Page 1

REVISTAMUNICIPAL

56

GRALHEIRA - ALDEIA DO PAI NATAL

FOI UM SUCESSO

Aprovados documentos previsionais

para 2014

assembleia municipal aprova

isenção de taxas

Alunos recebem

LEMBRANÇAS DE NATAL VALE DE PAPAS

OUT|NOV|DEZ|2013

ALDEIA DO COLMO

CÂMARA MUNICIPAL DE CINFÃES - REVISTA N.º56 - DISTRIBUIÇÃO GRATUITA - WWW.CM-CINFAES.PT


ÍNDICE 06

03 NOTA DE ABERTURA

04 DESTAQUE

19 MAIS MUNICÍPIO

MAIS EDUCAÇÃO

10 MAIS DESENVOLVIMENTO

23 MAIS CULTURA

15 MAIS SOLIDARIEDADE

04

15

10

3

21

REVISTA MUNICIPAL | OUT|NOV|DEZ| 13


nota de abetura

27

30 MAIS TURISMO

28

ACONTECEU

30 MAIS FREGUESIAS

32

DELIBERAÇÕES A.M. CONTACTOS ÚTEIS

22

24

Caros (as) Cinfanenses, Passaram cerca de três meses após a tomada de posse como vosso presidente de Câmara, fruto do voto de confiança que depositastes em mim e na minha equipa nas eleições autárquicas realizadas em setembro. Antes de mais reafirmo a gratidão aos Cinfanenses por esse voto de confiança. Reafirmo também a convicção e a vontade de ser fiel aos compromissos assumidos – um presidente e uma equipa aberta, disponível e de proximidade. Uma política com as pessoas e para as pessoas. Para isso conto com todos. Juntos trabalharemos para o desenvolvimento da nossa terra e para o bem-estar das nossas gentes. Acredito que todos, de mãos dadas e braços abertos, faremos um Concelho forte, desenvolvido, em que cada um de nós terá orgulho de se dizer Cinfanense. É esse o meu propósito. É essa a minha vontade. E é esse o desafio que lanço a todos os Cinfanenses – juntos lutaremos pelo futuro! Por Cinfães, Por Todos! Um abraço amigo,

Armando Mourisco

Presidente da Câmara

OUT|NOV|DEZ 13 |REVISTA MUNICIPAL

4


DESTAQUE

A oferta foi diversificada e até a neve verdadeira caiu para dar um brilho especial àquela aldeia.

Gralheira - Aldeia do Pai Natal

FOI UM SUCESSO A

Gralheira transformou-se na Aldeia do Pai Natal. “Venha viver a magia do Natal na serra” foi o desafio lançado pelo Município nos dias 21, 22, 28 e 29 de dezembro. Uma aposta ganha considerando os milhares de visitantes que passaram pela princesa da serra nesses fins-de-semana. O evento mágico e festivo promovido pela Câmara Municipal fez as delícias dos mais novos tendo-se revelado numa proposta de excelência para as famílias que quiseram assinalar de maneira especial a quadra natalícia. A oferta foi diversificada e até neve verdadeira caiu para dar um brilho especial àquela aldeia que durante dois finsde-semana se transformou num universo de magia onde não faltaram as renas, os duendes e, claro, o Pai Natal. Destaque também para as peças de teatro, a para-

5

REVISTA MUNICIPAL | OUT|NOV|DEZ 13

da do Pai Natal, uma fábrica de chocolate e outra de doces, muita animação de rua, ainda o artesanato, insufláveis, provas BTT, desportos radicais e bailes na eira à moda antiga. O sucesso desta iniciativa só foi possível graças à junção de esforços e ao empenho de várias entidades realçandose o trabalho desenvolvido pela população da Gralheira que abraçou este projeto, dinamizado pelos professores das Atividades de Enriquecimento Curricular, como sendo seu. A salientar a colaboração e contributo essenciais da Orquestra da Escola Secundária; da Orquestra de Quinhão, Tendais, do Grupo Etnográfico da Gralheira; do Grupo de Trompetes da Academia d’Artes de Cinfães; do Grupo Infanto-Juvenil da Gralheira; do Grupo Pérola do Campo de Santiago de Piães e do Grupo Infantil Santiaguinhos que

asseguraram a animação do programa ao longo dos 4 dias do evento. De sublinhar também a participação do Grupo Folclórico de Nespereira; da Associação Recreativa, Cultural e Desportiva da Gralheira; da Escola Profissional de Cinfães; dos Bombeiros Voluntários de Cinfães; das Serranitas da Gralheira; dos Rangers de Lamego; dos Kunalama ADPortela Rota do Românico BTT; do Grupo TT de Escamarão; da empresa Avianense e das Juntas de Freguesia de Tendais, Nespereira, Santiago de Piães, São Cristóvão de Nogueira e a União de Freguesias de Alhões, Bustelo, Gralheira e Ramires. As Escolas do 1.º CEB e Ensino Pré-escolar dos Agrupamentos de Souselo e General Serpa Pinto também colaboraram nesta iniciativa, assim como as Instituições Particulares de Solidariedade Social do Concelho que ajudaram na


DESTAQUE

Uma aposta ganha considerando os milhares de visitantes que passaram pela princesa da serra nesses fins-desemana

O evento mágico e festivo promovido pela Câmara Municipal fez as delícias dos mais novos tendo-se revelado numa proposta de excelência para as famílias que quiseram assinalar de maneira especial a quadra natalícia.

no certame enriquecendo-o, contribuindo dessa maneira para a promoção e divulgação do artesanato concelhio. O Município deixa a garantia que este é um evento que terá continuidade e que será alargado no próximo ano a mais dias de certame e reforçado numa parceria com a Entidade Regional de Turismo Porto e Norte de Portugal.

decoração das casas e das ruas da Gralheira, a par da Biblioteca Municipal através das Oficinas de Natal. Uma palavra também especial a todos os artesãos e comerciantes que marcaram presença

OUT|NOV|DEZ 13 |REVISTA MUNICIPAL

6


7

PARA O CONCELHO

REVISTA MUNICIPAL | OUT|NOV|DEZ 13

propósito de uma Câmara aberta, de um presidente e de uma equipa de braços abertos e de uma política de todos e para todos

T

ARMANDO MOURISCO PROMETE LIDERANÇA DE PROXIMIDADE E VOZ FORTE

MAIS MUNICÍPIO

omaram posse a 24 de outubro os autarcas eleitos para os órgãos do Município de Cinfães, Câmara Municipal e Assembleia Municipal, em resultado do ato eleitoral decorrido no passado dia 29 de setembro que renovou por mais quatro anos o mandato do PS, desta feita através de Armando da Silva Mourisco, o novo presidente da Câmara Municipal. Foram empossados um total de sete vereadores e 35 deputados municipais, que ao longo dos próximos quatro anos irão desempenhar a função de representar politicamente os cinfanenses. Conferiu a posse o presidente da assembleia cessante, Mário Luís Correia da Silva, reconduzido no cargo após votação para a eleição da nova mesa deste órgão deliberativo, que decorreu depois da cerimónia de tomada de posse, no âmbito da primeira sessão da Assembleia Municipal deste mandato. A lista única a votação integrava além do nome de Mário Luís Correia da Silva, os nomes de Armando Pinto Campos e Adozinda de Jesus Pereira que foram eleitos para os cargos de secretários da Assembleia Municipal. Prioridades políticas para o novo mandato No seu discurso, Armando Mourisco agradeceu ao povo de Cinfães a confiança depositada nele e na sua equipa, reafirmando a vontade de “mobilizar as energias de todos os cinfanenses para vencer os desafios” e o “propósito de uma Câmara

Foram empossados um total de sete vereadores e 35 deputados municipais

aberta, de um presidente e de uma equipa de braços abertos e de uma política de todos e para todos”. Perante um salão nobre que se tornou exíguo para as centenas de pessoas que quiseram assistir à tomada de posse dos novos órgãos municipais, o novo presidente da Câmara Municipal assumiu como prioritárias várias medidas políticas que tinham sido apresentadas aos cinfanenses durante a campanha eleitoral: - Dar um impulso à economia local e combater o desemprego através da captação de investimentos, dinamização da indústria, do comércio e serviços, e da agricultura; - Apoiar as crianças e jovens elegendo a educação como prioridade mantendo os transportes e manuais escolares gratuitos, bem como a atribuição de bolsas escolares; ainda a atribuição do kit bebé como forma de incentivo à natalidade e fixação da população; e criação de um pack de incentivo à fixação de jovens e ao seu ingresso no mercado de trabalho; - Reforçar a Ação Social através da criação de um Centro de Emergência Social e do Fundo de Emergência Social. - Valorizar o património cultural e artístico, paisagístico, arquitetónico e gastronómico, procurando no turismo uma forma sustentável de crescimento económico; - Dar atenção à diversidade associativa do Concelho;


MAIS MUNICÍPIO

Novo executivo aprova distribuição de pelouros e funções

D O presidente de Câmara, Armando Mourisco é o responsável pelos pelouros do Desenvolvimento Social, Solidariedade e Família, Relações Públicas, Planeamento e Obras Públicas, Proteção Civil, Emprego e Empreendedorismo e Recursos Humanos. Serafim Rodrigues, nomeado vice-presidente do Município, vai ter a seu cargo as áreas do Turismo, Cultura, Urbanismo, Ordenamento do Território e Ambiente. A vereadora Graça Reis terá competências nas áreas da Educação e Qualificação Profissional, Relação com o Ensino Superior e Saúde. Finalmente, o vereador Pedro Semblano tutela as áreas da Economia e Finanças, Investimentos e Apoios Comunitários, Desporto e Lazer e Juventude. O executivo fica completo com os vereadores Avelino Evaristo Cardoso, Maria João Tavares e Sérgio Sales da coligação PSD/CDS.

istribuição dos pelouros e funções do novo executivo da Câmara Municipal de Cinfães foi aprovada durante a primeira reunião de câmara do mandato 2013-17, que decorreu nos Paços do Concelho.

