandante do Regi mento de Infantaria (RI) 14 de Viseu. Com 47 anos, encontrava-se a desempenhar o cargo de subchefe do EstadoMaior do Centro de Operações Conjunto do Estado-Maior General das Forças Armadas, desde Setembro de 2007. No extenso currículo de 30 anos, desde que ingressou na Academia Militar (1979) destaca-se a participação, durante três anos, no Qua r tel Genera l Supremo das Forças A l i ad a s n a Eu ropa , em Mons, como of icial de Estado-Maior da Repartição de Policy, Plans & Exercises da divisão de informações.

PERCURSO PEDESTRE INAUGURADO EM SILGUEIROS Silgueiros já faz parte da Rede Municipal de Percursos Pedestres (RMPP). A Rota do Dão foi inaugurada no sábado, dia 3, com uma caminhada pelo perc u rso. A R M PP, iniciada em Junho de 2007 dispõe já de 11 rotas destinadas ao lazer e ao contacto com a natureza, fomentando a prática da actividade física. Publicidade

100% Cool igual a zero Objectivo∑ Sensibilizar os jovens para o consumo moderado de álcool “Nós não viemos aqui dizer aos jovens para não beberem, viemos d i zer pa ra beberem com contenção”, foi assim que José Mig uel Medeiros, Secretário de Estado da Protecção Civil, definiu a sétima edição do 100% Cool que se realizou no dia 6 do corrente mês, no reci nto do I n st it uto Politécnico de Viseu. “Se conduzirem não beba m , ou se quise rem beber não conduzam”, continuou José Medeiros com o intuito de despontar o sentido de responsabilidade dos jovens para assim evitar o número de acidentes rodoviários, de feridos e mortes, muitas vezes desnecessários. Ainda assim, o Secretário de Estado mostrou-se satisfeito com a redução do número de mortes na estrada em Portugal nos últimos 20 anos, “ passamos de 2.500 para menos de 800”, e realçou o trabalho colectivo de todas as organizações intervenientes. A concluir, destacou que o Governo e os próximos governos não devem, nunca, abandonar esta “estrada sem fim”, até porque “basta um para provocar um enormíssimo acidente”. Para Mário Barreto, secretário-geral da As-

NOVOS CENTROS ESCOLARES PARA 750 CRIANÇAS A Câmara de Viseu apresentou os projectos para os dois novos centros escolares do concelho, que estão a ser construídos em Abraveses e Rio de Loba. Os dois complexos terão capacidade para receber 750 crianças do pré-escolar e do 1º Ciclo do Ensino Básico. O presidente da aut a r q u i a , Fe r n a n d o Ruas deixou a garantia de que os centros escolares entram em f u n c i o n a m e n to n o próximo ano lectivo.

CÂMARA ADQUIRE IMÓVEIS NO CENTRO HISTÓRICO Nuno Ferreira

CORONEL JOÃO PORTO ASSUME O COMANDO NO RI14

A Secretário de Estado da Protecção Civil testou o equipamento sociação Nacional de Empresas de Bebidas Espirituosas (ANEBE) é fundamental “continuar a insistir na realização deste tipo de campanhas”, e destacou o espírito dos jovens que estão “abertos a este tipo de mensagens, especialmente quando ela não é nem proibicionistas nem paternalistas, a escolha é entre um comportamento responsável ou irresponsável e está nas mãos deles”, realça. O respon sável da

ANEBE não esconde contudo, a preocupação na área específica das raparigas, “julgam que a igualdade dos géneros equivale a poderem consumir tanto os rapazes, mas o metabolismo delas e o índice de massa corporal não lhes permite fazer o consumo equivalente ao dos jovens rapazes”, alerta. Já o Governador Civil do Distrito de Viseu, Alcídio Martins Faustino, reforçou o objectivo pelo qual se prende

a campanha 100% Cool, “o importante é haver um condutor designado rotativamente, que fique encarregue de levar os amigos a casa abstendo-se do consumo de álcool”. Esta acção foi organizada pelo Governo Civil de Viseu, em parceria com a ANEBE, o Instituto Superior Politécnico de Viseu (ISPV) e a Associação Académica do ISPV. Tiago Virgílio Pereira tiago.virgilio@jornaldocentro.pt

A Câmara de Viseu adqui riu ma is quatro imóveis no centro histórico da cidade. As duas casas localizadas no Largo de S. Teotónio e na Rua Trás da Sé - Escadinhas vão ser recuperadas para habitação social, aproveitando-se o rés-dochão para comércio e serviços. A autarquia adquiriu os imóveis por 84 mil euros. O projecto e as obras de reabilitação vão custar 150 mil euros. Com esta nova aquisição, Fernando Ruas acredita que dentro de pouco tempo terá a morar no centro histórico mais 23 famílias.


VISEU 11

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

Arquivo

Mariana Seixas vence primeiro prémio em concurso do projecto Medea Concurso∑ Medea permitiu alunos medirem os campos em equipamentos e circuitos eléctricos

A Azevedo Pinto e Coelho de Araújo dão nome a ruas

Novas figuras na toponímia de Viseu O Adelino Azevedo Pinto (Rijo), poeta e jornalista, e António Coelho de Araújo, antigo presidente da Assembleia Municipal de Viseu já fazem parte da toponímia da cidade de Viseu. A autarquia deliberou que as duas figuras pú-

blicas já falecidas dessem nome a duas ruas complementares da Avenida da Europa. A cerimónia de “reconhecimento público dos concidadãos” realizou-se na segunda-feira, dia 5, junto ao Parque Urbano da Aguieira.

Central de biomassa prevista para 2012 A central de biomassa de Viseu deverá ficar concluída em 2012. A garantia foi deixada pelo administrador executivo da Nutroton Energias, Marques Mendes, durante a cerimónia de assinatura da escritura de aquisição de terrenos destinados à construção da nova estrutura, situados no parque industrial de Coimbrões (freguesia de S. João de Lourosa). A central de biomassa de Viseu, estimada em 15 milhões de euros, da responsabilidade de um consórcio liderado pela Nutroton Energias, prevê um projecto de média dimensão, com uma potência de cinco megawats e vai criar 20 postos de trabalho directos e 300 indirectos, nomeadamente para recolha e transporte da biomassa. Publicidade

“Temos contratos de fornecimento de biomassa com nove concelhos, juntas de freguesia, baldios e alguns particulares”, explicou Marques Mendes. Dos concelhos citados pelo responsável, oito são do distrito de Viseu, mais Aguiar da Beira, do distrito da Guarda. Marques Mendes congratulou-se por o Governo ter decidido abrir um concurso para a construção de 15 centrais da biomassa em Portugal, em Março de 2006, mas lamentou que o processo de concretização seja “muito lento”: “Passaram três anos e meio e só há uma central das 15 em construção. A esmagadora maioria ainda não tem contratos assinados com a Direcção-Geral e há muitas em que nem sequer há adjudicação “.

Quem não se lembra da polémica dos efeitos electromagnéticos dos telemóveis no ser humano? Os efeitos estão mal definidos ainda hoje e a dúvida surge para muitos outros aparelhos, desde os computadores ao secador de cabelo, mas existe como única teoria a de que apenas a exposição permanente e prolongada poderá trazer riscos para a saúde. Os alunos do 1º ano do curso profissional de Electrónica Automação e Computadores da Escola Profissional Maria Seixas / EPMS) de Viseu estão particularmente empenhados no processo de aprendizagem desta matéria e acabam de ganhar o 1º Prémio no projecto Medea lançado pela Sociedade Portuguesa de Física (SPF). O concurso nacional visa medir os campos eléctricos e magnéticos de muito baixa frequência (até 300 Hz), produzidos por qualquer equipamento ou circuito electrónico. Munidos Publicidade

A A experiência foi testada em computadores, electrodomêsticos e edifícios com equipamento de medição, fornecido pela SPF, os alunos efectuaram medições na escola, em casa, junto de equipamentos de uso individual, em edifícios e várias instalações da cidade de Viseu. Este estudo dos campos electromagnéticos permite verificar se há riscos para a saúde e se os equipamentos cumprem os requisitos definidos nas normas europeias.

O presidente da EPMS, Rui Santos adianta que o objectivo dos alunos ao realizarem o trabalho “não é fazerem juízos” sobre os dados obtidos, porque não estão “perante um projecto laboratorial”, mas sim “uma experiência de aprendizagem” numa área que diz directamente respeito ao curso que frequentam. Mesmo assim, os estudantes chegaram a conclusões curiosas: “Um

dos valores muito altos que se registou foi num secador de cabelo. Mas não se pode tirar qualquer conclusão, porque podia ser só aquele secador,”. O concurso estava dividido em três grupos, tendo o trabalho dos alunos da EPMS sido premiado em um dos grupos. O prémio será entregue dia 21, em Lisboa. Emília Amaral


O Jornal do Centro oferece-lhe uma noite de sonho. Faça a assinatura do jornal e receba uma noite no Hotel Eurosol Seia-Camelo para duas pessoas, com direito a pequeno-almoço. Assine já. A oferta é limitada.


13

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

região Nuno Ferreira

CESÁRIO VOLTA A SER ELEITO FORA DA EUROPA

O presidente da Comissão Política distrital do PSD de Viseu voltou a ser eleito deputado pelos emigrantes. O PSD elegeu três dos quatro deputados dos dois círculos da emigração (Europa e Fora da Europa), cabendo ao PS o quarto lugar em disputa, segundo os resultados totais provisórios apurados na quartafeira, dia 7. Além de José Cesário foram eleitos Carlos Páscoa, no círculo Fora da Europa, e Carlos Gonçalves, na Europa. O PS elegeu Paulo Pisco no círculo da Europa. Publicidade

Mau tempo no norte do distrito Consequências ∑ Um morto em Resende e “prejuizos avultados” em Lamego Um homem de 60 anos morreu na ma n hã de quarta-feira, vítima de uma derrocada, em São João da Fontoura no concelho de Resende, minutos depois de ter deixado os netos, para mais um dia de escola. A vítima estava dentro de um automóvel junto a uma paragem de autocarro, quando se deu o deslizamento, numa altura em que região estava a ser fortemente fustigada pelo mau tempo. Carlos Filipe, o primeiro bombeiro voluntário da corporação de Resende a chegar ao local do acidente contou que “caiu uma pedra com

cerca de 15 quilos de um muro com perto de sete metros de altura” sobre a viatura. A vítima ainda foi transportada para o Centro de Saúde de Resende, mas acabou por falecer, não resistindo aos ferimentos.

Prejuízos avultados em Lamego . A chuva forte que caiu durante a noite provocou “prejuízos av ultados” em Lamego. A limpeza das lamas arrastadas pela água vai prolongar-se pelos próximos dias. O presidente da Câmara de Lamego, Francisco Lopes descreveu

que “a chuva caiu torrencialmente durante praticamente quatro horas. Devido ao desnível da cidade, vieram terras da mata da Nossa Senhora dos Remédios e da Serra das Meadas para a zona mais baixa”. Segundo o autarca, o facto de ter sido a primeira “grande chuvada” depois Verão, arrastou muito lixo e folhagem, e o sistema de drenagem de águas pluviais “colapsou”. Houve habitações inundadas, estabelecimentos comerciais afectados, derrocadas e estragos nas calçadas. António Figueiredo/Emília Amaral Publicidade

A Lamego ficou transformada num “lamaçal”


7

14 REGIÃO | VISEU | LAMEGO | CARREGAL DO SAL

dias

OPERAÇÕES DA PSP EM VISEU E LAMEGO A A Polícia de Segurança Pública de Viseu, com a colaboração dos comandos de Vila Real e Aveiro, deteve cinco pessoas durante várias operações efectuadas no fim-de-semana, em Viseu e Lamego, no âmbito da fiscalização de trânsito e estabelecimentos comerciais. Em Viseu foi detido um homem por posse de arma ilegal, um outro por situação irregular em território nacional e dois por condução com excesso de álcool. Em Lamego, a PSP efectuou uma detenção por falta de habilitação Publicidade

legal para conduzir. Durante as operações foram fiscalizadas 2191 viaturas (178 em Lamego), 39 viaturas controladas pelo radar e 210 condutores testados (71 em Lamego).

RAPAZ CORTADO NO PESCOÇO EM VISEU Um rapaz de 20 anos, natural de Penalva do Castelo foi cortado no pescoço alegadamente pela namorada, quando ambos se encontravam no interior de uma carrinha, junto ao campo de futebol de Vila Nova do Campo, próximo do Aeródromo de Viseu,

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

uma zona habitualmente frequentada por casais de namorados. Os bombeiros foram chamados ao local pela alegada agressora. A vítima foi internada no Hospital S. Teotónio. O caso está a ser investigado pelo Polícia Judiciária.

VÍTIMA DE ABUSO SEXUAL EM CARREGAL Um homem de 38 anos, desempregado, foi detido no concelho de Carregal do Sal, por suspeita de abuso sexual de uma menina de 11 anos, desde Outubro do ano passado. De acordo com a Polícia Judiciária, o suspeito é tio da vítima. A menina terá sido abusada sexualmente em casa do alegado abusador. O caso foi denunciado pela Comissão de Protecção de Crianças e Jovens há cerca de um mês.

A José Junqueeiro garantiu que “em 2010 haverá obra no terreno”

Lançado novo concurso para auto-estradas Viseu∑ Troços Viseu/Coimbra e Canas/Mangualde garantidos O Governo lançou um novo concurso internacional para a construção da Auto Estradas do Centro, que inclui os troços entre Viseu e Coimbra, e a ligação de Canas de Senhorim a Mangualde (IC12), depois do anterior concurso ter sido anulado há cerca de um mês. Em causa estavam as propostas apresentadas, que ultrapassavam em vários milhões de euros a base inicial. De acordo com o anúncio publicado pelo Ministério das Obras Públicas, as novas propostas podem agora ser entregues até ao dia 16 de Novembro.

A decisão é para a Federação de Viseu do Partido Socialista o cumprimento de uma prioridade que tinha sido anunciada. O presidente da Federação, José Junqueiro adiantou em conferência de imprensa que a abertura do novo concurso “significa que em 2010 haverá obra no terreno, mesmo contando com o prazo para a discussão das propostas”. José Junqueiro mostrou-se ainda confiante que o concurso não vai ser alvo de uma segunda anulação: “Não vamos correr esse risco. O estudo do LNEC (Laboratório Nacional de En-

genharia Civil) para as pontes, o estudo de impacto ambiental e as condições financeiras estão perfeitamente definidos nas regras do concurso”. Um mês depois da polémica entre o PS e o PSD gerada à volta da Auto Estradas do Centro, o líder socialista de Viseu não poupou a direcção nacional dos social democratas ao comentar que “foi bom para a região e para o país o PSD ter perdido as eleições. Hoje estaria confrontada com um PSD que queria cancelar estes projectos”. António Figueiredo/Emília Amaral

Autarquia avança com providencia cautelar A Câmara de Vouzela entregou uma providência cautelar no Tribunal Administrativo de Viseu, contra o embargo da construção da variante de Cambarinho ordenado pelo Ministério do Ambiente. O presidente da autarquia, Telmo Antunes considera o embargo um acto “inútil” e “estranho”, quan-

do a variante está “praticamente concluída”, prevendo-se que abra ao trânsito na próxima semana. A variante de dois quilometros , é uma via de acesso da A25 à zona industrial do concelho, a uma zona escolar, aos bombeiros de Campia e ao Caramulo. A via, segundo a câmara permite que o trânsito pesado deixe de se fazer pelo inte-

rior das aldeias de Campia e de Cambarinho. A Associação de Defesa dos Interesses de Cambarinho, em Fevereiro de 2008, pediu ao ministro do Ambiente para parar com a obra, considerando que se tratava de uma agressão ambiental, destruição da paisagem e do econsistema, e “um desrespeito pela economia familiar”.


17

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

negócios Centro comercial a céu aberto vai avançar “Nunca desisti da ideia, andei foi à procura de apoios”. Esta é a resposta do presidente da Associação Comercial do Distrito de Viseu (ACDV), Gualter Mirandez, quando se lhe pergunta se o centro comercial a céu aberto, que anunciou esta semana para a Rua Direita e arruamentos circundantes, é o mesmo projecto que há dois anos e meio foi apresentado e nunca chegou a concretizar-se. O projecto é o mesmo, mas “consolidado” e envolve agora três associações: além de Viseu, juntaram-se as associações comercias de Chaves e Bragança. As três instituições apresentaram uma candidatura ao QREN já aprovada e que vai permitir a comparticipação de 250 mil euros a cada associação, destinada a apoiar projectos durante dois anos. “Serão projectos desde o vitrinismo – teremos uma equipa disponíveis para apoiar os comerciantes na preparação das montras – à animação, festas temáticas e uma forte aposta no marketing”, especifica Gualter Mirandez. O dirigente admite que a res-

PRÉMIOS DE INICIATIVA EMPRESARIAL A Câmara de Viseu e a Associação Comercial do Distrito de Viseu assinaram um acordo de cedência de instalações que vai permitir instalar a Unidade de Acompanhamento e Coordenação “Viseu, Naturalmente Comércio” no centro histórico. A estrutura vai ficar num edifício da Rua Escura.

