Issuu on Google+

Ilustração: Vivian del Rio

Apresentação “Ler para recolher informação” pretende que os alunos explorem textos informativos: enciclopédias, biografias, obras de história, outras obras de referência existentes (ou não) na BE.

Descrição Em contexto de sala de aula ou na BE, os alunos aprendem a sintetizar, a sistematizar e a organizar a informação, a partir de textos informativos. Com a informação obtida respondem a questionários, preenchem fichas de identificação, elaboram cartazes, resolvem exercícios variados ou elaboram trabalhos de investigação (utilizam para este efeito os guiões BIG6 disponibilizados pela BE, no projeto de Literacia). Objetivos  Gerais  Promover a exploração de textos informativos;  Desenvolver métodos e técnicas de estudo. (1º ciclo).  Divulgar e disponibilizar os recursos da BE 

Específicos  Potenciar o contacto e a manipulação de obras / textos informativos;  Desenvolver competências de síntese, de sistematização e organização da informação (1ºciclo);  Otimizar e rentabilizar as obras de referência da BE.


Fundamentação A sociedade do Conhecimentos exige de todos uma atuação estratégica face à informação e ao conhecimento. Neste contexto, a leitura para recolha de informação é uma das modalidades de leitura mais úteis, ao longo de toda a escolaridade e também de toda a vida, que a escola deve procurar desenvolver nos alunos. O ensino e aprendizagem deste tipo de leitura e o desenvolvimento de competências neste domínio implicam trabalhar o recurso a diversas estratégias, tais como, sublinhar informação relevante e a tomada de notas. Sublinhar informação relevante consiste em destacar as partes mais importantes do texto, para depois reduzir a informação retida e ser mais fácil recuperar o sentido de todo o texto. Por sua vez, a tomada de notas é uma estratégia complexa através do qual um indivíduo apreende a informação essencial contida no texto e a regista de uma forma abreviada, como por exemplo, notas lineares, anotações na margem do texto, esquemas, resumos, notas baseadas em palavras-chave. As diferentes modalidades de tomadas de notas evidenciam diferenças ao nível da síntese da informação e da organização dos dados recolhidos sendo, portanto, necessário variar o formato do trabalho a efetuar. Enquadramento no PEE A falta de hábitos e métodos de estudo nos alunos é uma das problemáticas diagnosticadas no Agrupamento de Escolas Aver-o-Mar, retratado no PEE. Ora este (sub) projeto “Ler para recolher informação” pretende colmatar esta dificuldade e, consequentemente, contribuir para a concretização do seguinte objetivo estratégico: “Aumentar os níveis de sucesso educativo”.

Orientações metodológicas  Introdução dos temas a tratar Antes de se proceder à leitura de textos informativos, é pertinente que o professor verifique os conhecimentos que os seus alunos detêm sobre o assunto que irão tratar (dialogando, apresentando algumas ideias-chave, introduzindo vocabulário novo, relacionando o assunto com conhecimento que possuem…); desta forma, os alunos formam uma ideia geral sobre a temática, a partir da qual poderão formular questões e sentir necessidade da informação.  Escolha das obras / textos Para que os alunos não se sintam bloqueados será útil ter em conta alguns critérios de seleção dos textos / obras a trabalhar. 1º ciclo: o Textos não muito extensos, com assuntos, pelo menos parcialmente, conhecidos; o Informação simples e clara; o Ilustrações que sejam adequadas aos assuntos e que os reforcem; Pré-escolar


o o

Obras que apresentem de forma atraente e acessível os diferentes temas a introduzir na sala de aula; Revistas, fotos e ilustrações que sejam atraentes e adequadas aos textos e que os complementem.

 Durante o processo É pertinente que o docente incentive os alunos a prestar atenção ao sumário, índice, título, número de páginas do livro, da enciclopédia, e que converse sobre a organização da informação relevando a respetiva utilidade na procura de informação.

Atividades de operacionalização (sugestões) 1º ciclo:  Ler um texto informativo e pedir que os alunos, em trabalho de pares, encontrem uma expressão ou palavra-chave para cada um dos parágrafos; apresentação e discussão conjunta das expressões ou palavras-chave.  Colocar, no quadro, um esquema sobre o conteúdo do texto com tópicos deliberadamente deixados em branco. Ler o texto em voz alta e solicitar que os alunos, após leitura silenciosa e em trabalho de pares, completem o esquema.  Apresentar um conjunto de palavras-chave sobre o texto, de cores diferentes; solicitar aos alunos, em trabalho de pares, que sublinhem no texto e de acordo com a cor da palavra-chave, as expressões relacionadas com a respetiva palavra-chave.  Propor aos alunos, em trabalho de pares, que um assuma o papel de leitor (por parágrafos), o outro ouve e oralmente resume a informação; depois trocam os papéis; em conjunto escrevem o resumo.  Propor aos alunos, em trabalho de pares, que, por cada parágrafo lido, coloquem uma ou duas questões cuja solução esteja nesse parágrafo.  Ler em voz alta parte do livro, fazer uma pausa para perguntas e respostas orais, eventualmente registar, e continuar a leitura por aí adiante;  Colocar uma série de questões sobre a obra / texto; para a resolução do questionário e para cada questão identificar a página a consultar, porventura, o parágrafo (no caso do texto ou dos alunos que apresentam maiores dificuldades). Pré-escolar:  Ler alguns textos (científicos ou artísticos), convidando as crianças a observarem as páginas ilustradas, dando explicações, suscitando o diálogo e disponibilizando depois a obra para que em grupo ou individualmente possam explorar os pormenores;  Ler em voz alta parte do livro, fazer uma pausa para perguntas e respostas orais, eventualmente registar, e continuar a leitura por aí adiante;  Ler em voz alta parte da obra e colocar questões de forma a solicitar o reconto / resumo; construir cartazes que retratem a informação obtida;  Colocar no quadro um esquema de imagens sobre o conteúdo do texto, deixando em branco um ou outro tópico e solicitar aos alunos que descubram o tópico em falta.  Registar cada nova informação apontada pelas crianças, ressaltando o propósito e variando o formato dos registos, tais como, anotações, tabelas, listas, fichas técnicas, pequenos textos, para que todos percebam as diversas maneiras de organizar os dados encontrados;


