Page 1

agosto / 2011 Boletim nº 02 Ano 41

O Lobão Rotary Divinópolis Leste – Distrito 4560 – Divinópolis - MG

Presidente 2011/2012: Deusdete de Oliveira Campos

Você Sabia? Dólar Rotário : R$1, 60

• O Rotary é uma reunião de pessoas focadas. O rotariano mantém o foco no passado, ao se tornar guardião da his-tória e das tradições rotá-rias. Ao se lembrar das razões que levaram Paul Harris a reunir três ami-gos e fundar o Rotary. O rotariano mantém o foco no presente, ao ter a consciência plena da grande obra que o Rotary executa no mundo. Ao conhecer e participar das ações de seu clube nas comunidades. O rotariano mantém o foco no futuro, ao se fixar nas metas e objetivos do Rotary International Nesta Edição: Novas Gerações e o .....

2

Kalyan Banerjee

3

A Arte de cumprimentar

5

Agenda do Presidente

6

Notícias do Leste

8

História da Fund. Rotária

9

Mensagem do Presidente Rotarianos se juntaram a organizações não governamentais na Bélgica para fornecer água potável e melhor saneamento a milhares de famílias em Toamasina, Madagascar. Os Rotary Clubs de BrusselCantersteen, na Bélgica, e Tamatave, em Madagascar, lançaram o projeto em 2009 com a ajuda de um Subsídio Equivalente da Fundação Rotária. Falta de acesso a água potável e higiene precária contribuem para a alta taxa de mortalidade em Toamasina, segundo Luc Daems, presidente do Projeto Hídrico Tamatave. A iniciativa está quase no fim, com instalação planejada de mais de 200 latrinas em casas e escolas, e bebedouros para fornecer água limpa a 2.000 pessoas. Nos últimos dez anos, a Fundação outorgou mais de US$36 milhões em subsídios para projetos hídricos e de saneamento, e os Rotary Clubs já contribuíram com

pelo menos US$50 milhões. Durante a Semana da Água, em Estocolmo, Suécia, de 21 a 27 de agosto, especialistas do mundo todo estiveram reunidos para trocar idéias e criar soluções para as questões hídricas mais urgentes. Este ano, o tema principal será os desafios de água e saneamento em um mundo cada vez mais urbanizado. Ron Denham, presidente do Grupo Rotarianos em Ação pelos Recursos Hídricos e Saneamento, diz que o Rotary tem exercido um papel fundamental ao atender as necessidades hídricas mundiais, e que outras organizações estão abraçando esta causa. "A base de um projeto bem sucedido é chegar a uma conclusão, junto à comunidade, de quais são suas necessidades, principalmente as necessidades

Deusdete de Oliveira Campos

das mulheres, pois elas são as mais beneficiadas com as melhorias", acrescenta Denham. Muitos projetos rotários incluem capacitação em conhecimento técnico para manutenção de equipamentos, e práticas para administrar sistemas hídricos, como por exemplo, coletar taxa para possíveis reparos. Em 2009, o Rotary International e a USAID lançaram a Colaboração Internacional H2O, para implementar projetos a longo prazo na República Dominicana, Gana e Filipinas. A iniciativa está financiando, entre outras coisas, filtros bio-areia na República Dominicana; sistemas hídricos que beneficiam mais de 85 mil pessoas em vilarejos em Gana; e um projeto para coleta de esgoto que atende mais de 150 mil pessoas nas Filipinas. Que tal pensarmos em um projeto para nossa cidade?

Consciência Rotária O Rotary é uma reunião de pessoas conscientes. A consciência, no sentido filosófico, é a percepção de que o ser faz parte de um todo, de que não é um isolado, não é um compartimentado, mas que é uno com o planeta, com a vida, com o universo, com Deus, com as pessoas que nos cercam. Ter consciência em Rotary, é saber que se faz parte de uma grande obra, de uma grande missão. Ter a consciência Rotária, é saber-se uno com o Rotary, com os ideais e a filosofia Rotária, com a missão do Rotary. Ter a consciência Rotária,

significa dizer: Eu sou Rota-ry! Rotary sou eu! Porque no seu dia a dia, em todos os minutos, o verdadeiro rotariano se confunde com a grande obra. Ter a consciência Rotária é ter a consciência de que o Rotary está mudando o mundo, está construindo a paz e a compreensão entre homens e nações. É saber que o simples fato de comparecer a um evento do Rotary, significa estar colaborando para mudar o mundo. O rotariano consciente conhece as metas e sonhos de seu clube. Está sintonizado com os programas e objetivos de seu

Alberto Bittencourt presidente. Ele lê o que estiver ao seu alcance para sintonizar com os programas e objetivos do Rotary International e do presidente do RI. O rotariano consciente, tem uma visão holística do Rotary. Uma visão holística é ver o Rotary no seu conjunto, na plenitude de sua obra. É conhecer Rotary em profundidade. O rotariano consciente enxerga o Rotary no seu conjunto. Ele conhece em profundidade todo esse trabalho que o Rotary vem fazendo há mais de cem anos no mundo inteiro.


