Issuu on Google+

O INIMIG PÚBLICO

TESTÁMOS A NOVA ARMA PARALISANTE EM SÓCRATES – FIQUEI TODO DESPENTEADO

N.º 66 SEXTA-FEIRA 24 DE DEZEMBRO DE 2004 DIRECTOR LUÍS PEDRO NUNES

VOU VENDER AS MINHAS MEMÓRIAS

EXC INI LUSIV FIN MIGO O AN / T I M CIAL ES

Primeiro-ministro já vendeu direitos sobre autobiografia para pagar o buraco do Estado!

ESTE SUPLEMENTO FAZ PARTE INTEGRANTE DO PÚBLICO 5389 E NÃO PODE SER VENDIDO SEPARADAMENTE

Ó Ó tia, tia, então então isso isso faz-se? faz-se?

RAINHA DA ETIQUETA ENGANA-SE NO TALHER E ESFAQUEIA MARIDO COM FACA DE PEIXE

OLHA QUEM APLICOU BOTOX NO CÉREBRO! EDIÇÃO TABLÓIDE

Porca Miséria...

ARGEL TEM HÁLITO DE SARJETA! SEXO E SENSACIONALISMO BARATO

FELIZ NATAL


2 oInimigoPúblico 24 Dezembro 2004

EX

Pedro é um leão na política e um panda no amor CL

US

IV

O

Primeiro-ministro vende direitos sobre autobiografia

S

antana Lopes fechou ontem contrato com a editora Penguin para a publicação das suas memórias românticas. Os direitos de autor revertem para os cofres do Estado e já foram aceites pelo Eurostat como receitas de 2004 do tesouro, desde que o quinto e último volume possua um índice onomástico exaustivo com nomes, moradas e números de telefone.

Abro o coração para fechar o défice Havia duas possibilidades de medidas extraordinárias sobre a mesa do conselho de ministros de ontem: a história de João Alves, o Luvas Pretas, da meninice ao bigode, num DVD nar-

rado por Bagão Félix, ou o primeiroministro abrir o coração para fechar o défice. Venceu esta por 10-9. Ao longo das cinco mil páginas, mais 4100 do que “My Life”, de Bill

Prado Coelho I nc ríve e Marcelo l aplicam botox no cérebro!!! S

e José Castelo Branco é a imagem de marca das injecções de botox para o rosto, o intelectual Eduardo Prado Coelho e o professor Marcelo arriscam-se a ficar associados ao botox cerebral, uma variante que acabou de chegar a Portugal. O IP conversou com o cirurgião plástico Diogo Martinho, que nos explicou qual a diferença entre estes dois produtos. “O botox normal tonifica o rosto, devolvendo-lhe a elasticidade e a frescura da adolescência,

enquanto que o cerebral tem o mesmo efeito no pensamento. Eduardo Prado Coelho é um dos meus melhores clientes, pois toma injecções de três em três meses. Geralmente vem cá quando o conteúdo dos seus artigos no ‘PÚBLICO’ começa a ser entendido pelos leitores, sintoma mais do que evidente de que o seu formidável cérebro já acusa algum desgaste. Quanto ao professor Marcelo, chegou-me aqui completamente esgotado, pois apenas

conseguia ler 12 livros por dia. Bastou uma aplicação de botox cerebral para retomar a média, que são 67 livros diários, 124 revistas e 234 blogues”. O IP sabe que a modelo Fátima Preto também pretendeu aplicar uma injecção de botox cerebral, mas devido a um erro da enfermeira foilhe aplicada a substância nos lábios, erro não detectado pela modelo, uma vez que desconhece a localização exacta do órgão em questão. VE/AM

Clinton, e menos 43 mil do que as de “Cunhal”, de Pacheco Pereira, ficaremos a saber que Pedro pode ser um leão na política, mas é um panda no amor. Talvez por isso, não tem mais espaço no coração e noutra parte do seu corpo para levar facadas. Talvez por outra coisa qualquer, Pedro seja um homem opaco, mas imaginativo no acto amoroso. MB

Facadas nas costas de Santana Lopes foram

autoinfligidas T

odos nós ouvimos Santana Lopes queixar-se de ter as costas cheias de cicatrizes das facadas que levou. O que o público não sabe – e o INIMIGO PÚBLICO descobriu – é que essas facadas foram autoinfligidas, conforme nos explicou o criminologista e médico legista amador Pedro Strauss. “Pela entrada de penetração da arma branca utilizada, numa trajectória claramente de baixo para cima, para além do facto da profundidade do corte ser pouca e serem mais na zona lombar do que no centro das costas, apenas posso concluir que as facadas foram auto-infligidas. É um caso típico de logro”, explicou o criminologista, confirmando algo que muitos suspeitavam desde o início. VE/AM

Serial killer canibal cozinha vítimas com receitas de Goucha!!! Foi finalmente apanhado pela PJ um serial killer que vinha aterrorizando as 700 mil prostitutas que trabalham em Lisboa. O indivíduo em questão sofria de fortes perturbações mentais, em virtude de ter assistido em criança a toda a série do “Passeio dos Alegres”. Aos 30 anos e ainda virgem, depois de uma carreira frustrada de cineasta de culto, começou a assassinar violentamente prostitutas, que posteriormente cozinhava, baseandose nas receitas que Manuel Luís Goucha (juntamente com Henrique Mendes, um dos seus ídolos) publicou nos seus 15 livros. Um agente da autoridade contou ao IP que na altura da detenção, o canibal saboreava uma coxa de prostituta com molho de cogumelos. VE/AM

As bolinhas do ministro da Defesa Segundo fonte da sua alfaiataria, no próximo ano, o ministro da Defesa vai deixar de usar fatos às risquinhas. Em 2005, Portas vai passar a usar fatos às bolinhas. É importante que os nossos leitores saibam das mudanças que vão ocorrer no País. MM


oInimigoPúblico 24 Dezembro 2004 3

Alemanha declarou guerra ao nosso Bagão! Chanceler Shroda lança anschluss económico a um português

P

Vileza bávara!

ortugueses: o nosso ministro das Finanças pode ser incompetente e errático, mas é o nosso ministro das Finanças incompetente e errático! Portugal prossegue o caminho da virtude e da castidade orçamental, mas o Sr. Shchoredare do cabelo pintado quer antecipar receitas de 2090, trespassar a Áustria e nacionalizar o Schumacher, que o nosso Bagão bem nos mostrou o Financial Times, que é insuspeito até porque tem a mesma cor do suplemento de economia do “Expresso”! Fique a saber, Sr. Chadore que os portugueses estão unidos em torno do seu ministro das Finanças * e dizem nein ao anschluss da Autoeuropa e do chucrute! Sr. Schoroda: quando nós tivermos superavit orçamental e vocês estiverem a vender a Baviera em talhões é que vamos rir! Ahahahah antecipadamente, Sr. Yoda! MB * A partir de 20 de Fevereiro, logo se vê se é para continuar.

Vou encontrar a minha G3!

Ex-combatente desde 1971 à procura da arma com que matou turras

D

amasceno T. combateu em Maquela do Zombo, Angola, entre 1969 e 1971 e, se hoje está vivo, deve-o à sua G-3: “Era de noite e estava escuro. A gente vinha na picada e ouvimos uma coisa horrível que parecia uma pacaça com uma crise de vesícula. E era. O animal investiu e eu só tive tempo de

lhe enfiar a coronha da Célia Raquel na goela e torcer e destorcer, torcer e destorcer, torcer e destorcer, torcer e destorcer até o animal ficar com a boca feita num bolo”. “Histórias como estas há milhares, mas agora não me lembro de mais nenhuma”, confessa Damasceno, que anda há

33 anos à procura da sua G-3 para a levar para casa, deitá-la entre ele e a mulher e voltar a dormir descansado: “Corri todos os paióis do País e vejo sempre os tatoos da GNR, mas a Célia anda arredia. Se alguém a vir, peço que me contacte: tem coronha, gatilho, punho e um tubinho por onde saem as balas”. MB

É a loucura no Palácio Sou vizinho de Santana e pensei que ia morrer!