 No final, recuperar a informação, relendo as notas feitas, voltar às perguntas iniciais que deram origem à pesquisa, falando-se do que fez, do que se viu, do que se aprendeu, para que se sistematize e se percecione a globalidade do trabalho realizado.

Tipo de registo da informação a propor aos alunos (sugestões)  Completamento de frases, com palavras ou expressões para reconstruir a informação do texto;  Resposta a perguntas feitas pelo professor ou apresentadas em fichas;  Ordenamento dos tópicos que resumam o assunto, dados pelo professor;  Elaboração de resumos (com o apoio do professor);  Elaboração de relatórios escritos (ver Guiões BIG 6)

Avaliação Registos do trabalho efetuado; reflexão sobre esses registos.

Bibliografia consultada: Ministério da Educação. 2006. Orientações para actividades de Leitura; Programa – Está na hora da Leitura – 1º ciclo. Lisboa: Ministério da Educação. Ministério da Educação. 2006. Orientações para actividades de Leitura; Programa – Está na hora dos Livros – Jardim de Infância. Lisboa: Ministério da Educação.


Exemplo de uma atividade - LEITURA DE TEXTOS INFORMATIVOS NO PRÉ-ESCOLAR E 1º ANO – POSSÍVEIS TEMAS: ANIMAIS QUE VIVEM NO MAR; ANIMAIS QUE VIVEM DEBAIXO DA TERRA; O PLANETA TERRA… ROTEIRO DA ATIVIDADE Objetivos:  Escutar a leitura de textos informativos feita pelo professor;  Desenvolver competências de leitura e de escrita na descoberta de informação. Conteúdos  Textos informativos: ler para saber mais;  Fontes de informação: exploração.  Procedimentos de pesquisa: exploração. Material necessário:  Obras de referência (enciclopédias, obras específicas)  Revistas  Fotos, ilustrações  Jornais  Documentários (DVD, vídeos) Percurso O Professor seleciona o material necessário tendo em atenção que o tema seja interessante para os alunos (por exemplo: animais que vivem no oceano); organiza um acervo variado com revistas, ilustrações, imagens… Faz uma breve leitura de parte de um texto ou apresenta um documentário (por exemplo um vídeo sobre animais que vivam no oceano); estabelece uma conversação dialogada com os alunos sobre os assuntos abordados e solicita que estes coloquem dúvidas e questões. Divide um cartaz em duas partes, numa parte escreve “O que queremos saber”, na outra parte, “O que aprendemos”. Regista os comentários dos alunos, as questões levantadas e que não foram respondidas… Introduz um novo texto (ou parte de um texto) ou outra obra; atua como um leitor – modelo: mostra o índice, como faz uso dele, mostra onde está o título e faz a leitura do novo material. Regista num outro cartaz as descobertas realizadas (não esquecer de variar o formato dos registos: lista, esquema, notas…); Apresenta um novo texto, mas desta vez, começa pela leitura do título e solicita à turma que antecipe o conteúdo; começa a leitura, faz pausas, colocando questões, solicitando respostas e justificações; caso apareçam palavras novas, estimula a descoberta pelo contexto; após a leitura, estimula comentários e hipóteses, regista as descobertas; Coloca à disposição variados materiais em cima das mesas, por exemplo, livros com fotos, curiosidades, fichas técnicas com imagens… Orienta a busca de informação com base nas imagens e ilustrações; estimula a manipulação do material, dando pistas de como encontrar dados, ajudando a marcar as páginas selecionadas. No final, retoma a conversação coletiva permitindo que todos falem das descobertas; Confronta as questões levantadas inicialmente com as descobertas efetuadas; Retoma os cartazes e leva os alunos a refletir: que dúvidas ficaram esclarecidas, o que é preciso continuar a investigar… Avaliação O professor verifica se os alunos demonstraram interesse no processo de pesquisa, se avançaram relativamente às hipóteses iniciais, se levantaram novas questões. A finalidade da atividade, como já referido, é desenvolver o gosto por ler para saber mais, contactar com textos informativos e compreender que podem aprender muito com estes textos.


leitura informativa