Issuu on Google+

KUNG FU

CULTURA

Dança e forró fazem festejos juninos no Cariri

Atleta juazeirense é convocada para Mundial na China

11

12

O periódico do Cariri independente CRIME

REGIÃO DO CARIRI l DE 19 A 25 DE JUNHO DE 2012 l ANO XIV

l

NÚMERO 2539 R$ 1,50

TRABALHO INFANTIL

Exploração cresce e fica impune no Cariri Foto: Samuel Macedo

Mesmo com diversas campanhas de combate à exploração do trabalho infantil, o problema ainda preocupa o Cariri. Em uma pesquisa realizada pelo JC, em Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha e Nova Olinda, foram detectados, pelo menos, um caso diferente de exploração em cada município. Os órgãos responsáveis pela fiscalização chamam atenção para o fato da família ser um dos principais incentivadores do trabalho infantil.

6

VozesdoCariri João Hilário, radiojornalismo à toda prova

AVENIDA CARLOS CRUZ

BARBALHA

PMDB pode lançar Betilde Sampaio

11

REI DO BAIÃO

Expocrato fará homenagem ao centenário de Luiz Gonzaga No ano do centenário do nascimento do rei do baião, Luiz Gonzaga, a Expocrato vai homenagear o ícone da cultura nordestina. O grupo gestor da Expocrato também fará tributo ao cantor Waldick Soriano, na Noite do Brega, no dia 6 de julho. A 61ª edição do evento foi lançada na última sexta-feira (15).

Via interditada serve à venda de fogos

O diretório regional do PMDB decidiu intervir em Barbalha. O diretório local havia optado por manter a aliança com o PT. A decisão desagradou a cúpula, que deve determinar o rompimento e lançar a candidatura da atual vice.

4

JUAZEIRO

7 Vereadores

aumentam salários em quase 100% O aumento é referente ao quadriênio 2013/2016 e passa a valer a partir de 1º de janeiro do próximo ano. Pela nova Lei, o prefeito passa a ter um salário de R$ 25 mil e o presidente da Câmara receberá R$ 22 mil mensais.

CLINIMAGEM de Juazeiro do Norte realizando exames especiais

4

Com a reforma da Praça José Geraldo da Cruz – conhecida como Praça das Cacimbas - os vendedores de produtos explosivos foram obrigados a instalar suas barracas em outro local, na Avenida Carlos Cruz, em Juazeiro.

7

FLONA ARARIPE

RODOVIAS

Imprudência Floresta alcança ampliação em 706,6 hectares Floresta Nacional do Araripe conquista ampliação de sua área com a incorporação de marca trânsito A706,77 hectares de reserva natural, através do decreto assinado pela Presidência da República, no último dia 5. Durante cerca de 20 anos, ambientalistas lutavam pela requisição de área no Cariri 8 pertencida à extinta Epace. 6

Destaques da programação de 19 a 25 de junho de 2012. Dia 19, terça-feira. OFICINA DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA 14h00 - Danças Urbanas Jorge Luiz Alves - Fortaleza-CE. Dia 20, quarta-feira. ARTES CÊNICAS 19h30 - Diwan de Lorca - Palmas Produções Artísticas - Fortaleza-CE. Dia 21, quinta-feira.

ARTES CÊNICAS 19h30 - Diwan de Lorca - Palmas Produções Artísticas - Fortaleza-CE. Dia 22, sexta-feira. ARTES CÊNICAS 19h30 - Diwan de Lorca - Palmas Produções Artísticas - Fortaleza-CE. Dia 23, sábado. Fechado.

CURSO DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA Local: Teatro Marquise Branca - Av. Pe. Cícero, s/n. 14h00 - Diálogo das Artes - Prof. Luiz Renato Moura. TRADIÇÃO CULTURAL Local: II EREDS Nordeste - Centro de Expansão do Crato - Crato-CE. 18h00 - Coco Macaúba - Sítio Francisco

Acesse e veja a programação completa:

www.bnb.gov.br/cultura

Gomes - Crato-CE. Dia 24, domingo. Fechado. ARTE RETIRANTE Local: Vila Tipi - Aurora-CE. 17h00 - Nas Garras do Capa Bode - Cia. Wancilu s - Crato-CE. Dia 25, segunda-feira. Fechado.

CINEMA Curtas Curador: Elvis Pinheiro - Juazeiro do Norte-CE. Local: Teatro Adalberto Vamozi Sesc - Crato.


Cidades 2

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 29 DE MAIO A 04 DE JUNHO DE 2012

Editorial CAMINHOS TORTUOSOS PARA A INFÂNCIA

A exploração da infância, por meio de trabalho árduo e a baixo custo, é a impossibilidade de concretização da essência de uma criança: a brincadeira na formação do ser humano. Um adulto infantilizado é o resultado da equação descompensada. Gente com um certa idade, que deveria ter atidtudes dignas de tal experiência de vida, mas que não as pratica. Pessoas de ambos os sexos quando chegam à maturidade, por não terem sido crianças no momento certo, procuram recuperar o tempo perdido de forma pouco condizente. Quando um jovem abandona o ioiô, a bola e a boneca para quebrar pedras, cuidar de animais ou recolher lixo nas esquinas da cidade, perde-se homens e mulheres equilibrados e com um longo futuro pela frente. Utilizar mão-de-obra infantil é crime e condena nossas crianças a uma vida incerta, sem base. Na linha de denúncias e matérias especiais, uma marca do Jornal do Cariri, a edição desta semana traz reportagem sobre o drama da exploração infantil no Sul do Estado, com olhar mais apurado no triângulo Crajubar. Em Barbalha, menores de 14 anos desempenham atividades duras, com des-

gaste físico, emocional e social. São impedidas de brincar e aproveitar o melhor da infância: a flexibilidade com as horas e a inocência única da idade. As mãos, que deveriam estar sujas por causa da brincadeira na terra, do jogo com bola de gude, da pipa, estão encardidas da luta árdua diária para ajudar a sustentar a família, seja no campo ou na cidade. É uma realidade que entristece o Brasil, o Ceará e, lamentavelmente, também o Cariri. Além de lixões e fazendas da região, os pequenos são vistos em sinais e ruas, ao sol, vendendo produtos de baixo valor ou oferecendo serviço de limpeza de carros, para juntar moedas e ajudar nos ganhos de casa. A exploração não tem limites e condena as nossas crianças a um mar revolto de incertezas no amanhã. Os pais, que deveriam ser os principais agentes protetores dos menores, são, na verdade, os vilões da história. Nem todos, é verdade, mas vale tudo para conseguir comprar a comida e sobreviver por mais um dia. A partir daí, entramos de cabeça em outro problema: os miseráveis e desempregados do

país. Mas a questão não serve de justificativa para usarmos as mãos pequenas em trabalho de adulto. Os conselhos tutelares dos municípios, responsáveis pelos assuntos relativos à infância, garantem que o trabalho do órgão é feito a contento, mas que as necessidades financeiras familiares superam o raciocínio de preservação das vivências importantes nos primeiros anos de vida de uma pessoa. A distribuição de renda é uma das possibilidades para que o problema seja soluciando. Mas só isso não é o suficiente. Escolas em tempo integral, com a oferta de cursos de línguas, informática e artísticos é um complemento às ações de auxílio à infância. O poder público é de fundamental importância, mas a iniciativa privada não pode ficar fora de um projeto para a salvação da essência das crianças. Mesmo porque, são as empresas, fazendas e pequenos comércios que contratam menores de idade. O trabalho dignifica o homem, mas se for para um jovem exercer alguma função, que seja uma que condiza com a idade em questão.

CHARGE

SECA VERDE: SEDE E FOME NÃO ESPERAM

ELEIÇÃO, GUERRA E OS AMADORES A guerra tem sido usada como metáfora para a acirrada luta pelo mercado na venda de produtos e serviços. É assim faz tempo. Em uma campanha eleitoral, a coisa se dá de forma bastante parecida, embora a simplificação de que todo candidato é um produto, seja um tanto perigosa.Por que digo isso? Ora, no marketing comercial, lidamos com o desejo e a necessidade de forma mais clara - sabemos que queremos um sabonete ou sapato - o que nos resta é escolher aquele que melhor se adéque ao bolso ou, caso o preço não faça diferença, às nossas preferências e necessidades. Na campanha política é mais complicado, grade parte do eleitorado preferiria viver sem se ocupar de assuntos relacionados à política, seja pelo descrédito que a classe tem acumulado ao longo de tantos escândalos de corrupção que assolam o país, seja simplesmente por estarem cansados de acreditar em promessas não cumpridas. Nesse sentido, a coisa fica bem mais complicada que comprar um sabonete: a campanha eleitoral está tentando vender um “produto” que grande parte da população gostaria que não existisse. Como resolver o problema? Não existe uma receita pronta para cair no gosto do eleitor, as variáveis são as mais diversas e fogem ao controle da campanha. Momento político, coligações, bandeiras, apoiadores, histórico do candidato, recursos financeiros e humanos.