Armando Mourisco

Serafim Rodrigues

Presidente da Câmara apoio.presidente@cm-cinfaes.pt

Vice-Presidente da Câmara serafim.rodrigues@cm-cinfaes.pt

Graça Reis

Pedro Semblano

Vereadora graca.mouta@cm-cinfaes.pt

Avelino Cardoso

Vereador avelinoevaristo@cm-cinfaes.pt

Vereador pedro.semblano@cm-cinfaes.pt

Mª João Tavares

Vereadora maria.joao@cm-cinfaes.pt

Sérgio Sales

Vereador sergio.sales@cm-cinfaes.pt

As reuniões ordinárias do Executivo efetuam-se quinzenalmente nas primeiras e terceiras, quintas-feiras de cada mês, com início às 14:30 horas. Na última reunião do mês será efetuado o atendimento do público.

OUT|NOV|DEZ 13 |REVISTA MUNICIPAL

8


MAIS MUNICÍPIO Funções sociais no topo das prioridades s órgãos do Município de Cinfães aprovaram os documentos previsionais para 2014 abrindo um novo ciclo de apoio ao investimento no concelho, sem esquecer o combate à pobreza e exclusão social. A Assembleia Municipal aprovou, no dia 30 de dezembro, por maioria com seis abstenções, as propostas de orçamento e as grandes opções do plano, depois de a Câmara Municipal ter aprovado os documentos no dia 19 de dezembro. O Presidente da Câmara Municipal, Armando Mourisco, explicou que “este é um orçamento para as pessoas, sem esquecer o “piscar de olhos” ao próximo Quadro Comunitário de Apoio e a revitalização da economia local, aprovando um pacote de medidas para a atração de investimento e fomento do emprego”. O autarca frisou ainda que “não será fácil executar este plano, mas em conjunto com a população, em parceria com as nossas instituições e captando parcerias externas, poderemos lançar as sementes para o desenvolvimento económico e social do nosso território”. Na globalidade, o Orçamento Municipal fica acima dos 21 milhões, inferior ao do ano anterior e em linha com a expectativa de receita. As “grandes opções do plano” registam um valor acima dos 15,5 milhões (73% do orçamento) o que significa uma intervenção ativa nas necessidades do território. Desses, cerca de 61% são para as funções sociais, sendo que houve um reforço de perto de 6% nas funções económicas que totalizam agora perto de 25%. O investimento municipal ultrapassa os 8 milhões, com o ordenamento do território, a intervenção nas vias municipais, a requalificação e manutenção de edifícios públicos a assumirem a maior fatia. Os documentos previsionais aprovados contemplam o lançamento de diversos programas, dos quais se destacam o Fundo Social de Emergência; Programa Apoiar e Integrar (PAI); Programa Nascer em Cinfães; Fomento e Apoio ao Investimento Agrícola (FAIA); Programa de Incentivo Animal (PIA); Jovem Ativo-Programa Municipal de Estágios; e o Programa de Apoio à Economia e

O

Aprovados documentos previsionais

para 2014 Emprego (PAEE), a juntar à entrada em funcionamento dos gabinetes de apoio ao investidor, às associações, ao agricultor e às freguesias, marcarão uma viragem económica e social no concelho, rumo ao desenvolvimento sustentável.

9

REVISTA MUNICIPAL | OUT|NOV|DEZ 13


MAIS MUNICÍPIO

Câmara apoia atividade das coletividadeS

A

Câmara Municipal entregou, recentemente, mais de 145 mil euros às instituições do concelho, concretamente ao Centro Social e Bem Estar de Oliveira do Douro; às bandas filarmónicas; grupos folclóricos; clubes federados e clubes de caça e pesca. A verba, que diz respeito aos subsídios de 2013 e época desportiva 2013/2014, foi entregue no salão nobre dos Paços do Concelho pelo edil cinfanense acompanhado dos vereadores da Cultura e do Desporto. Tendo em conta a atual conjuntura e de acordo com os compromissos assumidos por este executivo, o presidente propôs atribuição destes subsídios às coletividades para que possam dar continuidade aos seus propósitos em benefício da população cinfanense. “Numa atuação de proximidade e tendo em conta diversas reuniões, visitas e propostas, a atribuição destes apoios é uma forma de dar liquidez às instituições do concelho”, justifica o autarca Armando Mourisco, reforçando que “as pessoas primeiro, sempre as pessoas”.

cinfanenses

Autarquia aprovou moção Contra Encerramento do Serviço de Finanças

N

o seguimento dos recentes desenvolvimentos sobre o PREMAC (Plano de Redução e Melhoria da Administração Central), que prevê encerrar os serviços de finanças, com especial predominância no interior, como é o caso do concelho de Cinfães, o executivo aprovou, por unanimidade, em reunião ordinária de câmara, uma moção contra o encerramento do Serviço de Finanças de Cinfães. Na opinião do Presidente da Câmara, Armando Mourisco, “o encerramento de serviços de finanças no concelho trará consequências irreparáveis à vida da população do nosso concelho e à economia local”, acrescentando que “a maioria das pessoas recorrem ao balcão do serviço

a maioria das pessoas recorrem ao balcão do serviço local de finanças para cumprir as suas obrigações fiscais, o que se comprova pelo facto de este serviço ser o quarto maior a cobrar impostos no distrito de Viseu

local de finanças para cumprir as suas obrigações fiscais, o que se comprova pelo facto de este serviço ser o quarto maior a cobrar impostos no distrito de Viseu”. O autarca adianta que “nunca foram debatidos com o município, enquanto representante dos cidadãos e enquanto entidade que presta serviço público de proximidade, os critérios e argumentos subjacentes ao encerramento do serviço de finanças”. Armando Mourisco recusa-se a aceitar o fecho dos serviços públicos no concelho e deixa a garantia de que tudo fará para o impedir: “o encerramento de serviços públicos, a redução contínua do investimento neste concelho, que já é o segundo a nível nacional com a maior taxa de desemprego, irá agravar o fosso que nos separa dos concelhos do litoral, contribuindo decisivamente para a sua desertificação e comprometendo os princípios da coesão nacional e territorial”, remata. Também a Assembleia Municipal aprovou, por unanimidade, uma moção de repúdio pela manifestada intenção de encerramento da repartição de finanças de Cinfães, documento apresentado pelo Grupo Parlamentar do Partido Socialista. Os deputados municipais argumentaram com o facto de Cinfães apresentar alta taxas de envelhecimento e de analfabetismo; ter uma rede de estradas sinuosa, a par da ausência de ligações viárias rápidas aos centros urbanos e de uma rede de transportes públicos deficitária; registar uma elevada taxa de desemprego; ter um deficiente funcionamento das redes de telecomunicações móveis com extensas zonas sem cobertura e não possuir rede de fibra ótica. Razões que levam os elementos da Assembleia Municipal a repudiarem e a manifestarem a sua total e determinada oposição a esta medida do Poder Central. As moções aprovadas foram remetidas à Assembleia da República, aos Grupos Parlamentares da Assembleia da República, ao Primeiro-ministro, à Direção Geral de Finanças, à Direção Distrital de Finanças de Viseu, ao Serviço de Finanças de Cinfães, e aos Órgãos do Governo com tutela.

OUT|NOV|DEZ 13 |REVISTA MUNICIPAL

10


MAIS DESENVOLVIMENTO

Autarquia paga meio ano de salários a

novas empresas

Centro Empresarial de Cinfães

Um milhão de euros é a verba que o município de Cinfães dispõe para apoio ao investimento, emprego e empreendedorismo e para apoiar as empresas que se instalem em Cinfães, concelho que regista o dobro do desemprego nacional.