Página 2 de 10

O Lobão Novas Gerações e o Futuro da Humanidade As futuras mães são responsáveis, em primeira linha, pela qualidade humana dos seus descendentes. O futuro da humanidade está intimamente ligado ao desenvolvimento das novas gerações. Pais preparados para dar aos filhos uma boa formação moral e espiritual, escolas construídas para transformar crianças e jovens em pessoas responsáveis e valorosas, são os fatores essenciais que promovem o progresso real. No entanto, essa teoria, que levaria o mundo a ser um lugar melhor para se viver em paz e harmonia, não se verifica na prática. Além disso, a população está envelhecendo, como comprovam as estatísticas. Os recursos da medicina têm elevado o percentual de pessoas em idade mais avançada, inclusive nos países menos desenvolvidos. Ao chegarem à maturidade, as pessoas deveriam se sentir e atuar como transmissores de ensinamentos e cultura às novas gerações de forma a que estas pudessem promover a renovação. Aos jovens cabe o papel da incessante busca pelo novo a ser integrado ao antigo. No entanto, as novas gerações estão envelhecendo precocemente. O impulso revigorante da adolescência e juventude tem sido desviado para caminhos inadequados, ao invés de vivenciado de forma plena, perdendo-se com isso a oportunidade da conquista de melhores condições gerais de vida e felicidade. As mães sempre foram o esteio da família, no entanto é sabido que o melhor meio de enfraquecer um povo se faz através da deterioração moral das futuras mães, pois elas são responsáveis, em primeira linha, pela

qualidade das novas gerações. Além disso, vários fatores contribuem para desencaminhar os jovens, tais como lares desestruturados, a fraca e inadequada formação escolar, os constantes maus exemplos de falta de integridade moral e desvios de verba da parte dos que estão no exercício do poder, a falta de uma visão promissora do futuro e a ausência de uma perspectiva mais segura do que o subemprego. Tudo isso acaba levando as novas gerações a assumirem uma atitude negativa perante a vida, descuidando-se dos estudos, entregando-se aos vícios em festas “rave”, nas quais se incentiva o consumo excessivo de bebidas alcoólicas e drogas. Assim, a vida passa celeremente e as pessoas se habituam a uma rotina constrangedora, em que o tempo disponível não é plenamente aproveitado. E quando atingem a maturidade, precisam lidar com os inconvenientes do envelhecimento, como a menor disposição para as atividades e aumento das doenças, a maioria delas decorrente da falta de maiores cuidados e dos abusos praticados na juventude. Podem ocorrer também outras conseqüências mais sérias e debilitantes, que muitas vezes requerem cuidados da parte dos filhos ou de parentes que passam a ser seus cuidadores. O grande problema, nesses casos, é que nem sempre filhos e parentes têm condições de prestar a devida assistência. Em eras passadas a idade não significava uma fase crítica, pois o próprio modo de viver, de acordo com as leis da Criação,

proporcionava um envelhecer sadio amparado pelas forças naturais, sem as complicações observadas atualmente. No entanto, a maturidade é um período muito rico em oportunidades para repensar a vida e sua finalidade. Fortalecer o impulso ascendente e o desejo de evoluir sempre é o que de mais importante há para ser feito nessa fase da vida, e para isso não há um minuto sequer a perder. O vivenciar se torna rico e frutífero, e a jovialidade interior pode até ressurgir, não obstante os efeitos dos anos já vividos se tornarem visíveis. Chegará o momento no qual o corpo será deixado para trás e a alma deverá estar fortalecida no impulso mais elevado para seguir seu próprio caminho sem ficar retida nos labirintos da matéria e aos costumes adquiridos. As novas gerações precisam saber nitidamente de tudo isso para que tenham o devido cuidado com a vida e possam cumprir, na Terra, a missão de promover a concretização de um futuro cada vez mais belo e feliz. Ensinar as novas gerações a ler, escrever e usar o computador não é suficiente. Devemos despertá-las e prepará-las para assumir a posição de seres humanos que saibam cuidar do planeta e beneficiar a vida em todos os sentidos, com a certeza e que dessa forma alcançaremos um futuro melhor! Por Benedicto Camargo Dutra

Ismael

Autor do livro “ENCONTRO COM O HOMEM SÁBIO, “REENCONTRO COM O HOMEM SÁBIO EM BUSCA DO SANTO GRAAL e "NOLA, O MANUSCRITO QUE ABALOU O MUNDO" Editora Marco Zero/Nobel


Página 3 de 10

O Lobão

Mensagem do Presidente de RI Prezados irmãos e irmãs em Rotary Existe um velho ditado Indiano que diz: “Se você ajudar o barco do seu vizinho a cruzar o rio, você verá que também alcançou a outra margem”. Ao ajudar o próximo, muitas vezes acabamos ajudando a nós mesmos. Cada um de nós se afiliou ao Rotary para servir – e descobrimos a satisfação da amizade e do companheirismo. Em agosto, mês dedicado ao desenvolvimento do quadro associativo, nós nos concentramos em promover a mensagem do Rotary. Se servirmos com eficiência, sem esconder nossa luz rotária, nos encontraremos mais perto de nossa meta: um Rotary mais forte e dinâmico para as gerações futuras. A imagem pública e o quadro associativo caminham de mãos dadas. Existem muitas pessoas inteligentes,

estudadas e dedicadas que não têm nem idéia do que é o Rotary. E este é um problema que precisamos enfrentar. Em muitas comunidades onde os Rotary Clubs atuam ativamente, há pessoas que não sabem da existência desses clubes. Precisamos mudar isto. Servir bem é o primeiro passo – porém é apenas o começo. Precisamos divulgar os nossos trabalhos usando todas as ferramentas hoje disponíveis. Precisamos usar as mídias sociais como Twiter e Facebook, e garantir que nossos clubes tenham uma presença on-line. Simplesmente ter um website não é o suficiente. Ele deve estar atualizado, ser atraente, refletir o nosso trabalho e oferecer a associados em potencial a oportunidade de nos conhecer e tomar o próximo passo para se juntar a nós. O Rotary tem muito a oferecer. É nosso dever mostrar aos outros o valor da

nossa organização e como podem integrar o Rotary em suas vidas. Servir ao próximo leva tempo e aparentemente hoje em dia ninguém tem tempo disponível. Portanto, precisamos assegurar que cada momento com o Rotary valha a pena. Quando conhecermos a nós mesmos e nossos clubes, quando descobrirmos do que somos capazes e soubermos utilizar esta força, poderemos melhorar nossas comunidades e levar o Rotary a novas alturas. Kalyan Banerjee Presidente, Rotary International