Somem-se a essa lista, as ações e variáveis constantes em todos os seus adversários, e você terá complexa matriz para a busca do voto. No entanto, o amadorismo ainda é o maior responsável pelo fracasso das campanhas. Podemos observar claramente no material impresso, por exemplo. Ora, já faz tempo - para alívio de muitos e tristeza e outros tantos – que não se pode mais distribuir brindes para eleitores, camisas, bonés, chaveiros, ou seja lá o que for, constitui-se em crime eleitoral passível de impugnação, disso todos nós sabemos. Pois bem, o que resta ao candidato é o material de campanha, santinho, cartaz, mini-door, adesivo, bandeirolas, enfim, a imagem do candidato e o conceito da campanha impresso e distribuído fartamente entre o eleitorado, a primeira impressão. Ocorre que, por alguma razão que foge a minha compreensão, é justamente nesse ponto que a maioria negligencia. Material bom e candidato ruim. O material é impecavelmente bem feito, mas o candidato não corresponde, nesse caso, não há nada pior para um mau produto, que um bom marketing. Isso acontece normalmente por que, aquele cunhado, amigo ou financiador da campanha, criou um conceito totalmente desassociado da imagem do candidato, não é a linguagem que ele está acostumado a usar, não é a bandeira que ele acredita,

Jorge Costa Consultor de Marketing

de 650 mil toneladas de alimentos, contra uma colheita de 1,3 milhão de toneladas em 2011. Além das graves consequências para a saúde e para a agricultura, é importante mostrar o quadro de desolação que a Seca Verde já causou para a pecuária nordestina. No Ceará, ouvi depoimentos de criadores que, devido a falta de ração, de capim, sorgo e milho, eles estão mandando os rebanhos para conhecidos que moram em localidades onde ainda resta pelo menos algum capim seco, para, ao final da seca, dividirem meio-a-meio o que sobrou. A situação é cruel e de emergência, mas o nordestino é, antes de tudo, um bravo! Por isso é fundamental que os técnicos dos ministérios envolvidos apresentem o mesmo respeito e a mesma sensibilidade que vem demonstrando o governador Cid Gomes e a presidenta Dilma Rousseff e que demostrou o ex-presidente Lula, durante seus oito anos à frente do executivo federal. É preciso presteza, é preciso celeridade. A sede e a fome não esperam.

Eunício Oliveira Senador pelo PMDB/CE

CARTA

SEXTILHA

Aproveito o espaço para lembrar aos pais de crianças entre 0 e 5 anos para que não esqueçam de levar seus filhos ao posto de vacinação mais próximo de sua residência para imunizá-los contra a paralisia infantil. A campanha segue até o dia 6 de julho e é muito importante para que a doença não volte a registrar casos em nosso país. Desde já agradeço o espaço dispensado pelo Jornal do Cariri Sara Almeida, estudante de enfermagem

SE ERROU NÃO ADIANTA DESESPERO OU SOFRIMENTO... É LEVANTAR A CABEÇA TER O RECONHECIMENTO ASSUMIR AS CONSEQUÊNCIAS REEGUER-SE NO MOMENTO! Welington Costa

Expediente:

não é um assunto que ele domina. Resultado, o candidato não convence porque não compreende o conceito de sua própria campanha. Candidato bom, material bom, equipe ruim. Está tudo as mil maravilhas, mas a equipe de comando e ação não tem competência. Fatal! Campanha não é lugar para amadores, não é lugar para acomodação de amigos, parentes ou correligionários. Campanha é guerra. Não tenha medo de perder voto por que não “empregou” fulano ou beltrano, a ação irresponsável de um colaborador pode fazer você perder a campanha. Se for inevitável “empregar” aquela pessoa, que você sabe não ter competência para o trabalho, invente um cargo de gerente secreto de ações de campo e mande passar o dia anotando placa de carro. Bem, campanha política é assunto muito sério e não se resolve com algumas dicas. Em todo caso, espero ter jogado alguma luz ao assunto. Para terminar, vale lembrar: Candidato, você já fez o planejamento estratégico de sua campanha?

No último fim de semana, como presidente regional do PDMB, realizei uma extensa agenda de trabalho em cidades do Interior do meu Ceará. Retornei dos encontros bastante preocupado com o desespero que presenciei no olhar de quem está vivendo a maior Seca Verde dos últimos 30 anos, e que causa prejuízos quase irreparáveis não só ao Ceará como em todo Nordeste, onde já são 800 os municípios em situação de emergência. Infelizmente, esse fenômeno, que é cíclico e já característico em nossa Região, ainda atinge proporções trágicas para milhões de brasileiros. Drama que já poderia ter sido bastante minorado com a realização de mais obras de infraestrutura como a construção de cisternas de placa, novos reservatórios e canais para a melhor distribuição de água de modo a atender o consumo humano, a agricultura irrigada e a indústria. Até a última terça-feira (25), 81 municípios cearenses, de um total de 184, já foram declarados em situação de emergência, conforme a Defesa Civil do Estado. A medida tende a acelerar o recebimento de ajuda, tanto na esfera estadual quando do Governo Federal, porém não extingue o problema. No Ceará, os números já confirmados pelo levantamento sistemático de produção agrícola do IBGE, a safra deste ano será, no máximo, 50% do que foi colhido no ano passado, ou seja, cerca

Envie sua carta para jornaldocariri@jornaldocariri.com.br e dê sua opinião faça sua sugestão, uma crítica. Esse espaço é aberto para você, caro leitor.

Diretor-presidente: Luzenor de Oliveira Diretora de Jornalismo: Jaqueline Freitas

Diretor de Conteúdo: Donizete Arruda Editor-chefe: Márcio Dornelles

Diretoria Jurídica: Vicente Aquino

Conselho Editorial: Geraldo Menezes Barbosa | Francisco Huberto Esmeraldo Cabral | Napoleão Tavares Neves e Monsenhor Gonçalo Farias Filho

O periódico do Cariri independente Fundado em 5 de setembro de 1997 O Jornal do Cariri é uma publicação da Editora e Gráfica Cearasat Comunicação Ltda CNPJ: 34.957.332/0001-80

Fale conosco

Administração e Redação: Rua Pio X, 448 - Bairro Salesianos - CEP: 63050-020 - Juazeiro do Norte – Ceará - Fone (88) 3511.2457 Sucursal Fortaleza: Rua Coronel Alves Teixeira, 1905, sala 05, Telefone: 085.3462.2607 - Celular: 085.9161.7466 Sucursal Brasília: Edifício Empire Center, Setor Comercial Sul, Sala 307, Brasília-DF Os artigos assinados são de responsabilidade dos seus autores

Redação w cidades@jornaldocariri.com.br w policia@jornaldocariri.com.br w politica@jornaldocariri.com.br w redacao@jornaldocariri.com.br Departamento Comercial w comercial@jornaldocariri.com.br | Geral w jornaldocariri@jornaldocariri.com.br


REGIテグ DO CARIRI(CE), DE 19 A 25 DE JUNHO DE 2012

3


Política 4

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 19 A 25 DE JUNHO DE 2012

DONIZETE ARRUDA

Política

Eunício quer varrer PT do Crajubar

O rompimento do PT com o governador Cid Gomes em Fortaleza terá conseqüências para os petistas no Cariri. O PSB ainda não anunciou sua reação. Porém, o PMDB do senador Eunício Oliveira, aliado incondicional de Cid, decidiu romper alianças com o PT e lançar candidato a prefeito nas principais cidades do Cariri. Priorizou especialmente Juazeiro, Crato e Barbalha com o lançamento das candidaturas de Raimundo Macedo, Ronaldo Matos e Betilde Sampaio. Eunício está confiante que o PMDB e o PSB possam eleger a maioria dos prefeitos no Cariri nas eleições deste ano.

Cid e Eunício juntos até 2014

Para quem estranha essa defesa intransigente do senador Eunício Oliveira do governador Cid Gomes é bom anotar: na inauguração do metrô de Fortaleza na sexta passada, Cid declarou que a aliança dele com Eunício se manterá até 2014. PMDB e PSB estarão juntos na sucessão estadual e Eunício é opção para o Governo do Estado. Daí seu empenho em consolidar o seu PMDB como um partido hegemônico no Cariri para se credenciar na próxima candidatura.

Raimundão vive dias de tensão

Presidente da Câmara juazeirense, vereador Zé de Amélia Junior, antecipou a intenção de colocar, esta semana, em pauta as quatro contas com recursos especiais desaprovados do ex-prefeito Raimundo Macedo. A jurisprudência do Supremo Tribunal Federal(STF) afirma que essa condenação é passível de inclusão na Lei da Ficha Limpa. Ou seja, Raimundão precisa de dez votos de vereadores para se safar e conseguir ser candidato a prefeito. Zé de Amélia Junior disse que vai colocar a matéria em votação e não quer saber do resultado, se recusando a ter qualquer conversa antecipada com Raimundão para evitar falatório e fofoca. E concluiu: cabe aos vereadores decidir ao juízo deles. Assim será feito.

Marcos Cunha resiste a renunciar

Sem ter uma tradição petista, tanto que traiu Lula para votar em Heloísa Helena em um passada recente, Marcos Cunha ameaça com sua candidatura a prefeito no Crato implodir as alianças do PT com o PSB em Juazeiro e Barbalha. Sábado ao meio-dia, no restaurante Querência, o deputado Camilo Santana e o prefeito Manoel Santana tentavam demovê-lo de sua candidatura e convencê-lo a uma união com o deputado Sineval Roque. Hoje, Marcos Cunha não tem chances de vitória, mas sua insistência em ser candidato pode atrapalhar e muito a reeleição de Santana e do prefeito Zé Leite.