N

inguém prega olho há quatro meses nas imediações do Palácio de S. Bento. “É Supertramp ao vivo até de manhã, são tipas malucas a atirarem os guardas da PSP vestidos p’rá piscina,

é o street racing com as motas dos batedores, são as guerras nudistas de flutes de champanhe, são três e quatro pessoas enfiadas no mesmo cavalo de pantomina e agora eu pergunto: também temos de

gramar com o pisca-pisca?”. Palavras azedas de uma vizinha do primeiro-ministro que ainda se sentia com forças para aguentar mais dois meses de tiros aos pratos às quatro da manhã, mas que não tem paciência para o néon que Santana mandou colocar à entrada da residência oficial: “O Palácio”. O IP sabe que a ideia era chamarlhe “O Fellatio” para atrair mais jovens à política, mas o parceiro do Governo acabou por impor a versão democratacristã. MB

Fotos exclusivas de João Reis e Catarina Furtado compradas por blog de Pacheco Pereira!!! A

s primeiras fotografias que mostram um beijo entre a namoradinha de Portugal e o seu novo amor João Reis suscitaram o interesse de toda a imprensa cor-de-rosa, que se colocou no terreno para conseguir um exclusivo. Porém, a melhor oferta foi feita por Pacheco Pereira, depois de uma renhida disputa com a revista “Caras”, o jornal “24 Horas” e o INIMIGO PÚBLICO

(que chegou a oferecer ao fotógrafo os serviços sexuais de um estagiário), que no fi nal resolveram não cobrir a oferta de José Pacheco Pereira. Assim, quem quiser ver o novo casal sensação na sua intimidade, vai ter de visitar o Abrupto, onde Pacheco Pereira publica as fotos com comentários sobre as relações humanas na sociedade capitalista e globalizante. VE/AM

Pouca terra...pouca terra Membros da Opus Gay fazem comboio de Natal

S

eguindo uma velha tradição de Natal que alegra milhares de crianças portuguesas todos os anos, mais de vinte membros da Opus Gay construíram um comboio de Natal. Conforme explicou Pedro Malaquias, da Opus Gay, “a diferença entre este comboio e os comboios que fazemos todos os

Sifões de retrete tiram Portugal do cano?

O

IP teve acesso a estudo relâmpago secreto efectuado pela McKinsey, onde se revela aposta forte da economia portuguesa para a próxima década. A consultora (que segundo consta estava com dificuldade em cumprir quota de estudos encomendados pelo Governo para esta legislatura) considera agora que “produção e venda de sifões de retrete pode ser sector de crescimento explosivo”. É certo que os únicos factores que a empresa de estudos económicos levou em conta foram o enriquecimento desmesurado de Jaime Ramos, número dois do PSD madeirense, num mercado de duzentos mil clientes e o potencial efeito multiplicador de um mercado como o da UE, mas para já fica apenas um conselho para o ministro da Economia: com sifões no pensamento, faz as contas ó Barreto! JB/NB

fins-de-semana, em casas ou clubes gay, é que desta vez estamos todos com um barrete de Natal e usamos preservativos a condizer. Depois, quando estamos todos os vinte emparelhados uns nos outros, o camionista-passivo faz sinal com a boca e o comboio de Natal parte. VE/AM

Perus de Natal vêm com fotografiaschoque contra o colesterol À semelhança do que acontece com o tabaco, também as questões de saúde parecem ter controlado este Natal no que concerne à comida. Assim, os tradicionais perus de Natal este ano trazem coladas fotografias de estômagos dilatados depois de dissecados, fígados inflamados e artérias entupidas. A campanha de choque pretende alertar para os malefícios do colesterol e traz, a acompanhar as fotografias, frases como “come peru e não vês o Ano Novo” ou “come peru e vais passar o Natal à terra”. VE/AM


4 oInimigoPúblico 24 Dezembro 2004

Ho!, ho!, ho!, o c...! A MAIORIA DAS PESSOAS CONSIDERA ESTA ÉPOCA COMO SENDO DE PAZ E HARMONIA, UMA ALTURA EM QUE SOMOS MAIS DADOS AO PRÓXIMO E APENAS COISAS BOAS ACONTECEM. NADA PODIA ESTAR MAIS LONGE DA VERDADE!!! O IP PUBLICA AQUI ALGUMAS ESTATÍSTICAS DE NATAL VERDADEIRAMENTE ASSUSTADORAS, AS ESTATÍSTICAS QUE ELES NÃO QUEREM QUE VOCÊ SAIBA. ✮ 26% das pessoas bebem de mais na noite santa e acordam numa sarjeta, sem pelo menos um órgão interno no seu corpo e com uma costura mal feita no abdómen em forma de suástica; ✮ 68% dos homens que ajudam a mulher a rechear o peru adquirem um gosto particular por “encher por trás” e saem de casa antes da Páscoa para viver maritalmente com um travesti; ✮ 36% das pessoas que trincam a fava partem um dente e desenvolvem uma hemorragia fatal, morrendo em agonia antes do fim do ano; ✮ 42% das pessoas que enviam um SMS a desejar Boas Festas enganam-se no número e enviam a mensagem para o telemóvel pessoal do Carlos Cruz, ficando doravante implicados no processo Casa Pia; ✮ 18% das pessoas que passam a noite de Natal em casa, a ver televisão, apercebem-se finalmente da vacuidade e falta de sentido das suas vidas e engolem duas embalagens de comprimidos; ✮ 59% dos homens que se vestem de Pai Natal embaraçam e traumatizam para sempre os filhos, impelindo-os a uma vida de toxicodependência e homossexualidade; ✮ 89% das pessoas que esbanjam dinheiro nesta quadra, motivados pelo espírito generoso da época, recebem dia três de Janeiro uma visita do inspector fiscal, acusando-os de ostentarem sinais exteriores de riqueza e condenando-os a 10 a 12 anos no EPL, onde vão distribuir outra espécie de gorjetas pelos reclusos da Ala C. VE/AM

Daniel Campelo dá caixa de queijos Limiano a Louçã

O

ex-deputado do PP Daniel Campelo ofereceu ao dirigente do Bloco de Esquerda Francisco Louçã uma caixa de queijos Limiano, “para dar mais sabor à aprovação do Orçamento Rectificativo de 2005” do Partido Socialista. Segundo uma fonte do Bloco de Esquerda, que quer manter o anonimato, um apartamento de sete assoalhadas em Cascais e uma amante loura que já foi estrela das melhores casas de diversão nocturna de Bragança, “a decisão de aprovar o Orçamento Rectificativo para 2005 não é consensual, mas o Bloco é um movimento democrático e pluralista que respeita sempre as opiniões do seu líder”. AG

Detidos do EPL trocam doenças durante esta noite

Q

uem disse que Favores em cadeia da Ala B. “Por isso, os homens dia 25 de Dezembro, de boa-vontade não se encontram em logo de manhãzinha, vamos todos todo o lado devia colocar os olhos no trocar presentes. Eu, por exemplo, vou Estabelecimento Prisional de Lisboa. dar ao meu colega de cela o vírus do Ao que o IP apurou, os detidos do EPL HIV. Não sei ainda o que é que ele me também respeitam as mais nobres tra- vai dar, mas desconfio que deve ser o dições de Natal, nomeadamente a tro- vírus da Hepatite B. Mas também sei ca de presentes no dia 25. “Não é por de detidos mais generosos que deram estarmos presos por tráfico de droga, aos seus colegas HIV, Hepatite B e homicídio e violação que não admira- sífilis. Mas nesta altura, cada um dá o mos o espírito de Natal como qualquer que tem e o que pode. O que vale é a outra pessoa”, explicou Tó-Li, detido intenção”, concluiu. VE/AM

Chocante Louçã vai responder a pergunta

S

im, ninguém vai acreditar, mas é verdade: Francisco Louçã, mais conhecido como “o Trotsky do Bairro Alto”, está a pensar responder pela primeira vez a uma pergunta de um jornalista. Desta vez, ao que conseguimos apurar, o Chico não se vai pôr a repetir a cassete dos tubarões, dos barões e dos camaleões (e outras coisas terminadas em ões) do capitalismo nem vai insistir naquela linguagem explosiva, cheia de metáforas demagógicas, própria de um terrorista em ano propedêutico. Ao que parece, Louçã acha que é altura de “falar verdade” aos portugueses, se não as pessoas ainda vão pensar que o BE é um partido de gente imoderada que pensa que a vida política é uma Intifada permanente. Uma nota: esta notícia está por confirmar. Não nos responsabilizamos se alguém quiser acreditar nela. MM