Nuno Ferreira

Rua Direita ∑ Gualter Mirandez acredita numa “nova vida”

A

Projecto comercial envolve as associações comerciais de Viseu, Chaves e Bragança tauração será uma área de forte aposta e lança o repto para se olhar de perto para as chamadas tabernas espanholas que são hoje responsáveis por muita da dinâmica dos centros históricos das cidades espanholas. Por outro lado, o presidente dos comerciantes também quer levar para o centro histórico lojas de referência e deixa um aviso à Câmara Municipal: “hoje, as nossas lojas não têm dimensão para grandes marcas e, por favor, não mantenham lojas com 10 ou 20 metros quadrados. Agora que se está numa altura de requalificação [de casas no

Publicidade

centro histórico] há que ter muito cuidado com o que se vai fazer, já alertei a autarquia para isso”. A ACDV vai ainda propor o alargamento dos horário do comércio para as 19h30 e abertura dos estabelecimentos durante a hora do almoço. Com este novo projecto de centro comercial a céu aberto, Gualter Mirandez acredita que “a Rua Direita passará a ter outra dinâmica”, mas reconhece que será um caminho difícil: “Muitos empresários têm que injectar sangue novo”, termina. Emília Amaral emilia.amaral@jornaldocentro.pt

Guia de Parceiros lançado em Lafões O Grupo Dinamizador do Comércio de Lafões, em conjunto com as autarquias dos três concelhos da Região (S. Pedro do Sul, Vouzela e Oliveira de Frades) acabam de editar o Guia de Parceiros. Trata-se de uma revista em formato A5, de 28 páginas onde se encontra a maioria dos agentes económicos que operam na região. O Guia é acompanhado de um cartão, que permite aos aderentes beneficiar de um conjunto de vantagens indicadas na publicação. “O objectivo dos dois grandes sectores é o mesmo: o 1º grupo, a que vamos chamar de parceiros, tem como objectivo vender mais, para terem Publicidade

mais vantagens e o segundo grupo, a que vamos chamar de aderentes, tem como objectivo comprar mais, tendo desta forma mais vantagem”, lê-se no editorial da edição Nº1 da revista, assinado por Acácio Correia e José Carlos Nogueira. A ideia é unir os agentes económicos que operam em Lafões e ligá-los a todos os possíveis consumidores. No editorial os dinamizadores do projecto contam que tudo começou “numa conversa entre amigos” sobre a crise e a realidade sentido na região. “Chegámos à conclusão que seria necessário fazer algo para impedir que a nossa região se perca, se afunde ou tenhamos todos que

emigrar”, acrescentam. Distribuída a primeira edição do Guia de Parceiros de Lafões, o projecto conta já com cinco mil aderentes. Para o grupo dinamizador “demonstra o grande interesse que os parceiros já integrados se empenham no projecto”. EA


18

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

desporto Visto e Falado Vítor Santos vtr1967@gmail.com

Cartão Vermelho A fazer exemplo a liga profissional de futebol português os treinadores vão ter um ano muito instável. Não se compreende o despedimento de técnicos, logo nas primeira jornadas do campeonato, sem um assumir de culpa de quem a tem verdadeiramente: o contratante. A escolha de um técnico tem de ser sempre pensada e repensada.

Académico ∑ Primeira vitória da época em jogos oficiais Tondela ∑ Empate vale terceiro lugar ao Académico importava a vitória. Que tipo de tónico este triunfo poderá representar, os próximos jogos o dirão. O primeiro já amanhã, quando o Académico receber o Vitória do Pico, formação açoreana. Um jogo antecipado de uma partida que estava agendada para 3 de Janeiro de 2010. Com os três pontos, o Académico deixou a lanterna vermelha, numa jornada onde o Tondela empatou a um golo no campo do Sertanense. Um resultado que permitiu à formação orientada por António Jesus subir ao terceiro lugar da geral, apenas a um ponto da dupla de líderes formada por Marinhense e Praiense. GP

Z

II DIVISÃO NACIONAL - SÉRIE CENTRO

Classificação

4ª jornada Ac. Viseu Pampilhosa Monsanto Praiense Arouca Operário Mafra Sertanense

5ª jornada -

2 0 2 1 1 0 4 1

1 0 1 0 0 0 1 1

Oliv. Bairro Marinhense Tourizense União Serra Esmoriz Eléctrico Vitória Pico Tondela

(04/10/09)

1.Marinhense

4

2

2 0

5-1

8

2.Praiense

4

2

2 0

4-2

8

3.Tondela

4

2

1

1

4-2

7

4.Operário

4

2

1

1

3-2

7

5.Monsanto

4

2

1

1

4-4

7

6.Tourizense

4

2

1

1

6-5

7

7.Arouca

4

2

1

1

3-2

7

8.Mafra

4

2

1

1

5-3

7

GOLOS

os postes, depois da lesão do guarda-redes. É impossível dizer se terão esses factores sido vitais na reviravolta do marcador, num jogo que estava a ser muito complicado para os da casa. Fica da partida contra os bairradinos, no entanto, a entrega dos jogadores academistas. Correram muito, lutaram, muito também, mas o discernimento é que nem sempre foi o melhor. De falta de atitude não se poderão queixar os adeptos. Já do futebol que a equipa apresenta, isso é outra questão. O futebol não empolga, mas a pressão dos resultados poderá estar a condicionar os jogadores. Mais que o espectáculo

PONTOS

Um golo de Guima, já nos minutos finais, deu a vitória ao Académico de Viseu no jogo frente ao Oliveira do Bairro. Era o jogo do “tudo ou nada” para a continuidade de Luís Almeida à frente da equipa técnica academista. Foi o próprio quem colocou a fasquia a “essa altura” e a verdade é que não se deu mal. Mas, e nestas coisas por vezes há sempre um mas, foi um triunfo que não terá apaziguado os espíritos mais inquietos dos adeptos academistas. A vitória do Académico aconteceu perante alguns condicionalismos, como o Oliveira do Bairro reduzido a nove elementos e com um jogador de campo entre

EMPATES

Futebol Chicotadas psicológicas

Golo de Guima dá segundo fôlego a Luís Almeida DERROTAS

Cartão FairPlay Guima, autor do golo que garantiu a vitória do Académico de Viseu frente ao Oliveira do Bairro. Três pontos importantes para o clube que esta época ainda não tinha saboreado a vitória. Agora é esperar que a equipa entre no caminho das vitórias e que o mau momento desportivo seja já passado.

II Divisão Nacional - Série Centro

JOGOS

Futebol Guima

A Avançado começou no banco mas entrou para dar a vitória ao Académico

VITÓRIAS

Cartão FairPlay A 1.ª jornada do campeonato sénior de futebol da divisão de Honra da Associação de Futebol de Viseu foi fértil em golos. Um bom presságio para a época que agora começou. Uma média de três golos por jogo pode ser um bom indicador em termos de espectáculo. A competitividade parece garantida e a conquista dos três pontos em cada jogo vai ser bem disputada.

Gil Peres

Futebol 1.ª Jornada da AFV

Ac. Viseu

-

Pampilhosa

Marinhense

-

Monsanto

9.Eléctrico

4

1

2

1

3-2

5

Tourizense

-

Praiense

10.Esmoriz

4

1

2

1

4-4

5

União Serra

-

Arouca

11.Oliv. Bairro

4

1

1

2

3-5

4

Esmoriz

-

Operário

12.União Serra

4

1

1

2

5-4

4

Eléctrico

-

Mafra

13.Sertanense

4

1

1

2

3-4

4

Vitória Pico

-

Sertanense

14.Ac. Viseu

4

1

0 3

5-10

3

Oliv. Bairro

-

Tondela

15.Pampilhosa

4

0

2

2

2-4

2

16.Vitória Pico

4

0

1

3

3-8

1


FUTEBOL | DESPORTO 19

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

Divisão de Honra - A.F. Viseu

I Divisão Nacional - Feminino

Quinteto de líderes

Escola Molelinhos soma e segue

Moim. Beira

1

0 0

3-0

3

2.Oliv. Frades

1

1

0 0

2-0

3

3.Lamelas

1

1

0 0

2-0

3

4.Molelos

1

1

0 0

4-3

3

5.Sampedrense 1

1

0 0

2-1

3

(10/10/09)

-

Parada

Paivense

-

Sampedrense

Sp. Lamego

-

Oliv. Frades

Mortágua

-

Lusitano

Carvalhais

-

Santacomba

Campia

-

Sátão

Lamelas

-

Molelos

C. Senhorim

-

Tarouquense

6.Sp. Lamego

1

0

1

0

2-2

1

7.Lusitano

1

0

1

0

2-2

1

8.C. Senhorim

1

0

1

0

1-1

1

9.Sátão

1

0

1

0

1-1

1

10.Parada

1

0

1

0

1-1

1

11.Carvalhais

1

0

1

0

1-1

1

12.Campia

1

0 0

1

3-4

0

13.M. Beira

1

0 0

1

1-2

0

14.Tarouquense 1

0 0

1

0-2

0

15.Paivense

1

0 0

1

0-2

0

16.Mortágua

1

0 0

1

0-3

0

Irrepreensível o arranque do Escola Futebol Clube na nova época na I Divisão Nacional de futebol feminino. A formação de Molelinhos ganhou os três jogos já disputados, dois deles fora de casa e segue, com o 1º de Dezembro, na frente da classificação. As duas formações são mesmo, até ver, as grandes dominadoras da compePublicidade

Sport Lisboa e Nelas

Clube pode voltar a inscrever jogadores A Federação Portuguesa de Futebol já levantou a suspensão de inscrição de novos jogadores ao Sport Lisboa e Nelas. A decisão foi tomada em reunião do Conselho de Disciplina. O levantamento do impedimento, que vigorava desde o final de Agosto passado, foi decidido depois da direcção do Nelas ter pago as dívidas que tinha a Landing, antigo jogador do clube. Para que o impedimento de inscrição de novos jogadores e de renovação de contratos fosse totalmente levanta-

do, o Nelas teve ainda que liquidar algumas dívidas que tinha na Federação Portuguesa de Futebol, relativas a alguns custos processuais, o que acabou por também fazer. Está assim ultrapassado mais um problema dos muitos com que a actual direcção, presidida por Luís Rodrigues, se confrontou no início de época. São ainda ecos de uma situação financeira delicada que o clube atravessa e que, aos poucos, os dirigentes tentam debelar . GP

tição. O 1º de Dezembro, pelo historial que ostenta, não é surpresa. O mesmo se poderá dizer em relação à formação do Escola, a confirmar que passa por um bom momento, dando sequência à brilhante vitória na Taça de Portugal na época passada. Em Molelinhos há uma equipa nova, mas que demonstra qualidade. Ver até onde poderão ir esta temporada. GP

Z

I DIVISÃO NACIONAL - FUTEBOL FEMININO Classificação

1.1º Dezembro

3

3

0 0

15-1

2.Escola FC

3

3

0 0

9-1

9

3.Oliveirense

3

2

0

1

12-3

6

4.C. Albergaria

3

2

0

1

4-2

6

5.Cadima

3

1

1

1

8-7

4

6.Leixões

3

1

1

1

3-4

4

7.Murtoense

3

1

0 2

3-4

3

8.Boavista

3

1

0 2

1-4

3

9.C.P. Martim

3

0 0 3

2-8

0

10.Ponte Frielas 3

0 0 3

0-23

0

3ª jornada Ponte Frielas C. Povo Martim Cadima 1º Dezembro Clube Albergaria

4ª jornada Oliveirense Murtoense Boavista Escola FC Leixões

0 0 2 1 0

7 1 2 0 2

Oliveirense Boavista Leixões Murtoense Escola FC

(10/10/09)

-

Cadima Ponte Frielas 1º Dezembro C. Povo Martim Clube Albergaria

GOLOS

1

PONTOS

1.Santacomba

A Neide é uma das guarda-redes menos batida no campeonato DERROTAS

Moim. Beira Paivense Sp. Lamego Mortágua Carvalhais Campia Lamelas C. Senhorim

GOLOS

1 0 2 0 1 3 2 1

EMPATES

2ª jornada -

2 2 2 3 1 4 0 1

PONTOS

EMPATES

Sampedrense Oliv. Frades Lusitano Santacomba Sátão Molelos Tarouquense Parada

DERROTAS

JOGOS

VITÓRIAS

Classificação

1ª jornada

JOGOS

III DIVISÃO NACIONAL - SÉRIE C

VITÓRIAS

Z

os primeiros três pontos. Fora de casa venceu o Lamelas, a única equipa a triunfar fora do seu reduto. Para completar o quinteto de líderes, o Molelos ganhou, em casa, ao Campia. Destaque para o regresso a esta Divisão de Honra de dois históricos do futebol distrital: o Lusitano de Vildemoinhos, que com o Mortágua subiu este ano, e ainda a Desportiva de Sátão, neste caso um regresso forçado, já que desceu da III Divisão Nacional. GP Gil Peres

Arranque das competições distritais de futebol, na Divisão de Honra, a mais importante das provas organizadas pela Associação de Futebol de Viseu. Uma jornada marcada pela vitória de alguns dos que se perf ilam como principais candidatos aos lugares da frente na classificação. Santacombandense, Oliveira de Frades e Sampedrense venceram na jornada inaugural da prova. Fizeram-no na condição de visitados e somaram

9


20 DESPORTO | MODALIDADES

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

Futsal - Taça de Portugal

Futebol

Viseu Futsal e ABC de III Divisão Nelas em frente na Taça de regresso

Publicidade

trital da Associação de Futebol da Guarda na última época, e que este ano também milita na III Divisão Nacional. No ano do regresso aos nacionais, o ABC de Nelas venceu por 5 a 2. Menos sorte teve a Balsa Nova. Frente ao Nogueiró, equipa da II Divisão Nacional, os viseenses perderam por 10 a 5, sendo afastados da competição. Entretanto este sábado, dia 10 de Outubro, arrancam os nacionais das II e III Divisões. II Divisão- Série A (10/10/09) 16h00

Viseu Futsal

-

Piratas Creixomil

III Divisão- Série A (10/10/09) 16h00

Gondomar Futsal Alhadense

-

Balsa Nova ABC de Nelas

Gil Peres

Viseu Futsal e ABC de Nelas continuam na Taça de Portugal em Futsal. Menos sorte para a Balsa Nova que ficou pela primeira eliminatória. Em Viseu, em partida disputada no Pavilhão do Inatel, a formação de Augusto Assunção recebeu o Nogueirense. Um jogo que os viseenses venceram por 5 a 3, depois de terem ido para o intervalo já em vantagem no marcador (3-1). Frente a um adversário do mesmo escalão, o Viseu Futsal venceu com golos apontados por Bory´s, que bisou, e ainda por Guri, Robson e Marquinhos. Em Nelas, no pavilhão local, o ABC recebeu, e venceu, a equipa do Manteigas Futsal, campeão dis-

A Viseu Futsal eliminou o Nogueirense

Este fim de semana, por causa dos compromissos da Selecção nacional de Portugal, frente a Hungria e Malta, jogase apenas na III Divisão Nacional. Na série C o Penalva do Castelo recebe o Candal enquanto o Cinfães joga no campo do Cesarense. Para a formação de Carlos Agostinho, será a hipótese de confirmar a subida de forma da equipa, pelo menos ao nível dos resultados, depois de ter somado na última jornada, fora de casa, a sua primeira vitória na competição. Quanto ao Cinfães, a última saída, a Fiães, representou a primeira derrota na época. Tem agora como adversário o Cesarense, for-

mação que, precisamente, venceu em Fiães na última jornada Já na série D, o Nelas recebe o Anadia e o Mangualde joga em Alcains. Para o Nelas, é a reedição da primeira eliminatória da Taça de Portugal. Aí a equipa de Carlos Ferreira venceu, mas o Anadia por certo vai querer redimir-se do desaire nesse jogo. O Mangualde, depois de ter ganho ao Nelas na última jornada, tem agora uma deslocação a Alcains, onde defronta um dos últimos da classificação. Os jogos são todos amanhã, sábado dia 10 de Outubro, já que domingo é dia de eleições autárquicas.


D Cinema do Cine Clube de Viseu

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

culturas expos LAMEGO ∑ Museu de Lamego Até dia 18 de Outubro Exposição “Luzes de Pedra - A fotografia ao serviço das obras de arte I” TONDELA ∑ Galeria Novo Ciclo ACERT Até dia 31 de Outubro Exposição de Pintura e Desenhos de Mário Vitória

∑ Museu do Caramulo Até dia 25 de Outubro Exposição “Automóveis Portugueses” VILA NOVA DE PAIVA ∑ Auditório Municipal Até dia 31 de Outubro Exposição “As Cores também Falam”, da autoria de Licínia Portugal

∑ Auditório Municipal Até dia 31 de de Outubro Exposição “Da Terra ao Universo”, Centro de Astrofísica da Universidade do Porto VISEU ∑ Luz Café (Bairro de Marzovelos) Até dia 31 de Outubro Exposição “Incêndio II” da autoria de Luís Belo

∑ Instituto Politécnico de Viseu Até dia 31 de Outubro Exposição de pintura de António Menano

“Home, Lar doce Lar”, um filme de Ursula Meier é o filme que o Cine Clube de Viseu exibe, no dia 13, pelas 21h45, no IPJ de Viseu.

Arcas da memória

Destaque

João Reis no Teatro Viriato com “A Febre” Monólogo ∑ Texto de Wallace Shawn reflecte sobre a moral colectiva “A febre” um monólogo escrito por Wallace Shawn, sobe hoje, dia 9, ao palco do Teatro Viriato. O Teatro Oficina (Guimarães) assina a encenação da peça, na qual o reconhecido actor João Reis dá corpo e alma a uma personagem atormentada por um coro interior de vozes contraditórias, que medita sobre a pobreza e o conf lito, sobre sonhos de conforto, imagens de violência física e económica. Neste monólogo, traduzido por Jacinto Lucas Pires, João Reis interpreta um homem da classe média nova iorquina que viaja para um país devastado pela guerra. A personagem medita na altura em que alguem vai ser executado debaixo da sua janela. “As questões centrais são: Qual é (se houver) a forma moralmente consciente de viver num mundo como este? Agir ou não agir?”. E m “A Febre”, JOÃO REIS interpreta o primeiro monólogo

da sua carreira. Um monólogo “raro, descomprometido, profundamente dramático e provocador que não irá deixar indiferente os espectadores confortavelmente sentados nas suas cadeiras.

VISEU

Ana Filipa Rodrigues Ana.rodrigues@jornaldocentro.pt

A Actor interpreta o seu primeiro monólogo

roteiro cinemas

Os Soutos das Terras do Demo Alberto Correia Antropólogo aierrocotrebla@gmail.com

Aqu i l i no R ibei ro sentiu uma particular afeição por essa singular e magestosa árvore – o castanheiro – e foi decerto no efabulado Codessal, uma fatia de terra arada e mimosa que seus pais, os pais de Amadeu, (esse belo retrato de seu alter-ego de menino), os heróis do seu pequeno romance – Cinco Reis de Gente – possuíam não longe da aldeia onde moravam, na altura o Carregal. Aqu i l i no recorda a s o m br a b en fa z e ja dos castan heiros em Agosto, o balanceio nos ramos imensos que se dobravam ao peso do seu corpo de criança, o tronco esburacado de um desses gigantes que vinha já dos tempos a fo n s i n o s . A q u i l i no recorda e escreve com a verdade de quem olhou com uns grandes olhos de ver a esplendorosa co bertura da folhagem

00h10 (6ª e Sab.)

11h00 (Dom.), 14h30, 16h50,

Sessões diárias (DOB) às 11h15

(6ª e Sab).

Fama (M12)

19h20

(Dom.), 13h50, 16h05, 18h20

Para a Minha Irmã (M12)

Sessões diárias às 14h45, 16h55,

Sessões diárias às 13h30, 16h15,

Força G (M6)

11h00 (Dom.), 13h20, 15h25,

Sessões diárias (Digital 3D)

19h05, 21h15, 23h30 (6ª e Sab)

19h00, 21h45, 00h30 (6ª e Sab.)