Mensagem do Diretor de RI – José Antônio Antiório Estamos iniciando um novo ano rotário sob a liderança de um excelente rotariano de origem indiana e que está nos permitindo compartilhar o ideal de servir junto ao Conselho Diretor do Rotary International. Kalyan Banerjee é um homem simples, assim como é o Rotary, mas de uma cultura invejável, oriundo de família humilde, e dotado de predicados como a tolerância, inteligência, competência e serenidade. Ele tem demonstrado, por meio do seu esoterismo, que teremos um excepcional ano sob o lema de Conheça a Si Mesmo Para Envolver a Humanidade. Com a mesma filosofia, pretendemos coordenar os trabalhos do rotarismo brasileiro e da América do Sul, fazendo com que as ênfases de

Kalyan, da família, de continuidade e mudança possam alcançar o êxito do desenvolvimento do Rotary, que tanto almejamos. Começaremos por enfatizar o planejamento estratégico do Rotary International, no qual a ética, integridade, liderança e o companheirismo permitirão que nós façamos o verdadeiro serviço humanitário para a busca da tão sonhada paz universal. Descubra-se e venha compar-tilhar com todos que estão ao nosso redor. José Antonio F. Antiório

Diretor de RI – 2011/13 José Antônio F. Antiório

Kalyan Banerjee Presidente do Rotary International em 2011-12

Em 2010-11 os Rotarianos brasileiros contribuíram com US$ 6.582.442,79, um crescimento de 6,87 % em relação ao ano rotário de 2009-10. Mais uma vez agradecemos a todos os Rotarianos pela generosidade e apoio à Fundação Rotária. DISTRITO TOTAL EM US$ 4420 1,045,422.20 -4310 136,601.62 -4430 338,114.11 4760 129,809.04 - 4480 315,311.72 - 4560 125,982.08 4610 291,769.76 - 4440 114,518.62 - 4630 268,260.14 4710 101,579.39 - 4510 241,746.46 - 4600 91,032.22 4470 240,550.53 - 4650 88,353.92 - 4550 217,323.46 4750 84,200.42 - 4530 216,798.82 - 4680 83,203.14 4500 202,986.52 - 4700 80,361.45 - 4640 201,888.24 4670 78,785.59 - 4590 191,665.37 - 4410 75,557.30 4730 184,658.19 - 4660 69,454.03 - 4570 184,594.95 4780 66,098.43 - 4770 182,848.65 4580 63,257.67 4620 181,668.07 4651 59,156.88 - 4390 177,013.07 4520 58,812.94 - 4540 154,615.05 - 4740 51,606.22 4490 140,520.81 - 4720 46,315.71 Total 6,582,442.79


Página 4 de 10

O Lobão Setembro – Mês das Novas Gerações Este mês oferece aos rotarianos uma grande oportunidade de reafirmarem seu compromisso com os jovens: o Mês das Novas Gerações. Em comemoração ao Mês das Novas Gerações, pense em maneiras de preparar os jovens associados para cargos de liderança, designando aos mesmos um Rotariano experiente como mentor. Esta é uma ótima

maneira de conectar os novos e os jovens associados com Rotarianos que ainda podem não conhecer, além de lhes oferecer a oportunidade de pensarem sobre suas metas pessoais a longo prazo como Rotarianos. Um dos elementos chave de um Rotary Club eficaz é o desenvolvimento de líderes. Você poderá realizar um programa de treinamento de habilidades de liderança para

Amplie sua visão Os Seres humanos são criaturas tão pequenas, não? Então não se preocupe tanto com todas as coisas, aproveite cada momento de sua vida... Amplie sua visão, amplie sua mente, Não se preocupe tanto com coisas que te aborrecem, Aproveite sua vida com amor, segurança e paz, Esteja sempre feliz com

cada dia que nasce... Aproveite o por do Sol... Sempre olhe para o lado positivo das coisas... E tenha a certeza, que sempre existe um Deus que cuida de nós, mesmo que tudo pareça tão ruim. E mesmo que tudo pareça tão grande, conforme a representação do pintor, tudo é tão pequeno. Existe algo maior. A vida!!!

