Page 1

30/Outubro/2009 Edição 01

TCC e vida universitária são temas de coletiva por Jomar L. Fulan Bellini A escolha da profissão, as dificuldades na faculdade, o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e a entrada para o mercado de trabalho são temas que assuntam a maioria das pessoas que possuem uma vivência universitária. Para deixar as coisas um pouco mais claras, ou pelo menos tentar, Juliana Grandini Cares, 21 anos, que cursa o 8º período do curso de Jornalismo na Universidade de Sorocaba (Uniso), participou de uma entrevista coletiva no dia 28 de Outubro. Desde abril deste ano Juliana trabalha como estagiária na TV Tem, afiliada Rede Globo na região, participando das atividades de produção, auxiliando e produzindo pautas na redação, agendando entrevistas, fazendo checagens e pesquisas no arquivo. A moça também já fez acompanhamento na rádio Jovem Pan Sorocaba e trabalhou na assessoria de imprensa da prefeitura de Votorantim, cidade onde mora. Quando saiu do ensino médio, Juliana confessa que não pesquisou sobre a profissão de jornalista. “Eu sabia o que era, como era o trabalho, das oportunidades e do leque de empregos até então. Quando entrei na faculdade vi que não era tão simples assim”. Segundo ela, o mercado de trabalho na região de Sorocaba é muito pequeno e o estudante deve estar consciente que ele também tem que tentar ir para outras cidades. Mas a boa notícia é que existe espaço pra quem é esforçado e quer trabalhar. “Acho que o mais importante é você gostar, caso o contrário você não fica. Encontramos vários obstáculos em nosso caminho, principalmente porque trabalhamos com informação, que é uma coisa muito delicada”, comenta. Além da timidez, a principal dificuldade que ela encontrou quando entrou na faculdade foi o de conseguir fazer uma pauta profissional, pois o estudante ainda não tem uma experiência e nem um conhecimento considerável de técnicas a respeito. “Mas depois que você aprende aonde ir buscar as fontes, e onde ir

pesquisar as informações as coisas ficam mais fáceis”. Até o momento em que você se deparar com a sua Monografia e, posteriormente, o seu TCC. O TCC de Juliana é em assessoria de imprensa, sobre a comunicação interna da NeoBor, empresa que atua na área de artefatos de borracha. Mas a decisão não foi tão simples assim. A primeira opção era fazer um trabalho com o tema “Jornalistas Mortos”, mas por recomendação de professores e devido à indecisão do grupo quanto ao veículo em que o tema seria aplicado, eles acharam melhor escolher a assessoria, uma área que está em crescimento. Mas não existem muitos livros de jornalismo com esse tema, a maioria é voltada para relações públicas. “O jornalista não está acostumado com a comunicação interna, que até então significava trabalhar com RH, e não é isso, é você elaborar um plano de comunicação, como você vai trabalhar, como que funciona a comunicação com os funcionários. Até as famílias deles estão envolvidas neste processo.” O grupo de Juliana fez três produtos para a empresa NeoBor: um vídeo para os novos funcionários, um boletim interno, e um trabalho com mídias alternativas. O terceiro produto surgiu da necessidade de uma comunicação rápida e que fosse realmente efetiva com os funcionários, sem que se perdesse em um mural bagunçado. A solução encontrada foi apostar na mídia indoor, afixando folhas a4 coloridas na porta do banheiro ou perto de bebedouros, por exemplo, com textos curtos e diretos. “Os informativos deram certo, até agora todo mundo gostou. Alguns queriam levar pra casa, roubaram algumas edições (risos)”. Para os universitários que ainda passarão pelo TCC, ela comenta a necessidade de se conversar com os professores, pois ele já sabem de temas que não deram certo, de tentativas que não funcionaram na construção do TCC. Ela também indica que os estudantes

“Leia muito e de tudo. Se você não souber o que acontece na sua cidade, como você vai entender o que acontece no mundo?” de jornalismo leiam muito e se informem sobre tudo, principalmente dos acontecimentos da sua cidade. “Como você vai conseguir entender o mundo se você não sabe o que acontece na sua cidade?”, questiona. Os alunos também devem conhecer programas básicos para a comunicação como o Page Maker, Photoshop e Corel Draw que frequentemente são usados em trabalhos dentro e fora da universidade. Professor e Alunos Os alunos do 2º semestre que participaram da coletiva entrevistando Juliana gostaram da desenvoltura da estudante. “A coletiva foi bem proveitosa, principalmente por ser alguém que ainda está na faculdade - ou seja, bem ou mal, estamos quase que no mesmo barco. Ver alguém já no mercado de trabalho sem ter concluído o curso mostra que há emprego pra quem está interessado e serve como incentivo”, comenta Eric Mantuan. José Raul Araújo, professor que escolheu a entrevistada, justifica a escolha devido a proximidade que Juliana tem com os alunos justamente por ser uma estudante e não uma profissional com anos de experiência de mercado. “Só depende de cada um de vocês. Da mesma forma que ela conseguiu, todos vocês podem conseguir”, finaliza.

jb news 1  

texto para a aula de tecnicas de reportagem e entrevista

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you