Page 1

PTnotícias Informativo do Partido dos Trabalhadores Iporá, maio de 2012

Silda Lorena tem pré-candidatura fortalecida

A usina de beneficiamento de castanhas do Pará, CAIA, investiu R$ 2 milhões em ampliação visando exportações, mas faltou apoio em Iporá e os novos empregos serão gerados em Firminópolis

Empregos do povo de Iporá estão indo para Firminópolis

PT é o partido do emprego, qualidade de vida, progresso... PÁGINA 2

No último dia 15 de abril, com a presença de quatro deputados petistas e a representatividade de 17 municípios da Regional, o PT de Goiás anunciou apoio à pré-candidatura de Silda Lorena a prefeita às eleições municipais deste ano. Silda Lorena é jornalista, foi vereadora por dois mandatos, atuou como articuladora do governo federal no Ministério do Desenvolvimento Agrário até recentemente, quando deixou a função por conta da pré-candidatura. É diretora da Rádio Nova Onda FM. “O PT de Iporá saiu na frente, com uma escolha feliz: o nome da Silda inspira confiança e garante certeza de que a mudança será segura, baseada em projeto e respaldada pela força do Deputado Rubens: “Silda inspira confiança em todos” governo federal”, ressaltou o deputado federal Deputado Haidar: “Silda Rubens Otoni, firme defensor do nome escolhido tem serviços prestados e muipelo PT. to respeito de todos” “O PT defende o destravamento econômico de Iporá. A nossa pré-candidata apresenta o perfil adequado aos desafios atuais: tem visão de futuro, competência e articulação com o governo federal”, avalisa o deputado estadual Carlos Kabral, líder do PT na Assembléia Legislativa e Deputado Luís coordenador do Encontro em Iporá. Bueno: “O Go“O governo federal é a tábua de salvação verno Federal é a do futuro de Iporá e da maioria dos municípios Deputado Carlos tábua da salvação Kabral destaca a brasileiros. Silda Lorena, sem dúvida nenhuma, é de Iporá” visão de futuro e uma das lideranças da Região com maior acesso articulação de SilEx-Prefeito Valdion: “É a e trânsito no governo federal. Isto conta muito”, da com o Governo pessoa certa para fazer o discursou o deputado Luis César durante o EnFederal elo entre Iporá e o Govercontro Estadual em Iporá. no Federal” Já o deputado Mauro Rubem, também presente no Encontro, disse que “uma possível vitória do PT em Iporá é muito importante também Sidney Valentim: para toda a Região: “Iporá perdeu o brilho de “Iporá tem cidade-pólo. O PT deve reagregar esse valor a jeito e com Iporá!” Deputado estadual Mauro o PT Em recente passagem por Iporá, quando Rubem com Silda Lorena, Silda vamos reparticipou de reunião de avaliação e planejamen- pré-candidata em Iporá e verter esta to do mandato do vereador Valdeci Lima, o depu- Valdeci Borges, da Execu- crise soValdeci Lima: “Silda é tado Humberto Aidar ressaltou a organização do tiva Municipal do Partido cial” a mais preparada e tem PT de Iporá: “é um partido forte, com as lideranapoio do Governo Fedeças respeitadas no seio da sociedade porque tem ral” serviços prestados. A Silda conquistou o autorizo do partido pra sua pré-candidatura dentre outras coisas pela a sua elogiável atuação na conquista do CEFET, hoje IFGoiano.” A presidenta do PT em Iporá, professora Zélia Maria Barbosa lembra que Silda foi eleita vereadora e sacrificou sua reeleição para representar o partido numa eleição majoritária, em 2008, entrando numa situação completamente desfavorável, e de última hora. “Este desprendi- Izabel de Fátima: “Silda Sindicalista Paulo Alves: Zélia Maria: “O despremento da Silda, em estar sempre à disposição da conta com apoio de toda Silda tem preparo e apoio endimento a credencia causa, a credenciou no PT para a disputa eleito- cúpula do PT” para transformar Iporá” como a pré-candidata ral de 2012.” A presidenta do PT de Iporá conta com o ótimo desempenho do governo federal também em Iporá como mais um ponto favorável à candidatura petista. O vice-presidente do PT de Iporá, Sidney Valentim, concorda: “Iporá tem jeito e o PT está preparado para reverter o processo de achatamento econômico e social imposto pelo PMDB nos últimos 30 anos”, discursa. Confiante na vitória, Sidney afirma categoricamente que nestas eleições Iporá tem mais uma chance de se afirmar definitivamente como um município forte. A ex-vereadora petista e diretora do Colégio Ariston Gomes da Silva, Isabel de Fátima Barbosa, observa que Silda Lorena conta com apoio do ex-presidente Lula, da Presidenta Dilma, de todos os deputados estaduais e federais do PT, além de ter experiência e sensibilidade para trabalhar os projetos que Iporá necessita. Hoje, segundo Isabel, Iporá já se beneficia do trabalho da Silda junto ao Governo Federal, seja pelos recursos do Território Médio Araguaia, seja pelas emendas parlamentares ou outros recursos advindos através dos deputados federais, Rubens Otoni e Marina Santana. Mesmo “não tendo mandato atualmente, ela está sempre trabalhando projetos para a região e conseguindo muitos benefícios”, reconhece a ex-vereadora. O ex-prefeito Valdion Januário Marques,que administrou a cidade em 2004, também manifesta entusiasmo com a pré-candidatura de Silda Lorena: “É a pessoa certa para fazer o elo entre Iporá e o Governo Federal. A cidade já sente a presença do PT e com Silda vitoriosa vão intensificar ainda mais estas obras que estão acontecendo. Por outro lado o nome de Silda Lorena representa a renovação que Iporá necessita”. Ressaltou ainda tem a visão do desenvolvimento sócio-econômico e da participação popular em todas as decisões”. Quanto a alianças Valdion não vê nenhuma dificuldade para uma união de todos os partidos que apóiam a Presidenta Dilma”por se tratar de uma candidatura do interesse do Governo Federal”. O presidente da regional do Sintego em Iporá e membro da Executiva Municipal do PT, Paulo Alves, observou que o Brasil está experimentando um grande avanço econômico, que, “infelizmente ainda não chegou a Iporá. “Recebemos muitas obras do Governo Federal, mas necessitamos de promover o desenvolvimento econômico. O Brasil já caminha para a quinta economia do mundo enquanto o povo de Iporá sofre com o desemprego”. Ele não esconde a confiança na vitória: “Silda representa a mudança, é competente, tem preparo e apoio político para promover as transformações de que necessitamos. O vereador Valdeci José de Lima observou que Iporá precisa de uma administração realmente voltada para o desenvolvimento econômico e social, com geração dos empregos que o povo necessita: “Silda Lorena é a pessoa mais preparada para administrar Iporá, além disso já provou que terá o apoio do Governo Federal uma vez que tem conseguido muitas obras para o município”.