Tome lá o h n i r i t um , r e s a T da ! o r i e h engen

Experimentámos as pistolas paralisantes em Sócrates... E resultou! Sampaio gregóriooooooo! SubDelegação IP Quinta do Conde José Ritta, mas eram cinco laranja- agrupamento acto pouco conhecido, o Pre- das, três uísques, sete croquetes e Alfa lança Fsidente da República vomitou 12Arissóis tarde demais. para o bolso do blaser do goveragenda do dia foi cumprida nador civil de Setúbal quando se por Maria José Ritta, que cha- disco infantil indispôs na visita a Pinhal Novo de sábado passado. À menção do nome de Morais Sarmento numa conversa próxima, enfiou dois dedos nas goelas em sinal de asco com o objectivo de fazer rir. Teve azar porque, ao invés, induziu o vómito. Ainda tentou sustentar-se, agarrando-se aos brincos de Maria

mou Santana a Belém, insultou-o de Gomes da Silva para baixo, exigiu mudanças profundas no Orçamento de Estado, a demissão de sete ministros incluindo Portas, a devolução das malas de primeiros-socorros do INEM e “um corte de cabelo à homenzinho” (sic). MB

A

GNR destacada no Iraque gravou um disco natalício de solidariedade social com a GNR destacada no Iraque que tem a seguinte letra: “Que linda Faluja que lá, lá vem / Quero ir no C130 ao Palácio de Belém / Sr. Presidente, a experiência foi muito boa / Mas se não der muito incómodo, / Queremos voltar para Lisboa”. MB

Facções Facções do do Bloco de Esquerda Bloco de Esquerda fazem fazem trégua trégua As facções internas estalinista e trotskista do Bloco de Esquerda, historicamente adversárias desde que Estaline roubou eum pudim Boca DocedeaEsquerda, Trotsky, decidiram não se As facções internas estalinista trotskista do Bloco historicamente odiar durantedesde a quadra se aproxima, altura de paz e harmonia em quedecidiram as inimizades adversárias queque Estaline roubou um pudim Boca Doce a Trotsky, não se eodiar as disputas a falaraltura das eleições da possibilidade ao duranteseaesquecem. quadra queEstamos se aproxima, de paz e harmonia em quedeaschegar inimizades poder, porque se emesquecem. partidos marxistas Bloco de Esquerda, o Natal não e as disputas Estamos acomo falar odas eleições e da possibilidade de tem chegar nenhum a não sermarxistas para os militantes que aproveitam os feriados ao poder,signifi porquecado, em partidos como o Bloco de Esquerda, o Natal não paranenhum ir a Andorra o consumismo exageradoque praticado no os tem signifivituperar cado, a não ser para os militantes aproveitam NAJ feriados para ir a pequeno Andorra principado. vituperar o consumismo exagerado praticado no pequeno principado. NAJ

S LOS EM NDA ã Â ç u C Lo ES a! Diz vat ria” de tá sei gra Sim, u“integridade prooleser tão rtistas final a ode nã

p A A o Louçã zer crer. Francisc quanto quer fa arantem que g a d o c la imacu ximos do Blo enos uma vez m ró de rua p u gravata pelo e “seduzir a d so Louçã u om o objectivo i no PREC!”, c Fo , “ a . id l” v a a ri n ma espia st fosse “u um indu filha de mbora a jovem esmo a cor da e m dizem, e imperdoável é a”. JB/NB ”, lh burguesa Nem era verme “ gravata:


oInimigoPúblico 24 Dezembro 2004 5

Eduardo Eduardo Barroso Barroso deixa deixa João João Soares Soares no no corpo corpo de de paciente paciente M ac

É

inacreditável a incúria que continua a grassar em alguns hospitais deste País, onde periodicamente decorrem episódios incríveis de médicos que se esquecem de tesouras e outros utensílios cirúrgicos no corpo dos pacientes, após as operações. O último episódio sucedeu com o famoso cirurgião Eduardo Barroso, que

O

INIMIGO PÚBLICO pediu uma Taser emprestada a um primo do nosso editor de crítica de ópera, que tem um irmão nos GOE da PSP. Depois fomos para a rua à procura do engenheiro Sócrates, que estava num almoço de desagravo a 15 ex-ministros de Guterres que não vão ser convidados para o seu Governo. Levou um esticão de 50 mil volts da nova pistola eléctrica da PSP que o deixou mais hirto do que um Pina Moura a tentar passar da primeira página de um

manual de finanças públicas. Ficou com um penteado igual ao do Beckham na primeira parte do Manchester United x Borussia em Março de 2001. “Estou co-incinerado!”, confessou bem-disposto. Os efeitos da Taser fizeram-se logo sentir: durante alguns minutos, Sócrates esteve calado, esfíngico, mecânico, inexpressivo e engomadinho. Muito longe do seu registo habitual, portanto. “Agora espero que façam a mesma coisa ao Santana”, atirou; “Sempre varia do desfibrilador do INEM”. MB

Diário da República com Especial Natal

À

semelhança de todas as outras publicações nacionais, também o Diário da República vai apresentar esta semana um número especial de Natal, comemorando a época festiva que agora atravessamos. O IP falou com o editor do Diário da República, que nos explicou que “o nosso jornal também precisa de captar novos leitores, por isso os deputados da Assembleia da República decidiram, ainda antes da dissolução, fazer

novas e belas leis pensadas precisamente para aparecer no Diário da República de Natal. Assim, quem comprar o nosso jornal, vai encontrar decretos-lei e acórdãos sobre as roupas do Pai Natal, a consoada, os hotéis onde se deve e não deve passar a grande noite, sobre presépios e muito, muito mais. E mesmo quem consultar os Concursos Públicos ou os Actos Societários vai notar alguma da magia da época”. VE/AM

S É R I E NO ES BLO CO LE ULSÕnuma P Per doem X E A u VA ro - m e, ma ca en t fumei u

m

s nunca

Ruy Fer re a broca y anos esco ra tentou tudo. Du n ra mesmo a deu os Ys do nom nte ee co capoeira. mprar um cão e a chegou M ap camaradas as nada disto lhe render v fumado d descobriram que aleu, pois os nu ro disciplinar gas e abriram-lhe nca tinha u . saída e per Agora “Rui Fer re m processo ir outra linh gunta-se: “Não se a” está de a no BE? p ”. Parece ode adoptar que não. JB/NB

nun Joana ! também a surubva deputada podaena A. A rotati aída do BE. Jo enciou s d estar de Coimbra, confi antes” d Dias, de apital dos estu e forma d “c que na pesar de tudo, nunca l a se vive, dora, e como ta g”. a in conserv “couple swing falha ta praticou o considera es g Ana Dra osa”. JB/NB h “vergon

recebeu uma visita do seu primo desempregado, João Soares, enquanto procedia a uma operação. Como se viu nas últimas eleições para o PS, o carisma de João Soares não convence, por isso Eduardo Barroso deixou o primo no interior do corpo do doente, indo embora para assistir a um jogo do Sporting. Apenas quinze dias

a b ro

depois, após o paciente queixar-se de violentas dores, João Soares foi retirado. O paciente entretanto exigiu uma indemnização de um milhão de euros ao hospital, porque votou Sócrates. João Soares referiu que, caso não tivesse passado pela CML, este seria provavelmente o episódio mais traumatizante. VE/AM

Eu quero é gente nova no Partido Socialista! D

EPOIS DE CARLOS PINTO COELHO, SÓCRATES CONVIDA LUÍS PEREIRA DE SOUSA PARA O NOVAS FRONTEIRAS Acabaram-se os velhadas no Largo do Rato. José Sócrates continua a sua batalha pela renovação do PS. Depois da refrescante participação de Carlos Pinto Coelho no Fórum Novas Fronteiras, o

líder do PS volta a surpreender convidando uma série de personalidades, segundo o responsável pela comunicação dos socráticos, “cheias de ideias na cachimónia e com uma visão totalmente nova e inesperada sobre o País”. Luís Pereira de Sousa, mais conhecido como “o homenzinho que apresentava aqueles concursos na praia”, é o próxi-

Bibi: Colegas arguidos não me gramam!

