Page 1

Piriquita

Enviar

287

287

15182

0

0

http://w w w .bestg http://w w w .bestg

15182

0

Submit

15182

Enviar

Piriquita

http://w w w .bestg http://w w w .bestg 15182

287

287

Os monumentos e

restauração em Sintra Palácio da Pena A história deste palácio começa quando, o rei D. Manuel I, em homenagem à empresa das Índias, decide erigir um convento, onde então existiria uma capela. E foi sobre o que sobrava desse convento quinhentista que três séculos mais tarde, o príncipe consorte D. Fernando de Saxe Cobourgo-Gotha (1836-1885) realizou uma das espantosas fantasias românticas em que o século XIX foi fértil, ou seja, transformou um convento no magnifico palácio que hoje conhecemos. A semelhança entre este palácio e o castelo de Neuschwanstein, na Baviera, erigido por Luís II da Baviera, não é pura coincidência ambos são realmente muito parecidos embora na opinião de muitos este é ainda mais belo e genuíno.


A forma como está implantado na rocha a 450 metros de altitude fá-lo parecer uma extensão natural da própria serra, e a vista que oferece é verdadeiramente impressionante. Para quem se interessa por termos esotéricos ou rosa-crucianos, o Palácio da pena surge como uma verdadeira catedral do mistério, em que muitos dos elementos têm uma leitura paralela e secreta. Por maior que fosse a riqueza arquitectónica e decorativa, o projecto de D. Fernando não estaria completo sem a criação da atmosfera misteriosa, foi então que decidiu florestar as encostas da serra de forma planeada e intensiva, tendo sido um dos raros casos em que a Natureza foi beneficiada pela acção do homem.

O

- Palácio Nacional de Sintra Situado na vila de Sintra este palácio tornou-se famoso pela silhueta inconfundível das suas chaminés, converteu-se num dos mais conhecidos símbolos de Sintra. A sua estrutura primitiva remota à ocupação árabe, tendo caído em poder dos cristãos no século XII e sofrido sucessivas remodelações, a mais importante das quais no reinado de D. Manuel I. Desta remodelação resultou uma fascinante mistura de estilos e uma volumetria invulgar , fruto das dependências que lhe foram sendo acrescentadas ou sobrepostas. Dada a sua localização aprazível e próxima de Lisboa, o palácio foi desde a idade Média, uma das residências favoritas dos monarcas portugueses, estando, por isso, intimamente ligado a muitos factos relevantes da História do país.


- Palácio Nacional de Sintra

- Palácio Quinta da Regaleira Não obstante o seu estilo neo-manuelino evocar tempos e glórias quinhentistas, a construção do palácio e capela da regaleira data somente dos primeiros anos do século XX, esta obra esteva a cargo de Luigi Manini, o mesmo arquitecto responsável pelo hotel palácio do Buçaco. Neste maravilhoso cenário, podemos ainda encontrar diversas grutas, poços, lagoas, torres e estátuas, constituindo um verdadeiro cenário de ópera, em que tudo é deliberado e nada foi desenhado ao acaso. Trata-se de uma forte e fascinante experiência estética, com fortes conotações esotéricas e alquímicas.


- Queda de água (quinta da Regaleira) - Quinta da Regaleira

- Castelo dos Mouros Castelo medieval construído sobre o local de uma fortificação árabe, que foi abandonada pelos seus defensores face à aproximação do exército de D. Afonso Henriques, durante a época da reconquista e da fundação de Portugal, no século XII. Embora fosse, já na época, militarmente indefensável (dado o seu enorme perímetro, muito recortado e com grandes diferenças de nível) esta fortaleza tem um arrebatador efeito cénico e uma fantástica implantação paisagística.


- Castelo dos Mouros

...de vez em quando aparecia um bocado de serra, com a sua muralha de ameias correndo sobre as penedi

in Os Maias,

Convento dos Capuchos Oficialmente Convento de Santa Cruz da Serra, também chamado de Convento de Cortiça pelos seus revestimentos, foi fundado no século XVI por Álvaro de Castro, cumprindo assim uma promessa de seu pai, João de Castro, Vice-Rei da Índia. Até 1830 foi habitado por frades franciscanos. Na entrada, sob um alpendre, uma porta conduz às pequenas celas onde estes repousavam. No tempo da dominação filipina, o rei de Espanha costumava referir-se ao Escorial e aos Capuchos como os mais extremos locais de culto que havia em seus reinos: o Escorial pela importância e grandeza e os Capuchos pela sua exiguidade e pobreza.