Desde Lula, Governo Federal é recordista de obras em Iporá

PÁGINA 3


PTNotícias

Maio de 2012

Editorial

Página 2

PT trabalha aliança da transformação de Iporá

PT é o partido do emprego, da qualidade de vida, do progresso... Quando o presidente Lula assumiu o comando do Pais, havia ameaças e riscos de toda natureza. A situação era muito ruim e o povo entrava em desespero. Diziam que o Brasil não tinha jeito! Como as coisas mudaram de lá pra cá! Milhões de famílias trocaram de classe social, por que ascenderam significativamente em qualidade de vida, puxadas pelas políticas públicas do governo federal: Bolsa Família, PROUNI, expansão do ensino técnico profissionalizante (CEFET-IF Goiano), ampliação do PSF, remédios gratuitos nas redes da Farmácia Popular, SAMU, tratores para as comunidades rurais, Luz para Todos, crédito fundiário, ampliação do PRONAF, Programa do Território Médio Araguaia, PAA e PNAE, Centro de Comercialização, incentivo a produção e comercialização do leite... Minha casa, Minha Vida; crédito mais facilitado, o consumo foi ativado, as pessoas passaram a comprar mais alimentos, investir mais, comprar veículos, construir e reformar. O comercio experimenta um movimento positivo nunca visto antes! Além dos efeitos práticos e concretos na qualidade de vida do povo brasileiro, o governo federal, com Lula e com Dilma, projetou um Brasil grande e respeitado no cenário internacional. O Brasil levantou-se! Com novas cabeças governando o Brasil, uma nova visão de país passou a se consolidar desde então. Você, eu, nós somos testemunhas do quanto essa nova visão promoveu e promove o Brasil e os brasileiros. Os governos do PT induzem o crescimento, promovem a qualidade de vida e geram milhões de empregos! Em Goiás o jeito petista de governar já foi testado e aprovado em pequenas e grandes prefeituras: Goiânia, Anápolis, Montividiu, Aragarças e Baliza. Como o Brasil de 9 anos atrás, Iporá precisa de mudança urgente. E não é uma mudança qualquer . É uma mudança de visão de rumo para o município, baseado em projeto concreto e seguro! O PT se apresentará no momento certo com um projeto inovador, sustentável, transparente e legitimado pela participação popular.