C

arlos Silvino abriu ontem o coração à juíza: “Os outros culpados ostracizam-me, sôtora”. E apontou o dedo: “Aquele, aquele, aquele, aquele, aquele, aquele e aquele ainda há poucos anos eram sôr Silvino isto e sôr Silvino aquilo e arranje-me aí qualquer coisa para me entreter, porque não há nada de jeito hoje na televisão e tal. Agora passo por eles e não me dirigem a palavra nem p’ra me mandar ao outro sítio, sôtora”. SB

Presidente atacado por z e ao do avestruo sem elhant

Num caso em tud 0, justificado grande apagão de 200 de uma ceo isã col a pela EDP com de distribuição gonha com uma linha de tensão de de energia, a quebra que de uma cho Sampaio deveu-se ao ente. O mesmo avestruz com o Presid ho. Em cono bic dou mu só , ma ble pro um novo atraso sequência, espera-se energia. MB de o ric ibé do rca no me

mo. Seguem-se Carlos Alberto Vidal, Eládio Clímaco, Artur Agostinho, o padre Seabra e Simara. Relembre-se que a direcção do PS já começou a fazer contactos com a RTP Memória para que esta passe a transmitir em directo todas as sessões do Nova Fonteiras (agora a partir da casa de repouso de Santa Maria da Ariosa). MM

Produtores de feijão não querem ouvir falar de Quioto

A

QUERCUS, pela primeira vez desde que existe, está satisfeita. Mas Tavares Manteiga, presidente da Associação de Produtores de Feijão, tem uma dor de alma: “Como é que vamos sobreviver?”, é o grito de revolta. A redução das emissões de gases em cinco por cento face a 1990 “vai ser feita às custas da arraia-miúda”, reclama. “A culpa é do feitio do povo português. Como temos a mania de obedecer ao que vem de fora, anda tudo a ver se emite menos gases”. Conclusão: desde o acordo de Quioto “as vendas de feijão e favas caíram brutalmente e isto vai ser a morte de um sector outrora tão amado”. Lembrando a importância do feijão na cultura portuguesa deixa no ar a questão: “O que é mais importante: a nossa cultura ou um cheirinho a água de rosas?”. Há desespero no seu olhar. JB/NB

Pré-Taser matava porcos na Beira Baixa A

Taser, embora de fabrico norte-americano, mais não faz do que aplicar a sofisticada tecnologia portuguesa de matança de porcos da Beira Interior. Nos anos 80, a entrada para a CEE trouxe a proibição de matar com uma facada certeira no coração por ser demasiado cruel. Os matadores passaram a atar duas pontas descarnadas de um cabo eléctrico a uma caixa de derivação da EDP arrombada na rua e a enfiar o outro extremo nas narinas do bicho. Geralmente resulta. MB


6 oInimigoPúblico 24 Dezembro 2004

Canal Viver/Vivir mostra porno bíblico/ porno bíblico Na época natalícia, todas as televisões apresentam programações mais familiares, optando normalmente por filmes históricos e moralistas. O canal Viver/Vivir não foge à excepção e programou para hoje e amanhã a transmissão de filmes porno- históricos, onde apenas se utilizam posições mais tradicionais e moralistas – como a de missionário – e mostrando apenas casais casados. “Para além disso, o canal Viver/Vivir vai mostrar também um épico porno sobre Sodoma e Gomorra. Também temos um delicioso filme em que uma adolescente descobre no dia de Natal que o Pai Natal não apenas existe como trouxe uma prenda de 25 centímetros para lhe meter no sapatinho”. VE/AM

Peseiro serrado ao meio sem querer Não foi feliz a presença do treinador Peseiro na festa de Natal do Sporting no Circo Chen. Uma partida dos jogadores e dirigentes resultou na participação de Peseiro num divertido número de prestidigitação. Algo correu mal e o treinador dos leões acabou serrado ao meio. O médico prevê um período de recuperação de seis a 10 anos, se entretanto encontrarem o baço. MB

Ursos da CocaCola têm cancro do estômago Sonny e Cher, os pomposos ursos polares obrigados a beber Coca-Cola por causa do degelo das calotes polares, desenvolveram cancro do estômago, perderam o pêlo na quimioterapia e não devem viver o tempo suficiente para negociarem um acordo melhor com a Pepsi para o filho, o roliço e brincalhão Eminem. SB

Trap: Che cazzo! Argel tem multo mallo hálito! “Che cazzo! Vafanculo, puttana!” atirou Trap a Argel, quando ele lhe tentou

Mães Natal para todos!!!

pregar um chocho no jogo com o Penafiel. Embora se perca algo na tradução do italiano, o IP pode avançar que o treinador também o mandou beijar certa anatomia do gado bovino. Trap: “Argel é um stronzo. Já Petit, dá uns beijos maravilhosos, à cinema. Como o Mastroianni e a Anita Ekberg num filme que estreou quando eu era rapaz. Tinha uns 50 anos”. MB

Apita-me este! Pinto da Costa implicado na compra de Karadas

A

s suspeitas em torno do omnipotente presidente do Futebol Clube do Porto continuam a aumentar. Para além das acusações de tentativa de suborno a árbitros, o IP descobriu que Pinto da Costa poderá ter estado por detrás da compra de Karadas e de muitos outros jogadores do actual plantel benfiquista. “Foi o senhor Pinto da Costa e a sua máfia que convenceram os responsáveis do Benfica a comprar uma enorme quantidade de jogadores medíocres, minando assim a Nação Benfiquista. Por este crime, espero que arda no inferno por toda a eternidade”, concluiu uma fonte anónima ligada ao GLORIOSO. VE/AM

Maior número de Pais Natal na jaula dos leões

D

epois de organizar o maior desfile e o maior comboio de Pais Natal do mundo (o que obrigou o Gabinete de Imprensa do Pai Natal a emitir um comunicado em que se garante que “o Pai Natal é heterossexual convicto e nunca participou em comboios nem outras porcarias do género, muito menos no lugar de maquinista”), Portugal voltou a surpreender, batendo novos e inacreditáveis recordes. São neste momento portuguesas as marcas de: maior número de Pais Natal numa estação de serviço, numa cabine telefónica, num separador de auto-estrada, numa sucursal de banco à hora de almoço, num carrinho

de supermercado, numa paragem de autocarro em dia ímpar e numa roulotte de cachorros quentes às duas da manhã. Isto até à hora de fecho desta edição, altura em que um novo grupo se preparava para bater o recorde do maior número de Pais Natal numa jaula de leões famintos, no Jardim Zoológico, um desafio complicado já que a anterior marca é de zero ponto zero. Em comunicado, os responsáveis pelo Guiness Book of Records mostraram o seu apreço pela capacidade recordista portuguesa: “Sim, senhor!”, e deixaram um conselho: “Chega! Já percebemos a ideia. E se fossem mas é trabalhar?”. PC

Não há nada para ninguém!

É a magia do Natal!!! Sudão realiza genocídio Utentes das para celebrar SCUT podem o advento da continuar a cristandade estampar-se e a morrer sem pagar portagem

A

Associação de Utentes das SCUT mostrou-se satisfeita por, em virtude da demissão do Governo, não terem de pagar para se matarem nas estradas no Natal. “O senhor ministro António Mexia que aprenda que temos o direito de nos enfiarmos completamente embriagados, debaixo de um camião, matando toda a família, sem ter de pagar portagem para isso. É a nossa prerrogativa, como diria a Britney Spears”, explicou o presidente da AUS. VE/AM

A

pesar de ser um país maioritariamente muçulmano, este ano o Sudão também festeja o Natal. A prová-lo está o facto de as autoridades sudanesas terem ordenado a execução à catanada de 20 mil habitantes de Darfur. “Nós sabemos que para os cristãos o Natal devia ser todos os dias e tudo o que se faz nessa data deveria ser praticado todo o ano, por isso resolvemos mandar decapitar e mutilar, no dia de Natal, vinte ou trinta mil infiéis escurinhos, para assim todos os sudaneses poderem fazer em todos os dias do ano o que fizeram no dia de Natal, como manda a Igreja Católica e a CocaCola”, declarou ao IP Yusef Laden, líder religioso sudanês. VE/AM

Pinto da Costa oferece prostitutas

J

orge Nuno Pinto da Costa sempre foi conhecido como uma pessoa generosa, oferecendo viagens e relógios mesmo fora das épocas festivas. O IP sabe que Pinto da Costa esme-

rou-se este ano, ao colocar no sapatinho de cada árbitro da SuperLiga uma prostituta. “Não queria acreditar”, explicou João Silva, árbitro de Setúbal. “Quando desci as escadas

NATAL DOS HOSPITAIS

Foi horrível! Assim que vi o Jorge Gabriel tive uma recaída e fui fazer um caldo


oInimigoPúblico 24 Dezembro 2004 7

Paula Bobone esfaqueia marido com faca de peixe! G monuaffe me n t

N

o melhor pano cai a nódoa, lá diz o povo com razão. A rainha das boas maneiras, Paula Bobone, não evitou uma monumental gaffe durante uma ceia natalícia que decorreu na sua residência ontem à noite. Enquanto decorria o repasto, o seu marido terá olhado com demasiada insistência para uma monumental empregada de mesa

pelo Natal e encontrei no meu sapatinho, junto da árvore de Natal, uma prostituta brasileira de 18 anos. Já mandei um cartão ao senhor Pinto da Costa a agradecer. VE/AM