Uma ameaça ao futuro da Urca

A reitora Otonite Cortez foi eleita com compromissos claros de transparência, ética e inauguração de um novo tempo na Universidade Regional do Cariri (Urca). O tempo está passando e as mudanças não ocorreram na velocidade que a comunidade acadêmica e a sociedade do Cariri exigem. Para completar, a politicagem volta ameaçar a instituição. Tanto que a reitora está engajada na campanha eleitoral para eleger o petista Marcos Cunha prefeito do Crato, traindo seu principal padrinho junto ao governador Cid Gomes, o deputado estadual Sineval Roque. A reitora Otonite Cortez precisa escolher o rumo que quer seguir na política ou no comando da instituição. Também deve esclarecer a acusação que sua administração estaria promovendo uma distribuição de passagens para servidores e outros apadrinhados O Procon-Urca foi inaugurado n o início do mês com muita festa e a presença do deputado estadual Fernando Hugo. Na solenidade, o parlamentar ouviu o compromisso da reitora que o Procon entraria em funcionamento imediatamente, o que até agora não aconteceu.

Arnon negocia para ser plano B

A proximidade do julgamento pela Câmara de Juazeiro dos recursos com as contas desaprovadas de Raimundo Macedo levaram o deputado Arnon Bezerra a ter uma conversa franca com ele. Raimundão resistiu. Arnon até confidenciou a amigos ter ficado impressionado com o nível de estresse de Raimundão. Ao abordá-lo sobre a possibilidade de receber seu apoio, caso seja julgado ficha suja, Raimundão teria disparado: “só voto em quem dorme na minha casa”. Diante da impossibilidade da sua esposa, dona Maricele e de seu filho Mauro Macedo serem candidatos, o plano B de Raimundão seria seu outro filho, David Macedo. Arnon Bezerra não acredita nessa hipótese e crê que será ele o candidato de Raimundão. Por ora, é aguardar o posicionamento da Câmara e do Tribunal de Contas dos Municípios.

Disse me disse... • Diretório estadual PCdoB enviou ao membros do

diretório do Crato um documento dizendo ser ainda cedo para uma definição sobre o rumo eleitoral a ser seguido no Município. • A aliança em torno da candidatura de Betilde Sampaio

deve unir 12 partidos. O próprio senador Eunício Oliveira tem comandado essa articulação. • Prefeito Manoel Santana revogou a concessão do

Mercado do Pirajá da SR Empreendimentos, empresa de Silvio Rui. • Essa decisão agora adotada por Santana é positiva

pois a SR Empreendimentos não atendia as exigências da administração municipal, principalmente em oferecer um serviço de qualidade à população • Vereador Ronas Motos criou juízo. Sabe que tem um

escândalo para estourar com seu nome. Preferiu desistir da reeleição. Também não quer brigar com o cunhado Macedo Filho. • A saída de Ronas Motos será lançar a esposa Rosane

Macedo para manter a família unida. • Desculpe a ignorância, quando a reitora da Urca, Otonite Cortez, cumprirá seus compromissos de campanha?

BARBALHA

PMDB não descarta intervir para lançar Betilde Sampaio Arquivo Pessoal

Mirelly Morais

O

diretório regional do PMDB, comandado pelo senador Eunício Oliveira, pode intervir no município de Barbalha e lançará um nome a disputa. O comando estadual não avaliza a decisão tomada pelo diretório municipal, em reunião tumultuada realizada neste domingo (17), quando optou pela manutenção da aliança com o PT. A decisão desagradou a cúpula estadual, que cogita o rompimento, e pode lançar a candidatura da atual vice-prefeita, Betilde Sampaio, esposa do ex-prefeito João Hilário, principal articulador do partido no município. Na última semana, o senador Eunício fez um apelo ao partido para que lançasse um nome à disputa, rompendo a aliança com o prefeito Zé Leite. Ele disse acreditar no êxito de uma candidatura do partido na cidade, mas deixou claro que esta decisão partiria das lideranças locais, o casal João Hilário e Betilde Sampaio. Porém, a decisão que saiu da conturbada reunião interna, no último domingo, foi contrária ao pensamento do diretório regional. João Hilário explica que a questão do rompimento vai além do apelo da executiva estadual, e da certeza de um arco forte de alianças no município, mesmo considerando que a situação do partido é confortável, por terem bons nomes. Antes da reunião, Hilário afirmou defender o nome do PMDB como cabeça de chapa, mas disse que a sigla não viria sozinha para a disputa, em caso de rompimento. “Partiremos para as alianças com vários partidos de oposição. Temos sido procurados por muitos deles, há bastante tempo, mas não fechamos nada porque tínhamos o compromisso de aliança com o PT”, revela. Segundo ele, os próprios partidos de oposição já sinalizaram o nome do PMDB para a cabeça de chapa. “Temos uma situação eleitoral favorável”,

n Vice-prefeita de Barbalha, Betilde Sampaio pode ser lançada candidata pelo PMDB

declara o ex-prefeito. João Hilário não se pronunciou após a reunião, mas deixou claro, em entrevista anterior, que não seria fácil resolver a questão. “A situação tem que ser resolvida com habilidade, pois trata-se de uma aliança antiga”, comentou, ressaltando que na política as conversações sempre são necessárias. E apesar de um forte bloco de oposição está sendo formado, ele diz que a candidatura de Zé Leite à reeleição ainda tem força, “pois o PT é um partido com vida própria, boa militância, além de estar no poder. Pode uma ou outra administração não ter popularidade”, incita João, mas para ele dificilmente o PT será fraco. O líder peemedebista comenta que as eleições em Barbalha sempre foram muito disputadas, “nunca houve maiorias estrondosas a não ser quando a maioria das forças se reúne. Com qualquer quadro político a eleição é sempre muito dura em Barbalha”, frisa.

Força de Hilário João Hilário surge novamente no cenário político

de Barbalha, demonstrando muita força. Apesar de afirmar não querer mais disputar o cargo de gestor, seu nome foi insistentemente colocado, além do da sua esposa, Betilde, e da sua filha Heloisa. Hilário pode ainda agregar ao grupo o PSB, partido do Governador Cid Gomes, com quem tem grande abertura. Na verdade, esse rompimento vinha sendo desenhado há bastante tempo. Não é de hoje que João Hilário e a própria Betilde não se sentem privilegiados na gestão petista. Betilde foi desgastada com atitudes até pedir pra deixar a Secretaria de Educação, cargo que ocupou durante os primeiros anos do Governo. E a partir de então, sempre que tinha oportunidade, João Hilário criticou a administração.

PMDB quer o Crajubar de olho em 2014 Pensando já nas eleições para governador em 2014, o PMDB almeja conquistar este ano grandes colégios eleitorais do interior, por isso está de olho

no Crajubar. No Crato, o Senador destaca a força de Ronaldo Matos, e em Juazeiro, a liderança de Raimundo Macedo, pré-candidaturas já consolidadas, mas, que segundo Eunício, abertas às conversações. Ronaldo recebeu apoio de mais um partido, o PSL, que realizou sua convenção no último sábado (16). Essas decisões regionais fortalecem a pré-candidatura de Ronaldo Matos e abre possibilidades para novas alianças com outros partidos no município do Crato. Ronaldo luta para formar uma frente ampla em favor seu nome. O pré-candidato do PMDB defende que todas as lideranças e agremiações partidárias unam-se nas idéias e juntem-se num só esforço pensando no bem da cidade. Ronaldo frisou que, quando o seu nome for homologado em convenção e registrado pela justiça eleitoral, vai procurar convencer a opinião pública cratense de que poderá realizar uma administração de sucesso, pois para ele “o Crato não pode ficar de braços cruzados, apenas observando as outras cidades crescerem”.

JUAZEIRO

Câmara aprova aumento de 100% do salário A indefinição entre o número de vereadores na Câmara de Juazeiro continua. Mas permanecendo 14 ou aumentando para 21, o que já é certo é que os novos eleitos para o próximo mandato terão um aumento de quase 100% dos salários atuais. Entre emendas e projetos que foram aprovados na sessão do dia 14, três passaram despercebidas pela maioria. A Emenda, que não foi lida em totalidade no Plenário, trata do aumento dos subsídios do prefeito, vice-prefeito, vereadores e secretários municipais de Juazeiro, fixando valores salariais para o quadriênio 2013/2016. Pela nova Lei, o prefeito passará a receber mensalmente um valor de R$ 25 mil, o vice-prefeito R$ 16 mil, secretários municipais R$ 8,5 mil e os vereadores R$ 10.012,50. Já o presidente da Câmara receberá R$ 22 mil, todos os meses. Esses valores serão pagos, mesmo em períodos de recesso, inde-

pendente de convocação extraordinária. Atualmente, o prefeito recebe um salário de R$ 15 mil, o vice R$ 10 mil, os secretários R$ 6 mil e os vereadores R$ 6.200,00. DIVULGAÇÃO A emenda da mesa diretora da Casa foi aprovada sem discussão, por unanimidade. Colocada para votar sem a leitura detalhada, a maior parte das pessoas presentes nem se deu conta do que estava sendo votado. De acordo com o presidente José de Amélia Júnior (PSL), o aumento é baseado no que permite a Constituição Federal, que prevê um limite salarial para os vereadores em 50% do salário dos deputados estaduais. “Todos os parâmetros foram seguidos de acordo com o que manda a Lei Federal, para todos os cargos”, justifica. Vale ressaltar que este ano os servidores do Poder Legislativo esperavam por um aumento que não aconteceu e a justificativa do presidente é de que não havia

Samuel Macedo

n Emenda da Mesa diretora que aumentou salários foi aprovada por unanimidade

recursos para tanto. José de Amélia explica que o aumento concedido para os gestores e vereadores é válido para um quadriênio que só se inicia em 2013, enquanto que o aumento negado aos servidores já teria que ser pago este ano e não haveria recursos. “Em 2012, não teríamos como dar aumento a servidor, até porque em 2011

houve um aumento de 10 %, já referente para os dois anos, 5% para 2011 e 5% para 2012”, pontua. Seguindo os trâmites, os aumentos devem ser sancionados pelo prefeito Manoel Santana (PT). As despesas geradas pelos acréscimos salariais serão pagas com recursos da Lei Orçamentária do Município.