Desde Lula, recursos federais fazem a diferença em Iporá O PT tem conseguido junto ao Governo Federal um volume de obras nunca visto em Iporá, a destacar o IF Goiano, nova unidade do INSS, creche, SAMU, quadras de esportes cobertas, casas populares, entre outras, frutos do trabalho dos líderes petistas junto ao Deputado Federal, Rubens Otoni.

Diretora da Rádio Nova Onda FM, Silda Lorena, pré-candidata a Prefeita de Iporá

O PT abriu diálogo com todos os partidos políticos visando a construção de uma aliança que busque a transformação de Iporá. “Todas as pessoas e partidos políticos que desejam uma nova Iporá estão convidados para participar desta aliança e das discussões”, afirmou o vice-presidente do PT em Iporá, Sidney Valentim. Ela ressalta que as discussões, além de visar a união de partidos políticos em torno do nome da jornalista Silda Lorena tem ainda o objetivo de construir o plano de governo. Sidney Valentim observou que o partido trabalha com muita tranqüilidade uma vez que “nossa pré-candidata é muita respeitada na cidade tanto pelo povo como pelas lideranças políticas. Silda Lorena não tem adversários, pode receber apoio até dos partidos não aliados ao Governo Federal uma vez que seu nome é reconhecido por todos como o melhor e mais seguro para Iporá, principalmente neste momento decisivo que vive o município, vendo o Brasil e a economia municipal indo ao fundo do poço”. Continuando ele frisou que “todas as lideranças de Iporá sabem perfeitamente que a oportunidade de o município crescer, de realizar projetos de combate aos problemas sociais passa por 7 de outubro: ou Iporá mostra que realmente quer uma transformação social que alcance o ser humano em todas as suas necessidades, ou se entregará de vez ao comodismo, à filosofia do “não tem jeito”. Valentim ressalta ainda que já passa da hora de Iporá dar um muito obrigado ao Presidente Lula e Presidenta Dilma. “Iporá precisa demonstrar sua gratidão abrindo suas portas para Dilma e Lula para que eles possam nos ajudar ainda mais. E isso será feito no dia 7 de outubro quando estaremos elegendo uma Prefeita da inteira confiança de Lula e Dilma”.

Creche Escola Pro-infância na Vila Padre Cícero

Auditório do IF Goiano: 800 lugares

UPA - Unidade de Pronto Atendimento

Feira coberta no Bairro Umuarama

Patrulha Agrícola para a comunidade do Santo Antônio

Sidney Valentim, vice-presidente do PT de Iporá: diálogo aberto com lideranças e a comunidade.

EXPEDIENTE

PT Noticias

é um instrumento de divulgação do PT de Iporá Edição maio 2012 - Tiragem: 5 mil exemplares

Casas populares no Bairro Santo Antônio

Posto do INSS: novas instalações garantem maior comodidade aos usuários

SAMU, outro grande benefício do Governo Federal para o povo de Iporá

Presidenta: Zélia Mª Barbosa Lima Vice-presidente: Sidnei Valentim Bittencourt Secretário Geral: Cezamar Manoel Martins Tesoureiro: Alex Alessandro Mendes Secretaria de Comunicação: Silda Lorena Secretaria de Formação: Paulo Alves Secretaria da Mulher: Rosmilda Silva Secretaria de Movimentos Populares: José Aparecido de Souza Líder da Bancada na Câmara Municipal: Vereador Valdeci Lima