17h35, 19h45, 21h50

00h10 (6ª e Sab)

Passageiros

Abraços Desfeitos (M12)

Força – G (M6)

O Último Destino (M16)

FORUM VISEU

21

(LUSOMUNDO)

verde onde os ouriços amaduravam no pendor do estio, essas cúpulas de fantástica catedral já tocadas com o ouro de fim de Outubro, os frutos caindo como dád iva do céu sobre a cestinha breza e o maço que as raparigas levavam no braço ou a abada das mulheres da sua terra, tão fecunda quanto o seu ventre de maternidades frequentes. Quem passar hoje pelas Terras do Demo pode olhar ainda, sobre o c a m i n h a r do Outono o impressionante matiz dos castanheiros inscritos na paisagem que guarda, como nen huma outra, ancestrais traços cheios de autenticidade, que guarda, como sólido testemun ho, essa superior generosidade dos homens – Avós de nossos Avós – que plantaram essas árvores para que nós tivéssemos fartura de sombra e castanhas à mesa, como pão.

Estreia da semana

(Digital 3D)

PALÁCIO DO GELO Sessões diárias às 14h15, 16h30,

Sessões diárias às 15h00, 17h20,

(LUSOMUNDO)

Sessões diárias às 11h20

Sessões diárias às 21h10,

18h45, 21h00, 23h15 (6ª e Sab.)

19h40, 22h00, 00h20 (6ª e

Sessões diárias às 11h10

(Dom.), 14h00, 16h30, 19h00,

00h05 (6ª e Sab)

Franklyn – Colisão Entre

Sab)

(Dom.), 14h20, 16h45, 19h10,

21h40, 00h20 (6ª e Sab)

Estado de Guerra (M16)

Dois Mundos (M16)

As Minhas Adoráveis Ex-Na-

21h35, 00h00 (6ª e Sab)

Distrito 9 (M16)

moradas (M12)

Batom... E Botas da Tropa

Sessões diárias às 11h10 (Dom.), 14h00, 16h40, 19h10, 21h30,

(M12) Sessões diárias (Dob.), às

Sessões diárias 14h10, 17h20, Sessões diárias às 13h40,

21h00, 00h15 (6ª e Sab)

16h10, 18h50, 21h30, 00h30

Sacanas Sem Lei (M16 Q)

Batom... e Botas da Tropa Quando a grande estrela de cinema Megan Valentine vê as luzes da ribalta a apagarem-se e descobre que ficou sem dinheiro, regista-se no Exército Americano, esperando que esta nova experiência faça mudar a sua vida. Mas os desafios não vão ser fáceis.


D Exposição em Vila Nova de Paiva

22

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

O Auditório Municipal de Vila Nova de Paiva, apresenta até dia 31, a exposição “Da Terra ao Universo”. Trata-se de uma exposição da autoria do Centro de Astrofísica da Universidade do Porto, que visa assinalar o Ano Internacional da Astronomia 2009

agenda cultural fnac Destaque adquirir alguns conceitos teórico-práticos necessários nesta área. New Beat, é um evento que continua no NB Club. Com o apoio Dance Planet.

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA C PHOTO MAGAZINE ∑ DIA 30 | Sab | 21H30 Disponível em Portugal desde Setembro de 2008, a publicação C International Photo Magazine é uma revista bianual, que promove o debate e a criatividade na fotografia contemporânea. Para marcar o seu lançamento, a Fnac apresenta uma exposição colectiva, de 14 fotógrafos de todo o mundo, incluindo do português Duarte Amaral Netto. CICLO VINIL DJ TEST DRIVE POR PLANETDEEJAY WORKSHOP TECNOLÓGICO ∑ DIA 9 | SEX |18H00 Os workshops de iniciação ao “djing”, são direccionados a todas as pessoas que procuram aperfeiçoar os seus conhecimentos na área de “dj” e também às que pretendam

FÓRUM MIÚDOS PIM PAM PUM,OFICINA DE MÚSICA E LENGALENGAS ∑ DIA 11 | DOM | 11H30 Tendo como base um repertório de Lengalengas Tradicionais, esta oficina pretende utilizar, combinar e manipular sons, elementos musicais e outros recursos para fazer música. EM CONCERTO UR MA NOVO TALENTO FNAC 2009 ∑ DIA 11 | DOM |17H00 Os Ur Ma são a tua mãe” - são eles que o dizem; que são a minha, que são a tua, que são a mãe de toda a gente. Ambígua disponibilidade. O seu Som é uma espécie de electrorock adentro. Os Ur Ma explanam com alegria, desprendimento e alguma originalidade, uma ideia de rock electrónico, com baixos arrastados, teclados babados, percussão de empurrão e vozes, claro, distorcidas.

Teatro

“A Casa da Bernarda Alba” na ACERT Violência, opressão, medo, humilhação e consequente revolta são os temas da peça “A Casa da Bernarda Alba”, que é apresentada hoje, dia 9, pelas 21h45, na ACERT. Trata-se de uma história “aparentemente simples”, mas que na verdade é “um autên-

tico bilro de intenções e mensagens” que demonstram que o ser hu m a no é capa z de tudo. A peça retrata uma família fechada, uma sociedade fechada. “A Casa de Bernarda Alba” é apresentada pelo Teatro da Terra.

Variedades

Museu Rural inaugurado em Vila Nova de Paiva Objectivo∑ Salvaguardar o património agrícola do concelho Salvaguardar, estudar e divulgar “a memória das alfaias agrícolas e das técnicas e paisagem rurais da sub-região altopaivense” são os objectivos do novo Museu Rural de Pendilhe, situado no concelho de Vila Nova de Paiva.A nova infraestrutura museológica foi inaugurada no dia 5 de Outubro. ral de PenO Museu Rural través dilhe surge através ma de um programa da autarquia de recuperação dos equipamentos r urais colectivos e espaços públicos do casco histórico de Pendilhe. Um e t raba l ho que eabrangeu a reo do caracterização

casario típico, o calcetamento das vias, a construção do edifício sede do Museu e o restauro do conjunto monumental de espigueiros e lajeádo da eira. O projecto faz parte da “embrionária rede museológica municipal”. O museu, enquantro

centro interpretativo, dispõe de sala de exposições, biblioteca e sala de internet, reservas e laboratório. O acervo é, segundo um comunicado da autarquia de Vila Nova de Paiva, dos séculos XIX e XX e incorpora colecções locais de alfaias agrícolas, cerâmica, têxtil, artes plásticas decorati e decorativas. O equipamento equip integra se seis freguesias P e n d i l h e , To u ro ro, Vila Cova à C Coelheira, do concelho de Vila Nova de Paiva, A lmofa la, Cujó e São Joaninho, do concelho de Castro Daire. Ana Filipa Rodrigues ana.rodrigues@jornaldocentro.pt an

Artes

Lamego acolhe Douro Jazz No âmbito do Festival Douro Jazz, o Teatro Ribeiro da Conceição, em Lamego, recebo o concerto de “Johannes Krieger’s Chibanga Groove”. Liderado pelo trompetista e compositor alemão Johannes Krieger, o quarteto reúne músicos com diferentes experiências musicais que

concorrem para a criação de um jazz multicultural. Ao jazz tradicional, o grupo junta o hardbop, o jazz contemporâneo, a música afri-

cana, a música oriental e o vitalismo e alegria da música latina. O concerto realizase amanhã, dia 10, às 21h30.

Exposição em Tondela O Instituto Português da Juventude exibe, até 18 de Outubro, no Mercado Velho de Tondela, uma exposição de pintura denominada “Juntos pela diversidade...diferenciados pela Arte”. Trata-se de um projecto que envolveu oito escolas. No âmbito do Ano Europeu do Diálogo Intercultural, o IPJ de Viseu desafiou os alunos da região, com ensino artístico, para participarem no projecto que se traduziu na pintura colectiva de uma tela alusiva ao tema de diálogo intercultural. No total, a exposição apresenta 18 telas. O IPJ pretende sensibilizar os jovens para a diversidade cultural da Europa como um benefício único.

Livraria municipal em Seia O concelho de Seia dispõe, desde o dia 6, de uma livraria municipal. O novo equipamento está localizado no centro da cidade e permitirá aos leitores consultar e adquirir publicações editadas pelo município, por autarquias de todo o país, bem como revistas e jornais nacionais e internacionais. De acordo com a autarquia, o objectivo é “incentivar o trabalho de investigação e a produção de novas edições que contribuam para o enriquecimento do espólio documental do concelho.

roteiro bares&discotecas Viseu Bar da Academia Música ambiente Bar Puro Espaço tranquilo para uma boa conversa entre amigos. Jazz clássico e contemporâneo. Marzovelos - Viseu Eça de Queirós Bar Música ambiente, promoções, festas, petiscos. Domingos e feriados abertos

das 20h00 às 02h00. Factor C Bar dançante, aberto das 23h00 às 04h00. Música Pop-Rock e música alternativa na noite de Viseu Hangar, Club Sextas, Ladies Night. Quartas, Noites Academicas Maionese Música ambiente Fast-food - Snooker

NB Club Discoteca Sexta, 16 de Outubro - PEDRO CAZANOVA. Aberto 3ªs, 5ªs, 6ªs e Sábados das 21h00 às 06h00. Obviamente Bar Um Ano De Emissao:45 By: Delacroix. Música e bom ambiente até às 04h00. Palha D’aço Sábado, 10 de Outubro -

Fashion Senses. Aberto todos os dias até às 04h00. Reitoria Café-bar, música ambiente, jogos. 2ª a 6ª das 12h00 às 03h00 e Sábados e Domingos das 20h00 às 03h00 Ritual Celta Bar Música ambiente • Variedade de Cervejas

Winebar Música ambiente, aberto até às 02h00, ecrã gigante e jogos. Francesinhas e outros pratos. Largo da Prebenda, Junto à antiga GNR - Viseu 19x Bar esplanada, música ambiente. Aberto 6ªs e Sábados e vésp. de feriado. 21h00 às 04h00.

Para aderir ligue para o Jornal do Centro: 232 437 461


23

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

guia de restaurantes

textos ∑ M fotografia ∑ S

Mais em www.jornaldocentro.pt

SÃO PEDRO DO SUL

VISEU

RESTAURANTE O MARTELO

RESTAURANTE QUINTA DO MARQUÊS Especialidades Bacalhau

Especialidades Cabrito na Grelha, Bacalhau, Bife e Costeleta de Vitela. Folga Não tem. Morada Rua da Liberdade, nº 35, Falorca, 3500-534 Silgueiros. Telefone 232 958 884. Observações Vinhos Curral da Burra.

c/ Natas, Rojões à Beirão, Vitela à Lafões, Tiramisú. Folga Domingo (Dezembro a Junho). Preço médio por refeição 10 euros. Morada Galerias Quinta do Marquês, 2º Piso, Fracção Z (junto ao Pav. Desportivo Municipal e Piscinas), 3660 S. Pedro do Sul. Telefone 232 723 815. Observações Refeições económicas (2ª a 6ª feira).

RESTAURANTE BEIRÃO

Especialidades Bife à Padeiro, Posta de Vitela à Beirão, Bacalhau à Casa, Bacalhau à Beirão, Açorda de Marisco. Folga Segundafeira (excepto Verão). Preço médio refeição 12,50 euros. Morada Alto do Caçador, EN 16, 3500 Viseu. Telefone 232 478 481 Observações Aberto desde 1970.

RESTAURANTE O CAMPONÊS

RESTAURANTE TIA IVA

Especialidades Nacos de Vitela Grelhados c/ Arroz de Feijão, Vitela à Manhouce (Domingos e Feriados), Filetes de Polvo c/ Migas, Cabrito Grelhado c/ Arroz de Miúdos, Arroz de Vinha d´Alhos. Folga Quarta-feira. Preço médio por refeição 12 euros. Morada Praça da República, nº 15 (junto à Praça de Táxis), 3660 S. Pedro do Sul. Telefone 232 711 106 – 964 135 709.

Especialidades Bacalhau à Tia Iva, Bacalhau à Dom Afonso, Polvo à Lagareiro, Picanha. Folga Domingo. Preço médio refeição 13 euros. Morada Rua Silva Gaio, nº 16, 3500-203 Viseu Telefone 232 428 761. Observações Refeições económicas ao almoço (2ª a 6ª feira) – 6 euros.

RESTAURANTE O PERDIGUEIRO

Especialidades Peixes Grelhados e ao Sal, Filetes de Polvo c/ Migas, Cabrito Assado à Padeiro. Folga Sábado. Morada Quinta do Galo, Lote B R/C Direito, 3500 Viseu. Telefone 232 461 805.Observações Aceita Multibanco.

SANTA COMBA DÃO

RESTAURANTE PICANHA REAL

Especialidades Rodízio de Picanha. Folga Domingo. Morada Bairro S. João da Carreira, Lote 1 R/C, Travassós de Cima, 3500-187 Viseu Telefone 232 186 386/7 - 917 038 215. Observações Refeições económicas ao almoço (2ª a 6ª feira).

RESTAURANTE TÍPICO O PEDRO Especialidades Mariscos, Grelhados e

RESTAURANTE O VISO

Especialidades Cozinha Caseira, Peixes Frescos, Grelhados no Carvão. Folga Sábado. Morada Alto do Viso, Lote 1 R/C Posterior, 3500-004 Viseu. Telefone 232 424 687. Observações Aceitamse reservas para grupos.

RESTAURANTE MAJOAL

Especialidades Arroz de Pato, Bacalhau c/ Natas, Grelhados, Frango de Churrasco. Folga Segunda-feira. Morada Avenida Capitão Silva Pereira, 3500-208 Viseu. Telefone: 232 431 891 - 964 043 709.

CORTIÇO

Especialidades Bacalhau Podre, Polvo Frito Tenrinho como Manteiga, Arroz de Carqueja, Cabrito Assado à Pastor, Rojões c/ Morcela como fazem nas Aldeias, Feijocas à maneira da criada do Sr. Abade. Folga Não tem. Preço médio por refeição 15 euros. Morada Rua Augusto Hilário, nº 45, 3500-089 Viseu. Telefone 232 423 853 – 919 883 877. Observações Aceitam-se reservas; Take-way.

RESTAURANTE O CAMBALRO

Especialidades Camarão, Francesinhas, Feijoada de Marisco. Folga Não tem. Morada Estrada da Ramalhosa, nº 14, Rio de Loba, 3500-825 Viseu. Telefone 232 448 173. Observações Prato do dia - 5 euros.

RESTAURANTE O LARGO DA PREBENDA

Especialidades Pratos Tradicionais. Folga Segunda-feira. Morada Largo da Prebenda, 37/45, 3500-172 Viseu. Telefone 232 435 366 - 964 233 844. Observações Aos domingos pratos tradicionais (Bacalhau Podre, Cabritinho Assado no Forno, etc...).

DELJONATA RESTAURANTE

Especialidades Terra Mar, Sinfonia Quente ou Fria, Mariscos, Sapateira, Lagosta, Grelhados, Combinado do Mar. Folga Terça-feira. Morada Edifício D. João I, Lote 364 R/C, Loja 7, Letra E, 3510-076 Viseu Telefone 232 411 500. Observações Comida para fora.

TORRE DI PIZZA

Especialidades Pizzas, Massas, Carnes. Folga Segunda-feira. Morada Avenida Cidade de Aveiro, Lote 16, 3510720 Viseu. Telefone 232 429 181 – 965 446 688. Observações Menu económico ao almoço – 4,90 euros.

RESTAURANTE CLUBE CAÇADORES

Especialidades Polvo à Lagareiro, Bacalhau à Lagareiro, Cabrito Churrasco, Javali na Brasa c/ Arroz de Feijão, Arroz de Perdiz c/ Míscaros, Tarte de Perdiz, Bifes de Veado na Brasa. Folga Quarta-feira. Preço médio por refeição 15 euros. Morada Muna, Lordosa, 3515-775 Viseu. Telefone 232 450 401. Observações Reservas para grupos e outros eventos.

SOLAR DO VERDE GAIO

Especialidades Rodízio à Brasileira, Mariscos, Peixe Fresco. Folga Terça-feira. Morada Mundão, 3500-564 Viseu. www. solardoverdegaio.pt Telefone 232 440 145 Fax 232 451 402. E-mail geral@solardoverdegaio.pt Observações Salão de Dança – Clube do Solar – Sextas, Sábados até às 03.00 horas. Aceita Multibanco.

RESTAURANTE SANTA LUZIA

Especialidades Filetes Polvo c/ Migas, Filetes de Espada com Arroz de Espigos, Cabrito à Padeiro, Arroz de Galo de Cabidela, Perdiz c/ Castanhas. Folga Segunda-feira. Morada EN 2, Campo, 3510-515 Viseu. Telefone 232 459 325. Observações Quinzena da Lampreia e do Sável, de 17 de Fevereiro a 5 de Março. “Abertos há mais de 30 Anos”.

PIAZZA DI ROMA

Especialidades Cozinha Italiana (Pizzas, Massas, Carnes e Vinhos). Folga Domingo e segunda-feira ao almoço. Morada Rua da Prebenda, nº 37, 3500-173 Viseu Telefone 232 488 005. Observações Menu económico ao almoço.

CASA REAL

Especialidades Bacalhau Grelhado na Telha, Polvo Grelhado c/ Migas, Vitela Assada no Forno, Cabrito Grelhado à Casa Real, Bochechas/Secretos de Porco Preto na Telha. Morada Rua Mestre António Nelas, 190 r/c Direito, Qtª do Bosque - Viseu. Telefone 232 449 167 / 966 646 719. Observações Aceitam-se reservas. Take-away.

RESTAURANTE A BUDÊGA

Especialidades Picanha à Posta, Cabrito na Brasa, Polvo à Lagareiro. Acompanhamentos: Batata na Brasa, Arroz de Feijão, Batata a Murro. Folga Domingo. Preço médio por refeição 12,50 euros. Morada Rua Direita, nº 3, Santiago, 3500-057 Viseu. Telefone 232 449 600. Observações Vinhos da Região e outros; Aberto até às 02.00 horas.

COMPANHIA DA CERVEJA

Especialidades Bifes c/ Molhos Variados, Francesinhas, Saladas Variadas, Petiscos. Folga Terça-feira. Preço médio refeição 8,50 euros. Morada Quinta da Ramalhosa, Rio de Loba (Junto à SubEstação Eléctrica do Viso Norte), 3505570 Viseu Telefone 232 184 637 - 962 723 772. Observações Cervejaria c/ amplo espaço (120 lugares), fácil estacionamento, acesso gratuito à internet.