Presidente Indicado de RI Ron D. Burton, associado do Rotary Club de Norman, EUA, foi escolhido pela Comissão de Indicação como presidente do Rotary International para 2013-14. Ele se tornará presidente indicado em 1º de outubro se não houver candidatos opositores. Rotariano desde 1979, é vice-presidente da Comissão Visão de Futuro e integrante da Força-tarefa de Erradicação da Poliomielite para os Estados Unidos. Ele serviu como diretor do RI; curador da Fundação e vicechair dos curadores; moderador, moderador assistente e líder de grupo de discussão da Assembléia Internacional; e governador de distrito. Burton recebeu o Prêmio Dar

de Si Antes de Pensar em Si, a Menção da Fundação Rotária por Serviços Meritórios, o Prêmio da Fundação Rotária por Serviços Eminentes e o Prêmio por Atuação Internacional em Prol de um Mundo Livre da Pólio.

os novos e jovens associados consultando a publicação Capacitação de Líderes: Guia para Elaboração de Programa, disponível no link: http://www.rotary.org/RIdoc uments/pt_pdf/250pt.pdf


Página 5 de 10

O Lobão

A Arte de Cumprimentar Pessoas Prescila

Alves

Pereira

O ato de cumprimentar uma pessoa faz parte de nosso dia a dia. No entanto, os erros que as pessoas cometem ao realizar este ato tão corriqueiro são enormes. Um erro muito comum que as pessoas cometem ao cumprimentar uma pessoa, é o ato de não olhar nos olhos da pessoa a quem esta cumprimentando. Essa atitude de não olhar nos olhos da pessoa a quem se cumprimenta implica na falta de conhecimento dos critérios da boa educação. Às vezes é melhor não cumprimentar uma pessoa do que cumprimentá-la e não olhá-la nos olhos. Porque a atitude de não olhar nos olhos significa extrema falta de consideração para com a pessoa. Tem pessoas que pensam assim: há mas não é ninguém importante. Além de ser uma atitude DI FUSOR DE ÁG UA preconceituosa, é uma SEG UNDA CA MADA DE ÁG UA atitudeMADA de ignorância. Sim, BIO-CA AREIA porque ninguém sai por aí CASCAL HO DE 6,35 MM CASCAL 12,7 MM com HO o DE curriculum vitae nas mãos pra mostrar quem ou o que é. Ademais, todo ser humano, seja esse humano

portador de títulos ou não, seja dono de uma fortuna considerável ou não, é um ser humano e como tal, merece todo o respeito. A pessoa que conhece e respeita os critérios da boa educação não faz acepção de pessoas em virtude de credo, raça, cor ou seja lá o que for. A pessoa bem educada trata a todos da mesma forma, independente da roupa a que esteja usando, do título a que tenha, da posição que ocupe, dos bens que possua. O ser humano é único e digno de todo respeito. A pessoa que assim não age, semeia pela estrada de sua vida o sentimento de desrespeito por parte daqueles que presenciam tal atitude de desrespeito para com outrem. A pessoa que é vítima dessa atitude de desrespeito pega antipatia por tal pessoa. Os frutos dessas sementes não são bons frutos. Infelizmente ninguém conhece o dia de amanhã. Ninguém pode prever se amanhã tal pessoa vai ou não precisar dessa pessoa, que no bom português, foi vítima de uma atitude de desprezo.

É triste, mas as pessoas que mais cometem tal erro são pessoas que se intitulam doutores, altos executivos, donos de grandes propriedades, indústriais, empresários, professores, advogados, pastores, padres e por ai vai. Em outras palavras, os que deveriam ser exemplo da boa educação, tem agido com falta dela. Bem, eu tenho tentado não cometer tal atrocidade e sinceramente, espero que esse artigo abra os olhos de pessoas que tem cometido esse erro, que com certeza, não passa desapercebido diante dos outros. Meu conselho é: faça do cumprimento uma arte de demonstração de carinho por meio de um sorriso sincero olho no olho.

Salvo pela Gentileza Conta-se uma história de um empregado em um frigorífico da Noruega. Certo dia ao término do trabalho, foi inspecionar a câmara frigorífica. Inexplicavelmente, a porta se fechou e ele ficou preso dentro da câmara. Bateu na porta com força, gritou por socorro mas ninguém o ouviu, todos já haviam saído para suas casas e era impossível que alguém pudesse escutá-lo. Já estava quase cinco horas preso, debilitado com a temperatura insuportável. De repente a porta se abriu e o vigia entrou na câmara e o resgatou com vida.

Depois de salvar a vida do homem, perguntaram ao vigia: Porque foi abrir a porta da câmara se isto não fazia parte da sua rotina de trabalho ?. Ele explicou: Trabalho nesta empresa há 35 anos, centenas de empregados entram e saem aqui todos os dias e ele é o único que me cumprimenta ao chegar pela manhã e se despede de mim ao sair. Hoje pela manhã disse “Bom dia” quando chegou. Entretanto não se despediu de mim na hora da saída. Imaginei que poderia ter-lhe acontecido algo. Por isto o procurei e o

encontrei...

Fotos Internet


Página 6 de 10 Rotary Divinópolis Leste Expediente Presidente RI- Kalyan Banerjee Governador –Fabiano Antônio de Souza Gov Assistente- Paulo Roberto Ramos

Conselho Diretor: Presidente: Deusdete de O. Campos Vice-Presidente: José Geraldo Secundino Presidente Indicado 2012/13: José Geraldo Secundino 1º Secretário: José Gomes Pimenta 1º Tesoureiro: Joaquim Alves Neto 1º Protocolo: José Maria Ribeiro 1º Orador: Élson Penha Silva Presidente das Comissões: Administração do Clube: Fábio Rodrigues da costa Desenvolvimento Quadro Social: José Vítor Batista de Freitas Fundação Rotária: Junio Lopes de Oliveira Prestação de Serviços Comunidade: Veli Rodrigues Prestação Serviços Internacionais: José Lemes Bueno Relações Públicas: Antônio Carlos da Silva Novas Gerações: José Francisco Martins CAESC – Antônio Claret Costa Cadeira de Rodas – Ílio Milani Social da Amizade – Maria Lúcia Prazeres Campos Ex-Presidentes: Josselito Alves Perdigão Paulo Roberto Ramos José Vítor Batista de Freitas Casa do Rotariano: Fernando Gomes de Souza Jean Marc Mora Maia Conselho Fiscal: Paulo Roberto Ramos Jair Mendonça Rennó Geraldo Magela Pedra