- Convento dos Capuchos O tempo de cavaquear um bocado com o Absoluto no Alto dos Capuchos... in Os Maias, Eça de Queiroz

- Palácio Quinta de Monserrate Sobre uma magnifica propriedade que foi, no século XVIII, habitada pelo escritor Wiliam Beckford, um rico comerciante de nome Francis Cook, também inglês, mandou transformar um palacete neogótico num novo palácio de traço orientalizado, cheio de motivos revivalistas, na segunda metade do século XIX. Tal como em outros monumentos da região de Sintra, um grande parque cheio de espécies autóctones e exóticas envolve toda a edificação.


– Quinta de Monserrate

- Palácio de Seteais Implantado num local de onde se avista um impressionante panorama da serra, que se estende até ao mar, este palácio, é actualmente um hotel de luxo, foi inicialmente construído pelo cônsul Holandês Daniel Gildmeester, no ultimo quartel do século XVIII, e posteriormente ampliado pelo novo proprietário, que ligou os dois blocos com um arco encimado pelo brasão real e por um medalhão contendo as efígies dos reis de Portugal nessa época.


- Palácio de Seteais

Fontes Região rica em nascentes de água cristalina, possuindo diversas fontes espalhadas por toda a serra, de entre as quais se destinguem:

- Fonte da Sabuga De origem medieva, mas com reconstrução tardosetecentista, é conhecida pelas virtudes medicinais da sua água, que brota de duas bicas em forma de seios. Diz o povo que quem bebe a água da sabuga, jamais esquecerá Sintra.

- Fonte da Pipa


Situada no centro Histórico, existe, pelo menos, desde o século XIV e apresenta actualmente a feição que lhe foi dada em 1787. É conhecida pela sua bica de água com a configuração de uma pipia de vinho.

- Fonte Mourisca Pertence ao período romantico-revivalista. Foi seu autor, cercade1922, o mestre escultor sintrense José da Fonseca. Possui uma configuração arabizante, com revestimentos de azulejaria neo-mudéjar, estuques pintados e ornatos de esculturas

. – Fonte das Fontainhas

- Rios / Lagoas Não sendo propriamente um “ Tejo “ Sintra possui um pequeno rio Chamado Rio da Mula, este rio pode não ser muito grande (em caudal), mas é o suficiente para criar lindas lagoas. Este rio possui uma barragem que forma uma lagoa bastante bonita. Outra lagoa mais conhecida é a Lagoa Azul, esta maravilhosa lagoa está situada no meio de um pinhal, rodeada por altos pinheiros o que faz realçar todo o seu esplendor.


- Lagoa Azul Barragem da Mula

Piriquita Por BestGuide Portugal

-


2/ 2

DESCRIÇÃO Da mesma forma que quem vai a Roma tem de ir ver o Papa, quem vai até Sintra tem de ir até à Piriquita. O milagre da confeitaria em Sintra – não há quem tenha visitado a vila sem ouvir falar dos Travesseiros da Piriquita, os mais famosos e apreciados bolos produzidos em Sintra. A famosa casa dos tão elogiados travesseiros de Sintra foi fundada há mais de um século por Constância Gomes e continua a ser gerida pela família, no mesmo local onde foi fundada e recebendo todos os dias uma nova romaria de turistas que se maravilham com esta iguaria da doçaria portuguesa. Única fábrica classificada com a mais alta distinção na exposição regional de Sintra em Setembro de 1926: “Diploma d’Honra”, a casa mantém a tradição, presente na qualidade das queijadas e dos travesseiros e na conservação da imagem de marca da pastelaria Piriquita. É esta uma das características que torna esta fábrica de sonhos em forma de


deliciosos travesseiros também tão única, já que os esforços estão concentrados na confeção, preferindo manter sempre a qualidade única dos seus travesseiros do que apostar numa grande rede de distribuição que afetasse o sabor único dos mesmos. Esta preocupação, aliada a uma receita própria, torna os travesseiros da Piriquita numa experiência única, apenas comparável à diferença entre comer um pastel de nata ou um pastel de Belém. A fama crescente e a incapacidade de atender todas as pessoas no espaço de origem da fábrica levou a empresa a inaugurar, ao cimo da rua, a Piriquita II.