RESTAURANTE D. INÊS

Especialidades Pratos económicos de Carne e Peixe. Folga Domingo. Preço médio refeição 5 euros. Morada Rua Serpa Pinto, nº 54, 3500 Viseu Telefone 232 428 837 – 232 184 900.

QUINTA DO GALO CERVEJARIAS

Especialidades Grelhados de Peixe e Carne. Folga Domingo. Morada Quinta do Galo, Lt3 | Bairro Stª Eugénia, Lt21, Viseu. Telefone 232 461 790 Observações Aberto até às 2h00.

TELHEIRO DO MILÉNIO QUINTA FONTINHA DA PEDRA

Especialidades Grelhados c/ Churrasqueira na Sala, (Ao Domingo) Cabrito e Aba Assada em Forno de Lenha. Folga Sábados (excepto para casamentos, baptizados e outros eventos) e Domingos à noite. Morada Rua Principal, nº 49, Moure de Madalena, 3515-016 Viseu. Telefone 232 452 955 – 965 148 341.

A PÚCARA – RESTAURANTE

Especialidades Lombinhos de Tamboril c/ Presunto, Bacalhau Gratinado c/ queijo na Púcara, Lombinhos de Porco Preto c/ Cogumelos Silvestres. Folga Domingo ao jantar e Segunda-feira. Preço médio por refeição 15 euros. Morada Quinta do Catavejo, Lote 44, Mundão, 3505-582 Viseu. Telefone 232 429 174. Observações Ementas executiva ao almoço p/ 12,50€ / pessoa. Ementas especiais p/ grupos.

O CANTINHO DO TITO

Especialidades Cozinha Tradicional, Petiscos. Folga Domingo. Morada Rua Mário Pais da Costa, nº 10, Lote 10 R/C Dto., Abraveses, 3515-174 Viseu. Telefone 232 187 231 – 962 850 771.

RESTAURANTE BELOS COMERES (ROYAL)

Especialidades Restaurantes Marisqueiras. Folga Não tem. Morada Cabanões; Rua da Paz, nº 1, 3500 Viseu; Santiago. Telefone 232 460 712 – 232 468 448 – 967 223 234. Observações Casamentos, baptizados, convívios, grupos.

EÇA DE QUEIRÓS

Especialidades Francesinhas, Bifes, Pitas, Petiscos. Folga Não tem. Preço médio refeição 5,00 euros. Morada Rua Eça de Queirós, 10 Lt 12 - Viseu (Junto à Loja do Cidadão). Telefone 232 185 851. Observações Take-away.

GREENS RESTAURANTE

Especialidades Toda a variedade de prato. Folga Não tem. Preço médio refeição Desde 2,50 euros. Morada Fórum Viseu, 3500 Viseu. Observações www.greensrestaurante.com

MAIONESE

Especialidades Hamburguers, Saladas, Francesinhas, Tostas, Sandes Variadas. Folga Não tem. Preço médio refeição 4,50 euros. Morada Rua de Santo António, 59-B, 3500-693 Viseu (Junto à Estrada Nacional 2). Telefone 232 185 959.

RESTAURANTE ROSSIO PARQUE

Especialidades Medalhão de Vitela p/ duas pessoas 800g Pura Alcatra, Bacalhau à Casa, Massa c/ Bacalhau c/ Ovos Escalfados, Corvina Grelhada; Acompanhamentos: Migas, Feijão Verde, Batata a Murro. Folga Sábado à Noite e Domingo. Morada Rua Soar de Cima, nº 55 (Junto ao Jardim das Mães – Rossio), 3500-211 Viseu. Telefone 232 422 085. Observações Refeições económicas (2ª a 6ª feira) – sopa, bebida, prato e sobremesa ou café – 6 euros.

FORNO DA MIMI

Especialidades Assados em Forno de Lenha, Grelhados e Recheados (Cabrito, Leitão, Bacalhau). Folga Não tem. Preço médio por refeição 14 euros. Morada Estrada Nacional 2, Vermum Campo, 3510-512 Viseu. Telefone 232 452 555. Observações Casamentos, Baptizados, Banquetes; Restaurante Certificado.

QUINTA DA MAGARENHA

Especialidades Lombinho Pescada c/ Molho de Marisco, Cabrito à Padeiro, Nacos no Churrasco. Folga Domingo ao jantar e Segunda-feira. Preço médio por refeição 15 euros. Morada Nó 20 A25, Fragosela, 3505-577 Viseu. Telefone 232 479 106 – 232 471 109. Fax 232 479 422. Observações Parque; Serviço de Casamentos.

RESTAURANTE IBÉRICO

Especialidades Grelhados, Francesinhas, Bacalhau à Ibérico, Grelhada Mista, Vários Petiscos. Folga Não tem. Morada Quinta de Dentro, Lote 79, R/C Dto., 3505-496 Rio de Loba, Viseu. Telefone 232 449 743 – 919 908 984. Observações Refeições económicas; Comida para fora.

RODÍZIO REAL

Especialidades Rodízio à Brasileira. Folga Não tem. Preço médio por refeição 19 euros. Morada Repeses, 3500693 Viseu. Telefone 232 422 232. Observações Casamentos, Baptizados, Banquetes; Restaurante Certificado.

RESTAURANTE A COCHEIRA

Especialidades Bacalhau Roto, Medalões c/ Arroz de Carqueija. Folga Domingo à noite. Morada Rua do Gonçalinho, 84, 3500-001 Viseu. Telefone 232 437 571. Observações Refeições económicas ao almoço durante a semana.

RESTAURANTE PORTAS DO SOL

Especialidades Arroz de Pato com Pinhões, Catalana de Peixe e Carne, Carnes de Porco Preto, Carnes Grelhadas com Migas. Folga Domingo à noite e Segunda-feira. Morada Urbanização Vilabeira - Repeses - Viseu. Telefone 232 431 792. Observações Refeições para grupos com marcação prévia.

RESTAURANTE O CALÇADA

Especialidades Cataplana de Marisco, Polvo à Marinheiro, Bacalhau com Broa na Cataplana, Cabrito Confeitado, Carne de porco c/ castanhas na Cataplana, Medalhão de Vitela com Risotto, Secretos / Bochechas / Lagartos de Porto Preto, Comida Vegetariana. Folga Domingo à noite e Segunda-feira. Morada Rua Principal de Vilela, Vilela, Viseu. Telefone 232 429 054 – 964 929 820. Observações Aceitam-se Reservas. Take-away.

MANGUALDE

Pratos Regionais. Paelha, Camarão À Pedro, Arroz de Marisco, Bacalhau Zé Pipo, Carne Porco Alentejana, Naco, Cabrito, Cabidela de Galo. Folga Não tem. Morada Rua Principal, nº 11 A, 3440-465 São João de Areias. Telefone 232 891 577 – 964 262 750. Observações Casamentos, Baptizados, Grupos; Espaço Verde.

OLIVEIRA DE FRADES OS LAFONENSES – CHURRASQUEIRA

Especialidades Vitela à Lafões, Bacalhau à Lagareiro, Bacalhau à Casa, Bife de Vaca à Casa. Folga Sábado (excepto Verão). Preço médio por refeição 10 euros. Morada Rua D. Maria II, nº 2, 3680-132 Oliveira de Frades. Telefone 232 762 259 – 965 118 803. Observações Leitão por encomenda.

RESTAURANTE MODERNO

Especialidades Cabrito Assado à Serrana, Rojões à Mangualde. Folga Sábado e Domingo à noite. Preço médio refeição 15 euros. Morada Largo Dr. Couto, nº 85, 3530 Mangualde. Telefone 232 622 941 – 963 460 290. Observações Mais de uma dúzia de Quintas na Região onde se podem fazer festas.

OS GALITOS

Especialidades Bacalhau à Galitos, Feijoada de Marisco, Picanha à Brasileira, Arroz de Tamboril c/ Gambas. Folga Não tem. Morada Rua 25 de Abril, nº 91 (Junto às Escolas Primárias), 3530-140 Mangualde. Telefone 232 612 950. Observações Serviços de Casamentos, Baptizados, Aniversários, Grupos.

PENALVA DO CASTELO

NELAS RESTAURANTE QUINTA DO CASTELO

Especialidades Bacalhau c/ Broa, Bacalhau à Lagareiro, Cabrito à Padeiro, Entrecosto Vinha de Alhos c/ Arroz de Feijão. Folga Sábado (excepto p/ grupos c/ reserva prévia). Preço médio refeição 15 euros. Morada Quinta do Castelo, Zona Industrial de Nelas, 3520-095 Nelas. Telefone 232 944 642 – 963 055 906. Observações Prova de Vinhos “Quinta do Castelo”.

VOUZELA

RESTAURANTE O REGALINHO

O TELHEIRO

Especialidades Grelhada Mista, Naco de Vitela na Brasa c/ Arroz de Feijão, Vitela e Cabrito no Forno, Migas de Bacalhau, Polvo e Bacalhau à Lagareiro. Folga Domingo. Preço médio refeição 10 euros. Morada Rua Teles Loureiro, nº 18 Vouzela. Telefone 232 771 220. Observações Sugestões do dia 7 euros.

TONDELA

TABERNA DO LAVRADOR

Especialidades Feijão de Espeto, Cabidela de Galinha, Arroz de Míscaros, Costelas em Vinha de Alhos. Folga Não tem. Preço médio por refeição 10 euros. Morada Sangemil, Penalva do Castelo. Observações Sopa da Pedra ao fim-de-semana.

RESTAURANTE BAR O PASSADIÇO

Especialidades Cozinha Tradicional e Regional Portuguesa. Folga Domingo depois do almoço e Segunda-feira. Morada Largo Dr. Cândido de Figueiredo, nº 1, Lobão da Beira, 3460-201 Tondela. Telefone 232 823 089. Fax 232 823 090 Observações Noite de Fados todas as primeiras Sextas de cada mês.

RESTAURANTE PONTO DE ENCONTRO

Especialidades Grelhada Mista do Oceanos, Grelhada à Ponto de Encontro, Bacalhau c/ Natas, Bife à Ponto de Encontro. Folga Sábado. Morada Avenida do Salgueiral, nº 3, Fojo, Molelos, 3460211 Tondela. Telefone 232 812 867. Observações Casamentos, Baptizados e outros eventos; Refeições económicas (Almoço – 2ª a 6ª feira) – 5 e 6 euros.

RESTAURANTE SANTA MARIA

Especialidades Cozido à Portuguesa, Picanha, Borrego Estufado, Bacalhau Santa Maria. Folga Quarta-Feira. Preço médio por refeição Desde 6,50 euros. Morada Avenida da Igreja, nº 989, Canas de Santa Maria, 3460-012 Tondela. Telefone 232 842 135. Observações Refeições económicas c/ tudo incluído – 6,50 euros; Refeições p/ fora – 5,50 euros.

Especialidades Vitela à Lafões Feita no Forno de Lenha, Entrecosto com Migas, Cabrito Acompanhado c/ Arroz de Cabriteiro, Polvo Grelhado c/ batata a Murro. Folga 2ª Feira ao jantar e 3ª todo o dia. Preço médio refeição 12 euros. Morada Lugar da Igreja - Cambra - Vouzela. Telefone 232 778 111 917 463 656. Observações Jantares de Grupo.

RESTAURANTE EIRA DA BICA

Especialidades Vitela e Cabrito Assado no Forno e Grelhado. Folga 2ª Feira. Preço médio refeição 15 euros. Morada Casa da Bica - Touça - Paços de Vilharigues - Vouzela. Telefone 232 771 343. Observações Casamentos e Baptizado. www.eiradabica.com

A página semanal “Guia de Restaurantes” é uma montra útil da variedade dos restaurantes da região, convidando os leitores a descobrirem sabores e iguarias em ambientes variados. Para a inclusão de novos restaurantes neste guia, pode contactar através do número de telefone 232 437 461.


CONFISSÕES

24

vida & tv

“Precisei de tornar a Mónica sensual por causa dos Jovens”. Maurício de Sousa autor da “Turma da Mónica” in revista “Sábado”

horóscopo carneiro 21/3 a 20/4

Encontra-se forte e seguro, o que lhe possibilita a ultrapassagem de alguma instabilidade sentimental e o cimentar de novos laços. Viva de acordo com os seus sentimentos. A conjuntura impele-o a actuar. Não mostre indiferença a estímulos financeiros, mas vá com cuidado.

O sector amoroso apresenta-se bem protegido, balança 24/9 a 23/10 mas não deve facilitar as situações ou ficar à

A semana é de paixão, mas nem sempre de harmonia ou entendimento imediatos. Contrarie a tendência para conflitos, dúvidas, ciúmes ou até vinganças. Não se precipite; ou pelo menos dê-se algum tempo para tomar posição sobre assuntos mais sensíveis.

escorpião 24/10 a 22/11

gémeos 22/5 a 21/6

As perspectivas são-lhe favoráveis, desde que se dote de um máximo de abertura e sinceridade, fazendo um esforço para expor o mais íntimo de si. Há indícios de melhorias e progressos profissionais, mas terá de continuar a lutar por objectivos e metas que quer alcançar.

sagitário 23/11 a 20/12

Embora a tendência seja para a estabilidade pouco marcada, poderá definir melhor os relacionamentos, se concertar esforços. Assuma inteiramente os seus desejos. Esta semana a conjuntura não apresentará fluidez desejada devido ao grande afluxo de solicitações.

caranguejo 22/6 a 22/7

Colhe influências benéficas que lhe permitirão avaliar as situações com clarividência. Ganha assim em meditar bem antes de modificar as situações em curso. O êxito profissional e económico depende em muito da imagem e da convicção que puser nas suas intervenções.

capricórnio 21/12 a 20/1

A semana pode revelar-se decisiva no aspecto sentimental, sobretudo se manifestar coragem e propósitos firmes. As perspectivas económicas e profissionais são boas, mas deve abandonar subserviências e insegurança pessoal. Finanças em boa situação.

O campo afectivo está em alta, sobretudo se tem em perspectiva um novo relacionamento. Os actos de conquista poderão revelar resultados que não ousaria esperar. Durante este período, pode encetar novos rumos profissionais ou estender actividades em curso.

aquário 21/1 a 19/2

touro 21/4 a 21/5

leão 23/7 a 23/8

virgem 24/8 a 23/9

Concretização de objectivos em termos amorosos. Ao que tudo indica, poderá iniciar uma fase de vida mais positiva. Alguns problemas de adaptação podem ocorrer. O tempo livre, esta semana, vai ser pouco ou nenhum. Actividades e projectos tendem a evoluir.

espera que os outros venham ao seu encontro. O estudo do outro é essencial, antes de avançar mais nos relacionamentos. Todas as questões merecem tratamento rigoroso. O êxito sentimental está perfeitamente ao seu alcance, mas deve evitar faltas de confiança ou empolamento de acontecimentos negativos recentes. Empenhe-se em resolver questões pendentes. Encare os seus novos desafios profissionais como sendo de aceitar.

Estará em condições de ultrapassar uma fase menos boa ou de incertezas, sobretudo se falar muito sobre o que sente e deseja. Abrem-se possibilidades de desenvolvimentos sentimentais felizes. Manifesta-se uma tendência para evoluções positivas na profissão. A vida sentimental parece seguir por bom caminho, embora não deva acomodar-se ou pensar que tem tudo sob controlo. Mostre receptividade e não terá rivalidades. A semana é de actividade e procura, sobretudo com o objectivo de melhores condições de vida.

peixes 20/2 a 20/3

palavras cruzadas Marcos Cruz - Rede Expresso

sudoku

sorte

cabo

Concurso nº 40/2009

Sábado, Dia 10

Arte

euro

milhões

22 | 23 |24 | 29 |44| 1 | 5

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

5

8

toto

bola

3 7 8 1

9 4 7

5

5

3 6

4

1. Braga - Setúbal 2. Olhanense - Porto

1 2

3. Naval - Rio Ave 4. Leixões - U. Leiria 5. Varzim - Santa Clara 6. Estoril - Beira-Mar 7. Oliveirense - Chaves 8. Portimonense - Freamunde 9. Feirense - Penafiel 10. Sp. Covilhã - Trofense 11. Sevilha - Real Madrid 12. Chelsea - Liverpool 13. Atalanta - AC Milan

1 1 2 1 2 1 X 1 1 1 X

2

6

9

HORIZONTAIS: 1 - Faz com que os olhos não olhem para a mesma direcção. 2 - Como Eva andava no Paraíso. Grito pavoroso. A hiena fá-lo. 3 - Não diz nada. Meio diâmetro. 4 - Está ao serviço do sultão. Preposição latina. 5 - Tosquia-se. Natural de um país em forma de bota. 6 - Não se faz sem ferro. As pontas da espada. 7 - Enfrentam. 8 - Torne a estabelecer ligação. Os portugueses não vivem sem eles. 9 - O Natal é a época deles. 10 - Postas em sinal de súplica. Reino de Ulisses. 11 - Tem tudo para ser sal. Crustáceos de água doce.

3

VERTICAIS: 1 - O que se faz aos ombros em sinal de indiferença. A cara do doente. 2 - A lagosta pode ser comida assim. País a que pertence o Monte Everest. 3 - Imobiliza ossos. Produz sarna (pl.). 4 - Pequenas tenazes. 5 - Conferem contas. 6 - Puxa-se à própria sardinha. Aqui está. 7 - Deslocar-se. Houve catorze papas com esse nome. 8 - A primeira mulher do último Xá. Luta na confusão. 9 - Certo é concurso televisivo. 10 - Fada de Sophia de Mello Breyner. Sufixo. 11 - A sua tintura é anti-séptica. Tem uma pinta.

5

4

3

6

2

9

2

7 6

5

3

3

1

9

2

8

6

6

9 3

joker 7.115 .578

3 7 4

7

loto1 toto

5 | 8 |43 | 44|46| 47 |48

8

9 1

5

Só há uma regra: completar a grelha, de modo a que cada linha, cada coluna e cada bloco de 3x3 incluam os números de 1 a 9, sem repetições!