Visite-nos em: www.rotarydivinopolisleste.org/novo

Responsável pelo Boletim: Digitação e diagramação – Ana Maria Henriques Horta Ribeiro

“O que nós somos é o presente de Deus a nós. O que nós nos tornamos é nosso presente a Deus” Eleonor Vowell

O Lobão Novo Manual de Gerenciamento de Subsídios A nova versão do Manual http://www.rotary.org/RIdoc sobre Gerenciamento de uments/pt_pdf/fv_grant_man Subsídios já está on-line, agement_manual_pt.pdf sendo indispensável para clubes solicitando Subsídios Globais. Este material é específico para Rotary Clubs de distritos pilotos do Plano Visão de Futuro.

Agenda do Presidente no mês de Setembro -Planejar e realizar reunião mensal do conselho diretor do clube. - Promover participação na conferência distrital. - Enviar relatório mensal de freqüência e sobre o quadro social ao governador ou secretário distrital até 15 dias após a última reunião do mês. - Conduzir atividades e programas para jovens. - Monitorar metas e projetos

para o desenvolvimento do quadro social. - Ratificar formulário de inscrição de candidatos qualificados ao IGE e encaminhá-los à comissão distrital de seleção da equipe de IGE.

Só rindo… CONSULTA DE UM JAPA NA UROLOGISTA - A senhora jura que não vai rir? Perguntou o paciente japonês à médica urologista. Claro que sim!!! Respondeu exaltada. - Sou uma profissional da saúde. Existe um código de ética em questão!!! Em mais de 20 anos de profissão nunca ri de nenhum paciente!!! - Tudo bem, então, - disse o paciente. E deixou cair as calças, revêlando o menor órgão sexual masculino que ela havia visto na vida. Considerados o comprimento e o diâmetro, não era maior do que uma bateria AAA (pilha palito). Incapaz de controlar-se, a médica começou a dar risadinhas e não conseguia mais segurar o ataque de riso. Poucos minutos depois ela conseguiu recuperar a compostura.

- Sinto muitíssimo, - disse ela. Não sei o que aconteceu comigo. Dou minha palavra de honra de médica e de dama que isso nunca mais acontecerá. Agora diga-me, qual é o problema? -... tá inchado! A Médica Foi Internada. Comemoração de bodas Um mineiro, em dia de comemoração conjugal, leva a sua esposa a um restaurante francês de alto nível. Chegando lá comeram sem olhar preço. Era tudo felicidade, até que o educado e sorridente maridão pede a conta. Ao ver a despesa de R$ 600,00, ele se assusta e começa a reclamar: - Êita ferro, sô. Nóis num cumemos couvert. - Estava aí senhor, não comeu porque não quis! - dispara o garçom. - Mas, ô disbocado de uma

figa, nóis tamém num tomamos este champanhe francês que nem o nome sei falá direito. - Estava aí senhor, não bebeu porque não quis! – repete o garçom ironicamente. - Ô seu discunjurado véio e esta sobremesa, além do um preço absurdo, nóis também num cumemos. - Estava aí senhor, não comeu porque não quis! – repete o garçom, já debochadamente. Furioso com o garçom, o mineiro dispara: - Tudo bem: R$600,00, menos os R$ 550,00 por você ter comido a minha muié, sô! E o garçom interrompe: - Êpa! Mas isso é um absurdo! Eu nem olhei para a sua esposa, senhor! E o mineiro, colocando R$ 50,00 na mesa e já se levantando, respondeu: - Ela tava aí, sô! Não comeu porque não quis...


Página 7 de 10

Os Voluntários do Rotary não têm limites de idade, nem de sexo, nem de cor, nem de classe social.

O Lobão Voluntarismo em Rotary O Rotary é uma reunião de voluntários. Voluntários são pessoas que se entregam de corpo e alma a uma causa superior. Os voluntários do Rotary defendem a paz, a harmonia entre homens e nações. Eles enfrentam de peito aberto as maiores dificuldades. Eles nunca desistem, eles abraçam a prestação de serviço de forma desinteressada, com o único objetivo de ajudar o próximo. Por sua livre e espontânea vontade eles querem mudar a vida das crianças, dos doentes, dos idosos, das comunidades. O rotariano voluntário tem o perfil da pessoa solidária, da pessoa que sabe viver harmonicamente em comunidade, que é líder no trabalho, na família, na escola. Os Voluntários do Rotary muitas vezes deixam de lado seus interesses particulares para trabalhar em favor do próximo. Sacrificam horas de lazer, momentos de repouso, para trabalhar pela comunidade, pelos mais carentes. O voluntário do Rotary doa de seu dinheiro, de sua energia, de seu tempo, para aliviar o sofrimento de quem precisa, para diminuir a miséria, a exploração, a injustiça social. O Voluntário do Rotary é um