11

REVISTA MUNICIPAL | OUT|NOV|DEZ 13

O município prevê ainda a concessão de outros apoios, concretamente isenções de taxas municipais nas obras de urbanização e edificação; benefícios fiscais nos impostos a cuja receita o município tenha direito e agilização da apreciação dos processos de licenciamento...

A

medida insere-se no programa de apoio à economia e emprego e engloba um conjunto de benefícios para as empresas que se queiram fixar no concelho. A autarquia compromete-se a pagar seis meses de salário mínimo aos funcionários das empresas que se instalem no concelho desde que sejam contratados por três anos. Para contratos de trabalho por tempo indeterminado este apoio é majorado em 2 meses, ou seja, o município paga 8 meses. Cedência de terrenos em áreas adaptadas ao investimento em causa, bonificação do preço de cedência de terrenos e realização de algumas obras de infraestruturas são outras das medidas concretas de apoio e de incentivo à atividade empresarial previstas neste programa. O município prevê ainda a concessão de outros apoios, concretamente isenções de taxas municipais nas obras de urbanização e edificação; benefícios fiscais nos impostos a cuja receita o município tenha direito e agilização da apreciação dos processos de licenciamento, com a disponibilização, por parte da Câmara Municipal de um gabinete de apoio à instalação de novos investimentos.

CENTRO EMPRESARIAL COM LOTES MAIS BARATOS A Câmara vai baixar o custo do metro quadrado dos lotes do centro empresarial e tecnológico de Cinfães. Até aqui o custo por metro quadrado variava entre os 2.49€, no caso de indústrias que garantissem 20 postos de trabalho diretos e permanentes e os 15€ no caso da criação de menos de 5 postos de trabalho, custo que será reduzido para 1€ no caso de investimentos que criem 9 ou mais postos de trabalho; 2€ para investimentos que criem de 4 a 8 postos de trabalho e até 3 postos de trabalho o preço será de 3€ / metro quadrado.


MAIS DESENVOLVIMENTO

Assembleia Municipal aprova

ISENÇÃO DE TAXAS

todo o investimento que seja relevante para o desenvolvimento sustentado, que contribua para o fortalecimento da economia local ou para a diversificação do tecido empresarial, assim como, a premência da criação de novos postos de trabalho, assentes na qualificação, na inovação e na tecnologia

A

Assembleia Municipal de Cinfães aprovou, por unanimidade, no dia 30 de dezembro a isenção do pagamento de taxas ou outras despesas municipais no caso de projetos de empreendimentos de iniciativas empresariais de carácter industrial, comercial, turística, agrícola e serviços ou outros igualmente de relevante interesse municipal. O presidente da Câmara Municipal, autor da proposta, justificou a medida com a necessidade de incentivar o investimento empresarial no Concelho, nomeadamente “todo o investimento que seja relevante para o desenvolvimento sustentado, que contribua para o fortalecimento da economia local ou para a diversificação do tecido empresarial, assim como, a premência da criação de novos postos de trabalho, assentes na qualificação, na inovação e na tecnologia”. O edil Armando Mourisco alertou para os dados do desemprego no concelho, referindo que “o município regista uma crescente e elevada taxa de desemprego, fruto da crise

económica que o nosso país atravessa e da existência, no município, de um pequeno e fragilizado tecido empresarial. É notória a insustentabilidade financeira que muitas famílias deste concelho atravessam, levando muitas delas a emigrar, como único recurso”, sublinhou. O autarca rematou afirmando que “o intento das autarquias locais é a melhoria das condições de vida e o suprimento das carências das respetivas populações locais, com um enfoque muito singular para os estratos populacionais mais carenciados e ou mais dependentes”. Assim, nos termos do nº 1 do art.º 26 do Regulamento de Liquidação e Cobrança de Taxas Municipais, os projetos de empreendimentos de iniciativas empresariais de carácter industrial, comercial, turística, agrícola e serviços ou outros, passam a estar isentos do pagamento das respetivas taxas ou outras despesas municipais, desde que, apreciado caso a caso e o projeto seja considerado de relevante interesse municipal.

Aprovado por unanimidade, no dia 30 de dezembro a isenção do pagamento de taxas ou outras despesas municipais

OUT|NOV|DEZ 13 |REVISTA MUNICIPAL

12


MAIS DESENVOLVIMENTO

Município financia estágios a jovens do concelho

Jovem Ativo A

crescente taxa de desemprego é uma das grandes preocupações da Câmara Municipal. Cumprindo mais um dos seus compromissos eleitorais, o autarca Armando Mourisco vai implementar no concelho o programa municipal de estágios “Jovem Ativo”. O objetivo é integrar jovens até aos 30 anos no mercado de trabalho e combater o desemprego jovem em Cinfães que ronda os 35%.

“Queremos fixar população jovem. Por isso, vamos avançar com o programa municipal de estágios até 30 anos. Como as empresas estão descapitalizadas e não aceitam estágios porque têm comparticipação, a autarquia assume essa comparticipação e paga a segurança social”, explica o presidente do Município, sublinhando que para esta medida estão reservados 400 mil euros. A autarquia vai suportar na totalidade a comparticipação suportada pelas empresas que aceitarem contratar estagiários por um ano, ou seja os 20% que não são comparticipados pelo instituto de Formação

13

REVISTA MUNICIPAL | OUT|NOV|DEZ 13

Profissional, além da Segurança Social. O Programa destina-se a cidadãos residentes no Município de Cinfães há mais de um ano e que reúnam os requisitos previstos no regulamento de estágios emprego do IEFP. Os estágios poderão decorrer nas autarquias locais do Concelho de Cinfães ou em pessoas singulares ou coletivas de direito privado com ou sem fins lucrativos, com sede, sucursal ou representação no Município de Cinfães ou em outros municípios, com as quais a Câmara Municipal de Cinfães venha a celebrar protocolo de cooperação para esse efeito.


MAIS DESENVOLVIMENTO

Câmara lança programa de apoio à natalidade

A

Câmara Municipal aprovou o programa “Nascer em Cinfães”. As crianças que nascerem no concelho vão receber um subsídio de mil euros, para além de poderem obter gratuitamente a vacinação contra a meningite. “Esta medida visa incentivar a natalidade num concelho que em 10 anos perdeu cerca de 2 mil habitantes, 900 dos quais jovens. Assim, toda a criança que nasça em Cinfães recebe um subsídio de mil euros”, adiantou o presidente do Município. O subsídio será pago em duas modalidades, sendo a primeira uma prestação única em dinheiro no valor de 250 euros e os

restantes 750 euros a título de reembolso de despesas efetuadas durante o primeiro ano de vida da criança. “Serão pagas as compras de bens ou serviços indispensáveis ao bem-estar do bebé até 750 euros, desde que sejam efetuados no concelho de Cinfães, uma maneira de simultaneamente ajudar a economia local”, explicou o autarca Armando Mourisco. Para além do subsídio de mil euros, a Câmara de Cinfães assegura ainda o pagamento da vacina Prevenar, que visa prevenir a meningite. “Vamos pagar as quatro doses necessárias para a vacinação das crianças

contra a meningite. Para tal, basta que sejam prescritas pelo médico de família na altura em que devem ser administradas”, esclareceu. Este programa aplica-se às crianças nascidas a partir do dia 1 de janeiro de 2014. A candidatura para atribuição deste apoio deverá ser efetuada no Gabinete de Desenvolvimento Local, Solidariedade e Família da Câmara Municipal e poderá ser apresentada até 90 dias úteis contados a partir da data de nascimento do bebé. O autarca de Cinfães referiu ainda que esta é uma das muitas medidas adotadas com o intuito de “fixar população e tornar o concelho atrativo”.

OUT|NOV|DEZ 13 |REVISTA MUNICIPAL

14


MAIS DESENVOLVIMENTO

Autarquia apresenta programa

Incentivo animal A Câmara Municipal lançou um programa de apoio financeiro destinado ao fomento da criação de gado tradicional – raça arouquesa. Os produtores de bovinos de raça arouquesa irão receber 50€ por cada cria que nasça e seja registada no município, com uma majoração de 100€ por cada novilha que atinja os 18 meses, destinada à reprodução.

O

autarca de Cinfães justifica a medida afirmando que “é uma forma de incentivo à atividade económica e à fixação das pessoas”, acrescentando que se destina também “a estimular a produção pecuária e com isso melhorar a débil economia local de forma sustentada”. “É notória a insustentabilidade financeira de muitas explorações pecuárias familiares, o que conduz ao seu desaparecimento” sublinha Armando Mourisco, referindo que “a rutura é evitada apenas pelos mais velhos e pelos laços de amor que ligam os Cinfanenses à terra e pela sua teimosia em dar continuidade à forma de vida dos seus antepassados”. A concessão de apoio financeiro aos criadores, com o propósito de apoiar a sua fixação e rejuvenescimento e dinamizar a atividade económica local é idónea para permitir o incremento das condições de produtividade, quer em qualidade, quer em quantidade, na medida em que os custos de exploração são atenuados. Este programa aposta na produtividade mas também na sensibilidade dos criadores para a importância do cumprimento das regras de saúde pública e saúde animal, assim como do bem - estar dos animais e das boas condições agrícolas e ambientais.

