Page 1

Informativo da Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro - Missionários Redentoristas

Garanhuns-PE Ano 28 Edição 302 Maio 2014

Comunicando nossa Fé

Quaresma e Semana Santa renovam a Fé da Comunidade Na Semana Santa, o espírito de oração e de devoção foi verificado nos fiéis durante as celebrações, tanto nas Comunidades quanto na Matriz. Muitos fiéis celebraram com entusiasmo e fé cada dia, entre eles, o Tríduo Pascal. Na sextafeira santa, multidão vinda das cinco paróquias da cidade de Garanhuns madrugou para rezar a Via-sacra até o alto do Magano, quando lá foi recepcionada pelo bispo diocesano, Dom Fernando. Na agenda da semana, cada setor paroquial foi contemplado com celebrações. Destaque, a Comunidade do Cristo Redentor que em anos seguidos celebra a semana santa inteira na própria comunidade.

Dia do Trabalhador Trabalho decente para todos O primeiro de maio em que celebramos a Festa de São José Operário, padroeiro dos trabalhadores nos unimos às lutas, anseios e conquistas daqueles que engrandecem a Nação com trabalho digno, honesto e solidário.

Devoção Mariana Santo Afonso de Ligório Um dos filhos prediletos da Virgem Maria, a Mãe do Senhor, é Santo Afonso Maria de Ligório. Para ela, escreveu um tratado completo sobre o seu papel no plano de salvação de nossas almas, chamado: “As Glórias de Maria”. Dizia que Maria, por ser tão amada por Deus e corresponder plenamente ao Seu amor, se tornou nosso modelo perfeito de vida cristã.

Artigo do Mês

Dois novos Santos para a Igreja

Deposite: Paróquia N.Sra. P. Socorro Caixa Econômica Agência: 3490 Operação: 003 Conta: 283-4

Ao ser consultado sobre o modelo de santidade que para ele representam os dois Pontífices, o Papa Francisco assegurou que João Paulo II “foi um grande visionário da Igreja. Um homem que levou o Evangelho a todos. É u m S ã o Pa u l o . U m grande. Fazer a cerimônia de canonização junta é uma mensagem à Igreja:

estes dois são bons”. Sobre o Papa João XXIII, chamado o Papa Bom, Francisco considerou que “João XXIII é um pouco a figura do padre do povo. O padre que ama cada um de seus fiéis e sabe cuidar de seus fiéis. E isto o fez como arcebispo, como núncio. É um padre do povo e com um senso de humor muito grande e uma grande santidade”. Página

04


Ano 28- Edição 302 Maio - 2014

02 EDITORIAL

Celebrações da Matriz

Va m o s f a l a r d e M a r i a Santíssima, Mãe do Perpétuo Socorro, nossa Padroeira. Como é bom ver a casa da mãe do céu, lotada de fiéis, às terças-feiras para a Novena Perpétua, principalmente em dois horários, às 15 e às 19h30. Há quase 150 anos recebemos do papa Pio IX o encargo de levar esta devoção pelo mundo. Daí, toda a Congregação Redentorista já se prepara para celebrar esta data tão especial com o Congresso Internacional de Nossa S e n h o r a d o Pe r p é t u o

Socorro, nos dias 12 a 16 de maio, na cidade de Campo Grande, MS. Quanto ao mês mariano em nossa paróquia, os evangelizadores, como na Quaresma, vão continuar rezando em família e no dia 31, teremos programação especial com concentração no São Geraldo, a partir das 18h30 e em seguida arrastão mariano para a Matriz, finalizando o mês com a solenidade eucarística e coroação de Nossa Senhora pela Pastoral Juventude.

Reuniões para Batismo

Eventos especiais

Sagrada Família Dias 12 e 19 - 19h30 Santo Afonso Dias 05 e 09 - 19h30 São Clemente Dias 06 e 08 - 19h30 São Geraldo Dias 19 e 21 - 19h30 Cristo Redentor Dias 04 e 11 - 15h00 São Cristovão Dias 13 e 16 - 19h30 São José Dias 19 e 21 - 19h30 Santa Quitéria Dias 05 e 12 - 19h30 São João Batista Dias 06 e 07 - 19h30 São Paulo Apostolo Dias 07 e 14 - 19h30

Retiro dos Redentoristas Dias 05 a 09 Carpina - PE Caminhada da Juventude Dia 10 às 16h Parque Euclides Dourado Congresso Internacional Mariano Dias 12 a 16 Campo Grande - MS Feijoada EJC e Família Dia 18 às 12h Circulo Militar VI MARIAL da Juventude Dias 24 e 25 Salão Padre Gabriel