PTNotícias

Maio de 2012

Página 3

IF Goiano recebeu mais de R$13 milhões de investimentos Escola é especializada na formação de mão de obra qualificada

O Instituto Federal Goiano, ainda em implantação, já está entre os que mais geram emprego na cidade. O diretor do IF Goiano,José Junio, com 27 anos de experiência na área educacional em vários municípios afirma que o povo de Iporá é um dos que mais valriza e reconehce os benefícios que recebe

Das inúmeras obras federais em Iporá, a construção do campus do IF Goiano é de longe a mais importante, inclusive pelo volume de recursos aplicados: deve superar os 20 milhões, somando custeio e investimento até o final de 2012, pouco mais de três anos de operação. Surpreendeu até os mais otimistas. Além da rapidez com que o sonho virou realidade, a Escola chama atenção pela grandeza e pela promessa de futuro. “É uma escola amada pelo povo. Este é um diferencial do Campus de Iporá”, destaca o atual diretor da unidade, José Junio Rodrigues de Souza. O governo federal entrou com os recursos e a logística para a implantação da escola: construção dos prédios, salas de aula, auditório, laboratórios, biblioteca, salas administrativas e parte dos equipamentos. O município e o Estado doaram terrenos. Prefeituras e empresários doaram equipamentos para a nova escola. O governo federal também realizou concursos, contratou pessoal e custeia todo o funcionamento do

Lideranças petistas visitam Campus Iporá do IF Goiano: da esquerda para direita vereador Valdeci Lima, José Júnio, diretor do Campus, o deputado federal Rubens Otoni, jornalista Silda Lorena, Madson da Veiga, Secretário de Organização do PT Estadual e o ex-prefeito, Valdion Marques

O IF já tem 650 alunos matriculados em 8 cursos e iniciará outros 7 à distância

Municípios atendidos em Iporá Iporá Diorama Amorinópolis Jaupaci Montes Claros Arenápolis Palestina Caiapônia Pifanhas Israelândia

Cursos Superior - Licenciatura em Química Técnicos - Agropecuária - Informática - Química - Secretariado Ensino Médio - PROEJA Técnico em Administração - Integrado com Técnico em Informática

IF. São quase 100 funcionários dentre professores e auxiliadores administrativos. Terceirizados são 32. No inicio era um sonho distante. Fazer a cidade acreditar que Iporá poderia sediar uma escola federal foi uma tarefa que exigiu muita argumentação. À época, as vereadoras do PT, Silda Lorena e Isabel Barbosa, empunharam a bandeira com firmeza e contaram com o decisivo apoio do diretor do CEFET Rio Verde,Vicente Pereira, hoje reitor do Instituto Federal Goiano com 5 campi, dos quais o campus Iporá. O respaldo do deputado federal Rubens Otoni e do Ministro da Educação Fernando Haddad foram fundamentais. A mobilização da sociedade democratizou o movimento que alcançou caráter suprapartidário. O Campus Iporá foi inaugurado em solenidade coletiva juntamente com outros no Brasil inteiro. A idéia inicial era de se criar em Iporá uma extensão do Cefet Rio Verde, o que já era muito bom, mas na campanha eleitoral de 2006 o presidente Lula, candidato a reeleição, resolveu turbinar o projeto de ampliação das escolas técnicas federais como estratégia de suporte para o crescimento do Pais que se acelerava. Os então centros de ensino técnico foram transformados em Instituto Federal de Ensino Tecnológico, capaz de abrigar cursos Construção de auditório com capacidade para 800 pessoas superiores. Uma revolução que beneficiou diretamente o projeto em Iporá.