Publicidade Polテュtica REGIテグ DO CARIRI(CE), DE 19 A 25 DE JUNHO DE 2012

JUAZEIRO DO NORTE ACREDITA. A PREFEITURA REALIZA. www.juazeiro.ce.gov.br

5


Cidades 6

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 19 A 25 DE JUNHO DE 2012

DESCASO

Trabalho infantil no Cariri tem pais como maiores responsáveis Samuel Macedo

Aglécio Dias

T

odos os dias, Daniel levanta da cama antes do sol nascer e, sem esperar que o café fique pronto, sai para o trabalho que fica a poucos metros de sua casa, no bairro Alto da Alegria, em Barbalha. O menino, que teve a verdadeira identidade preservada, tem 14 anos, mas segue uma rotina dura no emprego, trabalha seis horas e meia por dia, de segunda a sábado, em um sítio. Entre as tarefas do adolescente está cuidar de cavalos e de algumas vacas, alimentando e dando água. Além dessa função, o jovem precisa percorrer, diariamente, uma distância de mais de seis quilômetros, em uma carroça, para buscar óleo de motor e “baba” de cana de açúcar, usada para complementar a alimentação animal. Filho de pais separados,

n Adolescentes trabalham duro em troca de menos de meio salário por mês

CLINIMAGEM DE JUAZEIRO DO NORTE REALIZANDO EXAMES ESPECIAIS

A CLINIMAGEM de Juazeiro do Norte está realizando exames especiais nas áreas de Ressonância Magnética e Tomografia Computadorizada.

Artrorressonância de ombro, Espectroscopia cerebral, Difusão cerebral, Perfusão cerebral, Tractografia, Ressonância das Mamas, Colangiorressonância e Angiorressonância em geral de vasos do pescoço, tórax e abdome. Dacriocistomografia com aparelho multislice (exame dos ductos lacrimais) e estudo tomográfico do tromboembolismo pulmonar (TEP), com bomba injetora, na área de tomografia computadorizada. Todo o corpo clínico da Clinimagem tem título de especialista pelo Colégio Brasileiro de Radiologia. A CLINIMAGEM possui nas suas dependências 02 aparelhos de Ressonância Magnética, um deles de 1.5 Tesla, de alto campo, último modelo lançado pela GE e um outro de campo aberto. Este último podendo ser utilizado por pacientes claustrofóbicos (que têm medo de ambientes fechados), além de realizar radiografias digitais, mamografia digital e outros exames.

Av. Padre Cícero, 2085 Bairro Salesianos Juazeiro do Norte - CE Fone: (88) 3512-2366 Fonefax: (88) 3511-1059

Daniel, que mora com a mãe e duas irmãs mais novas, não está sozinho. Ele tem ajuda de outro jovem com a mesma idade, mas que trabalha o dobro, das cinco da manhã às cinco da tarde, no mesmo local. Ambos estudam, um no horário da tarde e o outro à noite. Os dois adolescentes contam que o dinheiro que ganham (R$ 60,00 por semana) é usado para comprar ‘coisas pessoais’ e ajudar nas despesas de casa. Atividades como as realizadas pelos dois meninos de Barbalha são consideradas, pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), crime de exploração do trabalho infantil, pois de acordo com o documento, jovens nessa idade não deveriam estar trabalhando, salvo na condição de aprendiz, como explica o artigo 60 do Capitulo V do Estatuto, que nesse caso, não está sendo respeitado. Em visita a quatro cida-

des do Cariri, Crato, Juazeiro, Barbalha e Nova Olinda, foram observados alguns problemas em comum, como crianças realizando trabalhos domésticos. Mas, o que mais chamou atenção foram os diferentes tipos de exploração do trabalho infantil. No Crato, por exemplo, existem casos de adolescentes trabalhando na roça, o que tem atrapalhado o desempenho na escola. Já em Juazeiro, são as crianças que, mesmo com a presença de fiscais, continuam no lixão público, que fica na divisa com o município de Caririaçu. Na cidade de Barbalha, adolescentes trabalham nos canaviais e engenhos. Já em Nova Olinda, o problema é com relação aos menores explorados na extração de pedras cariris.

Combate nas pedreiras

A conselheira tutelar de Nova Olinda, Maria do Socorro dos Santos, conta que diver-

sas campanhas já foram feitas para combater o trabalho nas ‘pedreiras’, mas como na maioria dos casos são os pais que levam os filhos para trabalhar, a única alternativa encontrada é acionar o Ministério Público Federal (MPF), o que, segundo ela, acontece com frequência. “Esse é um problema gritante em nossa região, mas só o Ministério Público tem o poder de tirá-los de lá”, explicou a conselheira. O coordenador do Conselho Tutelar do Crato, José Genivaldo de Carvalho, comenta que o Órgão não tem recebido muitas denúncias sobre exploração do trabalho infantil, mas reconhece que existem muitos casos, principalmente na zona rural. Para ele, a maior dificuldade é conseguir convencer os moradores a denunciar os casos. Situação parecida é enfrentada pelo Conselho Tutelar de Juazeiro, que encontra dificuldades em acabar com a exploração de crianças no lixão, por conta da conivência dos pais. “Temos conhecimento do problema, mas não podemos ficar dentro do lixão o tempo todo para fiscalizar”, esclarece a conselheira Marília de Menezes. Com relação ao trabalho dos dois adolescentes citados na matéria, José Irlando de Matos, do Conselho Tutelar de Barbalha, disse que até então não tinha conhecimento de casos parecidos, mesmo suspeitando que ocorram. Ele se comprometeu em fazer uma visita ao local onde os garotos trabalham e conversar com o dono do terreno. Procurado pela equipe de reportagem, o proprietário explicou que sua intenção é ajudar os garotos, para que eles não fiquem ociosos na rua. “Eu não vou atrás deles. Eles é quem vem aqui, atrás de trabalho, e eu deixo que façam algumas tarefas para mim”, argumentou o dono do terreno em Barbalha.

Flona-Araripe conquista novo espaço Ingrid Monteiro Após quase duas décadas, um espaço de 706,77 hectares passa a ser parte da Floresta Nacional do Araripe (Flona) por meio de decreto assinado no último dia 5, pela presidente Dilma Rousseff. O documento oficializa o repasse da área, que passa por um processo de reflorestamento, para a Flona-Araripe. Desde que a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Ceará (Epace) foi extinta, a área integrava o campo experimental da Embrapa, no município de Barbalha. A data que marca a comemoração ao dia mundial do meio ambiente foi escolhida para decretar a ampliação de área da primeira floresta reconhecida por decreto-lei no País, em 1946. A Floresta Nacional do Araripe passa a ter 39.333,09 hectares de caatinga, sendo considerada um dos úl-

timos redutos da Mata Atlântica do Brasil. Situada entre a fronteira do Ceará e Pernambuco, a reserva natural abrange os municípios de Barbalha, Crato, Jardim, Santana do Cariri e Missão Velha. De acordo com o chefe da Flona, William Brito, a requisição do espaço consiste em uma conquista para a população caririense. “Após um longo período repleto de inúmeras audiências públicas, levantamento de campo e emissão de documentos, finalmente conquistamos a área”, enfatiza. “Tínhamos conseguido o comodato do espaço por cerca de 10 anos, mas com a formalização da presidente foi garantindo a nossa gestão da área através da incorporação à floresta”, acrescenta. A Flona – Araripe, unidade de conservação brasileira localizada na Chapada do Araripe, integra o Sistema

Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (Snuc) e é administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade ( ICMbio). A reserva florestal é importante habitat de raras espécies de animais e plantas, como o Soldadinho-do-Araripe, ave ameaçada de extinção que sobrevive na mata úmida. Para o biólogo Weber Girão, a incorporação da área vem somar com as pesquisas em torno do habitat do Soldadinho-do-araripe. Em janeiro deste ano, foi localizada uma nova zona de vivência da espécie no planalto, apesar de seu habitat consistir no sopé da chapada. “Iniciaremos novos estudos a fim de descobrir localidades semelhantes”, explica. “Há grande possibilidade de encontrarmos também a espécie nesta área recém-incorporada à floresta”, finaliza.