Domingo, Dia 11 Cuisines Des Terroirs 360 Degrés - Le Reportage Géo Mozart - Concerto Pour Deux Pianos Et Orchestre Arte Info Karambolage Architectures Amadéus L’instinct De La Musique

Hollywood

8 1

Ma Vie - Sven Regener Le Phénomène Lolischvili Arte Reportage Arte Info 360 Degrés - Le Reportage Géo Les Tudors T.1 Ep.10 Metropolis Pétition : La Cour Des Plaignants Le Dessous Des Cartes Barbe Bleue

Sábado, Dia 10

7

4

16:15 17:00 18:00 18:45 19:00 19:45 21:25 22:10 00:15 00:30 16:10 17:05 18:00 18:45 19:00 19:15 19:45 22:20

Super 14. Sporting - Belenenses 0 : 0

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

14:30 17:00 19:15 21:30 23:25 01:45

O Pacificador Marnie Parque Jurássico O Marido É Meu Decisão Crítica Poltergeist: O Fenómeno

Domingo, Dia 11 14:30 16:30 19:15 22:00

Eu, Tu E O Emplastro Apollo 13 Harry Potter E A Pedra Filosofal À Espera De Um Milagre

Discovery Channel Sábado, Dia 10 15:45 16:40 17:35 18:30 19:25 21:15 22:10 23:05

Destruído Em Segundos Pesca Radical T.5 Ep.5 Caça Tempestades T.8 Ep.3 Como Funciona? T.1 Ep.7 Top Gear T.8 Ep.5 Protótipos Caçadores De Mitos T.6 Ep.124 Mestres De Engenharia T.4 Ep.4 Sport Tv1 - Transmissões Directas

Sexta-Feira, Dia 9 12:00 Ténis - ATP World Tour 500 (Torneio de Beijing) 17:00 Informação - Fórum Sport TV

Sábado, Dia 10 17:00 19:00 21:00 23:00

Futebol - FIFA 2010 (Rússia X Alemanha) Futebol - FIFA 2010 (Dinamarca X Suécia) Golfe - PGA Tour (Presidents Cup - 3º Dia) Futebol - FIFA 2010 (Argentina X Peru)

Domingo, Dia 11 21:00 Futebol - FIFA 2010 (Bolivia X Brasil)

Segunda-Feira, Dia 12 07:00 Ténis - ATP World Tour 1000 (Torneio De Shangai) 18:00 Informação - Fórum Sport TV 20:10 Futebol - Liga Sagres (Belenenses X Nacional)

Terça-Feira, Dia 13 07:00 Ténis - ATP World Tour 1000 (Torneio De Shangai)

Quarta-Feira, Dia 14 07:00 18:00 19:40 23:00

Ténis - ATP World Tour 1000 (Torneio De Shangai) Informação - Fórum Sport TV Futebol - FIFA 2010 (Dinamarca X Hungria) Futebol - FIFA 2010 (Brasil X Venezuela)

Quinta-Feira, Dia 15 07:00 Ténis - ATP World Tour 1000 (Torneio De Shangai) Sport TV2 - Transmissões Directas

Sexta-Feira, Dia 9 19:00 Golfe - PGA Tour (Presidents Cup - 2ª Dia)

Sábado, Dia 10 21:00 Futebol - FIFA 2010 (Rep. Irlanda X Itália) 23:50 Golfe - PGA Tour (Presidents Cup - 3ª Dia)

Domingo, Dia 11 08:30 Ténis - ATP World Tour 500 (Torneio De Beijing) 13:00 Automobilismo Velocidade - DTM (Dijon) 17:00 Golfe - PGA Tour (Presidents Cup - 4ª Dia)

loto2 toto

2 | 15 | 16 | 30 | 33| 48| 17

Quarta-Feira, Dia 14 19:40 Futebol - FIFA 2010 (Suécia X Albânia) 23:00 Futebol - FIFA 2010 (Uruguai X Argentina) Sport TV3 - Transmissões Directas

Sábado, Dia 10 21:40 Automobilismo - Indy Car (Homestead - Miami) 00:00 Hóquei No Gelo - NHL (Detroit X Washington)

Domingo, Dia 11 13:00 Motoc. - Supermoto (Gp. Nações S1 E S2 - S2 Open) 20:30 Automobilismo - Náscar (Pepsi 500)

Segunda-Feira, Dia 12 18:00 Hóquei No Gelo - NHL (Boston X Colorado) Estes resultados não dispensam a consulta da lista oficial do Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

Quarta-Feira, Dia 14 00:00 Hóquei No Gelo - NHL (Carolina X Pittsburgh)

VERTICAIS: 1 - encolher; má. 2 - suada; Nepal. 3 - tala; ácaros. 4 - alicates. 5 - auditores. 6 - brasa; eis. 7 - ir; Clemente. 8 - Soraia; utal. 9 - preço. 10 - Oriana; osas. 11 - iodo; as. HORIZONTAIS: 1 - estrabismo. 2 - nua; urro; ri. 3 - calada; raio. 4 - odalisca; ad. 5 lã; italiano. 6 - aço; ea. 7 - encaram. 8 - reate; euros. 9 - presentes. 10 - mãos; ítaca. 11 - ais; aselos Soluções


Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

“Sofro de dores psicossomáticas. O que se passa na minha cabeça reflecte-se em manifestações físicas...”.

Sexta

Fado, História de uma Cantadeira Sábado, 16h30.

Em Alfama, a cantadeira Ana Maria estreia-se em público num retiro de fado, alcançando um grande êxito. A sua carreira arranca subitamente, levando-a de seguida até ao teatro e a percorrer o circuito da vida boémia de Lisboa. Apesar de tudo, Ana Maria não se deixa contagiar pelo sucesso e continua ligada ao seu homem de sempre, o Júlio guitarrista. Mas a atracção por uma vida de luxo e celebridade acaba por complicar tudo e Júlio começa a pensar em partir para África.

06:30 Bom Dia Portugal Com Língua Gestual 10:00 Praça Da Alegria 13:00 Jornal Da Tarde Inclui: O Tempo 14:15 Chamas Da Vida 15:00 Sangue Do Meu Sangue 16:00 Portugal No Coração 18:00 Portugal Em Directo 19:15 O Preço Certo 20:00 Telejornal Inclui: O Tempo 21:00 Antes Pelo Contrário 21:15 Os Reis Da Selva 22:15 Amália 01:00 Sociedade Assassinos (Filme) 03:00 Amor E Intrigas 04:00 Televendas 06:00 Euronews

Sexta 07:15 14:00 15:30 16:00 17:00

As Chaves do Poder

18:30 19:00 20:00

Sábado, 22h40.

Influenciar a opinião pública em período de eleições, transformar a imagem vulgar de um candidato num potencial vencedor, é o trabalho de um inteligente consultor político, aqui interpretado por Richard Gere, que é chamado a ajudar um homem corrupto a ganhar as eleições. Realizado por Sidney Lumet, com Richard Gere, Julie Christie, Gene Hackman e Denzel Washington.

20:45 21:15 22:00 22:40 23:30 00:30 01:00 02:00 02:30 05:00

Zig Zag Sociedade Civil Consigo (R/) National Geographic (R/) John Gollings - Um Olho Para A Arquitectura Zig Zag Água Na Boca / Hopla / Bob, O Construtor / A Avó Detective / Telmo & Tula / Os Monstros Do Mário / Super Sabina / Corneil & Bernie A Fé Dos Homens A Alma E A Gente (R/) Zig Zag Ilha Das Cores / A Avó Detective / Canção Para Dormir “Chegou O Soninho” A Teoria Do Big Bang National Geographic Encontros Perigosos (Último) Jornal 2 Inclui: Cartaz 2 Mad Men Diga Lá Excelência Noites Da 2: Paraíso Filmes Palcos: Madonna “Celebration” 2ª Parte Bastidores (R/) Euronews Sociedade Civil (R/)

Sexta

CSI Miami

Sexta-feira, 00h30. Nova série com Horatio Caine (David Caruso), um pensador tridimensional, que consegue rapidamente encaixar as peças do puzzle...

06:00 SIC Notícias 07:00 Edição Da Manhã 10:00 Companhia Das Manhãs 13:00 Primeiro Jornal 14:15 Mulheres Apaixonadas 15:30 Vida Nova 18:00 Paraíso 19:00 Nós Por Cá 20:00 Jornal Da Noite 21:30 Gato Fedorento Esmiuça Os Sufrágios 22:15 Viver A Vida 23:30 Caminho Das Índias 00:30 CSI Miami 01:30 Investigação Criminal 02:30 Quando O Telefone Toca

Sexta

Sem Recursos Sábado, ooh45.

Nesta divertida comédia, Mather Zickel é um brilhante agente secreto que trabalha para uma filial dos serviços secretos canadianos, em parceria com o serviço americano e vive frustrado pela falta de recursos e financiamento para investigações. Com Panou, Joanna Canton, Alistair Abell e Jan Bos.

07:00 Diário Da Manhã 10:15 Você Na TV! 13:00 Jornal Da Uma 14:00 As Tardes Da Júlia 17:00 Todos Com Portugal: Futebol Sub 21 Grécia X Portugal 19:00 Morangos Com Açúcar 20:00 Jornal Nacional 21:30 Euromilhões 21:45 Deixa Que Te Leve 22:45 Sentimentos 23:45 Flor Do Mar 00:45 Sexo Até à Morte (Filme) 02:45 Sempre A Somar 04:30 Investigação Criminal 05:30 Televendas

Manuela Moura Guedes

Francisco Van Uden

jornalista, in revista “Sábado”

primo de D. Duarte, in revista “Sábado”

Sábado

Domingo

Segunda-Feira

Terça-Feira

06:30 Espaço Infantil Os Peludos / Alex No Pomar Mágico / Gato Maneiras / No País Dos Ozie Boo! / Harry E O Balde De Dinossauros / Bob, O Construtor 07:05 Brinca Comigo Mãe Mirabelle / Little People / O Gato Frankenstein / Bob, O Construtor / O Super Apresentador 08:00 Bom Dia Portugal Fim-De-Semana 11:00 Portugal Sem Fronteiras 13:00 Jornal Da Tarde Inclui: O Tempo 14:15 Top + 15:45 Os Contemporâneos 16:30 Fado, História De Uma Cantadeira (Filme) 19:00 O Preço Certo 20:00 Telejornal Inclui: O Tempo 21:00 A Voz Do Cidadão 21:15 Dá-Me Música: Best Of 23:15 Prémios Amália 2009 01:15 O Despertar Da Mente (Filme) 03:00 Top + 04:15 Televendas 06:05 Euronews

06:30 Espaço Infantil Os Peludos / Alex No Pomar Mágico / Milo / Bob, O Construtor / No País Dos Ozie Boo! / Harry E O Balde De Dinossauros 07:05 Brinca Comigo Bob, O Construtor Little People O Gato Frankenstein O Super Apresentador 08:00 Bom Dia Portugal Fim-De-Semana 10:10 Eucaristia Dominical 11:15 Skip Um Amigo Especial (Filme) 13:00 Jornal Da Tarde Inclui: O Tempo 14:15 Só Visto! 15:15 Programa A Designar 16:45 Dá-Me Música 18:30 Telejornal Inclui: O Tempo 19:00 Noite Eleitoral - Autárquicas 2009 23:00 A Estranha Em Mim (Filme) 01:00 Amor De Verão (Filme) 02:15 Mundial 2010 - Magazine 03:15 Só Visto! 04:15 Televendas 06:05 Nós

06:30 Bom Dia Portugal Com Língua Gestual 10:00 Praça Da Alegria 13:00 Jornal Da Tarde Inclui: O Tempo 14:20 Chamas Da Vida 15:00 Sangue Do Meu Sangue 16:00 Portugal No Coração 18:00 Portugal Em Directo 19:10 O Preço Certo 20:00 Telejornal Inclui: O Tempo 21:00 Salvador (Estreia) 21:30 Jogo Duplo 22:30 Prós E Contras 00:45 Procissão De Velas (Diferido) 01:30 Unidade Especial 02:15 Paramédicos 03:00 Amor E Intrigas 04:00 Televendas 06:05 Nós

06:30 Bom Dia Portugal Com Língua Gestual 10:00 Cerimónias De Fátima 13:00 Jornal Da Tarde Inclui: O Tempo 14:15 Chamas Da Vida 15:00 Sangue Do Meu Sangue 16:00 Portugal No Coração 18:00 Portugal Em Directo 19:10 O Preço Certo 20:00 Telejornal Inclui O Tempo 21:00 30 Minutos 21:30 Telerural 22:00 Jogo Duplo 23:00 Serviço De Saúde 00:30 Liga Dos Últimos 01:15 Unidade Especial 02:00 Paramédicos 02:45 Amor E Intrigas 03:45 Televendas 06:05 Nós

Sábado

Domingo

Segunda-Feira

Terça-Feira

07:00 08:00 08:30 09:00 10:00

07:00 07:30 08:00 09:00 09:30 10:00 11:00 11:30 12:00 12:30 13:00 14:00 14:45 15:00 19:00 19:30 20:00 21:00

07:15 14:00 15:30 16:00

07:15 14:00 15:30 16:00

12:30 14:00 15:00 19:00 21:00 21:55 22:00 22:40 00:30 02:30 06:15

Euronews África 7 Dias Notícias De Portugal Universidade Aberta Zig Zag Ficção Da Uer Princesas Do Mar Pet Alien, Amigos Do Outro Mundo Fantasmas E Espíritos Turma Da Mónica Razzberry Jazzberry Jam A Ovelha Choné Ideias Falsas Dezasseis Jet Groove Santo António (Filme) Parlamento Desporto 2 Palcos The Last Night Of The Proms 2009 Documentário Metrocard A Hora Da Sorte Jornal 2 Inclui: Cartaz 2 As Chaves Do Poder (Filme) Os Homens Do Presidente (Filme) Desporto 2 (R/) Euronews

21:50 22:00 22:30 23:40 00:40

01:40 05:15

Euronews Áfric@Global Músicas De África Caminhos 70x7 Nós Da Terra Ao Mar Consigo Vida Por Vida Olhar O Mundo Biosfera (R/) Iniciativa (R/) A Voz Do Cidadão Desporto 2 Arte & Emoção A Alma E A Gente Os Simpsons Segunda Guerra Mundial - À Porta Fechada (Último) Hora Da Sorte: Sorteio Do Joker Jornal 2 - Inclui: Cartaz 2 Câmara Clara Britcom: Gente Famosa Nunca Melhor Onda-Curta () Os Amantes Da Ponte Mac Donald / A Ópera Do Bairro / Os Travesseiros Do Céu / A Fala Dos Animais Desporto 2 (R/) Euronews

17:00

18:30 19:00 19:45 20:45 21:15 21:45 22:00 22:40 00:30 01:30 02:00 03:00 03:30 05:00

Zig Zag Sociedade Civil Consigo (R/) National Geographic (R/) Encontros Perigosos (Último) Zig Zag Água Na Boca / Hopla / Bob, O Construtor / A Avó Detective / Telmo & Tula / Os Monstros Do Mário / Super Sabina / Corneil & Bernie A Fé Dos Homens Eurodeputados Zig Zag A Teoria Do Big Bang National Geographic Os Animais São Fantásticos A Hora Da Sorte Jornal 2 Inclui: Cartaz 2 Serviço De Urgência Epºs. (22) E (23) (Último) Noites Da 2 Paraíso Filmes Universidades: Escola Das Artes Da Universidade Católica Do Porto - “Não Linear” Diga Lá Excelência (R/) Eurodeputados Euronews Sociedade Civil (R/)

17:00

18:30 19:00 19:45 20:45 21:15 22:00 22:40 23:30 00:30 01:00 01:30 02:00 03:10 05:00

Zig Zag Sociedade Civil Consigo National Geographic (R/) Os Animais São Fantásticos Zig Zag: Água Na Boca / Hopla / Bob, O Construtor / A Avó Detective / Telmo & TUla / Os Monstros Do Mário / Super Sabina / Corneil & Bernie A Fé Dos Homens Arquitectarte Zig Zag: Ilha Das Cores / Bonar / Canção Para Dormir “Chegou O Soninho” A Teoria Do Big Bang National Geographic Os Animais São Fantásticos Jornal 2 - Inclui: Cartaz 2 O Mentalista Bairro Alto Noites Da 2 Paraíso Filmes Noites Da 2 Paraíso Filmes Universidades: E:2 - Escola Superior De Comunicação Social Câmara Clara (R/) Euronews Sociedade Civil (R/)

Sábado

Domingo

Segunda-Feira

Terça-Feira

06:00 06:45 08:45 10:30 12:00 13:00 14:00 14:15 15:30

06:15 08:45 10:30 12:00

06:00 SIC Notícias 07:00 Edição Da Manhã 10:00 Companhia Das Manhãs 13:00 Primeiro Jornal 14:15 Mulheres Apaixonadas 15:30 Vida Nova 18:00 Paraíso 19:00 Nós Por Cá 20:00 Jornal Da Noite 21:30 Gato Fedorento Esmiuça Os Sufrágios 22:15 Viver A Vida 23:30 Caminho Das Índias 00:30 CSI Miami 01:30 Investigação Criminal 02:30 Quando O Telefone Toca

06:00 SIC Notícias 07:00 Edição Da Manhã 10:00 Companhia Das Manhãs 13:00 Primeiro Jornal 14:15 Mulheres Apaixonadas 15:30 Vida Nova 18:00 Paraíso 19:00 Nós Por Cá 20:00 Jornal Da Noite 21:30 Gato Fedorento Esmiuça Os Sufrágios 22:15 Viver A Vida 23:30 Caminho Das Índias 00:30 CSI Miami 01:30 Investigação Criminal 02:30 Quando O Telefone Toca

17:45 20:00 21:30 23:30 00:15 02:15

25

“Preparei revoltas contra os comunistas, nomeadamente os assaltos às sedes dos partidos de extrema-esquerda”.