M

ais de 97 por cento dos pacientes que tiveram a infelicidade de assistir ao Natal dos Hospitais pioraram a sua situação clínica. Este facto está a ser escondido pelas autoridades, apenas por não quererem denegrir aquela que é uma instituição nacional. Mas o IP sabe a verdade. “Eu sou seropositivo e tinha a minha situação estabilizada”, explicou Pedro Pinto, um construtor civil de Oliveira de Azeméis. “Mas logo após ter visto o Jorge Gabriel, o vírus atacou em força, causando-me um ataque súbito de sarampo”. Também Maria Lurdes, doméstica de Freamunde, explicou a sua situaç��o: “O ano passado fui operada e fizeram-me um transplante de pulmão. Pois bem, depois de ouvir todos aqueles pimbas, o meu novo pulmão mirrou . E eu até deixei de fumar antes da operação”. O mesmo se passou com Paulo Matias, um maníaco-depressivo da Brandoa. “Antes de ver o Natal dos Hospitais, eu já não falava com o meu cão e vice-versa. O mundo era um local mais bonito e eu já não via a forma do demónio quando olhava para um queque com passas. Mas depois de ver uma hora de natal dos hospitais, concordei completamente com o meu cão, quando ele me disse que o que eu devia fazer era chacinar uma família inteira de forma ritual. . Por que é que eu não fiquei a ver o People&Arts?”. VE/AM

contratada para o efeito, o que fez com que Paula Bobone tivesse uma não menos monumental crise de ciúmes. O IP falou com Carlos Castro, que também se encontrava presente. “Foi realmente uma monumental gaffe de uma mulher que eu admiro imenso, que se explica pelo stress em que se encontrava, pois em circunstâncias normais nunca a

Que ninguém merche com ela!!! Merche Romero não revela nome do namorado ao próprio namorado

M

uito ciosa da sua vida privada, a belíssima modelo e apresentadora Merche Romero não revela a ninguém por quem pula o seu coração. Num destes dias, o namorado tentou em vão convencê-la que lhe confessasse a relação que ambos têm, mas Merche Romero prefere manter a relação longe de todos os olhares indiscretos. O namorado respeita a decisão da bela Merche, que soma sucessos profissionais, sempre preocupada com a privacidade da sua vida pessoal. VE/AM

Chelas fabrica a maior linha de coca da Europa Cheira a record

N

uma altura de recordes, desde a maior árvore de Natal da Europa à maior concentração de Pais Natal do mundo, os residentes de Chelas não quiseram ficar para trás e produziram a maior linha de coca da Europa. “Nós todos os anos, por esta altura, vemos diferentes terras portuguesas apresentarem o que de melhor fazem em tamanho inédito, como o maior bolo-rei da Europa, pelo que os habitantes de Chelas resolveram mostrar o que de melhor têm para oferecer aos visitantes, fabricando a maior linha de coca da Europa. Estendemos mais de 400 quilos de cocaína num estrado feito de vinte mesas juntas e fizemos uma linha de coca que começa na Zona J e acaba na Zona R, batendo o recorde da Europa, que estava na mão dos holandeses. Depois distribuímos a linha por toda a população e visitantes, antes de fazermos a tradicional luta de cães de Natal”. VE/AM

Prática simultânea de catolicismo e homossexualidade revela-se mortal!

P

rimeiro foi um jovem acólito de 27 anos do Barreiro, depois um escuteiro de 22 de Rio Tinto: em apenas dois dias dois casos de óbitos durante práticas simultâneas de catolicismo e homossexualidade. A. (nome fictício), companheiro do jovem do Barreiro, recorda a tragédia: “Ele vivia dividido entre o catolicismo e a homossexualidade e expurgava a culpa rezando no sexo. A meio do felattio pôs-se lá com os Pais-nossos dele, avisei-o de que era melhor parar mas ele, teimoso, engasgou-se e foi o que se viu. Tenho muitas saudades”. No caso de Rio Tinto, os médicos apontam para um duplo êxtase, erótico e religioso, que foi demasiado intenso e provocou um ataque cardíaco ao jovem. A Paróquia local reagiu em comunicado oficial: “A gente avisámos”, lia-se. Lacónico e certeiro q.b.. JB/NB

Paula Bobone usaria uma faca de peixe para esfaquear repetidamente o seu marido no peito. A sorte foi que muitos dos que se encontravam presentes não se aperceberam da gaffe, pois já tinham bebido umas flutes de champanhe, pelo que todos pensaram que as 35 facadas estavam a ser dadas com a faca certa, a de carne”. Porém, o fotógrafo Abel

al

Silva captou o momento em que Paula Bobone apunhala o seu marido, vendose perfeitamente a faca de peixe a ser cravada, facto que irá perseguir para todo o sempre Paula Bobone, que se encontra ausente em parte incerta, decerto traumatizada com toda esta situação, imperdoável numa senhora tão distinta. VE/AM

Co-mo disse???!!! Co-incineradora causa deformações físicas O

IP descobriu que os habitantes de Setúbal poderão ter um futuro negro pela frente. A seguir em frente o plano da co-incineradora na cimenteira do Outão, os sadinos poderão sofrer efeitos secundários como o nascimento de um terceiro olho na testa. “Para além disso, esse olho nem sequer vê bem”, explicou ao nosso repórter um habitante local, por agora com apenas dois olhos. “Pelo que ouvi dizer, os terceiros olhos que vão nascer nas nossas testas vão ser tresarolhos, como os do Sammy David Jr. Até agora, o único anormal que existia em Setúbal era o Mourinho. Agora, por causa da co-incineração e do José Sócrates, vamos todos ser mutantes. Estamos mais fritos do que um choco”, concluiu a futura aberração. VE/AM

Parque Eduardo VII mama os pastéis de Belém

L

igados durante anos ao Belenenses, à Presidência da República e a actos pedófilos, a popular casa dos pastéis de Belém cansou-se de ver o seu nome

relacionado com um dos locais de maior má fama de Lisboa e vai mudar-se para o Parque Eduardo VII. “Não há nata como a do parque”, é o lema. MB

Martim Moniz vai aderir à União Desde que se deixe de merdas e cumpra os critérios de convergência

D

epois da Turquia, o Martim Moniz. Os chefões da União Europeia estão a pensar aceitar o pedido de adesão do Martim Moniz à União Europeia. O pedido poderá ser aceite se a zona lisboeta passar a cumprir os critérios de convergência e se, pelo meio, passar a ser um

Estado laico. Rashid Maluf, um paquistanês que habita o local há dois minutos, acha que é a melhor decisão que se podia ter. “Queremos entrar no mercado único. Daqui a nada a Ucrânia já é um Estado-membro e nós ficamos aqui a pagar o imposto sobre a chamuça!”. MM

Pai Natal fez toque rectal na maior árvore de Natal da Europa

A

idade muito avançada e o facto de se deslocar de trenó sem quaisquer condições de comodidade para o seu farto traseiro levaram a que, desde há muito tempo, muitos admiradores do Pai Natal o tenham aconselhado a fazer um exame à próstata. Mas só agora o Pai Natal considerou ter encontrado o instrumento ideal para a realização desse exame: o topo da maior árvore de Natal da Europa (em Belém). Logo após o contacto com o imponente, firme e hirto símbolo fálico natalício, o Pai Natal, contactado pelo IP, comentou a experiência: “Nunca tinha sido sujeito a um toque rectal, mas confesso que este ficou para a história natalícia”. JAS


