Issuu on Google+

Joe #3 serendipity & art


joe

â€œĂ s vezes gostava que fossemos cowmo as serpentes, que mudam de pele e a abandonam em certos lugares, aparentemente sem sofrerâ€?


serendipity & art

“é estranho sentir que fazes parte da minha vida, é estranho dizer-to, é estranho que me deixes feliz quando te lembras de mim, é estranho sentir saudades, é estranho que só isto me chegue, (não é que não queira sentir o teu cheiro ou tocar no teu ombro, mas tal como num pequeno jogo de tabuleiro, apenas avançava uma casa) é estranho que te escreva no presente, porque só te conheço dum passado longínquo ou dum futuro distante é estranho sonhar contigo tantas vezes como hoje”


joe

“-diz-me! -que queres saber? -diz-me! -tu sabes, que queres que eu te diga? -diz-me! -tu só queres ter a certeza, daquilo que já sabes! -diz-me! -não te posso dizer, as palavras tornam-me vulnerável... -diz-me! -se te dissesse, não ias querer saber mais nada!”


serendipity & art


joe


serendipity & art

“-esqueceste-te de me vir visitar no meu sonho! -enquanto dormias ou depois?”

(será que também sonhas comigo?)


joe

“por mais que tente convencer-me”


serendipity & art

-”...(não consigo)...”


joe


serendipity & art

“és como o musgo que sobrevive em árvores secas”


joe

“Ficaste preocupada a pensar?”

“é assim que as coisas funcionam, não sabias?”


serendipity & art

“se só te vejo quando fecho os olhos... como hás-de ver-me, com eles abertos, a olhar para ti?”


joe

“...não peço nada de especial, mas parece que isso realmente assusta as pessoas...”


serendipity & art

-...parece...mas nĂŁo ĂŠ...


joe

“-... -pois, -...”


serendipity & art

“pequeninos pedaçinhos todos os dias por todo o lado espalhados que me adianta vê-los se sou incapaz de os apanhar que me adianta olhá-los se sou incapaz de os tocar que me adianta senti-los se sou incapaz de os viver em pedaços senti-te aos pedaços fiquei já só não consigo viver isto outra e outra vez vezes sem fim porque ficas aí à espera porque olhas para mim porque perguntas porquê porque esperas que um dia te diga”


joe

“sabes como fazem os gatos? eles conseguem saber ao longe de quem gostam; sentem! é só vê-los, de cauda levantada com a ponta a abanar, a correrem um para o outro... depois tocam-se ligeiramente com o focinho, numa espécie de beijo com o nariz e a boca, sentem o toque, o cheiro e o paladar... a seguir roçam a face no pescoço um do outro, impregnando-se com o odor, marcando-se, cada um, com a do outro... e logo partem juntos a brincar!”

“nunca te cheguei a dizer, mas é o fracasso, que revela a nossa condição humana, é aí, que, atingindo o absoluto da nossa essência, passaremos a olhar as coisas, e a ver nelas aquilo que, na realidade, sempre amamos”


serendipity & art

“estás a rir-te? achas piada à minha loucura? achas sedutora a fantasia? também sorrio para ti... afinal olhaste para mim!”


joe


serendipity & art

“perdi-me�


joe

“e tudo o que vai, regressa um dia”

“-foi na 2ª feira que pensei em ti! -isso é normal! -para mim, não! -como assim? -foi a primeira vez que me aconteceu!”


serendipity & art

“...foi ao fim de muitos anos, que um dia, disseste, nĂŁo ter lutado por ti o suficiente... eu achava que, era precisamente isso, a maior prova de amor, que te tinha conseguido dar...â€?


joe


serendipity & art


joe

“...apesar de já nem sequer me lembrar de ti, de te ter esquecido completamente, de nao saber quem és, ou quem possas ser,... às vezes... sinto saudades tuas... ou deste dia...”


serendipity & art

“ainda hoje olho as árvores secas perdidas na paisagem ou na berma da estrada e pergunto quem lhes terá comido os seus frutos”


joe


serendipity & art


joe


serendipity & art

“...certas coisas, podem-se falar, mas não se conseguem dizer... ou o contrário...não sei bem, fiquei confuso!”


Imagens a partir de http://inesdecastro.pt/index.php?/projects/unknown/, http://cargocollective.com/inesdecastro e de http://intimaconel. blogspot.pt/search?updated-min=2012-01-01T00T00:00ZZ&pdated-max=2013-01-01T00:00:00Z&max-results=41. Textos fornecidos por Paulo Oliveira. Design de Mariana Gaspar.


Joe #3 by Mariana Gaspar