Page 3

PC

#Saúde

#PopularCatarinense - Sexta - 02/Mar/18

3

Imbituba conta hoje com 5.429 empresas ativas, das quais 866 foram abertas apenas no ano passado.

Imbituba cresceu 24,83% no número de empresas em 2017

A

cidade conta com 5.429 empresas ativas e o percentual de crescimento está acima da média estadual, apontando que o município está em expansão econômica Imbituba conta hoje com 5.429 empresas ativas, das quais 866 foram abertas apenas no ano passado. Dados do relatório da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) e da Junta Comercial de Santa Catarina (Jucesc), indicam que em 2015 foram abertas 573 empresas e em 2016 o número cresceu para 651 novos negócios, representando um crescimento de 11,98%. Mas o salto veio em 2017 com 866 novas empresas constituídas na cidade, revelando um percentual de crescimento de 24,83%.

PC

Este número é maior que a média estadual (22,3%) e da Amurel (Associação de Municípios da Região de Laguna) que cresceu 21,64% somando os 4.445 novos negócios abertos nas 18 cidades. Em Imbituba, o número de empresas fechadas também diminuiu. Em 2017, no município, 603 empresas encerraram suas atividades, número 12% menor que em 2016, quando 678 negócios acabaram. Para o prefeito Rosenvaldo Júnior, esses índices refletem a fase de crescimento em que estamos vivendo, e o quanto Imbituba tende a despontar como grande polo econômico no Estado e na região. “Esses números confirmam dados de que Imbituba foi a cidade que mais cresceu na arrecadação de ICMS

#Porto

– Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços – na Amurel e o 5° no Estado”, acrescenta o Prefeito. “Este resultado é muito gratificante para a ACIM, que há 28 anos se dedica para incentivar os empresários de Imbituba. Saber que mesmo em um cenário de desafios nossa cidade continuou acreditando no crescimento indica que nosso trabalho como associação pode ter contribuído para um ambiente mais empreendedor”, comemora Jaime Pacheco Alves, presidente da ACIM. Segundo o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Carlos Chiodini, todos os segmentos registraram alta, o que é mostra que o município está em expan-

são econômica. O comércio cresceu 24,3%, foram constituídas 259 empresas no ano passado. As atividades de alojamento e alimentação também tiveram crescimento expressivo, de 25,6%, com abertura de 195 negócios. Na área da saúde, o crescimento foi de 60%, com a abertura de 10 novos negócios. E na educação o crescimento foi de 30%, com 20 novas empresas.

Na região Puxam o crescimento na região as cidades de Tubarão, com 1,5 mil novas empresas no ano passado, correspondendo a 27,27% de crescimento. Os municípios de Pescaria Brava (53%) e Pedras Grandes (46%) também cresceram bastante. Uma

diminuição no número de empresas foi registrada em Grão Pará (-10%) e Treze de Maio (-3,5%). “O movimento é reflexo do aumento da confiança dos empreendedores e do ambiente de negócios mais favorável. Além disso, trabalhamos nos últimos anos para facilitar a abertura de empresas, desburocratizando os processos e dando agilidade aos trâmites administrativos”, destaca o secretário da SDS, Carlos Chiodini, citando os programas Simplifica e SC Bem Mais Simples como propulsores dos resultados positivos.

Sobre os programas O programa Simplifica da Jucesc tem o objetivo de reduzis os entraves burocráti-

cos, ganhando agilidade no registro de empresas. Entre as principais ações está a abertura de empresas em até 90 minutos, com encaminhamento exclusivamente eletrônico e via Capital. Protocolos feitos até as 16h30 são respondidos no mesmo dia. Além disso o Simplifica conta com atendimento mais rápido e orientação processual, além de acesso via smartphone. Já o SC Bem Mais Simples prevê o Enquadramento Empresarial Simplificado (EES), com base nas informações constantes da autodeclaração dos empreendedores, que será feita online. Estabelecimentos que possuem baixo potencial poluidor, baixo risco sanitário e pouca complexidade terão a abertura facilitada.

Novo guindaste da OPL chega ao Porto de Imbituba O Porto de Imbituba recebeu, na última quinta-feira (22/02), o novo guindaste MHC (Mobile Harbour Crane) da Operadora Portuária e Logística (OPL). O equipamento fornecerá melhor atendimento aos usuários e maior eficiência à crescente demanda por movimentação de cargas. Transportado do Porto de Suape, em Pernambuco, o guindaste está sendo realocado nas instalações do complexo portuário de Imbituba e será utilizado para mover, principalmente, carregamentos de granel sólido e contêineres.

Popular2210  

Edição n° 2210 Jornal Popular Catarinense

Popular2210  

Edição n° 2210 Jornal Popular Catarinense

Advertisement