8 oInimigoPúblico 24 Dezembro 2004

Flash do crime! FANARAM A ÁRVORE A maior árvore de Natal da Europa foi gamada. Ainda ontem estava em frente ao Mosteiro dos Jerónimos e hoje não está lá. Fonte da PSP considerou que os amigos do alheio terão agido a coberto da noite e que seriam no mínimo três. A árvore terá sido levada para o Barreiro ou América do Sul, onde existem receptadores especializados neste género de coisa. MARIDO MORTO COM ALGUIDAR Um septuagenário de Mangualde foi morto ao início da madrugada de hoje com um alguidar e recolheu à morgue já cadáver. LEVARAM O OURO TODO DA VELHOTA Tó e Carlos, dois primos que mantinham uma relação de quase parentesco com a sua tia-avó Manuela, apropriaram-se de ouro no valor de 12 euros escondido na região de Lamego, onde a vítima residia. Foi apresentada queixa na GNR contra desconhecidos. SINISTRO LAVROU NA COVA DA PIEDADE Um sinistro de grandes proporções com origem em fogo posto destruiu ontem a Cova da Piedade, nomeadamente o n.º 12 A da Rua Sacadura Cabral. Há danos materiais a registar nas pessoas do webmaster do site da Nova Democracia e um dálmata de louça. MATOU POR CIÚME E DEPOIS MATOU-SE Um administrador de uma multinacional sueca residente no Linhó matou ontem a mulher com tiros de caçadeira e um tubo de aspirador, bem como outras 37 pessoas, quatro cães, um elefante indiano, três dirigentes do PP e sete porquinhos-da-índia que com ela participavam numa orgia de Natal. Depois pôs termo à vida ingerindo um cocktail de barbitúricos. O móbil do crime terá sido o ciúme. LEVAVAM A DROGA NAS BARBIES Escondiam-se nas Barbies pessoais de quatro agricultores de Coruche as doses de estupefaciente necessárias para cerca de cinco mil pessoas aguentarem uma festa de passagem de ano da RTP em directo do Terreiro do Paço. As Barbies foram apreendidas, mas os agricultores conseguiram fugir e encontram-se a monte. MB

Crime horrendo mas com atenuantes!

DESBANDA

Nuno Saraiva

Jovem fanático por José Luís Peixoto chateia pais até à morte

M

ais uma vez, Portugal assiste horrorizado a um crime ritual, prática que se tem vindo a repetir neste País de brandos costumes. A pacata vila de Carrazeda de Ansiães acordou para um autêntico pesadelo em pleno Natal, assistindo ao brutal assassinato de um casal às mãos do seu próprio filho, um rapaz reservado que, segundo a vizinhança, passava a vida a ler. As suspeitas começaram porque havia já duas semanas que ninguém via o casal, pelo que os vizinhos alertaram a GNR, que se deslocou de imediato para a vivenda, onde residiam os Garcia, ambos médicos e muito conceituados na região. O IP conversou com o tenente Jaime, que nos explicou a tragédia, apesar de se encontrar alcoolizado. “Na verdade, não estávamos preparados para aquilo, pois o cheiro no interior da habitação era nauseabundo, o que nos conduziu à sala, onde encontrámos o casal inerte no sofá. Pelo cheiro, já estavam mortos há pelo menos uma semana. De seguida, entrámos no quarto do filho, que se entregou sem oferecer resistência, confessando de imediato o hediondo crime”. Ao contrário de outros exemplos, este rapaz não era obcecado por jogos de vídeo, mas sim pelos romances de José Luís Peixoto, o que deprime qualquer pessoa, podendo conduzi-la à loucura. Foi o que aconteceu, pois o rapaz, depois de ler 67 vezes consecutivas o romance “Uma Casa na Escuridão” e 68 vezes o livro de poemas “Uma Casa, A Escuridão”, foi ter com os pais e iniciou com eles uma conversa bocejante e deprimente que provocaria a morte do casal, enfastiado até à morte pela prosa do escritor. O jovem de 21 anos não compreende o que o levou a praticar tão bárbaro acto, mas vai ter 25 anos pela frente para chegar a uma conclusão. VE/AM

Não admira que estejam sempre nas nuvens!!! Pilotos de companhias aéreas portuguesas fingem neve de Natal com Coca pura

A

pós o escândalo da tripulação da Air Luxor, surpreendida na Venezuela com cocaína, agora foi a vez de mais uma tripulação portuguesa ficar detida num país do Terceiro Mundo. De facto, o IP descobriu que um piloto e duas hospedeiras de uma companhia aérea portuguesa foram detidos em Bogotá, quando se descobriu que a neve que tinham usado para enfeitar um presépio no avião não era pó-de-talco, mas sim coca 100 por cento pura. “Nós apenas estávamos a tentar fazer um presépio vivo”, explicou ao IP o piloto, Pedro Almeida. “E não há nenhuma maneira de se ficar mais vivo do que com esta maravilhosa coca 100 por cento colombiana. Com esta ‘neve’, toda a gente vê estrelas, não apenas os reis magos”. VE/AM

Avestruz é facho?? Leopoldina ouvida da frente para trás incita ao ódio racial

U

m dos maiores sucessos deste Natal tem sido o CD “Leopoldina e o Brinquedo Mágico”, a simpática avestruz do Continente cujas canções contribuem para que as crianças passem um Natal muito melhor. Mas será mesmo assim? O IP ouviu atentamente o CD e descobriu que, quando ouvido de frente para trás, a Leopoldina incita ao ódio racial e à supremacia da raça branca. Por exemplo, a frase “Leopoldina entra no reino mágico da fantasia”, quando passada da frente para trás, ouve-se “o III Reich deverá durar mil anos”. Para além disso, a frase “bem-vindos ao palácio encantado dos brinquedos onde há reis, princesas, dragões” ouve-se “judeus, comunas, ciganos devem ser assassinados e cremados”. VE/AM

Top brinquedos O melhor são as crianças…

A

s crianças portuguesas acompanham a realidade política e social do país. A prova disso são os brinquedos mais pedidos neste Natal. 1 – Nenuco numa incubadora – É mais pequeno do que o Nenuco clássico, chora e tem o corpo coberto de arranhões e nódoas negras. 2 – Barbie desempregada – Está mal vestida, tem olheiras e vem com um boletim de inscrição num centro de emprego. 3 – Barbie José Castelo Branco – Veste Channel e vem com um Ken enorme, coberto de tatuagens.

INQÚERITO Maria João Cruz/Manuel Morelinho É este Natal que vai comer o bacalhau à vizinha?

4 – Ken Lopes – Dorme a sesta, tem as costas cheias de feridas, os pés com marcas de tiros e vem com cinco Barbienetes. 5- Ken Sampaio – Chora. 6- Ken Laden – Diz papá e mamã em árabe e faz bombas. 7 – Monopólio da Comunicação Social – Em vez de casas e hotéis, o objectivo é pôr Luíses Delgados nos grupos de media. A DECO adverte para o perigo de as crianças engolirem um Luís Delgado, que é tóxico. 8- Barriguita vazia – Quando se aperta a tradicional barriga da boneca saem gases.

RODOLFO NABIÇO, 40 ANOS, O GAJO PORREIRO Nunca falho! O Natal é a festa da família. Gosto muito de comer o bacalhau da vizinha com todos. Com todos os meus cunhados.

MARIANO CATARINO, 49 ANOS, HOMEM QUE PREFERE O BIFE MAL PASSADO DO VIZINHO Outra vez com essa pergunta? Já disse que a minha mulher é que vai lá todos os anos.

LAURINDA MATEUS, 53 ANOS, VIZINHA Acho mal. Quer dizer, toda a gente tem direito a comer o bacalhau da vizinha, menos eu.

MARCO GARANHÃO, 36 ANOS, VIZINHO DO JARDIM ZOOLÓGICO Ia ficar em casa, não?

9- Nancy Abel Xavier – Com estojo de cabeleireiro para fazer penteados e colorações. 10- Patinhos Portas – Família de patinhos de plástico para o banho com as caras de Helena Sacadura Cabral, Miguel e Paulo Portas. 11 - Casa Pia de Bonecas – A DECO adverte que os bonecos, sobretudo os mais pequenos, podem ser facilmente comidos. 12- Barbie Felgueiras – Vem com um saco azul. A DECO adverte para o perigo de esta boneca fugir para o Brasil. PC


oInimigoPúblico 24 Dezembro 2004 9

SENTA AQUI NO COLINHO DO PAPÁ NATAL!!! HISTÓRINHAS DE VEADOS E RENAS - CRÓNICA SOCIAL GAY

Q Meu rico dinheirinho!!! Campanhas de Natal contra a fome vão pagar as dívidas dos clubes ao fisco Como as receitas do totobola já não dão para pagar as dívidas fiscais que os clubes de futebol contraíram desde 1999, Gilberto Madaíl propõe alargar o totonegócio a outras áreas, aproveitando a solidariedade natalícia. A FPF e a Liga de Clubes querem que, para além do raspadinha-negócio, do totoloto-negócio e do loto-2-negócio, também as receitas da Ajuda-de-Berço-negócio e Swatchursinhos-negócio, entre outros, ajudem no pagamento do fisco. DM