Etnias SIC Kids Disney Kids O Mundo De Patty O Nosso Mundo Primeiro Jornal Alta Definição Episódio Especial Cinema - Filme a definir Cinema - Filme a definir Jornal da Noite Perdidos E Achados Salve-se Quem Puder Famosos Viver A Vida Cinema: Filme A Definir Quando O Telefone Toca

13:00 14:00 14:45 17:30 19:00 00:00 02:15

SIC Kids Disney Kids O Mundo De Patty BBC Vida Selvagem Primeiro Jornal Fama Show Gossip Girl Ídolos Eleições Autárquicas 2009 Cinema: Filme A Definir Quando O Telefone Toca

Sábado

Domingo

Segunda-Feira

Terça-Feira

07:00 Animações: Boo / Curious George / Dinosaur King / Bakugan 09:30 Inspector Max 10:30 Hannah Montana 11:15 Deluxe 12:15 Antevisão 13:00 Jornal Da Uma 14:00 A Designar (Filme) 16:00 A Designar (Filme) 18:00 A Designar (Filme) 20:00 Jornal Nacional 21:45 Todos Com Portugal: Futebol AA Portugal X Hungria 22:45 Sentimentos 23:45 Flor Do Mar 00:45 Sem Recursos (Filme) 02:30 Sempre A Somar 04:00 O Escritório 04:30 Investigação Criminal 05:30 Televendas

07:00 Animações: Boo Curious George Dinosaur King Bakugan 09:15 Smackdown Wrestling 10:15 Inspector Max 11:15 Missa (Fátima) 12:30 Oitavo Dia 13:00 Jornal Da Uma 14:00 A Designar (Filme) 16:30 Uma Canção Para Ti 20:00 Especial: Eleições Autárquicas 2009 00:15 A Designar (Filme) 02:15 Sempre A Somar 04:00 Investigação Criminal 05:00 Televendas 06:30 Todos Iguais

07:00 Diário Da Manhã 10:15 Você Na TV! 13:00 Jornal Da Uma 14:00 As Tardes Da Júlia 17:00 Quem Quer Ganha 18:15 Morangos Com Açúcar 19:00 Morangos Com Açúcar 20:00 Jornal Nacional 21:30 Deixa Que Te Leve 22:30 Sentimentos 23:30 Flor Do Mar 00:15 O Protector 01:15 Procissão Das Velas 02:30 Sempre A Somar 04:00 Investigação Criminal 05:30 Televendas

07:00 Diário Da Manhã 10:00 Missa: Benção Dos Doentes E Procissão Do Adeus - Fátima 13:00 Jornal Da Uma 14:00 Todos Com Portugal Futebol Sub21: Macedónia X Portugal 16:00 As Tardes Da Júlia 18:15 Morangos Com Açúcar 19:00 Morangos Com Açúcar 20:00 Jornal Nacional 21:30 Deixa Que Te Leve 22:30 Sentimentos 23:30 Flor Do Mar 00:15 Crimes Da Mente (Filme) 02:15 Sempre A Somar 04:00 Investigação Criminal 05:30 Televendas

Quarta-Feira 06:30 Bom Dia Portugal Com Língua Gestual 10:00 Praça Da Alegria 13:00 Jornal Da Tarde Inclui: O Tempo 14:21 Chamas Da Vida 15:21 Sangue Do Meu Sangue 16:08 Portugal No Coração 18:00 Portugal Em Directo 19:10 O Preço Certo 20:00 Telejornal Inclui: O Tempo 21:00 Linha Da Frente 21:30 Contra Informação 22:00 Jogo Duplo 23:00 Corrupção Total (Filme) 01:00 Unidade Especial 01:45 Paramédicos 02:30 Amor E Intrigas Epºs. (113) E (114) 04:15 Televendas 06:04 Nós

Quarta-Feira 07:15 14:00 15:30 16:00 17:00

18:30 19:00 20:00 20:45 21:15 22:00 22:40 23:30 00:30 01:30 02:00 02:45 03:15 05:00

Zig Zag Sociedade Civil Consigo (R/) National Geographic (R/) Os Animais São Fantásticos Zig Zag: Água Na Boca / Hopla / Bob, O Construtor / Telmo & Tula / Os Monstros Do Mário / Super Sabina / Corneil & Bernie A Fé Dos Homens Biosfera Zig Zag: Ilha Das Cores / Martim Manhã / Canção Para Dormir “Chegou O Soninho” A Teoria Do Big Bang National Geographic Os Animais Mais Mortíferos Do Mundo Jornal 2 Inclui: Cartaz 2 Chuck Clube De Jornalistas Noites Da 2 ParaísO Filmes Universidades Esec-Tv Biosfera (R/) Bastidores Euronews Sociedade Civil (R/)

Quarta-Feira 06:00 SIC Notícias 07:00 Edição Da Manhã 10:00 Companhia Das Manhãs 13:00 Primeiro Jornal 14:15 Mulheres Apaixonadas 15:30 Vida Nova 18:00 Paraíso 19:00 Nós Por Cá 20:00 Jornal Da Noite Reportagem Especial 21:30 Gato Fedorento Esmiuça Os Sufrágios 22:15 Viver A Vida 23:30 Caminho Das Índias 00:30 CSI Miami 01:30 Investigação Criminal 02:30 Quando O Telefone Toca

Quarta-Feira 07:00 Diário Da Manhã 10:15 Você Na TV! 13:00 Jornal Da Uma 14:00 As Tardes Da Júlia 17:00 Quem Quer Ganha 18:15 Morangos Com Açúcar 19:00 Jornal Nacional 19:45 Todos Com Portugal Futebol AA: Portugal X Malta 21:30 Deixa Que Te Leve 22:30 Sentimentos 23:30 Flor Do Mar 00:15 A Paixão De Shakespeare (Filme) 02:45 Sempre A Somar 04:00 O Escritório 04:30 Investigação Criminal 05:30 Televendas

Quinta-Feira 06:30 Bom Dia Portugal Com Língua Gestual 10:00 Praça Da Alegria 13:00 Jornal Da Tarde Inclui: O Tempo 14:15 Chamas Da Vida 15:00 Sangue Do Meu Sangue 16:00 Portugal No Coração 18:00 Portugal Em Directo 19:10 O Preço Certo 20:00 Telejornal Inclui: O Tempo 21:00 Grande Entrevista 21:40 Um Lugar Para Viver 22:30 Jogo Duplo 23:30 Corredor Do Poder 00:30 Quarto Crescente 01:30 Unidade Especial 02:15 Paramédicos 03:00 Amor E Intrigas 04:00 Televendas 06:05 Nós

Quinta-Feira 07:15 14:00 15:30 16:00 17:00

18:30 19:00 20:00

20:45 21:15 22:00 22:40 23:30 00:30 01:30 02:15 05:00

Zig Zag Sociedade Civil Consigo National Geographic (R/) Os Animais Mais Mortíferos Do Mundo Zig Zag: Água Na Boca / Hopla / Bob, O Construtor / A Avó Detective / TelMo & Tula / Os Monstros Do Mário / Super Sabina / Corneil & Bernie A Fé Dos Homens Iniciativa Zig Zag: Ilha Das Cores / Henrique, O Terrível / Canção Para Dormir “Chegou O Soninho” A Teoria Do Big Bang National Geographic A Grande Praga Das Ratazanas Do Bambu Jornal 2 Inclui: Cartaz 2 Sobrenatural A Terrível Decisão De Churchill Noites Da 2 Paraíso Filmes Iniciativa Euronews Sociedade Civil (R/)

Quinta-Feira 06:00 SIC Notícias 07:00 Edição Da Manhã 10:00 Companhia Das Manhãs 13:00 Primeiro Jornal 14:15 Mulheres Apaixonadas 15:30 Vida Nova 18:00 Paraíso 19:00 Nós Por Cá 20:00 Jornal Da Noite 21:30 Gato Fedorento Esmiuça Os Sufrágios 22:15 Viver A Vida 23:30 Caminho Das Índias 00:45 CSI Miami 01:45 Cartaz Cultural 02:30 Quando O Telefone Toca

Quinta-Feira 07:00 Diário Da Manhã 10:15 Você Na TV! 13:00 Jornal Da Uma 14:00 As Tardes Da Júlia 17:00 Quem Quer Ganha 18:15 Morangos Com Açúcar 19:00 Morangos Com Açúcar 20:00 Jornal Nacional 21:30 Deixa Que Te Leve 22:30 Sentimentos 23:30 Flor Do Mar 00:45 Castle 02:00 Cartaz Das Artes 02:30 Sempre A Somar 04:00 Investigação Criminal 05:30 Televendas


www.donalimpeza.com

808 202 472 938 067 816

24 horas

26 09 | Outubro | 2009

Jornal do Centro

saĂşde


SAÚDE 27

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

Câmara de Lamego Especialistas alertam preparada para a para o diagnóstico Gripe A da ambliopia A Câmara Municipal de Lamego accionou as medidas previstas no seu Plano de Contingência para a Gripe A. O plano permite antecipar e gerir o impacto de uma situação de gripe pandémica caso afecte os funcionários e serviços da autarquia. A implementação destas orientações visa preparar a resposta operacional para minimizar as condições de propagação da pandemia e manter os serviços essenciais em funcionamento. A juntar

a isto, define a estrutura de decisão e coordenação deste plano sob a supervisão de um Gabinete de Gestão. Para tal, já foram distribuídos doseadores de gel desinfectante que per m item u m a m a ior higienização das mãos, para além de todos os funcionários terem sido aconselhados a aumentar o número de vezes de lavagem das mãos e a respeitar as restantes normas emitidas pela Direcção-Geral da Saúde.

Os especialistas avisam que a ambliopia, patologia visual que mais afecta as crianças portuguesas, é quase sempre tratável, mas o diagnóstico e a terapêutica chegam muitas vezes demasiado tarde para permitir uma recuperação total. De acordo com a Sociedade Portuguesa de Oftalmologia, o problema está no topo das prioridades do Programa Nacional para a Saúde da Visão, cujos principais objectivos são reduzir os problemas de visão não

diagnosticados e prevenir a cegueira. As crianças são uma das linhas prioritárias de acção deste programa, que pretende igualmente actuar ao nível da prevenção e tratamento de glaucoma, retinopatia diabética, cataratas e degenerescência macular relacionada com a idade.

Livre-se das dores nas articulações À medida que envelhecemos, a cartilagem das articulações começa lentamente a degradar, causando dor e dificultando os movimentos. Investigadores descobriram que existe uma forma de reverter este processo, estimulando os processos biológicos responsáveis pela reparação da cartilagem. Uma parte do processo de envelhecimento envolve a deterioração sistemática do revestimento cartilagíneo que protege as articulações e evita que os ossos friccionem um contra o outro. Quando a erosão do tecido cartilagíneo começa, instala-se dor e desconforto. Existe uma forma de evitar que isto aconteça, ou pelo menos de limitar os danos. Investigadores conseguiram extrair do marisco algumas substâncias capazes de, segundo estudos clínicos, prevenirem a perda progressiva de cartilagem e até reparar uma parte da cartilagem já danificada. Até recentemente, o sulfato de glucosamina, nome pelo qual o extracto de marisco é conhecido, era desconhecido pelo público. Hoje, a maioria das pessoas com osteoartrose (nome clínico da doença degenerativa que afecta as articulações) estão familiarizadas com os

benefícios desta substância que se encontra disponível em farmácias. Não reduz apenas a dor mas estimula os processos biológicos envolvidos na manutenção e reparação da cartilagem articular, permitindo a reconstrução do tecido danificado. Pode substituir o tratamento convencional. A terapêutica utilizada na osteoartrose passa normalmente por analgésicos ou ibuprofeno, além de outros anti-inflamatórios não esteróides (AINE), sendo a cirurgia de substituição por prótese articular a última opção. No entanto, a descoberta do sulfato de glucosamina oferece aos reumatologistas e outros médicos uma nova alternativa que tem os mesmos benefícios dos fármacos sintéticos mas sem efeitos secundários. Os estudos com sulfato de glucosamina (e já existem bastantes neste momento) documentam que a sua capacidade de reduzir a dor articular é tão, e por vezes até mais, eficaz quanto os AINE. Estes estudos documentam também a capacidade de melhorar a mobilidade articular ao fim de 8 a 12 semanas de tratamento. Adicionalmente, é o único tratamento capaz de travar

a progressão da osteoartrose. Um “bloco de construção” biológico. A função principal da glucosamina no organismo é participar no fabrico de glucosaminoglicanos (GAGs) que mantêm o funcionamento saudável do tecido articular. Também conhecidos como mucopolissacáridos, os GAGs são cadeias complexas de carboidratos que formam a estrutura da cartilagem, tendões e liquido sinovial. Promovem a saúde das articulações e são essenciais para a sua reparação e regeneração. Uma vez que a glucosamina é o bloco de construção dos GAGs, a sua presença é essencial na manutenção de uma cartil a ge m saudável. fato Sem sulfato eito. A não há efeito. mina englucosamina contra-se comercialponível sob mente disponível 3 formas: cloridrato de mina (HCl), glucosamina sulfato de glucosamietilglucosana e N-acetilglucosanica forma mina. A única onstrou ter que demonstrou

Inês Veiga Farmacêutica

efeitos fiáveis foi o sulfato de glucosamina. A explicação é a seguinte: a glucosamina necessita do grupo sulfato (que contém enxofre) para funcionar. Sulfato de condroitina para mais benefícios. Outra substâncias natural é o sulfato de condroitina. Tipicamente extraída da cartilagem de tubarão ou bovina, a condroitina também participa na construção da cartilagem pois é necessária na síntese de GAGs, que formam o tecido conectivo e a cartilagem articular. Estudos mostram que os efeitos do sulfato de condroitina são sentidos ao a fim de 8 a 16 semana semanas. Quando tomado em combinação com o sulfato de glucosamina, glu é po possível obse servar mais b benefícios. A combi nação de sulfato de gluc cosamina e sulfato de co condroitina en encontra-se disp disponível em farm farmácias.

FARMÁCIAS Dia 9/Outubro – 6ª Feira Canas de Senhorim Farmácia Monteiro 232 671 220; Carregal do Sal Farmácia Abreu 232 968 230; Castro Daire Farmácia Gastão Fonseca 232 382 222; Lamego Farmácia Parente 254 612 764; Mangualde Armácia Espinho Petrucci 232 622 240; Moimenta da Beira Farmácia Moderna 254 582 154; Mortágua Farmácia Abreu 231 922 185; Nelas Farmácia Faure 231 944 241; Oliveira de Frades Farmácia Pessoa 231 781 118; Penalva do Castelo Farmácia Claro 232 641 251; Resende Farmácia Lemos de Freitas 254 870 150; Santa Comba Dão Farmácia Carrilho 232 881 867; São Pedro do Sul Farmácia Elvira Coelho 232 728 003; Sátão Farmácia Andrade 232 982 028; Tondela Farmácia Horta 232 822 304; Viseu Farmácia Confiança 232 480 340, Rua Formosa, 10 Dia 10/Outubro – Sábado Canas de Senhorim Farmácia Pelourinho 232 671 210; Carregal do Sal Farmácia Abreu 232 968 230; Castro Daire Farmácia Gastão Fonseca 232 382 222; Lamego Farmácia Cardoso 254 646 261; Mangualde Armácia Espinho Petrucci 232 622 240; Moimenta da Beira Farmácia Moderna 254 582 154; Mortágua Farmácia Abreu 231 922 185; Nelas Farmácia A. Pais 231 944 214; Oliveira de Frades Farmácia Pessoa 231 781 118; Penalva do Castelo Farmácia Claro 232 641 251; Resende Farmácia Lemos de Freitas 254 870 150; Santa Comba Dão Farmácia Carrilho 232 881 867; São Pedro do Sul Farmácia Elvira Coelho 232 728 003; Sátão Farmácia Carvalho 232 985 295; Tondela Farmácia Horta 232 822 304; Viseu Farmácia Silva Oliveira 232 440 525, Gumirães Dia 11/Outubro – Domingo Canas de Senhorim Farmácia Pelourinho 232 671 210; Carregal do Sal Farmácia Abreu 232 968 230; Castro Daire Farmácia Gastão Fonseca 232 382 222; Lamego Farmácia Avenida 254 609 030; Mangualde Armácia Espinho Petrucci 232 622 240; Moimenta da Beira Farmácia Moderna 254 582 154; Mortágua Farmácia Abreu 231 922 185; Nelas Farmácia A. Pais 231 944 214; Oliveira de Frades Farmácia Pessoa 231 781 118; Penalva do Castelo Farmácia Claro 232 641 251; Resende Farmácia Lemos de Freitas 254 870 150; Santa Comba Dão Farmácia Carrilho 232 881 867; São Pedro do Sul Farmácia Elvira Coelho 232 728 003; Sátão Farmácia Carvalho 232 985 295; Tondela Faarmácia Horta 232 822 304; Viseu Farmácia Marques 232 424 341, Av. Alberto Sampaio, 22 Dia 12/Outubro – 2ª Feira Canas de Senhorim Farmácia Pelourinho 232 671 210; Carregal do Sal Farmácia Moderna 232 968 101; Castro Daire Farmácia da Misericórdia 232 382 235; Lamego Farmácia Santos Monteiro 254 609 900; Mangualde Farmácia Albuquerque 232 611 952; Moimenta da Beira Farmácia Ferreira 254 584 143; Mortágua Farmácia Gonçalves 231 922 223; Nelas Farmácia A. Pais 231 944 214; Oliveira de Frades Farmácia Oliveirense 231 761 128; Penalva do Castelo Farmácia Silveira 232 641 362; Resende Farmácia da Avenida 254 877 253; Santa Comba Dão Farmácia Vasco da Gama 232 890 402; São Pedro do Sul Farmácia Dias 232 711 213; Sátão Farmácia Carvalho 232 985 295; Tondela Farmácia Molelos 232 813 957; Viseu Farmácia Medicinal 232 436 642, Rua Direita 243 Dia 13/Outubro – 3ª Feira Canas de Senhorim Farmácia Pelourinho 232 671 210; Carregal do Sal Farmácia Moderna 232 968 101; Castro Daire Farmácia da Misericórdia 232 382 235; Lamego Farmácia Senhora dos Remédios 254 612 968; Mangualde Farmácia Albuquerque 232 611 952; Moimenta da Beira Farmácia Ferreira 254 584 143; Mortágua Farmácia Gonçalves 231 922 223; Nelas Farmácia A. Pais 231 944 214; Oliveira de Frades Farmácia Oliveirense 231 761 128; Penalva do Castelo Farmácia Silveira 232 641 362; Resende Farmácia da Avenida 254 877 253; Santa Comba Dão Farmácia Vasco da Gama 232 890 402; São Pedro do Sul Farmácia Dias 232 711 213; Sátão Farmácia Carvalho 232 985 295; Tondela Farmácia Molelos 232 813 957; Viseu Farmácia Viriato 232 415 137, Av. da Bélgica, 21 Dia 14/Outubro – 4ª Feira Canas de Senhorim Farmácia Pelourinho 232 671 210; Carregal do Sal Farmácia Moderna 232 968 101; Castro Daire Farmácia da Misericórdia 232 382 235; Lamego Farmácia Parente 254 612 764; Mangualde Farmácia Albuquerque 232 611 952; Moimenta da Beira Farmácia Ferreira 254 584 143; Mortágua Farmácia Gonçalves 231 922 223; Nelas Farmácia A. Pais 231 944 214; Oliveira de Frades Farmácia Oliveirense 231 761 128; Penalva do Castelo Farmácia Silveira 232 641 362; Resende Farmácia da Avenida 254 877 253; Santa Comba Dão Farmácia Vasco da Gama 232 890 402; São Pedro do Sul Farmácia Dias 232 711 213; Sátão Farmácia Carvalho 232 985 295; Tondela Farmácia Molelos 232 813 957; Viseu Farmácia Oliveira 232 423 665, Rua Formosa, 32 Dia 15/Outubro – 5ª Feira Canas de Senhorim Farmácia Pelourinho 232 671 210; Carregal do Sal Farmácia Moderna 232 968 101; Castro Daire Farmácia da Misericórdia 232 382 235; Lamego Farmácia Cardoso 254 646 261; Mangualde Farmácia Albuquerque 232 611 952; Moimenta da Beira Farmácia Ferreira 254 584 143; Mortágua Farmácia Gonçalves 231 922 223; Nelas Farmácia A. Pais 231 944 214; Oliveira de Frades Farmácia Oliveirense 231 761 128; Penalva do Castelo Farmácia Silveira 232 641 362; Resende Farmácia da Avenida 254 877 253; Santa Comba Dão Farmácia Vasco da Gama 232 890 402; São Pedro do Sul Farmácia Dias 232 711 213; Sátão Farmácia Carvalho 232 985 295; Tondela Farmácia Molelos 232 813 957; Viseu Farmácia Vaz 232 436 273, Rua Formosa, 115