15

REVISTA MUNICIPAL | OUT|NOV|DEZ 13

Concessão de apoio financeiro aos criadores


MAIS SOLIDARIEDADE

Município entrega 500

cabazes de Natal

as famílias mais carenciadas possam, mesmo perante a difícil conjuntura económica que se faz sentir, usufruir de um Natal mais digno, recebendo alguns bens de primeira necessidade que proporcionarão uma melhor quadra Natalícia

D

Cinfães assina Contrato Local de desenvolvimento social

O

urante a época natalícia, o município através do pelouro do desenvolvimento social, solidariedade e família entregou 500 cabazes a famílias carenciadas. A identificação dos agregados em vulnerabilidade económica e social esteve a cargo das juntas de freguesia do concelho em estreita colaboração com os serviços sociais da autarquia. Os cabazes constituídos por bens alimentares de 1ª necessidade tiveram o contributo da empresa Know Food, responsável pelo fornecimento das refeições às escolas do 1º ciclo do concelho. Para o autarca de Cinfães, a entrega destes cabazes é um importante contributo para que “as famílias mais carenciadas possam, mesmo perante a difícil conjuntura económica que se faz sentir, usufruir de um Natal mais digno, recebendo alguns bens de primeira necessidade que proporcionarão uma melhor quadra Natalícia”.

O presidente da Câmara Municipal de Cinfães assinou, no mês de dezembro, o Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS+) com a Segurança Social e com a Santa Casa da Misericórdia de Cinfães, entidade executora do projeto no Município.

Programa CLDS+ tem por finalidade promover a inclusão social dos cidadãos através de ações, a executar em parceria, que permitam contribuir para o aumento da empregabilidade, para o combate das situações críticas de pobreza, especialmente a infantil, da exclusão social em territórios vulneráveis, envelhecidos ou fortemente atingidos por calamidades. Tem igualmente especial atenção na concretização de medidas que promovam a inclusão ativa das pessoas com deficiência e incapacidade. Neste sentido, foi realizado um plano de ação para os próximos dois anos, tendo por base os três eixos de intervenção do programa:

Assinatura do Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS+) com a Segurança Social e com a Santa Casa da Misericórdia de Cinfães

Cabazes constituídos por bens alimentares de 1ª necessidade

Emprego, formação e qualificação; Intervenção familiar e parental, preventiva da pobreza infantil; e Capacitação da comunidade e das instituições. Com este projeto a Santa Casa da Misericórdia juntamente com o Município pretende aumentar as respostas sociais existentes no concelho e intervir junto da população mais carenciada, trabalhando em parceria com as entidades concelhias. O CLDS+ de Cinfães funciona nas instalações da Santa Casa da Misericórdia, de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 13h00 e das 14h30 às 17h30.

OUT|NOV|DEZ 13 |REVISTA MUNICIPAL

16


DE EMERGÊNCIA

atuar de modo a contribuir para a igualdade de oportunidades, garantir condições de vida dignas e assegurar os direitos de cidadania para todos, de modo a obtermos uma sociedade mais responsável e coesa

Câmara cria fundo social

MAIS SOLIDARIEDADE

Linha de Emergência Social disponível 24 horas por dia

A Câmara Municipal de Cinfães lançou uma linha do Centro de Emergência Social. Destina-se a pessoas em situação de extrema vulnerabilidade, em que as necessidades básicas são colocadas em causa, nomeadamente, alimentação, habitação e segurança. O número de telefone é 965247652 e está disponível 24 horas por dia. 17

REVISTA MUNICIPAL | OUT|NOV|DEZ 13

Trata-se de um apoio financeiro excecional e temporário a agregados familiares carenciados em situação de grande emergência

A

Câmara de Cinfães criou um fundo social de emergência. Trata-se de um apoio financeiro excecional e temporário a agregados familiares carenciados em situação de grande emergência. O apoio tem como limite máximo o valor de 1.000€, em cada ano civil, para cada agregado familiar, podendo ser majorado até 50% em caso de agregados familiares numerosos ou com pessoas portadores de deficiência. O presidente do município justifica a criação deste fundo com o agravamento da situação socioeconómica das famílias, “fruto da atual conjuntura económica do país, aliada aos fenómenos de desemprego, redução de rendimentos e elevado grau de envelhecimento da região”. Armando Mourisco considera que é fundamental “atuar de modo a contribuir para a igualdade de oportunidades, garantir condições de vida dignas e assegurar os direitos de cidadania para todos, de modo a obtermos uma sociedade mais responsável e coesa”. A medida tem como objetivo primordial minorar ou suprir a situação de carência económica dos indivíduos e ou famílias, prevenir o agravamento da situação de risco social em que estes se encontrem e promover a sua inclusão. Destina-se a suprir as dificuldades encontradas para fazer face a despesas essenciais para o suporte básico de vida, nomeadamente, refeição, géneros alimentícios, pagamentos água, eletricidade, gás, rendas e créditos habitacionais, medicamentos, deslocação a uma consulta médica ou outros materiais indispensáveis à saúde e bem-estar, até se encontrar resposta junto das entidades locais e estatais.


MAIS SOLIDARIEDADE

Município avança com Programa

APOIAR INTEGRAR

Com este programa pretendemos promover a inclusão de cidadãos pertencentes a estratos sociais desfavorecidos, nomeadamente indivíduos considerados não integrados na sociedade garantindo o acesso aos recursos, bens e serviços, no sentido da melhoria da qualidade de vida e da coesão social

A

poiar Integrar é o nome do programa que o município de Cinfães vai implementar de apoio à integração de pessoas portadoras de deficiência do concelho. O apoio financeiro tem como limite máximo o valor de 2.500€, por ano civil, para cada indivíduo. “Com este programa pretendemos promover a inclusão de cidadãos pertencentes a estratos sociais desfavorecidos, nomeadamente indivíduos considerados não integrados na sociedade garantindo o acesso aos recursos, bens e serviços, no sentido da melhoria da qualidade de vida e da coesão social”, explica o edil Armando Mourisco, realçando que “é obrigação das autarquias locais atuar em favor dos mais vulneráveis, bem como atenuar a pobreza e a exclusão social”. As medidas de apoio social previstas neste programa destinam-se a indivíduos portadores de deficiência ou doença crónica e seus agregados familiares pertencentes a estratos sociais desfavorecidos do município. A Câmara Municipal pretende atuar ao nível da habitação, da educação e saúde no sentido de promover e assegurar a satisfação dos direitos e dignidade humana, as pessoas em situação de risco ou vulnerabilidade social. Concretamente as medidas traduzem-se na melhoria e eliminação de barreiras arquitetónicas da habitação; no apoio aos indivíduos não integrados na sociedade por qualquer motivo, nomeadamente toxicodependentes, alcoólicos ou outros, que se encontrem em programas de recuperação e aos deficientes que apresentem o respetivo comprovativo de grau de incapacidade superior ou igual a 60%, através de programas de ocupação; no apoio complementar nas despesas com saúde, nomeadamente, comparticipação na aquisição de medicamentos e meios complementares de diagnóstico, ou outros materiais considerados fundamentais e devidamente comprovados por receita e/ou indicação médica; na aquisição de equipamento e material de ajudas técnicas; e na realização de tarefas promovidas na área concelho, tendo em vista a reinserção social na comunidade e promoção da sua autoestima.