Agenda 19h30 14 QUA 04 DOM 08h00 09 SEX 19h30 14 QUA 19h30 Formação Pastoral Familiar CPP Pastoral Familiar Iniciação Cristã Conselho pastoral Pré-Matrimônio 14 QUA

19h30 15 QUI

Pastoral Social 18 DOM

08h00 21 QUA

Formação ECC 28 QUA

19h30 16 SEX

19h30 CAP Pastoral do Conselho de Batismo Administração 19h30 19h30 23 SEX 19h30 22 QUI

Pastoral da Crisma

19h30 28 QUA

COMIPA Missões Setor 1

19h30 15 QUI

Pastoral do Dizimo Paroquial

ECC Pós-encontro

19h30 29 QUI

Pastoral Familiar

Formação Liturgica Setor 3

19h30 31 SAB

Evangelizadores

15h00

Apostolado da Oração

Missa aos

Sábados crianças e famílias

Igreja Matriz

às 16h

Domingos Terça 7h - 9h 6h-15h-17h 19h30 19h30 Missa às

Missa às

Quartas

Quintas

Sextas

às 17h

às 17h

às 17h

São Geraldo

Celebrações das Comunidades - Abril Nossa Srª. Aparecida Dias 09 e 23 às 19h30

Santo Afonso Dias 03e 17 às 19h30

São José Dias 10 e 24 às 19h30

Sagrada Família Dias 11 e 25 às 17h

São Clemente Dias 04 e 18 às 17h

Santa Quitéria Dias 04 e 18 às 17h

São Francisco de Assis Dias 04 e 18 às 15h

São Cristovão Dias 11 e 25 às 17h

São João Batista Dias 11 e 25 às 15h

São Paulo Apóstolo Dias 11 e 25 às 17h

Cristo Redentor aos Domingos às 7h

Sítio Muniz Dias 11 às 15h

Trabalho decente e saudável para todos O primeiro de maio em que celebramos a Festa de São José Operário, padroeiro dos trabalhadores nos unimos às lutas, anseios e conquistas daqueles que engrandecem a Nação com trabalho digno, honesto e solidário. Essas conquistas que custaram vidas e demandaram crescimento na unidade, empenho pela dignidade e reconhecimento dos direitos sociais, foram postos em cheque pela chamada globalização financeira, que homologa a hegemonia do capital sobre o trabalho, desconstruindo a estabilidade e as garantias laborais, introduzindo a precarização e terceirização do trabalho. Neste quadro mundial o Papa Bento XVI clamava na “Caritas in Veritate” por novas formas de solidariedade, e aderia à bandeira do trabalho decente, que inclui não só a remuneração justa para manter uma família, mas a estabilidade e salubridade do trabalho, como via de realização e humanização da pessoa trabalhadora. Torna-se necessário também a redução da jornada, com a repartição das ofertas de postos de trabalho, almejando o máximo de alocação da mão de obra, como o cuidado com sua reposição e valorização. O trabalho continua sendo a chave da questão social, e junto ao povo trabalhador queremos fazer surgir a civilização do trabalho, do bem viver e conviver que possibilite a alternativa da globalização da solidariedade e da esperança. Que São José proteja, encoraje e abençoe aos nossos irmãos e irmãs trabalhadores/as. Dom Roberto Francisco Ferreria Paz Bispo de Campos

L I V R A R I A

REDENTORISTA

Novena Perpétua

Missa às

Componentes Eletrônicos e Instrumentos Musicais

Av. Simôa Gomes, 152, Heliopolis Garanhuns Tel: (87) 3762-0633

Missa aos

Rua Mauricio de Nassau, 130 Centro - Garanhuns Telefax: (87) 3761.3796


03

elo_nsps@live.com.br

Dom Fernando Guimarães foi professor do Santo Já imaginou ser professor do Papa? Mais ainda, de um Papa que se torna santo? Isso aconteceu com Dom Fernando Guimarães, bispo brasileiro que deu aulas de português para o Papa João Paulo II. “É pra mim motivo de alegria e de graça dizer que tive um aluno que é santo”, diz o "nosso" bispo da diocese de Garanhuns. Tudo começou no final de janeiro de 1980, quando o Vaticano pediu que Dom Fernando, na época sacerdote, fosse para Roma para trabalhar nos preparativos da primeira viagem que o Papa faria ao Brasil, na metade daquele ano. A indicação foi feita pelo então núncio apostólico no Brasil, Dom Cármine Rocco, que já conhecia o trabalho de Dom Fernando e sabia que ele falava um pouco de italiano e de outros idiomas. Dom Fernando conta que João Paulo II tinha uma grande capacidade de percepção e facilidade para idiomas. Ele já sabia o espanhol, então isso serviu de base para o aprendizado do português. Já durante a viagem ao Brasil, era possível ver o empenho do Papa em se comunicar na língua local. “Quando o Papa se recolhia, normalmente a gente repassava ao final da noite os