Cidades Política 7

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 19 A 25 DE JUNHO DE 2012

ARTIFÍCIO

Avenida interditada favorece a comercialização de fogos E Chagas Lima

mbora seja um ato considerado perigoso, muitas vezes ocasionando ferimentos graves nas pessoas, soltar bombas, fogos de artifícios e outros artefatos faz parte de uma antiga tradição praticada durante os festejos juninos. Em Juazeiro do Norte, nas vésperas das noites de São João e São Pedro, o barulho desses produtos é intenso, principalmente na periferia. Todos os anos, as barracas são montadas na Praça José Geraldo da Cruz – conhecida como Praça das Cacimbas - para comercialização dos produtos, sob a fiscalização e orientação do Corpo de Bombeiros. Cada barraca tem dois metros de distância uma da outra, extintor, placa indicando que é proibido fumar, entre outros itens de segurança. Este ano, porém, em virtude das obras de reforma daquele logradouro público, dentro do Projeto Roteiro da Fé, as barracas tiveram que ser transferidas para um dos trechos da Avenida Carlos Cruz (bairro Franciscanos), entre as ruas Monsenhor Esmeraldo e

São Domingos, isolado diariamente pelo Departamento Municipal de Trânsito (Demutran), das 7 às 18h. São cerca de 35 barracas recebendo expressivo número de fregueses, durante todo mês de junho. Para o vendedor Raimundo Nonato, as vendas estão ocorrendo dentro do esperado, embora tenham começado com mais de 20 dias de atraso. “Estamos vendendo muita coisa e esse ano a maior parte das mercadorias é voltada para o público infantil. Produtos que não oferecem perigo algum”. Segundo o major Nijair, dos Bombeiros, como já existe um acordo firmado junto ao Ministério Público, ficou decidida para este ano a liberação das vendas em conjunto com a Prefeitura, evitando um problema social. “Cada uma das partes envolvidas divide sua responsabilidade”. O Corpo de Bombeiros espera que o Termo de Ajuste de Conduta (TAC), que foi assinado para construção de um espaço adequado, seja cumprido para que futuramente não volte a ocorrer esse impasse. “Seria o ideal até porque temos o exem-

Samuel Macedo

n Vendedores estão alocados na Avenida Carlos Cruz, no bairro Franciscanos, entre as ruas Monsenhor Esmeraldo e São Domingos

plo de Caruaru (PE), onde a venda desses produtos explosivos era um problema e passou a ser uma referência turística. Aqui em Juazeiro, a Prefeitura disponibilizou dois locais. Infelizmente, os

vendedores não entraram em acordo porque acharam um deles distante e o outro inseguro. Toda mudança é traumática, mas se não for efetivada nunca resolveremos o problema”, afirma.

Já a promotora de Justiça, Alessandra Magno, lembra que o Termo de Ajustamento de Conduta vem sendo assinado todos os anos, para que o Município providencie um local

adequado. “No entanto, até o momento, isso não foi concretizado e existe também uma resistência por parte dos próprios vendedores que não querem sair daquele local”, diz.

Grupo gestor lança a Expocrato 2012

n Parque Pedro Felício Cavalcante durante a realização da Expocrato 2011

Wilson Rodrigues A Secretaria do Desenvolvimento Agrário do Ceará, a Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos e a Associação dos Criadores do Crato lançaram no último dia 15, no Parque Pedro Felício Cavalcanti, a 61ª Exposição Centro Nordestina de Animais e Produtos Derivados (Expocrato). Um dos maiores eventos da agropecuária do Nordeste acontecerá de 8 a 15 de julho e enfocará o centenário do cantor e compositor, Luiz Gonzaga do Nascimento. A homenagem centenária a Luiz Gonzaga consiste na caracterização de toda área do parque com ícones

que representam a carreira artística do cantor, com a finalidade de mostrar a influência que sua musicalidade teve no cotidiano do povo. Em vários pontos estratégicos do parque serão colocados banners, que serão leiloados no final do evento. O dinheiro arrecado será investido na compra de alimentos a serem distribuídos nas comunidades carentes. O ponto alto da homenagem será a apresentação de cem sanfoneiros vindos de alguns Estados do Nordeste para executar as músicas “Eu Vou Pro Crato” e “Asa Branca”, logo na abertura da festa, dia 8. “Será um investimento adicional que o Grupo Gestor vai fa-

zer, com muita satisfação e orgulho, para homenagear Luiz Gonzaga. Não se trata de nenhum sacrifício”, disse Leitão Moura, presidente do Grupo Gestor da Expocrato. O rei do baião não será o único cantor a ser reverenciado pela Expocrato, que também homenageará Waldick Soriano, falecido em 2011. O baiano era um grande admirador do Crato, e assim como Luiz Gonzaga, veio a várias exposições. O tributo acontecerá na sexta-feira (6), com a apresentação do sósia Paulo Soriano, por ocasião da Noite do Brega, que terá também grandes nomes como Genival Santos, José Ribeiro, Cláudia Barroso e outros.


Cidades 8

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 19 A 25 DE JUNHO DE 2012

TRÂNSITO NO CARIRI

Imprudência e desrespeito são os maiores vilões nas estradas Aglécio Dias

Aglécio Dias

U

ma equipe do JC percorreu mais de 1.300 quilômetros na região do Cariri, passando por 22 municípios. Durante a viagem - feita em quatro dias - foi possível observar a imprudência e o desrespeito ao Código Nacional de Trânsito, nas rodovias que cortam parte do Sul do Ceará. Logo na saída de Barbalha, sentido Missão Velha - BR 116, um motoqueiro chamou atenção. Na garupa da moto de 125 cilindradas, ele transportava uma mulher e dois sacos de cimento de 50 quilos. Já no município de Brejo Santo, mais irregularidades. Motoqueiros conduzindo motos sem capacetes,

n Desrespeito ao Código de Trânsito Brasileiro é comum nas rodovias caririenses

com excesso de passageiros e andando acima do limite de velocidade permitido.

Os flagrantes não se limitaram aos condutores de moto. Superlotação em trans-

portes coletivos, estudantes sendo transportados em carros abertos – alguns com as pernas

para fora do veículo. Sem contar com diversos casos de motoristas de carros de passeio andando acima da velocidade permitida ou ultrapassando pela direita, o que também é proibido por Lei. Outra situação, também preocupante, testemunhada pela equipe do JC, é com relação aos caminhões que circulam pelas estradas estaduais e federais da região. Em muitos desses veículos, além do excesso de cargas, é visível a falta de manutenção e limpeza: são pneus desgastados, faróis e lanternas que estão quebradas ou muito sujas, o que dificulta saber quando estão ligadas. Esses acontecimentos são uma realidade que a Policia Rodoviária Estadual vem tentado combater, o que

nem sempre é uma tarefa fácil. Um dos motivos é o fato de parte das irregularidades de trânsito acontecer na zona urbana, principalmente em municípios que não têm Departamento Municipal de Trânsito (Demutran). O Sub-tenente Vicente Melo, da Policia Rodoviária Estadual – Posto do Crato, explica que o órgão tem realizado constantes blitzes na região, visando fiscalizar as irregularidades, quando são aplicadas um número elevado de multas, além de apreensões de carteira de habilitação e de veículos, principalmente motos. São quase duzentas por semana. “O número de ocorrências de trânsito nessa região é sempre elevado”, destacou.

Acidentes de trânsito geram grande parte da violência urbana Wilson Rodrigues Nas ruas do Crato é cada vez mais comum a desobediência às leis do trânsito, em diversas situações e por variados motivos. Os mais elementares artigos do Código de Trânsito Brasileiro são desrespeitados, como avançar o sinal vermelho, parar em cima das faixas de pedestres, estacionar em locais proibidos e dispensar o uso do cinto de

segurança ou capacetes. As infrações acontecem principalmente depois das 22 horas ou nos finais de semana. Nos bairros ou na zona rural, longe da fiscalização, a situação é pior ainda. Motoqueiros sem capacetes conduzindo mais de uma pessoa, inclusive com crianças sobre o tanque de combustível, e menores de idade dirigindo carros e pilotando motos. Esse mau comportamento tem causa-

do prejuízos aos infratores e a sociedade, além de ser responsável pela maioria dos crimes cometidos no tocante a violência urbana, segundo estatística da 19ª Delegacia de Policia Civil da cidade, conforme declarou o escrivão Mário Gomes. O secretário municipal de Segurança Pública, Luiz Joatan de Sousa, reconhece a gravidade do problema e explicou que é impossível

o Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) está presente em cada uma das infrações cometidas. Porém, assegurou que o sistema de fiscalização atua eficientemente e o resultado desse trabalho está no pátio do departamento, onde existem mais de cem veículos apreendidos, entre carros e motos, fruto das irregularidades cometidas por seus condutores. Joatan ressalta que a frota de veículos

do Crato aumenta todos os dias e o número de agentes de trânsito não tem sido suficiente para atender toda a demanda. São 35 homens e mulheres divididos em três turnos. “Estamos aguardando a convocação dos novos profissionais que foram aprovados no último concurso da Prefeitura e assim dar mais celeridade a fiscalização”, garantiu o secretário. A psicóloga Maria

Williane Tavares disse que a sociedade não pode colocar toda a responsabilidade nos órgãos fiscalizadores, pelo cometimento das transgressões. “Devemos saber que a infração começa no condutor do veículo e raramente pelo pedestre”, orienta a psicóloga, afirmando que é preciso que cada um se conscientize e faça a sua parte, deixando que a fiscalização faça o que é de sua competência.