paladino do bem contra o mal. Ele está presente nos conflitos, nas catástrofes, nos desastres, nas guerras, na defesa dos mais fracos, dos desprotegidos. O Voluntário do Rotary está vencendo a guerra para eliminar da Terra o terrível vírus da paralisia infantil. Ele emprega todas as suas energias para acabar com a chaga do analfabetismo, com a ignorância funcional. Ele luta contra as drogas, contra a corrupção, contra a violência urbana, contra os acidentes de trânsito, contra as mortes por armas de fogo. O Voluntário do Rotary é um arauto da paz. Ele faz tudo isso, sem nada cobrar. Sua única recompensa é a satisfação do dever cumprido, seu maior interesse é a alegria de lutar por um mundo melhor. Sua única arma é a do amor incondicional, da compaixão, da doação de si próprio sem olhar a quem, Os Voluntários do Rotary não têm limites de idade, nem de sexo, nem de cor, nem de classe social. Podem ser aposentados, mas continuam trabalhando em museus, bibliotecas, sítios históricos, hospitais, escolas, em centros de recuperação. Eles trabalham na administração, nas enfermarias, nas salas de aula, com a maior

Alberto Bittencourt seriedade, como se empregados fossem, com dedicação, com amor, cumprindo inclusive com a carga horária que se comprometeram a dar. Nas cidades, eles colaboram com o poder público, eles cobram ações administrativas, eles orientam às comunidades no sentido de encaminhar seus pleitos, dirigir um ofício, pedir providências. Quando necessário, o Voluntário Rotariano sabe fazer pressão contra os desmandos das autoridades, contra a corrupção, contra a inércia e a improbidade administrativa. Por tudo isso o Voluntário Rotariano é um ser superior. Ele é recebido nos gabinetes das autoridades, dos presidentes das maiores corporações, seja para pedir uma doação, seja para cobrar uma intervenção. Ele entra sempre como vencedor, ele nunca entra como pedinte. Por isso ele fala de igual para igual. Quando ele propõe parceria em algum projeto, ele não está apenas pedindo dinheiro. Ele está propondo um investimento social. Ele tem credibilidade porque não está pedindo em causa própria, mas para uma causa nobre. Ele tem a autoridade moral de quem está ali trabalhando por um mundo melhor.

Reflexão do mês de agosto – destinada aos pais. ..." O que deixo em sua vida quando passo por você"... ... dureza ou misericórdia ? Tem dias que o filho precisa de um pai amoroso, misericordioso, outros dias precisa de um pai durão; É preciso descobrir: como o meu filho precisa de mim , hoje ? Será de um pai afetuoso,ou de uma palavra dura? A vida requer um equilíbrio, exercitando-nos em busca do jeito certo, da medida exata, de passar pela vida das

pessoas... Nem de mais ,nem de menos; Não podemos viver a vida do outro... Nem podemos viver como se o outro não existisse... É este exercício de criatividade que nos torna Humanos. Ás vezes, por amor, cuidamos mais do que deveríamos , e estragamos a vida dos nossos filhos e dos que vivem ao nosso lado; JESUS ,levava as pessoas a fazerem o que devia se

feito... Não fazia por elas, mas nunca era indiferente... Não sejamos do tipo de amigo que concorda com tudo o que o outro faz; Isso é um jeito de ser omisso com o que é preciso mudar; Sejamos criativos, e façamos com que o outro seja melhor... Porque passou pela nossa vida. É assim que fazemos DEUS através de nós, entrar na História da Humanidade! Pe Fábio de Melo


Página 8 de 10

O Lobão

No túnel do tempo - FUNDAÇÃO DE ROTARY Nosso companheiro Alfredo nos entregou o Boletim o Lobão de nº 02 do ano em que ele assumiu como presidente 79/80. Lá encontramos esta pérola escrita pelo Governador do Distrito 454 Antônio Martins “Rotary é a experiência de homens diferentes, de diferen-tes Nações, de crenças diferentes, de culturas diversas, harmonizando-se dentro das divergências, para que o companheirismo, sem raças ou crenças, possa promover a paz mundial.” Assim defino Rotary, que começou com a sempre sublime semente das idéias, quando, em 23 de fevereiro de 1905, o solitário advogado Paul Percy Harris fundava o Rotary, coadjuvado por três amigos diferentes: Gus Loehr, engenheiro

de minas, em cujo escritório se realizou a primeira réunião, em Chicago; Hiram Shorey, alfaiate e Silvester Schiele, distribuidor de Carvão. Simbolicamente, nós hoje, somos os quatro amigos, multiplicado em 150 países, a lutar pelas mesmas idéias, idéias que devem tremular sobre nossas cabeças e dentro delas, a fim de que em nenhum ponto elas se enfraqueçam, nem o nosso ânimo se abata, para que Rotary, em alicerce em realidade, efetiva e efetivamente seja a harmonização de quase um milhão de homens diferentes, lutando pelo ideal de servir. Essa é a responsabilidade que gloriosamente assumimos e a revivemos nesta comemoração e a reanimamos a cada ano e a

cada dia de nossa vida, fazendo com que aquele sonho longínquo se transmude a cada minuto em maiores esperanças, transfor-me-se em todos os instantes de nossa vida em atos efetivos de boa vontade. Tomemos Rotary, como um santelmo, como um fanal, como um rumo e como um ideal a ser seguido, como base na implantação da Harmonização social, propugnando pela verdade; buscando a justiça; criando boa vontade e maiores amizades e lutando por beneficiar a todos. É a prova Quádrupla a nos mostrar e a nos ensinar que a sua obediência é uma verdadeira filosofia de vida, para fazê-la útil e benéfica para todos. Por isso, caros companheiros, vemos na freqüência às nossas reuniões a base do companheirismo. E por isso, companheiros, vemos no companhei-