discursos que ele ia fazer no dia seguinte. Eu sempre pude perceber essa grande energia com que o Papa, mesmo cansado de um grande dia de trabalho e viagens, se preparava para lançar a sua mensagem ao povo, o seu testemunho de fé. Realmente era um homem de Deus em todo o pleno sentido da palavra”, testemunha o bispo. Episódios curiosos nas aulas Tendo ministrado tantas aulas a João Paulo II no período de quase seis meses, o bispo vivenciou com ele várias situações curiosas. Uma delas foi logo no início das aulas, uma época em que estava acontecendo a visitaad limina dos bispos do Brasil. Dom Fernando conta que, em determinado momento após a Missa, o Papa lhe disse sorrindo: “Padre Fernando, os bispos brasileiros não querem que o Papa fale português”. Ele, curioso, perguntou: “Mas por que, Santo Padre?” e João Paulo II respondeu: “Por que os bispos chegam para a audiência particular e têm os que me falam em italiano, têm os que me falam em francês, têm até quem me fale em polonês, mas ninguém fala comigo em português”. “Ele queria praticar a língua. Então eu

telefonei imediatamente para o reitor do colégio brasileiro em Roma, onde os bispos normalmente se hospedam, para dizer: 'recomendem aos bispos que, quando forem até o Papa, falem em português, devagar, mas falem. O Papa quer ouvir a língua portuguesa'”. Fonte: CNBB NE2

Quaresma e Semana Santa renovam a Fé da Comunidade Evangelizadores trabalharam intensamente durante a Quaresma rezando o tema da Campanha da Fraternidade: “É para a Liberdade que Cristo nos libertou”. Reuniões em família, Via-Sacra nas ruas foram acompanhadas em todas as Comunidades da paróquia, inclusive na área matriz, centro da paróquia. Na avaliação feita, no dia 24 de abril, no Centro Pastoral São Geraldo, o tema da CF foi bem avaliado por ficar muito próximo da realidade da vida das pessoas pois são muitas as faces do Tráfico Humano, como exemplo: o alcoolismo, a opressão sofrida pelas mulheres, o abandono dos idosos e a dependência química. Na Semana Santa, o espírito de oração e de devoção foi verificado nos fiéis durante as celebrações, tanto nas Comunidades quanto na Matriz. Muitos fiéis celebraram com entusiasmo e fé cada dia, entre eles, o Tríduo Pascal. Na sextafeira santa, multidão vinda das cinco paróquias da cidade de Garanhuns madrugou para rezar a Via-sacra até o alto do Magano, quando lá foi recepcionada pelo bispo diocesano, Dom Fernando. Na agenda da semana, cada setor paroquial foi

contemplado com celebrações. Destaque, a Comunidade do Cristo Redentor que em anos seguidos celebra a semana santa inteira na própria comunidade. Disse o bispo de Palmas, Dom Pedro, que A Semana Santa, para nós cristãos, é a semana mais importante do ano. Como bem diz o nosso povo: “estamos vivendo os dias grandes”. Esta Semana é grande porque nela celebramos o mistério da Paixão, Morte e Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo. Nesta Semana Deus manifestou todo o seu amor pela humanidade e por cada um de nós. Com o apóstolo Paulo, cada um de nós pode dizer: “Ele me amou e se entregou por mim” (cf. Gl 2,20).

Tenosoft gestão pública conectada

Contemplando o Plano de Contas da Nova Contabilidade, editado pela Secretaria do Tesouro Nacional

www.tenosoft.com.br (87) 3762-1190


Ano 28- Edição 302 Maio - 2014

04

Dois novos santos no Domingo da Misericórdia Ao ser consultado sobre o modelo de santidade que para ele representam os dois Pontífices, o Papa Francisco assegurou que João Paulo II “foi um grande visionário da Igreja. Um homem que levou o Evangelho a todos. É um São Paulo. Um grande. Fazer a cerimônia de canonização junta é uma mensagem à Igreja: estes dois são bons”. Sobre o Papa João XXIII, chamado o Papa Bom, Francisco considerou que “João XXIII é um pouco a figura do padre do povo. O padre que ama cada um de seus fiéis e sabe cuidar de seus fiéis. E isto o fez como arcebispo, como núncio. É um padre do povo e com um senso de humor muito grande e uma grande santidade”. O Papa recordou que quando Dom Angelo Giusseppe Roncalli - logo João XXIII - era núncio, “alguns não gostavam muito dele no Vaticano e quando chegava para levar coisas ou pedir alguma coisa nos escritórios, faziam-no e s p e r a r. N u n c a s e q u e i x a v a . Re z a v a o terço, lia o breviário. Era um homem humilde. E também alguém que se preocupava com os pobres”. Além disso, relatou que “uma vez, o cardeal Casaroli voltou de uma