CAMPANHA DO DIA DOS NAMORADOS A Campanha dos namorados da Rádio 106,5 Somzoomsat e Jornal do Cariri foi um sucesso. A premiação ocorreu no último dia 16, com sorteio ao vivo na Rádio 106,5 e a presença da direção do Jornal do Cariri. Promovemos a marca dos anunciantes e aumentamos o fluxo de clientes nas lojas, gerando mais vendas. Agradecemos a confiança de nossos parceiros e já estamos preparando novas promoções. Acreditamos na máxima que diz:”Quem não é visto, não é lembrado.” Quer fortalecer sua marca e aumentar as vendas? Então conte conosco: Rádio 106,5 Somzoomsat e Jornal do Cariri, uma parceria de sucesso.

GANHADORES: LUCILENE G M O

EDNALRA MARIA GONÇALVES

AURELIANA GUEDES

DANIELY MOREIRA DE ARAUJO

ALAIDE MOREIRA

CLARICE MARIA DE BRITO ALENCAR

SIMONE L DOS SANTOS

CLAIRTON PEREIRA BRITO ARTE

ANTONIA ALVENIZA DA COSTA

JOICE ALVES

SGLEICIA ALENCAR

MARIA DA CONCEIÇÃO DOS SANTOS FERREIRA

NATALIA LOBO BRITO

SHAIANY DE CARVALHO OLIVEIRA

LARA VITORIA DA SILVA MARIA DO SOCORRO REALIZAÇÃO:

O periódico do Cariri independente


Esporte Política 9

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 19 A 25 DE JUNHO DE 2012

TOQUE DE PRIMEIRA CÍCERO NICÁSSIO DOIS VOLANTES O primeiro volante tem característica de zagueiro. Já o segundo é aquele jogador que além de ser responsável pela saída de bola, dá equilíbrio ao setor de meio campo, e tem como característica chegar como elemento surpresa na área do adversário. No nosso futebol, eu cito Jefferson Baiano, que faz muito bem essa função. Já o Jonas é um atleta resignado taticamente, como primeiro volante. Curiosidade: a genialidade de Pelé fez com que os treinadores jogassem com dois volantes para dar o primeiro combate.

JUAZEIRO DA CHINA

Atleta de kung fu precisa de patrocínio Samuel Macedo

PENEIRA Em Araripe, a comissão técnica do Guarani fez uma peneira para recrutar valores, tanto para o profissional como para formar as categorias de base. Os dirigentes do nosso futebol tem que valorizar os atletas da região, pois o esporte não tem geografia. O que atrapalha os nossos craques é o imediatismo e a falta de estrutura dos clubes.

CONFIANÇA Uma equipe de futebol é gerenciada como uma grande empresa. Precisa gerar lucro e as metas são traçadas para serem cumpridas. A torcida do Ceará já estava com o pé atrás com o treinador PC Gusmão. Na vitória contra o ABC (RN), por 4 a 2, o time apresentou um bom futebol. Apesar de alguns deslizes no setor defensivo, essa vitória trás de volta a confiança para todo o elenco. Uma sequência de conquistas dará ao Ceará o equilíbrio necessário para negociar resultados fora de casa.

n Giselle foi convocada pra o mundial de kung fu na China e precisa de patrocínio

Raphael Barros

CHANCE Todo homem merece as chances que forem necessárias. O atleta Roberto Juazeiro encerrou a carreira prematuramente, porque se envolveu com álcool e viveu um inferno astral. Mas, depois de idas e voltas para o vício, deu a volta por cima. Hoje, Roberto poderá voltar a fazer o que ele mais gosta: jogar futebol. O Crato Esporte Clube anunciou a sua contratação. Torço para que tudo dê certo.

Ligue e anuncie: (88)3511 2457

n SEGURANÇA ELETRÔNICA

n ZELADORIA

n PORTARIA

n TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS

Travessa Slino Duda, 59 - Bairro Santa Teresa - Juazeiro do Norte - CE

Peça já seu orçamento sem compromisso

A Rádio Mais Popular do Brasil www.somzoom.com.br

• Cargas e Encomendas Urgentes para o Sertão Central, Cariri, Baixo Cariri e Chapada do Araripe, DIARIAMENTE. • Filiais: Quixadá, Quixeramobim, Senador Pompeu, Mombaça, Acopiara, Iguatu, Várzea-Alegre e Juazeiro do Norte.

Fortaleza-CE 85.3295.7878 Avenida Padre Cícero, 2200 Galpoes 4 e 5 - Triangulo Juazeiro do Norte-CE

88.3512.7164 / 3512.8980

w w w. b i rd e x p re s s . c o m . b r

AUTOMÁTICOS, CERCA ELÉTRICA, PORTEIRO E VIDEO PORTEIRO, INTERFONE, PABX, CFTV. TUDO EM ATÉ 10X NO CARTÃO VISA SEM JUROS CHEQUE E CARNÊ. RUA DELMIRO GOLVEIA, 942 - SALESIANOS FONE/FAX: (88) 3512-1100

Q

uando Giselle de Cordeiro Kian, 21, soube que iria participar do Campeonato Mundial de Kung Fu, na China, estava em Fortaleza, no final de maio deste ano, e não conseguia acessar à internet. Um amigo chegou dando-lhe a informação. Foi uma surpresa, mas nem tanto. Em 2011, ganhou duas medalhas no campeonato brasileiro, garantindo uma vaga no treino da seleção brasileira, que escolheu os melhores atletas para competir internacionalmente. É uma, das duas atletas do nordeste, que foi convocada para o mundial que acontecerá em novembro. O único problema é que Giselle precisa de patrocínio para poder competir, já que os custos da viagem são altos e a família não tem condição de pagar. A Confederação Brasileira de Kung Fu faz um pacote dizendo quais serão os gastos da atleta no mundial: exames de saúde, uniforme, inscrição, passagens, hospedagem e alimentação. Os atletas que participaram nos anos anteriores disseram que as despesas giram em torno de R$ 20 mil (10 mil dólares). Desse dinheiro, a família ainda não tem nada. Está em busca de apoio por meio da iniciativa pública e privada. Um portfólio que mostra as habilidades e vitórias de Giselle está sendo preparado. De início, estão pensando em conseguir quatro patrocinadores que cubram os gastos da viagem, para que haja uma certa harmonia na distribuição das propagandas no uniforme da atleta. Cada um investiria cinco mil reais. A previsão é de que em setembro o di-

nheiro tenha sido todo arrecadado.

Lei Assim como a lei de incentivo à cultura, existe a de esporte: quem é patrocinador tem o valor investido descontado no imposto de renda. “Parece que as empresas não percebem o quanto de visibilidade elas podem ter em um evento mundial. E Juazeiro nunca foi representado dessa forma nessa modalidade”, informa Giselle. A mãe da atleta, Valdelice Cordeiro, acredita que uma pessoa mais envolvida com o esporte poderia dar esse apoio, mas como ninguém aparece, é ela mesma que dá, porque sempre acompanhou o interesse da filha desde pequenininha.

Atleta Giselle pratica kung fu há 12 anos e treina de cinco a seis horas por dia, todos os dias, no SESC em Juazeiro. A última competição que participou foi o estadual, uma seletiva para o campeonato brasileiro. Na especialidade da atleta, o taolu, uma sequência de golpes demonstrativos, como se fosse uma luta imaginária, ela tirou quatro primeiros lugares, em quatro categorias diferentes. Vai participar de quatro apresentações no campeonato brasileiro, que acontecerá em setembro deste ano, em Fortaleza. Nas próximas olimpíadas, em 2016, no Brasil, o kung fu vai entrar como esporte demonstrativo. Haverá competição e os atletas receberão medalhas, mas não vai contar para o ranking de classificação. Em 2020, entra definitivamente como esporte olímpico. Giselle é a promessa juazeirense para as olimpíadas.


10

REGIテグ DO CARIRI(CE), DE 19 A 25 DE JUNHO DE 2012

JUAZEIRO DO NORTE ACREDITA. A PREFEITURA REALIZA. www.juazeiro.ce.gov.br


Social

Cultura 11

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 19 A 25 DE JUNHO DE 2012

POR WALESKA MARROCOS

Sociedade em Foco

waleskamarrocos@jornaldocariri.com.br

DIA DOS NAMORADOS

SOLTEIRO NO CARIRI

Foi lançada oficialmente a XII Edição do Juá Forró, que será realizado de 15 a 28 de junho. A programação acontecerá nos bairros, no Palhoção e no Parque Padre Cícero, com artistas nacionais e da nossa terra. Na foto, o prefeito Manuel Santana com os organizadores do evento, Marcelo Fraga, Francisco Filho, Tânia Paiva e Paulo Damasceno, do projeto Mesa Brasil/SESC. Todos os dias, a entrada será de um quilo de alimento não perecível. É diversão garantida somada a responsabilidade social.