Antônio Martins EGD Distrito 454

rismo a base do Rotary. Se, numa jornada, não tivermos mão amiga a nos apoiar; se não tivermos um coração caloroso a nos impulsionar; se não tivermos o companheiro ao nosso lado, nossas forças se abaterão e o nosso ideal se aniquilará. É por isso que hoje, transcorrido quase um século, estamos, ainda, fundando o Rotary porque já disse um poeta que crer é mais que amar. É por isso que, em crendo, estamos amando Rotary e em amando, estamos mantendo Rotary cada vez mais vivo, mantendo Rotary estamos fundando-o a cada segundo de nossa vida, porque mantê-lo é o mesmo que fundá-lo. Daí a nossa grande, a nossa incomensurável responsabilidade de mantê-lo tão puro como começou, tão grande como os seus objetivos, tão útil e tão necessário como tem existido, e tão humano como o seu fundador.

Notícias do Leste •

• •

Por onde andam os nossos companheiros Jotinha e Pimentinha? Estamos com saudades viu? Depois de um longo e tenebroso inverno, tudo volta ao normal. Sabem por que isto? Nem eu hahahaha. Mas é expressão sempre usada pelo nosso companheiro Nelson Horta. Queremos parabenizar os nossos companheiros do Rotaract que se mobilizaram em ajudar no Seminário do Desenvolvimento do Quadro Associativo do Distrito 4560. Nosso companheiro Deusdete agora está se preparando para a visita do Governa-

dor Fabiano e sua esposa Magali ao nosso clube. É agora em setembro no dia 21. Dia da Árvore. Bom momento para homenagear a primavera. Neste mês de agosto nosso Presidente Deusdete deu posse a dois novos companheiros ao nosso quadro Associativo. Sejam bem vindos, companheiros Gilberto Carlos Costa e Luiz Cláudio G. Andrade. Também desejamos as boas vindas às esposas de nossos novos companheiros. Sejam bem vindas as duas Valerias e seus filhos. Dia dos Pais é coisa para se guardar do

lado esquerdo do peito. Na ultima reunião do mês foi feita a reunião da família onde foram homenageados todos os pais do Rotary Divinópolis Leste. Na oportunidade a presidente da Comissão da Amizade deu a cada pai o distintivo do lema rotário deste ano. Valeu Lúcia! Companheiro Gilberto Carlos leu um lindo texto e fez com que todos refletissem um pouco sobre os momentos dos mais velhos. Na oportunidade perguntamos a sua esposa Valéria se foi com a voz que ele a conquistou, e ela disse que sim!!!

Quem estava circulando com um livro recebido de sua filha Laís, todo orgulhoso e emocionado era nosso companhei-ro Fabinho. Ficamos felizes em rever várias esposas de companheiros que vieram prestigiar esta data tão importante para os rotarianos que é o dia dos Pais. Sejam sempre bem vindas Edith, Teresa, Maria Isabel, Cláudia, Janete, Valéria Andrade, Valéria Costa, Maria Lúcia, Maria Conceição, Elcy, Marilene, Sandra, Veralice e nossa futura companheira Suzana


Página 9 de 10

O Lobão

História da Fundação Rotária Existem pessoas especiais que vem a este mundo; desenvolvem e multiplicam os talentos que lhe foram confiados por Deus; e tem a fraternidade por filosofia de vida. Essas pessoas, quando partem para o “plano espiritual”, deixam um legado constituído de boas obras e realizações que inspiram e motivam outras pessoas a dar o melhor de si em prol de um mundo melhor. Arch Klumph foi uma dessas pessoas especiais. Ele nasceu em 06 de junho de 1869, em Cleverland, Ohio, E.U.A. Provindo de uma infância pobre, Arch Klumph foi um homem de ação, com grande vitalidade e grande servidor da causa do Rotary. Alcançou amplo sucesso como homem de negócios em Cleverland. Foi também um líder cívico, hábil flautista (pertenceu à Orquestra Sinfônica de Cleverland durante 14 anos) e um destacado esportista. Ingressou no Rotary Club de Cleverland, em 1911, e já no ano seguinte foi seu presidente. Ao finalizar sua gestão, propôs que o clube pudesse, nos anos seguintes, fazer muitas coisas. Como membro do Conselho Diretor do Rotary International, em 1914-15, foi presidente da comissão que elaborou o Estatuto de Rotary International e que foi, também, responsável pelo documento que deu forma aos Distritos rotários; criou o cargo de Governador; estabeleceu as Conferências Distritais anuais e deu redação apropriada ao Estatuto e Regimento Interno recomendados para Rotary Clubes, todos adotados a partir de 1915. Foi o sexto presidente de Rotary International, exercendo a presidência em 1916-17. Na Convenção de Rotary International, em Atlanta, em 1917, reapre-