uem era aquele actor, muito conhecido pelas suas peças independentes, muito íntimo de encenadores, muito amante do teatro, que eu vi uma destas noites a sair do cinema Monumental, com uma MULHER ao seu lado? Então, rico, não sejamos hipócritas! Quem se pavoneia por todos os bares fashion da cidade e pelas melhores exposições, muito “ai eu isto” e “ai eu aquilo”, não pode cair na indiscrição de ser visto com uma deslambada! Mais valia sair logo do armário e assumir que gosta de um belo rabo de saia! Assuma-se, rico! Uma rena muito coscuvilheira contou aqui ao vosso Paizinho que a RITA MENDES vai estrear uma peça de teatro com o seu mais que tudo. Ó minha linda,

olhe lá que só porque apresentou uns programecos sobre surfistas (ai, é só pensar nesses Adónis aquáticos e eu é que fico toda molhada...) não quer dizer que possa pisar as tábuas por onde passou a senhora dona Rita Ribeiro! Volta para os skates e deixa o teatro para as verdadeiras divas, como eu! Quem é ele, quem é, que o vosso Pai Natal viu muito feliz e contente com a sua nova namorada, a ex-Trovante CATARINA FURTADO??? Exactamente, o JOÃO REIS, aquele pedaço de mau caminho muito dado aos dramalhões, mas que desta vez estava a sorrir mais do que este vosso criado quando sai do Sétimo Céu! Eu percebo a nossa amiga Catarina. Se o vosso Pai Natal fosse como ela (ai, quem me dera...) também passava a vida a descer e a subir pela chaminé do menino João! A antiga namorada de Portugal, actual

patrona das artes, a diva BÁRBARA GUIMARÃES continua a tentar fazer com que todos nós - pobres coitados! - falemos correctamente o Português. Ainda bem que ela sabe tanto, a deusa! Assim pode explicar como é que o seu mais que tudo, o Jack Lang da Lapa, vai ficar com a mais que provável eleição do José Sócrates para São Bento - “acabrunhado”, “vilipendiado”, “despeitado” ou “furibundo”! O que é feito do nosso DIOGO INFANTE? Antigamente era como os inspectores da EMEL, estava em todo o lado. Agora ninguém o vê! Ai rico, não me diga que também foi para Nova Iorque frequentar um curso de teatro, no Actor’s Studio! É que, pelo que uma rena contou ao vosso Pai Natal, a principal cadeira do curso, para todos os beautiful people do burgo que frequentam esses cursos, é Limpar Mesas I e Limpar Mesas II... Que desperdício, um pedaço de homem

O CANALIZADOR

talentoso a limpar sanitas na Big Apple! Se bem que o vosso Pai Natal nunca teve nada contra um homem lindo de morrer a trabalhar ajoelhado... Não podia deixar de falar do nosso CONDE!!! Esta semana o Conde mais chiquérrimo do mundo entrou no celeiro com o FROTA e o PAVAROTTI e, pelo que uma rena depravada contou ao vosso Pai Natal, pareciam os três tenores, todos a urrar ao mesmo tempo! Só vos digo que algumas nobres gostam de se banhar em leite de burra, outras gostam de se banhar em leite de burro, se é que me faço entender... E o Frota, pelo que a rena me contou, como bom brasileiro que é, parece que também não resiste a um bom leite de coco! Ai cala-te boca, rica, que ainda sobra para ti!... Até para a semana, meus queridos! Como eu sempre digo, principalmente nas casas-de-banho públicas, ho!... ho!... ho!... VE/AM

João Valdez

Nada se perde, tudo se transmite

P

odemos afirmar, sem dúvida nenhuma, que a TVI é o canal que mais afinidade tem com o conceito de tablóide na imprensa escrita e que partilha ainda o seu público. No entanto, seria abusivo dizer que a TVI é um canal tablóide. Um tablóide vive do exagero e alimenta a fome de truculência que o público tem em geral. Nesse campo, a TVI não ficou atrás. Basta lembrarmo-nos da maneira como apresentou as notícias da Casa Pia desde o início do processo com entrevistas a testemunhas anónimas, cuja veracidade das versões nunca saberemos. A tenacidade em mostrar as misérias do dia-a-dia de seres anónimos também foi explorada como mestria superando largamente a pioneira SIC. Faz algum tempo, com optimismo, um crítico salientou a actividade democratizadora da TVI ao dar a palavra ao povo que sofre. A fundamental defesa do tablóide é essa mesma e falaciosa actividade. É uma realidade que o público das classes C, D e E estão mais informados entre si. Os pobres e miseráveis confortam-se ou solidarizam-se com os ainda mais pobres e miseráveis. Mas onde a TVI foi mais tablóide do que os tablóides foi na produção de factos destabilizadores e definitivamente marcantes não só na televisão portuguesa como na própria orientação dos tablóides, convertendo-se numa espécie de profeta. Estou a falar, obviamente, da introdução dos reality-shows e mui-

to especialmente do Big Brother. Nunca nada voltou a ser o mesmo. A TVI fez heróis de infelizes e parolos e a imprensa tablóide foi atrás dessa fantasia popular. Tenho pena que o Big Brother tenha sido único e irrepetível, mas essa deve ser a essência inovadora dos realities. O primeiro BB foi, sem dúvida, o melhor pela frescura que a ignorância dá. O público e os participantes foram apanhados de surpresa e todos embarcaram num tipo de programa inédito e inesperado que revelou muito tanto de um, como dos outros. Um pobre tipo ganhou porque o povo gosta dos pobres tipos, um modelo de triunfador que se repetiu nas edições seguintes. Mas inevitavelmente tudo se foi deteriorando até chegar a ser o que hoje vemos na “Quinta das Celebridades”. Um conjunto de pessoas que sabem o que fazer quando estão à frente de uma câmara e que têm a certeza de que nada que esteja fora do propositado será transmitido; ou seja, nada que saia do guião que cada um idealizou para si próprio será transmitido. Até pela primeira vez há unanimidade em pensar que a TVI de alguma maneira, mesmo dentro da legalidade, manipula os resultados das votações, procurando defender os cabeças de cartaz que asseguram as audiências. Sim, também este tipo de reality está na decadência. Mas não fiquem tristes, a perspectiva tabloidal triunfa sempre sobre o aborrecimento e a calma.


10Comentadores oInimigoPúblico 24 Dezembro 2004

Sensacionalismo ESQUERDA MODERNA

DIREITA SOLIDÁRIA

Prof. José Migadinho #

Bernardo d’Orey Vasconcellos e Souza d’Almeyda e d’Andrade * s pessoas falam do sensacionalismo como se fosse mau. Acontece que, sensacionalismo é o que os políticos de Direita chamam às notícias incómodas para eles, que denunciam o estado em que a nossa sociedade se encontra. Como essas notícias colocam em cheque o status quo, os reaccionários pretendem desvalorizá-las, classificando-as como “sensacionalistas”. Ora, muito pelo contrário, o que a classe opressora convencionou chamar sensacionalismo é, de facto, a realidade. Problemas graves do povo são catalogados como “diversão”, quando, de facto, são informações que reflectem o estado desolador a que chegámos. Basta uma vista de olhos por um tablóide e somos confrontados com sinais que atestam da falência deste modelo social que é o capitalismo burguês. Querem ver? Consulto um exemplar que adquiri propositadamente. Vem logo uma notícia sobre um jogador de futebol que atraiçoa a mulher numa discoteca. Aqui temos logo dois problemas sociais: a hipocrisia do arquétipo convencional de vida familiar imposta às pessoas e, também, os ordenados pornográficos pagos às estrelas de futebol, razão de clivagem social. O futebol, devo lembrar, é um opiáceo que ajuda a alienar o povo.

A

O que a classe opressora convencionou chamar sensacionalismo é, de facto, a realidade. Problemas graves do povo são catalogados como “diversão”

HÁ VIDA EM MARKL

Nuno Markl

Mais à frente, uma notícia sobre uma mulher, em Borba, que matou o marido alcoólico com 27 sachadas. Aqui temos o problema da violência exercida por homens sobre as mulheres. Homens sobre quem, por sua vez, o patronato também exerce a violência. Violência essa que os obriga a beber e a descarregar na mulher. Outro problema focado é a dependência do agricultor de utensílios arcaicos, como o sacho, que obrigam a um esforço físico desumano. A notícia não diz, mas aposto que o homem morreu de tétano, por o sacho estar ferrugento. Fica também levantado o problema da vacinação. Uma outra notícia fala de um idoso de Mafra que foi raptado por extraterrestres que, depois de o estudarem, voltaram para o espaço. Lá está: depois de conhecerem a Terra, os alienígenas ficaram apreensivos e não desejam vir viver para um sítio onde a Segurança Social está falida, os hospitais funcionam mal e a América toma atitudes imperialistas. Sensacionalismo? Eu #Zé chamo-lhe vida real.