28

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

emprego & formação Publicidade

Precisa-se Auxiliar de Geriatria cm.apoiofamilia@gmail.com T. 933 110 425

Cargo: Responsável Administrativo Função: Responsável por todo o trabalho administrativo da oficina de reparação automóvel e reportando directamente à Gerência, assumindo funções na área de Compras, Administrativa e Comercial. A sua actuação envolverá processamento de pagamentos, facturação, gestão de linhas de crédito e subsídios, controlo contabilístico, processamento de salários, cobranças, contacto com os clientes, entre outros assuntos relacionados com o cargo. Esporadicamente, e por períodos de tempo curtos, deverá ser capaz de acumular as funções de Chefe de Oficina. Perfil: Formação académica ao nível do 12º ano; Inglês falado e escrito; Domínio das Ferramentas Office; Conhecimentos de natureza contabilística e administrativa; Boas competências de relacionamento e comunicação interpessoal; Flexibilidade e capacidade de adaptação; Boas competências de planeamento e organização; Atitude positiva, dinâmica e pró-activa. Oferecemos: Oportunidade de carreira profissional; Integração numa empresa sólida e de prestigio; Remuneração compatível com a experiência e formação demonstrada.; Resposta acompanhada de CV detalhado e fotografia para: Paiva & Cª, Lda Rua da Ferradura s/n; 3475-031 Caramulo paiva.comp@sapo.pt

Publicidade

EMPREGO OFERTA Recrutam-se vendedores de produtos por catalogo T. 936 743 436 Preciso Comerciais para empresa. Urgente. T. 910 793 262 AVON recruta revendedores. Nome + morada para info. T. 938 617 529 Imobiliária Opção Chave Selecciona Comerciais para escritórios de Viseu, oportunidade de desenvolvimento pessoal e profissional. T. 966 500 271 Procuro Consultoras de Beleza com ou sem experiência para integrar uma empresa conceituada. T. 967 762 766 Procuro Consultoras de Estética T. 963 702 816 Procuram-se consultores comerciais. Oferecemos comissões e prémios p/ objectivos. T. 938 798 043 Part-time/Full-time. Transforme os seus tempos livres num negócio de sucesso. Marque entrevista T. 961 050 604 / 916 437 393

Aulas de Italiano com professora nativa. Língua, cultura, conversação. Email: cinquenomi@yahoo.it T. 910 827 005 Precisa-se canalizador para aquecimento central / Orçamentista. Urgente. T. 918 793 593 / 232 954 911 Procuram-se pessoas dinâmicas para gerir negócio na área das telecomunicações. T. 937160866 Projectos Criação do Próprio Emprego do IEFP T. 919 350 133 Procuro pessoas p/ venda de cosméticos p/ catálogo. T. 966 230 254 Precisa-se manobrador para tamrock e pedreiro com experiência em pedreiras. Zona de Penalva do Castelo. T. 919 519 553 Precisa-se ajudante de cozinha e empregada de mesas p/ restaurante, junto ao pavilhão Multiusos, Viseu. T. 914 621 320

Técnico Oficial de Contas T. 967 967 051


29

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

imobiliário Moradia Banda T4, Coz. mobilada equipada, Escritório mobilado, Lav. c/ máq., Garagem p/ 2 carros, Aquec. Central, Churrasqueira. T. 968 046 925

IMOBILIÁRIO

Moradia T5, arquitectura moderna, excelente localização, áreas verdes. T. 918 739 748

V ENDE- SE T2, 104m2, Av. Ant. José Almeida. 87.000€ T. 914 809 167 Vendo T1, Mobilado, zona da Sé. Construção recente T. 926 784 800 Vende-se casa antiga para restauro com cave. Área de cobertura 131m2. No centro de Loureiro de Silgueiros. T. 962 309 454 / 917 239 296 Terreno c/ vinha em plena produção. 6 Hect. Zona de Mangualde. T. 965 081 533 T1 no centro da Cidade (Viseu). Boas áreas. Zona nova. T. 966 493 070 T3 + 2 centro Viseu. Aceita parte pagamento, viatura ou autocaravana. T. 912 219 647 T3 remodelado, c/ aq. central e AC. Entre 3 superf. comerciais e a 7 min. do centro Net Wirless, no condomínio. 110.000 € T. 918 639 302 2 Lotes juntos para construção. Preço acessível. T. 962 645 933 Moradia de luxo, Repeses, com possibilidade de permuta por apartamento. T. 962 645 933 Terreno para construção, Póvoa de Sobrinhos c/ 3.400 m2. T. 962 645 933

Lote industrial e armazéns, área 25.000m2. Acessos TIR IC12 e A25. T. 918 739 748 T2 Centro Viseu. Bom estado – 69.000€. T. 968 381 978

Moradia T5, arquitectura minimalista, áreas verdes, Nelas. O próprio. T. 918 739 748 Casa Antiga p/ restaurar c/ 40.000 m2 de terreno. Junto à barragem da Aguieira. T. 917 460 551 Terreno, zona de Mundão, 16.000 m2 construtivos. T. 962 645 933

Moradia em tosco. Zona de Cavernães – Viseu. Bom preço. T. 962 645 933 Terreno c/ 6.000 m2 p/ construção de moradias ou prédios até 3 pisos. Área de construção 2.700 m2 - Coimbra. T. 917 460 551 T2 Duplex c/ aquecimento central. Quinta de Dentro, Rio de Loba – 117.500€. T. 232 187 105 / 916 220 977 Terreno em Repeses com projecto aprovado para geminada. T. 962 645 933

Lote insdustrial e armazéns c/ área de 25.000 m2, acessos TIR. IC12/A25 - Z.I. Nelas. Particular. T. 918 739 748 Casa, centro de Nelas. T. 969 527 373 Moradia próximo de Viseu c/ possibilidade de permuta p/ apartamento. T. 964 344 612 T1 centro da cidade – Viseu. T. 965 319 494 Terreno p/ construção, c/ grande área e poços.A 15 minutos de Viseu. Bom preço. T. 917 251 378

Terreno em Viseu para construção. Óptimo local. T. 962 645 933 Terreno p/ construção c/ 6.000 m2. Podem 2.700 m2 de construção ser em moradias ou prédios de 3 pisos (Coimbra). T. 917 460 551 Casa para reconstrução no centro histórico – Viseu. T. 916 195 468 T1 a 2 min. Cidade c/ 50m2 área, hall, roupeiro, despensa, marquise, varandas, arrumos. 55.000,00€ T. 917 921 823

Publicidade

T3 c/ lareira, aquecimento central, garagem fechada p/ 2 carros, no centro da cidade, Aveiro. Preço negociável. T.: 967 043 240

Publicidade

Trocou os analgésicos por um suplemento natural:

Junto ao rio Paiva com Bengalow em madeira do Brasil tipo T1 equipado e uma cave preparada para T0 c/ dois furos artesinos e bomba-electricidademurada com muros em pedra e rede. Folgosa - Castro Daire T. 917 518 984 Moradia Pascoal nova c/ 300m2, aquec. e aspiração central, roupeiros, varandas, logradouro. 190.000,00€ T. 967 914 455 T3 Urb. Vilabeira, próximo Politécnico – Repeses, 5º andar, c/ pintura interior nova, área bruta 210 m2, garagem fechada p/ 2 carros e arrumos c/ janela. Trata o próprio. T. 917 515 180

Articulações sem dores!

Moradia isolada próxima do Palácio do Gelo - Viseu (Nova) T. 938 445 815 Moradia isolada junto ao Sátão T. 938 445 815

Publicidade

VENDE-SE 2 LOJAS No Largo das Palmeiras

Viso Sul Contacto: 968 363 751 Publicidade

Casa antiga, totalmente remodelada, c/ aq. central, a 10 minutos de Viseu. T. 965 563 130

BioActivo Glucosamina Duplo actua da seguinte forma:

“As minhas articulações já não doem como antes.” Há seis anos atrás, diagnosticaram a Judite Soares de 44 anos, fibromialgia, uma doença que dá dores 24 horas por dia, 7 dias por semana. Uma ida à sua farmácia habitual, no Lumiar, mudou a sua vida para melhor. “Fui pedir-lhes ajuda sobre medicamentos para aliviar as dores e disseram-me para experimentar um suplemento com sulfato de glucosamina. Antes disso, tomava analgésicos, mas o meu estômago não aguentava estes medicamentos potentes, e tive que deixar de os tomar. No entanto,

• Repõe a lubrificação das articulações; • Reverte o processo de deterioração da cartilagem; • Aumenta a mobilidade. Apenas 2 comprim idos por dia!

com o sulfato de glucosamina, as dores são bem menos evidentes e não tenho efeitos secundários com a utilização deste suplemento”, conta Judite. “Estava desesperada por uma alternativa e parece que a descobri. As dores não passaram completamente, afinal de contas, tenho fibromialgia mas consigo perceber como os meus joelhos melhoraram. Também reparei que as minhas articulações deixaram de dar estalidos”.

+ À venda em farmácias

Tel: 21 413 11 30 • Fax: 21 413 11 31 www. pharmanord.pt O BioActivo Glucosamina Duplo, é um suplemento alimentar e não substitui um regime alimentar variado. Para mais informações consulte o seu médico ou farmacêutico.

Ganhe um ano de produto grátis! Envie-nos uma carta, juntamente com este cupão, a relatar o seu caso de sucesso com os suplementos BioActivo. Se a sua história for uma das escolhidas, para ser utilizada no nosso material informativo, será contactado(a) pela Pharma Nord e terá um ano de produto grátis. Se desejar receber mais informações, envie-nos o seu pedido juntamente com o cupão. Enviar para: Pharma Nord, R. Dr. António Loureiro Borges, nº9, 10º, 1495-131 Algés. Nome: Morada: C.P:

e-mail:

Telefone/Telemóvel: 168X255_PT_Gluco_Case_O_Ribatejo_0309

168X255_PT_Gluco_Case_JornalDoCe1 1

26-03-2009 12:04:07


30 CLASSIFICADOS

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

advogados VISEU ANTÓNIO PEREIRA DO AIDO Rua Formosa, nº 7 – 1º, 3500-135 Viseu T. 232 432 588 Fax 232 432 560 CARLA DE ALBUQUERQUE MENDES Rua da Vitória, nº 7 – 1º, 3500-222 Viseu T. 232 458 029 Fax 232 458 029 Telm. 966 860 580 MARIA DE FÁTIMA ALMEIDA Rua Miguel Bombarda, nº 37 – 1º Esq. Sala G, 3510-089 Viseu T. 232 425 142 Fax 232 425 648 CATARINA DE AZEVEDO Largo General Humberto Delgado, nº 1 – 3º Dto. Sala D, 3500-139 Viseu T. 232 435 465 Fax 232 435 465 Telm. 917 914 134 E-mail: catarina-azevedo-5275c@ adv.oa.pt

Para a inclusão do seu nome na secção “Advogados”, deve contactar através dos números 232 437 461 ou 962 108 777.

CARLA MARIA BERNARDES Rua Conselheiro Afonso de Melo, nº 39 – 2º Dto., 3510-024 Viseu T. 232 431 005 JOÃO PAULO SOUSA Lg. General Humberto Delgado, 14 – 2º, 3500-139 Viseu T. 232 422 666 JOÃO MARTINS Rua D. António Alves Martins, nº 40 – 1º A, 3500-078 Viseu T. 232 432 497 Fax 232 432 498

PAULO DE ALMEIDA LOPES Travessa da Balsa, nº 21 3510-051 Viseu T. 232 432 209 Fax 232 432 208 E-mail: palopes-4765c@adv.oa.pt

FILIPE FIGUEIREDO Rua Conselheiro Afonso de Melo, nº 31 – 5º, sala 502, 3510-024 Viseu T. 232 441 235 Telm. 964 868 473 E-mail filipe.figueiredo-5153c@adv. oa.pt

ANTÓNIO M. MENDES Rua Chão de Mestre, nº 48, 1º Dto., 3500-113 Viseu T. 232 100 626 E-mail: antonio.m.mendes-3715c@ adv.oa.pt

FABS – SOCIEDADE DE ADVOGADOS – RENATO FERNANDES, JOÃO LUÍS ANTUNES, PAULO BENFEITO Av. Infante D. Henrique, nº 18 – 2º, 3510-070 Viseu T. 232 424 100 Fax 232 423 495 E-mail: fabs.advogados@netvisao.pt

ARNALDO FIGUEIREDO E FIRMINO MENESES FERNANDES Av. Alberto Sampaio, nº 135 – 1º, 3510-031 Viseu T. 232 431 522 Fax 232 431 522 E-mail: a-figueiredo@iol.pt e firminof@iol.pt

ANA PAULA MADEIRA Rua D. Francisco Alexandre Lobo, 59 – 1º DF, 3500-071 Viseu T. 232 426 664 Fax 232 426 664 Telm. 965 054 566 E-mail: anapaula.madeira@sapo.pt

MARQUES GARCIA Av. Dr. António José de Almeida, nº 218 – C.C.S. Mateus, 4º, sala 15, 3514-504 Viseu T. 232 426 830 Fax 232 426 830 E-mail: marques.garcia-3403c@advogados.oa.pt

MANUEL PACHECO Rua Alves Martins, nº 10 – 1º, 3500078 Viseu T. 232 426 917

JOÃO NETO SANTOS Rua Formosa, nº 20 – 2º, 3500-134 Viseu T. 232 426 753 CONCEIÇÃO NEVES E MICAELA FERREIRA – ADVOGADAS Av. Dr. António José de Almeida, 264 – Forum Viseu [NOVAS INSTALAÇÕES], 3510-043 Viseu T. 232 421 225 Fax 232 426 454 ELISABETE MENDONÇA Rua Nunes de carvalho, nº 39 – 1º, sala 3, 3500-163 Viseu T. 232 471 284 Fax 232 471 284 E-mail elisabetemendonca-5907c@ adv.oa.pt

BRUNO DE SOUSA Esc. 1 - Rua D. António Alves Martins Nº 40 2ºE 3500-078 VISEU T. 232 104 513 | Fax 232 441 333 Esc. 2 - Edifício Guilherme Pereira Roldão, Rua Vieira de Leiria Nº14 2430-300 Marinha Grande T. 244 110 323 | Fax 244 697 164 Tlm. 917 714 886 Áreas preferenciais: Crime | Fiscal | Empresas

MANGUALDE JOSÉ MIGUEL MARQUES Rua 1º de Maio, nº 12 – 1º Dto., 3530-139 Mangualde T. 232 611 251 Fax 232 105 107 Telm. 966 762 816 E-mail: jmiguelmarques-4881c@adv. oa.pt JOSÉ ALMEIDA GONÇALVES Rua Dr. Sebastião Alcântara, nº 7 – 1º B/2, 3530-206 Mangualde T. 232 613 415 Fax 232 613 415 Telm. 938 512 418 E-mail: jose.almeida.goncalves14291l@adv.oa.pt

NELAS JOSÉ BORGES DA SILVA, ISABEL CRISTINA GONÇALVES E ELIANA LOPES Rua da Botica, nº 1, 1º Esq., 3520-041 Nelas T. 232 949 994 Fax 232 944 456 E-mail: j.Borges.silva@mail.telepac.pt JOSÉ BORGES DA SILVA, ISABEL CRISTINA GONÇALVES E ELIANA LOPES Rua da Botica, nº 1, 1º Esq., 3520-041 Nelas T. 232 949 994 Fax 232 944 456 E-mail: j.Borges.silva@mail.telepac.pt

LAMEGO

ÂNGELO MENDES MOURA Av. Visconde Guedes Teixeira, 29 – 1º, 5100-073 Lamego T. 254 612 402 FERNANDO AMARAL Rua dos Bancos, 5100-115 Lamego T. 254 612 274/ 254 600 223 Fax 254 600 229

automóveis

/motos

AUTOMÓVEIS V ENDE- SE Opel Vivaro 1.9 100 CV, 2002, 69.000 Kms com A.C. T. 964034940 Nissan Terrano II 2.7 TD SLX,com Ar Condicionado, bom estado geral,4850€ T. 917 610 594 Renault Megane Break 12-05. AC, FC, VE, BA, FN, excelente estado T. 965 837 928 BMW 530, a gasoleo, full-extras, bom preço. T. 917 349 903 Citroen Saxo 1.5d, 2000, 2 lug, novo modelo. 2.500€ - Viseu. T. 969 007 499

Nissan Patrol 2.8 Turbo – 5.500€. T. 960 045 604

Viaturas Clássicas,vários T. 917 610 594

Peugeot 106 1.5d, 1997, comercial – 1.900€. T. 960 045 604

Opel Corsa 1500, gasóleo, isuzu, 5 lugares, 1992. Em bom estado. T. 962 361 184

Polo G40 preto 143000km, GPL, supensão+volante sport, JLL14. Bom estado, 2250€, T. 962 615 858 Opel Corsa 1.3 CDI Comercial. Óptimo estado - Janeiro/2005 T. 937 322 520 Ford Mondeo SW 1.8 TD Ghia,1998,com ar cond, ABS,T. abrir,bom preço e bom estado,4500€ T.917610594 Nissan Almera 1.5 Sport 3P Ar Cond., bom estado geral 6500€ T. 917 610 594 Renault Clio 1.2, 1999. Apenas 56.000Km, 5 portas - 3.750 € T. 963 435 401 Alfa Romeo 145, 1.4 TS 16v junior, AC /103cv, 3.900€ T. 968 125 245