sentou sua proposta que todos os Rotary Clubes pudessem, nos anos seguintes, fazer muitas coisas. Como podemos perceber, ele foi um rotariano atuante que muito contribuiu para o desenvolvimento e fortalecimento da nossa instituição. Faleceu em 03 de junho de 1951. Mas, além dessas iniciativas e realizações, o que o companheiro Arch Klumph fez de tão especial? Na Convenção Internacional de 1917, da sua gestão presidencial, realizada em Atlanta, na Geórgia, Estados Unidos, Arch Klump propôs que fosse criada uma Fundação que unisse todos os rotarianos num programa que proporcionasse a prestação de serviços grandiosos no campo da educação, em proveito da humanidade. Ele apresentou sugestões para se alcançar tal objetivo: através de intercâmbios de estudantes, de grupos de estudos, de relacionamentos construtivos e de amizades originadas das relações internacionais entre profissionais unidos pelo mesmo ideal. Ou seja: ele propôs um Fundo de Dotações “com o intuito de fazer o bem no mundo”. A proposta foi aprovada e foi criado um Fundo de Dotações, sendo a primeira doação no valor de U$26,50, feita pelo Rotary Club de Kansas City. Assim surgiu a FUNDAÇÃO ROTÁRIA. Em 1928, após o fundo ter angariado mais de US$5.000, passou a chamar-se FUNDAÇÃO ROTÁRIA e tornou-se uma entidade do Rotary International. Em 1938, a FUNDAÇÃO ROTÁRIA ficou estabelecida como uma corporação sem fins lucrativos. Quando o fundador do Rotary, Paul Harris, faleceu em 1947, contribuições começaram a ser encaminhadas ao

Por Júnio Lopes de Oliveira - 17/08/2011 Rotary International e foi criado o Fundo em Homenagem Póstuma a Paul Harris para fortalecer a Fundação. Naquele ano, o primeiro programa da Fundação — as Bolsas Educacionais — foi estabelecido. Em 1965-66, três novas iniciativas foram lançadas: Intercâmbio de Grupos de Estudos, Bolsas para Aperfeiçoamento Técnico e um tipo especial de subsídio que mais tarde viria a ser denominado Subsídios Equivalentes. Os Subsídios “Saúde, Fome e Humanidade” (3-H) foram estabelecidos em 1978, enquanto o programa Voluntários do Rotary teve início em 1980 como parte dos Subsídios 3-H. O programa Pólio Plus, por sua vez, foi lançado em 1984-85 e os Subsídios Rotary para Professores Universitários no ano seguinte. Os primeiros fóruns pela paz realizados em 1987-88 levaram ao estabelecimento dos Programas da Fundação para Estudos sobre Paz e Resolução de Conflitos. Ao longo dos anos, o apoio à Fundação cresceu vigorosamente. Desde a primeira doação de US$26,50 em 1917, a entidade recebeu contribuições que totalizaram mais de um bilhão de dólares. Somente em 200304, mais de US$70 milhões foram angariados e, até o momento, mais de um milhão de indivíduos receberam o título de Companheiro Paul Harris em reconhecimento a suas doações de US$1.000 ao Fundo Anual para Programas ou por terem tal quantia doada por outrem em seu nome. Companheiros: Através de subsídios da FUNDAÇÃO ROTÁRIA, os Rotary Clubes prestam relevantes serviços com projetos humanitários e educacionais que atendem diversas

atendem diversas comunidades, causando impacto positivo e fazendo a diferença na vida das pessoas beneficiadas. E, nós, membros do ROTARY DIVINÓPOLIS LESTE, também servimos a nossa comunidade através de projetos realizados com subsídios da FUNDAÇÃO ROTÁRIA. Quando em vida, o companheiro Arch Klumph dizia: "A finalidade da Fundação Rotária não é construir monumentos de tijolos e pedras. Se trabalharmos com mármore, este perecerá; se trabalharmos com cobre, o tempo o deteriorará; se erigirmos templos, estes cairão em ruínas. Mas se trabalharmos com mentes imortais, se as imbuirmos do verdadeiro significado do espírito do Rotary, como está expresso no nosso Objetivo, estaremos gravando, eternamente, algo que enobrecerá toda a humanidade." Portanto, Companheiros, devemos nos conscientizar que “MAIS SE BENEFICIA QUEM MELHOR SERVE”; bem como que podemos colaborar doando para o cofrinho, doando latinhas, promovendo eventos beneficentes e, na medida do possível, fazendo doações pessoais. O dinheiro que doamos hoje retornará para os nossos projetos amanhã. E lembremos sempre que, através da nossa contribuição, por menor que seja, a FUNDAÇÃO ROTÁRIA continuará “FAZENDO O BEM NO MUNDO”. Muito obrigado pela atenção de vocês!


Página 10 de 10

O Lobão

Fotos que falam do Rotary Divinópolis Leste

*Festiva dos Pais com a participação da Valéria, esposa do companheiro Luiz Cláudio bem como sua filha, nos encantando com uma homenagem. Arthur também né? * Visita do companheiro Paulo do RC de Itajubá. * Comemoração do dia dos Pais é motivo de muitas alegrias no Rotary Divinópolis Leste, onde pais e avós fizeram foto histórica, além da poze e fofura do netinho da Marilene * Posse dos companheiros Gilberto Carlos e Luiz Cláudio que estavam acompanhados de suas esposas e padrinhos.

* Momentos inesquessíveis. Homenagem é coisa muito da boa, principalmente quando vem de crianças, que leram com desenvoltura e graça. Parabéns Arthur e Paula! * Quem também encantou a todos com sua mensagem foi o companheiro Gilberto Carlos que ao iniciar sua fala disse que era um prazer enorme subir pela primeira vez à tribuna e dizer meus companheiros. Valeu Gilberto!

Lobão Agosto de 2011  

lobão, informativo do rotary divinopolis leste

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you