Page 34

Sessão Prática 6 – Tratamento optométrico da ambliopia Dr.ª Susan Cotter

Southern California College of Optometry, EUA

A ambliopia é a causa mais comum de deficiência visual em crianças, jovens e adultos de meia-idade. Na maioria dos casos a ambliopia é unilateral e esta associada ao estrabismo, à anisometropia ou a ambos. Historicamente, a terapia com oclusão agressiva do olho não afectado tem sido a base do tratamento. Até recentemente, a generalidade da informação existente sobre o tratamento da ambliopia era retrospectiva e não controlada, com estratégias terapêuticas de base empírica, em vez de ser baseada em evidências (medicina baseada em evidências). Estudos clínicos prospectivos e aleatórios e estudos observacionais, têm sido realizados recentemente nos Estados Unidos e no Reino Unido para determinarem os melhores tratamentos para as formas mais comuns de ambliopia. Os resultados destes estudos têm aumentado os nossos conhecimentos e promovido a nossa compreensão sobre o tratamento da ambliopia. O objectivo deste workshop será utilizar uma abordagem baseada em evidências, de forma a transmitir ao optometrista uma perspectiva actual sobre o tratamento da ambliopia na infância. Um modelo baseado em casos será utilizado para abordar as seguintes questões clínicas: Qual será mais eficaz no tratamento de crianças com ambliopia moderada, a oclusão ou o uso de atropina? Qual o período de tempo indicado de oclusão nas crianças com ambliopia moderada? E para aquelas com ambliopia grave? Qual a dosagem indicada de atropina para crianças com ambliopia moderada? Qual a máxima melhoria esperada em um tratamento com atropina? Quanto tempo deve durar o tratamento com atropina? Será que uma lente plana colocada no olho hipermétrope não afectado potencializa o efeito do tratamento? Pode-se utilizar atropina com sucesso em pacientes com ambliopia grave? Qual é a importância da correcção refractiva para os amblíopes que estão a ser tratados? A correcção do erro refractivo tem efeito de tratamento em crianças com ambliopia anisometrópica e ambliopia por estrabismo? Serão as crianças com 3-4 anos de idade mais susceptíveis de beneficiar do tratamento à ambliopia do que as crianças com 5-6 anos de idade? Será que actividades ao perto, quando a criança tem o olho sobre oclusão para tratamento à ambliopia, potencializam o efeito do tratamento? Existe uma idade a partir da qual o tratamento à ambliopia deixa de ser eficaz? Existe benefício sustentado no tratamento da ambliopia em crianças mais velhas? Poderá a ambliopia refractiva bilateral ser tratada com sucesso com uma correcção óptica? Quanto tempo é necessário para melhorar a acuidade visual?

Português

32

Sessões Práticas

CIOCV'09 Proceedings  

Proceedings for the International Conference of Optometry and Visual Science 2009 (CIOCV'09). University of Minho, Braga, Portugal