O lindo casal Raianne Santos e Samuel Morais comemorou o dia dos namorados com um delicioso jantar romântico. Juntos há dois anos, o clima é de carinho e muita felicidade. Que esse amor seja eterno!

Um dos solteiros mais cobiçados do Cariri é Daniel Morais. Médico, bonito e simpático, ele reúne todos os atributos para encontrar uma linda princesa.

LUCIANA BARROS COMEMORA

50 ANOS DE JOÃO ANTERO

CABARÉ DO RISO

JUA FORRÓ É ANIMAÇÃO TOTAL

O dia 15 de junho foi todo dedicado a Luciana Barros. Ela comemorou, junto com sua família e amigos, a passagem de seu aniversário. Com certeza, o maridão Fernando e os seus filhos Daniel, Guilherme e Beatriz são o maior presente em sua vida. Que Deus os abençoe sempre!

Foi com toda a família reunida que João Antero comemorou seus 50 anos. Em uma noite regada a forró e pagode, a conversa rolou solta. Na foto, ele está acompanhado da esposa Helenice e das filhas Marina, Mayara e Mariana. Três princesas que alegram a vida desse querido casal e são o verdadeiro presente desse paizão orgulhoso. Que venham mais 50 anos de festa!

Um show de humor pra você se acabar de rir. Por mais de uma hora, meus amigos Henrique Vidal, Luciano Lopes (Luana do Crato) e Adrian Lima (Manguaça) divertiram o público no Teatro Rachel de Queiroz e anunciaram uma turnê por todo o Ceará, começando no mês de Julho, na capital Fortaleza. Sucesso!

CULTURA

Arraiá reúne quadrilhas e músicos da região

Ingrid Monteiro

E

m terra caririense, a junção do marca passo da dança junina, o fole das sanfonas e o legítimo forró pé de serra garantem a tradição dos festejos juninos. De 28 a 29 de junho, o Centro Cultural Banco do Nordeste realiza o III Arraiá no Centro nas cidades de Barbalha e Crato. Com o objetivo de reunir a população caririense para conferir apresentações de quadrilhas juninas embaladas pelo forró pé de serra de grupos da região, a programação é uma opção para os amantes da festa caipira. Na sua primeira edição, no ano de 2010, as cidades de Juazeiro do Norte e Crato foram palcos para a realização do evento, que contou com público de aproximadamente mil pessoas. Já em 2011, foi a vez do município de Abaiara sediar os festejos com a presença de

três mil pessoas. Este ano, a terra dos verdes canaviais recebe pela primeira vez a festividade, no próximo dia 28. De acordo com o coordenador do evento, Manoel Sampson, a ideia da programação consiste em oportunizar espaço para apresentação de quadrilhas da região e grupos da música nordestina. “É uma forma de apreciarmos o trabalho destes artistas, resgatando e valorizando a cultura popular”, enfatiza. A programação do Arraiá conta com a performance de grupos locais, como a quadrilha do Gil, Pé no Chão, Princesa do Cariri e a convidada especial, Arraiá do Patativa do Assaré, oriunda do município de Assaré. Após a animação dos dançantes, o grupo Panticola e Casaca de Couro e Aluízio do Acordeon animam a festa por meio de repertório com músicas regionais, colocando o público para dançar o tradicional

n A programação junina é gratuita e aberta ao público de todas as idades

forró pé de serra. No dia 28 de junho, os festejos começam a partir das 19h30, no largo da Igreja do Rosário, em Barbalha. No dia seguinte, o Arraiá acontece no largo da RFFSA

na cidade cratense. O evento é aberto ao público de todas as idades gratuitamente. “Contamos com a presença de todos que estejam à procura de muita diversão neste mês junino”, finaliza.

PROCURO P/ ALUGAR

ALFARMA, a primeira farmácia de manipulação genuinamente Cratense. Diretora Técnica

Drª Fabiana Pereira Rodovalho Alencar Gomes

Rua Senador Pompeu, Nº 429 - Centro - Crato-CE Fone/Fax (88) 3253.1080

CONDOMÍNIO DO EDIFÍCIO CARIRI SHOPPING CENTER CNPJ: 03.575.205/0001-93 Torna público que recebeu da Superintendência Estadual do Meio Ambiente – SEMACE a Licença de Instalação N° 55/2012 – DICOP – GECON com validade até 30/05/2015, para Shopping Center, na Av. Padre Cícero, 2555, Bairro Triângulo no Município de Juazeiro do Norte – CE. Foi determinado o cumprimento das exigências contidas nas Normas e Instruções de Licenciamento da SEMACE.

Barracão 300m2 e pátio 300m2 . Pago R$ 1.500,00/ Mês, (chácara, sítio ou uso conjunto). P/ bens apreendidos, ficará sem movimentar por meses. Até 30 km de Juazeiro do Norte/CE. (44)9986-6866 ou 0800-707-9272 c/ Elisson


Cidades 12

REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 19 A 25 DE JUNHO DE 2012

CAMPANHA

Vacinação contra pólio tem 530 agentes e atende 25 mil crianças Samuel Macedo

Chagas Lima Iniciada no último sábado (16), a campanha de vacinação contra a poliomielite pretende vacinar mais de 25 mil crianças, de 0 a 5 anos, em Juazeiro do Norte. Sendo mais de 5 mil entre 0 e 1 ano, e 20.460 de 1 a 5 anos. A dose poderá ser tomada em todos os postos do Programa Saúde da Família (PSF), inclusive no Centro de Dermatologia. Foram disponibilizados cerca de 90 enfermeiros e 70 técnicos de enfermagem, nos 64 postos espalhados pelos 36 bairros da cidade. Além dos 530 agentes de saúde que estão visitando as residências até o mês de julho, quando termina a campanha. “Geralmente, nós não temos dificuldade para atingirmos essa meta, porque atendemos toda a população nessa faixa etária e até crianças de outros municípios que se encontram em Juazeiro”, diz a secretária-adjunta de Saúde do Município, Kaline Matos. Quanto à preocupação de se realizar anualmente a vacinação contra a paralisia infantil, Kaline relata que embora a doença já tenha sido abolida, a campanha é

para detectar o número de crianças e adultos que estão com o cartão de vacinação em atraso, para serem atualizados.

Vacina contra gripe

n Meta do PSF é vacinar 25 mil crianças, de 0 a 5 anos em Juazeiro, nos 36 bairros da cidade, até o final da Campanha

imprescindível. “Realmente, a poliomielite não existe mais. Mas, se a gente deixar de vacinar, pode correr o risco de ela voltar. Se a doença desapareceu foi por causa da vacina”. A vacinação é reali-

zada, segundo a secretária-adjunta, com base em levantamento sobre o número de crianças na faixa etária de zero a cinco anos existentes em Juazeiro do Norte. “A coordenação da vigilância epidemiológica organiza todos

os mapas que são entregues aos agentes administrativos da Secretaria de Saúde, para serem distribuídos nos postos, onde é observada a demanda de crianças vacinadas durante toda a campanha”, afirma.

A Secretária de Saúde, Luciana Matos, também chama atenção para um trabalho que está sendo realizado, de busca ativa nos domicílios, praças e outros locais, em parceria com os Agentes Comunitários de Saúde,

Luciana Matos faz um apelo aos idosos para que tomem a vacina contra a gripe (Influenza), tendo em vista o baixo índice atingido até agora. De acordo com a Secretária de Saúde, qualquer pessoa acima de 60 anos que deseja ser vacinada pode se dirigir ao Centro de Dermatologia ou telefonar para a Vigilância à Saúde, solicitando que um dos seus integrantes vá até a sua residência para vaciná-la. “Normalmente, nas campanhas de vacinação, temos que atingir entre 85% e 90% de pessoas com cobertura vacinal. No caso da influenza, as pessoas resistem em tomar essa vacina e estávamos com a cobertura entre 54% e 56% dessa população. Porém, os idosos são o nosso maior problema, porque tem uma resistência a essa vacina. Contamos ainda, com o apoio da Secretaria de Assistência Social para convencer essas

Padronização deverá organizar quiosques da Praça da Sé Samuel Macedo

Serena Morais A reforma da Praça da Sé do Crato ainda não terminou, mas já há indicações das mudanças que ocorrerão no local, para reorganizar e padronizar os comerciantes que ali se instalam. Como na maioria das praças públicas, é possível notar a presença de trabalhadores que fazem do local seu ‘ganha-pão’, com a venda de artesanatos e comidas. Na tentativa de organizar esse espaço, quiosques, carrinhos e barracas passaram a fazer parte do projeto da reforma. Durante as obras, os comerciantes da Praça da Sé foram realocados para o Largo da RFFSA, e lá aguardam até que possam retornar. Eles participaram de reuniões, juntamente com a Secretaria

de Meio Ambiente do Município, para entrarem em acordo com as mudanças, e nesse meio tempo uma comissão foi formada com seis comerciantes. “Nós pudemos acompanhar todo o processo e está dando tudo certo”, fala Dilce Souza, que faz parte do grupo. Dezesseis quiosques estão sendo construídos para os comerciantes do setor de alimentação. Para ocupar esses espaços, o consenso utilizado pelos próprios trabalhadores foi de dar prioridade aos negociantes mais antigos, logo que a quantidade de quiosques é menor. Em torno de 12 carrinhos padronizados estão sendo fabricados para atender aos vendedores de pipoca e bombons. O pessoal que lida com artesanato ainda vai participar de reuni-