OUT|NOV|DEZ 13 |REVISTA MUNICIPAL

18


LANDSCAPE MAIS SOLIDARIEDADE

Campanha

“Garrafa Solidária” a favor da Liga Portuguesa

Contra o Cancro

A Liga Portuguesa Contra o Cancro – NRN encontra-se a desenvolver uma campanha de responsabilidade social e ambiental designada de Garrafa Solidária. Esta campanha consiste na recolha de garrafas PET, durante um ano, ao longo do país. A Câmara Municipal de Cinfães associou-se a esta iniciativa através do Gabinete de Desenvolvimento Social, Solidariedade e Família. Esta campanha tem a dupla função de contribuir para um ambiente melhor e apoiar causas sociais. Todas as embalagens de plástico com o símbolo PET são aceites, com exceção das garrafas de óleo. O depósito da garrafa implica 3 simples gestos: (1) identificar a garrafa PET e esvaziar a garrafa; (2) espalmar no sentido horizontal e (3) colocar a tampa, e depositar. Os interessados que queiram tornar-se parceiros nesta campanha, como por exemplo os estabelecimentos comerciais, as associações ou as juntas de freguesia, devem contactar o Gabinete de Desenvolvimento Social, Solidariedade e Família (Casa dos Outeirinhos, Cinfães – tel. 255563525/6). A Câmara Municipal colocará sacos próprios para armazenamento e efetuará a recolha em data a definir. Todas as entidades parceiras receberão um certificado de colaboração. Contribua! Todos precisamos da saúde da Liga Portuguesa Contra o Cancro! Reciclar pode salvar vidas! REVISTA MUNICIPAL | OUT|NOV|DEZ 13

19


MAIS EDUCAÇÃO

O OUTONO

NAS ESCOLAS! A

s escolas do concelho têm por hábito celebrar a chegada do Outono através da realização do tradicional magusto e / ou da promoção das feirinhas outonais com a venda de produtos da época e cujas receitas revertem para o estabelecimento de ensino. O presidente da autarquia recebeu alguns convites para participar nessas atividades, aos quais respondeu afirmativamente a todos. Acompanhado da vereadora da Educação, Armando Mourisco passou pelos centros escolares de Nespereira, Tarouquela, Santiago de Piães e Fonte Coberta, pela Escola EB1 da Lavra, em Espadanedo e pela EB2,3 de Cinfães. O autarca contactou de perto com alunos, pessoal docente e não docente, bem como encarregados de educação que cada vez mais são chamados a participar nas atividades promovidas pelas escolas dos seus educandos. Celebrar a época de Outono, reavivando antigas tradições e costumes através da valorização e preservação dos mesmos, bem como promover o convívio entre a comunidade escolar são os objetivos destas atividades que acontecem um pouco por todas as escolas do Concelho. Missão cumprida como se comprova pelas imagens abaixo publicadas!

OUT|NOV|DEZ 13 |REVISTA MUNICIPAL

20


MAIS EDUCAÇÃO

Alunos recebem

LEMBRANÇAS DE NATAL A

Câmara Municipal distribuiu lembranças de Natal a todos os alunos do 1º Ciclo e do Pré-Escolar. Os mais pequeninos receberam um gorro e um cachecol com o logotipo do Município. Os alunos do 1º Ciclo foram contemplados com um guarda-chuva. Na semana que antecedeu as férias escolares, o presidente da Câmara e vereadores deslocaram-se a vários pontos do concelho para a distribuição dessas lembranças em várias escolas onde participaram também nas festas de Natal que os estabelecimentos de ensino promovem com os alunos, professores e encarregados de educação. Desde a serra até às freguesias ribeirinhas foram várias as escolas que receberam a visita dos autarcas para alegria de todas as crianças que receberam os elementos do executivo com muita alegria e satisfação, presentando-os com atuações muito divertidas e originais.

21

REVISTA MUNICIPAL | OUT|NOV|DEZ 13


MAIS EDUCAÇÃO

OUT|NOV|DEZ 13 |REVISTA MUNICIPAL

22


MAIS EDUCAÇÃO

EDP Renováveis atribuiu Bolsas

Escolares em Cinfães

N

o âmbito da parceria com a Câmara Municipal, a EDP Renováveis através da iniciativa Green Education atribuiu bolsas escolares a 5 estudantes do concelho de vários níveis de ensino. Os cheques foram entregues aos alunos pelo presidente do Município nos Paços do Concelho. Foram contemplados 5 jovens: Sílvia Ferreira do 1º Ciclo com um montante de 500€; Ângela Nogueira, Daniel Sardão e Filipe Correia do Ensino Secundário com o valor de 1000€ e Inês Mouta do Ensino Universitário com uma verba de 2000€. O objetivo desta iniciativa é oferecer bolsas escolares a jovens

que vivam nas áreas onde a EDP Renováveis tem ou terá parques eólicos e cujas famílias possuam poucos recursos económicos. No total, a EDP possui parques eólicos em 32 concelhos do país, tendo, no entanto, decidido atribuir bolsas apenas a jovens estudantes de três concelhos: Cinfães, Aljezur e Almodôvar. O Eng.º Lobo Gonçalves, administrador da EDP Renováveis, aquando da deslocação ao Município deixou o compromisso, tendo em consideração o número elevado de candidaturas apresentadas, de dar continuidade a esta medida em Cinfães no próximo ano letivo.

Cinfães vai ter um Centro para a Qualificação e Ensino Profissional

O

Governo anunciou a rede de Centros para a Qualificação e Ensino Profissional (CQEP), que substituem os antigos CNO’s (Centros de Novas Oportunidades). A rede de CQEP, que se estenderá pelo território nacional, terá 82 centros no norte, 97 no centro e 35 no sul. Em Cinfães, o Centro para a Qualificação e Ensino Profissional ficará sob a responsabilidade do Agrupamento de Escolas General Serpa Pinto, sendo o único a funcionar na Escola Pública em toda a Região. Os CQEP destinam-se a todos os que procuram uma qualificação, tendo em vista o prosseguimento de estudos e/ou uma transição/reconversão para o mercado de trabalho. Estes Centros encontram-se igualmente vocacionados para dar resposta aos cidadãos com deficiência e incapacidade, com o intuito de assegurar a sua integração na vida ativa e profissional. São destinatários diretos dos CQEP: Jovens com idade igual ou superior a 15 anos ou, independentemente da idade, a frequentar o último ano de escolaridade do ensino básico e Adultos com idade igual ou superior a 18 anos, com necessidades de aquisição e reforço de conhecimentos e competências.

23

REVISTA MUNICIPAL | OUT|NOV|DEZ 13


MAIS CULTURA

“Natal Em Canto” no

Auditório Municipal

Numa organização do Município, o Auditório Municipal Joaquim Araújo Pereira Pinto acolheu na tarde de 8 de dezembro a iniciativa “Natal Em Canto”. Um encontro de coros que contou com as participações do Coral Etnográfico de Cinfães, o Grupo Coral de Santa Cristina de Tendais e o Grupo Coral da Banda Musical de Gondomar.

casa cheia

O

Auditório Municipal, no dia 21 de dezembro, tornou-se pequeno para acolher os espetadores da Cantata de Natal. O convite foi feito pela Associação de Cultura e Desporto de Cinfães que, com a colaboração da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia de Souselo, promoveu um magnífico espetáculo para regozijo das centenas de pessoas que assistiram a este evento comemorativo da época natalícia. Participaram o Coral Etnográfico de Cinfães e a Banda Marcial de Cinfães que presentearam os espetadores com um excelente concerto sob a direção dos maestros Carlos Nunes e Joaquim Araújo Pereira Pinto. A noite foi ainda abrilhantada pela apresentação do teatro musical “Milagre das

Cantata de Natal com

Rosas” pela escola de Música da Junta de Freguesia de Souselo. Um grupo de jovens talentosos e muito promissor que retratou a lenda de D. Isabel, a mulher de D. Dinis, que ocupava todo o tempo que tinha a fazer bem a quantos a rodeavam, visitando e tratando doentes e distribuindo esmolas pelos pobres. Uma viagem pela história de Portugal que esteve a cargo de crianças e jovens de várias idades que demonstraram uma alegria contagiante e uma postura muito profissional. Este espetáculo foi da responsabilidade dos professores Rui Fidalgo e Marlene Fidalgo.

OUT|NOV|DEZ 13 |REVISTA MUNICIPAL

24


MAIS CULTURA

Igreja de São Cristóvão de Nogueira e de Tarouquela: teatro “Entre Espadas e Cruzadas”

A

Igreja de São Cristóvão de Nogueira e a Igreja de Santa Maria Maior de Tarouquela acolheram a peça de teatro “Entre Espadas e Cruzadas”, um espetáculo que andou em itinerância durante o mês de dezembro pelos concelhos de Baião, Cinfães e Resende. Na Igreja de São Cristóvão a peça foi exibida no dia 13 de dezembro, às 21h. Em Tarouquela a iniciativa teve lugar a 15 de dezembro, pelas 16h. “Entre Espadas e Cruzadas” é uma produção original da companhia Teatro do Montemuro, com a participação do Grupo de Danças e Cantares “Os Moleiros”, de Cárquere, Resende, do Grupo Coral de Ancede, Baião, e do Rancho Folclórico de São Cristóvão de Nogueira, Cinfães. A peça de teatro é financiada pela Rota do Românico e integra o seu programa cultural “Palcos do Românico”.

Igreja de Escamarão: Música “Um monumento, um concerto”

N

o dia 21 de dezembro, a Rota do Românico deu início ao ciclo de música coral “Um monumento, um concerto”, pelo Ensemble Vocal de Freamunde. O monumento escolhido para o primeiro concerto foi a Igreja de Escamarão. “Um monumento, um concerto” visa essencialmente reforçar o gosto pela música coral, criar novos públicos, mas também divulgar, dignificar e dinamizar o património da Rota do Românico. O concerto do Ensemble Vocal de Freamunde é multifacetado estilisticamente, contemplando diferentes compositores e épocas de origem, destacando-se nomes como Claudio Monteverdi, Antonio Lotti, Edvard Grieg, Edward Elgar, Franz Biebl, Eurico Carrapatoso, Giedrus Svilainis, Eric Witacre, entre outros. A prática do canto coletivo é uma atividade de síntese, na qual se vivem momentos de profunda riqueza artística e de bem-estar. Neste contexto, é objetivo do Ensemble Vocal de Freamunde contagiar o público com vivências sonoro-musicais capazes de contribuir para a valorização deste tipo de realização cultural.