PALAVRAS-CHAVE Cafés, Doces Tradicionais e Sintra. Sugerir correcção Imprimir More Sharing ServicesPartilhar Classificar Comentar Anterior Próximo

3 COMMENT

1. Diogo da Silva, 22 de Novembro de 2013 às 15:38

Simplesmente divinal. E para quem não sabe a Piriquita 1 fecha às quartas-feiras mas a Piriquita 2 está aberta (fecha às terças). Ou seja, aberto todos os dias. Contacto: piriquita-geral@hotmail.com Responder

2. Luís Fragoso, 8 de Dezembro de 2013 às 18:30

Hoje 8/12/2013; Fac. Simplificada 1A1301E2/16835; Balcão 1 – Torta coco, boa gostei mesmo


Fac simplificada 1A1303E4/1739; Balcão 3 – Bolo rei, óptimo agora as queijadas, …. desiludiram por completo. Não sei se por serem do pacote,,,,, Mas ainda que fossem, deviam estar óptimas Desiludido Agora fico com pena de não ter pedido do balcão!!! Seriam iguais?!?! Melhorem se possível. Cumprimentos do cliente amigo Luís Fragoso / Elizabete Tlm.: 964780000 / 96406 46 66 Responder

3. José Carlos, 10 de Março de 2014 às 8:34

Talão de controlo nº 2A1403E7/81; 18:14 Mesa N: 40/0 – 9/3/2014 Ontem ao fim da tarde a Família foi ao Piriquita II (esplanda) e com o desejo dos travesseiros, assim fizemos o pedido. Contudo, alerto que 2 dos 3 travesseiros, tinham gosto a ranço (odor subtil mas notório). Como considero que a gordura utilizada na massa não oferece dúvidas, resta considerar que o ranço provêm do tabuleiro. Os travesseiros ainda estavam quentes e devia ser da fornada transportada da I para a II Piriquita pouco tempo antes. Agradeço a vossa atenção, melhores cumprimentos Responder

COMENTE E CLASSIFIQUE ESTE ARTIGO Nome: * E-mail: * Website:

Classificação: Classifique esta ficha clicando numa estrela Comentário


ARTIGOS RELACIONADOS

Restaurante Colares Velho O Colares Velho é uma casa com pergaminhos e tradição na vila há já 30 anos, que tem sabido ... LISBOA (À VOLTA DE)

Café Saudade Situado a apenas 20 metros da Estação de comboios de Sintra no edifício que pertencia à segunda ... LISBOA (À VOLTA DE)

Estrada Velha O histórico bar de Sintra foi inaugurado em 1985 e desde sempre foi o local de eleição, tanto de ... LISBOA (À VOLTA DE) • EM DESTAQUE

ATIVIDADES


 Madeira Sup School  Rota dos Cetáceos  Restaurante QB Essence  Dragão Azul  Tukxi Madeira

COMER  Restaurante Il Gallo D’Oro  Restaurante Bougainvillea Terrace  Restaurante A Governanta  Bar do Guincho  PVP – Pão, Vinho e Petiscos

DORMIR  Altis Avenida Hotel  Vivamarinha Hotel & Suites  Madeira Regency Club  Palácio Estoril, Hotel, Golf & SPA  Senhora da Guia Boutique Hotel

VISITAR  Palácio da Vila  Castelo de Marvão  Convento dos Capuchos  Palácio da Bolsa  Parque e Palácio da Pena

ESTA SEMANA: OS MAIS VISTOS Adicionar um artigo Ver todos 1. ONDE DORMIR: Bem abrigados, na Quinta Cova do Milho

Adicionado por MyGuide em 24 Março 2014 2. As estações de comboio mais bonitas do mundo: Estação Central de Milão, Itália


Adicionado por TravelTailors em 27 Dezembro 2013 3. O ALGARVE AQUI TÃO PERTO...

Adicionado por JOÃO VIEIRA em 29 Março 2014

CONTACTOS É dono deste estabelecimento?

Morada: Rua Padarias, 1/7, 2710-603 Sintra Telefone(s): (+351) 219 230 626 Horário: Das 10:00 às 20:00. Adicionar aos favoritos Classificar Classificação: ComentarComentários: 3


Os monumentos restauração em sintra  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you