O Campus Iporá do IF não pára de crescer Desde a fundação foram aplicados mais de 13 milhões de reais. Mas as obras continuam: um auditório com 800 lugares sentados está em plena construção; os recursos para a construção dos laboratórios na Fazenda já foram disponibilizados: R$ 1.850 mil. As obras da Fazenda só não foram iniciadas por conta da falta de energia no local, mas a CELG já foi acionada. O IF é uma escola pública, gratuita e oferece ensino da mais alta qualidade. Hoje o Campus Iporá atende 650 estudantes de vários municípios matriculados em sete cursos diferentes. O diretor José Júnio anuncia um novo curso: tecnólogo em Agronegócios, já disponível no próximo vestibular. O objetivo do IF Goiano é promover o desenvolvimento sócio-econômico de Iporá e Região. Os benefícios começaram desde a construção dos prédios. No primeiro momento, a obra empregou mais de 50 trabalhadores das diversas áreas da construção civil. Hoje são aproximadamente 100 empregos diretos, com previsão de quase dobrar a capacidade até 2014. “Foram R$ 12 milhões 300 mil reais que o Governo Federal investiu em Iporá para implantar o IF. E os investimentos não param, em breve mais R$ 3 milhões 350 mil serão aplicados, isto sem falar no custeio e outros projetos que aguardam autorizo do Ministério”, confirma o diretor do IF Goiano em Iporá, José Junio Rodrigues de Souza.

MULHERES MIL É SUCESSO EM IPORÁ

Jose Júnio destaca a gratidão que o povo de Iporá manifesta em relação a sua grande conquista, o IF Goiano. “Lançamos agora, por exemplo, o programa Mulheres Mil, com turma de 50 alunas já em fase de conclusão e outra para iniciar em agosto. Nesta primeira turma tivemos evasão zero”, comemora o diretor acrescentando que a primeira turma aprendeu a fazer doces e desidratados. A segunda turma vai trabalhar hortas e viveiros. José Junior salienta que Mulheres Mil é um projeto da Presidenta Dilma que visa aumentar a auto-estima da mulher através do despertar de seu potencial e qualificação profissional que culminará com geração de mais renda e qualidade de vida para a família que sempre é o alvo principal dos projetos do PT.

Primeira turma do Mulheres Mil com 50 participantes teve evazão zero


PTNotícias

Maio de 2012

A CAIA, com um crescimento de 300% ao ano, recebeu de Firminópolis o apoio que lhe foi negado em Iporá e está em fase de transferência para aquele município. A ampliação já dobrou a oferta de empregos, hoje dos firminopolitanos, e em breve a empresa começa a exportar seus produtos para os Estados Unidos

Empregos da CAIA, agora, são do povo de Firminópolis

E

Maior fonte de geração de empregos de Iporá está se transferindo para Firminópolis por falta de ação da Prefeitura

nquanto os pais de família choram um emprego para manter suas necessidades básicas, os jovens se estressam por falta de oportunidades e os comerciantes reclamam do achatamento dos negócios, a Prefeitura de Iporá se mantém omissa. Além de não ter iniciativa própria quanto aos programas de geração de emprego, o prefeito José Antônio cruza os braços diante de situações que exigem apenas boa vontade e um pouco de sensibilidade com os que clamam por oportunidades. As conseqüências são inevitáveis e trágicas para a sociedade local: a CAIA, uma usina de beneficiamento de castanhas do Pará, gerando 100 empregos diretos no município, necessitando ampliar suas instalações, projeto que dobraria de imediato suas condições de empregar os iporaenses, teve de se transferir para o vizinho município de Firminópolis. “Buscamos todos os meios possíveis para que o projeto fosse realizado em Iporá, afinal, foi aqui que iniciamos a atividade, e aqui temos nossos familiares e os mais fortes laços de amizade, mas diante da omissão do Poder Público tivemos de contrariar nossa vontade e executar o projeto de expansão em outro município”, explica o empresário Carlito José de Oliveira. Grande perda: a empresa já está em pleno funcionamento em Firminópolis(veja fotos nesta página), gerando 80 postos de trabalho diretos somente na nova unidade da Caia. Se tivesse tido incentivo aqui, Iporá poderia comemorar a existência da primeira indústria de médio porte: empregando cerca de 150 funcionários e processando x toneladas de castanhas por mês. Em Iporá, a empresa ainda está funcionando, mas com um turno a menos, “provavelmente até o fim do contrato de comodato assinado com a prefeitura de Iporá”, supõe o empresário sem ter muita segurança quanto ao futuro em Iporá. Carlito insistiu muito com o prefeito