25

REVISTA MUNICIPAL | OUT|NOV|DEZ 13


MAIS CULTURA

Exposição “Frágil” na

E

Biblioteca Municipal

steve patente na Biblioteca Municipal durante o mês de novembro uma exposição de obras em vidro fusão da autoria de Manuela Reis. Licenciada em EVT, a designer apresentou um vasto leque de peças decorativas com destaque para os presépios. A inauguração aconteceu no dia 22 de novembro e contou com a presença do presidente do Município. Armando Mourisco congratulou a autora pelos trabalhos apresentados, deixando o repto a outros artistas que queiram expor naquele espaço.

APRESENTAÇÃO DO LIVRO

“A lua da minha noite”

um pequeno apanhado de poemas relativamente a pequenos sentimentos. Acho que as pessoas devem lê-lo e tentar senti-lo. Basicamente é uma parte em que uso o sentimento que tenho pela minha família, ou seja, a obra é a minha filha e a minha esposa

A

ntónio Cabral apresentou no dia 13 de dezembro, na biblioteca municipal, na presença do vice-presidente da Câmara, Serafim Rodrigues, o livro “A lua da minha noite”. A apresentação esteve a cargo do deputado José Junqueiro e de Dulce Pereira, prefaciadora da obra e familiar do autor. “A lua da minha noite” é o livro de poesia de António Cabral que encontra inspiração na sua família e numa experiência de vida que o trouxe, há muitos anos, do continente africano até Portugal, onde trabalhou, em muitos concelhos e cidades. É bancário de profissão e, estimulado pela família, decidiu, um dia, reunir as suas poesias em livro. Segundo o autor, o livro é “um pequeno apanhado de poemas relativamente a pequenos sentimentos. Acho que as pessoas devem lê-lo e tentar senti-lo. Basicamente é uma parte em que uso o sentimento que tenho pela minha família, ou seja, a obra é a minha filha e a minha esposa”. No final foi servido um verde de honra com os tradicionais bolos de manteiga.

OUT|NOV|DEZ 13 |REVISTA MUNICIPAL

26


27

UM EVENTO A REPETIR

A

Biblioteca Municipal de Cinfães acolheu, desde o dia 9 de dezembro até ao dia 10 de janeiro, uma Feirinha de Natal com vários artigos de artistas e artesãos do Concelho. A inauguração contou com a presença do presidente do Município que se fez acompanhar dos seus vereadores. Uma dezena de expositores, pequenos artesãos e produtores, que ofereceram uma gama variada desde artigos feitos em croché, peças em burel, caixinhas forradas, casinhas em miniatura, acessórios para o cabelo, brincos, anéis, etc. O objetivo foi contribuir para a divulgação, estímulo e sustentabilidade de pequenos ofícios e artesãos, bem como simultaneamente sensibilizar o público para a aquisição de produtos artesanais de Cinfães. O desafio do Município para que no Natal os cinfanenses fizessem a diferença oferecendo produtos únicos e originais do artesanato concelhio foi abraçado por todos, considerando a afluência registada e o volume de vendas conseguido nesta 1ª edição da Feirinha de Natal que será, certamente, para continuar no futuro.

REVISTA MUNICIPAL | OUT|NOV|DEZ 13

Oficinas de Natal ocupam férias dos

MAIS NOVOS

De 16 a 19 de dezembro, a Biblioteca Municipal promoveu as Oficinas de Natal, destinadas às crianças e jovens dos 5 aos 16 anos. Durante esses dias as crianças e jovens participaram em diversas atividades alusivas à quadra natalícia, como por exemplo, construção de enfeites natalícios, carta ao Pai Natal, aprendizagem de músicas de Natal e hora do conto, com destaque para a participação no evento Gralheira – Aldeia do Pai Natal com a decoração da casa do Pai Natal. As crianças e jovens receberam também a visita do presidente da autarquia que se deslocou à Biblioteca para ver de perto e até participar nas atividades dos mais novos.

Feirinha de Natal

MAIS CULTURA


MAIS TURISMO Técnicos experientes do sector vão levar a cabo obras de conservação e reabilitação com vista a melhorar a qualidade de vida da população

Vale deALDEIA Papas DO COLMO

O

Curso de Arquitetura da Universidade Católica de Viseu, em parceria com a Câmara Municipal, no âmbito da iniciativa Terra Amada vai desenvolver uma ação de voluntariado / estaleiro-escola, entre julho e agosto, na aldeia de Vale de Papas, em Ramires. Mais de 50 estudantes de arquitetura e arquitetos estagiários, nacionais e estrageiros, sob a direção de mestres-de-obras e técnicos experientes do sector vão levar a cabo obras de conservação e reabilitação com vista a melhorar a qualidade de vida da população, conservar e reabilitar o património material, imaterial e contribuir para o desenvolvimento local. Com base em mão-de-obra voluntária e com os materiais assegurados pelas empresas associadas, esta iniciativa prevê um conjunto de intervenções que incluem a dotação de infraestruturas básicas na aldeia (como água canalizada), a melhoria das condições habitacionais (instalação de wc em 3 habitações), a conservação do património arquitetónico (coberturas de colmo, eira comunitária, etc.), a dotação de estruturas de desenvolvimento de atividades económicas (atelier, queijaria tradicional, etc.) e a melhoria do espaço público. Os projetos e a logística estão a cargo dos professores e alunos do Curso de Arquitetura da Universidade Católica Portuguesa em estreita colaboração com o Município. Os elementos da Universidade Católica de Viseu responsáveis pelo projeto têm efetuado algumas vistas de trabalho à aldeia, deslocações acompanhadas pelo presidente do Município de Cinfães e técnicos da autarquia.

OUT|NOV|DEZ 13 |REVISTA MUNICIPAL

28


MAIS FREGUESIAS

Capela Mortuária de Nespereira ao

R

SERVIÇO DA POPULAÇAO

ecentemente edificada, a Capela Mortuária de Nespereira é mais uma importante infraestrutura colocada à disposição da população da freguesia. A cerimónia de bênção decorreu no dia 7 de dezembro e contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Cinfães e restantes elementos do executivo. A infraestrutura, edificada pela Junta de Freguesia de Nespereira, representa um investimento de 80.424€, tendo sido comparticipada pela autarquia com 50% do valor da adjudicação, o que se traduz num montante de 40.212,00€. Após a bênção deste novo equipamento há muito reivindicado pela população, a comitiva visitou o Parque da Nossa Senhora de Lurdes atualmente em execução,

obra que será também financiada pelo Município com uma verba de 24.383,01€, correspondente a 20% do valor da adjudicação. Os protocolos de cooperação para o financiamento destas duas infraestruturas foram assinados no dia 28 de novembro, aquando da deslocação do autarca Armando Mourisco à freguesia de Nespereira acompanhado do vereador Pedro Semblano. O novo executivo pretende implementar uma estratégia de proximidade com os munícipes e autarcas locais para ouvir e recolher opiniões, preocupações e sugestões, tendo iniciado em Nespereira um périplo que o vai levar a todas as freguesias do concelho para visitas de trabalho sob o lema “as pessoas primeiro, sempre as pessoas”.

“as pessoas primeiro, sempre as pessoas”

29

REVISTA MUNICIPAL | OUT|NOV|DEZ 13


MAIS FREGUESIAS

Cruas, assadas, cozidas ou engroladas, com todas as manhas, bem boas são as castanhas

A

freguesia de Tendais acolheu a Feira da Castanha, Produtos do S. Miguel e Artesanato. A iniciativa da Associação de Defesa e Promoção da Freguesia de Tendais cumpriu no 1º fimde-semana de novembro a sua 10ª edição. Apesar das condições climatéricas adversas, o certame juntou várias centenas de pessoas no recinto da Escola de Fermentãos. A organização, mais uma vez, aliou a divulgação e promoção da castanha e produtos locais à música tradicional do Concelho. O evento contou com os apoios da Junta de Freguesia local e da Câmara Municipal, representada ao longo dos três dias pelos vários elementos que compõem o executivo municipal.

EM SOUSELO

FESTA EM TENDAIS

I Mercado de Natal

Castanha - rainha da

No passado dia 14 de dezembro realizou-se o I Mercado de Natal na freguesia de Souselo. Participaram 14 stands com venda de produtos relacionados com a época natalícia, nomeadamente, artesanato, produtos hortícolas, licores, compotas, salgados e arranjos florais. Durante a tarde não faltou animação para os mais novos com a presença do Pai Natal, bem como a atuação da Escola de Música da Vila de Souselo, terminando com um caldo verde oferecido pela Junta de Freguesia.