.

Diogo Quintela é de direita e defende a esquerda

PS – Feliz Natal, Feliz Hannuka, Feliz Ramadão, Feliz Dia em que Buda se Sentou à Beira de um Riacho e fez uma Sesta, Feliz Dia de Nenhuma Divindade, Pois elas não Existem

sensacionalismo tem sido constantemente atacado pelos patrulheiros do bempensar. Não faz sentido. O sensacionalismo é, como o próprio nome indica, sensacional. Até porque, em geral, contribui para que o povo espaireça e não se ponha a pensar em coisas desagradáveis. Por exemplo, a TVI, televisão do meu amigo Paes do Amaral, dá muita (e merecida) atenção às notícias protagonizadas por abóboras de trinta quilos ou por galinhas pretas utilizadas em rituais satânicos que normalmente têm lugar nos arredores de Idanha-a-Nova. Porquê? Porque estas notícias, além de serem importantes (sabia que uma abóbora de trinta quilos permite fazer 3.604 pratos de sopa? Pois é...) afastam a atenção do nosso bom povo de notícias desagradáveis como, por exemplo, a incapacidade do Governo de cumprir o Pacto de Estabilidade e Crescimento. O povo não faz a mínima ideia do que é o Pacto de Estabilidade e Crescimento. Mas sabe o que são galinhas pretas, e desconfia que é por causa da sua utilização em rituais satânicos nos arre-

O O sensacionalismo é, como o próprio nome indica, sensacional. Até porque, em geral, contribui para que o povo espaireça e não se ponha a pensar em coisas desagradáveis

dores de Idanha-a-Nova que o Governo não consegue cumprir o Pacto de Estabilidade e Crescimento. O sensacionalismo devia ser ensinado nos cursos de Comunicação Social. Mais do que já é, quero eu dizer. Vamos ensinar aos nossos jovens como se faz jornalismo do bom. Para não sobrecarregar o curriculum, retirem a cadeira de Ética e

Deontologia, por exemplo. Ou somos liberais ou queremos impor regrazinhas para tudo. E mais: os repórteres devem continuar a perguntar aos pais de crianças que morreram como é que eles se sentem. Porque um dia, um deles vai responder: “Optimamente, por que é que pergunta?” E eu vou querer ver a cara desse repórter. *Ricardo Araújo Pereira

.

é de esquerda e defende a direita


Comentadores11 24 Dezembro 2004 oInimigoPúblico

COLUNATA

Anónimo XXI

O ROMANCE DE UMA ASSESSORA DE IMAGEM

O presépio português

Absolutamente

audando a brilhante e magnífica ideia do Museu Madame Tussaud de Londres de fazer um presépio com David Beckham a fazer de São José, Vitória Beckham a fazer de Virgem Maria e a Kylie Minogue a fazer de anjinho, mais Bush e Blair de Reis Magos, com um actor preto de Hollywood, aqui se propõe, no mesmo espírito de Natal, o presépio português. O presépio português terá Pedro Santana Lopes a São José, quem senão ele? E Júlia Pinheiro a fazer de Nossa Senhora, quem senão ela, com aquela vozinha de santidade? Por cima, penduradinho que nem um anjinho, neste caso uma anjinha, a Cinha, a nossa querida Cinha, que até rima com anjinha e fica bem com asas de papel. Um dos Reis Magos será, à evidência, o Guterrres, o nosso engenheiro, que tem cara de homem bom por um divino engano da natureza. À sua direita, o perfil ossudo de Cavaco Silva, o outro Rei Mago, com uma oferenda nas mãos, que pode ser a retoma embrulhada em papel quadriculado cheio de contas de somar e subtrair. E o terceiro, mais moreninho, terá de ser o Eusébio, porque o António Costa está em Bruxelas. Pergunta-se, quem faz de Menino Jesus? Ora quem havia de ser, o mais inocente deles todos, o José Castelo Branco, o Zézinho, que além do mais fica lindo de morrer com uma fraldinha ou um paninho branco a envolver-lhe as partes. São estas as nossas melhores figuras de cera, e só é pena que em vez do presépio do Machado de Castro não nos tenhamos lembrado disto antes. Tão bonito. Quanto à vaca (e o boi) e mais o burro, somos todos nós, o povo português. A manada, graças a Deus.

RESUMO: Mais uma crise no Gabinete por causa do “nécessaire” do INEM.

S

.

TOON

Chefe mandou-nos chamar a todas ao gabinete. Acorremos no alvoroço habitual sempre que o Chefe nos quer ver de manhã. É de manhã que nos sentimos melhor para ver o Chefe, menos às segundas, porque temos de levar com a ressaca do “Expresso” em cima. Se o Chefe fosse casado, era diferente, era a mulher que levava com o “Expresso” logo pela manhã. Assim somos nós, agora que o Chaves se foi embora. Por que é que o Chefe não descarrega no Arnaut, é o que eu gostava de saber, e muitas de nós já pensámos em fazer um abaixo-assinado a pedir para ficarmos isentas do “briefing” das mentiras do “Expresso”, que toda a gente sabe que são inventadas pelo Marcelo e pelo Portas. Desta vez não foi diferente. O Chefe estava com os azeites, porque o “Expresso” dizia que ele ainda não tinha devolvido o “nécessaire” do INEM e andava com ele para todo o lado. O “nécessaire” do INEM são umas “pochetes” com tudo o que é necessário ao Chefe quando viaja para o estrangeiro, para o caso de se sentir mal, ser atacado por terroristas, ser raptado, ter um compromisso inesperado, etc., porque um Chefe tem de estar sempre preparado para todas as eventualidades e para o que der e vier, e até para o inesperado, para

O

qualquer coisa que aconteça fora da agenda. O Chefe pediu-me que fizesse um “draft” para a entrevista que ia dar logo à noite. É sempre em cima de mim que cai esta coisa do “draft”, mas encarei isto de bom humor, porque como assessora de Imagem e Marketing compete-me tratar destas novas tecnologias japonesas para não fazermos figura de parolos. Fui para o meu gabinete e entregueime ao “draft”, que conclui ainda antes do almoço e enviei imediatamente ao Chefe para apreciação. “Ex.º Sr. P.M. Parece-me que este caso do “nécessaire” não é caso nenhum e é apenas inveja de quem a gente sabe muito bem dentro da própria coligação, porque há muitos que também gostavam de ter um “nécessaire” oficial sempre atrás de si para o que desse e viesse, e fardado de marujo de preferência (ah!ah!ah!). Mas isto o Chefe não pode dizer na televisão. O que pode dizer é que se o “nécessaire” do INEM lhe foi atribuído por razões de Estado para se deslocar ao estrangeiro, ainda não teve oportunidade de o devolver porque está constantemente a viajar para fora de Lisboa. Ainda na semana passada esteve em Vila Real, e depois em Vila do Conde, e para a semana vai passar uns dias a Vilamoura, e se isto não é pior que Marrocos não sei. Imagine-se que o Pedro é raptado

por Pimpinha ou ainda pior, que adoece, em Vila Real ou na Guarda, e tem de ir para um hospital público, e ainda morre por lhe faltar o “nécessaire” do INEM. Toda a gente sabe os perigos que se corre nos hospitais públicos, e um Homem de Estado que tem sempre de estar a viajar para sítios destes. Se é necessário levar um “nécessaire” de primeiros socorros para Paris ou Londres, onde há óptimas clínicas, imagine-se então quando se vai para Freamunde! O Chefe pode também dizer que está cheio de punhaladas nas costas, e que precisa do “nécessaire”, porque nunca se sabe quando é que o Cavaco volta a atacar (ah!ah!ah!). Xuac. Xuac. Pimpinha” Quando voltei do almoço tinha um bilhete do Chefe à minha espera. “Querida Pimpinha, Como sabe, temos de fazer reduções orçamentais para fazer face ao défice, pelo que me vejo na necessidade de cortar no meu “staff” menos necessário. A partir deste momento considere-se transferida para a Direcção-Geral do Património. Xuac, Pedro.” Transferida para o Património? Será que ele julga que eu sou um monumento nacional, como a Cinha? O estupor! (fim)

.

João Fazenda NEGOCIAÇÕES UNIÃO EUROPEIA – TURQUIA



tabloide