missão, acho que na Turquia ou na antiga Checoslováquia e foi vêlo para informar-lhe da missão, naqueles tempos da diplomacia de pequenos passos. Quando Casaroli foi embora, parou-o e lhe disse: excelência, uma pergunta: você continua indo visitar aqueles jovens presos na prisão de menores de Casal del Marmo? O cardeal lhe disse que sim e João XXIII lhe pediu: não os abandone nunca”. João XXIII e João Paulo II são hoje para a humanidade dois grandes luminares, sinais da infinita misericórdia. Por isso que o Papa Francisco escolheu esse domingo, pois o próprio Papa João Paulo II foi o criador desse dia dedicado a recordar que Deus é Divina e permanente Misericórdia. Como afirmava Santa Faustina Kovalska: “A humanidade não encontrará a paz enquanto não se voltar com confiança, para a Misericórdia Divina”. Obrigado Senhor, por nos dar hoje esses dois exemplos de apóstolos santos, que nos animam também a sermos santos, com os pés no chão e o olhar na eternidade. São João Paulo II e São João XXIII, rogai a Deus por nós! Dom Anuar Battisti Arcebispo de Maringá (PR)

Devoção mariana de Santo Afonso de Ligório

Expediente Informativo Mensal da Paróquia Nossa Senhora do Perpetuo Socorro - Redentoristas E-mail: eloparoquial@outlook.com (87)3762 9051 - Av. Simoa Gomes N°27 Bairro Heliópolis - Garanhuns – PE Tiragem: 2 mil exemplares Distribuição gratuita

Direção de Edição Pe. Francisco Gabriel, CSsR Jornalista Responsável Pe. Francisco, MTE 4634/PE Comercial Reginaldo Serqueira Imagens e Fotografia Nelson Wanderley Design Gráfico Jonas Borges /Thiago Rocha Colaboradores Dom Anuar Battisti, Arcebispo Maringá Dom Roberto Francisco F. Paz

Site: CNBB Ne2

A devoção é um ato de amor que prestamos Maria, nossa Mãe abençoada, pois dizia: “Ela é àqueles a quem Deus santificou; ora, Maria, a cheia de graça; porém, esta plenitude não foi Mãe de Jesus, foi santificada por Deus desde o concedida apenas para si, mas também para que compartilhasse conosco.” ventre materno, pois ela é Esse grande homem de Deus deixouImaculada desde sua concepção nos uma obra exemplar, ele é em vista do Filho de Deus que fundador da Congregação do nasceu de seu ventre santo, como Santíssimo Redentor, popularmente nos revela São Lucas em seu chamados de Missionários E v a n g e l h o . Redentoristas, C.Ss.R., cujo carisma Com imensa satisfação os filhos e e missão é fundamentalmente a filhas de Deus lhe prestam atos de pregação de missões populares e o amor e piedade pela. Um dos filhos atendimento dos menos favorecidos; prediletos da Virgem Maria, a Mãe é sua congregação que cuida dos do Senhor, é Santo Afonso Maria de santuários de Nossa Senhora Ligório. Aparecida, Bom Jesus da Lapa, e do Para ela, escreveu um tratado completo sobre o seu papel no Aparição de Nossa Senhora Divino Pai Eterno entre outros em a Santo Afonso nosso país e no mundo. São os plano de salvação de nossas almas, chamado: “As Glórias de Maria”. Dizia que Maria, responsáveis pela divulgação da devoção a Nossa por ser tão amada por Deus e corresponder Senhora do Perpétuo Socorro e da Novena plenamente ao Seu amor, se tornou nosso modelo Perpétua, como rezada por tantos devotos na p e r f e i t o d e v i d a c r i s t ã . nossa Paróquia às terças-feiras, em quatro Santo Afonso insistia para que rezássemos a horários.

Nobre RECEPÇÕES

EDIVAL VERAS DE BARROS CAMPELLO FILHO Rodovia PE 177 - Km 23 - Angelim/PE CEP: 55.430-000 Fone/Fax: (87) 3788.1161

Rua Ernesto Dourado, 14 - Heliópolis Fone: (87) 3761.0961


Elo paroquial Maio  
Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you