OUT|NOV|DEZ 13 |REVISTA MUNICIPAL

30


ACONTECEU

Diretor do IPTM

VISITA CINFÃES “

Melhorar as condições de circulação dos turistas fluviais constitui um dos objetivos do IPTM

O

diretor do Instituto dos Transportes Marítimos e Portuários esteve no dia 8 de novembro em Cinfães a convite do presidente da Câmara. Armando Mourisco e Joaquim Gonçalves visitaram os cais fluviais do concelho - Porto Antigo e Escamarão - a área de lazer da Granja, na freguesia de Espadanedo, entre outras zonas ribeirinhas que necessitam de intervenções ao nível de equipamentos de apoio ao turismo fluvial. Joaquim Gonçalves reconheceu que aqueles locais necessitam, de facto, de ser melhorados e disponibilizou o IPTM para, em parceria com a Câmara, encontrar soluções para a resolução dos problemas que foram apresentados pelo Município. Para aquele responsável, o Rio Douro é uma oportunidade de negócio. “Melhorar as condições de circulação dos turistas fluviais constitui um dos objetivos do IPTM” sublinhou o diretor daquele organismo, reforçando que “se trata de um trabalho que deve ser devidamente alicerçado com a colaboração das autarquias”. Para o presidente da Câmara Municipal a visita do diretor do IPTM revestiu-se de grande relevância para o Município, em particular para o desenvolvimento das zonas ribeirinhas. Armando Mourisco defende uma melhoria das condições dessas zonas para que os turistas fluviais parem no território e desfrutem das potencialidades do Concelho.

Armando Mourisco e Joaquim Gonçalves visitaram os cais fluviais do concelho - Porto Antigo e Escamarão - a área de lazer da Granja, na freguesia de Espadanedo, entre outras zonas ribeirinhas

31

REVISTA MUNICIPAL | OUT|NOV|DEZ 13


ACONTECEU

Município assinala

DIA MUNDIAL DA DIABETES

A

Diabetes é uma das preocupações da Saúde Pública em todo o mundo. A necessidade de todos participarmos em medidas urgentes para a sua prevenção levou a ONU a criar o Dia Mundial da Diabetes que se assinala a 14 de novembro. O município de Cinfães também assinalou a data com o objetivo de alertar, informar e implementar medidas de prevenção da doença e promoção de hábitos de vida saudáveis. Desta forma, o pelouro da Saúde sugeriu que todas pessoas vestissem uma peça azul colaborando na sinalização desse dia que a autarquia assinalou com algumas ações, nomeadamente, uma aula de Fitness, na Biblioteca Municipal e a utilização gratuita da Piscina

Municipal Coberta. No âmbito da comemoração desse dia, a Biblioteca Municipal organizou uma exposição de livros alusivos aos temas saúde, alimentação e desporto.

Sessão de Esclarecimento para os Jovens Agricultores

A

Associação Empresarial de Cinfães promoveu no dia 09 de novembro uma Sessão de Esclarecimento destinada aos Jovens Agricultores. A iniciativa que decorreu na Biblioteca Municipal contou com as presenças presidente e vice- presidente da Câmara Municipal. O presidente da Câmara Municipal de Cinfães salientou a importância do trabalho desenvolvido pela Associação Empresarial e deixou palavras de motivação para que esse trabalho continue a dar frutos de forma a alcançarem os objetivos propostos. A AEC disponibilizou-se para prestar apoio a novos projetos para os Jovens Agricultores, bem como no acompanhamento necessário à criação de uma estratégia para o escoamento dos produtos. Duas entidades no Concelho, que pelos projetos e ideias que se cruzam e complementam, estabelecem assim o compromisso de parceria, tendo como objetivos o apoio ao empreendedorismo e ao emprego, aos empresários e futuros empresários.

Sessão de Esclarecimento destinada aos Jovens Agricultores

Ficou ainda a promessa da realização de tertúlias organizadas pela AEC, com os jovens agricultores que tenham já os seus projetos em execução, para que se crie de imediato a sinergia obrigatória para o alcance do sucesso de todos.

OUT|NOV|DEZ 13 |REVISTA MUNICIPAL

32


ACONTECEU

Uma lição de vida – divórcios aos trambolhões

IV Festival de Teatro de Nespereira O

presidente da Câmara Municipal de Cinfães, Armando Mourisco marcou presença no encerramento do Festival de Teatro de Nespereira. Uma iniciativa organizada pelo Grupo de Teatro da Casa do Povo de Nespereira que decorreu nos dias 12, 19 e 26 de outubro, no Centro Paroquial da freguesia. Este festival que cumpriu a sua 4ª edição contou com as participações do grupo de teatro cénico de Bairros que apresentou a

peça “Uma lição de vida – divórcios aos trambolhões”; o grupo de teatro comoDEantes de Lagares com a peça “Os tomates Francisco tostões” e do grupo anfitrião, o da Casa do Povo de Nespereira que levou à cena a peça “as andanças do linho”. O evento contou com os apoios do Município de Cinfães e da Junta de Freguesia de Nespereira.

DESFILE DE MODA

EM ESPADANEDO A

Pérola do Campo festeja S. Martinho

Associação Socio Cultural de Sanfins, na freguesia de Santiago de Piães, a Pérola do Campo, comemorou o S. Martinho com a realização de um magusto e uma desfolhada à moda antiga ao som de cantigas tradicionais a cargo do Grupo de Cantares desta associação. Uma tarde de convívio e valorização das tradições que contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Cinfães. Os sócios e simpatizantes desta associação também aderiram a este convite marcando presença de forma calorosa e participativa.

Associação de Solidariedade Social de Espadanedo promove

N

NOITE DE FADOS

o dia 16 de novembro, na Escola Secundária de Cinfães, a Associação de Solidariedade Social de Espadanedo promoveu mais uma edição da Noite de Fados Solidária, cujo objetivo é angariação de fundos para a construção do Lar Residencial Nossa Senhora de Lurdes, em Espadanedo. O presidente da Câmara marcou presença neste evento onde evidenciou a importância da concretização desse projeto que dará resposta na área da deficiência, sendo a única instituição no Concelho com essa valência

33

REVISTA MUNICIPAL | OUT|NOV|DEZ 13

O

presidente da Câmara Municipal assistiu, no dia 2 de novembro, a um desfile de penteados e moda na Casa Caetano, em Espadanedo. Uma organização de um estabelecimento comercial da freguesia, o Salão de Cabeleireira Estilo & Beleza, que contou com a participação de dezenas de crianças e jovens que pisaram a passerelle com uma segurança de profissionais. A roupa apresentada foi da responsabilidade da loja Deolinda Rôla e a decoração do espaço esteve a cargo da Lojinha das Flores. O evento teve o apoio da Junta de Freguesia de Espadanedo.


ACONTECEU

Curabitur euismod, metus at feugiat consectetur, dolor felis blandit massa, ut posuere est turpis consequat tellus.

Funcionários do Município festejam o Natal

Autarca celebra o Natal com as

instituições Concelhias

O

presidente do Município e vereadores viveram o período da quadra natalícia junto das instituições concelhias. Durante o mês de dezembro, respondendo a dezenas de convites, os autarcas deslocaram-se por todo o concelho para participarem nos convívios de Natal que as associações tradicionalmente promovem com os seus utentes e / ou associados. O objetivo do presidente do Município é reforçar a política de proximidade fomentando o contacto direto com as instituições e respetivas direções de maneira a auscultar os seus anseios, sugestões e dificuldades. Para Armando Mourisco “primeiro estão as pessoas” como demonstrou ao estar presente em dezenas de iniciativas, juntamente com os seus vereadores, durante o mês de dezembro, celebrando o Natal junto dos cinfanenses.

O

Auditório Municipal acolheu a festa de Natal para os funcionários da autarquia e seus filhos. A animação esteve a cargo do grupo infanto-juvenil da Gralheira que apresentou uma peça de teatro intitulada “Bacalhau para Todos”. Os alunos do Complexo Escolar de Cinfães também abrilhantaram a tarde com apresentação de algumas músicas natalícias. Mas o ponto alto da tarde foi a chegada do Pai Natal para alegria dos filhos dos funcionários que receberam um presente de Natal, uma oferta da Câmara Municipal para as crianças até aos 10 anos. Os funcionários também receberam um bacalhau, queijo e vinho para a consoada. Além da festa no Auditório, os funcionários da Autarquia organizaram também um jantar de Natal na Escola Profissional que contou com a presença do executivo municipal.