ões, onde serão decididos os espaço que ocuparão na praça, sendo provável a produção de barracas que atendam suas necessidades. Todos participaram de uma capacitação com duração de uma semana, tratando de assuntos como a higiene pessoal, na manipulação de alimentos e cuidados com o meio ambiente, em relação à disposição dos resíduos gerados por eles. O curso foi uma parceria da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Controle Urbano com a Vigilância Sanitária, Sebrae e Secretaria de Administração e Planejamento do Crato. “Todos receberão um termo de concessão para que fiquem regularizados. Eles vão ter que manter o padrão exigido”, diz a secretária de Meio Ambiente de Crato, Lívia França.

n Comerciantes do setor alimentício serão instalados em novos quiosques na Praça da Sé

Caminhada em combate à violência contra o idoso reúne dezenas Em algumas culturas os idosos são vistos como sábios e, com isso, são altamente respeitados. Infelizmente, nem todos enxergam os mais velhos como pessoas experientes, mas como pesos e incapazes. Essa realidade faz com que milhões de idosos sofram maus tratos e violências constantes pelo mundo a fora. Instituições como o Serviço Social do Comércio do Juazeiro (SESC) e os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) desenvolvem ações, na tentativa de melhorarem a qualidade de vida dessas pessoas, mas ainda há muito a ser feito. A violência acaba sendo associada à agressão física, e em sua maioria ocorre dentro da violação dos direitos do idoso. Um exemplo frequente é o problema dos idosos dependentes de transportes públicos, onde eles são isentos da passagem. Muitos são ignorados ao soli-

n Dia Mundial de Combate à Violência Contra a Pessoa Idosa é lembrado em Juazeiro do Norte

citarem a parada do transporte. A senhora Jovita Oliveira, 71 anos, conta que já passou por problemas no ônibus. Outro exemplo comum é a pequena quantidade de caixas preferenciais em estabelecimentos. Esses casos, geralmente, não são registrados e, consequentemente, não são contabilizados. A violência contra o idoso na região do Cariri é significativa, apesar de não haverem dados concretos. “Não temos estatísticas, números e nem dados, pela questão do sigilo, da ética e da notificação”, fala a assistente social e coordenadora do Programa Assistência do SESC Juazeiro, Juliana Alves Lima. O que acontece é que os casos de violência só tornam-se um dado numérico quando são notificados. A Organização das Nações Unidas (ONU) reconhece a violência contra o idoso como uma violação aos direitos humanos,

já a Organização Mundial da Saúde (OMS) como um caso de saúde pública.

Data Mundialmente Comemorada

Na última semana foi comemorado o Dia Mundial de Conscientização da Violência à Pessoa Idosa (15). Para marcar a data, muitas pessoas se reuniram em uma caminhada pelo centro da cidade de Juazeiro. Apesar de o estatuto do idoso preconizar a responsabilidade do Estado e da sociedade civil pelo idoso, grande parte da sociedade ainda desconhece a data. Munidos de tênis, bonés, apitos e muita animação, dezenas de idosos caminharam pela rua principal do centro da cidade, chamando a atenção das pessoas presentes. A caminhada foi organizada pelo SESC.


REGIÃO DO CARIRI(CE), DE 19 A 25 DE JUNHO DE 2012

VozesdoCariri

11

O inovador do radiojornalismo caririense

ascido em Barbalha, cidade que ama, o viu nascer e, segundo ele, vai vê-lo morrer, João Hilário Coelho Correia, 59, é uma das vozes mais respeitadas do radiojornalismo caririense. O programa dele, o Jornal da Tarde, transmitido pela Rádio Padre Cícero, é pedra de toque para os assuntos que circulam na região. João trabalha com rádio desde menino e roga a Deus que essa atividade permaneça em sua vida até idade avançada.

A região não é só um polo receptor de desenvolvimento, mas um polo gerador de desenvolvimento para o país inteiro.

te anos seguintes, seria a mais desenvolvida, no que diz respeito a interiores do Brasil. E está muito perto disso. Para a previsão ser concluída, faltam cinco anos. Falta apenas mais consciência crítica e coletiva dos nossos governantes. JC – O Jornal da Tarde, pela rádio Padre Cícero, é gratificante para o senhor? JH – Eu já fiz de tudo em rádio, só não fui cobrador, nem diretor comercial. Sempre gostei da vertente jornalística do rádio, fiz programas assim na Rádio Salamanca, em Barbalha, nos anos 1970. Fiz jornalismo, como correspondente, para a Rádio Iracema, no começo dos anos 1980. Criei, em 1997, o jornal Meio Dia, da Rádio Vale FM. Em 2003, aceitei o convite da Rádio Te m p o

FM e criei o jornal Supertempo. Em 2010, vim para a rádio Padre Cícero e me realizo muito por aqui. JC – O senhor inovou bastante o radiojornalismo na região, quais as mudanças mais significativas? JH – Fui o primeiro, na região, a colocar trilhas, o primeiro a responder perguntas dos ouvintes, a colocar os ouvintes no ar, a fazer entrevistas ao vivo, dentro da área de jornalismo. Fui pioneiro em algumas iniciativas no nosso radiojornalismo e hoje me sinto feliz em ver que ele está em alta no Cariri. JC – E a experiência como prefeito, pensa em um terceiro mandato? JH – Fui prefeito muito novo, com 29 anos de idade. O segundo mandato foi dez anos depois, não havia reeleição na época. O primeiro mandato foi de seis anos e o segundo de quatro, foram bem diferentes. O primeiro foi o

céu e o segundo muito atribulado. Criei o primeiro programa Fome Zero do Brasil, em 1983. No segundo mandato, tive uma grande frustração como prefeito, por ter atrasado o pagamento do funcionalismo público, devido a problemas deixados por administrações anteriores, o que não ocorreu na minha primeira gestão. No geral, foi uma experiência gratificante, como pessoa que pôde ajudar a sua cidade. Quanto ao terceiro mandato, não pretendo concorrer. JC – A Igreja Católica sempre esteve na

vida do senhor? JH – Sim, sou católico apostólico relapso romano, sou um pecador. Mesmo assim, tenho um relacionamento muito bom com os padres, trabalho em uma rádio Católica e gosto muito de trabalhar aqui. Meu maior pecado é não ir à missa todos os domingos. Eu acredito que a Igreja Católica é um grande esteio da humanidade. Independente disso, respeito todas as religiões. Como jornalista, mesmo em uma rádio Católica, recebo pessoas para entrevistar de outras religiões, é uma liberdade que a rádio dá.

Acho que todos os bons caminhos levam a Deus. JC – Com essa voz, pensou em seguir carreira de cantor? JH – Como cantor, sou um bom comilão de baião de dois. Meu pai cantava muito bem, tinha uma linda voz. Eu até canto, mas canto mal. Dificilmente o locutor é um bom cantor, porque tem uma impostação mais grave, embora existam cantores com vozes muito graves. Mas o locutor, às vezes, confunde locução com música. Nunca fui para esse lado, porque acho que morreria de fome.

Fotos Samuel Macedo / Arte: Evando F.Matias

Jornal do Cariri – O interesse pelo rádio vem de família? João Hilário – Meu pai era locutor, tinha uma voz grave muito bonita e era locutor de uma amplificadora, um serviço de som da prefeitura de Barbalha, no final dos anos 1950 e início dos anos 1960. Sempre o acompanhava, todas as noites, quando ele ia fazer o programa de rádio. Aos sete anos de idade, eu colocava os discos no programa, como se fosse o operador de áudio de papai. Aprendi muito com ele e aquilo me fez enveredar pelo caminho da comunicação. JC – Quando surgiu o apreço pela língua portuguesa? JH – Papai gostava muito de ler e eu lia as revistas dele, quando eu era menino. Gostava também muito de ouvir as emissoras do Sul do país, rádios Tupi, Nacional, Globo, com grandes locutores, radialistas e comentaristas. Na locução é importante que as pessoas falem corretamente, porque ao mesmo tempo em que falam e que dão entretenimento aos ouvintes, ensinam também a língua. JC – O regional é mais importante que o nacional? JH – O regional é importante, mas não podemos esquecer o nacional, porque, afinal, fazemos parte desse contexto. Mas precisamos focar no regional por uma questão bastante simples: o regional tem muito a mandar para fora. Por exemplo, cultura popular, a Floresta Nacional do Araripe, as águas minerais mais leves do Norte e Nordeste do Brasil e material humano de primeiríssima serventia e qualidade. JC – O Cariri é uma região do futuro? JH – Do presente e do futuro. A região não é só um polo receptor de desenvolvimento, mas um polo gerador de desenvolvimento para o país inteiro. Aliás, no dia 3 de novembro de 1997, dois meses depois da criação do Jornal do Cariri, escrevi um artigo intitulado “O Cariri do Futuro”. Eu previa, naquele tempo, que a região, nos vin-

N

Raphael Barros


14

REGIテグ DO CARIRI(CE), DE 19 A 25 DE JUNHO DE 2012


Jornal do Cariri - Edição de 19/06/2012 a 25/06/2012