Vendo Opel Corsa A 1.5 Diesel Comercial. Em muito bom estado. T. 966 544 800 Peugeot 206 1.1 5P.,com 69000 KMS,cinzento prata,em excelente estado e bom preço, T. 917 610 594 Renault Mégane 1.5 dci 3p 105 cv, 18.950€, 41.000 Km, 2006-08, Preto, Ar condicionado, ABS, JLL, Sensor de chuva e Luz T. 918 717 919 VW Carocha 1303,de 1973,todo original,com livro de revisões e instruções,3950€ T. 917 610 594 Mazda 2 1.3 Gasolina, 10.250€, 24.000 KM, 2007-02, Cinza, Ar condicionado, JLL T. 918 717 919

Mitsubushi Carisma 1.9TD,5P,excelente estado, c/livro de revisões,8950€ T.967 266 608 Mazda 3 1.4 Gasolina, 13.250€, 26.000 KM, 2006-03, cinza, Ar condicionado automático, ABS, Rádio de CDS. JLL T. 918 717 919 Alfa Romeo 147 1.9Mjet 140cv, 105000Km, 2003, 5P, estado novo T. 962615858 BMW 320 D,Nacional,1999,em excelente estado geral e bom preço T. 967 266 608 Mazda 3 HB MZ-CD 1.6 110cv Exclusive, 17.950 €, 29.000 Km, 2007-04, Cinza Rato, Ar condicionado Automático, JLL, ABS, Faróis nevoeiro T. 918 717 919 Mini, cinzento, 2004, 1400 D, 100 Cv, AC, Jante 17, Bom Preço T. 917 349 903

Renault Mégane break 1.5 dci Dyn 80cv, 18.750€, 68.000 Km, 2006-01, Cinza Rato, Ar condicionado, JLL, ABS, Sensor de chuva Chuva e Luz T. 918 717 919 Seat Ibiza 1.0 5P,Ano 2000,c/ Dir.Assistida,bom estado,4250€ T. 917 610 594 BMW 318I Cabriolet,1993, em excelente estado.8950€. T. 917 610 594 Porsche 944 Targa 2.5,com ar cond.,cx. automática,livro revisões,69890 KMS,como novo T. 917 610 594 Rover 414, 1500 cc, fins 96, bom estado, particular, vermelho metalizado, a/c, j.e., tecto abrir, alarme, fechos eléctricos. T. 933 697 870 Ford Escort XR3, 87, Bom estado - 3.000€. T. 969 466 817 Opel Corsa Swing, 93, Gasóleo, 5 lugares. Possibilidade de troca p/ carro a gasolina T. 963 964 170

C2, vermelho, gasolina, Óptimo estado, ano 2004. 34.000Km - 6.000€ T. 967 951 682 Fiat Punto Branco, 5 portas, gasolina 1.2, 16v, ano 2000/ Junho. Contacto T. 965 846 855 Vendo Vw Passat TDI 115 cv carrinha azul c/ tecto de abrir do ano 2000, nacional . 1 proprietario . Muito bom estado e bom preço. T: 917 515 180 Compra-se automóvel ou carrinha até 1.500 € a dinheiro. T. 96 949 72 38 Vende-se Peças de VW Golf I T. 919 888 708

MOTOS V ENDE- SE Yamaha TZR 125, 1995. Urgente. T. 968 553 269

diversos Tratam-se Pensões Nacionais e Estrangeiras. T. 965 525 207

VÁRIOS Criação e Alojamento de Sites. Coloque a sua empresa na internet ao melhor preço. T. 962 649 437 Explicações. Estudo Acompanhado. Viseu (C.C. 2000, Lj. 60). Nelas (Ed. Titanic) T. 962 820 381

Cavalheiro. Casa própria, pretende senhora dos 48 anos aos 60 anos para compromisso sério. Tlm.: 912 069 683 / 966 793 261 Terapias corporais, relaxamento, hatha-yoga e outros recursos antistress (massagem), hidroginástica, yogiatsu, yogilates, etc.Atende-se também ao domicílio T. 969 734 494 Serviço de Enfermagem ao Domicílio. Enfermeira Carmen Lúcia Monteiro T. 934 720 782

Passa-se a ferro p/ fora a bons preços. Vamos a sua casa recolher e entregar s/ custos adicionais. Zona de Viseu.. T. 969 547 228 Procuro terreno zona Viso Sul ou Repeses com > = 1500 m2 contacto T. 963 939 094 Tratamento Coluna Vertebral Massagem. T. 966 789 368 Explicações de Português - Básico / Secundário T. 918 846 034 Projecto inovador, rendimento máximo. T. 919 176 261

Vende-se mobilia de sala 100€. Mobilia de quarto 150€. T. 962 600 648 Vendo mobiliário e equipamentos de escritórios (em estado novo). Contactar H.F. T. 962 629 219 Tratamento natural má circulação, circulação dificiente T. 962 600 648 Recolha gratuíta (ao Domicílio) de electrodomésticos metálicos. Todo o tipo de sucata. Abate de automóveis. T. 966 544 800

Herbalife! Fitness, Nutrição Desportiva, Controle o seu peso – www.nutriloja.com/xl T. 962 954 221 Projectos de Arquitectura e Engenharia, Direcções de Obra, preços competitivos. T. 967 118 875 Procuro rapariga ou senhora para compartilhar casa comigo na zona de Viseu, ofereço quarto e muito boas condições de que falarei pessoalmente. Pode ser estudante, trabalhadora ou estar desempregada – luarpaulino@gmail.com

Consulta MEDA, terapia Quântica para Stress, ansiedade, medo, e outros sintomas de doença. Terapias biofísicas.Faça a marcação de um check-up gratuito! T. 963 163 472 Vende-se colecção AutoMagazine. Nºs 1 a 140, 75€. T. 916 132 542 Faço serviços de mudanças. Distribuição de publicidade, etc... T. 963 191 961 Jogo de Maples (O grande faz cama) + 2. Confortáveis, imitação de pele - Bom preço. T. 933 697 870


31

Jornal do Centro 09 | Outubro | 2009

necrologia Natividade da Conceição Lúcio Gomes, 86 anos, viúva. Natural e residente em Armamar. O funeral realizou-se no dia 3 de Outubro, pelas 16.30 horas, para o cemitério de Santa Bárbara, Armamar.

Sérgio de Oliveira Aparício, 59 anos, casado. Natural de Moledo, Castro Daire e residente em Geneve, Suíça. O funeral realizou-se no dia 1 de Outubro, pelas 17.30 horas, para o cemitério de Moledo.

Joaquim Ferreira Proença, 99 anos, viúvo. Natural e residente em Cimbres, Armamar. O funeral realizou-se no dia 4 de Outubro, pelas 18.00 horas, para o cemitério de Cimbres.

Maria dos Prazeres Rodrigues Balula, 87 anos, viúva. Natural e residente em Bigas, Lordosa. O funeral realizou-se no dia 6 de Outubro, pelas 9.30 horas, para o cemitério de Lordosa.

Agência Funerária Igreja Armamar Tel. 254 855 231 Manuel da Rocha Fernandes, 76 anos, solteiro. Natural e residente em Mosteirô, Pepim, Castro Daire. O funeral realizou-se no dia 2 de Outubro, pelas 10.00 horas, para o cemitério de Pepim. Josefina de Jesus Rocha, 96 anos, viúva. Natural e residente em Ribolhinhos, Mamouros, Castro Daire. O funeral realizou-se no dia 2 de Outubro, pelas 17.00 horas, para o cemitério de Mamouros. José Batista Pires, 52 anos, solteiro. Natural e residente em Casal Bom, Reriz, Castro Daire. O funeral realizou-se no dia 3 de Outubro, pelas 15.00 horas, para o cemitério de Reriz. Cassilda Baptista de Sequeira Neves, 87 anos, viúva. Natural e residente em Souto de Alva, Alva, Castro Daire. O funeral realizou-se no dia 6 de Outubro, pelas 17.00 horas, para o cemitério de Alva. Domingos da Costa, 81 anos, casado. Natural do Brasil e residente em Faifa, Ester, Castro Daire. O funeral realizou-se no dia 6 de Outubro, pelas 17.00 horas, para o cemitério de Faifa.

Agência Horácio Carmo & Santos, Lda. Vilar do Monte – Viseu Tel. 232 415 578 Bertulina da Silva, 91 anos, viúva. Natural de Barreira de Besteiros, Tondela e residente em Arnosa, Barreiros de Besteiros, Tondela. O funeral realizou-se no dia 3 de Outubro, pelas 17.00 horas, para o cemitério de Arnosa. Agência Funerária Balula, Lda. Viseu Tel. 232 437 268 Maria das Dores Marques, 60 anos, casada. Natural de Caparrosa e residente em Caparrosinha, Tondela. O funeral realizouse no dia 2 de Outubro, pelas 17.30 horas, para o cemitério de Caparrosinha.

Agência Funerária de Figueiró Viseu Tel. 232 415 578

Jaime Duarte Costa, 68 anos, casado. Natural e residente em Parada de Ester, Castro Daire. O funeral realizou-se no dia 6 de Outubro, pelas 16.00 horas, para o cemitério de Parada.

Orlando Santos Rodrigues, 68 anos, casado. Natural e residente em Abraveses, Viseu. O funeral realizou-se no dia 3 de Outubro, pelas 17.00 horas, para o cemitério de Abraveses.

Agência Morgado Castro Daire Tel. 232 107 358

Maria Alexandra Ferreira, 95 anos, viúva. Natural de S. Salvador e residente em Vildemoinhos. O funeral realizou-se no dia 4 de Outubro, pelas 16.00 horas, para o cemitério de Vildemoinhos.

Quirino Tomás, 65 anos, casado. Natural e residente em Mangualde. O funeral realizou-se no dia 7 de Outubro, pelas 17.00 horas, para o cemitério local. Agência Funerária Ferraz e Alfredo Mangualde Tel. 232 613 652

(Jornal do Centro - N.º 395 de 09.10.2009)

Maria do Céu, 87 anos, viúva. Natural de Couto de Baixo e residente em Dade, Couto de Baixo. O funeral realizou-se no dia 3 de Outubro, pelas 16.30 horas, para o cemitério de Couto de Baixo.

Agência Funerária Amadeu Andrade & Filhos, Lda. Castro Daire Tel. 232 382 238

Maria Jesus Martins, 68 anos, casada. Natural e residente em Tibalde, Fornos de Maceira Dão, Mangualde. O funeral realizou-se no dia 6 de Outubro, pelas 16.30 horas, para o cemitério de Fornos de Maceira Dão.

1ª Publicação

2ª Publicação

Lusitana de Oliveira ferreira, 86 anos, viúva. Natural e residente em Abraveses, Viseu. O funeral realizou-se no dia 5 de Outubro, pelas 16.00 horas, para o cemitério novo de Viseu. Ramiro Rodrigues Caetano, 71 anos, casado. Natural e residente no Campo, Viseu. O funeral realizou-se no dia 8 de Outubro, pelas 16.00 horas, para o cemitério do Campo. Agência Funerária Decorativa Viseense, Lda. Viseu Tel. 232 423 131

Piedade do Carmo, 93 anos, viúva. Natural e residente em S. Vicente de Lafões, Oliveira de Frades. O funeral realizou-se no dia 5 de Outubro, pelas 17.30 horas, para o cemitério de S. Vicente de Lafões. Raul Santos Madeira, 87 anos, viúvo. Natural e residente em S. Vicente de Lafões, Oliveira de Frades. O funeral realizou-se no dia 7 de Outubro, pelas 17.30 horas, para o cemitério de S. Vicente de Lafões. Agência Funerária Figueiredo & Filhos, Lda. Oliveira de Frades Tel. 232 761 252

(Jornal do Centro - N.º 395 de 09.10.2009) 2ª Publicação

Agostinho Soares, 85 anos, casado. Natural de Sátão e residente em Serrazela, Sátão. O funeral realizou-se no dia 6 de Outubro, pelas 17.00 horas, para o cemitério de Sátão. Agência Funerária Sátão Sátão Tel. 232 981 503 2ª Publicação

Maria Aurora Soares, 87 anos, solteira. Natural e residente em Preguinho, Valadares. O funeral realizou-se no dia 30 de Setembro, pelas 16.30 horas, para o cemitério de Covêlo. Odete Rodrigues Inácio, 75 anos, solteira. Natural de Santa Cruz da Trapa e residente na Casa de Saúde, Rainha Santa Isabel, Condeixa. O funeral realizou-se no dia 30 de Setembro, pelas 17.00 horas, para o cemitério de Santa Cruz da Trapa. Fernando Loureiro Soares, 61 anos, casado. Natural de Valadares e residente em S. Pedro do Sul. O funeral realizou-se no dia 3 de Outubro, pelas 11.00 horas, para o cemitério de Vila Maior. Agência Funerária Loureiro de Lafões, Lda. S. Pedro do Sul Tel. 232 711 927 Ana Celeste Lopes, 82 anos, viúva. Natural de Peso da Régua e residente em Tarouca. O funeral realizou-se no dia 7 de Outubro, pelas 17.00 horas, para o cemitério de Esporões, Tarouca. Agência Funerária Maria O. Borges Duarte Tarouca Tel. 254 679 721 (Jornal do Centro - N.º 395 de 09.10.2009)

(Jornal do Centro - N.º 395 de 09.10.2009)


tempo: pouco nublado

JORNAL DO CENTRO 09 | OUTUBRO | 2009

Hoje, dia 9 de Outubro, parcialmente nublado. Temperatura máxima de 20ºC e mínima de 13ºC. Amanhã, dia 10 de Outubro, parcialmente nublado. Temperatura máxima de 21ºC e mínima de 13ºC. Domingo, dia 11 de Outubro, sol. Temperatura máxima de 23ºC e mínima de 14ºC. Segunda, dia 12 de Outubro, sol. Temperatura máxima de 22C e mínima de 13ºC.

Impresso em papel que incorpora 30 por cento de fibra reciclada, com tinta ecológica de base vegetal

Olho de Gato

agenda

Sexta-feira, 9

Eleições 2009 (VIII)

Viseu

∑ Congresso Nacional de Enfermagem Veterinária, na Aula Magna do Instituto Politécnico de Viseu. A iniciativa prolongase por dois dias. ∑ Workshop Dj New Beat, na FNAC Viseu (Palácio do Gelo), às 18h00. O projecto do NB Viseu em parceria com a FNAC. Potenciais Djs vão partilhar experiências e conhecimentos com profissionais.

Sábado, 10 Viseu

∑Académico de Viseu - Vitória do Pico, jogo antecipado da 13ª jornada da série Centro da II Divisão, às 15h00, no Estádio do Fontelo

Quinta-feira, 15 Lamego

∑ Acção de sensibilização sobre mediação familiar, promovida pela Câmara Municipal, às 14 horas, no Salão Nobre dos Paços do Concelho. Publicidade

http://twitter.com/olhodegato

Joaquim Alexandre Rodrigues joaquim.alexandre.rodrigues@netvisao.pt

A As sessões de cinema começam às 21h00

Zona de restauração do Fórum vira sala de cinema Evento∑ Festival de curtas-metragens “El Mês + Corto” O Forum Viseu quer provar que espaços como os centros comerciais também se fazem de momentos culturais e que podem ir da moda à musica, passando pelo cinema. Amanhã, sábado e nos dias 16, 23, 30 e 31 de Outubro, a partir das 21h00, a zona de restauração do Fórum transforma-se numa sala de cinema, para a projecção de uma selecção de curtas-metragens. Trata-se de mais uma edição do festival de curtas-metragens “El Mês + Corto”, um projecto da Associação Cultural Videorama de Cáceres, que

em Viseu tem a colaboração do Instituto Piaget, do Cine Clube de Viseu, do Fórum Viseu e da loja Empório. Em Viseu, durante o festival de entrada livre decorrem em paralelo na Casa das Artes do Fórum as oficinas artísticas, às quartas-feiras. “Vai ser possível viver as emoções da realização com a performance ao vivo Clip-Acção”, acrescenta a direcção do Fórum em comunicado. Na Casa das Artes pode ainda ser vista a Curta Exposição e Exposição INSITES. Trata-se de uma

mostra de trabalhos desenvolvidos pelos alunos do curso de Educação Visual e Tecnológica (EVT) do campus universitário de Viseu do Instituto Piaget, a par de uma apresentação das obras criadas no âmbito do programa INSITES, desenvolvido no Verão, na cidade de Viseu. A 8.ª Edição da mostra audiovisual internacional “El Mes + Corto”, está a percorrer cinco localidades da Extremadura espanhola (Cáceres, Mérida, Trujillo, Plasencia, Arroyo de la Luz), para além de visitar Lisboa e Viseu.

1. É sabido que, em alternativa à transferência da Loja do Cidadão (LdC) para o centro histórico, a câmara tem um plano B: transferir serviços municipais para a Rua do Comércio. Essa intenção da câmara revela que cresceu muito a burocracia municipal. A câmara engordou e tem dificuldade em acomodar todas as suas adiposidades no edifício da Praça da República. Passarem-se alguns serviços municipais do Rossio para a Rua do Comércio não adianta nem atrasa nada para a vida no centro histórico. Essa mudança de 300 metros não traz vantagem nenhuma à cidade já que não aumenta o afluxo de pessoas ao centro. Por isso, faz muito bem o movimento de cidadãos em defesa do centro histórico de Viseu ao não atirar a toalha ao chão e não desistir da Loja do Cidadão no centro histórico. Alexandre Azevedo Pinto defendeu uma candidatura municipal

a fundos comunitários para as obras de adaptação de um edifício central para LdC. Esse investimento é, depois, recuperado através do aluguer das instalações à administração central. Concretizar-se esta ideia do movimento de cidadãos é a “cereja ao de cima do bolo”: fazse recuperação urbana e passa-se a ter, de facto, mais utentes, mais funcionários, mais movimento no coração da cidade 2. Felizes são os povos que têm um governo pequeno e moderado nos impostos. Este bom princípio aplica-se tanto ao governo central como ao governo local. Qual é a candidatura à câmara que fica mais barata, em impostos, aos viseenses? Devo dizer que, nesta matéria, a campanha autárquica foi um desapontamento. Apesar de tudo, globalmente, é a candidatura de Miguel Ginestal que mais respeita o nosso bolso. Poupa-nos, por exemplo, 2% em IRS.

Jornal do Centro - Ed395  

Jornal do Centro - Ed395

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you