OUT|NOV|DEZ 13 |REVISTA MUNICIPAL

34


DELIBERAÇÕES A.M

EDITAL

MÁRIO LUÍS CORREIA DA SILVA, Presidente da Assembleia Municipal de Cinfães TORNA PÚBLICO para efeito do disposto no artigo 56º da Lei 75/2013, de 12 de setembro, que a Assembleia Municipal, na reunião realizada em 22 de novembro de 2013, tomou as seguintes deliberações: Apreciação e votação do Regimento da Assembleia Municipal. Aprovado, por maioria, com vinte e seis votos a favor (26), quatro votos (4) e quatro (4) abstenções. Eleição de um Presidente de Junta de Freguesia para o Congresso da Associação Nacional dos Municípios Portugueses. Eleito, por escrutínio secreto, o Presidente da Junta de Freguesia de Tendais, sr. José Carlos Fernandes Rodrigues. Eleição de um Presidente de Junta de Freguesia para a Assembleia Distrital. Eleito, por escrutínio secreto, o Presidente da Junta de Freguesia da União de Freguesias de Alhões, Bustelo, Gralheira e Ramires, sr. Luís Manuel Rodrigues Pontes. Eleição de um Presidente de Junta de Freguesia para o Conselho Cinegético e da Conservação da Fauna Municipal, nos termos do artº 154º do D.L. 227-B/2000, de 15 de Setembro. Eleito, por escrutínio secreto, o Presidente da Junta de Freguesia de Tarouquela, sr. Juvenal Pereira Monteiro. Eleição de um Presidente de Junta de Freguesia para a Comissão Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios. Eleito, por escrutínio secreto, o Presidente da Junta de Freguesia de Nespereira, sr. Mário Durval Pinto Leitão. Eleição de um Presidente de Junta de Freguesia para o Conselho Municipal de Educação. Eleito, por escrutínio secreto, o Presidente da Junta de Freguesia de São Cristóvão de Nogueira, sr. Paulo Jorge Almeida Vasconcelos. Eleição de um representante da Assembleia Municipal para a Comissão Municipal de Trânsito. Eleito, por escrutínio secreto, o sr. Rui Carlos Martins Carneiro. Eleição de um representante da Assembleia Municipal para o Conselho da Comunidade do Agrupamento dos Centros de Saúde. Eleita, por escrutínio secreto, a sr. Adozinda de Jesus Pereira. Eleição de um representante da Assembleia Municipal para a Comissão Municipal de análise de instalação e modificação de estabelecimentos de comércio a retalho, nos termos da Lei nº 12/2004, de 30 de Março. Eleito, por escrutínio secreto, o Presidente da Junta de Freguesia de Santiago de Piães, sr. Antero Fonseca Correia. Eleição dos representantes do Município na Assembleia Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa. Eleitos os seguintes elementos: João Alberto Martins Sobral; Armando Pinto Campos; Bruno Maciel Gouveia da Rocha; Carlos Alberto Pinheiro de Sousa. Designação de quatro membros para a Assembleia Geral da Empresa Municipal “Quinta de Tuberais – Ensino Profissional de Cinfães – E.M.” Eleitos, por escrutínio secreto, os srs. Alexandre Henrique Cardoso Pereira, Fernanda Paula de Vasconcelos Rodrigues Pereira, Isabel Cristina Pereira Miranda e Cândida Inês Ferreira da Silva Couto. Designação de duas pessoas, nos termos da alínea l) do artº 17º da Lei nº 147/99, de 1 de Setembro, para integrarem a Comissão de Protecção de Crianças e Jovens em Perigo, na modalidade alargada. Eleitos, por escrutínio secreto, as srs. Isabel Maria da Rocha Teles e Fernanda Paula de Vasconcelos Rodrigues Pereira. Designação dos membros para o Conselho Municipal da Juventude. Foram designados, por unanimidade, os srs. José Carlos Amaral Botelho, pelo PS e António Manuel Branco Camelo Santos, pela “Coligação Juntos Por Cinfães PPD/PSD-CDS/PP”. Estas deliberações foram aprovadas em minuta para produzirem efeitos imediatos. E para constar e devidos efeitos se passou este e outros de igual teor que vão ser afixados nos lugares de estilo. Paços do Concelho de Cinfães, 25 de Novembro de 2013 O PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL Mário Luís Correia da Silva

EDITAL MÁRIO LUÍS CORREIA DA SILVA, Presidente da Assembleia Municipal de Cinfães TORNA PÚBLICO para efeito do disposto no artigo 56º da Lei 75/2013, de 12 de setembro, que a Assembleia Municipal, na reunião realizada em 30 de dezembro de 2013, tomou as seguintes deliberações: Apreciação e votação das Propostas de Opções do Plano, Orçamento e Mapa de Pessoal da Câmara Municipal de Cinfães para o ano financeiro de 2014. Aprovado por maioria, com vinte e oito (28) votos a favor e seis (6) abstenções. Apreciação e votação de pedido de suspensão de mandato. Não aprovado por maioria, com seis (6) votos a favor, uma (1) abstenção e vinte e sete votos (27) contra, o pedido de suspensão de mandato do sr. prof. Manuel António Pereira. Apreciação e votação da taxa municipal de direitos de passagem para o ano de 2014. Aprovado, por unanimidade, a taxa municipal de direitos de passagem, conferidos às empresas de comunicações eletrónicas acessíveis ao público, em lugar fixo, em 0,25% sobre a faturação mensal, para o ano 2014. Apreciação e votação do reconhecimento de interesse municipal do “Sobreequipamento do Parque Eólico de São Pedro”. Aprovado, por unanimidade. Apreciação e votação da proposta de isenção de pagamento de taxas dos projetos de empreendimentos de iniciativas empresariais de carácter industrial, comercial, turística, agrícola e serviços ou outros, nos termos do nº 1 do artigo 26º do Regulamento de Liquidação de Cobrança de Taxas Municipais. Aprovado, por unanimidade. Estas deliberações foram aprovadas em minuta para produzirem efeitos imediatos. E para constar e devidos efeitos se passou este e outros de igual teor que vão ser afixados nos lugares de estilo. Paços do Concelho de Cinfães, 31 de dezembro de 2013 O PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL Mário Luís Correia da Silva

35

REVISTA MUNICIPAL | OUT|NOV|DEZ 13


CONTACTOS ÚTEIS Câmara Municipal

Museu Serpa Pinto

T: 255 560 560 F: 255 560 569 Segunda a Sexta 08:30 às 17:30

T: 255 560 571 Horário Terça a Sábado 10:00 às 13:00 14:00 às 18:00 Domingos e Feriados 14:00 às 18:00

Biblioteca Municipal

T: 255 563 041 Segunda a Sábado 10:00 às 13:00 14:00 às 18:00 Loja de Turismo

T: 255 561 051 Segunda a Sexta 10:00 às 13:00 14:00 às 18:00 Sábados 13:00 às 18:00

Gabinete de Inserção Profissional

Piscina Descoberta

T: 255 563 248 F: 255 562 254 Horário Segunda a Quinta 08:30 às 13:00 14:00 às 17:30

Piscina Coberta

T: 255 560 574 T: 255 560 575 Ecocentro

T: 939 559 160 CTT

T: 255 560 000

Comissão de Protecção de Crianças e Jovens

Bombeiros Voluntários Cinfães

Escola Profissional de Cinfães

T: 255 561 567

T: 255 560 080

Bombeiros Voluntários Nespereira

T: 256 955 445 G.N.R. Cinfães

T: 255 560 070 Souselo T: 255 690 030 Centro Saúde de Cinfães

T: 255 563 584

T: 255 561 275

Banco Local de Voluntariado

T: 255 560 560

Diretor Presidente da Câmara Municipal de Cinfães Enfº Armando Mourisco

Redação/ Fotografia/Revisão Gabinete de Imprensa da Câmara Municipal de Cinfães Dr.ª Mafalda Brochado

Coordenação Gabinete de Imprensa da Câmara Municipal de Cinfães Dr.ª Mafalda Brochado

Design Gráfico/Paginação WebFarol Impressão www.publigraf.com Marco de Canaveses

Farmácias Vieira Marques

T: 255 561 211 Nova Farmácia T:255 561 016 / 912 657 821 S. Cristóvão T: 255 561 411 Souselo T: 255 696 127 Nespereira T: 256 955 159 Moimenta T: 255 649 611 Santiago de Piães T: 255 649 997

Propriedade Câmara Municipal de Cinfães

Periodicidade Trimestral

Telefone: +351 255 560 560 Fax: +351 255 560 569 Website: www.cm-cinfaes.pt

Tiragem 4 000 exemplares

Distribuição Gratuita

Depósito legal N.º5804/84

OUT|NOV|DEZ 13 |REVISTA MUNICIPAL

36


Telefone: +351 255 560 560 Fax: +351 255 560 569 Website: www.cm-cinfaes.pt

Revista  

Câmara Municipal de Cinfães