de Iporá: enquanto o empresário comprava os maquinários para a expansão da indústria, procurava discutir o projeto com as autoridades municipais, explicando a necessidade de apoio do Poder Público no que tange a cessão de parte do prédio que ocupa hoje. “Há dois anos tivemos uma expansão, com o município cedendo parte de um prédio que lhe foi doado pelo Estado. Isso viabilizou a ampliação dos negócios e passamos a gerar 100 empregos diretos, de carteira assinada. Acreditávamos que não teríamos dificuldades em negociar com o Prefeito de Iporá, pois a parte do prédio que pretendíamos ocupar está ociosa e seriam mais 100 empregos de imediato para a nossa comunidade. E enquanto esbarrávamos numa falta de diálogo com o Poder Público municipal começaram a chegar propostas de outros municípios que nos ofereciam terreno e até mão-de-obra para edificar as instalações”, afirma Carlito revelando que foi procurado por seis municípios. Já com os maquinários comprados e sem nenhum sinal positivo do Prefeito de Iporá. Carlito não teve outra alternativa senão aceitar a proposta da Prefeitura de Firminópolis que lhe ofertou uma área de 10 mil metros quadrados, com dois galpões já construídos. “Eu tive de construir só mais um galpão, a Prefeitura, inclusive, reformou os galpões já existentes no terreno, adaptando-os às minhas necessidades. Vale ressaltar que mesmo já tendo iniciado a obra em Firminópolis ainda tentei um novo diálogo com o Prefeito, pois, estava disposto a parar a obra e trazer os maquinários de volta. Mas, para minha surpresa, ouvi de um vereador que eu deveria ir mesmo rápido para Firminópolis, pois a proposta daquele município era irrecusável”. Carlito frisou que até a imprensa de Iporá ficou sensibilizada abrindo espaço para tentar convencer as autoridades locais, por entender que o município não poderia perder tal

Página 4

LUTO Os empreendedores de Iporá, da região e de Goiás estão em luto: um acidente automobilistico fatal arrancou Carlito do nosso convívio, no último dia 12. Pai de família, trabalhador, empreendedor, um desbravador que percebia e perseguia como poucos as oportunidades de negócios. Nosso jornal ja estava na gráfica quando formos surpreendidios pela falatalidade. Suspendemos para registrar nossa tristeza, como forma de homenagear sua curta, mas prodigiosa passagem terrena. A presença de Carlito faz muita falta e não poderemos supri-la, mas seus bons exemplos serão multiplicados! Aolado, a reportagem original, na qual Carlito, em entrevista no dia 24 de abril, enfatizou profunda contrariedade em ter que tirar sua empresa de Iporá.

Empresa genuinamente de Iporá amplia instalações visando exportação para os Estados Unidos, no entanto, a comunidade já perdeu 25% dos empregos que eram gerados na cidade

investimento. A CAIA é uma das empresas que mais cresce na região. Iniciou suas atividades manualmente, trabalhavam apenas o diretor Carlito e sua esposa. “Nós quebrávamos as castanhas no martelo”, lembra ele explicando que tudo começou há sete anos funcionando em sua própria residência quando a CAIA era uma simples empresa de fundo de quintal. Os negócios foram crescendo e hoje a empresa tem nove escritórios de compra espalhados Amazônia afora. “Nosso crescimento tem sido da ordem de 300% ano. O investimento realizado, agora, em Firminópolis foi R$ 2 milhões. Somente na execução da obra, que começou há seis meses e ainda não está concluída, mantínha-

mos uma média de 40 pessoas trabalhando. Atualmente estamos gerando 100 empregos diretos naquele município, com planos para crescer mais.” A CAIA vende seus produtos em todo o Brasil e com a ampliação em Firminópolis vai iniciar em breve a exportação para os Estados Unidos. O carro chefe dos produtos é a Castanha do Pará. Além de nozes, damasco, baru, pistache, ela trabalha com a castanha do caju. “Hoje compramos a castanha do caju no Nordeste e pagamos o beneficiamento no próprio Nordeste. Não compensa investir no beneficiamento aqui enquanto não houver uma produção na região. Isso dependeria da Prefeitura desenvolver projeto junto aos produtores, oferece seu apoio”.

Por amor a Iporá, mesmo já tendo iniciado a obra em Firminópolis empresário Carlito, disposto a não dar continuidade à transferência, tentou novo diálogo com a Prefeitura, mas não obteve retorno. A ampliação está sendo efetivada e o município de Iporá perdeu um investimento de R$ 2 milhões.

pt noticias  

informativo do PT de Ipora